Page 1

DOURADOS MS ANO 68 | Nº 13.249 R$ 2,00

O PROGRESSO ★★★★★

Pensamento e ação por uma vida melhor

Quinta-feira 7 de junho de 2018

Fundador WEIMAR TORRES Diretora-Presidente ADILES DO AMARAL TORRES

Festa Arraiá da UFGD acontece no ğm de semana

Economia Empréstimo de nome pode levar à inadimplência

Audiovisual Diversidade predomina em programa cultural

PÁG. B1

PÁG. A5

PÁG. B3

Cães da PM de Dourados já farejaram 7 t de drogas

Redução prevista no óleo diesel não chega aos postos A redução de preço do diesel chegou parcialmente, ontem, aos postos de Dourados. O PROGRESSO realizou levantamento em 20 revendedores. Em nove, foi observada leve redução no valor, mas em nenhum houve o desconto determinado pela portaria. Pesquisa do Procon aponta alta de 14,3% na gasolina. PÁG. D1

A Polícia Militar divulgou ontem balanço das atuações e os cães farejadores vêm tendo papel de destaque na apreensão de drogas. Os animais Inka e Roberto já contribuíram com apreensão de mais de sete toneladas neste ano. PÁG. A7

Intolerância religiosa é tema de audiência hoje em Dourados

Associados da Aced têm desconto de 30% para contratar

Sem gás, clientela da região “migra” para Dourados MARCOS RIBEIRO

A iniciativa do evento é de autoria do vereador Elias Ishy

A audiência pública com o tema “Diálogo e Pluralidades: desafios frente à intolerância religiosa”, proposta pelo vereador Elias Ishy, será realizada hoje, às 19h, na Câmara de Dourados. “Essa atividade é um ponta pé inicial para combater os casos de intolerância”, afirma a coordenadora estadual do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (Cebi), Marisa Zimermann. Segundo ela, devem sair desdobramentos práticos e efetivos do evento. A palestra está a cargo do doutor em antropologia da religião, Felipe Kayodé, de Salvador (BA), onde foi aberto um Fórum de combate ao preconceito religioso. PÁG. D2

Feminicídio. “O objetivo principal da lei é conscientizar a sociedade sobre a violência sofrida pelas mulheres, que muitas das vezes leva à morte violenta. É necessário divulgar os serviços e os mecanismos legais de proteção à mulher em situação de violência e as formas de denúncia”, afirmou o deputado Professor Rinaldo. PÁG. D2

O tempo

Loteria

Fonte: INMET

MEGA-SENA Concurso 2047 01 - 18 - 19 - 29 - 44 - 54

HOJE 17º Máx | 10º Mín Parcialmente nublado a claro à tarde em Dourados. Ventos: fracos/moderados. Umidade: máx. 95%. Umidade: mín. 50%.

LOTOFÁCIL Concurso 1672 02 - 03 - 05 - 06 - 08 - 09 - 11 - 17 18 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25

PÁG. D4

LUCIANA NASSAR

A violência contra as mulheres e o crescimento do número de homicídios foram debatidos na Assembleia Legislativa, durante a sessão de ontem. Na tribuna, o líder do governo, Professor Rinaldo (PSDB), falou da importância de ações de conscientização e proteção. Ele destacou a sanção da Lei 5.202, que institui o Dia e a Semana Estadual de Combate ao

Sorteio da Sicredi Centro-Sul será dia 15

O desabastecimento de gás tem obrigado a clientela de toda a região a ‘migrar’ para as portas de distribuidoras de Dourados. São clientes de vários municípios, como Naviraí, Deodápolis, Glória de Dourados, Vicentina, Fátima do Sul, entre outros, que enfrentam o frio, a chuva e as longas ğlas que essa procura tem gerado. PÁG. D4

Deputados debatem cenário da violência e a prevenção

A Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced) fechou convênio com o Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee). A parceria oferece benefícios aos empresários e oportuniza a jovens estudantes terem experiência no mercado de trabalho. Os empresários associados à Aced interessados em contratarem estagiários e aprendizes, têm desconto de 30% na contribuição institucional. PÁG. D4

PF pede ao STF quebra do sigilo telefônico de Temer, Moreira e Padilha PÁG. A3 Ministro pede vista em julgamento sobre restrição do foro no STJ PÁG. A4 Dourados discute impactos de linhas de transmissão PÁG. D2 Associação Médica inicia congresso em Campo Grande

AL discutiu ontem sobre os números da violência contra mulheres e crescimento de homicídios

QUINA - Concurso 4697 01 - 13 - 66 - 72 - 78 LOTERIA FEDERAL - Extração 5290 1º prêmio: 55.292 350.000,00 2º prêmio: 81.104 18.000,00 3º prêmio: 62.614 15.000,00 4º prêmio: 62.965 12.000,00 5º prêmio: 14.094 10.023,00

LOTOMANIA A Lotomania acumulou e pode pagar o prêmio de R$ 6 milhões para quem acertar os 20 números do concurso 1.873 da modalidade. O sorteio será realizado nesta sexta-feira. Na poupança, o prêmio renderia cerca de R$ 22 mil por mês. 2YDORUWDPEÒPVHULDVXğFLHQWHSDUDDGquirir uma frota de 170 carros populares.

PÁG. D4


2

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

OpiniĂŁo

Mapa da violĂŞncia

O

s números da violência no Brasil estão cada vez mais assustadores. O que mais chama a atenção são as estatísticas dos homicídios apresentandas pelo MinistÊrio da Saúde, que revelam que o Brasil atingiu a taxa de 30 assassinatos para cada 100 mil habitantes, em 2016, segundo o Atlas da Violência 2018. Com 62.517 homicídios, a taxa chegou a 30,3, que corresponde a 30 vezes a da Europa. Antes de 2016, a maior taxa havia sido registrada em 2014, com 29,8 por 100 mil habitantes. Segundo o estudo, elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, nos últimos dez anos, 553 mil pessoas perderam a vida vítimas de violência no Brasil. Em 2016, 71,1% dos homicídios foram praticados com armas de fogo. Os números dessa triste realidade tambÊm apontam que, em dez estados pertencentes às regiþes Norte e Nodeste, foi registrado um crescimento superior a 80% nas taxas de homicídios. Entretanto, entre as unidades da federação que apresentaram uma variação de atÊ 48% da taxa de homicídios no período 2006-2016, hå representantes de todas as regiþes brasileiras.

das de redução de homicídios, Por outro lado, onze estados EDITORIAL como o que vem acontecendo apresentaram crescimento gradativo da violência letal nos últimos 10 anos. em Bogotå. Nesse sentido, o Brasil só perde paA exceção ficou por conta do Rio Grande do ra Honduras e El Salvador, que são países com Sul. Nas de mais regiþes, como no Mato Grosso taxas de homicídios maiores. Voltando aos números locais, hå uma discredo Sul, foram registradas algumas quedas. No entanto, de 2015, com 634 homicídios a 2016, pância entre as unidades da federação, onde com 671 casos, houve um crescimento de 5,8%, em Sergipe, a taxa chega a 64,7, Alagoas, 54,2 e Rio Grande do Norte, 53,4. Jå São Paulo tem taxa comparado aos anos anteriores. Outro aspecto considerado relevante Ê que o de 10,9, Santa Catarina, 14,2, e Piauí, com 21,8. relatório mostra que taxa de homicídios de ne- AlÊm disso, apenas sete unidades da federação conseguiram reduzir o índice: gros equivale a 2,5 vezes a de não O Brasil estå entre São Paulo, Espírito Santo, Rio de negros, revelando que, segundo Janeiro, Mato Grosso, Pernamos pesquisadores do Ipea, a face as naçþes com as buco, Paranå e Distrito Federal. mais perversa do racismo estrumaiores taxas de Outro dado que merece protural Ê a violência letal. Essas estatísticas, na realida- homicídio do mundo funda reflexþes Ê o fato do estudo tambÊm mostrar que, 68% de, deixam evidente que o Brasil estå entre as naçþes com as maiores taxas de dos registros no sistema de saúde se referem a homicídio do mundo. Com isso, em relação ao estupros de menores de idade e quase um terço números de anos anteriores, Ê possível perce- dos agressores das crianças (atÊ 13 anos) são ber que os dados mais recentes, tmbÊm revelam amigos e conhecidos da vítima e outros 30% que as tendências mundiais não mudam muito. são familiares mais próximos, como pais, mães, Todavia, o Brasil acaba competindo, na AmÊrica padrastos e irmãos. Quando o algoz era conhedo Sul, com a Colômbia, que vêm de um círculo cido da vítima, 54,9% dos casos tratam-se de virtuoso porque tem experiências bem sucedi- estupros que jå vinham acontecendo e 78,5%

O NĂšMERO

30 assassinatos para cada 100 mil habitantes acontecem no Brasil. .Os dados sĂŁo do Atlas da ViolĂŞncia 2018

dos casos ocorreram na própria residência. A vitimização por homicídio de jovens (15 a 29 anos) no país Ê fenômeno denunciado ao longo das últimas dÊcadas, mas que permanece sem a devida resposta em termos de políticas públicas que efetivamente venham a enfrentar o problema. Os dados de 2016 indicam o agravamento do quadro em boa parte do país: os jovens, sobretudo os homens, seguem prematuramente perdendo as suas vidas. No país, 33.590 jovens foram assassinados em 2016, sendo 94,6% do sexo masculino. Esse número representa um aumento de 7,4% em relação ao ano anterior. Se, em 2015, pequena redução fora registrada em relação a 2014 (-3,6%), em 2016 voltamos a ter crescimento do número de jovens mortos violentamente.

Caminhoneiros: quando o legĂ­timo se transďŹ gura! -26ž&$5/26'( 9(,5$52%$/ % 2/,9(,5$52%$/'2

*Procurador de Justiça aposentado. Advogado. Mestre em Direito Penal pela UNESP. Professor universitårio

O

tĂ­tulo destas reflexĂľes tambĂŠm poderia ser: Caminhoneiros: Greve ou Pretexto? HĂĄ mais de nove dias o PaĂ­s vive debaixo de um movimento reivindicatĂłrio de caminhoneiros e de transportadoras, que alguns denominam de “greve dos caminhoneirosâ€?. Seja o nome que queira dar, a verdade ĂŠ que esse movimento, ainda que legĂ­timo em sua origem, dado Ă sua extensĂŁo

e tempo de duração, vem causando profundos transtornos e prejuízos para toda a sociedade, dentre alguns, irreparåveis. Ora, em um País que por falta de investimento e visão estratÊgica ao longo de vårias dÊcadas (Itamar Franco, FHC, Lula e Dilma), o resultado não poderia ser outro, senão tornå-lo dependente do transporte rodoviårio. Segundo os últimos dados, 65% das cargas aqui no país, são transportadas por caminhþes. Portanto, dependência total do caminhoneiro e das empresas de transportes. Isso tudo agravado pelo seu tamanho continental (extensão territorial) e pelas pÊssimas qualidades das suas rodovias, ao menos, em grande parte. Sem dúvida, Ê um prato cheio tanto para as manifestaçþes legítimas, como para as espúrias. Aliås, as poucas ferrovias, e que não eram tão poucas existentes no Brasil, foram suca-

teadas. Os mato-grossenses reajustes diårios, não hå quem ou sul-mato-grossenses mais resista! velhos ou com mais idade, coEsse foi o pivô do levante dos mo queira, lembram perfei- caminhoneiros e das transtamente da ferrovia Noroeste portadoras. Portanto, um modo Brasil ou estrada de ferro vimento legítimo, de sobreviNoroeste do Brasil que ligava vência. AtÊ aí, sem qualquer Ponta Porã e Corumbå e Bolívia questionamento, perfeitamenà cidade de Bauru e depois São te compreendido e apoiado Paulo e o porto de Santos (SP). pela população. O que levou Quanta gente que hoje estaria o governo federal, com altos com seus 60 ou custos, a fazer O momento, mais 70 anos, daqui vårias concesdo Estado que sþes. É o preço do que nunca, Ê não se utilizaque se paga pede se pensar nos ram dessa via la democracia. interesses do País de transporO c o r re, t o te barato para davia, que não estudar no colÊgio Americano obstante as concessþes do gode Lins (IAL)? verno, a greve ou paralisação Com ou sem saudosismo, aumentou e, se não bastasse, a verdade Ê que com essa de- novas reinvindicaçþes surgipendência e com os absurdos ram, entre elas, a saída do preaumentos que a Petrobras vem sidente Temer e intervenção trabalhando em face dos au- militar, o que deixou evidente o mentos internacionais do pe- viÊs político do movimento. O tróleo, eis que só na terceira que era legitimo, em um piscar semana de maio, foram cinco de olhos, se tornou ilegítimo.

As inúmeras faixas existentes nas concentraçþes ao longo das rodovias, de refinarias e dos portos, com letras garrafais: queremos intervenção militar, evidencia com muita clareza o desvirtuamento do movimento. Isso deixa evidente que a revolta com a política de preço da Petrobras, que Ê legitima como dito acima, foi aproveitada, por interesses escusos (políticos) que estão por trås desse pleito, alimentados por dois grupos ideologicamente opostos. Um querendo angariar simpatizantes para eleger determinado candidato e outro, para empurrar o governo Temer para o precipício, por considerå-lo golpista! O pano de fundo que era a legítima contestação sobre os repetidos reajustes do diesel, deu lugar a interesses políticos. AtÊ que enfim, os extremos se juntaram. Os interesses do país, mais especificamente da so-

ciedade, que se danem! O momento, mais do que nunca, Ê de se pensar nos interesses do País e não deste ou daquele candidato à presidência da república. E tão pouco tirar um Presidente da República, por pior que esteja seu mandato, poucos meses do fim do seu governo. O momento Ê de reflexão e de expectativa em relação às próximas eleiçþes que estão se aproximando. Chega de erro! E mais, apenas para refletir, sabe-se nos bastidores, que as Forças Armadas não cogitam qualquer tipo de golpe e nem têm interesse em substituir o governo, salvo alguns militares isoladamente que não têm o respaldo das próprias Forças Armadas. Mesmo porque, não hå ambiente para tal iniciativa.

informaçþes desencontradas e construídas, em grande parte, para nos manter eståticos. Uma importante dica para a libertação das amarras de nossas certezas encontra-se nas inumeråveis påginas dos livros produzidos ao longo da história da humanidade. É necessårio apenas motivação para apreciå-la, interpretå-la e aplicå-la a uma vida de contemplação e entendimento. Tire as traças, espante os åcaros, leve seus livros preferidos para o banho de sol e ilumine-se com tamanha satisfação. Mais do que um jogo de palavras, �caro realiza o sonho de voar para longe de sua prisão, o labirinto do Minotauro, assim como nós, de nossa finitude. Não voar perto do sol ou próximo ao mar foram as advertências que o jovem �caro ignorou. O desejo de se aproximar do

sol foi fatal para sua queda no mar Egeu. O voo de libertação da ignorância tambÊm requer advertências prudentes. Boas leituras, reflexþes sobre aquilo que se lê, aplicabilidade no cotidiano são relevantes observaçþes para quem deseja voar livre, leve e solto na imensidão do conhecimento. Não serão asas de penas e cera ou as paredes deste mundo as responsåveis por nosso movimento limitado, mas a atenção aos ensinamentos duramente materializados nas påginas dos livros. Duas coisas entendemos como extremamente cruÊis: a não compreensão da condição humana e o banquete farto das traças.

jc.robaldo@terra.com.br

Deu åcaro em �caro 52*ž5,2)(5 1$1'(6/(0(6

*Vice-Presidente da UniĂŁo Brasileira de Escritores/MS.

