Issuu on Google+

ANO III – Nº 31 – MARÇO DE 2001 – PARÓQUIAS SÃO CARLOS BORROMEU E SÃO SEBASTIÃO – LAGOA DA PRATA - MG

JESUS CRISTO, DEUS DA VIDA, LIBERTA DE TODAS AS DROGAS, VÍCIOS, PRISÕES! A Campanha da Fraternidade deste ano, com o lema "Vida Sim, Drogas Não", reflete a preocupação pela

vida, pela Juventude. Um dos caminhos para a saída das drogas se faz pela fraternidade e união

das pessoas. O Jornal Informação traz depoimentos de ex-dependentes de drogas. Páginas 03, 04 e 14

Ainda nesta Edição: Exemplo de vida ............................................................. Pág E Viva o Carnaval ........................................................... Pág Drogas - Perigo Iminente .............................................. Pág Nosso sistema carcerário........................... .................. Pág Pastoral Carcerária......................................................... Pág A infância destruída ........................................ ............... Pág Saúde: Gagueira ............................................................... Pág Prevenção contra o câncer de mama..............................Pág Entrevista: Eliseu Silva ................................................. Pág Dengue X Febre Amarela ................................................ Pág Meio ambiente busca solução para o lixo ......................Pág Fumo e tabagismo ............................................................ Pág Novo CPAE ............................................... ........................Pág Isto interessa a você ........................................................ Pág São José, rogai por nós ................................................ Pág Imagens e procissões ..................................................... Pág Escolinhas de Futebol .................................................... Pág Gente jovem ................................................................... Pág

02 02 03 04 04 06 06 06 09 09 09 10 10 11 13 13 14 14

Calendário Paroquial Acompanhe toda a programação da Semana Santa das paróquias São Sebastião e São Carlos Borromeu. Este ano, a Paróquia São Carlos Borromeu vai celebrar também a "Semana das Dores", de 1º a 07 de Abril.

Página 12

"Mulher cristã e organizada são outros 500 ..." As paróquias São Carlos Borromeu e São Sebastião, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e as escolas comemoraram o Dia Internacional da Mulher com exposições, caminhada (foto), e celebração da Santa Missa na Praça do Trabalhador.

Veja matérias sobre a mulher nas páginas 02 e 07.


Julho/2002

Página 12

TOCANDO DE

GILBERTO SILVA, A NOSSA ESTRELA

Quero apresentar a você s o meni no Gilberto. O menino que nasceu pobre e simples e morava no Bairro Luciânia, numa ca sa p eque nina e ti nha pouc os brinquedos. Apenas bola e car rinh o. Jog ava num campinho perto de sua casa, descalço. E seu sonho era ser um jogador de futebol. Com apenas 17 anos, foi escolhido para ser um jogador profissional. Mas sua mãe adoeceu, e ele voltou para Lagoa da Prata, para ajudar seu pai nesse momento. De pois Gi lber to

volta à Belo Horizonte para treinar. Gil berto Si lva sempre foi um menino educado, obediente e disciplinado. E é por isso qu e está re presentando a nossa cidade. Gi lber to, você é penta! Um grande abraço de todos nós, alunos da Escola Estadual “Dr. Ar nald o de Far ia Tavares”. Parabéns! Stéfani Gomes Silva E.E. “Dr. Arnaldo de Faria Tavares

PRIMEIRA VALE A PENA VER DE NOVO Osmar Celestino Duarte, de 64 anos, nasceu em Itaúna. Morou durante muitos anos na Fazenda Souza, Município de Japaraíba. É avô do craque Pentacampeão Gilberto Silva, que m orou na fazenda com os avós, até os 07 anos de idade. Seu Osmar ensinou o netinho "Beto" tocar a bola, driblar e fazer gols. Aos 18 anos, começou no Vila Nova, time formado por amigos e moradores da Fazenda Souza. Seu Osmar era ponta direita, rápido, habilidoso e m uito determinado. Parou de jogar com 30 anos, por causa de contusões. Hoje, seu Osmar mora no Bairro Chico Miranda. É viúvo há 15 anos. É alegre, sorridente, e está sempre disposto a receber e conversar com as pessoas. É isso aí minha gente, saudade não tem idade!!!

GENTE JOVEM: RICARDO

Ricardo Augusto de Bessas é um jovem com coração e alma de veterano. Decidido, sempre sabe o que quer e escolheu uma profissão d ifíc il: Delegado de Polícia. Pel o se u se nso de justiça, pela aversão à opr essã o dos ma is fracos, escolheu ser um gua rdi ão d os op rimi dos na socied ade. Assim como a Bíbl ia n os ensina: “pe rsig a a per feita ju stiç a” (Deuteronômio

16,20). El e, literal mente, c om certeza tomará isto como seu lema e ideal de sua vida. Para ser o que escolheu, é preciso defender os fracos em todas as situa ções, se m di stin ção de credo, raça ou cor. Seja rico ou pobre, não há diferença; pois o cr istã o d eve se intrometer e jamais ficar calado, como a Bíblia também nos diz: “Não fique impassível ao ver o sangue do seu ir mão derr amad o” (Levítico 19,16). De onde vêm estes sentimentos e valores? De vem vir de alguém que nasceu em um lar, nu ma família que sabe muito bem que no homem existe uma alma por trás do corpo, uma for ma p or trás da

matéria. O homem é sua alma! O cor po perece, mas a alma pe rman ece ad aeternum. Quando uma alma tem éti ca e mor al, ond e se respeita a Autoridade Suprema, existe sensibilidade para a justiça, existe uma av ersã o pe la opr essã o dos ma is fracos. Não há necessidade de ser rígi do p ara mandar, pode-se ser doce e respeitado por todos. “Uma pérola, onde quer que esteja, cha ma-se pé rola ”. Uma pedra preciosa, on de q uer que se encontre, continua a brilhar. Lemb re-se di sto, Ricardo, sempre, para que tenhamos uma naç ão justa e fraterna. Amir Otoni de Oliveira

Cláudio Martins

GAROTINHO BOM DE BOLA EM AÇÃO. A Escolinha dirigida pelo Professor Almir se prepara para sua próxima competição, entre os dias: 16 e 21 deste mês nas categorias 90/91 e 88/89 na cidade de Poços de Caldas. É a 7a Taça Poços de Caldas de Futebol Mirim – Infantil. A Escolinha terá como adversários na 1a fase, as Escolinhas do Itajubá F. C., de Itajubá, Sócraques F. C., de Porto FerreiraSP, e a Escolinha Gol de Craque de Poços de Caldas. Os jogos serão realizados de manhã no Estádio Ronaldo Junqueira, o Ronaldão. A viagem para Poços de Caldas será nesta segunda-feira, as 09:00 da manhã, com saída em frente a Prefeitura de Lagoa da Prata, que está apoiando o evento através da Secretaria de Esportes. É isso aí galera, boa sorte e muita garra!!!

ATLETA VIP - JOELMA

Joelma Helena da Silva tem 14 anos. Nasceu em Lagoa da Prata e está cursando a 8a série na Escola Monsenhor Alfredo Dohr. Adora ouvir músicas e dançar. A jovem é muito tranqüila, tímida, mas gosta muito de conversar e fazer novas amizades. Irmã caçula do famoso jogador Gilberto Silva, Joelma está vivendo um grande momento desde que o mano sagrou-se pentacampeão.

Ela começou a praticar esporte com 07 anos de idade. Já participou de vários eventos esportivos, ganhando prêmios em várias modalidades: Basquete, Voleibol e Handebol. Mas foi no at letismo que Joelma se consagrou e viveu um outro grande momento: em novembro de 2001, foi Campeã Brasileira de Salto à Distância, atingindo a mar ca d e 4 metr os e 81 centímetros, no JEB’s – Jogos Escolares Brasileiros, em Poços de Caldas. Na ocasião, vários estados estiveram presentes. Não é por acaso que Joelma é uma das principais atletas de Lagoa da Prat a. Tem muita g ar ra , dedica çã o, veloc id ad e e habilidade. Uma mensagem de nossa Atleta Vip: “Todos os jovens devem lutar pelos seus objetivos. Cada um pode conquistar o seu sucesso, seguindo o exemplo de Gilberto Silva, com persistência, garra e determinação”. Valeu, Joelma, parabéns, você também é uma atleta 5 estrelas!!!.


