Turma do ProLíder 2021

Page 1

PERFIL DA TURMA

PROLÍDER

2021 2021


O QUe VOcê quer fazer pelo brasil? O ProLíder é um programa gratuito de formação de lideranças que consiste em discutir o cenário atual brasileiro, junto a grandes referências, com o principal objetivo de criar negócios de transformação que busquem contribuir para o desenvolvimento do Brasil. Com uma metodologia inovadora, estamos criando uma comunidade de talentos nacionais e internacionais comprometidos em entregar resultados concretos e positivos para a sociedade por RR meio de seus 1 empreendimentos.

DE que estadoS É a TURMA PROLÍDER 2021: TO

MA 1

PI CE 2

HAITI

RN 1

1

AP

PB PE 4

PA 2

NORDESTE 12

AL

NORTE 4

AM

SE 1

BR

AC 1

BA 3

RO

SUDESTE 33

CENTROOESTE 7

DF 1 GO 4

MG 9 ES 2 RJ 7

SUL 11

MS 2 MT PR 1

RS 4

O ProLíder é uma realização do Instituto Four.

SP 15 SC 6

I


II

A ROTINA DE UM PARTICIPANTE


A ROTINA DOS NOSSOS PARTICIPANTES DE QUE IDADE SÃO NOSSOS PARTICIPANTES:

Materiais de Leitura Prévia

Os participantes recebem, antes da sua formação, materiais que irão ajudá-los a se aprofundar, individualmente, no assunto que será tratado na próxima formação. Os materiais são densos e escritos por referências na área.

Resumos e Discussões em Grupo

Após a leitura dos materiais prévios, os participantes preparam um resumo que ajudará a estruturar as ideias mentalmente e a se posicionar a respeito do que leram. Em seguida, ocorrem as discussões em grupo, onde eles poderão se posicionar a respeito do tema e discutir sobre ele com os seus colegas de turma - um debate aprofundado.

Formação ProLíder

As formações são feitas no formato "sala de aula invertida" - isto é, o(a) formador que está presente conduz um debate acerca dos assuntos apresentados previamente. Os resumos e as discussões dão aos participantes propriedade para poder discutir e aprender com as melhores referências em assuntos como desigualdade, tecnologia, energia, saúde, economia, educação e diversos outros que são tratados no programa.

Registro de Aprendizado

Uma vez que a formação tenha terminado, os participantes preparam um Relatório de Aprendizado - um registro curto que ajuda a fixar as novas ideias que foram tratadas no debate que aconteceu. Para saber mais, acesso nosso website: www.programaprolider.com.br

16-17 18-22 23-25 26-27 28-30 31-33 34+ 2

4

12

11

13

24

1

DE que ORIENTAÇÃO SEXUAl:

55hetero 8lgbt+ 3 NÃO RESPONDERAM

DE QUE RAçA:

42

2 NÃO RESPONDERAM

1

branco

9

INDÍGENA

12 PARDO

NEGRO

DE QUE GÊNERO:

30

MULHERES

36

HOMENS

III


Índice REGIÃO NORTE 2. AC - Jackson Viana

6. PA - Ana Cláudia Cunha

4. RR - Jama Wapichana

8. PA - Jonas da Silva

REGIÃO NORDESTE 11. BA - Flora Fonseca

23. PE - Hosana Gomes

13. BA - Marília Mattos

25. PE - Hugo Chaves

15. BA - Rafael Ladeia

27. PE - João Brainer Lima

17. CE - Lorena Stephanie

29. PE - Tassia Jansen

19. CE - Saul Isaías

31. RN - Erick Medeiros

21. MA - Ekles Arruda

33. SE - Luana Prado

REGIÃO CENTRO-OESTE 36. DF - Rafael Veríssimo

42. GO - Luiara Cássia

38. GO - Felipe Chadud

44. GO - Luiza Vilanova

40. GO - Laura Câmara

46. MS - Danilo Erly

IV


REGIÃO SUL 49. PR - Lucas Kogut

61. SC - Cryslan de Moraes

51. RS - Álvaro Santos

63. SC - Graziele Fernandes

53. RS - Caroline Dourado

65. SC - Laerte Souza

55. RS - Fábio Baldissera

67. SC - Marcos Vinícius

57. RS - Natan Battisti

69. SC - Vitor Vavolizza

59. SC - Bruna Laureth

REGIÃO sudeste 72. ES - Gabriela Cardozo

86. MG - Laura Costa

74. ES - Tiago Tozi

88. MG - Lavínia Barcellos

76. MG - Daniel Alves

90. MG - Luísa Manoela Salles

78. MG - Fabrício Nazário

92. MG - Mariana Oliveira

80. MG - Gabriel Saleh

94. RJ - Cristine Rodrigues

82. MG - Kassiano Fraga

96. RJ - Ítalo Cunha

84. MG - Larissa Souza

98. RJ - Ivan Bastos

V


100. RJ - João Vitor Pires

118. SP - Larissa Ferracine

102. RJ - Pedro Siciliano

120. SP - Lígia Clarindo

104. RJ - Rafael Kader

122. SP - Luiz Gustavo Perin

106. RJ - Victor Mendes

124. SP - Matheus Gomes

108. SP - Bárbara de Abreu

126. SP - Rafael Lopez

110. SP - Giancarlo Gama

128. SP - Renato Zamboni

112. SP - Guilherme Dvulathca

130. SP - Ruth Gaudêncio

114. SP - Jéssica Tamires

132. SP - Tamiris de Jesus

116. SP - Juliana Martins

134. SP - Thaís Lopes

INTERNACIONAL 137. HT - Ruth Anastazia Tattegrain

VI


A TURMA DE 2021 0


01



Jackson Viana ACRE BRASIL

20 anos

Jackson, de 20 anos, cria, desde muito novo, oportunidades em um local de muita escassez. Advindo da periferia de Rio Branco do Acre, ele cresceu com um interesse muito diferente de pessoas da sua idade: se tornou escritor muito novo, e tornou isso uma parte relevante da sua personalidade. No empreendedorismo cultural, pôde enxergar um caminho para o crescimento de jovens e adultos por meio da economia criativa, e apontar rumos para o avanço acadêmico e profissional da sua comunidade, cidade, estado e país. Aos 12 anos, publicou seu primeiro livro, e o seu espírito empreendedor floresceu muito novo, quando, aos 14 anos, fundou a

Academia Juvenil Acreana de Letras (AJAL), da qual é o presidente, para incentivar outros jovens escritores do seu Estado. Este foi o primeiro passo em uma jornada para se tornar uma liderança pública mais relevante. O seu trabalho na AJAL o permitiu se destacar e galgar novos espaços, como ser selecionado Embaixador do Norte para a Brazil Conference at Harvard & MIT. Neste último representou a região Norte do Brasil nos Estados Unidos da América (EUA) em 2019, e formou-se no curso RenovaBR Cidades, a primeira escola de formação política do Brasil. Foi premiado com o 1° lugar no estado no 43° Concurso de Redação dos Correios, 2° lugar no Prêmio Flor do Ipê da Universidade Federal de Goiás (UFG),

02


2° lugar no Prêmio Moutonnée de Poesia da Prefeitura de Salto/SP, é autor de três livros já lançados, entre outras obras e antologias em que possui participação. Atualmente é acadêmico de Direito na Universidade Federal do Acre (UFAC), Chefe do Departamento de Livro e Leitura da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) e coordenador do sistema de bibliotecas públicas do Estado do Acre. Agora, Jackson está em uma nova etapa da sua vida, buscando projetos maiores e mais complexos. É um dos responsáveis no Acre pela implementação da Lei Aldir Blanc, de auxílio emergencial a artistas, e quer continuar se desenvolvendo para poder assumir novas responsabilidades no poder público e permitir que mais pessoas tenham as oportunidades que ele não teve e precisou criar. Representar um programa da envergadura do ProLíder, tendo nascido num estado brasileiro como o Acre, obriga-o a assumir um compromisso cívico de defender causas justas e levantar bandeiras que tragam resultados para o seu ambiente.

Entendo minha missão de vida como um compromisso de responsabilidade para com a sociedade na qual estou inserido, de maneira que eu possa, através de ações inovadoras que visem a coletividade, gerar desenvolvimento para o meu país.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Assim, espera poder aplicar o máximo daquilo que adquiriu de experiência com o passar dos anos para o aprimoramento, desenvolvimento, progresso e fortalecimento do ProLíder, especialmente na região Norte e no seu estado do Acre.

03


Jama Wapichana RORAIMA BRASIL

24 anos

Jama Wapichana, 24 anos, é uma Jovem liderança indígena, do povo Wapichana, do município de Bonfim/Sede, na Fronteira entre o Brasil e a República Democrática da Guiana. A sua história, portanto, não poderia estar distante da história de luta do seu povo. Primeira da família a se graduar, ela encontrou na educação uma forma de se firmar como referência. Os seus familiares são da Guiana. Há trinta e cinco anos seus pais vieram para Roraima para trabalhar. Esta migração faz parte de um processo muito natural para a sua crença, que afirma que as delimitações de fronteiras físicas são apenas simbólicas - a terra uma só. Por isso, seu povo transita muito pela região e neste fronteira.

É formada pelo Curso de Gestão Territorial Indígena pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) com o mestrado defendido no programa em Letras (PPGL) pela mesma instituição. Conheceu o movimento indígena de Roraima durante a graduação no Instituto Insikiran, e desde então passa a integrar o movimento indígena e outros movimentos sociais, de forma atuante. vivendo um ano revolucionário, em que a juventude tem ocupado espaços. Sua atuação na rede de articulação das juventudes. Foi bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica da Universidade Federal de Roraima (PIBIC/CNPq/UFRR), no Programa de Valorização de Línguas e culturas Macuxi e Wapi-

04


chana (PVLCMW/UFRR) de 2017 a 2018. Atualmente, faz parte do programa Access E2C - English to Connect, Communicate, Catalyze – com o objetivo de aprimorar a proficiência no idioma. Atuou como Mobilizadora Regional de Roraima, no âmbito do Plano de Ação Emergencial de Combate ao Avanço do Coronavírus e de Tratamento entre os Povos Indígenas da Amazônia Brasileira, desenvolvido em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância -UNICEF Brasil e o Instituto Leônidas e Maria Deane -Fiocruz Amazônia, com apoio financeiro da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional – USAID (2020-2021). Hoje em dia, além de mestranda e ativista, é voluntária de projetos que mostram novas perspectivas por meio da educação para pessoas que vêm da sua realidade ou que estão em situação de vulnerabilidade; é coordenadora da Repam Juventudes de Roraima (uma rede de articulação de juventudes).

Ser uma futura Diplomata Indígena Wapichana do Brasil, vejo que é possível, e o programa ProLíder é um dos caminhos de Capacitação e Formação, para mim enquanto jovem liderança, que pretende atuar no setor público, com competência e muita responsabilidade.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Jama tem o sonho de poder se tornar uma nova voz de referência para a luta indígena, criando projetos políticos que atendam às necessidades desta população. O seu grande sonho é se tornar uma diplomata, tornando-se uma liderança brasileira para o mundo. Dentro do ProLíder, Jama poderá construir novos passos para o seu sonho de curto e longo prazo. Ela poderá encontrar as pessoas e os recursos para se tornar uma liderança indígena em nova escala, para além das bases que já construiu em Roraima e com o povo

05


Ana Cláudia Cunha PARÁ BRASIL

29 anos

Paulistana naturalizada paraense, Ana Cláudia sempre se indignou com a desigualdade de oportunidades presentes nos grandes centros e interiores do país. Se vendo como uma ponte entre esses dois mundos, atua há mais de 5 anos com projetos de impacto na administração pública e terceiro setor para promover o desenvolvimento econômico sustentável e reduzir a pobreza, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste. Esta vontade de contribuir para a redução da pobreza, além do contato com a política desde cedo, a motivaram a focar na área de direito público e infraestrutura, passando por escritórios de referência, diversos

órgãos governamentais e não governamentais. Em toda sua carreira acadêmica, participou de diversas atividades, inclusive internacionais, relacionadas à sua área que a fizeram se qualificar de forma cada vez mais potente para atuar e promover a mudança no meio público. Sendo agente transformadora em todos os lugares por onde passou, começou atuando em escritórios de advocacia. Ao verificar que poderia fazer mais pela sociedade, ingressou na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Estado do Pará através do Vetor Brasil, mais especificamente na Co-

06


ordenação da Diretoria de Concessão. Após isso teve uma rápida passagem pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda do Estado do Pará como Secretaria Adjunta de Assistência Social. Em meio à pandemia da COVID-19, Ana Cláudia coordenou projeto de apoio à quatro Estados nas Secretarias de Planejamento e Saúde para otimizar a tomada de decisão a partir da análise de dados. Ela deseja continuar atuando no desenvolvimento econômico sustentável, sobretudo da região Norte, com foco no pilar social. Acredita que vivemos uma janela de oportunidade para a implementação de uma matriz econômica sustentável que promova a inserção produtiva de pequenos e médios empreendedores e rompa o ciclo de pobreza e informalidade de comunidades vulneráveis na Amazônia. No entanto, para que esse novo ciclo virtuoso seja duradouro, é necessário dar protagonismo para os atores regionais.

Minha grande ambição é melhorar os indicadores sociais na Amazônia por meio do desenvolvimento sustentável.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Dessa forma, pretende ser ponte para dar voz e oportunidade para a Amazônia e amazônidas na cons trução de um futuro verde e próspero.

07


Jonas da Silva PARÁ BRASIL

23 anos

Jonas é um polímata apaixonado por todas as áreas do conhecimento. É estudante do último semestre de Bioengenharia da UFPA e também estudante de Logística na UNINTER. É gerente da AIESEC em Belém, a maior ONG de intercâmbio voluntário do mundo, e Diretor-Executivo da Biomimética Biotecnologia, uma startup que desenvolve filmes comestíveis feitos de cascas de frutas que aumentam a vida útil dos alimentos. Seus principais sonhos hoje estão relacionados com a redução do desperdício de alimentos e resíduos orgânicos no mundo, além de dar emprego aos seus pais por meio do seu trabalho e da sua futura empresa. Também coleciona algumas premiações em competições de empreendedorismo e inovação.

Todo empreendedor que busca trabalhar com inovação e tecnologia precisa se desenvolver em dois ramos: liderança técnica e liderança empreendedora no sentido de gestão da empresa e do time. Esteve imerso em um curso com muito aprofundamento científico e há dois anos reali zando matérias que incentivam o empreendedorismo. Criou diver sos projetos relacionados cominovação e gestão de resíduos por meio de “cases” criados a partir de Problem Based Learning (PBL), onde pode aprender como desenvolver soluções para problemas crônicos do Brasil e do mundo. Por conta dessas experiências, criando projetos, gerenciando pessoas e processos, criou uma startup. Junto com sua equipe, cria-

08


ram um produto inovador que luta contra o desperdício de alimentos: uma película ultrafina comestível, feita a partir de casca de frutas, que aumenta significativamente o tempo de prateleira de alimentos. Através dessa ideia, desde 2019, estiveram conquistando diversos reconhecimentos e premiações de empresas, organizações e universidades por meio de diversos desafios de empreendedorismo que participamos. A sua competência o levou a vencer o HackBrasil, hackathon da Brazil Conference, em 2020. Além disso, pôde descobrir que a boa liderança e gestão de pessoas dentro de uma empresa é crucial, e por isso vem buscando oportunidades que possam lhe fornecer essa experiência, como o Intercâmbio Virtual “Cross Culture Awareness 2021”, organizada pela Campus b e Indiana University para desenvolver soluções sustentáveis inovadoras, e o Programa “Crossroads Emerging Leaders”, organizado pela Harvard Business Club of the GCC, The Mittal Institute e docentes da Universidade de Harvard.

Acredito que o Prolíder vai ajudar a realizar meu sonho de formar uma empresa que combate a geração de resíduos no país.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Agora, Jonas busca se desenvolver como liderança empreendedora para poder se tornar uma grande referência da nova onda de empreendedorismo que emerge no norte do país. No ProLíder, poderá encontrar pessoas fora da área de engenharia de bioprocessos que irão complementá-lo no seu sonho de trabalhar com inovação aliada à sustentabilidade.

09


10



Flora Fonseca BAHIA BRASIL

31 anos

Flora tem 31 anos e é uma jovem líder que sonha e implementa. Nasceu com os “bichinhos da justiça e da luta” pelo Brasil no seu coração, sempre inconformada com as desigualdades econômicas, sociais e geracionais que via no seu dia a dia. Mulher, neta de dona Urânia, baiana do interior, nordestina, parda, deficiente auditiva e membro da comunidade LGBTQIA+, encontrou muitos desafios ao longo do seu caminho e eles trouxeram-lhe a vontade de estudar sobre políticas públicas e trabalhar para diminuição das vulnerabilidades sociais, especialmente relacionadas à juventude. Sempre fez parte de movimentos jovens, assumindo posições de liderança no Interact, Centro Acadêmico, Diretório Central dos

Estudantes, AIESEC etc. É, atualmente, Relações Públicas do Youth Voices Brasil e comunicadora popular líder em um projeto de combate à covid-19 na Cidade Estrutural, comunidade vulnerável do Distrito Federal. Flora decidiu estudar relações internacionais não porque queria morar no exterior, mas porque queria fazer uma política externa mais real e alinhada com a realidade do seu povo. Graduada em Relações Internacionais (UFS), possui um MBA (USP), Pós-graduação em Governança territorial (Fiocruz) e é mestranda em Políticas Públicas em Saúde (Fiocruz). Ganhou algumas bolsas de estudo e trabalho, como a para estudar Ciência Política na Sciences Po Lyon, na França (2013-2014).

11


Trabalhou no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e, atualmente, trabalha na {reprograma} como analista de programas relacionados à diversidade e inclusão na área de tecnologia. Além disso, trabalha na Fiocruz Brasília apoiando a Coordenação de Integração Estratégica em projetos relacionados à saúde e à sustentabilidade. Ainda na universidade, trabalhou como pesquisadora no Observatório da Participação Social dentro de Organizações Internacionais, no Observatório de Política Externa e Defesa do Paraguai e foi monitora de diferentes matérias relacionadas à política externa brasileira. Uma das coisas mais importantes que aprendeu com suas experiências é que o que faz a diferença no mundo são as pessoas, cheias de sonhos e de sentimentos, e que todas devem ser tratadas com equidade, não importa sua posição socioeconômica ou sua nacionalidade.

Meu sonho é que, quando eu ficar mais velha, possa olhar para o passado e ver (com base em evidências) que eu dediquei a minha vida para construir um futuro melhor e mais positivo, tanto para a minha geração, quanto para as futuras.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Ela deseja trabalhar com políticas públicas e ser promotora de diálogos, com o objetivo de implementar projetos que promovam mudanças positivas e apoiem o Brasil e a sociedade global no desenvolvimento inclusivo, saudável e sustentável. Flora vê o ProLíder como o catalisador de uma transformação pessoal e profissional que será uma mola propulsora para implementar a mudança que ela quer no mundo.

12


Marília Mattos BAHIA BRASIL

21 anos

Marília nasceu em uma família em situação de extrema pobreza e, com dois dias de vida, foi adotada por um casal de médicos, um deles o médico que realizou o seu parto. Isso a fez ser levada, desde muito nova, a uma realidade muito diferente. Cresceu num ambiente privilegiado, e por muito tempo fingiu que o preconceito e a desigualdade não existiam, porque dessa forma doía menos. Mas percebeu que a sua condição de mulher, negra, nordestina e LGBT não ia mudar. Como mulher negra, sofreu o racismo no dia-a-dia e levou para dentro de si o propósito de lutar contra esta situação e contra a desigualdade. Marília assumiu o compromisso de ser protagonista da sua própria história e tornar possível a realização do sonho empreendedor de outros.

Escolheu fazer Direito para poder contribuir para a vida de pessoas em situação de injustiça e desamparo. Dentro da faculdade, conheceu o empreendedorismo e se apaixonou por esta outra forma de ajudar pessoas vulneráveis a se levantarem. Marília saiu da zona de conforto após estagiar por dois anos na DPE/BA e participar da AIESEC. Ela assumiu um papel de resiliência para com os seus “irmãos”: como nunca chegou a conhecer os seus irmãos biológicos, é assim que ela se refere à toda população negra em situação vulnerável, agarrando a chance que lhe foi dada para lutar pelos seus. Aos 21 anos, Marília é formada em Gestão de RH e está no último ano do curso de Direito. Cursa MBA

13


em Controladoria, Auditoria e Compliance e entrou no ramo do empreendedorismo sob a premissa de prestar consultoria e capacitação para MEIs, para que estes cresçam e ocupem espaços de ascensão. Participou da Septem Capulus, uma Instituição de Educação que forma o maior Centro de Negócios e Aperfeiçoamento Jurídico do Brasil. Com cerca de 400 membros de quatro países, tem como propósito revolucionar o mercado jurídico, capacitar a nova geração de profissionais e democratizar o ensino de qualidade a nível internacional. Hoje, ela investe seu tempo na criação de uma marca própria de consultoria em que ela ajuda autônomos a se transformarem em empreendedores e empresários. O seu primeiro projeto iniciou-se no suporte gerencial e logístico a uma pessoa interessada em vender água de coco para pagar o aluguel, negócio este que posteriormente tornou-se uma rede com sete pontos de venda e delivery espalhados por Salvador, e ela quer fazer isso para mais pessoas.

O Brasil precisa ressignificar o conceito de igualdade material e meritocracia que vem sendo aplicado, e o meu maior sonho é desconstruir o racismo estrutural até que chegue um ponto em que a raça e etnia de um indivíduo não seja um fardo pesado a ser carregado por ele, como foi para mim durante boa parte da minha vida.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Ela busca a ajuda do ProLíder para se capacitar como empreendedora e consultora e permitir que o seu impacto aumente de escala.

14


Rafael Ladeia BAHIA BRASIL

21 anos

A história de Rafael começa na cidade de Salvador, na Bahia, em 22 de março de 2000. Em que pese inúmeras dificuldades financeiras e educacionais, foi incentivado a buscar melhores oportunidades. Ele nasceu em uma família simples, mas isso nunca foi motivo pra ele dizer que a vida não daria certo. A palavra superação aparece muito no seu dicionário, mas de maneira prática. Ele era um péssimo aluno no início da vida acadêmica, mas um momento fez ele virar a chave e ter interesse e gostar de estudar. Ele tem 21 anos, mas tem muita coisa bem definida, e nos últimos 5 anos muitas coisas mudaram pra ele. Aos 10 anos, apaixonou-se pela música. Começou a ter aulas com seu vizinho, grande educador

musical; e, aos doze, participou de uma orquestra sinfônica (NEOJIBA) como harpista. Começou a dar aulas de música, isso o ensinou muito sobre o processo educacional. Aos 15, iniciou o curso técnico em geologia no IFBA e criou projetos educacionais, tais como o Sobre Geologia, um projeto voluntário criado por ele em 2015 que visa difundir as geociências na sociedade brasileira, alcançando mais de 300 mil pessoas em 60 países, e uma monitoria de física. Quando mais jovem, também foi voluntário no programa Geocientistas do Amanhã, promovido por docentes do Instituto de Geociências da UFBA, e pesquisador voluntário na área de simulações computacionais utilizando conceitos físicos de dinâmica estocástica.

15


Essa essência de voluntariado o levou a participar do Programa Jovens Embaixadores em 2019, ampliando suas perspectivas de mundo. Nesse intercâmbio, conheceu pessoas e lugares incríveis, como a Casa Branca. Sair da periferia de Salvador e chegar à capital dos EUA foi um grande passo na sua história e demonstrou o quão longe ele poderia ir. Atualmente, Rafael cursa Engenharia Sanitária e Ambiental na Universidade Federal da Bahia e acredita profundamente na jornada que tem trilhado por estar baseada em princípios e propósitos que foram forjados dentro dele. O ProLider é um meio pelo qual almeja realizar coisas maiores do que as que fez até então, sempre motivado pelo desejo de transformar a vida do maior número de pessoas que estiverem ao seu alcance por meio da educação. Espera que o ProLider possa lhe prover de conhecimentos, experiências e conexões que potencializem sua caminhada enquanto líder, empreendedor e um dos protagonistas no vetor de transformação do nosso país através do poder da educação.

