Issuu on Google+

FESTA DO PADROEIRO

Começa a Festa de São Domingos Considerado um dos mais tradicionais eventos religiosos de Americana, acontece em agosto, a festa em comemoração aos 41 anos da Paróquia São Domingos. Com uma intensa programação religiosa e social (que pode ser acompanhada na página 2), a festa de 2008 faz referência ao Ano Internacional das Línguas, proclamado pela Assembléia Geral da UNESCO. A língua é o principal meio de comunicação, interação e transmissão de conhecimento. É a expressão mais fiel da cultura, tradição e identidade de um povo.

“Todos podem falar uma única língua, através da linguagem do amor e dos Atos dos Apóstolos...”

foto: Juarez Godoy

SÃO PAULO

Reconhecendo a importância desse movimento da UNESCO, o logotipo feito em comemoração aos 41 anos da Paróquia retrata toda essa simbologia, que prega a unidade na diversidade. “Todos podem falar uma única língua, através da linguagem do amor e dos Atos dos Apóstolos. Paulo prega exatamente sobre esta unidade das nações em uma única língua, por isso, tentaremos, na linguagem do amor, oferecer ao público uma festa de unidade”, afirma pe. Itamar Gonçalves. Este ano a renda da festa será revertida para os trabalhos sociais oferecidos pela Paróquia São Domingos. No ano passado a preocupação foi de atender os irmãos do Timor Leste. Leia mais sobre a proposta da UNESCO na página 7.

Paróquia comemora Ano Paulino

Em comemoração aos dois mil anos do nascimento do Apóstolo Paulo, o Papa Bento XVI proclamou o Ano Paulino, cujo início foi dia 28 de junho e prosseguirá até o dia 29 de junho de 2009. A Paróquia São Domingos programou diversas atividades, entre elas, os encontros às terças-feiras com os agentes de pastorais e leigos para estudar o Apóstolo Paulo. Cada semana foi convidado um padre para discutir temáticas diferentes. O Papa, no anúncio do Ano Paulino, assinalou a dimensão ecumênica do evento. “O

Ano Paulino brindará a ocasião para redescobrir a figura do apóstolo, reler suas numerosas cartas dirigidas às primeiras comunidades cristãs, reviver os primeiros tempos da Igreja, aprofundar em seus ricos ensinamentos aos gentios, meditando em sua vigorosa espiritualidade de fé, esperança e caridade, peregrinar pelos numerosos lugares que visitou, fundando as primeiras comunidades eclesiais, revitalizar a fé e o papel da Igreja de hoje à luz de seus ensinamentos, rezar e trabalhar pela unidade de todos os cristãos em uma Igreja unida”.

Programação dos Encontros 5/8 - 20h - Pe. Antonio Luis Fernandes Temas: Retratos de Paulo; Paulo Teólogo. 12/08 - 20h - Pe. Cícero Brito Temas: 1 Tessalonicenses: trabalho, conflitos e vinda de Jesus; Coríntios: carisma na Comunidade e Mulheres na liderança; Gálatas: A liberdade em Cristo. 19/08 - 20h - Pe. Amarildo Marçoli Temas: Romanos: a justificação pela fé; Filipenses: Alegria no sofrimento; Filêmon: não mais como escravo, mas como irmão amado. 26/08 - 20h - Pe. Rodrigo Papi Temas: Cartas Deuteropaulinas; 2 Tessalonicenses, Colossences, Efésios; Cartas Pastorais: 1 e 2 Timóteo e Tito, Hebreus.

Em Roma, entre as atividades previstas, estão os programas de pastoral, compreendendo celebrações litúrgicas cotidianas ordinárias e extraordinárias, encontros de oração e sacramento da penitência; religioso cultural, com ca-

tequeses sobre São Paulo, conferências, congressos e concertos; e, ainda, a emissão, por parte do Governo do Estado da Cidade do Vaticano, de um selo e de uma moeda de dois euros. (fonte: www .cnbb.org.br) www.cnbb.org.br)


