Issuu on Google+

COISAS DO PAPA FRANCISCO! “Uma coisa para mim verdadeiramente fundamental é a comunidade... Preciso sempre de uma comunidade... Preciso viver a minha vida junto dos outros”.

A MISSÃO FREI FIDÊNCIO VANBOEMMEL, OFM (Mensagem do Ministro Provincial) Boletim Comunicações – Outubro 2013 Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil Papa Francisco: “Aquilo de que a Igreja mais precisa hoje é a capacidade de curar as feridas e de aquecer o coração dos fiéis, a proximidade... Como estamos a tratar o Povo de Deus? Sonho com uma Igreja Mãe e Pastora... os ministros do evangelho devem ser capazes de aquecer o coração das pessoas, de caminhar na noite com elas, de saber dialogar e mesmo descer às suas noites, na sua escuridão, sem perder-se... Devemos anunciar o Evangelho em todos os caminhos, pregando a boa nova do Reino e curando, também com a nossa pregação, todo o tipo de doença e de ferida... O anúncio de caráter missionário concentra-se no essencial, no necessário, que é também aquilo que mais apaixona e atrai, aquilo que faz arder o coração, como aos discípulos de Emaús... A proposta evangélica deve ser mais simples, profunda, irradiante”. São Francisco: “Admoesto a meus irmãos que, ao irem pelo mundo... sejam mansos, pacíficos, modestos, afáveis e humildes, tratando a todos honestamente, como convém (Rb 3,1011). Para isto Ele vos mandou pelo mundo universo, para dardes testemunho da sua voz, por vossas palavras e vossas obras... (CtOr 9). Estimados leitores, apresentamos-lhes mais um número do boletim IRMÃO SOL da FFB Paz e bem!


FAMÍLIA FRANCISCANA DO BRASIL / FFB SCLRN 709 - Bloco B, nº 11 - CEP 70.750-512 BRASÍLIA-DF Caixa Postal: 6208 - CEP 70.740-971 Telefones: (61) 3349-0157 / 3349-0187 Site: www.ffb.org.br

Sumário

DEPARTAMENTOS: Coordenação: Maria das Neves Policarpo E-mail: ffranciscana@terra.com.br ffb@ffb.org.br Tesouraria: Raimundo Nonato de S. Junior E-mail: tesourariaffb@terra.com.br tesouraria@ffb.org.br Secretaria: E-mail: secretariaffb@terra.com.br secretaria@ffb.org.br

1. Editorial

1

2. Departamentos

2

3. Reflexões

3

4. Ordens e Congregações

7

5. JUFRA

13

6. OFS

14

7. SINFRAJUPE

15

9. Regionais

17

10. Bispos

20

11. Agenda

21

12. Centros Franciscanos

22

13. Mensagens

25

14. Notícias destaque

26

15. Lembrete

28

Horário de Atendimento: 2ª a 6ª , das 8h às 17h.

Redação: Família Franciscana do Brasil /FFB

Enviem suas notícias para: E-mail: secretariaffb@terra.com.br / ffranciscana@terra.com.br 10. Retiro Francisco de 30 dias – FFB/RN,PB,PE Temos a alegria em publicá-las.

24

16

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 2


REFLEXÃO  FRANCISCO E A FÉ Frei Venildo Trevizan, OFMCap Francisco de Assis um Francisco diferente. Teve seus momentos de incertezas, dúvidas e questionamentos: crer em Deus? Crer no seu amor? Crer em sua bondade? Em sua misericórdia? Perguntas e mais perguntas. Questões e mais questões. Aliás, em qualquer mente humana existem momentos de clareza e momentos de dúvidas, momentos de euforia e momentos de apreensão. São Francisco de Assis em sua juventude experimentou na carne esses momentos e esses sentimentos. Após um período de muita euforia, muita festa e muitas aventuras, entrou num processo de profundas dúvidas e de intensos questionamentos: “Senhor, que queres que eu faça”? E quando se prostra de joelhos diante do crucificado abre os braços como o próprio Cristo e grita: “Fala-me”! “Diga-me algo”! Foi então que, de acordo com a tradição, recebeu os mesmos sinais do crucificado. E sua vida se transformou. Aquilo que o questionava agora se tornou convicção e segurança em sua decisão de seguir o Cristo pobre e humilde. Sua fé se tornou uma luz firme e forte. Nada mais a duvidar. E passa a cantar e a louvar o Criador por ter-lhe proporcionado um pouco do seu sofrimento e de suas dores. No silêncio e na humildade continua sua tarefa de acolher irmãos que estivessem em busca de santidade, de fraternidade e de perfeição. A todos ele tinha algo a comunicar. Seu coração ardia de amor pelos pobres, pelos leprosos e pelos pecadores. Por onde passava irradiava alegria, esperança e muito amor a todas as criaturas, pois todas fazem parte da grande família de Deus. Francisco, homem de fé, homem de esperança e homem de alegria. Ensinava a quem quer que fosse a acreditar em Deus como alguém atento às necessidades humanas. Solidário com os sofredores, luz para quem estivesse nas dúvidas e companheiro para quem se encontrasse em busca de um caminho seguro. Essa fé está faltando em muitas pessoas. Pessoas que pensam e querem um Deus que resolva seus problemas, atenda seus pedidos e recompense suas obras realizadas em favor dos mais necessitados. Pessoas assim querem fazer da fé um recurso para conquistar o bom e o melhor para si. Querem retorno e recompensa. A fé é algo mais profundo e mais comprometedor. É uma força que leva a pessoa a assumir sua tarefa na comunidade com todo o empenho e toda a dedicação. Sabe que a tarefa é sua. E deverá executá-la com o máximo de amor. Não esperar recompensa. Não querer negociar com Deus. Simplesmente realizá-la por ser tarefa sua. Essa fé é uma atitude serena e, ao mesmo tempo, firme de quem tem consciência de suas capacidades e de seus dons. E leva a surpreender o próprio Deus. Por ela será possível superar dificuldades, enfrentar desafios e transpor barreiras. Nela não haverá lugar para o desânimo. Não faltarão coragem e empenho. Não faltarão amor e entusiasmo. A fé tudo supera e tudo vence. Com ela certamente celebraremos conquistas e vitórias para a glória de Deus. capuchinhosbc.org.br “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 3


