Page 1

Pro Junior

Informativo da Empresa Júnior de Engenharia Edição Especial - Ao Vivo e em Cores

A revitalização do Vitória Régia

Foto: Arquivo Pro Junior

Alunos da Unesp dão cara nova ao cartão postal da cidade

Luíz Felipe Barbiéri

O

Projeto “Ao Vivo e Em Cores” encabeçado pelos alunos da Unesp de Bauru durante o encerramento da XVII edição da Semana de Engenharia, agitou o Parque Vitória Régia no último sábado. Agregado à Revirada Cultural e com apoio da Prefeitura e das empresas juniores do câmpus, o evento reuniu pouco mais de 70 alunos voluntários e cerca de 550 litros de tinta, para dar novas cores às arquibancadas do Parque. Ao longo do dia, os estudantes se revezaram em dois turnos para finalizar o trabalho de revitalização

às 17h. Tudo isso acompanhado por uma programação musical, que embalou a população e os participantes do projeto. A banda Aves de Mau Agouro, Sinapse e a Naumteria da Unesp de Bauru marcaram presença na festividade. O tempo ajudou e o céu azul deixou a solenidade ainda mais bonita. A Interage, empresa Junior de Psicologia, a Aiesec e a Atlética da Unesp de Bauru realizaram atividades com as crianças durante todo o dia: oficina de pipa e gincanas movimentaram os pequenos. A população também pôde se beneficiar de testes

físicos e uma caminhada promovida pelos estudantes do LAPE (Laboratório de avaliação e Prescrição de Exercício) da Unesp de Bauru. Além da pintura das arquibancadas, bancos serão colocados no Parque Vitória Régia com o dinheiro arrecadado com venda de adesivos. “Nossa meta é angariar R$ 6 mil e implantar 40 bancos. No entanto, vamos colocar os bancos compatíveis a qualquer valor que arrecadarmos”, anuncia Renata Lunardi, Presidente da Pro Junior e uma das organizadoras do evento.

Veja ainda nesta edição:

Saiba como tudo começou. Pág. 2

Depoimentos de quem organizou o projeto. Pág. 2

Ensaio fotográfico.

Pág. 3 Edição nº 23 - Setembro de 2012


Informativo da Empresa Júnior de Engenharia

Podemos fazer a diferença Juntos, somos capazes de deixar a cidade mais bonita Ariane Amaro

udo começou em marT ço, quando o Diretório Acadêmico da Faculdade

de Engenharia apresentou sua ideia, um tanto quanto inusitada, em uma reunião extraordinária da Pro Junior. O medo era grande, a expectativa era maior ainda, mas, a Empresa abraçou o projeto que, logo, ganhou proporções bem maiores do que a sua concepção inicial propunha. Muita garra e muita vontade de fazer a diferença foram movendo os alunos que passaram a se reunir semanalmente para discutir as ideias do projeto. Foram madrugadas, dias e noites de trabalho, muitos pedidos, muita busca por apoio e muito medo de não

que não fôssemos dar conta. Ganhamos o apoio da prefeitura da cidade e, mais importante, agregamos ao projeto grandes parceiros como a empresa júnior de Psicologia, a Interage, e a Aiesec. A quantidade de pessoas envolvidas só aumentava e as ideias cresciam e se desenvolviam. Aos poucos, tudo foi tomando forma, fomos ganhando o apoio da comunidade local, sem deixar de contar com todo o apoio dado pela Universidade. Na reta final , nos vimos imersos nesse projeto e a dedicação era quase exclusiva. Debaixo de sol, debaixo de chuva, estávamos divulgando, trabalhando, planejando, lutando por essa causa. Fizemos amigos, con-

quistamos reconhecimento, engradecemos como seres humanos. O que era apenas uma ideia, no começo do ano, tornou-se realidade na concepção mais bonita que essa palavra pode adquirir. Tudo porque fomos capazes de trabalhar em equipe por um ideal em comum. Provamos que os alunos são capazes de fazer a diferença na cidade e que temos vontade de fazer cada vez mais. Essa foi apenas a primeira edição do evento, torcemos para que venham muitas outras pela frente! Agradecemos a oportunidade de poder ter encabeçado esse projeto junto com o Dafae, a Aiesec e a Interage provando que a nossa força vale muito!

Depoimentos

Fazer parte da organização do projeto ‘Ao Vivo e em Cores’ foi a melhor experiência acadêmica da minha formação, não tenho dúvida. O que aconteceu naquele parque: o clima, o envolvimento, o esforço, alegria, força, otimismo de todos, enfim, é inesquecível. Pensar que em março desse ano o projeto estava ‘cru’ e depois de aproximadamente seis meses todo o planejamento modificou o pensamento da população e dos alunos.” José Augusto Zono-organização Dafae

2

“Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende” Guimarães Rosa

Tenho muito orgulho por ter feito parte do projeto. Como um obstáculo, nós escutávamos algumas pessoas dizerem ‘mas logo vão pixar de novo’ ou então ‘isso é trabalho para a prefeitura’, mesmo assim, decidi participar da organização porque acredito que quando queremos mudar o que vemos de ruim no mundo o importante é dar o primeiro passo. E ainda não acabou, pretendemos manter essa parceria Cidade-Unesp com muitas outras ações. Nós, universitários, nos importamos com a preservação do parque e queremos dar aos cidadãos dessa cidade a oportunidade de usufruir com mais prazer do cartão-postal mais famoso da cidade.” Rayssa Cortez-organização Pro Junior


Informativo da Empresa JĂşnior de Engenharia

Ensaio

Fotos: Arquivo Pro Junior

3


Informativo da Empresa Júnior de Engenharia

SAIU NA MÍDIA...

O

Projeto Ao Vivo e Em Cores foi um sucesso graças ao esforço e à dedicação de estudantes comprometidos com uma causa nobre: A Revitalização do Parque Vitória Régia. Abaixo, o comentário do cidadão bauruense Jaime Prado elogiando a iniciativa dos alunos. “Parabéns, alunos da Unesp, juntamente com a direção desta conceituada universidade de Bauru, grande iniciativa, prof. Jair Manfrinato. Muitas vezes revirando minhas quase 8.000 fotos da cidade encontro algumas do inicio da construção do local onde hoje é o palco do Teatro Vitória Régia. Mesmo as fotos em preto e branco no início da construção já despertavam um local bonito para receber os visitantes e a população em geral para os grandes eventos culturais, religiososo e ali fazer os encontros do simples com o glamour. Ver o Vitória Régia restaurado é o mesmo que eu ver o relógio da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores que, depois de 30 anos parado na torre localizada no atual Instituto “Lauro de Souza Lima”, que depois de 61 anos da sua inauguração, que aconteceu em 15 de Setembro de 1951, às 7h30, agora está passando por uma restauração e revitalização completa para preservar uma história que é genuinamente bauruense.”

Jaime Prado Preservando a história desde 1968 (Publicado no JC Online em

18/09/2012

Equipe de voluntários que trabalharam no dia do evento

EMPRESA JÚNIOR DA UNESP DE BAURU - FEB - EXPEDIENTE: Publicação realizada pela Pro Junior Texto, edição e diagramação: Ariane Amaro e Luiz Felipe Barbiéri contato@projuniorbauru.com.br Pro Junior - Projetos e Consultoria em Engenharia Engenheiro Luís Edmundo Carrijo Coube, 14-01 Vargem Limpa, Bauru -SP

4

(14) 31036000 – ramal 6463

informativo de setembro  

Informativo do mês de setembro da Empresa Júnior de Engenharia da Unesp de Bauru

Advertisement