2

São Domingos e eleições Para nós, agosto, mês tão preparado e esperado, já chegou! O que fazer então? Celebrá-lo com alegria. Celebrar o padroeiro com alegria, com o coração aberto. Juntar tudo o que é vivido e tornar realidade na vida de cada pessoa. É isto que desejamos fazer neste mês de agosto. Desejamos ser uma ponte, um elo, apresentando o mundo diante de Deus e, com as celebrações e as pessoas que por aqui passarem, trazer um pouco mais de Deus à nossa vida. Bonitos estes movimentos, não acha? Levar as pessoas a Deus e trazer Deus às pessoas... Quem sabe Deus nos favoreça sempre esta consciência a fazermos sempre assim. Uma vez aprendido, realizá-lo em todo o tempo. Celebrar o padroeiro não pode deixar de lado a realidade da vida. Estamos já em pleno tempo eleitoral. Cuidado para que a Festa de São Domingos ou outras festas nos ocupem tanto tempo ao ponto de esquecermos que somos cidadãos e temos a responsabilidade de construirmos a cidade. Isto é cidadania! Isto se faz com consciência! Aproveitemos o tempo para trocarmos idéias sobre as pessoas que estão se oferecendo para ser prefeito, vice-prefeito, vereador em nossas cidades. Eles se oferecem! Com nosso voto, nós dizemos que os desejamos ou não. Esta é uma decisão que precisa ser bem pensada! Não pode estar condicionada a nenhum vínculo ou compromisso. É um vínculo, um compromisso com todos e não com alguns. Pensemos nisso e mudemos nosso modo de votar em nosso Brasil, em suas cidades. Um abraço a todos e boa Festa de São Domingos! Bom tempo de pensar em seu candidato!

Pe. Itamar Gonçalves

Agenda Paroquial

Celebrações IGREJA MATRIZ DE SÃO DOMINGOS: - sábado - 18h - domingo - 11h - transmissão pela Rádio Você AM 580 - domingo - 18h - domingo - 20h - transmissão pela Rádio Azul Celeste AM 1440 - terça-feira - 19h - pelos falecidos (logo após, Encontro de Formação Bíblica) - quarta-feira - 8h - pelas vocações e doentes - sexta-feira - 19h30 - pelos aniversariantes da semana ASILO SÃO VICENTE DE PAULA: - quinta-feira - 15h30 - celebração na capela do asilo

Fundado em dezembro de 1989

Agosto

 Jornalista Responsável JC Nascimento MTB 10278  Textos/Fotos Sabrina Furlan  Revisão Maria Ignez Worschech (Inezita)  Departamento Comercial Dirson Zerbeto Júnior  Impressão O Liberal  Tiragem 7.000 exemplares  Diagramação Eliane Deliberali  Colaboração Ana Paula Pontes Divina M. Bertalia Juarez Godoy Luciana Teixeira Magda Lohr Nanci Sarmento Sidnei Romani

PUBLICAÇÃO MENSAL Av. Nove de Julho, 1205 - Americana - SP (19) 3461-2865 - paroquiasaodomingos.com.br


3 PASTORAL SOCIAL

Pastoral da Pessoa Idosa é concretizada

“Que cada comunidade acompanhe com uma compreensão amorosa todos os que envelhecem...” João Paulo II (27/01/2005) Com esta frase iniciamos a capacitação para criarmos em nossa paróquia a Pastoral da Pessoa Idosa (PPI). Nos dias 06 e 13 de julho, cerca de 23 pessoas formaram-se aptas e 15 delas irão trabalhar em nossa comunidade como “Líder Comunitário” desta pastoral tão importante. No dia 18 de julho foi realizada a “Missa do

Envio”, quando estiveram presentes os novos líderes das comunidades de São Domingos e Nossa Senhora de Fátima. Assim, demos início à linda missão de amor ao próximo e de solidariedade. O líder terá como missão promover e valorizar a pessoa idosa, dando-lhe a oportunidade de melhor qualidade de vida, respeitando seus direitos, por um processo educativo integrado à sua família e à comunidade. Com a formação dos líderes desta pastoral, multiplica-se o saber e a solidariedade fraterna, em que a PPI identifica na pessoa idosa a imagem e semelhança de Cristo, proporcionando-lhe a dignidade, a esperança e a vida plena. Dentre as atividades do líder estão as visitas domiciliares mensais às

veram presentes. O nosso muito obrigado! Um abraço especial à equipe da Pastoral da Criança, preparando-nos refeições com muito amor nos dias de capacitação. Agora é trabalhar! Para isso, pedimos à comunidade que nos informe sobre os idosos que precisam de uma visita! Estamos aqui para isso! Roseni A. Fernandes de Oliveira

FALAR COM DEUS

SALDO POSITIVO

Pastoral Social fecha o semestre com bons resultados

A Pastoral Social chega ao final do primeiro semestre com um saldo positivo pelos trabalhos realizados. É claro que ainda há muito a fazer, mas é como um bebê começando a engatinhar; é difícil o inicio, mas logo ele caminhará sozinho. Depois disso, é acompanhar, para que ele não caia. Na tentativa de resgatar a dignidade das pessoas carentes, continuamos com nosso lema de não nos limitar apenas à assistência emergencial, mas trabalhar com realidades tão difíceis e sonhos a serem realizados. No semestre que se encerra, distribuímos mais de 100 cestas básicas às famílias das comunidades de São Domingos e Nossa Senhora de Fátima; fizemos mais de 80 situações direcionadas a diversos órgãos de nosso município; 50 casos encaminhados para dentista e

