Page 1

MelPezziI mpr essi onaoPúbl i coCom SuaVozMar cant eem: Gr andesDi vas/Tr i but oAdel e Naí nt egr a,oscl i cksdagr andef est ado ano,dogr upoTEAM

Gr az i e l eAnt oni niee qui pe Apr e s e nt am:

B i o v i t a , eosbenef í c i osdo medi c a ment oma ni pul a do.


Loj aTi cketI nf ant o Andr eat t aCar val ho

@l oj at i cket

da,nº1 1 1 1-Esqui nac/r ua2070 4733664222 3ªAveni Bal neár i oCambor i úSC 47991344381


Co n t a t o :( 4 7 )3 0 5 6 5 1 5 1/( 4 7 )9 9 9 0 7 -5 2 5 2 Ru a ,2 . 5 0 0n º5 0 5s a l a0 7-Ba l n e á r i oCa mb o r i ú-S C


SuaAudi ç ão éanos s apr eoc upaç ão

Agoraem I t aj ai

Au d d i oI t a j a í Ru a:Br u s q u e ,4 2 9 .Ce n t r o, e mf r e n t es u p e r me r c a d oAn g e l o n i . F o n e:4 74 1 4 1 5 1 5 1 www. auddi oapar el hos audi t i v os . com. br


Es t ádec as aNov a eoat endi ment oc ont i nuac om ames ma ex c el ênc i a Av . Al v i nBa ue r , 130   Ce nt r o  | Ba l ne á r i oCa mbor i ú,   S C


E qui peS or r i de nt

Hor á r i odea t e ndi me nt o: da s8hà s12heda s14hà s19h Av . Al v i nBa ue r , 130   Ce nt r o  | Ba l ne á r i oCa mbor i ú,   S C F one : 47. 33619564


NADA ÉTÃO TERRÍ VEL Essa convi cção nosafir ma que podemosest arbem e f el i zes i ndependent e do que nos acont eça. Hámi l har esdeanos,fil ósof osest oi coscomoSênecae Epí t et o,r econhecer am quenossascogni çõescont r ol am nossas emoções e nosso compor t ament o. Epí t et o dei xou escr i t o que “ os homens não são per t ur bados pel ascoi sasqueacont ecem,massi m pel aopi ni ãoque t êm del as”oudi t odeout r af or ma:“ nãonosaf et aoque nosacont ece,massi m nossai nt er pr et açãosobr eoque nosacont ece” . Nosso ol harsobr e qual querevent o,a l ei t ur a que f azemosdo que nosacont ece é o que nos causa,em gr ande par t e,nosso malest aremoci onal . Exi st em mui t osest udos,sobr easpessoasmai sf or t esa ní vel emoci onal , e i sso est á r el aci onado com det er mi nada manei r a de pensar . Exi st em mel hor es f or mas de vi verdo que out r as,t udo depende do que di zemosdi aapósdi aanósmesmos.Podemosapr ender al i darcom qual quert i podesi t uação,at éem si t uações ext r emascomoamor t e,porexempl o. Compr ovadament e vi vemos pi or emoci onal ment e na at ual i dadedoqueem t empospassados.Ost r anst or nos psi col ógi cossemul t i pl i car am pordezeaspessoasnão conseguem r esol ver pequenas si t uações di ár i as e acabam “ se af ogando em um copo de água” . O mundomudoumui t oeospr obl emasdeagor anãosão os de ant i gament e.Por ém,nossos ant epassados não f ugi am dosof r i ment o. Hoj e aspessoasest ão cr escendo mai smi madas,com menos t ol er ânci aàf r ust r ação e i sso pr ovoca mai s debi l i dadeemoci onal .A aut oeducaçãosepoder eal i zar em qual quermoment odavi da.

Quandoaspessoasacei t am epr at i cam umanovaf or ma depensar ,mudam seudi ál ogoi nt er noeassi m,sof r em menos.A pr át i caéf undament alpar aumamudançade pensament o e de compor t ament o.Exi st e uma fil osofia de vi da que nos per mi t e vi ver de manei r a mai s const r ut i va e al egr e. Devemos par arde t r ansf or mar qual quersi t uaçãodi ár i aem al got er r í velaument andoa r el evânci a das adver si dades,poi st odo esse exager o t em consequênci as emoci onai s noci vas.Apr ender a aval i aroquenosacont ececom r eal i smoeobj et i vi dade nost or na mai sf or t esa ní velemoci onale nosaj uda a pensardef or mamai seficaz.Afinal ,necessi t amosmui t o poucopar aserf el i z!

