Page 1

Evento

Festa da Linguiça será realizada hoje em Dourados 3»*

O PROGRESSO

DMAIS

Dourados, sábado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO


3

Dourados, sĂĄbado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO

DMAIS

Festa da Linguiça Ê realizada

hoje em Dourados Primeira edição do evento acontece a partir das 11h no Parque JoĂŁo Humberto de Carvalho em Dourados. Shows artĂ­sticos terĂĄ como atração principal os irmĂŁos VavĂĄ & MĂĄrcio De Dourados A primeira edição da Festa da Linguiça ĂŠ neste sĂĄbado em Dourados. O evento vai ser realizado a partir das 11h no Parque JoĂŁo Humberto de Carvalho e contarĂĄ com shows dos irmĂŁos gĂŞmeos VavĂĄ & MĂĄrcio (ex-Karametade), alĂŠm de Lu & Rafael, Wal Neto & Lorenzi, grupo Sambei, Guilherme Consttan e Isabel Souza. A dupla Emerson Gamarra e Helton Insfran, do site O Vigilante que estĂĄ a frente da organização ressalta que a Festa da Linguiça tem o propĂłsito de reunir as famĂ­lias de Dourados e regiĂŁo. e tornar um dos mais tradicionais eventos gastronĂ´micos e culturais de Mato Grosso do Sul. “A Festa da Linguiça de Dourados ĂŠ para toda famĂ­lia sul-mato-grossense. SerĂĄ oferecido uma programação musical variada e Espaço Kids. Quem adquirir o convite,

DIVULGAĂ‡ĂƒO

terå direito a uma camiseta personalizada, estacionamento gratuito e concorrerå a inúmeros brindes e poderå degustar o cardåpio especial, elaborado pela Fåbrica de Eventos, que tambÊm responde pelo cerimonial�, salienta Emerson. Os convites limitados podem ser adquiridos a R$ 60 na Banca do Jaime, Emagre-

“A Festa da Linguiça de Dourados ĂŠ para toda famĂ­lia. SerĂĄ oferecido uma programação musical variada e Espaço Kidsâ€?

Os convites para a 1ÂŞ Festa da Linguiça de Dourados sĂŁo limitados e estĂĄ a venda em vĂĄrios locais a R$ 60 centro Dourados, Grego AçaĂ­, Espaço Aline Gamarra, Casas de Carnes Douradense e Bom Jesus. Outras informaçþes pelo telefone (67) 9 99827-4252. Pagode Em 1995, surgia em Santos (SP), um grupo descompromissado que se reunia no bar do “ZĂŠ das Batidasâ€? para se

Em 2000, VavĂĄ decidiu seguir carreira solo e o escolhido para assumir o vocal foi o irmĂŁo MĂĄrcio

HORĂ“SCOPO Ă RIES De 21/03 a 20/04

3HODLQÄ XĂ“QFLDGDOXDHVWĂ‚R favorecidas suas ideias. HaverĂĄ ERQVÄ X[RVSDUDHVWXGRVH[Dmes, testes, averiguaçþes, cartas notĂ­cias e correspondĂŞncia. Capacidade de raciocĂ­nio aumentada. Lucros no comĂŠrcio e na indĂşstria de lĂ­quidos.

TOURO De 21/04 a 20/05

Dia promissor de felicidade sentimental e harmonia domÊstica. Não se precipite nas coisas ligadas ao romance. Esta Ê uma fase em que você terå muita disposição mental e física para trabalhar em negócios e para tratar de assuntos pessoais.

GĂŠMEOS De 21/05 a 20/06

Este serå um período benÊfico para você começar ou levar avante negócios e empreendimentos monetårios. Os pressågios para esta fase, são mais promissores para emprÊstimos, realização de negócios, compra e venda de objetos.

CĂ‚NCER De 21/06 a 21/07

Colegas de trabalho, poderão lhe dar valiosas sugestþes ou orientaçþes neste dia ou o mais tardar, amanhã. Dia promissor para a harmonia domÊstica. Acautele-se em relação a sua saúde. Previna-se contra os inimigos ocultos.

divertir. A diversĂŁo tomou proporçþes enormes e o bar do ZĂŠ jĂĄ nĂŁo comportava mais as pessoas que de deslocavam de outras cidades para conhecer o Karametade. O restante da histĂłria ficou bem fĂĄcil de imaginar. Foram contratos por uma gravadora multinacional, Sony Music, tomaram conta do paĂ­s com seus sucessos, ganharam o pĂşblico alĂŠm das fronteiras brasileiras, gravaram em espanhol e a faixa “Toda Mujerâ€? integrou a trilha sonora de novelas no Chile e Venezuela, expandindo-se para outros paĂ­ses da AmĂŠrica Latina. Quem nĂŁo se recorda do hit “Morango do Nor-

deste�, que levou o Karametade a vender 2 milhþes de Cd’s, alÊm de tornar o grupo conhecido em todo o Brasil. No ano de 2000, com a benção de seus companheiros, Vavå decidiu seguir carreira solo. Para assumir o vocal, o escolhido foi Mårcio gêmeo univitelino de Vavå, que havia deixado o grupo Desejos. Na atualidade os irmãos gêmeos Vavå & Mårcio se unem mais uma vez para enfim trilharem seu caminho no concorrido mercado fonogråfico com muita garra, para mostrarem ao público todos os seus sucessos nesses 20 anos de carreira, com muito carinho perante ao publico.

PALAVRAS-CRUZADAS DIRETAS LEĂƒO De 22/07 a 22/08

Dê especial atenção para sua vida sentimental e aos pequenos problemas que tenha a resolver. Nada lhe serå difícil neste dia. Os laços com parentes e pessoas amigas terå suas vantagens. Esforce-se para não se perder no emaranhado das suas ideias.

VIRGEM De 23/08 a 22/09

Dia benĂŠfico. Cuide de si e aproveite para exaltar suas qualidades intelectuais e artĂ­sticas. O dia lhe ĂŠ favorĂĄvel, amparando-o no campo profissional e financeiro. As primeiras horas deste dia, poderĂŁo ser propĂ­cias para o trabalho e as suas iniciativas de um modo geral.

LIBRA De 23/09 a 21/10

NĂŁo ĂŠ dia propĂ­cio aos negĂłcios arriscados ou novos. Mas por RXWURODGRRÄ X[RGHYHUĂ€HOHYDU sua inteligĂŞncia e seu estado de saĂşde e propiciar-lhe Ăłtimas FKDQFHVQRWHUUHQRSURÄ&#x;VVLRQDOH amoroso.

ESCORPIĂƒO De 23/10 a 21/11

Um pequeno obstĂĄculo, desgosto ou atrito passageiro poderĂĄ surpreendĂŞ-lo as primeiras horas GRGLD(VWHMDSUHYHQLGRDÄ&#x;PGH evitar qualquer complicação. InÄ XĂ“QFLDSRVLWLYDSDUDRVHVWXGRVH associaçþes.

SAGITĂ RIO De 22/11 a 21/12

Muito bom dia para mudar de residência ou ocupação. As coisas novas que inventar terão êxito e suas ambiçþes, sonhos e desejos serão bem sucedidos. Ótimo para as amizades e a vida romântica. Novas e duradouras amizades tambÊm estão previstas.

CAPRICĂ“RNIO De 22/12 a 20/01

Você estå vivendo um dos melhores períodos do ano em todos os sentidos, mas deverå evitar o gasto desnecessårio de dinheiro e tudo que possa prejudicå-lo de um ou de outro modo. O período lhe favorecerå nas investigaçþes, estudos, pesquisas e na medicina.

