Page 1

JORNAL DA CELOS 183 - JAN - 2012

CARTOLA

99122314842009-DR/SC CELOS

www.celos.com.br

INFORMATIVO DA FUNDAÇÃO CELESC DE SEGURIDADE SOCIAL

JAN - 2012/N 0183

Pesquisa 2011

Equilíbrio nos números indica satisfação dos Participantes > Págs 4 e 5

FINANCEIRO Rentabilidade do ano é 11,86% > Pág 3

SAÚDE Rede Própria já é realidade na Grande Florianópolis > Pág 7 1


EDITORIAL > ONDE ANDA VOCÊ? Se você deseja encontrar ou receber notícias de algum(a) companheiro(a) de trabalho que com perdeu o contato, mande um e-mail pra Celos. Esta coluna pretende ajudar a aproximar as pessoas.

> Seja amigo da Celos no Facebook! Esse é mais um canal de informação e relacionamento entre a fundação e seus participantes. Acesse: www.facebook.com/fundacao CelescCelos

Três passos à frente Esta primeira edição de 2012 do Jornal da Celos abre espaço para três assuntos de extrema relevância no cotidiano da nossa Fundação. Nas páginas centrais, os resultados da última pesquisa de satisfação. É um trabalho que vem sendo realizado desde 2004. Os números comprovam que há um alto grau de confiabilidade e de satisfação com o desempenho do corpo técnico e dos gestores. As seguidas avaliações com notas alta são sinônimos de confiança e uma provocação permanente, para nós, de que é possível fazer mais e melhor. Destacamos também, outra vez, a entrega dos primeiros cartões da rede própria do Plano CELOS Saúde. Ainda em fase inicial, com abrangência localizada na região da Grande Florianópolis, os novos cartões de acesso à rede de prestadores de serviços significam a realização de uma meta que envolveu o trabalho e a dedicação de dezenas de pessoas. Em breve este novo serviço será estendido a todo Estado, ampliando ainda mais o atendimento de saúde com qualidade e credibilidade. Eleitos em novembro passado, Alberto Kobs, Benhour de Castro Romariz Filho, Edalício Cruz dos Anjos, Janice Meriz de Souza e Osmar Soares, representando os aposentados e pensionistas, tomaram posse e passaram a integrar os Conselhos Fiscal e Deliberativo, junto com João Henrique da Silva e Luis Alberto Kallember - indicados pela Patrocinadora. Aos novos conselheiros, parabéns pela decisão de se dedicar à representação de seus pares e sucesso na gestão.

Quem faz a Celos Vilson Santelino da Rocha parece um cara sisudo, mas dois minutos de conversa bastam para lançar essa impressão por terra. Com 31 anos recém completos e casado há cinco, Vilson pode se dizer um calouro da Celos, com apenas 11 meses de casa. Ele é analista de empréstimos na Divisão de Gestão Administrativa e de Finanças (DVGA), além de auxiliar na tesouraria. Formado em administração pela Univali, atualmente faz pós-graduação em Finanças Empresariais e diz que o emprego na Celos é o que mais lhe realizou até agora. “Sempre gostei da área de finanças, e aqui dá pra sentir que conseguimos ajudar as pessoas. Às vezes o participante trabalhou a vida toda e ainda não conseguiu comprar uma casa, a gente abre o crédito e ajuda. Isso faz bem”. Ao falar dos planos para o ano novo, no mesmo pacote que inclui projeto para a carreira e cursos de especialização em previdência, o cara que anda de skate e fala com desenvoltura sobre bandas antigas e novas, menciona uma viagem ao exterior e a paixão por motos. “Meu sonho é fazer uma Choppers”, fala empolgado. Choppers? “É, vou montar uma moto com um motor de Harley-Davidson”.

