Page 1


Informe Viver Melhor

Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Editorial

Nós cuidamos bem de você Fiel ao seu slogan “cuidando bem de você”, a Clínica Pró-Vida busca oferecer ao grupo da terceira idade, ou aos que dele se aproximam, uma gama de programas. Para nós, da Pró-Vida, a longevidade tem que ser alcançada com respeito, dignidade e sem preconceitos. Nos últimos anos o número de pessoas idosas alcançou níveis expressivos. Em nossa região sul do Brasil vivemos a melhor expectativa de vida nacional, acima dos setenta anos. Os serviços médicos precisam estar atentos para o boom da terceira idade. A Pró-Vida vem cumprindo este papel. O calendário vacinal é atualizado. Novas

Novos médicos

técnicas são admitidas para mais precocemente detectar possíveis alterações do envelhecimento normal. A terapêutica disponível é abrangente. Recentemente encontraram-se, na recepção da Pró-Vida, uma jovem mãe de 25 anos amamentando seu recém-nascido de 28 dias, um senhor de 46 anos fazendo companhia a seu pai, um empertigado idoso de 82 anos. Ao observador, um choque de gerações. O que buscavam os clientes da Clínica? O octogenário, como a servir de exemplo, comentava que sempre dedicou cuidados especiais a sua saúde, cumpria seu calendário vacinal e os exames

preventivos eram levados a sério. Aproveitava a presença do filho para dar uma esticada a outros endereços e ter diminuída a agressão do trânsito. Considerava-se levar a vida com muita dignidade. A mãe buscava para seu descendente o traçado para o melhor caminho a alcançar a adolescência e daí a fase adulta. Com certeza a criança bem orientada de hoje será o adulto e idoso sadios do futuro. A nós da Clínica Pró-Vida, cabe a missão de oferecer a ajuda médica para que isto aconteça.

Arary C.Bittencourt I Diretor Clínico

Preocupada em oferecer o mais completo serviço de saúde ao cidadão de Tubarão e região, a Clínica Pró-Vida tem investido na contratação de profissionais especialistas nas mais diversas áreas médicas. Alguns desses profissionais, como a especialista em pediatria e genética médica, Dra Pricila Bernardi, prestam atendimento que é único em toda a região. Com isso a Pró-Vida quer evitar que você tenha que se deslocar para outros centros em busca de atendimento especializado. Afinal o seu conforto e bem-estar, são o nosso melhor resultado. Confira as novas especialidades da Clínica.

Dr. Ricardo Reis Nascimento Cirurgia do aparelho digestivo, vídeo cirurgia e cirurgia bariátrica

Dr. Cassiano Coral Accordi

Especialista em Cirurgia Oncológica

Dr. Rodrigo D’Agostini Derech

especialista em pediatria e genética médica

Especialista em Geriatria

Em junho deste ano os sócios e todo o corpo de funcionários da Pró-Vida participaram de um jantar em comemoração aos 15 anos de fundação da Clínica. A festividade aconteceu no Clube dos Ferroviários. Na ocasião foram homenageados os sócios fundadores. A atual diretoria (foto) participou das homenagens.

2

Dra. Pricila Bernardi

Informativo Pró-Vida

Publicação Trimestral de responsabilidade da Clínica Pró-Vida Dr. Jaime César Souza - Diretoria Executiva Dr. Nei E. Fava - Diretoria Executiva Dr. Varne Viana - Diretoria Executiva Fábio Vandresen - Gerente Redação: Denilson Simerman Jornalista - SC 02158-JP e-mail: denilsontb@gmail.com Fotografia: Pâmella Souza dos Santos Projeto visual: Adriano Fernandes da Silva Designer Gráfico e-mail / msn: adriano_fs@hotmail.com


Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Informe Viver Melhor

entrevista

Aconselhamento Genético: Por que ele é tão importante na sua vida? No primeiro semestre deste ano a Pró-Vida reafirmou o seu pioneirismo na área de saúde ao trazer para Tubarão os serviços da médica Pricila Bernardi, especialista em pediatria e genética médica. Pela primeira vez a região conta com um profissional nesta área. Nesta entrevista, Pricila, que desde o início de abril atende na Pró-Vida, fala um pouco sobre o que faz o médico geneticista e a importância do aconselhamento genético para prevenção e acompanhamento de doenças. Viver Melhor – O que faz o médico geneticista? Pricila: É o médico especializado em genética clínica, ou seja, a área da medicina que visa esclarecer o diagnóstico, avaliar a evolução, realizar o aconselhamento familiar e a orientação terapêutica de pacientes de todas as idades que possam apresentar algum distúrbio de origem genética. Viver Melhor – Que tipo de pacientes o geneticista atende? Pricila – Em geral, os pacientes recorrem ao geneticista devido anomalias observadas já ao nascimento como, por exemplo, malformação nos pés, no coração, na face; ou porque apresentam características compatíveis com a Síndrome de Down. Os pacientes também vêm em busca de atendimento quando existe na sua família uma doença transmitida por várias gerações (caráter hereditário). Entretanto, é o médico geneticista que vai investigar as causas de muitas outras condições clínicas. Viver Melhor – Poderia dar exemplos? Pricila – Casos em que o paciente apresenta retardo mental ou autismo; distúrbio da determinação ou diferenciação sexual (hermafroditas, genitália indefinida, etc); alterações do crescimento (baixa estatura ou super crescimento). Ou ainda pacientes que apresentam distúrbios degenerativos neurológicos e musculares e que podem ter inícios em diferentes faixas etárias. O acompanhamento do geneticista também é importante em casos como: casais com histórico de

infertilidade ou que tiveram três ou mais abortos ou ainda, casais que possuem algum grau de parentesco ou que já tiveram um filho com algum problema de malformação. Também para gestantes com suspeita de anomalia fetal (diagnóstico pré-natal), com idade acima de 35 anos ou com algum outro fator de risco para o feto, como uso de medicamentos, de álcool e drogas ou doença materna. Viver Melhor – O geneticista trata doenças? Pricila – Poucas doenças genética têm tratamento, então a finalidade maior da avaliação genética feita por um especialista não é tratar as doenças. Quando se faz uma investigação genética existe a possibilidade de se chegar a um diagnóstico, conhecer as causas da doença e com isso, conhecer a evolução da doença. Sendo assim é possível fazer um acompanhamento mais adequado do paciente, lhe dando melhor qualidade de vida e possibilitando fazer o aconselhamento genético desta família. Viver Melhor – O que é o aconselhamento genético? Pricila – O aconselhamento genético é a etapa da avaliação genética em que o médico irá transmitir ao paciente e à sua família, da maneira mais eficiente e confortadora, as conclusões clínicas, as possibilidades de tratamento, e as medidas necessárias para um adequado seguimento do paciente. Além disso, o aconselhamento genético tem a importante função de informar os riscos de recorrência da doença nesta família, permitindo aos seus integrantes planejarem o nascimento dos seus filhos. Viver Melhor – É possível prevenir o surgimento de uma doença genética? Pricila – É possível prevenir aquelas doenças que sofrem influência de fatores ambientais e que podem causar deficiências físicas, mentais ou sensoriais, como por exemplo, a rubéola congênita, as malformações isoladas da coluna vertebral e a anencefalia (ausência de cérebro no feto). No caso da rubéola, recomenda-se

3

que as mulheres em idade fértil sejam vacinadas pelo menos 4 meses antes de engravidar, se ainda não tiveram a doença. Para a prevenção dos defeitos na formação do cérebro e da coluna, é indicado a todas mulheres utilizarem o ácido fólico por três meses antes da gravidez. O ácido fólico é uma vitamina de baixo custo e de fácil aquisição. Além disso, recomenda-se que as mulheres tenham seus filhos até os 35 anos, pois acima desta idade aumentam os riscos para o nascimento de uma criança com Síndrome de Down ou outras anomalias dos cromossomos (estruturas presentes na célula que contêm o material genético). Toda gestante deve ter um acompanhamento pré-natal com controle adequado da pressão arterial e da glicose sanguínea, pois tanto a hipertensão arterial quanto o diabetes podem causar malformações e retardo mental no bebê. Por este mesmo motivo, é muito importante que a gestante não fume e nem faça uso de bebidas alcoólicas. Viver Melhor – É verdade que o casamento entre primos aumenta o risco de nascerem filhos com doença genética? Pricila – Algumas doenças genéticas são causadas quando um erro genético que está presente tanto na mãe quanto no pai, ocorre em “dose dupla” no filho. O casamento entre pessoas da mesma família promove o encontro de informações genéticas semelhantes, sejam elas normais ou não. Quanto maior o grau de parentesco entre o casal, maior a possibilidade de se somarem as informações com erro genético, por isso maior a chance de nascerem crianças com doenças genéticas com este padrão de herança.