AQUĂ RIO De 21/01 a 19/02

IndĂ­cios de excelentes contatos com pessoas mais idosas que YRFĂ“HERPQâYHOÄ&#x;QDQFHLURHPDterial. Aproveite tal oportunidade para tirar proveito. Por outro lado, deverĂĄ evitar acidentes, negĂłcios arriscados.

PEIXES De 20/02 a 20/3

˜WLPRÄ X[RDVWUDOSDUDR tratamento de sua beleza fĂ­sica, e para impor mais moral em seu ambiente social. Sucesso no amor. Aprenda a conseguir um maior equilĂ­brio em suas açþes. Continue sendo cauteloso com seu dinheiro.

SOLUĂ‡ĂƒO DO NÂş ANTERIOR


4

Dourados, sĂĄbado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

OAB Dourados homenageia advogadas (GQD%RQHOOLH&ULVWLDQD5LFFLDEULUDPDVROHQLGDGHde entrega de comendas que foi seguida de palestra de Lais Torres FOTOS: MARCOS RIBEIRO

Da Redação A OAB Dourados prestou homenagens no Dia Municipal da Mulher Advogada. A presidente da ComissĂŁo, Edna Bonelli, e Cristiana Albanez Ricci, abriram o evento que ocorreu quinta-feira, na sede da 4ÂŞ Subseção. ApĂłs a entrega das comendas, a consultora de imagem Lais Torres discorreu sobre o tema “O Impacto da Imagem no Sucesso Pessoal e Profissionalâ€?. Entre as advogadas que receberam a homenagem, estĂĄ a diretora-presidente do Jornal O PROGRESSO, Adiles do Amaral Torres, atuante no jornalismo. Ela ĂŠ primeira colunista social do Estado. A assistente financeira deste matutino, Dalila Fraile Lasmar, tambĂŠm recebeu homenagem assim como Eny Cleide de Mendonça Sartori Nogueira, Gelza JosĂŠ dos Santos, Maria Gabriela Rivelo Monteiro Salgado, Marielva AraĂşjo da Silva e Zahr Ahmad Salim Salem do Amorim.

(GQD%RQHOOLHQWUHJDFHUWLÄ&#x;FDGRD$GLOHV$7RUUHV

(GQD%RQHOOLHQWUHJDFHUWLÄ&#x;FDGRD'DOLOD/DVPDU

(GQD%RQHOOLH(Q\&OHLGHGH0HQGRQĂ?D61RJXHLUD

*HO]D-RVĂ’GRV6DQWRVUHFHEHQGRGH(GQD%RQHOOL

7DWLDQH0RUHQRUHSUHVHQWDQGRDYHU'DQLHOD+DOO

(GQD%RQHOLHQWUHJDD0DULD*DEULHOD5LEHOR0RQWHLUR

'LD0XQLFLSDOGD0XOKHU $GYRJDGDOHYDQRPHGH 0\UWKHV*RPHVGH&DPSRVSULPHLUDDLQJUHVVDU QD2$%GR%UDVLOHP A advogada, vereadora e presidente da Câmara Municipal de Dourados, Daniela Hall (PSD), outra homenageada e que na oportunidade foi representada por Tatiane Moreno, ĂŠ autora da Lei 4.096/2017 que instituiu o Dia Municipal da Mulher Advogada “Myrthes Gomes de Camposâ€?, incluĂ­do no CalendĂĄrio Oficial de Eventos da cidade para ser comemorado anualmente. De acordo com Daniela, a lei recebeu o nome de Myrthes Gomes Campos, que foi a primeira mulher a ingressar no entĂŁo Instituto da Ordem dos Advogados do Brasil, em 1906. “A Lei instituĂ­da em maio do ano passado foi uma maneira que encontrei de valorizar essas profissionais, incentivando o fortalecimento da profissĂŁo e a igualdade de gĂŞnerosâ€?, disse a vereadora. Para a presidente da Casa de Leis, ĂŠ preciso falar sobre a igualdade de gĂŞnero e os

(GQD%RQHOOLH0DULHOYD$UDÄŽMRGD6LOYD avanços no Plano Nacional de Valorização da Mulher Advogada, aprovado pelo Conselho Federal da OAB, em 2015. “O Plano prevĂŞ a valorização

(GQD%RQHOOLHQWUHJDD=DUK$KPDG6GR$PRULP 3DOHVWUDQWH/DLV7RUUHV

da educação jurídica e defesa das prerrogativas das mulheres advogadas, alÊm da elaboração de propostas que protejam a mulher em seu exercício

profissional. A criação da nossa lei municipal Ê um marco para a reflexão de muitas lutas que temos que travar em nossa sociedade. Como advogada

&ULVWLDQH5LFFLDEULXRHYHQWR

e vereadora continuarei colocando o meu mandato à disposição, trabalhando sempre para defender toda a sociedade contra a discriminação, a

Hemocentro abre hoje e precisa com urgĂŞncia de sangue O- e B+ 2VGRDGRUHVQĂ‚RGHYHPID]HU XVRGHEHELGDDOFRĂśOLFDQD noite anterior De Dourados O Hemocentro de Dourados abre neste sĂĄbado para coleta e cadastro de medula. As senhas serĂŁo distribuĂ­das das 7h Ă s 11h. A maior demada ĂŠ por sangue O negativo e B positivo. Quem teve Dengue, Zika ou Febre Chikungunya, deve aguardar um mĂŞs apĂłs a cura dos sintomas. Para doar sangue ĂŠ preciso

pesar mais de 55 quilos, ter entre 18 e 69 anos, boas condiçþes de saĂşde, estar bem HIWGERWEHSIEPMQIRXEHS O limite para a primeira doEÀâSÂŚHIHIERSW1IRSVIW entre 16 e 17 anos podem ser aceitos com autorização do responsĂĄvel legal. Todos devem apresentar documento oficial com foto.

1ÂRGHYHGRDU Quem teve hepatite após 11 anos de idade; Doença de Chagas; pessoas com múltiplos parceiros sexuais e que têm relaçþes sem o uso de preservativo; quem compartilha seringas, faz uso de drogas injetåveis ilícitas ou que esteja infectado pelo HIV e seus parceiros.

5HFRPHQGD�øHV Não ingerir bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes da doação, não fumar uma hora antes e após a doação, tomar cafÊ da manhã e evitar alimentos gordurosos.

3DGUÂRGHTXDOLGDGH De acordo com o Hemocentro, todo sangue colhido dos doadores passa por exames, segundo protocolo da Fiocruz. São realizados testes de tipagem sanguínea, doença

ACERVO

+HPRFHQWURGH'RXUDGRVDWHQGHÂżGHPDQGDGHPDFURUUHJLĂ‚R

violência e, principalmente, lutar pela tão sonhada igualdade de gênero�, afirmou a vereadora, presidente da Câmara de Dourados, Daniela Hall.

de Chagas, sífilis, hepatite B, hepatite C, HIV, HTLV I/II e Hemoglobina S. Apesar da realização de vårios testes com o sangue doado, antes de sua liberação para outras pessoas, não existe 100% de segurança para o paciente/receptor, pois hå um período chamado de janela imunológica, que Ê o tempo entre a contaminação por agentes infecciosos e a positividade do teste. Por isso são muito importantes as respostas dadas durante a triagem clínica. O Hemocentro Regional de Dourados fica na Rua Waldomiro de Souza, 295, Vila Industrial, ao lado do PAM. Tel: 3424-0400/3424-4192.


