Page 10

Num torneio de grande nível técnico, táctico e espiritual o júri decidiu. Está decidido!

CHAMPIONS MAGAZINE 2008

CHAMPIONS MAGAZINE 2008

craques da bola

Mais azarado

João Pedro Almeida dos Boomerangs

18

19

Tentou mais do que uma vez explicar que o problema era do campo escorregadio. Chegou a ameaçar com recursos e providências cautelares, mas o júri não se demoveu. Nem mesmo quando tentou coagir. Aquele auto-golo não deixava outra solução. Mas diga-se em abono da verdade que João Pedro Almeida não se deixou abalar e teve uma boa participação.

Melhor Golo

Pedro Bonaparte dos ADSL No gravador estavam outros golos. Carlos Manuel tinha conseguido 4 jantares. Dimas por 2 vezes tinha marcado de cabeça. Outros golos mais havia, até que ao quinto jogo se dissiparam as dúvidas todas. Bonaparte entrou pela esquerda de forma categórica e, depois de deixar para trás alguns adversários, fez um bonito chapéu ao guardião adversário. Olé gritou-se na bancada.

Mais esforçado

José Damas Antunes dos Kangurus Quando foi anunciado o seu nome como tendo ganho o prémio Mais esforçado percebia-se na sala alguma estranheza. O júri também estranhou. Mas analisadas as estatísticas bem como as suas expressões por peritos de análise facial, José Antunes foi o mais esforçado. Tentou vezes sem conta jogar, mas o treinador não o chamava. Quando jogou pedia a bola aos companheiros mas eles não lha passavam nas melhores condições.

Melhor jogador

Melhor Guarda Redes

Melhor treinador

Foi um esteio na defesa. Poucas vezes os adversários passaram por ele, e menos ainda as vezes que tocou na bola. Virgílio Seia foi exemplar na marcação à zona. No fundo o que o seu técnico lhe tinha escrito nas mãos. Por vezes estranhou-se as suas paragens bruscas, só explicadas pelo facto de não conseguir ler em andamento e enjoar.

Apesar de ter sido o guarda-redes mais batido foi ele o escolhido pelo grande júri. Na memória ficam defesas com os pés, com as mãos e algumas com a ajuda do além. Fica ainda por explicar a lesão das costas e que deu direito a massagens e ao spray milagroso. O problema nesta nomeação é mesmo para o resto da equipa, pois sendo o GR o melhor e tendo eles sido eliminados está tudo dito.

Palavras para quê? Foi o treinador vencedor e tinha uma equipa de pernetas, por muito que nas últimas horas se sintam os maiores. Fez portanto milagres. É certo que este jovem treinador aplicou tecnologias de ponta na organização da equipa (as cábulas), conseguiu que o Dimas jogasse no campo todo, e que os seus guarda-redes saíssem nos cruzamentos sempre com os olhos bem abertos.

Virgílio Seia dos ADSL

Rui Anacleto dos Kangurus

Nelson Pereira dos ADSL

Optimus Champions Alcochete 2008 - Champions Magazine 3  

Magazine nº 3 da edição 2008 do Optimus Champions, na Academia do Sporting, em Alcochete.