pessoas com 60 anos ou mais e a reunião mensal de líderes para avaliar e refletir. Através do preenchimento de uma FADI (Folha de Acompanhamento Domiciliar do Idoso), enviada à CNBB, são obtidos dados no Brasil todo, para que possamos avaliar como está vivendo nosso idoso hoje na sociedade. Iniciando nosso trabalho, queremos agradecer primeiramente a Deus e ao pe. Itamar pelo apoio; também ao coordenador diocesano, Miguel Costa da Silva; ao coordenador de cidade, Constantino Panow; aos multiplicadores Maria Luiza e Rubens Cassiano de Souza, que vieram a nossa paróquia e nos deram a graça de suas companhias por dois dias de capacitação; e aos demais participantes que esti-

médico voluntários na paróquia; e mais de 200 atendimentos de ajuda e apoio para passagens, alimentos, documentos etc. No almoço fraterno, foram 1.000 refeições servidas com amor. Todo este trabalho só foi possível com a ajuda da comunidade (com doações) e de voluntários. Encerrando o semestre, agradecemos aos que colaboraram. Deixamos aqui o convite: quer ser um membro da Pastoral Social? Junte-se a nós. Precisamos, não só de doações diversas, como também de mãos que trabalhem em prol da mesma causa: desenvolver nas pessoas a consciência de seu papel na sociedade, resgatando-as para o vínculo familiar e favorecendo para reduzir a rejeição. Roseni A. Fernandes de Oliveira

Padre Itamar convida você para uma viagem pelos caminhos da Terra Prometida: Israel, Jordânia e Egito. Informações com a Mediterrânea Turismo através do telefone (19) 3462-2523

Momentos de Oração têm três horários nas comunidades Sem criar divisões, além dos momentos fortes propostos pela liturgia, a paróquia está proporcionando dois outros momentos de oração de suma importância. Um, às segundas-feiras, com início às 19 horas, através da Recitação do Terço pelo pe. Itamar e com o Santíssimo exposto. Depois, cânticos, orações, leitura bíblica, explicação, serviço da Eucaristia, encerrando com a bênção com o Santíssimo. Um outro momento é o Terço com os Homens, às quintas-feiras, às 19h30. É a oração do terço, a leitura e meditação da palavra, o serviço da Eucaristia. Na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Jardim Guanabara, o Terço com os Homens também é rezado às segundas-feiras, às 19h30. Ambos têm conquistado uma boa participação. Eis duas oportunidades para todos. A oração é uma necessidade da alma, do interior da pessoa. Ela se encontra no profundo da existência humana. Os momentos de oração são respostas de Deus aos apelos humanos. Nestes momentos de oração, Deus se revela, deixa-se conhecer, fala conosco. Claro, isso é possível se houver uma abertura humana. O

coração humano só aberto por dentro. Sem seu desejo, sua boa vontade, seu esforço e sua permissão, nada acontece e tudo se torna difícil e complicado. Oração não é algo impessoal. Oração é bem pessoal. Por isso, oração é uma realidade de amor filial com Deus e com as pessoas. O bom relacionamento com os outros depende de um bom relacionamento de oração com Deus. Pessoas que possuem dificuldades de oração com certeza também têm dificuldades com as pessoas! Uma coisa está ligada à outra. Oração é uma conversa amiga com Deus. Como falar amigavelmente com Deus se não falo amigavelmente com as pessoas? Sem amizade humana não há amizade com Deus! Sem amizade com Deus não tem como desfrutar de uma amizade gostosa, prazerosa com os outros! Muitos já não sabem orar, porque não sabem ser amigos! Oração não pode ser de “bombeiro”: oração para apagar fogo, suprir necessidade. Quem tem costume de orar só quando está em apuro, nem sempre sente o benefício da oração. Ela é sempre, em todo tempo, na tristeza ou na alegria, na saúde ou na doença. Pe. Itamar Gonçalves


4 SEU TRABALHO NA COMUNIDADE

O voluntário além do profissional Nesta edição, o jornal Integração destaca o trabalho de Sílvio Stradioto, que trabalha em serralheria desde os seus 15 anos de idade. Sílvio explica que conheceu pe. Itamar em 1990, quando foram feitos os vitrais da Igreja de São Domingos, época em que era apenas funcionário de uma serralheria que prestava serviços à paróquia. Mas, em 1994, resolveu montar sua própria serralheria e começou a trabalhar para a casa paroquial e para a Igreja. Tudo o que envolve estrutura metálica de ferro na igreja é produzido por Sílvio: castiçais, ornamentos, suportes para imagens e velas. Nestes casos, o serralheiro recebe pelo trabalho profissional; mas, em outras ocasiões, como reparos e serviços mais simples, ele faz voluntariamente. Sílvio já fez toda a troca dos vitrais