Março/2001

Página 03

ENTREVISTA COM O JOÃO DA FAZENDINHA (EX-VICIADO) João Antônio de Oliveira - 39 anos - Natural de Limeira-SP - Reside em Lagoa da Prata desde 28 de setembro de 1999 JI – Quando você começou a usar drogas? João – Comecei a usar drogas com 16 anos. Primeiro álcool, depois Gruco-Mergam e Preludium injetável e com o tempo passei a cheirar e injetar cocaína. Por várias vezes, usei ácido, LSD. Experimentei maconha uma vez, mas não gostei. Envolvi-me com drogas por ambição e afastamento de Deus. JI – Como foi a experiencia de usar drogas? João – Era uma felicidade ilusória, momentânea, após o efeito, vinha a depressão e a necessidade de usar de novo. Comecei a conseguir de graça através de amigos, mas, depois de um mês me envolvi com o tráfico. Ia à Bolivia e trazia para o Brasil, distribuindo para os traficantes. Quando cheguei ao fundo do poço, já não tinha mais coragem para viajar e

nem dinheiro para comprar, então comecei a crise de abstinência, me sentia enlouquecido e comecei a roubar cheques, passar cheques sem fundos e vender tudo que possuía. A recaída é um mal constante, quando vivemos no vício. O parar por horas e voltar a usar é uma recaída. Acredito que a tentação está dentro da gente. Não foram meus amigos que me fizeram usar nenhuma das vezes, mas sim, a minha fraqueza. JI – O que o levou a deixar as drogas? João – Com o tempo, o sofrimento me fez querer parar; chega uma hora que a gente enjoa de sofrer e quer dizer um “chega disso”. Então fiquei sabendo, através de um amigo do A.A., de uma fazenda em Araxá. A principio resisti, sofri e fiz sofrer também a minha família, a minha filha que também me pedia para que eu me

tratasse. Então acabei indo. No início resistia ao

A conscientização de uma vida nova foi o que

que sou filho do Dono. JI – Por que resolveu montar uma fazenda? Quis montar uma fazenda porque, quando comecei a conhecer Deus, senti que foi também com o apoio daqueles coordenadores, exdependentes químicos, que consegui me salvar. Então optei em ajudar pessoas que, como eu sofreram. Se nós que passamos por uma fazenda não fizermos este trabalho, quem vai abraçar essa causa? Cheguei aqui a convite da Dagmar Amaral de Castro, tive o apoio do Padre José Pimenta e das comunidades católicas, do Joãozinho da EMATER e de sua esposa Nair, do Dr. Ciro e sua esposa Fátinha que me cederam a chácara.

tratamento, mas quando me deixei envolver pelo trabalho desenvolvido na fazenda, aceitei a mudança.

realmente me fez sair do vício. Quando eu usava drogas, achava que era o dono do mundo. Com o meu tratamento, descobri

JI – Como é o trabalho na "Fazendinha do Senhor Jesus"? João – Aqui é um tripé: Disciplina – Oração – Trabalho. Temos hoje 6

internas, com idades de 45, 36,30,28 e duas com 25 anos. Quatro são dependentes de álcool e duas de álcool e drogas. Continuamos recebendo apoio, mas precisamos de mais. Precisamos de doação de material de construção, e de voluntários para nos ajudar com as internas. JI – Você gostaria de falar algo para quem usa ou pensa em usar drogas? João – Para os que usam drogas peço-lhes que procurem apoio. Freqüentem reuniões do A.A., do Amor Exigente, que nos procurem na fazenda, enfim, que de alguma forma procurem ajuda. Peço para as que ainda não usaram, mas que têm curiosidade em experimentar, que não experimentem; pois há caminhos que não têm volta. Entrevista concedida a Jair e Laura – Jornal Informação.

DROGAS – PERIGO IMINENTE Em 1976 entrou em vigor a Lei 6.368, com o objetivo de tornar mais enérgico e eficaz o combate ao tráfico ilícito de entorpecentes. A partir daí passou a ser punido com a pena privativa de liberdade de três a quinze anos de reclusão, além da pena pecuniária, aquele que importa ou exporta, remete, prepara, produz, fabrica, adquire, vende, expõe à venda ou oferece ainda que gratuitamente, tem em depósito, transporta, traz consigo, guarda, prescreve, ministra ou entrega a substância entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica em desacordo com a norma legal ou regulamentar. Como se pode notar, são várias as condutas capazes de configurar o crime

conhecido como o do “tráfico de drogas”. Isto quer dizer que o legislador não distinguiu entre os que transportam e vendem grandes quantidades, daquele que tem consigo, a título de exemplo, um único “cigarro de maconha” e o divide com terceiros. O crime e a pena são os mesmos. Em tese, isto deveria implicar numa barreira ao tráfico e ao uso de drogas, no entanto, ainda não se pode falar em controle quando é notório – e a imprensa o tem mostrado frequentemente – o crescente número de pessoas que sucumbem ao vício. Se isto acontece é porque o comércio ilícito ainda não deu mostras de recuo, continuando a movimentar cifras incalculáveis. Os jovens são as maiores vítimas deste que é o

grande e maior sanguessuga de valores humanos. Na idade entre quinze e vinte anos, quando ainda não consolidou sua personalidade,

"Mudanças de humor e comportamento, vocabulário novo e agressivo, amigos desconhecidos, distanciamento são sinais de perigo". o jovem é mais vulnerável que o adulto, embora existam casos não raros de pessoas que passaram a usar drogas na fase adulta. Também não é

desconhecido o fato de crianças viciadas aos dez, onze anos de idade. Este ano a Igreja Católica ”saiu em campo” contra o uso das drogas e a Campanha da Fraternidade tem como tema o seu combate. Iniciativas como esta têm grande importância, pois a conscientização da sociedade é arma de eficácia incontestável neste objetivo. A imprensa responsável é também grande aliada. No entanto, a estrutura familiar é mais que importante, é fundamental. Os tempos modernos têm afastado pais e filhos, gerando um desconforto emocinal que funciona como fertilizante para idéias mal formadas que conduzem o jovem a busca de compensações. Na fase do

imponderável, dificilmente ele se dá conta de estar vivendo não mais que a ilusão de uma liberdade que, frenética e desajeitadamente, acha que deve alcançar. Mudanças de humor e comportamento, vocabulário novo e agressivo, amigos desconhecidos, distanciamento são sinais de perigo. Diálogo, carinho, grupos de apoio, ajuda de especialistas são necessários. Mas, antes de tudo, a família precisa conhecer o inimigo que a ronda, sem subestimálo jamais, pois qualquer descuido pode ser fatal. Estar atento e ser firme: é preventivo e pode valer o equilíbrio e a paz de nossos lares. Maria de Fátima Santos Dolabela Juíza de Direito


Março/2001

Página 04

Nosso Sistema Sistema Carcerário Carcerário

S

abemos que o sistema carcerário no Brasil é estremamente injusto. Foi criado e é mantido não para recuperar, mas, muitas vezes, para degradar o homem e destruir nele qualquer sentimento de dignidade, honestidade e amor à vida. Nesse falho sistema carcerário, o preso acaba tornando-se indiferente a tudo o que o cerca. Numa mesma cela estão assassinos, ladrões, traficantes e inocentes,

reincidentes e primários. Num espaço minúsculo, poucos podem trabalhar, sofrendo o pior dos vícios: a ociosidade. Teoricamente, sabemos que a prisão tem como finalidade ressocializar o detento, puni-lo pelo mal causado à sociedade e previnir contra novas infrações. No entanto, como já analisamos acima, mesmo sem citar situações mais terríveis e delicadas com as quais nos deparamos nas cadeias públicas (principalmente do

nosso país), esta instituição se revela totalmente superada e, num consenso geral, reconhecido pela própria ONU, é um mal social. A conclusão de seu estudo é a de que a prisão não passa de uma escola do crime. Segregados como animais, em situação de promiscuidade, longe do contato com a sociedade e a família, a prisão se torna uma maldição, destruidora da pessoa humana como filha de Deus que é. Leva o condenado à perda da personalidade,

