Issuu on Google+


Dia do

médico

No próximo dia 18 de outubro, comemora-se o Dia do Médico. A data foi escolhida por ser o dia consagrado a São Lucas, o terceiro evangelista. Lucas foi médico, pintor, músico e historiador, não conviveu com Jesus Cristo. Viveu no século I, sendo desconhecida a data de sua morte. Os termos que São Lucas utilizou em seu Evangelho e no Ato dos Apóstolos, constituem uma prova indireta de sua condição de médico, já que usou termos próprios da Medicina de sua época. Além do Brasil, outros países têm em São Lucas o patrono dos médicos e 18 de outubro como Dia do médico. É o caso de Portugal, França, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia, Inglaterra, Argentina, Canadá e Estados Unidos. A Clínica Pró-Vida aproveita este espaço para prestar uma merecida homenagem ao seu corpo clínico. Feliz Dia do médico! FONTE DAS INFORMAÇÕES: http://www.portaldafamilia.org/datas/medico/med002.shtml

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

2

Boas-vindas O psiquiatra Joel Proença Feijó passou a integrar, em agosto, o corpo clínico da Pró-Vida. Ao Dr. Joel, nossas boas-vindas!

Dr. Jaime César Souza Diretoria Executiva

é uma publicação trimestral de responsabilidade da Clínica Pró-Vida Av. Marcolino Martins Cabral, nº 2075, Centro, Tubarão - SC Telefone: (48) 3631-1500 www.clicprovida.com.br

Dr. Kaiser de Souza Koch Diretoria Executiva

Dr. Nei E. Fava Diretoria Executiva

Dr. Varne Viana Diretoria Executiva

Fábio Vandresen Gerente

Marília Köenig Jornalista - SC01312JP comunicacao@clicprovida.com.br Adriano Fernandes da Silva Diagramador - 03127SC-DG adrianofernandes.silva@gmail.com

O dia da

Criança Caminhávamos ao longo da praia, eu e uma neta, então contando com oito anos de idade. Ela trajando apenas um biquíni, levando apenas uma camisa aos ombros. Foi quando um vento frio começou a soprar desde as bandas do Sul. Preocupei-me com a pequena e falei ternamente, sem muito pensar: - Querida, bota a camisinha. Ao que ela marotamente, respondeu: - Como, vô, se eu não tenho “pintinho”? Na primeira e segunda infâncias, que vão do nascimento até os seis anos de idade, a criança adquire a base da aprendizagem humana, a cognição, o desenvolvimento da linguagem e habilidades motoras mediante o estabelecimento de ligações entre seus muitos milhões de células cerebrais. Nesta fase da vida, a criança tem ideias ilógicas sobre o mundo. A família é importante e o sentimento de independência e o exercício de cuidados consigo mesmo se intensificam. Na terceira infância, que vai dos seis aos 12 anos, acontece um aumento da autoestima e preocupação com a autoimagem. O pensamento adquire lógica, força e habilidade física se desenvolvem. O egocentrismo diminui e os amigos passam a ser mais importantes do que a família. A diferenciação sexual acontece. Hoje em dia, com o acesso que os “baixinhos” têm à televisão e à informática, precocemente adquirem conhecimentos que outrora eram somente domínio dos adultos. Daí Dr. José Warmuth Anestesista / escritor

uma carta frustração que têm os pais ao verem que seus filhotes logo, logo perdem a encantadora ingenuidade própria da idade. E a preocupação com a aquisição precoce de tais noções passa a pesar na responsabilidade dos pais, que precisam estar atentos às conseqüências que podem advir no comportamento de seus filhos. A televisão, em horários em que as crianças habitualmente estão em vigília, tem muita coisa nociva e “pesada” para elas, que perigosamente ameaçam influir negativamente na formação do seu caráter e na percepção do que deve ser evitado em seu comportamento. E o que dizer da Internet, onde para que cada coisa que se digite ela tem um conteúdo? Por tudo isso, vamos curtir intensamente o Dia da Criança enquanto nossos rebentos estão na primeira e segunda infâncias, quando ainda gostam de receber bonecas e carrrinhos miniatura, pois, daí por diante, vão querer laptops e videogames.


A geração

Atividade

Uma geração para a qual a tecnologia é parte indispensável do dia a dia, dos relacionamentos à forma de ver o mundo. Assim se pode definir a chamada geração Z, formada pelos jovens nascidos da década de década de 90. Para esses jovens, é prática comum estudar ouvindo música e, ao mesmo tempo em que está concentrado em um programa de TV, trocar mensagens com os amigos via telefone celular. Uma geração para a qual a Internet constitui um indispensável espaço de relacionamento, diversão e aprendizado.

sido orientadas para lidar com a tecnologia, bem como as possíveis dificuldades no que diz respeito à atenção. O desafio para essa geração, seus pais e professores é selecionar, das inúmeras informações que chegam pelos meios de comunicação, o conhecimento, evitando conteúdos inadequados. Dentre os profissionais convidados a falar sobre o tema, estão o neuropediatra Jaime Lin; a psicóloga especialista em Psicopedagogia, Sandra Regina de Souza Cruz; as nutricionistas Tatiane Coan e Thaísa Cristhina Herdt e o fisioterapeuta Fernando de Souza, todos da Pró-Vida. Para falar do papel da escola com relação à criança da atualidade, Viver melhor conversou com a pedagoga Clésia Silva Mendes Zapelini. Entrevistamos, também, a família Nascimento, que tem três filhas em diferentes idades, vivenciando os desafios impostos à geração Z.

