Page 1

O Evangelizador Nº 132•DIOCESE DE JUNDIAÍ•SALTO/SP•JANEIRO/2010•ANO 10

NOMEADO NOVO BISPO PARA DIOCESE DE JUNDIAÍ

O

Papa Bento XVI nomeou no dia 30 de novembro, dom Vicente Costa, 62 anos, (atual bispo de Umuarama-PR) como bispo para a Diocese de Jundiaí. A nota divulgada na parte da manhã no site oficial do Vaticano traz alegria aos milhares de fiéis da Diocese que aguardavam ansiosos a vinda de um novo Pastor. Um verdadeiro presente de ano novo. Dom Vicente será o 5º bispo da Diocese de Jundiaí que estava vacante desde 28 de janeiro de 2009, após a nomeação de dom Gil Antônio Moreira, 4º bispo diocesano, como arcebispo para a Arquidiocese de Juiz de Fora. O padre Joaquim Wladimir Lopes Dias, administrador diocesano, promoveu uma Coletiva com a Imprensa, no mesmo dia, no Anfiteatro Pio XII, no Edifício Cristo Rei, sede da Cúria Diocesana, ocasião em que o sacerdote fez o anúncio oficial da nomeação do novo bispo diocesano e forneceu outras informações. (O Verbo - Diocese de Jundiaí)

PEQUENA BIOGRAFIA DE DOM VICENTE

* Nascimento: 01 de janeiro de 1947. * Ordenação Presbiteral: 17 dezembro de 1972. * Nomeação: 01 de julho de 1998. * Ordenação Episcopal: 19 setembro de 1998. * Atual Bispo da Diocese de Umuarama desde: 09 de outubro de 2002. * Lema: "Fazei tudo o que Ele vos disser" (Jo 2,5).

Atividades exercidas antes do episcopado: * * * * * * *

Vigário Paroquial da Catedral Nossa Senhora da Glória, Maringá, PR (1973); Pároco em São Jorge do Ivaí (1974-1978); Pároco em Sarandi, PR (1979-1984); Coordenador Arquidiocesano de Pastoral (1985-1987 e 1991-1994); Estudo em Roma (1987-1991); Vigário Paroquial da Catedral, Maringá, PR (1994-1997); Professor no Instituto Paulo VI, Londrina, PR (1991-1997); Professor no CINTEC (Centro Interdiocesano de Teologia), em Cascavel, PR (1996-1998).

Estudos realizados * Ensino fundamental e básico: Escola Governamental, Birkirkara, Malta (1954-1957). * Ensino médio: Seminário Menor, Floriana, Malta (1958-1963). * Filosofia: Universidade de Malta (1964-1968). * Teologia: "Studium Theologicum", Curitiba-PR (1969-1971); Instituto Teológico de Curitiba (1971-1972). * Doutorado: Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma.

2010 SE INICIA... Deixe para trás as amarguras, os obstáculos do ano anterior. Recomece! Seja feliz! Para ser feliz, em todas as circunstâncias, entregue a sua vida ao Senhor; confie que Dele receberá tudo o que precisa para enfrentar os obstáculos e as surpresas que a vida lhes reserva. Deixe que o clima de renovação e de esperança toque o seu coração e tomado pelo Espírito Santo, sinta a bondade divina iluminando seus dias, alegrando seu coração e te aproximando da verdadeira felicidade. Repense a sua vida! Viva a verdade da fé! A festa do Ano Novo representa um momento realmente especial de esperanças e comunhão, com sentimentos nobres que nos permitem conhecer o caminho da fé. Abra seu coração; sinta a essência desse momento e as bênçãos de Deus cairão sobre você, como singelas gotas de esperança, tornando seu caminho cada vez mais tranqüilo e seu lar amado por todos e sobre todos. Que a magia desse momento, ilumine os seus sonhos. Que a fé nas palavras de amor que o Senhor nos deixou, estejam ainda presentes em seu coração, e que esse ano Novo de luz, seja também uma festa de muita alegria para você e sua família! Maria Angélica Gonçalves

Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e viver com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve, e a vida é muito bela para ser insignificante. (Charles Chaplin)


O Evangelizador

Editorial / Cantinho do Padre

2

Cantinho do Pe. Edélcio MISSÃO DE SERVIR: PROPÓSITO DE ANO NOVO Meu propósito para o novo ano que vivemos é continuar firme na minha missão, que me foi concedida por Jesus. Que o Espírito Santo me ilumine, para que eu continue anunciando às famílias, com as quais me comunico através da Catequese de Primeira Eucaristia, que Jesus Cristo é verdadeiro Deus e Senhor, que Deus nos ama e que Jesus é a Vida. Que nossa Igreja possa, neste ano de 2010, acolher com amor e humildade cada cristão ou não cristão que nos procurar. E que cada agente de pastoral possa dar testemunho da sua fé, mostrando que Jesus Cristo age em sua vida, dando exemplo não só na Igreja, na Comunidade, mas na dentro de sua casa, seus familiares e vizinhos etc. Cada um com sua missão, não esquecendo que Igreja é união. Que todos os

agentes de Pastoral da nossa Igreja Paroquial, por maior ou menor que considere a sua missão, seja humilde e acolhedor. Que sejamos mensageiros de Jesus Cristo, anunciando a Palavra e procurando viver os ensinamentos de Jesus. Que apesar das dificuldades que são colocadas no nosso dia a dia, estejamos conscientes de que Jesus está sempre conosco. “Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ensinado. Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (MT 28, 20). Que neste ano de 2010 o Espírito Santo ilumine cada comunidade da nossa Igreja, para que possamos ser missionários, se doando com amor. Que Deus abençoe a todos. Feliz Ano Novo. Dirce Gomes Ferreira Silva Catequese de Primeira Eucaristia Comunidade Divino Espírito Santo