"A conclusão é a de que a prisão não passa de uma escola do crime (...)"

tirando-lhe a capacidade de ser ele mesmo, de ter esperança. Rejeitado pela sociedade como se o detento pertencesse a uma realidade estranha e não fosse o fruto dela mesma, a sociedade se omite totalmente, ou ainda discrimina o pobre que deve cumprir sua pena com rigor, enquanto desculpa o rico, escondendo seus crimes na total impunidade. Com tal atitude, a própria sociedade contribui para o aumento da violência,

Pastoral Carcerária A Pastoral Carcerária da Paróquia São Carlos Borromeu teve seu início no ano de 1985 através do Dr. Abel Luiz de Oliveira, Médico Pediatra. Em 1989, através da Portaria N º. 04/89, o Dr. José Marçal dos Santos, então Juiz de Direito da Comarca de Lagoa da Prata, criou o Conselho da Comunidade, previsto na lei 7210/84. Para compor o Conselho, foram designados os seguintes cidadãos: José Osvaldo Rocha Lobato, Jane Perilo de Araújo Lobato, Flávio Augusto de Oliveira e Bernardo Teixeira de Amorim Filho.

Abaixo: A fabricação de blocos pelos detentos é feita nas dependências da cadeia

A Pastoral presta assistência religiosa e social, buscando com isso, condições reais de reintegração do detento na sociedade. Para isto, realiza entre outros trabalhos:

r Doação de materiais para confecção de trabalhos artesanais; r Marcação de consultas e exames nas unidades de saúde; r Tratamento odontológico; r Assistências às gestantes, esposas dos detentos, através de doação de enxovais para recém-nascidos; r Distribuição de cestas básicas que são repassadas pelo Juizado especial de pequenas causas; r Visitas dos detentos e celebração de missas na cadeia;

· Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o trabalho da Pastoral Carcerária e do Conselho da Comunidade não consiste em oferecer “mordomias” àqueles que cometeram alguns delitos. Antes, buscam condições para que os mesmos possam, após o cumprimento da pena imposta pela justiça, voltar ao convívio social, evitando assim a reincidência. É importante lembrar as palavras de Jesus:

cidade busca levar o anúncio da salvação realizada por Jesus Cristo às pessoas privadas de sua liberdade física, marginalizadas pela própria sociedade e profundamente marcadas pelo desamor. Jane Perilo

DEPOIMENTO: A Santa Missa é celebrada regularmente no corredor da cadeia.

r Acompanhamento de processo, através de advogado voluntário;

pois o detento reingressa à sociedade, na maioria das vezes, mais revoltado. Compreendendo que só Deus pode libertar o Ser Humano de todas as suas cadeias, a pastoral carcerária de nossa

“ – Então o Rei dirá aos que estão à direita: ‘Vinde, benditos de meu pai, tomai posse do reino que vos está preparado desde a criação do mundo, porque tive fome e me deste de comer, tive sede e me deste de beber, era peregrino e me acolhestes, nu e me vestistes, enfermo e me visitastes, estava na prisão e vieste a mim’.” (Mateus 25, 34-36). Bernardo Teixeira de Amorim Filho Coordenador da Pastoral Carcerária

“VIDA SIM, DROGAS NÃO!” O álcool é a pior e mais perversa droga existente no nosso meio, pois a bebida alcoólica é a responsável pelos maiores conflitos e problemas sociais. O álcool também é o caminho para outras drogas. Eu também sou um doente alcoólico em recuperação. Há oito anos frequento o AA (Alcoólicos Anônimos). Tive a “felicidade” de conhecer o fundo do posso ainda jovem. Com 25 anos de idade me encontrei e ingressei no AA. Atualmente agradeço a Deus e meus companheiros do AA por ter a vida maravilhosa que tenho de 8 anos de caminhada no grupo. Com toda certeza posso dizer que sou feliz, tenho uma verdadeira paz de espírito e muita serenidade, condições estas que até meus 25 anos não tinha real noção do valor. Não troco minha sobriedade por nada deste mundo.

Estou com 32 anos. Sou um homem responsável, consciente de minhas atitudes. Não sou mais o bêbado que há 8 anos eu era. Eu sou casado com Joana D’ark Rios Ferreira e tenho duas princesinhas: Isabela(5 anos) e Camila(3 anos). Peço a Deus todos os dias que nunca minhas filhas e esposa possam ter o “desprazer de me verem bêbado ou alcoolizado”. Meu maior prazer é poder viver de cabeça erguida e curtir cada segundo de minha vida, com a mais pura e verdadeira alegria. Peço ao Divino Espírito Santo para que ilumine a todos, para que esta Campanha da Fraternidade alcançe seu objetivo, que é resumidamente, “salvar vidas”. Narcízio da Cruz Ferreira - Técnico de Segurança Membro dos Alcoólicos Anônimos


Março/2001

Página 05

Informe Publicitário

Nossa nova sede é mais uma de nossas tantas conquistas. Aqui, os cooperados terão mais espaço para estudar seus projetos com total assistência.

CREDIPRATA - ELEIÇÕES MARÇO DE 2001 A Cooperativa de Crédito Rural de Lagoa da Prata Ltda. - CREDIPRATA, estará realizando eleições dia 31 de março de 2001. Neste acontecimento, os associados estarão escolhendo o grupo de pessoas que irão administrar e fiscalizar a Crediprata no próximo mandato.

IMPORTÂNCIA

prestadora de serviços às comunidades de Lagoa da Prata, Japaraíba e Moema, cuja evolução está evidenciada no seu crescimento, solidez e credibilidade. A Crediprata inclusive inaugurou sua sede própria para dar maior conforto, segurança e condições operacionais para melhor atender seus associados.

RESPONSABILIDADE DO VOTO

Entidade que vem se destacando na região como instituição financeira de apoio aos produtores rurais e

O que se espera neste

acontecimento é que o associado assuma a condição de dono e escolha seus candidatos profissionalmente, pois estará em jogo o futuro de sua empresa. Além de ser um direito, o voto é um ato de suma responsabilidade, estará sendo tratado neste momento o futuro de uma entidade de grande importância para a nossa região. Qualquer prejuízo decorrente de uma má escolha, recairá sobre os associados, a comunidade e sobre a própria Crediprata, que tantos benefícios tem proporcionado a classe dos

Produtores Rurais de toda região.

CHAPAS CONCORRENTES Foram registradas duas chapas para concorrerem às eleições. Sendo a Chapa 01, da situação, encabeçada pelo atual presidente Jessé José Campos de Miranda e pelo vicepresidente Antônio Claret Rezende e Chapa 02, de oposição, encabeçada por Alberto Magno Rezende e Antônio Rezende Lacerda.

RELAÇÃO DAS CHAPAS CHAPA 01 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Jessé José C. Miranda Antônio Claret Rezende José Francisco Rezende Sebastião dos Santos Aladel Antônio de Melo Antônio de Pádua Vaz Agnaldo Pereira Lopes

CHAPA 02 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Antônio Rezende Lacerda Alberto Magno Rezende José dos Santos Rezende Luciano de Castro Doco Fabrício Bruno Rezende José Antônio de Miranda

CONSELHO FISCAL Maria Angela Vidal de Oliveira Alex Pereira Campos Arnaldo Rezende Diniz Moisés dos Santos Antônio Veloso Filho Fabrízio Furtado de Souza -

CONSELHO FISCAL Elza Rezende Gontijo Antônio Carlos Cardoso Constantino Luiz de Melo João Fonseca de Menezes Marcelo Francisco de Moura Sebastião Luiz de Rezende -

Efetivo Efetivo Efetivo Suplente Suplente Suplente

Efetivo Efetivo Efetivo Suplente Suplente Suplente

As eleições ocorrerão no dia 31/03/2001, no horário de votação de 11:00 às 19:00 horas.