Participar do ProLíder será uma maneira gratificante de avançar em direção ao meu maior sonho, que é ser capaz de impactar positivamente a vida da maior quantidade possível de pessoas, me posicionando como um protagonista em minha jornada através de uma vida proposital.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

16


Lorena Stephanie CEARÁ BRASIL

27 anos

Lorena tem 27 anos, é nordestina, e vê a sua dedicação às causas sociais como essencial a quem ela é. Aos 18 anos, embarcou sozinha para a Índia para realizar trabalho voluntário; aos 20, liderou uma organização jovem na sua cidade; aos 22, foi morar na Rússia para trabalhar com juventude; e aos 23 ela já liderava mais de 2.500 jovens em todo o Brasil, como Presidente da AIESEC no país. Lorena cursou Psicologia na Universidade Federal do Ceará e na Universidade de Fortaleza e, na primeira, integrou o Núcleo Cearense de Estudos e Pesquisa sobre a Criança -NUCEPEC, onde teve participação ativa nos Projetos Novas Cores e Liga de Direitos Humanos, realizando atividades de facilitação de

Estatuto da Criança e do Adolescente, facilitação de grupos de estudo sobre noções fundamentais de Direitos Humanos. Ela também conseguiu transformar uma oportunidade universitária em uma opção de carreira. Enquanto muitas pessoas passam somente alguns meses em organizações estudantis, ela buscou deixar o seu legado na AIESEC, sendo parte do time de maior organização de jovens do mundo, onde também teve a oportunidade de falar para jovens em mais de 20 países. Lá dentro, pôde auxiliar na mudança do modelo de liderança zação em 120 países e territórios,

17


interferindo diretamente na projeção interferindo diretamente na projeção de longo prazo da organização. de longo prazo da organização. NãoNão apenas na AIESEC Internacional apenas na AIESEC Internacional ela ela grande diferença, como fez fez umauma grande diferença, como também na AIESEC Brasil, onde também na AIESEC Brasil, onde foi foi Diretora-Executiva e atuou como Diretora-Executiva e atuou como Conselheira Conselho Nacional Conselheira pelopelo Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) e participou da fundação do Pactos Juventuda fundação do Pactos dasdas Juventupelos ODS. desdes pelos ODS. a motivou a trabalhar mais IssoIsso a motivou a trabalhar comcom mais organizações ligadas ao tema organizações ligadas ao tema de de liderança e juventudes, e, por liderança e juventudes, e, por isso,isso, faz parte da equipe de lideranças do Internacional da Juventude -moviDia Dia Internacional da Juventude -movimento apoiado ONU mento apoiado pelapela ONU cujocujo paíspaís maior número de adesões comcom maior número de adesões éoéo Brasil. Lorena é voluntária Brasil. Lorena é voluntária pelopelo Comitê de Cultura de Paz do Grupo Comitê de Cultura e dee Paz do Grupo Mulheres do Brasil Fortaleza, Mulheres do Brasil em em Fortaleza, onde é responsável formação onde é responsável pelapela formação de de internas do Sistema Socioeducativo internas do Sistema Socioeducativo a sua reinserção no mercado parapara a sua reinserção no mercado de de trabalho. Também ingressou no Politrabalho. Também ingressou no Politize!, onde foca em educação política.

Chegou o momento da minha trajetória de tirar um grande sonho do papel, empreender socialmente para transformar a vida de milhares de brasileiras e brasileiros.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Com planos de seguir a formação Com planos de seguir a formação acadêmica Desenvolvimento acadêmica em em Desenvolvimento Social, foi aprovada na melhor Social, foi aprovada na melhor uni-universidade do mundo na área, a Universidade do mundo na área, a University of Sussex. Atualmente, versity of Sussex. Atualmente, ela ela trabalha na Mindvalley, EdTech trabalha na Mindvalley, umauma EdTech americana focada desenvolviamericana focada em em desenvolvimento pessoal, e, por querer começar negócio novo 2021, Lorena um um negócio novo em em 2021, Lorena está em busca de uma rede que possa complementá-la para que sua ideia adiante. ideia sigasiga adiante.

18


Saul de Carvalho Isaías CEARÁ BRASIL

25 anos

Saul de Carvalho Isaías é cearense, e seus pais vieram com ele ainda muito pequeno do Ceará para São Paulo, a procura de uma vida melhor. Estudou o ensino médio na ETEC/SP. Saul mostrou, ao longo de sua história, força de vontade e garra que o levaram cada vez mais longe. Vindo de uma realidade muito difícil, ele foi a primeira pessoa da família a ser aprovado para o ensino superior graças ao ProUni, em Direito na Universidade Mackenzie. Mas a sua verdadeira provação veio após o início da graduação: precisava cruzar São Paulo inteira para chegar à universidade, pois morava em Ribeirão Pires. Mesmo diante

de tantos desafios, Saul conseguiu ser o melhor aluno da sua turma e, inclusive, ser entrevistado em uma matéria de jornal que mostrava como alunos cotistas (como ele) tinham garra para poder se destacar em universidades tradicionais de São Paulo. Em sua trajetória se aliou a movimentos sociais e organizações da sociedade civil que buscam a valorização da educação. Foi Vice-Presidente do maior Centro Acadêmico de Direito de São Paulo, a CAJMJr, representando mais de 5 mil alunos, e participou de programas como o Vetor Brasil e RenovaBR, onde o perfil de liderança é considerado uma habilidade essencial para a aprovação.

19


Tem experiência na advocacia nas áreas de direito público e terceiro setor e foi gestor público na prefeitura municipal de São Paulo, na Coordenação de Parcerias com o Terceiro Setor na Secretaria de Gestão. Atualmente, é Consultor em Project Management Office para o Itaú Educação e Trabalho, acompanhando os projetos desenvolvidos em Educação Profissional e Técnica no Estado da Paraíba e Coordenador de Advocacy da Escola Comum. A Escola Comum proporciona formação política e cidadã de jovens da periferia de São Paulo. No mês de julho a Escola Comum desenvolveu um curso de férias para 100 alunos das periferias do Brasil, com bolsa de 100 reais e contou com a presença dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e dos ex-ministros Celso Amorim e José Eduardo Cardozo. Saul utilizou toda essa força de realização para entrar na esfera pública. Agora, dentro do ProLíder, Saul quer a oportunidade de realizar novos projetos voltados ao setor público para causar mais impacto - uma excelente oportunidade para aperfeiçoar o seu papel de liderança, uma vez que vai potencializar as suas expertises e lhe capacitar com conhecimento técnico a fazer parte da potente rede do ProLíder.

O meu maior sonho é me tornar Ministro da Educação no Brasil e fazer uma gestão paradigmática, elevando de forma significativa os indicadores de aprendizagem, aumentando a oferta de Institutos Federais, apoiando governos estaduais e municípios e aumentando o acesso ao Ensino Superior.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

20


Ekles Arruda MARANHÃO MARANHÃO BRASIL BRASIL

39 anos 39 anos

Ekles tem 39 anos, nasceu em Tocantinópolis -TO, divisa com Porto Franco -MA, onde foi morar de imediato. Ao longo da infância morou em 3 cidades do interior do Maranhão, acompanhando !"#$%&'($)#"$"*&$+&,-.*'/($&01$ chegar em São Luís aos 6 anos, indo depois para Recife aos 10 anos. Lá, ingressou no mercado de trabalho no Bradesco aos 18, tendo retornado a São Luís já com 22 anos. Atuou por mais de 15 anos no ĤêŋßÃåĬȎƌĥÃĥßêĉŋĬȎňêĞĬŒȎ Bancos Bradesco, Itaú e Safra em cargos de gestão e Comercial com ênfase no atendimento de médias e grandes empresas. Em paralelo abriu seu primeiro negócio em 2013. Conciliou seu trabalho no banco com sua veia empreendedora por 2 anos e em

2015 decidiu seguir o caminho exclusivo do empreendedorismo, ƌĥÃĞĉƅÃĥåĬȎŒŠÃȎßÃŋŋêĉŋÃȎĥĬȎĤêŋßÃåĬȎƌĥÃĥßêĉŋĬǢ <ĬĉȎĤŠĞŚĉÿŋÃĥŊŠêÃåĬȎåÃŒȎĤÃŋßÃŒȎ Mr. Mix Milk Shake e Açaí no Ponto. Em 2017 fundou a Marca 23&4$5#,!"0($)#"$0"6$7$/%"*&ções em São Luís e vai expandir ßĬĤĬȎÿŋÃĥŊŠĉÃȎÃĉĥåÃȎêĤȎƓƑƓƒǢȎ Seu interesse é latente por empreendedorismo, liderança, lifelong learning, estratégia, ,"08/*9',:($/,;"$&-*";'0&$)#"$ aplicar conhecimento na prática é a melhor forma de construir ŋêĞÃâņêŒȎŒŠŒŚêĥŚÄŶêĉŒȎêȎßĬĥƌÄveis. Assim, trabalha para transformar a cadeia de açaí e frutos nativos no Maranhão e no Brasil. <$26&,0"$;"$"!%/*0"!$"$%*&0'-&,te de tênis.

21


Atualmente, é empresário, CEO e Sócio Fundador do Açaí Sunset e Distribuidora Montreal. Administra 7 lojas, 1 distribuidora e lidera equipe com 42 pessoas em seus negócios em São Luís. As suas lojas Sunset faturam juntas mais de 400 mil por mês, somando-se ao faturamento da sua distribuidora já fatura mais de 600 mil por mês, com potencial de dobrar de tamanho até o final do ano. Em 10 anos quer que o grupo Sunset seja reconhecido como um grupo de empresas sustentáveis e ecologicamente corretas e que entregar valor social para seus consumidores ao construir e incentivar uma cadeia que valoriza todos os atores de forma justa e consciente de ponta a ponta. Essa visão de futuro vem do entendimento que a cadeia do Açaí tem origem extrativista e é iniciada por pequenas comunidades. Então, quer orientar essas comunidades e engajar a sociedade para que perceba o valor dessa economia popular e que assim não perca força econômica e que as pessoas que exploram essa cultura em áreas afastadas dos grandes centros possam viver de forma mais organizada.

Tenho o sonho de liderar, construir e incentivar negócios relevantes e cadeias produtivas que contribuam com soluções viáveis para impactar positivamente o máximo de pessoas no Maranhão e no Brasil.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Sua ideia então é verticalizar toda a cadeia produtiva do açaí, desde extração e produção até a venda, transformando a vida dos produtores através da sustentabilidade, incentivando e investindo no empreendedorismo social, diminuindo assim os riscos do negócio. Algo que nenhum outro player do seu mercado, que tenha atuação no varejo, tentou antes dessa forma.

22


Hosana Gomes PERNAMBUCO BRASIL

24 anos

Graduanda em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, Hosana trabalha como auxiliar veterinária e modelo. Nascida na favela Abençoada por Deus, na periferia do Recife, atua junto à liderança comunitária na cooperativa de reciclagem CooperRecicla Torre, que é composta apenas por mulheres e sustenta cerca de 150 pessoas na região.

para muito longe, mais precisamente aos Estados Unidos. No ensino médio, foi selecionada como uma das jovens protagonistas para fazer intercâmbio nos Estados Unidos através do Programa Ganhe o Mundo, onde teve a oportunidade de obter um inglês fluente. A sua caminhada foi tão longa que ela não encontrava nenhuma outra pessoa de sua origem até onde ela chegou.

Hosana veio de uma realidade de pobreza extrema, morando em casas de palafita até os três anos de idade. Mesmo assim, conseguiu dar a volta por cima e, mesmo tendo acesso limitado à educação durante toda sua vida, a sua dedicação conseguiu levá-la

Conseguiu entrar em uma boa graduação e ver a importância que boas influências fazem na vida de uma pessoa. Nas próprias palavras dela, ela começou a entender como a perspectiva de vida é importante, e, por isso, fundou uma associação junto a outros alunos

23


egressos do ensino público que, desde 2015, faz dinâmicas com jovens de escolas públicas ensinando-os sobre protagonismo e projeto de vida. Esse projeto foi tão bem sucedido que se tornou parte de uma política da Gerência Regional de Educação do Recife. Também é voluntária pela ONG Coque Connecta, onde é coordenadora de ações educacionais para jovens negros periféricos da região Metropolitana do Recife. Paralelo a isso, conquistou o título de Miss Brasil Planet, conseguindo assim amplificar debates nas redes sociais sobre feminismo negro, protagonismo juvenil, importância da educação, luta antirracista e contra LGBTfobia. As conquistas que consegue listar hoje na sua trajetória foram plantadas coletivamente, por uma comunidade baseada em uma rede de apoio que compartilha o sentimento de querer vidas melhores. E é por ver este Brasil real, que hoje o seu propósito é, principalmente através da educação e do protagonismo juvenil, fazer das oportunidades uma dádiva cada vez mais acessível. Hosana encontrou no ProLíder a oportunidade para continuar a sua jornada. Ela já chegou muito longe com os poucos recursos que tinha e quer continuar se capacitando para se tornar uma grande referência em saúde pública e saúde da mulher, as áreas em que ela mais se interessa.

Vivi na pele os obstáculos de uma pernambucana em situação de vulnerabilidade socioeconômica, agarrando as oportunidades que me apareceram. E é por ver este Brasil real, que hoje o meu propósito é, principalmente através da educação e do protagonismo juvenil, fazer das oportunidades uma dádiva cada vez mais acessível.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

24


Hugo Chaves PERNAMBUCO PERNAMBUCO BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Sendo um apaixonado por pessoas e sonhos, Hugo, de 27 anos, vem atuando nas áreas de liderança, engajamento e desenvolvimento de habilidades e competências através de projetos de impacto social e na área de educação. Seus pais são de Recife, a mãe trabalhou dos 12 aos 60 e poucos anos. Ele tem uma irmã e os pais !"#$%&'(!)&*("&'+,-$%&.$#$&*("& eles tivessem acesso à informação e oportunidades. A sua mãe batia de porta em porta para ßĬĥŒêĀŠĉŋȎÞĬЌÌȎňÃŋÃȎĬŒȎƌĞąĬŒǣȎêȎ conseguiu uma em uma escola de referência. Ele não se sentia .$#'"&!)&/)012+)&.)#&*("3'4"3& socioeconômicas claras. Através dos estudos conseguiu ter acesso a diversas oportunidades.

Sua formação acadêmica iniciou entendendo o comportamento humano na graduação em biolo2+$&56789:&"&,)&%"3'#$!)&."3*(+sando sobre lideranças e engajamento (UFRPE). Foi contemplado com uma bolsa para realizar intercâmbio nas Universidades de Oregon e da Flórida (EUA). Durante a graduação sempre buscou participar e criar projetos de extensão e empresa júnior dentro do seu centro. Atualmente faz MBA em Gestão Empresarial ,$&7;<=& Atualmente ele coordena o núcleo de implementação metodologias e projetos nas frentes de trabalho com empresas, ONGs e governos no Educação Livre (SESI/UNESCO). No EduLivre, Hugo tinha a missão de coordenar um projeto para uma empre-

25


sa parceira que buscava desenvolver a inclusão social pelo trabalho com jovens em situação de vulnerabilidade social (incluindo jovens PCDs) em estados com territórios com contextos difíceis de serem trabalhados (Acre e Rondônia). Isso tudo com o início do projeto coincidindo com o começo da pandemia do coronavírus. As expectativas em relação ao projeto eram altas, por se tratar do primeiro grande projeto de responsabilidade social da empresa e por ser um grande case para o portfólio do EduLivre. O Hugo conseguiu com grande êxito resultados expressivos do programa principalmente pelo seu perfil de conseguir compreender, dialogar e articular ações com diferentes atores sociais e stakeholders. Além disso, Hugo é um dos fundadores da Incubadora de Lideranças, o Incentífico, que busca desenvolver as habilidades da liderança especialmente em jovens do ensino médio, universitários e cientistas. Hugo também ministra formações de comunicação científica, liderança e oratória. Além disso, está como vice-curador do Hub Recife na rede Global Shapers Community. A rede, vinculada ao Fórum Econômico Mundial, busca jovens que impulsionam o diálogo, a ação e a mudança nas cidades ao redor do mundo.

Meu maior sonho é que a maior quantidade possível de brasileiros possa se engajar em uma causa do seu interesse e ajudar a impactar positivamente o nosso país.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Hugo tem o desejo de entrar no ProLíder para continuar se desenvolvendo como empreendedor e para poder criar um negócio de educação voltado a resolver problemas sociais e ambientais através do desenvolvimento de habilidades e competências comportamentais de futuros líderes.

26


João Brainer Lima PERNAMBUCO PERNAMBUCO BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

João tem 25 anos e é natural !"#$"%&'"(#)*+,!-#."/*",-0# percebeu como o atraso no diagnóstico de doenças e a falta de empatia podem ter um impacto devastador na saúde. João se preocupava muito com isso e via como a humanização podia fazer a diferença na vida das pessoas. Então encontrou na gestão de saúde o seu propósito de realizar impacto. 12"#",3",!"#/*"#4*!+,5+6#!"# longo prazo devem ter baixo custo e, por isso, seus projetos têm esse foco. João é acadêmico de medicina da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife. Foi para Oxford (UK) e para Cleveland (US) para poder aprender como os grandes sistemas de

saúde pública funcionam. Trouxe seus conhecimentos para Recife, sua cidade natal, e foi agraciado com um voto de aplauso pela câmara de vereadores da cidade pelo .7-8"3-#/*"#!"6",9-29"*( Desde então, desenvolve projetos visando melhorar o nível assistencial da saúde pública brasileira. Por seus trabalhos e comprometimento com Humanização e inovação na medicina, recebeu da Federação Internacional de Balint o Ascona Prize. Além disso, ocupou posições de liderança em cargos de representatividade estudantil e engajamento em trabalhos voluntários. João é, também, bolsista de

27


pesquisa FIOCRUZ, onde recebeu mérito pela Reunião Anual de Iniciação Científica pela sua pesquisa de saúde pública sobre o zika vírus, visando mitigar comorbidades da doença. É entusiasta em escrever sobre medicina centrada no paciente, tendo recebido homenagem também da Academia Pernambucana de Medicina na forma do Prêmio Salomão Kelner pelo seu trabalho sobre liderança em saúde mental, tendo em vista que o médico Brasileiro possui três vezes mais chance de ser acometido por depressão do que a população em geral. Exerceu cargos de liderança estudantil, e representatividade na Regional de Pernambuco pela Associação dos Estudantes de Medicina, legitimando demandas dos estudantes de medicina em Pernambuco.

Para mim o Prolider é uma oportunidade para construir pontes, criar conexões entre pessoas e ideias em busca de transformar o Brasil. Meu objetivo é impactar positivamente a sociedade, através de iniciativas na área de Saúde!

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Os votos de aplauso que recebeu não foram o que o motivou a candidatar-se para o ProLíder, e ele quer ir além: quer colocar o Brasil no mapa mundial de excelência em saúde pública! O ProLíder é a experiência que precisa para aprimorar seu desenvolvimento pessoal e construir um networking a fim de ampliar ainda mais seus projetos em saúde pública. Sua contribuição é somar a sua experiência em gestão, o engajamento, as ideias e a vontade de executá-las que carrega consigo.

28


Tassia Jansen PERNAMBUCO PERNAMBUCO BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Tassia tem 25 anos, nasceu em Curitiba-PR mas cresceu no interior do Paraná. Atualmente mora em Recife e nutre uma paixão enorme pelo nordeste. Cursou Administração na PUCPR pelo ProUni, curso !"#$#%&'()#"$*'$&'+#,*-$*$ trabalhar como jovem aprendiz da GERAR/Fundação Roberto Marinho aos 17 anos. Durante a faculdade foi co-fundadora do projeto ./-#*0#1'"-2"0"-#3$!"#$0#+$ como objetivo levar propósito, inspiração e oportunidades para jovens da rede pública de ensino. O projeto impactou mais de 500 jovens

desde 2018 e recebeu apoio ƌĥÃĥßêĉŋĬȎåĬȎ#êňÃŋŚÃĤêĥŚĬȎ de Estado e da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Tassia também foi fundadora da USBEA PR, associação de ex-bolsistas de programas da Embaixada dos Estados Unidos no ŋÃŒĉĞǣȎŊŠêȎÃŚŠÃȎßĬĤȎňŋĬĘêŚĬŒȎ voltados para o empoderamento feminino e de jovens da rede pública de ensino desde 2015. Atualmente trabalha no ( _µǣȎŠĤÃȎƌĥŚêßąȎåĬȎĤêŋcado de meios de pagamenŚĬȎŊŠêȎŶêĤȎŒêȎåêŒŚÃßÃĥåĬȎ por sua inovação. Atuando como Senior Business Ope-

29


rations Analyst para as operações na América Latina, com foco na Colômbia, tem conciliado o crescimento na carreira dentro da empresa -que proporciona experiências globais -com o desenvolvimento de projetos de liderança social e comunitária. Tassia tem seu trabalho reconhecido por todas as organizações por onde passou, o que mostra o seu comprometimento e a sua entrega. Agora, ela quer unir essa energia de crescimento e realização com a de outros participantes que possam ajudá-la a criar um projeto voltado ao setor público de grande impacto nacional, lançando-se como uma grande referência para as comunidades às quais pertence -especialmente para mulheres e meninas.

Estou muito animada para começar a formação do ProLíder. Acredito que o ProLíder será uma alavanca para me levar a alcançar meu sonho de ser referência como mulher líder no Brasil.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Tassia se define como uma viajante & changemaker, flerta com o nomadismo digital e está se preparando para aplicar para um MBA (ou MPA) em universidades dos Estados Unidos e da Europa no próximo ano.

30


Erick Matheus RIO GRANDE DO NORTE RIO GRANDE DO NORTE BRASIL BRASIL

22 anos 22 anos

Erick é um empático, proativo e arretado estudante de Medicina de 22 anos, e, vindo de uma realidade muito humilde de Natal/RN, uma das coisas que mais o move é ouvir que sua história é uma inspiração. Isso começou bem cedo quando foi aprovado na melhor escola pública do seu estado para cursar o ensino médio, o IFRN. A sua A sua adolescência foi bastante limitada por problemas de saúde mental, chegando ao ápice de uma tentativa de suicídio aos 18 anos. No caminho da cura, naquele mesmo ano, se tornou voluntário por 1 ano do CVV (um serviço de apoio por telefone a pessoas que pretendem tirar suas vidas) até ser aprovado em 2° lugar em Medicina na universidade federal do seu Estado depois de muito esforço.

Tendo escolhido que cuidar de vidas é o seu propósito, nesse caminho desenvolveu, como liderança, projetos de impacto dentro da sua realidade local. Um primeiro levava cuidado em saúde mental a estudantes de uma escola pública, superando a sua própria história de depressão e suicídio; e outro, coordenando a vacinação das pessoas de rua da sua capital. Além disso, nunca deixou de ser um jovem sonha dor e amante da ciência. Com essa história, ele se inscreveu em um curso online de fisiologia da faculdade de Medicina de Harvard e foi agraciado com 75% de bolsa (o máximo fornecido). Mesmo sabendo que não tinha condição de pagar por esse curso, ele aceitou o desafio e começou a trabalhar como entre-

31


gador de aplicativo para poder juntar o dinheiro realizar o seu sonho, conseguindo meses depois o melhor certificado de seu curso. Apesar dessas conquistas, sabe que é só o início e que a sua próxima história inspiradora será se tornar um ProLíder. Erick vê no ProLíder a oportunidade de aperfeiçoar o plano para que o seu projeto de saúde mental se torne uma política pública. Com a ajuda do programa, poderá encontrar o apoio necessário para que seu projeto possa ser realizado, inclusive, em outras cidades. Nesse cenário, a perspectiva do programa de nos fazer pensar sobre problemas do Brasil com as maiores referência no assunto (como Marilia Louvison em saúde pública), nos dando suporte e os meios para construir uma solução prática e transformadora na esfera pública é o que mais precisa tanto para se consolidar como jovem liderança, quanto para alavancar seu projeto. Tudo isso, somado ao networking e a convivência continuada com jovens tão incríveis, como experienciou na construção do case, eleva o seu limite na direção de um desenvolvimento inimaginável, o qual pretende utilizar para ingressar na universidade de Harvard próximo ano, buscando a oportunidade de estudar com as maiores referências na sua área.