COMUNIDADES DA PARÓQUIA RECEBERAM CESTAS BÁSICAS Da arrecadação de 2,5 toneladas de alimentos, feita na região da Paróquia São Benedito, foram confeccionadas 99 cestas básicas assim distribuídas: • Comunidade Santo Inácio: 15 cestas; • Comunidade Divino Espírito Santo: 15 cestas; • Comunidade Santa Terezinha: 14 cestas; • Comunidade São José Operário: 11 cestas; • Comunidades Santana e São Joaquim: 15 cestas; • Comunidade Matriz: 10 cestas. As cestas foram entregues às famílias assistidas através dos núcleos da Pastoral da Saúde das Comunidades. Além da Campanha do “Natal Sem Fome”, foram doados alimentos através do “Gesto Concreto da Mão Cheia” (celebrações de 18 e 19 de dezembro) e do Penitencial do Advento.

O Evangelizador

Nº 131 DIOCESE DE JUNDIAÍ SALTO/SP / DEZEMBRO 2009•ANO 11

E X P E D I E N T E D O Ó R G Ã O I N F O R M AT I VO DA PA R Ó Q U I A S Ã O B E N E D I TO e-mails: sbenedito@diocesedejundiai.org.br / pascomsaobenedito@diocesedejundiai.org.br

BÍBLIAS • ARTIGOS RELIGIOSOS LIVROS EM GERAL

A SUA LIVRARIA CATÓLICA “Temos grande varieda Preços acessíveis com desde de material escolar. conto. Venha conferir”

RUA PRUDENTE DE MORAES, 730 - CENTRO - SALTO - FONE: (11) 4029-5897

A VIDA DO PADRE Neste ano sacerdotal, muitas reflexões têm sido feitas sobre o ministério presbiteral. O povo de Deus certamente tem se lembrado mais dos seus pastores em suas orações. Tem sido maior também a preocupação da Igreja com a vida do padre, principalmente daqueles que exigem maiores cuidados, seja por causa de trabalhos em lugares muito difíceis, seja por uma doença ou ainda por conta de algum defeito mais grave. Porém, minha preocupação e pergunta é a seguinte: o povo sabe como é a vida e quais são as maiores dificuldades de um padre? Temo que a grande maioria dos católicos e até mesmo dos praticantes, tem uma visão muito romântica e muito cheia de misticismo a respeito da figura do padre. Nesse caso a imagem do padre fica sempre aquela do altar, quando ele está fazendo a mediação entre o céu e a terra, ministrando os sacramentos. São esses momentos os mais fortes e até os mais lindos, mas a vida do padre não se resume a esses trabalhos, pelo contrário, são os mais fáceis e mais prazerosos. O dia-a-dia dos padres é que oferecem as maiores cruzes. É muito comum ouvir da boca do povo: “no domingo é que o padre trabalha mais”. Grande engano. Se fosse assim, a vida de padre seria a das mais fáceis do planeta. Mas na realidade não é assim. O domingo é o coroamento e a celebração do louvor a Deus por tudo o que foi feito na semana. Pode até cansar fisicamente, mas o espírito está alegre. Vamos refletir então sobre a semana do padre. Primeiramente todo padre logo cedo deve entrar em oração; sem ela não dá para güentar a labuta. Depois vêm as leituras, os planejamentos, os atendimentos, mediações de conflitos, as visitas a doentes ou as famílias em dificuldades. Tem que pensar nas crianças, nos jovens, nos casais, nos idosos e principalmente nos pobres. Não pode se esquecer de nenhuma das pastorais: liturgia, catequese, familiar, social e muitas outras. Nos problemas de estrutura dos bairros, o padre é também chamado a estar presente para ser um apoio da comunidade em suas reivindicações junto aos órgãos públicos. É também, por seu espírito profético, impelido a lutar contra as injustiças que são tantas nos dias de hoje. Quantas vezes vêm o chamado urgente para visitar casas e hospitais para ungir os doentes. E em muitos casos, comparecer logo depois ao velório para confortar as famílias anunciando a força da ressurreição. O padre, mesmo tendo muitos assessores também não pode ficar tão distante das questões estruturais: compra de terrenos, construções, manutenções, pagamentos, reestruturação nos conselhos administrativos e pastorais, etc. Como em muitos casos, uma paróquia tem várias comunidades, todos esses compromissos podem ser multiplicados por três, por cinco, por dez ou mais. Com esta reflexão não estou querendo dizer que ninguém ajuda; pelo contrário, quanto mais forem os trabalhos, sem dúvida maior é o número dos colaboradores. Não temos nem palavras para agradecer aos diáconos e a tantos fiéis que estão sempre perto de nós, mas é que em última instância, muitos casos chegam a nossas mãos para uma decisão final. Enfim, são tantas outras coisas, que esse espaço é muito pequeno para caber as inúmeras preocupações que fazem parte da vida de um padre. É preciso confessar também que muitas coisas que seriam importantes não dão para fazer. Que o povo nos perdoe. Reflitam um pouco sobre essas atividades todas que fazem parte da vida de um padre e procurem estar um pouco mais perto sendo um agente de pastoral. E não deixem jamais de rezar pelos seus padres! Padre Norberto Savietto Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Varjão – Jundiaí Fonte: O Verbo nº 307 Diretor Responsável: Pe. Edélcio Francisco Ferreira Neto Jornalista Responsável: Valdir Líbero - MTB 20.420 Produção: Pastoral da Comunicação Social Revisão: Diácono José Carlos Pascoal - Colaboração: Cidinha D. V. Alves / Luis Carlos Alves / Bia D. V. Alves / Tatiane Pantaleão / Maria Angélica Gonçalves / Claudimara Tiragem: 1.500 exemplares / Diagramação e Impressão: Grafsalto.

