Issuu on Google+

Paróquia São Francisco Xavier

I nf

a tivo• PS or m FX

1

ANO!

Informativo

>>Uma Comunidade de Vida e Missão

JUNHO / JULHO 2010 – ano 2 – nº7 – www.psfx.com.br

FESTA DO POVO DE DEUS No dia 30 de maio, fiéis das 75 paróquias que integram a Arquidiocese de Londrina - PR, distribuídas em 16 municípios, se reuniram no Autódromo Internacional Ayrton Senna para celebrar a Festa do Povo de Deus. Também estiveram presentes caravanas de mais 10 paróquias de cidades vizinhas (não integrantes da Arquidiocese de Londrina). A Festa do Povo de Deus teve início às 12h, quando o evento recebeu a réplica da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, vinda do Santuário Nacional de Aparecida - SP. Durante as primeiras horas, a festa foi animada com músicas e consagração à Santa. Logo

após, foram realizadas as orações marianas que se sucederam da apresentação do cantor Zé Vicente, das Comunidades Eclesiais de Base – Cebs - de Fortaleza - CE, que animou a celebração ao som de músicas populares católicas. As 15h teve início a celebração da missa que reuniu o maior número de participantes. A missa foi presidida pelo arcebispo dom Orlando Brandes e concelebrada por mais 120 padres da arquidiocese de Londrina e aproximadamente 60 diáconos, além dos religiosos. A iniciativa de realização dessa festa integra o projeto pastoral que movimenta grupos de reflexão. A cada ano, nesta data, quando se celebra o dia da Santíssima Trindade, é organizada uma concentração dentro do contexto religioso. A concentração do ano anterior aconteceu em âmbito de dioceses e a de 2011 será em decanato (grupo de paróquias da região). Em 2012 se repetirá em nível arquidiocesano. Estas concentrações têm o objetivo de fortalecer os grupos de reflexão e formar comunidades, reunir famílias, vizinhos e aproximar as pessoas em geral. Na arquidiocese de Londrina, os grupos de reflexão existem há 30 anos, recebendo uma maior atenção em 2006, com a chegada de dom Orlando Brandes. O encerramento da festa aconteceu com o show musical do padre Reginaldo Manzotti. POR Rony Silva Pascom - PSFX

Liturgia

Congresso Eucarístico

Dízimo

Agenda 2010

Deus fala, o povo responde!

XVI Congresso Eucarístico Nacional

Questão de fé e justiça

Junho/Julho

>> página 3

>> página 5

>> página 6

>> página 8


Editorial

>> PALAVRA DO PÁROCO

1 ANO DE INFORMATIVO PARÓQUIA SÃO FRANCISCO XAVIER

O Informativo Paroquial “São

contribuição bimestral, semestral e anual,

Francisco Xavier” está comemorando

para que este jornal chegue a todas as

nesse mês de junho o seu primeiro

famílias da nossa comunidade paroquial.

aniversário. Ele foi lançado em junho de

Que a sua generosidade não pare por aqui

2009 com a finalidade de informar, orientar

e ajude a manter este instrumento de

e evangelizar a comunidade sobre as

Evangelização.

atividades da Paróquia São Francisco Xavier.

Aproveitamos para expressar

nosso agradecimento ao nosso principal A idéia do lançamento do

incentivador, que sempre nos apóia, o

Informativo Paroquial nasceu da vontade

nosso pároco: padre José Luis, ao nosso

e da necessidade de comunicar a todos

vigário: padre Cleiton, a toda comunidade

como a Palavra de Deus age no meio de

paroquial e aos colaboradores na

nós. Por isso, este Informativo retrata nas

organização do informativo.

suas páginas a Voz da Igreja, as ações das

Fortalecidos pelo Espírito de

Pastorais e Movimentos e os projetos que

Jesus vamos dando os passos necessários,

se desenvolvem na Paróquia São Francisco

ou seja, o principal protagonista animador

Xavier.

e comunicador é o Espírito de Jesus.

