Issuu on Google+

São José dos Campos, 23 de Abril de 2014. Pr. Rodolfo Silva Tema: Edificando minha vida na Rocha Texto Base: Mateus 7.24 – 27 Introdução: •

O assunto dos dois fundamentos ensinado por Jesus está registrado em dois evangelhos (Mt 7.24-27 e Lc 6.46-49).

Esse assunto faz parte do Sermão do Monte proferido por Jesus. A ideia é demonstrar a vida cristã prática.

-Vamos observar nessa narrativa, o ensino de Jesus sobre a vida edificada em Deus, ou não. 1.No texto achamos algumas similaridades: OUVIR. 

No verso 24a “Todo aquele pois que ouve estas minhas palavras”.

No verso 26a “Todo aquele pois que ouve estas minhas palavras”.

Observamos na primeira parte dos dois versos a similaridade do verbo “ouvir”. -Jesus não está repreendendo acerca do ouvir, mais acerca do “praticar o que se ouve”. 

No verso 24b “e as pratica....”

No verso 26b “e não as pratica...”

Tiago é bem claro: “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tiago 1:22). EDIFICANDO UMA CASA. 

Os dois homens estão edificando uma casa (vv.24 e 26).

HOSTILIDADES CONTRA A CASA. 

No verso 25ª “e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa...”.


No verso 27ª “e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa...”.

-Jesus aqui não está exaltando a dificuldade de um em relação ao outro (Os dois sofrem as mesmas agressões) – CHUVA-RIOS-VENTOS. -Isso nos ensina que as dificuldades na vida das pessoas não são a causa maior. 2.Agora o texto vai nos mostrar as diferenças: TIPO DAS PESSOAS: 

A pessoa que ouve e pratica é chamada de PRUDENTE – v.24

A pessoa que ouve e não pratica é chamada de INSENSATA – v.26

LOCAL DE EDIFICAÇÃO: 

A pessoa prudente edificou na ROCHA – v.24

A pessoa insensata edificou na AREIA – v.26

RESULTADOS DA EDIFICAÇAO: -Aqui é que a questão fica crucial. O resultado final de como edificamos nossa vida é que fará a diferença. O apóstolo Paulo disse: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3:13-14). •

O prudente ouviu, praticou e edificou na rocha: 1.

Foi atacado por chuva, rios e ventos.

2.

Mais com uma diferença grandiosa – SUA CASA NÃO CAIU.

O insensato ouviu, não praticou edificou na areia: 1.

Foi também atacado por chuva, rios e ventos.

2.

Mais com uma tristeza grandiosa – SUA CASA CAIU.

Jesus ainda diz que: “...sendo grande a sua ruína”.


ESSE TEXTO NOS ENSINA A IMPORTÂNCIA DE ESCOLHERMOS AONDE VAMOS EDIFICAR A NOSSA VIDA.

3.EDIFICAR NA ROCHA FALA DA NOSSO RECONHECEIMENTO DA AJUDA DE DEUS. •

Não conseguimos nada sozinhos (João 15).

Reconhecemos nossa dependência de Deus.

4.EDIFICAR NA ROCHA FALA AONDE DEPOSITAMOS NOSSO BEM MAIOR (Família). •

O texto diz que estava se edificando uma CASA.

Esposa, filhos, etc...

5.EDIFICAR NA ROCHA FALA DE SEGURANÇA EM MEIO AS TEMPESTADES. •

Mais uma vez quero enfatizar os ataques que a casa sofreu.

Jesus disse que no mundo teríamos aflições.

Observe que a proposta de Deus não é livramento dos ataques, mais sustentação em meio ao ataque. (Exemplos: Os 3 hebreus na fornalha, e Daniel na cova).

Obs: A BASE “ROCHA” É EXELENTE (A pergunta é como estamos edificando nessa base). -Podemos pensar nessa edificação assim: 

BASE – Jesus.

PAREDES – Proteção vigilância.

TETO –Deus, nossa cobertura (Sl 91).

LUZ – Palavra de Deus.

ÁGUA – Fluir do Espírito Santo.


EDIFICANDO MINHA VIDA NA ROCHA