 O BEM DA PAZ Frei Vitório Mazzuco, OFM A cidade de Assis, na região italiana da Úmbria, é terra de São Francisco e um lugar símbolo da sonhada fraternidade universal. Entre os anos 1181-82, Mestre Rufino, Bispo de Assis, escreveu um tratado chamado “De Bono Pacis”. É um dos mais antigos textos escritos sobre o tema da paz. Sintetizo aqui algumas idéias de “O Bem da Paz” para refletirmos como este texto medieval reveste-se de uma imensa atualidade. O que é a Paz? É a quietude de uma coisa natural, a serenidade existencial, a tranquilidade e concórdia entre seres diferentes, um comportamento novo para o Amor. A Paz é um grande encontro entre a vontade do Divino e a obediência Humana; um acordo perfeito entre espírito, sentidos, inteligência e vontade. O que é o Bem? É acender a capacidade de amar com boas obras. É acreditar que, para satisfazer as necessidades fundamentais da vida, é necessária a cooperação de todos; por isso a solidariedade e o mútuo socorro geram segurança e diminuem os conflitos. Se a vida é sempre dependência formal e explícita de algo ou alguém, é natural que se estabeleçam relacionamentos de convivência e troca recíproca. O tratado lembra que “é preciso trocar mármore por madeira, metal com cereal, perfume com produtos da terra. O soldado depende do agricultor, o agricultor lhe dá o alimento, o superior protege o súdito e o súdito lhe dá em troca o serviço”. Administrar bem uma troca de bens e de dons conserva a Paz. O Bem é a certeza de que a harmonia se restabelece na prática do Amor, isto é, na caridade e não no ódio e na inteligência. Paz é dar e receber, é conviver bem com tudo o que existe. Diz o tratado de Mestre Rufino: “Como é belo o piso desta casa, ou seja, a superfície da terra, revestida de flores brancas, purpúreas, douradas, amarelas e de mil outras cores! Como é belíssima a cobertura, isto é, a abóbada celeste, resplendente dos coros de estrelas como um teto adornado de pedras preciosas! Quantos depósitos de alimentos e bebidas existem nas árvores e fontes desta casa! Quantas perfumarias de odorosas essências tiradas das mesmas flores e das ervas! Nesta casa, como lâmpada para a noite, existe o esplendor da lua e durante o dia temos o calor do sol em lugar do aparelho para aquecer, isto é, a caldeira, que no inverno costuma lançar vapor por meio de ofegantes chamas. Nesta casa, em lugar de camas, estendem-se leitos de ervas e, em vez da obediência das escravas, os elementos oferecem um serviço espontâneo”. Não seria esta a Paz e o Bem que sonhamos e de que o mundo hoje tem sede?

http://www.franciscanos.org.br

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 4


 17 DE NOVEMBRO – SANTA ISABEL DA HUNGRIA, PATRONA DA TERCEIRA ORDEM FRANCISCANA

Diz a lenda que Isabel foi invocada mesmo antes de nascer. Um vidente anunciou seu glorioso nascimento como estrela que nasceria na Hungria, passaria a brilhar na Alemanha e se irradiaria para o mundo. Citou-lhe o nome, como filha do rei da Hungria e futura esposa do soberano de Eisenach (Alemanha). De fato, como previsto, a filha do rei André, da Hungria, e da rainha Gertrudes, nasceu em 1207. O batismo da criança foi uma festa digna de reis. E a criança recebeu o nome de Isabel, que significa repleta de Deus. Ela encantou o reino e trouxe paz e prosperidade para o governo de seu pai. Desde pequenina se mostrou de fato repleta de Deus pela graça, pela beleza, pelo precoce espírito de oração e pela profunda compaixão para com os sofredores. Tinha apenas quatro aninhos quando foi levada para a longínqua Alemanha como prometida esposa do príncipe Luís, nascido em 1200, filho de Hermano, soberano da Turíngia. Hermano se orientava pela profecia e desejava assegurar um matrimônio feliz para seu filho. Dada a sua vida simples, piedosa e desligada das pompas da corte, concluíram que a menina não seria companheira para Luis. E a perseguiam e maltratavam, dentro e fora do palácio. Luis, porém, era um cristão da fibra do pai. Logo percebeu o grande valor de Isabel. Não se impressionava com a pressão dos príncipes e tratou de casar-se quanto antes. O que aconteceu em 1221. A Santa não recuava diante de nenhuma obra de caridade, por mais penosas que fossem as situações, e isso em grau heróico! Certa vez, Luis a surpreendeu com o avental repleto de alimentos para os pobres. Ela tentou esconder… Mas ele, delicadamente, insistiu e… milagre! Viu somente rosas brancas e vermelhas, em pleno inverno. Feliz, guardou uma delas. Sua vida de soberana não era fácil e freqüentemente tinha que acompanhar o marido em longas e duras cavalgadas. Além disso, os filhos, Hermano, de 1222; Sofia, de 1224 e Gertrudes, de 1227. Estava grávida de Gertrudes, quando descobriu que o duque Luis se comprometera com o Imperador Frederico II a seguir para a guerra das Cruzadas para libertar Jerusalém. Nova “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 5


renúncia duríssima! E mais: antes mesmo de sair da Itália, o duque morre de febre, em 1227! Ela recebe a notícia ao dar à luz a menina. Quando Luis ainda vivia, ele e Isabel receberam em Eisenach alguns dos primeiros franciscanos a chegar na Alemanha por ordem do próprio São Francisco. Foi-lhes dado um conventinho. Assim, a Santa passou a conhecer o Poverello de Assis e este a ter freqüentes notícias dela. Tornou-se mesmo membro da Familia Franciscana, ingressando na Ordem Terceira que Francisco fundara para leigos solteiros e casados. Era, pois, mais que amiga dos frades. Chegou a receber de presente o manto do próprio São Francisco! Morto o marido, os cunhados tramaram cruéis calúnias contra ela e a expulsaram do castelo de Wartburgo. E de tal forma apavoraram os habitantes da região, que ninguém teve coragem de acolher a pobre, com os pequeninos, em pleno inverno. Duas servas fiéis a acompanharam, Isentrudes e Guda. De volta ao Palácio quando chegaram os restos mortais de Luís, Isabel passou a morar no castelo, mas vestida simplesmente e de preto, totalmente afastada das festas da corte. Com toda naturalidade, voltou a dedicar-se aos pobres. Todavia, Lá dentro dela o Senhor a chamava para doar-se ainda mais. Mandou construir um conventinho para os franciscanos em Marburgo e lá foi morar com suas servas fiéis. Compreendeu que tinha de resguardar os direitos dos filhos. Com grande dor, confiou os dois mais velhos para a vida da corte. Hermano era o herdeiro legitimo de Luis. A mais novinha foi entregue a um Mosteiro de Contemplativas, e acabou sendo Santa Gertrudes! Assim, livre de tudo e de todos, Isabel e suas companheiras professaram publicamente na Ordem Franciscana Secular e, revestidas de grosseira veste, passaram a viver em comunidade religiosa. O rei André mandou chamá-las, mas ela respondeu que estava de fato feliz. Por ordem do confessor, conservou alguma renda, toda revertida para os pobres e sofredores. Construiu abrigo para as crianças órfãs, sobretudo defeituosas, como também hospícios para os mais pobres e abandonados. Naquele meio, ela se sentia de fato rainha, mãe, irmã. Isso no mais puro amor a Cristo. No atendimento aos pobres, procurava ser criteriosa. Houve época, ainda no palácio, em que preferia distribuir alimentos para 900 pobres diariamente, em vez de dar-lhes maior quantia mensalmente. É que eles não sabiam administrar. Recomendava sempre que trabalhassem e procurava criar condições para isso. Esforçava-se para que despertassem para a dignidade pessoal, como convém a cristãos. E são inúmeros os seus milagres em favor dos pobres! De há muito que Isabel, repleta de Deus, era mais do céu do que da terra. A oração a arrebatava cada vez mais. Suas servas atestam que, nos últimos meses de vida, frequentemente uma luz celestial a envolvia. Assim chegou serena e plena de esperança à hora decisiva da passagem para o Pai. Recebeu com grande piedade os sacramentos dos enfermos. Quando seu confessor lhe perguntou se tinha algo a dispor sobre herança, respondeu tranqüila: “Minha herança é Jesus Cristo !” E assim nasceu para o céu! Era 17 de novembro de 1231. Sete anos depois, o Papa Gregório IX, de acordo com o Conselho dos Cardeais, canonizou solenemente Isabel. Foi em Perusa, no mesmo lugar da canonização de São Francisco, a 26 de maio de 1235, Pentecostes. Mais tarde foi declarada Padroeira da Ordem Franciscana Secular.