Informe Viver Melhor

Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Catarata Dr. Celso Borges Oftalmologista

Dr. Leonardo Delpizzo Oftalmologista

Dr. Rui Orlandi Oftalmologista

Clínica oferece nova técnica em cirurgia Mais de 20 milhões de pessoas com idade acima de 40 anos, em todo o mundo, sofrem de catarata, de acordo com a Academia Americana de Oftalmologia. Segundo o mesmo órgão 90% da população adulta será portadora da doença depois dos 70 anos. No Brasil, não há estatísticas seguras, mas especialistas indicam que pelo menos metade dos idosos sofre de catarata. Em uma definição simples, catarata é um “embaçamento” do cristalino do olho. A doença vai comprometendo a visão de forma gradual e quase imperceptível. Os efeitos sobre a qualidade de vida do paciente, no entanto, podem aumentar com o tempo. A paciente Walda Maria Gelosa Veras, de Tubarão, descobriu por acaso que tinha catarata depois de uma visita ao oftalmologista para trocar os óculos. “Tinha dificuldade principalmente para assistir televisão, mas achei que o problema seria resolvido com a troca dos óculos”, relata. Alertada pelo médico, Walda aceitou realizar a cirurgia na Pró-Vida e não se arrependeu. “Não imaginava que o procedimento seria tão simples e a recuperação tão rápida. “Poucos dias após a cirurgia já percebo o quanto minha visão melhorou”, comemora a senhora, que agora pode voltar ao seu hobby favorito: ver filmes na TV. O oftalmologista Celso Borges de Souza, integra a equipe de cirurgiões da Pró-Vida juntamente com os colegas Leonardo Delpizzo, Rui

Orlandi e o cirurgião Ernani Garcia. Para Celso as cirurgias de catarata evoluíram muito. “Hoje temos na Pró-Vida equipamentos que permitem a realização da cirurgia mais moderna que existe no mundo para correção de catarata”, afirma. O oftalmologista Leonardo Delpizzo ressalta que antigamente as cirurgias eram longas e traumáticas, mas hoje o procedimento tornou-se ambulatorial e não dura mais que 20 minutos. Ao invés de cortes o cirurgião introduz no olho uma pequena ponteira de titânio oca, com aproximadamente três milímetros de diâmetro. O equipemento, que vibra em freqüência ultrassônica, dissolve a catarata em micro fragmentos. A técnica, chamada de facoemulsificação, é a mais moderna e eficiente disponível hoje na área de oftalmologia. Os fragmentos da catarata são aspirados pela mesma ponteira e em seguida, uma lente intra-ocular dobrável é implantada através da incisão, substituindo o cristalino danificado. “O resultado é tão eficaz que, em alguns casos, o paciente nem necessita mais de óculos para enxergar ao longe”, afirma Celso Borges. Além da rapidez outra grande vantagem desse novo tipo de cirurgia é que ela não exige sutura, uma vez que a incisão é mínima. Todo o procedimento é feito com anestesia local permitindo ao paciente sair andando da Clínica no mesmo dia. A recuperação acontece em uma semana e o astigmatismo pós-operatório é menor. A nova técnica é utilizada também em pa-

4

cientes que possuem miopia ou hipermetropia e não podem fazer cirurgia a laser por terem a córnea muito fina ou o grau dos óculos muito forte. Outras lentes são implantadas conforme a necessidade do paciente. Umas protegem mais contra a luminosidade, como no caso de pessoas que dirigem por muito tempo e tem fotofobia. A cirurgia de catarata é indicada através de uma consulta, na qual é feita um diagnostico para ver em que estagio está a doença.