Inicialmente o nome do

Sentindo-nos agradecidos

informativo 'Ecos de Xavier' foi sugerido

ao Senhor pelo caminho percorrido em

pelo padre Cleiton. Após deliberações em

Sua companhia, renovemos à coragem

reunião da PASCOM, a equipe responsável

de continuar Sua missão engajados em

pelo informativo na edição de nº 2

nossas comunidades.

decidiu pela mudança para: “Informativo

Obrigado Senhor!

Paróquia São Francisco Xavier” tendo

Parabéns à Paróquia São

como slogan “Uma comunidade de vida

Francisco de Xavier pela iniciativa de

e Missão” indo de encontro ao desejo

publicar e “Evangelizar” também através

de fazer com que o informativo levasse

do Informativo Paroquial “São Francisco

a todos o espírito franciscano e da vida

Xavier”!

missionária. Ele não quer ser mais do que um humilde instrumento com a finalidade

Equipe PASCOM

de comunicar Deus a todos os membros da

Selo Comemorativo do

comunidade.

Informativo

A equipe responsável pela

Ráisa Guerra

organização do Informativo Paroquial

Por: Rony Silva

“São Francisco Xavier” agradece a todos patrocinadores que ajudam com a sua

PASCOM – Pastoral da Comunicação A PASCOM vem desenvolvendo um trabalho

da comunidade para ser publicado em nosso jornal ou no site, especialmente se o material

pastoral de comunicação em nossa Paróquia.

for evangelizador.Lembrando que tudo pode

Esse trabalho tem o objetivo de anunciar Cristo

ser enviado, mas nem tudo será publicado,

e interagir todas as pastorais e movimentos no

pois passará por uma seleção considerando a

sentido de conhecer e acolher o trabalho uns

atualidade e objetividade do material.

dos outros. Mas isso só poderá acontecer com a

A PASCOM faz um convite a todos que

participação das demais pastorais, movimentos

queiram conhecer esse trabalho evangelizador

e serviços existentes na paróquia nos enviando

a participar conosco. Informações (43) 3253-1216;

material para divulgação das atividades.

e-mail: pascompsfx@hotmail.com.

Todos podem enviar fotos, textos, avisos ou qualquer assunto que possam ser de interesse

A coordenação

Expediente >>Textos Pe. José Luis Nieto, Rony Silva, Irmã Luiza Belli, Jéssica Pagliarini, Aline Luciane Gonçalves Silva, José Carlos de Oliveira, Vanessa Cristina Baggio Palma, Naiara Valdelaine Balduino, Adriana Sotana e Fabrícia Araújo >>Fotos

>>Contato

Fabiana Freitas / Fabrícia Araújo/ Rony Silva

Escreva: pascompsfx@hotmail.com

>>Projeto gráfico / Diagramação

Acesse: www.psfx.com.br

André Luiz de Andrade, Ráisa Guerra >>Impressão e tiragem Folha de Londrina - 1.000 exemplares

>>2

Meus caros paroquianos, na verdade neste mês e ao concluirmos o Ano Sacerdotal, que tantas benção tem proporcionado a Igreja, gostaria de compartilhar com vocês as palavras de Dom Cláudio Hummes na carta que escreveu precisamente para o encerramento deste Ano que comemorou o aniversario de São João Maria Vianney. Acho que estas palavras do atual Prefeito da Sagrada Congregação para o Clero podem nos ajudar muito a valorizar as graças que este ano tem aportado para a vida da Igreja: Caros Presbíteros, A Igreja sem dúvida está muito feliz com o Ano Sacerdotal e agradece ao Senhor por haver

do mundo. Dos países mais próximos de Roma deverse-ia poder esperar milhares e milhares, não é verdade? Então, não recuseis o convite primoroso e cordial do Santo Padre. Vinde e Deus vos abençoará. O Papa quer confirmar os presbíteros da Igreja. A vossa presença numerosa na Praça de São Pedro constituirá também uma forma propositiva e responsável de os presbíteros se apresentarem, prontos e não intimidados, para o serviço à humanidade, que lhes foi confiado por Jesus Cristo. A vossa visibilidade na praça, diante do mundo hodierno, será uma proclamação do vosso envio não para condenar o mundo, mas para salvá-lo (cfr. Jo 3,17 e