O

título acima Ê um emprÊstimo descarado de uma publicação da escritora gaúcha, radicada em Campo Grande (MS), Janet Zimmermann vencedora do Prêmio Guavira na categoria poesia. Não apenas acompanho suas publicaçþes como tambÊm procuro extrair, ao måximo, o fio de Ariadne de sua poÊtica. A publicação de Janet não era exatamente como o título

deste texto, mas esta: “E deu ĂĄcaro no Ă­caro sem asasâ€?. Instantaneamente pensei nos milhares de exemplares de livros, Brasil a fora, mofando nas estantes, caixas Ăşmidas e prateleiras empoeiradas, quando nĂŁo, como suporte para escoro de toda natureza. É uma tristeza saber que os livros revelam ensinamentos e caminhos iluminados e sĂŁo desmerecidos dessa forma. Ao busĂ­lis entĂŁo. O livro que estĂĄ sob o mouse do meu computador, servindo a outro propĂłsito, temporariamente, ĂŠ de autoria do Professor Vasko, o cearense mais sergipano que jĂĄ conheci. Seu livro, BusĂ­lis, publicado em 2015, ĂŠ um esforço intelectual para presentear adolescentes e jovens. A lexicografia diz que busĂ­lis ĂŠ o cerne da questĂŁo ou do problema. E qual seria o problema dos autores brasileiros?

Para muito alÊm de pensar questionamento interessante nas dificuldades econômicas Ê sobre o tipo de leitura prena produção de um livro, exis- ferido por boa parte dos brate a temida e desafiadora falta sileiros. de leitores. Escrever um livro Levantamentos recentes apenas para engrossar o mofo apontam para os livros de aue alimentar os åcaros não cum- toajuda e religião. A partir de pre a função social da produ- tal constatação, erraríamos ção do conhecimento. Não hå menos se entendêssemos lógica em descomo uma truirmos årvo- O voo de libertação da curiosidade a res para proignorância tambÊm respeito do suduzirmos livros requer advertências prassensível? para traças deOu, ainda, uma prudentes vorarem. Seria busca consmais aceitåvel ciente para sudeixarmos as årvores para a perar a dor de ser humano? produção de nosso oxigênio. Um verdadeiro labirinto são Confesso que ainda não sei, as certezas humanas sobre o com precisão, a real intenção desconhecido. Assim como da autora, mas a associação à DÊdalo, pai de �caro, construífalta de leitores revela-se inte- mos condiçþes favoråveis não ressante em uma país que ain- apenas para entrarmos, mas, da lê pouco, se comparado a principalmente para sairmos outras culturas. Cientes de que dos labirintos da vida. Utilizaa falta de leitores Ê uma pedra mos, para tal, mapas corroídos, no caminho dos autores, outro pelo tempo e pelas traças, com

rogeriociso@gmail.com

EXPEDIENTE O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAĂ‡ĂƒO EM TODO O INTERIOR Este jornal expressa sua opiniĂŁo pelo Editorial. As demais opiniĂľes sĂŁo de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSOâ€? Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nÂş 812285964

Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES Editor-chefe VANDER VERĂƒO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

(',725$-251$/2352*5(662/7'$

CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gråfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2627/2609 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2600 Serviço de Atendimento ao Assinante (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 +20(3$*(www.progresso.com.br (0$,/progresso@progresso.com.br

oprogresso.jornal

@JORNALOPROGRESSO

ESPORTE/POLĂ?CIA Renato Giansante esporte@progresso.com.br policia@progresso.com.br DIA-A-DIA Maria Lucia Tolouei marialucia@progresso.com.br CADERNO B/DMAIS Hakeito Almeida hakeito@progresso.com.br

(VWHMRUQDOpÂżOLDGRj

CIDADES Departamento Regional cidades@progresso.com.br

$66,1$785$6

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE

COLUNA SOCIAL/ANĂšNCIOS Angela Santa Cruz comercial@progresso.com.br

$QXDO  R$ 240 6HPHVWUDO R$ 150 7ULPHVWUDO R$ 100 %LPHVWUDO R$ 70 0HQVDO R$ 45

CLASSIFICADOS Gleison Costa classificados@progresso.com.br

Pensamento e ação por uma vida melhor

VENDA AVULSA 'RXUDGRV,QWHULRU H&DPSR*UDQGHR$ 2 NĂšMEROS ATRASADOS 'RDQRR$ 2 'RDQRDQWHULRU R$ 4


3

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O P5OG5ESSO

Política

PF pede ao STF quebra do sigilo telefônico de Temer, Moreira e Padilha Delações de executivos da empreiteira apontam suposto repasse de R$ 10 milhões para o grupo político do presidente; decisão caberá ao ministro Edson Fachin, relator ARQUIVO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Teo Cury e Fabio Serapião, Agência Estado De Brasília

Segurança (3) Moreira Franco, Michel Temer e Eliseu Padilha podem ter sigilo telefônico quebrado sas, mas consegue mapear em qual horário e para quem foram feitas ligações do número do presidente e de seus aliados. O objetivo desse tipo de quebra de sigilo é mapear se os investigados se comunicaram na época em que a propina foi negociada e quando os repasses foram feitos. A autoridade policial também pediu a quebra do sigilo telefônico de operadores da empreiteira que teriam realizado as supostas entregas do dinheiro. No caso dos R$ 10 milhões, segundo a Odebrecht repassados ao grupo

político do presidente, as entregas teriam sido feitas por um operador do Rio Grande do Sul e no escritório do amigo e ex-assessor de Temer, o advogado José Yunes. O jornal O Estado de S. Paulo revelou em 2016 que planilha apreendida pela Polícia Federal na 23ª fase da Lava Jato revela pagamento de R$ 1 milhão para o codinome ‘Angorá’ na época em que o delator Cláudio Melo Filho relata ter repassado valores para o ministro da Casa Civil Eliseu Padilha. O documento atrela ao operador Antônio Cláudio

Albernaz Cordeiro, codinome Tonico, a entrega dos valores, em 18 de agosto de 2014, na cidade de Porto Alegre. Histórico No início de março, o ministro Luís Roberto Barroso autorizou a quebra de sigilo bancário e fiscal de Temer no âmbito do inquérito que investiga irregularidades na edição do Decreto dos Portos, assinado por ele em maio de 2017. A decisão atendeu a um pedido do delegado da Polícia Federal Cleyber Malta, responsável pelo inquérito. O delegado rei-

terou a necessidade da quebra de sigilo e disse que a medida era imprescindível para a investigação. Segundo ele, sem o acesso aos dados bancários, não seria possível alcançar a finalidade da investigação. A quebra de sigilo bancário abrange o período entre 2013 e 2017. A solicitação feita pelo delegado, em dezembro do ano passado, diverge do pedido da procuradora-geral da República Raquel Dodge, que solicitou quebras de sigilo no âmbito do inquérito dos Portos, mas não incluiu entre os alvos o presidente Temer.

Comissão debate situação de candidaturas femininas Larissa Galli, Agência Câmara De Brasília

Zenaide Maia considerou a reserva de recursos e tem-po de rádio e TV um grande avanço “porque a experiên-cia mostrou que só obrigar ter 30% de candidatura para mulheres não estava resol-vendo”.

Deputadas da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher alertaram para o risco de a decisão do Tribu-nal Superior Eleitoral (TSE) de reservar no mínimo 30% do fundo especial de financi-amento de campanha e do tempo de rádio e TV para candidaturas femininas valer só para as eleições de 2022. Segundo Zenaide Maia (PHS-RN), alguns partidos estão recorrendo da decisão do TSE. Para as integrantes da comissão, o entendimento deve ser aplicado já neste ano. “O que a gente está querendo não é privilégio. Se as mulheres têm direito a 30% das candidaturas, elas também têm direito a 30% dos recursos para se candidatarem”, declarou a deputada.

Economia do Cuidado Durante a reunião, a pre-sidente da comissão, deputa-da Ana Perugini (PT-SP), falou sobre o Projeto de Lei 7815/17, de sua autoria, que prevê a inclusão da econo-mia do cuidado no sistema de contas nacionais. O pro-jeto foi aprovado por unani-midade na Comissão da Mulher e aguarda parecer do relator na Comissão de Tra-balho, de Administração e Serviço Público. O objetivo da proposta, segundo Perugini, é reconhe-cer a dupla jornada das mu-lheres no PIB nacional. “Chegamos a trabalhar sete horas e meia por semana a mais que os homens. Isso tem que ser levado em consi-deração na elaboração e na

ALEX FERREIRA/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Thiago Faria, Agência Estado De Brasília Ex-ministro de Dilma Rousseff e atual presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos (PSD) anunciou ontem (6) que se licenciou da presidência do órgão e se colocou oficialmente como pré-candidato ao Palácio do Planalto. O nome de Afif, porém, ainda precisa ser confirmado em

convenção partidária. “Comunico que, a partir desta data, estou me licenciando da Presidência do Sebrae Nacional, em respeito à legislação eleitoral vigente. Como um dos fundadores do PSD, pretendo disputar a convenção do partido que irá escolher o candidato à Presidência da República, em data ainda a ser definida”, afirma Afif em nota. Caso seja confirmado como candidato, será a segunda tentativa de Afif de alcançar a Presidência da República. Em 1989, ficou em 6º lugar na dis-

A senadora lamentou o alto custo do sistema prisional. “Os números não mentem e são simples. Enquanto um aluno, no ensino fundamental, custa R$ 2,5 mil por ano no Brasil, um preso custa R$ 2,5 mil por mês”. “É preciso fazer uma análise maior em relação à reestruturação da legislação, ouvindo a sociedade; é preciso investir no Sistema de Fronteiras (Sisfron), cujos recursos, todos os anos – vem governo, passa governo –, são contingenciados”, disse.

Fake news (1)

O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, e representantes de dez partidos políticos firmaram na terça-feira (5) um acordo de colaboração para a manutenção de um ambiente eleitoral imune à disseminação de notícias falsas (fake news) nas Eleições Gerais de 2018. O termo de compromisso foi assinado durante reunião realizada no Gabinete da Presidência da Corte, em Brasília. Pelos termos do acordo, os partidos “se comprometem a manter o ambiente de higidez informacional, de sorte a reprovar qualquer prática ou expediente referente à utilização de conteúdo falso no próximo pleito”, atuando como colaboradores contra a proliferação de notícias falsas no pleito de outubro.

Fake news (2)

“Café Com Elas”, reuniões semanais para dialogar com movimentos sociais aplicação das políticas pú-blicas”, justificou. Café Com Elas O debate ocorreu em mais

uma edição do Café Com Elas, reuniões semanais realizadas pela a Comissão da Mulher para dialogar com movimentos sociais. Na terça-feira (5),

puta presidencial que elegeu Fernando Collor de Mello. “Minha trajetória em defesa do empreendedorismo e dos pequenos negócios me impõe o desafio de empunhar, na campanha que se aproxima, as bandeiras liberais que me norteiam há 40 anos e que podem contribuir para um futuro melhor para o nosso País”, diz Afif, que foi vice-governador de São Paulo na gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), contra quem agora tenta concorrer. A candidatura de Afif, porém, não é consenso no PSD.

as convidadas foram representantes da mídia, como editoras de revistas e sites, além da Defensoria Pública da União e das deputadas.

Após o encontro, o presidente do TSE destacou a importância da atuação não apenas dos órgãos de prevenção e combate às fake news, mas principalmente de instituições como a imprensa, os partidos políticos e os eleitores por prestarem colaboração em relação ao assunto “por patriotismo, por amor ao Brasil”. Assinaram o termo de compromisso os representantes dos seguintes partidos: DEM, PCdoB, PSDB, PDT, PRB, PSC, PSD, PSL, PSL e Rede Sustentabilidade.

ESTADÃO CONTEÚDO

Afif se licencia do Sebrae para tentar candidatura ao Planalto O nome de Ağf ainda precisa ser conğrmado em convenção partidária

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), ao lamentar os números do Atlas da Violência 2018, comentou que a falta de segurança tem sido uma das principais preocupações da população brasileira. Simone lembrou que o Congresso elencou o assunto como pauta prioritária no ano passado e que ela relatou cerca de 40 projetos na Comissão de Constituição e Justiça. Simone chegou a sugerir a criação de um colegiado específico para tratar da Segurança Pública. “Talvez instalar uma comissão permanente nesta Casa só para tratar do assunto. Ao andar pelas ruas vemos que o problema que mais assola o brasileiro hoje é a violência, seja nos grandes centros ou nas médias e nas pequenas cidades”, disse. Para Simone, esta comissão específica poderia trabalhar em parceria com o Executivo e o Judiciário.

O repasse teria sido acordado em uma reunião no Palácio do Jaburu, residência oğcial do vice-presidente da 5epública

Deputadas temem que partidos recorram da decisão do TSE

Segurança (1)

Segurança (2)

A Polícia Federal solicitou a quebra do sigilo telefônico do presidente da República, Michel Temer, e dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), e de Minas e Energia, Moreira Franco (MDB) ao Supremo Tribunal Federal. O pedido foi no âmbito do inquérito para apurar as revelações de delatores da Odebrecht sobre o repasse de R$ 10 milhões para o grupo político do pre-

sidente. O repasse teria sido acordado em uma reunião no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República. A informação foi revelada pelo jornal O Globo e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo. O ministro Edson Fachin, relator do inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), será responsável por decidir se acolhe ou não a solicitação da Polícia Federal. O pedido abrange o período de 2014, quando teria ocorrido a reunião e os repasses por meio de operadores da empreiteira baiana. A quebra de sigilo telefônico não possibilita a recuperação do conteúdo das conver-

CURTAS

COLONO - Cumpádri, e aí, como andam as coisas? =v PINGA - ... ic, ic, ic... tão feias... além da crisi, só tem friagi... ic, ic, ic...

Ağf Domingos pretende disputar a Presidência da 5epública pela segunda vez O próprio presidente da legenda, o ministro Gilberto Kassab (Comunicações), já declarou que a tendência do

partido é se aliar à candidatura de Alckmin. As convenções partidárias ocorrem de 20 de julho a 5 de agosto.


