Issuu on Google+

JORNAL DA CELOS 182 - NOV/DEZ - 2011

CARTOLA

99122314842009-DR/SC CELOS

www.celos.com.br

INFORMATIVO DA FUNDAÇÃO CELESC DE SEGURIDADE SOCIAL NOV/DEZ - 2011/N 0182

Natal e ano novo

Uma avaliação do ano e a nossa mensagem de boas festas para os Participantes > Págs 2 e 8

INOVAR Grande Florianópolis receberá Cartão da Rede Própria > Pág 3

RECICLAR Lixo eletrônico: um problema que também é solução > Pág 7 1


EDITORIAL

Um balanço de feitos e de esperança Como em anos anteriores, em 2011, nós trabalhamos na Celos para atender bem os participantes e assistidos, que são os destinatários de nossas intenções e ações diárias. Foi nesse ano que, com o voto dos aposentados e assistidos, como também da patrocinadora que iniciamos o exercício dos mandatos de Diretor de Seguridade, de Diretor Administrativo-Financeiro e de Presidente. E com toda a equipe da Celos foram pagos em dia os benefícios, funcionou o Plano Celos Saúde, que assegura assistência médica e odontológica a ativos, aposentados e pensionistas, implantamos o Plano Celos Saúde Agregados como um abrigo à saúde de nossos familiares, substituindo o Plano Ahma da Unimed. Também em 2011, fizemos o Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos, bem como estivemos prestando contas a participantes e assistidos em todas as Agências Regionais e no Conselho de Administração da Celesc. Tudo isso sem deixar de conviver intensamente com a Apcelesc e com os Sindicatos, apoiando e participando de todas as suas ações e manifestações em prol dos participantes e assistidos. Reportamos à Diretoria da Celesc os resultados obtidos, prestando regularmente informações e submetendo os atos de gestão dos Planos Previdenciários e Assistenciais aos órgãos reguladores e fiscalizadores, tudo de forma a dar transparência às praticas de governança adotada na gestão e no cumprimento da missão da Entidade. O 2011 que finda foi, pois, um ano que projeta para 2012, a possibilidade de um ano de vitórias, de força e estímulos para enfrentar

os desafios e superar os problemas peculiares à gestão de Fundos de Pensão como é a Celos, promover as melhores práticas de governança reconhecidas pelo mercado de capitais e pelos órgãos reguladores e fiscalizadores. Tudo com o escopo em cumprir a missão de administrar com eficiência e eficácia os Planos Previdenciários e Assistenciais, não obstante os efeitos sofridos pela crise financeira internacional de 2008, que não cessou e ainda ameaça os mercados financeiros e as finanças dos países em escala mundial. É com essa visão que mantemos nossa fé e confiança nas ações que serão realizadas em 2012 para corrigir rumos, superar os obstáculos, crescer e evoluir com o trabalho, a competência, a dedicação e o empenho de toda a equipe de colaboradores da Celos, seja eles empregados, gerentes, Diretores, Conselheiros, além da necessária atenção da patrocinadora e do indispensável aconselhamento da Apcelesc e dos Sindicatos na gestão da Celos. Por oportuno, crentes na força da dignidade da pessoa humana, pela qual devemos lutar incessantemente, desejamos votos a todos que integram a Família Celesc/Celos que tenham um feliz Natal e auspicioso Ano Novo, repleto de realizações, de plena convivência familiar, de amizades sinceras e de realizações pessoais em todos os campos da vida material e espiritual. E que as ações humanas em todos os lares e lugares, em 2012 e nos anos que se seguirem, sejam também dedicadas à construção de uma cultura da paz, necessidade inarredável no cotidiano de toda a humanidade. Diretoria Colegiada da Celos