inspirado o Santo Padre a decidir sua realização. Todas as informações que chegam aqui a Roma sobre as numerosas e multíplices iniciativas programadas pelas Igrejas locais no mundo inteiro para realizar este ano especial constituem a prova de como foi bem recebido e - podemos dizer – correspondeu a um verdadeiro e profundo anseio dos presbíteros e de todo o povo de Deus. Estava na hora de dar uma atenção especial de reconhecimento e de empreendimento em favor do grande, laborioso e insubstituível presbitério e de cada presbítero da Igreja. É verdade que alguns, mas proporcionalmente muito poucos presbíteros cometeram horríveis e gravíssimos delitos de abuso sexual contra menores, fatos que devemos rejeitar e condenar de modo absoluto e intransigente. Devem eles responder diante de Deus e diante dos tribunais, também civis. Mas estamos antes de mais nada do lado das vítimas e queremos dar-lhes apoio tanto na recuperação como em seus direitos ofendidos. Por outro lado, os delitos de alguns não podem absolutamente ser usados para manchar o inteiro corpo eclesial dos presbíteros. Quem o faz, comete uma clamorosa injustiça. A Igreja, neste Ano Sacerdotal, procura dizer isto à sociedade humana. Qualquer pessoa de bom senso e boa vontade o entende. Dito necessariamente isso, voltamos a vós, caros presbíteros. Queremos dizer-vos, mais uma vez, que reconhecemos o que sois e o que fazeis na Igreja e na sociedade. A Igreja vos ama, vos admira e vos respeita. Sois também alegria para nossa gente católica no mundo, que vos acolhe e apóia, principalmente nestes tempos de sofrimentos. Daqui a dois meses chegaremos ao encerramento do Ano Sacerdotal. O Papa, caros sacerdotes, convida-vos de coração a vir de todo o mundo a Roma para este encerramento nos dias 9, 10 e 11 de junho próximo. De todos os países

12,47). Em tal contexto, também o grande número terá um significado especial. Para essa presença numerosa dos presbíteros no encerramento do Ano Sacerdotal, em Roma, há ainda um motivo particular, que a Igreja hoje tem muito a peito. Trata-se de oferecer ao amado Papa Bento XVI nossa solidariedade, nosso apoio, nossa confiança e nossa comunhão incondicional, diante dos freqüentes ataques que lhe são dirigidos, no momento atual, no âmbito de suas decisões referentes aos clérigos incursos nos delitos de abuso sexual contra menores. As acusações contra o Papa são evidentemente injustas e foi demonstrado que ninguém fez tanto quanto Bento XVI para condenar e combater corretamente tais crimes. Então, a presença massiva dos presbíteros na praça com Ele será um sinal forte da nossa decidida rejeição dos ataques de que è vítima. Portanto, vinde também para apoiar o Santo Padre. O encerramento do Ano Sacerdotal não constituirá propriamente um encerramento, mas um novo início. Nós, o povo de Deus e os pastores, queremos agradecer a Deus por este período privilegiado de oração e de reflexão sobre o sacerdócio. Ao mesmo tempo, propomo-nos de estar sempre atentos ao que o Espírito Santo quer nos dizer. Entretanto, voltaremos ao serviço de nossa missão na Igreja e no mundo com alegria renovada e com a convicção de que Deus, o Senhor da história, fica conosco, seja nas crises seja nos novos tempos. A Virgem Maria, Mãe e Rainha dos sacerdotes, interceda por nós e nos inspire no seguimento de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. Cardeal Cláudio Hummes Arcebispo Emérito de São Paulo Prefeito da Congregação para o Clero POR Pe. José Luis Nieto, SF.


