Page 1

NÚMERO 166- ANO XIV - JULHO D E 2012 - P A R Ó Q U I A S Ã O C A R L O S B O R R O M E U LAGOA DA PRATA - MG - DIOCESE DE LUZ www.paroquiasaocarlosonline.com.br

O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus.

Temos este tesouro em vasos de barro (2 Cor 4,7) Quando o Apóstolo Paulo disse isso, tinha encontrado seu grande tesouro – Jesus Cristo – e O estava mantendo bem perto de seu coração. De fato, somos como vasos de barro: frágeis e limitados. Porém, carregamos em nosso interior um tesouro maravilhoso: o Espírito Santo de Deus. Assim, somos imperfeitos, mas o Evangelho que anunciamos é perfeito! Cometemos erros, mas isso não deve nos desanimar. Enfrentamos dificuldades, mas o nosso “tesouro” nos fortalece e nos manda seguir em frente. Se hoje a Paróquia São Carlos

Borromeu celebra 80 anos é porque muitos, ao longo desse tempo, deixaram Jesus Cristo, o tesouro em nós, iluminar a caminhada. Com alegria constatamos que, maior que nossos erros, tem sido a nossa vontade de acertar. Mais forte que as dificuldades é nossa esperança de um mundo melhor. Bem maior que nossas fraquezas é o poder de Deus em nós! Parabéns, Paróquia São Carlos Borromeu! Igreja viva edificada por Jesus Cristo!

Editorial

Matriz São Carlos Borromeu - Arte Antônio Carlos Dayrell


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 02

O Terço dos Homens

Conhecendo a Legião de Maria A história de Nossa Senhora da Visitação Nossa Senhora foi visitada pelo Arcanjo Gabriel com uma mensagem de amor, com a proposta de fazer dela, a mãe de nosso Salvador. E ela aceitou. E aceitar Jesus é estar aberto a aceitar o outro. O anjo também lhe comunica que sua prima Isabel estava grávida. E Maria foi visitá-la. A visitação de Maria à sua prima nos convoca a essa caridade ativa. Visitar o outro é uma atitude de amor e de caridade de que o outro precisa. A Legião de Maria tem como primeiro trabalho as visitas domiciliares. São feitas semanalmente, e todos os “praesidia” devem fazê-las. Quem as legionárias devem visitar? Devem ser visitadas todas as pessoas sem distinção. As visitas não devem ser demoradas. Apenas uma conversa onde se apresentam, falam de sua missão e levam palavras de carinho. A Virgem Maria é quem vai à frente abrindo caminhos para que a Legião possa, assim, visitar muitas pessoas e evangelizar. Cúria N. Sra. Misericórdia e Cúria Mater Christi

Para Refletir · Perdoar é devolver ao outro o direito de ser feliz. · A história da salvação continua presente no meio de nós. · A vida só tem sentido quando somos motivados pelo amor e pela esperança. · A história é um mistério da vida: quanto mais cresce o sofrimento, mais aumenta a esperança. · A fé no Senhor nos ajuda a ver tudo com novos olhos. · Deus é a fonte de nossas vidas e de toda história. · Se quiser ser vencedor, troque a maldade pela bondade, o ódio pelo amor, a ignorância pela calma, o ciúme pela confiança, o orgulho pela humildade, a calúnia pela palavra de Deus. · A palavra do Senhor é forte como a rocha, invencível como o mar, doce como mel e suave como a brisa. · O orgulhoso não entende. Quer explicar tudo só pela luz da razão. · Se acaso perder o sol, não chore pois as lágrimas o impedirão de ver as estrelas. · A palavra de Deus é como uma ponte que nos conduz ao horizonte do amor e da eternidade. · Como é grande a alegria de quem vive em harmonia com Deus e com os irmãos. · A melhor herança que recebemos dos nossos pais são as raízes da fé e do amor. · Cada instante que passa é uma gota de vida que nunca mais torna a cair. · Quando nos colocamos nas mãos do Pai, nossa vida recebe novo brilho, novo sentido. · O verdadeiro discípulo é aquele que se deixa contagiar pelo espírito da paz e do amor. Dona Zé

Perder o trabalho Quem julga os demais perde o trabalho, quase sempre se engana e facilmente peca. Mas, examinando-se e julgando-se a si mesmo, trabalha sempre com proveito. (Imitação de Cristo – Livro I - Capítulo 14) Que não devemos julgar, nós sabemos bem, mas nem sempre agimos de acordo com a ordem de Jesus: “Não Julgueis” (Lc 6, 37). Gostei muito da frase destacada acima. Quem julga os demais perde o trabalho... Nós não gostamos de perder o trabalho, especialmente em dias muito intensos em que a organização das tarefas parece não poder comportar um trabalho perdido que exigirá de nós um tempo do qual não dispomos para ser refeito. Sabemos que devemos fazer bem cada coisa para evitar o “retrabalho”. Todos nós desejamos aprender a utilizar bem o tempo, ser concentrado nas atividades e ser eficientes, pois é para Deus que ofertamos o fruto de todo nosso empenho. Ao falar sobre 'perder o trabalho', logo pensamos no tempo, mas também em uma certa frustração que sentimos ao ver que a tarefa está inconclusa porque o trabalho se perdeu. Além do tempo, quanta energia se esvai!... Nossa caminhada espiritual também depende dos “trabalhos” que devemos abraçar para crescer na resposta à vontade de Deus e permanecer no amor. “Lidar consigo mesmo é trabalho de artesão, fio a fio, e leva tempo...”. Cada um de nós sabe o quanto trabalha para acompanhar a graça de Deus e ser santo. Quando perdemos este trabalho, devemos ter a consciência de que esta perda é muito maior do que aquelas que comprometem nosso tempo e atrasam nossas tarefas. O trecho da Imitação afirma com clareza: quem julga os irmãos, perde o trabalho, gasta suas energias em vão. Dificilmente irá acertar, pois o amor próprio fere a retidão do juízo, e facilmente poderá pecar. Mas, se esta energia é gasta com o próprio julgamento, trabalharemos sempre com proveito, e os nossos empenhos serão coroados de frutos. Como é desgastante manter o coração e a mente repleta de julgamentos! Quanta energia não só desperdiçada, mas mal empregada! O julgamento afasta os irmãos, pois um se coloca acima do outro. Quem julga se coloca no lugar de Deus e se põe em outro plano, em outro nível, por isso se afasta do irmão, a quem só poderá enxergar bem e de perto com as lentes da verdade. Se Deus fora sempre o único objetivo dos nossos desejos, poderemos enxergar os outros sob a luz de Seu olhar: se o irmão estiver errado, o perdoaremos; se estiver certo, permaneceremos amando-o com simplicidade e sem exaltação. Vale lembrar que também corremos o risco de errar julgando ser bom o que não é, quando, por exemplo, exaltamos desmedidamente uma pessoa partindo das nossas expectativas e impressões precipitadas e descoladas da verdade. Devemos, sim, ter um olhar otimista e acreditar no bem que há no coração das pessoas, mas sempre a partir do olhar de Deus. Qualquer julgamento, por menor que seja, é fruto de uma má aplicação das energias espirituais. E precisamos decidir não mais perder o trabalho. Uma vez uma monja nos contou uma história sobre uma pessoa que dizia não temer o julgamento de Deus afirmando: “Eu não julgo ninguém, portanto, não serei julgada!” Que paz de consciência! Jesus nos dá uma ordem que vem seguida de uma promessa: quem não julga não será julgado (Lc 6, 37). É muito grande o prêmio! Que o desejo de alcançá-lo possa orientar todo o nosso agir. Ludmila Rocha Dorella Comunidade Católica Árvore da Vida

A missa e as almas do purgatório O saudoso Mons. Alfredo disse na época, em uma reunião com Ministros da Sagrada Comunhão, que a melhor coisa que podemos fazer por uma pessoa querida e já falecida, é mandar celebrar uma missa por sua alma. E ele completou: “Principalmente se a alma desta pessoa estiver no purgatório”. O que será apresentado agora é confirmação das palavras do Mons. Alfredo Dhor. Sóror Catarina de Santo Agostinho foi uma irmã de caridade que sempre rezava pelas almas de todos os falecidos, mesmo em se tratando de pessoas que não eram de sua convivência. Na cidade onde morava, havia uma mulher chamada Maria que sempre levava uma vida de pecado. Seu comportamento era tão escandaloso que seus conterrâneos expulsaram-na da cidade em sua velhice. Maria foi obrigada a passar seus últimos dias vivendo numa gruta abandonada. Nesta gruta, ela faleceu sem assistência de ninguém e foi sepultada num campo fora da cidade. Sóror Catarina, ao saber da morte da mulher, não se preocupou em rezar por sua alma pensando, como todas as pessoas, que a alma de Maria tivesse sido condenada. Passados quatro anos, certo dia apareceu-lhe uma alma do purgatório que lhe disse: “Sóror Catarina, que triste sorte a minha! Tu recomendas a Deus as almas de todos os que morrem, e só da minha alma não tens tido compaixão? – Mas quem és tu, disse a serva de Deus. – Eu sou – respondeu ela – aquela pobre Maria que morreu na gruta. – E como te salvaste? – replicou Sóror Catarina. – Sim, eu me salvei por misericórdia da Virgem Maria. Quando vi próxima a morte, tão cheia de pecados e desamparada, eu voltei para a mãe de Deus e lhe disse: Senhora, vós sois o refúgio dos desamparados. Aqui estou neste estado, abandonada por todos. Vós sois minha única esperança. Só vós me podeis valer”. “Então, a Senhora Virgem obteve-me a graça de eu fazer um ato de contrição. Depois eu morri e fui salva. Só necessito de algumas missas para me livrar mais depressa do purgatório. Rogo-te que as faça rezar por mim. Em troca prometo pedir sempre a Deus e à Santíssima virgem por ti.” Sóror Catarina fez celebrar as missas. Depois de poucos dias, tornou-lhe a aparecer aquela alma, mais resplandecente do que o sol, e lhe disse: “Agora vou para o paraíso cantar as maravilhas do Senhor e rezar por ti”. Obs.: Esta estória encontra-se no livro “GLÓRIAS DE MARIA”, escrito por Santo Afonso de Ligório. Esta é uma mensagem dos homens em oração, os homens do Terço dos Homens, da Paróquia de São Carlos Borromeu. (ABR)

O Sacramento do Matrimônio

EXPEDIENTE Diretor Espiritual: Pe. João Bosco Jornalista Responsável: Elizabete Lacerda Pedrosa– SRP / MG 3356 Digitação: Taty Publicidade: Laura Resende e Christian: 3261-8619, 3261-4372, Regina: 3261-4139 Diagramação: Jair Resende E-mail: jinformacao@ig.com.br Revisão: Elizabete, Simone Pároco: Pe. João Bosco Agradecemos a todos os nossos colaboradores, que são voluntários. Nr. de Exemplares: 2.500 Previsão para próxima Edição: 14 e 15/07

“Feliz o home que tem uma boa mulher, pois se duplicará o número de seus anos. A mulher forte faz a alegria de seu marido e derramará paz nos anos de sua vida.” (Eclo 26,1-2) “Quem foi chamado para viver a caridade conjugal, como sua forma característica de vida cristã, tem no próprio amor conjugal o primeiro e o mais direto caminho para a perfeição. Quanto mais o casal se ama, tanto mais está sendo amado por Deus; quanto mais o casal se ama, tanto mais se abre para o amor a Deus; quanto mais o casal se ama, tanto mais cresce no amor fraterno, tanto mais se expande para a Igreja e para o mundo.” Pe. Flávio C. Castro, cssr Celebrarão o Sacramento do Matrimônio na Igreja Matriz São Carlos Borromeu, os seguintes cônjuges: Dia 20 de Julho Felipe e Tamara Dia 21 de Julho Bruno Cézar e Evelin Dia 27 de Julho Paulo Henrique e Jennifer Dia 04 de Agosto Pedro Henrique e Elen Caroline Dia 11 de Agosto Aldair e Elaine Secretaria Paroquial

LIVRARIA PAROQUIAL Praça Cel. Carlos Bernardes, 141. Fone (37) 3261-1247 São oferecidos: livros, CDs, imagens, cartões diversos, artigos religiosos em geral, papelaria em geral.

Não entre na fila, pague suas contas aqui.