Frei Carmelo Surian, OFM http://www.franciscanos.org.br/?p=27800 “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 6


NOTÍCIAS ORDENS, CONGREGAÇÕES, PROVÍNCIAS e MOSTEIROS  IRMÃS FRANCISCANAS DE MARISTELLA Província Franciscana da Santa Cruz 75 anos de Missão no Brasil SEDE: Av. João de Barros, 1576 – Espinheiro CEP. 52.021-180 Recife / PE Paz e Bem! As Irmãs Franciscanas de Maristella da Província Franciscana da Santa Cruz estão para celebrar o seu IX Capítulo Provincial, no período de 10 a 14 de janeiro de 2014, no Colégio Regina Coeli, cidade de Limoeiro, Agreste de Pernambuco. Trata-se de um Capítulo de Assuntos e de Eleição. Será antecedido por um retiro de cinco dias, de 03 a 08 de janeiro. Frei Estêvão Ottenbreit, OFM, (Vigário Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil) será o pregador do retiro, cujo tema é: “Permanece Conosco”. Confiamos os preparativos e a realização deste nosso IX Capítulo Provincial às inspirações do Divino Espírito Santo e pedimos à Família Franciscana do Brasil que fique em comunhão conosco através da oração. Peçamos ao Espírito Santo muita iluminação, a fim de que respondamos com prontidão e coragem às atuais necessidades da Igreja; que as nossas resoluções sejam uma resposta generosa aos apelos de Deus para a missão que Ele nos confiou. E a Maria, Estrela dos Mares, pedimos que nos inspire em nossas reflexões. Cordial e fraternalmente agradecemos,

Ir. M. Lusimar Henrique Santos Superiora Provincial

 III ENCONTRO NACIONAL DOS IRMÃOS LEIGOS DA CONFERÊNCIA DOS FRADES MENORES DO BRASIL Convento Santo Antônio - Lagoa Seca - PB 31/10 a 3/11/2013 De Minas ou dos pampas gaúchos, do Amazonas ou do Mato Grosso, os irmãos leigos de todo o país chegam para se encontrar no Convento de Ipuarana, que acolhe o III Encontro Nacional de Irmãos Leigos da Conferência dos Frades Menores do Brasil. “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 7


Tema: Os irmãos leigos e os desafios da evangelização. O nosso último encontro nacional, em Petrópolis, explicitou o quanto os irmãos leigos OFM estão envolvidos na evangelização direta, nas diferentes regiões do Brasil. Novos contextos culturais e eclesiais exigem de nós respostas para que a boa nova do Reino seja acolhida com alegria nesses novos contextos. A Ordem tem refletido e insistido na necessidade de “novas formas de presença franciscana no mundo”. Ora, os irmãos leigos, por não estarem ligados, necessariamente, a um tipo de presença própria dos clérigos – a paroquial –, encontram-se, em princípio, em posição privilegiada para, juntos com seus irmãos clérigos, discernir e apontar caminhos novos de presenças evangelizadoras nos novos areópagos que se apresentam a nós e que nos desafiam. Lema: Um só corpo, uma só comunhão, uma só vocação, uma só missão: irmãos! Reunidos à volta da única mesa da Eucaristia e da Palavra, sem distinções e sem segregações, queremos celebrar o dom da vocação que nos une a todos, clérigos e leigos, em uma só Ordem. A fraternidade, além da nossa identidade fundamental, é, na pessoa de Jesus, também uma missão. Pela sua encarnação, paixão, morte e ressurreição, Jesus irmanou-se conosco e nos irmanou a todos com o restante da criação. Proclamar e viver a vocação de irmãos e irmãs no meio da humanidade e com as demais criaturas é a nossa missão fundamental. Jesus é o nosso primeiro irmão e a sua irmanação conosco é, ela mesma, boa nova. Frei Fabiano Aguilar Satler, OFM enilcfmb.blogspot.com.br/

 CONVITE DE NOSSA PROFISSÃO SOLENE Frei Johne e Frei Giovanni

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 8


 PROVINCIA DOS CAPUCHINHOS DE SÃO PAULO - NOVO GOVERNO PROVINCIAL Eleitos 31.10.2013 MP: Carlos Silva VP: José Carlos de Oliveira 2C: Sermo Dorizotto 3C: Claudemir José Garcia Vialli 4C: Décio Pacheco Bezerra

Lugar: Seminário de Santo Antonio de Alto da Serra, São Pedro – SP Presidente: Fr. Mauro Jöhri, Ministro Geral

 PROVINCIA DOS CAPUCHINHOS DE MINAS GERAIS - NOVO GOVERNO PROVINCIAL Eleitos: 25/10/2013 MP: Sebastião Lázaro de Oliveira VP: Paulo Sérgio Moreira Braz 2C: Carlos Antônio Tavares 3C: Esdras Alexandro Arêdes Costa 4C: Mário Mazuchi de Novaes

Presidente: Sergio Dal Moro, Def. Geral Lugar: Casa de Retiro Coqueiro d'Água, Santa Luzia - MG.