Março/2001

A

Página 06

infância

A sexualidade está na ordem do dia, seja na erotização das musicas tipo as do “É o Tcham” ou “Bonde do Tigrão”, seja nas cenas de amor nas novelas, deixando marcas no comportamento e na personalidade das crianças. Em nossa cidade, estamos presenciando cenas cada vez mais freqüentes de violência sexual contra crianças. A criança vive a sua sexualidade desde o nascimento, mas

de forma diferente da do adulto. A sexualidade da criança é vivida no próprio corpo, há uma exploração, uma descoberta do corpo que lhe proporciona prazer. É uma atividade solitária, a presença de outra criança serve apenas para constatar as diferenças anatômicas. Quando o adulto invade este espaço infantil e abusa sexualmente da criança, isto provoca um corte no desenvolvimento psíquico normal da

destruída

criança. A menina ou menino vítimas de estupro guardarão marcas profundas em suas personalidades e não viverão uma sexualidade de forma normal ao se tornarem adultos. Geralmente, elas são vítimas de quem tem a função de protegê-las – pais, babás, irmãos mais velhos, tios – ou de pessoas conhecidas – vizinhos, amigos. Cabe lembrar, aqui, que a proibição do incesto é o que vai permitir o

Saúde

GAGUEIRA

A “Gagueira é uma interrupção no ritmo normal da fala, de tal freqüência e intensidade que atrai a atenção, interfere na comunicação, ou causa cansaço ao gago ou às pessoas que o estão ouvindo. Ele sabe precisamente o que quer dizer, mas, no momento, é incapaz de dizê-lo facilmente, por causa das repetições involuntárias, prolongamentos e bloqueios” (Bloodstein – 1958). Existe uma diversidade de opiniões sobre as possíveis causas da gagueira:  Algumas crianças apresentam disfluências na fase de aquisiçào de linguagem, por volta de 2 a 6 anos, fenômeno considerado normal. Porém, alguns pais ou outras pessoas, mostram-se ansiosos e perfeccionistas em relação à comunicação destas crianças, rotulando-as como gagas e chamando-lhes a atenção para a fala. Isso pode resultar numa conscientização do

fenômeno e no aparecimento da gagueira.  Problemas orgânicos, psicológicos, sociais, dificuldades relativas à linguagem e fatores lingüísticos foram estudados como possíveis causas do aparecimento da gagueira. A gagueira se manifesta entre diferentes pessoas. Não encontramos dois gagos exatamente iguais Durante a manifestação da gagueira, acontecem fenômenos observáveis, audíveis e visuais como por exemplo: esforço motor durante a fala; falha no ritmo; frases incompletas; alongamento de sons etc. Existem os fenômenos emocionais não observáveis como: conflito entre falar e não falar; falta de confiança na sua habilidade de falar; ansiedade em situações de fala; embaraço; tensão; irritação e confusão etc. O tratamento para gagueira consiste em fonoterapia e, se necessário, psicoterapia. Com relação à

fonoterapia para crianças, existe a terapia indireta, que é centrada nos familiares, lembrando que a dificuldade de fala pode ser real, considerando normal, evidenciando o período de aquisição de linguagem. Existe também a terapia direta, que consiste em exercícios, relaxamentos, sendo monitorada pela fonoaudióloga. A fonoterapia para adolescentes , tem como objetivo integrar os pais, porém não de forma intensa como a da criança. Já para o adulto, a terapia se dá, não necessariamente, intervindo na família. As abordagens terapêuticas voltam-se para exercícios, relaxamento, envolvendo a emoção, a auto-imagem, a motricidade e a crítica social, tornando a fala um ato da prazer. Fonoaudióloga: Cristiane Romano CRF 2513P Atende pela Associação Cristã de Saúde Av Brasil, 100 – Fone: 3261-1225

estabelecimento de laços de parentesco, mesmo quando as relações familiares não estão baseadas na consangüinidade real, mas na social. Isto significa que os indivíduos passam a ocupar a classe de irmãos, irmãs, pais, filhos, sem que haja um verdadeiro parentesco, por exemplo, quando um homem se casa com uma mulher com filhos ele ocupa o lugar de pai. Dizer que a criança vitimada sentiu prazer ou desejou uma relação sexual com um adulto é proteger o culpado. É responsabilizar a criança pelo comportamento sexual desviado do adulto. E não há prazer numa relação em que um é subjugado à força por outro, mesmo que a violência usada não seja física. A criança, ao brincar de papai/mamãe ou de médico, desenvolve

uma atividade exploratória, uma fantasia. Ao passo que quando sofre abuso sexual, o seu corpo é destruído, como um vaso que se quebra em pedaços, e a restauração não elimina as marcas. A criança com comportamento erotizado está repetindo sem críticas o que vê na televisão. E na medida em que esta

conduta é valorizada e aceita pelos pais e pela sociedade como ideal, isto torna-se dela, e a criança se apropria desse comportamento como seu. Esta mudança no comportamento infantil merece uma reflexão de todos nós. Eliana M. Delfino Psicóloga,

PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA É preciso se prevenir contra o câncer de mama, pois ele é curável. Além disto, nos estágios iniciais, o tratamento é menos agressivo e mutilante. Por isso, a prevenção e a constatação imediata é o caminho encontrado para diminuir a mortalidade do câncer de mama. Toda mulher deve praticar autoexame a cada mês, fazer exame médico e uma mamografia a cada ano, a partir dos 35 anos. A melhor época é uma semana após a menstruação e para aquelas que não menstruam mais, o auto-exame deve ser feito em um mesmo dia de cada mês.

APRENDA COMO FAZER O AUTOE XAME : No banho: Com seus dedos esticados, pressione suavemente toda a superfície da mama, procurando alguma saliência, caroço ou espessamento. No espelho: Procure inchaço, depressão da pele ou auterações no mamilo de cada mama, com os braços erguidos acima da cabeça. Deitada: Coloque uma mão atrás da cabeça e com a outra, pressione suavemente a mama, com movimentos circulares, até o mamilo. Sentada: Aperte

suavemente o mamilo de cada mama com os dedos polegar e indicador. Verifique se aparece alguma secreção. No auto-exame, caso encontre esses sinais, procure o médico: 1 .Qualquer nódulo na mama. 2 .Deformação ou alteração no contorno natural da mama. 3.Retração do mamilo. 4 .Qualquer saliência na pele da mama. 5 .Secreções constantes ou sangramento do mamilo. 6.Caroços na axila.


Março/2001

Homens e mulheres vêm ao mundo com uma missão e um longo caminho a percorrer: Cristo! As mulheres, em geral, são o ponto de apoio da família. Delas, depende em grande parte, a formação moral e religiosa dos filhos. Portanto, a mulher é a pedra fundamental da sociedade. Orgulhemos de sermos mulheres! Amélia Soares de Vasconcelos - 73 anos, 6 filhos, 51 anos de casada

Página 07

Neste mês de março, em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher, o Jornal Informação presta sua homenagem a todas as mulheres que, a exemplo de Maria, trazem em si um misto de anjo, de ternura, de amor. Trazem também coragem, garra, disposição.

O homem deve ser rigorosamente fiel, íntegro e carinhoso. Pois assim terá, com certeza, ao seu lado, a mulher que deseja e que o fará feliz. Maria Cristina Rabelo Pedrosa, casada, mãe de 2 filhas, professora e coordenadora do Encontro de Noivos

Gosto de ser mulher

As moças de hoje precisam se valorizar mais. Tem moça que não se valoriza, não valoriza seu corpo, não se respeita. Precisam valorizar mais também a família e as boas amizades. Fernanda Rocha de Melo, estudante, 14 anos.

