Revista Team #80

Page 1

Dr .Mar cel oBor baesuat écni cade ci r ur gi apl ást i canat ur al . Tur i smo: FózdoI guaçueseusencant os.

Cami l aPol e t t i

apr esent a, seusl ooks ar r oj ados, cr i at i vosemoder nos.




SEUSÓCULOSPRONTOSEM 1HORA CONSUL TENOS


CEL:47. 999664607


Aquis eu es t i l os et orna real i dade.


Loj aTi cketI nf ant o Andr eat t aCar val ho

@l oj at i cket

da,nº1 1 1 1-Esqui nac/r ua2070 4733664222 3ªAveni Bal neár i oCambor i úSC 47991344381



Ba l l e tCl á s s i c o Ba byCl a s s Da nç aCi ga na Da nç aCont e mpor â ne a Da nç aF l a me nc a Da nç adeS a l ã o ht t ps : / / www. f a c ebook . c om/ s t udi oa dr i a na a l c a nt a r a / ht t p: / / www. a dr i a na a l c a nt a r a . c om. br /

I nf or ma ç ões : 4733661761 Rua1926, 647, Cent r oBa l neá r i oCa mbor i ú/S C


I mpl ant esDent ár i os , Lent esdeCont at oDent al dePor c el ana, Har moni z aç ãoFac i al , Or t opedi a, Or t odont i a,Pr ót es eDent al T r at ament odeCanal c om Mi c r os c ópi oEl et r ôni c o

Sãoduasdécadascui dandodenos s ospaci ent escom dedi caçãoecr edi bi l i dade,em um ambi ent es ofi s t i cadoe agr adáv el . Aqui at endemosem t odasasár easdaodont ol ogi a,de cr i ançaseadol es cent esaosmai sex per i ent es .

Pol e t t i Odont ol ogi aE s pe c i a l i z a da


Dr .Raf aelPol et t i-CRO SC7319 Es peci al i s t aem pr ót es e

Hor á r i odea t e ndi me nt o: da s8hà s12heda s14hà s19h

Av . Al v i nBa ue r , 130 Ce nt r o | Ba l ne á r i oCa mbor i ú, S C F one : 47. 33619564






c

a

p

a

C a m i l a Po l e t t i Qu e méCa mi l aPo l e t t i ?

Co mos u r g i uama r c a ?

Sounat ur alde I t aj aíSC,mor oem Bal neár i oCambor i ú há 12 anos . Cas ada com Raf ael Pol et t i . Sou f or mada em Pedagogi a e t enho t r ês pós gr aduaçõesnaár ea.T r abal hohádez oi t oanosnaár ea daeducação. r êsanosà f r ent e da mar ca Cami l a Pol et t iBr and Há t es peci al i z adaem modapr ai a. Sou uma pes s oa al egr e com a v i da, ador o t r abal har ,v i aj ar ,es t arcom af amí l i aecom osami gos .

Em 2016fi zumav i agem par aI bi z a.Ant esdav i agem pr ocur eimui t opors aí dasdepr ai a,al godi f er enci ado com t eci dosfl ui dos ,com bas t ant et eci do, et c.comonão encont r eideci dif az ermi nhaspeçaspar al ev ar .Nas pos t agens de f ot os e pr i nci pal ment es t or i es ,r ecebi mui t os coment ár i os de mul her es per gunt ando pel as peças ,pedi ndoi ndi caçãodeondeeuhav i acompr ado e el ogi ando as mes mas .E começou a s ur gi ruma demanda,eem 2017t i v eai dei adel ançaramar cacom peças que t i v es s em al go di f er enci ado e uma cer t a ex cl us i v i dade.

Co mos u r g i uap a i x ã op e l amo d a ? Des denov as empr egos t eidemoda,ador av amont ar meusl ook sedasmi nhasami gas .Ador ol ook scr i at i v os , moder nos e ar r oj ados . O di f er ent e me at r ai . T ambém gos t o de peças que v al or i z am o cor po. A moda t em o poderde dei x aras mul her es mai s poder os aseconfiant esem s i mes mas . Quandoadol es cent ej ácr i av ameusl ook sel ev av apar a cos t ur ei r a. Mui t as v ez es pegav a uma r oupa de r ef er ênci a e modi fi cav at i r ando uma manga,f az endo umaf enda,et c. Eas s i mi acr i andomoda.