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 03


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 04

Código de Ética do Vereador

Catecismo Católico da Igreja

mim, confiantemente. 2. O exercício do mandato, tal como definido no Código Civil, obriga-me a prestar contas aos mandantes, isto é, aos eleitores. 3. Exercerei o mandato com brio, decoro, altivez e patriotismo, pelo bem do meu povo e do município. 4. Não me curvarei ante a pressões de grupos, partidos ou de outros poderes, na legítima defesa da comunidade. 5. Concentrarei minhas atividades legislativasem respeito à Lei, à Ordem e à Disciplina. 6. Não concordarei com projetos que tenham por objetivo leis ou situações escusas, tendentes a marginalizar ou prejudicar o povo de minha cidade, nem atenderei a pedidos que possam, em qualquer tempo, pôr em dúvida a honorabilidade do meu cargo. 7. Não concordarei com projetos ou resoluções que visem proporcionar estado de mordomia para quem quer que seja, empenhando-me para eliminar os focos restantes de uma burocracia inoperante e maléfica para a população. 8. Não concordarei com nenhum tipo de gasto

Os sacramentos da iniciação cristã: a confirmação

As eleições estão chegando. E chegou a hora de pensar em quem votar, não é verdade? Reproduzi um texto para chegarmos à escolha certa! Vamos ver quais os candidatos que ousarão assinar este documento. A partir deste conhecimento, teremos como aquilatar quem será bom e quem não será para a nossa comunidade. Exijam que os postulantes aos cargos eletivos façam, desde já, sua opção: o povo ou o próprio bolso. O futuro de nossas famílias vai depender disso! Vereadores Os vereadores, COMO FISCAIS DO POVO, já que investidos por um mandato popular, se obrigam a exercer o cargo cumprindo estatutariamente seu papel de procuradores da comunidade. Fora disso, toda ação será indecorosa, vil, criminosa, devendo ser punida com a perda do mandato e cominações legais. O presente Código de Ética do Vereador sugere alguns postulados para devolver ao povo a credibilidade de um novo tempo: O código 1. O Poder, que me foi outorgado, não me pertence, mas aos que votaram em

supérfluo em decorrência do exercício do mandato,procurandoeliminar, com meus pares, viagens turísticas sem nenhum proveito para o município, excetuando os congressos de alto interesse para a comunidade. 9. Concentrarei minhas atividades no espírito de respeito a todas as espécies e ecossistemas, procurando trabalhar para o benefício de todos, sem distinção de raça, cor, credo político ou religioso e condição social. 10. Estabelecerei um padrão sócio-científicocultural em minhas atividades, priorizando saúde, emprego, educação, transporte, segurança, ensino profissional, moradia decente, saneamento básico, recreação e qualidade de vida. 11. Trabalharei arduamente para restabelecer o comportamento ético em todos os níveis e a liberdade, com reais oportunidades para todos. · Assim o prometo, perante Deus e os homens.Código de Ética do Vereador Por Hemerson Kenedy da Silva Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão

Orientações Pastorais para um Voto Consciente

A partir dos princípios da Ética e da Doutrina Social da Igreja, podem ser estabelecidas algumas orientações e alguns critérios fundamentais para a escolha dos candidatos: 1. Devemos escolher o candidato após examinar suas ideias, os valores que ele defende e também sua vida pessoal, familiar e profissional. Devemos conhecê-lo para saber se é uma pessoa decente, que tem uma história passada de compromisso com os princípios que diz defender. 2. Devemos examinar seus projetos e se estes se encontram de acordo com o partido ao qual está filiado; pois, ao escolhermos um candidato, estamos votando não só em sua pessoa, mas também em um partido ou coligação e, no caso da eleição para vereador,

estamos ajudando a eleger outros candidatos do mesmo partido ou coligação. 3. Devemos votar em candidato cujas propostas defendam a dignidade da pessoa e da vida, desde a concepção até a morte, sobretudo dos pobres e indefesos. A defesa da vida deve traduzir-se em projetos que ajudem a construir a Cultura da Paz: através da inclusão social; da proteção das pessoas contra as diversas formas de violência; do cuidado da infância e da adolescência; do combate à prostituição, à pornografia e à exploração do trabalho infantil; da defesa da dignidade e dos direitos dos idosos. 4. Devemos eleger o candidato comprometido com a questão ecológica e disposto a formular e implementar políticas de desenvolvimento sustentável para o Município que respeitem a natureza, fonte de vida para nós e para as gerações futuras. 5. Devemos apoiar o

candidato comprometido com o respeito ao princípio de subsidiariedade, incentivando, respeitando e estabelecendo parcerias com as organizações sociais que promovem o bem público, a inclusão social e a luta contra todas as formas de discriminação. 6. Devemos escolher o candidato comprometido com a construção de uma sociedade plural, onde os verdadeiros direitos humanos sejam respeitados, o que inclui a defesa da liberdade de educação e a promoção da formação integral do ser humano, inclusive em sua dimensão religiosa. 7. Devemos votar no candidato comprometido com a luta contra todas as formas de corrupção e de mau uso do dinheiro público, que promova uma campanha eleitoral que não envolva o uso de verbas indevidas e o uso da máquina administrativa. Dom Antônio Carlos Félix Bispo Diocesano de Luz

«Quando os Apóstolos que estavam em Jerusalém ouviram dizer que a Samaria recebera a Palavra de Deus, enviaram-lhe Pedro e João. Quando chegaram lá, rezaram pelos samaritanos para que recebessem o Espírito Santo, que ainda não tinha descido sobre eles. Apenas tinham sido batizados em nome do Senhor Jesus. Então impunham-lhes as mãos e eles recebiam o Espírito Santo» (At 8, 14-17). A Confirmação completa a graça batismal. Ela é o sacramento que dá o Espírito Santo, para nos enraizar mais profundamente na filiação divina, incorporar-nos mais solidamente em Cristo, tornar mais firme o laço que nos prende à Igreja, associar-nos mais à sua missão e ajudarnos a dar testemunho da fé cristã pela palavra, acompanhada de obras. A Confirmação, tal como o Batismo, imprime na alma do cristão um sinal espiritual ou caráter indelével. É por isso que só se pode receber este sacramento uma vez na vida. No Oriente, este sacramento é administrado imediatamente a seguir ao Batismo e é seguido da participação na Eucaristia; esta tradição põe em relevo a unidade dos três sacramentos da iniciação cristã. Na Igreja latina, este sacramento é administrado quando se atinge a idade da razão e, ordinariamente, a sua celebração é reservada ao bispo, significando assim que este sacramento vem robustecer o vínculo eclesial. O candidato à Confirmação, que atingiu a idade da razão, deve professar a fé, estar em estado de graça, ter a intenção de receber o sacramento e estar preparado para assumir o seu papel de discípulo e testemunha de Cristo, na comunidade eclesial e nos assuntos temporais. O rito essencial da Confirmação é a unção com o óleo do crisma na fronte do batizado, com a imposição da mão do ministro e as palavras: «Recebe por este sinal o Espírito Santo, o Dom de Deus». Quando a Confirmação é celebrada separadamente do Batismo, a sua ligação com este sacramento é expressa, entre outras coisas, pela renovação dos compromissos batismais. A celebração da Confirmação no decorrer da Eucaristia contribui para sublinhar a unidade dos sacramentos da iniciação cristã. Dom Félix - Bispo Diocesano

Lição de patriotismo Em Joinville /SC, houve um concurso de redação na Rede Municipal de Ensino. O título recomendado pela professora foi: DAI PÃO A QUEM TEM FOME. O primeiro lugar foi conquistado por uma menina de apenas 14 anos de idade. Ela se inspirou na letra do nosso Hino Nacional para redigir o texto abaixo: Certa noite, ao entrar em minha sala de aula, vi num mapa-mundi o nosso Brasil chorar: - O que houve, meu Brasil brasileiro"? - Perguntei-lhe! E ele, espreguiçando-se em seu berço esplêndido, esparramado e verdejante sobre a América do Sul, respondeu chorando com suas lágrimas amazônicas: - Estou sofrendo. Vejam o que estão fazendo comigo... Antes, os meus bosques tinham mais flores e meus seios mais amores. Meu povo era heroico e os seus brados retumbantes. O sol da liberdade era mais fúlgido e brilhava no céu a todo instante. Onde anda a

liberdade, onde estão os braços fortes? Eu era a Pátria amada, idolatrada. Havia paz no futuro e glórias no passado. Nenhum filho meu fugia à luta. Eu era a terra adorada e, dos filhos deste solo, era a mãe gentil E era gigante pela própria natureza, que hoje devastam e queimam, sem nenhum homem de coragem que, às margens plácidas de algum riachinho, tenha a coragem de gritar mais alto para libertar-me desses novos tiranos que ousam roubar o verde louro de minha flâmula. E não suportando as chorosas queixas do Brasil, saí de casa e fui para o jardim. Era noite e pude ver a imagem do Cruzeiro que resplandece no lábaro que o nosso país ostenta estrelado. Pensei... Conseguiremos salvar esse país sem braços fortes? Pensei mais: Quem nos devolverá a grandeza que a Pátria nos traz? Voltei à sala, mas encontrei o mapa silencioso e mudo,como uma criança dormindo em seu berço esplêndido. Colaboração: Sr Fernando Alonso Extraído do jornal O Vicentino


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 05


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

ENCONTRO “FAMÍLIA

DAS

FAMÍLIAS

QUE REZA UNIDA, PERMANECE UNIDA.”

Com o tema “A família: o trabalho e a festa”, queremos celebrar o Dia da Família na Paróquia São Carlos Borromeu. Será um dia de evangelização. Durante o Concílio Vaticano II, foi viabilizada uma proposta para a evangelização das famílias. No Brasil, a Pastoral Familiar teve início na década de 80, com vários movimentos e serviços familiares. A Igreja tem a missão de defender e promover a pessoa em todas as etapas e circunstâncias da vida. Defende também os valores cristãos para o matrimônio e para todos os relacionamentos pessoais e familiares. Para isso, é imprescindível promover articulações dentro e fora da Igreja. Sabendo da dificuldade das pessoas em absorver o conteúdo das palestras com a presença dos filhos pequenos, será feito, paralelamente ao encontro, um evento de evangelização para as crianças. Dessa forma, os adultos receberão conteúdo próprio para eles, enquanto as crianças, em outro ambiente próximo, também serão evangelizadas. Dessa forma, toda a família participa. O projeto tentará envolver o maior número possível de famílias da Paróquia São Carlos Borromeu, sensibilizando-as da importância de prevenir e combater problemas matrimoniais, violência em casa, drogas e outras contravenções; fortalecer a comunhão familiar e a educação dos jovens e crianças. Dentro dessa visão de valores da família cristã, queremos desenvolver trabalhos dinâmicos de evangelização para adultos e jovens, conforme a realidade e necessidade de cada um. As famílias podem fazer as inscrições na Secretaria da Paróquia. O encontro será realizado no dia 19 de agosto (domingo), no Centro Catequético, com início previsto para às 07:30 horas, encerrando com a Santa Missa às 16:00 horas.

CONVITE Semana Nacional da Família Estamos nos aproximando da Semana Nacional da Família, que tem como objetivo promover, fortalecer e evangelizar, a partir de Cristo e na força do Espírito Santo. Com o tema “Família, trabalho e festa”, vamos celebrar a Semana Nacional da Família, de 12 a 18 de agosto. Vamos celebrar com alegria o dom de ser família, com suas lutas e trabalhos, mas também com suas vitórias. Ser família é um dom de Deus, que manifesta entre nós seu grande amor! Vamos unir nossa família paroquial para, juntos, louvarmos o Senhor. No dia 18 de agosto, sábado, teremos uma programação especial para a juventude, com início previsto para as 15:00 horas. Teremos música, dança, teatro, louvor e oração. Será um verdadeiro encontro com Deus, que terá a celebração da Santa Missa no final, por volta das 20:00 horas. Em seguida, acontecerá um evangelizashow. Dia 19 de agosto teremos a festa para toda a família, com reflexões, oração, músicas de louvor e palestras. Uma festa para o dia todo, com programação especial para a criançada. Será realizada no Centro de Eventos, à rua Alexandre Bernardes Primo, 240, Américo Silva – Lagoa da Prata. Faça já sua inscrição! Procure o animador de sua comunidade ou a Secretaria Paroquial. Não fique de fora desta festa. A sua família merece participar! Contamos com a presença de todas as famílias!

JULHO / 2012 - Página 06

ORAÇÃO DA FAMÍLIA Senhor, nós vos louvamos pela nossa família e agradecemos a vossa presença em nosso lar. Iluminai-nos para que sejamos capazes de assumir nosso compromisso de fé na Igreja e de participar da vida de nossa comunidade. Ensinai-nos a viver a Vossa palavra e o Vossomandamento de amor, a exemplo da Família de Nazaré. Concedei-nos a capacidade de compreendermos nossasdiferenças de idade, sexo, caráter, para nosajudarmos mutuamente, perdoarmos nossos erros e vivermos em harmonia. Dai-nos, Senhor, saúde, trabalho e um lar onde possamos viver felizes. Ensinai-nos a partilhar o que temos com os mais necessitados e empobrecidos.Dai-nos a graça de aceitar com fé e serenidade a doença e a morte quando se aproximarem de nossa família. Ajudai-nos a respeitar e incentivar a vocação de nossos filhos, quando quiserdes chamá-los a Vosso serviço. Que em nossa família reine a confiança, a fidelidade, o respeito mútuo, para que o amor se fortifique e nos una cada vez mais. Permanecei em nossa família, Senhor, e abençoai nosso lar hoje e sempre. Amém!

Encontro de Formação do INAPAF Agentes da Pastoral Familiar da Diocese de Luz participaram, no dia 08 de julho, do IIEncontro de Formação do INAPAF - Instituto Nacional da Pastoral Familiar. O encontro aconteceu na Paróquia São Carlos Borromeu, no Salão Nossa Sra de Fátima. Nesse dia foram repassados o módulo 3 - União Conjugal e Sacramento do Matrimônio – e o módulo 4 - A Família nos Planos de Deus. Foi um dia de estudos, troca de experiência e momento de oração. A comissão diocesana, sob a coordenação de Padre Marcelo, Ênio e Cida, agradece ao Pe. João e sua equipe pelo carinho, disposição e dedicação aos agentes da Pastoral Familiar. Marcos e Wélida – Pastoral Familiar Paróquia São Carlos Borromeu