ESCOLA DE ARTES MUSICAIS

“SOM MAIOR”

Profª Maria de Lourdes Vicente Mezzalira R. 7 DE SETEMBRO, 476 - TEL.: 4028-0204 - SALTO - SP CURSOS DE: Violão Popular e Clássico, Piano, Teclado, Orgão, Guitarra, Bateria, Percussão, Saxofone, Violino, Iniciação Musical I e II (crianças à partir de 4 anos), Teoria Musical e Solfejo, Canto Livre e Flauta Doce. NOVOS CURSOS: Cavaquinho, Contrabaixo, Musicalização infantil para crianças de 3 a 5 anos, musicalização para bebês de 8 meses a 2 anos, Coral Infantil e de Adultos. EMAIL: somaior@uol.com.br - SITE: www.somaior.com.br


O Evangelizador

Missa no Monumento à Padroeira

3

MISSA NA CAPELA DO MONUMENTO À PADROEIRA A Missa foi presidida pelo Padre João Benedito Pires das Neves, da paróquia Cristo Rei, com a presença de aproximadamente 80 pessoas que superlotaram a pequena Capela e também se acomodaram na passarela do entorno da imagem. A forte chuva da manhã impediu que a Celebração ocorresse na entrada do Parque das Lavras como previsto. A Liturgia esteve à cargo das equipes da Paróquia Cristo Rei. O Diácono Pascoal participou da Missa. Muitos fiéis participaram com as “capelinhas” do Sagrado Coração de Maria. Antes da Missa foi rezado o Ofício de Nossa Senhora. No início da Missa Padre João Benedito colocou nas intenções o fundador da cidade Capitão Antonio Vieira Tavares, o prefeito Jesuino Rui, que construiu o Monumento, e Monsenhor Mário Negro, Pároco na época da construção. Na homilia destacou a importância de valorizar o espaço como local de culto cristão-católico. “Estamos aqui no sábado, dia que a Igreja dedica a Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe, sob a intercessão e a bênção da Mãe para a nossa cidade, para celebrar a bondade de nosso Deus”, disse. Ao final da Missa foi feita a coroação da imagem do Sagrado Coração de Maria, pelo vereador Wilhes Gomes da Silva, único representante dos poderes constituídos da cidade. Aliás, foi do vereador Wilhes a sugestão de que a Igreja assumisse junto com a Prefeitura Municipal o turismo religioso. Antes da bênção os fiéis seguiram pela passarela em direção ao alto do monumento rezando os Mistérios Gozosos do Terço. A bênção foi dada nesse local. A próxima Missa será celebrada no dia 06 de fevereiro, com a Liturgia sob responsabilidade da paróquia São Benedito.

Confraternização do Clero Diocesano em Jundiaí O evento do dia 15 de dezembro teve início com a Oração das 09h da Liturgia das Horas. Padre Joaquim Wladimir Lopes Dias, Administrador Diocesano procedeu aos comunicados após a Oração e na sequencia houve a confraternização com almoço. O local escolhido foi mais uma vez o belíssimo Clube de Campo do SENAI de Jundiaí, no Bairro da Roseira.

Pa r t i c i p a r a m a g r a n d e maioria dos presbíteros e muitos diáconos permanentes, além dos seminaristas que cursam Teologia. A novidade deste ano é que não houve a reunião geral, mas somente a oração e em seguida a confraternização num ambiente de muita descontração e alegria fraterna. (Colaboração: Diácono Benedito Pedro de Toledo – Jundiaí)

Celebração de Fim de Ano na Igreja Santo Inácio A Comunidade de Santo Inácio de Loyola celebrou no dia 31 de dezembro, às 20h, a Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria, com bom número de fiéis. No início da celebração houve a entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira e Mãe do Brasil, levada por uma criança da Catequese de Primeira Eucaristia. Na homilia, o Diácono Pascoal, que presidiu a Celebração, pediu testemunhos sobre o ano que se encerrava. 5 pessoas, entre jovens e adultos, deram testemunho, agradecendo a Deus pelo que Ele propiciou em suas vidas. Destaque-se o testemunho de uma visitante da cidade de Piracicaba, que participou da da celebração com familiares residentes na Comunidade. No final da celebração, houve a homenagem aos aniversariantes do mês de dezembro (natalícios e de matrimônio). Após a bênção, a comunidade se confraternizou, com a saudação de Feliz Ano Novo.