O Jornal da Celos é editado pela Fun­da­ção Celesc de Seguridade Social e tem cir­cu­la­ção dirigida aos seus participantes. Correspondência para Av. Hercílio Luz, 639, sala 702, Ed. Alpha Centauri - CEP: 88020-000 - Florianópolis/SC Fone: (48) 3221-9600 - Fax: (48) 3221-9696 Central de atendimento: 0800-483030 www.celos.com.br - atendimento@celos.com.br

2

Diretor Presidente: MILTON DE QUEIROZ GARCIA Diretor Administrativo-Financeiro: ARNO VEIGA CUGNIER Diretor de Seguridade: JOÃO PAULO DE SOUZA

Jornalista responsável: GASTÃO CASSEL (DRT/RS 6166) Edição e reportagem: SERGIO M. DE ANDRADE e DAEL LIMACO_ Projeto gráfico: VANESSA BINDER Editoração: QUORUM COMUNICAÇÃO Fotos: SÔNIA VILL e ARQUIVO PESSOAL Ilustração: FRANK MAIA Impressão: GRÁFICA FLORIPRINT Tiragem: 5.000 exemplares. Distribuição gratuita


Rentabilidade de 2011 alcança 11,86% A Celos fechou o ano passado com uma rentabilidade de 11,86%. Esse resultado é 59,19% superior ao rendimento gerado pelos investimentos em poupança, por exemplo, no mesmo período. No mês de dezembro a rentabilidade apurada pelo ICP (Índice de Correção do Patrimônio) foi de 2,09%, decorrente principalmente, da reavaliação imobiliá-

ria. A meta atuarial encerrou o ano com variação de 13,04% e o CDI teve variação anual de 11,47%. O gráfico abaixo apresenta os principais indicadores. A rentabilidade média da carteira de investimentos das fundações, em 2011, foi de 10,93%, ante meta atuarial (de 12,44%, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades Fe-

ICP X meta X indicadores - acumulado 2011

chadas de Previdência Complementar (Abrapp). Para analistas da Entidade, a crise fiscal europeia aliada às pressões inflacionárias e à trajetória descendente da taxa básica de juro comprometem o desempenho dos fundos de pensão brasileiros.

> Fique por dentro CDI - Certificados de Depósitos Interfinanceiros. São títulos emitidos pelos bancos como forma de captação ou aplicação de recursos excedentes, sendo negociados apenas no mercado interbancário. Meta Atuarial - é a rentabilidade mínima necessária dos investimentos de um plano de previdência, para garantir o cumprimento dos seus compromissos futuros. ICP – Índice de Correção do Patrimônio. É o índice que representa a rentabilidade obtida com os investimentos realizados e que será aplicado sobre o patrimônio do fundo de pensão.

24 de Janeiro, Dia do Aposentado.

Representante dos Assistidos da Celos participa de homenagem no Rio Mais de 250 pessoas participaram da cerimônia em homenagem ao “Dia do Aposentado” promovida pela Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar) no dia 23 de janeiro. Foram mais de 80 aposentados chamados ao palco do auditório da Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, para receber diploma que marca a data e os aplausos dos presentes. Após ouvir a Apcelesc, a Celos indicou o Sr. Osmar Soares, de Blumenau para representar e homenagear seus assistidos. Osmar Soares tem 64 anos e reside em Blumenau. Trabalhou na Celesc durante 35 anos. Participou e participa ativamente da Abecelesc, Sindica-

to, Apcelesc, Credelesc, e acabou de tomar posse no Conselho Deliberativo da Celos. “Sou um aposentado que gosta de participar e contribuir com as entidades que ajudamos a construir ao longo dos anos”, disse o Sr. Osmar. Ele também afirmou ter ficado impressionado Diretor João Paulo de Souza representou a direção da Celos com a participação e a organização da homenagem nacio- gentiliza de um grupo de amigos que nal aos aposentados e ter se sentido se dedica há muito tempo a construir bastante honrado com a escolha para a Associação e a Fundação e sei que é representar os colegas participantes um reconhecimento do nosso papel da Celos. “Atribuo a indicação a uma nesse processo”, comentou.

3

JORNAL DA CELOS 183 - JAN - 2012

FINANCEIRO/PARTICIPANTE


GESTÃO

Pesquisa 2011: Estabilida que satisfação pe Equilíbrio. Essa é a melhor tradução vem sendo realizada anualmente desde para as respostas dadas pela maioria dos 2004 e cumpre exigência da ISO e da Participantes – Ativos e Assistidos – que Previc. Segundo o diretor Administraforam consultados na última rodada da tivo-Financeiro, Arno Cugnier, a análise dos resultados Pesquisa de Sanão é importantisfação realizada te apenas para entre os dias 19 de avaliar a opinião outubro e 1º de do participante novembro do ano em relação aos passado, em todo produtos e serviestado de Santa ços da Fundação. Catarina. Nesse pe“Muitas vezes enríodo, por telefone, contramos nos pesquisadores do números e dados Instituto Lupi & Asdo relatório as sociados Pesquisa e Arno soluções para alMarketing ouviram Cugnier - Dir. Administrativo-Financeiro guns problemas a opinião 731 Parque enfrentamos ticipantes, caracterizados segundo as variáveis de sexo, faixa no dia-a-dia da Celos”, destaca. etária, escolaridade e renda familiar. A Pesquisa de Satisfação tem como A pesquisa serve para orientar as principais objetivos elevar o conheciações e posicionamentos da Fundação e mento dos participantes sobre o fun-

