Page 1

EDIÇÃO Nº3 - ABRIL 2014

DICA R3 REIGN

UL S M E G R A M A O N D IA R C E O ID C NAS RUI UNAS

E R V I L R A O A S E Õ Ç I E F E R ! E H L O M O GADGETS A

the amazing spiderman 2


6 14 16 18 in memoriam

A ESPECULAÇÃO E O INVESTIMENTO

LAZER/VIAGENS

TORNA-TE UM ESPARTANO

21

ÉVORA

FUGAS PARA QUEBRAR A ROTINA

GADGETS/ TECNOLOGIAS

REFEIÇÕES AO AR LIVRE

DESTINY, O JOGO MAIS ESPERAD DO ANO

LITERATURA

GADGETS AO MOLHE!

especial 25 de abril

MÚSICA

NASCIDO E CRIADO NA MARGEM SUL

CINEMA/SÉRIES

ROCK IN VARIAÇÕES

DICA R3 - REIGN

24 ESTÁ DE VOLTA!

THE AMAZING SPIDERMAN

EDGE OF TOMORROW

GODZILLA

A NOVA TRILOGIA DE HOGWARTS

ÍNDICE TOP 10 OS CARROS MAIS ECONÓMICOS DE 2014

FITNESS

32

CRÓNICAS MERCADOS FINANCEIROS

28 30 31


E D I TO R I A L “A história, nada desconhecida até para os mais pequenos, apesar das diferentes adaptações que já possui, surge sempre voltada para o que tem de melhor: muita ação, aventura e efeitos especiais”, esta é a verdade sobre o nosso artigo/filme de capa. O Fantástico Homem-aranha surgenos, este mês, como um prólogo à sua estreia nos grandes ecrãs não tarda. E porque a vida não é, de todo, uma ficção, a r3make propõe uma atividade ao ar livre na secção de lazer, de modo a passar da melhor forma os dias de primavera que fazem lá fora e os feriados que estão aí à porta. Um piquenique em família, com o(a) namorado(a) ou com os amigos pode ser, de facto, muito divertido. Com duas novidades que farão da revista algo ainda mais interativa, a r3make apresenta o novo espaço da “Dica r3”, dedicado à apresentação/sugestão de séries para todos os gostos, dando a conhecer, nesta edição, a série “Reign”; e a inserção de botões/links que permitem o acesso direto a páginas na internet que poderão facilitar a compreensão de determinados artigos, principalmente aqueles relacionados com filmes, séries e jogos. Continuamos à procura de colaboradores e qualquer sugestão será bem-vinda. Como sempre, desejamos uma boa leitura a todos.

Colabora connosco!

FILIPA GOUVEIA DIRETORA GERAL/ARTE

CONTACTOS COLABORADORES: BRUNO ALEXANDRE FILIPA GOUVEIA JOÃO TITO LUÍS NETO

r3makemagazine@gmail.com r3make.blogs.sapo.pt/ facebook.com/r3makemagazine


GODZILLA

A NOVA TRILOGIA DE HOGWARTS

Resultado da parceria entre a Warner Bros e a Toho, o monstro mais famoso de todos os tempos regressa aos cinemas na primeira quinzena de maio. Godzilla, original do Japão, é dirigido por Gareth Edwards que, pressionado pela fama do clássico, promete superar a versão de 1998, com efeitos secundários extraordinários, muita ação e uma história muito mais envolvente. Desta vez a trama mostrará Godzilla a duelar com outros monstros que ameaçam a nossa própria existência e contará com a participação de atores como Aaron Johnson, Elizabeth Olsen, Ken Watanabe e Bryan Cranston.

I!

ILER AQU VÊ O TRA

I! ILER AQU

6

mesma, ao facto deste ser um dos livros que os alunos estudavam em Hogwarts; uma espécie de guia sobre todos os seres mágicos – magizoologia (termo cunhado pela autora). Dos animais incluídos, inspirados em variadas mitologias, fazem parte o dragão, a fénix, o kappa e o leprechaun. Resumidamente, uma extensa lista de animais e descrições mitológicas e originais. A única notícia menos boa é a de que o bruxinho Harry Potter e os seus amigos não aparecerão no filme, pois esta trama passa-se 70 anos antes (1920) e terá como protagonista Newt Scamander, um escritor fictício de Nova Iorque. David Heyman, como produtor das oito produções anteriores de Harry Potter, confessa-se empolgado para esta nova aventura no mundo dos bruxos.

O primeiro filme da trilogia chega aos cinemas em 2015.

EDGE OF TOMORROW

Fãs de Harry Potter e dos livros de J. K. Rolling, preparem-se porque vem aí uma nova trilogia adaptada da obra da autora - Animais Fantásticos e Onde Habitam. Apesar de o livro ter pouco mais do que 60 páginas e não se tratar de uma sequela de Harry Potter, a verdade é que os produtores tratam esta realização como um mega filme. Quantidade não é qualidade, e isso pode ser confirmado, por exemplo, com a adaptação da trilogia Hobbit, por Peter Jackson. Embora só esteja confirmada no filme inicial da franquia, Rolling trabalhará como roterista pela primeira vez na sua vida. O que se pode esperar é que o estúdio aprove o roteiro e renove o contrato para os dois filmes seguintes. A ligação deste livro com Harry Potter e Hogwarts deve-se, além da autora ser a

VÊ O TRA

Dirigido por Doug Liman, Edge of tomorrow (No limite do amanhã), é um filme estadunidense de ficção científica com estreia programada para finais de maio. Bill Cage (Tom Cruise) é obrigado a juntar-se às Forças Armadas e ir para a linha da frente no dia do confronto final quando a Terra é tomada por alienígenas. Inexplicavelmente, acaba preso no tempo, condenado a reviver esta data repetidamente, com a sua morte e consecutivo renascimento. Com o apoio de Rita Vrataski (Emily Blunt), Bill terá a chance de mudar o curso dos acontecimentos. Este filme é uma adaptação do romance “All you need is kill”, de Hiroshi Sakurazaka.