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 9


 CONVITE DA PROFISSÃO DA IRMÃ MARIA CLARA DE JESUS

Queridos Irmãos e Irmãs, Paz e Bem! Louvando e bendizendo ao Pai das misericórdias pelo Ano da Fé e pelo imenso benefício da vocação clariana, a Comunidade das Irmãs Clarissas do Mosteiro Fraternidade São Francisco de Assis e os familiares de: Irmã Maria Clara de Jesus (Maria Odaleide da Silva Aquino) Têm a alegria de convidar os familiares, amigos, benfeitores e fiéis para a cerimônia de sua Profissão Solene e Perpétua na Ordem de Santa Clara a realizar-se no Santuário de Santa Clara às 17hs no dia 10 de novembro (Domingo).

clarissasmossoro.blogspot.com.br/

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 10


 JUBILEU DE PRATA SACERDOTAL – Frei Jorge Rocha, OFMCap

 24º CAPÍTULO PROVINCIAL DAS IRMÃS CAPUCHINHAS DE MADRE RUBATTO Las hermanas Capuchinas de Madre Rubatto, damos gracias a Dios por la celebración de nuestro IIº Capítulo Provincial Rioplatense. Ha sido un tiempo muy particular de discernimiento en la búsqueda, evaluación y proyección. También hemos elegido a las nuevas autoridades, representadas en las hermanas que servirán durante el cuatrienio 2013-2017 la vida de la Provincia: Hna. Daniela Cannavina - Superiora Provincial Hna. Alejandra Colarte - Vicaria Provincial Hna. Marta Soler - Consejera Hna. María de los Ángeles Russi - Consejera Hna. Mabel Ferreyra - Consejera Gracias por las oraciones y las tantas manifestaciones de cercanía y cariño durante todos los días del Capítulo. ¡El Señor, Dios Bueno, los y nos bendiga!

Con fraterno afecto Hna. Daniela Cannavina Superiora Provincial “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 11


 24º CAPÍTULO GERAL DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FRANCISCANAS DE NOSSA SENHORA APARECIDA Nos dias 23 a 27 de outubro, precedido de 3 dias de retiro, aconteceu, na Casa Mãe, em Porto Alegre, o 24º Capítulo Geral da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida. Teve como tema e lema, respectivamente: Consagradas a serviço do Reino, com novo ardor, novas relações e novas profecias. “Seus olhos se abriram e O reconheceram” (Lc 24,31) Durante o capítulo foi apresentado e aprovado o texto proposto da nova redação das Constituições, onde a Congregação busca o aprimoramento da vivência de sua Forma de Vida e foi eleito o Governo Geral para o quadriênio 2013-2017 tendo como Ministra Geral a Ir. Idelsa Ignes Reginatti e como conselheiras, Ir. Lourdes Castagna; Ir. Sheila A. M. Teixeira; Ir. Elizabete Somavilla; Ir. Nivia Siviero. As irmãs capitulares ainda confirmaram a escolha de Ir. Elsa Menegat como Secretária e Ir. Leila Lucini como Ecônoma. O Carisma e a Missão da Congregação se fundamentam no seguimento a Jesus Cristo, pobre, humilde, crucificado; e a espiritualidade franciscana anima o carisma. Atualmente, a congregação conta com 120 religiosas, que atuam nas áreas da saúde, educação e assistência social em quatro Estados brasileiros (RS, MT, MS e AM), na Bolívia e em dois países africanos – Guiné-Bissau e Moçambique. A sede geral está em Porto Alegre.

Ir. Leila (E), Ir. Nivia, Ir. Sheila, Ir. Idelsa, Ir. Lourdes, Ir Elsa, Ir. Elizabete “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 12


 NOTA DE FALECIMENTO: FREI IGNÁCIO LARRAÑAGA, OFMCAP

(4 maio 1928 – 28 outubro 2013)

Durante o seu incansável trabalho pastoral, voltou à casa do Pai Celestial em Guadalajara (México), na manhã de 28 de outubro, 2013, nosso irmão, Ignácio Larrañaga. Concluiu-se, assim, a sua vida dedicada a implantar o Deus vivo e verdadeiro nos corações das pessoas. Frei Ignácio nasceu em Loyola aos 4 de maio de 1928. Ordenado sacerdote em Pamplona, foi poucos meses depois, mandado ao Chile, onde começa a desenvolver uma intensa atividade de evangelização. Em 1965 fundou o Centro de Estudos Franciscanos e Pastorais (CEFEPAL), dedicando-se por uma dezena de anos a uma grande animação franciscana pós-conciliar em vários países da América Latina. Em 1974, no Brasil, começa com os retiros semanais chamados “Encontro-Experiência de Deus”, que ele conduziu incansavelmente por 23 anos com a participação de dezenas de milhares de pessoas. Desde 1984 começou a obra mais importante de sua vida, as “Oficinas de Oração e Vida” (www.tovpil.org), reconhecida pela Santa Sé como eficaz método da nova evangelização e à qual dedicou os últimos trinta anos de sua vida percorrendo mais de 40 países do mundo. Frei Ignácio é autor de 16 livros traduzidos em mais de 10 línguas! Entre os mais importantes estão; “Mostra-me o teu rosto”, “O Irmão de Assis”, “O Pobre de Nazaré”, “Salmos para a vida”, “O Silêncio de Maria”, “Do sofrimento à Paz”, “Matrimônio Feliz” e a sua autobiografia espiritual “A Rosa e o Fogo”.

http://www.ofmcap.org

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 13


 DIA NACIONAL DA JUVENTUDE PROPÔS REFLEXÃO EM PARÓQUIAS E COMUNIDADES DO BRASIL O ano de 2013, para a Igreja no Brasil, foi um ano dedicado à juventude. Além do tema da Campanha da Fraternidade “Eis-Me Aqui, Envia-Me!”, que apresentou a atual condição dos jovens na sociedade, aconteceu, ainda, a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Como fechamento deste ano da juventude, o Dia Nacional da Juventude (DNJ) 2013, na sua 28ª edição, abordou o tema “Juventude e Missão” e o lema “Jovem: levantese, seja fermento!”. “Todos esses eventos, em prol da juventude, despertaram no coração da Igreja a opção afetiva e efetiva que os bispos do Brasil confirmaram no Documento 85”, mencionou o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, padre Antônio Ramos do Prado, sobre o documento Evangelização da Juventude. Ainda de acordo com o assessor, a importância do DNJ está em “agregar valores evangélicos e culturais aos jovens, que ajudam a fortalecer o ministério do discipulado e missionariedade dentro e fora da Igreja”. Padre Antônio Ramos afirma que o DNJ levou para todas as paróquias do Brasil missões populares, fóruns sobre juventude, vigílias. Lembrou que no último domingo do mês de outubro a maioria das dioceses do Brasil celebraram a vida da juventude. “Há 28 anos, a Igreja do Brasil procura viver em todas as paróquias questões ligadas à juventude”, disse o assessor. Todos os anos são propostos tema, lema e iluminação bíblica inspirados pela realidade em que vivem os jovens. Este ano, a iluminação Bíblica proposta foi: “Quanto a você, arregace suas mangas, levante-se e diga a eles tudo o que eu mandar. Não tenha medo” (Jr 1,17).

