Page 1

Projeto ASAS - Unisol cronograma de açþes agosto 2007 a julho 2008


Agosto Dia 07

• Reunião com Prof. Tadeu, Natacha, Joanna, Éder, Daniel algumas alunas de psicologia, e alunos voluntários de moda para discutirmos sobre o início das ações no projeto.

Dia 10

• Reunião com professores e alunos sobre a bibliografia para nossas discussões políticas e metodológicas das ações na favela.

Dia 16

• Primeira visita à escola. • Reunião com Márcia Libânio (diretora da escola municipal Padre Guilherme Peters) e 6 pessoas interessadas em participar da oficina. • Demos uma volta perto da escola. Todas com olhares muito curiosos à novidade estética da favela.

Dia 21

• Seria a nossa segunda visita à escola, mas Márcia (diretora da escola municipal Padre Guilherme Peters) nos ligou e disse que a escola estaria fechada. O morro estava em guerra. Inconstâncias da favela.

Dia 24

• Segunda visita à escola. • Explicação aos interessados de como será o projeto. • Conhecemos as artesãs uma a uma e suas ocupações. A maioria não trabalha e não estuda. • Caminhamos com o grupo pelos arredores da escola.

Dia 28

• Primeira visita do grupo à Universidade FUMEC. Mostramos todos os diferentes tipos de salas e suas especificidades. • Dinâmica da “roda do conhecimento”, onde cada artesão participante descrevia sobre si mesmo ao grupo. • Apresentação do Projeto Sempre Savassi. • Algumas já se mostraram ansiosas para começar o trabalho prático.

Dia 31

• Apresentação do site da UNISOL e Projeto do Barreiro. • Desenhos individuais de memória da favela utilizando diferentes técnicas de criatividade. • Desenho coletivo da favela vista de cima. • Metodologias começam a ser propostas por eles mesmos. • Demos a tarefa de que cada uma desenhe seu entorno.

3


Setembro Dia 04

• Cada artesão mostrou e explicou seu desenho do entorno e estes foram sendo emendados um ao outro. • Analisamos o mapa comunitário, cada traço característico de uma pessoa, a originalidade de cada ser. • Após as discussões assistimos o filme “Corra Lola Corra”.

Dia 11

• Entrega dos cadernos de processo e customização da capa na qual foi desenhada um auto-retrato.

4


Setembro Dia 14

• Aula teórica e prática de Teoria da Cor.

Dia 18

• Aula de História da Arte.

5


Setembro Dia 25

• Desenho de observação na favela.

6


Outubro Dia 02

• Filme “Janela da Alma”.

Dia 08

• I Encontro de Projetos selecionados em São Paulo.

Dia 19

• Apresentação das fotos do I Encontro de Projetos selecionados.

7


Outubro Dia 23

• Aula de desenho de expressão e observação lecionada por aluna da disciplina Design e Artesanato. • Teórica: identificação de formas geométricas no ambiente. • Prática: colagem com jornal geometrizando a favela.

Dia 26

• Aula teórica (repertório visual) sobre toy-art, design emocional (pure design) e desenhos de Carla Caffé. • Apresentação da Capacitação em Design e Artesanato que aconteceu em Jequitaí, Norte de Minas durante Projeto Rondon. • Filme “Tropa de Elite”.

8


Outubro Dia 30

• Aula sobre Street Art ministrada por um aluno da Disciplina Design e Artesanato. • Definição da primeira coleção de produtos; shopping bags com o conceito de bricolagem e fragmentos fazendo-se uma analogia com a forma de construção dos barracos. Serão utilizadas uma mistura de técnicas na confecção destas bolsas (stencil, aplicações e bordados). • Caminhada pelo “muro efêmero”.

9


Novembro Dia 06

• Aula sobre modelagem e corte da bolsa ministrada por uma aluna da Disciplina Design e Artesanato.

10


Novembro Dia 09

• Aula expositiva de estamparia.

11


Novembro Dia 13

• Aula sobre customização e sustentabilidade ministrada por uma aluna da Disciplina Design e Artesanato.

Dia 20

• Aula sobre patchwork ministrada por uma aluna da Disciplina Design e Artesanato.

Dia 27

• Início das costuras das bolsas no atelier de costura.

Dia 30

• Filme “Frida Kahlo” e construção de um desenho sobre o mesmo utilizando diferentes técnicas de representação.

12


Dezembro Dia 04

• Apresentação da proposta de parceria com a empresa Raiz da Terra. • Continuação das costuras das bolsas no atelier de estamparia.