7


THE AMAZING SPIDERMAN Deixando para trás a trilogia dirigida por Sam Raimi e protagonizada por Tobey Maguire (2002, 2004 e 2007), O Fantástico Homem-Aranha, agora com Andrew Garfield na ribalta, regressa aos grandes ecrãs no próximo dia 17 de abril. A história, nada desconhecida até para os mais pequenos, apesar das diferentes adaptações que já possui, surge sempre voltada para o que tem de melhor: muita ação, aventura e efeitos especiais. Facto é que o Homem-Aranha é dos super-heróis que continua a vender e a dar que falar aos fãs; um verdadeiro sucesso da Marvel Comics que anda no mundo há séculos. Sabemos que a vida de Peter Parker resume-se a um órfão criado pelos tios, extremamente inteligente mas sem muita sorte com as raparigas que, certo dia, é picado por uma aranha e desenvolve poderes. A partir daqui, ele cria o seu próprio “disfarce” e torna-se num verdadeiro combatente do crime da cidade de Nova Iorque. No filme de 2012 (O Fantástico Homem-aranha), Peter tenta descobrir a verdade sobre o desaparecimento/morte dos seus pais juntamente com um antigo amigo deles, o Dr. Curt Connors, posterior Lagarto com quem Peter acaba por duelar. Entre esta sua vida dupla, acaba por se apaixonar por Gwen Stacy (Emma Stone), de quem é obrigado a se afastar por questões de segurança. Com um elenco que conta com a participação de atores como Andrew Garfield, Emma Stone, Jamie Foxx, Dane DeHaan, Paul Giamatti, Denis Leary, Colm Feore, Chris Cooper, Sally Field,Chris Zylka, Marton Cso-

8

kas e Felicity Jones, O Fantástico Homem-aranha 2 promete, mais do que entreter, impressionar. Para este herói em questão, não há nada melhor do que se balançar entre os arranha-céus e proteger os nova-iorquinos. Mas ao ser o Homem-Aranha, Peter tem de pagar um preço bem alto de ter todos os seus inimigos sempre por perto e a ameaçar cada um dos seus passos ou pessoas que mais lhe são importantes. Neste segundo filme, o seu grande inimigo será Electro (Jamie Foxx), alguém com aptidões elétricas bem mais poderoso do que ele; um humano geneticamente modificado, portanto. Como sempre, o Homem-Aranha irá dificultar os planos diabólicos do “mauzão” em questão, transformando o cenário nova-iorquino tão conhecido e cobiçado pelos turistas num verdadeiro campo de batalha. Podemos desde já adiantar que Jamie Foxx conseguiu se inspirar para uma única personagem em todos os grandes vilões da história do cinema, pois além de entreter e divertir, o verdadeiro objetivo do ator é ser diferente … uma verdadeira jogada de mestre! Relativamente a Peter (Garfield), sabemos que a sua história com a Gwen não fica por onde o último filme nos mostrou, assim como muitas mais serão as suas descobertas relativamente aos seus pais. O produtor Matt Tolmach já anunciou a existência não de três, mas de quatro filmes ao todo, onde a história será sempre “desdobrada” de modo enriquecedor.

9


Este é o primeiro filme do Homem-aranha em que as filmagens se deram inteiramente na cidade de Nova Iorque.

O terceiro filme já está programado para ser lançado a 10 de junho de 2016 e o quarto a 4 de maio de 2018. São muitos anos para ficarmos à espera, mas o que conta é que a espera valerá a pena. Além do próprio perigo que é Electro, neste filme Peter descobrirá que um conflito maior do que aqueles que tem ultrapassado poderá mudar a sua vida para sempre e que todos os seus inimigos têm algo em comum:

a Oscorp. Esta, se bem se lembram é a empresa criada pelo cientista Norman Osborn, mais conhecido como o vilão Duende Verde, o que a torna numa das coisas mais importantes e essenciais da história.

Clica aqui para veres o trailer.

De Max (1) a Electro (2). Ao cair num tanque com enguias elétricas e sofrer uma descarga, Electro nasce!

10

1

2

Um filme com muita ação, momentos de comédia e uma história envolvente.

11


A aclamada série “24” está de volta com 24: Live Another Day e um total de 12 episódios. Perdendo o conceito de episódios em tempo real, cada episódio representará na mesma os eventos de um único dia. Para os que não estão familiarizados com a série, a qual se iniciou em 2001, esta conta a história de um operacional do departamento de defesa dos EUA, Jack Bauer (Kiefer Sutherland), que se vê envolvido em inúmeras complicações enquanto tenta evitar um atentado terrorista em menos de 24 horas. Cada temporada da série conta com 24 episódios, em que cada um representa uma hora do dia com muita intensidade, deixando-nos presos ao ecrã. Quatro anos depois da oitava e suposta última temporada ter terminado, o herói Jack Bauer está de volta para mais uma aventura cheia de adrenalina e ação. Kiefe Sutherland volta agora para continuar com a personagem que o projetou no mundo das séries. Esta temporada passa-se 4 anos depois e leva Kiefe para uma nova aventura em terras de sua majestade, Londres. Agora um fugitivo da justiça americana, refugia-se em Londres, disposto, mais do que nunca, a arriscar a sua vida e liberdade para impedir outro desastre global. Sem saber muito bem como, Jack vê-se envolvido no meio de mais uma luta contra o tempo, tentando prevenir um atentado que pode mudar o destino do mundo.