Essencial à qualiade de vida da geração Z

As atividades físicas servem como forma de entretenimento para as crianças e também um investimento em sua saúde. O fisioterapeuta Fernando de Souza, do Centro de Fisioterapia Pró-Vida, destaca que vários esportes podem ser indicados a elas. “O importante é deixar a criança se movimentar de forma lúdica e natural sem impor muitas regras à atividade”. A natação é um esporte muito indicado, pois trabalha a capacidade cardiopulmonar da criança bem como a consciência corporal, “sendo que o contato com a água serve como um atrativo”, explica. Pelo uso do computador, as crianças de hoje passam muito mais tempo sentadas do que as gerações anteriores. “É comum os pais se queixarem da postura corporal dos seus filhos nas atividades diárias. O sedentarismo provoca encurtamentos e fraquezas musculares desde a infância, provocando desvios de postura. Nesse caso uma avaliação da postura com um fisioterapeuta é importante para observar se ela necessita de reeducação antes de realizar a atividade física”, conclui.

Dr. Fernando de Souza

Fisioterapeuta Consultas: 3631-1515

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

O Z vem de zapear, ou seja, da troca de canais de TV ou ainda da abertura de vários sites ao mesmo tempo, marca de uma geração para a qual as prioridades da anterior, a geração Y, já não são as mesmas. Pela proximidade do Dia da Criança, Viver melhor preparou, para pais e filhos, uma edição especial sobre as características, desafios, possíveis dificuldades, saúde e o bem-estar de uma geração que, em breve, definirá os rumos de nossa sociedade. De acordo com especial publicado pela Revista Veja, a maneira de pensar da geração Z foi influenciada pelas tecnologias e pela queda de fronteiras geográficas trazida pela globalização. Ligam, ao mesmo tempo, a TV, o rádio, o telefone, música e internet. Porém, como será visto a seguir, é preciso estar atento à forma como as crianças têm

Física:

3


12 de Outubro

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

4

Em 12 de outubro, comemoramse três datas: Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira oficial do Brasil, o Dia da Criança e o Descobrimento da América. O feriado nacional, no entanto, deve-se somente à primeira data. A devoção à padroeira remonta ao século XVIII, mas a data só foi decretada em 1980. A data comemorativa à Nossa Senhora Aparecida (aniversário do aparecimento da imagem no Rio) foi fixada pela Santa Sé em 1954, como sendo 12 de outubro, apesar de as informações sobre a data serem controversas. No Brasil, o Dia da Criança foi criado pelo deputado federal Galdino do Valle Filho, na década de 1920. O dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924. Mas foi somente em 1960, quando a Estrela Brinquedos realizou, com a Johnson & Johnson, uma promoção conjunta, é que a data passou a ser comemorada. Alguns países comemoram o dia em datas diferentes. Na Índia, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece em 1º de junho. Outros comemoram o dia em 20 de novembro, já que a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece esse dia como o dia Universal das Crianças. FONTES: http://www.interney.net/?p=9753075 e http://www.portaldafamilia.org/datas/ criancas/diansra.shtml

Prevenir e

Combater problemas que podem comprometer a aprendizagem e o bem-estar da nova geração Frente às tecnologias e ao desafio de separar, sob orientação da família e da escola, as informações úteis das inadequadas, a geração Z tem, também, o desafio de manter o foco frente aos inúmeros estímulos que lhe chegam. Daí a necessidade de os pais manterem-se atentos a possíveis dificuldades que as crianças possam apresentar no momento da aprendizagem. Nesta página, o neuropediatra Jaime Lin fala a respeito

das dores de cabeça e da TDAH, problemas comuns na atualidade. Dr. Jaime destaca que, longe de ser uma tarefa fácil, o sucesso na aprendizagem requer que a criança tenha uma boa saúde física, maturidade emocional e autoconfiança. “Do ponto de vista neuropediátrico, quando falamos de todos esses pré-requisitos acima mencionados, nos deparamos com diversos aspectos a serem levados em conta”, explica.

Dores de cabeça Dentre as reclamações mais frequentes, destaca o médico, estão as dores de cabeça, sendo uma das principais queixas “das crianças em idade escolar. Estudos mostram que em crianças de sete a 15 anos de idade, mais de 40% delas referem ter tido pelo menos um episódio de dor de cabeça ao longo do ano. Acima dos 15, mais de 75% dos adolescentes referem ter dores de cabeça”, alerta.

TDAH Uma das condições mais comuns e uma das principais causas de dificuldade escolar é o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) que acomete cerca de 5% da população pediátrica. Caracteriza-se pelos seguintes sintomas: desatenção (a criança e adolescente se

“No entanto, o diagnóstico definitivo só pode ser feito após avaliação profissional. O neuropediatra deve ser procurado para orientações, investigação e tratamento adequados”.

distraem com muita facilidade), hiperatividade (não param quietas, estão sempre se mexendo, correndo, ficam conversando e se levantando em sala de aula) e impulsividade (fazem as coisas sem pensar, interrompem quando adultos estão conversando), conclui o neuropediatra.

Dr. Jaime Lin

Neuropediatra Consultas: 3631-1515


Leitura para

Pais & filhos

Limites e diretrizes

Historicamente a forma de entender a infância sofreu mudanças com o passar do tempo. Passou, no início do século XX, de crianças educadas ao silêncio, à obediência, e às tarefas a desempenhar a crianças que se tornaram o centro da vida familiar. Sobre os limites e diretrizes essenciais para que a chamada geração Z cresça de forma equilibrada, Viver melhor entrevistou a psicóloga especialista em Psicopedagogia, Sandra Regina de Souza Cruz.

