Page 1


2

Agosto

Dia dos Pais

Celebrações

Ser pai nos dias atuais é uma missão divina “Alimentar-se da Palavra é o primeiro e fundamental dever da Igreja!” Queridos irmãos e irmãs na fé, quero hoje aproveitar este espaço para lhes indicar uma boa leitura: o documento pastoral 97, elaborado pela 50ª Assembleia Geral da CNBB, denominado “Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na Missão da Igreja”. Motivados pelo Sínodo de 2008, sobre a Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja, e pela Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini, de Bento XVI, os Bispos deram indicações pastorais muito concretas para que a Palavra de Deus, de fato, possa animar a vida e a missão evangelizadora da nossa Igreja. A assembleia da CNBB centrou sua atenção na Palavra de Deus, para ajudarnos a compreender que, sem o anúncio e a acolhida, com fé, da Palavra do Senhor, a Igreja deixa de se alimentar na sua fonte, enfraquece e morre. Sem estar firmemente alicerçada na Palavra de Deus e sem ouvir e aprender sempre o que o Senhor diz, a Igreja perde “seu rumo e seu prumo”, sua força e seu significado para a sociedade do nosso tempo. Sua força está na Palavra de Deus. Precisamos lembrarmo-nos sempre que a Igreja é, antes de tudo, ouvinte e discípula da Palavra de Deus. Em todas as situações, ela deve, primeiro, tomar a atitude de discípula, que se põe a ouvir e acolher e se deixar conduzir pela Palavra de Deus. Depois, como consequência do ouvir, a Igreja deve fazer-se servidora dessa Palavra para os irmãos e para o mundo pelo testemunho de vida. “A Palavra de Deus, presente nas Sagradas Escrituras, conhecida, rezada, contemplada, vivida e anunciada em nossas comunidades, vai transformando as pessoas e tornando-se inspiração de vivência cristã, de engajamento comunitário e de compromisso transformador”. Para celebrar bem o mês de nosso padroeiro, mês das vocações, dia dos pais, semana da família, entre outros, convido a todos para seguirmos o exemplo de São Domingos de Gusmão: “Devemos Falar de Deus e com Deus”. Torne-se você também um contemplador da Palavra de Deus. Pe. Lázaro Gabriel Lourenço

“Nos dias de hoje, o grande desafio dos pais é educar os filhos e encaminhálos. O lar é a primeira escola da vida, onde tudo começa. E educar os filhos tendo como grandes aliados os ensinamentos do Cristo, se torna mais fácil. Você já deve ter ouvido a expressão ‘quer encontrar pessoas boas, vá a lugares bons’. É a mais pura verdade. Hoje meus filhos têm uma base familiar e amigos muito bons, pois sempre acompanhamos as amizades deles. Este é o diferencial, ou seja, os amigos dos meus filhos são meus amigos também, o que torna sadio o relacionamento entre pais, filhos e amigos. Os amigos deles, às vezes, chegam a nos chamar de pai e mãe! É muito gratificante! O Pe. Lázaro Lourenço diz que o sonho dele é que não tivéssemos catequistas na paróquia. Calma, não se

desesperem! Na verdade, o que ele quer dizer é que se os pais, que são os primeiros educadores, fizessem seu papel de educar os filhos nos mandamentos de Deus e da Igreja, não haveria necessidade de catequese, pois as crianças estariam tão presentes na comunidade, que certa hora chegariam ao padre e pediriam para serem crismados por vontade própria e sentindo que estão preparados. Dentro desta presença constante, cito como exemplo a minha filha, Audrey: começamos a participar da equipe de liturgia e ela quis ser acólita. Daí em diante - como todos sabem - tenho que segurá-la, senão ela quer participar de todos os trabalhos voluntários da paróquia. Isso nos torna grandes companheiros na missão da Igreja!” Arnaldo Bartolome Catequista da Crisma

IGREJA MATRIZ DE SÃO DOMINGOS: - Sábado - 18h - Domingo - 11h - Domingo - 18h - Domingo - 20h - Terça-feira - 19h15 - Pelos falecidos. - Quarta-feira - 8h - Novena Perpétua de Nossa Sra. do Perpétuo Socorro, com bênçãos às pessoas e aos objetos. - Sexta-feira - 8h IGREJA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - JD. GUANABARA: - Domingo - 8h - Quinta-feira - 19h30 - Pelos falecidos. - Sexta-feira - 7h30 - Momento de Oração do Apostolado e Celebração com serviço da Eucaristia. ASILO SÃO VICENTE DE PAULO: - 2ª e 4ª quinta-feira do mês - 15h30 Capela do Lar São Vicente de Paulo.