Saiba mais O que é Catarata? Catarata é a opacidade de uma lente do olho chamada Cristalino que, em situações normais, é claro e transparente. Com o aparecimento da Catarata, a visão se torna nublada.

Alguns sintomas comuns em portadores de Catarata: A visão se torna borrada e não há dor Aumenta a sensibilidade à luz Freqüente troca da graduação dos óculos Pode ter visão dupla em um dos olhos Há necessidade de luz mais intensa para ler A visão noturna se torna muito fraca As cores se tornam mais amareladas


Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Informe Viver Melhor

Vacinas

É melhor prevenir do que tratar Toda pessoa precisa de vacinas. Elas são a maneira mais simples e eficiente de prevenir algumas doenças. Na área de infectologia a vacina representa a garantia de que você não desenvolverá doenças infecciosas consideradas graves como o tétano, tuberculose ou varíola. A imunização também é importante para pacientes que já possuem doenças infecciosas, como hepatite viral crônica e que precisam se vacinar afim de não contraírem outros tipos de hepatite. O infectologista da Pró-Vida, Rogério So-

broza, explica que as vacinas são produzidas a partir de vírus ou bactérias. Elas estimulam o nosso sistema imunológico a produzir anticorpos contra as doenças. Depois de vacinado, caso você entre em contato com esses vírus ou bactérias, seu sistema imunológico terá condições de reconhecê-los e prontamente eliminá-los. A Pró-Vida dispõe durante todo o ano de uma variedade de vacinas, tanto adulto quanto infantis. Para as crianças, além das imunizações já previstas no calendário de vacinação, são

aconselhadas as vacinas contra meningocóccica (meningite), pneumococo (pneumonia e meningite), varicela e hepatite A. No caso dos adultos, uma vacina que deve ser feita todos os anos é a que previne contra o vírus influenza (gripe). Imunizações contra o tétano e hepatite B são indispensáveis sendo que outras vacinas como a da raiva, rubéola e varicela devem ser aplicadas se o paciente for exposto a uma destas doenças (veja tabela).

Calendário de vacinação para adolescentes Vacinas Indicação Gripe Anualmente Hepatite A Todos os adolescentes Hepatite B Todos os adolescentes São três doses:1ª na data escolhida 2ª um mês depois3ª depois de seis meses Rubéola Todos os adolescentes que não tenham sido vacinados na infância. Indicada principalmente para jovens que pretendem engravidar Sarampo Adolescente que não tenha tomado a vacina na infância ou que tenha tomado apenas uma dose Caxumba Adolescente que não tenha tomado vacina na infância ou que tenha tomado apenas uma dose Tétano-Difteria Todos os adolescentes. Se já vacinado na infância, dose de reforço a cada 10 anos. Se ainda não foi vacinado, são três doses

Calendário de vacinação para adultos Vacinas Gripe Tétano Hepatite A Hepatite B Sarampo, Caxumba e Rubéola Pneumocócica

Idades 18-49 Anualmente (março a junho) A cada 10 anos Duas doses com intervalode seis meses Três doses: intervalos: Um mês para a 2ª dose e seis meses para a 3ª Uma dose se não tiver sido vacinado Uma dose com indicação médica a cada cinco anos

50-64 Anualmente (março a junho) A cada 10 anos Duas doses com intervalo de seismeses Três doses: intervalos: Um mês para a 2ª dose e seis meses para a 3ª Duas doses para pessoas com profissões de risco Uma dose com indicação médica a cada cinco anos

maior de 65 Anualmente (março a junho) A cada 10 anos Duas doses comintervalo de seismeses Três doses:Intervalos: Um mês para a 2ª dose e seis meses para a 3ª Uma dose com indicação médica a cada cinco anos