A série estreia nos Estados Unidos no próximo mês de maio, mas em Portugal ainda não existe data de saída.

12

Para veres o trailer da nova temporada, clica aqui!

CA DI R3

24

ESTÁ DE VOLTA!

Estreamos aqui um novo espaço dedicado às séries, com o qual pretendemos dar a conhecer algumas das séries que passam por essas televisões fora. E para inaugurarmos a rubrica apresentamos O Reino, uma produção da CBS com a Warner Bros, que conta a história de Mary, rainha da Escócia, que apesar de se tratar de uma ficção é baseada em diversos factos verídicos. Passada na França, 1557, a série mostra-nos Mary aquando na sua estadia na corte francesa, derivada do seu casamento com o Delfim e futuro rei de França - Francis II – a quem foi prometida quando tinha apenas seis anos de idade. Numa trama política, romântica e em constante mudança, Mary luta para defender os interesses do seu país e para se proteger a si mesma. Mas como nem todas as histórias são feitas apenas de guerras, Mary encontra-se no meio de um “duelo” entre Francis e o seu meio irmão Bash pelo seu coração. Juntamente com estas personagens, a série conta com mais algumas figuras históricas de relevo, como o rei francês Henry II; a

rainha Catherine de Medici, mãe de Francis; e Nostradamus, com quem Catherine tenta evitar o casamento entre o seu filho e Mary, agarrando-se na ideia de que o mesmo levará Francis à morte. Com muito contexto histórico-político, suspense e reviravolta, esta é uma série muito interessante no que toca ao seu enredo rico e cativante. Apesar de muitos dos factos históricos estarem errados, ou mal explicados, muito do que se passa aconteceu de verdade e conseguimos ter uma excelente visão da época e de tudo aquilo em que as pessoas se envolviam nesta época. Um dos pontos mais bem expressos é a grande rivalidade entre a França e a Inglaterra. A primeira temporada ainda está no ar e conta com 17 episódios, sendo que a CBS já confirmou a renovação da série para uma segunda temporada. Para os que gostam de séries épicas, temas ligados às tramas políticos, jogos de intrigas e conspirações, esta é uma excelente série que também conta com ação q.b. Algo muito bem conseguido!

13


ROCK IN VARIAÇÕES O Rock in Rio regressa ao Parque da Bela Vista, em Lisboa, nos dias 23, 25, 30 e 31 de maio e 1 de junho. Contará com a presença de artistas internacionais como Robbie Williams, Queens of the Stone Age, Linkin Park, Steve Aoki, Arcade Fire e Justin Timberlake, mas é na Homenagem a António Variações que a r3make se irá focar.

DEOLINDA

LINDA MARTINI Com uma herança que remete para o submundo do punk rock e do hardcore, os Linda Martini juntaram-se em 2003. A banda é composta por André Henriques, Pedro Geraldes, Hélio Morais e Cláudia Guerreiro.

RUI PREGAL DA CUNHA

No dia 31 de maio os artistas Linda Martini, Gisela João, Deolinda e Rui Pregal da Cunha, sobem ao palco do Rock in Rio Lisboa para homenagear António Variações. Este tributo faz parte de uma série de iniciativas que a família do músico minhoto planeia para este ano de 2014, ano em que António Variações completaria os seus 70 anos. Um momento único e emocionante, tanto para a família como para os fãs do cantor, que certamente deixará um forte impacto no público. O que se sabe até o momento é que cada artista subirá ao palco a solo, misturando-se posteriormente, de modo a honrar de uma forma muito mais forte todo o trabalho intemporal de Variações. A ideia principal de todo o espetáculo é a mistura de artistas que não têm nada a

14

ver uns com os outros; uma variação de estilos e sonoridades, portanto. A direção artística está a cargo do cantor/ compositor Zé Ricardo e tem curadoria do jornalista Nuno Galopim, não deixando de fora a família do cantor, que tem seguido tudo ao pormenor. Mas as iniciativas não param por aqui... Com diversas gravações inéditas recuperadas e regravadas pelo projeto Humanos, do qual fizeram parte Camané, David Fonseca, Nuno Rafael, Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves, muitas mais deverão ser exploradas ao longo deste ano. Segundo consta, a família do artista tem como objetivo definido a reedição da discografia de António Variações em edições especiais, contando com a presença de bandas filarmónicas, coros e músicos amadores.

Grupo de música popular portuguesa, inspirado pelo fado e pelas suas origens tradicionais, que nos últimos quatro anos dominaram os tops de vendas. Deolinda é composto por Ana Bacalhau, Pedro da Silva Martins, Luís José Martins e José Pedro Leitão.

Nome incontornável na história da música pop-rock portuguesa dos anos 80, Rui Pregal da Cunha foi fundador e vocalista da banda Heróis do Mar. Em 2010 regressou ao panorama da música nacional

GISELA JOÃO

Considerada a fadista revelação dos últimos tempos, Gisela João começou a carreira, como tantos outros, em casas de fado. Em 2013, gravou o seu primeiro disco homónimo que foi muito aclamado pela crítica.

1944-1984

Artista inigualável que continua a servir de inspiração para a música e cantores portugueses, sobrevivendo em espírito aos anos e às gerações, António Variações morreu há 30 anos (13 de junho de 1984) e deixou dois álbuns editados - Anjo da Guarda (1983) e Dar e Receber (1984).