Nós mulheres, temos uma enorme capacidade. Somos belas nos atos que praticamos. E para conciliar tanta coisa, o que mais precisamos é de amor a Jesus, Maria e aos colegas e muita vontade de realizar. Dinorá Conceição de Melo Fonseca, 52 anos, casada. Animadora da comunidade Santa Luzia Paróquia de São Sebastião

Gosto de ser mulher. É tão bom ter coragem de chorar, ter a força de se admitir frágil e não precisar simular uma dureza que não possui... É tão bom não ter que ser de ferro e às vezes, derreter... É tão bom sentir a vida pegar carona em nosso ventre e depois, ainda, nos chamar de mãe. É tão bom se arrumar, se olhar no espelho, se perfumar... Cuidar do jardim, encher a casa de flores, rezar... É tão bom colocar o filho no colo e nessa hora ser só ternura, ser só carinho, puro amor... É tão bom conjugar no dia a dia o verbo abrandar, suavizar, sublimar... Gosto mesmo de ser mulher. Não me incomoda precisar da força e do abrigo masculino. Não quero ser escrava, nem igual, nem superior. Gosto de ser com ele. Gosto mesmo de ser mulher (Maria Inês Resende)

Os meios de comunicação apresentam a mulher negra apenas de 2 maneiras: ou é o tipo coitadinha ou o tipo mulata exótica, objeto sensual. Isto faz com que tanto o homem branco quanto o homem negro a vejam apenas desta forma, sem reconhecer sua dignidade e valor. Eliana Maria Delfino - Psicóloga.

A atuação da mulher tem crescido muito em diversas O que é fundamental para a mulher vencer na vida é acreditar atividades. Na Igreja não é diferente. Nos últimos anos a nela mesma, sem medo de críticas. ter garra, fibra, força e mulher tem assumido o seu papel de liderança nas caminhar sem olhar para trás. comunidades e movimentos da Igreja. Vivane Aparecida dos Santos, casada, 02 filhos, empresária. Flaminda Rocha, solteira - Sociedade São Vicente de Paulo

Sinto um grande orgulho de ter conquistado uma profissão onde até pouco tempo, só era exercida por homens. Submeti-me a treinamento específico e fui aprovada, superando todos os obstáculos e preconceitos Elaine Raimunda Teotônio, casada, mãe de 2 filhos, guardiã do INSS

O principal papel da mulher é amar, ser fonte de vida e animadora da esperança. Laurinda Pereira Lopes, 67 anos, casada, 12 filhos, 19 netos, 1 bisneto. Comunidade Santa Luzia

Concicliar família e trabalho não é fácil. Há cobrança das duas partes. É preciso administrar com agilidade o tempo, colocando aí amor. Se estou no trabalho é a ele que me dedico, porém procuro nunca levar as preocupações deste para casa. Rejane E. Borges Lacerda, engenheira, casada, 03 filhas.

Uma mulher que tenho como exemplo de vida é da. Chiquita Perilo. Esposa, mãe e serva cheia dos dons de Deus. Não os colocou só a serviço dos seus, mas em benefício de todos que com ela tiveram o privilégio de conviver. Viviane Bernardes Araújo presidente da fundação Chiquita Perillo


Março/2001

É com muito orgulho que nós do Conselho de Administração, Gerência e funcionários da Cooperativa Agropecuária de Lagoa da Prata, mais uma vez conseguimos nosso objetivo, praticando bons preços, não visando altos lucros, e prestando um serviço a nossa classe e a toda comunidade, elevando a nossa bandeira do Cooperativismo, que sem dúvida é nossa moeda do 3º milênio. Durante a inauguração do nosso posto, estiveram presentes autoridades e um

Página 08

Inaugurado Posto da Cooperativa

POSTO CALP

coquetel no Parque de Exposições.

CONHEÇA MELHOR O POSTO OBJETIVO: Trazer melhores preços e serviços na linha de combustíveis em geral, para servir nossos cooperados e todos os consumidores da região.

grande número de cooperados, aproximadamente 200 pessoas. Entre eles, o padre Ildo, o pastor João Batista, que abençoaram as instalações. Destacamos ainda a

presença do diretor do Saae, Valdir Andrade, do vice-prefeito Eliseu Silva, dos gerentes da Trevo Rural e Embaré, presidente da Crediprata, Jessé Campos Miranda, e do diretor proprietário da

Foto: A Cooperativa também reformou sua sede

GASOLINA ÁLCOOL DIESEL

1,65 1,16 0,78

Conforme o sucesso que vem sendo alcançado em nossas vendas no posto de combustíveis, estudamos possibilidades de praticarmos melhores preços ainda dos produtos.

Petromil Edson Machado, além do artista plástico Heleno Nunes, e o presidente do Sindicato Rural Carlos Henrique Rezende Lacerda. Finalizando a inauguração houve um

PREÇOS: Os preços que estão sendo praticados não só para os associados como também para os consumidores da região são:

FOTO: O presidente da Cooperativa, Tarcísio Resende Gontijo, homenageou a 1ª diretoria da Cooperativa, fundada em 25/09/1955, cujos membros foram: PRESIDENTE: José Antônio Guadalupe DIRETOR COMERCIAL: Olavo Resende Oliveira DIRETOR SECRETARIO: Balduíno Bernardes Amorim

DIRETORIA ATUAL: PRESIDENTE: DIRETOR COMERCIAL: DIRETOR SECRETÁRIO:

Tarcísio R. Gontijo Marcos Antônio Campos Miranda José Olímpio Pedrosa


Março/2001

Página 09

ENTREVISTA: ELISEU S E C R E T Á R I O M U N I C I PA L D E S A Ú D E

L

ocáldio Eliseu Silva, casado, 02 filhos, comerciante, formado em Técnico de Patologia Clínica. Atualmente ocupa os cargos de Vice-Prefeito e Secretário Municipal de Saúde. Eliseu falou ao Jornal Informação sobre o grave problema que está atingindo Lagoa da Prata: a DENGUE. JI – O que a prefeitura está fazendo pra combater o mosquito da Dengue?

Eliseu – Estamos limpando a cidade

através de 02 equipes de mutirão da limpeza, jogando fumacê e bombas costais e ainda colocamos 16 pessoas na equipe de combate à Dengue. Este trabalho está sendo feito sobretudo no bairro Américo Silva, local de maior incidência do mosquito e de pessoas infectadas. JI - Porque mesmo depois da detetização das casas e do uso do carro fumacê, as pessoas continuam adoecendo?

Dengue X Febre Amarela A Dengue é uma doença virótica, enquanto a Febre Amarela é uma doença infecciosa aguda. Ambas são causadas pela picada do mosquito Aedes Aegypti, que sobrevive num período de 30 a 48 dias. Seus ovos levam 08 dias para eclodirem. A Dengue provoca febre, dor de cabeça, dor nos olhos, manchas avermelhadas pelo corpo, falta de apetite e vômitos. Já a Febre Amarela apresenta sintomas que lembram uma gripe forte ou a Dengue, febre alta, calafrios, prostração, náuseas, dor de cabeça

e no corpo, vômitos, pele e olhos amarelados. O período de incubação da Dengue é de 03 a 15 dias. Geralmente a doença se manifesta de 05 a 06 dias após a picada do mosquito. O período de incubação da Febre Amarela é de 03 a 06 dias. Após a manifestação dos sintomas, o paciente deve procurar o médico imediatamente. O tempo de duração da doença é de aproximadamente 07 dias, no casos de Dengue; 08 dias nos casos de Febre Amarela.