Dia 11

• Continuação das costuras das bolsas no atelier de estamparia.

13


Fevereiro Dia 12

• Aula de tendências (pinhole, ready-made, Guerilla Art Kit, carimbos, “How to Make Books” , “Do it Yourself”, “Cool Green Stuf”). • Brainstorming mix de produtos e criação da identidade do grupo.

Dia 19

• Fechamento das Bolsas.

15


Fevereiro 26

• Pesquisa de temas para as estampas da Raiz da Terra. • Apresentação da Feira Mundial de Produtos Étnicos que a Raiz da Terra participou em Paris.

16


Março Dia 04

• Aula sobre economia solidária ministrada por aluna do Direito. • Aula teórica e prática sobre o espaço gráfico.

17


Março Dia 11

• Apresentação de exemplos de trabalhos desenvolvidos sobre Economia Solidária por 3 moradoras do Aglomerado. • Pesquisa em conjunto sobre os temas para a estampa da Raiz da Terra em um “Dicionário de Símbolos”. • Apresentação de como será a I Visita de Monitoramento Unisol e Banco Real. • Foto 3x4 de todos e discussões sobre o editorial para o catálogo da primeira coleção (Shopping Bags).

18


Março Dia 18

• I Visita de Monitoramento Unisol e Banco Real. • Vieram para o encontro Waldenor (sóciofundador da UNISOL), Eloísa (Responsável por Projetos de Responsabilidade Social do Banco Real), Mariana (Banco Real), Professor Oswaldo (Extensão FUMEC), Professoras Natacha Rena e Juliana Pontes, alunos bolsistas e voluntários.

19


Março Dia 25

• Primeiro dia da psicóloga voluntária Érica com o grupo. A turma assentou em círculo,ela se apresentou e pediu que cada um se apresentasse e contasse o que esta achando do projeto. •“Estou achando bom o projeto” Elzy (artesã) •“Queria que meu menino fizesse, mas ele começou a trabalhar e eu entrei para poder passar pra ele depois. A gente esta conseguindo aprender várias coisas que nem tínhamos noção que pudéssemos um dia aprender. Espero que quando o atelier esteja pronto trabalhemos bastante, todos trabalhando igualmente, um para todos. Espero que o grupo permaneça unido. Precisamos buscar os jovens”. Susana (artesã) •“O dia que não dá pra eu vir pro projeto eu fico triste. A convivência é ótima, não sinto diferença de quem é da favela e quem não é. Aqui todos somos iguais”. •“Gosto muito do projeto. Faltei alguns dias por motivo de força maior, mas agora estou de volta. Pra mim vale muito a pena vir aqui, pois saio da confusão. Infelizmente é bom sair ”. Peterson (artesão) •“Estou gostando muito”.Yasmin (artesã) •“Espero que todos tenham uma percepção melhor do projeto e força de vontade. Falam que o projeto é para jovens, mas a terceira idade é quem move, e os jovens ficam debochando da gente. Na minha juventude não tive esta oportunidade, e vocês tem tanto potencial, se nós não fizermos nada vai acabar”. Shirley (artesã) se dirigindo aos jovens • Neste momento os jovens se defenderam, dizendo que não iria acabar, e que eles estavam ali dispostos a trabalhar. • “Se os jovens soubessem o quanto este projeto é uma porta aberta para eles, não morreria o tanto de jovens que morrem na favela e que vocês não tem idéia do tanto que é. As portas estão abrindo, e isso é muito importante”. Cleuza (artesã) • “Faltam cartazes para chamar a comunidade para participar do projeto”. Shirley (artesã) • Érica (voluntária) pergunta o que eles acham que levou os jovens a deixarem de vir. Eles respondem: preguiça e falta de vontade. • “Fico triste de os jovens não aproveitarem, pois quando eu tinha a idade deles não tinha a mesma oportunidade”. Etelvina (artesã)

20


• Érica (voluntária) pediu que com o tempo o grupo criasse suas regras e acordos para discutirmos posteriormente. • Continuação da aula da Juliana (professora FUMEC) sobre Espaço Gráfico. • Prática de desenho sobre o tema de cada um. Foi proposto que cada um fizesse um desenho do seu tema em uma folha em tempo cronometrado e passasse adiante, de forma que se obtivsse desenhos coletivos, sem preocupação com a autoria, porém expressivos. • Hoje o grupo se sentiu mais a vontade na hora de desenhar. Acreditamos que seja devido à não identificação dos desenhos. O trabalho coletivo traz diferentes interpretações que enriquecem as discussões e analises dos mesmos.