15


DE ALFREDO CUNHA E ADELINO GOMES

16

. . . l i r b a e d Especial 25 OS RAPAZES DOS TANQUES,

O livro pode ser adquirido por apenas 13,41€.

Chegada no passado mês de março às prateleiras das livrarias nacionais, a autobiografia ficcional de Rui Unas – Nascido e Criado na Margem Sul – tem como foco principal a zona onde o ator/comediante cresceu. Com o seu humor característico e inspirado em factos reais, entre eles momentos da sua vida estudantil, o começo nas rádios do Seixal e o seu grande salto para a televisão, Unas dividiu o seu livro em três partes - infância, adolescência e vida adulta – onde brincadeiras, experiências e provocações são contadas de uma forma bem cómica. A compilação da sua história demorou cerca de dois anos, mas de um modo muito geral, conta o modo como Rui Unas vive na margem sul há quarenta anos e sem nunca pisar a grande cidade de Lisboa. Levou uma vida pautada pelo vício e pela transgressão gratuita, tendo conquistado o pleno domínio da sua praceta enquanto criança, onde mantém o tráfico de ursinhos de goma e comanda o movimento independentista sectário autodenominado «A Margem Sul é até Cabo Verde». Don Juan nas horas vagas (e nas outras horas todas), são épicas as histórias das suas conquistas. A ideia desta autobiografia surgiu através do convite da editora há já uns seis anos, mas com a chegada dos 40, Unas não viu uma melhor altura. Misturando as doses certas de verdade e ficção, o ator e comediante já pôs muitos dos portugueses a ler o seu livro. No entanto, cabe aos leitores descobrir aquilo que é realmente verdade ou mentira.

DE j. RENTES CARVALHO

No ano em que completa 40 anos de vida, Rui Unas publica o livro Nascido e Criado na Margem Sul. Atualmente podemos vê-lo na novela “Sol de Inverno” e no programa de domingo à noite “Vale Tudo”.

PORTUGAL, A FLOR E A FOICE,

NASCIDO E CRIADO NA MARGEM SUL

Portugal, a Flor e a Foice, publicado este ano, no 40º aniversário da Revolução dos Cravos, promete dar que falar. Escrito em 1975, em cima dos acontecimentos que na altura convulsionavam Portugal (e que eram acompanhados com entusiasmo e apreensão pela Europa e o resto do Mundo), esta obra é a observação pessoal que um português culto e estrangeirado fez do seu país em mudança. Nesta apreciação aguda e de tom sempre crítico, todos os mitos da História Portuguesa são questionados: o Sebastianismo, os Descobrimentos, Fátima; são denunciadas instituições como a Monarquia e a Igreja; e, impiedosamente, escalpelizado não apenas o antigo regime mas também, e sobretudo, o 25 de Abril. Com acesso a círculos restritos nos anos que antecederam e sucederam à data, e a documentos ainda hoje classificados, J. Rentes de Carvalho faz uma História alternativa da Revolução e das suas figuras de proa.

Os Rapazes dos Tanques oferece-nos imagens e testemunhos exclusivos dos homens que estiveram frente a frente no Terreiro do Paço e no Carmo no dia 25 de Abril de 1974. As fotografias de Alfredo Cunha e as entrevistas conduzidas por Adelino Gomes levam-nos a viver aquelas horas e a percebermos as dúvidas, os receios, a ansiedade, a tensão, a esperança e as alegrias vividas por cidadãos que, depois desse dia, regressaram, na maior parte dos casos, ao anonimato. Este livro dá voz, pela primeira vez, a furriéis e cabos que não obedeceram às ordens de fogo do brigadeiro comandante das forças fiéis ao regime - um ato de justiça aos que estando, numa primeira fase, na defesa do regime arriscaram a vida e souberam estar à altura do desafio. Esta obra é uma homenagem aos homens da Cavalaria que acabaram com 48 anos de ditadura, em especial, ao capitão Salgueiro Maia.

17


Gadgets ao molhe!

Sk Telecom Smart Beam Este aparelho inovador com um design arrojado não é mais que um projetor portátil em forma de cubo e com cerca de 5 cm de largura. Através de uma ligação a um smathphone ou tablet, e com uma autonomia de 2 horas, é possível fazer as apresentações ou até mesmo ver um vídeo/ filme onde quiseres. E verdade seja dita… este produto impressiona pela relação tamanho/qualidade de imagem.

Steelseries Siberia Elite White

Pvp: 199.99€

Agora a experiência multiplayer ganha novos contornos com estes phones de última geração. Com cada vez mais gamers a darem importância à qualidade do som e do microfone para intensificar a funcionalidade dos jogos online, os Siberia Elite são a solução ideal para uma experiência completa. Além de um aspeto clean, no que diz respeito ao design, estes têm a vantagem de oferecer a vanguarda da tecnologia num só aparelho. Uma qualidade de reprodução elevada, a ligação de uns segundos auscultadores e consequente partilha de som constituem uma mais valia para este produto. Através do software que trazem é possível adaptar o som que ouvimos a cada momento e tipo de utilização (musica, vídeos, filmes, jogos). Os Siberia Elite fornecem, ainda, um adaptador que inclui uma “placa de som” para conetar ao pc.

Innergie Poket Cell Duo

18

Pvp: 99.99€

O que é isto concretamente? Uma bateria que nos permite carregar dois telemóveis em silmutâneo, de modo a nunca ficarmos sem bateria quando nos é mais importante. Este útil aparelho carrega através de mini USB, micro USB e Apple 30 pinos. Se és daqueles que estão sempre em viagem e longe de tomadas elétricas, este pode ser o parceiro ideal para o teu smarthphone ou tablet.