e da porta do elevador da cozinha, entre outros serviços. Outro trabalho desenvolvido por ele são as barracas de ferro usadas na Festa de São Domingos e outros eventos da comunidade. O serralheiro ainda trabalha há quatro anos como voluntário na barraca da argola da Festa do Padroeiro. “É muita satisfação você participar da missa e ver o que você fez com suas mãos lá no altar. Mesmo que as pessoas não saibam ou não dêem tanto valor, não há problema. O importante é que me sinto realizado em poder ajudar a Igreja com minha dedicação e experiência profissional, poder oferecer parte do meu tempo, da minha função, do meu trabalho para a Igreja. Sinto-me muito feliz”, finaliza Sílvio.

“É muita satisfação você participar da missa e ver o que você fez com suas mãos lá no altar...”

CONHEÇA AS COMISSÕES PASTORAIS

Comissão do Conselho de Leigos Este conselho é uma agregação de várias atividades realizadas por leigos e leigas católicos O Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) é uma associação de fiéis leigos e leigas católicos de direito público, que congrega e representa o laicato brasileiro na sua diversidade e riqueza de movimentos, pastorais e associações dos mais variados tipos. O CNLB tem por objetivo articular o laicato em Conselhos Regionais, Diocesanos e locais, com vistas às seguintes finalidades, dentre outras: ser instância de diálogo e intercâmbio de experiências, de representatividade do laicato católico brasileiro na Igreja e na sociedade; criar espaço de articulação, de diálogo, para formar e informar o laicato presente nos diversos setores e segmentos da sociedade; buscar o diálogo e a comunhão com os pastores e ministros responsáveis pela organização da Igreja. Ter sua presença atuante nos espa-

ços sociais, políticos e culturais. Promover iniciativas voltadas à capacitação do laicato para o cumprimento de sua missão no mundo. Estimular e promover o protagonismo do laicato, assim como criar espaços de comunicação e integração. Ser presença na caminhada ecumênica. Concretizar e aprofundar os laços de solidariedade entre os cristãos leigos e leigas. Os órgãos de assessoria são: - Comissão Nacional de Formação. - Comissão de Comunicação. - Comissão de Fé e Política. - Conselho Econômico. O dia do leigo será comemorado no dia de Cristo Rei, em 23/11/2008.

Grupo de Artesanato (sem aula específica) Precisa-se de voluntárias Quarta-feira - 19h - Igreja Matriz São Domingos Grupo de Mulheres Terça-feira - 14h - Igreja Matriz São Domingos Grupo de Oração Segunda-feira - 19h30 - Igreja Matriz São Domingos Informação sobre documentos de cartório Segunda-feira - 19h - agendar (3461.2865) Loja de Artesanato Igreja Matriz de São Domingos Segunda a sexta-feira - das 8h às 11h e 13 às 17h Segunda, quarta e quinta-feira –19h às 21h Terça-feira – 13h às 20h30 Orientação com advogados Segunda-feira - 9h e 20h - Igreja Matriz São Domingos Orientação sobre INSS (benefício, pensão e aposentadoria) Agendar pelo telefone 3461-2865 Padaria Igreja Matriz São Domingos

Segunda a sexta-feira das 8h às 17h, Sábado das 8h às 12h e durante os horários das celebrações Pastoral da Pessoa Idosa 1ª e 3ª - Segunda-feira do mês - 19h30 - Igreja São Domingos 2ª e 4ª - Segunda-feira do mês - 19h30 - Igreja Nossa Senhora de Fátima - Jd. Guanabara Pastoral da Sobriedade Segunda-feira - 19h30 - Igreja Matriz São Domingos Pastoral Social (atendimento às famílias necessitadas para cadastro) 1ª e 3ª - Quarta-feira do mês - 19h30 - São Domingos 2ª e 4ª - Quarta-feira do mês - 19h30 - Igreja Nossa Senhora de Fátima - Jd. Guanabara Subposto do PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) Segunda-feira - das 7h às 8h30 - São Domingos Terço dos Homens Segunda-feira - 19h30 - Jd. Guanabara Quinta-feira - 19h30 - Igreja Matriz de São Domingos

Dra. V era Lúcia Fernandes Vera Assessora do Conselho de Leigos da Paróquia São Domingos

