Page 63

FOTOS MArCiO MASulA

Artesanato

ciação trabalha muito com encomendas e os artesãos vivem bem desse trabalho. Hoje são aproximadamente 30 artesãos. A encomenda mais diferente foi um saci, que deu origem até a uma lenda criada por Sudarinho, a lenda do saci jordanense. “Os sacis, na década de 1940, fizeram um encontro aqui e ficaram doentes e muitos morreram. Então o chefe dos sacis decretou que era proibido os sacis andarem pelados e que todo o saci que morasse em Campos do Jordão era obrigado a andar de moletom e cachecol.” Onde: Av. Orestes Girard, 4075 Vila Capivari

trabalho manual ou produção de um artesão. Em algumas situações o artesão tinha junto de si um ajudante ou aprendiz. Os primeiros objetos feitos pelo homem eram artesanais, já identificados em 6.000 a.C com pedra polida, cerâmica e tecelagem. Desde o século XIX o espaço do artesão passou a chamar-se de oficina onde eram passados os conhecimentos do mestre artesão aos seus aprendizes. Então começaram a Corporações de Ofício com o objetivo de defender a categoria. Já na Revolução Industrial, Karl Marx, entre outros, criticavam a desvalorização do artesão pelos objetos industrializados. Atualmente o artesanato faz parte do folclore com a importante função de traduzir as tradições de um povo.

Campos do Jordão 63

Campos do Jordão/SP  

Revista Cultural da cidade de Campos do Jordão

Campos do Jordão/SP  

Revista Cultural da cidade de Campos do Jordão