Sandra observa, que, atualmente, há por parte da família, educadores e sociedade em geral, uma preocupação em não só recuperar e permitir às crianças viverem plenamente esse período da vida, como também, de lhes ensinar limites e regras. Porém, alguns fatores interferem de maneira importante em tal movimento, lembra a psicóloga. “A curiosidade e a ousadia das crianças em manusear, sem medo, as aparelhos das novas

tecnologias, as colocam em pé de igualdade com os adultos. Ora, se percebendo como um adulto e sem orientação adequada, se desmotivam a crescer.”, alerta. Nesse sentido, conforme Sandra Regina, há uma confusão na hierarquia familiar e o filho, algumas vezes, acaba tomando decisões pelos pais: onde dormir, tempo e horário para usar o computador.

Outro fator que desafia os pais é o consumismo veiculado pela mídia pelos desenhos animados e propagandas, “encurtando cada vez mais o período da infância”, ressalta. Nesse cenário, “nos deparamos com algo comprometedor para o desenvolvimento saudável, que é o esquecimento das brincadeiras. Entende-se por isso, não o explorar do brinquedo, e sim o momento em que a criança compartilha com o outro suas fantasias, oportunizando vivenciar os papéis da vida adulta, aliviar suas tensões, aprender a lidar com as suas frustrações”, explica Sandra Regina. Paralelamente, o aspecto físico fica prejudicado, “pois ao invés de correr e pular, as crianças ficam sentadas no sofá assistindo TV ou diante do computador”, pontua.

Dra. Sandra Regina de Souza Cruz Psicóloga e Psicopedagoga Consultas: 3631-1515

* Artigo disponível em http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI247981-15230,00.html)

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Consumismo e precocidade

Ainda com relação aos desafios da infância na atualidade, a psicóloga recomenda a leitura do texto publicado na Revista Época, de 11 de julho de 2011, de autoria de Eliane Brum, intitulado Meu filho, você não merece nada*. Nele, a autora promove uma reflexão sobre a angústia de muitos pais “que, para garantir a felicidade do filho, fazem ‘das tripas coração’ para dar de tudo a eles e protegê-los de qualquer perrengue” conforme a autora. Para eles, ainda segundo Eliane, frustrar o filho é sinônimo de fracasso pessoal. “Frustração não é um fracasso. Mas, diante dela alguns jovens emburrecem, paralisam, porque possuem muitas habilidades e ferramentas, mas não têm o menor preparo para lidar com a dor e as decepções”, destaca a psicóloga. E é justamente nesse ponto que o relacionamento pais e filhos deve ser fortalecido: em tornar as crianças capazes de lidar com as frustrações de forma natural, contribuindo para que se tornem adultos felizes e equilibrados. “Um dos desafios da infância é o fato de quem está educando uma criança perceber que viver é também ter de aceitar limitações” (Sandra Regina Cruz).

5


Sabor e

Alimentar-se bem

Nutrição Para ilustrar a edição em que Viver melhor destaca a geração Z, segue uma receita criativa de bolo de chocolate, o qual é o favorito de muitas crianças. Esta, por seus ingredientes, é, ao mesmo tempo e em igual proporção, nutritiva e saborosa. A receita foi gentilmente repassada à redação de Viver melhor pela nutricionista Thaísa Herdt.

hábito fundamental ao desenvolvimento

Uma alimentação saudável é componente essencial para o crescimento equilibrado e desenvolvimento das potencialidades de uma pessoa. Sobre essa questão, falam à Viver melhor as nutricionistas Tatiane Coan e Thaísa Herdt, da Pró-Vida.

“Por exemplo, um sanduíche de pão integral, queijo branco e tomate, ou vitamina de fruta e cereal”, recomenda Thaísa Herdt. Thaísa explica ainda que é essencial variar os pratos e a forma de preparo do que é servido às crianças. Servir ao menos três frutas por dia. Ambas recomendam evitar guloseimas e jamais associar o consumo de chocolate ou outros doces como recompensa para os filhos. “Em casa, ter disponíveis alimentos saudáveis estimula a criança a comer corretamente”, reforça Tatiane Coan. Hábitos de higiene como lavagem das mãos antes da refeição e das embalagens e alimentos trazidos do supermercado antes do armazenamento na geladeira (ex: leite, iogurte, etc), são também cuidados essenciais, conclui Tatiane.

“É importante estimular a criança a realizar o café da manhã. Os pais devem aproveitar o momento para dialogar e recomendar, aos filhos, alimentos saudáveis.”

“Os pratos devem ter, ao menos, três cores. É interessante variar também a forma de preparo do que é servido às crianças.” Tatiane Coan Thaísa Cristhina Herdt

Nutricionista Consultas: 3631-1515

Nutricionista Consultas: 3631-1515

300g de fígado de galinha cru; Duas xícaras (chá) de chocolate em pó; Meia xícara (chá) de água quente; Seis ovos; Uma xícara e meia (chá) de açúcar; Uma xícara (chá) de óleo; Três xícaras (chá) de farinha de trigo; Uma colher (sopa) de fermento em pó.

Ingredientes da cobertura Uma lata de leite condensado; Uma lata de leite; Quatro colheres (sopa) de chocolate em pó; Duas colheres (sopa) de margarina; Dez colheres (sopa) de chocolate granulado;

Modo de preparar Bater o fígado no liquidificador, passar na peneira e reservar. Dissolver o chocolate em pó na água quente e juntar o fígado triturado. Bater as gemas até embranquecerem. Juntar o açúcar, o óleo e a mistura de chocolate, batendo sempre. Em seguida, juntar as claras em neve, misturando levemente. Acrescentar a farinha de trigo e o fermento. Colocar em forma untada e enfarinhada, em forno médio, por 30 minutos. Fazer a cobertura misturando todos os ingredientes, menos o chocolate granulado, e levando ao fogo até desgrudar da panela. Passar sobre o bolo previamente furado com palitos e decorar com o chocolate granulado. Uma delícia para curtir em família!