21


Dia 28

• A aluna voluntária Karina apresentou sua proposta de participação dos alunos do aglomerado na elaboração da sua coleção de TFG. A proposta foi que cada um dos alunos que quisessem participar desenhasse a partir dos seguintes temas: infância, desejos, adolescência, brincadeiras da infância, medo, sonhos e outros. • Foi apresentado o desfile ” A Costura do Invisivel” de Jum Nakao e também do estilista Victor Dzenck. • De imediato Suzana disse que não se lembava da sua infância e que não iria comentar a respeito. Mas a resistencia foi caindo por terra quando Joana e Cleuza começaram a incentivá-la a contar a sua história ”esta é uma chance de mostrar para as pessoas como conseguimos vencer as dificuldades” depoimento de Cleuza reforçada por Joana e Shirley (artesãs). Todas começaram a desenhar a partir de então e a cada desenho ficavam mais empolgadas em contar suas histórias.

22


Abril Dia 01

• A sessão com a psicóloga Érica (voluntária) começou com a pergunta de como havia sido a semana de cada um. Os depoimentos foram de muito trabalho, stresse, queixas de muita coisa e pouco tempo. Érica então propôs que conversássemos em como moldar o tempo. • Andressa, voluntária de fisioterapia se propôs a ajudar no que for preciso, que queria primeiro ouvi-los para então direcionar se trabalho em cima dos problemas reais do grupo. • Apresentamos Leonardo (Representante da da empresa Júnior da FUMEC). Que também se colocou disposto a ajudar em tudo, apresentar todos os tipos de formação de registro civil e executar a que seja mais adequada ao grupo. • “Adoro o ambiente da faculdade, estar aqui abriu meus horizontes, pretendo até voltar a estudar, quero fazer vestibular”. Shirley (artesã) • Érica (voluntária) perguntou ao grupo como estavam se sentindo nesta etapa do projeto, na qual as coisas vão se concretizando. • “Aposto muito nesta parceria com a empresa jr e no futuro deste projeto, que acho que é uma coisa inédita naquela área da escola. Acho que vai ser muito bom para a comunidade”. Shirley (artesã) • “Concordo com a Shirley e acho que vai ser muito bom para os adolescentes, pois eles precisam ter uma visão de um futuro planejado, senão não chegam ao futuro”. Cleuza (artesã) • Conversamos sobre o horário do inicio das atividades, a dificuldade de pontualidade geral e ficou decidido que começaremos nas terças e sextas as 14hs. • Andressa fez uma ginástica laboral rápida. • “Quando a carga é pesada demais temos que dividir”. Joana (artesã). • Aula teórica de “síntese da forma”

23


Abril Dia 04

• Primeira aula do Leonardo (Empresa Júnior FUMEC). ”Não desenhei porque não estive com cabeça mas trouxe tudo que eu encontrei de interessante. Quando saio da FUMEC vou olhando pro chão e tudo que acho interessante e que eu ouvi nas aulas da Juliana eu pego levo pra casa e guardo pra mostrar para vocês”. Etelvina (artesã) ” Tudo que acho no chao eu pego e guardo”. Cleuza (artesã) “Trouxe uma reportagem sobre economia solidaria a qual mostrava a moeda usada nas compras na economia”. Shirley (artesã) “A partir de terça-feira eu comecei a analisar as coisas de outro modo. Não só como administrador mas também como pessoa. Percebi o valor do olhar do design.” Leonardo (Empresa Júnior FUMEC) Foi abordada a diferença entre ONG e ASSOCIAÇÃO, com alguns comentários sobre FUNDAÇÃO e COOPERATIVA.

24


Abril Dia 08

• Observamos que hoje, mesmo após decisão na ultima aula que o horário seria as 14hs, ainda mais pessoas chegaram atrasadas. Discutimos sobre a possibilidade de criarmos regras em relação ao horário. É um problema do grupo,e qual será a solução? • “Fico triste pois a gente vê que a maioria não se esforça. Quando estivermos lá em cima como será?” Elzy (artesã) • “Um vai trabalhar mais pelos outros” Etelvina (artesã) • “Vão passar uma rua em cima da minha casa. É muito triste, pois deixei de comer para construir aquela casa. Carreguei aquela casa nas costas.” Etelvina (artesã) • Andressa (voluntária) propôs prepararmos nosso corpo para as atividades, hoje assentados. A maioria se mostra muito interessado e motivado em fazer estas atividades. • Aula teórica sobre síntese de imagens. • Observamos alguns cadernos(Maria do Carmo - artesã) que contém desenhos que mostram exatamente os conceitos que vem sendo desenvolvidos nas aulas. • Hoje decidimos fazer um “mapa de habilidades”.