>> LITURGIA: DEUS FALA, O POVO RESPONDE! “Alegrei-me quando me disseram: ‘Vamos à casa de Javé’!” (Salmo 122). Este deve ser nosso sentimento ao nos dirigirmos para o Templo, quando participamos da Sagrada Liturgia, a ‘célebre ação do povo’. Liturgia é vida, ação de graças, mistério de fé; é a união entre o céu e a terra, entre a Igreja Triunfante e a Igreja Peregrina. A Igreja se forma quando estamos reunidos, porque cada um de nós é ‘uma pedra viva, e Cristo a pedra angular’. Ao cruzarmos a porta do Templo, adentramos o sagrado, o Átrio do Senhor. O Missal Romano recomenda: ‘Fazei silêncio no Átrio, no Templo e na Sacristia’. O silêncio e a oração pessoal vão nos colocando em sintonia com o Senhor, com a celebração, fazendo assim ‘ouvirmos’ o que Deus nos fala intimamente. A Liturgia é viva: Deus fala, o povo responde. Não ficamos passivos, inertes; participamos ativamente da renovação do sacrifício de Cristo, com nossos gestos, palavras, cantos, orações e silêncio. Se não houvesse momentos de silêncio durante a Santa Missa, seria como uma chuva forte e rápida que não penetra a terra. É oportuno fazer silêncio antes do início da celebração, depois das leituras, da homilia e da Comunhão, pois ‘o Senhor fala no silêncio do coração’. A equipe encarregada de preparar a celebração está a serviço da Assembléia, devendo-se, portanto, esforçar-se para preparar tudo com amor e zelo, para maior honra e glória do Senhor, e para favorecer o encontro dos irmãos com seu Deus. Buscando caminhar em comunhão com o que a Igreja nos recomenda, convidamos o Padre Joel, Coordenador Arquidiocesano de

Liturgia, para um breve encontro e palestra, que aconteceu no dia 15/05, iniciando com a Santa Missa. Estavam presentes mais de 160 paroquianos, da Matriz e Capelas, em busca de conhecimento, para assim tornar as celebrações cada vez mais vivas e agradáveis a Deus. Muitas dúvidas foram esclarecidas, e pequenas mudanças já adotadas, como a coleta que depois de recolhida passa a ser entregue no Plantão do Dízimo, e não mais levada ao Presbitério, para que a Assembléia permaneça em perfeita harmonia com o Mistério de nossa Fé, que acabou de se realizar no Altar: pão e vinho se tornaram Corpo e Sangue de Cristo. Já estamos agendando o próximo encontro com padre Joel, que só terá data para o ano de 2011, e certamente virá enriquecer ainda mais nossa Comunidade. Você que tem dom e deseja proclamar leituras, fazer ofertório, coleta ou participar de alguma forma das celebrações, venha fazer parte das equipes de liturgia e celebração, somando esforços e talentos na Evangelização, ‘distribuindo de graça, o que de graça recebeste’. Que pela intercessão de Maria Santíssima, sacrário vivo, Deus nosso Pai, para quem tudo converge, nos fortaleça, guie e abençoe, para fazermos sempre sua santa vontade! “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi”. (Jo 15,16) Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

>> FORMAÇÃO DE MISSONÁRIOS INTÉRPRETES EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS – LIBRAS No dia 25 de abril de 2010 aconteceu o primeiro encontro do curso de Interpretação Liturgica na sala de estudos da casa dos Padres da Sagrada Família – Paróquia São Francisco Xavier na cidade de Cambé. Curso de formação de Intérpretes na área de Interpretação Liturgica com certificação da CNBB – Conselho Episcopal Regional Sul II com carga horária de 48 horas. O curso se destina a Intérpretes ouvintes da Pastoral dos Surdos que atuam nas comunidades Paroquiais. No primeiro encontro, os temas que foram trabalhados foram “Sinais Bíblicos e Oficina de Tradução. Os próximos encontros serão realizados nas datas: • 27/06 • 18/07 • 15/08 • 19/09 • 17/10

POR Aline Luciane Gonçalves Silva Coordenadora Paroquial de Formação litúrgica e acólitos