4

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica

Felix Fischer pede vista em julgamento sobre restrição do foro no STJ Na sessĂŁo de ontem, votou apenas o ministro LuĂ­s Felipe SalomĂŁo, favorĂĄvel Ă reduĂ?ĂŁo do foro assim como deÄ&#x;nido pelo STF ARQUIVO: ESTADĂƒO CONTEĂšDO

Amanda Pupo, Agência Estado De Brasília A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu ontem (6) a discussão em torno da restrição do foro para conselheiros de tribunais de contas, uma dentre as autoridades julgadas pelo tribunal. Com pedido de vista (mais tempo de anålise) do ministro Felix Fischer, o julgamento foi interrompido com três ministros favoråveis à restrição imediata, e um contrårio. Não hå previsão para a retomada do debate. Os ministros decidiram que, apesar da pendência, os processos que podem ser enviados para outras instâncias, caso a Corte venha a restringir o foro, continuam tramitando normalmente no tribunal, responsåvel tambÊm por julgar governadores e desembargadores de Tribunais de Justiça. A restrição do foro começou a ser debatida a partir de

AtÊ o momento, apenas o ministro Mauro Campbell votou pela manutenção do processo do conselheiro no STJ uma questão de ordem apresentada pelo ministro Mauro Campbell em 16 de maio, em ação que acusa um conselheiro de tribunal de contas de Estado por suposto crime cometido enquanto era deputado distrital. Na sessão de ontem, votou apenas o ministro Luís Felipe Salomão, favoråvel à redução do foro assim como definido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no início de maio, para que o STJ julgue somente crimes cometidos durante o mandato de conselheiros e em função do cargo.

C

INFORME C CĂ?CERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

Carlos Marun, nas asas do poder

Nos primeiros 5 meses de 2018, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) utilizou os aviĂľes da FAB por 12 vezes para passar feriados e Ä&#x;nais de semana em Campo Grande, seu domicĂ­lio eleitoral, ou Porto Alegre, sua cidade natal. Entretanto, as viagens em questĂŁo nĂŁo seriam permitidas com o seu status de ministro de Estado. Conforme o decreto 8.423, de 9 de abril de 2015, apenas vice-presidente, presidentes do Senado, Câmara e STF podem solicitar voo da FAB para o local de residĂŞncia, o que nĂŁo seria o caso de Marun. Mas, o braço direito de Temer teria encontrado brecha no Artigo 4° do decreto 4.244 para driblar a lei. LĂĄ, voos da FAB podem ser solicitados em situaçþes de por motivo de segurança, emergĂŞncia mĂŠdica ou em viagens a serviço. Alegando sempre esses dois motivos, Marun teria voado 12 vezes nos Ä&#x;ns de semana e feriados de 201, conforme apuração da agĂŞncia Spotlight. APAGA TUDO Em entrevista ao Canal Livre, da Band, o ministro de Governo, Carlos Marun MDB , aÄ&#x;rmou Tue se houvesse bom senso, todos os polĂ­ticos retirariam suas candidaturas. “Se tivĂŠssemos um pouco de juĂ­zo, todos os partidos do centro, do bom senso, inclusive o meu MDB, deveriam retirar as suas candidaturas e trabalhar um projeto e a partir disso, juntos escolher um candidato, porTue ĂŠ a ÄŽnica possibilidade de vitĂłria Tue temos para o PaĂ­sâ€?, disse.

Ministro Felix Fischer pediu vista e o julgamento sobre restrito ao foro foi adiado AtĂŠ o momento, a indicação ĂŠ de que a decisĂŁo que o STJ tomarĂĄ em torno do caso nĂŁo afetarĂĄ os processos de governadores e desembargadores de Tribunais de Justiça, uma vez que a questĂŁo de ordem foi apresentada em processo de membro de TCE. O destino das outras autoridades serĂĄ definido em momento diferente, sugeriu SalomĂŁo. “Nesse caso concreto, por ser uma questĂŁo de ordem, sĂł pode dizer respeito a autoridade de tribunal de contasâ€?, afirmou o ministro. Apesar de entender que a Corte precisa deliberar cada caso de uma vez, SalomĂŁo ĂŠ o ministro responsĂĄvel por enviar para a primeira instância da Justiça o processo do governador da ParaĂ­ba Ricardo Vieira Coutinho

(PSB), logo apĂłs a restrição do foro pelo STF. O caso apura crimes de responsabilidade supostamente cometidos em 2010, quando o polĂ­tico era prefeito de JoĂŁo Pessoa. AtĂŠ o momento, apenas o ministro Mauro Campbell votou pela manutenção do processo do conselheiro no STJ, por entender que o tribunal nĂŁo pode aplicar a restrição automaticamente, sem uma nova decisĂŁo do STF ou do Congresso em torno das demais autoridades. “A questĂŁo de ordem no STF foi somente para deputados federais e senadoresâ€?, assinalou o ministro. CompetĂŞncia SalomĂŁo acompanhou os votos dos ministros JoĂŁo OtĂĄvio de Noronha e Maria Thereza

de Assis, que se manifestaram na sessĂŁo do dia 16. Para os trĂŞs, o STJ tem competĂŞncia para restringir o foro para as autoridades que julga, sem a necessidade do Supremo Tribunal ou o Congresso deliberaram sobre o tema. “HĂĄ tribunais de outras instâncias esperando por nossa deliberaçãoâ€?, destacou SalomĂŁo. “Nenhum desses temas chegarĂĄ a apreciação do STF se nĂŁo houver deliberação desta Corteâ€?, continuou o ministro, acrescentando que o STJ nĂŁo deve esperar eventual votação em torno da PEC do Foro ou sobre a proposta de SĂşmula Vinculante do ministro Dias Toffoli, do STF, que busca aplicar a restrição do foro para todas as autoridades brasileiras.

PERDERĂ Mato Grosso do Sul deve abrir de uma arrecadação de cerca de R$ 0 milhĂľes por mĂŞs com o projeto de redução da alĂ­Tuota do ICMS do diesel de 17% para 12%, aprovado em carĂĄter de urgĂŞncia em sessĂľes na terça-feira pela Assembleia Legislativa. O calculo foi apresentado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). RETALHADO “Dentro do partido temos filiados Tue apoiam o juiz Odilon de Oliveira, o atual governador, Reinaldo Azambuja e o ex-governador, AndrĂŠ Puccinelli. No entanto, o apoio dependerĂĄ de muito diĂĄlogo e levaremos a colaboração de nossos representantes, nas esferas da saÄŽde, agropecuĂĄria, segurança pÄŽblica, entre outros pleitosâ€? avaliou o deputado federal Luiz +enriTue Mandetta. NĂƒO PODE O plenĂĄrio da Câmara apro-

Entidade lança 70 medidas legislativas contra a corrupção O documento jå Ê considerado o maior pacote anticorrupção do mundo Gilberto Amendola, Agência Estado De São Paulo A Transparência Internacional lançou, na terça-feira (5), o pacote das Novas Medidas Contra A Corrupção. Formado por 70 propostas legislativas (projetos de lei, propostas de emenda constitucional e resoluçþes), o documento jå Ê considerado o maior pacote anticorrupção do mundo. A elaboração do documento contou com a participação de 373 instituiçþes brasileiras (como Transparência Internacional, Instituto Ethos, Observatório Social do Brasil, Contas Abertas, Instituto Cidade Democråtica, Movimento de

Combate Ă Corrupção Eleitoral e outros). O documento foi redigido e revisado por 200 especialistas. Em termos de participação popular, o pacote contou com a colaboração ativa de 912 usuĂĄrios cadastrados em uma plataforma digital, a Wikilegis. O pacote ĂŠ considerado um aprofundamento das 10 Medidas Anticorrupção - pacote do MinistĂŠrio PĂşblico Federal lançado em 2015 e que viria a ser desfigurado pelo Congresso. Algumas das medidas lançadas anteontem jĂĄ faziam parte daquele pacote. “Talvez o MP sozinho nĂŁo fosse legĂ­timo o suficiente para criar uma agenda anticorrupção. No caso das 70 medidas, tivemos uma participação maior de diversos setores da sociedadeâ€?, comentou o coordenador do Centro

de Justiça e Sociedade, professor da FGV e colaborador do pacote anticorrupção, Michael Freitas Mohallem. “NĂłs nĂŁo queremos tirar o protagonismo do Congresso, mas decidimos apresentar e discutir primeiro para a sociedade e entidades. E claro, esperamos que o pacote seja debatido em todos os nĂ­veisâ€?, disse o diretor executivo da TransparĂŞncia Internacional-Brasil, Bruno BrandĂŁo. Entre as medidas estĂŁo a criação de uma legislação de proteção ao denunciante de boa-fĂŠ (whistleblower), projetos de desburocratização do Estado, normas de transparĂŞncia e democracia partidĂĄria, a redução do foro privilegiado, ficha limpa para servidores pĂşblicos, teto para doação e para o autofinanciamento de campanhas, uma

polĂ­tica de dados abertos, e outras. Uma das medidas que pode ser considerada polĂŞmica no pacote ĂŠ aquela que sugere a regulamentação do lobby. “Com a regulamentação, vocĂŞ pode ter o cadastramento de quem faz lobby, saber quanto cada empresa gastou com as açþesâ€?, afirmou Mohallem Colaborador do pacote, o ex-ministro chefe da Controladoria-Geral da UniĂŁo Jorge Hage Sobrinho aponta a importância do lançamento dessas medidas em ano eleitoral. “A corrupção entrou no debate pĂşblico. A questĂŁo da transparĂŞncia ganhou importância e vai entrar no debateâ€?, afirmou. “O pacote tambĂŠm nĂŁo se propĂľe a inventar a roda. Ele parte daquilo que jĂĄ foi construĂ­do no Brasil e em outros lugares do mundoâ€?, completou Hage. JĂĄ para a procuradora regional da RepĂşblica Silvana Batini CĂŠsar, o pacote oferece critĂŠrios para o prĂłprio eleitor fazer suas escolhas.

vou na noite de terça feira em votação simbĂłlica, o Projeto de Lei 7119/17, Tue proĂ­be o casamento de menores de 16 anos. Atualmente, o CĂłdigo Civil permite o casamento em caso de gravidez. A matĂŠria serĂĄ agora analisada pelo Senado.De acordo com a autora do projeto, deputada Laura Carneiro (DEM-RJ), um estudo do Organização NĂŁo Governamental Promundo aponta Tue 77 mil mulheres brasileiras se casaram com atĂŠ 15 anos de idade e, atualmente, existiriam cerca de  mil meninos e meninas com idades entre 10 e 1 anos em uniĂľes consensuais, civis ou religiosas no Brasil. ESTOPIM EnTuanto as empresas transportadoras se movimentam para mudar a tabela do frete mĂ­nimo, os caminhoneiros acompanham Ĺ‹ ressabiados, o andamento das negociaçþes em BrasĂ­lia. Nas redes sociais, os motoristas temem Tue o lobb\ dos grandes grupos consiga derrubar a tabela recĂŠm instituĂ­da pelo governo como contrapartida ao Ä&#x;m da greve. Mas eles prometem resistir. “Se essa tabela cair, vai ter uma greve pior Tue a ÄŽltima. E aĂ­ nĂŁo vai ter negociação, pois eles vĂŁo Tuerer provar para o mundo Tue sĂŁo fortes, vai ser uma grande revoltaâ€?, diz Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte (CNT) e Tue foi o grande lĂ­der da paralisação de 2015. NATUREZA Um grupo de seis araras canindĂŠs, provavelmente trĂŞs casais, tem sobrevoado todas as manhĂŁs parte de Dourados, particularmente a vila Tonanni, o Tue tem atraĂ­do a atenção das pessoas.

BATE REBATE O prĂłximo encontro regional do DEM estĂĄ marcado na Associação Comercial e Empresarial de CorumbĂĄ, no sĂĄbado, a partir das 9h. A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira o projeto de lei que permite Ă avĂł ou ao avĂ´ maternos usufruir da licença paternidade quando o nome do pai nĂŁo for declarado no registro da criança. A matĂŠria segue para tramitação no Senado. No jogo contra a CroĂĄcia, Neymar fez seu 54Âş gol pelo Brasil. SĂł falta um gol para ele alcançar o 4Âş maior artilheiro da seleção: RomĂĄrio. Meu compromisso ĂŠ com a verdade porque duvido que tenha um brasileiro que busque mais a verdade do que eu, cansado de mentiraâ€?,.aďŹ rmou Lula em vĂ­deo conferĂŞncia, ao juiz fedderal Marcelo Bretas, o “homemâ€? da Lava Jato no Rio de Janeiro. . A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça autorizou na terça-feira o recolhimento da carteira de motorista (CNH) para pressionar rĂŠus inadimplentes a regularizar os dĂŠbitos.

INFORME CURURU Se dinheiro nĂŁo traz felicidade, porque ďŹ co triste quando estou sem ele?


5

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Economia

Governo lança crédito de R$ 194 bi e juro menor em Plano Agrícola e Pecuário Do total disponibilizado, R$ 151,1 bi serão para o crédito de custeio, sendo R$ 118,8 bi com juros controlados pelo governo e R$ 32,3 bi com juros livre

progresso@progresso.com.br

BOLSAS Ibovespa: Pontos: Máxima de Mínima de Volume: Variação em 2018: Variação no mês: Dow Jones: Pontos: Nasdaq: Pontos: Ibovespa Futuro: Pontos: Máxima (pontos): Mínima (pontos):

BLUE CHIPS -0,68% 76.117,22 76.967 pontos 75.518 pontos 13,12 bilhões -0,37% -0,83% +1,4% 25.146,39 +0,67% 7.689,24 -0,87% 75.975 77.055 75.360

- CDB preğxado de 30 dias, - Capital de giro, - Hot money, - CDI, - Over a

6,47% ao ano 9,81% ao ano 1,04% ao mês 6,39% ao ano 6,40%

UFIR Novembro/2000

Preço

Junho

Presidente Temer cumprimento ministro Blairo Maggi durante lançamento do Plano Safra com renda bruta anual de até R$ 2 milhões, e para 7% ao ano para os demais. Já as taxas para os financiamentos de investimento ficaram entre 5,25% a.a. e 7,5% a a.. Parte dos recursos captados em Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) será destinada ao financiamento complementar de custeio e de comercialização, com juros de até 8,5% ao ano, segundo o governo. Para o apoio ao setor cafeeiro, o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) serão R$ 4,9 bilhões. A piscicultura integrada, novidade no plano safra deste ano, assim como a suinocultura e avicultura integradas, terão até R$ 200 mil em crédito por beneficiário e por atividade com juros de 7% a.a.. Para cooperativas de produção agropecuária o limite nessa modalidade de financiamento será

de R$ 500 mil. Programas de armazenagem para estruturas de até 6 mil toneladas nas propriedades de pequenos e médios produtores rurais e à recuperação de reserva legal e de áreas de preservação permanente, no âmbito do Programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono), terão juros de 5,25% a.a., os menores do planos safra. O Programa ABC teve o limite alterado de R$ 2,2 milhões para R$ 5 milhões para todas as finalidades financiáveis. Para a pecuária, o apoio contempla prazo de até dois anos no crédito de custeio para a retenção de matrizes bovinas de leite, suínas, caprinas e ovinas. Também foi aprovada linha de financiamento de até R$ 50 milhões para capital de giro às cooperativas de leite, com juros de

7% a.a. e 12 meses de prazo para pagamento. Pecuaristas também podem contar com empréstimos para aquisição de animais para reprodução ou criação, a juros controlados de 7% ao ano e limite de R$ 450 mil por beneficiário no ano agrícola. Inovagro O Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro), para aquisição de matrizes e reprodutores com registro genealógico teve aumento no limite de credito elevado de R$ 330 mil para R$ 650 mil por beneficiário. O limite de renda para o enquadramento dos produtores rurais no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) foi aumentado para R$ 2 milhões, ante R$ 1,76 milhão na safra anterior.