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

As nutricionistas destacam a necessidade de, no dia a dia, os pais oferecerem à criança um bom exemplo com relação à alimentação, incluindo em seu próprio cardápio frutas e verduras e demais alimentos saudáveis. Cabe a eles, ainda, alertarem as crianças com relação ao malefício trazido pelo consumo de doces (surgimento de cáries, por exemplo). Prevenir a obesidade e as dislipidemias (elevação do colesterol) desde a infância faz a diferença na idade adulta. “Para tanto, hábitos como servir sucos naturais e incentivar a ingestão de água, evitando os refrigerantes, são importantes”, destaca Tatiane Coan. Os lanches devem contemplar os grupos alimentares, contendo carboidratos (nutriente energético), proteína (nutriente construtor), uma fruta ou vegetal (nutriente regulador).

Ingredientes da massa

7


Uma família no século XXI

Pais e filhos, frente à realidade deste início de século, têm um novo desafio: o de dialogar e de partilhar um cotidiano marcado pela diversidade de informações e de novas tecnologias. Para ilustrar a edição cujo tema é a geração Z, Viver melhor entrevistou uma família, para saber como é, na prática, lidar com as demandas da geração do futuro. A empresária Maria Jucélia Schotten Nascimento, 38 anos, de São Martinho, junto ao esposo Lívio, busca, continuamente, estabelecer com as filhas Larissa, 15 anos, Letícia, 13, e Laura, de três, uma relação harmoniosa e de confiança. Viver melhor – Em sua opinião, que desafios pais e filhos vivenciam atualmente?

VM – Que mensagem você deixa aos pais, Jucélia? J – Que aproveitem ao máximo o tempo que têm com seus filhos para orientá-los quanto ao melhor caminho que estes podem adotar.

escola Para a pedagoga Clésia Mendes Zapelini (foto), coordenadora pedagógica do Colégio Dehon, de Tubarão, o grande desafio da geração Z é o relacionamento. “Trabalhar em conjunto e colocar em prática valores como a alteridade (colocar-se no lugar do outro), a ética e a moralidade compõem o desafio que a criança, junto aos pais e à escola, tem de lidar”, destaca a educadora. Com relação ao bom uso da Internet e outros aparatos tecnológicos, Clésia faz uma importante pontuação. “É comum ouvirmos que as crianças, atualmente, lidam bem com a tecnologia. Elas dominam a técnica, certamente. Entretanto, não têm maturidade para, por exemplo, terem um perfil nas mídias sociais uma vez que estas são indicadas para maiores de 18 anos. Desse modo, a orientação e o monitoramento sobre o uso que a criança faz da tecnologia cabe aos pais, estando atentos a tudo a que seus filhos estão tendo acesso”, alerta. “Quanto mais intensiva for a atenção dada à educação e ao desenvolvimento da criança, menos problemas serão enfrentados no futuro”, finaliza.

VM – As meninas mais velhas, com relação à Laura, têm uma diferença de idade considerável. Como vocês lidam com isso? J – A chegada da Laura motivou, em nós, uma adaptação. Buscamos, então, realizar

Clésia Mendes Zapelini Pedagoga

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Jucélia – Hoje em dia, há, de nossa parte, uma grande preocupação em orientar nossas filhas com relação aos perigos das drogas, a importância das boas amizades, educando -as para a vida em sociedade. Falamos dos pontos positivos e negativos do que a mídia mostra, orientando-as também quanto ao uso do celular e da Internet. Esse é, a meu ver, o grande desafio da atualidade. Frente às tecnologias, buscamos acompanhar. Jogamos videogame juntos, monitoramos o que é visto pelas meninas na Internet e estamos constantemente, próximos.

atividades que integrem a família. As meninas gostam de estar conosco, perguntam como era nossa infância, gostam de viajar e de ir ao cinema em nossa companhia, o que é muito gratificante.

O papel da

9


aventura Esportes de

O esporte, além dos diversos benefícios que traz à saúde, é componente indispensável ao bem-estar, elevação da autoestima e entretenimento. Para tanto, Viver melhor preparou, para você um especial sobre os chamados esportes de aventura, listando aqueles praticados em nossa região. Os esportes de aventura são modalidades esportivas que, muito além dos benefícios físicos, favorecem a aproximação do praticante à natureza, ao combate ao estresse e aos medos e melhoria na qualidade de vida. Neste guia, vamos falar das seguintes modalidades: rapel, escalada, ciclismo e trilha. Vamos nessa?!

Superação de medos e comunhão com o meio ambiente rochas) quando em academia de escalada, nas quais as paredes são preenchidas com agarras que simulam a rocha. “No estúdio, há paredes de escalada indoor, em que ensino os primeiros passos para os alunos e preparo-os para escalar na rocha”, destaca o educador físico, que também integra o Grupo de Montanhismo de Tubarão. Em 2009 e 2010, Tubarão sediou uma etapa do Campeonato Estadual de Escalada.

Leandro Campos ressalta que Tubarão tem inúmeros motivos para investir no desenvolvimento dessa modalidade esportiva. “Um deles é estar localizado entre a Serra e o Litoral catarinense, os quais têm incontáveis montanhas e paredes rochosas, além de, em seu território (como o Morro da Antena), o município possuir um acervo de rochas ideal para a prática da escalada”, reforça. “A escalada é um esporte que desenvolve todo o corpo sem sobrecarregar uma única parte. Por isso, é ideal para ser trabalhada nas aulas de Educação Física, “pois promove o desenvolvimento de características motoras, cognitivas, afetivas, sociais e físicas do aluno”, ressalta Leandro.