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 07

PARÓQUIA Sde ÃO FRANCISCO DE ASSIS de criação da Paróquia - 1932 - 2012 Jubileu 80 anos A história de uma paróquia pode não ter m u i t a s novidades no início. Mas, ao longo do tempo, ela se torna significativa. Seu povo vai somando alegrias, realizações, sonhos, lutas, dificuldades, festas e tantas outras coisas. O seu primeiro padre, pároco ou não, ainda que não seja o mais importante, é quem dirige os primeiros trabalhos na comunidade. É sempre o líder que administra, orienta, encaminha as atividades. Os anos passam, vem um 2º pároco, um 3º... e assim por diante, até formar um grupo de padres que passam pela paróquia. Mas, na caminhada, muitas lideranças importantes também deixam seu rastro de realizações. Assim é a Paróquia São Carlos Borromeu. São 80 anos de história. Naturalmente, muitas coisas boas aqui aconteceram. No início, uma

cidadezinha que foi crescendo, exigindo cada vez mais daqueles que a lideravam. Uma cidade que hoje conta com uma população significativa, trazendo a necessidade de ser dividida para facilitar os trabalhos. No ano 2000 surge, então, uma nova paróquia, tendo como padroeiro São Sebastião. Aos poucos, ela foi se estruturando e, hoje, é uma paróquia forte, que busca incessantemente conhecer e viver a Palavra de Deus. Ali, formaram-se novas lideranças, tendo à frente um padre que, junto com o seu povo, faz acontecer o Reino de Deus. Em 2010 nasce uma outra paróquia, agora a São Francisco de Assis. Nasce forte, pois, o seu povo sente essa necessidade e soma forças para estruturá-la. Novas lideranças são formadas, e percebemos um empenho muito grande de realizar a vontade de Deus. À frente, um novo líder, um padre que, com todo o vigor, assume e leva adiante projetos que vem de longe, mas que agora vão se realizando. Hoje são três paróquias, frutos de um sonho, de uma constante luta. É uma divisão para somar forças, muito positiva e que ajuda na difusão do que Deus quer e espera desse povo que acredita e vai à luta. Uma divisão

necessária no plano de evangelização, que possibilita um maior crescimento espiritual, uma m e l h o r organização, fundamentais na sociedade, hoje muito secularizada. É por isso que a Paróquia São Carlos Borromeu se orgulha de ter crescido, dividido, somado nessa história de evangelização. Com certeza, muitas padres e leigos se orgulham dessa caminhada. Agradecemos a cada um que, de alguma forma, colaborou, fez a sua parte, se alegrou, decepcionou, mas não desistiu. Ao contrário: acreditou no que fazia, e aqui estamos. Neste mês de julho, exatamente no dia 15, a Paróquia São Carlos completou 80 anos. É com muita alegria que celebramos este momento. É animados e com o mesmo amor que no passado impulsionou aqueles que se dedicaram, que hoje também nós louvamos a Deus por esta

paróquia, verdadeiro canal de graças e bênçãos para todos. Parabenizamos a paróquia pelos seus 80 anos de caminhada! Parabenizamos aqueles que fizeram tudo isso acontecer! Parabenizamos as lideranças atuais que trabalham com dedicação e amor, construindo um novo tempo, uma Igreja viva, atuante e comprometida com o povo! Parabéns, Paróquia São Carlos Borromeu! Pe João Bosco da Silva Pároco

Dizimistas aniversariantes do mês de junho “Aquele que dá a semente ao semeador e o pão para comer, vos dará rica sementeira e aumentará os frutos da vossa justiça. Assim, enriquecidos em todas as coisas, poderás exercer toda espécie de doação com alegria e teremos os momentos para louvar e agradecer ao nosso criador.” (IICor 6,10-11) Caríssimos(as) Paroquianos(as) aniversariantes, Alegria e Paz! O seu aniversário natalício acontece neste mês. Estamos invocando as bênçãos de Deus sobre você e toda sua família. Desejamos-lhe muitos anos de vida e saúde! Deus os abençoe!!! Pe. João Bosco da Silva Pároco 01 de Julho Heber Aparecido da Costa Ferreira João Paulo de Lima Maria Severina Campos Neide Gonçalves de Oliveira Reginaldo de Aguiar Sebastião Camilo de Souza 02 de Julho Ana Isabel de Miranda Hugo Cesar de Sousa Izabel Maria de Moraes Maria da Conceição Silvério Paulo Henrique Oliveira Tânia Maria Alves Ribeiro 03 de Julho Flávio Felisbino de Melo Jeanice de Castro Macedo José Teixeira Ramos Maria Helena Ferreira Ornelia Marista Vieira Rosa Teixeira de Melo Costa 04 de Julho Ana Paula da Silva Vasconcelos Aristide Rezende Oliveira Haidê Alves Ribeiro 05 de Julho Amara Carina dos Anjos Francisco de Paulo Sobrinho João Paulo Mesquita Gonçalves

Maria Lúcia Santana Lacerda Maria Luzia Ribeiro Nadir Tavares Oliveira Vanilda Aparecida M Soares Wanda Maria Borges 06 de Julho Antônio Carlos de Miranda Antônio Marcos de Miranda Darci Francisco da Silva Ecio Aparecido Miranda Edna da Glória Macedo Helena Veloso Rezende Maria Helena da Silva 07 de Julho Celina Maria Silva Reis Maria Aparecida M Fonseca Maria Célia de Moraes Nair Luisa Xavier Ruth Aparecida C Oliveira 08 de Julho Alzira Santos Rezende Cacilda Ferreira de Moura Divino Félix Filho Izabel Lacerda dos Santos José Maria de Moura Mônica de Fátima Silva 09 de Julho Camilo de Lelis Melo Fernando Lopes de Carvalho Lorena Miranda Gontijo Maria Aparecida Xavier Maria Azevedo Silva 10 de Julho Hélcio Rubens Rezende Lílian Maria de Paula Lacerda Lorena de Castro Araujo Ribeiro Maria Isabel da Paixão 11 de Julho Elisa Maria Santos Pimenta Maria Filomena dos Santos Raquel Rezende 12 de Julho Antônio Eustáquio de Almeida Ordália Oliveira Santos 13 de Julho Arezi Rodrigues dos Santos Evandro Alves de Oliveira Fausta Maria Miranda Ilady Dias de Oliveira Costa Luzia Scalioni Dias Maria Faria Ribeiro Maria Lopes Evangelista Maria Vitória Oliveira 14 de Julho

Aparecida Maria da Silva Barbosa Flávio Augusto de Oliveira José Maria de Souza Júlio de Castro Gomes Maria Lina de Jesus Rosemary Silva Sobral 15 de Julho Nazir de Souza Queila Maria Borbes Simone Maria Campos e Melo 16 de Julho Aparecida do Carmo Oliveira Cristiane do Carmo Lopes Leonor Cândida de Jesus Maria Dalva Lacerda de Souza Maria do Carmo de Melo Waldomiro José Ferreira Zélia Cardoso de Melo 17 de Julho Alzira Rosa dos Santos Douglas Mateus de Bessas Luzia Inez de Jesus Maria do Carmo de Jesus Poliana Castro Magalhães Santos 18 de Julho Alaide Pinto Borges Alssandra Aparecida Rodarte Silva Dezilda Aparecida da Silva Jaqueline Couto Maria Elisabette T Bernardes Maria Severino do Couto 19 de Julho Cristina Baia de Azevedo Cynara da Silva Elmo Nogueira de Amorim José Francisco Lacerda José Vilmar Ramos Marta Helena Alves Silva Regina Célia Gomes Sebastião Lourenço 20 de Julho Eva Nunes Oliveira Vargas Fernando Alonso de Oliveira Maria Angélica de Jesus Rafael Rezende 21 de Julho Ana Georgina Borges Antônio André dos Santos Antônio Francisco dos Santos Eloísa Maria Paulo Iracy Maria de Jesus Oliveira Maria do Carmo Ferreira Vilma Pereira Leite 22 de Julho

Anderson Luiz dos Santos Corina Maria dos Santos João Carlos Rocha Gomes 23 de Julho Anália dos Santos Arthur Fernando B Batista Libério de Freitas Maria Lucia de Melo Maria Senhorinha A Ribeiro 24 de Julho Bolívar Correia Maria do Carmo T Amorim Maria Iracema da Costa Maria José Ribeiro Cardoso Sônia Gomes Lacerda 25 de Julho Aldair Rodrigues de Melo Divina Maria da Silva Maria de Lourdes S Andrade Marilene Castro B Guadalupe Rosangela T de Castro 26 de Julho Amélia Aparecida Aquino Marluce Álvares Kabutomori Paulo da Silva Sebastião Galdino Valadão Antônio Resende Gontijo Sobrinho 27 de Julho João Fonseca de Menezes José de Souza Ribeiro Libério Gabriel da Silva Maria Aparecida Morais Maria José Alves da Silva 28 de Julho Maria de Castro Araújo Maura Aparecida da Silva Lucas Ferreira de Oliveira Sandra Amorim Martins 29 de Julho Alexandrina Maria Lacerda Geni Bernardes Santos Letícia Vieira Andrade Osvaldo Gomes Bernardes Simone Andrade Ribeiro Vicente Brasil Guadalupe 30 de Julho André Luiz Simões Jordane Vidal Gandra Maria Clarice da Fonseca 31 de Julho Gláucia Silva Iracema Lope S de Moura Maurice Leuza de Melo Washington Felipe Vidal Bento

Testemunho de dizimista

Sou uma dizimista feliz e fiel, mesmo em meio a muitas lutas e dificuldades. A ação de ofertar me traz um reconhecimento da soberania de Deus e do cuidado que Ele tem para comigo, abençoando meu cotidiano com bênçãos espirituais. Não faço por obrigação, mas com prazer e alegria, pois é do Senhor e é para o Senhor. Acompanho de perto as necessidades da Paróquia e vejo o quanto é importante contribuirmos com o dízimo. Quando há fidelidade no dízimo, a Casa do Senhor é agraciada com recursos que serão usados na pregação do Evangelho. Cássia C. Castro Miranda


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

NOTÍCIAS

DA

JULHO / 2012 - Página 08

P ARÓQUIA S ÃO C ARLOS B O R R O M E U ACONTECEU

. Festa de Pentecostes A Festa de Pentecostes aconteceu no Centro de Eventos na Paróquia São Carlos Borromeu. Tivemos um momento de espiritualidade e, em seguida, a Celebração Eucarística. Houve uma boa participação das comunidades, todos vibraram muito com o momento. Devemos lembrar sempre que Pentecostes é a coroação da Páscoa de Cristo. Nele acontece a plenificação da Páscoa, pois a vinda do Espírito sobre os discípulos manifesta a riqueza da vida nova do Ressuscitado no coração, na vida e na missão dos discípulos. Podemos notar a importância de Pentecostes, pois, "sem o Espírito Santo, Deus está distante; o Cristo permanece no passado; o evangelho, uma letra morta; a Igreja, uma simples organização; a autoridade, um poder; a missão, uma propaganda; o culto, um arcaísmo; e a ação moral, uma ação de escravos". O Espírito traz presente o Ressuscitado à sua Igreja e lhe garante a vida e a eficácia da missão. O Pentecostes é, portanto, a celebração da efusão do Espírito Santo. Os sinais externos, descritos no livro dos Atos dos Apóstolos, são uma confirmação da descida do Espírito: ruídos vindos do céu, vento forte e chamas de fogo. Para os cristãos, o Pentecostes marca o nascimento da Igreja e sua vocação para a missão universal.

do Matrimônio. Este estudo foi feito pelos cursilhistas, catequistas, animadores e lideranças de comunidades, numa tentativa de esclarecer dúvidas e fazer com que os casais possam se conscientizar da importância de sua participação na Igreja e na comunidade. Uma clara demonstração de que a Igreja não exclui ninguém. É um tema que deve ser aprofundado para melhor conhecimento da realidade, para dar possibilidade de maior participação destes casais, bem como promover uma melhor aceitação dos mesmos em nossas comunidades. . Festa de Santo Antônio A Trezena de Santo Antônioaconteceu nas Paróquias São Carlos e São Francisco.Houve uma boa participação e, por onde os devotos passaram, foram muito bem acolhidos. As comunidades celebraram com muito carinho a Trezena. . . Festa do Sagrado Coração de Jesus

. Formação para Casais em Segunda União Uma proposta a partir do Plano Diocesano de Evangelização. Uma demonstração de que a Igreja se preocupa com oscasais em 2ª união. Um estudo para esclarecermuitas dúvidas sobre o assunto. O principal objetivo desta formação foi despertar para o acolhimento dos casais que vivem em segunda união. Oestudo serve de alerta aos noivos para a responsabilidade com o Sacramento

.Encontro de Casais com Cristo - 3ª Etapa Nos dias 06, 07 e 08 de julho, aconteceu o Encontro do ECC – 3ª Etapa, no Centro Catequético,com a participação de 39 casais refletindo a caminhada da Igreja e sua doutrina social. O grande objetivo é formar casais conscientes de sua função na sociedade. Ao final, todos devem sair com um propósito de trabalhar pelo bem comum.

VAI ACONTECER . Retiro do Clero De 17 a 19 de julho, os padres estarão reunidos no Centro de Formação, em Piumhi, para o retiro anual do clero da Diocese de Luz. A espiritualidade precisa fazer parte da vida do Padre. Portanto, as orações de todos são fundamentais para que tenhamos um clero mais santo e com disposição para o serviço ao Reino de Deus.

. Festa de Corpus Christi

Corpus Christi é uma expressão em latim que significa “Corpo de Cristo”. É um feriado comemorado pela religião Católica. Corpus Christi é celebrado 60 dias depois da Páscoa e, normalmente, com procissões em vias públicas. A procissão é feita nas ruas, onde as pessoas podem testemunhar e adorar o Corpo e Sangue de Cristo. Na Paróquia São Carlos Borromeu, por causa da chuva, foi celebrado dentro da igreja e não houve procissão. Mas, isso não tirou o brilho da festa. Com uma participação significativa de nosso povo, todos acharam que a celebração foi “maravilhosa e muito emocionante”.

Aconteceu, no Centro Catequético, o Retiro para Lideranças de Comunidades da Paróquia São Carlos Borromeu,com uma boa participação e um conteúdo bastante significativo. Esse retiro faz parte das atividades propostas no Plano Diocesano de Evangelização. O encerramento se deu com a participação de todos na Missa das 19:00 horas, na Igreja Matriz.

Começou com a Novena do Apostolado da Oração, com bonitas palmeações preparadas pelas comunidades. O encerramento aconteceu na Igreja Matriz, em uma bela celebração que, inclusive, acolheu novos membros para juntar-se ao grupo do Apostolado da Oração. A Comunidade Sagrado Coração de Jesus também festejou o seupadroeiro.Foi uma grata surpresa, um momento de ânimo para a comunidade, que se uniu nos trabalhos e na participação das celebrações. Ali se viu uma verdadeira comunidade. . Celebração da Primeira Eucaristia As comunidades Nossa Senhora de Fátima, São Judas Tadeu e São José realizaram bonitas celebrações de Primeira Eucaristia. . Retiro para Lideranças

. Encontro do Movimento de Liderança Cristã - MLC De 20 a 22 de julho acontecerá o Encontro de Jovens do MLC – Movimento de Liderança Cristã no Centro Catequético. Os jovens acima de 18 anos estão convidados a fazer parte deste grupo de estudo e oração em nossa Paróquia. Portanto, jovem, participe deste encontro!Faça de sua vida uma vida de oração e de ação, como jovem que quer evangelizar outrosjovens.Vamos somar forças.