“Encontramos nos números e dados do relatório as soluções para alguns problemas que enfrentamos no diaa-dia da Celos”

cionamento da Celos e seus benefícios; avaliar o grau de satisfação dos usuários em relação aos serviços prestados. Analisar a funcionalidade do atendimento, inclusive nas agências regionais e o desempenho dos prepostos e da própria diretoria. Além disso, objetiva também identificar a utilidade dos meios empregados pela Fundação para a comunicação como seu público. A pesquisa foi feita por amostragem probabilística, com margem de erro de mais ou menos 5% e coeficiente de confiança de 95,5%. Houve conferência da amostra em cerca de 20% do material coletado.

Continuidade Os participantes ativos e assistidos avaliaram o desempenho da atual gestão atribuindo-lhe nota média de 8,3 e 9 respectivamente, considerando, portanto, positiva a administração. Em relação

Conselhos fiscal e deliberativo com novos integrantes

Mandato dos conselheiros é de 4 anos

4

Os novos integrantes dos Conselhos Deliberativo e Fiscal tomaram posse no dia 27 de janeiro em cerimônia realizada no auditório para Apcelesc, em Florianópolis. No Conselho Deliberativo assumiram Benhour de Castro Romariz Filho (titular), Edalício Cruz dos Anjos (suplente) e Janice Meriz de Souza (titular), Osmar Soares (suplente). Os quatro foram eleitos em novembro passado e vão representar os participantes aposentados e pensionistas. Por motivos de saúde, Alberto Kobs, não pode participar do evento e tomou posse, na suplência do Conselho Fiscal, no dia 02 de fevereiro. Também foram empossados no Conselho Deliberativo, indicados pela Patrocinadora, João Henrique da Silva e Luis Alberto Kallemberg titular e suplente,

respectivamente. Todos terão um mandato de quatro anos. Além da posse formal, houve entrega de placas e certificados aos conselheiros que deixaram o cargo. Falando em nome da Diretoria da Celos, o Diretor de Seguridade, João Paulo de Souza, lembrou que os interesses que todos têm de conquistar benefícios previdenciários e assistenciais só se realizarão se houver participação. Nessa direção destacou o papel de aconselhamento e fiscalização exercidos pelos dois órgãos. “Conselheiros, participantes, dirigentes e empregados da Celos e a própria Patrocinadora formam um conjunto único e que deve ter sempre interesses convergentes”, destacou desejando a todos os empossados um bom trabalho.


JORNAL DA CELOS 170 - OUT - 2010

ade nos números mostra ermanece elevada à comunicação 89,6% dos ativos e 83,4% dos assistidos se consideram muito informados ou simplesmente informados. Tanto o jornal impresso como o site foram bem avaliados pelos entrevistados, recebendo notas próximas de 9. Para os ativos, o atendimento pessoal oferecido pela Celos é nota 10. Os assistidos chegaram perto, atribuíram ao serviço 9,7 de nota. O relatório aponta claramente também o grau de satisfação com os benefícios, a carteira de empréstimos e o plano odontológico e de saú-

“Há uma clara demonstração de confiança e credibilidade na gestão e na equipe técnica” Pesquisadora Suzana Lupi