Andr éaGonçal ves

Psi cól ogaCl í ni ca Coor denador adoCur sodePsi col ogi a daUni soci esc/ Bal neár i oCambor i ú Dout or aem Ci ênci adaEducação PósDout or aem Psi col ogi a Aut or adol i vr o:“ Mi r al avi daconot r ami r ada” ( Vej aavi dacom out r ool har )

Cont at o:what sapp:( 47) 991947102/Emai l :andr eag. psi col ogi a@gmai l . com


Quet al umamassagem r el axant e,col ocaradepi l açãoem di a ouumal i mpezadepel e? Si m,você consegue cui dardo cor po e r eal çara bel eza, j unt os! Agor a cont amoscom a pr ofissi onalLi sandr a Mont ei r o,el a at endeest ét i caf aci al ecor por al .Em um ambi ent ecl i mat i zado eaconchegant e! Conheçaal gunsser vi çosof er eci dospel amesmaem nosso espaço: Depi l açãocom l i nhaecer a( Buscandosempr eoconf or t oda cl i ent e,t ant onoser vi çocomonomat er i alut i l i zado,hi gi enee pr ocedi ment os segur os par a que a depi l ação sej a mai s r el ax ant epossí v el ! ) Li mpezadePel e; Peel i ng; T r at ament opar aacne; r at ament opar ar ugasel i nhasdeexpr essão; T Dr enagem Li nf át i ca; Massagem Model ador a,r el ax ant e,t er apêut i ca; Rei ki ; Psi coar omat er api a; T r at ament ospar agor dur al ocal i zada,est r i asecel ul i t e.

KaduAl v es

Umapausanomei odasemanapar asecui dar ,nãoénadamalhei n? Li sandr aMont ei r o Est et i ci st aet er apeut aHol í st i ca CRTH–BR0682

KaduAl v esExper tSal on

@k adual v es

Rua: T ai l ândi a,150sl08,Ed. Par quedasNações -Bal . Cambor i ú Fones:47 . 32686784/47 . 999199960


TopTeam

Os empr esár i os Leandr o Paul i no e Josi néi a Szel i ga,agor a em Bal neár i o Cambor i ú com a MAI S SAÚDE ATENDI MENTO DOMI CI LI AR HOSPI TALAR,que t em como mi ssão,pr omover qual i dade de vi da aos paci ent es e f ami l i ar es, at endendo às suas necessi dades f í si cas e emoci onai s, i nt egr ando f ami l i ar es e equi pe at r avés da gest ão compar t i l hada ent r e col abor ador eseequi pemul t i di sci pl i nar .

A empr es ar i a Manoel a Mi k us com, Fel i pe Fr aga (Pi l ot os t ock car ) ,J ana Fer r onat oeJ ul i ani Ti bol l anodi a06/ 03 domi ngonoAut ódr modeCur i t i bana cor r i dadaSt ock car .

A Yang Model ador es,l i t er al ment e par ou a Av.Br asi lem Bal neár i oCambor i ú,com um desfil e super ani mado e di nâmi co apr esent ou sua novacol eção. O“ Gr auCel si us”r eal ment e sur pr eendeu. O l ançament o excl usi vo da Col eção Cel si us Ver ão 2019 Fi t nessePr ai a,vocêencont r a naYangModel ador es. Fot os:Pedr oCi dade Fot ossí nt eseFot ogr afia


Gost ar i adepar abeni zaroDrJoséSi dneyCôr t eJr ,e t oda sua equi pe pel o ani ver sár i o de 30 anos da Guapeka que a par t i rde agor a se t or nou o úni co Hospi t alVet er i nár i odenossar egi ão. Que Deus os abençoe nest al i nda e compet ent e cami nhada,quevenham mai s30. . .