SERVIÇOS PAROQUIAIS Almoço Fraterno Quarta-feira - 11h - Igreja Matriz São Domingos Quinta-feira - 11h - Igreja N.Sra.de Fátima - Jd. Guanabara Atendimento - pe. Itamar Igreja Matriz de São Domingos Quarta-feira - pela manhã Sexta-feira - o dia todo Sábado - pela manhã Obs.: se não for confissão, é preciso ligar na secretaria para agendar. Atendimento S.O.S Família (Pastoral Familiar) (questões familiares, orientações com psicólogos e outras áreas necessárias) Segunda-feira - 19h30 - Igreja Matriz de São Domingos Atendimento Médico e Dentista Informações com Rose, de segunda, quarta e sextafeira pelo telefone 3461-2865 Atendimento Nutricionista Agendar pelo telefone 3461-2865 Quarta-feira - 19h - Matriz de São Domingos

Sexta-feira - 14h – Matriz de São Domingos Aulas de Artesanato Segunda-feira - 14h - Igreja Matriz São Domingos Aula de Dança de Salão Quinta-feira - 19h30 - Igreja Matriz São Domingos Aula de Espanhol Quinta-feira - 19h - Igreja Matriz São Domingos Bazar Segunda a sexta-feira - 8h às 12h, 13h às 17h ao lado da Creche São Domingos (R. Oriente Rosalém, 600) Bioenergética - Chá Fitoterápico Segunda-feira - 19h30 - Igreja Matriz São Domingos Coral Quarta-feira - 19h30 - Igreja Matriz São Domingos Encontro de Formação Terça-feira - 15h e 20h - Igreja Matriz São Domingos Ginástica Segunda e quarta-feira - 14h - Igreja São Domingos Terça e quinta-feira - 7h30 - Igreja São Domingos Segunda e quarta-feira - 16h - Jd. Guanabara


5 ACONTECIMENTOS

A CNBB RReegional Sul 1 e a Diocese de Limeir ealizar am entr Limeiraa rrealizar ealizaram entree os dias 17 e 20 de julho unicação julho,, o III Mutirão da Com Comunicação unicação.. Em dois dias acontecer am oficinas de ffoto oto al da aconteceram otoggrafia, pastor pastoral com unicação ensa, rádio com unitária e comunicação unicação,, assessoria de impr imprensa, comunitária etiz ou-se um com unicação vir tual. A par tir desta última, concr partir concretiz etizou-se comunicação virtual. pr ojeto antig ascom (P astor al da (Pastor astoral projeto antigoo de criar um site da PPascom Com unicação). ““AA inter net é um meio de com unicação comunicação Comunicação). internet impr escindív el na aatualidade tualidade e quer emos inte ais imprescindív escindível queremos integgrar as pastor pastorais de com unicação de todo o país tunidade de tr oca comunicação país.. É uma opor oportunidade troca de eexperiências xperiências tantíssima par escimento da xperiências,, impor importantíssima paraa o cr crescimento Pascom”, afir ma o coor denador diocesano da PPastor astor al da afirma coordenador astoral Com unicação da diocese de Limeir a, FFer er nando PPai ai Comunicação Limeira, ernando aivva. O site da Pascom é: www .pascom.com.br www.pascom.com.br .pascom.com.br..

fotos: Sidnei Romani

No dia 29 de junho oi junho,, ffoi primeiraa realizada a primeir comunhão de 15 crianças crianças,, na Ig Igrreja de Nossa Senhor Senhoraa de Fátima. ação m uito Foi uma cele br celebr bração muito bonita e par ticipa ticipatititivva. No participa encer vir am encerrramento amento,, ser servir viram café da manhã no salão da ig igrreja par paraa as crianças crianças,, os pais e as ca tequistas catequistas tequistas..

No dia 3 de julho julho,, um ggrr upo de mulher es ulheres per tencentes às pertencentes comunidades da Paróquia São os ffoi oi Doming Domingos pr estigiar a FFeir eir prestigiar eiraa de Ar tesana to Artesana tesanato que aconteceu em São PPaulo aulo aulo..

No dia 15 de julho ealiz ou-se o julho,, rrealiz ealizou-se esta de Coquetel de Lançamento da 41ª FFesta São Doming os par ensa, Domingos paraa impr imprensa, autoridades tr ocinador es autoridades,, pa patr trocinador ocinadores es,, repr esentantes do Conselho de PPastor astor al astoral presentantes Par oquial, os coor denador es de aroquial, coordenador denadores esta e os coor denador es Comissão da FFesta coordenador denadores de aatititividades vidades PPastor astor ais e da FFesta esta 2008. astorais Mar cante a pr esença do pe Marcante presença pe.. Victor Facc hin, na ffoto oto ao lado do pe acchin, pe.. Constantino Gar dinali. Gardinali.