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Estimular o praticante a, ao escalar, lidar melhor com os obstáculos que o cotidiano apresenta. Essa é a finalidade da prática da escalada, conforme destaca o educador físico Leandro Campos, treinador e proprietário do Studio Granito, especializado em esportes de aventura. Formado em Educação Física pela Unisul, Leandro trabalha com as modalidades de escalada, rapel e slackline desde 2008. A escalada é um esporte que pode ser praticado no ambiente externo (em

11


Rapel e slackline

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

12

O rapel pode ser praticando durante uma escalada e também de forma independente. Consiste no oposto da escalada (movimento de subida), nesse caso descer de certa altura com auxílio de cordas em rochas, cachoeiras, penhascos e, no meio urbano, em edifícios. Já o slackline é um esporte semelhante à “corda bamba”, sucesso dos circos, teve inicio na cidade de Yosemit (nos Estados Unidos, cidade mundialmente conhecida por sediar um parque especialmente preparado para a prática de esportes radicais) com um grupo de escaladores.

Os praticantes da modalidade devem se concentrar para não cair da fita, praticando, durante o exercício, saltos e manobras. Manter o equilíbrio e a concentração é essencial à prática da modalidade. Na modalidade, todo um trabalho pedagógico é feito, visando à manutenção do equilíbrio na corda, à superação de limitações e à adaptação do praticante ao esporte. Para a prática da slackline, não há restrições. Qualquer pessoa pode praticá-la. Com relação à segurança, esta é componente indispensável à prática dos esportes de aventura, tanto indoor quanto (e sobretudo) no meio externo. Quem desejar saber mais sobre as modalidades destacadas, pode entrar em contato com o Studio Granito, por meio do telefone 9955-4141 ou o e-mail escaladagranito@gmail.com.

“A prática dos esportes de aventura aproxima o ser humano do meio ambiente, favorecendo a conscientização quanto à preservação da natureza.” (Leandro Campos).


Aventura sobre

os pedais

Trilha

Obstáculos transpostos, solidariedade reforçada

“A trilha favorece a integração e a solidariedade, algo essencial na superação dos obstáculos nos locais em que a praticamos.” (Ramon Marcelino Corrêa).

a colaboração, a confraternização e, em virtude dos obstáculos que enfrentamos nos trajetos, a solidariedade entre os amigos, não a competição”, destaca Ramon. Para a prática do esporte, terrenos acidentados, íngremes e difíceis de atravessar, em decorrência da lama, das pedras e outros obstáculos, são os locais favoritos dos adeptos das trilhas de moto. A segurança é um aspecto que deve ser sempre observado na prática de um esporte de aventura. No caso das trilhas, capacete, joelheira, protetor de peito e de pescoço são equipamentos imprescindíveis. Quem tiver interesse em obter mais informações sobre o esporte e o grupo Amigos da Lama, pode entrar em contato com Ramon pelo e-mail ramonvendas@live.com.

Os interessados devem entrar em contato com a loja Shop Bike, localizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro - Tubarão – próximo ao Angeloni, e também com a filial em Capivari de Baixo (próximo à Caixa Econômica Federal). Os telefones são: 3623-5760 (Shop Bike Capivari de Baixo) e 36322030 (Shop Bike Tubarão). “Aproveitar o que a natureza tem a oferecer de forma segura e interativa. Essa é a finalidade das pedaladas noturnas.” (Severiano Mendes).

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

O grupo de trilhas Amigos da Lama (em uma alusão aos locais em que as trilhas são promovidas) foi criado em 20 de julho último com o objetivo de reunir adeptos das trilhas de moto. Conta, atualmente, com dez integrantes. De acordo com o integrante do grupo Ramon Marcelino Corrêa, o grupo reúne-se todos os finais de semana, com o objetivo de realizar trilhas e passeios pelo interior do Sul Catarinense. Localidades como o Sertão dos Corrêas, em Tubarão, Jaguaruna e São Ludgero, têm sido destinos dos Amigos da Lama. “A grande finalidade de nossos encontros, além de conhecer lugares e compartilhar a paixão que todos temos pelo esporte, é a integração”, diz Ramon. De modo diferente de outras modalidades, “a trilha é um esporte que favorece

Ramon, integrante do grupo Amigos da Lama

P Para os fãs da bike, em Tubarão, há uma excelente pedida. São as chamadas pedaladas noturnas. De acordo com um de seus promotores, Severiano Mendes, o Dadá, as pedaladas ocorrem em dois a três dias por semana. “Nestes, por volta das 19h30min, cuidamos para que todos os integrantes estejam prontos para mais uma noite de saúde e aventura. As bicicletas são preparadas com os itens de segurança, como sinaleira, farol (sinalizador) e capacete”, explica. “O intuito é fazer com que as pessoas sintam-se mais à vontade para a prática do esporte, favorecendo, além da saúde, a integração entre os praticantes”, pontua Dadá. O trajeto é decidido pelos participantes. A cada pedalada noturna, “tomamos um rumo diferente, em geral na área rural nos arredores de Tubarão, por não haver tráfego nessas localidades”.