DrPaul o Fer r ei r a e DrAndr esson Fi guei r edo, par t i ci par am em out ubr o do Congr esso da Academi a Amer i cana de Of t al mol ogi a( AAO) , r eal i zado na ci dade de Chi cago, EUA. O event o r euni u a comuni dade gl obal de i novador esna ar t e e ci ênci a do r amo,t r azendo pesqui sa,t écni caset ecnol ogi aspar aapr át i cada of t al mol ogi a

Terum ar t i go ci ent í fico publ i cado no pr i mei r o semest r e de f acul dade,r eal ment eér ecompensador . A Facul dade Avant i s publ i cou est e ar t i go e o l i vr o est áa di sposi çãoem suabi bl i ot eca. Quer o par abeni zarLui za Tol edo e t oda sua equi pe,vocês est ão no cami nho cer t o par a se t or nar em mar avi l hosas pr ofissi onai s.


Ve n d ae Lo c a ç ã o d e v e s t i d o s d e n o i v a s e f e s t a www. bel l eami s. com. br RuaTel êmacoPer ei r aLi ber at o,47 FazendaI t aj aíSC.


ENTENDAALGUNS DOSTI POS DE RESCI SÃO DE CONTRATO DETRABALHO: DI SPENSA SEM JUSTA CAUSA O queé:Éor ompi ment odocont r at odet r abal hopori ni ci at i va do empr egador ,sem que o t r abal hadort enha comet i do f al t a gr ave. Como f unci ona: O empr egador i nf or ma o t r abal hador da di spensa, pr eenche o t er mo de Resci são de Cont r at o de Tr abal hoecal cul aoval orqueot r abal hadort em ar eceber .O empr egadorpodeai ndadet er mi narqueot r abal hadorcumpr a o avi so pr évi o ant esque se desl i gue t ot al ment e da empr esa. Caso o empr egadorabr a mão do avi so pr évi o,o t r abal hador t em di r ei t oder eceberest esdi asmesmosem ost ert r abal hado. Avi so pr évi o:Ao cumpr i ro avi so pr évi o,o t r abal hadort em di r ei t oar eduzi rsuaj or nadadet r abal hoem 2hor asdi ár i asou em 7 di asa menosde t r abal ho no per í odo,sem pr ej uí zo em seusr ecebi ment os. Pagament o da Resci são: A ent r ega ao empr egado dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o. RESCI SAO I NDI RETA O queé:ACLTpr evêapossi bi l i dadedot r abal hadorconsi der ar r esci ndi do o cont r at o de t r abal ho quando o empr egador comet eral gumaf al t aconsi der adagr ave. Al gumasdasf al t asdoempr egadorconsi der adasgr aves: 1) Exi gi rser vi çossuper i or esàsf or çasdoempr egado; 2) Tr at ament oagr essi vooucom r i gorexcessi vo; 3) Exporoempr egadoaper i go; 4) Nãopagarsal ár i osouout r asobr i gaçõesdocont r at o; 5) At ol esi voàhonr adoempr egadooudesuaf amí l i a; 6) Agr essãof í si ca; 7) Redução dos ser vi ços que af et e o val ordo sal ár i o,dent r e out r as. Como f unci ona: Par a a r esci são i ndi r et a do cont r at o, o t r abal hadordever á moveruma ação t r abal hi st a de r esci são i ndi r et apar aqueopoderj udi ci ár i oj ul guesehácondut agr ave porpar t e do empr egadore,havendo cul pa do empr egador , det er mi neopagament odosdi r ei t osquecabem aot r abal hador . Pagament odaResci são:A r esci sãodever áserpagaapósdeci sãoj udi ci al . PEDI DO DE DEMI SSÃO O que é: É o r ompi ment o do cont r at o de t r abal ho pel o t r abal hador ,sem que o empr egadort enha dado mot i vo par a i sso.A r esci sãodecont r at oépopul ar ment econheci dacomo pedi dodedemi ssão. Comof unci ona:Par ar esci ndi roCont r at o,ot r abal hadordeve escr ever uma car t a de demi ssão,assi nar e ent r egál a ao empr egador .Ao serent r egue,o empr egadorpr eencher áo T er modeResci sãodoCont r at odeTr abal hoecal cul ar áoval or que o t r abal hador t em a r eceber . Após comuni car a sua deci são de r esci ndi ro cont r at o,é necessár i o cumpr i ravi so pr évi ode30di asant esdesedesl i gart ot al ment edaempr esa. Nãocumpr i roavi sopr évi oi mpl i canodescont odeum mêsde sal ár i o do t ot al que o t r abal hador t em a r eceber . Avi so pr évi o:Ao cumpr i ravi so pr évi o,o t r abal hadornão t em di r ei t oar eduzi rsuaj or nadadet r abal hoem 2hor asdi ár i asou em 7di ascor r i dos. Pagament o da Resci são: A ent r ega ao empr egado dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o. FALECI MENTO O queé:Nocasodef al eci ment odoempr egado,aut omat i cament eext i ngueseocont r at odet r abal ho,consi der andocomo sef osseumar esci sãodocont r at odet r abal hocomoum pedi do de demi ssão par a a det er mi nação dos cál cul os das ver bas t r abal hi st as. Comof unci ona:Osdi r ei t osser ãopagosem quot asi guai saos dependent eshabi l i t adosper ant e a Pr evi dênci a Soci al ,ou na sua f al t a aos sucessor es pr evi st os na Leici vi li ndi cados em al var áj udi ci al ,i ndependent e de i nvent ár i o ou ar r ol ament o. Caber essal t arquecasohaj amenor esasquot asdever ãoser deposi t adas em cader net a de poupança, é só ser ão di sponí vei s após compl et ar em 18 anos de i dade,ou sal vo aut or i zaçãoj udi ci al . Pagament o da Resci são: A ent r ega aos dependent es dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o.