Pvp: 299.99€

Quechua Phone 5 Se és um aventureiro este é o teu telemóvel! A marca Quechua e a Decathlon juntaram-se e lançaram o primeiro smarthphone para desportistas e amantes do desporto ao ar livre, como montanhismo e btt. Dotado de sistema Android, este telemóvel tem todas as funcionalidades de um smarthphone normal, podendo aguentar quedas de altura maiores que um metro e até enfrentar ambientes poeirentos e de chuva. Possui GPS, bússola e giroscópio, assim como oferece a possibilidade de ter dois cartões SIM. Resistente e intuitivo, este é o telemóvel ideal para todos aqueles que gostam de testar os seus próprios limites sem nunca ficarem “desligados” do mundo.

Pvp: 229.90€

Nike + Fuelband SE A pulseira da Nike é o motivador ideal para os que querem fazer exercício físico mas arranjam sempre uma desculpa. Este discreto aparelho permite medir todos os nossos movimentos, desde o nosso exercício matinal até uma boa noite de farra, sabendo, desta forma, as calorias que perdemos instantaneamente. A pulseira permite conexão com smarthphone e pc.

Pvp: 149€

19


D E S T I N Y o jogo mais esperado do ano

<

Vê aqui o Gameplay!

20

Destiny, o novo projeto da empresa Bungie, levou ao rubro a maior feira mundial de videojogos - E3. Este é um jogo feito para as consolas da última geração que, pela sua apresentação, criou uma enorme expetativa nos fãs e especialistas. A Bungie afirma, nas poucas informações que dá sobre o funcionamento do jogo, que este é um FPS (first-person-shooter) com um conceito diferente. Segundo a empresa, o objetivo foi “pegar no género FPS e mudá-lo”. Ao contrário dos convencionais, onde o jogador joga sozinho, em Destiny temos um funcionamento sempre online, onde é fundamental o modo co-up (cooperação), seja com amigos ou multiplayer, de forma a ser possível completar cada uma das missões e evoluir na história. Até agora, no entanto, é-nos impossível saber como será esta realidade ou a própria evolução da narrativa de forma detalhada. A história, contudo, passa-se num futuro com 700 anos e o jogador é um Guardião da última cidade que sobreviveu à destruição. Em tempos de prosperidade, o que se procura é reconquistar as colónias espaciais: Vex, Fallen, Cabal e The Hive. Além disto, a nossa missão é a de proteger a humanidade de todos os inimigos e lutar para sobreviver a cada dia. No jogo existem cinco fações: Dead Orbit, FWC, New Monarchy, Osiris, Seraphs e FOTC, sendo esta última a organização a que pertencem os Guardiões. Tendo o jogo um caráter online, onde em diversos campos de batalha interagem diferentes adversários de diferentes fações, os seus contornos são sempre muito díspares. Destiny promete muito, não só em termos de história mas também de grafismo. Uma inovação da qual ainda pouco se sabe mas que já está a deixar muitos fãs com água na boca.

REFEIÇÕES AO AR LIVRE Enquanto o inverno e a primavera não resolvem esta luta de titãs, o melhor será mesmo aproveitarmos os finais de tarde livres da melhor forma possível. Procurar por um recanto natural - na praia, no campo ou até no jardim de casa - é uma escolha acertada, divertida e diferente para realizar refeições em família, entre amigos ou mesmo casais. Estes chamados piqueniques já carregam consigo algum sucesso desde há muito tempo e são uma excelente forma de se passar estes primeiros sinais da chegada da primavera e os feriados e

datas importantes que aí vem. Ainda que uma refeição dentro de portas ou num restaurante chique seja algo maravilhoso, não há nada como aproveitar a natureza. E isto aplica-se tanto a quem vive no campo como a quem vive na cidade. Pois no final das contas, quem não adora a sensação de sair de casa com uma cesta cheia de coisas boas para saborear? No entanto, até para a realização de um piquenique, ainda que dos mais simples, é necessário algum planeamento e criatividade.

AS PARA UM IC D S A M U G L EIS A NTO DE BOM MOME ONVÍVIO: C E O T N E M RELAXA

1

CESTO E UTENSÍLIOS

Apesar da ideia principal de um piquenique ser mais focada na comida e nas bebidas, é o cesto que cria o verdadeiro ambiente. Um cesto de piquenique tradicional, equipado com todos os apetrechos (loiça, talheres, manta, copos…), é o ideal! No entanto, há quem prefira investir em algo mais divertido e mais económico, o que dá perfeitamente, por exemplo, para duas pessoas. O essencial aqui é saber adaptar os utensílios ao tipo de comida e bebida que vão ser consumidos.

21


2

COMIDA E BEBIDA

A comida é outro dos pontos mais fulcrais de um piquenique e deve ser adequada tanto ao local como à ocasião. Como todas as pessoas não têm a mesma vontade e requinte para a preparação de refeições, eis algumas ideias para todos os gostos: sandes, folhados, quiches, saladas, bolachas, fruta, rissóis, batatas fritas, bolos, queijos, enchidos… Para os que gostam de grelhados, podem também transportar um grelhador ou procurar por um sítio que já disponha de um, de forma a preparar verdadeiras delícias. Um piquenique não tem de ser obrigatoriamente à base de frios ou coisas rápidas. Tentem evitar molhos, chocolates, iogurtes e coisas que se possam estragar/alterar com muita facilidade. Para beber, o essencial é sempre água, mas sumos, vinho, sangrias, limonadas e cerveja também são bem-vindos. No entanto, convém levarem sacos térmicos e gelo para manter tudo bem fresco.