Na última se xta-f eir sexta-f xta-feir eiraa julho,, dia 25, de julho cele br ou-se dia de São celebr brou-se Cristóvão otetor dos Cristóvão,, pr protetor motoristas motoristas.. Após a missa, houve a benção de car carrros e motos motos.. A PParóquia aróquia São Doming os pr ou Domingos preepar parou muitas aatr tr ações e comidas típicas par trações paraa quem ggosta osta de par ticipar das participar festi vidades julinas esta aconteceu estividades julinas.. A ffesta no dia 05 de julho julho,, no salão de eventos na Ma triz de São Doming os Matriz Domingos os.. Neste ano pr esentação de ano,, houv houvee a aapr presentação dança da escola Danc’Ar Danc’Artt e a tr adicional Dança da Quadrilha com tradicional crianças e adultos adultos..


6

Nanci Sarmento ntsarmento@gmail.com

Gusmão era o nome de uma importante família na Espanha. Dessa família nasceu São Domingos. Santo que deu nome à nossa Paróquia. (Igreja - Casa de Deus e dos irmãos). São Domingos é um Santo que nos inspira a falar de Deus. Sabe por quê? Porque ele foi um grande anunciador das coisas de Jesus (pregador), aquele que fala de Deus às pessoas. Desde muito jovem (como você), ele já sabia o que era o bem ou o mal e Jesus só queria para nós o bem . Sua mãe, quando ainda estava grávida, teve um sonho em que um cachorro branco e preto saía de seu ventre com uma grande luz para o mundo. Mais tarde ficou muito claro que seu filho Domingos seria o Santo que traria muita luz ao mundo, com sua bondade, dedicação e amor. Foi ordenado padre aos 25 anos. À noite, rezava na capela e, durante o dia, dedicava-se a falar de Deus às pessoas. Ensinava a rezar o Rosário (terço), que lhe foi ensinado pela própria Maria - Mãe de Jesus. Dedicava-se aos mais necessitados. Na Universidade onde estudou, em Polência, vendeu todos os seus livros (material de estudo), que eram os únicos bens materiais de que ele gostava, para comprar alimento a muitas pessoas que passavam fome. São Domingos, junto com São Francisco de Assis, fundou a Ordem dos Dominicanos. (Dominicanes: cães do Senhor). As imagens que vemos de São Domingos mostram suas vestes de cônego: uma túnica e um escapulário branco e uma capa preta; nas mãos, a Bíblia, um terço e flores. E, aos seus pés, o cachorrinho. São Domingos Rogai por nós!

PAI - também comemoramos em agosto o Dia dos Pais.

Tão importante para a Família, o Pai é a figura de:

Chega mesmo a ser a figura de um Herói! Mas lembre-se: ele é um herói humano, então pode e tem falhas. Mais que ser um herói, ele é um Amigo. Então sempre respeite seu Amigão! Pais e filhos podem e devem construir juntos momentos de felicidade, abençoados por Deus, que jamais serão esquecidos.

Respostas: 1 - Domingos 2 - Itamar(A) 3 - Amizade

São Domingos de Gusmão

Vamos colorir a imagem


7

Pe. Antônio Luís: valorizando o passado para edificar um presente de muito futuro Ele é o filho caçula de Maria e Sebastião Fernandes, irmão de Geraldo e Marilza. Foi ordenado sacerdote em 15 de junho de 1997 e é o atual pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Americana. Nesta entrevista, revelou-nos a alegria da convivência com as suas paróquias anteriores e o desejo e a expectativa de bem servir à atual. Conheça um pouco do pe. Antônio Luís Fernandes, cuja presença está encantando a sua comunidade. Conte-nos um pouco da sua trajetória religiosa. Fiz as faculdades de Filosofia e Teologia em Campinas, tendo sido ordenado em junho de 1997. Três meses antes, ainda como seminarista e, depois, diácono, já havia sido nomeado pároco da Paróquia Santa Rita de Cássia, em Leme, onde permaneci por um ano. Em seguida, assumi a Paróquia de São Paulo Apóstolo, em Limeira. Lá, foram 10 anos de descobertas de valores impressionantes, de como as pes-

soas são boas, maravilhosas! Uma paróquia de muita organização pastoral e motivação para as festas, com uma energia fora do comum. Foi um período de grandes aprendizados: se hoje tenho alguma qualidade pastoral, aprendi com essas comunidades. Quais eram as suas impressões sobre Americana? Já conhecia a cidade e sabia que Americana era um lugar com qualidade de vida, com bons espaços de lazer. Como tenho muito apego à natureza, vim com esta expectativa de que aqui seria um lugar bom para viver e para estar com as pessoas. O senhor assumiu uma paróquia que está comemorando 50 anos de criação. Exato. São 50 anos de criação da paróquia, já com o pe. Isaías Baptistela, que cumpriu de forma exemplar a sua função de formar a comunidade com integridade religiosa. Uma presença pastoral que formou um grande legado de contribuições no sentido comunitário, religioso e social.