Meu maior sonho é ajudar populações desfavorecidas com ideias inovadores em saúde, sobretudo saúde mental. Penso, nesse sentido, que estarei ajudando a desfazer uma das desigualdades mais injustas do Brasil, a falta de acesso aos cuidados a vida e ao bem-estar.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

32


Luana Prado SERGIPE SERGIPE BRASIL BRASIL

17 anos 17 anos

Entusiasta pela Democracia, com uma incapacidade de ignorar os problemas alheios e sede por transformação, Luana Prado é uma sergipana de 17 anos que luta por uma juventude que defenda a Democracia para construir um amanhã melhor para o Brasil. Desde pequena, Luana sempre gostou de colocar sua voz no mundo e, para participar de discussões políticas, acostumou-se a usar a Democracia como escudo para defender seu direito de fala. Assim, no início do Ensino Médio, começou a participar de simulações da ONU e se encantou com o potencial e o impacto que é colocar jovens pra discutir os problemas globais. Nesse caminhar, foi selecionada para o grupo de 8 melhores

Delegados do Brasil, pela Internationali Negotia, e atuou com a missão de fomentar engajamento político nos jovens, com o foco no nordeste. Ao ver os protestos contra a democracia brasileira acontecendo em diversos lugares do Brasil, Luana sentia que precisava agir para defender o seu direito de voz e existência enquanto cidadã. Assim, como uma resposta a esses protestos contra a Democracia, Luana criou uma conta no Instagram para colocar conteúdo político de forma apartidária e didática e visando à democratização de conhecimentos sobre a democracia brasileira. Ao entender a importância da sua luta, Luana entendeu que sua voz sozinha não seria suficiente. A partir daí,

33


fundou o Movimento Democratizou, movimento político, juvenil e apartidário que soma vozes para lutar pela Democracia. Sua visão é que precisamos criar uma geração que entenda o que é uma Democracia, para assim lutar por ela. Hoje, após um ano de atuação, o Movimento Democratizou tem mais de 130 embaixadores, além de uma lista de mais de 500 interessados, e está presente e atuando em todas as regiões do Brasil. O Movimento produz eventos, aulas, materiais, textos e debates que educam pela Democracia e esse ano foi selecionado para participar do Laboratório de Inovação Cidadã da UFRJ. Durante esse tempo, Luana concentrou seu interesse por ativismo e mudança social e foi selecionada para participar de diversos programas que estudam sobre gerar impacto, como Ivy House Award, Global Citizen Year e Global Changemaker mentorship. Além de levar sua luta diretamente para a política, sendo representante nacional de Sergipe no Parlamento Jovem Brasileiro, redigindo propostas legislativas para a consolidação da Democracia e criação de um Brasil plural que abraça sua diversidade.

Minha missão de vida é consolidar a Democracia Brasileira a partir de iniciativas de empreendedorismo cívico que fomentem a formação de uma cultura democrática de cidadãos que lutem pela Democracia.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Luana vê como sua missão de vida lutar para a consolidação da democracia brasileira e pretende utilizar o seu tempo no ProLíder para fortalecer sua luta, escalar o Movimento Democratizou e aplicar os conhecimentos para construção do Brasil mais democrático que tanto sonha.

34


35



Rafael !"#$%%&'( DISTRITO FEDERAL DISTRITO FEDERAL BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

)*+*",-!"#$%%&'(-.-/'-#*0*12*%3*43"-&45/&"3(-"-5/"-*,&*-(seu conhecimento técnico bastante aprofundado com a vontade de construir suas soluções para as coisas. 647"#8*-5/"-*-/4&9(-0"#+"&3*desses é através do empreendedorismo. Seu interesse em tecnologia começou no ensino médio, 5/*4:(-)*+*",-%"-:"%3*;*<*na participação de Olimpíadas. Por conta disso, começou a despertar a vontade de cursar engenharia em universidades 5/"-%9(-#"+"#=4;&*-4(->#*%&,?Traçou seu planejamento e, em 2017, Rafa ingressou no IME. Agora, Rafael é engenheiro de computação e apaixonado por

tecnologia e suas implicações na sociedade. Ex-aluno do Instituto Militar de Engenharia (IME), fez o curso de verão do IESE Business School em 2018 após ser campeão do Business Case Competition em São Paulo. Nesse curso percebeu o 5/*43(-*-;&=4;&*-"-3";4(,(8&*podem auxiliar a criar novos 4"8@;&(%-"-'",A(#*#-*-5/*,&:*de de vida das pessoas. Em 2019, foi aprovado no ENSTA, faculdade ex-membro da ParisTech, atualmente Institu3(-B(,C3";A4&5/"-:"-B*#&%? Lá ele é estudante de engenharia da computação e, seguindo o seu sonho de colocar o Brasil em um patamar mais elevado na temática de tecnologia, começou um proje-

36


to com objetivo de trazer as tecnologias que aprendia lá fora aqui pro Brasil, e já aplicou suas soluções de computação quântica para frente com o Banco Central, Klabin, B3, e outros. Estuda hoje ciência da computação e tem muito interesse em áreas como inteligência artificial, biotecnologia e computação quântica. Trabalhou como pesquisador em soluções de computação quântica para o sistema financeiro da Capgemini Paris em 2020, e, em 2021, está trabalhando com modelos de inteligência artificial para agricultura sustentável na Greenshield, uma startup em Paris. Em 2020, fundou a Brazil Quantum, a primeira iniciativa brasileira de computação quântica, com intuito de divulgar essa tecnologia no Brasil. Hoje, a Brazil Quantum é um ICT e já fez projetos com a Klabin, Banco Central e Microsoft, além de cursos.

Meu sonho é ver o Brasil como referência em ciência, tecnologia e inovação e acredito que o ProLíder irá me dar uma compreensão muito maior do cenário e desafios do nosso país e me preparar para liderar as mudanças necessárias.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

A grande meta do Rafael é transformar o Brasil em uma referência em inovação, ciência e tecnologia. Tem interesse tanto nas aplicações de tecnologia e negócios, como em políticas que envolvem discutir regularização e incentivos para desenvolvimento delas. Hoje, ele acredita que através do ProLíder vai conseguir construir um diagnóstico muito mais claro sobre o Brasil e, a partir daí, resolver grandes problemas através da sua atuação.

37


Felipe Chadud GOIÁS GOIÁS BRASIL BRASIL

21 anos 21 anos

Felipe, goiano, de 22 anos, tem um grande background de liderança e empreendedorismo para sua idade. Logo cedo descobriu que não era nenhum prodígio e que deveria se esforçar muito para conquistar objetivos importantes. Alguns tropeços, como sua reprovação no fundamental, marcam sua trajetória de transformação entre a juventude e a vida adulta. Fascinado em tocar projetos e usar a criatividade para mudar o próprio contexto, atualmente, é estudante de Direito na Universidade Federal do Tocantins, local onde teve o insight para fundar a Elevar, cursinho específico de redação para o ENEM. Durante seu período de

liderança, a empresa teve contato com mais de 1.200 alunos ao longo de dois anos e se tornou o Curso de Redação com resultados mais expressivos de Palmas-TO. Apesar disso, insatisfeito com a falta de escalabilidade que teria esse negócio, foi alçar novos desafios, assumindo a gestão da Polly Collection LTDA, uma loja de atacado e varejo de moda sediada em Goiânia. Em sua administração, a empresa já alcançou mais de R$2 milhões de faturamento em um ano e mais de 100 mil seguidores no Instagram, uma de suas principais redes de venda. Hoje, crescendo cada vez mais, Felipe dá o seu sangue e investe seu tempo para desenvolver a

38


empresa e fazê-la crescer de maneira sólida. Olhando seus resultados, não é difícil pensar que tudo foi fácil. Antes de seguir o caminho do empreendedorismo, estagiou em diversos órgãos públicos, fazendo triagem, arquivando processos, distribuindo mandados, organizando agenda e prestando atendimento ao consumidor. Na sua trajetória passou pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Tribunal Regional do Trabalho e pelo PROCON (órgão de proteção ao consumidor).

Sonho em gerir grandes projetos. Creio que o ProLíder trará maturidade e conexões importantes para chegar lá.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Todas essas experiências fizeram com que ele adquirisse conhecimento em diferentes áreas importantes para o gerenciamento e crescimento de uma empresa. Essas habilidades e sua vontade de mudar o cenário empreendedor brasileiro sendo um grande protagonista das boas ações tomadas no país são seus grandes diferenciais e fazem com que Felipe venha a ser um agente de desenvolvimento de projetos com ainda mais impacto, tanto no presente quanto no futuro.

39


Laura Silveira Câmara GOIÁS GOIÁS BRASIL BRASIL

19 anos 19 anos

De Goiás, Laura começou a sua vida política ativa com 13 anos de idade, auxiliando em um trabalho voluntário dentro de uma casa de acolhimento para pessoas que sofreram violência sexual e doméstica, e isso acendeu dentro dela uma chama de causar mudanças reais na vida das pessoas. Hoje, aos 19 anos, Laura é estudante de Bacharelado em Ciências e Humanidades na UFABC, e pretende finalizar o seu curso, com o diploma de Relações Internacionais. É também fundadora e coordenadora geral de um projeto que auxilia crianças e adolescentes do ensino médio e fundamental a terem uma experiência educacional fora do convencional.

Além disso, Laura exerce a sua vontade de gerar mudanças no mundo como mobilizadora do Politize na cidade de Goiânia, e é líder estadual do Movimento Acredito em Goiás. Mesmo com uma série de compromissos e agenda cheia de atividades extracurriculares, agora e antes, como estudante de ensino médio se preparando para o vestibular e já envolvida em outras iniciativas, Laura encontrou, dentro de suas limitações, formas de contribuir com o trabalho do movimento presencialmente e à distância. Laura sempre demonstrou grande capacidade empática e sensibilidade para avaliar as situações e definir como deveria agir, assim como para orientar outras pessoas em suas ações também. Isso era muito impor-

40


tante para as atividades que desenvolveu com o Movimento Acredito, tendo em vista que os temas abordados eram quase sempre vistos por algumas pessoas como “assunto delicado”. Laura sempre sentiu presses de pessoas ao seu redor por ser muito nova: elas acreditavam que ela não deveria discutir política em um momento de tamanha animosidade e grande polarização. Laura também trabalha hoje com o Zé Frederico e com a Julimária Souza, com produção de materiais e design, além do desenho do plano de comunicação deles para a campanha de 2022. Uma das maiores ambições de Laura, além de estudar fora, é causar um impacto em grande escala no Brasil, principalmente estando no backstage de políticas, ajudando pessoas a crescerem, principalmente os candidatos em que ela acredita. Ela acredita que o ProLíder pode auxiliá-la a encontrar um caminho na construção de políticas.

Quero fazer a diferença para o meu país, mesmo que as minhas ações sejam apenas uma gota no oceano, como Madre Tereza de Calcutá falava "O que eu faço é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor."

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Dentro do ProLíder, pretende criar conexões, conhecer jovens empreendedores e protagonistas de suas realidades e visões. Além disso, acredita que o seu tempo no ProLíder será imensamente produtivo e a fortalecerá para futuros desafios no seu campo de atuação. Está muito comprometida com o propósito do programa e irá se imergir nos tópicos apresentados ao longo da formação, colocando essa como prioridade na sua agenda e se programando com antecedência para não perder nenhuma aula.

41


Luiara Cássia GOIÁS GOIÁS BRASIL BRASIL

22 anos 22 anos

Luiara tem ligação umbilical com a política. Por ser filha de imigrantes nordestinos e estudar sempre em escola pública, percebeu logo o papel da política em definir os rumos da vida de todos ao seu redor, desde as perspectivas de trabalho dos pais às possibilidades de futuro de seus colegas de classe.

frentes para conseguir se consolidar como liderança. Sua sede de conhecimento a levou para diferentes oportunidades de pesquisa, uma delas no Canadá. Lá, pôde pesquisar sobre a influência política sobre modelos de economia compartilhada considerando a perspectiva brasileira e canadense.

Conhecendo as barreiras sociais de perto, viu que, muitas vezes, não adianta só sonhar com rumos mais justos: é preciso ter as ferramentas para construir o país que sonha. Com essa provocação, saiu de sua casa no interior de Goiás e foi atrás do seu propósito de transformar a gestão pública. Desde que entrou na USP em Gestão de Políticas Públicas, vem atuando em diferentes

Ela acredita no potencial do Brasil em se tornar, a cada dia, uma nação mais justa e desenvolvida. E por saber que um país melhor se faz com seus cidadãos engajados nessa missão, dedica sua trajetória à busca pelo conhecimento sobre a resolução de problemas públicos. Engajou-se em pesquisas científicas dentro e fora do Brasil, fundou e participou de grupos de estudo, atuou na gestão municipal e no

42


terceiro setor, bem como se voluntariou em projetos sociais e políticos. Ganhadora do Prêmio Rotário de Liderança Juvenil (RYLA 2015) e aluna RenovaBr Cidades (2020), sua missão pessoal e profissional é liderar mudanças políticas que tragam benefícios concretos para o país. Atualmente, Luiara é formada em Gestão de Políticas Públicas e trabalha no Ministério da Economia, na Secretaria de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, onde atua no acompanhamento de projetos públicos estratégicos. Luiara sente que está se construindo muito bem tecnicamente e deseja estar ainda mais preparada para conseguir assumir compromissos maiores dentro da política. O ProLíder, para ela, é o rascunho de um futuro mais próspero e inteligente para o Brasil, tanto na política quanto no empreendedorismo. Assim, sonha ser coautora de um capítulo dessa história: “a superação da desigualdade social com políticas públicas bem-sucedidas...”. Ela acredita que o ProLíder permitirá, através da aplicação da teoria à prática e unindo experiências diversas, construir um plano de liderança político sólido, focado em resultados e inovador.

A política define a vida das pessoas! Foi ela que tirou minha família do nordeste para o centro-oeste em busca de emprego assalariado e melhores perspectivas. E foi ela que definiu também a qualidade da escola pública que frequentei, do salário dos meus professores, às possibilidades de um futuro melhor para mim e meus colegas e até o quão grande poderia sonhar.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

43


Luiza Vilanova GOIÁSGOIÁS BRASIL BRASIL

19 anos 19 anos

No ensino médio, Luiza Vilanova criou o Gotinhas do Bem, um projeto social que trabalha habilidades socioemocionais nas escolas públicas. Ela também foi nomeada embaixadora do Yale Young Global Scholars, desenvolvendo um projeto sobre o acesso de refugiados ao sistema de saúde. Atualmente, é a mais nova membro e presidente do Comitê Estratégico do Movimento Acredito, o principal órgão decisório de organização e no qual pretende continuar trabalhando para entender como políticas públicas excepcionais são construídas. É, inclusive, uma das responsáveis pela meta do Movimento de conseguir aumentar sua presença no Congresso Nacional e propôr uma terceira via para 2022.

A jovem, aprovada em 11 faculdades de excelência americanas, estuda Ciências Políticas e Saúde Pública na Columbia University. Seu objetivo é retornar ao Brasil para ajudar a liderar, através do setor público, uma inovação estrutural na administração de pessoas e recursos. Luiza é líder Estudar 2020 e bolsista BRASA. Luiza não deixou a sua idade impedir a sua vontade de realizar logo ações que pudessem causar impacto. Ainda antes de entrar na graduação, com base em sua experiência passada sofrendo bullying, criou uma organização para ajudar crianças com aprendizado socioemocional. Começou como uma iniciativa focada no desenvolvimento das habilidades em alunos de escolas carentes de recur-

44


sos por meio de atividades voltadas para a diversão, e rapidamente se tornou uma metodologia inovadora para resolver problemas mais profundos em sistemas educacionais falidos em todo o mundo. Gotinhas criou uma conexão poderosa entre adolescentes voluntários e crianças, criando uma atmosfera segura. Esse vínculo resultou em compartilhamento catártico: revelações sobre abuso sexual, violência doméstica e tentativas de suicídio. Luiza teve que entender seu papel como líder: defender os direitos das crianças e trabalhar com as autoridades para implementar mudanças estruturais. Como CEO e fundadora, já impactou mais de 8.000 pequenos ao redor do Brasil, em 15 estados e outros seis países. Para Luiza, participar do ProLíder será uma forma de, mesmo no exterior, se manter conectada com os problemas do Brasil. Ela terá um canal mais direto em que poderá trazer o conhecimento de fora para os projetos de impacto nacional. Ela vê o ProLíder como um passo essen cial em seu objetivo de fazer do congresso brasileiro um reflexo de seu povo, com todas as origens, identidades, dados demográficos representados e políticos realmente comprometidos com os princípios democráticos fundamentais.

Depois da formatura quero retornar ao Brasil para apoiar cada criança a reconquistar seu direito de sonhar. Criar as condições para que elas façam isso, seja através de políticas públicas ou do terceiro setor, é o que me move.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

45


Danilo Erly MATO GROSSO DO SUL MATO GROSSO DO SUL BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Danilo Erly tem 25 anos, é do Mato Grosso do Sul, casado com a Maeli, cristão, palmeirense fanático e apaixonado pelo poder de transformação da política pública. Veio de uma família humilde, do interior do Brasil, e com educação pública de qualidade descobriu que era possível sonhar grande. Realmente grande. Aos 11 anos foi aprovado no concurso do Colégio Militar de Campo Grande, onde estudou até o fim do Ensino Médio. Já adolescente, descobriu num projeto na Assembleia Legislativa de seu estado um chamado para a vida pública. Se tornou Presidente da Mesa

Diretora e criou uma lei que regulamenta a meia-entrada de eventos culturais no MS. Agarrou seu chamado ao se aventurar numa bolsa para o desconhecido: Administração Pública na FGV, em São Paulo. Danilo então aprendeu o valor de se jogar nas oportunidades. Foi coordenador de Relações Públicas do Diretório Acadêmico Getulio Vargas, trainee e consultor da Consultoria Júnior Pública, e completou o Progra-ma Imersão Local da FGV/Comunitas como consultor da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Teresina. Atualmente cursa também a faculdade de Direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

46


Em todos os cargos públicos por onde passou, Danilo buscou espaço para inovar e assumir responsabilidades maiores que o esperado para a sua experiência. Na Prefeitura de São Paulo, criou e coordenou o planejamento estratégico de sua secretaria e utilizou esta para aprimorar a sua base técnica. Isso o levou a assumir, em 2020, a coordenadoria de um programa na Secretaria de Desenvolvimento Social do Governo de São Paulo, atendendo mais de 400 jovens do Vale do Ribeira em meio à pandemia. Agora, Danilo trabalha para escalar o Programa Prospera para mais gente e novos públicos. Em 2021, vai atender 2 mil jovens e mais de 12 mil famílias de mães solo com crianças na primeira infância em situação de extrema pobreza do Estado de São Paulo. Quer utilizar o ProLíder como uma forma de conhecer novas formas para realizar o Programa Prospera, em outros contextos e regiões do Brasil.

Meu sonho é que um menino ribeirinho no Pantanal do MS tenha a mesma chance de realizar seus sonhos que qualquer outro jovem do Brasil, rico ou pobre. Ser ProLíder é ser da rede de pessoas que vai fazer esse sonho realidade através da boa política.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

A sua participação no programa poderá ajudá-lo a dialogar com políticas públicas de outros municípios e Estados e, a partir daí, formatar novas maneiras de gerar impacto, algo que já vem fazendo e não vai deixar de fazer.

47


L 48



Lucas Kogut PARANÁ PARANÁ BRASIL BRASIL

28 anos 28 anos

Lucas Izael Kogut, curitibano de 28 anos e LGBTI+, é ƌlho da Márcia e do Zeca e um entusiasta dos problemas complexos. Acredita que esse entusiasmo tenha origem familiar, visto que seus pais passaram grande parte de suas vidas dedicadas a cruzar obstáculos visando garantir que ele e seu irmão tivessem uma vida livre de problemas. Não esperariam, no entanto, que todo esse esforço seria o insumo basilar para a criação do espírito público que hoje orienta toda a sua trajetória pessoal, acadêmica e proƌssional à serviço da solução das problemáticas sociais. Tendo formação Técnica em Mecânica pela UTFPR e pas-

sagem por Engenharia Mecânica na UFPR, Lucas ingressou no mercado corporativo aos 16 anos atuando com planejamento e estratégia em multinacionais como AmBev e Renault. Após anos de envolvimento com voluntariado, migrou da carreira corporativa como Analista de Relações Institucionais na Renault para o terceiro setor sob a posição de gestor da TETO Brasil no Paraná por três anos. Lá, pôde estar por dentro de ações sociais e intermediações com o poder público para causar impacto direto na vida de milhares de pessoas. Nesse período, motivado pelo relacionamento com poder público e

49


movimentos sociais, além de redirecionar a trajetória acadêmica para as sociais aplicadas com ênfase na administração pública, envolveu-se proƌssionalmente com política institucional sob o aspecto da governança pública e foi selecionado pela Legisla Brasil a integrar gabinetes parlamentares no Brasil. Paralelamente, coordenou campanhas eleitorais à vereança e assessorou campanhas à prefeitura, que suscitou no ingresso na administração pública como Diretor de Planejamento e Vigilância Social na Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação em Rio Branco do Sul, no Paraná, onde é responsável pela estratégia de territorialização dos dados socioassistenciais e por subsidiar a construção da política pública socioassistencial de curto, médio e longo prazo do SUAS.

A minha grande inquietação frente às desigualdades sociais acabou por me mover em busca da equidade social a partir da Gestão Pública.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

A sua atuação na ponta permitiu que ele pudesse ter ideias mais assertivas para melhorar a gestão pública. Isso o deu uma visão intersetorial importantíssima para uma liderança pública, e esta visão o deu ideias diferentes de como pode melhorar o trabalho do poder executivo, onde trabalha hoje. Com a ajuda do ProLíder, Lucas poderá encontrar as pessoas certas e a capacitação necessária para tirar as suas ideias do papel e tornar a prefeitura de Rio Branco do Sul (ou onde ele decidir trabalhar) uma referência nacional.