Eliseu – São vários focos do mosquito contaminado e não está havendo cooperação da população no sentido de limpar os quintais e lotes vagos. É preciso que a população se conscientize e coopere com a administração, pois o tratamento está na conscientização de cada um, eliminando todas as possibilidades de reprodução do mosquito. JI – Como evitar que o mosquito se

Meio ambiente busca solução para o lixo O Departamento de Meio Ambiente, através de sua responsável Marilia Nogueira, fez contatos junto à Fundação Estadual do Meio AmbienteFEAM, para obter o licenciamento para instalação de um aterro sanitário. As áreas para a instalação deste aterro foram levantadas e feita uma solicitação de comodato à Usina Luciânia, que possui uma área que se

prolifere nas residências? Eliseu – Não deixando vasilhas como reservatório de água limpa nos quintais e lotes: garrafas, pneus, xaxins, tampas de vidro, caixas d’água destampadas e outras. É importante ressaltar que o mosquito também põe seus ovos em recipientes secos e que os ovos aguardam até 430 dias para eclodirem, assim que o recipiente estiver com água.

enquadra nas exigências do órgão competente. “conhecemos a morosidade de tudo, mas acreditamos que até início de 2002 teremos a solução para o grave problema do lixão a céu aberto em nossa cidade”, ressalta Marília. A reciclagem do lixo doméstico voltou a ser discutida. Em 1991, iniciou-se um trabalho nesse sentido, mas não teve continuidade. Este ano foi realizado nas Escolas Municipais o concurso de fantasia com o tema Reciclagem. O concurso nasceu da

Comprar no Vandinho é bem melhor

JI – Quantos casos de Dengue e febre amarela foram registrados em Lagoa da Prata? Eliseu - 04 casos de Dengue foram confirmados pela Funed, mas vários outros casos foram confirmados por Laboratórios Particulares, que não nos informaram os números exatos. Quanto à Febre Amarela, não foi registrado nenhum caso em nossa cidade, mas como ocorreram óbtos

necessidade de se discutir a questão da limpeza urbana, já que Lagoa da Prata vive o pânico da Dengue e da Febre Amarela. “Hoje, a comunidade criou alternativas viáveis para a reutilização e reciclagem do lixo, como a coleta

na região Centro-Oeste, iniciamos uma campanha de vacinação. Temos 35000 doses da vacina. Em 1999, 65% da população foi vacinada, restando portanto 35% sem vacinar. A vacina contra a Febre Amarela vale por 10 anos. JI – O que está sendo feito para solucionar o problema do lixão a céu aberto? Eliseu – Não conheço esta questão. Sei que tem um aterro sanitário.

seletiva com interesse financeiro. A intenção é estimular esta coleta já feita pelos catadores, porém, de uma forma mais organizada, através de uma cooperativa de catadores, incentivada pela Prefeitura”, finaliza Marília.


Março/2001

Página 10

FUMO E TABAGISMO O homem não nasceu para ser uma chaminé ambulante. É uma agressão ao próprio organismo. Há tratamento para isso: - Para deixar de fumar, não basta só força de vontade, é preciso desintoxicar o corpo, tirar a nicotina. Para isso, tome muita água: 6 a 8 copos entre uma refeição e outra; mesmo sem sede, beba esse tanto. Quando sentir vontade de fumar, beba água e fique fazendo bochechos. Quanto mais líquido puder tomar, mais depressa o corpo ficará desintoxicado. Tome também banhos mornos, 2 a 3 por dia, durante 15 a 20 minutos; isto é calmante. Deixe de beber cerveja, vinho, cachaça, café. Evite alimentos muito picantes, frituras e

gorduras, e sobremesas muito açucaradas. Alimente-se, principalmente, de frutas, verduras e cereais; o mais possível ao natural, isto é, sem preparo. Não coma nada entre as refeições principais. Desde o primeiro dia em que começar esse tratamento, não ponha mais um cigarro na boca. Se você cumprir rigorosamente este tratamento, entre 5 a 7 dias seguidos, a vontade de fumar acabará. Outras sugestões: Tome chá de tansagem, sempre que tiver vontade de fumar. Cozinhe, em água, um punhado de tocos de cigarros e cheire a cada instante este caldo, até que surja repugnância pelo fumo.

- Lembre-se de que o fumo faz enorme mal ao coração, pulmão, garganta, estraga os nervos, polui o ambiente etc. Fonte: Cure-se com remédios caseiros (Jaime Bruning) Medicina Alternativa – Otaviana de Moraes Ferreira CHÁ DE PLANTAS MEDICINAIS CONTRA A DENGUE Tansagem, Erva tostão, Amor Deixado, Sete Sangrias. Pode-se fazer o chá de infusão usando meio litro de água e pedaços pequenos de cada planta. Tomar o chá durante 15 dias e ter muito repouso. Medicina Alternativa – Otaviana de Moraes Ferreira

NOVOS MEMBROS DO CPAE – PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO Tomaram posse no dia 03 de Março de 2001, durante a celebração da missa das 19:00 hs, os novos membros do CPAE(Conselho Paroquial de Assuntos Econômicos), que ficou assim constituído: Presidente: Pe. Ivanildo Rodrigues de Miranda (Pároco) Coordenador: João Batista da Silva 1º Secretário: Laelson de Lima 2º Secretário: João Orozimbo 1º Tesoureira: Vanusa Maria Alves Santos 2º Tesoureira: Maria Regina de Oliveira Santos. Responsáveis pelo patrimônio: Robson Roberto Lopes Os novos membros do CPAE, Ronaldo Francisco de Bessas empossados durante a Missa Willian Geraldo de Moura

VARIEDADES


Março/2001

Página 10

FUMO E TABAGISMO O homem não nasceu para ser uma chaminé ambulante. É uma agressão ao próprio organismo. Há tratamento para isso: - Para deixar de fumar, não basta só força de vontade, é preciso desintoxicar o corpo, tirar a nicotina. Para isso, tome muita água: 6 a 8 copos entre uma refeição e outra; mesmo sem sede, beba esse tanto. Quando sentir vontade de fumar, beba água e fique fazendo bochechos. Quanto mais líquido puder tomar, mais depressa o corpo ficará desintoxicado. Tome também banhos mornos, 2 a 3 por dia, durante 15 a 20 minutos; isto é calmante. Deixe de beber cerveja, vinho, cachaça, café. Evite alimentos muito picantes, frituras e

gorduras, e sobremesas muito açucaradas. Alimente-se, principalmente, de frutas, verduras e cereais; o mais possível ao natural, isto é, sem preparo. Não coma nada entre as refeições principais. Desde o primeiro dia em que começar esse tratamento, não ponha mais um cigarro na boca. Se você cumprir rigorosamente este tratamento, entre 5 a 7 dias seguidos, a vontade de fumar acabará. Outras sugestões: Tome chá de tansagem, sempre que tiver vontade de fumar. Cozinhe, em água, um punhado de tocos de cigarros e cheire a cada instante este caldo, até que surja repugnância pelo fumo.

- Lembre-se de que o fumo faz enorme mal ao coração, pulmão, garganta, estraga os nervos, polui o ambiente etc. Fonte: Cure-se com remédios caseiros (Jaime Bruning) Medicina Alternativa – Otaviana de Moraes Ferreira CHÁ DE PLANTAS MEDICINAIS CONTRA A DENGUE Tansagem, Erva tostão, Amor Deixado, Sete Sangrias. Pode-se fazer o chá de infusão usando meio litro de água e pedaços pequenos de cada planta. Tomar o chá durante 15 dias e ter muito repouso. Medicina Alternativa – Otaviana de Moraes Ferreira

NOVOS MEMBROS DO CPAE – PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO Tomaram posse no dia 03 de Março de 2001, durante a celebração da missa das 19:00 hs, os novos membros do CPAE(Conselho Paroquial de Assuntos Econômicos), que ficou assim constituído: Presidente: Pe. Ivanildo Rodrigues de Miranda (Pároco) Coordenador: João Batista da Silva 1º Secretário: Laelson de Lima 2º Secretário: João Orozimbo 1º Tesoureira: Vanusa Maria Alves Santos 2º Tesoureira: Maria Regina de Oliveira Santos. Responsáveis pelo patrimônio: Robson Roberto Lopes Os novos membros do CPAE, Ronaldo Francisco de Bessas empossados durante a Missa Willian Geraldo de Moura

VARIEDADES


Março/2001

Página 12

Semana Santa em Lagoa da Prata “SEMANA DAS DORES” 1ª Dor: Simeão prediz: Paixão e morte de Jesus” Dia: 01-04-2001 (domingo) 19:00 horas – Igreja Matriz – Missa Comunidade: São Carlos Borromeu e São José 2ª Dor: “Fuga para o Egito, para não matarem Jesus” Dia: 02-04-2001 (segunda-feira) 20:00 horas - procissão da Igreja Matriz para a Escola Estadual Nossa Senhora do Guadalupe/Celebração da Santa Missa Comunidade: Nossa Senhora de Fátima e São Judas Tadeu 3ª Dor: “Perda do menino por três dias em Jerusalém” Dia: 03-04-2001 (terça-feira) 20:00 horas - procissão da Escola Nossa Senhora de Guadalupe para a Igreja Nossa Senhora do Rosário / Celebração da Santa Missa. Comunidade: Nossa Senhora do Rosário e Sagrado Coração de Jesus 4ª Dor: “Maria encontra Jesus carregando a pesada cruz” Dia: 04-04-2001 (quarta-feira) 20:00 horas - procissão da Igreja Nossa Srª do Rosário para a rotatória em frente a Casa da Amizade do Bairro Gomes / Celebração da Santa Missa.