2

Dourados, sĂĄbado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO

OpiniĂŁo

Atmosfera contaminada

R

espirar ar puro, embora seja um ato simples, não Ê uma tarefa fåcil de ser executada. A não ser que as pessoas morem no campo ou em bucólicas cidades do interior. Entretanto, esse elemento vital para o ser humano estå cada vez mais envenenado. Um estudo do Instituto Saúde e Sustentabilidade mostra dados alarmantes sobre os poluentes atmosfÊricos em São Paulo, uma das metrópoles do mundo. Eles foram a causa de 31 mortes precoces por dia em 2015, ou um total de 11.200 no período. Isso representa mais que o dobro das mortes provocadas por acidentes de trânsito (7.867), cinco vezes mais que o câncer de mama (3.620) e quase 6,5 vezes mais que a Aids (2.922). Segundo estudos, permanecer duas horas no trânsito de uma cidade como São Paulo equivale a fumar um cigarro. Este grave problema de saúde pública permanece praticamente ignorado pela população e pelo poder público porque a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que estabelece os padrþes de qualidade do ar nacionais em vigor atÊ hoje, foi implementada hå 27 anos e, portanto, não reflete os novos conhecimentos científicos sobre o tema. Apesar de terem dado início a um

processo progressivo para que prol de projetos de lei e políticas EDITORIAL se atinjam os padrþes recomenpúblicas eficientes. dados pela Organização Mundial da Saúde, os Os coeficientes adotados pela Organização estados de São Paulo e Espírito Santo não estabe- Mundial da Saúde, por sua vez, resultam da anåleceram prazos para o cumprimento das etapas e lise de centenas de estudos realizados por grupos continuam empregando parâmetros defasados. de pesquisa de vårias partes do mundo (incluindo Na avaliação de especialistas, Ê inaceitåvel que o Brasil) que trouxeram evidências conclusivas um problema de saúde pública desta dimensão relacionando poluição do ar e morbidade e morcontinue invisível. No entendimento de pesqui- talidade prematura. Doenças cardio e cerebrovassadores do Instituto de Ensinos Avançados da culares, tais como arritmia, infarto do coração e Universidade de São Paulo, o Instituto Saúde e derrame cerebral, representam 80% dos efeitos da Sustentabilidade propþe a atuapoluição do ar. Ela Ê causa comEste grave problema provada dos cânceres de pulmão lização dos padrþes de qualidade do ar preconizados pela Organi(o mais letal dos tumores) e de bede saúde pública zação Mundial da Saúde dentro permanece ignorado xiga. O ar poluído estå tambÊm do menor prazo possível. Embora relacionado a metade dos casos pelas autoridades não altere a situação do ar, mudar de pneumonia em crianças. Seo padrão permitirå entender a regundo a Organização Mundial de al situação para que seja possível agir para sanar o Saúde, a poluição do ar causou 8 milhþes de morproblema, como jå vem acontecendo, por exem- tes precoces no mundo em 2015 e Ê atualmente a plo, com a revisão dos padrþes de qualidade do principal causa de morte por complicaçþes carar que acontece no Conselho Nacional do Meio diorrespiratórias relacionadas ao meio ambiente. Ambiente e com o edital do transporte público e Os níveis dos padrþes de qualidade do ar pauprojetos sobre combustíveis limpos para o trans- listas e nacionais são superiores aos níveis críticos porte público de São Paulo, por exemplo. Nessas de atenção e emergência determinados por outros horas, dados corretos podem fazer a diferença em países. O padrão anual de qualidade do ar paulista

O NĂšMERO

2 horas

no trânsito de uma cidade como São Paulo equivale a fumar um cigarro por dia , conforme pesquisas foi ultrapassado por medidas de 5 estaçþes automåticas (9,6%) pela rÊgua da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Mas empregando-se os parâmetros da Organização Mundial da Saúde, o limite aceitåvel foi ultrapassado em 48 estaçþes automåticas (92%). Com este estudo, o Instituto Saúde e Sustentabilidade visa alertar sobre os riscos da nossa legislação ambiental de aceitar como seguras concentraçþes de poluição do ar reconhecidamente lesivas à saúde da população.Mantendo-se os níveis de poluição do ar no estado como hoje, atÊ 2030 serão 250 mil mortes precoce e 1 milhão de internaçþes hospitalares com dispêndio público de mais de R$ 1,5 bilhão, em valores de 2011, dsegundo os levantamentos do Instituto Saúde e Sustentabilidade.

Ă“cio, pai da violĂŞncia :,/621 $48,12 *Jornalista e professor

O

s números da violência no Brasil são estarrecedores. Todos os dias, em todos os lugares, são registrados os mais variados tipos de crime, envolvendo adolescentes, jovens e adultos, homens e mulheres. AlÊm dos crimes, temos tambÊm elevados índices de vandalismo, que vão desde pichaçþes a destruiçþes de patrimônios público e privado e brigas, que afrontam violentamente a moral e os bons costumes da sociedade. Mas, afinal, a que se deve tamanha violência hoje no País? Por que um número cada vez maior de pessoas, especialmente jovens e adolescentes, se envolvem nos mais variados atos ilícitos, criminosos?

Se procurarmos analisar a fundo os motivos que levam jovens e adolescentes a esse mundo da violĂŞncia, chegaremos a algumas respostas e uma delas certamente serĂĄ a ociosidade desses indivĂ­duos no dia-a-dia, que os estimula e os ensina a trilhar esse caminho torto que resultarĂĄ em diferentes graus de influencias negativas e malĂŠficas de seus integrantes. Uma sociedade que nĂŁo dĂĄ boas e saudĂĄveis opçþes de prĂĄticas esportivas, culturais e de lazer para seus jovens e adolescentes, permitirĂĄ que se aglomerem e encontrem “soluçþesâ€? para suas desocupaçþes que poderĂŁo, amanhĂŁ, voltarem-se contra si prĂłprio e/ou para a sociedade, nas formas de doenças, vĂ­cios, crimes de roubos, furtos, assassinatos. Ou seja, se um jovem nĂŁo conta com uma boa infraestrutura de esporte, cultura e lazer em seu bairro, em sua cidade, para se ocupar por perĂ­odos contra escolar, Ă noite ou nos finais de sema-

na, certamente acabarå encon- voltados culturalmente e esportrando outros meios (nem sempre tivamente para crianças, jovens e saudåveis e/ou recomendåveis) adultos que crescem nesses ampara passar o tempo com os ami- bientes, bem longe da ociosidagos, levando junto maus håbitos de. Projetos musicais, escolinhas como o fumo, a bebida e atÊ as de futebol, de ginåstica e dança drogas que se tornarão vícios. e tantos outros projetos que eviMesmo sob a rígida educação tam que menores trilhem por cae fiscalização dos pais, o ócio na minhos tristes, tortuosos e espicomunidade juvenil levarå para nhosos. dentro dos lares muitos desses víA igreja tambÊm faz muito bem cios, promovenesse papel, de O Estado tem grande envolver o indido a discórdia, o desentendi- parcela de culpa pelos víduo, menor ou mento, as brigas adulto, em ativiinúmeros casos de e revoltas nesse dades benÊficas violência ambiente sagrae saudåveis ao do, com consecorpo e (princiquências para toda sociedade. palmente) ao espírito. Ela orienta O Estado tem grande parcela e ajuda o indivíduo a se fortalecer, de culpa pelos inúmeros casos de lhe dando argumentos, instruviolência na sociedade, quando mentos e conhecimentos sobre não exerce com competência a o real sentido da vida, alicerçado sua função de investir nessa infra- na palavras e mandamentos de estrutura de esporte, cultura e la- Deus. zer nos bairros e vilas das cidades. Estudos revelam que jovens e Temos no Brasil inúmeros casos adultos que acreditam em Deus e de sucesso absoluto de projetos no papel da igreja na salvação do