3

TEMPO E CONVIDADOS INDESEJADOS

O tempo que se irá fazer sentir no dia do piquenique é essencial para que tudo corra bem. Não apenas porque preferimos sempre um dia de sol, mas também porque se estiver bastante calor e sol serão precisas bebidas mais frescas, armazenar bem os alimentos e proteger-nos com protetor solar e boné, por exemplo. Moscas, mosquitos e bicharocos do género podem sempre arruinar convívios deste género. Daí que é sempre bom termos por perto repelentes, de modo a estarmos à vontade e sem preocupações.

5

ENTRETENIMENTO

Prever algumas atividades para garantir um dia bem passado não é tarefa difícil. Sem querer deixar de parte os bons temas de conversa, existem sempre outras formas de entretenimento. Se tiveres, leva uma guitarra para que possam passar a tarde a cantar; por outro lado, se não tens voz para cantorias, podes sempre optar por uma caminhada ou por jogos, como voleibol/futebol ou mesmo uma jogatana de cartas.

ER NÃO ESQUEC RÁFICA! G O T O F A IN A MÁQU

R CRIATIVO E S É L IA C N O ESSE UENIQUE AO IQ P O R A T P E ADA CASAIS, S O A R A P . MOMENTO IQUENIQUE P M U E D A FICA A DIC A QUE TÊM O D U T M O C À NOITE, TICO, NÃO? N Â M O R . O DIREIT E PORQUE OS PIQUENIQUES NÃO DEVEM SER TODOS IGUAIS, TODAS AS IMAGENS AQUI EXPOSTAS SERVEM DE INSPIRAÇÃO...

4

LIMPEZA

Não nos podemos também esquecer de levar tudo o que for essencial para colocar o lixo, caso não exista um local próximo para o fazer. É sempre preciso deixar o local do piquenique exatamente como o encontramos e sem qualquer tipo de vestígios. Aqui os sacos de plástico são uma boa ajuda.

22

23


FUGAS PARA QUEBRAR A ROTINA

É VO RA Com uma história que recua mais de dois milénios, Évora é uma cidade portuguesa conhecida pelas suas igrejas monumentais, praças míticas e ruas medievais. Digna de uma visita, a sua paisagem caracteriza-se pelo cultivo extensivo de cereais, vinhedos, olivais e arrozais e cada um dos seus cantinhos respira sabor, tradição e muita simpatia. Para quem procura uma fuga tranquila, romântica e cheia de história, este é o destino ideal, onde vestígios de diferentes épocas e civilizações se mantêm praticamente intactas. Nos parágrafos que se seguem, apresentamos os locais de passagem obrigatória que prometem deslumbrar os seus visitantes, não fosse Évora classificada como Património Mundial desde 1986 devido à riqueza do seu centro histórico. Com amplas arcadas que cedem passo a pitorescas praças onde se encontram lojas de artesanato (5) e cafés com esplanadas que nos convidam a relaxar, Évora é um tesouro de cidade.

1

2

4

24

5

Um dos monumentos romanos mais importantes de Portugal, e também de Évora, é o conhecido como Templo de Diana - antigo Fórum Romano (1). Situa-se no ponto mais alto da cidade e, segundo consta, foi construído por volta do século I para homenagear o Imperador Augusto. O seu nome deriva de uma associação com a deusa romana da caça, a partir de uma lenda criada no século XVII. Não menos importante e com uma beleza inspirada no incomparável estilo gótico, a Sé Catedral (2), construída entre os séculos XIII e XV, é uma das catedrais medievais mais mediáticas do país. O seu portal (3) é ladeado por estátuas dos apóstolos e as suas abóbadas e arcos ogivais reproduzem, sem margem para dúvidas, um estilo românico gótico. No seu interior encontramos um Museu de Arte Sacra com uma herança riquíssima no que toca à pintura,

3 escultura e ourivesaria. A Igreja de São Francisco (4), reconstruída a partir do reinado de D. João II e terminada na época de D. Manuel, conta com uma arquitetura que mistura os estilos gótico e manuelino e ainda uma nave que é coberta por uma abóbada de pedra e dez capelas laterais, compostas por retábulos de talha dourada e policromada. Uma verdadeira obra-prima. Outro dos monumentos mais bonitos e conhecidos de Évora é a Capela dos Ossos (6). Situada na Igreja de São Francisco, as paredes da mesma e os seus oito pilares estão decorados com ossos e caveiras ligados por cimento pardo (7). O seu total ronda os 5000 e são provenientes de cemitérios situados em igrejas e conventos da cidade. À entrada encontramos a famosa frase: “Nós ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos.” (8)

25


11

6 7 A imagem macabra dos esqueletos tem por objetivo lembrar a transitoriedade da vida. (7)

8

26

Não menos importante e do interesse de muitos, a gastronomia deste distrito salienta os sabores ligados aos pratos de carne. Destacam-se o ensopado de borrego (9), os pezinhos de porco de coentrada, a sopa de toucinho, as empadas de galinha, as açordas, as migas, os sarapatéis, os enchidos, a açorda à alentejana, os presuntos barrados a azeite, a perdiz à Montemor, o gaspacho e a sargalheta. E tudo isto sem esquecer os queijos curados, fabricados com leite de ovelha e misturado com o de cabra. Relativamente à doçaria, é de realçar a encharcada do convento de Santa Clara, os pastéis de toucinho de Arraiolos, as trouxas de ovos, a cernelha de Montemor-o-Novo, o bolo de mel, os queijinhos do céu de Mora, as granadas de Vendas Novas, as tibornas, o pão de rala, o pão de ló, as queijadas de requeijão, o bolo Joana, as queijadas de Évora (10), o toucinho da Madre Abadessa e as filhós enroladas. Uma verdadeira delícia!