Celebrações Mensais Toda 1ª sexta-feira do mês Dia de Oração diante do Santíssimo Sacramento. 18h - Exposição e Adoração do Santíssimo - São Domingos. 19h - Bênção do Santíssimo e, em seguida, Celebração da Eucaristia - São Domingos. 17h - Celebração seguida de Adoração do Santíssimo - Nossa Senhora de Fátima. Todo dia 13 do mês (menos aos domingos) 15h - Oração do Terço e Celebração da Eucaristia - Nossa Senhora de Fátima.

Serviços religiosos: Atendimento do pároco - Terça-feira - das 8h30 às 11h30 e 16h às 18h45 - Quinta-feira - visita aos doentes, bênçãos às casas, entre outros. - Sexta-feira - 8h30 às 11h - Sábado - 8h30 às 11h Obs.: É preciso ligar na secretaria para agendar horário. Fone: 3461-2865. DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Os artigos são de responsabilidade de seus autores.

 Jornalista Fundador JC Nascimento  Jornalista Responsável Sabrina Furlan - MTB 30880  Departamento Comercial Dirson Zerbeto Júnior

 Impressão Editora Z  Tiragem 4.000 exemplares  Diagramação Eliane Deliberali

Sugestões de pautas, críticas ou artigos envie para o e-mail: pascom@paroquiasaodomingos.com.br ou ligue na secretaria da paróquia - (19) 3461-2865 - e fale com Sabrina.

 Colaboração Antonio A.C.Lima Arnaldo Bartolome Divina M.Bertalia Ezequiel Poço

Júlio César da Cruz Kátia Amaral

PUBLICAÇÃO MENSAL Av. Nove de Julho, 1205 - Americana - SP (19) 3461-2865 - paroquiasaodomingos.com.br

Luciana Teixeira Marcelo Fagundes Maria Gimenez

Segunda-feira - 19h30 - Grupo de Oração - São Domingos - 19h30 - Terço com os Homens - N. Sra. de Fátima Terça-feira - 20h - Estudo Bíblico - São Domingos. Quarta-feira - 19h30 - Terço com os Homens - S.Domingos. Quinta-feira - 20h - Estudo Bíblico - N.Sra. de Fátima.


3

Sacerdócio

A escuta pelo chamado e a resposta pelo servir aos irmãos Em um artigo escrito por ele, o Arcebispo da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Cardeal Dom Eusébio Oscar Scheid, comenta que, na medida em que a nossa civilização vai perdendo o senso do sagrado, torna-se mais difícil compreender a pessoa de alguém como o padre, profundamente envolvido com o mistério divino, que implica uma consagração de toda a vida à glória de Deus e ao serviço dos irmãos. Esta fala do cardeal se encaixa no depoimento do seminarista Marcelo

Fagundes - que está prestes a ser ordenado como diácono - ao Jornal Integração, afirmando que o ponto fundamental do sacerdócio é servir ao próximo e a Deus, sem receber nada em troca. Neste sentido, por que alguém decide se tornar padre? Marcelo responde dizendo que, desde jovem, quando participava dos encontros de perseverança, tinha muito gosto pelos assuntos e trabalhos da Igreja. “Foi neste momento que a semente foi plantada. Antes de ir para o seminário, tanta coisa alimenta esse desejo, esse chamado, essa vocação que é difícil atender em uma única resposta. Mas, posso dizer que batia muito forte em meu coração ver o Pe. Itamar Gonçalves celebrando e, assim, foi dado o impulso à minha escolha, o meu despertar para esse chamado e, é claro, a minha resposta a Ele”. Segundo Marcelo, o ministério sacerdotal é muito mais amplo. Ele enfatizou que ninguém escolhe tal caminho: “você é escolhido”. Toda