homem, dificilmente se desviam do caminho. Ou seja, dificilmente se enveredam para o mundo do crime, da violĂŞncia. Logo, nĂŁo ĂŠ errado afirmar que feliz ĂŠ aquela famĂ­lia cujos filhos sĂŁo criados dentro do evangelho de Jesus Cristo. Voltando para o poder pĂşblico, maior responsĂĄvel pelo aumento da criminalidade no paĂ­s, quando nĂŁo investe em obras saudĂĄveis para o desfrute da sociedade nas ĂĄreas de cultura, esporte e lazer, hĂĄ que se ressaltar tambĂŠm seu pĂŠssimo e criminoso exemplo quando desvia dinheiro pĂşblico para o enriquecimento pessoal e/ ou de determinados grupos. O Estado dĂĄ pĂŠssimo exemplo ao cometer crimes de desvio de verba e de mĂĄ conduta ĂŠtica e profissional nas esferas municipal, estadual e federal e o que ĂŠ ainda pior, nos trĂŞs poderes. A sociedade perde referĂŞncia pĂşblica de idoneidade, honestidade, carĂĄter e outras virtudes que deveriam ser

ilibadas em todo servidor público. Insisto: todos os bairros e vilas de Campo Grande e interior, de todas as cidades brasileiras enfim, deveriam ter uma excelente infraestrutura para pråticas esportivas, culturais e de lazer para todos, com professores e instrutores, pagos e/ou voluntårios, para estimular as competiçþes esportivas e culturais e tantas outras açþes. Deveriam ter tambÊm milhares de mini-bibliotecas, gibitecas e outros organismos semelhantes, informatizadas, para o estudo e lazer da criançada. Esses ambientes serviriam tambÊm para jovens e adultos. A sociedade pede socorro e num ano como este, de eleição, não då mais para as pessoas permanecerem no ócio político. É uma boa oportunidade para analisar as propostas daqueles que querem nos representar e alijar do processo todo aquele manchado pela culpa. (wilsonaquino2012@ gmail.com)

O papel das Universidades PĂşblicas em Mato Grosso do Sul :,/6219$/(17,0 %,$62772 *Membro da Academia Douradense de Letras

L

eio em “O Progressoâ€? de quinta-feira passada que o deputado estadual George Takimoto reacendeu na Assembleia Legislativa o debate sobre a criação da Universidade Federal do Pantanal (UFPAN). No encaminhamento Takimoto solicita que o senador Pedro Chaves, envide esforços para que o Ministro da Educação desmembre o campus de CorumbĂĄ da UFMS, criando a partir dele uma outra universidade federal em Mato Grosso do Sul. Atitude louvĂĄvel. Desde 2005, quando foi criada a UFGD, com o desmembramento do CEUD da UFMS, algumas manifestaçþes jĂĄ haviam ocorrido em Co-

rumbå para a criação da UFPAN. Mais tarde outros encaminhamentos foram feitos, especialmente em 2012 e 2013. Agora, com a iniciativa do deputado Takimoto a esperança se renova. Aliås, anima-nos não somente a criação da UFPAN, mas tambÊm a discussão de um projeto amplo de ampliação do ensino público universitårio para o Mato Grosso do Sul. O governador que administrar o Estado a partir de 2019 bem poderia elaborar um projeto ousado para o Estado. Aliås, em 2 de julho próximo passado, um grupo de professores reuniu-se com o prÊ-candidato ao governo Humberto Amaducci, justamente para discutir o ensino superior em nosso estado. Na pauta, estava principalmente a revitalização da UEMS, com a retomada da autonomia financeira, praticada no governo Zeca e retirada no governo AndrÊ.

Coincidindo com a proposta de nhecimento produzido para a Takimoto, tambÊm se discutiu a sociedade. A produção do copossibilidade de o governo lide- nhecimento se då pela pesquirar açþes para se criar a Univer- sa, sendo que 98% da produção sidade do Pantanal e tambÊm a científica brasileira Ê produziUniversidade Federal do Bolsão da nas universidades públicas. (cujo campus jå possui inclusive O ensino forma profissionais o curso de Medicina). Com isso que atuam em suas respectivas Mato Grosso do Sul disporia de åreas do saber, trazendo semquatro univerpre com eles as O papel das sidades fedeinovaçþes que rais muito bem universidades públicas aprenderam na distribuídas peÊ fundamental para universidade. A lo estado. Essas extensão unio desenvolvimento versitåria manuniversidades se somariam tÊm atualizados a UEMS, que conta com nada os seus egressos e os habitantes menos do que quinze unidades da região interessados em prodistribuídas de Norte a Sul e de jetos diversos. Leste a Oeste do Estado. Tomando-se por exemplo a Precisamos ter consciência de Cidade Universitåria e Douraque o papel das universidades dos, que congrega a UFGD e a públicas Ê fundamental para o sede da UEMS, poderemos comdesenvolvimento regional e na- preender o que significam as cional. Três são os seus pilares: universidades. A princípio elas a produção do conhecimento, movimentaram a construção o ensino, e a extensão do co- civil e o comÊrcio de maneira

intensa, depois atraíram profissionais altamente especializados em suas respectivas åreas do saber e, em seguida, passaram a formar esses profissionais. Penso na importância dos primeiros cursos de formação de professores para a região: onde estariam as nossas crianças se as Universidades não tivessem formado professores capazes? Que seria do agronegócio sem os cursos de Agronomia, Engenharia Agrícola, Alimentos e de Zootecnia? Que seria uma cidade sem eventos culturais? Sem os cursos de Ciências Sociais, Humanas e de Relaçþes Internacionais? Qual a contribuição do curso de Educação Física? Qual a importância para a economia da região dos biólogos, químicos, físicos, administradores, contabilistas, economistas? Dourados seria um centro mÊdico hospitalar sem os cursos de Nutrição, Enfermagem e Medicina? E as en-

genharias, qual o papel que desempenham na construção, na alimentação, na mecânica, na aquicultura, da computação? E os cursos de Direito, não contribuem por acaso para melhorar o nível de nossa justiça? Pensar sobre essas coisas nos leva a admitir que elas se constituem em um alicerce firme para o desenvolvimento econômico, político e social da região. Por fim, mas não menos importante, Ê lembrar que a ampliação e manutenção das universidades públicas depende da visão política dos partidos que assumem o poder da República e do Estado. Existem partidos que pregam a privatização do ensino universitårio, defendem que estude em universidades apenas aqueles que tem dinheiro para pagar. Mentalidade neoliberal, oposta à dos que pensam o estado de bem-estar social. (biasotto@biasotto.com.br)

EXPEDIENTE O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAĂ‡ĂƒO EM TODO O INTERIOR Este jornal expressa sua opiniĂŁo pelo Editorial. As demais opiniĂľes sĂŁo de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSOâ€? Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nÂş 812285964

Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES Editor-chefe VANDER VERĂƒO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

