SÓCRATES - (EEI PADRE QUINHA)

Page 1

SÓCRATES Educação Infantil E. E. I. Padre Quinha - Projeto Era Uma Vez



SÓCRATES Um livro escrito por: Alice Duarte Evangelista, Arthur Faltz Barboza, Beatriz Moreira Gomes, Bernardo de Medeiros Coelho, Catarina de Souza Cabral, Gabriela da Costa Macedo, Gustavo da Cunha Alves, João Lucas Caetano de Almeida, João Ricardo Pereira Inocencio da Silva, Joaquim Barboza Constantino, Joaquim Leite de Medeiros, Joaquim Vieira Garcia, Laura Figueiredo de Paiva Dutra, Lavinia Leticia de Carvalho Araújo Freitas, Lívia Valeria Satiro de Souza, Maria Hellena Luiz Matias, Maria Luiza Passos Silva, Mariah Marinho dos Santos, Pedro Henrique Pereira Virgílio, Pedro Reis Dapont, Sophia Aquino de Souza, Sophia Benjamim da Silva, Valentina Amaral Figueira Pereira, Vitor Hugo Kassinow da Rocha Gomes e Yan Narciso Dutra

Itaipava, 2019 Escola de Educação Integral Padre Quinha Educação Infantil Orientado por: Aline Nazareth Mayara Pereira Maciel Realizado por:

Produzido por:

um projeto NeoEdu

www.projetoeraumavez.org

www.escritorparaofuturo.com


Sócrates

Olá, meu nome é Sócrates! Eu nasci no ano 470 a.C, mas alguns pesquisadores da história dizem que nasci no ano 469 a.C. Será que estão certos? O local do meu nascimento foi na cidade de Atenas, na Grécia antiga. Foi na Antiguidade que a escrita deu seu primeiro passo e foi evoluindo com o passar dos anos. Adquiri a cultura tradicional dos jovens atenienses, aprendi música, ginástica e gramática. Eu lutei nas guerras contra Esparta (432 a.C) e Tebas (424 a.C). Minha família era de Atenas e tinham o desejo de que eu permanecesse ali. A mamãe era parteira, era ela quem trazia os bebês à vida. Eu puxei este dom da minha mãe, pois aprendi a fazer partos e dei luz a muitas ideias. Meu pai era pedreiro e amava construir casas, mas a sua profissão era difícil e cansativa. Eu também puxei um pouquinho deste dom... E acabei construindo grandes pensamentos!

02



Sócrates

Tornei-me um filósofo e fui o primeiro pensador do trio dos filósofos, que incluía Platão e Aristóteles. Platão foi um dos meus discípulos. E como eu tinha carinho por ele! Nós conversávamos bastante e os nossos diálogos se tornaram técnicas de transmissão dos ensinos platônicos. Meu amigo deu um toque pessoal ao modelo de sociedade defendida por mim. Para ele, a classe dominante deveria ser formada por filósofos, pois na sua visão, eles eram capazes de promover a justiça e a verdade. Platão dizia que o meu legado era colocar o homem no centro da investigação filosófica e foi ele o responsável por transmitir minhas ideias por meio de manuscritos e em suas aulas na Academia, espaço idealizado por mim. Eu desejava fazer o bem para a humanidade e inspirar pensamentos, por isto fui o pai do debate sobre ética e virtude, da relação do indivíduo com o Estado. Eu sempre disse que a principal verdade a ser reconhecida pelo sábio é a sua própria ignorância. Algumas das minhas frases se tornaram muito famosas: “Só sei que nada sei”;

04



Sócrates

“Conhece-te a ti mesmo”; “A verdade não está com homens”;

os homens, mas entre os

Em um determinado momento da minha vida, fui preso. Eles diziam que era proibido compartilhar minhas ideias, diziam que eu não podia incentivar o pensamento e a busca por conhecimento. Infelizmente fui condenado à morte e precisei tomar um veneno chamado cicuta. Isto aconteceu no ano 399 a.C. Eu não fiquei chateado, pois minhas obras foram espalhadas pelos quatro cantos da Terra, e acabei sendo considerado um dos maiores filósofos de toda a história da humanidade. Você está curioso sobre o meu pensamento filosófico? É só virar a página que você vai descobrir... Com certeza alguém lhe contará. O pensamento do filósofo Sócrates transformou a história humana. Antes, a filosofia procurava explicar o mundo através da força da natureza. Com Sócrates, o ser humano voltou o olhar para si mesmo. A preocupação deste filósofo era levar as pessoas por meio do autoconhecimento, à sabedoria e à prática do bem.