www.jufrabrasil.org/

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 14


 FRANCISCANOS CAMINHAM PELA PAZ E EM DEFESA DA VIDA EM DUQUE DE CAXIAS Os franciscanos e simpatizantes do carisma franciscano vivenciaram uma rica experiência fraterna durante o momento de oração realizado durante a III Caminhada Franciscana pela Paz e em Defesa da Vida realizada em Duque de Caxias (RJ), no último domingo. O evento abriu a Semana Nacional da Vida que está sendo celebrada no Brasil inteiro com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A caminhada foi uma iniciativa promovida pela Fraternidade Franciscana Santo Antônio, ligada à Ordem Franciscana Secular (OFS), em conjunto com a Juventude Franciscana, Sinfrajupe, Pastoral Familiar, Pastoral da AIDS, ASPASA e Colégio São Francisco. O evento contou ainda com o apoio do jornal Pilar, da Diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti. Cláudio Santos, OFS

 FRATERNIDADE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS CELEBRA 30 ANOS DE VIDA FRATERNA Louvor e ação de graças deram a tônica da celebração do 30º aniversário de fundação da Fraternidade Franciscana Secular Nossa Senhora das Graças, de São Gonçalo (RJ). A festa foi abrilhantada pela presença marcante da comunidade local e das fraternidades do Regional Sudeste II presentes no evento. A celebração foi presidida pelo Frei Edcarlos Mário Hoffman, OFMCap, pelo assistente local, Frei José Soares, OFMCap, e pelo diácono permanente Carlos Alberto. Em sua homilia, Frei Edcarlos manifestou sua alegria de celebrar esse singular momento da história da fraternidade, destacando que os irmãos devem viver a fé dando testemunho da própria vida como irmão e tendo como referencial de partida o próprio Cristo que teve São Francisco como perfeito imitador. Cláudio Santos, OFS “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 15


 SEMANA FRANCISCANA DA PAZ A FAVOR DA PAZ CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DAS JUVENTUDES Prezad@s irmãos e irmãs, Paz e bem! Nesse mês de outubro, comemoramos a páscoa do nosso Seráfico Pai Francisco de Assis. Por todo mundo, franciscanos e franciscanas celebram e dão visibilidade ao nosso carisma. Motivados por este mês de outubro tão festivo para nós, o Serviço Inter-franciscano de Justiça, Paz e Ecologia, o SINFRAJUPE, quer convidar a cada um e a cada uma para a realização de uma ação em favor da Paz. Para lembrar o “Espírito de Assis” e dar visibilidade ao nosso compromisso francisclariano pela construção da fraternidade universal. Em compromisso com a Campanha da Fraternidade 2013 e com a convocação do Papa Francisco às juventudes, queremos aproveitar a ocasião do “Espírito de Assis” para propor atividades com o tema comum no campo A Favor da Paz, Contra a Criminalização das Juventudes.

Com Francisco e Clara, Frei José Francisco de Cássia

 RODA DE DIÁLOGOS Na Semana em que se comemorou “ O Espirito de Assis” , o Serviço Inter Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia, fomentou a reflexão com base na temática – “ A Favor da Paz, Contra a Criminalização das Juventudes” Juventude é o tema da Campanha da Fraternidade desse ano, recebemos a JMJ e também é a juventude que vem ajudando a fomentar as atuais problematizações do cenário politico e social do nosso país. O Sinfrajupe , encaminhou texto de apoio com referências de matérias como inspirador para atividades com esse tema de reflexão.

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 16


Em São Paulo o Serviço Franciscano de Solidariedade-Sefras, teve uma semana inteira de atividades espalhadas em cada um dos seus serviços e, para encerrar, vários representantes jovens foram chamados para uma roda de diálogo que teve como tema gerador- Jovens e Sociedade, o que estamos fazendo e não estão mostrando. “O povo novo quer muito mais do que desfile pela paz” - Tom Zé Entre o contexto que levou os jovens que, por sua vez, trouxe um número maior da população às ruas e o futuro que nos espera, há um espaço a ser preenchido, reinventado, cocriado e com bases na gestão compartilhada e no diálogo inter-geracional. E nesse espaço que a Semana da Paz traz a temática “A Favor da Paz, Contra a Criminalização das Juventudes”. (Trecho do texto base da Semana da Paz 2013).

Vanessa do Santos EXECUTIVA NACIONAL SINFRAJUPE (Serviço Inter-Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia) Contatos: (11) 3291-4433 (11) 95216-5300 E-mail: sinfrajupe@hotmail.com Facebook: SINFRAJUPE Blog: http://sinfrajupe.wordpress.com/

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 17


REGIONAIS – FFB  REGIONAL – FFB-RS

SEMENTES DO AMANHÃ Dia de São Francisco de Assis chamava para o Oitavo Encontro SEMENTES DO AMANHÃ. Com o tema "Juventude Franciscana, força de transformação social - Eis-nos aqui, Envia-nos", uma comunidade carregada de sentido de vida franciscana reuniu-se para celebrar a vida comunitária. Organizado pela Equipe de Educação das Escolas Franciscanas, reuniu 70 pessoas entre jovens e educadores. Um encontro com uma metodologia que fortaleceu o lúdico, a integração, a partilha de experiências. Oficinas temáticas, todas planejadas para a formação continuada dos jovens que se fizeram presentes. Liderança, produção de jornal e audiovisual e libras criaram o clima de que uma juventude precisa ser formada no processo ação–reflexão–ação. O encontro confirmou o acerto do processo pensado e vivido. Golaço de educação para paz de uma forma ativa, efetiva e afetiva. Emocionante foi a partilha daquilo que foi construído pela manhã com a ajuda dos oficineiros: Carlão, Vitor Hugo, Elisabeth e Pâmela deram o tom para que a partilha fosse rica de depoimentos e aprendizados numa tarde carregada de significados. Forte e intensa foi nossa oração na capela com a entrega do tau para a Escola Menino Deus que sediará a edição de 2014. Cada jovem com o seu franciscanismo carregado no peito. Centro Franciscano de Alvorada, Instituto Frei Pacífico, Rainha do Brasil, Nossa Senhora do Brasil, Bom Conselho, Menino Deus e Maria Imaculada, todos irmanados no mesmo olhar franciscano. Ficou o gostinho do queremos mais. Agora é hora de cuidar e ajudar a crescer a semente plantada. Professores e jovens, juntos na mesma batida da semente que cresce, gera fruto, flor e vida. Deus abençoe tanta graça e bem feito. Paz e Bem. Que 2014 chegue logo!