ACORDO ENTREAS PARTES O queé:A par t i rde11/ 11/ 2017ocont r at odet r abal hopoder á serr esci ndi doporacor doent r eempr egadoeempr egador ,em umanovamodal i dadeder esci são. Comof unci ona:Nar esci sãodocont r at odet r abal hoporacor do ent r e as par t es o avi so pr évi o poder á ser t r abal hado ou i ndeni zadoeser ádevi dot ambém oper í odopr opor ci onalde03 di as a cada ano de cont r at o pr evi st o na Leinº12. 506/ 2011. Tr at andose de avi so pr évi ot r abal hado a r emuner ação ser á paga i nt egr al ment e ao t r abal hador .Em caso de avi so pr évi o i ndeni zadoser ápagamet adedar emuner açãocor r espondent e aoavi soaot r abal hador . Pagament o da Resci são: A ent r ega ao empr egado dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o. TERMI NO DO CONTRATO DE EXPERI ENCI A O que é:O cont r at o de exper i ênci aéf ei t o par a aval i aras apt i dõespessoai seodesempenhopr ofissi onaldot r abal hador , bem como demonst r arasvant agense condi çõesde t r abal ho of er eci daspel aempr esa. Como f unci ona: Caso a empr esa não gost e do t r abal ho apr esent adopel of unci onár i oel apodedemi t i l oat éoúl t i modi a pr evi st opar aot ér mi nodocont r at o.Se,dur ant eoper í odode exper i ênci a, o t r abal hador achar que não é i nt er essant e per manecer no empr ego, deve, na medi da do possí vel , aguar daroúl t i modi apr evi st opar aoencer r ament odoper í odo de exper i ênci a.Qual querdaspar t esque r esci nda o cont r at o no t ér mi no do cont r at o de exper i ênci a est ar á i sent o do pagament odoavi sopr évi o. Pagament o da Resci são: A ent r ega ao empr egado dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o. DI SPENSA POR JUSTA CAUSA O que é: A di spensa por Just a Causa ocor r e quando o t r abal hadorcomet e al guma f al t a gr ave cont r a a empr esa ou col egasdet r abal ho. Al gumas das Fal t as do t r abal hador consi der adas gr aves: 1) At odeI mpr obi dade 2) I ncont i nênci adeCondut aouMau 3) CondenaçãoCr i mi nal 4) Desí di a 5) Vi ol açãodeSegr edodaEmpr esa 6) At odeI ndi sci pl i naoudeI nsubor di nação 7) AbandonodeEmpr ego 8) Per dadahabi l i t açãooudosr equi si t osest abel eci dosem l ei par a o exer cí ci o da pr ofissão,em decor r ênci a de condut a dol osa do empr egado. Como f unci ona: O empr egador é obr i gadoacomuni carporescr i t oaot r abal hadordadi spensa porj ust acausa,i nf or mandocl ar ament eomot i vo.Adi spensaé i medi at a e é pr oi bi do r egi st r arna Car t ei r a de Tr abal ho que o empr egadof oidi spensadoporj ust acausa. Pagament o da Resci são: A ent r ega ao empr egado dos document os que compr ovem a comuni cação da ext i nção cont r at ualaos ór gãos compet ent es bem como o pagament o dosval or esconst ant esdoi nst r ument oder esci sãoour eci bode qui t açãodever ãoseref et uadosat édezdi ascont adosapar t i r dot ér mi nodocont r at o.