13


Centro de Diagnose e Tratamento Oftalmológico

Em favor de

sua visão

Efetuar, em um mesmo lugar exames oftalmológicos complementares de alta tecnologia, alguns até então inéditos em Tubarão e região. Esse foi o objetivo que motivou a criação do Centro de Diagnose e Tratamento Oftalmológico. De acordo com os oftalmologistas Bárbara Narciso Prim e Celso Borges de Souza, os exames realizados no centro “auxiliam os oftalmologistas tanto no diagnóstico como no acompanhamento e tratamento de doenças oculares. Para tanto, o centro dispõe de uma equipe de Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

14

médicos e funcionários altamente qualificados”, afirma Dra. Bárbara. Na unidade, que possui equipamentos de última geração, comparáveis aos dos melhores centros oftalmológicos do país, são realizados exames para pré-operatório de catarata, diagnóstico e tratamento de doenças da retina e do vítreo. Realizam-se também os exames necessários ao diagnóstico e acompanhamento do glaucoma e das doenças corneanas. “Dentre estes, destaco o OCT (Tomografia de Coerência Óptica), o qual possibilita diagnosticar doenças da retina e o comprometimento do nervo óptico em casos de glaucoma avançado”, explica Dr. Celso. Muitos dos equipamentos que estão à disposição no Centro de Diagnose e Tratamento Oftalmológico são exclusivos no Sul do Estado.

“Os exames realizados no centro auxiliam os oftalmologistas tanto no diagnóstico como no acompanhamento e tratamento de doenças oculares”.

“A finalidade é oferecer, aos pacientes, maior comodidade, não havendo necessidade destes se deslocarem para outros centros para a realização de exames e procedimentos”.

Dra. Bárbara T. Narciso Prim Oftalmologista

Dr. Celso Borges de Souza Oftalmologista


Terapia antiangiogênica

está disponível na Pró-Vida

Prevenção da

Conjuntivite A conjuntivite, doença comum na primavera é uma inflamação da conjuntiva, membrana que reveste o “branco” do olho, podendo causar alterações na córnea e nas pálpebras. Os sintomas são: olhos vermelhos e irritados, secreção, pálpebras inchadas e sensação de areia nos olhos. A conjuntivite pode ser alérgica, viral, bacteriana ou causada por irritação química.

Somente as infecciosas (virais e bacterianas) são contagiosas. O contágio acontece pelo contato físico do olho com as mãos, objetos ou toalhas contaminadas. “A conjuntivite mais comum na primavera é a alérgica, a qual não passa de uma pessoa para outra. Diferente a conjuntivite bacteriana, que é transmissível e mais comum no verão”, destaca a Dra Bárbara.

A conjuntivite alérgica acomete mais as crianças do que os adultos. Esta, alerta Dr. Celso, deve ser rapidamente diagnosticada, já que os riscos são iminentes pelo fato de as crianças coçarem os olhos com frequência, podendo desenvolver patologias graves, como o ceratocone, causando alterações visuais e até cegueira. Em todos os casos, o acompanhamento do oftalmologista é fundamental. “Salientamos ainda, que devido ao uso indiscriminado de colírios é cada vez mais difícil o tratamento das conjuntivites. Por isso, ao notar qualquer dos sintomas mencionados , procure o médico oftalmologista.

“O procedimento realizado no centro cirúrgico é indolor e seguro para o paciente”. Dr. Marcelo C. Medeiros Oftalmologista

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Crianças

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é a principal causa da perda da acuidade visual em pessoas em idade avançada. Atinge cerca de 8% dos indivíduos com mais de 50 anos, crescendo até acometer 2/3 das pessoas com 90 anos. Em página especial publicada pelo Hospital Albert Einstein na revista Época,estima-se que, até 2025, os casos de DMRI triplicarão em todo o mundo. Segundo o oftalmologista Marcelo Cochlar Medeiros, há dois tipos de DMRI, a forma seca (atrófica) e a forma úmida (exsudativa). A primeira é a mais comum (90% dos casos), menos agressiva e de progressão gradual. A DMRI úmida (10%) é uma progressão da forma seca e causa perda aguda da visão. A terapia revolucionou o tratamento da DMRI úmida com drogas que bloqueiam o fator de crescimento dos vasos sanguíneos. O Avastin® é aplicado no fundo de olho (injeção intravítrea) e age diretamente na área afetada, possibilitando a reversão da perda visual em muitos casos. Por isso, a terapia tem sido muito utilizada a Oftalmologia nos últimos cinco anos. Estudos recentes mostraram a eficácia desses medicamentos também no tratamento da retinopatia diabética e oclusões vasculares (trombose) da retina.

15


Pronto atendimento

O amor

faz a diferença em...

O bem-estar do paciente como prioridade máxima Visando ao bem-estar de seus pacientes, a Pró-Vida está realizando a reforma do Conforto 1, nas dependências do Pronto Atendimento. O banheiro será ampliado, para favorecer a entrada dos pacientes em cadeiras de rodas e poltronas confortáveis e flexíveis serão disponibilizadas no local. “Percebemos que muitos pacientes que ficavam no conforto para a administração de soro e medicamen-

Na realização de um procedimento pequeno, como extração de uma unha ou sinal, bem como na cobertura de um ferimento, os cuidados relacionados à higiene e proteção da área ferida são fundamentais. Não dar a adequada atenção a esse aspecto pode ocasionar a inflamação da área e outros problemas. Para tanto, o Pronto Atendimento da Clínica Pró-Vida dispõe, durante seu horário de funcionamento (de segunda a segunda, das oito às 23 horas) do serviço de realização de curativos. De acordo com Aline Baggio, para que o paciente disponha do serviço, é obrigatória

a prescrição médica. “A partir disso fazemos uma avaliação do ferimento. Realizamos curativos de toda extensão, inclusive os feitos em material especial, utilizados, sobretudo em queimaduras, os quais favorecem uma recuperação muito mais rápida da área ferida”, explica Aline. Ela frisa que, como em todo processo de recuperação, a boa alimentação e a ingestão de água favorecem a imunidade. “Fatores que, aliados à correta higienização e proteção do ferimento, contribuem para o restabelecimento do paciente”, conclui.