Comunidade: São Vicente de Paulo e Nossa Senhora do Carmo 5ª Dor: “Cruxifixão, Agonia, e morte de Jesus” Dia: 05-04-2001 (quinta-feira) 20:00 horas - procissão da Casa da Amizade do Bairro Gomes para a Igreja Bom Pastor / "Celebração da Palavra”. (Os padres vão para a Missa do Crisma/BD) Comunidade: Bom Pastor e Nossa Senhora das Graças. 6ª Dor: “Jesus morto posto nos braços de sua mãe” Dia: 06-04-2001 (sexta-feira) 20:00 horas - procissão da Igreja Bom Pastor para o Galpão da Rua da Bahia, nº 630 (com. São Francisco). Comunidade: São Francisco de Assis e São Cristovão Celebração Penetencial Individual de 15:00 às 23:00 horas na Igreja S. Sebastião 7ª Dor: “O corpo é sepultado e a mãe fica desolada” Dia 07-04-2001 (sábado) 19:00 horas - procissão do Galpão da Rua Bahia, nº 630, para o S.O.S / Celebração da Santa Missa. Comunidade: Santa Tereza e Imaculada Conceição. Celebração Penitencial Individual de 15:00 às 23:00 horas na Matriz “São Carlos”

Paróquia São Sebastião Domingo de Ramos (08/04): Procissão saindo das comunidades Santa Clara e Santa Luzia às 17:00 horas, encontrando na Matriz Segunda-feira Santa (09/04): Misa na Igreja Matriz São Sebastião às 19:00 horas Procissão com N. Sr. dos Passos para o galpão da Comunidade Sta. Clara Terça-feira Santa (10/04): Missa na Igreja Matriz São Sebastião às 19:00 horas. Procissão com N. Sra. das Dores para a Comunidade Santa Luzia Quarta-feira Santa (11/04): Celebração da Palavra nas comunidades Santa Clara e Santa Luzia, às 19:00 horas. Procissão do Encontro na Igreja São Sebastião Quinta-feira Santa (12/04): Missa na Igreja São Sebastião Sexta-feira Santa (13/04): 15:00 horas - Vigília e celebração da Santa Cruz 19:00 horas - Sermão do descimento da Cruz Procissão do Enterro Sábado Santo (14/04): Missa às 22:00 horas na Igreja São Sebastião Missa às 19:00 horas nas comunidades rurais (a definir) Domingo da Ressurreição (15/04): Missa às 10:00 horas na Comunidade Santa Clara Missa às 17:00 horas na Comunidade Perpétuo Socorro (Martins Guimarães) MIssa na Igreja Matriz às 19:00 horas

Paróquia São Carlos Borromeu Domingo de Ramos - 08/04 07:00 horas – Missa na Igreja Matriz 17:15 horas - Início das Celebrações e Procissões 18:30 horas - Chegada de todas as comunidades na Praça da Matriz Bênção de ramos 18:40 horas - Encenação: Entrada de Jesus em Jerusalém 19:00 horas - Continuação da Celebração

Segunda-Feira Santa — 09/04 05:00 horas – Via Sacra Missa 1 – Comunidade Sagrado Coração de Jesus ----------------------------- Pátio da Pharlab 2 – Comunidade São Cristovão ------------------------------------------ Salão São Cristovão 3 – Comunidade São Vicente de Paulo ------ R. Bom Despacho c/ Acácio Mendes - 471 09:00 às 12:00 e 17:00 às 18:30 – confissão individual – Igreja Matriz 18:30 - acolhida e momento de espiritualidade - Praça Matriz 19:00 horas – Celebração da Santa Missa Procissão com Nosso Senhor dos Passos Trajeto: Rua Professor Jacinto Ribeiro / Rua Angelo Perilo / Rua Santa Catarina/ Rua Alagoas. Local do Depósito – Rua Alagoas 1610 (Galpão) 21:30 horas – Celebração Penitencial Comunitária (adulto) na Igreja Matriz.

Terça-Feira Santa — 10/04 05:00 horas – Via Sacra Missa 1 – Comunidade Nossa Senhora de Fátima ————— Rua Acácio Mendes – 1381 2 – Comunidade Nossa Senhora do Rosário ——————— Sede do Amor Exigente 3 – Comunidade Bom Pastor—————————— Rua Barão do Rio Branco – 705 09:00 às 12:00 e de 17:00 às 18:30 horas – Confissão individual na Igreja Matriz 18:30 horas – Acolhida e Momento de Espiritualidade – Praça da Matriz (Comunidade São Cristovão e São Francisco de Assis) 19:00 horas – Celebração da Santa Missa. Procissão com Nossa Senhora das Dores Trajeto: Rua Joaquim Gomes Pereira / R. Bom Despacho / R. 7 de Setembro / R. Divinópolis / R. São Francisco Local do Depósito – Salão Paroquial. 21:30 horas – Celebração Penitencial Comunitária (adulto) na Igreja Matriz.

Quarta-Feira Santa — 11/04 05:00 horas – Via Sacra Missa 1 – Comunidade São Judas Tadeu—————————— Alameda das Araras- 292 2 – Comunidade São José——————————— Casa da Amizade (Rua D. Pedro II) 3 - Comunidade Nossa Senhora do Carmo—————— Rua Joaquim G. B. Filho – 736

09:00 às 12:00 e de 17:00 às 18:30 horas – Confissão Individual na Igreja Matriz 19:00 horas – Missa no galpão da Rua Alagoas, 1610 Procissão com Nosso Senhor dos Passos Trajeto: Rua Alagoas / Rua Goiás / Rua Professor Jacinto Ribeiro 19:00 horas – Missa no Salão Paroquial do Sagrado Coração de Jesus Procissão com Nossa Senhora das Dores Trajeto: Rua São Francisco / Rua Divinópolis / Rua 7 de Setembro / Rua Modesto Gomes / Rua Joaquim Gomes Pereira / Praça Matriz - Encontro de Jesus e Maria – Praça da Matriz - Encenação – Movimento de Cursilho de Cristandade - 22:30 horas – Celebração Penitencial Comunitária (Jovens) – Igreja Matriz

Quinta-Feira Santa — 12/04/2001 05:00 horas – Via Sacra Missa 1 – Comunidade São Francisco de Assis————————— Rua Bahia – 80 2 – Comunidade Santa Tereza————————————— S.O.S 3 – Comunidade São Carlos Borromeu——————— Rua Joaquim G. Pereira – 863 18:30 horas – Acolhida e momento de Espiritualidade – Praça da Matriz 19:00 horas – Celebração da Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio Vigílias das 22 horas do dia 12/04 às 15 horas do dia 13/04 na Igreja Matriz

Sexta-Feira Santa - 13/04 05:00 horas - Via Sacra 1 - Comunidade Nossa Senhora das Graças 2 - Comunidade Imaculada Conceição 3 - Comunidade Sagrada Família

Celebração Igreja N. Sra. Graças Rua Bahia, 1531 Matadouro Municipal

15:00 horas - Celebração da Paixão e Morte de Jesus Igreja Matriz e Igreja N.Sra. Rosário 19:00 horas - Crucifixão e Morte de Jesus Praça Matriz Sermão do descimento da cruz Procissão do Enterro Trajeto: Rua JoaquimG. Pereira / ModestoGomes / 7 de Setembro / Cirilo Maciel

Sábado Santo - 14/04 19:30 horas - Acolhida e momento de espiritualidade - Praça Matriz 20:00 horas - Missa e encenação da ressurreição (se chover, 20:00 horas Missa na Matriz e no Poliesportivo Francelino Pereira) Volta para casa levando as velas iluminadas - Luz de Cristo

Domingo da Ressurreição - 15/04 09:00 horas - Missa na Igreja Matriz 18:30 horas - Acolhida e momento de espiritualidade - Praça Matriz 19:00 horas - Missa - Coroação de Nossa Senhora e procissão do Triunfo para a Igreja Matriz (se chover, 19:00 horas Missa na Igreja Matriz e no Poliesportivo Francelino Pereira).