vocação é um chamado, ao qual se responde com convicção. O Cardeal D. Eusébio Oscar Scheid explica também em seu artigo que, para responder ao chamado, o futuro padre conta, sobretudo, com o auxílio da graça de Deus, que irá configurá-lo à Pessoa do Cristo, como continuador de sua missão. O Seminário é, verdadeiramente, a sementeira onde se aprimora o crescimento dessa “planta” da vocação. O trabalho nas diversas Pastorais da Igreja pressupõe o preparo apurado dos candidatos ao sacerdócio. Entretanto, nenhum trabalho poderia ser bem fundamentado sem a necessária formação intelectual. Esta foi, apenas, uma breve abordagem do que significa a preparação para o sacerdócio. Ser padre exige vocação, generosa resposta ao chamado divino, e

muita capacidade de estudar e trabalhar. Rezemos para que Deus abençoe a todos os padres, os atuais e os que estão por vir, especialmente ao Marcelo Fagundes, filho de São Domingos, que se tornará um sacerdote. Antes, realizará sua ordenação diaconal no próximo mês: dia 16 de setembro, na Catedral de Nossa Senhora das Dores, no centro de Limeira. Ele convida a todos para participarem deste momento especial em sua vida. A Paróquia São Domingos está organizando uma caravana com um ônibus fretado para as pessoas interessadas em prestigiar esta celebração. Informações podem ser obtidas pelo telefone 3461-2865.

Missão Jovem

São Domingos troca experiências com jovens atuantes na Igreja Entre os dias 7 e 9 de julho aconteceu um momento inovador e de troca de experiências. Dez jovens missionários, dentre os 120 que estiveram visitando a Região Sul (Americana e Nova Odessa), integrantes da Pastoral da Juventude (PJ) na V Missão Jovem da Diocese de Limeira, com o tema “Conhecer a Diversidade para Evangelizar a Realidade” e o lema “Não é Possível Amar nem Evangelizar o que não se Conhece”, foram recebidos pela comunidade de São Domingos. Eles foram acolhidos por famílias: algumas se responsabilizaram pela acolhida; outras, pelas refeições; outras cederam espaço para eles dormirem; contribuindo das mais diferentes formas de acolhê-los para que se sentissem bem. Como disse Guilherme Israel de Oliveira, de 21 anos, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, de

Araras, “esta missão foi também uma boa experiência para que nós conhecêssemos os trabalhos sociais e religiosos da Paróquia. Foi muito enriquecedor entender como são desenvolvidas as atividades da Pastoral da Criança, perceber a realidade das crianças carentes do bairro”. Para Willian Gustinelli e seu filho, Pedro (jovem que faz parte do grupo de crisma da comunidade), que contribuíram para abrigar dois jovens (Luan Amorin, de 20 anos, e Danilo Henrique Pereira, de 17 anos), disseram que foi gratificante acolher esses rapazes com características diferentes, missionários que demonstraram a importância do jovem atuante na Igreja. Já Luan, da Basílica do Patrocínio, de Araras, enfatizou que foi muito bom conhecer a estrutura da família que nos acolheu. “Foi uma troca fundamental de experiências”.

A mensagem final da Pastoral da Juventude da Região Sul é: “Atentos e atentas aos sinais do Reino, em sintonia com a diversidade que dialoga conosco e nos rodeia, sigamos crentes e juntos/as na construção do Bem-Viver!”.

Assim, a atuação pastoral deixou claro aos jovens da comunidade de São Domingos que é possível construir uma simbologia dentro da Igreja Católica, valores e ritos associados aos jovens.

Na missa do domingo (08), às 20 horas, famílias que acolheram os jovens missionários em suas casas foram homanageadas pelo seminarista Marcelo Fagundes.