POR José Carlos de Oliveira Coordenador Nacional da Pastroal dos surdos

>> SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULO No dia 15de agosto de 1981 foi fundada a Conferência Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, mais conhecida como Vicentinas, após uma Missa celebrada pelo pároco da época Pe. Joaquim com 15 consorcias, tendo como diretora espiritual a Irmã Adelaide e como presidente Ana Bispo S. de Souza. Atualmente temos 14 consorcias, atendendo 10 famílias que são cadastradas e aproximadamente 15 famílias que são auxiliadas aleatoriamente. Essas famílias recebem uma vez por mês uma cesta básica e recebe também nossa visita, além de levarmos os alimentos levamos também o alimento espiritual fazendo orações, lendo à palavra de Deus e conversando com os membros das famílias para conhecer mais de perto a realidade de cada uma. Ajudamos também os doentes acamados com fraldas geriátricas e remédios. As doações em alimentos são feitas pela

comunidade, que são entregues nas Missas do segundo domingo de cada mês, chamado de domingo da caridade. E é graças a esses alimentos e a doação feita pela Paróquia que podemos realizar nosso serviço. Todo cristão que deseja ser um autêntico vicentino deve se empenhar em seguir Jesus Cristo na obediência, humildade, amor fraterno e caridade sem esperar nada em troca. Todas as vicentinas agradecem à comunidade pela doação dos alimentos e de roupas, que são entregues para nossos irmãos mais necessitados. Que Deus abençoe a todos. • Ana Bispo S. de Souza - Primeira Coordenadora • Josefina Souza da Costa - Coordenadora Paroquial Atual POR Fabrícia Araújo >>3


>> CLICK DA PARÓQUIA >>1ª FOTO: 04/04 - Foi um dia de bençãos derramadas. Tivemos em nossa comunidade o primeiro batismo de uma surda. Peçamos as benção de Deus para a Marcia, para que continue firme na sua caminhada de evangelização. >>2ª FOTO: 04/04 - Domingo Páscoa Capela São Pedro e São Paulo.

>>1ª FOTO: 11/04 - Ordenação Presbiteral do Diácono Roberto C. de Oliveira, em Janiópolis-PR. >>2ª FOTO: 01/05 - Missa em Louvor a São José Operário, primeira missa realizada pelo Pe. Roberto C. de Oliveira, PSFX(matriz).

>>1ª FOTO: 15/05 -Formação Litúrgica da PSFX >>2ª FOTO: 22/05 -Missa Solene de São José Manyanet

>>1ª FOTO: 23/05 - Missa Solene de Pentecostes - Fiéis da Paróquia participaram da Solenidade na Capela Divino Espírito Santo >>2ª FOTO: 29/05 -Coroação de Nossa Senhora

>> 4


>> XVI CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL Eucaristia pão da unidade dos discípulos missionários. Fica Conosco Senhor! Foi realmente isso que eu pude viver por três dias em Brasília no coração do nosso amado Brasil, pois cada momento teve um sentido único, uma experiência inestimável, apesar de ser a mais jovem delegada de nossa arquidiocese eu fui inteiramente disposta a sentir a presença viva de Jesus neste congresso. De fato, eu vi a fé renascer ante a pluralidade de culturas num único lugar, pude sentir a comunhão e a fraternidade entre irmãos, o desejo de partilhar os dons doados por Deus, o amor selado pela eucaristia e a sede de estar na presença de Jesus Eucarístico. Após retornar de Brasília eu me senti motivada a levar Jesus vivo e presente a toda nossa juventude e as nossas famílias, fazendo renascer o ardor missionário e assumindo que Jesus eucarístico quer fazer parte de nossa história e agir nela, de forma a construí-la rumo ao encontro supremo de amor e doação que se faz no sacrifício eucarístico de Jesus. Posso dizer por fim, que Jesus eucarístico hoje e sempre quer ser o elo de amor em cada lar e em cada coração. POR Naiara Valdelaine Balduino Setor Juventude – Arquidiocese de Londrina

Alguns momentos do XVI Congresso Eucarístico Nacional e dos delegados da /Arquidiocese de Londrina. O evento ocorreu de 13 a 16 maio.