Quem faz a Celos O funcionário destaque do mês é um jovem que conta apenas 25 anos de vida e três e meio de Celos. Formado em Ciências Contábeis há um ano, Felipe Forster é parte de um time de quatro pessoas na divisão de contabilidade. Antes da Celos, Felipe já estagiava com Contabilidade Previdenciária, mas a área que mais o atrai é a Controladoria, que lida com gerenciamento, análise de custos e resultados. “Ano passado, eu ia fazer uma especialização na Furb, mas o curso acabou não tendo gente suficiente pra fechar a turma”, conta. De olho em alguma instituição que ofereça o curso no ano que vem, Felipe não perde de vista outra meta que formalizou, em pedido, há um ano e meio – o casamento com a noiva Fernanda. No fim do ano, os dois vão passar uma semana em Cancun – “uma pré-lua-de-mel” para o casamento, que está marcado para o final de 2013. A outra paixão de Felipe, ele diz, é o futebol – o time do coração, o Avaí. Quando lembrado da fase um pouco problemática por que seu time está passando, ele sorri e diz “não tem problema, estou feliz mesmo assim”.

O Jornal da Celos é editado pela Fun­da­ção Celesc de Seguridade Social e tem cir­cu­la­ção dirigida aos seus participantes. Correspondência para Av. Hercílio Luz, 639, sala 702, Ed. Alpha Centauri - CEP: 88020-000 - Florianópolis/SC Fone: (48) 3221-9600 - Fax: (48) 3221-9696 Central de atendimento: 0800-483030 www.celos.com.br - atendimento@celos.com.br

2

Diretor Presidente: MILTON DE QUEIROZ GARCIA Diretor Administrativo-Financeiro: ARNO VEIGA CUGNIER Diretor de Seguridade: JOÃO PAULO DE SOUZA

Jornalista responsável: GASTÃO CASSEL (DRT/RS 6166) Edição e reportagem: SERGIO M. DE ANDRADE e DAEL LIMACO_ Projeto gráfico: VANESSA BINDER Editoração: QUORUM COMUNICAÇÃO Fotos: SÔNIA VILL e ARQUIVO PESSOAL Ilustração: FRANK MAIA Impressão: GRÁFICA FLORIPRINT Tiragem: 5.000 exemplares. Distribuição gratuita


JORNAL DA CELOS 182 - NOV/DEZ - 2011

SAÚDE

Grande Florianópolis vai receber Cartão da Rede Própria Usuários dos Plano Celos Saúde da Grande Florianópolis vão receber, em breve, os primeiros cartões da Rede Própria de Saúde, junto com o Manual do Usuário e uma relação dos prestadores de serviço contratados pela Celos. A distribuição em Florianópolis e região é um projeto piloto e a previsão é atender gradativamente todas as demais regionais. O novo cartão será utilizado na rede assistencial diretamente contratada pela Celos, distribuída em consultórios, clínicas, laboratórios, Uniodonto, farmácias, psicólogos e fonoaudiólogos. A rede está em processo de montagem e articulação e será gradualmente ampliada. Os titulares ativos vão receber os cartões/manual/relação de prestadores de serviço na Agência Regional Florianópolis e na Administração Central. Já os aposentados e pensionistas devem se dirigir à sede da Celos. Veja como proceder, por exemplo em relação a consultas, exames e internações:

Consultas Enquadra-se como consulta o atendimento realizado em consultório ou clínica, por especialidade, reconhecida pelos Conselhos Profissionais e destina-se ao diagnóstico e tratamento de moléstias em geral. Dispensa autorização, atende a condição de cada especialidade e tem coparticipação do usuário de 50%, calculada sobre o valor da tabela vigente. Nessa condição enquadram-se os seguintes tipos de consulta: médica, psiquiátrica, psicológica, fonoaudiológica, acupuntura, nutricionista e odontológica.

Exames Os exames descritos no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS são cobertos conforme o regulamento do Plano, com a finalidade de diagnosticar

doença ou avaliar as condições de saúde do usuário. Os exames podem ser de menor complexidade, quando não precisa de autorização e basta se dirigir ao laboratório ou clínica da Rede Celos, Unimed ou Uniodonto com a guia emitida pelo médico ou dentista; ou de maior complexidade, que devem ser previamente autorizados. Alguns exames são avaliados pela Auditoria Técnica. Quando necessário, deve ser enviado a Celos a guia de solicitação com justificativa, atendendo ao que está previsto nas diretrizes da ANS. A critério da Auditoria da Celos poderão ser solicitados exames complementares.

internações As internações podem ser clínicas ou cirúrgicas. Toda internação é obrigatoriamente autorizada pela Celos, mesmo em casos de urgência e emergência, nos quais a autorização ocorre posteriormente. Para os casos de internação programada, chamada eletiva e que ocorre quando o profissional e o paciente agendam previamente a data do procedimento, a autorização deve ser solicitada com antecedência mínima de 72 horas.