4 Padroeiro

São Domingos de Gusmão é sinônimo de amor à Palavra de Deus No dia 8 de agosto lembramo-nos daquele que, ao lado de São Francisco de Assis, marcou o século XIII com sua santidade, vivida na mendicância e no total abandono em Deus e desapego material. Domingos nasceu em Caleruega, na Castela Velha, Espanha, em 1170, pertencendo à alta linhagem dos Gusmão. O pai, Félix de Gusmão, queria entusiasmá-lo pelas armas; o menino preferia, porém, andar com a mãe, Joana de Aza, grande esmoler, com clérigos e monges. Interessante é notar que, antes de Domingos nascer, sua mãe sonhou com um cão, que trazia na boca uma tocha acesa, da qual irradiava grande luz sobre o mundo. Mais do que um sonho, esta imagem foi uma profecia, pois Domingos de Gusmão, de estatura mediana, corpo esguio, rosto bonito e corado, cabelos e barba levemente vermelhos, belos olhos luminosos, não fez outra coisa senão iluminar todo o seu tempo e a Igreja com a Luz do Evangelho... Isso depois de se desapegar a tal ponto de si e das coisas, que chegou a vender todos os seus ricos livros, a fim de comprar comida aos famintos. Homem de oração, penitência e amor à Palavra de Deus, São Domingos acolheu o chamado ao sacerdócio, tendo sido ordenado no ano de 1203, em Osma, onde foi nomeado cônego. Em 1204, Domingos seguiu para Roma a fim de obter do Papa licença para evangelizar os bárbaros na Germânia. No entanto, o Papa Inocêncio III orientou-o para a conversão dos Albigenses que infestavam todo o Sul da França com suas heresias. Desta forma, Domingos fez do sul da França o seu principal campo de ação. Quando os hereges depararam com a verdadeira pobreza evangélica de São Domingos de Gusmão, muitos aderiram à Verdade, pois a esta altura já nascia, no ano de 1215, em Tolosa, a primeira casa dos Irmãos Pregadores, também conhecidos como Dominicanos (cães do Senhor) que, na mendicância e no amor, faziam a propagação do Rosário da Virgem Maria. São Domingos de Gusmão entrou no Céu com 51 anos e foi canonizado pelo Papa Gregório IX em 1234. São Domingos de Gusmão, rogai por nós! Fontes: Canção Nova e livro “Vida de São Domingos de Gusmão”, da Editora Santuário.


5


6

São Domingos de Gusmão

Colorir http://pastoraljuvenildominicanas. blogspot.com.br/2008/08/dia-des-domingos-de-gusmo.html

Que legal! Comemoramos, dia 8 de agosto, o Padroeiro de nossa Paróquia, São Domingos de Gusmão. Você sabia que sua infância foi acompanhada com muito zelo por sua mãe, Dona Joana de Aza, que ensinou tudo o que sabia da Igreja para Domingos. Certa vez, ouviu a história do nascimento do menino Jesus e ficou profundamente triste. Por dias, o pequeno Domingos dormiu no chão, dizendo que seu berço era bonito demais, comparado à simplicidade da manjedoura de Jesus. Domingos era conhecido também como “Apóstolo do Santo Rosário”, pois sua devoção ao rosário nasceu ainda criança, quando orava com sua mãe todo entardecer, quando a igrejinha da aldeia anunciava a hora da Ave Maria.

Nesta edição vamos conhecer um integrante da primeira etapa da catequese da nossa comunidade. Esta criança é um menino que teve uma atitude diferente na confraternização de encerramento do primeiro semestre e que demonstrou o quanto a catequese foi importante para ele, tendo, inclusive ficado marcada na memória dele. As crianças na catequese aprenderam todo um contexto sobre o “Símbolo da 1ª etapa de Eucaristia”, representado por um peixinho. Este menino, que conheceremos um pouco na página da Gotinha, desenhou um peixinho todo feliz, que visitou a festa de confraternização realizada pela turma da 1ª etapa no dia 02 de julho. Carinhosamente, ele fez várias cópias do peixinho, que foram colocados como enfeite em cada brigadeiro feito pelo Pedro e sua família. Valeu!

Oração a Nossa Senhora do Rosário

http://amiguinhadejesus.blogspot.com.br/2011/ 08/mais-alguns-desenhos-para-o-mes-das.html

São Domingos, apóstolo do Rosário, Acompanhai-nos com a vossa bênção, na recitação do terço, para que, por meio desta devoção a Maria, cheguemos mais depressa a Jesus, e como na batalha de Lepanto, Nossa Senhora do Rosário nos leve à vitória em todas as lutas da vida; por seu Filho, Jesus Cristo, na unidade do Pai e do Espírito Santo. http://garotadamissionaria.blogspot.com.br/2011/10/preceAmém. missionaria-nossa-senhora-do.html

Vamos colorir nosso padre!