Variação -0,09% +1,19%

* 1 onça-troy equivale a 31,1035 gramas

R$ 1,0641

DÍVIDA EM TR OU TRD

R$ 954,00

R$ 25,91

(APLICAÇÃOAPARTIRDE 04/05/12)

Os recursos do plano safra 2018/2019 poderão ser acessados pelos entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2019

759,119 centavos de dólar -1%

Cotação Ouro US$ 1.301,10 a onça-troy Ouro BM&F (à vista) 159,390

POUPANÇA Junho 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

-2,54% -1,57% -1,67% -1,16% -0,57% -2,97% +4,36% -1,38% -1,52% +0,81%

OURO

UFERMS Junho

Variação

R$ 42,28 R$ 16,33 R$ 28,24 R$ 19,53 R$ 19,27 R$ 23,84 R$ 56,07 R$ 10,01 R$ 16,20 R$ 8,68

GLOBAL 40

SALÁRIO MÍNIMO

O governo federal confirmou ontem (6), que o Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 terá R$ 194,37 bilhões em recursos para o financiamento de produtores e pecuaristas, com redução de 1,5 ponto porcentual na taxa de juros em relação ao atual período, como adiantou na terça-feira, o Broadcast Agro, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. O valor corresponde a um aumento de 3,2% sobre os R$ 188,4 bilhões de 2017/2018, a ser encerrado em 30 de junho próximo, e fica próximo aos R$ 198 bilhões demandados pelo setor produtivo.

em R$

Itau Unibanco PN Petrobras PN Bradesco PN Ambev ON Petrobras ON BRF SA ON Vale ON Itausa PN Cielo ON JBS ON

Cotação: Variação:

JUROS

ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Gustavo Porto e Julia Lindner, Agência Estado De Brasília

A queda de 1,5 ponto porcentual (p.p.) nos juros agrícolas fica aquém da redução de até 3,5 pontos porcentuais pedida pelos produtores, encaminhada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) ao governo. Os recursos do plano safra 2018/2019 poderão ser acessados pelos entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2019. Do total disponibilizado, R$ 151,1 bilhões serão para o crédito de custeio, sendo R$ 118,8 bilhões com juros controlados pelo governo e R$ 32,3 bilhões com juros livre. O crédito para investimentos será de R$ 40 bilhões. Além dos recursos de crédito para custeio e para investimentos, de R$ 191,1 bilhões, outros R$ 2,6 bilhões serão destinados ao apoio à comercialização e R$ 600 milhões para subvenção ao seguro rural. As taxas de juros de custeio foram reduzidas para 6% a.a. para os médios produtores,

INDICADORES ECONÔMICOS

0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715% 0,3715%

Dia do vencimento

Fatores de

Junho 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22

0,013260852 0,013352756 o,013250235 0,013207091 0,013376489 0,013033462 0,013132681 0,013043368 0,013094683 0,013076802 0,013010817 0,013330210 0,013282984 0,013153902 0,013097471 0,013008515 0,013250996 0,013166506 0,013171061 0,012868542

(Multiplique a quantidade de TR ou TRD do carnê pelo fator de atualização da data do vencimento. A aplicação desse fator único atualiza a dívida pela TR do dia do aniversário do contrato e converte o resultado para reais).

TBF

TR

Maio 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Junho 01 02 03 04 05

Maio 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Junho 01 02 03 04 05

0,4845% 0,5077% 0,5071% 0,5069% 0,4844% 0,4609% 0,4617% 0,4848% 0,5080% 0,5159% 0,5092% 0,4859% 0,4859% 0,4692% 0,4926% 0,5160% 0,5103%

0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000%

CÂMBIO Dólar comercial no balcão Dólar Paralelo Dólar Ptax Dólar Turismo Dólar Futuro (junho) Euro Euro comercial Euro turismo

Compra R$ 3,8372 R$ 3,90 R$ 3,8187 R$ 3,7370 R$ 3,8545 US$ 1,1774 (às 17h32) R$ 4,5160 R$ 4,4100

Venda R$ 3,8377 R$ 4,00 R$ 3,8193 R$ 3,9730 US$ 1,1774 (às 17h32) R$ 4,5180 R$ 4,6730

INFLAÇÃO

Variação +0,72% +0,5% +1,17% +0,58% +1% +0,48% +1,23% +0,86% ACUMULADO

ÍNDICES

Março

Abril

no ano

12 meses

INPC (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPC (FIPE) IPCA (IBGE) CUB (SINDUSCON) FIPEZAP-SP (FIPE)

0,07 0,64 0,56 0,00 0,09 -0,02 0,17

0,21 0,57 0,93 -0,03 0,22 0,24 0,19

0,69 2,05 2,24 0,02 0,92 0,95 0,70

1,69 1,89 2,97 1,29 2,76 3,49 1,46

IMPOSTO DE RENDA (DESCONTO NA FONTE) TABELA OFICIAL DA RECEITA FEDERAL

Brasileiros mostravam-se mais otimistas com o futuro antes da greve, diz pesquisa A porcentagem de pessoas dispostas a tomar crédito aumentou de 19% para 24% Ludmilla Souza, Agência Brasil De São Paulo O brasileiro vinha apresentando um grau de otimismo crescente em relação ao ano passado, descontado o cenário da greve dos caminhoneiros no fim do mês passado. Pesquisa realizada em abril demonstrou que 29% dos entrevistados se disseram mais otimistas, contra 23% da avaliação anterior, de outubro de 2017. O levantamento mostrou também que 31% acreditam que o crescimento do país vai aumentar, chegando a porcentagem próxima do nível mais alto da série histórica, mas 33% não têm certeza de quando isso vai acontecer. Os dados são da 11ª pesquisa Perspectivas, feita em parceria pela Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) e a agência de pesquisa Kantar TNS. O número de entrevistados que acham que a oferta de crédito vai piorar caiu significa-

tivamente: 34% fizeram essa estimativa, em comparação a 42% em 2017. A porcentagem de pessoas dispostas a tomar crédito aumentou de 19% para 24% em 2018, sendo o financiamento imobiliário a principal linha para esses entrevistados. De acordo com pesquisa, os brasileiros pensam que sua situação financeira pessoal e seu padrão de vida vão melhorar. Ambos trouxeram os maiores números de toda a série histórica da pesquisa: 46% e 40%, respectivamente. Para o presidente da Acrefi, Hilgo Gonçalves, os resultados demonstram que as ações de educação financeira estão surgindo efeitos positivos. “Acreditamos que esse comportamento do consumidor contribui para um ambiente de crédito mais saudável, logo, gerando um crescimento sustentável”. Sobre a situação pessoal, 39% dos entrevistados disseram que a capacidade de fazer compras para casa vai melhorar, com avanço em relação a 2017, quando o índice foi de 34%. Quando questionados sobre quais itens compraram nos últimos seis meses,

o smartphone, que é também é o “sonho de consumo” para os próximos meses, junto com eletrodomésticos, lidera. Já sobre a propensão a fazer um financiamento este ano, o índice aumentou de 18% para 28% em 2018 e se tornou o mais alto desde 2015. Até em relação ao desemprego a visão dos entrevistados está mais otimista: 40% acreditam que o número de desempregados não vai aumentar nos próximos meses. Este é o nível mais positivo desde que a pesquisa começou a ser realizada, em junho de 2015, quando o indicador ficou em 16%. Contas em atraso Entre os pesquisados, 52% afirmaram ter contas em atraso, sendo 52% dessas contas referentes a TV a cabo, luz, água, aluguel e condomínio, entre outros, enquanto 39% estão em atraso no cartão de crédito e 25% em carnês. Nas principais contas a pagar, aparecem os mesmos itens, com destaque para cartão de crédito (65%). Para 58% dos entrevistados, a queda da inflação impactou os padrões de consumo, principalmente alimentação (72%) e lazer (46%).

Segundo os entrevistados, educação e saúde devem ser as prioridades para o novo presidente. Mais de 40% disseram não acreditar que suas condições de vida ou as do país melhorarão com o próximo presidente eleito. “Neste ano, podemos ver um consumidor ainda mais otimista do que estava no final de 2017 em relação à situação do país: crescimento da economia, consumo das famílias e oferta de crédito. O mesmo se passa com a situação pessoal: crescem as perspectivas com relação à capacidade de fazer investimentos, compras e situação financeira geral”, diz a CEO da Kantar TNS Brasil, Valkíria Garré. “Mesmo que ainda preocupado, ele [o brasileiro] está mais confiante.” Em resposta à pergunta sobre o que “melhor descreve o sentimento com relação a dinheiro e gastos”, 81% disseram que pretendem economizar mais, 15% não querem mudar o padrão de gastos e somente 4% pretendem gastar mais. O estudo completo está disponível em https:// we.tl/9RAXIcORPf. As entrevistas (online) foram feitas de 6 a 14 de abril deste ano. Foram ouvidas 18 mil pessoas em todas as regiões do país com idade entre 18 e 65 anos, sendo 60% mulheres e 40% homens.

Base de cálculo Até R$ 1.903,98 De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 Acima de R$ 4.664,68

Alíquota % 7,5 15 22,5 27,5

Deduzir-R$ Isento 142,80 354,80 636,13 869,36

Deduções: R$ 189,59 por dependente; pensão alimentícia integral; contribuição ao INSS. Aposentado com 65 anos ou mais tem direito a uma dedução extra de R$ 1.903,98 no benefício recebido da Previdência.

REAJUSTE DE ALUGUEL IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPC-FIPE

1,0189 1,0297 1,0129

ABRIL (2018)

IPCA (IBGE) INPC (IBGE) ICV-DIEESE

1,0276 1,0169 1,0279

Obs.: Fatores válidos para contratos cujo último reajuste ocorreu há um ano. Multiplique o valor pelo fator.

AGROPECUÁRIA MILHO - disponível SOJA - disponível Boi gordo Vaca gorda FONTE: Grande FM RURAL

R$ 33,00 (Dourados) R$ 73,00 (Dourados) R$ 130,00 (Brasil Global/Guia Lopes - à vista) - (Friboi/PPorã - c/ 30 dias) R$ 120,00 (Brasil Global - à vista) - R$ 121,00 (Friboi/Pporã - c/ 30 dias)


6

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Brasil&Mundo

Armas de fogo são causa de morte em 71% dos homicídios no Brasil

CURTAS Resolução

OEA abre caminho para suspender a Venezuela ARTHUR MAX/MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES

O Brasil poderia ter ainda mais homicídios do que os 62.517 ocorridos em 2016, o que equivale a uma taxa de 30,3 mortes para cada 100 mil habitantes, diz pesquisador DIVULGAÇÃO

Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, na assembleia da OEA Paola De Orte, Agência Brasil De Washington A Organização dos Estados Americanos (OEA) decidiu na terça-feira (5) iniciar o processo de suspensão da Venezuela da organização. A decisão foi feita por meio da aprovação de uma resolução proposta por Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Estados Unidos, México, Peru, Paraguai, Guatemala e Costa Rica. No total, 19 países votaram a favor da resolução, 4 contra, e 11 se abstiveram. A resolução é uma tentativa da organização de agir frente ao agravamento da crise política, econômica social e humanitária por que passa a Venezuela. O texto destaca que as eleições do último dia 20 de maio, que reelegeram Nicolás Maduro para comandar o país, não foram legítimas, por não cumprir com os padrões internacionais, por não haver contado com a participação de todos os atores políticos venezuelanos e ter-se desenvolvido sem as garantias necessárias para um processo livre, justo, transparente e democrático. O próximo passo agora é convocar uma assembleia extraordinária para decidir sobre a suspensão. Para a convocação, o conselho permanente deve obter 24 votos a favor. Depois, durante a reunião da assembleia, são necessários outros 24 votos para aprovar a suspensão do país. A assembleia geral da OEA conta com 35 membros.

De acordo com pesquisador, Estatuto do Desarmamento deteve “corrida armamentista” no país Akemi Nitahara, Agência Brasil De Brasília Entre o início dos anos 1980 e 2016, o percentual de homicídios no país cometidos com armas de fogo subiu de 40% para 71% do total. Esse é mais um recorte do Atlas da Violência 2018 divulgado anteontem (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Bra-

Segundo a pesquisa, entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país sileiro de Segurança Pública (FBSP). Os pesquisadores apontam que ocorreu uma “verdadeira corrida armamentista” no país a partir dos anos 1980, motivada pela estagnação econômica que levou o Estado a não conseguir suprir a segurança para a população que se consolidava co-

mo maioria urbana, em uma tentativa de autodefesa dos cidadãos. O processo só foi interrompido em 2003, com o Estatuto do Desarmamento. Segundo o pesquisador do FBSP, David Marques, um estudo do Ipea aponta que, sem o estatuto, o Brasil poderia ter ainda mais homicídios do que os 62.517 ocorridos em 2016, o que equivale a uma taxa de 30,3 mortes para cada 100 mil habitantes, a mais alta de história do país e alcançada pela primeira vez no ano analisado pelo estudo. “Tem uma estimativa de que o Estatuto do Desarmamento, apesar de nunca ter sido implementado na sua completude, ainda assim conseguiu ser responsável por uma espécie de freio, de contenção do crescimento dos homicídios”, afirmou. Segundo com o pesquisador, sem essa legislação, as taxas de homicídios seriam 12% superiores às atuais. De acordo com Marques, o resultado mostra a importân-

cia de se aperfeiçoar as ações de desarmamento “e ter um salto de qualidade nessa política de retirada de armas de fogo de circulação, para que a gente possa começar a pensar numa mudança de cenário com relação à violência letal”. Armas e homicídios em geral Segundo a pesquisa, entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país, enquanto que as mortes por outros meios se manteve com números estáveis desde o início dos anos 1990. O levantamento aponta, ainda, que os estados onde houve maior crescimento da violência letal são os mesmos onde cresceu a vitimização por arma de fogo, sobretudo no Norte e no Nordeste do país. De 2006 para 2016, a taxa de homicídio por arma de fogo cresceu 15,4% no país, número próximo aos 14% de crescimento na taxa de ho-

micídio em geral. A violência armada aumentou nos estados em que os homicídios também avançaram, como no Rio Grande do Norte (349,1%), Acre (280,0%), Tocantins (219,1%) e Maranhão (201,7%). O estado com a maior proporção de homicídios por arma de fogo é Sergipe, com 85,9% dos assassinatos provocados por perfuração à bala, seguido de Alagoas, com 84,9%, e Rio Grande do Norte, com 84,6%. As menores proporções estão em Roraima, com 35,3%; Mato Grosso do Sul, com 48,6%; e no Tocantins, 54,1%. “Isso sinaliza de forma muito clara a importância de se ter uma política consistente de retirada de armas de fogo, especialmente as ilegais, mas também de controle das armas de fogo legais, para que a gente possa ter menos crimes. Porque diversas pesquisas têm demonstrado que menos armas é menos crimes, diz Marques.