06



Sócrates

Sócrates acreditava que o homem era composto por dois princípios: alma e corpo. Deste pensamento surgiram dois direcionamentos para a filosofia. Uma é a idealista, que partiu de Platão, seguidor de Sócrates. Esta distinguia o mundo concreto do mundo das ideias. A outra é a realista, partindo de Aristóteles, discípulo de Platão. Este direcionamento diz que o homem chega ao mundo real através da alma/espírito. Sócrates considerava sua missão “andar por aí”. Ele procurava os jovens e os velhos, e os ensinava a não se preocupar com o dinheiro e nem com o corpo, pois seu desejo maior era que as pessoas olhassem mais para as suas almas. Para Sócrates, o maior valor que o homem pode ter é a sua psique, termo denominado por Aristóteles para definir alma. Defensor do diálogo como método de educação, ele acreditava no compartilhamento das ideias com as pessoas, e foi por isso que não deixou obra escrita, pois para ele a verdade estava nas palavras, no diálogo e nas experiências vivenciadas. Platão foi o responsável por expor os pensamentos de Sócrates, de modo a fazer com que estes fossem espalhados pelo mundo, para valer a sua morte.

08



Sócrates

Para Sócrates, ninguém tem a capacidade de se conduzir, nem de conduzir os outros, se antes não possuir a capacidade do autodomínio. O filósofo tinha o desejo das pessoas descobrirem as respostas através das perguntas, ele chamava esta busca pelo conhecimento de Maiêutica. Para ele, a procura do saber é o caminho para a perfeição humana. Nós, da turma do 5° período, estudamos sobre Sócrates e aprendemos que este filósofo compartilhava as suas ideias com as pessoas, especialmente com jovens e velhos. Sócrates queria que os seres humanos se conhecessem, por isso ele disse: “Conhece-te a ti mesmo.” Nós acreditamos neste pensamento, porque o autoconhecimento traz sabedoria. Quanto mais nos conhecemos, mais aprendemos. Compreendemos que o corpo e o dinheiro não têm muita importância, pois o mais valioso é a alma. Ele nos ensinou a perguntar e, foi perguntando, que encontramos as respostas, as quais foram iluminando nosso pensamento.

10



Sócrates

Nós fizemos relação entre a frase de Sócrates com a de Isaac Newton. O primeiro disse: “Só sei que nada sei.” E o segundo: “O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é o oceano.” E então concluímos que é necessário alcançar o que não sabemos, para podermos encontrar com o oceano, que é infinito. Descobrimos que, assim como o oceano, os saberes não têm fim. Deixamos aqui algumas reflexões, resultantes do estudo sobre o pensamento do filósofo Sócrates, pois entendemos que é importante compartilhá-las. ● “Nós precisamos ter um pensamento maior, precisamos ir além do oceano, pra isso temos que acreditar.” ● “Quando dizemos que não sabemos das coisas, é admitir que queremos o oceano. Quando dizemos que sabemos, é admitir que somos uma gota.” ● “O ser humano pode aprender com outros seres humanos.” ● “Pessoas que sabem tudo são como os gaviões, que se acham os principais, acima de todos.” ● Aprender e saber ajudam o ser humano a ser livre!”

12



Filosofia para crianças: Aprender a pensar é preciso!

“Pensadores” foi o grande tema escolhido para ser desenvolvido na Escola de Educação Integral Padre Quinha, no ano de 2019. Conceber o ensino como uma iniciação no processo de pesquisa também fez parte desse desafio. Por meio desse projeto, alunos e seus familiares puderam conhecer e refletir não somente sobre os grandes períodos históricos em que viveram Sócrates, Platão, Aristóteles, Santo Agostinho, Descartes e Hannah Arendt, bem como a vida, os conceitos e as teorias de cada um deles. As questões filosóficas provocaram muitas dúvidas, reflexões, mudança de opinião, estimulando todos a pensar na sua própria existência e na da coletividade. As crianças transformaram-se em pequenos pensadores! Dessa forma, observaram e perceberam o mundo com outros olhares, a partir da curiosidade, ajudando-os a refletir melhor sobre o mundo ao seu redor, porque nunca é tarde para dar os primeiros passos rumo à sabedoria. Dessa forma, todos os envolvidos nesse projeto não saíram ilesos! Enquanto pensamos, estamos sendo transformados e, assim, o mundo já se torna diferente. Esse livro é um convite para o pensar, pois “Quem não pensa, é pensado pelos outros” (Sócrates) Ana Lúcia Antunes Lília Rodrigues de Albuquerque Mello


Este livro é resultado de um trabalho em conjunto da direção, coordenação e professores da Escola de Educação Integral Padre Quinha, dos voluntários do Projeto Era Uma Vez e da equipe do Projeto Escritor para o Futuro.

Escola de Educação Integral

Padre Quinha Centro Educacional Santa Teresinha

www.projetoeraumavez.org


Acesse o nosso site:

www.escritorparaofuturo.com e entre em contato conosco. LĂĄ vocĂŞ poderĂĄ encomendar mais exemplares impressos para presentear amigos e familiares.

@neoedu.co facebook.com/neoedu.co @neoedu.co linkedin.com/company/neoedu +55 31 98798-6011 contato@neoedu.co



www.projetoeraumavez.org um projeto NeoEdu