Vacina contra HPV chega ao mercado ainda este ano Até o final deste ano deve chegar a Tubarão, através da Pró-Vida, uma vacina capaz de prevenir a infecção causada pelo vírus HPV (papilomavírus humano, na sigla em inglês). O HPV, que atinge cerca de um quarto da população feminina mundial sexualmente ativa, é responsável pela quase totalidade dos casos de câncer de colo do útero. Calcula-se que o vírus também seja responsável por 30% a 50% dos casos de câncer na vulva. Há uma centena de tipos de HPV, mas a maioria das infecções é causada por apenas quatro deles. As versões 16 e 18 do vírus são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero. Já os HPV 6 e 11 respondem por 90% das verrugas genitais. Contra estes quatro subtipos de HPV, o laboratório Merck Sharp & Dhome está lançando

no mercado a vacina Gardasil. Outro laboratório, o Glaxo SmithKline, também começará a comercializar no Brasil a Cervarix, que age contra os subtipos 16 e 18. Segundo o ginecologista obstetra da Pró-Vida, Salésio Nicoleit a novidade é recomendada como forma de prevenção a toda mulher sexualmente ativa. “O ideal é que a mulher receba a dose antes de iniciar sua vida sexual já que o vírus é transmitido através de contato sexual”, recomenda. A vacina produzida pelos laboratórios contém parte do vírus HPV, fazendo com que o organismo da mulher identifique a estrutura como um invasor e, em defesa, produza anticorpos. Dividida em três doses ela garante imunidade para o resto da vida. O Brasil é um dos países que, desde janeiro, vêm

5

testando a vacina contra o HPV. O objetivo dessa etapa do trabalho, iniciado nos Estados Unidos em 1998, é verificar a eficácia da vacina em grandes grupos populacionais. Muitos cientistas brasileiros participaram das pesquisas, entre eles, um catarinense, o Dr. Édson Fedrize. Até o momento, a realização periódica do exame papanicolao é o único meio de prevenção do câncer de colo do útero. “Mas, ainda que se comprove a eficácia da vacina, esse exame deve continuar a ser feito”, defende Dr. Salésio. Além disso, o uso de preservativos em todas as relações sexuais é primordial. A mulher deve ficar atenta aos sintomas: coceira, corrimento, sangramento anormal, principalmente fora da menstruação, odor genital e dor durante a relação sexual.


Informe Viver Melhor

Por dentro dos setores da Clínica O sucesso da Pró-Vida é fruto do trabalho de uma equipe de competentes profissionais que, nos mais diversos setores, se esforça para garantir a satisfação e o bom atendimento dos nossos clientes. A busca pelo profissionalismo e excelência dos resultados é uma missão coletiva que envolve desde a equipe de serviços gerais até o setor financeiro. “Todas as funcionárias que atuam no grupo de serviços gerais trabalham com equipamento de proteção e recebem treinamento específico nesta área”, conta a chefe de enfermagem da Pró-Vida, Marilda Lima. A equipe, composta por Arlete, Conceição, Rosinete, Glória e Cida (foto acima) é responsável pela limpeza e higiene de todo o prédio da Clínica incluindo os consultórios. O mesmo profissionalismo está presente no setor financeiro, cuja responsável é a funcionária Gilvania Furlan (foto abaixo) . Encarregada de controlar as contas a pagar e receber, além dos convênios, a funcionária diz que, apesar da responsabilidade do cargo, gosta do que faz e se sente orgulhosa em participar do sucesso e crescimento da Clínica.

Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Pró-Vida Facilidades

Inaugurada em março deste ano a Pró-Vida Facilidades surgiu com a proposta de trazer para mais perto dos usuários da Clínica, alguns serviços como farmácia, ótica e uma loja de produtos ortopédicos e hospitalares. A idéia ganhou apoio de alguns empresários que investiram no empreendimento e hoje comemoram a expansão dos negócios e ampliação das vendas. Confira:

“Para nós, da Sermed, é uma honra participar desse empreendimento. A proximidade com a Pró-Vida aumentou o número de clientes e ajudou a divulgar a loja. Nossa expectativa é crescer ainda mais com a inauguração do Pró-Vida Medical Center”. João Evaldo Mayer Proprietário da Sermed materiais médicos, ortopédicos e hospitalares