Co n t e n o sc o moc o n s eg u ec o n c i l i a raá r e ad ae d u c a ç ã o,a mo d aeaf a mí l i a ?Afi n a lv o c êéu me x e mp l op a r amu i t a s mu l h e r e s ? Comomul herper ceboqueéum des afi oencont r aro equi l í br i o ent r et odos os s et or es das nos s as v i das . Gos t odacor r er i adodi aadi a,demes ent i rút i l eat i v ana s oci edade. gani z açãoepl anej ament oét udo.Mant er Achoqueaor umaagendaor gani z adaées s enci alpar at ert empode r eal i z arast ar ef asdodi aadi a,apr ov ei t andoomáx i mo dashor asdi s poní v ei s .Gos t odepl anej araagendada s emana ant es mes mo de el a começar . Soucas adacom Raf aelPol et t i ,ques empr emeapoi a em meus pr oj et os . Somos mui t o par cei r os . T ambém pr i or i z o moment os par a mi nha f amí l i a,par a cui dardemi m emoment osdel az er .


c

a

p

a


c

a

p

a

“ Cami l aPol et t iBr andéuma mar camodapr ai aque ” pr i or i zaconf or t oeel egânci a.

F a l eu mp o u c os o b r es u a ma r c aéd eo n d ev e ms u a s i n s p i r a ç õ e s ? Cami l a Pol et t iBr and é uma mar ca moda pr ai a que pr i or i z aconf or t oeel egânci a. T r abal hamoscom t eci dosl ev esefl ui doscomochi f f one cr epe,t r abal hamoscom di v er s ost i posder enda,t ul ee l i nho. Conf ecci onamospoucaspeçasdecadamodel odando uma mai orex cl us i v ament e ao pr odut o.T emos uma v ar i edade de model ospar a agr adardi v er s osgos t os . T emospeçasquev ãodasmai ss ofi s t i cadasat éasmai s bás i cas . Env i amos nos sas peças par a t odo Br as i l . Nos s os howr oom fi canaAv eni daAl v i nBauer,130e at endemoscom hor amar cada. Mui t asi nspi r açõesv êm dasv i agenset ambém es t ou s empr eant enadanast endênci as .Gos t odecr i arpeças di f er enci adas e que al ém de boni t as que s ej am v er s át ei s .Osdi v er s osmodel osdass aí dasv ocêpode us aral ém da pr ai a em r es t aur ant es ,beach cl ubs , bal adaouat émes moem ev ent oscas uai s .