Irã

Reino Unido

Empresa PSA suspende atividades

Brexit divide partidos políticos

Agência Estado, De Paris

Londres, Da Agência Estado

A gigante automobilística francesa PSA, proprietária das marcas Peugeot, Citroën, Opel e DS, anunciou na terça-feira (5), em Paris, que vai suspender suas atividades no Irã em razão dos riscos provocados pelas sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos A decisão vai na mesma linha da adotada por outra multinacional francesa, a petrolífera Total. A retirada das empresas representa um duro revés à estratégia de resistência econômica de França, Alemanha e Reino Unido às represálias anunciadas por Donald Trump após o rompimento do acordo nuclear assinado com Teerã.

O porta-voz do Brexit para o principal partido de oposição do Reino Unido admitiu ontem que seus colegas estão divididos em meio aos alertas de britânicos e empresas europeias cada vez mais urgentes sobre os danos que a saída do Reino Unido da União Europeia(UE) poderia causar. Alguns legisladores trabalhistas querem que o Reino Unido permaneça no mercado único para minimizar os prejuízos da economia do Reino Unido após o Brexit. O bloco está frustrado com o que vê como falta de propostas firmes do Reino Unido sobre as relações futuras, e o tempo está acabando. O Reino Unido deve sair da UE em 29 de março de 2019. (Fonte: Associated Press).

Itália

Novo governo é aprovado na Câmara Roma, Da Agência Estado

Brasil ultrapassa a marca de 62 mil homicídios por ano A taxa de homicídios no Brasil corresponde a 30 vezes a da Europa

Akemi Nitahara, Agência Brasil De Brasília No ano de 2016, 62.517 pessoas foram assassinadas no Brasil, o que equivale a uma taxa de 30,3 mortes para cada 100 mil habitantes. Os dados são do Ministério da Saúde e foram divulgados terçaa-feira (5) no Atlas da Violência 2018, apresentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Segundo a análise, a taxa de homicídios no Brasil corresponde a 30 vezes a da Europa, e o país soma 553 mil pessoas assassinadas nos últimos dez anos.

Todos os estados que lideram a taxa de letalidade estão na Região Norte ou no Nordeste: Sergipe (64,7 para cada 100 mil habitantes), Alagoas (54,2), Rio Grande do Norte (53,4), Pará (50,8), Amapá (48,7), Pernambuco (47,3) e Bahia (46,9). As maiores variações na taxa foram observadas em São Paulo, onde houve redução de 56,7%, e no Rio Grande do Norte, que registrou aumento de 256,9%. Juventude negra A violência letal contra jovens continua se agravando nos últimos anos e já responde por 56,5% das mortes de homens entre 15 e 19 anos de idade. Na faixa entre 15 e 29 anos, sem distinção de gênero, a taxa de homicídio por 100 mil habitantes é de 142,7, e sobe para

280,6, se considerarmos apenas os homens jovens. O problema se agrava ao incluir a raça/cor na análise. Nos últimos dez anos, a taxa de homicídios de indivíduos não negros diminuiu 6,8% e a vitimização da população negra aumentou 23,1%, chegando em 2016 a uma taxa de homicídio de 40,2 para indivíduos negros e de 16 para o resto da população. Ou seja, 71,5% das pessoas que são assassinadas a cada ano no país são pretas ou pardas Feminicídio e estupro A violência contra a mulher também piora a cada ano. Os dados apontam que 68% dos registro de estupro são de vítimas menores de 18 anos e quase um terço dos agressores das crianças de até 13 anos são amigos e conhecidos

da vítima e 30% são familiares mais próximos como país, mães, padrastos e irmãos. Quando o criminoso é conhecido da vítima, 54,9% dos casos são ações recorrentes e 78,5% dos casos ocorreram na própria residência. Controle de armamento Os pesquisadores ressaltam a importância de uma política de controle responsável de armas de fogo para aumentar a segurança de todos. Segundo a pesquisa, entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país. No começo da década de 1980, os homicídios com arma de fogo eram 40% do total e chegou a 71,1% em 2003, quando foi implantado o Estatuto do Desarmamento. A proporção se manteve estável até 2016. O levantamento aponta, ainda, que os estados onde houve maior crescimento da violência letal são os mesmos onde cresceu a vitimização por arma de fogo.

O novo governo da Itália, liderado pelo primeiro-ministro Giuseppe Conte, foi aprovado em um voto de confiança na Câmara dos Deputados do Parlamento do país. Em um rápido discurso na Casa, o premiê comentou que sua administração pretende “promover novas políticas econômicas, favorecendo o crescimento social e econômico. No entanto, isso será feito respeitando o objetivo de declínio gradual da dívida”. O governo de Conte planeja reinicializar a economia italiana com um maior gasto destinado a induzir um crescimento econômico mais rápido. Isso, por sua vez, ajudaria o governo a reduzir sua enorme dívida a longo prazo. Alguns legisladores criticaram o novo governo por não explicar como irá pagar pelas medidas que planeja implementar e com o cronograma que pretende impor. (Fonte: Dow Jones Newswires).

EUA

Trump recebe premiê do Japão hoje Tóquio, Da Agência Estado O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, vai a Washington hoje, onde será recebido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Abe tem interesse em reforçar preocupações japonesas sobre a segurança, entre outros temas, antes do provável encontro entre Trump e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, na próxima semana. Abe terá menos de duas horas para a conversa, antes de seguir para o Canadá, onde haverá uma reunião do G-7 em 8 e 9 de junho. O presidente americano, que também irá ao encontro do G-7, segue depois para Cingapura, onde no dia 12 deve se reunir com Kim. (Fonte: Associated Press).


7

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Polícia EDEMIR RODRIGUES

Cães da PM de Dourados já farejaram 7 toneladas de drogas em 2018 Os animais Inka e Roberto se tornaram ainda mais importantes na apreensão dos entorpecentes e prisão de trağcante no município durante o ano DIVULGAÇÃO

De Dourados policia@progresso.com.br

PM apreendeu mais de 57 t de drogas e 419 armas

A Polícia Militar (PM) de Dourados divulgou ontem um balanço das atuações e os cães farejadores vem tendo papel de destaque na apreensão de drogas. Os animais Inka e Roberto já contribuíram com apreensão de mais de sete toneladas neste ano em abordagem a ônibus, veículos e locais identificados como pontos de venda ou distribuição de drogas e, em apoio a outros órgãos de segurança como o Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Guarda Municipal e outras unidades da PM no cone sul do estado. Para a PM, o trabalho do Canil da Força Tática do 3º Batalhão de Polícia Militar

Números são relacionados as ações da PM nos 5 primeiros meses do ano De Campo Grande policia@progresso.com.br

Para a PM, os resultados das ações operacionais registraram a redução no índice de incidência criminal em maio (BPM) vem sendo consolidado há muitos anos em Dourados, mas desde o início de 2018 vem obtendo um de seus principais picos na ação e na apreensão de drogas e prisão de traficantes, tanto os que passam por Dourados para alcançarem outras cidades ou estados, quanto no tráfico doméstico, movimentado pelas “bocas de fumo”. Somente em maio, foco do balanço apresentado ontem, os cães contribuíram com a Agência Local de Inteligência (ALI) e as equipes operacionais da Radio Patrulha, Força Tática e Getam na retirada de circulação 100,9 quilogramas de maconha, 100 gramas de cocaína e ainda 239 gramas de crack. A PM realizou em maio 12 operações de blitz, 65 opera-

PMMS tem intensiğcado o policiamento ostensivo e preventivo

Canil da Força Tática do 3º Batalhão de Polícia Militar contribuem cada vez nos Ġagrantes ções em apoio a outros órgãos de segurança pública de Dourados, 31 ações de saturação e arrastão, efetivando 2,6 mil abordagens à pessoa e 1.615 abordagens à veículos. Dessas ações citadas, chamadas de preventivas, resultaram a apreensão de sete armas brancas, quatro armas de fogo, a recuperação de 17 motocicletas produto de roubo/furto, quatro carros também produto de roubo/furto e ainda o recolhimento de 28 veículos ao pátio do Detran de Dourados por irregularidades documentais ou veiculares. Também foram realizados o encaminhamento de 134 pes-

soas até as delegacias de Dourados, sendo que dessas, 50 foram autuadas em flagrante pela pratica de crime e ainda foram capturados 24 foragidos da justiça local e de outros estados. Para o comandante do 3º BPM, tenente Coronel PM Carlos Silva, as ações realizadas durante o mês de maio, refletem muito bem a qualidade operacional da unidade. “A cada novo ciclo mensal, o comando do 3º BPM planeja a distribuição do efetivo e as principais ações a serem desencadeadas naquele mês, sendo que o sucesso nessa empreita se deve, principalmente, ao apoio logístico do

Traficante bate veículo com mais de uma tonelada de droga na MS-156 DIVULGAÇÃO/DOF

Além do homem, um casal também foi preso pelo serviço de batedor da droga

Governo do Estado através da Sejusp e do Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS), além da qualidade do material humano e da capacitação técnica de cada policial militar lotado na unidade, somado a um planejamento operacional que privilegia ações ostensivas e preventivas, com isso inibindo ações criminais com as de roubo, furto, tráfico de droga e crimes contra a vida”, disse o comandante. Várias ocorrências que tiveram sucesso em seu desfecho foram geradas a partir de denúncias pelos canais de comunicação da PM em Dourados e pelo 190.

Homem é preso acusado de estuprar jovem na capital Menina de 14 anos chegou em casa ensanguentada após encontro com suspeito

De Caarapó policia@progresso.com.br

De Campo Grande

Um homem de 26 anos foi preso em flagrante por tráfico de droga após bater um veículo com registro de furto e abarrotado de maconha na MS-156, entre Caarapó e Amambai. O flagrante aconteceu após ele furar o bloqueio de policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) na madrugada de ontem. Em nota, a DOF relatou que abordou inicialmente um casal de um veículo Honda Civic preto, com placas de Uberlândia (MG). Logo na sequência, o condutor do veículo CRV vermelho, com placas de Maringá (PR), não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade. Houve perseguição policial e o motorista acabou perdendo o controle do veículo colidindo em uma árvore. O traficante precisou de atendimento médico e foi encaminhado ao hospital de Caarapó com um ferimento na cabeça. Em vistoria ao veículo, os policiais encontraram 1.062

A Polícia Militar de Campo Grande prendeu em flagrante na manhã de ontem um comerciante de 23 anos acusado de estuprar uma menina de apenas 14 anos na tarde de terça-feira. A jovem chegou em casa ensanguentada e relatou que o ocorrido ao pai. De acordo com o site Campo Grande News, o caso aconteceu na região do Jardim Centenário, em Campo Grande, e a jovem teria conhecido o suspeito através da internet há cerca de duas semanas antes de marcar o encontro na terça-feira. A adolescente voltou para a casa com uma forte hemorragia e por isso o Corpo de Bombeiros foi acionado. Ainda na tarde de ontem, o acusado passou por audiência de custódia no Fórum da capital e foi decretado a prisão preventiva. Ele segue em uma cela da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e deve ser transferido para o presídio.

Veículo foi parado após bater em árvore após perseguição quilogramas de uma substância aparentando ser maconha, distribuídos em vários volumes prensados. O homem confessou que pegou a droga em Coronel Sapucaia, juntamente com um casal do Honda Civic preto, que eram os responsáveis em repassar informações sobre o policiamento na rodovia. O veículo CRV possuía placas falsas e registro de furto, sendo as placas verdadeiras da cidade de São Paulo. Os envolvidos disseram que foram contratados para levar o entorpecente de Coronel Sapucaia até Florianópolis (SC).

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) para os procedimentos legais. Mais droga Na terça-feira, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 26 quilogramas de maconha sendo transportado em ônibus de vigem com itinerário Ponta Porã/Campo Grande. Duas passageiras, de 20 e 22 anos, foram presas e revelaram que levariam a droga até Goiânia (GO) para receber R$ 2 mil, cada.

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS) também anunciou ontem um balanço das ações realizadas durante o ano nos 79 municípios, De 1º de janeiro a 3 de junho, foram realizadas mais de cinco mil operações, totalizando na abordagem de 258.183 pessoas e 233.355 veículos com apreensões de 57,2 toneladas de drogas e 419 armas de fogo. Grande parte dos entorpecentes seriam levados para outros estados. As ações durante este período resultaram na prisão de 1.975 foragidos da Justiça e recuperação de 958 veículos que estavam com registros de ocorrências de roubo ou furto, sendo recuperados e encaminhados à delegacia para que fossem entregues aos seus respectivos proprietários. Já a Polícia Militar Ambiental (PMA) confeccionou 279 notificações ambientais, visto que fiscalizam e autuam qualquer cidadão que não esteja de acordo com a legislação. Em suas ações, além de

cumprir a lei, a PMA garante a sustentabilidade do meio ambiente às gerações futuras. O comandante-geral da PMMS, coronel Waldir Ribeiro Acosta, disse que tem conversado frequentemente com a tropa sobre as atividades de rotina, e orientado que as ações devem ser intensificadas. “Continuaremos atuando diuturnamente para manter a sensação de segurança em Mato Grosso do Sul, abordando pessoas e veículos em atitudes suspeitas com a finalidade de manter o nosso Estado no ranking dos mais seguros do país”, pontuou o coronel. Flagrante Uma propriedade rural de Tacuru foi flagrada por Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo em desmatamento ilegal e degradação de área protegida de Reserva Legal. O proprietário rural foi autuado administrativamente e multado em R$ 60 mil. A área desmatada é de 12 hectares e foi a vegetação foi retirada para a plantação de lavoura de mandioca. O infrator também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de um a três meses de detenção. A propriedade pertence um Assentamento Rural do município.