CORTI

Desenvolvimento de Peças Especiais, Usinagem de precisão p/ Manutenção Industrial

Indústria Mecânica Ltda

Tel.: (11) 4029.5009 - Fax: (11) 4028.0835 Rua Benjamin Constant, 294 - SALTO - SP


O Evangelizador

Solenidade da Santa Mãe

PASTORAL DA CRIANÇA FEZ FESTA DO NATAL

A festa para as crianças e mães assistidas foi realizada no Espaço Missionário Festivo São Benedito no dia 12 de dezembro. Aproximadamente 150 pessoas dos núcleos “São José Operário” e “Santo Inácio de Loyola” participaram do evento, onde foram servidos pizzas, refrigerantes, sorvetes, balas e ovos de Páscoa, oferecidos em doação. Também foram entregues brinquedos para as crianças. O ponto alto da festa foi a encenação do “Teatro do Natal de Jesus”. (Colaboração: Cidinha Mião)

SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS NA MATRIZ SÃO BENEDITO Padre Edélcio Francisco presidiu a Celebração Eucarística, que contou com dinâmica com crianças, que entraram após a Comunhão com imagem da Santa Mãe de Deus, Maria. Na última celebração de 2009, o Pároco agradeceu a Deus pelos frutos do trabalho pastoral na Paróquia, e agradeceu aos agentes de Pastoral pela dedicação e doação pela Igreja. "Devemos ser disponíveis como Maria, que guardava tudo em seu coração, refletia e agia. Deus espera também isso de cada um de nós", falou. Padre Edélcio leu o comunicado do Padre Joaquim Wladimir, Administrador Diocesano de Jundiaí, sobre a nomeação pelo Papa Bento XVI, de Dom Vicente Costa, atual bispo de Umuarama (Pr) como Bispo Diocesano de Jundiaí, em substituição a Dom Gil Antonio Moreira, transferido em 2009 para a Arquidiocese de Juiz de Fora. Cidinha Dalla Vecchia Alves

4

A alegria do salmista gera novas vocações Os agentes do Canto Litúrgico reuniram-se na comunidade São José Operário no dia 13 de dezembro, para preparar os cantos para as celebrações do Natal e Santa Mãe de Deus, bem como para as celebrações do mês de janeiro/2010. Na oportunidade as coordenadoras Fabiana e Cida relataram alguns pontos importantes para os salmistas, pré-estabelecidos para o ano que se inicia. Desde abril de 2009, muitas mudanças ocorreram, dentre elas, a troca do assessor e da coordenação geral do Canto Litúrgico. Também o sistema de ensaios - que ocorriam mensalmente - passou a acontecer bimestralmente, mas infelizmente muitos salmistas deixaram de comparecer. Diante disso, uma das propostas para 2010 é a retomada dos ensaios gerais, mensalmente, com o propósito de resgatar os salmistas, de forma a interagirem entre si. Quanto ao local, continuará

acontecendo o 'rodízio' em todas as comunidades para facilitar a todos, distribuindo o serviço e solidarizando-se quanto à comodidade da ida dos salmistas aos ensaios. Outro aspecto divulgado foi quanto a responsabilidade das comunidades em relação à preparação do hinário litúrgico, bem como para a Campanha da Fraternidade, cujo ensaio já está previsto para a segunda quinzena de Janeiro. Em 2009 tivemos a investidura de várias crianças e jovens no ministério do Canto, além da formação do Coral das Crianças do Divino Espírito Santo, e da introdução das crianças da Catequese de Primeira Eucaristia na liturgia e no canto da Matriz. A proposta para 2010 é continuar atraindo as crianças e jovens de toda a paróquia a serviço da evangelização através da música. “Precisamos multiplicar os talentos sem medo de assumir uma vocação com alegria!” Maria Angélica Gonçalves

Dinâmica com jovens em celebração na Igreja do Divino Os jovens do Conselho Missionário da J u v e n t u d e d a Comunidade do Divino e crismandos da Comunidade fizeram dinâmica do Evangelho no dia 12 de dezembro. Os fiéis viram e ouviram com muita atenção o texto encenado de Lc 3, 10-18 (O testemunho de João Batista), celebrando o Dia da Alegria (Gaudete) do Advento. Também em outras comunidades houve a participação dos jovens do COMIJU e da Crisma nas celebrações. Faz parte do projeto catequético paroquial a inserção litúrgica de crianças, adolescentes e jovens, com destaque para o Projeto "Catequese e Arte", "Pequenos Acólitos", "Pequenos Leitores" e "Pequenos Salmistas".

Linha completa de produtos de limpeza e descartáveis para o brilho do seu lar! ÓCULOS - JÓIAS - RELÓGIOS

Rua 9 de Julho, 198 - Centro - CEP 13320-000 - Salto/SP

Fone: (11) 4029-1046

Depósito: Rua Japão, 88 - Jd. das Nações - Salto - SP Tel.: (11) 4028-5544 - Tel/Fax: (11) 4021-3499


O Evangelizador

Missa do Natal na Matriz

5

MISSA DO NATAL NA MATRIZ SÃO BENEDITO

(Foto: Juliana Cequini)