50


Álvaro Santos RIO GRANDE DO SUL RIO GRANDE DO SUL BRASIL BRASIL

32 anos 32 anos

Natural de Porto Alegre, um simples adjetivo, muito completo, deƌne Álvaro: intenso! Uma inquietude em buscar relações sociais contínuas, profundas quando necessárias, e suňêŋƌciais, quando não, sempre olhando o outro em linha horizontal, com humildade própria daqueles que sabem que com todos temos o que aprender. Viveu toda a sua infância no litoral norte gaúcho, e, aos 18 anos, mudou-se para a capital a ƌm de cursar a faculdade de Ciências Econômicas na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Começou sua carreira no mercado ƌnanceiro, eŒňêßĉƌcamente na parte de bolsa de valores, mas saiu antes de seis meses. Sentia

que faltava integridade naquele setor e entrou em uma empresa de venture capital e private equity por ter foco em investimentos na economia real. Ficou quase 5 anos no Mercado Financeiro e acabou descobrindo que seu sonho grande era atuar no combate à corrupção. Então, entendeu que suas qualidades seriam melhor utilizadas no Estado. Nesse processo, passou em 24 concursos públicos, alguns de grande concorrência. Já atuou como Auditor Fiscal da Receita Estadual da Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul na Divisão de Estudos Econômicos-Tributários,

51


como Auditor de Controle Externo no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e na área de Planejamento Orçamentário no SAMAE - Autarquia de Caxias do Sul/RS, além de ter trabalhado com processo legislativo numa Câmara Municipal e como consultor de inovação no SEBRAE, através do programa ALI - Agentes Locais de Inovação. Economista formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS); graduando em Ciências Contábeis na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); e pós-graduando em Direito Penal, Compliance e Combate à Corrupção no Instituto New Law. Possui CêŋŚĉƌcação em Compliance Anticorrupção pela Legal, Ethics e Compliance e cursa a CêŋŚĉƌcação em Compliance Público pelo Centro de Estudos em Direitos e Negócios -CEDIN. Atualmente, é Auditor do Estado na Contadoria e Auditoria Geral do Estado/CAGE, atuando na Divisão de Estudos e Orientação e na área de combate à corrupção, sendo um dos auditores nomeados para a comissão de responsabilização da pessoa jurídica da qual trata a Lei Anticorrupção Estadual do Rio Grande do Sul.

O meu maior sonho é acabar com a corrupção no Brasil e o Pró-Líder é o programa que me municiará de diversas ferramentas para este intento, através do debate de diversas ideias, do apoio na construção desse projeto e dos ensinamentos sobre liderança.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Tem uma namorada linda e uma família que o apoia muito. Sonha com um país em que o governo trabalhe de forma eƌßĉênte, com equidade e onde não haja espaço para corrupção e malversações de dinheiro público. Acredita que, como diz Luís Roberto Barroso: “o ideal está para a vida pública, assim como o amor está para a vida privada”.

52


Caroline Dourado RIO GRANDE DO SUL RIO GRANDE DO SUL BRASIL BRASIL

29 anos 29 anos

Natural de Porto Alegre, 29 mais privilégios temos, maior é a nossa responsabilidade de contribuir para reduzir as desigualdades no Brasil. Também vê na educação pública o caminho para democratizar o acesso a oportunidades e possibilitar a mobilidade social, tornando nosso país mais justo, com condições de vida mais dignas para todos e

possam não só sonhar, mas também ter os meios para realizar seus sonhos. A Carol é uma estudiosa nata, e se formou na UFRGS recebendo a condecoração máxima do canudo dourado, isso graças a sua dedicação e

ßĬĤĬȎŠĤÃȎňŋĬƌŒŒĉĬĥÃĞȎåĉÿêrenciada. Também é especialista em gestão pública pelo INSPER e pós-graduanda em educação transformadora pela PUCRS. Escolheu a graduação em Administração e tinha planos de trabalhar em multinacional. Entretanto, ao longo da graduÃâÛĬǣȎêĞÃȎÿĬĉȎêĥŚêĥåêĥåĬȎŊŠêȎ ĥÛĬȎêŋÃȎňĬŋȎÃċȎŊŠêȎêĞÃȎŊŠêŋĉÃȎ ŒêĀŠĉŋǢȎ(ĞÃȎŊŠêŋĉÃȎßĬĥŚŋĉÞŠĉŋȎ para reduzir a desigualdade social no Brasil, e entendeu ŊŠêȎĬȎĤêĞąĬŋȎßÃĤĉĥąĬȎŒêŋĉÃȎ por meio da educação pública. Então apareceu o Ensina Brasil e os pontos foram se ligando, com essa motivação de contri-

53


buir por meio da educação pública. Entrou no programa para entender, estudar e aprender na pele a realidade de professores em escolas públicas. Além disso, procurou vivenciar o desaƌo de uma campanha política, coordenando com muita responsabilidade, êxito e comprometimento uma Campanha Política para Deputado Federal em Florianópolis. Soube gerir um orçamento de mais de 300 mil reais com probidade e transparência, bem como gerir um grupo com mais de 20 pessoas no grupo de trabalho. Agora, está há quase dois anos e meio na Secretaria de Educação de Porto Alegre e atua como coordenadora da Gestão de Dados e Indicadores Educacionais, de onde liderou, junto ao Gabinete da Secretária, um diagnóstico da atual situação da Rede Municipal de Ensino, contribuindo também com o Plano de Gestão 2021-2024 elaborado. Ela se orgulha no sentido de ter estruturado esse novo setor de Dados e Indicadores nos primeiros seis meses da nova gestão, onde buscou benchmarking com outras secretarias, envolveu equipes que já são de carreira na secretaria e conseguiu mudar um pouco a cultura morosa do "é assim porque sempre foi assim".

Meu sonho grande é, por meio da educação pública, possibilitar a mobilidade social e a democratização no acesso a oportunidades, tornando nosso país mais justo, com condições de vida mais dignas para todos e permitindo que as pessoas possam não só sonhar, mas também ter os meios para realizar seus sonhos.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

54


Fábio Baldissera RIO GRANDE DO SUL RIO GRANDE DO SUL BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Fábio é formado pela Universidade Federal de Santa Maria e Mestre em Engenharia Elétrica pela PUCRS, com ênfase em ĉĥŚêĞĉĀîĥßĉÃȎÃŋŚĉƌßĉÃĞȎňara visão computacional. Participou do programa Ciências sem Fronteiras como bolsista para estudar na University of Virginia nos Estados Unidos. Em 2015, Fábio e outros três alunos da UFSM se inscreveram e foram selecionados para representar o Brasil em um evento global sobre ciências que ocorreu em Israel (World Science Conference). No evento, em uma dinâmica de grupos em que posters eram apresentados, o grupo de Fábio foi um dos destacados no evento. Posteriormente, Fábio também participou do programa de pré-

-incubação da AGITTEC na uni versidade. Além de sua participação integral no programa, segundo ele, os contatos formados durante o processo o levaram a uma oportunidade diferente para criação de outro negócio na área de tecnologia. Fábio tem uma grande bagagem de conhecimento técnico. Aplicou este seu know-how em diferentes empreendimentos ao longo da vida e, por seu destaque acadêmico e proƌssional, foi representante brasileiro em diversos eventos globais. Co-fundou duas startups, a FoodCraft (empresa de entrega de ingredientes para cozinhar em casa, parte do projeto Startup Garagem da PUCRS) e o PipeRun (Startup de TI, desenvolvendo um CRM de vendas). Trabalhou como

55


Engenheiro de Machine Learning em uma startup gaúcha, criando provas de conceito para soluções de visão computacional para empresas terceiras de diversos setores. Também representou o Brasil em diversos eventos internacionais como no World Forum of Youth and Students (Rússia -2017), World Youth Forum (Egito -2019) e no South American Business Forum (2018). Atualmente trabalha como Perito Criminal no estado do Rio Grande do Sul e é Engenheiro de Visão Computacional em uma healthtech localizada em São Paulo. Fábio trabalha e estuda a área de inteligîĥßĉÃȎÃŋŚĉƌcial e almeja trazer os avanços da pesquisa dessas tecnologias como benefícios para a população por meio do empreendedorismo. Dentro do ProLíder, Fábio busca novas formas de conseguir aplicar este conhecimento que vem aprimorando e se conectar com outros jovens líderes brasileiros. Recentemente, direcionou seus estudos a temas de visão computacional, para entender possíveis aplicações e continuar trabalhando com inovação e tecnologia, área que tem muito interesse. Dentro do programa, Fábio busca explorar essa sua vontade empreendedora e canalizá-la para um negócio de grande sucesso.

Sonho em poder contribuir com a sociedade através do empreendedorismo e tecnologia e acredito que o ProLíder irá não só auxiliar na minha for mação como líder e preendedor, mas também em me conectar com pessoas incríveis nessa jornada.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

56


Kassiano Fraga MINAS GERAIS RIO GRANDE DO SUL BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Kassiano, de 26 anos, é Bacharel em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos e pós-graduando em Gestão, Governança e Setor Público pela PUC-RS. Durante a graduação, foi bolsista de iniciação cienŚċƌca no grupo de pesquisa Cibertransparência e fez parte da equipe vice-campeã do Startup Weekend Legaltech Porto Alegre, maior evento legaltech do país. Foi seleciona-

conhecer de perto a realidade educacional brasileira, trabalhando por um ano como professor da rede pública do Maranhão através do Programa de Desenvolvimento de Lideranças em Educação do Ensina Brasil. Ele foi selecionado através de um processo seletivo com mais de 17.000 candidatos e com uma taxa de aprovação de menos de 1%. Já no Maranhão, foi professor de história de oito turmas do Foi selecionado para a primeira ensino fundamental, podendo turma de embaixadores Politize! da impactar mais de 200 alunos. região sul em 2018 e, desde 2020, atua como Mobilizador da Embai- Em 2021, voltou a seu município xada Politize Litoral Norte, onde de origem, Santo Antônio da busca fortalecer a democracia lo- Patrulha, no Rio Grande do Sul, cal promovendo a formação de para poder contribuir com o novos líderes através de cursos e poder executivo. Lá está como ações de conscientização sobre Diretor de Gestão da Secretaria educação política e social. de Planejamento e DesenvolviApós o ƌm da graduação buscou mento Econômico e Presidente

57 82


do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação onde tem como missão liderar a estruturação do Ecossistema de inovação do município. Desde então, realizou a Inova Sap –Primeira Semana de Inovação Municipal, que foi a maior semana de inovação já realizada por um município da região e reuniu grandes especialistas em ciência e tecnologia para conversar com a comunidade, bem como vem trabalhando no desenvolvimento de projetos de ŊŠÃĞĉƌcação proƌssional em habilidades da Nova Economia, tendo conseguido impactar diretamente quase 100 cidadãos nesse período. Kassiano enxerga este como um passo fundamental para seu desejo de gerar impacto através do poder público e quer dar os próximos juntamente ao ProLíder, acelerando seu desenvolvimento por meio da criação de projetos de escala utilizando a estrutura que tem hoje.

Meu sonho é poder criar condições para que os jovens não precisem deixar suas cidades para buscar oportunidades em outros lugares.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Em sua trajetória ele conheceu de perto a importância de trabalhar unido por um propósito a partir de redes com mis sões transformadoras, seja pelo Politize!, almejando formar lideranças cidadãs, ou através do Ensina Brasil, com a busca de que um dia todas as crianças tenham uma educação de qualidade. Hoje, quer estar no ProLíder para construir o seu grande sonho: garantir que os jovens não precisem deixar suas cidades para buscar oportunidades em outros lugares.

58 83


Natan Battisti RIO GRANDE DO SUL RIO GRANDE DO SUL BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Natan Battisti é um jovem Engenheiro de Petróleo de 26 anos, apaixonado pelos setores energético e de tecnologia. Atualmente trabalha na Harbour Energy e exerce a função de Group Development & Operations Technical Engineer suportando as gerências de Meio Ambiente, Saúde e Segurança, Poços, Produção e Operação, Reservatórios, Auditoria e Risco, Supply Chain e Engenharia.

Tendo morado em 3 diferentes países e trabalhando diretamente com outras diversas culturas, se considera adaptável, ƍexível e um aƌßĉĬĥÃåo por gente. É extrovertido, toma muito chimarrão e gosta de tocar gaita. Quem vê Natan hoje em Londres dĉƌßilmente diria que ele saiu de uma pequena propriedade rural na cidade de Progresso, no Rio Grande do Sul. Filho de pequenos agricultores, Natan trabalhou na lavoura durante muito tempo Preocupado com temas ligados antes de ir atrás do ensino supeà baixa empregabilidade dos jorior na Universidade Federal de vens proƌssionais no Brasil e pila- Pelotas (UFPel). res como segurança e acesso atrelados a transição energéti- Dentro da faculdade de Engenhaca, em 2020 co-fundou e atualria de Petróleo, em especial mente lidera o Até o Último Barril, dentro do Capítulo Estudantil da uma organização voluntária forSociety of Petroleum Engineers mada por proƌssionais que busca (SPE), Natan começou a trilhar o colocar o jovem como protagocaminho de sucesso que encontagonista destas discussões. trou hoje. Na SPE, articulou even-

57 59


tos que ajudaram a colocar a universidade dentro do mapa do mercado e, graças a isso, teve oportunidades de trabalho que não deixou passar em vão. No início de 2017, entrou em contato com o diretor da NewFields Brasil, uma empresa global de consultoria ambiental para patrocinar um evento de Engenharia de Petróleo promovido pela SPE da UFPel. Ainda que o patrocínio nunca tenha sido realizado, a empresa estendeu ao Natan uma oportunidade de se tornar estagiário no setor de Desenvolvimento de Novos Negócios. Em menos de trinta dias, Natan já estava contatando empresas Fortune 500, agendando e participando de reuniões junto dos executivos da NewFields. Em menos de 60 dias, ele já ligava diretamente para o celular de diretores de multinacionais, e às vezes a conversa se estendia por bastante tempo. Esse e outros trabalhos de excelência permitiram rápido crescimento e, hoje, mora em Londres, por demandas proƌssionais.

O meu grande sonho é transformar o Brasil em um país mais próspero através do bom uso de seus recursos naturais.

Um país que vá até o último barril de petróleo, até o último sopro de vento, a última queda de água e o último brilho do sol que possam gerar energia, emprego e renda...

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Natan vem se desenvolvendo como um grande líder na área de energia e quer entrar no ProLíder para fomentar o debate acerca do tema, buscando soluções que possam gerar negócios de impacto que contribuam para resolver os problemas energéticos que o país enfrenta aproveitando a matriz de oportunidades que o Brasil oferece.

58 60


Bruna Laureth SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Bruna, mesmo muito nova, sempre demonstrou uma imensa determinação e uma convicção muito clara do que queria. Uma responsabilidade e compromisso com tudo o que se propunha a fazer -incomum a pessoas da sua idade. Curiosa, adora perguntar os porquês e, em especial, é apaixonada por política e pela maneira como nos organizamos em sociedade. Pessoalmente, acredita que é por meio da política que construiremos uma vida mais justa. Ela cresceu em Blumenau/SC e mudou-se para Brasília aos 18 anos. É graduada em Relações Internacionais pelo UniCeub (2018), possui cursos de especialização em Relações

Governamentais Estratégicas, e Acordos de Comércio e Negociações Internacionais. Bruna já foi diretora de Relações Públicas do Diretório Acadêmico da universidade e membro de grupos de pesquisa referentes à política e diversidade. Por meio do programa Elas Conectam (Elas no Poder), auxiliou no desenvolvimento do plano de governo municipal nas eleições de 2020, especialmente levantando indicadores e criando propostas para solucionar os gargalos do município. Como voluntária, também trabalhou no Movimento Convictus, criando junto com outros um instituto para auxiliar adolescentes com

61 59


pensamentos suicidas em Brasília. Foi voluntária no Worldpackers em Santiago e Lima para aprender espanhol. Trabalhou na Apex-Brasil e gostou muito da relação privada (agilidade) e pública (relevância política), mas, quando ouviu que a Apex estava sendo investigada judicialmente, percebeu que não sabia para quem estava trabalhando. Depois, foi para a Monsanto, onde descobriu metas audaciosas e se surpreendeu. Lá iniciou sua trajetória em Relações Governamentais e a percorrer o Congresso Nacional aos 21 anos. Atualmente, trabalha como Analista de Relações Institucionais para uma multinacional brasileira, em home ofƌßê, e é o momento ideal para participar de um processo de formação como o do ProLíder, já que pode facilmente manejar a agenda em prol disso. Ela entende que, para ter um salto da posiçãĬȎÃŚŠÃĞȎǹȎßĬĤĬȎŠĤÃȎňŋĬƌŒǹ sional que tem conhecimento sobre o segmento político - para uma protagonista mesmo, e quem sabe até em breve candidata a um dos poderes, é preciso mais. Mais conhecimento, mais formação, mais pressão, e mais contatos com pessoas que estejam alinhadas a esse propósito. to.

Meu sonho é me tornar referência em formulação de políticas públicas. Transformar a maneira como a política brasileira é feita para priorizar uma gestão pública feita pelo povo e para o povo.

Em especial, eu quero que mulheres descubram o potencial que elas têm: como elas podem ter uma vida digna e ocupar os espaços que desejarem.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

60 62


Cryslan de Moraes SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

Cryslan tem 23 anos e é de São José, em Santa Catarina. Foi atleta e representou a bandeira do seu município durante toda adolescência pelo atletismo, tanto em nível estadual como nacional. Possui formação em Administração Pública pela UDESC, onde foi bolsista de ( ( ( ( ( ( ( ( &( na oportunidade, foi líder de turma, Presidente do Centro &( ' ( ( União Catarinense dos Estudan ( ( ' ( ( ção Nacional dos Estudantes do Campo de Públicas. Durante a graduação, também participou da AIESEC através de um intercâmbio voluntário na ( ( &( ( %( ( lado de outros intercambistas,

desenvolveu por alguns meses na cidade peruana um programa de acolhimento e educação complementar com crianças em vulnerabilidade social. Cryslan foi fundador e primeiro Presidente da JCI de São José, organização mundial e centenária de desenvolvimento de jovens lideranças comunitárias através de projetos de impacto social. Foi voluntário também no Movimento Mapa Educação, na organização Litro de Luz, Projeto Route e outros projetos sociais na grande Florianópolis. Cryslan é atualmente o vereador mais jovem e segundo mais votado de São José. De família humilde, ele não teve nenhum familiar na politica e nem mesmo um padrinho político. Sem dinheiro para a campanha eleito-

61 63


ral, ele inovou e levantou recursos através de um crowdfunding, considerado um dos maiores do Brasil nas eleições de 2020 e que arrecadou verbas para a campanha eleitoral através de mais de 250 doadores. Já no mandato, seu foco no primeiro ano tem sido lutar para melhorar as condições econômicas na cidade, sobretudo no período pós-pandemia, lutando para diminuir a carga tributária, desburocratizar os serviços e permitindo a geração de empregos em São José. Alinhado a outros movimentos de renovação política do qual faz parte (como RAPS, movimento Livres e RenovaBR), ele traz consigo um sonho de desenvolver uma política cada vez mais transparente, com fomento a participação civil e mais conectada com a população, e poderá aprender, dentro do ProLíder, com outras lideranças públicas que seguem um caminho parecido com o que ele deseja para seu futuro. Quer seguir na carreira pública e deixar um legado de que política pode ser feita de forma transparente. Por isso, sua participação no ProLíder tem objetivos muito claros de contribuir para a sua atuação como parlamentar. A sua participação no ProLíder tem objetivos muito claros de contribuir para a sua atuação como vereador. Tornar-se participante poderÄȎŒĉĀĥĉƌcar uma aceleração dos seus planos para se tornar uma referência política.

Ser aprovado ao lado de excelentes jovens que também desejam impactar positivamente o Brasil foi motivo de honra e inspiração para colocar a mão na massa e pensar no futura da nossa nação. Sonho em viver um país desenvolvido e dar a minha contribuição na construção de um Brasil sem corrupção e com transparência, respeitando a sociedade que paga muitos impostos mas que infelizmente não contempla o devido retorno.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

62 64


Graziele Fernandes SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

24 anos 24 anos

Com 24 anos, Graziele se destacou ao longo da sua vida por meio da sua capacidade analítica trilhando é muito diferente do advinda de uma região interiorana do sul do Brasil, ela vivia em começavam a trabalhar ainda jovens para poderem ter melhores oportunidades de vida. Hoje é estudante de Engenharia de Produção. Ingressou no mercado de trabalho aos 13 anos com o intuito de custear suas despesas com transporte até o

Com o auxílio de políticas de ňêŋĤÃĥîĥßĉÃǣȎƌĥÃĞĉƅĬŠȎŒêŠŒȎ estudos. Em determinado mo sonhar mais alto, e seguiu o seu

rumo por meio do ensino superior. Aproveitou todas as oportunidades, se tornando bolsista do Prouni de estudos e aluna desta mente, são as mais difíceis. Na Universidade, se dedicou a projetos extracurriculares voltados ao âmbito educacional e de empreendedorismo. Atuou como monitora em disciplinas como estatística e bioestatística, e participou de grupos vos aplicados. Foi membro do Núcleo de Estudos em Engenharia de Produção, membro da zação do primeiro Congresso de Engenharia de Produção de Santa Catarina, e realizou um

65 63


Engenharia da Qualidade na Indústria da Construção Civil (ICCSE). Entusiasta do MEJ, foi uma das responsáveis pela refundação da Empresa Júnior de Engenharia de Produção da instituição. Efetuou a gestão de um time de 10 consultores juniores durante o período de um ano e foi uma das responsáveis pela estruturação do modelo de recrutamento, seleção e treinamento de novos membros. Todo esse esforço resultou pela primeira vez em sete anos no reconhecimento da Federação das Empresas Juniores do Estado de Santa Catarina (FEJESC) e da Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior). Durante o período de gestão, alcançou 152% da meta de faturamento estipulada e 180% da meta de número de projetos executados. Graziele quer dar mais oportunidade a mais pessoas, e começou a expressar esse sonho se tornando Diretora de Dados da Brasil Cursinhos, organização que visa contribuir para o acesso de estudantes de baixa renda nas melhores universidades do país e fomenta a criação de cursos populares em todo o território nacional. Agora, ela quer continuar dando mais passos em direção à aplicação do conhecimento que tem, e por isso se inscreveu no ProLíder.

O meu maior sonho é que, através do meu trabalho e da minha trajetória, eu seja capaz de contribuir para o avanço educacional no Brasil, permitindo que mais pessoais em situações vulneráveis possam ingressar na Universidade e tenham suas vidas transformadas por meio do acesso ao ensino, assim como a minha também foi.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

64 66


Laerte Souza SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Laerte é um jovem que, através do empreendedorismo socioambiental, busca mudar o Brasil. Desde cedo se envolveu com empreendedorismo e ƍertou com a política. Aos 16 anos, teve sua primeira experiência empreendedora. Aos 17, estava indo às ruas e estudando administração pública. Todavia, aos 18 compreendeu a urgência dos problemas estruturais do país. Ingressou no curso de Administração Pública na UDESC em 2014. ĬȎƌm do primeiro semestre, idenŚĉƌßou que o jogo político era mais duro do que imaginava, e que precisaria ganhar mais experiência em outras áreas para chegar a esta arena pronto para deixar seu legado. Diante disso, entendeu

que poderia fazer a diferença enfrentando outros problemas do Brasil, sendo um dos maiores deles o meio ambiente. Portanto, em 2015, iniciou o curso de Eng. Sanitária e Ambiental na UFSC, com o objetivo de se tornar um proƌssional de excelência à altura da resolução deste imenso desaƌĬ. Isso o levou à França, país referência no setor. Lá, ingressou na BRASA, a maior associação de estudantes brasileiros no exterior, que também empodera a próxima geração de líderes. Aos 23, retornou ao Brasil com a vontade por mudança transbordando em si. Entrou em uma pré-incubadora com uma solução que visava reduzir o desperdício alimentar. Neste

65 67


programa, ocorreram algumas pivotagens, e criou a solução Agendaki que buscou auxiliar a mitigação da transmissão do COVID e atingiu 7 estados brasileiros. Ao ƌm de 2020, a “sensação pandêmica” foi reduzida e ele retornou ao seu próposito, no qual se encontra até hoje. Abriu mão de tudo e, hoje, dedica-se totalmente à Solução Zeca, que luta contra o desperdício alimentar e que já evitou que mais de 5 toneladas de alimentos fossem descartados. Laerte busca no ProLíder a oportunidade de continuar indo atrás do seu propósito de contribuir para a redução do desperdício alimentar no mundo. Este propósito que o guiou desde a sua graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental até o seu intercâmbio na França - e é tão claro o seu foco que sabia que queria estagiar na maior empresa de saneamento do mundo (uma convicção que serviu como base na escolha do local do intercâmbio).