Ir. Rosemaria Jaschke – Regional FFB/RS

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 18


 REGIONAL – FFB - BA/SE FAMÍLIA FRANCISCANA DO BRASIL CONSELHO DA UNIDADE FFB BA/SE Alameda Bons Ares, 04 – Brotas - 40.296.360 – Salvador – BA E-mail: Silvia.mchagas@yahoo.com.br

X ASSEMBLÉIA ELETIVA DA FFB - BA/SE CARTA DE CONVOCAÇÃO Estimadas (os) Irmãs e Irmãos, Paz e Bem! Estamos nos aproximando da nossa ASSEMBLÉIA ELETIVA do REGIONAL que, ordinariamente, acontece a cada três anos. Já é grande a nossa alegria em saber que vamos nos encontrar neste mês de novembro de 2013. Dentro do Ano da Fé, estaremos também celebrando o Ano de Juventude. Por isso comece a sua preparação desde já, com orações, reflexões e confissões. Anote e divulgue estas informações: DATA: 30 de novembro de 2013 HORÁRIO: das 07h30 às 17h LOCAL: Convento do Desterro - R. Santa Clara, s/n - Nazaré - Salvador (BA) - Telefone: (0xx71) 2203- 4023 COMO CHEGAR: saindo da Rodoviária: tomar o ônibus Rodoviária Circular R2 - Empresa São Pedro. O ônibus para bem em frente ao Convento. De outros lugares da cidade tomar o ônibus para a Borroquinha, que fica próxima ao Convento. TEMA: A PERTENÇA DA UNIDADE NA IDENTIDADE FRANCISCANA ASSESSOR: Frei Jorge Geraldo OFMConv. Na alegria do nosso reencontro, abraçamos a cada um (a) com a saudação fraterna de PAZ E BEM!

Salvador 23 de outubro de 2013. Silvia Maria Chagas, OFS Presidente da Unidade BA/SE

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 19


 JORNADA FRANCISCANA DE SÃO PAULO CELEBRA O ANO DA FÉ São Paulo (SP) – Os franciscanos e franciscanas do Regional São Paulo da FFB se reuniram no dia 22/09, no Colégio das Irmãs Franciscanas de Ingolstadt, em Moema, para mais um encontro como acontece todos os anos no início da Primavera. Tendo como pano de fundo a encíclica do Papa Francisco, Lumen Fidei, Frei Vitório Mazzuco desenvolveu o tema “O Jeito franciscano de viver a fé”, na perspectiva do Ano da Fé, que vai terminar no próximo dia 24 de novembro e está sendo celebrado desde o dia 10 de outubro do ano passado, quando foi convocado pelo Papa Bento XVI com a Carta Apostólica Porta Fidei. O encontro reuniu a Primeira Ordem, a OFS, franciscanos e franciscanas de diferentes institutos e congregações, a Jufra e simpatizantes de São Francisco e Santa Clara. A partir das Fontes Franciscanas, Frei Vitório mostrou como Francisco vai construindo seu edifício da fé a partir da conversão na Igrejinha de São Damião, onde está o Crucifixo de São Damião, o grande ícone da fé. Alguns pontos da palestra: “São Francisco ensinou para nós que, no meio daquela fragilidade e ruínas, ele buscou soluções no fervor da fé. Há certos momentos em que precisamos entrar no espaço até das nossas fragmentações. Isso que São Francisco ensina para nós. Ele vai até à Igrejinha, diante do Crucifixo, e faz, então, a sua oração-força”, disse, pedindo que repetissem a oração de Francisco: “Altíssimo e Glorioso Deus, iluminai as trevas do meu coração. Dai-me uma fé reta…”. “A fé em São Francisco é uma fé decidida. Fé em São Francisco é responder ao dom que o Senhor vai me oferecendo. E perceber que nessa presença ele se dá”. Frei Vitório disse que a fé é uma adesão à vontade de Deus e lembrou que a raiz da palavra fides (fé) é a mesma da palavra fidelidade. “Então, fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’”, explicou, ressalvando: “Só que há muitos testemunhos de fé de pessoas que, no fundo, falam delas mesmas. Mas não dão testemunho do amor de Deus. Onde está Deus? Tem que fazer o amor aparecer”. “O modo de ser da fidelidade é o modo daquele que ama e, portanto, daquele que crê”. Para o palestrante, Francisco quer que todas as experiências tenham a luz do Espírito. “Todas as nossas experiências podem ser espirituais. Nós, estarmos aqui, é uma experiência espiritual. É uma experiência de fé. A fé não é uma abstração. Ela transforma o tempo em algo eterno”, disse. À tarde, depois de um almoço comunitário, a Jornada Franciscana teve a representação de um teatro feita pela Fraternidade de Porto Feliz. Por Moacir Beggo http://www.franciscanos.org.br “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 20


BISPOS  DOM JAIME TOMA POSSE NO DIA 15 DE NOVEMBRO A posse do novo arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, está marcada para o dia 15 de novembro, feriado da Proclamação da República, às 9h30, na Catedral Metropolitana da capital gaúcha. Com 53 anos, o religioso franciscano será o mais jovem arcebispo do Brasil e o sétimo da Arquidiocese. Até a posse, arcebispo emérito, Dom Dadeus Grings é o administrador arquidiocesano. Logo após a nomeação, Dom Jaime agradeceu as manifestações de carinho e falou da nova etapa que se inicia na sua vida religiosa. “É uma nova etapa ainda mais vigorosamente inserida no cotidiano da vida desta Igreja Particular, presente em Porto Alegre. Como Pastor desta Igreja, me disponho a empenhar o melhor de minhas forças em prol da “Salus” (salvação, saúde!) desta porção do Povo de Deus. Fazemos parte, agora, com empenho ainda maior, de um presbitério bem formado, bem disposto; de um presbitério que reconhece suas fragilidades e limitações, mas que também é marcado de forma distinta por muitos valores e virtudes. Creio que todos juntos e unidos, haveremos de continuar a nos empenhar por construir uma Igreja mais acolhedora, vigorosa, viva, alegre, missionária e evangelizadora. A comunhão (co-múnus) favorecida, buscada e assumida haverá de nos auxiliar a todos, para que o presbitério resplandeça na sua dignidade e possa cumprir da melhor forma possível a missão que lhe é característica”, espera o novo arcebispo. Mas frisou que essa nova missão precisa da comunhão de todos. “Desejamos poder compor com as diversas forças da sociedade, a fim de colaborar de forma harmoniosa e eficaz, para que todos tenham mais vida. Nosso povo é bom, pacífico e trabalhador; possui utopia, desejo de construir uma Terra verdadeiramente sem males. A fé que nos caracteriza, haverá de orientar nossas escolhas e decisões. Não podemos abrir mão de tudo aquilo que julgamos necessário para uma existência digna. Através do diálogo e do estudo das questões importantes, e que dizem respeito a uma existência autenticamente humana e cristã, poderemos nos tornar colaboradores da graça do Senhor! A alegria de Deus e em Deus é a realização plena do ser humano”, disse. Sintonizado com o Papa Francisco, Dom Jaime fez a defesa de uma instituição mais humilde: “A Igreja precisa ser mais simples e ir ao encontro das periferias e dos pobres. É o que prega o evangelho”. O novo arcebispo faz uma aposta nos jovens porque vê uma transformação no mundo atual, que levam a questionamentos sobre as atuais referências da humanidade: “Para que isso chegue a um bom termo, algo precisa ser construído junto: o discernimento. Três pontos são fundamentais: estudo, oração e disposição ao diálogo”, destacou. Dom Jaime recebeu carta de Dom Leonardo Ulrich Steiner, Secretário Geral da CNBB e seu confrade na Província da Imaculada Conceição disse: “Nossa Senhora, a Mãe das Dores, São Francisco de Assis, o apaixonado pelo Crucificado, acompanhem o nosso irmão na sua nova missão na Arquidiocese de Porto Alegre”. http://www.franciscanos.org.br “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 21