Convênio facilita acesso a exames PERIÓDICOS Um convênio firmado entre a Celos e a Celesc vai permitir aos funcionários ativos mais facilidade para realizar os exames médicos periódicos. Antes, cada agência regional da Celesc era responsável por fazer a organização do processo para os funcionários de sua área junto às clínicas e médicos. Agora será utilizada a estrutura da Celos para fazer o encaminhamento. A mudança, que deve diminuir a burocracia e os gastos envolvidos no processo, é parte de um plano de

ação com foco na prevenção e promoção da saúde. Em reunião com representantes da Celesc, também teve início o debate de um novo programa que visa estabelecer atividades para o condicionamento físico dos funcionários ativos. A ideia é associar o condicionamento físico com a redução dos acidentes de trabalho. Representantes da Celos e da Celesc estudam a melhor forma e oportunidade para a implementação deste novo programa.

3


GESTÃO

Em outubro, ICP acumulado chega a 9,11% No mês de Outubro de 2011 os acontecimentos mundiais mais destacados foram: o desempenho melhor do que o esperado da economia americana e o acordo que os países da União Europeia realizaram para resolver a crise da dívida da zona do Euro. Na China, os dados da economia continuam a indicar redução do crescimento com diminuição da inflação. Porém esses dados da economia chinesa não sugerem uma queda brusca e acentuada do crescimento chinês. No Brasil, a atividade industrial está desacelerando. Porém, a demanda por serviços, continua a crescer aceleradamente, consequentemente o emprego nos setores do comércio e de serviços continua a crescer a taxas elevadas. Nas últimas duas reuniões do Copom, o Banco Central do Brasil, entendendo que já estava ocorrendo uma diminuição da inflação, reduziu a Selic de 12,50% a.a. para 12,00% a.a. na penúltima reunião realizada em 31.08.2011;

e de 12,00% a.a. para 11,50% na última reunião em 19.10.2011. Na Celos, o indicador que mede a rentabilidade, o ICP (Índice de Correção do Patrimônio), atingiu 1,29% em outubro de 2011. Nesse mesmo mês a meta atuarial alcançou 1,02%. No acu-

mulado de janeiro a outubro de 2011, o ICP alcançou 9,11%, contra uma meta atuarial de 10,89%. Pode-se observar no gráfico abaixo o desempenho dos demais indicadores do mercado para o período acumulado de janeiro a outubro de 2011.

Comparativo de indicadores acumulados (out/2011)

Novos Conselheiros tomam posse em janeiro O ano novo começa com uma atividade muito importante no calendário da Celos: a posse dos novos integrantes dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Os novos Conselheiros foram eleitos pelos participantes aposentados e pensionistas no dia 22 de novembro, em votação realizada em todas as agências regionais e na sede da Celos. Duas chapas se inscreveram para as vagas do Conselho Deliberativo e dois candidatos se apresentaram para disputar a vaga para suplente no Conselho Fiscal.

4

Para o Conselho Fiscal foi eleito Alberto Kobs, com  1.047 votos. Já para o Conselho Deliberativo foram eleitos, Benhour de Castro Romariz Filho/Edalício Cruz dos Anjos, com 1.113 votos e  Janice Meriz de Souza/Osmar Soares, com 1.086 votos. A Diretoria Executiva agradeceu o envolvimento de todos - candidatos, mesários, escrutinadores e funcionários – e já está trabalhando para organizar a solenidade de posse, em janeiro.