Dois homicídios são registrados na fronteira Crimes aconteceram em intervalo menor de 12 horas do lado paraguaio

A Divisão de Homicídios e da Policia Técnica do Paraguai investiga a relação de duas mortes em menos 12 horas na região de fronteira. Os casos aconteceram entre terça-feira e ontem do lado paraguaio. De acordo com o site Porã News, o primeiro caso aconteceu na noite de terça-feira quando moradores da Colônia Cristino Potrero, situado na região de Capitão Bado na fronteira com Coronel Sapucaia, alertaram os investigadores da Direção de Investigação de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai sobre um corpo queimado e em estado de decomposição. A vítima teria sido executada a facadas e teve os dedos amputados. A polícia relatou que os fatos podem indicar um possível caso de tortura antes da morte. O corpo foi achado em um caminho vicinal da colônia e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Capitão Bado a espera dos familiares para a identificação. O homem teria nacionalidade brasileira.

Já o segundo caso aconteceu na manhã de ontem quando moradores da Colônia Cascada na região da cidade paraguaia de Bella Vista Norte na fronteira com Bela Vista, no Brasil, alertaram os investigadores da Divisão de Homicídios e da Policia Técnica do Paraguai sobre um corpo em um caminho vicinal da região. A vítima teria sido executada a tiros de arma de fogo na região da cabeça. Ele foi encaminhado ao IML de Pedro Juan Caballero onde foi identificado com sendo paraguaio e com idade de 18 anos. Mais execução Uma mulher de 23 anos foi morta com quatro disparos de pistola 9mm na noite de terça feira em Ponta Porã. Para o site Porã News, ela seria usuária de drogas com varias passagens pela polícia por roubo, roubo a mão armada, furto, envolvimento com boca de fumo e investigada no caso do homicídio de um homem na sexta-feira na região conhecida como Favelinha. Testemunhas disseram que ouviram os disparas e já encontraram a mulher sem vida. A polícia não descarta que as execuções, tanto dela, quanto do homem, tenham relação com ajuste de contas do narcotráfico.


8

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Esportes GILVAN DE SOUZA / FLAMENGO

MS é destaque em fase nacional do paratletismo Estado contou com representantes de três equipes e conquistou 18 medalhas mais recordes na competição disputada em São Paulo e que teve 280 atletas DIVULGAÇÃO

De Dourados esportes@progresso.com.br

Flamengo faz clássico contra o Fluminense

Mato Grosso do Sul conquistou 18 medalhas na primeira fase Brasil Loterias Caixa de Atletismo Paralímpico disputado no final de semana em São Paulo. A delegação composta com 22 pessoas entre atletas, professores e stafs voltou com 10 medalhas de ouro, três de prata e cinco de bronze. Participaram três equipes do estado: Dourados Paralímpico, Associação Seninha de Atletismo (ASA/MS) e Associação Driblando as Diferenças (ADD).

Líder do Brasileirão busca “gordura” na classiğcação antes da parada para a Copa Do Rio de Janeiro

A paratleta Joane Pedrozo conquistou dois recordes brasileiros e está há apenas quatro meses na equipe douradense “Nossa participação não poderia ser melhor com dois recordes brasileiros da paratleta Joane Pedrozo – que está há quatro meses na equipe -, três ouros do Paulo Henrique Réis – que participou do Mundial em Londres ano passado e, agora, migramos para os outros saltos onde ele já bateu seu recorde pessoal. A Rosenilda Aoyama também com medalha de ouro no peso (4 Kg), o Igor Miranda com a prata, Jonatan Ferreira com três bronzes, além dos nossos outros atletas que foram destaque nas suas categorias, nosso

Delegação sul-mato-grossense conquistou 10 medalhas de ouro, três de prata e cinco de bronze

objetivo é melhorar estas marcas e sonhar com a Paralimpíada de Tóquio em 2020”, disse o técnico do Dourados Paralímpico, Antônio Pietramale. “Estou muito feliz com essa classificação, consegui bater o meu recorde, estou mais confiante que nunca, e com o incentivo do Estado através da bolsa, vou conseguir me dedicar ainda mais, o bene-

ficio chegou num momento muito bom pra mim”, contou a paratleta Rosenilde Aoyana que já participou de várias fases regionais, mas é a primeira vez que é campeã na primeira fase do Brasileiro. A Associação Esportiva Dourados Paralimpico foi a entidade que mais classificou paratletas do Mato Grosso do Sul para esta competição que foi realizada na

Da Agência Estado O meia Renato Augusto foi submetido na manhã de ontem, em um clínica em Londres, a um exame que constatou não haver lesão no joelho esquerdo que o impede de treinar com bola junto com seus companheiros de seleção brasileira há uma semana. Às vésperas da Copa do Mundo da Rússia, o jogador ainda não pode comemorar totalmente estar livre do risco de corte, mas essa possibilidade foi reduzida segundo a CBF. Ele será avaliado dia a dia

para que os médicos possam traçar um quadro mais preciso do quadro. Renato Augusto sente dores no joelho e a evolução tem sido lenta Ele tem feito tratamento intensivo com o fisioterapeuta Bruno Mazziotti. Nesta tarde de ontem, ele chegou a ir a campo e a previsão era de que fizesse alguns exercícios. De fato foi, passou um bom tempo sentado no banco de reservas e depois foi para atrás das placas de publicidade realizar uma atividade com uso de bola. Como os jornalistas têm acesso limitado aos treinamentos, não foi possível acompanhar todo o trabalho feito pelo ex-jogador do Flamengo e do Corinthians.

A IMAGEM da velocidade

Nova Alvorada recebe motocross

Jogador fez alguns exercícios na tarde de ontem durante o treino Na parte aberta do treinamento, os jogadores foram divididos em dois times e fizeram um treino em meio campo em que o objetivo era fazer gol em no máximo três minutos e cada jogador só podia dar no máximo três to-

ques na bola. A atividade foi comandada pelo auxiliar Sylvinho. Tite apenas observou. Se for necessário trocar jogadores por questão médica, Tite poderá fazer isso até 24 horas antes da partida de estreia no mundial.

Valdívia é liberado do São Paulo após proposta Meia emprestado pelo Internacional pode estar a caminho da Ásia Da Agência Estado

No ğnal de semana, aproximadamente 200 pilotos devem estar em Nova Alvorada do Sul na 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross e na 3ª etapa do Campeonato Estadual. Os competidores vão ter que encarar os 24 obstáculos que foram preparados para esta etapa. As disputas acontecerão no motódromo Pedro Stradiotti, localizada as margens da rodovia BR163. A entrada para público em geral será franca.

capital paulista. No total, par ticiparam mais de 280 atletas de 22 estados brasileiros, que obtiveram índice nas etapas regionais e também atletas de outros países. A segunda fase do Brasileiro de Atletismo Paralímpico acontece de 3 a 8 de agosto e a fase final de 27 à 30 de setembro também em São Paulo.

LUCAS FIGUEIREDO/CBF

Exame reduz chance de corte de Renato Augusto Meia não tem lesão no joelho, mas seguirá em observação até a data limite

Líder testa boa fase em clássico que acontece em Brasília (DF)

O meia Valdívia, emprestado pelo Internacional ao São Paulo para esta temporada, recebeu uma proposta para deixar o futebol brasileiro e foi liberado para negociar sua possível transferência. Pessoas ligadas ao clube gaúcho disseram ao Estado que a oferta ZIQHE»WME Por entender que o atleta precisa estar 100% focado nos compromissos do time, o São Paulo resolveu permitir que o jogador faça sua escolha com calma e,

com isso, o meia virou desfalque para o duelo deste sábado contra o Atlético-PR, em Curitiba. Valdívia não foi relacionado para o último compromisso tricolor, o empate sem gols com o Internacional, por questões contratuais. Para que ele pudesse atuar contra seu time de origem, o São Paulo teria de pagar uma multa - opção descartada pela diretoria Sem Valdívia e outras cinco baixas (Nenê, Bruno Alves, Hudson, Bruno e Marcos Guilherme), o São Paulo jogou mal e não conseguiu bater os gaúchos em casa. No sábado, joga num estádio onde nunca ganhou. Encerra a primeira parte do Brasileirão na próxima terça-feira diante do Vitória.

Sem risco de perder a liderança do Campeonato Brasileiro, o Flamengo vai à Brasília (DF) enfrentar o Fluminense nesta noite em busca de mais “folga” na classificação. O clássico será às 19h (de MS) no estádio Mané Garrincha e válido pela 10ª rodada que iniciou na terça-feira com o empate sem gols entre São Paulo e Internacional. Seis pontos separam os rivais cariocas na tabela. Passando por ótima fase e titular absoluto da posição, Renê falou sobre o clássico e espera por mais uma vitória no nacional. “A gente espera um jogo difícil. Clássico é diferente.

São decididos em detalhes. A gente trabalha no ponto fraco do Fluminense para buscar nosso melhor. Será um jogo difícil, mas com a torcida fazendo uma festa bonita, esperamos fechar com uma vitória”, analisou o lateral, que falou também sobre o fato da partida ser disputada fora do Rio de Janeiro. “Sempre que podemos jogar em casa ou perto, melhor. Pela tabela e pelo calendário, que é muito corrido. Mas mesmo fora sabemos que teremos uma torcida que vai nos apoiar”, completou. A principal ausência será do meia Diego que está suspenso. Por outro lado, o volante Cuellar foi liberado e deve voltar ao time titular. Já no tricolor, o técnico Abel Braga mudará o esquema tático passando do 3-5-2 para o 3-6-1. Para o lugar do atacante Marcos Júnior, lesionado, o técnico optou pelo volante Douglas.


Impactos

Dourados

Dourados discute linhas de transmissão

Escassez de gás obriga clientela enfrentar ğla

3»*

3»*

DIA A DIA

Vila Formosa

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

Vereador Silas Zanata pede parquinho infantil ao lado da academia de saúde 3»*

O PROGRESSO HEDIO FAZAN

Postos de combustíveis devem exibir de forma clara os preços do diesel antes e depois da greve dos caminhoneiros. A portaria contém ainda outras determinações que regulamentam a ğscalização

Redução prevista no preço do diesel não chegou aos postos de Dourados O PROGRESSO fez levantamento junto a 20 estabelecimentos e somente em um deles a queda passou um pouco da metade estipulada pela Portaria do Governo federal, que prevê “desconto” de R$ 0,46 nas bombas Flávio Verão flavio@progresso.com.br A redução de preço do óleo diesel, anunciada pelo Governo Federal, chegou parcialmente até ontem aos postos de combustíveis de Dourados. A portaria publicada pelo Ministério da Justiça obriga que o diesel tenha desconto de R$ 0,46 no preço do litro para o consumidor final e que a medida seja adotada de imediato em todo o país.

O posto que descumprir as medidas estará sujeito a multas, suspensão temporária da atividade e interdição total ou parcial A determinação foi feita após o fim da paralisação dos caminhoneiros, motivada por protestos contra os constantes aumentos no preço do diesel nos últimos meses. O PROGRESSO realizou um levantamento ontem em 20 postos da cidade. Em nove deles foi observada leve redução no valor do diesel, porém, em nenhum encontrado o desconto determinado pela portaria. Quando a paralisação de caminhoneiros começou, con-

forme pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o preço do diesel comum na bomba variava entre R$ 3,84 a R$ 3,94 em Dourados. O valor médio era de R$ 3,88. Dos 20 estabelecimentos consultados pela reportagem, o valor menor encontrado foi de R$ 3,59. Se levar em consideração ao valor médio praticado antes da greve, de R$ 3,88, a redução seria de R$ 0,29 no litro, inferior dos R$ 0,46 estipulado pelo governo federal. A maioria dos postos consultados apenas retomou o preço praticado antes da greve. Conforme a ANP, durante o período da paralisação o valor praticado em Dourados oscilou entre R$ 4,22 a R$ 4,26. Mas, em Mato Grosso do Sul, a redução do preço do litro do diesel deverá ser ainda maior. Isso porque o governador Reinaldo Azambuja sancionou anteontem a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do diesel de 17% para 12%. A diminuição da tarifa pode impactar ainda no preço de diversos produtos que chegam ao mercado por meio de caminhões. Com isso, o Governo do Estado estima que o desconto

nas bombas dos postos de combustíveis em Mato Grosso do Sul pode chegar a R$ 0,60. O cálculo é baseado no desconto do produto nas refinarias concedido pelo governo federal, de R$ 0,46, mais a redução do governo estadual, com a redução do ICMS. Ou seja, a redução da alíquota do ICMS baixará o diesel mais R$ 0,14. Como os postos de combustíveis ainda têm estoque de diesel adquirido quando o valor nas refinarias estava elevado, o consumidor deve levar mais de uma semana para sentir a redução na bomba. A estimativa no país é que esse período de redução chegue até 30 dias. No Estado, a redução do ICMS de 17% para 12% provocará um impacto de arrecadação de tributos de R$ 20 milhões por mês, estima o governo de MS. Preço antigo O Ministério da Justiça publicou ontem no Diário Oficial da União uma portaria que determina aos Procons estaduais e municipais exigirem dos postos de combustível a exibição de forma clara e ostensiva dos preços do diesel antes e depois da greve dos

caminhoneiros. A portaria contém ainda outras determinações que regulamentam a fiscalização em postos de combustível para verificar se a redução no preço do diesel está efetivamente sendo repassada ao consumidor. Pela portaria, os postos de combustível devem informar o valor do diesel a partir de 1º

de junho na comparação com o dia 21 de maio, data usada como base pelo governo para promover a diminuição no valor do combustível. Para demonstrar a diferença de preços, o posto poderá usar cartaz, placa, faixa ou similar. Outra determinação da portaria é que postos apresentem aos agentes do Pro-

Saiba mais

Preço da gasolina tem alta de 14,3%, aponta pesquisa do Procon A Prefeitura de Dourados, por meio da Procuradoria Geral do Município e do setor de ğscalização do Procon, efetuou pesquisa de preços do combustível, ontem e anteontem, e constatou alta de 14,3% no preço da gasolina. Foram pesquisados preços do etanol, diesel comum e S10 e gasolina comum e aditivada em 37 estabelecimentos, na cidade e distritos. O menor preço encontrado na gasolina comum foi de R$

4,400; no diesel comum foi de R$ 3,599; e diesel S10 R$ 3,649; e no etanol o menor preço praticado é de R$ 3,200. A diferença entre o menor preço encontrado na gasolina comum (R$ 4,400) e o maior preço (R$ 4,699) é de 6,8%. No etanol, a diferença entre o menor e maior preço é de 12,4%; no diesel comum é de 18,0% e no diesel S 10 é de 17,8 %. O preço médio da gasolina em Dourados, hoje, é de R$ 4,580. Em maio era de R$

con as notas fiscais da comp ra d o c o m b u s t í v e l n a s distribuidoras. Também deverão apresentar as notas da venda para o consumidor. O posto que descumprir as medidas estará sujeito a multas, suspensão temporária da atividade e interdição total ou parcial do estabelecimento ou atividade.