No Dia das Crianças, Viver melhor entra no clima, falando de um desenho que mostra que a pureza e a sinceridade infantis são capazes de “derreter” até os corações mais gelados. É o que acontece a Gru, o vilão protagonista de Meu malvado favorito (2010). Ridicularizado pela associação de vilões por seus planos sempre falharem, ele pretende mudar isso. Para isso, tem a ideia de roubar nada menos do que a Lua. Para tanto, ele se arma de raios encolhedores, congelantes e outras armas perigosas para chegar a esse objetivo. Em meio a muitas trapalhadas, o que Gru ainda não sabe é que seu maior desafio ainda está por chegar. Três garotinhas que sonham em ser adotadas veem no “malvado” (que não é tão malvado assim) o pai que nunca tiveram. O desenho nos ensina que o crime nunca compensa e que o amor é a única “arma” capaz de nos tornar melhores. Até a próxima! Marília Köenig

Redatora comunicacao@clicprovida.com.br Fonte da foto: www.arteview.com.br/

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Curativos

tos preferiam permanecer sentados durante o tempo que ali estavam. Por essa razão, colocaremos as poltronas, tão confortáveis quanto os leitos”, explica a gerente operacional da clínica, enfermeira Aline Oenning Baggio. A ideia é “favorecer a comodidade do paciente, facilitar o acompanhamento deste pela equipe e proporcionar, ao colaborador, um ambiente de trabalho mais funcional e organizado”, explica Aline.

17


Dia do

dentista

Pró-Odonto

melhorias em favor do atendimento ao paciente

“Em cada uma de nossas iniciativas, a intenção é tornar cada vez melhor o atendimento prestado aos pacientes do momento que chegam à recepção até a hora em que saem do consultório”.

vo em torno da Ortodontia, o enfoque nas cirurgias e na clínica geral cresceu muito nos últimos anos. “Essa foi a principal razão pela qual resolvemos realizar a reforma, tendo em vista que, com essa expansão nos serviços da Pró-Odonto, por meio da grande procura por ambas as especialidades, sentiu-se a necessidade de consultórios fechados”, afirma o responsável técnico. Por meio dessa mudança “vamos melhorar consideravelmente a disposição e tamanhos dos consultórios tornando-os mais confortáveis e reservados aos nossos clientes”, conclui Dr. Vinícius.

Dr. Vinícius M. de Paula Machado Cirurgião-dentista Consultas: 3631-1500

FONTES: http://www.portalsaofrancisco.com.br/ alfa/outubro/dia-do-dentista.php http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-do-dentista.htm

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Com a finalidade de melhor atender aos pacientes, a Clínica Pró- Odonto, está passando por uma reformulação de espaço. De acordo com o responsável técnico pela Pró-Odonto, Dr. Vinícius de Paula Machado, os consultórios serão individualizados. “Isso porque, quando a clínica foi criada, nosso enfoque era a Ortodontia. Com o passar do tempo, porém, sentimos a necessidade de tornar os consultórios mais reservados para os nossos pacientes”, explica Dr. Vinícius. Embora, na atualidade, a clínica continue desempenhando um trabalho intensi-

Ao redor do mundo, comemora-se o Dia do Dentista em 03 de outubro. A primeira escola dentária foi fundada em 1840 em Baltimore, nos Estados Unidos. No Brasil, no entanto, comemora-se o Dia do Dentista em 25 de outubro. Nessa data, no ano de 1884, foi assinado o decreto 9.311, o qual criou os primeiros cursos de graduação em Odontologia do Brasil, no Rio de Janeiro e na Bahia. Foi por meio de uma portaria do Conselho Federal de Odontologia que 25 de outubro tornou-se a data oficial para a comemoração do Dia do Dentista Brasileiro. A todos os cirurgiões-dentistas, a Pró-Vida deseja, por meio da Viver melhor, muito sucesso e realizações.

19


Dia mundial de

combate ao câncer

Uma reflexão humanizada sobre o câncer de mama

27 de novembro é consagrado como o Dia Mundial de combate ao Câncer. Para lembrar a data e destacar a importância da orientação médica para a prevenção e combate da doença, Viver melhor conversou com o oncologista e cancerologista cirúrgico Alexandre Nascimento Mateus, da Pró-Vida. Na entrevista, ele destacou o câncer de mama, que, na atualidade, é o que mais mata mulheres em nosso país, tendo alta prevalência em todo o mundo. De acordo com dados do InCa (Instituto do Câncer), o câncer de mama é o que mais acomete mulheres em todo o mundo, e também no Brasil. Nas mulheres, a doença afeta a percepção da sexualidade e da imagem pessoal da mulher. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas acima dessa faixa etária sua incidência cresce progressivamente. O câncer de mama mais frequente é o chamado esporádico (ou não

-hereditário). Ao contrário do que se pensa, a hereditariedade é fator causador de cerca de somente 5 a 10% dos casos. No Brasil, o câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres. As estatísticas indicam o aumento de sua frequência tantos nos países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento. A doença também pode acometer homens, e a relação homem/ mulher é de um para cem.

Diagnóstico

Tratamentos A cirurgia para o tratamento do câncer de mama pode ser conservadora (quando se retira apenas uma parte da mama, também chamada de quadrantectomia) ou radical (quando se retira a mama, chamada de mastectomia). A quimioterapia e a radioterapia são recursos também utilizados para o combate à doença e também para evitar que o crescimento desordenado de células cancerosas ocorra em outros lugares do corpo.

“O câncer de mama tem incidência direta sobre a forma como a paciente se percebe, cabendo, nesse momento, ao médico, apoiá-la e oferecer conforto frente ao quadro. Daí a importância de realizarmos um trabalho humanizado, algo trabalhado intensivamente na Oncologia”, destaca. Na atualidade, no caso de uma mastectomia, em que se extrai uma ou as duas mamas, para as mulheres que, porventura, tenham sido submetidas ao procedimento, há alternativas que visam a resgatar a autoestima. “Toda paciente que passa por esse procedimento sofre o que chamamos de ‘luto da mama’. Hoje, realizamos um trabalho multidisciplinar em que o cirurgião plástico reconstrói a mama da paciente”, explica.