DIA DO PADRE!

Além do dia dos pais e de São Domingos de Gusmão, comemoramos também no mês de agosto o Dia do Padre. Isso mesmo! O padre também tem seu dia... O padre, na vida da comunidade paroquial, orienta o povo, ouve, reúne as famílias, transmite a Palavra de Deus. É alguém escolhido por Deus para uma função muito importante, que é a de consagrar a Eucaristia, Corpo e Sangue de Jesus, que nos fortalece e nos alimenta espiritualmente, construindo uma comunidade. Seu dia é comemorado em 4 de agosto, em homenagem a São João Maria Vianney, santo padroeiro dos padres.

Pedro Donato Zocca - 9 anos - O que gosta de fazer quando está com a família? Gosto de brincar. - O que gosta de fazer nas férias? Ir ao sítio, andar de cavalo e trator. - Qual a matéria de que mais gosta na escola? Matemática. - O que você aprende e gosta na catequese? Rezar e estar com os amigos. - Como surgiu a ideia de criar o desenho do peixinho para enfeitar os brigadeiros? Foi sugestão da minha mãe. - Quem ajudou a fazer os desenhos e os brigadeiros? Eu, minha irmã e minha mãe participamos juntos da confecção dos peixinhos e da montagem dos copinhos. - Qual a expectativa para o retorno da catequese? Estou preparado para aprender novas coisas da nossa religião.

DIA DOS PAIS!

Você sabia que o Dia dos Pais tem uma origem bem semelhante ao Dia das Mães? Em ambas as datas, a ideia inicial foi praticamente a mesma: criar datas para fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida. Dizem mesmo que a origem desta data vem de 4 mil anos atrás, quando, na Babilônia, um jovem chamado Elmesu teria moldado em argila o primeiro cartão desejando sorte, saúde e longa vida a seu pai. Então, em 1909, quando Sonora, filha de Encontre no quadro 8 palavras um veterano da guerra civil, resolveu que podemos dizer ao papai... homenagear ao pai se declarando a ele e agradecendo do mais fundo do coração sua existência na vida dela, a data passou a ser cada vez mais comemorada e hoje ela é mundialmente conhecida.

Resp: Horiz.: Sabedoria, amo, paciente, admiração Vert.: parabéns, corajoso, proteção, agradeço

Nossa Senhora do Rosário, dai a todos os cristãos a graça de compreender a grandiosidade da devoção do Santo Rosário, na qual, à recitação da Ave Maria se junta a profunda meditação dos santos mistérios da vida, morte e ressurreição de Jesus, vosso Filho e nosso Redentor.

Kátia Amaral


7 Presença

Alaíde Caldeira de Oliveira, João Celestino Teixeira e filhos: uma família que se empenha em falar de Deus e falar com Deus Essa família tão conhecida da nossa paróquia teve início em setembro de 1972, em Tupi Paulista, quando Alaíde e João Teixeira de casaram. Foram criados naquela cidade e lá foram encaminhados à vida cristã, primeiro com as respectivas famílias e depois com os padres e freiras canadenses que na época desenvolviam trabalhos de evangelização missionária naquela região. A vinda para Americana deuse em 1975, já enriquecidos com a chegada da primeira filha, Luciana. Aqui, nasceram os gêmeos, Fábio e Fabrício (1979), e a caçula, Eloiza (1984). Durante 32 anos, João trabalhou na empresa Goodyear e, com muita força de vontade, o casal alcançou a tão sonhada formação universitária para os quatro filhos e, inclusive, para si mesmos. Residiram em outros bairros, mas fizeram a opção pelo São Domingos há 26 anos, tendo procurado o nosso então pároco, Pe. Itamar, e se colocado à disposição para os serviços pastorais. Alaíde e João são Ministros da Eucaristia, do leitorato e atuam na Pastoral da Saúde. Trabalham também na Pastoral do Batismo, o que já faziam em Tupi Paulista. Participam ativamente das celebrações eucarísticas, especialmente às 18 horas dos sábados, coordenando os trabalhos pertinentes à organização das mesmas. Fizeram o ECC (Encontro de Casais em Cristo) em 1988, cujo grupo de casais está ativo até hoje, com reuniões mensais. Os quatro filhos do casal cresceram e foram educados neste ambiente de fé, de prontidão e gratuidade com a Igreja Católica, com a paróquia e seus trabalhos. Todos participam da comunidade, o que enche o casal de orgulho por vê-los bem encaminhados não só profissionalmente, mas também na vivência da fé. Alaíde e João destacam, sobremaneira, o importante apoio recebido do Pe. Itamar, que em muito ajudou e orientou o casal, como também aos seus filhos, que cresceram admirando-o e aprendendo com ele.