Um jovem que através do empreendedorismo socioambiental busca mudar o Brasil. Isso é o que almejo no ProLíder 2021, encontrar pessoas, com grandes propósitos para juntos impactarmos o Brasil, e consequentemente o Planeta.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Na França, Laerte aprendeu novas estratégias para reduzir o desperdício alimentar e está desenvolvendo uma solução inovadora que já está sendo premiada. Dentro do programa, busca acelerar o projeto e se desenvolver como líder. Além disso, almeja encontrar pessoas com grandes propósitos para juntos impactarem o Brasil.

68 66


Marcos Vinícius SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

Marcos, de 24 anos, nasceu em Chapecó, no interior de Santa Catarina. Apesar de crescer em uma família com poucos recursos ƌnanceiros, seus pais sempre o incentivaram a ser disciplinado, persistente e a buscar um futuro melhor, acreditando no poder transformador da educação. Marcos cursou o ensino médio integrado ao ensino técnico em informática no Instituto Federal de Santa Catarina, em Chapecó. Além disso, obteve bolsas de estudo no Sistema Poliedro e no Sistema Farias Brito, em turmas com foco em vestibulares de alto nível. Passou em mais de 10 universidades em cursos relacionados a Engenharia, Economia, Mate-

mática e Medicina. Ingressou no Insper para estudar Engenharia de Computação como aluno bolsista integral (cujo padrinho da bolsa é o Marcel Telles) devido à condição de renda da sua família e aproveitou todas as oportunidades que está tendo. Após ingressar na Liga de Empreendedores da faculdade, começou a desenvolver uma ideia de negócio voltado para o mercado de recrutamento e seleção que já foi apoiada por pessoas como André Street, Jorge Paulo Lemann e o próprio Marcel Telles. Começou a participar do Hult Prize em 2019 e chegou, junto com sua equipe, até a semiƌnal global da competição. Não foram premiados,

67 69


mas foram incentivados por esses empresários a continuarem. Após a competição, a startup recebeu investimento-anjo do Jorge Paulo Lemann e da Vórtx e estão atacando o mercado universitário. A Preparo é uma startup que usa tecnologia para conectar e treinar jovens de alto potencial ao emprego dos sonhos. Somente em 2020, alcançaram cerca de 1 milhão de jovens e já tem mais de 150 empresas como clientes. Marcos também é uma pessoa multidisciplinar, objetiva e que busca formas de melhorar os processos da empresa. Sua multidisciplinaridade faz com que ele conheça eŒňêßĉƌcidades das áreas internas: Marketing, Desenvolvimento, Dados, Financeiro e Comercial. Aos 24 anos, concilia os estudos universitários com a gestão do seu time de 26 pessoas para fazer a sua startup crescer.

Meu sonho é democratizar o acesso a oportunidades no Brasil e garantir que qualquer jovem possa construir uma ótima carreira, independente de quem conheça, de onde more ou a universidade que estude.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Seu sonho é democratizar o acesso a oportunidades no Brasil e garantir que qualquer jovem possa construir uma ótima carreira, independente de quem conheça, de onde more ou a universida de que estude. Marcos quis entrar no ProLíder porque sabe que é jovem e ainda tem muito a aprender. Está preparado para poder crescer muito e encontrará no programa o suporte necessário para isso.

68 70


!! SANTA CATARINA SANTA CATARINA BRASIL BRASIL

17 anos 17 anos

Apaixonado por conhecimento ' ' ' %' ' ' ' ' '"#' ' ' acredita no poder transformador da tecnologia em nossa sociedade. ' ' %' ! ' vídeos, ajudava os professores com ferramentas tecnológicas e compartilhava novidades digitais em seu colégio. Esse interesse se desenvolveu ao longo do tempo e ! & ' ' ' ' ' ' poderia melhorar sua comunidade com tecnologia. No primeiro ano do Ensino Médio, êĤȎŠĤÃȎÊĞÃȎåêȎ<ĉĞĬŒĬƌÃǣȎňêŋßê ' ' ' ' ' era a programação no Brasil ' ' ' ' ' ' ' sala não se interessavam pelo assunto. Assim, decidiu mergu-

lhar-se nesse universo em um curso técnico no SENAI. Lá, se apaixonou pela programação, criou diversos projetos e mentorou sua turma. Com essa experi %' '

' ' ' ' conhecimento de TI na loja de alimentação saudável de sua família, onde implementou soluções tecnológicas essenciais para o sustento da empresa em meio a maior crise da história recente do Brasil. ' ' ' ' ' lado tecnológico com o lado humano. Dessa forma, desenvolveu uma rede social voltada à diminuição de problemas sociais ' ' ' ' ' ' ' ' ' ' ĥêßꌌĉåÃåêŒȎƌĥÃĥßêĉŋÃŒǣȎňŒĉßĬlógicas ou educacionais a pesso ' ' ' ' ' '

71 69


apropriada. Batizado como Ajudee, o aplicativo foi apresentado em diversas feiras cienŚċƌcas de destaque nacional. Após perceber o impacto que poderia gerar com computação, disseminou o conhecimento em seu colégio por meio da criação do primeiro clube de programação da história da instituição, parte de uma rede internacional de clubes de programação chamada Hack Club. Depois de implementar o projeto em sua escola decidiu que queria ir além disso e fundou a ƌlial oƌßĉÃĞ do Hack Club no país, o Hack Club Brasil, objetivando levar a programação a mais jovens brasileiros. Atualmente, Vitor está construindo a primeira comunidade para jovens makers no Brasil por meio de clubes de programação baseados na codĉƌcação aplicada, criativa e inclusiva a ƌm de empoderar jovens Brasil afora a criarem impacto com tecnologia. Vitor tem sonhos de poder se tornar um grande empreendedor da área de tecnologia e desenvolver o ecossistema tecnológico brasileiro com conhecimento de ponta. No ProLíder, espera poder fazer parte de grandes negócios que continuarão a acelerar o seu desenvolvimento para descobrir novas possibilidades que aliem tecnologia a impacto social a ƌm de transformar o país por meio do empreendedorismo.

O meu maior sonho é transformar o Brasil por meio da tecnologia.

O ProLíder é programa que me prepará para esse objetivo por meio das pessoas e das ferramentas que me guiarão nessa jornada, desenvolvendo minha liderança e me ensinando lições valiosas para minha missão.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

72 70


S 73



Gabriela Cardozo ESPÍRITO SANTO ESPÍRITO SANTO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Gabriela nasceu e cresceu em " " " " " concluiu um ensino médio bilíngue com bolsa de estudos por mérito acadêmico. Aos 17 anos, saiu de sua cidade para estudar Direito no Largo de São Francisco (USP). Na faculdade, representou a USP em competições internacionais de negociação e mediação em " " " " " " competindo com universidades de excelência de todo o mundo e atingindo resultados inéditos para a USP na história de sua participação, incluindo um vice-campeonato. Na carreira jurídica, atuou no setor público (no Tribunal de Justiça de São Paulo), no setor ƌĥÃĥßêĉŋĬȎdzĥĬȎåêňÃŋŚÃĤêĥŚĬȎ

jurídico do Itaú Unibanco) e em escritórios de advocacia (como o Barbosa Müssnich Aragão Advogados –BMA, um dos maiores escritórios de advocacia do país). Um ano e meio depois da graduação, era advogada associada do BMA em concorrência e antitruste, representando clientes perante o CADE na aprovação de " " " " ŊŠÃĥåĬȎåêßĉåĉŠȎňêåĉŋȎåêĤĉŒsão e entrar de cabeça no mundo dos negócios. Juntou-se então à McKinsey & Company, consultoria global de gestão empresarial, onde trabalha até hoje como consultora de negócios. Em 3 anos, atuou em projetos dos mais diversos setores (saúde, edu-

74 72


cação, telecomunicações, agricultura, óleo e gás, bens de consumo etc.), desenvolvendo recomendações estratégicas a grandes empresas, governos e organizações não governamentais. Adicionalmente, hoje atua como voluntária em duas ONGs, Generation e Laboratória, que formam jovens de baixa renda como proƌssionais para o mercado de trabalho de tecnologia. Oferece mentoria individual para os alunos, além de conduzir treinamentos de soft skills, em temas como liderança, comunicação e resolução de problemas.

Tenho o sonho de empreender, alavancando o poder da inovação e da tecnologia para gerar impacto social e democratizar o acesso à saúde de qualidade no Brasil.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Seu maior sonho é ajudar a democratizar o acesso à saúde de qualidade no Brasil –tema que permeia diversas de suas experiências proƌssionais e se soma à forte referência do seu pai, médico, e à sua vivência como portadora de uma condição hereditária rara, que levou mais de 7 anos para receber o diagnóstico adequado. Como próximo passo, começará um MBA nos EUA para explorar a veia do empreendedorismo com propósito social. Pretende voltar ao Brasil e ajudar a gerar um impacto positivo para o país, alavancando o poder da inovação e da tecnologia para melhorar a vida das pessoas. Para ela, participar do ProXċåêŋȎŒĉĀĥĉƌca mais uma porta se abrindo nessa trajetória.

75 73


Tiago Tozi ESPÍRITO SANTOSANTO ESPÍRITO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Tiago Tozi, de 26 anos e natural da Marilândia, no Espírito Santo, é nascido e criado no meio das lavouras. Sua família é agricultora há gerações, e seus pais não tiveram oportunidade de avançar nos estudos, mas o incentivaram a fazê-lo. Desde os 15 anos se destaca no meio acadêmico quando foi aprovado na melhor escola pública da sua região (IFES Colatina). Lá, no meio de gente muito boa e capacitada, viu que o mundo poderia ser muito maior que as plantações de café às quais estava acostumado, e viu também que mesmo saindo de um lugar pequeno, sem infraestrutura e sem muita grana, poderia sonhar em quebrar paradigmas e fazer coisas grandes. Aos 18, foi aprovado para o melhor curso de Engenharia Agrícola e Ambiental do Brasil, na UFV.

Lá ele conseguiu pegar todo o seu background e aplicar ele de alguma forma. Ele fez iniciação cienŚċƌca, o seu TCC foi um projeto com pedido de patente, realizou um intercâmbio para a Espanha para estudar novas tecnologias para o agronegócio, estagiou na Kraft Heinz, e teve diversas outras experiências. Tiago sempre teve escancarado o seu espírito empreendedor. Apesar de ter apenas 25 anos, Tiago já construiu duas empresas, uma que trabalha com produção e fornecimento de pimentas e outra que trabalha com data analytics para seguros, enfatizando o seu trabalho nas suas duas áreas de interesse: Agronegócio e Tecnologia. Em 2017, começou a empreender trabalhando com comércio e exportação de pimenta-do-reino. Chega-

74 76


ram a um nível interessante de negociação de produtos até o momento em que a falta de capital de giro os impediram de continuar o negócio. Depois do primeiro fracasso foi para a Espanha estudar sobre novas tecnologias, ao retornar ao Brasil voltou a empreender e desde o 1º dia da pandemia atendeu à prefeituras com soluções tecnológicas para combate à COVID e outras organizações a implementarem novas tecnologias Atualmente é o fundador e CEO da Toblue, onde trabalha no desenvolvimento de tecnologias adaptadas e customizadas à realidade de seus clientes, incluindo sistemas, chatbots e ciência de dados/BI.

Meu maior sonho é poder contribuir no desenvolvimento e implantação de tecnologias chave que tornarão melhor a vida dos agricultores e das pessoas que se relacionam ao campo.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Ele tem vontade de trabalhar e trazer soluções para o agronegócio através da criação de novas tecnologias e a disponibilização e acesso dessas tecnologias para os produtores rurais, sendo corresponsável pelo desenvolvimento e crescimento cada dia maior do agronegócio brasileiro. Crê que grandes ideias surgem e para elas são precisas de boas equipes. Vê também que o ProLíder é a combinação exata destas duas pontas e, consequentemente, será possível produzir projetos de grande impacto.

77 75


Daniel Alves GERAIS MINASMINAS GERAIS BRASIL BRASIL

31 anos 31 anos

Com 31 anos e de Minas Gerais, Daniel tem dentro de si um espírito empreendedor muito forte. Recentemente, fundou a Bratuca, uma agência especializada na construção de negócios digitais, e é Diretor de Unidade no Pé Descalço, a maior escola de forró do mundo que iniciou como um projeto social e, atualmente, possui 12 unidades em 2 países.

Já foi estagiário da Souza Cruz, empresa pertencente ao grupo BAT, trabalhando em Trade Marketing, sendo responsável pelo gerenciamento de 2 campanhas de relacionamento com os pontos de venda parceiros e treinamento dos novos colaboradores. Durante a sua estadia, a regional obteve o maior market share dentre todas as unidades da companhia.

Ainda na Universidade, fez parte do MEJ, chegando a ser presidente da PJ Consultoria que, durante a sua gestão, foi eleita a segunda melhor empresa júnior do Brasil, sendo a primeira no setor de engenharia. Ainda por cima atuou na FEJEMG como coordenador do comitê ƌŒcal/ƌnanceiro.

Motivado por essa veia empreendedora, ainda na faculdade, fundou a No Clima Youth Marketing, uma consultoria especializada em comunicação, comportamento e inovação que conquistou grandes contas como Leroy Merlin, Heinz, Burger King, Skol, O Boticário, entre outros. Em pouco tempo

78 76


chegou a obter um faturamento anual de mais de 2 milhões de reais. A sua participação na agência foi adquirida e, além dos projetos que toca atualmente, em 2020 fez parte do time da Neo Ventures, uma aceleradora corporativa, na qual foi gerente do projeto de inovação aberta junto à VLI Logística. Atualmente, é COO e Cofundador da Cimpi, uma startup nascente que auxilia o corretor de seguros relacionados à vida no diagnóstico ƌnanceiro de seus clientes, e ele está focado em atingir novos recordes como empreendedor.

Quantas vezes já falei coisas do tipo: "Quero mudar o Brasil" ou "Seja parte da solução e não do problema". Ter essa vontade é incrível. Tornar isso real é o desafio.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Diante do cenário que estamos vivendo nos últimos anos, em 2018 lhe veio uma vontade de sair do país. Chegou a estudar profundamente as possibilidades e caminhos para ir morar na Austrália ou em Portugal. Mas, dessa forma, percebeu que estaria apenas fugindo do problema, sem contribuir em nada e, por isso, não foi. Percebeu, então, que queria ser parte da solução, gerar impacto para o nosso país e transformar a nossa realidade. Justamente por causa disso, Daniel busca entrar no ProLíder: para encontrar as pessoas e as ferramentas que o ajudarão a sonhar grande e continuar crescendo na sua carreira.

79 77


Fabrício Nazário MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

Fabrício tem 23 anos e é morador de uma comunidade quilombola localizada em São Gonçalo do Rio das Pedras, interior de Minas Gerais. Seus pais se divorciaram quando Fabrício tinha seis anos, e logo depois disso ele sofreu uma queda de cavalo que causou um traumatismo craniano e quase o levou à morte.

conhecimento para abrir uma loja de assistência técnica de celulares e computadores, além do emprego e de ter renda para começar a construir a própria casa.

No ƌnal do ensino médio ƌßou muito indeciso, uma vez que queria impactar a sociedade, mas não sabia como, então começou a realização do seu Aos 10 anos Fabrício começou sonho buscando transformar o a trabalhar, tendo sido jardineiro que era o seu mundo, a Comue trabalhando em uma fábrica nidade Quilombola Vila Nova, de blocos. Comprou um comse tornou presidente da Asso putador com o dinheiro do seu ciação Quilombola Vila Nova, trabalho e aos 14 anos ele onde tinha a visão de impactar trabalhava em uma loja de positivamente, e por três anos materiais para construção, atuou desenvolvendo projetos começou a empreender em um que buscavam o fortalecimenbarzinho. Fez técnico em infor- to e desenvolvimento da comumática, o que o proporcionou nidade.

78 80


Depois de seis meses dentro da associação, Fabrício começou a cursar Humanidades na UFVJM, vendo a possibilidade de impactar a sociedade através da política. Só que em 2019 participou de um estágio de verão promovido pela 99Jobs, que o apresentou uma nova visão de mundo, proporcionando que ele conhecesse São Paulo, junto ao universo de startups, o ProLíder, e a Fundação Estudar. Naquele momento, o menino com o sonho de impactar a sociedade, pela primeira vez encontrou pessoas e instituições que tinham o mesmo propósito que seu. Começou a se inscrever em vários processos seletivos dessas instituições, passou por várias etapas, mas nas últimas etapas acabava desclasŒĉƌcado, e isso o fez entender que para a realidade que vive, ele tem conhecimentos que ajudam no desenvolvimento de projetos que contribuem para um mundo melhor, no entanto, para ampliar esse impacto, precisava desenvolver suas habilidades técnicas e gerenciais.

No final do ensino médio, eu não sabia qual curso superior escolher, porém eu tinha uma certeza, queria contribuir com melhorias no mundo , não sabendo por onde iniciar essa trajetória, decidi começar pelo que era o meu mundo, a Comunidade Quilombola Vila Nova.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Ao voltar para Minas Gerais, Fabrício mudou de curso, iniciando o curso de Ciências e Tecnologia, preparou outra pessoa para ocupar seu lugar na associação, e hoje está se transferindo para a UFABC na busca de ir para São Paulo e ƌcar próximo de pessoas que também querem transformar o Brasil.

79 81


Gabriel Saleh MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Com 25 anos e natural de Itabirito, Gabriel nasceu no interior de Minas Gerais, na região mineradora do estado, e viu, ao longo de toda a sua vida, os efeitos da mineração no ambiente ao seu redor. Sua ligação com o assunto começou muito pequeno. Quando terminou o ensino fundamental, fez curso técnico em mineração integrado ao ensino médio no IFMG-OP, após formado foi fazer engenharia ƍorestal na Universidade Federal de Lavras, mas depois voltou para fazer Engenharia de Minas na UFOP.

sáveis social e ambientalmente. Como qualquer empreendedor, Gabriel agarrou uma excelente oportunidade e conseguiu, junto a seus sócios, fundar a EcoMud, uma startup que já reutilizou mais de 15.000 toneladas de lama (rejeito da mineração) para pavimentação de estradas no interior do estado. A maioria da receita é reinvestida em pesquisa e desenvolvimento, e a equipe está trabalhando com outros produtos e outros rejeitos de mineração, e até mesmo de outras indústrias.

Movido pela criação de negócios de impacto, acredita que é possível transformar o Brasil através de iniciativas respon-

Agora Gabriel é um empreendedor desenvolvendo soluções para pavimentação de estradas a partir do reaproveitamento

82 80


das a partir do reaproveitamento de rejeitos da mineração. Movido pela criação de negócios de impacto, acredita que é possível transformar o Brasil através de iniciativas responsáveis social e ambientalmente. Desde o primeiro momento, ƌßou claro para ele a relação entre a proposta do programa e seus objetivos e interesseŒȎňŋĬƌŒŒĉĬĥÃĉŒǣȎåêŚêŋĤĉĥÃĥŚêŒ ao fundar a EcoMud. Não trabalha apenas o reaproveitamento de rejeitos e os benefícios ambientais envolvidos, o seu foco de atuação também é o impacto social proporcionado pela pavimen tação de estradas, facilitando o acesso à saúde, educação e segurança. Nos últimos anos, impactou diretamente a vida de mais de 500 pessoas em seus projetos. Além de ter empregado mais de 40 pessoas durante as obras neste período de incertezas em decorrência da pandemia.

O meu grande sonho é contribuir ativamente para o desenvolvimento da infraestrutura brasileira.

Acredito que o ProLíder seja o programa ideal pela oportunidade de conhecer a realidade de diferentes Brasis, em um ambiente repleto de pessoas comprometidas com o futuro do nosso país.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

83 81


Larissa Souza MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Sua história com o ProLíder começa desde antes de seu ingresso no programa, quando ƌßou sabendo através de sua irmã, Luísa Souza, fellow da turma de 2019. Larissa, mineira de 27 anos, construiu um histórico de realização empreendedora ainda cedo em startups. A sua maior paixão é criar sinergia entre os objetivos das organizações, seus clientes e colaboradores, gerando ganho para todas as partes envolvidas em qualquer negócio. Nessa trajetória, pretende continuar motivando e desenvolvendo pessoas para que sejam líderes ativos dentro das empresas, assim como ela é.

Para desenvolver algumas dessas habilidades importantes, investiu em sua educação acadêmica, fazendo o seu bacharelado em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Minas Gerais e com uma maior vontade de crescer, após isso, concluindo o MBA em Gerenciamento de Projetos pelo IBMEC. O esforço e a visão marcaram sua trajetória proƌssional. Entusiasta por grandes projetos, entrou no mundo das startups. Ingressou na Méliuz bem no início de sua criação como estagiária, se tornando, anos depois, uma das sócias mais novas da empresa e construindo seu patrimônio após a oferta pública de ações. Nessa

84


jornada, conseguiu a aquisição de milhares de clientes, fez parcerias importantíssimas para a empresa e consertou problemas que ƌƅêram a empresa economizar na casa do milhão. Suas maiores inspirações para ser quem é hoje e ser ainda melhor no futuro são grandes líderes negras, tais como: Michelle Obama e Rachel Maia. Depois de certo tempo, tomou a decisão de buscar novas oportunidades proƌssionais. Com fome de crescimento e em busca de assumir grandes desaƌos, decidiu sair da Méliuz, uma empresa com grande potencial de crescimento, para se dedicar exclusivamente para desenvolver a Take Blip, startup de soluções tecnológicas B2B

Meu sonho é transformas as organizações privadas para que elas transformem o Brasil no país que desejamos e tenho certeza de que estou no lugar certo e com as pessoas certas para isso!

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Por isso, Larissa vem ao ProLíder com a fome de quem busca crescer rapidamente e causar impacto enquanto isso. No programa, poderá encontrar pessoas que tenham a mesma vontade de crescer e o mesmo propósito.

85


Laura Costa MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

Laura Costa, de Minas Gerais, é uma ativista pela educação, justiça social e pelo direito das mulheres. Tem 23 anos e é formada em Relações Internacionais pela PUC Minas.

Movimento Acredito e formou-se em política pelo RenovaBr. Fundou também uma rede de protagonismo feminino, o Delas Pr’elas, e a luta pelos direitos das mulheres é parte central de sua camiSempre foi movida por pronhada. Laura é ativista pela jetos sociais por perceber o Agenda 2030 de desenvolviquanto a desigualdade de mento sustentável da ONU e oportunides era um divisor de idealizadora do projeto águas e o quanto uma educa- Beagá Participativa, que luta ção inclusiva era essencia pela ampliação da participapara mudar essa realidade. ção democrática em Belo Fazer parte dessas mudanHorizonte. ças tornou-se uma missão de vida, e ela objetiva contiComo mulher e jovem, ela se nuar essa trajetória dentro do vê como parte de todas ProLíder. Atualmente, Laura essas transformações é líder estadual do sociais. Não basta reclamar

86


da realidade do nosso país se também não fazemos nossa parte e usamos a nossa voz para transformá-la. Mais do que nunca, precisamos de lideranças preparadas e engajadas nesses processos, em busca de mais representatividade, justiça e bem-estar social. A hora é agora. Não dá mais para olhar para a política e sentir o mesmo sentimento de descrença de sempre, o mesmo sentimento de não se sentir representado por aqueles rostos majoritariamente masculinos. Laura toma para si a responsabilidade com essas transformações também e quer, através do ProLíder, aprender e pivotar boas ideias rumo a tantas mudanças almejadas.