>> SEMANA DA CIDADANIA 2010

>> AVISOS FESTA JUNINA:

Com o Tema: Trabalho para vida e não para a morte, a Pastoral da Juventude da Arquidiocese de Londrina de 26 de abril a 1 de maio, realizou a Semana da Cidadania, de forma centralizada, ou seja, cada dia da semana foi em uma paróquia.A nossa paróquia trabalhou o tema "TRABALHAR PRA QUE? " Na Capela São Pedro e São Paulo no dia 27/04. Atingimos de certa forma, os quatro cantos da cidade. Participaram durante a semana cerca de 150 jovens que discutiram temáticas como: Trabalhar pra que? Operário/a em Construção, A juventude no mundo do trabalho, Nosso sonho e suor e também a Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de Jovens. Foi uma semana de debates, troca de experiências e integração da PJ. No sábado de manhã celebramos a Romaria do Trabalhador, juntamente com as pastorais sociais e movimentos. Na parte da tarde encerramos a semana propondo a organização de uma equipe para realizar a Campanha contra o Extermínio em Londrina. POR Adriana Sotana Pastoral da Juventude

12 JUNHO

No dia 12 de junho realizaremos a tradicional festa junina na Paróquia com muita pipoca, quentão, bolos de milho. Venha participar conosco!

FEIJOADA DOS VICENTINOS No dia 11 de julho será realizada, na igreja matriz, a Feijoada dos Vicentinos. Adiquira já o seu convite na secretaria paroquial!

11 JULHO

>> 5


>> DÍZIMO

>> ALGUÉM TE PROCURA!

Só é dizimista quem tem fé, quem acredita na Palavra de Deus. Essa virtude teologal tem força para “remover montanhas”. Quando acreditamos em algo e nos lançamos a serviço de sua concretização, o resultado aparece. Arregaçamos as mangas, trabalhamos com afinco e saímos vencedores. Fomos vitoriosos porque acreditamos ser capazes da ação, empenhamo-nos e acreditamos nas bênçãos de Deus. Tivemos fé. Quando o dizimista oferece seu dízimo, está exercendo sua fé na Palavra de Deus, na Igreja-comunidade, nas pessoas, em sua utilização, na força do dízimo, não só para melhorar, mas para transformar a face da terra. Acreditamos que a justiça acontece quando partilhamos um pouco de nós. Se acreditarmos, se tivermos fé nessas palavras, não só ofereceremos o dízimo, como também tentaremos catequizar o nosso próximo quanto ao dízimo, pelo nosso testemunho. Assim agindo, estaremos promovendo a justiça: não haverá poucos com muito e a maioria, sem nada. O dízimo possibilita a evangelização, apoio aos necessitados, o desenvolvimento das ações religiosas; por isso, é questão de fé e justiça. Em agradecimento a Deus por sua infinita bondade, ofereçamos a Ele um dízimo agradável, integral, justo e de coração alegre, pois Deus ama a quem dá com alegria.

Partir é sempre difícil, pois precisamos “deixar” algo ou alguém... Quando iniciamos uma viagem, tudo se torna difícil. Programamos tudo, mas quase sempre há imprevistos. Ninguém tem certeza de tudo o que irá acontecer. Com certeza, na busca de nossa vocação, uma coisa é importante: partir... para poder chegar a realizá-la... e este partir é cheio de imprevistos. Cada início traz consigo insegurança, anseio, medo de não conseguir. Mas no começo da busca vocacional um aspecto é diferente: mais do que você busca a Deus... é ele que lhe busca. É maravilhoso: é Deus que precisa de você, de todas as pessoas para realizar o seu Reino. É um Deus apaixonado que lhe busca, como você é, com as suas qualidades, dons e fragilidades.

Texto extraído do Livro Animação Vocacional do Centro Xaveriano de Animação Vocacional e Missionária

POR Irmã Luiza Belli I.I.R.