Março/2001

Página 13

SÃO JOSÉ, ROGAI POR NÓS! Dezenove de março é dia de São José, padroeiro da Igreja. Depois de Maria, ninguém, neste mundo, esteve mais próximo da luz: Quando Jesus, recém-nascido, abriu os olhos, viu Maria e, ao lado dela, José. Ele e ela, estiveram, especialmente nos primeiros meses de vida do Menino-Deus, muito perto dele. Como todos os pais, aguardaram, com muita expectativa, o primeiro sorriso... a primeira silaba... Foram eles, Maria e José, que tiveram o privilégio de segurarem as mãozinhas frágeis do Criador do mundo e ensinarem-lhe os primeiros passinhos, sempre incertos e medrosos. Foi ao lado deles que Jesus cresceu em idade e sabedoria e, conforme o Evangelho, era-lhes submisso...

Tão próximos da luz, iluminam-se e iluminam o mundo! A missão do pai legal de Jesus foi sublime e ele a cumpriu na humildade, no silêncio e no amor. Jamais, quis aparecer. Não deu declarações. Não fez perguntas. Apenas cumpriu o que o Senhor reservou para ele. Sua imagem é de serviço, puxando o burrico pela rédea, aplainando a madeira... Viveu de maneira admirável: Foi um contemplativo e um trabalhador. É o santo dos operários. Com o suor de seu rosto e a força de seus braços, alimentou a esposa e o filho de quem foi companheiro de exílio. Do Mestre, foi também mestre, ensinando-lhe os segredos de uma profissão digna. Pai e filho, os marceneiros de Nazaré, de mãos grossas e calejadas, foram companheiros e

amigos. José não teve vida longa: Não é verdade que tenha sido velho. A preocupação dos artistas, de pintá-lo como um ancião, é apenas um cuidado inútil no sentido de se preservar a virgindade de Maria. Isso é próprio dos que não crêem na força da virtude. Ele morreu primeiro e teve o privilégio de morrer nos braços de Jesus e de Maria: Cerrou os olhos, vendo Jesus e Maria a seu lado, acariciando-o de olhos umedecidos, sofrendo já com a saudade, resignada sim, mas muito forte e doída. Existe morte mais bonita?! Com muita razão, portanto, é o padroeiro da boa morte: São José, rogai por nós agora e na hora de nossa morte! Professor Pedro Paulo Rese nde

Imagens & Procissões A Quaresma começou! E a Semana Santa se aproxima! Para muitos, Semana Santa é tempo de sair com os santos da igreja, carregando-os em procissão. São os pecadores levando e acompanhando os santos. Mas, muitas vezes, carregando-os dentro de si. Durante a Semana Santa, apenas uma procissão é

litúrgica: a de Ramos (se quiserem, obrigatória). As outras duas procissões litúrgicas do ano são a das Velas (02 de fevereiro: Apresentação do Senhor Jesus) e a de Corpus Christi (festa móvel, quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade, este ano será 14 de junho). Todas as outras procissões não

são litúrgicas, embora façam parte de nossa devoção e piedade. É importante observar que, nas procissões litúrgicas, não carregamos imagens. Em uma levamos ramos; em outra, velas acesas; e na terceira, o Sacerdote carrega o Santíssimo Sacramento ou fica ajoelhado diante Dele.

Nas outras procissões carregamos imagens; aqui em Lagoa da Prata, em algumas procissões, nem imagens levamos mais. Mas sim, os nossos irmãos e irmãs na fé, criados à imagem e semelhança de Deus, representam os santos e santas. Não adoramos santos! As imagens são apenas

lembranças. Quem não tem um retrato que guarda com carinho? Portanto, quando carregamos ou representamos os santos, apenas queremos demonstrar o amor e admiração que temos por eles. Em nossas procissões levemos nossa imagem, essa que o nosso pobre corpo carrega, que um dia tornará pó, com respeito e

seriedade. Assim fazendo, estaremos dando passos em direção Daquele que nos fez a Sua imagem e semelhança. Um caloroso abraço, e pense: na procissão rumo à outra vida, carrego a minha imagem com zelo e cuidado? Pe. Íris Mesquita Martins


Março/2001

Página 14

ESCOLINHAS DE FUTEBOL As escolinhas de futebol ganham espaço cada vez maior entre crianças e adolescentes de Lagoa

da Prata. O técnico desportivo e professor de futebol, Walmir Borges Franco, dirige duas delas:

- Escolinha de Futebol Craque do Futuro Categorias Iniciante e Fraldinha, de 5 a 12 anos, treinam no Campo Municipal; Categorias Dente de Leite, Infantil e Juvenil, de 13 a 18 anos, treinam no Campo do Laprata.

- Escolinha do Umuarama Clube Categoria Infantil e Juvenil, de 5 a 13 anos, treinam no próprio clube Umuarama. Os "Craques do Futuro", categoria 12 anos, se preparando com o técnico Walmir São realizados jogos amistosos e torneios com as cidades vizinhas. No momento, as equipes estão se preparando para disputar a copa anti-

drogas, organizada pela cidade de Martinho Campos, e o campeonato regional da AFACOM (Associação de Futebol Amador do Centro-Oeste Mineiro).

Estas escolas contam com o apoio do comércio local e da Secretaria Municipal de Esportes. O Técnico Walmir ressalta que “elas são vitais para o

desenvolvimento físico, técnico, psicológico e disciplinar, possibilitando o crescimento saudável do corpo e da mente. Além disso, as crianças e

adolescentes aprendem a ter mais limites”. Os pais que desejarem inscrever seus filhos nas escolinhas, podem

entrar em contato com os professores Walmir(fone: 32612585 ou 9962-7786) ou Miro(3261-4232 ou 9966-2997).

Dizendo não as drogas, estamos dizendo sim a vida. As drogas levam as pessoas à prostituição, ao roubo, a matar, ao seqüestro, até à guerra entre os traficantes, envolvendo muitas pessoas inocentes. As pessoas envolvidas com drogas, além de se destruírem,

destroem a vida de seus familiares, levando todos ao desespero, sem saber o que fazer. Deus nos deu a vida para vivermos em abundância, nos fez a sua imagem e semelhança para termos saúde, alegrias, dignidade, por isso devemos cuidar do nosso corpo sem

maltratá-lo com falsas alegrias, renunciando sempre a qualquer tipo de drogas e dizendo Sim a Vida. Viva a vida!!! Vida sim, drogas não!! Meg Morais Miranda Silva Aluna do 3º ano do ciclo básico da Escola Municipal Dr. Jacinto Campos.

GENTE JOVEM

Em todo trabalho que realiza,Carlos sempre o faz com alegria, dedicação e responsabilidade Carlos Sérgio de J es u s “Deus deixou várias coisas para terminar de modo que o homem possa exercer suas habilidades. Deixou a eletricidade na nuvem e o óleo no fundo da terra. Criou os rios sem ponte, as florestas sem estradas, os campos sem casas. Deixou as pinturas

do lado de fora dos quadros, os sentimentos para serem descritos, as montanhas para serem conquistadas, os problemas para serem resolvidos. Deus deixou várias coisas para terminar de modo que o homem possa compartilhar de sua alegria”. Esta mensagem é o reflexo de Carlos, um jovem que com sua

dedicação, sinceridade, lealdade, e persistência em seus trabalhos religiosos e pessoais, conquista e contagia os amigos que o cercam, transmitindo a todos alegria. E usando o lema “mudar é preciso, transformar é necessário” sempre dá um toque dinâmico em sua vida, seu caráter, seu jeito de ser... Sandra e Gilma(Mac)


031 - Jornal Informação - Ed. Mar. 2001