4,005; ou seja, alta de 14,3%. O preço médio do etanol nos postos em Dourados é de R$ 3,472. O menor preço encontrado na gasolina (R$ 4,400 ) é 0,18 centavos mais barato que o preço médio praticado (R$ 4,580) nos postos em Dourados. O preço médio da gasolina segundo a ANP em Campo Grande é de R$ 4,372 e o etanol é de R$ 3,140. O Procon informa que os consumidores poderão exigir a análise do combustível para descobrir o teor de álcool presente na gasolina, teste esse que será feito pelo próprio funcionário do posto de combustível na frente do consumidor. Serviço Dúvida ou reclamação podem ser tratadas pelos telefones 151 ou 3411-7754.


2

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia LUCIANA NASSAR/ALMS

Silas solicita a construção de parquinho ASSESSORIA

Assembleia discutiu ontem sobre os números alarmantes da violência contra as mulheres e o crescimento do número de homicídios

Deputados debatem cenário da violência e a prevenção O cenário é estarrecedor. Em 2016, só em MS foram registrados 80 casos de homicídios de mulheres, um crescimento de 37,9% referente ao ano anterior Heloíse Gimenes e Fernanda Kintschner/Agência ALMS De Campo Grande A violência contra as mulheres e o crescimento do número de homicídios foram debatidos na Assembleia Legislativa, durante a sessão de ontem. Na tribuna, o líder do governo, Professor Rinaldo (PSDB), falou da importância de ações de conscientização e proteção. Ele destacou a sanção da Lei 5.202, que institui o Dia e a Semana Estadual de Combate ao Feminicídio. “Anualmente, no dia 1º de junho, deverão ser realizadas ações de mobilização, palestras, panfletagens, eventos e debates, visando discutir o feminicídio. O objetivo principal da lei é conscientizar a sociedade sobre a violência sofrida pelas mulheres, que muitas das vezes leva à morte violenta. É necessário divulgar

os serviços e os mecanismos legais de proteção à mulher em situação de violência e as formas de denúncia”, disse. Em razão da condição de sexo feminino, a cada ano aumenta os casos de feminicídios. Para Paulo Siufi (PMDB), a mulher é alvo de uma sociedade machista, portanto, o

A pesquisa do Atlas da Violência de 2018 foi manchete do Jornal O PROGRESSO, na edição de ontem assunto precisa ser discutido diariamente. “Isso porque os crimes acontecem a cada dez minutos em Mato Grosso do Sul”, enfatizou. Barbosinha (DEM) apresentou os números do Atlas da Violência de 2018, que leva em consideração a evolução dos dados de 2006 a 2016. “O cenário é estarrecedor. Em 2016, só em Mato

Grosso do Sul foram registrados 80 casos de homicídios de mulheres, um crescimento de 37,9% referente ao ano anterior. O que se espera de um país que aumenta a expectativa de vida, mas que o número de assassinatos de jovens também aumenta? Vivemos com números semelhantes a países em guerra”, alertou. Em discurso na tribuna, Barbosinha ainda destacou que o aumento da violência no país muito se deve ao tráfico de drogas e as fronteiras estarem desguarnecidas. “Há um número ínfimo de policiais federais para dar conta das fronteiras. No Mato Grosso do Sul, que é vizinho de países produtores de drogas, como o Paraguai com a maconha e a Bolívia com a cocaína, somos um corredor, com mais de seis mil presos pelo tráfico. O governador Reinaldo Azambuja [PSDB] pediu ressarci-

Dourados vai discutir impactos de linhas de transmissão O empreendimento possui extensão aproximada de 399,7 km e passa pelo MS De Dourados Com o objetivo de apresentar estudos realizados sobre os impactos ambientais e sociais de um novo empreendimento

na região, o Instituto do Meio ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) realiza audiência pública em Dourados hoje, às 19h, no Centro de Eventos do Gales Park Hotel. O evento faz parte do processo de licenciamento ambiental de linhas de transmissão 230kV que visam atender a demanda de distribuição de energia da região Cen-

tro Oeste. O empreendimento possui extensão aproximada de 399,7 km e passa pelo Mato Grosso do Sul, interceptando os municípios de Terenos, Campo Grande, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Dourados. A audiência será realizada pela Secretaria de Estado de Meio, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agri-

mento da União de mais de R$ 130 milhões de gastos por ano com presos que são de competência federal”, explicou. Herculano Borges (SD) concordou. “Boa parte dos impostos vai para a União, enquanto os estados e municípios ficam sofrendo sem dinheiro, com essa injustiça, custeando presos de outras localidades”, afirmou. Lidio Lopes (PEN) completou que além de investir em Segurança Pública é preciso fazer um trabalho de base. “Não tem como mudar esse cenário sem investir em Educação, sem dar oportunidade de tratamento aos dependentes, sem tirar as crianças das ruas, com projetos de música, por exemplo, elas até mudam o comportamento em casa. As mortes têm sido a sangue frio, decapitações. Violência desmedida. Falta cidadania”, finalizou.

cultura Familiar (Semagro), por meio da Imasul. Durante o evento, que é aberto à população em geral, o público poderá conhecer o projeto do empreendimento, os impactos negativos e positivos, as medidas compensatórias e os programas ambientais propostos.Após as apresentações será aberta sessão de debates, quando os participantes poderão fazer pergunta, críticas e sugestões. O resultado da audiência subsidiará a decisão quanto ao licenciamento ambiental para o empreendimento.

Vereador Silas Zanata fez indicação à prefeita de Dourados Ele também solicitou a cedência temporária de espaço para os Correios De Dourados O vereador Silas Zanata (PPS) fez indicação à prefeita Délia Razuk (PR), ao diretor de Esportes e aos secretários da Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur) e Planejamento, solicitando a construção de um parquinho infantil ao lado da academia de saúde que está em construção em Vila Formosa. Segundo Silas, o distrito de Vila Formosa conta com a construção de uma academia de saúde para atender os moradores, no entanto ocorre que ao lado da academia tem uma área no qual poderá ser construído um parque infantil, visto a necessidade de um espaço adequado para as crianças que frequentam o local juntamente com seus familiares para prática de exercícios físicos e caminhadas. Os moradores que não têm outra opção para prática de esportes ou até a realização de eventos levam

seus filhos para brincar no local, sem contar com estrutura adequada para atendê-los enquanto crianças. “Esta demanda é mais uma reivindicação trazida ao nosso conhecimento pelos moradores da Vila Formosa que ao serem atendidos poderão frequentar ainda mais aquela praça esportiva”, completou o vereador. Silas também solicitou a cedência temporária de um espaço na academia de saúde para alojar a sede dos correios, que está em reforma no distrito de Indápolis. Segundo ele o prédio do Centro Social, que aloja a agência está em reforma e o mesmo terá que ser desocupado temporariamente até que a obra se concretize. “Visto a necessidade dos moradores que não podem ficar sem os serviços básicos prestados pelos Correios, solicitamos a cedência de uma sala na academia de Saúde para se tornar sede temporária dos Correios para que os serviços prestados possam ser continuados sem prejuízo aos moradores do distrito e região”, finalizou o vereador. Esperamos sensibilizar nossas autoridades quanto à importância e o alcance social desta sugestão.

Intolerância religiosa é tema de audiência Evento será realizada hoje, às 19h na Câmara de Dourados De Dourados Uma audiência pública com o tema “Diálogo e Pluralidades: desafios frente à intolerância religiosa” será realizada hoje, às 19h na Câmara de Dourados. Por meio do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (Cebi), a proposta foi efetivada pelo vereador Elias Ishy (PT), para pensar ações em conjunta de enfrentamento a questão. “Essa atividade é um ponta pé inicial para combater os casos de intolerância”, afirma a coordenadora estadual do Cebi, Marisa Zimermann. Segundo ela, devem sair desdobramentos práticos e efetivos do evento.

Ela explica que uma comissão organizadora escolheu o nome do palestrante por trazer a experiência de como é fazer esse enfrentamento na cidade. A palestra está a cargo do doutor em antropologia da religião, Felipe Kayodé, de Salvador (BA), onde foi aberto um Fórum de combate ao preconceito religioso. Ele é um jovem teólogo, pesquisador independente e experiente na área, artista interdisciplinar e psicanalista envolvido nos estudos pós-coloniais e interseccionais, como no caso da religião, espiritualidade, violência, traumas, raça e subjetividades, além de trabalhar ativamente na luta antirracista. Ishy destaca que a participação social é a marca do seu mandato, buscando sempre unir teoria e prática, portanto convida a todos e a todas para participarem do ato na Casa de Leis.


3

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Cidades DIVULGAÇÃO

Desbravadores recebem homenagem na Capital Neste ano, serão homenageados com a medalha de honra ao mérito legislativo um total de 30 desbravadores de 14 municípios do Estado de MS TONINHO SOUZA

A 17ª FEJUNAVI acontece na Praça Euclides Antônio Fabris

Naviraí realiza FEJUNAVI e Festival de Música Maior festa popular realizada no município será nos dias 08, 09 e 10 de junho

Deputado Renato Câmara vai homenagear hoje clubes de desbravadores de todo o Estado com entrega de medalhas a 30 personalidades

De Campo Grande A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, por intermédio do deputado Renato Câmara, realiza hoje, às 19h, a entrega de Medalha de Honra ao Mérito Legislativo aos participantes e pioneiros dos Clubes de Desbravadores do Estado.O evento será realizado em parceria com o Ministério de Desbravadores da Associação Sul-Mato-Grossense da Igreja Adventista do Sétimo Dia. A cerimônia acontece no plenário Deputado Júlio Maia, no Palácio Guaicurus.

Conforme Renato Câmara, a entrega das medalhas simboliza o reconhecimento da Assembleia às pessoas No total, serão homenageados 30 desbravadores de 14 municípios de MS: Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Ivinhema, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Naviraí, Douradina, Bela Vista, Sidrolândia, Bataguassu, Bodoquena, Santa Rita do Pardo e Coxim. Conforme Renato Câmara,

que também á autor da Lei 5.109, que institui o Dia dos Desbravadores no Estado, a entrega das medalhas simboliza o reconhecimento da Assembleia Legislativa às pessoas prestam serviços relevantes à comunidade sul-mato-grossense por meio das ações dos clubes de desbravadores espalhados por todo o MS. Os desbravadores estão presentes em mais de 160 países, com 90 mil sedes e dois milhões de participantes. A entidade promove a integração de pais e filhos na faixa etária de seis a nove anos, com atividades na área da educação. Já as crianças entre dez e 15 anos, de diferentes classes sociais, reúnem-se uma vez por semana para desenvolver talentos e habilidades. “O Clube de Desbravadores realiza atividades ao ar livre, como acampamentos, caminhadas, escaladas, explorações em matas e cavernas. A ideia é despertar as habilidades manuais. Além disso, a entidade busca alertar sobre os males que as drogas causam. Em tudo que fazem, os participantes procuram desenvolver o amor a Deus e a Pátria.

SAIBA MAIS (9(172 A cerimônia acontece no plenário Deputado Júlio Maia, no Palácio Guaicurus; '(6%5$9$'25(6 Os desbravadores estão presentes em mais de 160 países, com 90 mil sedes; É um trabalho silencioso que faz a diferença na formação de nossas crianças e adolescentes. Por isso, considero importante o reconhecimento destas ações por parte do Poder Legislativo, como forma de dar notabilidade a esse belíssimo trabalho e estimular ainda mais o desenvolvimento destas atividades na sociedade”, destacou Renato Câmara. Homenageados Neste ano, serão homenageados com a medalha de honra ao mérito legislativo os desbravadores Felipe Gonçalves (Nova Andradina), Durval Rodrigues de Moura (Ivinhema), Sandra Oliveira Da Silva Nascimento (Novo Horizonte do Sul), Rosalino Canteiro (Bela Vista),

Luisa Oliveira Gomes da Silva (Navirai), Ana Carolina da Silva (Douradina), Huilston Daniel dos Santos (Sidrolândia), Ricardo Kerestesi Costa (Bataguassu), Aurora Dias Barbosas (Bodoquena), Wellington Correa de Azevedo dos Santos (Dourados), Lady Laura Rodrigues (Campo Grande), Leandro Alencar(Campo Grande), Fernando Rios(Campo Grande), AnilsonSeemund (Campo Grande), Nadson Cassiano(Campo Grande), Isaac Meireles(Campo Grande), Glaucia Vanderlei de Souza Santos (Campo Grande), Ronei Marques (Campo Grande), Jorviniano Gomes (Campo Grande), Emerson José Ribeiro dos Santos Martinez (Santa Rita do Pardo), Ronildo Lima (Coxim), Adaías Rodrigues Souza (Campo Grande), Anderson Azevedo (Campo Grande), Nedio Correa Tosta (Campo Grande), Pedro Daniel Siqueira Mattos (Campo Grande), Rodrigo Dias Dorval (Campo Grande), Idercy Joaquim Ferreira (Três Lagoas), Wesley Neres (Campo Grande), Hadson Araújo (Campo Grande) e Ricardo Alves da Costa(Campo Grande).

A FEJUNAV (Festa Junina de Naviraí), a maior festa popular e gratuita realizada no município, está programada para acontecer neste final de semana na Praça Euclides Antônio Fabris, centro da cidade. A abertura será na sexta-feira (08), e a expectativa é grande para a realização do Show do Grupo Tradição, que é um patrocínio do Parque Playlândia, que estará com seus brinquedos e estruturas instaladas no município durante a realização do evento. No sábado (09), considerado o ponto alto da festa, terá a grande atração desta edição da FEJUNAV 2018, que é o esperado Show Nacional do Cantor Almir Sater, que está sendo patrocinado pelo Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Cultura e

DJ realiza “campanha do agasalho” em Tacuru DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

A Fundesporte mudou o sistema dos jogos dividindo-os em duas sedes

Os interessados podem doar na Enzofarma, onde tem um ponto de coleta

Entre os dias 3 a 7 de julho, Nova Andradina será sede dos JEMS e dos JOJUMS na modalidade de Basquetebol. Aproximadamente 700 atletas participarão dos jogos representando 25 municípios do MS, nas categorias infantil e juvenil. Neste ano, a Fundesporte mudou o sistema dos jogos dividindo-os em duas sedes. Na primeira sede, que é Nova Andradina, será realizada a fase classificatória. Já a segunda sede, na qual serão disputados os jogos das fasessemifinal final e final, será a cidade de Rio Brilhante. As equipes Campeãs dos Jogos Escolares serão representantes do MS nos Jogos Escolares da Juventude na Etapa Nacional que será realizado em Joinville (SC). A abertura será no dia 3 de julho, no Ginásio de Esportes às 19 horas e contará com a participação das equipes inscritas nas competições, além de shows musicais e uma grande apresentação dos shows de enterradas de basquetebol dos “Ginasloucos”, vencedores do “Se vira nos 30”, quadro do programa ‘Domingão do Faustão” da TV Globo, feito que tornou a atração conhecida e admirada nacionalmente, reapresentada posteriormente em outros

De Tacuru

A abertura será no dia 3 de julho

programas campeões de audiência da TV brasileira, como o “Mais Você” da Ana Maria, no “Programa da Eliana” e do “Silvio Santos” no SBT, com apresentações especiais nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Para o secretário de Educação, Cultura e Esportes Fabio Zanata, a realização desses jogos vai mudar a rotina não somente das atividades de sua pasta, mas de toda a cidade. Segundo o prefeito Gilberto Garcia, tem estrutura para receber evento de qualquer natureza, sejam festas populares, religiosas ou competições esportivas. “Nossa cidade é admirada por todos que a visitam, não somente por sua beleza, mas pela organização de cada segmento ou setor. Esse vai ser mais um evento para reunir a nossa juventude e as nossas famílias”, disse o prefeito.