Grupo de oncologia Na Pró-Vida, médicos de diferentes especialidades compõem o Grupo de Oncologia. “Formamos o grupo com a finalidade de estudar e compartilhar informações sobre os casos de câncer que nos chegam ao consultório. Assim, podemos proporcionar, aos pacientes, uma visão multidisciplinar”, conclui Dr. Alexandre.

Autoexame

O exame das mamas realizado pela própria mulher não substitui o exame físico realizado pelo médico. Ao perceber alguma alteração nas mamas (caroços, reentrâncias, secreção nas mamas e outros), deve-se buscar orientação médica imediatamente. FONTES: www.inca.org.br BOFF, Ricardo Antônio; WISINTAINER, Francisco (org.). O que quem saber sobre câncer de mama: as 100 perguntas mais frequentes. 3 ed.. Caxias do Sul:Mesa Redonda, 2007.

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Apesar de o câncer de mama ser facilmente curável se descoberto em sua fase inicial, cerca de 50% dos diagnósticos é feito tardiamente. A mamografia, tendo a ultrassonografia das mamas como complemento, são exames essenciais à prevenção. Deve ser realizada pelas mulheres após os 40 anos, se não houver histórico familiar, haja vista ser na fase entre os 45 e os 60 anos o pico de incidência da doença. Se, no entanto há histórico de câncer de mama na família, é necessário que a investigação seja feita mais cedo. “Contudo, temos percebido uma incidência cada vez maior em pacientes jovens”, destaca o médico.

Humanização

21


Solidariedade

Você sugere, a Pró-Vida doa. Todos ganham.

Praticar a solidariedade e a responsabilidade social e, ao mesmo tempo, receber as sugestões e dicas de seus clientes. Estes foram os objetivos que motivaram a Pró-Vida a disponibilizar, no Pronto Atendimento e em outros setores, os guichês de sugestão. Para participar, é muito simples. O cliente participa da pesquisa de satisfação e escolhe uma entidade assistencial da região para receber as doações da clínica. Para a entidade mais votada, a Pró-Vida

faz as doações. Cada sugestão corresponde a um quilo de alimento (ou produtos de higiene, ou caixas de leite) que a clínica entrega à instituição. Em 20 anos de trabalho, “temos organizado ações que visam a tornar mais fortes nossos laços com a comunidade. A união entre nossos colaboradores, médicos e clientes, em especial nesta iniciativa, tem sido vital para concretizarmos essa meta”, destaca o gerente geral da Pró-Vida, Fábio Vandresen.

Entre os dias 21 e 24 de novembro, acontece a décima segunda edição da Semana da Caminhada. O evento é promovido pela Pró-Vida e seus parceiros (Farmácia Maria Rocha, Ortomed e SESC) visa a promover a prevenção em saúde e incentivar a prática da atividade física. A Semana da Caminhada acontece desde 2006, duas vezes por ano (em março e novembro), reunindo, a cada edição, cerca de 500 participantes. As atividades ocorrem em dois pontos: em frente à sede da clínica (na Av. Marcolino Martins Cabral) e no quiosque de exercícios próximo ao Farol Shopping.

Ambulatório de Especialidades O maior centro de especialidades da região. Corpo de especialistas conceituados contando com mais de 90 profissionais. Cardiologia Cardiologia Pediátrica Cirurgia Geral Cirurgia Buco-maxilo Facial Cirurgia Oncológica Cirurgia Pediátrica Cirurgia Plástica Cirurgia Torácica Clínica Geral Dermatologia Endocrinologia Gastroenterologia Ginecologia Homeopatia Neurologia

Neurologia Pediátrica Nutrição Obstetrícia Oftalmologia Oncologia Ortopedia Otorrinolaringologia Pediatria Pneumologia Pneumologia Pediátrica Proctologia Psicologia Psicopedagogia Psiquiatria Urologia

Centro de Diagnósticos

O que você precisar em exames encontra aqui. Modernos equipamentos, diagnóstico eficaz, profissionais especializados

Exames do Aparelho digestivo   Exame Cápsula Endoscópica   Manometria Esofágica   pH-metria   Vídeo Endoscopia Digestiva Alta Exames do Intestino Grosso, Reto e Ânus   Manometria Anorretal   Vídeo Retossigmoidoscopia   Vídeo Colonoscopia Exames Cardiológicos   Ecocardiograma (Adulto e Pediátrico)   Ecocardiograma com Stress Fisíco   Eletrocardiograma   Holter 24h Mapa   Teste de Esteira Exames Oftalmológicos   Angiofluoresceinografia   Biometria Campimetria   Fotocoagulação a Laser   OCT (Tomografia de Coerência Optica) Microscopia Especular   Paquimetria   Retinografia Digital   Topografia   Ultrassom de Globo Ocular Exames Radiológicos   Mamografia Digital   Raio X Digital   Tomografia Digital Ultrassom   Ultrassom com Dopler   Ultrassom Morfológico   Ultrassom Obstétrico 4D Ultrassom para Procedimentos Invasivos Biópsias e Punções Ultrassom Geral Outros exames   Broncoscopia Eletroencefalograma   Espirometria   Polissonografia Urodinâmica

Viver Melhor | Setembro / Outubro / Novembro / 2011

Semana da caminhada

Na Clínica Pró-Vida, você encontra:

23



EDIÇÃO 25 - SET.OUT.NOV - 2012