Ca mi l aPo l eiBr a nd @cami l apol et t i br and





O mel horl ugarpar aest ar : “ dent r odeum abr açocr i at i vo” ! Sandr aTomi o

PROFESSI ONAL& BUSI NESS AND EXECUTI VE COACH

“ ( . . . )Quel ugarmel horpar aumacr i ança,par aum i doso, par aumamul herapai xonada,par aum adol escent ecom medo,par aum doent e,par aum sol i t ár i o? Dent r o de um abr aço é sempr e quent e,é sempr e segur o. Dent r o de um abr aço não seouv eot i ct acdosr el ógi ose,sef al t arl uz ,t ant omel hor . T udooquev ocêpensaesof r e,dent r odeum abr açose di ssol v e. ” T r echo do t ext o“ Dent r o de um abr aço” ,de Mar t ha Medei r os,em suaobr aFel i zporNada. Nãoexi st emanei r a mai ssi gni fi cat i v a de expr essarconexão emoci onaldo quepel oabr aço,queal ém deserumademonst r açãode car i nhof oial v odev ár i aspesqui sasder enomadasuni v er si dadeseci ent i st asafi r mandoqueum dosef ei t osdo abr açoéoaument odai muni dade,pr ot eçãodosef ei t os doest r esseedaansi edade. E nesse moment ode pandemi anoqualv i v emos,que f al t a t êm f ei t o os abr aços que mui t as v ez es nãopr ol ongamos,nãosoubemosv al or i z arouadi amos. É nosso dev ernos pr ot eger mos usando de t odas as est r at égi as: uso de máscar as adequadament e, l av arasmãosi ncessant ement e,t erál cool em gel nocaso da t or nei r a est ar di st ant e,ev i t ar agl omer ações,sai r mesmo pornecessi dade como t r abal hos,compr a de al i ment oser emédi os.T udoi ssoafi m depr ot egerquem amamose de quem não di spensamoso v el ho e bom abr açoai ndaquedemáscar a. Énecessár i ot ambém sercr i at i v oenessequesi t omeus ami gost êm dadode10az er onoCOVI D.Meufi l hoest á i nt er nado no Hospi t al Rut h Car doso, r ef er ênci a no t r at ament odoCOVI D desde27dedez embr ode2020. I nt ubadoháv i nt el ongosedesgast ant esdi aset enhome sent i doabr açadaport odososl adoscom mensagens, l i gações,or ações,canções,sal asv i r t uai sdeador açãoa Deuspel asaúdedemeufi l hoDant eT omi o.Ví deoscom mensagens de al unos apai xonados porseu pr of essor de mat emát i ca.Ami gas quer i das que não v i a e com quem não conv er sav a há mui t ot empo que t i v er am o t r abal hodebuscart el ef ones,emai l s,what sapp.Ami gas pr of essor asmet r az endoumal i ndacest apar aocaf éda t ar de,umasenhor acom 90anosqueper deuseufi l hohá um t empo r ez ando pel o meu e me l i gando t r az endo pal av r as de est í mul o e conf or t o sempr e.Uma ami ga quer i da que per deu sua l i nda fi l ha, uma al una mar av i l hosaf az endocor r ent edeor açãopar aqueeunão si nt aoqueel asent e! Sãot ant osabr açoscr i at i v osdei xandocl ar ooquant omeu fi l ho,eu,sua esposa, nossa f amí l i a somos amados e especi ai squeeuquasepossosent i rasuav epr essãodo at odecar i nhodoabr açor ealnoent r el açardosbr aços, que cer t ament edar emos quando t udo i sso passar . Esper oquenomoment odapubl i caçãodest et ext omeu fi l ho j á est ej a abr açado pormi m,bem de saúde no conf or t o de seu l ar .Pr omet o cont ara v ocêsquer i dos l ei t or eso desf echo desse epi sódi o em nosso pr óxi mo encont r o.T enho apr endi do a apr ov ei t ar o que est á acont ecendonoaqui eagor a,sem est armui t oansi osaou pr eocupada com out r as coi sas banai s.Par a qual quer mãe,eeunãomeexcl uo,adorér eal ,noent ant oencar ar a dore t i r arl i ções da si t uação t ambém f az em par t e dest agr andemi ssãodesermãe. Quant oàansi edade,est oucol ocandoem pr át i cauma ant i gaev er dadei r apal av r aqueseencont r anaBí bl i a,no l i v r o de IPedr o 5: 7“ Lançando sobr e El et oda sua ansi edade por que El e t em cui dado de v ocê. ” El e,opr ópr i oDeus!

Resol v i el i mi narum t ant odasi nf or maçõesr ecebi daspel a mí di a.Ét ant ai nf or maçãoquepassaaser“ i nt oxi nf or mação” . É pr eci so f az er a gest ão dos nossos pensament ospar aenf r ent ar mosav i daquehoj ev i v enci amos, duv i dandoecr i t i candopensament osnãosaudáv ei s const r ui ndo “ j anel as l i ght ” na nossa ment e quefi nanci ar ãor espost asmai si nt el i gent esem si t uações compl exascomodoenças,per dasdet odosost i posou f r ust r ações. A manut ençãodev í ncul osaf et i v osémui t oi mpor t ant e, pori sso i nv i st a nos seus r el aci onament os r eser v ando t empo par ael es. Par ai sso,r eav al i e e mude seu modo deser el aci onarcom omundodi gi t al .O bl ogMudeSeu Est i l o de Vi v ert r az set e di cas excel ent es das quai s ext r ai oduas: Não use cel ul arnem out r or ecur so di gi t aldur ant e as r ef ei ções.Apr ov ei t eomoment o!( Mi nhaav ódi z i asempr e que a mesa é l ugar sagr ado da f amí l i a) *T ent e passarum di a de sua semana sem i nt er net . ( DESAFI O LANÇADO PELA TEAM. . . ENVI ENOS SUA EXPERI ÊNCI ASOBREI SSO) Assi m,l ev ando em cont a os ef ei t os pr omi ssor es dos abr açoscr i at i v os( ai ndaquenãoent r eosbr aços)t er mi no ot ext ot econv i dandoadei xardel erporum i nst ant eo r est ant edanossar ev i st aei raoencont r odeal guém que v ocêameat r av ésdeumal i gação,um emai l ,um encost ar de cot ov el os,pés,soqui nho,o que v ocê puderf az er oudi z erpar ademonst r arseucar i nho,seuamor .Quesej a si mpl esment e ouv i ressa pessoa amada com t oda a at ençãomer eci daedepoi sdi z er : “ Est oucom v ocê! ”Faça i ssoj á.Conect eseaessapessoacom aqui l oquev ocê car r egademel hordent r odesi . Um gr andeabr açoeat éapr óxi ma!

