Page 12

PESQUISA

PESQUISA MOSTRA que os estudantes de instituições públicas se sentem inseguros, enquanto os das particulares estão mais expostos ao cyberbullying

Engajamento do aluno interfere no O engajamento do aluno e técnicas de ensino dos professores são determinantes para um bom clima escolar. Nas instituições públicas, a insegurança está entre os fatores negativos apontados por estudantes. Nas particulares, eles referem mais exposição ao cyberbullying. Esses são alguns dos resultados de estudo feito pelo Grupo de Pesquisa em Relações Interpessoais e Violência: Contextos Clínicos, Sociais, Educacionais e Virtuais, do Programa de Pós-Graduação em Psicologia. O principal objetivo foi fazer uma versão em português, com adaptação transcultural, da escala Delaware School Climate-Survey-Student, do norte-americano George Bear, e então proporcionar uma ferramenta que auxilie no diagnóstico amplo e confiável sobre como os alunos percebem seu ambiente de ensino. No estado de Delaware (EUA), o estudo abrange 79% das escolas públicas de Ensino Fundamental e Médio. Após a pesquisa feita pela PUCRS, uma das escolas incluídas resolveu usar os dados para realizar intervenções. Responderam ao questionário 436 estudantes, de 9 a 18 anos, de duas escolas privadas (com 50,5% dos alunos avaliados) e quatro públicas, de Porto

Alegre, Gramado e Viamão. A ideia agora é ampliar o número de participantes, chegando a 3 mil, acrescentando pais e professores. O grupo venceu edital do CNPq para dar continuidade ao projeto. Mais adiante, com a Universidade de Delaware, representada por Bear, será feita uma comparação entre os resultados no Brasil, EUA e China. Além de autorizar o uso da escala, o professor norte-americano supervisionou o estudo no Brasil. Esteve na PUCRS e visitou escolas no segundo semestre de 2014. Ficou especialmente espantado com o índice de repetência (25% dos entrevistados precisaram cursar a série novamente pelo menos uma vez). Algumas consequências disso aparecem nas entrevistas. Esses alunos demonstraram índices mais negativos quanto ao respeito à diversidade, clareza das expectativas, justiça das regras, segurança escolar, técnicas de aprendizado socioemocional e engajamento cognitivo-comportamental e emocional. “Isso indica que a repetência tem efeitos sobre o desempenho acadêmico e as atitudes, além de valores do aluno em relação à instituição”, comenta a coordenadora do grupo de pesquisa da PUCRS, professora Carolina Lisboa.

Participaram 436 estudantes, de 9 a 18 anos, de duas escolas privadas e quatro públicas, de Porto Alegre, Gramado e Viamão

clima

Nos EUA e na China, o bullying aparece diretamente relacionado ao clima escolar. A professora se surpreendeu com o resultado no Brasil. Acredita que o contexto de violência em casa e na rua faz com que o impacto do bullying não seja tão grande na escola. “Na interação social, na construção da identidade e autonomia, esses atos vão acontecer na tentativa de exclusão do diferente. Se a escola tem um clima bom, os limites são mais efetivos para evitar o preconceito”, refere Carolina. A maior prevalência de cyberbullying em relatos de alunos de escolas particulares faz a professora supor que nesse ambiente pesam as questões estéticas e de consumo, levadas mais em conta que outros valores. Avalia que a questão precisa de aprofundamento, mas deduz que a cultura individualista da classe média alta também interfere. As escolas brasileiras fazem parte, por exemplo, do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), com enfoque no desempenho. Saber como alunos, seus pais e professores percebem o ambiente de ensino e as relações interpessoais que se desenvolvem na escola pode contribuir para intervenções concretas nas instituições e, inclusive, garantir um rendi-

4412

Profile for PUCRS

Revista PUCRS nº 174  

Revista PUCRS nº 174 | Maio-Junho/2015

Revista PUCRS nº 174  

Revista PUCRS nº 174 | Maio-Junho/2015

Profile for pucrs
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded