Issuu on Google+

TendĂŞncias em Tecnologias Alberto Leite


Que mundo ĂŠ esse?


Que mundo ĂŠ esse?


Como se divide?

Câmbio Oficial Ajustado Estados Unidos

Paridade do poder de compra

13811

Estados Unidos

13811

Japão

4377

China

7055

Alemanha

3297

Japão

4284

China

3280

Índia

3092

Reino Unido

2727

Alemanha

2727

França

2562

Rússia

2088

Italia

2107

França

2061

Espanha

1429

Reino Unido

2046

Canadá

1326

Brasil

1834

Brasil

1314

Italia

1777

Rússia

1291

Espanha

1405

Índia

1170

México

1345

Coréia do Sul

970

Coréia do Sul

1199

México

893

Canadá

1178

Austrália

821

Turquia

922


Como se divide?

2050 China Estados Unidos Índia Brasil México Rússia


Sobre a riqueza gerada

atĂŠ 2000 U$ 30 tri

de 2000 a 2010 U$ 30 tri


Que geraçþes vivem nesse mundo?

R$ 4,30

R$ 5.000,00

R$ 35,00

R$ 150,00


Que geraçþes vivem nesse mundo?


Que gerações vivem nesse mundo?

Great Generation – Pre 1928 Silent Generation – 1928 to 1946 Boomer Generation – 1946 to 1964 X – 1964 to 1980 Y – 1980 to 1998 Z – 1998 to present


Y

Maior geração no mundo hoje Criam uma linguagem via tecnologia Começam a usar cartão de crédito aos 12 Conveniência e velocidade Não gostam de marcas tradicionais Precisam compreender o valor do dinheiro Sempre vencedores Dirigem sua vida através da internet


Boomers

Segunda maior geração no mundo hoje Geração que gerou maior riqueza até hoje Não querem envelhecer Querem se envolver com o Novo Mundo Geração TV Maior percentual de novos usuários de internet Aprendem com os Y


X

Menor geração no mundo hoje A geração do meio, entre Y e boomers Novos para os anos 60 e velhos para a explosão do milênio Trabalham duro, mas menos que os boomers e não tão conectados quanto os Y Pouco fiéis ao emprego e empresas, chateiam-se facilmente Adoram Gadgets Seguem as tendências


Que tecnologias vir達o?


Mobiles – 1 ano ou menos


Mobiles – 1 ano ou menos


Cloud Computing – 1 ano ou menos


Geo Everything – de 2 a 3 anos


Personal Web – de 2 a 3 anos


Semantic-Aware Aplications – de 4 a 5 anos


Smart Objects – de 4 a 5 anos


Tendências em TIC - LA

• Preparado pela área de Inteligência do grupo The Economist A Unidade de Inteligência do Grupo The Economist é líder Global em Inteligência para Negócios, sendo também um braço do Grupo The Economist, que publica o Jornal The Economist. Os princípios editoriais desta unidade são: transparência e independência.


Sobre a metodologia da pesquisa

• O Grupo produz previsões numéricas para 150 países • As previsões são produzidas “in house” pelo time de economistas • Todas as equações possuem o mesmo modelo em todos os países, sendo que para cada país são respeitadas as economias de forma individual • Cada país é profundamente ligado`a previsão do resto do mundo

• Exportações de cada país são relatadas para criar previsões, principalmente com base nos 20 maiores mercados. • Os índices de exportação e importação são acessados para se obter referências de preços entre países que competem • Os valores de moeda e suas trocas são reavaliados todos os anos com base nos movimentos internacionais de câmbio


Vis達o da Economia


Economia Global: A recessão de 2009

… e antes.

Mercados Emergentes

9 8

Países desenvolvidos

7

Mundo

6 5 4 3 2 1

Slowest growth since 1982

2008

2006

2004

GDP growth, % change, year on year; market exchange rates. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2002

2000

1998

1996

1994

1992

1990

1988

1986

1984

1982

1980

0 -1


ro pe Eu

er ica Am

Real GDP, % change, year on year. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

UK

US

Ja pa n

Eu

ro

zo ne

La tin

AS EA N

n st er Ea

CI S

ric a Af

M idd

le

In

Ea st

dia

Ch ina

Onde estรก o crescimento em 2009/2010?