Sandr aT omi o( Ki dcoach) ( Cent r odeEst udosSandr aT omi o) Cont at o:47989131717/473360. 3237/sandr at omi ocoach@gmai l . com


UmbomChur r asco sópodesercom amel horcar ne.

Pel amanhãouvi r ásami nhavoz,óSenhor ;pel amanhãapr esent ar ei a t iami nhaor ação,evi gi ar ei . Sal mos5: 3

Av . doEs t ado, 2443| 33674297






As pec t osent r easdec l ar aç õesDI RFeDI RPF Ofi s cot em quear r ecadari mpos t ospar amanut ençãode s uasf unções ,epar aquees s eobj et i v oocor r a,asempr es as e as pes s oas f í s i cas s ão obr i gadas a ent r egar em decl ar açõesmens ai seanuai scom i nf or maçõesdi v er s as , s ob pena de mul t a cas o não as fi z er .Mui t as v ez es as i nf or maçõess ão env i adasde f or ma r epet i t i v a,pode s er v i s t acomor et r abal houmav ezqueofi s coj ápos s uies s as i nf or maçõesem s uasbas esdedados ,mas ,i s s oéuma f or madef az ercr uz ament odei nf or maçõespar afi s cal i z aro cont r i bui nt e.Dur ant eodecor r erdopr i mei r os emes t r e,s ão ent r egues v ár i as decl ar ações com i nf or mações do ano ant er i or ,ques er ãocr uz adascom asdecl ar açõesent r egues nodecor r erdoanopores t emes mo,comos ef os s euma “ pr ov adosnov e” ,et ambém com decl ar açõesent r egues cei r os . port er Vamosent enderal gunsas pect osdeumadecl ar açãomui t o i mpor t ant epar aofi s coeocont r i bui nt e,aDi r f .At éoúl t i mo di aút i ldomêsdef ev er ei r oasempr es ass ãoobr i gadasa ent r egar a Di r f( Decl ar ação de I mpos t o/ cont r i bui ções Ret i donaFont e)r ef er ent esf at osocor r i dosnoanoant er i or , f az s eaent r egueat r av ésdepr ogr amadi s poni bi l i z adono s i t e da Recei t a Feder al ,onde a empr es ai nf or ma os pagament osr eal i z adospar at er cei r osqueporobr i gação l egalt i v er am r et enção de i mpos t os .O ex empl o mai s comum dasi nf or maçõespr es t adasnes s adecl ar ação,s ão asi nf or maçõesdeFol hadePagament odeFunci onár i os ,ou s ej a,aquel esquer eceber em aci madol i mi t edei s ençãode i mpos t o de r enda,cer t ament e a empr es af ez al guma r et enção des s ei mpos t o,e pr eci s ai nf or marpar aofi s co al or esr et i doseporcons equênci apagos ,as s i mo es s esv cont r i bui nt e que t ambém é obr i gado a r eal i z ara s ua decl ar ação de i mpos t o de r enda em abr i l ,v aiconfi r mar es s asi nf or maçõeseaj us t arosv al or esdev i dosour es t i t ui ro quef oi r et i doamai s .