MENSAGEM DA PASTORAL CATEQUÉTICA O MISTÉRIO DA FÉ E O CATEQUISTA O cristianismo é uma religião monoteísta que professa a fé em um Deus que se revelou em três Pessoas. A Pessoa do Pai decidiu criar-nos e fazer-nos participantes da sua vida divina. Para realizar essa missão, o Pai enviou ao mundo o seu único Filho, Jesus, Deus e homem, o qual, perdoando os pecadores, revelou-nos o Pai e, pela sua entrega, morte e ressurreição, reconciliou o mundo com o Pai (Cl 1,20), glorificou-nos e nos colocou na vida divina. A Pessoa do Espírito Santo – caráter de Jesus – foi enviada aos nossos corações, para atestar que somos filhos de Deus e nos configurar à Pessoa do Filho. O catequista é um “mistagogo”. Ele conduz para esse mistério, através da “liturgia”, da “martiria” e da “diaconia”. Na liturgia, ele celebra o Deus da vida. No martírio, o catequista leva e testemunha esse Deus-Pai para o trabalho cotidiano, que é árduo e fatigante. Como diácono, o catequista imita seu Mestre, Cristo Jesus, servindo. Fazendo assim, o catequista forma comunidade e insere outras pessoas no mistério da Trindade. Queridos catequistas, não desanimem. Não pensem que o seu trabalho é em vão, porque não vê os frutos. Sua mensagem e sua experiência de Deus chegam ao coração dos catequizandos. Estes, as vezes, não respondem prontamente, porque vivem, como a sociedade, uma crise de fé. Feliz Natal! Edmilson Abreu e Silva – Assessor da Catequese da Crisma.

Grande número de fiéis participou da Missa solene do Natal na noite de 24 de dezembro, na Matriz São Benedito. Muito bem preparada pelos agentes da Liturgia e Canto Litúrgico, a Celebração contou com a participação de crianças da catequese de Primeira Eucaristia que, em virtude do caráter especial da mesma, transmitiram uma singela e profunda mensagem sobre a importância de Cristo na vida dos homens e mulheres de nosso tempo. Representando Maria e José, as crianças adentraram o corredor com a imagem do

Menino Jesus e a entregaram ao Padre Edélcio, para que este a colocasse no presépio. Em sua homilia, Padre Edélcio exortou sobre a importância do amor entre os irmãos e da necessidade de “parar de vez em quando” e conversar com Jesus, lembrando inclusive das pessoas que serviram a Igreja e que, certamente, se encontram com Deus na glória eterna. Após a comunhão, num momento de interiorização, a comunidade refletiu que é essencial deixar Cristo agir em suas vidas para que a paz possa reinar, enquanto as crianças cantavam bela canção natalina. (Texto: Angélica Gonçalves)

Crianças da Catequese apresentaram Teatro do Natal Espetacular! Sensacional! Comovente! Estas foram as expressões mais ouvidas após o encerramento do Teatro do Natal, encenado pelas crianças da Catequese de Primeira Eucaristia, neste domingo, 13, no Espaço Missionário Festivo. As mais de 180 crianças, das 6 comunidades da Paróquia, se revezaram no Coral, Conjunto Musical (acompanhando agentes do Canto Litúrgico da Paróquia), danças, locução e, principalmente, no Teatro do Natal de Jesus. O Pároco Pe. Edélcio Francisco iniciou o evento com oração e exortação, agradecendo o apoio dos pais e a dedicação dos catequistas e das crianças, para que o Projeto “Catequese e Arte” da Paróquia continue produzindo frutos. A platéia, constituída por pais, parentes e catequistas, aplaudiu entusiasticamente o belíssimo espetáculo encenado pelas crianças, preparadas pelos catequistas da Paróquia, dirigidos pela coordenadora paroquial Cecília. O Teatro do Natal faz parte do calendário da Catequese como Celebração Temática e marcou o encerramento das atividades em 2009. Pe. Edélcio também fez o encerramento com a bênção. Em seguida houve ágape.

CIRURGIÕES DENTISTAS Dra. Susana M. V. S. Barbosa O D O N T O P E D I A T R I A

Dr. Sérgio A. Barbosa O R T O D O N T I A R u a I t a p i r ú , 3 8 3 - C e n t r o - S a l t o - Te l . : ( 1 1 ) 4 0 2 8 - 0 1 0 5


O Evangelizador

6

Na Escola da Fé

NA ESCOLA DA FÉ “Natal sem fome” ÍDOLOS E IMAGENS arrecadou 17 toneladas de alimentos Os argumentos mais utilizados

Contando com voluntários das Pastorais Sociais da Região 08 de Pastoral (Salto), voluntários dos Sindicatos e catequizandos da Crisma da Paróquia Cristo Rei, a Campanha do “Natal sem Fome”, organizado pela Cáritas Interparoquial e Comitê Sindical foi mais uma vez um sucesso. O total arrecadado, aproxima-damente 17 toneladas de alimentos, é equivalente a 650 cestas básicas. Eis os números de arrecadação por paróquia: Nossa Senhora Aparecida, 4.000 quilos; Cristo Rei, 3.700 quilos; São

Benedito, 2500 quilos; Nossa Senhora do Monte Serrat, 2.500 quilos; São Roque, 4.300 quilos. O primeiro dia de arrecadação contou com o maior número de voluntários: 270, fato ocorrido na Paróquia Cristo Rei; nos demais dias, estiveram em ação cerca de 150 voluntários. A Cáritas Interparoquial de Salto e o Comitê Sindical estão de parabéns por mais esta iniciativa. Agradecem também à imprensa da cidade, ao Máster Bol, voluntários arrecadadores e à generosa população saltense.