(',725$-251$/2352*5(662/7'$

CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gråfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2627/2609 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2600 Serviço de Atendimento ao Assinante (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 +20(3$*(www.progresso.com.br (0$,/progresso@progresso.com.br

oprogresso.jornal

@JORNALOPROGRESSO

ESPORTE/POLĂ?CIA Renato Giansante esporte@progresso.com.br policia@progresso.com.br DIA-A-DIA Maria Lucia Tolouei marialucia@progresso.com.br CADERNO B/DMAIS Hakeito Almeida hakeito@progresso.com.br

(VWHMRUQDOpÂżOLDGRj

CIDADES Departamento Regional cidades@progresso.com.br

$66,1$785$6

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE

COLUNA SOCIAL/ANĂšNCIOS Angela Santa Cruz comercial@progresso.com.br

$QXDO  R$ 240 6HPHVWUDO R$ 150 7ULPHVWUDO R$ 100 %LPHVWUDO R$ 70 0HQVDO R$ 45

CLASSIFICADOS Gleison Costa classificados@progresso.com.br

Pensamento e ação por uma vida melhor

VENDA AVULSA 'RXUDGRV,QWHULRU H&DPSR*UDQGHR$ 2 NĂšMEROS ATRASADOS 'RDQRR$ 2 'RDQRDQWHULRU R$ 4


3

Dourados, sĂĄbado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica

PGR defende imparcialidade de Moro para julgar Lula no caso do sĂ­tio de Atibaia Procuradoria-Geral da RepĂşblica afirma que no curso da ação penal do sĂ­tio de Atibaia, juiz da Lava Jato ‘se manteve imparcial durante toda a marcha processual’ Amanda Pupo, AgĂŞncia Estado De BrasĂ­lia A Procuradoria-Geral da RepĂşblica (PGR) defendeu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a “imparcialidadeâ€? do juiz Sergio Moro, ao comandar o processo em que o ex-presidente Luiz InĂĄcio Lula da Silva (PT) ĂŠ rĂŠu, no caso do sĂ­tio do Atibaia. “Assim, invi-

O ministro Felix Fischer jå negou recursos similares de Lula, que tambÊm buscavam reconhecer a suposta imparcialidade de Moro åvel a declaração de nulidade de todos os atos praticados no curso da ação penal processada e julgada pelo Juízo Criminal Federal de Curitiba, que se manteve imparcial durante toda a marcha processual�, afirma o subprocurador-geral da República, Nívio de Freitas Silva Filho. A manifestação Ê feita dentro de um recurso em que a defesa do ex-presidente afir-

ma que Moro ĂŠ parcial, tentando retirar o caso das mĂŁos do juiz da 13ÂŞ Vara Federal de Curitiba. O relator do pedido ĂŠ o ministro Felix Fischer, responsĂĄvel pelos processos da Lava Jato no tribunal superior. O ministro jĂĄ negou recursos similares de Lula, que tambĂŠm buscavam reconhecer a suposta imparcialidade de Moro. O MinistĂŠrio PĂşblico Federal jĂĄ havia se manifestado contra os pedidos da defesa de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ÂŞ RegiĂŁo (TRF-4). O subprocurador lembra ao STJ que a 8ÂŞ Turma do Tribunal Regional Federal da 4ÂŞ RegiĂŁo, por unanimidade, “negou provimento Ă exceção de suspeição criminalâ€?. Silva Filho explica que, “inconformadoâ€?, o petista apresentou recurso ao STJ, persistindo que seja reconhecida a suspeição de Moro. “Entretanto, segundo bem assinalado pelas instâncias ordinĂĄrias, jĂĄ foram julgadas improcedentes inĂşmeras exceçþes de suspeição apre-

SÉRGIO LIMA/STJ

O relator do pedido Ê o ministro Felix Fischer, responsåvel pelos processos da Lava Jato STJ sentadas pelo ora agravante anteriormente, o que, inclusive, autorizaria o não conhecimento do incidente�, destaca o subprocurador.

Segundo ele, “vislumbra-se mero inconformismoâ€? da defesa, que tenta tirar o processo das mĂŁos de Moro. Nele, Lula ĂŠ rĂŠu por corrupção passiva

Cela não pode servir de palanque a Lula’, diz advogado A maioria concorda com a decisão da juíza com base na Lei da Ficha Limpa Ricardo Brandt, Luiz Vassallo e Julia Aonso, Agência Estado De São Paulo A decisão da juíza federal Carolina Moura Lebbos de negar 11 pedidos de cinco veículos de comunicação para entrevistar e sabatinar o petista dentro da prisão e de vetar sua saída para fazer campanha e participar da Convenção do PT, repercutiu intensamente entre advogados constitucionalistas e criminalistas. A

maioria concorda com a decisĂŁo da juĂ­za com base na Lei da Ficha Limpa. Para o advogado Alexandre Ribeiro Filho, a decisĂŁo ĂŠ correta. “Uma vez autorizado o cumprimento antecipado da pena pelo Supremo, nĂŁo parece legĂ­timo permitir que o preso faça da cela o seu palanque. O ex-presidente, alĂŠm de cumprir pena em regime fechado, ĂŠ inelegĂ­vel de acordo com a Lei da Ficha Limpaâ€?, afirma Ribeiro Filho, criminalista do Vilardi Advogados. Para o professor Daniel FalcĂŁo, especialista em Direito Constitucional e Direito Eleitoral, apesar de o artigo 16-

A da Lei das Eleiçþes (Lei nÂş 9.504/1997) prever que um candidato cujo registro esteja sub judice pode efetuar todos os atos relativos Ă campanha eleitoral, o caso de Lula â€œĂŠ absolutamente sui generisâ€?. Lula estĂĄ preso desde 7 de abril, para cumprimento da pena de 12 anos e um mĂŞs de reclusĂŁo no processo do triplex do GuarujĂĄ (SP) A pena foi imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ÂŞ RegiĂŁo (TRF-4) e a custĂłdia do ex-presidente mantida pelos tribunais superiores. “Mesmo preso, Lula poderĂĄ pleitear o registro de sua candidatura Pela Lei da Ficha

Limpa, ele deverå ter o registro indeferido, pois estå inelegível. Preso, porÊm, não pode praticar atos de campanha eleitoral por estar cumprindo pena em razão de condenação por crimes de corrupção passiva e ocultação de bens. Não hå qualquer possibilidade na legislação penal de um preso conceder entrevistas ou gravar programas para o rådio e para a TV visando à propaganda eleitoral�, afirma Daniel Falcão, do IDP e da USP. A advogada constitucionalista Vera Chemim explica que, de acordo com o Inciso XV do artigo 41 da Lei de Execução Penal, Lula poderia ter