Para a comunidade do São Domingos sempre foi muito bonito ver os irmãos Fábio (arquiteto) e Fabrício (designer) no altar, como acólitos e, depois, como Ministros de Eucaristia. Já a jornalista, Luciana, desempenha um importante trabalho junto à Pastoral da Comunicação da paróquia, em especial na elaboração deste Jornal Integração. A caçula, Eloiza, formada em enologia, especialidade ligada à produção de vinhos, também não deixa por menos na participação das celebrações litúrgicas. Todos fizeram o EJOCRI (Encontro de Jovens Cristãos), o que os conduziu a um engajamento maior nas atividades da nossa igreja. Desde março de 2011, com a chegada do Pe. Lázaro, que acolheu com amor o esforço do casal, ambos continuam atuantes e disponíveis para os serviços pastorais. Na Festa do Padroeiro de 2012, a família vem trabalhando com afinco e João, a convite do coordenador geral da festa, Milton Quinteiro, assumiu a responsabilidade pelas aquisições de tudo o que for necessário, função em que vem se empenhando para que a edição deste ano seja mais um evento da paróquia em que a organização e a transparência sejam tangíveis e que os momentos festivos façam bem às pessoas. Para finalizar, deixamos a primeira e a última expressão captadas de Alaíde e João Teixeira para essa entrevista: “Sentimo-nos orgulhosos por fazer parte desta família do São Domingos. Nossa vida aqui daria um livro...”. Certamente, seria um livro daqueles que a gente não se cansa de ler, pelos belíssimos testemunhos de vida que a família tem para oferecer. Divina Bertalia

Alaíde e João são Ministros da Eucaristia, do leitorato e atuam na Pastoral da Saúde. Trabalham também na Pastoral do Batismo, o que já faziam em Tupi Paulista.

Super Dicas O Oitavo Dia (118 min.), filme francês de 1996, dirigido por Jaco van Dormael, trata do tema amizade com sensibilidade e ternura ao apresentar o encontro entre Harry (Daniel Auteuil) empresário deprimido e estressado, que foi abandonado pela esposa e filhas há pouco tempo, e Georges (Pascal Duquennes), que sofre de Síndrome de Down. Após o inusitado encontro, a vida de Harry não mais seria a mesma. Tocante. A Editora Paulus acaba de lançar dois interessantes subsídios para a Catequese de Iniciação à Eucaristia: Creio na Alegria Caminho de fé nos passos do Credo. Composto de dois volumes, cada um com o livro do catequista e o livro do catequizando, tem a proposta de apresentar o caminho da iniciação à vida cristã a partir das formulações da fé. Confira em www.paulus.com.br Sergio Ricardo, cantor e compositor, dono de uma das mais belas vozes masculinas da MPB, completou 80 anos em junho. Para comemorar a ocasião o selo Discobertas, relança em cd parte da sua discografia, com vários títulos até então inéditos no formato digital, como por exemplo “Do Lago à Cachoeira” (1979) e “Arrebentação” (1971). Gravações raras de um artista quase completo. Além de tocar, compor e cantar, também pinta. Toninho


