Page 75

em Tupi significa jararaca = o que tem bote venenoso e uçú (guaçú) = grande, ou seja, se você topar com uma dessas, corre, porque a coisa vai ficar feia. Brincadeiras a parte, a “espécie tem dimorfismo sexual, sendo as fêmeas maiores que os machos e diferentes na coloração: ele é cinza e ela, amarelada. São muito temidas pela quantidade de veneno que podem injetar. Localizar uma jararacuçu no meio da floresta não é fácil porque ela possui uma camuflagem quase perfeita e, mesmo para olhos treinados, quase sempre passa despercebida. As jararacuçus costumam tomar sol para se aquecerem durante o dia e preferem caçar à noite. Os adultos alimentam-se de pequenos roedores e aves e os juvenis se alimentam de pequenos anfíbios, minhocas e até de alguns insetos. A reprodução é vivípara, nascendo entre 16 e 20 filhotes no início da estação chuvosa.” Fonte: http://pt.wikipedia.org

FOTOS ShuTTerSTOck

Jaracuçu

Tucano do Bico Verde nativo do Brasil – regiões Sul e Sudeste, Argentina e Paraguai, facilmente encontrado nas serras em bandos. Comem frutos e atacam ninhos de outras aves. Procura os buracos feitos pelos pica-paus nos troncos de árvores para a construção de seu ninho. Mede 50 cm de comprimento, bico esverdeado, garganta e peito amarelos e barriga vermelha. Interessante observar o amor do macho pela fêmea, pois este alimenta-a na época da reprodução.

Sussuarana, puma ou onça parda Ouriço Caixeiro “é um animal solitário e prefere viver em lugar de difícil acesso como florestas e montanhas. Geralmente caça ao entardecer. O carneiro, o veado e o caititu constituem suas presas habituais. Os adultos se comunicam por meio de uma espécie de silvo estridente. A fêmea tem a cria em cavernas ou em cepos ocos. Os filhotes abrem os olhos com dez dias e ficam com a mãe até os 20 meses.” Vivem 12 anos. Suas crias são de 01 a 04 filhotes e nascem pintados com manchas escuras no corpo. De hábitos noturnos, arborícola e terrestre. Os campos, florestas e montanhas são seus locais de moradia. A sussuarana está à vontade em cima das árvores; equilibra-se com a cauda felpuda ao saltar de galho em galho. Tem 63 cm, pesa até 100 kg. Ocorre nas Américas do norte, do Sul e América Central. no Brasil, é encontrada em todos os Biomas. está na lista oficial do IBAMA como espécie ameaçada de extinção. Fonte:http://ambientes.ambientebrasil.com.br

Também chamado de coandu e cuim, possui uma desenvoltura inigualável nos troncos de árvores, porém não se pode dizer o mesmo em relação ao solo. Com o corpo coberto por espinhos, forma um verdadeiro batalhão de arqueiros, atacando sua vítima sem pesar. A velocidade do disparo de seus espinhos torna este animal um grande problema ao cachorro doméstico, que paga alto preço por sua curiosidade. Considerado um mamífero roedor, de hábitos noturnos, comem principalmente folhas, brotos e ramos tenros.

Jacu Os jacus são aves de grande porte, que podem atingir 85 cm de comprimento. A cauda é longa e arredondada, bem como as asas. Os jacus têm um papo vermelho e saliente na zona da garganta. A plumagem é uniforme e escura, em geral preta (ou uma cor ‘chumbo’) e com um aspecto escamado. este efeito é produzido pelas penas do dorso e peito, que são debruadas a branco. essas aves são encontradas em matas altas. São monogâmicas e o macho alimenta sua fêmea igualmente como alimenta sua cria. é comum presenciar as famílias de até 5 indivíduos (pai, mãe e até 3 filhotes) pastando nos gramados logo após o alvorecer. Apesar do porte avantajado (podem pesar até 2 kg) essas aves voam muito bem a curtas distâncias, de até 500 metros.

Campos do Jordão 75

Campos do Jordão/SP  

Revista Cultural da cidade de Campos do Jordão

Campos do Jordão/SP  

Revista Cultural da cidade de Campos do Jordão