Marun diz que ano eleitoral inuencia pauta do Congresso O Estado brasileiro precisa ser “completamente reformuladoâ€?, diz Marun Vera Rosa e Julia Lindner, AgĂŞncia Estado De BrasĂ­lia O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, procurou amenizar a “pauta-bombaâ€? em tramitação no Congresso, que aumenta os gastos pĂşblicos e pode ter impacto superior a R$ 100 bilhĂľes nas contas de 2019. Sob o argumento de que nĂŁo ĂŠ possĂ­vel ignorar o ano eleitoral e sem querer comprar mais briga com a dividida base aliada, Marun disse que o PalĂĄcio do Planalto nĂŁo avançarĂĄ em “temas polĂŞmicosâ€?. Para o ministro, nem mesmo a decisĂŁo do Congresso de derrubar a proibição de reajuste salarial ao funcionalismo, a

partir de 2019, pode ser considerada traumĂĄtica. “Existe uma diferença entre liberar reajuste e nĂŁo proibirâ€?, afirmou Marun, ao dizer que foram apresentadas justificativas “plausĂ­veis e atĂŠ vĂĄlidasâ€? para a medida. Apesar de assegurar que o teto dos gastos pĂşblicos estĂĄ mantido, o ministro observou que o prĂłximo presidente tem o direito de conceder reajustes. “Mesmo que o governo tenha mantido sua posição, nĂŁo vejo como questĂŁo traumĂĄtica, principalmente para esse anoâ€?, insistiu Marun. “Em 2019, teremos novo presidente, novo modelo, oriundo das urnas. Daqui a pouco pode um novo presidente pensar em aumento para alguma categoria que esteja realmente defasadaâ€?. A decisĂŁo do Congresso abre caminho para que 1,27 milhĂŁo de servidores ativos, inativos e pensionistas do Executivo

pressionem o governo para aumentar os seus rendimentos. Na avaliação de Marun, o Estado brasileiro precisa ser “completamente reformuladoâ€?. “A gente sĂł fala de teto mĂĄximo. Acho que tem de ter teto de entrada para ingresso no serviço pĂşblico tambĂŠm. Hoje existem carreiras que tĂŞm entrada tĂŁo perto da saĂ­da que se torna desestimulante o bom exercĂ­cio da atividade profissional no serviço pĂşblicoâ€?, declarou. Marun disse que a atividade do Congresso tem sido “muito intensaâ€? por causa da proximidade das eleiçþes e afirmou nĂŁo estar enxergando uma “farra fiscalâ€? no Legislativo. O termo foi usado por integrantes da equipe econĂ´mica. “Eu nĂŁo vi ali pauta-bombaâ€?, amenizou o articulador polĂ­tico do PalĂĄcio do Planalto. Ao ser questionado sobre a manu-

tenção do benefĂ­cio tributĂĄrio Ă indĂşstria de refrigerantes da Zona Franca de Manaus, Marun admitiu que o governo foi atropelado no Senado e vai recorrer da medida. “Num momento de baixo quĂłrum, foi aprovado no Senado esse decreto que contraria pensamento do governo. Vamos tentar derrotar isso na Câmaraâ€?, comentou ele. “Isso nĂŁo foi bem visto pelo governo e estamos negociando esse atropelo.â€? Aprovado pelo Senado na terça-feira, o projeto provoca custo de R$ 1,78 bilhĂŁo por ano no Orçamento, mas ainda precisa passar pelo crivo da Câmara. Os incentivos haviam sido cortados pelo governo para bancar parte da fatura de R$ 13,5 bilhĂľes do “bolsa caminhoneiroâ€?, pacote de subsĂ­dios concedido para reduzir o valor do diesel e pĂ´r fim Ă  greve no

e lavagem de dinheiro. O recurso ainda deve ser analisado por Fischer. O ex-presidente jå foi condenado na ação sobre o triplex no Guarujå. Teve a pena decretada na primeira instância e aumentada no segundo grau, pelo TRF-4. Por isso, cumpre pena de 12 anos e um mês desde abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Em junho, o jornal O Estado de S. Paulo mostrou que a defesa do ex-presidente jå protocolou mais de 70 questionamentos judiciais no âmbito do processo do triplex do Guarujå. O parecer da PGR foi enviado ao STJ na segunda-feira (9), um dia após o imbróglio jurídico instaurado no TRF-4, marcado por decisþes conflitantes entre Moro, o desembargador RogÊrio Favreto e o relator da Lava Jato no TRF-4, João Pedro Gebran Neto. O dia acabou com o habeas corpus concedido a Lula por Favreto cassado pelo presidente do tribunal, Thompson Flores.

contato com o mundo exterior por meio de correspondĂŞncia escrita, da leitura e de outros meios de comunicação. “No entanto, o parĂĄgrafo Ăşnico do mesmo artigo dispĂľe que esse direito em particular poderĂĄ ser suspenso ou restringido por diretor do estabelecimentoâ€?, segue Vera. “Por outro lado, a natureza dos crimes pelos quais ele foi condenado pressupĂľe a suspensĂŁo dos direitos polĂ­ticos, atĂŠ porque ele se encontra preso. Esse ĂŠ o pano de fundo dos argumentos da juĂ­za. Inclusive em razĂŁo da Lei da Ficha Limpa. Caso se entenda que houve excesso ou desvio da execução, ou seja, quando um ato for praticado alĂŠm dos limites fixados na sentença, o sentenciado ou a sua defesa ou o prĂłprio MinistĂŠrio PĂşblico podem suscitar o incidente do excesso ou desvio de execução conforme preveem os artigos 185 e 186 da Lei de Execução Penalâ€?, avalia.

setor de transporte de cargas. As prioridades de votação para o Planalto, apĂłs o recesso parlamentar, sĂŁo a cessĂŁo onerosa de exploração de ĂĄreas do prĂŠ-sal e a privatização de distribuidoras da Eletrobras, em tramitação no Senado. “Em termos legislativos, temos que nos adaptar Ă realidade. NĂŁo podemos ignorar que o Brasil vive um ano eleitoral, uma eleição curta, mas intensa. NĂŁo podemos exigir dos parlamentares situaçþes nas quais haverĂĄ bombardeio de quem nĂŁo tem responsabilidade e nĂŁo haverĂĄ muito tempo para defesaâ€?, argumentou Marun. Ao destacar que o governo nĂŁo mexerĂĄ em vespeiro no Congresso, Ă s vĂŠsperas das disputas eleitorais, o ministro lembrou que na Câmara hĂĄ propostas nĂŁo tĂŁo polĂŞmicas, como a duplicata eletrĂ´nica, o distrato e o cadastro positivo. No diagnĂłstico de Marun, o Brasil sĂł nĂŁo estĂĄ vivendo um momento de “euforia econĂ´micaâ€? porque o governo nĂŁo conseguiu aprovar a reforma da PrevidĂŞncia. â€œĂ‰ o que eu sempre digo: se a gente nĂŁo segue a receita, nĂŁo pode reclamar do mĂŠdicoâ€?, concluiu.

CURTAS Segurança (1)

Defensor de proposta de emenda à Constituição que cria a polícia nacional de fronteiras, o senador Pedro Chaves (PRB-MS) disse na quinta-feira (12) que a matÊria pode contribuir para solucionar o problema da violência no país. A informação Ê da Agência Senado Ele lembrou que Ê pelas fronteiras que entram as armas e as drogas que financiam o crime organizado. A PEC tramita com o número de 534/2002 na Câmara dos Deputados.

Segurança (2)

“Se fecharmos o cerco na fonte, secamos a torrente de violĂŞncia que infelizmente tem ganhado cada vez mais volume no Brasil e se espalhado por todo o territĂłrio nacionalâ€?, afirmou, lembrando que o Mato Grosso do Sul tem 1.500 Km de fronteira com o Paraguai e a BolĂ­via. No seu entendimento, ĂŠ por isso que sete cidades sul-mato-grossenses fazem parte da rota do trĂĄfico de armas e de drogas, segundo relatĂłrio da CPI da ViolĂŞncia Urbana, que funcionou hĂĄ oito anos na Câmara.