EUA: arrastando o mundo para baixo

• Depressão no Mercado Imobiliário • Preços caindo perto de 30% • Estoques de imóveis não vendidos perto do recorde

• Restante da economia caindo rapidamente • Mercado de trabalho mergulhando • Consumo caindo • Setor industrial enfraquecendo

Preços imóveis

15 10 5 0 -5 -10 -15 -20 2008 - Jul

2007 - Oct

2007 - Jan

2006 - Apr

2005 - Jul

2004 - Oct

2004 - Jan

2003 - Apr

2002 - Jul

2001 - Oct

2001 - Jan

• Exportações têm sido fortes, mas não o suficiente para resolver os problemas no mundo

Vendas Varejo

20


LatAm: Crescimento PIB mergulha

7 America Latina Mundo

6 5 4 3 2 1

2013

GDP growth, % change, year on year; market exchange rates. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

0


Crescimento LatAm: Sob press達o

GDP % growth at market exchange rates. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Preços das Commodities: pressão 60 40 20 2013

-80

2012

Combustíveis Preços de não combustíveis Alimentos e bebidas Matérias Primas

-40 -60

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

-20

2004

0

Preço do Barril de óleo (US$) 2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

38.30

54.44

65.39

72.71

97.00

35.00

50.00

54.50

55.00

50.00

Percentage change in prices. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Argentina sente mais, porém México está em declínio 10 8

Argentina Brazil Mexico

6 4 2

GDP growth, % change, year on year; market exchange rates. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2013

-2

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

0


Vis達o ICT


Investimento Global em ICT: hardware é mais impactado 16

Hardware Serviços de IT Pacotes de software Serviços de Telecom

14 12 10 8 6 4 2

2013

Percentage change in growth rates. Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2012

-4

2011

2010

2009

2008

2007

2006

-2

2005

0


Adoção Global de ICT: Principal crescimento em mobile 100

Telefonia fixa Assinaturas de telefonia móvel Assinaturas de banda larga PCs

90 80 70 60 50 40 30 20 10

2013

2012

2011

All categories measured per 100 people. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

0


Tech Crash: não tão ruim quanto em 2001 • Tecnologia era causa (2001), hoje é vítima • Período de ajuste pós quebra já aconteceu • Países desenvolvidos investindo somas em torno de 76% contra 85% em 2004, de acordo com a OECD • Situação atual mais crítica: corte nos investimentos essenciais


Pressão para uns, oportunidades para outros • Hardware vai trazer dores de cabeça • Vendas de desktop e laptop PCs, telefones celulares e semicondutores não foram tão bem (quanto previsto) em 2009 • Empresas de software aberto trarão trabalho para aquelas que vendem licenças • Provedores do serviço pay-per-usage e ofertas de Software por serviço podem crescer • Recessão pode intensificar a pressão nas operadoras, principalmente pela regulamentação e competição • Falecimento das linhas fixas de telefonia será rápido, no momento que clientes de celulares passam a frear seu uso • Vendas de smartphones, tablets e netbooks podem gerar a próxima tendência, apesar da base ainda ser pequena


Investimentos em ICT LatAm: devagar mas crescendo 40

Hardware Serviรงos de IT Software Serviรงos de Telecom

35 30 25 20 15 10 5

Percentage change in growth rates. Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2012

2011

2010

2009

2008

2007

0


Adoção de tecnologias LatAm: a história de sucesso - mobilidade 100 90 80 70

Telefonia fixa Assinaturas de celulares PCs Assinaturas de banda larga

60 50 40 30 20 10

2013

2012

All categories measured per 100 people. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

0


LatAm: um futuro móvel?