Meu sonho grande é impactar o Brasil de maneira efetiva e concreta na área da educação e dos direitos humanos. As desigualdades brasileiras são muitas e podem ser corrigidas com lideranças verdadeiramente dedicadas a isso.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

87


Lavínia Barcellos MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

22 anos 22 anos

Lavínia tem 22 anos e é mineira, de Cataguases. Filha de pais empresários, desenhou sua trajetória de uma forma bastante inquieta e incomum. Lavínia estava construindo uma carreira sólida dentro do balé, chegando a receber uma bolsa para estudar na escola Giulliard, a maior referência no mundo em balé. Mas desistiu da carreira de bailarina, por conta de sua saúde, a mesma pauta que ela procura construir soluções hoje, com sua formação em Medicina. Agora, acadêmica de medicina, tem em si todos os sonhos do mundo. Lavínia é apaixonada pela proƌssão, e apesar disso, tem uma visão bastante

consciente de que a medicina é muito mais complexa do que simplesmente o atendimento médico. Durante a sua formação acadêmica, ela sempre procurou construir conhecimento na área de Gestão e Empreendedorismo em Saúde. Foi protagonista em diversos movimentos: fundadora da Atrium Júnior, primeira empresa júnior de medicina federada do Brasil; na sua faculdade, participou e fundou ligas acadêmicas de medicina, foi presidente do Diretório Acadêmico, e membro do Time Nacional de Saúde Sexual e Reprodutiva da IFMSA. Em 2020, Lavínia coordenou o projeto Policlínica Online em Juiz de Fora -MG, buscando oferecer atendimento gratuito

88


em telemedicina para a população em situação de vulnerabilidade de sua cidade. "Durante esse ano de diferença do último processo seletivo, ƌƅȎum projeto social maravilhoso que me rendeu muita felicidade, e que muito tem a ver com o ProLíder, a Policlínica Online; ainda estou presidente de duas ligas acadêmicas que me inspiram muito: Ginecologia e Obstetrícia e Oncologia." Além disso, com a proximidade de sua formatura, está focando para se formar uma boa médica, com muita empatia e humanização, por isso acrescentando mais estágios em sua carga horária, plantões, publicações cienŚċƌcas e dando o seu máximo na sua caminhada. Também está cursando um MBA Jr Health, pela BBI de Chicago.

Meu maior sonho é poder impactar a saúde através de projetos resolutivos e ferramentas de maior integração com a população, e ser referência para mulheres na medicina.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Lavínia deseja construir uma carreira bastante fundamentada e técnica, sendo responsável por uma condução da gestão da saúde do Brasil cada vez mais competente e eƌßĉênte, e acredita que o ProLíder pode ajuda-la a desenvolver essas habilidades. Espera que ao participar do programa poderá crescer e também impactar pessoas ao seu redor (e quem sabe abranger para o país), já que tem certeza dessa vontade de impacto relacionado à gestão e empreendedorismo em saúde, potencializando ao máximo a experiência do paciente nos serviços!

89


Luísa Manoela Romão Salles GERAIS MINASMINAS GERAIS BRASIL BRASIL

17 anos 17 anos

Luísa, de 17 anos, vem de Poços de Caldas. Em sua infância, o seu pai teve um AVC, o que o deixou com sequelas cerebrais. Como a sua mãe não podia pagar por um proƌssional da enfermagem, Luísa passou a ajudá-la com as coisas de casa e a cuidar dele. Assim, a palavra “vulnerabilidade” esteve invisível em sua vida por muito tempo, pois ela sentia que precisava ser forte - e força, para ela, naquela época, era sinônimo de ser invulnerável. Por conta disso, quando passou a sofrer bullying na escola, ela se fechou completamente, principalmente porque a administração escolar não havia feito nada a respeito, mesmo com a denúncia.

Em meio às dĉƌculdades, Luísa encontrou-se nos livros de psicologia da biblioteca ainda no fundamental, e entendeu a importância da educação humanizada. Neste sentido, ainda no ensino médio fundou e hoje é Diretora-Executiva da maior iniciativa que promove o acesso à educação humanizada e de qualidade para pessoas de renda baixa do Brasil. Com um impacto direto de 7 mil pessoas e indireto de 25 mil pessoas. O GEDUC oferece mentorias, orientação psicológica, extracurriculares, competições, debates, rodas de conversa sobre saúde mental e desenvolve metodologias humanizadas e ativas de ensino e aprendizagem; além de gerir o Lidere-se, programa de liderança

90


humanizada para meninas brasileiras de baixa renda, em parceria com a Academia de Liderança da América Latina. Além disso, ela hoje é bolsista do CNPq na área de programação, trainee na empresa de educação A Recreativa, CEO da startup Numisma (com a qual ganhou em 1º lugar a Corrida Nacional de Startups da rede federal de Ensino), ex-coordenadora de comunicação do Girl Up Brasil e presidente do Girl Up Vozes que Ecoam, no qual já pôde arrecadar mais de 4500 absorventes apenas entre junho e julho de 2021, auxiliando mulheres em situação de vulnerabilidade.

O meu maior sonho é transformar o sistema educacional brasileiro em um que seja mais humanizado, e que preze pelo desenvolvimento de habilidades socioemocionais.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

De fato Luísa possui realizações que falam para além de sua idade. Veio do interior de Minas Gerais e conseguiu tais oportunidades devido à sua competência: com 17 anos, preocupa-se com a sua comunidade e com o futuro de seu país, prezando por suas raízes e, assim, ao unir sua paixão por programação e design ao seu amor por educação e empreendedorismo social, constrói para si mesma e para o Brasil um futuro pautado em educação humanizada, tecnologia e equidade de gênero.

91


Mariana Oliveira MINAS GERAIS MINAS GERAIS BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Mineira de Belo Horizonte e de 27 anos, Mariana tem uma ligação muito forte com o seu trabalho. Isso vem de berço: vinda de uma realidade difícil, ela viu como a educação mudou a sua vida e como as oportunidades que uma pessoa recebe na sua vida (ou a falta delas) pode alterar toda uma história. Seus pais, sem formação de nível fundamental completa, sempre lutaram muito para ter uma vida digna.

escolas públicas e sem dinheiro para pagar cursinho, conseguiu entrar no ensino médio federal. Formou como técnica em química, mas sua paixão estava na área pública. Assim, prestou vestibular para Direito na UFMG, para Administração Pública na Fundação João Pinheiro e Engenharia Ambiental no CEFET.

Passou em todos e optou por seguir na Administração Pública, que era, na verdade, parte do processo para ingressar em Apesar da origem humilde, carreira pública no estado de Mariana sempre foi incentivada Minas Gerais. Foi representante não só a estudar, mas a ser a me- de turma, integrante do DCE e lhor aluna. A facilidade de apren- presidente da empresa júnior. Fez der ajudou muito, mas por trás di- projetos de extensão, incluindo sso, sempre teve a vontade gigan- estágio visita em Brasília e pestesca de dar orgulho à sua família. quisa em assentamentos no Por isso, desde cedo, se esforçou Acre. Gostou tanto das matérias relacionadas a direito, que decimuito. Mesmo estudando em

92


diu fazer a faculdade de direito em conjunto. Durante dois anos fez as duas graduações ao mesmo tempo, estágio e outras atividades. Formou-se como a melhor aluna da turma. Possui também especializa ção em Direito Administrativo e MBA em Gestão de Pessoas e Liderança Estratégica. Naturalmente, o próximo passo seria entrar no primeiro setor. Hoje, é servidora pública concursada da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental no Estado de Minas Gerais. Tem experiência na área de planejamento e orçamento do estado e atua na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômi co, na área de política minerária, energética e logística. Também é mobilizadora da Embaixada Politize! de Belo Horizonte, mentora do proje to Cultura Política e integrante da Global Shapers Community. É mestranda em Administração no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, pesquisando Processos e Sistemas Decisórios em Arran jos Organizacionais com foco na Administração Pública.

Participar do ProLíder é um grande oportunidade de me conectar com pessoas que realmente querem mudar o Brasil. Tenho certeza que a experiência vai trazer conexões com pessoas incríveis, além de um conteúdo de liderança e liderança política de maneira ímpar.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Dentro do ProLíder, ela quer dar os próximos passos de um plano que já vem sendo traçado desde a infância. Dentro do poder executivo, ela con segue entender exatamente os bene fícios e as limitações do seu trabalho; por isso, quer criar uma organização sem ƌns lucrativos extra-Estado para poder acelerar as mudanças que deseja causar na sociedade.

93


Cristine Rodrigues RIO RIO DE JANEIRO DE JANEIRO BRASIL BRASIL

18 anos 18 anos

Cristine tem 18 anos e sua vida foi transformada pela educação pública, da qual sempre usufruiu. Nascida e criada na Cidade Maravilhosa, a realidade para quem mora em um dos bairros mais perigosos e marginalizados do Rio não é tão maravilhosa assim. Cresceu vendo o desemprego dos seus pais, amigos no crime organizado e vivendo o impacto da falta de políticas públicas. Mas mesmo com essas dĉƌǹ culdades, os pais sempre falaram para ela e seus outros três irmãos que eles precisavam priorizar os estudos. Teve a sorte de ingressar no Colégio Pedro II e, diante dos empeci lhos, pôde estudar em uma das maiores instituições federais do país.

No CPII, fundou e foi presidente do Grêmio Estudantil de 2019 a 2020. Hoje, mais do que a mobilização constante sobre diversas problemáticas do movimento estudantil e da sociedade, o Grêmio conduz eventos artísticos e esportivos, como shows musicais e cam peonatos de futebol, além de ações voluntárias de arrecada ção de roupas e alimentos para comunidade. Cristine também integrou o Núcleo de Estudos e Pesquisas Audiovisuais em GeograƌÃ do colégio. Foi a primeira da família a estar em teatro e feiras de ciências. Realizou um projeto de iniciação cienŚċƌca tão bom no Núcleo acima que foi convi-

94


dada a apresentá-lo em Portugal. Assim, realizou um sonho que a educação a permitiu viver: adentrar o aeroporto e representar o Brasil na Europa. Não contente, foi tão bem destacada no seminário de Portugal que foi convidada a fazer parte da equipe organizadora, com todos os custos pagos para ajudar a realizar o evento. É fruto de trabalho social e seu legado é capacitar a periferia a ocupar os espaços que ela já ocupou. É Deputada Jovem do Congresso (PJB) pelo RJ e caloura de Gestão de Políticas Públicas na USP, sendo a única da família na Universidade Pública. Agora em 2021, completou um treinamento de Intervenção em Psicoeducação de Crise pela Columbia University de Nova Iorque e um curso sobre a Avaliação da Qualidade de Serviços como Base para Gestão e melhoria de Serviços Públicos pela Escola Nacional de Administração Pública.

Acredito que o ProLíder seja a melhor oportunidade para alcançar meu maior sonho: transformar a realidade brasileira através da gestão de políticas públicas na educação! O suporte técnico e toda capacitação baseada em princípios e valores fantásticos me dão a certeza que participar do árduo processo seletivo já valeu a pena.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Cristine tem diversos outros momentos da sua trajetória em que mostrou ser uma grande articuladora e estudiosa. Agora, ela quer entrar no ProLíder para poder continuar a desenvolver a sua liderança e alçar vôos maiores. Desde o início, ela se destacou por sua competência, a sua garra e o seu interesse genuíno -características de quem tem tudo para mandar bem no ProLíder.

95


Ítalo Cunha DE JANEIRO RIO RIO DE JANEIRO BRASIL BRASIL

28 anos 28 anos

Ítalo, nascido em Campo Grande e de 28 anos, é empreendedor nato: tem sede de construir coisas grandes e não desiste frente aos obstáculos. Estudou na Escola Federal da UFRRJ e, após terminar o ciclo básico, começou o curso de Direito na Universidade Federal Fluminense. Começou a empreender ainda na faculdade e, com alguns amigos, criou a Ímpeto Empresa Júnior Jurídica, a Liga Acadêmica de Direito da UFF de Volta Redonda e diversas outras iniciativas. Na Ímpeto descobriu sua vocação: mobilizar pessoas para realizar coisas. Foi isso que praticou na ONG Students For Liberty Brasil. Chegou a coordenador do estado do Rio de Janeiro, deixou o cargo tendo gerido mais de uma cente-

na de voluntários e alcançou a marca de maior aumento no número de coordenadores no país. Durante a sua passagem pela SFL seu horizonte foi se ampliando. Pela primeira vez, andou de avião, e percebeu que mesmo tendo nascido na zona oeste do rio, não conhecendo nenhum empreendedor, poderia se tornar um. Ainda em 2017 começou a trabalhar na Secretaria Municipal de Administração do Município de São Paulo para realizar a privatização de imóveis da Prefeitura. Embora tenha aprendido muito com sua experiência no governo, sua verdadeira vocação nunca fora tão clara.

96


Abriu seu próprio escritório em 2018, atuando com criptoativos, startups e empresas digitais e da nova economia, chamado Cunha Mantovani. Lá já viabilizou mais de R$2 milhões de investimento anjo. Nesse meio-tempo foi incubado pelo BNDES garagem com o projeto que no futuro viria a se tornar a Juddi, sua antiga lawtech. Em novembro de 2019 abriu-a, e a levou como projeto para o Global Competitive Leadership Program da Georgetown University, em Washington DC. A Juddi foi acelerada pelo Inovativa e atingiu milhares de pessoas. Infelizmente, mesmo com a plataforma no ar o negócio não se tornou sustentável. Em agosto do ano passado, já de volta ao Rio, Ítalo abriu a Marquei, empresa de proteção de propriedade intelectual, com seu sócio do escritório. Bateram sua meta de vendas em 6 meses para validar o negócio. Por isso, em fevereiro, trouxeram mais um sócio e a Marquei passou em 2021 pela Shell Iniciativa Jovem e vem crescendo rapidamente. Ítalo busca o ProLíder para continuar dando impulso ao seu espírito empreendedor. Os seus fracassos passados foram importantes para ele se tornar o líder que é hoje. Agora, está buscando novas formas de crescer rapidamente e atuar cada vez mais na viabilização e financiamento de startups.

Um dos meus maiores sonhos é deixar um legado como o ProLíder. Minha mãe faleceu quando eu era bem novo, no velório dela chegaram ônibus e mais ônibus dos alunos de diversas escolas para uma última homenagem, isso me mostrou que ela tinha deixado um legado na vida de todas aquelas pessoas e alunos. Meu propósito passou então a [ser] deixar um legado tão significativo quanto o dela, e tenho certeza que no Prolíder eu vou conseguir as ferramentas para isso.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

97


Ivan Bastos DE JANEIRO RIO RIO DE JANEIRO BRASIL BRASIL

24 anos 24 anos

Ivan, de 24 anos, ao longo da vida, conseguiu provar que tem muita obstinação e capacidade de atingir grandes resultados. Durante sua graduação em engenharia química na Universidade Federal do Rio de Janeiro, observou que, na instituição, só havia uma empresa júnior no Centro de Tecnologia, a qual detinha monopólio dos 17 cursos de engenharia há 23 anos. Assim, resolveu fundar junto de outros estudantes uma segunda empresa, na área de química, a Legado Consultoria Júnior. A empresa está sendo um sucesso: já impactou mais de 100 alunos e alcançou ótimos resultados, como, por exemplo, um projeto para uma das maiores redes varejistas do Brasil, que o Ivan mesmo negociou.

Visando experiência internacional, foi aceito no Instituto Superior Técnico (IST), conceituada escola de engenharia em Portugal. Lá, aproveitou várias oportunidades, tendo se tornado embaixador de intercâmbio do IST, além de participar de curso intensivo em administração e economia na Czech Technical University in Prague. Em seguida, atingiu resultados expressivos na IBM Global Business Services na Bélgica, onde quebrou o recorde de produtividade de estagiários do setor. Escreveu sua tese na KTH Royal Institute of Technology (Suécia), universidade globalmente renomada. A tese consiste em um plano de introdução no mercado para uma nova tecnologia da

98


empresa Hitachi ABB Power Grids. Fundou a BRASA Nordics, braço local da Brazilian Student Association (BRASA) nos países Nórdicos. Responsável por ativar uma conta de Instagram com conteúdo de alta qualidade sobre oportunidades de estudo nos países Nórdicos, além de promover eventos online de carreira, que alcançaram estudantes brasileiros em diversas universidades internacionais. Também é envolvido com o BRASA Next, programa de mentorias profissionais da organização. Exerceu outra atividade, como atleta de tiro esportivo. Venceu a Copa Sul-Americana, na modalidade carabina de ar olímpica. Pertence à Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, tendo competido em outros estados brasileiros, assim como no exterior. O sonho grande do Ivan é unir seu conhecimento técnico e disciplina de trabalho para criar o seu empreendimento. No ProLíder, busca desenvolver habilidades de liderança e aprofundar o conhecimento na área de empreendedorismo. Também visa expandir seu networking, além de conhecer futuros parceiros de negócio. Ao longo da formação, ele será exposto ao ambiente necessário para atingir todo o seu potencial. Já provou a sua capacidade. Agora, é hora de avançar como líder e empreendedor.

Eu acredito que o ProLíder vai me ajudar a desenvolver habilidades de liderança e empreendedorismo, assim como conhecer futuros parceiros de negócio.

A formação do programa me auxiliará a atingir meu sonho grande de no futuro me tornar empreendedor.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

99


João Vitor Pires RIO DE RIOJANEIRO DE JANEIRO BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

João vem de uma trajetória pública na qual, mesmo com pouca idade, já conseguiu realizar grandes feitos. Vindo de uma realidade difícil de São Gonçalo, ele aprendeu cedo na vida a se esforçar. Dos 10 aos 15 anos, Pires trabalhou como cobrador de van junto com seu pai. Foi quando aprendeu que não conseguiria nada na vida sem trabalhar muito duro. Nascido e criado no bairro do Alcântara, em São Gonçalo, atualmente está se formando em economia na Universidade Federal Fluminense, onde foi aprovado em 2o lugar. Ele sempre se interessou por política. A partir do momento em que perdeu alguns preconceitos, ele teve muita vontade de fazer a diferença. Quando começou a olhar para

trás na sua história, ele viu que muitas das diferenças e dos abismos sociais poderiam ser minimizados caso ocorresse um movimento coletivo para se trabalhar em prol de uma sociedade mais justa. Trabalhou no gabinete do Deputado Estadual Renan Ferreirinha desde o início do mandato em 2019 como analista de finanças públicas. Como assessor parlamentar, coordenou a participação do Ferreirinha na CPI na Crise Fiscal e a fiscalização dos hospitais de campanha durante a pandemia. Deixou o cargo para concorrer às eleições municipais. Achou que ia conseguir 600 votos, mas teve 3.421, numa campanha que não usou um centavo de dinheiro

100


público, com uso de redes sociais. Ele chegou a comemorar a sua eleição, tinha uma cadeira até o TSE fazer recontagem. Como havia um candidato indeferido no seu partido, ele acabou perdendo uma quantidade de votos grande devido ao quociente eleitoral e não conseguiu entrar mesmo tendo mais votos do que 21 dos 27 vereadores eleitos da cidade. Ele precisou aceitar a derrota, mas entende que poderá traçar voos um pouco mais altos. Devido ao quociente eleitoral do partido escolhido, João não foi eleito vereador, mas carrega consigo os aprendizados daquela lição. Atualmente, é assessor especial da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, e é um dos responsáveis pela volta às aulas presenciais da maior rede de ensino público de educação da América Latina.

Meu maior sonho é ser a voz e a mudança para os invisíveis do Brasil. Trazer dignidade pra quem não tem voz. E o ProLíder vai me capacitar pra ser a liderança pública capaz disso.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Também é liderança municipal na cidade de São Gonçalo do Movimento Acredito, um movimento de renovação política de impacto nacional. Ele e o movimento têm como desafio a construção de uma agenda de renovação política para a cidade. João quer continuar a sua trajetória política, voltar a tentar um cargo eletivo e quer contar com a ajuda do ProLíder para que este sonho se torne realidade. Quer conseguir dentro da própria política, alcançar cargos que lhe deem a oportunidade de causar cada vez mais impacto Tem um grande sonho de ser prefeito de São Gonçalo, mas também de chegar ao congresso, seja como senador, seja como deputado.

101


Pedro Siciliano RIOJANEIRO DE JANEIRO RIO DE BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Pedro nunca enxergou limites para impactar e ajudar pessoas. Sua história e trajetória estão altamente ligadas à educação desde cedo. Por isso, transformar o acesso à educação de qualidade no Brasil através da tecnologia é seu maior e grande sonho. Altamente esforçado e disciplinado, foi o único aluno em sua turma a passar no IME sem curso preparatório –no qual se formou em 1ª colocação entre todas as engenharias. Logo após seu ingresso, Pedro buscou dar a oportunidade para que outras pessoas tivessem a mesma possibilidade, criando um curso preparatório focado especificamente no IME, alavancando uma metodologia de sala de aula invertida. O projeto impactou

mais de 150 alunos ao longo de 4 anos, incluindo 2 pessoas aprovadas para o IME. Contudo, mudar a educação brasileira exige não só propósito, mas também escala. Para entender mais sobre como escalar negócios, Pedro se aproximou cada vez mais de consultoria em estratégia. Foi presidente do clube de consultoria do IME, e em 2018 entrou na McKinsey & Company, maior consultoria em estratégia do mundo. Durante 3 anos, ele participou de mais de 10 projetos apenas em estratégia e finanças corporativas em diversas indústrias –de finanças e telecomunicações a agricultura e materiais básicos. Tornou-se o único analista da McKinsey a ter recebido o prêmio Marvin Bower por “valores profissionais exemplares”.

102


Hoje, como Head de Estratégia e M&A do Descomplica, maior Edtech da América Latina, Pedro tem a oportunidade de aplicar as ferramentas que aprendeu em consultoria no tema de seu coração. Sua missão é liderar o desenho de como o Descomplica se tornará a maior empresa de educação da América Latina nos próximos 5 anos, impactando a vida de milhões de brasileiros com acesso a educação de qualidade e baixo custo. Para além de sua trajetória profissional, Pedro atua voluntariamente como Head de Projetos Estratégicos na Alumni do IME. Ele elaborou o plano estratégico da Alumni de 2019-21, que levou o faturamento da entidade a crescer +20x comparado aos anos anteriores, chegando a quase 1 milhão de reais; e hoje ajuda a Alumni a implementar projetos-chave como um portal de vagas que conecte alunos do IME a empregadores e programas de mentoria. Também publicou 4 artigos científicos, recebeu 2 bolsas do CNPq, e foi medalhista de olimpíadas de Matemática, Física, Química e Xadrez.

Meu maior sonho é transformar o acesso à educação no Brasil. Acredito que os maiores desafios dependem, mais do que de uma estratégia bem desenhada, de pessoas extraordinárias.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Olhando para frente, Pedro quer continuar democratizando o acesso à educação no país através da tecnologia, incrementando a produtividade e renda dos brasileiros. Preço e qualidade não deveriam ser antagônicos em um direito tão essencial. E acima de tudo, ele continuará ajudando e mentorando pessoas para irem mais longe, multiplicando seu impacto.