JORNAL DA CELOS 182 - NOV/DEZ - 2011

GESTÃO

Segregação real do patrimônio dos planos Entenda como isso afeta cada participante Por conta do compromisso de aprimorar ainda mais a administração dos recursos, está em andamento um processo chamado segregação real do patrimônio dos planos previdenciários da Celos. O processo de segregação real do patrimônio dos planos vem sendo implementado desde 2008. A previsão de conclusão é para o início de 2012. Veja abaixo um roteiro das respostas para as principais dúvidas que podem ser levantadas nesse processo:

O que é segregação real do patrimônio dos planos? Segregação real do patrimônio significa controlar de forma totalmente separada os recursos e movimentações financeiras dos planos previdenciários e assistenciais. O método atualmente adotado para a administração dos recursos dos planos é o do princípio da solidariedade, ou seja, a administração dos recursos é realizada de forma unificada. Os rendimentos obtidos são distribuídos proporcionalmente entre os planos, de acordo com a participação dos seus patrimônios. Hoje os controles e registros possibilitam identificar qual é o patrimônio de cada plano. A administração unificada e o controle segregado dos recursos financeiros são chamados de segregação virtual.

Por que realizar a segregação real do patrimônio? O principal motivo para realizar a segregação real do patrimônio é tor-

nar possível a administração dos recursos de acordo com as necessidades de utilização de cada plano. Os planos possuem características próprias, portanto, se faz necessário administrá-los de forma diferente. É importante ressaltar que a atual administração de ativos financeiros, que contempla a segregação virtual, está de acordo com a legislação vigente. Mesmo que os órgãos fiscalizadores ainda não exijam a segregação real, a legislação determina essa necessidade.

Como será realizada a segregação real do patrimônio? Ainda que o patrimônio dos Planos seja administrado de forma conjunta, é necessário controlar de forma segregada as movimentações dos planos previdenciários. Os Planos Assistenciais já estão sendo administrados com segregação real. Diversos estudos técnicos e simulações foram realizados para avaliar as possibilidades, bem como, para escolher a melhor forma de implantar a segregação real do patrimônio dos planos. Esses estudos levaram a fazer a divisão do patrimônio entre os planos,

considerando fundamentalmente as características de cada um, tendo o prazo de concessão de benefícios como premissa predominante.

Quem realizará a segregação real do patrimônio dos planos? Toda a equipe da Celos vem contribuindo para a implementação da segregação real do patrimônio dos planos. Além da equipe interna, a Celos conta com a ajuda de uma equipe de profissionais do mercado experientes em processos dessa natureza.

Esta decisão poderá trazer algum prejuízo aos participantes dos planos? E à patrocinadora? Não. Nem à patrocinadora e nem aos participantes, sejam ativos ou assistidos. Pelo contrário, com a segregação real dos ativos os recursos serão aplicados de maneira ainda mais eficiente e, portanto, espera-se haver benefícios para todos. A Celos poderá implementar com mais sucesso políticas de investimentos mais específicas às necessidades de cada plano.

O principal motivo para realizar a segregação real do patrimônio é tornar possível a administração dos recursos de acordo com as necessidades de utilização de cada plano.

5


SERVIÇO > Empréstimos SOLICITAÇÃO Do dia 14 ao último dia de cada mês. LIBERAÇÃO: Último dia útil de cada mês (quando solicitado entre os dias 14 e 23). Exceção: dia 14 de cada mês, para a renovação dos participantes ativos. RENOVAÇÃO: Desde que pagas 25% das prestações do empréstimo anterior. OBSERVAÇÃO: Os participantes ativos devem anexar o último demonstrativo à solicitação. PRAZO: Em até 48 meses. TAXA: 1% de juros ao mês + variação do IPCA, ou 0,80% de juros ao mês + variação do IPCA - taxa especial para quem está adimplente nos últimos 24 meses. INFORMAÇÕES: No site www.celos.com. br ou pelo 0800-483030, e também com os prepostos nas agências regionais.

> Falecimentos Maria das Dores Arriola Joinville 02/09/2011 Antenor Machado Videira 04/09/2011 José Octacílio da Silva Tubarão 14/09/2011 Flávio Amilton de O. Mota Lages 08/10/2011 Elly Schaefer Fischer Blumenau 13/10/2011 Elfi Bruch Stassun Jaraguá do Sul 02/11/2011 Valdir Baumler Blumenau 11/11/2011 Maria de Lourdes Brito Adm Central 16/11/2011 Iolanda da Costa Joinville 17/11/2011 Mariano Prusseck Joinville 25/11/2011 João Venâncio dos Santos Florianópolis 28/11/2011 A NOSSA SOLIDARIEDADE AOS FAMILIARES

6

Notas

> Fique por dentro

Reembolso em dezembro: Não haverá reembolso médico e odontológico no final do mês de dezembro. Os reembolsos serão realizados em 15/12/2011 e 16/01/2012.