• O crescimento dos investimentos em TI deve cair mas continuam a cresce após um período moderado, balanceado • Há crescimento nas taxas de celulares comparado ao desenvolvimento global, mas a competição e regulamentação farão com que o faturamento seja menor • Banda Larga móvel será a nova onda? • Cobertura pobre • Investimentos feitos pelos maiores players • Preços de smartphones e netbooks caindo


Mexico: Investimentos em ICT 25

20

Hardware Serviços de TI Pacotes de software Serviços de Telecom

• Governo segura investimentos em TI • ICT cresce, mas de uma base pequena: 1% de PIB vs crescimento OECD de 4% • Regulamentação restringe a dominância das Top Telcos fazendo cair os preços

15

• Prosoft mira um outro positionamento como indústria de software. Os volumes de produção são de aproximadamente U$ 5 bn em 2013

10

• Pirataria no México custa para a indústria algo como U$ 1 bn em 2007 5

• Laços com EUA promove a terceirização com custo baixo, a língua faz com que haja competição com India.

0 2007 2008 2009 2010 2011 2012 Percentage change in growth rates. Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Mexico: Adoção de tecnologias 100

• Pequeno investimento em PCs e celulares irão aumentar levemente os números, recuperando-se em 2010

90 80 70

• Pequena penetração sugere forte potencial de crescimento em PCs quando a economia se recuperar

60 50

Telefonia fixa Assinaturas de celular • Potencial significativo em banda Assinaturas de banda larga larga PCs

40 30

• E-commerce iniciando, mas com potencial de crescimento rápido: crescendo a confiança nas realizações de compra com cartão de crédito on line.

20 10 0 2005

2007

2009

2011

2013

All categories measured per 100 people. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Mexico: Penetração de TI e investimentos totais Penetração ICT (’000) 2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

Telefonia fixa

17,840 19,228 19,332 19,038 19,048 18,907 18,445 18,115 17,830 17,507

Assinaturas de celulares

38,190 46,629 55,150 66,000 72,000 76,000 82,000 88,000 94,000 94,000

Assinaturas de banda larga

909

PCs

1,514

2,576

4,313

6,391

8,151

9,767 11,250 12,727 14,181

11,210 12,642 14,362 16,858 19,022 20,241 23,056 26,749 31,043

-

Investimento ICT (US$m) Hardware

2006 5,813.51

2007 6,950.53

2008 8,210.42

2009 8,456.32

2010 9,094.60

2011 9,743.03

2012 10,215.28

Serviços de TI

2,698.20

2,950.90

3,361.27

3,645.35

3,989.58

4,382.12

4,846.15

Pacotes de software

1,336.52

1,446.35

1,631.50

1,783.76

1,987.29

2,231.19

2,512.15

Serviços de Telecom

22,221.26

25,536.18

28,251.95

29,747.04

30,482.22

30,837.09

30,963.01

Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Mexico: Cenário das Comunicações Mobile-phone market D 6% C 3% B 17% A 74%

Broadband market

D 2%

B4%

C 2%

Others 11%

Fixed-line market

B3 2%

A 73.5%

A 92%

Megacable 7.5% Source: Budde, Pyramid Research, Economist Intelligence Unit, Q4 2008

• Top telco da região domina telefonia fixa e móvel. Espera-se que perca market share perto de 2013 • Introdução da portabilidade pode ajudar a segunda empresa do mercado a conquistas clientes • Operadoras devem investir pesado em tecnologia 3G • Regulação prevê Top Telcos oferecendo serviços de TV a cabo: empresa de TV podem atacar o mercado de banda larga triple play • Relatórios mostram que a segunda empresa de telefonia pode adquirir outras empresas menores desafiando a liderança do primeiro colocado


Argentina: Investimentos em ICT 60 50

Hardware Serviços de TI Pacotes de software Serviços de Telecom

• Setor ICT: 4,8% do PIB em 2007,alimentado pelo crescimento da economia • Setor de negócios corta investimentos em hardware em 2009, recuperando-se em 2010

40 30

• Software tem melhor performance, principalmente pelo foco em diferentes setores desde 2002

20

• Saturação e preços caindo: faturamento das Telcos vagarosamente até 2013; aumento de share nos serviços de transmissão de dados.