INVESTIDOS NOVOS MINISTROS DA COMUNHÃO Preparados pelo Seminarista Edmilson de Abreu Silva, um grupo de agentes de Pastoral da paróquia foi investido para o Ministério Extraordinário da Comunhão Eucarística para a Matriz e para a Comunidade Santa Terezinha. O Rito de Investidura ocorreu durante Missa presidida pelo Pe. Edélcio na Matriz, no dia 19 de dezembro. Participaram da Celebração o formador Edmilson e o Diácono Antonio Cruchello, Assessor dos Ministros Extraordinários da Palavra e da Comunhão Eucarística. Foram investidos: Selma Ap. de Souza Almeida e Genivaldo de Souza Almeida (Matriz); Antonio Pedro do Nascimento e Maria das Graças do Nascimento (Santa Terezinha); Deise Ap. Faustino (Matriz); Izilda Modesto da Silva (Matriz) e José Carlos da Silva (Matriz). (Cidinha Dalla Vecchia Alves)

para acusar os católicos de práticas idolátricas partem de uma leitura fundamentalista da Bíblia. De fato, no livro do Êxodo (20, 4-5), lê-se: “Não farás para ti escultura alguma do que está em cima nos céus, ou abaixo sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto.” Ora, na Bíblia, há uma grande diferença entre “ídolo” e “imagem”. “Ídolo” é algo que é adorado como Deus. O vocábulo “idolatria” é formado por duas palavras de origem grega: “eidolon” (imagem) e “latreia” (adoração). Desse modo, significa que o ídolo é algo que é adorado como divindade. Num sentido mais amplo, significa também outras realidades que acabam ocupando o lugar de Deus, como “o desejo desmedido de ter”, “a sede do poder” e a “insaciável busca do prazer”. Idolatria é, pois, substituir o “Deus vivo e verdadeiro” por um objeto ou uma criatura que não tem vida própria, um “ídolo morto”. Ainda hoje, numerosas pessoas se escandalizam com o uso de imagens por parte dos católicos e não percebem a idolatria em sua mente e em seu coração; deixam-se influenciar por mentalidade e hábitos egoístas, ao ponto de negar, com a prática diária, os valores cristãos que professam com os lábios. Por isso, é deveras atual a advertência do apóstolo São Paulo: mortificai, pois, os vossos membros no que tem de terreno: a devassidão, a impureza, as paixões, os maus desejos, a cobiça, que é uma idolatria (Cl 3,5). Quanto às imagens, estas podem ser utilizadas em referência ao projeto de Deus. Não raras vezes, sua confecção e seu uso não só é permitido como incentivado pelo próprio Deus. No mesmo livro do Êxodo, por exemplo, se recomenda sua fabricação: “Farás dois querubins de ouro, de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório; faze um querubim numa extremidade e o outro na outra (Ex 25, 18-19). Em outros números passagens da Bíblia, também se podem encontrar ordens semelhantes: Nm 21, 8-9: Deus manda Moisés fazer uma serpente de bronze e colocá-la numa haste, para curar os mordidos pelas serpentes venenosas; 1Rs 6, 23-35 e 7,29: o mesmo Deus, manda Salomão enfeitar o Templo de Jerusalém com imagens de querubins, palmas, bois e leões (Continua). Fonte: Curso de Evangelização Católica – Diocese de Jundiaí

R E D E fácil SUA REDE DE LIGA ÇÃO

CPFL

COM A CPFL

www.saltoluz.com.br

Rua Prudente de Moraes, 750 - SALTO

NOVO TELEFONE - Fone: 11 4028-9640

A LOJA BARATEIRA

DA CIDADE! * F O T O S PA R A D O C U M E N T O S * E V E N T O S S O C I A I S

Rua 9 de Julho, 505 - Centro - Salto TEL.: 4029-4231

ROUPAS PARA TODA A FAMÍLIA EM

3 PAGAMENTOS C/ CARTÃO OU CHEQUE

* F OTO S A É R E A S, I N D U S T R I A I S E D I G I TA I S.

R. Rui Barbosa, 473 - Salto - Tel.: 4028-7752


O Evangelizador

Notas da Pascom e Dízimo

notasdapastoral dacomunicaçãosocial Ao iniciarmos o ano, assim o fizemos sob a proteção da Santa Mãe de Deus (e nossa Mãe, graças a Deus) e é importante que já tenhamos dado ao Senhor o espaço necessário para que nos favoreça com seus projetos. Temos diversas datas que nos ajudarão nessa caminhada como: a Epifania do Senhor (3), o Batismo de Jesus (10), São Francisco de Sales (24), São Timóteo e São Tito (26), Santo Tomás e Aquino (28) e também a conversão de São Paulo em 25 de janeiro. • GRUPO DE ORAÇÃO: No dia 06 de janeiro, às 19h, o Grupo de Oração Divino Espírito Santo iniciou suas atividades para o ano de 2010. • PASTORAL DA SAÚDE: No dia 16 de janeiro, às 14h, os agentes da Pastoral da Saúde se reunirão no Centro Comunitário São Benedito. • PASTORAL DA LITURGIA: Por sua vez os agentes da Pastoral da Liturgia se reunirão no dia 25 de janeiro, às 19h30, para preparar a Liturgia da Quaresma. • MISSA DA BÊNÇÃO: No dia 29 de janeiro, às 15h, acontece a Missa da Bênção, em nossa Matriz.

Rir é muito bom!!! by Bia Dalla Vechia

Rezar com Fé: Sabendo que seu filho não era chegado a assuntos religiosos, a mãe estranha ao ver Juquinha ajoelhado no quarto, ao lado da cama, mãos postas. - O que está fazendo, meu filho? - Rezando para que o Rio Amazonas vá para a Bahia – responde o menino. - Mas por quê? – Porque foi isso que eu escrevi na prova de Geografia. Prática: Diga como conseguiu arrombar o cofre – ordenou o juiz ao réu. - Não vale a pena, meritíssimo, o senhor não ia mesmo conseguir fazer – respondeu o réu.