AGENDA CONSELHO DIRETOR  04 a 10 de novembro - Retiro com as Clarissas – Mosteiro de Guaratinguetá – SP;  06 a 08 de dezembro – Reunião do Conselho Diretor REGIONAL - FFB PARÁ/AMAPÁ 17/11 – Celebração na comunidade Santa Isabel da Hungria ás 7h; Tema: Vida de fé e união com a Igreja; Local: Casa Santa Clara - Passagem Virgílio de Mendonça, nº 08 – Guamá – Belém 01/12 – Avaliação e Planejamento 2014 – Confraternização; Local: Clarissas Franciscanas Missionárias do S. Sacramento; Horário: 8:30h REGIONAL - FFB PIAUÍ 11/11 – Reunião do Conselho; Local: Paróquia São Raimundo Nonato 13/11 – Reunião da Coordenação da FFB/PI; Local: Irmãs Anjas 15, 16 e 17/11 – Congresso Regional Jufra CE/PI; Local: Teresina 17/11 – Festa de Santa Isabel da Hungria; Local: Fraternidades e Paróquias 24/11 – Assembleia do Regional da FFB/PI; Local: José de Freitas 24/11 – Reunião Geral OFS; Local: Paróquia São Raimundo Nonato 01/12 – Festa da Fraternidade de 29 Anos; Local: Paróquia São Raimundo Nonato 09/12 – Reunião do Conselho; Local: Paróquia São Raimundo Nonato 12/12 – Reunião da Coordenação da FFB/PI; Local: Capelinha de Palha 15/12 – Reunião da Fraternidade e Confraternização de Natal; Local: P. São Raimundo Nonato REGIONAL – FFB CEARÁ 03/11 – Encontro de Distrito III; Local: São Benedito 23 e 24/11 – Reunião do Conselho Regional - OFS; Local: Fortaleza 30/11 – Lazer, avaliação, planejamento e eleição da nova Coordenação do Núcleo de Itapipoca; Local: Almofala – Itarema 01/12 – Encontro de Distrito III; Local: Ubajara 01 e 02/12 – Retiro e Confraternização – Distrito VII; Local: Russas  Formação Distrital Regional – Distrito X; Local: Aurora REGIONAL – FFB RIO GRANDE DO SUL 02/11 – Encontro da OFS, Local: Paróquia São Francisco de Assis às 14:00h 03/11 – Formação Permanente da OFS, Local: Paróquia São Francisco de Assis às 9h  Encontro do Conselho Diretor com os coordenadores dos Regionais 3º Sábado de cada mês (meses letivos)- Curso livre de Franciscanismo - ESTEF 01/12 – Retiro Mensal - Assessor(a): Ir. Giovanna - FB REGIONAL – FFB RIO GRANDE DO NORTE / PARAÍBA / PERNAMBUCO 11/11 – Núcleo de João Pessoa/PB; Assembleia Francisclariana 15 a 17/11 – Tema: FFB Regional RN/PB/PE – 15 Anos – Revivendo a memória para fortalecer e celebrar a Fé 17/11 – CBCMF – Vitória de Santo Antão/PE 24/11 – Núcleo de Garanhuns; Local: Serrinha da Prata 24/11 – Núcleo de Recife – CBCMF; Tema: Treinar e Aprender 01/12 – Núcleo de Campina Grande – Encontro em Lagoa Seca/PB 02/12 – Núcleo de Natal – Reunião da Coordenação 07/12 – Núcleo de Recife; Confraternização de Natal 07/12 – Núcleo de João Pessoa/PB; Tema: Regra e Vida – Art. 10,11 e 12; Local: Fraternidade São Félix de Cantalice “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 22


CENTROS FRANCISCANOS – Cursos 

CEFRAM - XXII CURSO DE FORMAÇÃO MISSIONÁRIA 2014 TEMA: “Paróquia Missionária: Rede de Comunidades” 17 a 31 de janeiro 2014 – Bacabal-MA Assessor: Pe. José Carlos Pereira

Prezado amigo(a) missionário, Paz e Bem!

É com inspiração missionária que nós, do COMIRE- MA – Conselho Missionário Regional do Maranhão e Centro Franciscano de Animação Missionária- CEFRAM, convidamos a todos das Ordens e Congregações Religiosas, bem como os movimentos, pastorais, leigos e leigas de nossa Igreja, a participarem do XXII Curso de Formação Missionária. O tema será: “Paróquia Missionária: Rede de Comunidades”. O assessor que ajudará na reflexão do tema será Pe. José Carlos Pereira, padre passionista, professor licenciado em Filosofia pela UNISAL, bacharel em Teologia pelo Ateneo Santo Anselmo de Roma, mestre em Ciências da Religião e doutor em Sociologia pela PUC-SP. É autor de mais de 45 livros nas áreas de Sociologia, Antropologia, Espiritualidade e Teologia (eclesiologia, pastoral, dogmática). Outros assessores acompanharão também no desenvolvimento do curso e nos trabalhos dos fóruns. FAÇA SUA INSCRIÇÃO ONLINE PELO SITE: www.cefram.org.br Centro Franciscano de Animação Missionária-CEFRAM Rua: Magalhães de Almeida, 1169-A Centro CEP: 65700-000 Bacabal-MA Caixa Postal: 05 FALE CONOSCO: FONES: (99) 3621-1420 / (99) 8115-4971 (TIM) / (99) 8817-8799 (OI) E-MAIL: cefram@hotmail.com SITE: www.cefram.org.br SKYPE: cefram FACEBOOK: cefram Bacabal Saudações Fraternas, D. Armando Martin Gutiérrez, FAM - Dimensão Missionária- CNBB/MA Fr. Claudio Santos, OFM - Coordenador do CEFRAM Maria Nelma Correia Lazarin - Coordenadora do Curso Missionário

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 23


CURSO DE ACOMPANHAMENTO ESPIRITUAL FRANCISCANO

AEFRAN Curso de Acompanhamento Espiritual Franciscano Objetivo Geral: Preparar religiosos e religiosas para o Ministério do Acompanhamento Espiritual na perspectiva franciscana. Inscrições: Até 1° de dezembro de 2013. Certificação: A ESTEF emitirá Certificado de Extensão correspondente ao Curso Duração e datas: seis semanas – de 2 de fevereiro a 14 de março de 2014. Local: Centro Taborin Rua Irmão Gabriel Taborin s/nº Bairro Petrópolis/São José – Rodovia P.Fundo-L.Vermelha 99001-297 - Passo Fundo – RS Fone: 054-3313 1245 Coordenação: Frei Sérgio Marcello Dal Moro e Irmã Maria Kuisner Contato e inscrições: Frei Sérgio M. Dal Moro, OFMCap Fraternidade São Francisco Rua Tomaz Edson, 50 – Santo Antônio 90640-100 - Porto Alegre RS. Fone: (51) 3237-4896 Email: sdalmoro@ofmcaprs.org.br