PASTORAL DO DÍZIMO

>> MINISTÉRIO DE CANTO E MÚSICA LITÚRGICA Em toda a bíblia especialmente no antigo testamento observamos de maneira muito plena a importância da música (cantos e instrumentos) na vida do povo de Deus. Quando o povo de Israel se levantava para clamar, louvar e até mesmo guerrear os ministros de música se posicionavam a frente para convocar todo o povo e para que todos rezassem em unidade. Segundo o doc. 07 da CNBB, a maior conquista da renovação litúrgica proposta pelo Concílio Vaticano II é a participação da comunidade na celebração e uma das melhores expressões dessa participação é a música litúrgica, pois está intimamente integrada à ação litúrgica, e ao momento ritual a que ela se destina, nos convidando assim a em unidade celebrarmos o mistério pascal de Cristo. Este gesto de unidade pressupõe nossa participação plena e ativa através da ação do Espírito Santo. A música litúrgica tem como função nos auxiliar na vivência de nossa fé expressa no mistério de Cristo e na Sacramentalidade da Igreja. O doc. 62 da CNBB nos ensina que ministério é Dom de Deus, um carisma, que faz com que quem o recebe se torne apto para desempenhar >>6

determinadas funções, serviços e ministérios, sempre tendo em vista a salvação e ainda que só pode ser considerado ministério um serviço bem determinado; que envolve um conjunto amplo de funções; que atende as exigências permanentes da comunidade e da missão; que é assumido com estabilidade e responsabilidade; que é acolhido e recebido pela comunidade; que é exercido em vista da missão na Igreja e no mundo. Segundo este mesmo documento o Ministério de Canto e Música Litúrgica é um Ministério instituído formado por Leigos e Leigas, (Eles e elas são, antes de tudo, cristãos e membros da Igreja que pelo batismo são incorporados a Cristo e constituem o Povo de Deus, a serviço da igreja).. Em nossa Paróquia o Ministério de Canto e Música Litúrgica é formado e organizado por equipes de músicos, vocalistas, salmistas, e instrumentistas que, dizendo sim ao Dom recebido de Deus, buscando formação espiritual e técnica hoje se colocam a serviço de Deus e da comunidade doando suas vidas e dons. Que o Espírito Santo nos unga assim como Ele ungiu a Davi e assim possamos cantar uma

nova canção. “Exultai, justos, no SENHOR, que merece o louvor dos que são bons.Louvai o SENHOR com a cítara, com a harpa de dez cordas cantai-lhe. Cantai-lhe um cântico novo, tocai a cítara com arte, bradai.Pois sincera é a palavra do SENHOR e fiel toda a sua obra”. (Sl 33, 1-4)

Irmão “se sentir-se chamado ao Ministério de Canto e Música Litúrgica, procure a secretaria paroquial.”

POR Vanessa Cristina Baggio Palma Coordenadora Paroquial do Ministério de Música.


>> CRIANÇAS Va m o

tar?

Vamos nos preparar para nossa Festa Junina?

s pin

Por falar em Festa Junina, você sabe em qual Estado essa festa é considerada a maior festa de São João do Mundo? Se você respondeu que é na região Nordeste, acertou! É lá que acontece as festas juninas mais animadas do Brasil. Participe você também na sua paróquia da Festa Junina. É muito legal!

13 de junho Dia de Santo Antonio

Va

s pin tar

o

m

Celebramos a memória do santo e doutor da Igreja, de grande devoção popular: Santo Antônio. Ele nasceu na cidade de Lisboa em 1195 e morreu perto da cidade de Pádua, na Itália em 1231, aos 36 anos. Por isso ele é conhecido como Santo Antônio de Lisboa ou de Pádua. O seu nome de Batismo era Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo. Devemos sempre pedir a intercessão desse santo que viveu e pregou o Evangelho até a sua morte. Para homenageálo, trouxemos hoje para você colorir uma figura de Santo Antônio. Santo Antônio, rogai por nós!

?

