Page 1


FONTE: www.senai.br


21


24


30


S

implesmente fantástico! Tu d o e m Av a t a r é superlativo. Foram dez anos de produção. Mais de 400 milhões de dólares investidos. E acredite: o longa supera cada centavo. Mas é claro que isso é quase que uma obrigação em se tratando de James Cameron, afinal, ele já está acostumado com produções de tal proporção. O responsável por Exterminador do Futuro, Aliens e Titanic (isso pra citar só os maiores), faz de Avatar um clássico que no futuro será palco de muitas discussões. Cameron faz Pandora (o mundo alienígena que ele imaginou) saltar aos nossos olhos, num desafio claro de nos confundir sobre o que é real e o que é efeito de computação gráfica. Cada planta, cada criatura, cada ecossistema parece real, como se fossem filmados em plena floresta amazônica. Prepare-se para se confundir, ou pelo menos embasbacar com cada efeito visual (mesmo que você não faça idéia do que seja isso).

A trama se passa em Pandora, um planeta distante que atrai a ganância de uma empresa mineradora desejosa do valioso unobtanium (você vai entender o que é isso quando assistir o filme). O planeta abriga também a cultura nativa Na´Vi, ameaçada pela expansão humana. Nesse cenário, Jake Sully – um fuzileiro naval paraplégico –, chega para auxiliar uma equipe de cientistas, controlando a distância seu avatar: um corpo Na´Vi projetado para que ele possa se integrar à cultura local. Mas com os interesses crescentes no planeta e a impaciência militar, Jake terá que escolher o lado que tomará no inevitável conflito que se aproxima. O resto eu não vou contar. Vá, assista e tire suas próprias conclusões (boas ou ruins). Eu por exemplo, saí do cinema com a sensação de que tenho que voltar em outra oportunidade para prestar a atenção em detalhes que não percebi à primeira vista. Pois detalhes são justamente o que Avatar tem de sobra.


VISITE, LEIA E VOLTE SEMPRE!!!


útil & Agradável  

Sua revista na web

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you