As i t uação da empr es a pode fi cargr av e quando não r ecol he/ paga es s es v al or es r et i dos dos f unci onár i os , t r at as e de apr opr i ação i ndébi t a,mas es s e é um out r o as s unt o. Asr egr asdaDi r fcons t am naI ns t r uçãoNor mat i v aRFBnº 1. 990,de2020.Asempr es asquedei x ar em deapr es ent ar no pr az o pr ev i s t o, pr i mei r ament e fi car am com uma i nf or maçãodeaus ênci ades s adecl ar ação,quei mpedepor ex empl o,aemi s s ãodeumacer t i dãonegat i v a,equandoa empr es af orent r egarem at r as o,v ai s of r erumamul t ade2% aomês cal endár i oouf r açãos obr eomont ant edet r i but os i nf or madosnadecl ar ação,masél i mi t adaa20%,ouamul t a mí ni made500r eai s .Es s aaus ênci as er ái dent i fi cadapel o fi s coat r av ésdepagament osr eal i z adosdei mpos t osr et i dos dur ant e o ano,t ambém quando t i v ero cr uz ament o das i nf or maçõespr es t adasport er cei r os . As i nf or mações apr es ent adas at r av és da Di r f ,é a pr i nci palmot i v ador ade“ mal hafi na”doscont r i bui nt esde I R, por que es t áv i ncul ada di r et ament e com a DI RPF ( Decl ar ação de aj us t e anualde I mpos t o de Renda da pes s oa f í s i ca) .Mui t os cont r i bui nt es não s ão i nf or mados pel asempr es asquet i v er am r et ençãodei mpos t oder enda na empr es a pel or ecebi ment o de s euspr ov ent os ,e que pr eci s am f az ers uadecl ar açãodeI R pores s emot i v o.A empr es av aii nf or marofi s coquef ezes s asr et enções ,l ogo o f unci onár i o v ai s er obr i gado a apr es ent ar a s ua decl ar ação,masel eécons i der adol ei gopar aes t esfi ns t r i but ár i os ,aempr es at em aobr i gaçãodei ns t r ui l os obr e es s esf at os .Nãoapr es ent aradecl ar açãodei mpos t ode r enda,of unci onár i ov aifi carcom s euCPFi r r egul ar ,es er r egarem at r as os ua decl ar ação de I Re obr i gado a ent pagarmul t apores s aper dadopr az o,oquepoder i as er ev i t ados et i v es s ei ns t r ução.


Asempr esasdevem f or necerat odosseusf unci onár i osoI nf or medeRendi ment o,mesmopar aaquel esquenãot i ver am i mpost osr et i dosnaf ont e,afinal of unci onár i opodepr eci sarpar apr eencherasuadecl ar açãodeI R,umavezquepodeser obr i gadoporout r osmot i vosaent r egadaDecl ar açãodeI mpost odeRendaem abr i l .EsseI nf or medeRendi ment osé ger adodent r odopr ogr amadaDi r f ,epossui omesmonomepar aout r ost i posder endi ment osqueoscont r i bui nt espodevi r t er .Éapenasumapági naondet em t odasasi nf or maçõesanuai sdoscont r i bui nt esem r el açãoaoseur el aci onament ocom aquel aempr esa.Umaúni capessoapodet ervár i osI nf or mesdeRendi ment os,sej aport erdoi st r abal hos,our eceber aposent ador i a,ouport erapl i caçõesfinancei r asent r eout r osmot i vos. Apar t i rdemar ço,apóspassaropr azodeent r egadaDi r f ,asempr esasj áest ãopr epar adaspar af or necerosI nf or mesde Rendi ment os,écl ar oqueasempr esasj át êm essai nf or mação,éapenasumaquest ãodebom sensoem aguar darum pr azopar aor gani zaçãodost r abal hos.Sóasi nf or maçõesqueconst am nessei nf or menãosãosufici ent espar aver i ficarse apessoaf í si cavai serobr i gadaaent r egaradecl ar açãodei mpost oder enda,maséapr i nci pal i nf or maçãoaserver i ficada. Cabe t ambém ao cont r i bui nt e sol i ci t arj unt o a empr esa caso não r eceberseu i nf or me,e consul t ara um pr ofissi onal habi l i t adopar aescl ar eci ment odosf at ost r i but ár i os.