. Encontro de Adolescentes Com Cristo - EAC De 27 a 29 de julho acontecerá mais um encontro de jovens do EAC no Centro Catequético. Convidamos os adolescentes (a partir de 13 anos completos) para se juntarem a outros jovens com o objetivo de se conhecerem e viver o que Jesus ensina. Aos pais,a nossa motivação para que incentivem os filhos a participarem dos encontros e das reuniões após o encontro. . Jornada Mundial da Juventude 2013 Estamos nos aproximando cada vez mais da Jornada Mundial da Juventude.A Diocese já está organizando equipes de trabalho para acolher jovens de outros países que virão nos visitar. É hora dajuventude fazer bastante barulho para chamar a atenção de toda a paróquia para o evento. Não podemos nos esquecerde que, no dia 20 de novembro, a Cruz Peregrina vai chegar na Paróquia São Carlos Borromeu e ficará 10 dias caminhando por nossas comunidades. Ela é o símbolo da Jornada Mundial da Juventude. Jovens, vamos ficar atentos para este evento. Vocês não podem ficar de fora.Vamos participar!


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO /2012 - Página 09


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

LIÇÕES

DE VIDA D. JURACI: UMA “MÃE COM AÇÚCAR” ENSINANDO QUE A VIVÊNCIA DA FÉ É O CAMINHO DA VITÓRIA EM DEUS

“Ela experimentou o amor de Deus e compreendeu que Deus é e basta. Aí nos ensinou a olhar a vida, o mundo e as pessoas com os olhos de Deus.” (familiares e amigos) Educar jamais será uma tarefa fácil, pois exige bem mais do que naturalmente ser pai ou mãe. Exige entrega total, vigilância, palavras certeiras e, principalmente, a sintonia constante com a vontade e a verdade de Deus. E isso leva tempo! O tempo do aprendizado, das quedas, do “vamos começar de novo”, enfim, a busca pelo molde perfeito de educação. Talvez seja mesmo a experiência por ter percorrido tantos caminhos e tantos recomeços que faz dos avós, verdadeiras fontes de sabedoria. Guardam no olhar as marcas de toda uma vida. Guardam em si uma infinidade de conhecimentos que nos transmitem. Aprenderam a lidar com as “feridas” de uma forma admirável. Dãose intensamente a cada dia. E então, devolver-lhes o amor é o mínimo que podemos fazer. Quando D.Juraci e o marido, Sr. Marco Antônio, decidiram unir-se em matrimônio diante de Deus, nem imaginavam a história de bênçãos que estava por vir. As dificuldades do início do casamento, o acerto das afinidades, os sonhos e tudo mais puderam ser melhor compreendidos com a chegada das filhas Angélica e Marise. E foi nesta nova experiência, a de ser mãe, que D.Juraci pôde exercitar ainda mais o seu lado guerreiro e protetor de ver a vida. Era o maior desafio, com certeza! Diante disso, até as dificuldades financeiras, os árduos momentos para vencer a faculdade e formar-se professora, tornaram-se pequenos. Conciliar profissão, cuidados com o lar e maternidade é sempre “um campo de guerra” pra qualquer mulher comprometida com a missão de “ser família”. Junte-se a tudo isso os cuidados e o carinho que D.Juraci tinha que reservar para sua mãe, D.Ana, que também morava em sua casa. Mas a vida seguiu, as crianças cresceram, vieram os genros e netos. A trilha comum para uma família sonhada por Deus. Porém, quando tudo parecia estar “nos eixos”, surge uma grande tempestade no ano 2007. Depois de algum tempo de luta, sua mãe acaba falecendo. Mesmo tendo sido presença

fiel na vida da mãe, era inevitável a dor da ausência, do vazio. E sem ao menos se refazer da perda de sua “grande referência de vida”, 15 dias depois, vitimado por um ataque cardíaco, faleceu o seu marido, após 36 anos de vida conjugal. Foram tempos difíceis, de muita dor. Quando a mãe almejava por um colo, teve que oferecer o seu para “sarar” as dores das filhas e dos demais familiares. Nisso percebemos a incrível capacidade de “se reconstruir” de uma mãe. O mais surpreendente de toda esta história é perceber que, ao longo da vida, diante das vitórias e das quedas, D.Juraci não perdeu a fé em Deus nem a capacidade de proteger e amar todos os seus. É como ela mesma gosta de dizer: “tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus”. Continuou servindo a família e a Igreja, sendo a “serva fiel e prudente”, seja através da participação ativa em sua comunidade São Cristóvão, onde atualmente é Ministra da Palavra, seja fazendo parte da coordenação da Renovação Carismática Católica (da qual participa há mais de 30 anos), seja colaborando com palestras em Encontros de Batismo, ou como voluntária na APAC, em projetos da Fazenda de Recuperação Novo Caminho e até visitando enfermos assistidos pela Fundação Chiquita Perilo. Muito, não é mesmo? E é por conciliar todas essas tarefas de maneira tão eficiente que D.Juraci tem a “torcida calorosa” das filhas: “Minha mãe é meu porto seguro, é onde sempre encontrei um amor incondicional, sem limites, eterno ”, define Marise. Opinião fielmente partilhada pela filha Angélica, que ainda reforça a presença de sua mãe como “um exemplo de vida como mulher, mãe, esposa, profissional e cristã”. Porém, mesmo diante de tanta atividade, ela ainda encontra tempo para cuidar de suas plantas, de sua casa, descansar em sua rede e, claro, dedicarse à sua missão favorita, que é a de ser avó. Mesmo com os seus 62 anos bem vividos, está sempre disposta a tudo. Brinca de pega-pega, de esconder, jogar bola, piquenique, além de fazer roupinhas para as bonecas, “guisadinho” e tudo o que puder para agradar sua “trupe” de netos: Alice, Davi e Júlia. Porém, em meio a tanta farra, faz questão de reforçar que os netos “são filhos com açúcar”, e a educação é função intransferível dos pais. É claro que, diante de tanta dedicação, os netos, “sua galerinha do barulho”, não poderiam deixar de dar um recado “do coração” pra vovó, pois gente pequena sabe brincar, mas também sabe declarar o seu amor e sua gratidão: “A senhora é uma pessoa com o coração puro, o medo nunca lhe vencerá, pois o seu anjo da guarda a protege e ilumina. Que o Senhor a guarde e que a senhora continue caminhando na fé!” Claudinei Rezende

Encontro Vocacional no Seminário de Luz Aconteceu no Seminário Diocesano Nossa Senhora da Luz, o primeiro Encontro Vocacional do ano de 2012. O Encontro teve início no dia 29 de junho, com a Ordenação Diaconal em nossa Catedral, e encerrouse no domingo (1º de julho) com o almoço. 21 jovens de várias cidades da Diocese de Luz participaram do Encontro, que teve como objetivo ajudá-los a discernir o chamado vocacional que Deus faz a cada um. Monsenhor Wellington Costa, Reitor do Seminário em Luz, coordenou os trabalhos. Rezemos para que esse Encontro ajude os jovens participantes no seu discernimento vocacional!

JULHO / 2012 - Página 10

20

DE JULHO

- DIA

DO AMIGO

Em 20 de julho de 1969 o homem pisou na Lua. Esse dia histórico serviu para inspirar Enrique Ernesto Febbraro a criar o “Dia do amigo”. De acordo com o pensamento do professor argentino, o fato de o homem ter conseguido alcançar a Lua não significou apenas um avanço tecnológico e científico, mas abriu também fronteiras para a possibilidade de se fazer amigos em outras partes do Universo, ampliando assim o relacionamento entre Nações, cultuando e propagando o respeito às diversidades culturais. O Brasil, país conhecido pela tradição de ter um povo caloroso, simpático e acolhedor, não ficou de fora: a data instituída pelo Decreto nº 235/79, na Argentina, foi adotada também no Brasil, embora ainda não seja tão propagada no País, quanto outras datas. Gradativamente, outros países também foram adotando a ideia e, atualmente, a data de 20 de julho é comemorada em quase todo o mundo, representando um momento especial em que as pessoas trocam presentes, abraços e festejam com os amigos. Em vésperas da comemoração do Dia do Amigo, a discussão se torna oportuna: o que é a amizade? Entre outros conceitos podemos encontrar que a amizade é um “sentimento de afeição recíproca, de simpatia e solidariedade, de perfeito entendimento entre grupos de pessoas. É um relacionamento social que gera concordância de sentimentos, posição de respeito ao outro, mesmo tendo opiniões diferentes.” E se cada pensamento que compõe este conceito for levado a sério, então temos mesmo muito que comemorar em relação ao Dia do Amigo. O rei Roberto Carlos já cantou “eu quero ter um milhão de amigos...”. Como seria bom se isso fosse possível! Com um milhão de pessoas amigas por perto, ninguém teria do que se queixar. E imagina o que seria o planeta inteiro numa imensa rede de autêntica e sólida amizade, sem guerras, todos se respeitando nas diferenças de pensamento e modos de viver? Com certeza seria esse o mundo tão sonhado e pregado por nosso Mestre Maior quando por aqui passou... Um mundo de amigos fiéis, verdadeiros, solidários, cujo entendimento recíproco promovesse a paz e o amor... Aonde anda tal realidade? Sonhos de todos nós... Hoje temos as chamadas Redes Sociais. O mundo globalizado nos permite fazer “amigos” lá do outro lado do mundo. É a febre do Facebook. Qualquer pessoa abre a conta de alguém e pode saber o que este alguém está fazendo em tempo real. A mania se alastra a cada dia, acenando com insistentes convites de “amizade”. É só abrir e ler “João começou uma amizade com Maria”. E ali os novos “amigos” podem contar o que estão fazendo, podem postar as fotos da última festa, podem falar se estão alegres ou tristes, se algum plano deu errado, se o fulano aprontou com o sicrano e por aí vai... Será que é essa amizade que o professor argentino, indicado duas vezes ao prêmio Nobel da Paz, tinha em mente quando imaginou as pessoas fazendo amizades sem fronteiras? É preciso cautela com os Facebooks da vida. Amizade é muito mais que se ligar numa tela fria e trocar virtualmente figurinhas com “amigos”. Isto se restringe ao campo das ilusões: nunca teremos amigos aos milhões. Os verdadeiros são raros, pouquíssimos. São aqueles que estão, incondicionalmente, ao nosso lado. Não escolhem só a hora da festa, mas estão presentes também na hora da dificuldade. Muitos “amigos” costumam sumir estrategicamente, e não querem nem saber quando o “tempo fecha”. São os chamados amigos da “onça”. Esses são totalmente suspeitos e dispensáveis na vida de qualquer um. Amigos só para as horas boas, quando tudo vai “muito bem, obrigada”, não são os mais indicados para receberem um abraço no dia 20 de julho. Pense nisso, abrace, agradeça e festeje muito com seus verdadeiros amigos, o dia dedicado à amizade, mesmo sabendo que a amizade não merece ter um dia, mas todos os dias para ser comemorada. Marina Alves


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

Ainda temos meio ano... por Cíntia Souza Começo o texto de hoje relembrando uma frase: “Eu deveria ter dormido menos”. Terminou a primeira parte do ano. Os seis meses que passaram não voltarão. O ciclo da vida é sempre assim, e ainda insistimos em dizer: “nossa, como o tempo voa”. Podemos aproveitar cada minuto do dia de hoje e, talvez, dos seis meses seguintes. Nem tudo está perdido! Precisamos acreditar mais em nós mesmos, virar a página e começar uma nova história de vida. Sonhar todos nós podemos, mas nada será real se não lutarmos todos os dias. Ainda temos meio ano para perdoar, para dar uma segunda chance; para começar aquele projeto que ainda não foi pro papel; para marcar a data do casamento; para errar menos, reclamar menos, falar menos e acertado. Enfim, é preciso mudar. E já! O tempo não espera. A porta abre e fecha todos os dias. Muitos se perdem, outros ainda nem se encontraram. Alguns preferem dizer “eu te amo” amanhã ou talvez quem sabe semana que vem. Outros ainda nem descobriram o valor dessa palavra; para outros, foi necessário perder para depois aprender... É necessário dar tempo ao tempo enquanto procuramos a melhor saída. Palavras ditas sem pensar marcam para sempre o coração de quem amamos. Não desperdicemos energia remoendo preocupações. Não busquemos adormecer artificialmente com a ajuda de tranquilizantes. Enfrentemos o hoje com serenidade e, com certeza, nos próximos seis meses, veremos a concretização de muitos sonhos. Não basta sonhar. Digamos sempre: oque cabe a mim realizar, eu quero fazer, eu posso fazer e decido fazer. É assim que as coisas funcionam. Se não corremos atrás, outro vai e ocupa o nosso lugar. Termino com uma frase do sábio Padre Léo: “Amar é ensinar o outro a caminhar.

Academia Lagopratense de Letras VIII Concurso de Poesias A Academia Lagopratense de Letras, em comemoração aos 10 anos de existência, promove o VIII Concurso de Poesias, com a finalidade de incentivar a leitura, promovera cultura, a arte, a literatura; e premiar o talento de estudantes, professores, escritores, autores de Lagoa da Prata, assim como de outras cidades. O tema é livre. Lembramos apenas de valorizar a vida e os verdadeiros valores. Inscrição Poderão inscrever-se, apresentando seus trabalhos na sede da ACADELP, rua Ângelo Perillo, 35 - Sala 3 - até o dia 20 de agosto de 2012. Cada candidato poderá concorrer com um só trabalho do gênero poesia, não sendo permitidos trabalhos já publicados ou premiados, nem serão aceitos plágios. Categorias . Infantil: alunos que cursam o 4º e 5º ano . Infantil: alunos que cursam o 6º e 7º ano . Infanto-juvenil: alunos que cursam 8º e 9º ano . Juvenil: alunos que cursam o Ensino Médio . Universitário . Autores independentes . Menção Honrosa A premiação consistirá: o primeiro colocado de cada categoria receberá troféu de honra ao mérito, certificado de participação, livro e brinde surpresa; 2º e 3º lugares receberão medalhas de honra ao mérito, bem como seus professores. O resultado e premiação do VIII Concurso de Poesia da ACADELP será divulgado posteriormente, durante as Comemorações do 10º aniversário da ACADELP, VIII Semana Literária em outubro.