Universitários: Tão logo seja feita a matrícula 2012/1, envie a declaração de matrícula para que a Celos revalide o Plano Celos Saúde. O cartão dos universitários vence em 29/02/2012.

Imposto de Renda Dezembro é um bom mês para realizar depósitos voluntários na CIAP. As contribuições realizadas para a previdência privada são dedutíveis da base de cálculo para fins de IR, até o limite de 12% dos proventos.

EDUCAÇÃO O Programa de Educação Financeira e Previdenciária da Celos já está em análise na Previc. A proposta detalha as ações e atividades - próprias ou integradas - que a Entidade pretende desenvolver, nessa área, nos próximos cinco anos. Os principais objetivos do Programa são disseminar a cultura previdenciária entre os participantes e seus familiares, estimular a poupança de longo prazo e o planejamento financeiro-familiar como forma de dar sustentabilidade às famílias na fase da aposentadoria e, por consequência, aos próprios planos assistenciais da Celos.

Fator Previdenciário: O valor das aposentadorias concedidas pelo INSS a partir de 1º de dezembro sofreu uma redução média de 0,5% a 1%. O achatamento deve-se ao aumento da expectativa de vida dos brasileiros, que em 2010 alcançou 73,5 anos. Criado em 1999 para inibir que os trabalhadores se aposentem jovens, o fator previdenciário pode reduzir em até 40% o valor das aposentadorias. As mais prejudicadas são as mulheres porque completam o tempo de contribuição com idade menor do que os homens. O tamanho da perda muda de um trabalhador para outro porque as variáveis usadas no cálculo são individuais. Quanto mais jovem é o trabalhador ou a trabalhadora, maior é a perda. Poupança na crise: Pesquisa realizada por um banco internacional e a Cícero Consulting, aplicada em diversos países do mundo, constatou que mesmo durante a crise financeira e a recente recessão econômica global, registrou-se uma capacidade maior para adotar o hábito de poupar. Um terço dos entrevistados expressou medo da dificuldade financeira potencial na aposentadoria. Isso porque 60% das pessoas disseram não possuir nenhum planejamento ou investimento de longo prazo. Os benefícios reais do planejamento financeiro são facilmente identificados neste estudo: os pesquisados que têm um plano financeiro bem estruturado usufruem clara “recompensa” e atingem benefícios financeiros sólidos.

CALENDÁRIO DE JANEIRO Dom

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

As datas de pagamento ao lado consideram o Banco do Brasil como o banco depositário. Para outros bancos, considere o dia útil subsequente.

02/01/2012 Reembolso médico e odontológico do dia 15: último dia para recebimento das notas | 13/01/2012 Empréstimo: concessão até dia 14 | 16/01/2012 Celos Saúde: Reembolso Médico e Odontológico | 30/01/2012 Pagamento de Aposentadoria/Pensões: Banco do Brasil | 31/01/2012 Pagamento de Aposentadoria/Pensões: outros bancos; Empréstimo: concessão último dia útil; Empréstimo: fechamento de período; Celos Saúde: Reembolso Médico e Odontológico.


JORNAL DA CELOS 182 - NOV/DEZ - 2011

TECNOLOGIA

ONG catarinense tem programa de reciclagem de lixo eletrônico A oferta ilimitada de novos produtos (computadores, impressoras, celulares) as facilidades de crédito, o estímulo ao consumo do “último modelo” e o próprio aquecimento da economia esbarram na inexistência de políticas públicas para o descarte sustentável do chamado lixo eletrônico. “É necessário trabalhar em duas frentes: conscientizar as pessoas e oferecer possibilidades de coleta e, principalmente, reciclagem desses e q u i p a m e nto s que ainda podem ter utilidade para muita gente”, avalia o Gerente da Divisão de Gestão de Tecnologia da Informação da Celos, Marcelo Silva. Sempre que pode, Marcelo colabora com os programas desenvolvidos pelo Comitê para Democratização da Informática em Santa Catarina (CDI), que em novembro passado completou dez anos de atuação. A ONG que atua na inclusão digital de populações menos favorecidas, trabalhando com foco no uso da tecnologia como ferramenta para combater as desigualdades sociais, já capacitou aproximadamente oito mil jovens, crianças e adultos em Informática e Cidadania.