NOTA GERAL CELOS

ATENDIMENTO

ATIVO 8,6 8,5 8,6 8,5 8,6

ATIVO 8,5 8,8 9 8,9 8,9

2007 2008 2009 2010 2011

ASSISTIDO 9,1 9,1 9 9 9,1

2007 2008 2009 2010 2011

ASSISTIDO 9,1 9,2 9,4 9,2 9,5

DESEMPENHO DIRETORIA

PLANO SAÚDE + ODONTOLÓGICO

2006 2007 2008 2009 2010

ATIVO 7,8 8,1 8,3 8,5 8,2

ASSISTIDO 7,8 8,7 8,8 8,8

2011

8,3

9,0

ATIVO 7,8 8,8 8,5 8,5 8,7 8,3

8,6

2006 2007 2008 2009 2010 2011

ASSISTIDO 7,9 9,1 9,2 8,9 9,0 9,0

de que receberam notas médias entre 8 e 9. No geral, a Celos recebeu nota média de 8,6 dos ativos e 9,1 entre os assistidos. Em relação ao ano anterior, a nota média geral variou positivamente um décimo. Para a pesquisadora Suzana Lupi os números comprovam, sem deixar dúvidas, que os participantes percebem que há uma continuidade na gestão e estão plenamente satisfeitos com isso. “As notas, no geral, permanecem elevadas, equilibradas e estáveis”, apontou. Segundo ela, apesar da troca de liderança, não há alteração no desempenho, especialmente em função da manutenção do corpo técnico. “Há uma clara demonstração de confiança e credibilidade na gestão e na equipe técnica que se expressa em uma avaliação bastante positiva”, acentuou.

5


SERVIÇO > Empréstimos SOLICITAÇÃO Do dia 14 ao último dia de cada mês. LIBERAÇÃO: Último dia útil de cada mês (quando solicitado entre os dias 14 e 23). Exceção: dia 14 de cada mês, para a renovação dos participantes ativos. RENOVAÇÃO: Desde que pagas 25% das prestações do empréstimo anterior. OBSERVAÇÃO: Os participantes ativos devem anexar o último demonstrativo à solicitação. PRAZO: Em até 48 meses. TAXA: 1% de juros ao mês + variação do IPCA, ou 0,80% de juros ao mês + variação do IPCA - taxa especial para quem está adimplente nos últimos 24 meses. INFORMAÇÕES: No site www.celos.com. br ou pelo 0800-483030, e também com os prepostos nas agências regionais.

> Falecimentos Alamir Faria Adm. Central 30/11/2011 Nildo José da Cruz Reg. Florianópolis 02/12/2011 João José dos Santos Neto Reg. Rio do Sul 06/12/2011 Valmor Planca Reg. Blumenau 09/12/2011 Luiz Drefahl Reg. Joinville 12/12/2011 Aguinaldo Chilomer Adm. Central 16/12/2011 Joel Francisco Morfim Reg. Florianópolis 19/12/2011 Edelzira Lezan Beckert Reg. Mafra 19/12/2011 Janete Salum Knabben Adm. Central 21/12/2011 Osvaldo Garbari Reg. Blumenau 25/12/2011 Sebastião M. de Jesus Reg. Itajaí 25/12/2011 Benno Sutter Reg. Blumenau 27/12/2011 Samuel Leandro Vogt Reg. Joaçaba 29/12/2011 Arthur Leopoldo Bremem Reg. Mafra 16/01/2012 A NOSSA SOLIDARIEDADE AOS FAMILIARES

6

Notas Imposto de Renda

Dependentes universitários

O relatório dos recibos e notas fiscais que foram reembolsados pela Celos em 2011 está disponível no autoatendimento do portal, no menu: Imposto de Renda. No relatório estão disponíveis todas as informações necessárias para o preenchimento da declaração anual de IR.

Vence em 29/02/2012 o plano de saúde dos dependentes universitários, com idade entre 21 e 25 anos. Não esqueça de enviar para a Celos, com brevidade, a declaração que confirme a efetivação da matrícula do 1º semestre de 2012, para revalidação do plano. Quando não é entregue o atestado de matricula, o beneficiário é automaticamente excluído do plano, ficando sem cobertura médica e odontológica.

Boletos no autoatendimento A partir do dia 23 de cada mês estão disponíveis no autoatendimento do Portal da Celos os boletos para pagamento do Plano Celos Saúde Agregados e dos participantes autopatrocinados.

Manual O novo Manual do Usuário do Plano Celos Saúde está publicado no autoatendimento, no menu: Celos Saúde. Também está disponibilizado no Portal Institucional, no menu: Saúde, para consulta a todos os usuários, inclusive dependentes, à exemplo do Manual do Plano Celos Saúde Agregados.

Calendários de pagamento Estão impressos na contracapa do Extrato Unificado os calendários de liberação de empréstimo, de reembolsos do Plano Celos Saúde e o calendário anual de pagamento de benefícios.