Corpus Christi

o m Va

A Festa de Corpus Christi passou a ser celebrada todos os anos na primeira quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade. A celebração normalmente tem início com a missa, seguida pela procissão pelas ruas da cidade, que se encerra com a bênção do Santíssimo. Todo católico deve participar dessa procissão por ser a mais importante de todas que acontecem durante o ano, pois é a única onde o próprio Senhor sai às ruas para abençoar as pessoas, as famílias e a cidade. Em muitos lugares criou-se o belo costume de enfeitar as casas com oratórios e flores e as ruas com tapetes ornamentados, tudo em honra do Senhor que vem visitar oseu povo." Por isso, crianças, vamos agradecer ao nosso querido Jesus por se fazer presente na Eucaristia. (Prof. Felipe Aquino) s pin POR Jéssica Pagliarini

tar ?

>>7


>> AGENDA 2010 JUNHO

JULHO

03: Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. Missa e Procissão eucarística. 05-06: Encontro de Namorados: Príncipe e ECC. 10: Reunião Geral do Clero. 11: Sagrado Coração de Jesus. Padroeiro Arquidiocesano. 12: Festa Junina na Matriz. 13: Santo Antonio. 08h Missa solene com benção dos pães. 16: Dia de Adoração pelos sacerdotes. 19: Sagrado Coração de Jesus. Encerramento Ano Sacerdotal. 20: Encontro com Catequistas. 15h às 17h. 22: 8h às 17h Encontro de Libras salão e cozinha. 26: Festa na Capela São João Batista.

01, 02 e 03: Tríduo São Pedro e São Paulo. 04: São Pedro e São Paulo. Missa solene e Procissão, Jardim São Paulo. 11: Feijoada dos Vicentinos na Matriz. 12-16: Semana Jovem. 17: Nossa Senhora Rosa Mística. Missa Solene na Capela Rosa Mística. 18: Retiro de Catequistas. 08h às 17h. Show da pastoral dos coroinhas no Moringão. 19 a 22: Retiro Espiritual do Clero, Seminário Paulo VI. 23, 24 e 25: Encontro do ECC. 25: São Cristóvão, Benção dos Motoristas em todas as missas. 26: São Joaquim e Santana, Dia dos Avos. Homenagem na missa.

>> MISSAS

>> ATENDIMENTO

Paróquia São Francisco Xavier 2ª a 4ª, 6ª e sábado: 19h30 Domingo: 8h e 19h

Confissões, direção espiritual, bençãos e visitas a doentes

* Missa para surdos 1º e 3º domingo

>De segundas a sexta das 08h às 12h e 14h ás 18h e Sábado das 08h às 12h *bençãos e visitas devem ser agendados

Setores: Quinta 20h Capela São Pedro e São Paulo Sexta 20h e Domingo 08h Capela do Divino Espírito Santo. Terça 20h e Domingo 09h30 Capela Nossa Senhora das Graças 1º e 3º Sábado 19h30 Capela São João Batista 4º Sábado 19h30 Capela Sagrada Família 1º e 3º Domingo 19h Capela N. Sra. da Rosa Mística 2º e 4º Domingo 19h

Secretaria Paroquial R. Rio São Francisco, 200 Fone: 43 3253-1216 >Segunda, quarta e sexta-feira das 08h às 12h e 14h ás 18h Quinta-feira das 08h às 12h e 13h às 18h Sábado das 09h às 12h

Patrocinadores COMPRAS: São Paulo (domingos e terças) / Ibitinga (sextas) - ROMARIA: Aparecida do Norte

3154.4239 Rua Rio Iguaçú, 295. Jardim Santo Amaro

3251.2474 / 9117.4157 Rua Don Pedro I, 238 Pq. Manela

3035.1104 Av. José Afonso dos Santos, 619 Jardim Santo Amaro

PANIFICADORA - CONFEITARIA - CONVENIÊNCIA

3251.1146 Av. José Afonso dos Santos, 590. Jardim Santo Amaro

>>8

3154.9300 Rua Rio Iguaçu,244. Jardim Santo Amaro

3251.1183 Rua Rio Iguaçú, 304. Jardim Santo Amaro


Informativo Paróquia São Francisco Xavier jun-jul-2010