103


Rafael Kader DE JANEIRO RIO DERIO JANEIRO BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Rafael, com 25 anos e do Rio, traz consigo uma bagagem acadêmica muito grande. Esta capacidade intelectual, aliada à sua proatividade e visão para identificar oportunidades, o permitiu acelerar muito a sua carreira até o momento. Desde muito jovem, por 11 anos, estudou no Colégio de São Bento do Rio de Janeiro, estimulado pelos seus pais. Entendeu que a vida é feita de desafios e que o ‘’segredo’’ está na resiliência para alcançar os sonhos. Para tomar riscos e impactar mais vidas do que suas mãos pudessem atingir, como médico, de maneira direta. Ingressou na Faculdade de Medicina da UFRJ com 18 anos. Dentro dela, coordenou projetos de ensino, de pesquisa médica, sociais de extensão universitária e

de gestão de eventos científicos. Gerenciou grupos de alunos interuniversitários e viajou pelos quatro cantos do Brasil apresentando o trabalho que fez na UFRJ e no Rio de Janeiro na área médica. Pousou em solo sueco para aprender mais sobre a arte da medicina na segunda melhor escola médica europeia e local da entrega do prêmio nobel da medicina, no Instituto Karolinska. Foi para a linha de frente de iniciativas voluntárias de alívio aos danos causados pela pandemia da COVID-19 e articulou-se com renomados professores, médicos e pesquisadores. Eles, vendo a sua raça para crescer, se desenvolver e ajudar o próximo, o levaram a patamares mais altos e destaque no ambiente universitário. Hoje, é doutorando em ciências médicas pela Faculdade Nacional de Medicina da UFRJ,

104


tendo ingressado diretamente na etapa final do programa MD Ph.D ainda enquanto graduando para pesquisar sobre a COVID-19 em pacientes hospitalizados. Além disso, ao longo dos cinco anos como coordenador de projetos sociais de ensino de primeiros socorros para populações fragilizadas em locais de risco, foi apresentado ao mundo da tecnologia em uma de suas experiências profissionais e impulsionado pelo surgimento de uma nova lei federal a fundar a beSafe Saúde, healthtech da qual é CEO - uma nova demanda de ensino de saúde que, certamente, está pronto para atender. Hoje, também é médico dos Hospitais Samaritano e Vitória e do Hospital Quinta D’or da Rede D’or São Luiz (Rio de Janeiro). Com o perfil de liderança que tem, entretanto, sabe de sua notável necessidade de adquirir mais conhecimento empreendedor e outras conexões e habilidades necessárias para poder acelerar rapidamente sua HealthTech.

[P]autei minha vida no propósito de deixar um legado para essa pandemia como médico, como pesquisador e como empresário para educar, transformar e cuidar de vida de crianças, adolescentes, professores e profissionais de escolas e centros de recreação infantil e de todas as famílias brasileiras...

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Dentro do ecossistema e com o suporte do ProLìder, Rafael poderá se desenvolver rapidamente e se conectará a uma rede de pessoas com propósitos semelhantes ao seu de causar o bem e que certamente irão abrilhantar ainda mais sua jornada.

105


!"#$%& Mendes RIO RIO DE JANEIRO DE JANEIRO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

!"#$%&'$()'*+',-%.'('-,.#(/'()' 0($&12%3".4'567'8'"&)9%':,';",4'</(' nasceu com Síndrome de Down, e foi a inspiração da criação, em conjunto dos seus pais, do ProjeŚĬȎ(ƌßĉêĥŚêŒǣȎf_=ȎŊŠêȎÃŚêĥåêŠȎ mais de 10 mil famílias de pessoÃŒȎßĬĤȎåêƌßĉîĥßĉÃǢȎ<ĬŋĤĬŠǹŒêȎ em Engenharia de Produção pela UFF, com foco em Empreendedorismo e Inovação, onde atuou como líder estudantil, fundando e presidindo o Diretório Acadêmico da unidade. Deu monitoria de Cálculo e Física pelo Departamento de Engenharia e foi aprovado pela Karl-Franzens-Universität, na Áustria, onde dedicou-se a matérias como Economia Internacional, Teoria dos Jogos e Sistemas de Informação. Retornando ao Brasil trabalhou durante 2 anos em uma multina-

cional do ramo de Aviação, desenvolvendo iniciativas de mineração de dados e manutenção de motores aeronáuticos para a General Electric. Lá foi responsável por auxiliar nos processos de tomada de decisões estratégica, análises de dados, monitoramento de KPIs, ,-=3".(':('</(.$>(.'$?#-"#,.'('' alterações nos manuais de montagem de motores. Foi também presidente nacional do EID Grupo de Desenvolvimento de Jovens Aprendizes e Estagiários da GE. !"#$%&',$/%/'"-:"&($,)(-$('-,' elaboração de políticas públicas municipais e trabalhou na Secretaria de Obras e Habitação do município de Petrópolis realizan:%@'),2(,)(-$%4'.")/3,A9%':(' processos e análise de dados.

106


Atualmente trabalha no setor de Gestão da CEDAE, Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro, com o objetivo de garantir a prestação de serviços como abastecimento de água, esgotamento sanitário e demais soluções em saneamento ambiental. Lá auxilia nos processos vindos da prestação de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário, no cumprimento de contratos, e apoia decisões estratégicas por meio de análise de dados e estudos de viabilidade técnica e econômica. Victor acredita que decisões devem sempre ser baseadas em dados e enxerga a política como meio de transformação do Brasil. Para ele, um bom gestor deve aplicar os recursos tecnológicos e acadêmicos que hoje são aplicados nas grandes empresas, tomando decisões com riscos e impactos calculados.

Meu maior sonho é transformar o Brasil em um país mais equânime, onde todos tenham oportunidades para desenvover suas vocações.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Após ser aprovado para estudar na Áustria, foi aluno destaque da sua graduação concluindo seu trabalho de conclusão de curso em Mineração de Dados. Victor já viu como pode realizar impacto no setor privado e no terceiro setor -agora, quer dar a mudança na sua carreira que sempre buscou: atuar dentro da política e da gestão municipal. Ele busca a ajuda do ProLíder para realizar o seu sonho de mudar o Brasil, começando por seu município.

107


Bárbara de Abreu SÃO SÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Bárbara, de 27 anos, é formada em Engenharia Física e trabalha com desenvolvimento de instrumentação científica no Sirius -o acelerador de partículas da América Latina.

É física pela Universidade Federal de São Carlos e mestranda em Engenharia Mecânica, com ênfase em Térmica e Fluídos pela UNICAMP.

Sempre gostou muito das ciências duras, mas também muito de história e literatura. Somado a isso, é muito envol vida com projetos sociais por influência da sua família.

Também participou na European Cryogenic Course, uma formação complementar em Engenharia Criogênica, Equi pamentos e Processos. Na faculdade, estava engajada com vários grupos e atividades, entre eles como aluna de Iniciação Científica no Grupo de Supercondutividade e Magnetismo (GSM -UFSCar), com o Projeto RONDON, um programa de desenvolvimento ao universitário em seu conhecimento do Brasil, no time da tecnologia, no Time iGem UFSCar focando em modelagem matemática

É formada em universidade pública e, durante todo seu período formativo no ensino superior, tem crescido nela o interesse em usar a sua formação para resolver problemas do país, a fim de ajudar o maior número de pessoas possível e retribuir o investimento feito nela.

108


de um bio-repelente a base de limoneno, e na Enactus UFSCar como coordenadora da área de Projetos. Ganhou uma bolsa de estudos do CNPq de 2015-2017, além de ter sido selecionada como tendo o melhor pôster na categoria iniciação científica em 2017, ganhado uma medalha de ouro do The International Genetically Engineered Machine (iGEM) Foundation, e ser medalhista da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astrofísica. Uma vez dentro do programa, quer aproveitar ao máximo as discussões sobre os problemas brasileiros, pois dada a sua formação e, apesar do seu estudo paralelo sobre os temas, sente que existem muitas lacunas quanto ao seu conhecimento da realidade brasileira, suas necessidades e oportunidades.

Acredito que todas as pessoas podem contribuir positivamente para a nossa sociedade. O ProLider se encaixa na minha história medida que durante as discussões costura minhas indignações com as possibilidades que encontro de atuação no país.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Além disso, dado que toda a sua graduação foi focada em ciência básica, acredita que o projeto pode também contribuir para maior conhecimento na área de empreendedorismo, bem como questões de criação de produto, estruturação de projetos empresariais ou públicos. Isso muito a motiva, pois vem buscando por alternativas assim no último ano e já percebe como se desenvolveu durante o processo seletivo. durante o processo seletivo.

109


Giancarlo Gama PAULO SÃOSÃO PAULO BRASIL BRASIL

21 anos 21 anos

Giancarlo tem 21 anos, é apaixonado pela família, pelas pessoas, pela coletividade, e é o vereador mais novo da sua cidade, Cabreúva, no estado de São Paulo. Esta é a segunda grande façanha da sua !"#$%&$&'(")*"($+&,*-./#0&,.$,& palavras, foi ingressar na USP tendo vindo de onde veio. Advindo de uma família de baixa renda, Gian precisou lutar muito para conseguir passar no vestibular. Completou a educação inteira em escolas públicas e desde o fundamental sempre estudou muito, rendendo-lhe suas ótimas notas.

maior escola de política e democracia no Brasil, em um processo seletivo de mais de 35 mil candidatos, ele recebeu uma formação para se tornar um político comprometido com a mudança. Depois, realizando ŠĤÃȎßÃĤňÃĥąÃȎĉĥĬŶÃåĬŋÃȎêȎåêŒÃƌÃdora, em tempos de pandemia, 1.$,*&1.*&202$3)*/2*&0/3"/*+&(*$3"zada majoritariamente pelas redes sociais, como Facebook, Instagram, WhatsApp e TikTok, ele conseguiu ser eleito em 2020, com os votos de 529 cabreuvanos e cabreuvanas, se tornando o terceiro mais votado de 9 representantes.

As suas decisões foram motivadas pela sua vontade de contribuir com a transformação da sua cidade e do Brasil. Logo depois de entrar na graduação em Ciências Sociais, Giancarlo começou o seu plano para se tornar um agente de mudança através da política. Depois de ser aprovado no RenovaBR, a

4)&,*.&)$/#$20&#*&5*(*$#0(+&*3*& traz consigo a pauta da transparência, da participação popular e da educação política. Ele utiliza, para trazer maior participação dos cidadãos, o aplicativo chamado Tem 6*.&5020+&1.*&'0,,"7"3"2$&$0,&8"#$dãos cabreuvanos o acesso aos '(09*20,&1.*&,:0&!02$#0,&/$&

110


Câmara de Vereadores bem como notificar problemas da cidade para que seu mandato enquanto fiscalizador cobre por melhorias. A tecnologia tem sido uma grande aliada em sua atuação, contribuindo para a construção de uma política mais participativa e próxima das pessoas. Ele ainda está na faculdade, e já completou a Iniciação Científica, estudando “As relações entre a evasão de graduandos na FFLCH e sua cor da pele”. A pesquisa obteve importância para a unidade, de tal forma que se desdobrou para uma pesquisa –parte II, além de seus resultados serem apresentados em um Simpósio Internacional ( SINCUSP). Também concluiu uma pesquisa científica em grupo intitulada “A população em situação de rua no Brasil Urgente -Uma análise do imaginário veiculado pelo telejornal ‘Brasil Urgente’ na plataforma online do YouTube”, mascando sua formação em discussões de problemas importantes que o país enfrenta. É formado pelo RenovaBr, a maior escola de política e democracia do Brasil e Multiplicador Politize!, iniciativa que busca difundir a educação política no Brasil.

Eu acredito que nasci para mudar vidas. Quebrar trajetórias de desigualdades, fechar ciclos de injustiças e encerrar a infinitude da pobreza. Meu sonho, é proporcionar um país melhor a se viver, com mais igualdade, justiça e vida plena.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA .

Acredita na construção de uma sociedade melhor, mais igualitária, mais justa, com melhores condições de vida, na conquista de uma democracia consolidada e que tudo isso só será possibilitado com a construção de uma política melhor, mais diversa, participativa e propositiva. Esta é a sua missão: realizar grandes feitos na política por meio de ideias inovadoras e de renovação para, com isso, construir uma sociedade melhor. Por isso, Giancarlo quer entrar no ProLíder.

111


Guilherme Dvulathca SÃOSÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

25 anos 25 anos

Guilherme Dvulathca, é um jovem de 25 anos nascido e criado em Embu das Artes, região metropolitana da cidade de São Paulo. Por morar às margens de uma cidade que está à margem das oportunidades, Guilherme demorou muito para poder tatear informações de carreiras profissionais. Não à toa, que na primeira oportunidade, quando sua diretora disse que ele tinha vocação para às Ciências Sociais, Guilherme a abraçou sem nem ao menos pestanejar e foi até o fim com ela. Por ser um rapaz extremamente ambicioso, a única faculdade que passou em sua cabeça para fazer o curso de seu recente sonho foi a USP. Ele não aceitou nada menos por dois motivos: primeira, pela gratuidade de

poder cursar uma graduação, já que ele nunca teria a chance de pagar por uma universidade particular; e a segunda, foi pela oportunidade em si, pois ele tinha certeza que lá ele poderia transformar a sua visão de mundo. Muito bonito o seu sonho, porém, o que ele não esperava era descobrir seu analfabetismo funcional. Pense aqui: passar na maior universidade do país sendo um analfabeto funcional parece uma tarefa difícil, certo? Corretíssimo! Ele demorou 3 anos para conseguir o seu objetivo, sendo no último ano, estudando em uma biblioteca municipal de seu município. Vale a pena, inclusive, entrar em mais detalhes dessa empreitada.

112


No final do segundo ano estudando para o vestibular, já na segunda fase da FUVEST, ele teve uma crise de ansiedade e não conseguiu finalizar a sua redação. Este fato o levou para a reprovação e a um estado depressivo pela enorme frustração que o atingiu. Vivendo em um município que não oferece qualquer amparo psicológico, Guilherme encontrou-se em um ambiente completamente sem saída. Naquele momento, a única coisa que pulsava em sua veia era o seu contínuo desejo de passar na USP. Com isso, com os poucos trocados que tinha, foi para a biblioteca da sua cidade ler um pouco, para tentar aliviar o seu sentimento. Neste momento, ele encontra na biblioteca um lugar aconchegante para continuar seus estudos, muito graças aos estímulos das pessoas que trabalhavam por lá. O final da história é o mais feliz possível: a aprovação. E ele estava certo, a USP mudou a sua vida. Ofereceu-lhe uma outra perspectiva profissional e de vida. Ali conheceu dois amigos também de Embu e fundaram o Km23, um projeto que leva oportunidade e referência aos jovens de escola pública da cidade. Foi ali também que ele pode se descobrir profissionalmente com a sua vocação para a política para além dos projetos sociais. Hoje, ele trabalha no RenovaBR e é norteado pelo desejo de mudar a sua cidade para que ela abrace as pessoas,

Poder participar do programa não é só um privilégio ímpar, é também uma oportunidade de poder me aperfeiçoar profissionalmente e humanamente por me colocar constante debate com os outros participantes, aumentando em muito a minha perspectiva sobre os maiores problemas da nossa sociedade.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

113


Jéssica Tamires PAULO SÃO SÃO PAULO BRASIL BRASIL

21 anos 21 anos

Jéssica, de 21 anos, veio da periferia e nunca deixou de sonhar. Filha de dois retirantes que saíram da zona rural da pequena cidade de Porteirinha –no Norte de Minas Gerais –sempre soube da necessidade dos estudos para poder ascender de vida e, por isso, dedicou-se desde muito nova, aproveitando as oportunidades que organizações como o Instituto Semear forneciam a jovens da sua faixa de renda. Conseguiu entrar na USP e precisou, em diversos momentos, intercalar seus estudos com trabalhos informais para complementar a renda de casa. Mesmo assim, seguiu firme. Mora, até hoje, em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo e, desde sempre, quando voltava para casa, via a condição de moradia precária em que muitas pessoas viviam.

Em 2018 foi aceita na faculdade, e em 2019 se tornou Jovem-Semente do Instituto Semear. No Instituto, aprofundou ainda mais o autoconhecimento, e, olhando também os seus arredores, definiu seu grande sonho: associar tecnologia e construção para atuar no déficit habitacional brasileiro por meio da fundação da sua própria empresa de impacto. Tudo em que se envolveu dali em diante foi escolhido de modo que lhe desse insumos para que ela se tornasse uma boa empresária: coordou projetos de extensão (SeTEC) e fundou iniciativas (Núcleo de interesse no Instituto Semear). Todas essas experiências permitiram o aperfeiçoamento das suas capacidades de liderança, comunicação e organização -

114


habilidadesimprescindíveis para uma empreendedora de sucesso. Dentro da Universidade, ela pesquisou as aplicações de tecnologias da Indústria 4.0 nos setores civil e imobiliário, obtendo insights para empreender com tecnologia. Em 2020, criou um projeto de empresa no programa Pontapé Empreendedor do Instituto Semear, ficando a ideia do time em 9o Melhor Projeto entre os 200 inscri tos. Agora, além de estudante de Engenharia Civil na Escola Politécnica da USP, ela tem o propósito de empreender na área da habitação, especificamente no setor imobiliário de baixa renda. Infeliz com as soluções presentes no mercado, Jéssica quer associar tecnologia ao setor, desenhando um negócio que agregue valor real. Atualmente ela coordena a Semana Temática de Engenharia Civil da faculdade, aprendendo ativamente sobre liderança e gestão de projetos.

Meu maior sonho é criar um negócio de impacto social que atue de maneira concreta e eficiente no problema da Habitação.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Jéssica busca o ProLíder para ajudála a acelerar o sonho de causar impacto na área de habitação social, com o time de pessoas que irá levar o projeto adiante junto com ela.

115


Juliana Martins SÃOSÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Juliana Martins, de 26 anos, enfrentou uma situação extrema de desamparo - seu então namorado foi morto, estava grávida, e seus pais foram demitidos - aos dezoito anos de idade, e transformou essa situação em uma grande oportunidade de mudar de vida. Sentindo a dor de tentar crescer profissionalmente sendo uma mãe tão nova, Juliana abriu um empreendimento para ajudar outras pessoas em situação parecida com a sua. A Fico com a Cria nasceu com o propósito de incluir produtivamente pessoas negligenciadas por outras agências de babás. Ela atraiu uma outra sócia para o seu propósito e foi aprovada em diversas acelerações pelo país por meio da sua capacidade de liderança.

Agora, com mais de 10 anos de experiência na área de vendas, sendo três deles atuando como empreendedora social, Juliana pode afirmar que é uma pessoa extremamente desinibida, persistente, destemida e com ótima comunicação, características que, com toda certeza, a ajudaram a chegar mais longe. Além de sua carreira profissional, a maternidade a permitiu desenvolver habilidades importantes para um líder, dentre elas a capacidade de se colocar no lugar dooutro, percepção afiada, inteligência emocional, resolução de problemas e a capacidade de negociação e de assumir riscos e responsabilidades, desenvolvidos e aprimorados ao longo desses anos.

116


Atualmente é CEO da Fico com a Cria, responsável pelo planejamento estratégico e também a coordenação da equipe de atendimento, incluindo Customer Success. Participou de diversos programas de desenvolvimento pessoal e profissional com empresas como a Fundação Telefônica Vivo, Aliança Empreendedora, Rede Mulher Empreendedora, Anip, B2Mamy, entre outros. Além de entrevistas com o tema Empreendedorismo Materno para a Revista Crescer, Portal R7, Caldeirão do Huck, Podcast: Happy Hour com elas, também tem participação em livros, blogs e outras. Realizou palestras inspiracionais para pequenos e grandes grupos (10 a 500 pessoas) e eventos como O Epicentro e Café com Empreendedoras. Participou como avaliadora de banca de negócios no programa Pense Grande. Ela apresenta um programa no YouTube sobre empreendedorismo e histórias inspiradoras, e realiza mentoria individual para pequenos empreendedores. Entra em flow quando o assunto é causas sociais. Também adora acariciar os seus três gatos e contemplar a natureza.

Tenho muitos sonhos... E o maior de todos é construir uma sociedade que esteja preparada para receber mães e seus filhos, com empresas, lugares e serviços conscientes e adaptados, de modo a promover a inclusão dessas mulheres na educação, no mercado de trabalho e nos espaços de lazer, diminuindo grandemente o número de oportunidades perdidas por falta de infraestrutura.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Ela já mostrou uma força de execução muito grande e está tirando o seu sonho do papel. Agora, quer a ajuda do ProLíder para continuar crescendo na vida e se desenvolvendo, tornando o Fico com a Cria um case nacional de impacto social.

117


Larissa Ferracine PAULO SÃOSÃO PAULO BRASIL BRASIL

27 anos 27 anos

Larissa tem 27 anos, é de São Paulo, e é formada em Comunicação Social -Relações Públicas pela Unesp, e teve acesso a muitas oportunidades e muitos grupos durante a sua graduação. E essa quantidade de experiência que ela teve foi uma enorme escola que ajudou ela a enxergar que seu futuro seria trabalhando com impacto. Ela participou da AIESEC, Empresa Jr. e algumas outras atividades. O fato de ter tido muita experiência fora da sala de aula permitiu que ela conseguisse criar uma consciência muito importante. Para seu primeiro emprego, trabalhou em uma empresa de tecnologia. Se especializou em gestão de

marca, mas seu coração vibrou quando fundou e se tornou líder da área de diversidade que atuava em contratação de talentos diversos, retenção e liderança inclusiva. Uma das principais conquistas está atrelada a representatividade de mulheres, que atualmente totalizam quase 50% das pessoas colaboradoras. Saiu desta empresa para atuar como Consultora de Comunicação dentro da Fundação Lemann, dentro do projeto "Conectando Saberes", uma rede de 900 professores espalhados pelo Brasil. É voluntária de projetos na ONG #ElasNoPoder. Hoje está iniciando um novo desafio,

118


agora em posição de liderança na área de comunicação, na +Unidos, fundo social colaborativo que atua com projetos pelo Brasil com foco em tecnologia, educação e empreendedorismo. Larissa também foi coordenadora de uma campanha vitoriosa para vereador na cidade de Embu das Artes, onde captou mais de 100 mil reais e mobilizou mais de 300 pessoas. Sonha em ser chefe de gabinete de políticos que levantam pautas em que ela acredita como, equidade de gênero. Nesse sentido, as aulas dos palestrantes e os debates com os colegas vão ajudar a formular as soluções para os principais problemas do país. E toda essa bagagem que Larissa carrega deixa bastante claro e transparente que ela carrega dentro de si um grande potencial para continuar impactando a vida das pessoas. E ela acredita que o ProLíder pode potencializar toda essa vontade que ela tem para aumentar o alcance do seu impacto para mais pessoas.

Sonho com um Brasil que mulheres e meninas, com todas as suas interseccionalidades, tenham seu pleno potencial desenvolvido e que tenham exemplos na sociedade para que possam escolher seus destinos sem medo, sem traumas e com equidade de oportunidades.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Uma vez dentro do programa, quer dedicar tempo para fazer conexões e conhecer as trajetórias dos seus colegas, quer estudar as melhores práticas que existem para resolver os problemas do nosso país e vai trabalhar duro para colocar o projeto da sua equipe de pé.

119


Lígia Clarindo PAULO SÃOSÃO PAULO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Nascida em uma realidade simples no interior de São Paulo, Lígia tem a sorte de ser filha de professores da educação básica, o que a permitiu estudar de uma maneira muito diferente da convencional. Por influência da família, escolheu a ciência como formação e é Bacharela em Química pela Nascida no interior de São Paulo, Lígia tem a sorte de ser filha de professores da educação básica, o que fez com que a educação sempre ocupasse um lugar de destaque na sua vida. Com autonomia desde pequena para aprender sobre tudo o que quisesse, ela acredita que foi aí que seu lado empreendedor começou a nascer.

Por influência da família, escolheu a ciência como formação e é Bacharela em Química pelo Instituto de Química da Unesp Araraquara. Foi bolsista de pesquisa pelo CNPq por quase dois anos na graduação, e ao longo desse período entendeu que o laboratório não seria seu lugar por muito mais tempo. Lígia descobriu o seu propósito ainda na universidade e nunca mais o deixou de lado. Lá conheceu o Movimento Empresa Júnior e encontrou o que nem sabia que procurava: a conexão com o empreendedorismo que mudou os rumos da sua vida. Nesta fase, tirou muitos projetos do papel que trouxeram a certeza que trabalhar com empreendedorismo de impacto era o grande caminho da sua carreira. Aproveitou as oportunidades que rece-

120


beu e, em 2018, iniciou seus trabalhos na Endeavor. Dentro da organização, começou atuando em comunicação e depois participou de grandes avanços na área de aceleração de negócios. Seu último grande resultado foi a entrega do mais recente programa de aceleração para os empreendedores e empreendedoras de maior destaque da rede da Endeavor. Agora, já são mais de 3 anos fazendo parte de uma das maiores plataformas de impacto do país, passando por diversas áreas, e querendo que esse seja só o começo do seu papel na transformação do Brasil. Toda esta bagagem permitiu que a Lígia conhecesse muito sobre cases de sucesso de diversos negócios todavia, ela sabe que atua com uma parcela muito pequena da verdadeira realidade de empreendedoras e empreendedores do Brasil. Lígia sente o desejo e a necessidade de atingir a maior parte do universo empreendedor brasileiro, composto pelos autônomos e os empreendedores das classes C e D.