25


26


Abril Dia 11

• Aula do professor Alexandre de fotografia (FUMEC) sobre a máquina fotográfica Pinhole. Após a explicação, distribuiu uma média de 3 a 4 caixinhas com um filme fotográfico cada para os alunos fotografarem o redor da FUMEC. • Depois ele entregou uma pinhole para cada um fotografar o aglomerado. Após isso os alunos foram levados para o laboratório de fotografia (este foi o momento de maior interesse de todos) e logo em seguida foi entregue as máquinas pinholes.

Dia 15

• Joanna (aluna FUMEC) apresentou a proposta junto com a Érika (voluntária) do mapa de habilidades da turma. • Dinâminca de psicologia em dupla na qual uma pessoa era vendada e a outra conduzida. • “Prefiro conduzir porque tenho medo de bater e esbarrar.” Suzana • “Conduzida? Eu? Vai que eu caio num buraco? Relaxei com a dinâmica.” Cleuza •“Percebi a responsabilidade de conduzir alguém, tem a ver com o grupo.” Elzy (artesã) • Foi discutido o cadastro no concurso: “A CASA”, PRIMEIRO PRÊMIO OBJETO BRASILEIRO, que vai premiar o melhor da produção artesanal contemporânea no Brasil e tem como principal objetivo “incentivar a inovação e a pesquisa voltadas para a produção artesanal contemporânea no Brasil e divulgar artistas, artesãos designers e empresários que propõem novos caminhos para a criação de um objeto artesanal autêntico e responsável.” Categoria: OBJETO DE CRIAÇÃO COLETIVA. (A ser definido) • Continuação da aula da sobre síntese da forma. • Apresentação do trabalho de TFG (Trabalho Final de Graduação) de uma aluna da FUMEC, sobre como Criar imagens a partir de objetos inéditos, aplicando objetos no corpo de um modelo e nele projetando uma silhueta diferente da imagem inicial. • Atividade: Foi projetado imagens nas folhas grandes para sofrerem intervenção de acordo com o já ensinado.

27


28


Abril Dia 18

• Discussões com a Érika (psicóloga voluntária) sobre a assiduidade nas oficínas. • Aula sobre tipos de registro civil. • Foi iniciada a discussão sobre o 1° Prêmio Objeto Brasileiro.

29


Abril Dia 22

• Dinâmica da psicologia sobre as dificuldades do grupo. • Ginástica Laboral. • Aula de sobre tipografia.

Dia 25

• Discussão da psicologia de como fazer com que o grupo fique cada vez mais grupo. • Andressa fez com o grupo uma ginástica laboral e depois fizemos uma dinâmica de um ritual de índios que foi muito divertida e descontraiu bastante a turma. • Aula teórica da Juliana sobre “A tipografia como Imagem: trânsito entre arte, design e artesanato”

30


Abril Dia 29

• Dinâmica psicologia e fisioterapia. • Aula da professora Juliana de tipografia (elementos básicos)e tipografia vernácula (escritos de rua, espontâneos e lúdicos).

31


Maio Dia 06

• Oficina de Papel Artesanal - Cinira e Raquel (alunas fumec) As alunas apresentaram um power point com o seguintes subtemas: reciclagem, o papel no Brasil, origem do papel, fazendo o papel passo à passo. • Atividade psicologia ”Tem muita coisa boa na favela. Muitos projetos que dão certo. Só que tem também as coisas ruins né. Não dá pra tampar o sol com a peneira”. (Cleuza artesã)

32


Maio Dia 09

• Desenho nas camisetas (moldes).

33


Maio Dia 13

• Oficina de tipografia - a imagem e a palavra ministrada pelos alunos Alunos da disciplina design e artesanato: Eduardo, Lucas Delli, Guilherme. ” o produto final tem que estar entre o design e o cliente” diz Natacha. Juliana completa: “é presico ter o olhar do que o consumidor quer, precisa e gosta”.

34


Maio Dia 16

• Continuação dos desenhos nos moldes das camisetas.

35


Maio Dia 20

• Dia de fechamento das estampas para as camisetas. Ficou definida a quantidade de tela por aluno e tamanho de estampas. Algumas estampas precisavam de pequenos - ou grandes - ajustes, e após passarem pela seleção iam para a parte de finalização, sendo que aluno do aglomerado, no momento, teve auxilio de um aluno da FUMEC.