47. 3367-0165 Av .Cent r al ,700-1ºandar-Cent r o Bal nár i oCambor i ú-SC


COMPETÊNCI ASDOSÉC.XXI RESOL UÇÕESDEANONOVO Sandr aTomi o

PROFESSI ONAL& BUSI NESS AND EXECUTI VE COACH

Dur ant e est e ano escr evi sobr e as compet ênci as consi der adas f undament ai s do pr ofissi onal dest e sécul o. Cada car act er í st i ca é uma mescl a de compor t ament o, habi l i dades e at i t udes. Suger i est r at égi as par a col ocál as em pr át i ca e esper ot er cont r i buí do par a sua evol ução pr ofissi onale pessoal . Est eúl t i mot ext odoanof oir eser vadopar ar eflet i rcom você, l ei t or da TEAM, por que apesar de nos esf or çar mospar amel hor armui t osaspect osdenossa vi da,comoadqui r i rnovascompet ênci aspar aaument ar nossosucessoouf el i ci dade,obser vamosqueal guns dessesesf or çosvãoporáguaabai xodomesmoj ei t o queumaenor mepedr ar ol andomor r o. Porqueamai orpar t edasr esol uçõesdeanonovoé dei xada de l ado ano após ano? Por que al gumas pessoasquef azem di et asucumbem aoef ei t osanf ona? Porquenovashabi l i dadesdel i der ançaadqui r i dasem wor kshops em pouco t empo dão l ugar aos vel hos hábi t os? São per gunt as cuj as r espost as demor ei a encont r arat équeconhecium est udosobr ei nt el i gênci a posi t i va de um psi cól ogo cl í ni co ph. D. em neur obi ol ogi aShi r zadChami ne. “ Ar espost a é sabot agem!Sua ment e é sua mel hor ami ga.Mast ambém ésuapi ori ni mi ga.Ossabot ador es i nt er nosest ãosempr eem at i vi dade,masaboanot í ci aé que el es podem seri dent i ficados e enf r aqueci dos.” Pel at eor i a da I nt el i gênci a Posi t i va você pode medi re mel hor arsi gni ficat i vament e a por cent agem de t empo que sua ment ef unci ona em seu f avor em vez de sabot arvocê. “ Os sabot ador es” são um f enômeno uni ver sal . Aquest ãonãoésevocêost em,masquai st em eoquão f or t es são. Sugi r o que você t i r e um t empo consi gomesmoeat r avésdeum t est egr at ui t opr opost o nosi t e:www. companhi adasl et r as. com. br / t est ei nt el i genci aposi t i va/ descubr a quai s são seus sabot ador es. Ent r et ant onãobast aapenasol harnoespel hoant esde sai rpar aaf est a.Ol hamos par a verse est át udo em or dem e em segui da aj ei t amos o que não est á de acor do. Faça o t est e e descubr a mai s sobr e a i nt el i gênci a posi t i va que pode i nfluenci arno equi l í br i o ent r eavi dapessoaleot r abal ho,noger enci ament odo est r esse,ent r e out r as quest ões que di zem r espei t oa t odosnós.