Proposta da UNESCO é promover e proteger as línguas A UNESCO convida neste ano os governos, as agências das Nações Unidas, as organizações da sociedade civil, as instituições educacionais, as associações profissionais e todos os atores envolvidos nesta área para intensificar suas atividades na promoção e proteção de todas as línguas do mundo, particularmente daquelas em perigo de extinção, em todos os concursos individuais e coletivos. Os estudiosos estimam que mais de 50% dos mais de 7.000 idiomas falados no mundo hoje correm o risco de desaparecer dentro de algumas gerações. Milhares de línguas mesmo que perfeitamente dominadas pelas pessoas que as usam cotidianamente como meio de expressão - estão ausentes do sistema educacional, dos meios de comunicação, da indústria editorial e do domínio público em geral. No Brasil, segundo o censo demográfico de 2000, além do português, coexistem 180 línguas indígenas e cerca de outras 30 línguas de imigrantes provenientes da Europa, Ásia, Oriente Médio e até de outros países do continente americano. (Fonte: Universo Católico, UNESCO e Museu da Pessoa)

Quais os seus sentimentos com relação a este atual momento do Bom Jesus? Primeiro, de muita gratidão e respeito por tudo o que foi vivido, por tudo o que foi plantado pelo pe. Isaías. Numa segunda vertente, vivemos a necessidade de, com a manutenção da sua identidade, buscar novos direcionamentos para a comunidade, a começar pelos espaços físicos. O Centro Catequético e Pastoral Pe. Isaías Baptistela, construído em 1963, teve sua reforma iniciada em 2006 e foi recentemente concluída. Estamos provisoriamente realizando as celebrações religiosas no auditório anexo ao Centro, enquanto se aguarda o desenlace sobre a nossa igreja. Qual é a sua opinião sobre o prédio da igreja, ora fechado? Atualmente, o processo de demolição da igreja encontra-se no Ministério Público. Entendo que o prédio pode ter valor cultural, mas o seu valor litúrgico não atende mais à comunidade. Lá só cabem 220 pessoas. No auditório, onde cabe mais que o dobro, já está ficando muita gente em pé durante as celebrações. Então, trata-se de uma questão de direcionamento do prédio: ou a um interesse cultural ou a um interesse comunitário - religioso. Por que para a comemoração do Jubileu de Ouro da paróquia foi escolhido o lema “Levantem-se e não tenham medo” (Mt 17, 7)? Trata-se de um chamamento de todos para a necessidade de soerguimento da comunidade. Nos meus primeiros seis meses na paróquia, priorizei a sensibilização das pessoas e a minha própria para nossa convivência dentro desta realidade, de uma comunidade desgastada pelo tempo e com desafios pastorais imensos. Estamos agora empenhados em criar uma estrutura orgânica pastoral e comunitária apta a uma nova realidade. Para 2009, nosso projeto é trabalhar as metas sociais. Ou seja, a par-

tir de um passado que nos serve de alicerce, queremos estruturar o presente para uma vivência comunitária mais participativa no futuro, na área social e religiosa. O senhor também está participando de um trabalho no NAIA? Sim, estou participando da Comissão de Apoio do NAIA, a qual me solicitou a criação de um projeto de uma Capelania Ecumênica, que será mais um instrumento de apoio e orientação aos adolescentes acolhidos por aquela instituição. Eu já tenho uma certa experiência na área, uma vez que fiz um trabalho com a FEBEM, em São Paulo. Alguma mensagem final? Diria três coisas para aqueles que nos lêem: a) sejamos um povo aberto à ação do Espírito Santo a partir da realidade concreta em que vivemos. Não dá para ser seguidor de Cristo sem levar em conta a “nossa Galiléia”. b) que cada um de nós, a partir dos dons e carismas que temos, sejamos membros efetivos da vida comunitária, com responsabilidade pelo coletivo, com respeito pelas diferenças, com desejo sincero de unidade. c) por fim, à paróquia em que atuo, diria que todos somos chamados a dar o nosso melhor e o nosso possível, num trabalho de mutirão e de participação. Vocês têm sido grandes lutadores e, espero, que nesta nova etapa, consigamos empreender mais e mais sinais do Reino entre nós.


8 BASTIDORES Caldinho bom demais No coquetel de lançamento da 41ª Festa de São Domingos foi servido um caldinho de palmito. O pe. Victor Facchin gostou tanto que se serviu por três vezes na cumbuquinha. Estratégia Foi servido um patê de sabor diferente em cada mesa durante o coquetel de lançamento da Festa do Padroeiro. Houve gente que conseguiu passar em todas as mesas.

oferecido um jantar, simples e gostoso. Quando foram retirar os pratos e talheres veio a pergunta: já jantou? - Já. - Aqui ou em casa? - Nos 2 lugares. Haja gula! Reclamação Para alegrar o leitor: um leitor ao receber o JI não se conteve e em voz alta reclamou estes bastidores andam muito chatinhos, quem será que escreve?