8 De olho nas pastorais

Ser Catequista: Vocação e Ministério Todos os anos, no último domingo de agosto, Mês Vocacional, a Igreja no Brasil celebra uma vocação muito especial para a evangelização: a vocação do catequista. Certamente todos nós guardamos com carinho a imagem daquela pessoa que nos ajudou a crescer na fé e no conhecimento de Jesus: o(a) nosso(a) catequista! A palavra Catequese significa “fazer ecoar”. Fazer ecoar o quê? A Palavra de Deus, a mensagem de Jesus! Assim, o catequista é aquele que faz ecoar a Palavra de Alguém com o qual ele já se identificou! O documento Catequese Renovada

(doc. 26 da CNBB), de 1983, diz que “o catequista é alguém escolhido por Deus para levar a mensagem de Jesus às pessoas. É alguém que vive a mensagem de Jesus na própria vida e depois transmite aos outros, em nome de Deus e da comunidade...” (cf. CR, 146). E acentua que “Catequizar é comunicar. O catequista comunica mediante o testemunho, a palavra...” (CR, 147). Por isso, ser catequista, além de ser vocação, chamado de Deus, é também ministério, ou seja, serviço confiado pela comunidade, da qual o catequista é porta-voz!

Neste espaço queremos recordar e agradecer aos catequistas da nossa comunidade que, tantas vezes silenciosa e serenamente, acolhem, dialogam, ouvem e fazem chegar ao coração de crianças, adolescentes, jovens e adultos a mensagem de Jesus. Parabéns! Que o Senhor recompense a generosidade de vocês! E, para finalizar, uma frase do Catecismo da Igreja Católica, que já colocamos neste espaço e que sempre “cai” bem: “cada catequista é como um elo na grande corrente dos que têm fé” (cf. nº 166). (Toninho)

Bastidores

Comunidade de Nossa Senhora de Fátima A Celeste, catequista da 2ª etapa, reviveu seus momentos de infância, brincando de queimada com a garotada da catequese, no encerramento do primeiro semestre. As coisas boas, a gente não esquece! No domingo (dia 08/07), deixaram em frente à igreja, na hora da missa, uma caixa com dois cachorrinhos. Todos que chegavam para a celebração se compadeciam da sorte dos bichinhos. Ao final, a Eumar - que tem um coração maravilhoso - levou os filhotes para um local especializado. Valeu, Eumar! Ah, o frio... Desfile de casacos e blusas de lã nas celebrações dos domingos de manhã... Menos o Luiz Selin, que não sente frio e está sempre de camisa de manga curta, tirando onda! Quanto calor humano, hein, Luiz?! A Festa Julina foi um sucesso! Parabéns a todos que trabalharam e organizaram o evento! Chamando o povo para a festa, como sempre, estava o Valdecir e seus rojões. E a frase mais ouvida era: “Sai de perto... Cuidado, hein... Criança que brinca com fogo faz xixi na cama!”. E a dança de quadrilha tinha cada figura! A moçada caprichou no visual, todos caipiras “fashion”, sem contar as “moças” todas de

véu, grinalda e buquê na mão, loucas para casar. É isso mesmo! O casamento caipira coletivo foi um sucesso, deixando vontade em quem não participou! Congratulações as organizadoras do bazar da pechincha da comunidade neste mês de julho! Serviço sempre muito útil! Em 20 de julho, Dia do Amigo, lembrança especial da moçada da Crisma, que comemorou a data. A Luciana Vicenti, ex-catequizanda da nossa comunidade, está ingressando na área de saúde... Vem aí vestibular para medicina! Sorte e sucesso! Que Deus abençoe este projeto! Até a próxima edição! Beijos no coração!

Comunidade de São Domingos Alguém tem um apontador de lápis para emprestar para a Neuza? Será que ela conseguiu jogar a cartela do bingo? No setor de diversão para as crianças, a barraca era do coelhinho ou do porquinho-daíndia? Tinha criança perguntando se existia coelho daquele tamanho... Será?! O Seu Clayton ficou tão empolgado em lembrar os tempos de criança, que nem deixou seu netinho pescar...

Maria Gimenez e Júlio César da Cruz

Quem, de fato, é o segurança na foto? Pe. Lázaro está mais para segurança do que para fotógrafo! Ou será que agora a Sabrina perdeu seu posto de “a menina da foto”?

246 - Jornal Integração - Ago/2012  

246 - Jornal Integração - Ago/2012 - Paróquia São Domingos - Americana - SP

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you