NoCent r odeEst udosSandr aT omi o( CEST)háum cur so mui t oi nt er essant e baseado no t r abal ho de Shi r zad Chami ne: “ SPAM” ( Sel f Pr ej udi ce Anymor e) que t e of er ece f er r ament as e t écni cas si mpl es,concr et as e i ncr i vel ment e efici ent es par a el evarseu quoci ent e de i nt el i gênci aposi t i vaet eaj udaramant erof oconoque r eal ment e i mpor t a em mei o à conf usão da r ot i na. Faça suas r esol uções de anonovo t or nar emse dur adour as est abel ecendo seu pont o de vi r ada par a seudesempenhomáxi mo. Mai si nf or mações sobr eo“ SPAM”l i gue 33603237 ou what s: 47988078999 ou ai nda pel o emai l : sandr at omi ocoach@gmai l . com. Não podemos cont r ol are nem escol hermui t o do que acont ece no t r abal ho e na vi da. Mas podemos det er mi naroi mpact oqueessesevent ost êm em nósao escol her como r eagi r . Não per mi t a que seus sabot ador esf açam aescol ha! Desej oavocê,l ei t orTEAM,quenosacompanhouoano t odo um Nat alabençoado com sua f amí l i a e um Ano Novocom mui t asaúde,pazeamor !

Sandr aT omi o( Ki dcoach) ( Cent r odeEst udosSandr aT omi o) Cont at o:47988078999/473360. 3237/sandr at omi ocoach@gmai l . com


Ca s ad aCa r n e Pr e s e n t en os e u Nat al Por queum meni nonosnasceu,um f i l hosenosdeu,e opr i nci padoest asobr eosseusombr os ,esechamar a oseunome:Mar avi l hoso,Consel hei r o,Deusf or t e, PaidaEt er ni dade,Pr Ă­ nci pedaPaz. I S. 9: 6

Av . doEs t ado, 2443| 33674297


A Loj aTi cketmai sumavezar r asoucom sua nov acol eçãover ão2019. O desfil equeencant ouat odosf oinoChá Beneficent e,or gani zadopel oRot ar ynoúl t i mo mêsdeout ubr o,no I nfini t yBl ueResor t . Naocasi ãoaLoj aTi cket ,l ançousuanova col eção com novi dadesdasmar casAut hor i a, Fr ut o,Col cci , Per f umar i a,Li l i moon,Si r i ,eCal vi nKl ei n. Confir aasnovi dadesnal oj aeasf ot osabai xo. Fot os:MundoPop


Loj aTi cketI nf ant o Andr eat t aCar val ho

@l oj at i cket

da,nº1 1 1 1-Esqui nac/r ua2070 4733664222 3ªAveni Bal neár i oCambor i úSC 47991344381


Re g r a s B á s i c a s I n f o r ma ç õ e s Rá p i d a s

Cai oCav i chi ol l i Es t i l oeCompor t ament o


Consul t ordeEst i l oeCompor t ament o/For madoem Ar t es-PósGr aduadoem Tr ansdi sci pl i nar i dade Saúde,Educação,Cul t ur adaPazeConheci ment oHumano. Tr i nt aanosdeexper i ênci anapr epar açãodepr ofissi onai spar aos mai sdi ver sosevent osdebel ezaemoda,cui dadai magem est ét i caecompor t ament aldepr ofissi onai sl i ber ai s comomédi cos,j ur i st as,empr esár i os,pol í t i cos,at l et aseat or es. Emai l :cai o. 1964@hot mai l . com


Ba l l e tCl á s s i c o Ba byCl a s s Da nç aCi ga na Da nç aCont e mpor â ne a Da nç aF l a me nc a Da nç adeS a l ã o ht t ps : / / www. f a c ebook . c om/ s t udi oa dr i a na a l c a nt a r a / ht t p: / / www. a dr i a na a l c a nt a r a . c om. br /

I nf or ma ç ões : 4733661761 Rua1926, 647, Cent r oBa l neá r i oCa mbor i ú/S C


A pr i mei r a bout i que especi al i zada em cucas gour metconsol i dou sua mar ca em Bal neár i o Cambor i ú.A Cucar i adoCheféumabout i que excl usi vaespeci al i zadaem cucasgour met ,a t r adi ci onalcuca Al emã que ganhou novas combi nações de sabor es e t ext ur as, no car dápi oexi st emai sdesessent acombi nações desabor es. O espaçopr oj et adopar ar esgat arasor i gens f ami l i ar esdeuni ãoem t or nodeumamesacom cucas t em conqui st ado aos mai s exi gent es pal adar es,naCucar i adoChefoscl i ent essão sur pr eendi dosporacompanharopr epar odas cucasf ei t opel oChefAl f r edoGazani ga.