“Nossa localização aqui na Pró-Vida Facilidades é ponto fundamental no negócio. Trabalhamos inclusive no mesmo horário da Clínica buscando atender o cliente da Pró-Vida. Para a VitoFarma isto já é uma tradição pois tivemos, durante sete anos, uma loja dentro da Clínica. Depois que se instalou aqui na Pró-Vida Facilidades, a VitoFarma passou a atender também o público externo. Estamos satisfeitos com os resultados”. Vito Bardini Fregnani Proprietário da VitoFarma “A partir da inauguração da filial na Pró-Vida Facilidades a Ótica Catedral – Varilux especialista passou a alcançar um público proveniente não só de Tubarão, mas de toda a Amurel. São pessoas que utilizam a PróVida e acabam atraídos para a nossa loja. Os resultados tem sido positivos. Tanto que a empresa pretende ampliar os serviços oferecidos naquele local criando,dentro da ótica, um espaço infantil e outro para óculos esportivos, além de exames de acuidade visual gratuitos. Só temos a comemorar com esta parceria da Ótica Catedral e da Pró-Vida”. Gustavo Zumblick Gelosa

Proprietário da Ótica Catedral - empresa participante do Programa Varilux Especialista

6


Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Informe Viver Melhor

Geriatra

Exames

Um especialista para a terceira idade Encarar a velhice de forma saudável e bem humorada não é exatamente a perspectiva da maior parte das pessoas que estam na chamada terceira idade. Envelhecer, no entanto, pode ser um processo tranqüilo e prazeroso, principalmente se considerada a outra hipótese: para não ficar velho é preciso morrer jovem! Brincadeiras à parte, existe um médico especialista que busca garantir justamente a qualidade de vida do paciente idoso: o geriatra. Apesar de ser uma área relativamente nova na medicina brasileira, a geriatria vem ganhando cada vez mais reconhecimento. “Nosso principal objetivo é tratar, prevenir e evitar que progridam doenças que estão ligadas ao processo de envelhecimento, entre elas as doenças vasculares, ósseo musculares e neurológicas”, explica o geriatra da Pró-Vida, Dr. Rodrigo Derech (foto acima). Além deste especialista, outros profissionais como psicólogo, nutricionista e fisioterapeuta, completam o trabalho de acompanhamento ao idoso. Para evitar ou pelo menos amenizar algumas

doenças, no entanto, é preciso cultivar desde cedo hábitos de vida saudável e cuidados com a saúde. “Pacientes idosos devem ter uma alimentação adequada além de fazerem exercícios físicos conforme sua condição, orientados por um médico e com auxilio de um educador físico. Ao mesmo tempo devem fazer atividades que lhes tragam prazer e a sensação de utilidade”, ensina Rodrigo Derech. A prevenção, no entanto, deve começar ainda antes. Segundo o médico a osteoporose - uma doença muito comum na terceira idade - pode ser prevenida com uma boa ingestão de cálcio durante as primeiras fases de vida. Já na terceira idade é importante o uso de vacinas contra a gripe, tétano e anti-pneumocócicas. O geriatra lembra que é importante procurar um especialista em terceira idade não apenas quando aparecer uma doença, mas periodicamente para que o médico possa prevenir males que venham a aparecer durante o seu envelhecimento do paciente.

Pró-Vida ajuda entidade beneficente Consciente de seu papel social, a Pró-Vida também contribui com diversas entidades beneficentes do município. Entre ela a Sociedade São Vicente de Paula - Conferência São José de Oficinas, para quem foram entregues diversas cestas básicas arrecadadas entre os funcionários e clientes da Clínica. A entidade São Vicente de Paula é uma associação de leigos Católica sem fins lucrativos e que presta auxílio a famílias necessitadas de Oficinas e bairros próximos. A sociedade está presente em 134 países e seus membros propõe-se a crescer na fé e na prática da caridade de forma organizada. A campanha para arrecadação de alimentos organizada pela Pró-Vida, teve o intuito de contribuir para o trabalho dessa entidade que realiza mensalmente a entrega de roupas e alimentos as famílias carentes especialmente no Natal.