10 0

2007 2008 2009 2010 2011 2012

Percentage change in growth rates. Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Argentina: Adoção de tecnologias 120

• Consumidores menos interessados nas segundas linhas em razão da recessão

100

• Benefícios para o uso da banda larga (incluindo potencial para ajudar as empresas na redução de custos)

80 Telefonia fixa Assinaturas de celulares Assinaturas de banda larga PCs

60 40 20 0

2005

2007

2009

2011

• Andamento do aumento de PCs é lento • E-commerce tem grande potencial, parcialmente pelo crescimento da banda larga: aproximadamente 11 milhões de Argentinos tem usado internet para compras; transações na internet cresceram 100% em 2007 passando de PS 20 bn (U$ 6.5 bn)

2013

All categories measured per 100 people. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Argentina: Penetração de TI e investimentos totais Penetração ICT (’000) Telefonia fixa Assinaturas de celulares

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

8,761

9,442

9,460

9,640

9,750

9,850

9,950 10,050 10,175 10,175

13,535 22,156 31,512 40,402 41,733 42,141 42,545 42,946 43,346 43,743

Assinaturas de banda larga PCs

523

898

1,690

2,568

3,196

3,450

3,900

4,300

4,800

5,200

4,350

5,200

6,435

8,222

9,893 10,636 11,467 12,556 13,128 13,665

Investimento ICT (US$m) Hardware Serviços de TI Pacotes de software Serviços de Telecom

2006 1,494.21

2007 2,339.46

2008 2,913.18

2009 3,101.97

2010 3,451.29

2011 3,742.13

2012 4,014.59

642.68

726.06

824.39

898.46

988.53

1,097.39

1,225.57

353.32

355.44

402.71

445.12

495.99

552.82

614.02

7,409.70

7,857.69

,8587.53

9,131.23

9,568.09

9,969.48

10,282.15

Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Argentina: Cenário de Comunicações Mobile-phone market

C 27.7%

• América Móvil conseguiu melhorar por conta de aparelhos de celulares de baixo custo

A 35.3%

• Porém promoções da Telefonia podem mantê-la no topo B 35%

Broadband market

Fixed-line market

• DSL ainda domina o mercado de tecnologia banda larga, mas cabos são a maior ameaça; Telcos não podem oferecer TV a cabo, portanto, triple play

Others 1.6%

C 32.2%

A 34.1%

• Tecnologia 3G pode falhar ainda em 2009, os consumidores estão entusiasmados, porém ainda falta acontecer o lelão da tecnologia

B 47%

TA 53%

B 32.1%

Source: Budde, Pyramid Research, Economist Intelligence Unit, Q4 2008

Players estão criando ofertas atrativas, mas existe chance de uma regulamentação


Brasil: Investimentos em ICT 50 45 40

Hardware Serviços de TI Pacotes de software Serviços de Telecom

35 30

• Contudo, em 2009, empresas irão frear os investimentos em novos hardwares; as taxas de crescimento irão permanecer em aproximados 10% • Custos de comunicações caindo em razão da regulamentação e da competição acirrada: pequeno crescimento em faturamento perto de 2013

25 20 15

• Dados e 3G ganham grandes proporções do total de faturamento

10 5 0

• Indústria de TI continuará a receber benefícios e iniciativas do governo

2007 2008 2009 2010 2011 2012

• Fusão de OI e BT intencionaram criar a líder nacional, intensificando a competição, carga de faturamento irão se manter em mãos estrangeiras

Percentage change in growth rates. Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Brazil: Adoção de tecnologias 120 100

• Celulares provêm crescimento perto de 2013: resultados econômicos levam empresas a vender serviços para classes mais baixas