Venha sur pr eenderseusconvi dadoscom uma mesa i deal i zadapel aCucar i adoChef ,est amosat endendoa r ecepçõeseevent os,agendeum or çament oeencant e seusconvi dadoscom umamesaexcl usi vadecucas docesesal gadas.

NaCucar i adoChefodocesabordacul i nár i a Al emãpodeserapr eci adocom umat açade espumant eouumaexcel ent esaf r adevi nho,as har moni zações de cucas com bebi das al coól i cas são uma novi dade que possi bi l i t a excel ent es combi nações.O uso das novas t écni casnomundodagast r onomi at r ouxer am novossabor es,t ext ur asear omaspar aagr adar opal adar . As cucas sal gadas de cebol ar oxa car amel i zadacom f ar of adel i ngui çaBl umenauou de cr eam cheese,bacon e damasco são combi naçõesqueconqui st ar am eent r ar am no car dápi o per manent e da Cucar i a,as cucas docesmudar am af or madesabor eardosapr eci ador esdopr at o,com combi naçõesi nusi t adascomo a de cupuaçu com cast anhasdo Par áouadequei j i nhocom r eduçãodevi nhoe f r ut as ver mel has dei xam os t r adi ci onai s sabor esem segundopl ano. A Cucar i adoCheféum espaçocont empor âneo,l ocal i zado na Bar r a Nor t e de Bal neár i o Cambor i úqueencant aporumadosenost ál gi ca que r emet e a uma casa l eve e aconchegant e com um doce per f ume que envol veeal i ment aocor poeaal ma.

47.33110425/47.988930742 RuaI si dor oCaet ano190sal a02/EssenceResi dence Bar r aNor t e/Bal .Cambor i u-SC

PorAndr éCaet ano


NSTI TUTO I Cur sost écni cospr of i ssi onal i zant es

Chegouasuavez. . . venhaserum

Mat r í cul asAber t as

Cont at o:47 -32649361/47 -999724434wat t s Rua916nº401esqui nacom ar ua15461ºandar /cent r o Bal neár i oCambor i u-SC


Nes t esmai sde1 1anos daRev i s t aT eam,t i v emosmui t as c onqui s t as ,f or am i nc ans áv ei sanosdel ut aspar amant era r ev i s t ai mpr es s as em nenhumai nt er r upç ão . Foment amos um mer c ado c ar ent e de i nf or maç ões , pr omov emosi númer asaç õespar ac ompar t i l harc om nos s os c l i ent esac adac onqui s t adogr upoT eam. om mui t as at i s f aç ão que publ i c amosa c onc l us ão de Éc c ur s o da pr i mei r at ur ma deT éc ni c o em Enf er magem do I ns t i t ut o S&S que i nt egr a o gr upoT eam,c om a mes ma v ér t i c edec ompet ênc i aec r edi bi l i dade,quet r aç am nos s o c ami nhodes uc es s oat éhoj e. Conf i r aosc l i c k sdes t emar av i l hos oev ent oqueac ont ec euno Mar i a’ ss howseEv ent os . osLeonar doI z i dor i o Fot


Um espaçodef est asvol t adoàdi ver sãodecr i ançaseadul t os,com mui t oconf or t o,comodi dadee pr i nci pal ment e segur ança. Acomodaconf or t avel ment e100 convi dadosem espaçocober t o,cl i mat i zado, com r edewi fie som ambi ent e.Nossapl ant at ér r eapr opor ci onat r anqui l i dadepar a mamãesepapai squevi sual i zam seusfil hosbr i ncando enquant osedel i ci am com nossocar dápi odi f er enci ado desal gadosedoces.O l ocali dealpar aasuacomemor ação. Venhaconheceronossoespaço! !

* Est amossobnovadi r eção * Buf f etI nf ant i l * LocaçãodoEspaço * Locaçãodepeçasde decor ação * Ar codebal ões * Al ugueldedecor ações

ofici nadasf est asbc ofici nadasf est asbc o fi c i n a d a s f e s t a s b c @o u t l o o k . c o m. b r Fone:47.33676827/9. 96928881 Rua:2050n° 275.Cent r o,Bal neár i oCambor i ú-SC


Profile for Quax | Sites & Sistemas

Revista Team - Edição 70  

Revista Team - Edição 70  

Profile for quaxweb
Advertisement