JULHO / 2012 - Página 11

D ECOLORES

por Adircilene

40 anos AÇÃO EVANGELIZADORA NOS 40 ANOS DE MCC DE LAGOA DA PRATA E a história decolores continua, agora com a contribuição da Maria do Carmo Amorim. O Cursilho nasceu na estrada e vive na estrada, por isso chama-se MOVIMENTO. É uma história de renovação de vida, através do encontro pessoal com Jesus (e isso aconteceu nos 03 dias de Cursilho). É uma história de homens e mulheres que se colocaram na estrada da dignidade humana e cristã e descobriram sua vocação de leigos comprometidos com a transformação de seus ambientes. Como membros do Cursilho, temos uma responsabilidade muito grande com nossas paróquias e sabemos da nossa importância nas atividades delas. Devemos estar sempre disponíveis para atuar e temos a alegria de saber que, nas três paróquias de nossa cidade, o movimento se coloca a serviço sempre que solicitado, procurando, da melhor maneira, realizar as atividades que lhe são confiadas. Nestes 40 anos de estrada, quando se fala de fomentar ambientes, falamos em evangelizar nossas casas, os locais de trabalho, escola, os locais de lazer... Como os irmãos Decolores se incomodaram em se manter em seu mundinho, como movimento, colocaram o pé na estrada. Vamos acompanhar algumas das ações missionárias nestes 40 anos de caminhada: . Houve, nestes anos, um aumento considerável de vagas para envio de pessoas para participar do Cursilho e trabalhar. No início, eram apenas duas ou três vagas. . O centro catequético é um local Decolores, pois aqui marcamos presença em nossas escolas vivenciais, em quase todas as Ultreias, festividades, celebrações. Como ainda não tínhamos um local próprio da Feira do Amor, aqui, no local onde é o Centro de Eventos, colocava-se todo o material da Feira, até o caminhão.

. Antes da existência das Comunidades, o Movimento de Cursilho era responsável pela preparação, encenação, ornamentação de toda a Semana Santa. . Por solicitação do Pároco, o Movimento era responsável pela ornamentação das Festas de Pentecostes, Corpus Christi . Preparação e ornamentação das ordenações sacerdotais. . Preparação e ornamentação do local para Adoração do Santíssimo na quinta e sexta-feira santas. . Barraquinhas: Desde a confecção das barracas de indaiá e lonas até todos os outros trabalhos. Tudo era muito precário. No início não tinha uma cozinha. Então, o Tino (da Niquinha) emprestava a garagem onde era improvisada uma cozinha para o preparo das carnes e torresmos. Depois levava-se para a barraca onde hoje é a Eletrosom, ou para a praça da Matriz ou para o lote do Sr. José Maurício. O prazer e a alegria eram tamanhos que minha mãe e outra amiga, um dia, vestiram-se de longo, se produziram e chegaram à cozinha da Niquinha, perguntando se precisavam de empregadas. Outro fato engraçado é que, certa noite, já estávamos todos cansados, então o João disse: agradecemos a presença de todos e tenham todos uma boa noite. Essa fala foi feita umas quatro vezes, pois as pessoas continuavam... Não existiam frangolândias, então os frangos, 30, 40, eram todos fritos/assados no local para o Bingo. (na próxima edição continuaremos a ver mais algumas ações missionárias do MCC) INFORMAÇÕES DECOLORES

. A Ultreia do Núcleo São João foi bem marcante. O Sagrado

Coração de Jesus foi o tema e, de uma forma b e m profunda, tocou o coração de todos. Cada pessoa recebeu um coração-adesivo para que usassem e deixassem seu coração aberto para Jesus. A celebração ficou por conta do Pe. Adelson, da Paróquia de Santo Antônio do Monte. Parabéns ao Núcleo São João. . Na última quarta-feira, na 6ª Escola Vivencial, a reflexão ficou por conta da “DoCarmo”, que fez a Linha de tempo do Cursilho, conforme começamos a recontar nesta edição. . Com grande pesar sentimos a passagem da Tia Lúcia do Sr. Nenego, a alegria em pessoa. Lembro-me bem quando saíamos para fazer a campanha da Feira do Amor, em toda casa que chegávamos, ela gostava de contar casos, ouvir os donos da casa e, sempre com um sorriso, pedia uma muda de flor e saía toda feliz. Agora, com certeza, é uma das flores do jardim do Senhor. Ao Sr. Nenego e familiares, os nossos mais profundos sentimentos.

Aniversariantes A família Decolores abraça os aniversariantes do mês de Julho com muito carinho e desejando muita saúde, paz e felicidade: 01 - José Osvaldo, Leninha, Ronan, Tamiris (GJ), 04 – Edmar, Rodrigo, 05 – Aurea, Joseane (Ricardo), 06 – Wanderley, 07 – Adélia, Branco, Geni (Reginaldo), Wilson Júnior (GJ), 08 – Jaqueline (GJ), 09 – Valéria (Paulo), 10 – Estefânia, Reynaldo, 14 – Arlete, 15 – Niquinha, 17 – Mirian (Marcos), 18 – Bette (Bernardes), 19 – Edilson, 20 – Fernando, 21- Antônio (Cará), 22 – Pe. João Bosco, 23 – Carlos Henrique, 24 – Majela, Maria do Carmo, 27 – Edvaldo (GJ), 29 – Fátima (Renato), 30 – Rossini, 31 - Eliodete


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 12

Calendário Paroquial

PARÓQUIA SÃO CARLOS BORROMEU DIOCESE DE LUZ - Lagoa da Prata - MG

JULHO 15/07

Jubileu da Paróquia São Carlos Borromeu - 80 anos 12:00 h - Almoço de Confraternização – Centro de Eventos 18:00 h - Missa - Centro de Eventos 17 a 19 Retiro Espiritual do Clero - Piumhi 18/07 20:00 h - Ultreya Cursilho - Centro Catequético 19/07 07:00 h – Missa e exposição do Santíssimo Adoração do Santíssimo o dia todo 18:00 h – Vigília Eucarística – Resp. Com. Imaculada Conceição 19:00 h – Bênção do Santíssimo e Celebração da Palavra – Igreja Matriz 20 a 22 MLC - Centro Catequético 20/07 19:00 h - Missa na Comunidade São Cristóvão c/1ª Eucaristia 19:00 h - Missa na Comunidade São Pedro 21/07 Encontro de Pais e Padrinhos em Preparação p/o Batismo – Salão N.Sra.Fátima 22/07 Aniversário natalício do Padre João Bosco Celebração de Batizados – Igreja Matriz – Resp. Com. São José 23/07 Dia da Comunidade - Celebração da Palavra nas Comunidades 20:00 h – Renovação das Promessas do Batismo p/catequizandos da Com. Imaculada Conceição 24/07 19:00 h - Missa na Comunidade São Vicente de Paulo 19:30 h - Reunião do CPE – C.Catequético – Resp. Com. N.Sra.Rosário 25/07 15:00 h - Missa no Hospital São Carlos 18:00 h - Missa na Comunidade Árvore da Vida 26/07 07:00 h – Missa e exposição do Santíssimo Adoração do Santíssimo o dia todo 15:00 h – Missa no SOS 18:00 h – Vigília Eucarística – Resp. Com. Imaculada Conceição 19:00 h – Bênção do Santíssimo e Missa – Igreja Matriz 27/07 19:30 h - Missa de Entrega do EAC - Centro Catequético 28 e 29 EAC - Centro Catequético 30/07 Dia da Comunidade - Celebração da Palavra nas Comunidades 19:00 h – Missa na Com. Imaculada Conceição c/1ª Eucaristia 31/07 Renovação das Promessas do Batismo p/catequizandos das Com. São Vicente e São Pedro – Centro Catequético Agosto 01/08 18:00 h - Missa na Comunidade Árvore da Vida 02/08 07:00 h – Missa e exposição do Santíssimo Adoração do Santíssimo o dia todo 18:00 h – Vigília Eucarística – Resp. Com.N.Sra.Rosário 19:00 h – Bênção do Santíssimo e Missa – Igreja Matriz 19:00 h - Reunião Paroquial c/as Catequistas - Centro Catequético 03/08 18:00 h - Reunião do Apostolado - Igreja Matriz 19:00 h - Missa na Igreja Matriz 19:00 h - Missa na Comunidade Sagrado Coração de Jesus 04 e 05 Encontro de Noivos 06/08 Dia da Comunidade - Celebração da Palavra nas Comunidades 20:30 h - Terço dos Homens - Igreja Matriz 07/08 08:30 h - Reunião dos Padres da Forania - Centro Catequético 19:00 h - Missa na Igreja Matriz - Pia União de Santo Antônio 19:30 h - Reunião dos Ministros da Palavra - Salão São Carlos 20:00 h - Reunião dos Ministros da Sagr. Comunhão – C.Catequético 08/08 18:00 h - Missa na Comunidade Árvore da Vida 19:30 h - Escola Vivencial do Cursilho – Centro Catequético 19:30 h - Missa na Comunidade São Judas Tadeu 09/08 07:00 h – Missa e exposição do Santíssimo Adoração do Santíssimo o dia todo 18:00 h – Vigília Eucarística – Resp. Com.N.Sra.Rosário 19:00 h – Bênção do Santíssimo e Missa – Igreja Matriz 11/08 08:00 h - Reunião do CFE - Paróquia São Francisco de Assis 12/08 Abertura da Semana da Família 10:00 h - Celebração de Batizados - Igreja Matriz – Resp. Com. São Pedro Horário de Missas na Igreja Matriz São Carlos Borromeu: Sábados - 07:00 / 19:00 h Domingos - 07:00 / 09:00 / 18:00 / 19:30 h Terças às sextas-feiras - 07:00 h OBS.: Segundas-feiras - 07:00 h - Celebração da Palavra

O espetáculo da existência Nos dias de hoje, é comum os programas de TV onde a vida alheia pode ser observada durante 24 horas diárias. Nunca houve tanta exposição na história da humanidade. O que antes se fazia questão de esconder, hoje se faz questão de mostrar... Atividades corriqueiras de cada um, necessidades básicas chamam atenção quando observadas em nossos semelhantes. É mais intrigante ainda perceber que os erros são apresentados como exemplos a serem seguidos. Como aceitar tudo isso observando os fatos pela ótica cristã, que preza a dignidade, a igualdade, a paz, o entendimento e a fraternidade?! A busca pela perfeição tem crescido assustadoramente nos últimos anos: academias lotadas, locais de caminhada e pistas de cooper divididas por centenas de pessoas que buscam cultivar, melhorar ou manter a saúde física e prolongar o espetáculo da existência. É fato que ninguém deseja envelhecer, adoecer e, muito menos, morrer. Mas a morte é "fato", e todos nós sabemos disso. Então, por que tanta correria, tanto desafeto, tanta competição? Jesus Cristo já nos orientava sobre isso há mais de dois mil anos. Suas palavras falam de um novo reino, uma nova morada, uma vida que não se finda com a morte do corpo. Será que o nosso desejo de eternizar a vida nesse tempo em que vivemos é uma falta de fé nas palavras de Cristo? Se acreditarmos realmente que a existência não terá um fim quando se apagar em nós o sopro de vida, com certeza diminuirá nossa ansiedade. Cirurgias plásticas, métodos e mais métodos de rejuvenescimento, tudo isso mostra que o ser humano luta desesperadamente para manter a saúde, a vitalidade e a jovialidade. Termino com a seguinte indagação: quem não teme esse fato inevitável de que a qualquer hora, sem saber como, onde ou por que, a vida terá um fim? Para quem tem fé, o fim de um começo... Calazans - Paróquia São Sebastião

É importante a entrega do seu dízimo Além de demonstrar zelo para com a comunidade paroquial, demonstra consciência cristã: É um ato de amor e gratidão para com Deus. Ele realiza três grandes dimensões: religiosa social e missionária. Juntos e unidos na fé, conseguimos tudo aquilo que é necessário para implantar o Reino de Deus. Com carinho e comprometido com você, apresentamos a prestação de contas da nossa Paróquia e a forma como é aplicado o dízimo que você entrega

Plano Financeiro Paroquial MÊS de JUNHO/ 2012 0 1 1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 1.6 1.7 1.8 2 2.1 2.1.1 2.1.2 2.1.3 2.1.4 2.1.5 2.1.6 2.1.7 2.1.8 2.2 2.2.1 2.3 2.3.1 2.3.2 2.3.3 2.3.4 2.4 2.4.1 2.4.2 2.4.3 2.4.4 2.4.5 3

SALDO DO MÊS ANTERIOR R$ 1.735,16 ENTRADAS (1.1+1.2+1.3+....1.8) R$ 45.122,55 Dízimo R$ 20.234,59 Espórtulas diversas (batizados, casamentos, certidöes) R$ 1.570,00 Coletas ordinárias R$ 6.164,15 Donativos diversos R$ 11.819,40 Alienação de bens Coletas específicas (Lugares Santos) Contribuição das Comunidades R$ 1.278,26 Outras receitas (Empréstimos, Resgate de Aplicação Financeira, etc...)R$ 4.056,15 SOMA (0 + 1) R$ 46.857,71 SAÍDAS (2.1 + 2.2 + 2.3 + 2.4) R$ 43.397,10 DIMENSÃO RELIGIOSA (2.1.1 + 2.1.2+……+2.1.8) R$ 28.846,06 Manutenção do culto R$ 2.222,61 Evangelização R$ 3.381,60 Manutenção de veículos R$ 695,38 Côngruas, Plano de saúde e outros (Sacerdotes) R$ 4.135,94 Água, luz, gás, correio, telefone, seguro R$ 1.975,06 Casa paroquial R$ 1.871,43 Material de escritório e limpeza R$ 1.421,49 Despesas com pessoal R$ 13.142,55 DIMENSÄO SOCIAL (2.2.1 + ….) R$ 547,68 Assistencia e promoção social (pessoas carentes, enfermos, encarcerados) R$ 547,68 DIMENSÁO MISSIONÁRIA (2.3.1 + 2.3.2 + 2.3.3) R$ 5.462,05 Contribuição à Mitra (Cúria Diocesana) R$ 3.425,05 Coletas Específicas (repasse) Espórtulas de Crisma (repasse) Formação missionários (aux. comunidades, cursos de formação, transporte,aluguéis,etc). R$ 2.037,00 OUTROS (2.4.1 + 2.4.2 + 2.4.3) R$ 8.541,31 Despesas financeiras e tributárias Despesas gerais R$ 1,35 Retirada para aplicação R$ 7.812,96 Construção Centro de Eventos Social Centro Catequético R$ 727,00 Imobilizado SALDO PARA O MÊS SEGUINTE (0 + 1 - 2) R$ 3.460,61 SOMA (2 + 3) Disponibilidade Paroquial (Caixa e conta corrente) R$ 3.460,61