Mapa-Múndi: A professora de Geografia perguntou a um de seus alunos por que não tinha feito o dever de casa, que consistia em desenhar o mapa-múndi. - Desculpe-me, professora – respondeu ele -, mas tive medo de que meu desenho desse uma nova forma ao mundo.

INSTELE COMÉRCIO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MONITORAMENTO 24h C/ ATENDIMENTO DE VIATURAS

Câmeras e Micro-Câmeras de TV / Centrais de Alarme Nacional e Importada / Cercas Eletrificadas Centrais Telefônicas / Porteiro Eletrônico e Vídeo Porteiro / Automação de Portas e Portões e Industrial

RuaJosé de Almeida Teixeira, 568 - Jd. Maria José - Salto - SP - CEP 13320-000 Fone/Fax: (11) 4028-1564 - Celular: (11) 9944-6766 / 9944-6765 e-mail: instele@terra.com.br

7

Mensagem da Pastoral do Dízimo Coordenação Paroquial da Pastoral do Dízimo

DÍZIMO, PRÁTICA E EXPRESSÃO DA PARTILHA, DA CARIDADE, DO AMOR E DA GRATIDÃO. O ano inicia-se e iniciamos pensando em muitas coisas, inclusive nos gastos que fizemos muitas vezes sem pensar. Afinal, o ano estava terminando e era preciso comemorar o início de um novo ano. Mas agora, no entanto vem o momento das p r e o c u p a ç õ e s e principalmente das dívidas: do IPTU, IPVA, etc. Entretanto muitos de nós nos esquecemos ou deixamos para um segundo plano o compromisso ou um ato sério, permanente, consciente e generoso que é a devolução do dízimo! Nós não pagamos e sim devolvemos o que o nosso coração pede e esta devolução deve ser livre, devolvida com alegria. Tudo isso nos leva à prática e a expressão da partilha, da caridade, do amor e da g r a t i d ã o . Po r q u e D e u s

partilhou tudo com os homens. Partilhou conosco até o seu Filho Jesus Cristo e continua partilhando e derramando o seu Espírito Santo em cada um de nós e nos proporcionando tudo o que temos: vida, saúde, talentos, bens materiais. Ser dizimista é partilhar para que a comunidade possa d e s e n v o l v e r e c r e s c e r. Comunidade que partilha é comunidade viva. É aquela que busca a verdadeira comunhão, que se desperta pelo amor, pela justiça e pela unidade: enxergando sempre as necessidades dos irmãos e proporcionando à Igreja condições de realizar a sua missão de evangelizar. Quero desejar a todos um Feliz Ano Novo e pedir que a Benção de Deus venha sobre cada um de nós. Marcelino Nicolau Comunidade Santo Inácio de Loyola

APLICAÇÃO DO DÍZIMO Apesar das fortes chuvas, que tem impedido a continuidade do trabalho, a Matriz São Benedito está recebendo pintura externa após a limpeza com jatos d'água nas paredes e torre. As cores claras darão grande destaque ao templo do Alto da Vila Nova. Essa obra estava prevista nos objetivos de arrecadação do Carnê da Amizade II, que se encerrou em julho de 2009. A próxima meta diz respeito ao sistema de som da Matriz.


O Evangelizador nossa pastoral

DESTAQUE do MÊS! Vinculado à Pastoral da Saúde, ele se tornou o responsável pelo material disponível às pessoas com deficiência temporária. Cadeiras de rodas, cadeiras de banho, muletas e outros apetrechos necessários aos acamados ou recémoperados, com dificuldades de andar, assistidos ou não pela Pastoral da Saúde da Paróquia São Benedito. Exerce seu trabalho com grande zelo, humildade e disponibilidade, tendo ainda a simpatia como um dos seus atributos. Seu local de trabalho como voluntário é a Sala São Camilo (sob a torre da Matriz São Benedito).

Aniversários

8

Encerrados os estudos no Seminário Diocesano de Jundiaí, o bacharel em Teologia Edmilson Abreu e Silva passou a residir na Casa Paroquial da Paróquia São Benedito desde 11 de dezembro. O acordo foi feito entre o Pároco Padre Edélcio Francisco e o Administrador Diocesano e Reitor do Seminário Padre Joaquim Wladimir Lopes Dias. Edmilson, que está acompanhado a Catequese da Crisma e atuando na formação teológica de agentes de Pastoral, aguarda a posse do novo Bispo Diocesano de Jundiaí para sua ordenação diaconal. A Comunidade Paroquial dá as boas vindas ao caríssimo Edmilson.

Roberto Cecílio é o “DESTAQUE PASTORAL DO MÊS”.

Pretendem se casar na Paróquia São Benedito: • 05 de fevereiro, 20h, Matriz São Benedito: Rafael de Oliveira Pirone e Cássia Aparecida de Andrade. • 06 de fevereiro, 10h30, Matriz São Benedito: Sérgio Ricardo de Paulo e Fabiani Wanderley. • 06 de fevereiro, 15h, Matriz São Benedito: Éderson Luiz Guilger e Milena Dias Vieira. • 13 de fevereiro, 10h20, Matriz São Benedito: Erickson de Oliveira Mattos e Simone Graciele Silva dos Santos. • 26 de fevereiro, 20h, Matriz São Benedito: Rodrigo Hauser e Michele Lopes. • 27 de fevereiro, 15h, Matriz São Benedito: Donato Pereira e Carolina Dias Soares. Se alguém souber de algum impedimento, manifeste-se na forma da Lei.