Anacl et oRoseni l dodaSi l v a CRC–065991/ O Or gani zaçãoCont ábi lLuzLt da

47. 3367-0165 Av .Cent r al ,700-1ºandar-Cent r o Bal nár i oCambor i ú-SC


OS t udi oBi oF or ma ,j áes t á h́a11a nosnomer c a doc om uni da desemBa l neá r i oCa mbor i ú,I t a pema, I t a j a í eBl umena u. At endemosnomá x i mo3a l unosporpr of es s oreonos s of oc o a qui év oc ê ,v a most r a ba l ha rpa r aos euobj et i v o,a t endemos ges t a nt es@bi o_f or ma _f or _mommy, póspa r t o,pósc i r ur gi a , ema gr ec i ment oehi per t r ofiat emososmel hor espr ofis s i ona i s as uadi s pos i ç ã o. E m qua l querum dos pa c ot es de t r ei no es t ã oi nc l us os : a v a l i a ç ã of í s i c amens a l , ut i l i z a ç ã odapl a t a f or mav i br a t ór i aeo a c ompa nha ment odoPer s ona l T r a i ner . Nos s a sa ul a ss ã oi ndi v i dua i sc om t ot a l a ux í l i odopr of es s or , ou s ej a , nã ot emfic hadet r ei noes pec í fic opa r ac a dadi ac omoem out r a sa c a demi a s .Voc ê nã oi r á fic a rper di do pr oc ur a ndo a pa r el hoc omona sa c a demi a sc omuns .Nos s odi f er enc i a lé queopr of es s orel a bor aot r ei noe x c l us i v opa r av oc ênahor a , l ev a ndo em c ons i der a ç ã ot oda sa ss ua s nec es s i da des .

Amel horma nei r apa r anosc onhec eréa genda rumaa ul a e x per i ment a l t ot a l ment egr a t ui t a !

www. s t udi obi of or ma. c om. br I T APEMA /I T AJ AÍ /BL UMENAU /BALN. CAMBORI Ú Cont a t o: 47. 999647206/47999951833 47. 999604950



TopTeam

Cur sodeGast r onomi adaUni Avané r econheci docom concei t o5. For maçãoal cançouanot amáxi maemi t i da pel o Mi ni st ér i o da Educação ( MEC) . I nf r aest r ut ur a moder na, f or mação dos pr o f ess o r es e possi bi l i dades de est ági os A empr es ar i a Manoel a Mi k u s c o m, i n t e r n a i o n ai s são al guns dos di f er enci ai s Fel i pe Fr aga (Pi l ot os t oc k c a r ) ,c J a n a e s t a c a d o s. Fer r onat oeJ ul i ani Ti bol l ad n o d i a 0 6 / 0 3

domi ngonoAut ódr modeCur i t i bana cor r i dadaSt ock car .

Com dezuni dadesem Br así l i aeGoi âni a,ar ededef r anqui asSt oni a I ceCr eaml and,gel at er i aqueésucessonoCent r oOest e,acabade chegarem Bal neár i oCambor i ú.Al ém deseuspr odut ost r azer em r ef er ênci asl i gadasaf enômenosdanat ur ezaeal ugar es“ encant ados”ef r i osdopl anet a,amar caesbanj acr i at i vi dadenasr ecei t ase nossabor es.Osf undador esdaSt oni aI ceCr eaml andBr unoBor ges eLai seAssunçãoaol adodocasaldef r anqueadosdauni dadede Bal neár i oCambor i úSuzaneRi car doResst el . Cr édi t os:Di vul gação/St oni aI ceCr eaml and


O char mos oPl az aBoul ev ar dI t apemaéum conv i t e par ades f r ut ardemoment osdepazet r anqui l i dade, que podem s er cur t i dos pel af amí l i a,ami gos e t ambém pel os enamor ados . O Boul ev ar d t r az r ef er ênci asdanat ur ez al ocal ,com gr andeses pel hos d’ água,mui t osj ar di nsr epl et osdepl ant ast r opi cai se gr andespal mei r asqueembel ez am oes paço,dando um arpr ai ano e acol hedor .Uma ót i ma opção de pas s ei opar at odaaf amí l i a, nes s ev er ão. “ Um es paço ampl o,ar ej ado,s em agl omer açõeseondet omamos t odososcui dadosdehi gi enees egur ança” ,coment a Sus anaJ apur ,doPl az aBoul ev ar d. @pl az aboul ev ar di t apema

Especi al i st aem paci ent est r ansgêner os,el ecomanda ot r ansgenderCent erBr azi l ,em Bl umenau.Com dupl af or mação em Medi ci na e Odont ol ogi a,José Car l os Mar t i ns Jr .est á ent r e os t r ês pr ofissi onai s médi cos do mundo que at uam na f emi ni zação da f ace,com o chamado “ doubl e degr ede”o que l he conf er e habi l i dades par a ci r ur gi as do esquel et o f aci al . .




&

I NSTI TUTO

ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONALIZANTE Bal neár i oCambor i ú Bl umenau Ti mbó Ri odosCedr os Cent r al deat d:47 . 999724434/47 . 32649361

Técni coem Enf er magem Mat r í cul asAber t as