Irmã Maria Kuisner, OSF Rua Barão do Guaíba, 463 Bairro Menino Deus CEP: 90850-120 - Porto Alegre, RS Fone: (51) 3233-6254 Email: mariakuisner@abcbrs.org

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 24


MENSAGENS "BEM-AVENTURADOS OS QUE PROMOVEM A PAZ PORQUE SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS” (MT 5,9) Quero nascer de novo juntamente com cada dia que nasce. Quero ser outra vez novo, puro, cristalino... Quero recomeçar o dia de hoje na luz que brilha do céu; quero buscar a paz do alto e, ao mesmo tempo, transmiti-la em meus caminhos e a cada pessoa que for encontrando... Quero deixar para trás as amarguras do passado e viver a alegria do hoje, pois faço do presente um tempo novo que brota das mãos de Deus! Quero recomeçar a vida e restaurar a inocência perdida... a inocência da criança que acredita no amor do pai e da mãe, que se encanta com a natureza e acredita no anjo da guarda! Quero continuar minha missão, sem me perturbar com o mal que ronda a humanidade, pois acredito na força transformadora do bem. Por isso, inclino meus ouvidos ao Evangelho e me coloco à disposição para ser um bem aventurado da paz!

Frei Paulo Sérgio, OFM "O MUNDO ESTÁ NAS MÃOS DAQUELES QUE TÊM CORAGEM DE SONHAR, E CORRER O RISCO DE VIVER SEUS SONHOS” (PAULO COELHO) Bem aventurada é aquela pessoa cujo discernimento a levou à sabedoria e no exercício da sabedoria à luz da fé em toda sua plenitude, libertando-a dos grilhões do passado e projetando-a para um futuro melhor. Conhecer a própria história, permite-nos entrar em contato com nossas forças e fraquezas. Faz-nos pessoas mais fortes e mais seguras em nossas vidas. Bem aventurada é toda pessoa que se dispõe a fazer o caminho da vida, que não tem medo de enfrentar os desafios da existência. Por sabedoria entendo a arte de tornar a vida o mais agradável e feliz possível... Realço que tal alegria e felicidade deve ser algo possível e não uma simples quimera. Seja feliz compartilhando suas conquistas com as pessoas que com você fazem também a travessia da vida... Tenham muita paz, alegria e amor no coração!

Frei Paulo Sérgio, OFM “Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 25


NOTÍCIA EM DESTAQUE  CARTA SONDAGEM - FFB Queridas irmãs e queridos irmãos, O Senhor nos dê a Paz! Esta é uma carta de sondagem. Objetiva coletar sugestões para o planejamento de 2014 do Regional da Família Franciscana do Brasil do Centro: Distrito Federal, Goiás e Tocantins. Para favorecer a articulação e integração dos diversos Regionais, foi solicitado a gentileza da Coordenação Nacional da Família Franciscana do Brasil para a aprovação (se necessária) e divulgação, a nível nacional, desta correspondência, além de contar com seu significativo e indispensável apoio. Assim, em comunhão com toda Família, desejamos com a graça de Deus e intercessão dos nossos grandes inspiradores e motivadores: Clara e Francisco de Assis fortalecer a vivência do estupendo Carisma legado por eles à Igreja e a nós que, por opção própria, queremos beber nesta inesgotável fonte. Priorizando, pois, a dimensão profética deste Carisma, buscando sugestões e valorizando as parcerias, abaixo, apresentamos-lhes a PROPOSTA de três atividades que poderão ser desenvolvidas pelo nosso Regional, desde que haja pessoas interessadas em fazê-las. Também, há espaço para INDICAÇÃO DE OUTRAS ATIVIDADES e, com certeza lhes afirmamos serem todas bem-vindas para considerações e possível acolhimento. Coloque, por favor, um X diante das atividades pelas quais você se interessa. Não importa que sejam as três e, até acrescente outras se quiser. 1. ( ) Retiro em preparação para Votos Perpétuos: Sua Fraternidade/ou Congregação tem candidatos(as)? Sim (

)

Não (

)

Quantos? (

)

Data preferida: ______________________ Duração: dias, quantos? ______________________ Sugestões de Assuntos:___________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Sugestões de Assessores(as):_______________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 2. ( ) Curso para Formadores (as): Sua Fraternidade/ou Congregação tem candidatos(as)? Sim ( Data preferida:________________

Quantas etapas? (

)

)

Não (

) Quantos? (

Duração das Etapas (

) )

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 26


Sugestões de Assuntos:___________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Sugestões de Professores(as): ______________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 3. (

) Curso de Espiritualidade Franciscana, Iniciação:

Sua Fraternidade/ou Congregação tem candidatos(as)? Sim ( ) Não ( ) Quantos? ( ) Data preferida: __________________ Quantas etapas? ( ) Duração das Etapas ( ) Sugestões de Assuntos:___________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Sugestões de Professores(as): ______________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ 4. Outras Atividades? ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ No desejo de melhor servir a Família Franciscana em âmbito Regional e também Nacional, esperamos a devolução desta Sondagem até o dia 30 de novembro / 2014, para o endereço acima. Pedimos-lhes ainda colocar o seu nome ou o nome da sua Fraternidade ou Congregação e endereço completo para os devidos contatos. “Bote fé, bote esperança, bote amor, que a sua vida terá novo SABOR” Papa Francisco. Na expectativa de suas respostas, desde já nossas orações e agradecimentos.

Nossa saudação de Paz e BEM!

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 27


LEMBRETE:  A proposta do Regimento Interno FFB - a todas as entidades-membro e a todos os serviços organizados da FFB, para apreciação, avaliação, correção e sugestões dos mesmos.  Aos Regionais – deverão enviar o Regulamento elaborado ao Conselho Diretor.  As sugestões deverão ser enviadas para Sede FFB.

REVISTA FRANCISCANA e PUBLICAÇÕES A Revista Franciscana é espaço para reflexão e aprofundamento do nosso carisma. Busca levar aos leitores a produção no campo do pensamento e da espiritualidade franciscana. Estão à venda o livro COM CORAÇÃO E INTELIGÊNCIA, do Fr. Sérgio M. Dal Moro, e o TERCEIRO ABECEDÁRIO, de Francisco de Osuna. Com Coração e Inteligência Terceiro Abecedário Espiritual Assinatura ou renovação da Rev. Franciscana Assinatura pelo e-mail: ffranciscana@terra.com.br secretariaffb@terra.com.br

R$ 20,00 (postagem nacional) R$ 20,00 (postagem nacional) R$ 50,00 (postagem nacional)

2ª/2013

“Fé e fidelidade não se separam. Como fé, digo ‘eu creio’; como fidelidade, digo ‘não vou me afastar’” (Fr. V. Mazzuco) Página 28


irmao_sol