Relação de exames que a Pró-vida oferece

Anátomo patologia Cistoscopia Colposcopia Densitometria óssea Ecocardiograma (Adulto e pediátrico) Eletrocardiograma Eletroencefalograma Espirometria Exames de Laboratório Holter digital Laboratório de Halitose Mamografia MAPA (Monitorização ambulatorial da pressão arterial)

PH-Metria Raio-X simples e contrastado Teste de Esteira Computadorizada Tomografia Computadorizada Ultra-Som com Doppler colorido Urodinamica Vídeo Colonoscopia Vídeo Endoscopia Digestiva

Especialidades Relação das especialidades da Pró-vida

Cardiologia Cardiologia pediátrica Cirurgia geral Clínica médica Cirurgia pediátrica Cirurgia plástica Cirurgia oncológica Dermatologia Endocrinologia Fisioterapia Gastroenterologia Gastroenterologia pediátrica Geriatria Ginecologia Homeopatia Infectologia Medicina do Trabalho Neurologia Nutricionista Oftalmologia Ortopedia Otorrinolaringologia Pediatria Pneumologia (adulto e infantil) Proctologia Psicologia Psiquiatria Urologia

Outros Servicos ´ Centro de estética Laser Serviços de enfermagem Centro Cirúrgico Puva

7


Setembro / Outubro / Novembro / 2006

Informe Viver Melhor

´ Talento Medico

Oftalmologista faz do hobby da tapeçaria uma arte Médico e tapeceiro. A inusitada combinação de vocações encontrou no oftalmologista tubaronense Manoel Miranda o espaço para fazer nascer um artista das formas e cores e resgatar um ofício cada vez mais raro: o de fazer tapetes. Tudo começou em 1981 quando, por influência de um amigo militar, Miranda juntou alguns novelos de lã e, com ajuda de uma revista especializada decidiu criar um tapete. “Foi uma peça pequena com desenho de ursinho e feita para nosso neto”, conta a esposa Ruth Miranda. Foi ali que a arte deu um nó na vida do mineiro, nascido em Guaxupé mas radicado desde 1949 em Tubarão, amarrando-o para sempre à paixão pelos tapetes. “Na época eu já estava aposentado da atividade médica e me entreguei totalmente a confecção de tapetes. Criei uma rotina diária em que dedicava pelo menos algumas horas no tear”, relembra o médico. E o que começou como uma simples distração, acabou se transformando numa

8

expressão artística. Para ser tapeceiro é preciso muita sensibilidade e criatividade. Algumas obras podem consumir até um ano de trabalho. Primeiro é necessário cortar os fios de lã em pedacinhos iguais, de acordo com as cores exigidas pelo desenho. Depois, pacientemente, os fios são amarrados na tela que formará, mais tarde, a base da peça. Mil traçados, muitas voltas e o mesmo movimento repetido milhares de vezes pelas mãos firmes do médico cirurgião. Pouco a pouco os desenhos vão surgindo em meio à explosão de cores vivas e a obra vai tomando sua forma. São desenhos geométricos de inspiração oriental ou africana. Em todos eles a simetria e o colorido dão vida às peças decorativas. Em pouco mais de vinte anos o médico Manoel Miranda produziu mais de trinta tapetes. Chegou a organizar uma exposição mas nunca quis vender nenhuma das peças. Todas foram presenteadas aos filhos, dois homens e três mulheres, ou permaneceram na residência da família. Hoje aos 82 anos, Manoel Miranda diminuiu o ritmo, mas não abandonou o ofício. “De vez em quando venho para o atelier trabalhar. Funciona como terapia para mim”, confessa o médico. Com a experiência que os anos lhe deram, ele sabe que a vida é como um tapete: é preciso desenhar, fio a fio, dia após dia, com cores alegres ou tristes, nossa própria história. No fim das contas essa é nossa maior obra de arte.

EDIÇÃO 07 - SET.OUT.NOV - 2006  

Catarata

Advertisement