Cartão do SUS Por exigência da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar é obrigatório o registro na CELOS do número do Cartão Nacional de Saúde (SUS), para composição do cadastro nacional de usuários de planos de saúde.

CALENDÁRIO DE FEVEREIRO Dom

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

As datas de pagamento ao lado consideram o Banco do Brasil como o banco depositário. Para outros bancos, considere o dia útil subsequente.

01/02/2012 Reembolso médico e odontológico do dia 15: último dia para recebimento das notas | 14/02/2012 Empréstimo: concessão até dia 14; Empréstimo: Abertura de período; Reembolso médico e odontológico do 30/31: Último dia para recebimento das notas | 15/02/2012 Celos Saúde: Reembolso Médico e Odontológico | 28/02/2012 Pagamento de Aposentadoria/Pensões: Banco do Brasil | 29/02/2012 Pagamento de Aposentadoria/Pensões: outros bancos; Empréstimo: concessão último dia útil; Empréstimo: fechamento de período; Celos Saúde: Reembolso Médico e Odontológico.


JORNAL DA CELOS 183 - JAN - 2012

SAÚDE

Participantes da Grande Florianópolis já utilizam cartão da Rede Própria Desde o final do ano passado a Celos iniciou a entrega dos cartões de identificação da Rede Própria do Plano CELOS Saúde, além do Manual do Usuário e Guia dos Prestadores de Serviços contratados para atender os participantes da Celos. Nessa primeira fase, estão recebendo os cartões os participantes ativos, aposentados e pensionistas da Administração Central, Agência Florianópolis e Celos, residentes na Grande Florianópolis.

Não descarte o cartão da Unimed, pois o novo cartão é de uma rede COMPLEMENTAR de saúde. O objetivo do cartão da Rede Própria é atender os usuários através de prestadores de serviços contratados diretamente pela Celos. A partir de agora, os participantes terão duas identificações: uma para acesso a Rede Unimed e outra para utilizar nos prestadores

contratados pela Rede CELOS Saúde. Por isso atenção: Alguns participantes, ao receberem o novo cartão estão colocando fora o da Unimed. Não faça isso. Os dois cartões serão igualmente utilizados, pois são redes complementares, devem estar no prazo de validade e serem apresentados junto com a carteira de identidade. O novo cartão pode ser utilizado em consultórios, clínicas, laboratórios, farmácias, psicólogos, fonoaudiólogos, dentistas e cooperados da Uniodonto, conforme registrado no Guia de Prestadores de Serviços da Celos. Sempre que novos contratos forem firmados, serão divulgados nos meios de comunicação com o participante.

Importante: 1 – Identificação – O novo cartão serve para identificar os usuários dos Planos CELOS Saúde e CELOS Saúde Agregados. 2 – Cartão Unimed x Rede Própria - Cartão Unimed: utilizar somente nos prestadores da cooperativa Unimed; Cartão da Rede CELOS Saúde:

utilizar na rede assistencial contratada pela Celos. 3 – Atenção – Não está previsto para o Plano Agregado a cobertura odontológica e o reembolso de medicamentos. O cartão não será aceito se utilizado em dentistas e farmácias. 4 – Validade – O cartão terá validade de dois anos, porém para o dependente na condição de universitário, a validade do cartão será semestral, revalidada mediante comprovação periódica da situação de estudante. 5 – Como acessar a Rede de Credenciados – http://www.celos.com. br/; http://www.uniodontosc.com.br/.

Os agregados não podem utilizar o cartão em dentistas e farmácias. O Plano Agregados não dá essas coberturas.

Plano Agregados já tem mais de 4 mil inscritos Para atender a demanda dos Participantes, a Celos lançou no dia 01 de junho de 2011, o Plano CELOS Saúde Agregados. Em janeiro de 2011 existiam 3.935 agregados inscritos no Plano AMHA. No final do ano, já se contabilizou 4.122 inscrições de agregados, entre transferências e novos inscritos no Plano Celos Saúde Agregados. “Apesar da diferença ser pequena, são 4.122 vidas que estariam sem coberturas e hoje estão protegidas pelo novo Plano Agregados”, disse o Diretor de Seguridade, João Paulo de Souza. Nesse período foram registradas 91 exclusões por inadimplência, 59 por óbito e 217 por solicitação do titular.