80 60 Telefonia fixa Assinaturas de celulares Assinaturas de banda larga PCs

40

• Queda nos preços de PCs e crédito está acelerando a compra • Crescimento da penetração de banda larga é mais lento que em LA: ofertas continuam caras e idequadas ao target • Com a tecnologia 3G e preços de netbooks e celulares caindo a rede banda larga mobile poderá ser o maior direcionador de crescimento

20 0 2005

2007

2009

2011

2013

All categories measured per 100 people. Source: Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Brazil: ICT Penetração de TI e investimentos totais Penetração ICT (’000) Telefonia fixa

2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 36,212 35,571 35,419 34,700 33,890 33,127 32,382 31,654 30,943 30,247

Assinaturas de celulares

66,087 86,844 100,803 122,262 148,679 167,184 184,541 193,536 202,950 212,000

Assinaturas de banda larga PCs

2,589

4,106

5,736

7,727 10,708 12,925 14,423 15,981 17,479 18,654

24,440 30,708 37,670 43,857 50,034 55,510 60,392 65,168 69,567 72,498

Investimento ICT (US$m) 2006 8,935.22

2007 13,168.13

2008 17,814.62

2009 19,412.59

2010 22,242.49

2011 24,867.03

2012 26,896.97

Serviços de TI

6,862.15

8,559.00

10,920.54

11,855.78

12,955.16

14,173.58

15,449.22

Pacotes de software

2,741.37

2,984.22

3,439.31

3,808.20

4,249.87

4,781.55

5,425.37

Serviços de Telecom

54,233.12

58,999.77

75,463.57

78,337.53

79,032.20

79,255.44

79,385.35

Hardware

Source: IDC, Economist Intelligence Unit, Q4 2008


Brazil: Cenário das Comunicações Mobile-phone market Brasil Telecom 3.7% Others 1.5%

Oi 15.4%

Telecom Italia 24.7%

Broadband market

Vivo (Telefónica and Portugal Telecom) 29.7%

• Mercado de celulares dividido em 4 grupos

América Móvil 25%

• 3G projeta ser o motor de crescimento: 1.45 m clientes desde o lançamento em 2007

Fixed-line market

GVT 4.2% Other 10.8%

Net Group 21.5%

Oi 19.4% Brasil Telecom 18.4%

Telefónica 25.7%

Others 16%

Oi 34.4%

Telefónica 29.3% Brasil Telecom 20.3%

Source: Budde, Pyramid Research, Economist Intelligence Unit, Q4 2008

• Crise econômica pode forçar o corte de CAPEX • Portabilidade que favoreceram a OI e claro em detrimento das outras • Fusão de OI e BT que planeja expandirse nacionalmente, poderia mexer no mercado de DSL ainda nao vingou


Resumo

• Mesmo com o crescimento lento, investimentos em IT devem crescer, criando oportunidades para entrantes e novas tecnologias • Para alguns CIOs, podemos considerar esse momento propício para uso de novas tecnologias e propostas como cloud, virtualização e SaaS • Para outros, disciplina financeira pode ser a chave – lembrando que a recuperação da economia é esperada para 2010 • Mercado de comunicações requer dinâmica, acelerando investimentos de boas empresas • Para muitas empresas latinas, mercado de banda larga movel é apontado como a nova onda


Projeto Padrão de TIC em Grandes Empresas

32 28 24 20 16 12 8 4 0 Def

Def

Ident

Ident

Neces.

Oport.

Tecnol.

Fornec.

Decisão

Def

Ger.

Priorid.

Projeto

Iplem.

LB

Ger. Med. TI

CEO

Fabricante

CIO

Ger Med. Àreas

Prog/Anal/Espec

Consultorias

Trein

Canal

Suporte


Projeto Padr達o de TIC no SMB

32 28 24 20 16 12 8 4 0 Def

Def

Ident

Ident

Neces.

Oport.

Tecnol.

Fornec.

Decis達o

Def

Ger.

Priorid.

Projeto

LB

CEO

Gerente de TI/CIO

Prog/Anal/Espec

Iplem.

Trein

Suporte


Obrigado

Alberto Leite aleite@itmidia.com.br


Tendencias e Tecnologia