Pe. João Bosco da Silva

Conselho Paroquial de Assuntos Econômicos


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 13


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

SANTOS E SANTAS São Tiago Maior - 25 de Julho Iraídes Vidal e Elvira Castro São Tiago é chamado Maior porque teve realce especial no Evangelho e também para distingui-lo do Apóstolo homônimo. Era natural de Betsaida, na Galiléia, irmão de São João, Apóstolo e Evangelista, filhos de Zebedeu e Salomé. São Mateus descreve assim, no seu Evangelho, o chamado apostólico dos dois irmãos: “E, indo mais adiante, Jesus viu dois irmãos, Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca com seu pai, consertando as redes, e chamou-os. Eles deixaram imediatamente a barca e seguiram a Jesus”. Tiago, juntamente com Pedro e João, são apóstolos privilegiados por Jesus, fazendo-se acompanhar, algumas vezes, só por eles. Foi assim na Transfiguração no monte Tabor; por ocasião da ressurreição da filha de Jairo e na agonia no Horto das Oliveiras. De caráter impetuoso, ele e seu irmão recebem do próprio Jesus o apelido de “Boanerges”, que quer dizer filhos do trovão. Lucas narra esse episódio quando Jesus está indo rumo a Jerusalém. Envia, então, mensageiros à sua frente para conseguir alojamento junto a um povoado de samaritanos. Esses, todavia, negam hospitalidade. Indignados, Tiago e João disseram a Jesus: “Queres, Senhor, que mandemos cair fogo do céu contra eles?” Jesus os repreende, pois não veio para destruir, mas salvar. Quando falamos de Tiago devemos também lembrar de seu irmão João. Foi uma dupla de apóstolos que deixou grandes ensinamentos, apesar de suas limitações humanas. Isso é bom porque nos encoraja a também buscarmos a santidade. Além de impetuosos e pouco tolerantes, também não eram nada modestos. São Mateus conta-nos que um dia a mãe deles, certamente interpretando o desejo íntimo dos dois, ousou pedir a Jesus que os filhos pudessem ocupar lugares de honra ao lado de seu trono no Reino de Deus. Surpreso, Jesus fez ver à mãe e seus filhos que eles não sabiam o que estavam pedindo e que esse assunto cabia a seu Pai, que está no céu. Os outros apóstolos reagiram indignados contra o atrevimento deles. Apesar de tudo isso, Jesus teve um carinho muito grande por eles. Tiago correspondeu como zeloso e corajoso pregador do Evangelho. Não é por acaso que foi o primeiro dos Apóstolos a sofrer o martírio, em Jerusalém, no ano 42. De São Tiago podemos aprender a sermos disponíveis e aceitar com entusiasmo o chamado de seguir o Senhor, deixando a “barca” das nossas seguranças humanas. Dele podemos imitar o testemunho corajoso de sua fé em Cristo. Se formos impetuosos, de 'pavio curto', precipitados em julgar e condenar, podemos aprender de São Tiago a sermos mansos e humildes. Oxalá, o Espírito Santo molde nosso coração para que não ansiemos pelos primeiros lugares, mas queiramos servir para sermos grandes diante de Deus.

Desvelo Bilá Bernardes

se me escondo em máscaras revelo o disfarce se oculto as raivas revelo o medo se desconheço as mudanças revelo a permanência em tudo que escondo há desvelar de sentimentos.

JULHO / 2012 - Página 14

O

QUE É

OSTEOPOROSE?

Osteoporose é a perda da densidade óssea normal devido à perda de cálcio, com aumento da fragilidade e da tendência às fraturas. Com a densidade óssea diminuída, os ossos podem se tornar mais porosos, mais frágeis e mais propensos a fraturas espontâneas ou causadas por leves esforços. É uma doença que progride sem ser notada. Comumente, o primeiro sintoma é uma fratura. Podem ocorrer diversos tipos de fraturas, porém as mais comuns são as de punho, úmero (braço), fêmur (perna) e quadril. Outra consequência é a compressão de vértebras, que pode levar a alterações na coluna vertebral. Na maioria das vezes, somente diante dos sintomas é percebido o alto grau de desmineralização óssea. Geralmente, ocorre em mulheres idosas, mas pode surgir mais cedo. Os homens também podem ser acometidos pela osteoporose, porém é mais raro. Entre os fatores de risco para a doença estão: · Corpo delgado e pele clara; · História familiar de osteoporose; · Menopausa precoce; · Amenorréia; · Idade avançada; · Nuliparidade; · Sedentarismo; · Alto consumo de cigarros, álcool e café;

· Uso de determinados medicamentos, como esteróides, antiespasmódicos; hormônio tireoideano, antiácidos à base de alumínio; diuréticos em excesso; · Anorexia nervosa e bulimia. O profissional da saúde pode detectar o início da perda da densidade óssea, medindo a altura do paciente. Entretanto, a osteoporose deverá ser comprovada através do exame de densiometria óssea. Não existe cura para a osteoporose, mas uma reposição de cálcio através de medicamentos pode atrasar o processo, permitindo a pessoa ter uma melhor qualidade de vida. A melhor forma de prevenir a doença é praticando atividade física, alimentando-se bem e se expondo ao sol (antes das 10:00 horas e depois das 16:00 horas). Lembre-se: O nosso corpo é morada de Cristo! Cuide-se!

Raquel de Castro Ribeiro Educadora Física CREF: 011141-G/MG Enfermeira COREN/MG: 039680

Planos de Saúde X Médicos Médicos que vivem da clínica particular são poucos. Mais de 80% prestam serviços aos planos de saúde e recebem, em média, R$ 55,00 por consulta. Os responsáveis pelos planos de saúde alegam que os avanços tecnológicos encarecem a assistência de tal forma que fica impossível aumentar a remuneração sem repassar os custos para os usuários, já sobrecarregados. Mas, as empresas de planos de saúde não permitem acesso às planilhas de custos. Quando eu estava na diretória do Hospital São Carlos, realizei um levantamento de custos para ver em quanto ficaria a montagem de um consultório padrão, incluindo aluguel, salário de atendente, faxineira, despesas com contador, contas de água, luz e telefone, impostos e taxas da prefeitura, material de consumo. Seriam necessárias 250 consultas por mês para cobrir os custos. Em princípio, cada consulta pode gerar de zero a um ou mais retornos para trazer os resultados dos exames pedidos. Em geral, 50% das consultas médicas geram retornos pelos quais os convênios e planos de saúde não pagam um centavo sequer. Se o médico pretende ganhar o seu salário mensal, deverá atender um número bem maior de clientes. Por isso os usuários dos planos de saúde se queixam: “os médicos não examinam mais agente”; “o médico nem olhou a minha cara”; “fica de cabeça baixa preenchendo o pedido de exame enquanto o paciente fala”; “a consulta durou poucos minutos”. É possível exercer a profissão com competência nesta velocidade? Podemos garantir que não? O bom exercício da medicina exige, além do exame físico cuidadoso, atenção à história da moléstia, a descrição dos sintomas, os fatores genéticos, uma analise, ainda que

sumária, das condições de vida e da personalidade do paciente. O que os empresários dos planos de saúde parecem não enxergar é que, embora consigam mão-de-obra barata, graças à proliferação das faculdades de medicina que privilegiou números em detrimento da qualidade, acabam perdendo dinheiro ao pagar honorários tão insignificantes. Médicos que não dispõem de tempo a perder com as queixas e o exame físico dos pacientes, pedem exames desnecessários. E tem boa chance de deixar o doente com a impressão de que está sendo cuidado. A economia no preço da consulta resulta em contas astronômicas pagas aos hospitais, onde vão parar os pacientes por falta de diagnóstico precoce, aos laboratórios e serviços de radiologia, cujas redes se expandem a olhos vistos pelas cidades brasileiras. Por essa razão, os concursos para residência de especialidades que realizam procedimentos e exames estão cada vez mais concorridos, enquanto os de clínica e cirurgia são desprestigiados. É preciso ser mais respeitoso com a medicina e com os pacientes. O usuário, ao contratar um plano de saúde, deve sempre pedir a informação de quanto um médico recebe por uma consulta. O cliente teria medo de ser atendido por um médico que vai receber bem menos do que um encanador cobra para desentupir um banheiro em uma casa. Geraldo Diniz Borges Com. N. Sra de Fátima

Medicina Natural Cidra

A cidra, também chamada de cidrão, é produzida por uma árvore da Ásia, aclimatada no Brasil. É um tipo de limão galego grande, de casca espessa e áspera. Valor alimentício: A cidra se presta a confecção de inúmeros preparados, como sejam: doces, compotas, bolos, refrescos etc. É boa fonte de vitamina C, como os demais cítricos, se bem que seja um pouco menos concentrada que o limão. Contém, em relação aos cítricos, taxa relativamente alta de cálcio. UTILIDADES MEDICINAIS · Inflamação do abdome, em geral – moer a parte branca sob a casca, misturar com melado e aplicar externamente na forma de cataplasma. · Afta – bochechar com o suco de cidra. · Biliosidade, secura e amargor da boca, dor de cabeça, icterícia, verminose, ofuscação da vista – moer sementes de cidra juntamente com sementes de limão e laranja; tostar e preparar um infuso. Tomar uma xícara de manhã, em jejum, deste infuso coado. · Cãibra digestiva, flatulência, inapetência – tomar, em jejum, uma xícara do infuso da casca seca de cidra. · Nervosismo, espasmos – tomar o infuso da casca seca de cidra misturando com erva-cidreira verdadeira ou tomar o infuso das folhas e flores. · Prisão de ventre – tomar de manhã, em jejum, o infuso das sementes de cidra com pétalas de rosa comum. · Inflamação da garganta – preparar um chá de cebola com mel. Misturar em partes iguais com suco de cidra e gargarejar. · Debilidade do estômago – tomar, em jejum, uma xícara do infuso da casca seca de cidra. Otaviana de Moraes Ferreira Fonte: As Frutas na Medicina Natural


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 15


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

MAC Movimento de Amizade Cristã

JULHO / 2012 - Página 16

EJC - NOTÍCIAS

Festa de Corpus Christi “Senhor Jesus, Tu és a vida! Alimenta-nos com o Pão da Unidade.”

Depoimento Maquiano Por Laene 'Se eu tentasse definir o quão especial tu és pra mim, palavras não teriam fim'. Hoje resolvi escreveralgo que meu coração sempre quis falardesde a primeira matéria,só que Deus escolhe o momento e a hora certa.Vou contar a vocês a história de umamaquiana. Regularmente, o MAC realiza encontros de dois dias,onde tios e jovens trabalham contribuindo para que o mesmo aconteça. Como todo encontrista,participei e observei o que estava sendo apresentado.Pude ver uma união tão grandeque ficava a pensar: “como essa amizade é tão forte? De onde vem essa fé?” Esse encontro foi marcante em minha vida e na de minha família. Depois comecei a frequentar as reuniões.Ainda não acreditando nessa amizade tão forte, pensei: eles não vão dar a mínima para novos amigos porque já são um grupo forte.Resultado: enganei-me. Dentro desse movimento, cresci ,me fortaleci, conheci o amor de Cristo,aprendi a ter fé,senti o prazer de trabalhar,de me doar, conheci uma amizade intensa,uma amizade cristã. Com o tempo,meus amigos foram se despedindo.Apesar de sentir aquela dor,aquela angústia e de contestar, no fundo eu entendia o quanto a Igreja é sábia: uns saem, outros chegam. E o mais intrigante é que a essência do movimento continua,a amizade é reconstruída de uma formaintensa,ressaltando a fé. Hoje é a minha vez de avançar um passo na caminhada. Agora entendo que para tudo tem um prazo. Neste Movimento, vivi os mais lindosmomentos,fiz minhas verdadeiras amizades,trabalhei e me doei ao máximo.Como todo jovem,vivi intensamente cada momento.E como amo esse Movimento, aprendi a deixar o meu egoísmo de lado, desejando que o MAC renove a vida de muitos jovens,como renovou a minha. Para os maquianos antigos, fica a lembrança de como o MACfoi fundamental para nossa vivência de Igreja,o quanto nos transformou e renovou nossa fé,moldando-nos para seguir em frente. Para os atuaismaquianos, desejo que aproveitem e se doem para exaltar a Deus, que construam essa amizade cristã, que é maravilhosa. Para os futuros maquianos, que entrem nesse movimento de coração aberto e percebam o valor de evangelizar. ''Não, eu não tenho um caminho novo. O que eu tenho de novo é o jeito de caminhar'' Rápidas · Q u e r e m o s agradecer a todos os jovens e tios que trabalharam em nosso 70º encontro, que contou também com a presença de jovens e tios de Iguatama. Fica o nosso muito obrigado!!! · Q u e r e m o s parabenizar a Paróquia São Carlos Borromeu, que completa 80 anos de evangelização. Esta conquista está sendo possível porque Deus tem podido contar com pessoas de fé e que assumem o trabalho cristão.