36


Maio Dia 27

• Oficina de tranfer com thinner ministrada por Felipe (Unisol e aluno disciplina Design e Artesanato). Explica de arte generosa, xilogravura, encavo, litografia e etc.

37


Maio Dia 30

• Aula que aconteceu na estamparia com o professor Igor Rios, professor da UEMG,sobre metodologia do design. Qual a metodologia do design para criar algo a partir do que o cliente pede, quais as perguntas que devem ser feitas… a concepção do briefing: documento que especifica o que o cliente quer - a encomenda. • Foram discutidos alguns conceitos como  - o que é design, o design indurtrial, design e planejamento=produto vendável.

38


Junho Dia 03

• Oficina de possibilidades de estamparia ministrada por alunas (Cristiane, Daniela e Letícia) da disciplina Design e Artesanato. • Primeiramente apresentaram em PowerPoint: 1. monotipia, stencil: descrição de como se usa a técnica e efeitos. 2. curiosidades: modulação após a simplificação do desenho. • Depois mostraram tecidos já estampados com as técnicas expostas e partiram para a prática.

39


Junho Dia 06

• Conversas individuais com a Psicóloga de apoio do projeto, Érica, sobre questões individuais que afetam o trabalho em grupo • Continuação do processo de criação das estampas individuais de cada aluna para o cliente Cassius • Orientações individuais quanto à qualidade gráfica das estampas sendo idealizadas

40


Junho Dia 10

โ€ข Foi a terรงa-feira da entrevista com o cliente - Cรกssio. As alunas do aglomerado fizeram uma lista de perguntas e, nesse dia, entrevistaram o Cรกssio seu primeiro cliente.

41


Junho Dia 13

• Dia de finalização das estampas escolhidas pelo cliente Cássio.

42


Junho Dia 17

• Foi apresentada pelo Cassius (Raiz da Terra) a cartela de cores que utiliza nos tecidos, foi solicitado que cada uma escrevesse as cores que mais gostavam para seus temas.

43


Junho Dia 24

• Fotografia das artes finais de estampas encomendadas pelo cliente Cassius

44


Junho Dia 25

• Evento FUMEC : Desfiles e Exposições de TFG no Mix Garden em Belo Horizonte, MG: • Acompanhamento do grupo de alunas durante o evento semestral da Universidade FUMEC – FUMEC Forma Moda, para as mostras de TFG de alunos do curso de Design de Moda: • Acompanhamento guiado às mostras e exposições para criação de repertório conceitual e cultural • Visualização de inúmeros desfiles de Moda, mostrando coleções criadas por formandas da Universidade FUMEC • Participação ativa no desfile e coleção da formanda em Design de Moda Karina Leite, com a entrada das alunas UNISOLASAS na passarela, juntamente com as criações/modelos da formanda, que se utilizou de desenhos feitos pelas alunas UNISOL-ASAS para estampar suas peças de coleção.

45


Junho Dia 29

• Customização das capas da encadernação com mosaico • Bruno (aluno fumec) ensinou as arteãs a esticar telas para serigrafia. Juntaram então em dois grupos. Enquanto um esticava telas, outro desenhava no vegetal o mapa coletivo para arte final do concurso. • Discussões sobre o produto coletivo do concurso, almofadas, diversos tamanhos, aglomeradas, todas com rastro do trator.

46


Julho Dia 01

• Reunião com a diretora da escola Pe. Guilherme Peters, para apresentação ew aprovação dos trabalhos a serem pintados no muro.

Dia 04

• Definição do cronograma de trabalhos para o segundo semestre de 2008.

Dia 11

• Aplicação dos desenhos/projetos feitos pelos alunos da universidade FUMEC no muro da Escola Pe. Guilherme Peters, no Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, MG.

47


Julho Dia 12

• Continuação da aplicação dos desenhos/projetos feitos pelos alunos da universidade FUMEC no muro da Escola Pe. Guilherme Peters, no Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, MG. • Desfile de moda com as roupas criadas pela Aluna da FUMEC Karina Leite, usando como modelos moradoras do Algomerado.

48


Artesanato Solidรกrio no Aglomerado da Serra

cronogramav4_web  

Projeto ASAS - Unisol cronograma de ações agosto 2007 a julho 2008 Dia 24 Dia 16 Dia 10 • Segunda visita à escola. • Explicação aos interess...