12 13

Os percursos ambientais de Évora, por sua vez, constituem uma rede de vários itinerários que se estendem da cidade de Évora até o limite do concelho. Implantados sobre ferrovias desativadas, antigos caminhos públicos (Monfurado - 11) e ao longo do aqueduto (Aqueduto da Água da Prata - 12), destinam-se a ser percorridos a pé ou com meios de transporte não poluentes. Através desta rede de percursos é possível conhecer a riqueza monumental, natural e cultural das paisagens em redor. Para quem gosta de caminhar/pedalar, são mais de 100 km de pura aventura. E agora com a primavera, sentar numa das esplanadas da Praça do Giraldo (13) e aproveitar o sol e os aperitivos servidos ou simplesmente relaxar é uma excelente opção. Com uma arquitetura gótica dentro daquilo que é o mais comum na cidade, a praça acolhe, ainda, a fonte Henriquina (13) bem no seu centro. Esta é a fonte original do Aqueduto da Água de Prata e conta com muitas histórias. Construída em 1570 com mármore oriundo de Estremoz é, sem dúvida, uma fonte localizada num espaço que ninguém pode deixar de visitar.

9

10

27


TORNA-TE UM ESPARTANO! Com o segundo filme do 300 - “Rise of an Empire” - já estreado nos cinemas, nada melhor que explorar um conjunto de exercícios que fará de todos os homens uns verdadeiros espartanos na vida real. Para isso basta alguma dedicação e esforço. Inspirado nos exercícios feitos pelos próprios atores, exercícios esses duros e desafiantes que colocam qualquer um à prova, não só física mas também mentalmente, a ideia é fazer 500 repetições em boa forma e manter-se de pé e com energia no dia seguinte. Mesmo que em muitos momentos o nosso

SPARTAN 500 WORKOUT 10- Burpees 10- Agachamentos 10 – Mt. Climbers 10 – Saltos de agilidade 10 – Agachamentos com salto

corpo/cérebro só nos incite a parar, temos de permanecer fortes para continuar e terminar este workout. À moda da Grécia Antiga, este consiste em fazermos um circuito de 5 exercícios, 10 vezes cada, até um total de 500 repetições. Cada exercício deve ser realizado 10 vezes e, quando terminado cada grupo de cinco, é permitido descansar o tempo que for preciso e recomeçar novamente até o finalizar. Estima-se que este workout queima entre 12-16 calorias por minuto e/ou 204-207 calorias no total.

Spartan 500 Workout inclui exercícios duros e desafiantes! Não recomendado a quem está a iniciar uma rotina de exercícios.

THE 300 WORKOUT Para quem quiser ter uma maior interatividade, controlo e, talvez, até motivação, aqui fica uma outra app para smarthphones e tablets, a qual torna possível fazer um treino de verdadeiro espartano. Esta app foi desenvolvida pela Men’sHealth e inspirada no filme 300 e para muitos dos exercícios podem ser precisos materiais como pesos e barras, que também podem ser encontrados em qualquer ginásio. The 300 workout é paga, mas o valor é

28

inferior a 2€ (1,25€, mais precisamente) e permite ver vídeos dos tutoriais de cada exercício, cronómetro e um gráfico para vermos e consultarmos o nosso progresso. Existem dois tipos de programas: um para iniciantes e outro intermédio para quem já estiver mais à vontade. Com exercícios bastante exigentes, este workout baseia-se no número 300 para conseguir que o utilizador consiga um corpo de invejar qualquer Deus Grego.

29


A ESPECULAÇÃO E O INVESTIMENTO? In memoriam Três dias antes da última edição da R3make ver a luz do dia, o país foi surpreendido com a notícia do falecimento de Dom José da Cruz Policarpo, Cardeal da Igreja Romana e Patriarca Emérito de Lisboa. Como católico foi uma notícia que me chocou (tive oportunidade de partilhar no facebook e usar esta mesma expressão: choque) e me encheu de profunda e humana tristeza e saudade, bem como uma enorme esperança radicada na Fé. Diante do mistério da morte, somos colocados perante a avassaladora certeza que não somos terrenamente perenes e, ao mesmo tempo, que deixamos um legado, maior ou menor, mas deixamos. Qual, então, o legado do defunto Patriarca Emérito? Pode dizer-se o que se queira: era um homem do povo, que não gostava de pompas nem muito cerimonialismo (atenção: uso a palavra para me referir às desmesuras e enormes cortesias, mais numa de “engraxar” a pessoa ou parecer bem). Era o único cardeal que nunca vi usar batina com romeira (aquela espécie de capa até aos cotovelos por cima da batina), usando sempre uma batina simples. Não se coibia de mostrar os seus pequenos vícios como que a dizer: “olhem, também somos humanos” (ele próprio afirmou que, além dele, existiam mais cinco ou seis cardeais fumadores no Conclave de 2005, mas a Imprensa só sabia dele…). Era humano. Era sincero. Era honesto. Fosse a falar dos outros, fosse a falar de