NOTÍCIAS DO EAC

No dia 17 de junho, jovens do EJC juntamente com familiares e alguns amigos do Cursilho, estiveram visitando o Santuário do Caraça/MG. A construção do Caraça teve início no ano de 1774, pelo Irmão Lourenço. Durante a manhã fizemos uma caminhada de 4 km em uma trilha onde conhecemos um pouco dos biomas e dos animais que lá existem. Tivemos a oportunidade de conhecer a Cascatinha, um local onde podemos perceber a perfeição de Deus na natureza. No retorno ao Santuário passamos pelo local onde, segundo a história, D. Pedro II, em visita ao Caraça no ano de 1881, escorregou deixando ali a sua marca. Após o almoço, conhecemos parte das histórias e tivemos a oportunidade de visitar o antigo colégio/seminário, que contribuiu para a formação intelectual de diversas personalidades políticas e religiosas, como Dom Belchior, que foi bispo em nossa Diocese, e seu irmão Padre Tobias (natural de Santo Antônio do Monte). Os guias que nos acompanharam fizeram um breve relato sobre a história do Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens, o qual ganhou como presente o corpo de São Pio, mártir da Santa Sé em 1792. Visitando o museu, as relíquias que lá existem enriqueceram ainda mais nosso conhecimento sobre o local. ACONTECEU Aconteceu no dia 30 de junho, o nosso Terço mensal na residência da jovem Camila Ribeiro Lima que, juntamente com seus familiares, nos acolheram com muito carinho. Logo após, realizamos uma saudável confraternização entre os presentes.

A celebração de C o r p u s Christi representa a unidade dos cristãos em torno Daquele que se fez alimento para ser presença no meio de nós. E cientes disso, os adolescentes do EAC, comprometidos com a tarefa em ajudar na tradicional decoração das ruas, colocaram-se à disposição, mesmo desafiando as condições chuvosas do dia da festa neste ano. E como para essa turma não tem “tempo ruim”, eles foram lá e fizeram a sua parte. Com a chuva, a celebração não pôde acontecer dentro do esperado, com a tradicional procissão nas ruas. Mesmo assim, os adolescentes perceberam a espiritualidade que pede esta cerimônia através da Missa realizada na Matriz e de uma atividade sobre o tema na própria reunião de domingo do EAC. Parabéns, turminha! Cumprimos mais uma missão e, “de quebra”, nos divertimos bastante!

Forró do EAC O coração caipira explodiu de alegria no dia 22 de junho, com a tão esperada “quadrilha” da turminha do EAC. A festa foi regada ainda com muita pipoca, teatros, apresentação de dança do grupo Big Boys e, claro, o “famoso” bom humor e animação, o que é peculiar nas atividades da turma. Parabéns aos tios pela organização e, principalmente, aos adolescentes que se divertiram muito nesta sadia brincadeira. Contrata-se “multiplicadores de alegria”! Como cantar “é rezar duas vezes”, convidamos a todos os jovens e adolescentes para participarem conosco do coral da celebração das 18 horas, todo domingo, na Matriz São Carlos Borromeu. Vamos fazer de nossa celebração uma grande oferta de amor, alegria e entusiasmo para Deus. Esperamos por você! Tios Dirigentes do EAC


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 17


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 18

Novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Aconteceu nos dias 20, 21, 27 e 28, a formação dos novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão. Assim são chamadas as pessoas que são convidadas e preparadas, através de uma formação litúrgica e doutrinal, a exercer essa função com a máxima dignidade. Ministro: aquele que “serve”. É um servidor. Um Ministro de Jesus vivo, presente na Eucaristia, chamado a promover encontros entre Jesus e os homens pela Sagrada Comunhão. A função do Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão é servir ao Sacerdote, ajudando na distribuição da comunhão nas Missas, na Celebração da Palavra e também levando-a aos enfermos. Peçamos ao Espírito Santo o dom de termos um coração eucarístico. Que Ele nos dê um entranhado amor por Jesus na Eucaristia e que tenhamos sempre os olhos fitos no Deus vivo, presente. Que os novos Ministros sejam bem-vindos a essa bela missão!!!!!!!!!!!! COMUNIDADE IMACULADA CONCEIÇÃO - Ana Lúcia de Souza Mendonça - Alice da Silva Ramos - Elizete A. de Castro - Gustavo Henrique Silva de Paulo - Marcos Alberto de Oliveira - Soraia Maria de Oliveira Viana - Viviane Gonçalves Moura Oliveira COMUNIDADE NOSSA SRA DO ROSÁRIO - DanilaQueli Silva - José Geraldo Bento - Renata A. Silva Oliveira - Vera Lúcia Primo Santos COMUNIDADE SANTA TERESINHA - Antônio Carlos de Oliveira - Laene Borges Vaz

Amor Exigente 7º Princípio: Tomada de Atitude As pessoas, ao refletirem sobre o que fazem, podem tomar atitudes que as beneficiem. Exemplo: Ao chegar em casa à noite, muitas vezes acendemos a lâmpada da entrada e a esquecemos acesa, aumentando a despesa. Refletindo sobre esse problema, alguns tomam a atitude de colocar na entrada da casa um sensor de presença, que acende a lâmpada apenas à noite, com a chegada de alguém e durante um tempo limitado. O amor exigente visa ajudar as famílias através de reflexões sobre nossas atitudes, sobretudo as que vivenciamos em nossos lares.

Depois de devidamente preparados, na celebração da Missa das 19:30 horas do dia 1º de julho, na Igreja Matriz, aconteceu o envio dos novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão.

- Maria do Carmo de Oliveira - Nádia Costa Xavier COMUNIDADE SÃO VICENTE - Adélio do Couto Coutinho - Claúdia de Lourdes Almeida Rocha - Denis Kelem Otaviano - Eliana do Rosário C. Coutinho - Glorstina Maria R. Otaviana (Glorinha) - Jaene Aparecida Calazans de Melo - Lázaro Augusto de Melo - Mariana Rodrigues da Fonseca COMUNIDADE SÃO CRISTÓVÃO - Andréia Lopes Borges Castro - Cecília Marçal e Silva - Fernanda Cristina A. Pereira - Mateus Lobato de Castro - Santiago dos Reis Silva COMUNIDADE SÃO PEDRO - Edna Aparecida Costa Morais - Leila de Melo Rezende - Siomar Antônia Martins - Ronnan Robson Rezende COMUNIDADE SÃO CARLOS BORROMEU - André Rezende Lacerda - Ana Célia de Rezende Paula - Rafaela Rezende Lacerda -Silvia Regina Batista Rodarte

COMUNIDADE SÃO JUDAS TADEU - Antônia Maria dos Santos - José Aparecido de Castro - José Maria dos Santos Silva - Sandra Regina S. de Castro COMUNIDADE NOSSA SRA DE FÁTIMA - André Campos Melo - Eduardo Henrique Campos Melo - Carine Cristina Correa Santos - Fabricio Bruno Rezende - Rúbia Cristina Franco Rezende COMUNIDADE SÃO JOSÉ OPERÁRIO - Catarina Maria da Silva - Creuza Maria Duarte Miranda - Juliana Aparecida de Almeida - Maria Aparecida Melo Souza - Maria Aparecida Morais - Romilda Azevedo Corrêa COMUNIDADE SAGRADO CORAÇÃO - José Carlos Santiago de Jesus - Geraldo Aparecido Azevedo - Maria Aparecida Vargas Azevedo - Nívea Maria do Couto Queiroz - Rita de Cássia Almeida - Vanessa de Cássia Pereira - Vilma Aparecida Vieira Santiago Que Deus os sempre!!!!!!!!!!!!!

abençoe

Aqui refletimos: - sobre nossasRAÍZES CULTURAIS. Nossos familiares, especialmente os mais idosos, nos trazem a sabedoria acumulada ao longo do tempo, as luzes do passado que nos guiam, que influenciam nossas atitudes. Contudo, eles também podem nos trazer tradições que nos prejudicam, como a de fumar, por exemplo; - que PAIS ERRAM E ACERTAM, são pessoas comuns. Ai de quem se julga pronto, de quem não é humilde e não muda, de quem não toma atitude nova. Ai de quem permanece em algum erro, pois um leva a outros, e aí a mudança de atitude torna-se mais difícil; - sobre economia. Vimos que OS RECURSOS SÃO LIMITADOS, o pão de cada dia é o que necessitamos para viver. Ai das famílias que gastam além do que ganham, que deixam acumular suas dívidas e não tomam atitude. Ai das que gastam com o desnecessário e, às vezes, com o que as prejudicam. Ai também daquelas escravas do dinheiro; - que um é o comportamento dos pais; e outro, o dos filhos. PAIS E FILHOS NÃO SÃO IGUAIS. Se os pais não corrigem os filhos a cada erro, a correção futura pode ser mais difícil. E a permissividade leva a outros erros e a outras desobediências; - que a CULPA não se justifica e prejudica. Quem condena será condenado, quem perdoa será perdoado. Ai de quem não perdoa àqueles com os quais convive e, especialmente, a si próprio; - analisamos nossos COMPORTAMENTOS. É necessário estarmos de olhos abertos; - negamos o acomodamento. Cuidamos das TOMADAS DE ATITUDE. Elas determinam, em boa parte, a qualidade de nossas vidas. “Pedi e vos será dado, procurai e acharei; batei na porta, e ela se abrirá para vós. Porque todo aquele que pede, recebe; o que procura, acha”. (Mt 7,7-8) José Roberto de Resende


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

Esportes por esportes O esporte no combate às ofertas ilícitas O esporte continua sendo o melhor caminho para se ter um corpo são e uma mente sã. No dia-a-dia, em qualquer lugar do mundo, profissionais da área de Educação Física e vários abnegados seguem lutando em prol do esporte. A luta é árdua, mas, com certeza, vale a pena para estas pessoas, que são guerreiras em prol de nossa população. O esporte une os povos e dignifica o ser humano. Ele sempre enfrentou grandes dificuldades. Por isso nós, desportistas, precisamos arregaçar ainda mais as mangas e enfrentar, de peito aberto, inimigos como as drogas. Enquanto a cada segundo tem um cidadão desonesto oferecendo coisas ilícitas, tem um guerreiro travando uma batalha para encaminhar nossos jovens para algum esporte. A cada dia que passa, são oferecidas mais festas, maior consumo de bebidas alcoólicas e mais coisas ilícitas. E muitos, pela inocência, por influência dos amigos e pela vida fácil, caem como patinhos. A situação está se tornando incontrolável para os familiares. Quando o filho, a filha saem para a rua, para as famosas baladas, os pais ficam aflitos e com o coração apertado até que voltem, sãos e salvos para o seio familiar. Em Lagoa da Prata, como em todo o Brasil, a luta está árdua contra o mundo obscuro das drogas. Infelizmente quem entra por esse caminho tem grande dificuldade para sair. A droga oferece alegria momentânea, e os nossos jovens caem sem pensar. Uma boa opção é oferecer práticas esportivas para que sejam atraídos para as coisas do bem. Com atitudes como essa, teremos um mundo melhor. O esporte sempre foi e continua sendo um dos melhores caminhos para combater o álcool e as drogas, os grandes males do mundo. Precisamos oferecer mais cultura, mais eventos religiosos e esportivos para a população. Para terminar vamos fazer uma comparação para mostrar como a luta do esporte contra as drogas é injusta: ofereça um evento esportivo, cultural ou religioso e, do outro lado, promova uma festa ou um show regado às coisas ilícitas. Com certeza, a segunda opção vai atrair mais os jovens que a primeira. Por isso precisamos urgentemente nos unir para reverter este quadro.

JULHO / 2012 - Página 19 Waldir Ribeiro

Brasileirão Série A 2012 O Brasileirão 2012 está a pleno vapor e, até o momento, a dupla RapoGalo está seguindo bem. Pelo que parece, iremos lutar no alto da tabela e não passaremos o sufoco do ano passado. Em 2011 a luta foi complicada e culminou com aquele fatídico 04 de dezembro, que até hoje não consigo entender a goleada acachapante da Raposa sobre o meu Galo. Mas o 2012 está prometendo, com as contratações que o Galo fez pontualmente e que a Raposa está fazendo ao longo da temporada. O Cruzeiro, depois que trocou o treinador, ganhou padrão de jogo e, pelo que parece, irá fazer uma campanha boa. O técnico Celso Roth, apesar de retranqueiro, tem bons esquemas táticos. O mal da diretoria celeste foi ter se iludo com o Wagner Mancini, principalmente depois daquela goleada contra o Galo, que mascarou a ruindade do treinador. O Celso Roth não é um grande treinador, mas, em comparação ao anterior, tem pelo menos uma boa história de títulos no futebol brasileiro. Para finalizar, o presidente Gilvan de Pinho Tavares teve uma contratação pontual e acertada: a do diretor de futebol Alexandre Matos. O Atlético manteve o técnico, muitas vezes turrão e pirracento, Cuca, mas que vem realizando um bom trabalho à frente do time. Um dos maiores problemas do Cuca é ser insistente com alguns jogadores, preterindo outros que, na minha opinião, são de melhor qualidade. O Presidente Alexandre Kalil foi genial ao contratar Ronaldinho Gaúcho que, até o momento, vem mostrando o seu real valor. E o presidente da massa contratou também o bom e experiente goleiro Vítor, que poderá ser a solução para a meta alvinegra. O elenco do Galo não é excepcional, mas é de boa qualidade em todos os setores e, com isso, a promessa é de um bom Campeonato Brasileiro. Que a dupla RapoGalo seja feliz! Que os dois times tenham muita competência e muita determinação em prol de suas apaixonadas e presentes torcidas ao longo da competição. Quem sabe, ao final do Campeonato Brasileiro, eles lutem pelo título ou por uma vaga na Copa Libertadores da América do ano de 2013?! Acredito que ambos estejam no caminho certo.