José Avelino da Silva e Luís Fabiano Canetta. É sempre enriquecedor para a Igreja esse momento. Fazendo arte Mais uma arte do Mané. Agora ele inventou um fogão elétrico para assar leitoas, pernil e frangos. Adeus ao sofrimento para colocar os assados dentro do forno a lenha. Ele mesmo denominou sua criação de “caixão de assados”. Realmente, parece um caixão!

Sem cabeça Casamento às 20 horas. Festa no salão de eventos. Madrinha responsável por cuidar dos noivinhos que seriam colocados sobre o bolo. Distração e pimba! Lá vão os noivinhos para o chão. A cabeça do noivinho desapareceu. Até hoje estão chamando o noivo de decapitado.

transformação, agora com móveis novos. Porém, na sala da Marli houve pequeno transtorno, pois a mesa ficou mais alta do que deveria. Alguns entraram e disseram: nossa, Marli, parece um balcão! E a Marli não deixou por menos: pois não, qual é o seu pedido?! Comunicação litúrgica De 21 a 25 de julho oito pessoas da Paróquia participaram do Encontro de Comunicação Litúrgica, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, orientada por pe. José Alem, professor de Pastoral da Comunicação. Será que agora que todos vão ler e interpretar o Evangelho direitinho durante as celebrações?

foto: Sidnei Romani

Dedicação Natal Brioschi acolhe os casais que desejam batizar seus filhos. Domingo, logo cedo, está ele à espera das pessoas para o encontro da catequese batismal. Serenidade, gentileza, disponibilidade são suas características. Gula Na reunião do CP (Conselho Paroquial) é

Seja benvindo! Mais um voluntário para fortalecer a equipe da transmissão das celebrações pela rádio Azul Celeste: Marcos Dell Ducas. Momento de alegria Dia 28 de setembro, às 15 horas, na Catedral Nossa Senhora das Dores, em Limeira, acontece a ordenação diaconal de Antonio Marcos Venezian, Jéferson Luis Leme da Silva,

MÊS DOS PAIS

Aulas de violão Para quem gosta ou tem vontade de tocar um instrumento musical, a chance de aprender a tocar violão com a cantora Val Nascimento. Mais informações na secretaria da Matriz. Mudanças Secretaria da Matriz passa por mais uma

Conheça a

Paróquia São Domingos

de Poços de Caldas/MG junto com Pe. Itamar. Data: 06/08 Saída: 9horas. Informações na secretaria da paróquia.

Pais relatam a experiência da paternidade No mês de agosto comemoramos o “Dia dos Pais”. Conversamos com três pais de nossa paróquia, com experiências diferentes, para destacar a importância do pai na família.

Airton Pinto - pai de três filhos, sendo um adotivo, ele relata que a figura do pai é essencial para o crescimento e desenvolvimento do filho. “Diante de tudo que já vivi, ser pai é algo inexplicável em poucas palavras. Quando adotei um menino de um ano de idade, tinha acabado de perder um cunhado de 20 anos que era como um filho. Para mim, um pai na família é tudo, é essencial, significa respeito. Uma estrutura deve ter a presença do pai e da mãe. Mesmo na escuridão, a gente tem que caminhar em frente e esquecer o que de ruim já passou”.

Eduardo Vitti - pai de três filhos já casados, ele revela que ser pai é ser amigo fiel. “A figura do pai, em primeiro lugar, é ser amigo. Ser pai é conviver em família. O pai é o espelho dos filhos, por isso deve ser fiel, ser bom, ser a luz e mostrar o caminho não uma vez só, mas pela vida inteira. Eu procuro estar sempre presente, independente das dificuldades. Quem planta banana, colhe banana, portanto, como pai, colhi o que plantei e me sinto orgulhoso de ter dado o melhor para meus filhos”.

Pedro Fioretti - pai de duas filhas e viúvo quando elas ainda eram pré-adolescentes, ele relembra as dificuldades em dialogar e as alegrias conquistadas com o papel de pai e mãe. “O pai e a mãe têm seu papel importante para o equilíbrio do filho. Ser pai, criando as filhas sozinho foi um obstáculo que tive que enfrentar, principalmente na fase da adolescência, momento de dúvidas e questionamentos que a mãe saberia lidar melhor. O filho sempre vai ser filho, por melhor que ele seja é um preocupar constante, mesmo depois de casado. Um filho é o preenchimento da sua vida, é uma extensão do seu eu”.


198 - Jornal Integração - Ago/2008