si. Criou polémicas e controvérsias, mas, ao ser sincero e honesto, ganhou o reconhecimento da sociedade e de todos os que, bem ou mal, criticou: fossem os muçulmanos, fosse a classe política e os grandes decisores económicos. Numa sociedade com sede de honestidade, como não gostar de alguém sincero? Todos estavam na Patriarcal, naquela tarde de sol e calor. Povo, políticos, decisores económicos, o clero em peso. Conheci-o, pessoalmente. E mais que o teólogo dos “sinais dos tempos”, com a sua palavra certa e acutilante, uma mente incómoda para o País e a Igreja (fosse em Portugal ou pelo mundo), recordo o homem dos pequenos vícios enquanto contava mais uma excelente piada. Nele, vejo um bocadinho de Francisco. Quis o protocolo que, a 12 de Março de 2013, se sentassem um ao lado do outro na Capela Sistina no Conclave. Quis Deus que, a 13 de Março de 2014, o da esquerda fosse eleito Sumo Pontífice. Quis a Natureza que passado um ano, o Pontífice chorasse o “homem apaixonado” que jazia no chão da Patriarcal. Um homem apaixonado como ele próprio, pela Verdade e a entrega aos irmãos. O nosso irmão José já contempla o que nós não vemos. Alegremo-nos com ele. E estas são as ideias que hoje me surgem, debaixo do meu chapéu… Chapéu que retiro diante da memória de um grande homem de Fé e de um grande português. Até ao Céu, eminência.

Nos mercados financeiros, é comum ouvir e ler várias vezes estas duas palavras quase como se uma fosse uma coisa positiva e boa para as empresas e a outra negativa e má para as empresas. Muitos defendem que investir traz valor e especular retira/ destrói valor. Mas como pode ser benéfico para a economia apostar contra as empresas? Isto é, ter posições short apostando assim na desvalorização de empresas ou outros títulos quaisquer. Assim sendo, homens como Warren Buffet ou Benjamin Graham são vistos como gurus e modelos a seguir, enquanto homens como Soros ou o Livermore são vistos como criaturas vis em busca de retornos fáceis. Em primeiro lugar, penso que seja importante definir o que hoje em dia se assume como investimento ou especulação. Investimento será a compra de acções com o objectivo destas mesmas se valorizarem no futuro geralmente em períodos temporais mais largos. Enquanto especulação pode ser entendida como entradas longas ou short (apostando tanto na valorização como na desvalorização de títulos) em períodos temporais mais curtos e muitas vezes com posições bastante alavancadas. Mas terá mesmo um homem como Buffet mais valor que Soros apenas por pôr em prática estratégias diferentes? Será possível culpar e não dar valor a um homem como Soros que, percebendo e arriscando grandes quantidades do seu próprio dinheiro, tirou partido de uma valorização excessiva da libra inglesa que no dia 16 de setembro de 1992 desvalorizou brutalmente depois do banco central inglês ter retirado a libra da ERM (European Exchange rated mechanism) onde se encontrava pegada ao marco alemão, a chamada

“Black Wednesday”? Soros, percebendo por razões fundamentais e económicas, que a libra estava sobrevalorizada, tendo em conta que a Alemanha sim e não a Inglaterra tinha razões para ter uma moeda forte visto o banco central alemão ter aumentado as taxas de juro de referência numa tentativa de controlar a inflação que se mantinha altíssima como consequência da reunificação alemã, entrou short apostando na desvalorização da libra tendo feito mais de 1 bilhão de libras de lucro. Não quero com isto de algum modo dizer que especular é a maneira mais correta e investir não. Admiro bastante investidores como Graham (o pai do value investing), que se preocupam bastante com as análises das empresas e os factores macroeconómicos indo contra outro tipo de investidores ou especuladores (como quiserem chamar) que se preocupam mais com aspetos técnicos e gráficos. Só acho importante de referir que, na minha opinião, quem realmente gosta de mercados e de investir, especular ou seja lá o que for, tem de encontrar a sua própria maneira de investir; a maneira onde se sente mais confortável e onde poderá ter melhores retornos, seja esta investir num fundo de investimento e acompanhar a sua cotação uma vez por mês ou mais, seja a ver gráficos no intraday e acompanhar as cotações quase ao minuto. No fundo, todos têm o mesmo objetivo, e esse objetivo é fazer dinheiro. Quando assim não é e estão nos mercados para se poderem exibir ou alimentar o ego, mais tarde ou mais cedo a coisa geralmente corre mal. LUÍS NETO

BRUNO ALEXANDRE

30

31


TOP 10

4

Fiat Novo Uno Economy Evo 4 portas 1.4

5

SMART fortwo 71cv mhd coupé 1.0

OS CARROS MAIS ECONÓMICOS DE 2014 De um total de 495 modelos que foram testados afim de se saber quais os que consomem menos combustível, 10 foram eleitos como os mais económicos . Os valores expostos referem-se ao nº de quilómetros que 1litro de combustível consegue efetuar.

Média: 13,8 km/l

Média: 13,8 km/l

6

7

Nissan March 1.0

RENAULT Clio Authentique 2 Portas 1.0

VOLKSWAGEN up! take 2 Portas 1.0

1 Média: 13,7 km/l

Média: 13,8 km/l

8

FIAT Palio Fire Economy 2 Portas 1.0

9

VOLKSWAGEN Fox BlueMotion 2 Portas 1.0

Média: 15 km/l

2

3

TOYOTA Prius 1.8

LEXUS CT200h 1.8 Média: 13,5 km/l

Média: 13,6 km/l

RENAULT Sandero Authentique 1.0

10 Média: 15 km/l

32

Média: 14,9 km/l Média: 13,3 km/l

33


r3make - edição 3  

edição nº3 - abril - r3make

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you