10 anos do pentacampeonato mundial

Campeões do Mundo Homenagem ao jogador de futebol, Gilberto Silva, Lagopratense, campeão da Copa do Mundo FIFA 2002 O riso da vitória maquiado no rosto. Mãos afoitas abafando a bola. Rola... Rola... Rola... A camisa rasgada de tanto beijar, no meio da gargalhada, virou purpurina. Gente incontida. O choro do menino atrás da taça. Gilberto Silva, ou o Beto, no Dos campos de várzea. Futebol abusado. centro da foto no Lapratinha, aos 12 anos Caras pintadas. Soam versos Foto: Arquivo Pessoal Pátria amada. Desfilam em carro aberto. Papel picado sendo jogado. Despertar de paixões. Nas mãos do povo, desaba o garoto pobre. Futebol de pelada. Taça desejada. Os pés descalços. A bola na cal. Tudo vira ouro. É campeão... É campeão... É campeão... Gritam pelo seu nome. Os socos no vazio, lançados sem direção, repetem o seu gesto, depois de marcar o gol. Gritos de guerra se espalham por todo lado. Em um só coro campeiam vozes. É campeão... É campeão... É campeão... A multidão enlouquecida chama pelo seu craque. Martírio. Delírio. Do Oiapoque ao Chuí Marias e Madalenas festejam na arena. Choro emocionado. Derretido em lágrimas. Apito final. Somos campeões do mundo... Somos campeões do mundo... Retribuem os heróis emocionados. Antônio Carlos Dayrell

Férias Lá vem o trem, lá vem o trem, lá vem o trem... Tanta bagagem, gente ansiosa, gente que despede, manda recados, chora, aconselha, entrega matula. chiiiuuuuummmm.... Parou o trem! Meu pai me põe na escada. Tenho medo de cair! Entro correndo no vagão. Vem mãe! Quero ir na janela, quero assentar do lado da janela, mãe! Quero ver o povo, quero ver o mato, quero ver a casa pequenina no mato, quero ver o rio, quero ver a ponte, a vaca... Mãe... Bate o sino, lá vai o trem! Lá vai, lá vai, lá vai! O trem tá correndo! O chão tá correndo, olha a vaca, mãe! Olha o rio, tá muito cheio mãe! A ponte aguenta o peso do trem? Tá tão cheio, deve tá pesado, mãe! Tudo tá correndo... As casas, o mato, as árvores, as nuvens. Todo mundo balançando no trem! Mãe, tô enjoando! Acho que vô vomitá, mãe! - Vai passá, vai passá, vai passá. Passando a mão na minha testa suada: -Bebe Água Tônica que passa! Mãe é pior, mãe! Ela fede mais que janela de trem! Lá vai o trem! Lá vai o trem! Lá vai o trem! Meu Deus, cooorrreee treeemm! O trem para prá beber água. Começa a andar devagar, apita! Uma menina sozinha na estrada me sorri e dá adeus. Ponho língua de fora prá ela. Corre trem, corre trem, coorree trem! Será que alguém viu? Olho prá minha mãe, feliz, com uma criança no colo! Nada viu! Ainda bem, ainda bem, ainda bem! Lá na estação, desce gente, sobe gente, sobe malas, meninos choram... Meninos vendem frutas nos balaios. Lá vem o homem de uniforme e chapéu azul! Tenho medo desse homem, mãe! É o guarda do trem! Tem assobio pra chamar a polícia! Será que ele viu eu pondo língua pra menina? Ai mãe, será que ele vai me por pra fora agora? E se minha mãe não ver? Vou ficar na estrada igual a menina! Ai meu Deus, acho melhor eu dormir... Tadinha da menina, só queria me fazer um carinho! Mora no mato, não sabe por que fui má! Nem eu! Acho melhor eu dormir! Já vou...já vou... já vou... Lá vai o trem, cheio de sorrisos na janela. Tadinha da menina, que nunca mais esqueci. Procuro por ela nas estradas, quando passo por aqui. Se a visse de novo, iria na sua casa, ouviria seus casos, brincaria de boneca... Será ... que... ela... tem... boneca...? Deve... ser... de...pano... com... olhos fechados... querendo dormir... Lá vai o trem, lá vai o trem, lá vai o trem! Sumindo... sumindo...sumindo...na curva dos trilhos! Rosangela Brasil Gontijo


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

Pe João Bosco

SEMANA SANTA – SÁBADO – PÇ MATRIZ

JULHO / 2012 - Página 20


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

Paróquia São Francisco ACONTECEU - 2º Arraiá da Comunidade São João Batista

Nos dias 23 e 24 de junho, a Comunidade São João Batista celebrou seu padroeiro. Agradecemos a participação de todos, em especial aos jovens do grupo JUPAC que, com tanto carinho, prepararam a quadrilha e o casamento na roça.

- Festa da Comunidade Nossa Senhora do Carmo

“A festa é da padroeira, mas a alegria é da comunidade, que celebra a partilha das conquistas e louva a Deus por caminhar na presença de Maria”. Foi assim que Padre Tiago se dirigiu a todos os presentes no Salão Nossa Senhora do Carmo, na missa em ação de graças pelos 20 anos da comunidade. Essa celebração também marcou a abertura da festa de Nossa Senhora do Carmo, que reuniu membros de todas as comunidades da Paróquia e visitantes, de 5 a 9 de julho, com show de prêmios, comidas típicas e muita alegria!

ESTÁ ACONTECENDO - Adoração ao Santíssimo Todas as quintas-feiras, das 13:00 às 15:00 h, adoração ao Santíssimo Sacramento na Matriz São Francisco de Assis. Venha e traga sua família. Vamos, juntos, adorar o Senhor!

- Campanha do Piso Sob a coordenação do Terço dos Homens, todas as lideranças da paróquia estão se mobilizando, pois nossa meta é colocar o piso na matriz até o dia 04 de outubro, dia que nossa paróquia estará comemorando um ano. Agradecemos a todos que já contribuíram e pedimos que nos ajudem a divulgar mais esta campanha. Colaborando com apenas R$ 5,00, você concorre a uma moto e nos ajuda a tornar concreto mais esse projeto de Deus em nossas vidas. O sorteio acontecerá dia 12 de agosto, dentro das festividades em honra a Santa Clara, que acontecerão de 10 a 12 de agosto, ao lado da igreja matriz São Francisco de Assis.

Terço dos Homens na Paróquia São Francisco de Assis

JULHO / 2012 - Página 21

Análise (socrática) dos tempos atuais Encontrei Daniela, 10 anos, no elevador, às nove da manhã, e perguntei: 'Não foi à aula?' Ela respondeu: 'Não. Minha aula é pela tarde'. Comemorei: 'Que bom, então de manhã você pode brincar, dormir até mais tarde'. 'Não', retrucou ela, 'tenho tanta coisa de manhã'. 'Que tanta coisa?', perguntei. 'Aulas de inglês, balé, pintura, piscina', e começou a elencar seu programa de garota robotizada. Fiquei pensando: 'Que pena, a Daniela não disse: 'Tenho aula de meditação!' Estamos construindo super-homens e super-mulheres totalmente equipados, mas emocionalmente infantilizados. Uma progressista cidade do interior de São Paulo tinha, em 1960, seis livrarias e uma academia de ginástica. Hoje, tem 60 academias de ginástica e três livrarias! Não tenho nada contra malhar o corpo, mas me preocupo com a desproporção em relação à malhação do espírito. Acho ótimo, vamos todos morrer esbeltos: 'Como estava o defunto?'. 'Olha uma maravilha, não tinha uma celulite!' Mas como fica a questão da subjetividade? Da espiritualidade? Da ociosidade amorosa? A palavra hoje é 'entretenimento'. Domingo, então, é o dia nacional da imbecilização coletiva. Imbecil o apresentador, imbecil quem vai lá e se apresenta no palco, imbecil quem perde a tarde diante da tela. Como a publicidade não consegue vender felicidade, passa a ilusão de que felicidade é o resultado da soma de prazeres: 'Se tomar este refrigerante, vestir este tênis, usar esta camisa, comprar este carro, você chega lá!' O problema é que, em geral, não se chega! Quem cede, desenvolve de tal maneira o desejo, que acaba precisando de um analista. Ou de remédios. Quem resiste, aumenta a neurose. O grande desafio é começar a ver o quanto é bom ser livre de todo esse condicionamento globalizante, neoliberal, consumista. Assim, pode-se viver melhor. Aliás, para uma boa saúde mental, três requisitos são indispensáveis: amizades, auto-estima, ausência de estresse. Há uma lógica religiosa no consumismo pós-moderno. Na Idade Média, as cidades adquiriam status construindo uma catedral; hoje, no Brasil, constroi-se um shopping Center. É curioso: a maioria dos shoppings tem linhas arquitetônicas de catedrais estilizadas. Neles não se pode ir de qualquer maneira, é preciso vestir roupa de missa de domingo. E ali dentro sente-se uma sensação paradisíaca: não há mendigos, crianças de rua, sujeira pelas calçadas... Entra-se naqueles claustros ao som do gregoriano pós-moderno, aquela musiquinha de esperar dentista. Observam-se os vários nichos, todas aquelas capelas com os veneráveis objetos de consumo, acolitados por belas sacerdotisas. Quem pode comprar à vista, sente-se no reino dos céus. Se deve passar cheque prédatado, pagar a crédito, entrar no cheque especial, sente-se no purgatório. Mas se não pode comprar, certamente vai se sentir no inferno... Felizmente, terminam todos na eucaristia pós-moderna, irmanados na mesma mesa, com o mesmo suco e o mesmo hamburguer do Mc Donald... Costumo advertir os balconistas que me cercam à porta das lojas: 'Estou apenas fazendo um passeio socrático.' Diante de seus olhares espantados, explico: 'Sócrates, filósofo grego, também gostava de descansar a cabeça percorrendo o centro comercial de Atenas. Quando vendedores como vocês o assediavam, ele respondia: - "Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser feliz!" Frei Beto


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

NOTÍCIAS DA PARÓQUIA SÃO CARLOS BORROMEU

JULHO / 2012 - Página 22


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 23

4° Arraiá da Árvore Por Juliana Lacerda

Vovô e vovó Falar de avô e de avó é falar de doce, brincadeira, sabedoria, ensinamentos, histórias, casos engraçados, piadas, carinho e amor. Às vezes, falar de avós também é falar de saudade, pois alguns já partiram e estão bem perto de Deus. Toda criança ama seus avós. Afinal, não tem como deixar de se encantar pela simplicidade e sabedoria dessas pessoas da nossa família. Nossos avós já viveram muito e, por isso, têm muita história pra contar! Por isso, sempre que tiver tempo, visite seus avós e pergunte algo sobre o passado deles. Com certeza eles vão adorar lhe contar como eram as coisas no tempo em que eram jovens, como se conheceram... Agora, você deve se perguntar: “Será que eu retribuo todo o amor de vovô e vovó?” Bom, isso é algo para refletir. Nem sempre nós damos valor aos avós, e isso os deixa muito tristes. Um exemplo é deixar de visitá-los para jogar videogame ou mexer no computador. Se você tiver algum problema, não pense duas vezes antes de pedir ajuda à vovó ou ao vovô. Eles já viram muita coisa na vida, são muito sábios e certamente vão entendê-lo e lhe dar um bom conselho! Por esses e outros motivos, não se esqueça de dar um grande abraço em seus avós no dia 26 DE JULHO, O DIA DOS AVÓS!

Feliz dia dos avós! O Amarílton Vieira dos Santos mandou esse texto para o Cantinho da Criança! Confira:

Medo de Altura Jesus não tinha medo de altura. Imaginem que no dia da Ascensão, ele foi subindo, subindo, até sumir entre as nuvens. Quando foi, não disse nada, mas deu-nos uma surpresa muito boa: Levou-nos consigo. Onde passa a cabeça, passa também o corpo. E nós somos seu corpo. Assim fomos com ele. Já estamos no céu. Basta acabar de chegar. Antes de ir, deu uma missão: “Ide por todo o mundo e anunciai o Evangelho a toda criatura.” Ele se mandou e deixou para nós a missão de continuar construindo o Reino de Deus. Ele ficou ali, em seu cantinho. Nós é que vamos por todo o mundo. Temos a garantia: Ele acompanha nossa missão, confirmando com milagres. Vamos mudar esse mundo em um grande Reino.Está em nossas mãos. Paulo manda a gente abrir o coração para saber o quanto temos a nosso favor. Não precisamos ter medo das alturas de Deus. Envie uma poesia ou texto para o Cantinho da Criança!

E-mail: cantinho.da.crianca@hotmail.com

No dia 23 de junho, realizamos o 4º Arraiá da Árvore na missão de Lagoa da Prata. A festa aconteceu no poliesportivo "Tio Totonho" e reuniu cerca de 200 pessoas dentre amigos, vocacionados, vizinhos e também aqueles que são atingidos por nosso trabalho missionário nesta cidade. Nosso Arraiá aconteceu para comemorar o aniversário de nossa comunidade, que completou 14 anos de fundação no dia 21 de junho. Com muita gratidão a Deus, pudemos festejar juntamente com aqueles que são parte da nossa vida e história. Com a ajuda do povo, a festança foi uma 'maravia só'! 'Tivemo' caldo, canjica, espetinho, bolo, milho verde, brincadeiras para a criançada e, claro, o 'tradicionar' bingo. Também não podia faltar o grande baile com a Quadrilha da Salvação, e desta ninguém quis ficar de fora. Elegemos até o 'mió' casal: D.Maria e Sr. João Menezes que fizeram bonito nesta dança que evangelizou contando a história do nosso povo, a nossa história, desde a criação até a vinda de Jesus e do Espírito Santo. Agradecemos a todos que, através de sua generosidade, possibilitaram a realização da festa. E também agradecemos aos que vieram participar conosco, fazendo do nosso Arraiá esta bonita manifestação de nossa alegria e agradecimento aDeus junto a esse povo que Ele mesmo nos deu!!! Ludmilla Guimarães Abreu Comunidade Católica Árvore da Vida


O Jornal de Informação e Formação do Povo de Deus

JULHO / 2012 - Página 24

166 - Jornal Informação - Ed. Jul 2012  

Jornal de informação e formação do Povo de Deus

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you