Kit de churrasco (1)

O MinistĂŠrio PĂşblico do ParanĂĄ denunciou o vereador Giovanni Aparecido Carneiro (PP), do municĂ­pio de Arapoti e um correligionĂĄrio, Luciano Pedroso Sampaio, por crime eleitoral. Os dois sĂŁo acusados por trocar voto por kit churrasco, segundo a AgĂŞncia Estado.

Kit churrasco (2)

Segundo a Promotoria Eleitoral da 164ÂŞ Zona Eleitoral da comarca, nas Ăşltimas eleiçþes, em troca de votos, os denunciados forneceram a eleitores “kitsâ€? com valor estimado de R$ 150 cada, para a compra de produtos para churrasco - carne, carvĂŁo e cerveja. Arapoti, com 28 mil habitantes, fica a 240 quilĂ´metros da capital Curitiba. A Promotoria ouviu testemunhas, fez busca e apreensĂŁo e interceptaçþes telefĂ´nicas. A denĂşncia aponta que o vereador, entĂŁo candidato, e o correligionĂĄrio teriam deixado vĂĄrios desses “kitsâ€? acertados em um supermercado da cidade.

Arquivado (1)

O Conselho de Ética da Câmara arquivou na madrugada de quinta-feira (12), pedido de cassação do mandato do deputado Celso Jacob (MDB-RJ), preso em junho de 2017 após condenação pelo Supremo Tribunal Federal. Foram 11 votos a favor do arquivamento do pedido de processo contra o deputado e um contra.

Arquivado (2)

Em junho, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal autorizou Jacob a cumprir a pena em regime aberto. Ele foi condenado por falsificar documentos e dispensar licitação para construção de uma creche em 2002, quando era prefeito de Três Rios (RJ).

COLONO - CumpĂĄdri, era prĂĄ nossa seleção disputĂĄ DÄ&#x;QDXGD&RSDDPDQKĂ‚ ZÉ PINGA HUDFXPpĂĄdri, mas os jogadĂ´ e as famĂ­as foram sĂł SDVVĂ€IĂ’ULDVLFLFLF


4

Dourados, sĂĄbado/domingo 14/15.7.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica ALEX FERREIRA/CĂ‚MARA DOS DEPUTADOS

C

INFORME C CĂ?CERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

DelcĂ­dio vai encarar ou se resignar?

O ex-senador DelcĂ­dio do Amaral (PTC) foi absolvido no processo em que era acusado de obstrução Ă Justiça, envolvendo a Operação Lava Jato, e abre caminho para concorrer ao Senado este ano. Ele precisa ingressar com nova ação na Justiça Federal para conseguir reverter a inelegibilidade e registrar candidatura atĂŠ 15 de agosto, SUD]RÄ&#x;QDOHVWDEHOHFLGRSHOR7ULEXQDO6XSHULRU(OHLWRUDO se quiser ser candidato. O ex-senador, que deixou o PT, HQFRQWUDVHÄ&#x;OLDGRDR37&SDUWLGRQDQLFRDOLDGRGH AndrĂŠ na corrida pela sucessĂŁo estadual. DelcĂ­dio foi cassado pelo Senado, apĂłs esse episĂłdio, quando estava no quinto ano do seu mandato. E nem pode pedir o lugar do seu suplente, hoje, senador, Pedro Chaves (PRB).

Deputados e especialistas discutiram a questão do voto impresso em audiência na Câmara

Peritos criminais defendem voto impresso nas eleiçþes Estabelecida em 2015 pela minirreforma eleitoral, a impressão de votos foi derrubada liminarmente pelo Supremo Tribunal Federal em junho Lara Haje, Agência Câmara Notícias De Brasília A Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais defendeu o voto impresso para complementar o sistema eletrônico, em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informåtica da Câmara dos Deputados na quinta-feira (12). Para a associação, a impressão de todos os votos pode garantir mais segurança ao processo eleitoral.

Para a PGR, a impressão do voto viola o direito fundamental do cidadão ao sigilo de seu voto Estabelecida em 2015 pela minirreforma eleitoral (Lei 13.165/15), a impressão dos votos foi derrubada liminarmente pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em junho. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o voto impresso foi movida pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A procuradora-geral da Re-

pública, Raquel Dodge, foi convidada para vir à audiência, mas não compareceu, alegando problemas de agenda. Para a PGR, a impressão do voto viola o direito fundamental do cidadão ao sigilo de seu voto. Vulnerabilidade do sistema Segundo o presidente da associação dos peritos, Marcos Camargo, o eleitor poderia conferir o voto depositado na urna, mas não precisaria levar o voto impresso para casa, para garantir o sigilo. Ele acredita que a urna eletrônica – implantada de forma gradual no Brasil a partir de 1996 – trouxe rapidez e eficiência na contagem dos votos, mas ressaltou que qualquer sistema computacional tem vulnerabilidade. Conforme Camargo, a fraude nesses sistemas, por meio de ação de hackers, Ê facilitada, e mesmo a auditoria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), feita de forma eletrônica, poderia ser hackeada. Ele acrescentou que o TSE realiza testes públicos nas urnas, e nesses testes alguns ataques obtiveram êxito. O

TSE jĂĄ corrigiu essas vulnerabilidades, mas, conforme o perito, nada impede que haja novos ataques. “O sistema precisa de auditoria analĂłgica, e essa ĂŠ a premissa da importância do registro impresso do votoâ€?, defendeu. â€œĂ‰ necessĂĄrio um sistema eleitoral independente do softwareâ€?, completou. JurisprudĂŞncia internacional O representante da entidade da sociedade civil ComitĂŞ Multidisciplinar Independente AmĂ­lcar Brunazo Filho disse que a jurisprudĂŞncia internacional mostra que ĂŠ preciso imprimir o voto, para o eleitor conferir se votou corretamente na urna eletrĂ´nica. Ele considera a urna eletrĂ´nica um retrocesso. Por outro lado, o consultor legislativo Fabio Mendes destacou que a urna funciona off-line, entĂŁo ĂŠ difĂ­cil que seja invadida. “Na Alemanha, a suprema corte considerou inconstitucional a utilização de urnas eletrĂ´nicas compradas em prateleiras, e nĂŁo sĂŁo essas urnas que sĂŁo utilizadas pelo TSE. A brasileira foi

criada especificamente para o tribunalâ€?, apontou. Segundo ele, no sistema bancĂĄrio e financeiro todo o processo de auditoria tambĂŠm ĂŠ feito de forma eletrĂ´nica. DecisĂľes do Parlamento O deputado Izalci Lucas (PSDB-DF), que pediu a audiĂŞncia, acredita que a eleição feita apenas pela urna eletrĂ´nica nĂŁo ĂŠ confiĂĄvel. Ele destacou que o PSDB solicitou auditoria das Ăşltimas eleiçþes, mas o TSE sĂł permitiu que fosse feita em algumas regiĂľes. “Qualquer ação que nĂŁo seja passĂ­vel de auditoria nĂŁo ĂŠ confiĂĄvelâ€?, avaliou. JĂĄ o presidente da ComissĂŁo de CiĂŞncia e Tecnologia, deputado Goulart (PSD-SP), afirmou que o STF tem “legisladoâ€?, ao mudar decisĂľes do Parlamento. Representante da Associação PĂĄtria Brasil na audiĂŞncia, o procurador Felipe Gimenez, por sua vez, criticou o Tribunal Superior Eleitoral, por nĂŁo debater o tema. O presidente do TSE, Luiz Fux, foi convidado para a audiĂŞncia, mas tambĂŠm nĂŁo compareceu.