A Celebração foi presidida pelo Diácono Pascoal, às 20h, na Véspera do Natal, dia 24. A bela Igreja da Comunidade recebeu muitos fiéis. A imagem do Menino Jesus entrou solenemente no meio da assembléia, sendo entregue ao diácono que a colocou no presépio. Na Celebração foi apresentado à Comunidade o casal Antonio Pedro e Maria das Graças Nascimento, investidos como Ministros Extraordinários da Comunhão. Ambos foram investidos pelo Padre Edélcio em Celebração na Matriz no dia 19 de dezembro.

Aniversariantes

DEZEMBRO: · 12: Jéssica Ferreira Silva – Pequena Acolita – Divino · 12: Jéferson Ferreira Silva – Pequeno Acólito – Divino

· · · · · · · · · · · · · · · · · · · · ·

JANEIRO: · 01: Silvia Helena Masson – Past. Liturgia – Santo Inácio · 02: Maria Benedita A. Souza – Past. Saúde – São José Op. · 02: Santino Rodrigues – Pastoral da Saúde – Matriz · 03: Lúcia Gomes – Canto Litúrgico – Santa Ana · 04: Marli Glória da Silva – Pastoral da Acolhida – Divino · 04: Gustavo Henrique de Souza – Pequeno Acólito – Divino 05: Benedita de Jesus F. Bonardi – Mãe Peregrina – Matriz 05: Damião Alves da Hora – Grupo de Oração “Divino” 06: Antonio T. Benvenutto – Coord. Pastoral – S. José Operário. 07: Marli B. Dalla Vecchia – Mãe Peregrina – Matriz. 07: Sidnei Soares Ramos – Past.da Acolhida – Santa Teresinha. 09: Evelyn Xavier – Canto Litúrgico – Divino. 09: Jair Vieira da Costa – Ministro da Palavra – Divino. 10: Amezinda G. de Oliveira – Past. da Criança – Santo Inácio. 10: Edson Zacharias – Conselho Econômico – Divino. 11: Nilzete S. Cipriano – Grupo de Oração “Divino”. 11: Jordalino Ferreira Lisboa – Past. Liturgia – Santa Teresinha. 12: Ana Lúcia M. Stocco – Pastoral da Criança – São José. 12: Sileide Fernandes do Nascimento – Pastoral da Liturgia – Divino. 13: Evanilce Aparecida Blanco – Cáritas. 13: Jonathan V. Moraes – Pastoral da Acolhida – Divino. 14: Rosana Aparecida N. Barbosa – Pastoral do Dízimo – Matriz. 14: Sérgio Masson – Ministro da Comunhão – Santo Inácio. 16: Perciliana Maria Leão – Caminho Neo-catecumenal. 16: Helena E. Oliveira – Pastoral da Liturgia – Santo Inácio. 17: Izilda Modesto da Silva – Ministra da Comunhão – Matriz. 18: Marta Teixeira – Grupo de Oração “Divino”.

(Foto: Claudimara – Pascom)

· · · · · · · · · · · · · · · · · · · · ·

20: Ari Mauricio Romão – Liturgia - Santa Teresinha. 20: Nivaldo de Arruda – Liturgia – Divino. 21: Jorge Antonio Ferreira – Apostolado da Oração – Divino. 22: Dinadéia Aparecida L. Morais – Pastoral da Liturgia – Matriz. 23: Carlinda de Souza Damasceno – Liturgia - São José Operário. 24: Helena E. Oliveira – Pastoral da Mãe Peregrina - Santo Inácio. 24: Marieta Rodrigues da Silva – Pastoral da Saúde - Santo Inácio. 25: Marco Aurélio de Carvalho – Caminho Neo-catecumenal. 25: Geraldo Causo – Grafsalto. 25: Rita de Cássia Pavanelli – Pastoral do Batismo – Matriz. 25: Neusa Salete S. Rodrigues – Pastoral da Acolhida – Divino. 25: Maria Angélica Gonçalves – Canto Litúrgico – Matriz. 27: Fabiana Bottoni – Liturgia - Santa Teresinha. 27: Cristiane Antonia do Nascimento – Liturgia – Divino. 27: Renata Maciel de Lima – Liturgia - Santa Teresinha. 27: Joseane Gonçalves da Costa – Liturgia - Santa Teresinha. 27: Deise F. S. Quadros – Pastoral Matrimonial. 29: Aparecida Dalla Vecchia Alves – Pascom. 30: Delza Zotti Caleffo – Pastoral Catequética. 30: Gisele Zanoni Garcia – Conselho Econômico – Divino. 31: Gislaine – Pastoral do Terço – Santa Teresinha.

ANIVERSÁRIOS DE CASAMENTO: · 14 de janeiro: João Bernardino e Maria Helena dos Santos. · 14 de janeiro: José Roberto e Eli Aparecida Camargo. · 14 de janeiro: Marcos e Maria do Carmo Melchior. · 18 de janeiro: Emilio e Antonia Toaliari. · 21 de janeiro: João Alberto e Maria P. Bertolli Faciolli. · 21 de janeiro: Pedro Lourenço e Letícia Coelho A. Lourenço. · 27 de janeiro: Nivaldo Batista e Terezinha Maria A. Leme. · 28 de janeiro: Fernando e Mariana Mezzalira Passoni. · 29 de janeiro: Marcos Aurélio e Taís H. Carvalho.


O Evangelizador 132 - Janeiro 2010  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you