Feliz demais em poder estar rodeada de gente boa, vendo desafios por outras perspectivas e encontrar mais ferramentas para que o empreendedorismo continue impulsionando o nosso país!

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Lígia busca o ProLíder para dar uma virada na sua carreira e construir uma solução que atenda pequenas empreendedoras e empreendedores de classes mais vulneráveis. Com todo o conhecimento adquirido ao longo da carreira e o propósito claro de difundir histórias de sucesso de empreendedorismo por todo o Brasil, ela encontrará no ProLíder o espaço certo para aflorar este objetivo.

121


Luiz Gustavo Perin SÃOSÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

30 anos 30 anos

Luiz, com 30 anos, é de Campinas, no interior de São Paulo. Entusiasta em descobrir como as coisas funcionam, desde !"#$%&$'()*+,%-$%(,'."#%/0)(,*1'$!")(#-$'/0)'2)%3$'($4'$' vontade pela carreira em )%5)%3$"#$6'78#*-0",'$')**$' ßÃŋŋêĉŋÃȎňŋĬƌŒŒĉĬĥÃĞǣȎÃŒȎåĉƌߊĞåÃåêŒȎŊŠêȎŚĉŶêȎŊŠêȎŒŠňêŋÃŋȎ 9$"$'!,%*)50#"')*-0($"1'/0)' ajudaram a desenvolver minha empatia e meu viés social, de ŊŠêŋêŋȎßĬĤňÃŋŚĉĞąÃŋȎĤĉĥąÃŒȎ experiências e engajar jovens a ter realizações pessoais e ňŋĬƌŒŒĉĬĥÃĉŒȂǢ Luiz Gustavo teve uma vida de batalhas diárias desde a infância, trabalhando desde cedo para pagar seus estudos, e graças a todo seu esforço,

conseguiu entrar na UNICAMP e fazer intercâmbio na França. Começou a transformar a sua vida e ter objetivos grandes /0$%(,'-#%3$':;'$%,*1'/0$%(,' o diretor do Colégio técnico de Campinas foi dar uma palestra na escola pública onde ele estudava. Ali começou a batalhar. No segundo ano tentando, ele passou para o colégio técnico, e foi essa a virada de chave da vida dele, em sua visão. A partir daí começou a trabalhar e conseguiu pagar pelos estudos complementares para entrar na Unicamp. Graças aos ótimos professores do colégio -<!%#!,'$9")%()0'/0)'$9")%åêŋȎêŋÃȎÄŋåŠĬǣȎåĉÿċßĉĞǣȎŊŠêȎĉŋĉÃȎ restringi-lo de muitas coisas,

122


mas que com trabalho duro iria conseguir trilhar um caminho cheio de conquistas. Entrou em engenharia elétrica na Unicamp, que conquistou na 3a tentativa, e “pulou de alegria até a cabeça bater no teto”, diz ele. Fez parte da graduação na França, retornou e sempre quis retribuir pela oportunidade que a sociedade deu a ele de estudar na universidade e no exterior, sendo possível graças a bolsas de estudos governamentais. Trabalhou em organizações estudantis, participou da reestruturação da feira de recrutamento da Unicamp, depois teve sede de empreender. Procurou áreas para fazê-lo, completou cursos de especialização em energia solar e começou. Faz um ano que abriu uma empresa de projetos elétricos e de sustentabilidade. Hoje está engajado em fazer a mudança no país e transformar o setor energético brasileiro, algo necessário para o crescimento de qualquer infraestrutura.

Vejo na formação do ProLíder uma grande pluralidade de pensamentos, tanto dos formadores, quanto dos participantes, um programa que será um agente transformador na minha vida, e que com certeza, irá contribuir para aprimorar meu pensamento crítico, e fará de mim um agente transformador da nossa sociedade.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Visto toda a sua história de superação e resiliência, em conjunto a toda a sua vontade e necessidade de melhora na infraestrutura brasileira, principalmente energética, o ProLíder poderá ajudá-lo no crescimento de sua empresa e na ampliação da cultura de energia sustentável no setor.

123


Matheus Gomes SÃOSÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

29 anos 29 anos

Matheus tem 29 anos, é de Campinas e tem uma formação bem técnica: se formou em mecatrônica pelo Colégio Técnico da UNICAMP e em Mecânica, pelo SENAI. Começou sua trajetória profissional aos 16 anos e, dois anos depois, ingressou em uma multinacional alemã, onde permaneceu por quase 4 anos antes de entrar na faculdade. Em todos os ambientes em que ele está presente, Matheus se destaca pela sua postura, oratória e atenção genuína que dedica a todas as pessoas. No curso de Engenharia Mecânica na UNICAMP, Matheus sempre se questionou sobre como poderia se destacar em um ambiente repleto de talentos. Lá dentro ele participou de várias atividades extracurriculares, e se destacou

na presidência da Empresa Jr. com os maiores resultados da história da sua EJ e do Brasil no segmento em que atuavam. Ainda na graduação, Matheus foi um dos fundadores do primeiro fundo de Endowment da UNICAMP, o Pratronos, atuando diretamente na captação de recursos e na estruturação jurídica da associação. Em 6 meses, o Patronos captou mais de 1 milhão de reais e tem o objetivo de chegar a 3 milhões até o fim de 2021. Além do fundo, também leva seu desejo de ver o Brasil menos desigual do ponto de vista racial através do Unicamp Black Network, projeto que fundou há dois anos com o objetivo de tratar o tema da diversidade e inclusão de maneira mais pragmática e que hoje já conta com

124


mais de 60 estudantes. Matheus se orgulha de ter participado da inclusão de mais de 15 jovens negras e negros em posições de destaque no mercado de trabalho. Dentro da faculdade, seguiu acreditando no poder de grandes exemplos, tendo se inspirado em veteranos que admirava para definir seus próximos passos na carreira. Desde então, ele começou a direcionar a sua formação e seus passos para o mercado de consultoria, tendo participado e sendo premiado em diversos desafios de estratégia, como o da Bain, McKinsey e Advisia, nesse último, sendo reconhecido com o prêmio de destaque individual, entre mais de 60 participantes.

Sonho em construir um país mais justo e menos desigual, e acredito que o caminho para isso passa necessariamente pela educação.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Contudo, antes de seguir a trajetória na consultoria, trabalhou na Cargill, uma das maiores multinacionais do Agronegócio, onde, após um período de estágio foi efetivado e se tornou analista de inteligência de mercado. Em 2020, prestou o processo seletivo da McKinsey, foi aprovado etapa a etapa e, ao final, recebeu a oferta para se juntar à firma. No próximo mês, ele concluirá sua graduação e seu período como estagiário, retornando para a empresa em outubro como Business Analyst. Matheus é um grande entusiasta da educação e tem o desejo de transformar o mercado de trabalho e a sociedade em ambientes mais diversos e competitivos. Acredita que o ProLíder, juntamente com sua vontade e perseverança, serão elementos fundamentais para que ele atinja esses objetivos.

125


Rafael Lopez PAULO SÃOSÃO PAULO BRASIL BRASIL

30 anos 30 anos

Paulista de 30 anos, Rafael Lopez sempre demonstrou muito interesse em conhecer os fenômenos sociais à sua volta, e, a partir disto, cultiva desde sua graduação em Relações Internacionais o sonho de gerar impacto social positivo em seu entorno. Procurando formas de vivenciar aquilo em que acredita, Rafael teve sua primeira experiência conectada a políticas públicas atuando como visitador do Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz. A partir desse momento, compreendeu que a gestão pública seria o caminho ideal para realizar seu objetivo. Buscando uma transição para a gestão pública, Rafael

ingressou no mestrado em Relações Internacionais do IRI-USP, com pesquisa voltada para microfinanças. A estratégia deu muito certo, e foi de grande importância para sua aprovação no processo seletivo do Vetor Brasil: dando início a sua trajetória na Gestão Pública, Rafael se mudou para São Luís para atuar na Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Maranhão. No governo maranhense, atuou em iniciativas de modernização institucional, na viabilização de projeto de Parceria Público-Privada e nas interlocuções com o Sistema Interamericano de Direitos Humanos.

126


Após um ano e meio no Maranhão, tendo atuado em alguns projetos de impacto, Rafael decidiu voltar para São Paulo, ingressando no Programa Avançado em Gestão Pública do Insper como forma de obter especialização profissional. Atualmente, Rafael é Assessor de Políticas Governamentais na Unidade de Gestão de Governo e Finança da Prefeitura de Jundiaí, onde atua em intervenções voltadas para a melhoria da gestão e promoção da intersetorialidade na elaboração e execução das políticas públicas. Desde 2020, está diretamente envolvido em iniciativas e projetos estratégicos em resposta à pandemia, dentre as quais é possível destacar a promoção da segurança alimentar, a construção de protocolos e medidas sanitárias, a retomada econômica e a assistência à população em situação de maior vulnerabilidade do município. A partir do início de 2021, também se tornou um dos membros do Grupo de Trabalho da Criança na Cidade, cuja principal atribuição é promover políticas públicas voltadas para a infância. Rafael enxerga o ProLíder como uma excelente maneira de se desafiar e expandir seus horizontes, encontrando pessoas dispostas a pensar e construir políticas públicas disruptivas e transformadoras e que façam a diferença em seu entorno, concretizando assim seu maior sonho.

Enxergo no ProLíder a oportunidade de me unir a pessoas transformadoras na construção de soluções que ajudem a superar os desafios de nosso país.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

127


Renato Zamboni de Albuquerque SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL BRASIL

16 anos 16 anos

Com 16 anos, Renato é completamente apaixonado por empreendedorismo e desenvolvimento social, buscando constantemente aprimoramento e sonhando grande.

Renato pôde estudar em colégio técnico e aprendeu muito cedo a gostar de temas ligados à programação. Foi incentivado a estudar e ter bons resultados, e, aliando isso à sua busca por novas oportunidades, conseguiu, Sua mãe vem de uma família sim- aos 16 anos de idade, ser aprovaples de Araraquara, seu pai vem da do com bolsa de 100% para estuzona norte de São Paulo, tinha dar sobre empreendedorismo na uma condição um pouco melhor Wake Forest University com o Dr. do que sua mãe. Renato é um Dan Fogel em um programa de estudante do segundo ano do verão intitulado “Subscribe, ensino médio integrado ao técniInnovate, Disrupt: An Insider’s co de administração e do primeiGuide To Business”. ro semestre do técnico de desenvolvimento de sistemas, ambos Atualmente é não só Estagiário os cursos na ETEC Albert Einsna Starbem, onde atua na área tein. Em Administração de Sistede atendimento ao consumidor e mas, aprendeu HTML, CSS, no pós-venda, mas também Javascript, C# e um pouco de assistente do professor Erez React Native. Renato busca Yoeli em um summer job do MIT agregar tanto conhecimento desenvolvendo um projeto baseado quanto possível para gerar impac- nos princípios do altruísmo pessoal. to, e já começou a fazer isso. Foi voluntário de destaque no

128


projeto Missão Covid, ação social que atendeu cerca de 100 mil pessoas com sintomas de Covid-19 gratuitamente. Antes havia seis voluntários, mas hoje há dois, contando ele. Ele está desde o início. Seu papel no projeto é conseguir mais médicos, ensiná-los como funciona o projeto e como entrar na plataforma. Não programou a plataforma, mas o que ele fazia diariamente era entrar em contato com todos os médicos que se cadastraram na plataforma, chamava-os e explicava como funcionava toda a sua plataforma. Também ajudava os médicos a conhecer mais da plataforma. Dentro do ProLíder, Renato quer buscar novos desafios para poder implementar este conhecimento técnico que foi galgando. Para além disso, quer desenvolver a sua liderança e conseguir enxergar novas perspectivas. Renato irá realizar grandes coisas no futuro e quer a ajuda do ProLíder para ser acelerado. O programa também se encaixa nos seus planos do futuro, uma grande meta sua é estudar fora em uma grande universidade americana, e já se prepara há meses e quer representar o Prolíder e o Brasil lá fora como uma grande promessa brasileira.

O meu maior sonho é criar um negócio que de fato tenha impacto na vida dos brasileiros e tenho certeza que com o conhecimento sobre liderança e empreenderismo que irei conseguir no prolíder farão com que eu chegue mais perto do meu objetivo!

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

129


Ruth Gaudêncio SÃO SÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

23 anos 23 anos

Ruth veio de realidade muito difícil, em Itapecerica da Serra. Cresceu na periferia com mais cinco irmãos, sua mãe paulista, seu pai pernambucano e sua avó mineira. Sua estrutura familiar a permitiu crescer com histórias de diferentes realidades do país, e a sempre exercer a gratidão. Seus pais não tiveram a oportunidade de estudar e, por isso, terminaram o Ensino Fundamental e Médio na categoria de EJA -e ela viu como este ensino é precário e identificou oportunidades de melhoria muito claras. Enquanto um de seus irmãos foi assassinado por se envolver com o crime, ela sempre buscou estudar para melhorar sua vida, mostrando que existe um outro caminho. Cresceu vendo o pai trabalhar por conta própria em sua funila-

ria na garagem de casa e observando seu desafio diário para sustentar a família, e isso a fez ter a certeza que não gostaria de ser empreendedora durante a adolescência. Mas, no fim do ensino médio, começou a se sentir pressionada para entregar resultados, e foi fazer Engenharia de Alimentos Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Se mudou, com 17 anos de Itapecerica da Serra para Rio Grande, e, lá, pôde perceber que na verdade já era empreendedora quando começou a criar suas próprias oportunidades. No mês em que entrou na universidade, foi aprovada como bolsista no Programa de Educação Tutorial -PET. Através das atividades de pesquisa e extensão pôde começar a observar que mesmo

130


com pouco conhecimento ela poderia trabalhar de forma a auxiliar a vida de outras pessoas. Com essa motivação, fundou a Empresa Júnior do seu curso, e no ano seguinte, para expandir o movimento na região, fundou também o núcleo de Empresas Juniores. Essa experiência com o MEJ a permitiu enxergar diversos outros problemas que existem no Brasil, entender os aspectos burocráticos envolvidos nos processos de empreendedorismo e aprender muito sobre autoconhecimento. Durante essa trajetória, compreendeu a necessidade de realizar um trabalho com maior impacto que quebre o ciclo de pobreza intergeracional. Assim, para ela a solução se encontra no empreendedorismo social voltado para educação. Hoje, Ruth tem essa meta como seu propósito. Buscando capacitação para alcançá-la, atua como voluntária na Fundação Estudar e na Educafro, onde também é aluna e estuda para pleitear uma vaga como bolsista do curso de Direito do Insper, uma das melhores escolas de negócios do Brasil.

Meu maior sonho é que por meio de uma educação de qualidade o ciclo intergeracional da pobreza se quebre em menos de nove gerações e o ProLíder vai me proporcionar o conhecimento técnico e social necessário para torná-lo realidade.

ESCOLA FOUR DE EMPREENDEDORISMO

Ela busca a ajuda do ProLíder para ampliar as suas perspectivas de negócio social e para poder criar um empreendimento que possa melhorar as condições de ensino do EJA no Brasil -algo que ela gostaria que existisse na época de seus pais.

131


Tamiris de Jesus Souza SÃOSÃO PAULO PAULO BRASIL BRASIL

26 anos 26 anos

Tamiris, guarulhense de 26 anos, tem uma trajetória volta da para a geração de impacto em larga escala. Empreendedora desde os 15 anos, começou a trabalhar como "sacoleira" de roupas, em uma parceria com a sua mãe, onde conseguiram aumentar a renda da sua família. Apaixonada pelo Brasil, decidiu trilhar o caminho da busca por soluções para os problemas do nosso país. Já atuou no setor público com transformação digital, no setor privado desenvolvendo pessoas, no 3° setor com desenvolvimento sustentável e atualmente está trabalhando com a pauta do combate a violência. A sua participação em diferen-

tes organizações a deu uma bagagem extremamente diferenciada, tendo entregado grandes resultados em diferentes temas. É Gestora de Políticas Públicas e PMO, formada com dupla titulação em Gestão de Políticas Públicas pela USP e pela Universidade de Vigo e com pós graduação em Gestão de Projetos pela Escola Politécnica (USP). Foi coordenadora de projetos da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade onde implementou projetos de formação voltados para a inserção da sustentabilidade (agenda 2030) na pauta política, através de lideranças com mandato. Atualmente trabalha como PMO no Instituto Sou da

132


Paz gerenciando o portfólio de projetos da organização em três frentes de atuação: combate à impunidade de homicídios dolosos, combate ao tráfico de armas, e engajamento cívico e político. Possui habilidade em desenvolvimento de pessoas, design thinking, comunicação não violenta, facilitação de grupos e inteligência emocional. Tamiris considera que impacta o Brasil com a sua história de vida, com o trabalho que já realizou e com o desejo de transformar e mostrar que dá para ser diferente. Tem um sonho de proporcionar para todas as pessoas do Brasil as oportunidades que ela teve.

Impacto o Brasil com a minha história de vida, com o trabalho que realizei ao longo da minha trajetória e com esse desejo de transformar e mostrar que dá para ser diferente.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Todo esse caminho motivou Tamiris a seguir a sua carreira pública como uma liderança. Decidiu se inscrever no ProLíder, pois acredita que pode fazer mais pela população que representa. E como toda mudança na sua vida se deu através do acesso à educação e a boas redes de referência, acredita que estando no programa conseguirá atuar de forma mais assertiva na defesa dos direitos humanos. Quer fazer acontecer fortalecendo políticas públicas estruturais e implementando soluções de forma efetiva, pois considera que desta maneira alcançaremos uma transformação verdadeira no maior problema que há hoje no Brasil, a desigualdade social.

133


Thaís Lopes PAULO SÃOSÃO PAULO BRASIL BRASIL

29 anos 29 anos

Thaís tem laços fortes com sua família, a qual sempre foi bastante próxima e carinhosa, mas que teve diversas dificuldades financeiras em sua jornada. O pai foi vendedor ambulante e entregador de gás e a mãe auxiliar de fábrica e limpeza. Ela e seus dois irmãos mais novos sempre estudaram em escola pública e isso foi um fator fundamental para a sua formação, pois isso a mostrou que muita gente tinha uma realidade social e de acesso a oportunidades ainda mais dura do que ela. Sua trajetória foi transformada por conta de diversas bolsas de estudo que recebeu, inclusive para estudar fora do Brasil. Hoje, Thaís reconhece o quanto é privilegiada e o papel

que os professores que acreditaram nela e a educação tiveram em sua vida, a proporcionando a construção de uma jornada diferente da que os pais tiveram condição de construir. Após concluir o ensino fundamental, fez curso técnico integrado ao ensino médio em Química. Avançando em sua carreira acadêmica, migrou para uma nova área, a qual se identificava mais, e fez bacharel em Comunicação Social e Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Período em que recebeu uma de suas bolsas de estudo para um intercâmbio na Universitat de València, na Espanha. Com o objetivo de alçar voos mais altos nos estudos, decidiu

134


entrar no Insper para fazer uma pós-graduação em Gestão de Negócios e se especializar cada vez mais. Começou sua carreira profissional aos 18 anos como estagiária em Química na DuPont do Brasil, onde assumiu o cargo de técnica por mais 2 anos. Acompanhado sua mudança de rota acadêmica para a área de comunicação, ingressou na Printer Press, como Trainee de relações públicas. Seguindo em sua trajetória profissional, teve a oportunidade de trabalhar em diferentes áreas e grandes empresa, inclusive em projetos internacionais, com passagem pela Nitro Química, pelo escritório Mattos Filho e Grupo Boticário, onde hoje atua na frente de performance e desenvolvimento de mais de 500 líderes e 3500 colaboradores com uma metodologia de algoritmo próprios. Ao todo, acumula mais de 10 anos de experiência no mercado corporativo, o que a permitiu desenvolver importantes habilidades.

Meu maior sonho é que o nosso País, com toda a sua grande e potencial, esteja entre os melhores do mundo para se viver. Com educação de qualidade e se tornando uma referência em investimentos em pesquisa e desenvolvimento científico.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

Ela tem o sonho de utilizar toda a sua bagagem, acadêmica, técnica e profissional, para auxiliar na resolução dos grandes problemas do Brasil e dar maiores oportunidades para que jovens de classe sociais mais vulneráveis tenham alternativas mais amplas, se mantendo longe da ilegalidade, marginalização e conseguindo a mobilidade social.

135


A

136



Ruth Anastazia Tattegrain PORTO-PRÍNCIPE PORTO-PRÍNCIPE HAITIHAITI

24 anos 24 anos

Ruth nasceu na zona periférica de Porto-Príncipe, a capital do Haiti, no dia 16 de Novembro de 1997. Concluiu seus estudos em um dos melhores Lycées do seu país, o Lycée Marie-Jeanne. Poliglota, tem como idioma materno o crioulo Haitiano (a língua nacional do Haiti, que não é um dialeto), e teve suas aulas em Francês e Inglês. Aos 18 anos de idade, já tinha concluído seus estudos clássicos e resolveu viajar para o Brasil afim de continuar com seus estudos universitários. Veio para o Brasil de maneira forçada para buscar melhores oportunidades e condições de vida em Outubro de 2017 com o irmão mais novo, pois sua mãe já morava no Brasil desde 2009. Já em Novembro, começou a apren-

der a nova língua por meio de telenovelas, músicas e aulas de português ministradas por voluntários aos sábados numa escola em Guaianases/SP. Em Janeiro de 2018, começou a se preparar para o vestibular e a frequentar aulas técnicas em Recepcionista de Eventos com uma bolsa da Prefeitura de São Paulo. O vestibular foi uma pressão muito grande para ela. Muitas pessoas disseram que não iria dar certo, porque não só a UFSC é um vestibular muito concorrido, como o curso em Relações Internacionais também. Várias pessoas disseram que ela não poderia passar. Ela tinha que se preparar para o vestibular em menos de seis meses, tinha que aprender a falar português, e, em menos de um ano de sua chegada, come-

137


çou a comprar livros, assistir aulas no Youtube sobre a história de Santa Catarina, tudo isso para poder participar do vestibular da UFSC e da UDESC. Agora, é uma estudante de quarta fase no curso de Relações Internacionais, vivendo seu sonho e viajando pelo mundo. E ela não parou por aí: conseguiu um intercâmbio da universidade para Montreal, no Canadá, na Université de Montréal e ingressou na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social de Florianópolis, onde foi responsável pelos assuntos migratórios dentro da Gerência de Igualdade Racial e Imigrantes resultante de uma reforma administrativa do governo estadual, uma gerência especial de atendimento a refugiados e imigrantes. Ela foi responsável pelo atendimento deste público durante o estouro da crise do Coronavírus traduzindo comunicados em diferentes línguas para chamar a atenção dos imigrantes sobre como proteger-se da pandemia.

Os imigrantes e refugiados, seja qual for sua cor ou origem, possuem direitos. Direito educacional, laboral, habitacional, sanitário, alimentício, bem estar entre outros; mas se eles não estão acolhidos e integrados como devem ser, eles não terão a mínima ideia dos direitos deles.

ESCOLA FOUR DE LIDERANÇA PÚBLICA

A sua vontade de crescer na vida se mistura com uma consciência de que ela precisa abrir mais portas para pessoas que vêm de realidades parecidas com as dela. Por isso, Ruth deseja entrar no ProLíder para realizar projetos voltados à população refugiada e imigrante, contribuindo para a resolução do conflito migratório existente no Brasil hoje, o que vai justamente ajudar no crescimento social, econômico e político do Brasil.

138