Coberturas Desde o dia 1º de janeiro está em vigor a Resolução Normativa nº 262, que atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde. Publicada em agosto de 2011, pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), a norma determina que as operadoras de planos de saúde deverão oferecer cerca de 60 novos procedimentos aos consumidores de planos novos (contratados após janeiro de 1999) ou adaptados à legislação. A inclusão desses novos procedimentos médicos não impacta na cobertura prevista nos Planos CELOS Saúde e Plano Celos Saúde Agregados, pois todas as novas inclusões já são contempladas na tabela vigente. A íntegra da Resolução da ANS está disponível no Portal e no Jornal Online.

7


EDUCAÇÃO

É bom, mas pode ser bem ruim Hoje os cartões são a forma mais prática e segura de adquirir produtos e serviços. A possibilidade de parcelar os gastos e os programas de incentivo são alguns fatores que fazem com que o consumidor cai em tentação para usar o cartão de crédito com frequência. Porém, impostos ou prestações inacabáveis podem levar a um péssimo negócio em alguns casos. Técnicos ouvidos pela revista Exame preparam algumas dicas de negócios ou compras que nunca devem realizadas usando os cartões de crédito.

1 – Compras mensais e rotineiras Gastos como supermercado, combustível do carro e a compra de remédios de uso contínuo devem ficar longe do cartão. Se é algo que você compra todo mês, já deve estar previsto no orçamento e não pode comprometer o cartão de crédito.

2 - Parcelamentos longos Mensalidade de academia, ou cursos, por exemplo, devem ser evitadas.

Quanto mais longo é o parcelamento, maior a chance de se endividar.

3 – Compras no exterior O IOF de 6,38% que incide sobre as compras é um grande motivo para evitar o uso do cartão no exterior. Além disso, ainda há o câmbio. Como a conversão é feita no dia que fecha a fatura, e não no dia em que é realizada a compra, não dá para saber com qual cotação sua cobrança virá.

4- Saque no caixa eletrônico Ao tirar dinheiro no caixa eletrônico com cartão de crédito, o consumidor está sujeito a pagar tarifas que variam entre cada cartão. Só para emergências.

5- Contas da casa Pagar contas como água e luz no cartão de crédito não é bom negócio. Esse tipo de pagamento também está sujeito a cobrança do IOF. É como se o consumidor estivesse fazendo um empréstimo, todos os meses.

Juros altos e Anuidades na média

8

O juro do cartão de crédito no Brasil é o mais alto na comparação com cinco países da América do Sul e o México, segundo pesquisa no início do ano pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste). O brasileiro que recorre ao financiamento pelo chamado de crédito rotativo está submetido a uma taxa média de 237,9% ao ano. Essa taxa é quase cinco vezes superior à da Argentina, que aparece na segunda colocação e cuja taxa média chega a 50% ao ano.

micas dos países pesquisados, quando confrontadas com as do Brasil, mostram claramente que a taxa média dos juros praticados no Brasil realmente é exagerada; caso fosse a metade, ou seja, de 119% ao ano (equivalente a 6,75% ao mês) ainda seria maior que o dobro da segunda colocada”, diz a Proteste. Os cartões de crédito, de acordo com a associação, têm sido o maior fator de endividamento dos consumidores porque as taxas cobradas no rotativo se tornam impagáveis.

A soma das taxas dos seis países não chega ao valor médio dos juros cobrados pelas operadoras de cartão de crédito no Brasil. “As condições econô-

A taxa média de anuidade dos cartões de crédito nacionais cobrada no Brasil é de R$ 51,85, de acordo com estu-

Anuidades

Anuidade média País

Tarifa

Argentina Alemanha México Hong Kong Singapura Brasil África do Sul Austrália Índia R$ EUA Inglaterra

R$ 83,03 R$ 69,70 R$ 60,90 R$ 58,10 R$ 56,44 R$ 51,85 R$ 49,36 R$ 48,35 14,64 isento isento Fonte: Accenture

do da consultoria Accenture, divulgado também no início de 2012. A pesquisa foi feita em 15 países. Segundo o levantamento, a taxa está na média entre os países pesquisados. A mais cara foi verificada na Argentina, onde os clientes pagam R$ 83,03 por ano para utilizarem o cartão de crédito. Na Alemanha, a anuidade custa em média R$ 69,70. Já nos Estados Unidos e na Inglaterra, a anuidade dos cartões de crédito é gratuita.

Jornal da Celos nº 183  

Jornal da Celos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you