Juiz do RN concede liberdade ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves REPRODUĂ‡ĂƒO

Ex-ministro Henrique Eduardo Alves teve a sua prisĂŁo domiciliar revogada

litar (Acadepol) desde o dia 6 de junho de 2017 por conta de dois mandados de prisão preventiva - um expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e outro pela Operação SÊpsis, que corre na 10ª Vara Criminal do Distrito Federal. No Rio Grande do Norte, o ex-ministro do governo Temer foi alvo da Operação Manus, que investiga o pagamento de propina relaciona a construção da arena. Em Brasília, o peemedebista Ê rÊu e foi preso em um desdobramento da Operação SÊpsis por supostamente receber valores de empresas que receberam aportes milionårios do FI-FGTS.

da decisão liminar proferida no HC 158.157-RN, que determinou a soltura de Eduardo Cunha por excesso de prazo, considerando que hå nos autos manifestação do MinistÊrio Público Federal pela concessão do pedido e que os fundamentos adotados pelo

Defesa O advogado Marcelo Leal, que integra a defesa do ex-ministro, afirmou que a decisĂŁo â€œĂŠ o coroamento de um processo em que atĂŠ mesmo as testemunhas de acusação e os delatores premiados atestaram a inocĂŞncia de Henrique Alvesâ€?.

Henrique Alves estava preso na Acadepol desde o dia 6 de junho de 2017 Teo Cury e Fabio SerapiĂŁo, AgĂŞncia Estado De BrasĂ­lia O juiz federal Francisco Eduardo GuimarĂŁes Farias, da 14ÂŞ Vara Federal do Rio Grande do Norte, concedeu liberdade ao ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (MDB) ontem, revogando sua prisĂŁo domiciliar. O magistrado ĂŠ responsĂĄvel pelo julgamento do processo originado pela Operação Manus, que investiga o recebimento de propina, alĂŠm de corrupção e lavagem de dinheiro a partir dos recursos usados para a construção da Arena das Dunas, construĂ­da para a Copa do Mundo de 2014. “Quanto ao pedido de extensĂŁo ao acusado Henrique Eduardo Lyra Alves dos efeitos

Exmo. Sr. Ministro Marco AurÊlio Mello se aplicam, pelas mesmas razþes, ao ora requerente, defiro-o, determinando a expedição de alvarå de soltura�, escreveu Farias, em sua decisão Henrique Alves estava preso na Academia de Polícia Mi-

DEMOROU O deputado federal Dagoberto Nogueira Filho (PDT) foi condenado pelo Tribunal de Justiça a devolver aos cofres pĂşblicos R$ 97 mil por uso indevido de publicidade.O processo tinha mais de 12 anos e no dia 3, os desembargadores da 3Âş Câmara CĂ­vel avaliaram recurso e decidiram condenar o deputado por improbidade administrativa. Dagoberto foi secretĂĄrio estadual em 2005, mesma ĂŠpoca em que se candidatou a deputado federal. Na ĂŠpoca, foram distribuĂ­dos encartes com publicidade divulgando os trabalhos feitos na sua secretaria. De acordo com o processo, o entĂŁo secretĂĄrio teve o nome citado 52 vezes. Das 49 fotos incluĂ­das no folheto, Dagoberto apareceu em 40 delas. ZUM ZUM A convenção regional do PDT confimada para 21 de julho terĂĄ como um dosobjetivos confirmar a candidatura de Odilon de Oliveira a governador. O filho, o vereador 2GLORQ-ÄŽQLRUDÄ&#x;UPRXTXHR encontro irĂĄ “acabar com a boataria que estĂĄ espalhada de que ele nĂŁo vai ser candidato ao Governo do Estadoâ€?. SEM RUMO O anĂşncio feito na quinta-feira, pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), candidato Ă reeleição, de apoio Ă  prĂŠ-candidatura de Lula, apĂłs encontro com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, deve provocar um racha na sigla nas eleiçþes . Em entrevistana manhĂŁ de ontem Ă  RĂĄdio Eldorado(SP), o deputado Ju-

lio Delgado, vice-lĂ­der do PSB na Câmara, lamentou que o partido esteja enfrentando essa divisĂŁo interna, pois dirigentes da legenda jĂĄ haviam manifestado apoio ao prĂŠ-candidato do PDT, Ciro Gomes. “Estamos como biruta (de aeroporto)rodando, isso ĂŠ muito ruim. Com todo respeito a Paulo Câmara, sabemos que Lula estĂĄ inelegĂ­vel. Ficar nessa situação a menos de um mĂŞs para DGHÄ&#x;QLĂ?Ă‚RGDVDOLDQĂ?DVĂ’RSLRU dos cenĂĄriosâ€?, disse Delgado. Em Mato Grosso do Sul, o PSB estĂĄc apoiando Odilon Oliveira(PDT) ao governo. VERGONHA “A impressĂŁo que tive foi a de que a impetração do habeas pelos parlamentares-advogados na sexta-feira Ă noite foi a chicana mais canhestra e acintosa que eu jĂĄ presenciei nos meus anos de profissĂŁoâ€?. ConclusĂŁo do procurador regional da RepĂşblica MaurĂ­cio Gotardo Gerum Com mais de 20 anos de MPF, Gerum ĂŠ um dos seis integrantes da força-tarefa criada para os processos da Lava Jato na segunda instância. TESOURO Um carregamento de meia tonelada de prata, contrabandeada da BolĂ­via e avaliada em R$ 1 milhĂŁo, foi apreendido na tarde de anteontem, na BR-262, no municĂ­pio de Terenos, pela PolĂ­cia RodoviĂĄria Federal. A prata, dividida em 21 barras, estava escondida dentro de um caminhĂŁo baĂş e nos pneus do veĂ­culo, que era ocupado por dois homens. Segundo apurou a PRF, o metal veio da BolĂ­via e teria como destino a cidade de SĂŁo Paulo. Os dois ocupantes do caminhĂŁo foram preVRVHPÄ DJUDQWHSRUGHVFDPLQKR e encaminhados para a PolĂ­cia Federal em Campo Grande.

BATE REBATE Arraial para adoção de pets acontece neste ďŹ m de semana em Campo Grande. Cerca de 30 cĂŁes e gatos jĂĄ vermifugados vĂŁo estar disponĂ­veis para serem adotados no neste sĂĄbado. Para conter gastos, prefeitura de AmambaĂ­ darĂĄ fĂŠrias coletivas aos servidores municipais entre segunda feira atĂŠ 31 de julho. O pedido de impeachment contra o prefeito do Rio, Marcelo Crivela (PRB) foi arquivado na quinta feira.. Por 29 a 16 votos, os vereadores decidiram rejeitar a abertura do processo na Câmara Municipal. Desde quarta-feira, 93 guardas municipais, aprovados no concurso pĂşblico realizado em 2016 em Dourados, participam da um curso prĂĄtico de direção operacional, no parque de exposiçþes. A Coordenadoria de PolĂ­ticas PĂşblicas para Mulheres de Dourados, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e a Rede de Enfrentamento Ă ViolĂŞncia contra a Mulher, jĂĄ deram inĂ­cio aos preparativos para o ‘Agosto LilĂĄs’, que, nesta edição, vai enfocar os 12 anos da Lei Maria da Penha.

INFORME CURURU Queria que as pessoas me dessem dinheiro, na mesma frequĂŞncia que me dĂŁo opiniĂŁo.

teste 2  
teste 2  
Advertisement