Reciclar No ano passado, o CDI criou o Centro de Reciclagem Tecnológica (Certec), inicialmente em Florianópolis, com o objetivo de reciclar e fazer o descarte correto dos resíduos tecnológicos de informática. Diversas entidades que

apoiam o projeto recolhem equipamentos de informática. Todos os materiais são encaminhados para o Certec, que através do programa de reciclagem do lixo tecnológico - ReciclaTec, faz o reaproveitamento dos equipamentos e os encaminha para os Espaços de Informática e Cidadania nas comunidades parceiras do CDI. O CDI recebe computadores (CPU), monitores, notebooks, impressoras, teclados, mouses, modens, roteadores, cabos, celulares. Mas preste atenção: não recebe aparelho de som, geladeira, fogão, micro-onda, máquina de lavar roupa/louça, secadora, ferro elétrico, ventilador, aparelho de ar-condicionado. Há, em Florianópolis e em São José diversos pontos de coleta (a relação está no Jornal Online). Outra opção é enviar uma mensagem de e-mail para o endereço: certec@cdisc.org.br O primeiro objetivo do Certec é recuperar os equipamentos, para que sejam utilizados nos centros de inclusão digital. Caso o conserto não seja possível, as peças são recicladas, evitando dessa forma, o descarte desse lixo eletrônico no meio-ambiente. Nos planos do Comitê está a ampliação do projeto (inclusive para outras cidades do Estado) que chega a encaminhar, por mês, 20 toneladas de peças que não serão usadas nos computadores para empresas especializadas em reciclagem. A natureza, e muita gente, agradecem.

> COLUNA DO CELINHO Você sabe o que deve fazer para autorizar a realização de cirurgias eletivas, de urgência ou de emergência? É bom saber para que isso não crie transtorno ou estresse para você, seus dependentes e agregados. O pedido de autorização é emitido pelo médico que lhe atende e tem que ser levado até a Unimed para passar pelo processo de autorização que leva, em média, cinco a sete dias úteis para ser processado, para os procedimentos que não precisam de prótese ou órtese. Fique atento se o profissional agendar a cirurgia para uma data muito próxima, pois você pode ter problemas na liberação da autorização até a data prevista para o procedimento e passará por um desgaste desnecessário, num momento em que estará provavelmente fragilizado. Se necessário, converse com seu médico sobre essa data e antecipe a entrada do pedido para autorização. Com relação aos procedimentos ortopédicos, o nosso plano dá cobertura total para materiais nacionais, que são devidamente regulamentados pela Anvisa, mas negocia a compra desses materiais com os diversos fornecedores no mercado. Por isso, nesses casos, a autorização precisa de um pouco mais de tempo. O ideal é que seja solicitada com mais de 10 dias úteis de antecedência. Em caso de urgência ou emergência, que são procedimentos identificados pelo médico assistente no momento da internação, não há necessidade de autorização prévia. Nesses casos a legislação vigente estabelece o prazo de dois dias úteis para que a documentação seja providenciada. Os pedidos de autorização de procedimentos, depois de aprovados, têm validade de 30 dias para serem executados.

7


Semear para colher

Diretores e Empregados da Celos desejam que todos encontrem, em 2012, tempo para semear e colher saúde, paz e prosperidade. Desejam que todos os nossos Participantes e seus familiares tenham um Feliz Natal e um ano novo repleto de realizações. Boas festas!

Existe um tempo certo para cada coisa, momento oportuno para cada propósito debaixo do Sol: Tempo de nascer, tempo de morrer; tempo de plantar, tempo de colher. Bíblia - Eclesiastes


Jornal da Celos nº 182