Com o objetivo de ajudar a combater o frio de famílias de menor poder aquisitivo e em situação de vulnerabilidade no município, Luana Oliveira, a primeira DJ mulher do Cone Sul do Estado, em Mato Grosso do Sul, buscou parceria e lançou uma campanha do agasalho, em Tacuru, município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul, que ossui, além do português, o guarani como língua oficial. A campanha “Agasalhe um Coração nesse Inverno”, desencadeada em parceria com a Drogaria Enzofarma, teve início no mês de maio e está prevista para ser encerrada nesta sexta-feira, dia 8 de junho. Segundo Luana, as pessoas interessadas em contribuir com o gesto de solidariedade poderão se dirigir com o donativo até a Enziofarma, onde existe um ponto de coleta. Mais informações de como contribuir com a campanha podem ser colhidas com a DJ Luana Oliveira pelo fone (67) 99923-5596

A DJ Luana Oliveira tem 20 anos

ou com a Drogaria Enzofarma pelos fones (67) 99696-9666 e (67) 3478-2078. A DJ Luana Oliveira A jovem Luana Oliveira, hoje com 20 anos, entrou na área da comunicação como locutora da rádio comunitária Ondas Verdes FM, em Tacuru. Apaixonada pela comunicação interativa, Luana passou a observar companheiros de trabalho que atuam como DJ levando entretenimento para toda a região e incentivada pelo amigo Maicon Júnior, também DJ em Tacuru, decidiu por tentar a carreira e deu certo. Hoje Luana Oliveira tem seu próprio equipamento e agenda cheia de eventos, animando festas na região Cone Sul de Mato Grosso do Sul, no Paraguai e inclusive com atuações no estado do Paraná.

A abertura é aguardada com grande expectativa pois terá um Show do Grupo Tradição, patrocínio do Parque Playlândia Domingo (10), acontece a entrega da premiação aos vencedores do Festival de Música 2018, além de apresentação da Quadrilha Maluca (Crazy Dance) e encerrando com o show da Banda Detroit.

Assembleia cria Medalha à Imigração Japonesa A homenagem será entregue em sessão realizada pela Assembleia De Campo Grande

Nova Andradina sedia eventos esportivos

Cidadania por intermédio do programa de comemorações alusivas ao aniversário de 40 anos de MS. Ainda no sábado haverá apresentação da quadrilha Junina da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, em seguida quadrilha de zumba e o Projeto Movimento e Saúde. Fechando o evento, está programada a grande final do 12º Festival de Música, com a performance dos finalistas do concurso musical que distribuirá uma premiação de aproximadamente R428 Mil entre os primeiros colocados de cada uma das três categorias Sertaneja, Popular e Kids.

A Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso Sul, em ato publicado no Diário Oficial de quarta-feira (06), criou o Diploma e a Medalha em Honra ao Mérito Legislativo em homenagem aos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil. A iniciativa é do deputado estadual Dr. Paulo Siufi

(PMDB). De acordo com a publicação, a homenagem será entregue em Sessão Solene realizada anualmente pela Assembleia Legislativa. Nessa sessão cada deputado poderá indicar dois cidadãos ou entidades que tenham prestado serviços considerados relevantes para a comunidade japonesa do Estado. O Ato de Resolução publicado também especifica que as bandeiras do Japão e do Brasil deverão constar na Medalha entregue aos homenageados.


4

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

Sem gás, clientela da região “migra” para Dourados Consumidores enfrentam o frio, o racionamento e as longas ğlas em busca do gás de cozinha. Distribuidoras não atender a forte demanda pelo produto

DIVULGAÇÃO

Renomados proğssionais e pesquisadores se reúnem até sábado na Capital

MARCOS RIBEIRO

Valéria Araújo valeria@progresso.com.br

Elvio Lopes elvio@progresso.com.br

O desabastecimento de gás tem feito com que a clientela de toda a região “migre” para as portas de distribuidoras de Dourados. São clientes de vários municípios, como Naviraí, Deodápolis, Glória de Dourados, Vicentina, Fátima do Sul, entre outros, que enfrentam o frio, a chuva e as longas filas que essa procura tem gerado. O problema é que em Dourados, os poucos botijões que chegam não são suficientes para atender a demanda e muita gente volta

Empresas de gás suspenderam o disk-entrega e estão apenas no trabalho interno para casa sem o produto. O empresário do ramo de gás, Paulo Alvarez, disse ao O PROGRESSO, que a forte procura do interior está relacionada ao fato de que as distribuidoras estão concentrando as entregas nas cidades maiores porque não estão conseguindo atender a todos os municípios. Ele conta que suspendeu o disk-entrega devido a falta de gás e o pouco que chega não atende a demanda. paulo contou que na última sexta-feira, quando chegou 200 botijões, tinha mais de 300 na fila. “Foi preciso distribuir senha e racionar a venda, em que cada consumidor pode comprar apenas um botijão por vez”, destaca. Ele disse que por conta da greve a empresa ficou 15 dias parada. A previsão é de normalidade nos próximos 10 dias. Segundo ele, o preço médio do gás de cozinha está saindo hoje por R$ 75.

Associação Médica inicia hoje congresso

Clientes de Dourados e região enfrentam frio e longas ğlas para tentar conseguir um botijão Conforme mostrou O PROGRESSO, em uma das principais revendedoras de gás de Dourados, a concentração nos últimos dias tem sido no trabalho interno. A procura é tanta que em uma hora do expediente são registradas cerca de 700 ligações com pedidos de informações sobre a chegada do produto. De acordo com a empresa, desde o último dia 23 falta o gás de cozinha para a revenda. Na última sexta-feira chegou 150 botijões, mas havia mais de 300 pessoas na fila. O jeito foi madrugar na fila. É o caso da cabeleireira Edmara Bueno da Silva. Ela disse que

até tentou comprar antecipadamente para garantir o produto, mas teve que acordar cedo e ir para a fila. “Eu ainda consegui comprar mas muitos dos meus vizinhos que ainda aguardam chegar o produto estão utilizando o fogão a lenha ou improvisando no microondas”, destaca. De acordo com o Simpergasc-MS (Sindicato das Micro, Pequenas Empresas e Revendedores Autônomos de GLP, Gás Canalizado e Similares do Estado de Mato Grosso do Sul), a situação no interior do estado é preocupante. O presidente da entidade, Vilson de Lima, disse ao Campograndenews

que desde sábado as companhias não produzem mais e as revendedoras estão trabalhando com estoque. Segundo ele, os municípios menores estão há pelo menos dois dias sem gás. O produto parte das refinarias de São Paulo e são distribuídos por cinco empresas no Estado. Diariamente, em dias comuns, são cerca de 16 mil botijões que chegam a Mato Grosso do Sul. Outra preocupação das empresas é quanto a folha de pagamento dos seus funcionários. “Nesse momento é difícil prever, isso se não quebrar”, diz o presidente do sindicato.

A Associação Médica de Mato Grosso do Sul (AMMS) realiza, de hoje a sábado, nos três auditórios da sede na Capital, o 13º congresso da entidade. As inscrições podem ser realizadas no site da entidade, mediante pagamento das taxas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3327-4110. Segundo a presidente da AMMS, a médica Maria José Martins Maldonado, o congresso tem como objetivo oferecer atualização profissional em diversas especialidades. A abertura oficial do congresso está programada para às 8h de hoje, no auditório Fauzi Adri, onde em seguida acontece a II Jornada Científica da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, que terá como tema central o Diabetes Mellitus e acontece até o período da tarde. Na mesma data, às 8h, no Auditório Walfrido arruda, tem o congresso de Homeopatia com a temática “Uma Introdução à Homeopatia”.À tarde, no Auditório Rafael Zuriaga, às 14h, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia realiza conferências também em oncologia ortopédica e discussões até às 17h. No mesmo período, no Auditório Walfrido Arruda, a Sociedade de Neurologia faz mesa redonda sobre os Desafios do Tratamento do AVC em Janela e Ultrassom Neuromuscular como novo paradigma na avaliação neurofisiológica. Amanhã acontece, no

Presidente da Associação Médica de MS Maria José Maldonado

Auditório Rafael Zuriaga, às 8h, a Jornada Centro Oeste de Psiquiatria, com discussões sobre o uso e abuso de substâncias psicoativos na gestação e a saúde da mulher. No Auditório Walfrido Arruda, às 8h, tem o Simpósio da Sociedade Sul-Mato-Grossense de Medicina Intensiva, sobre biomarcadores e prevenção de infecções e o congresso da Sociedade de Pneumologia e Tisiologia de MS. No sábado acontece 4ª Jornada Sul-Mato-Grossense de Angiologia e Cirurgia Vascular, no Auditório Fauzi Adri, sobre revascularização, doenças da aorta, metalização de artéria, dissecação, trombose venosa e outros temas. A pediatria neurológica e psiquiatria infantil serão apresentadas na 1ª Jornada de Neurologia e Psiquiatria Infantil do MS, pela Sociedade de Pediatria, com abordagens dos principais distúrbios escolares, nvestigações genéticas, deficiências e diagnósticos. O congresso apresenta ainda a Jornada de Oftalmologia de Mato Grosso do Sul, que terá como temas o módulo catarata, indicações de lentes, cirurgias e prevenção, doenças externas, casos clínicos e doenças sistêmicas. SERVIÇO A programação completa do congresso pode ser acessada no site www.amms.com.br.

Associados da Aced têm desconto de 30% para contratações O Ciee em Dourados tem mais de 2,5 mil estudantes aptos a estágio ou menor aprendiz De Dourados A Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced) fechou convênio com o Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee). A parceria oferece benefícios aos empresários e oportuniza a jovens estudantes terem

experiência no mercado de trabalho. Os empresários associados à Aced interessados em contratarem estagiários e aprendizes, têm desconto de 30% na contribuição institucional. “Nós entendemos que precisamos de profissionais qualificados, que saibam as dinâmicas do mercado de trabalho e da área em que atuam. E o estágio possibilita isso”, reforça a presidente da Aced, Elizabeth Rocha Salomão.

Primeiro sorteio da Sicredi está chegando Apuração será no dia 15 de junho; serão sorteadas 27 prêmios de R$ 2 mil e outros

De Dourados A Sicredi Centro-Sul MS realiza mais uma edição da campanha “Poupar no Sicredi é Tudo de Bom”, e o primeiro sorteio está chegando. No dia 15 de junho, serão sorteados 27 prêmios em RDC no valor de R$ 2 mil cada e mais 27 caixas de som bluetooth da marca JBL, modelo Flip 4, um de cada por agência da Cooperativa. Ao longo do ano, os associados, pessoas físicas e jurídicas, que realizarem depósitos em poupança, depó-

sitos a prazo e aplicação em capital social na Cooperativa concorrerão a camionete, carros, moto, viagem, bicicletas, eletrônicos e 27 prêmios de R$ 2 mil. Ao todo, são 97 prêmios que somam R$ 327 mil. A promoção segue até o dia 7 de dezembro, O segundo sorteio será dia 10 de agosto e também serão distribuídos 27 prêmios em RDC no valor de R$ 2 mil cada, um para cada agência. Na terceira apuração, que ocorrerá no dia 10 de outubro, serão sorteados um drone DJI, modelo phantom 3, uma moto Honda, modelo CG 125, e um carro Fiat Mobi para todos os participantes da Campanha. No último sorteio, dia 15 de

ASSESSORIA ACED

Edilson Santana, do Ciee, e Elizabet Salomão, presidente da Aced

dezembro, será um festival de prêmios, com o sorteio de um micro-ondas Philco, duas bicicletas Caloi, um ar condicionado Electrolux 12.000 BTUS, um Xbox One, um refrigerador Brastemp, um Iphone 8, um notebook Dell, um fogão Brastemp, um voucher de viagem nacional no valor de R$ 5 mil, uma TV LG 65”, um carro Hyundai modelo HB20 e uma camionete GM modelo S10 CD Advantage, para todos os associados participantes de acordo com o regulamento. Os prêmios são válidos só para associados da Sicredi Centro-Sul MS que realizarem as aplicações nos produtos participantes e garantirem os cupons. Segundo o diretor executivo da Sicredi Centro-Sul MS, Giorgio Martins Bonato, “agora, são muito mais prêmios e ainda mais chances para os nossos associados. Teremos 4 sorteios durante o ano e serão 97 prêmios, que totalizam mais de R$ 327 mil”, ressalta o diretor.

A unidade do Ciee, em Dourados, tem mais de 2,5 mil jovens estudantes cadastrados que estão aptos a ocupar um cargo de estágio ou de menor aprendiz. O gerente, Edilson Farias Santana, enfatiza que 70% dos estagiários e aprendizes contratados acabam sendo efetivados na empresa em que atuam. Muitas empresas associadas à Aced viram a oportunidade e já entraram em contato, diz San-

tana. “A partir do convênio, a Aced motiva, fomenta e incentiva a contratação de novos profissionais. Para o Ciee, cujo papel da instituição é prestar assistência social, o convênio ajuda na inclusão do jovem no mercado de trabalho. Todos saem ganhando”, diz. Os associados devem entrar em contato com o Ciee à Avenida Marcelino Pires, 1.033, sala A. Tel: 3421-7555 e 999851482.


CADERNO B

Audiovisual

Diversidade predomina em programa. 3»*

Desfile de Moda da OAB.

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

Coluna Mulher

O PROGRESSO ARQUIVO/ACS/UFGD

Quadrilha do curso de Engenharia de Aquicultura da Universidade Federal da Grande Dourados foi a vencedora do Arraiá no ano passado. Concurso visa estimular e valorizar a cultura popular

Arraiá Universitário da UFGD acontece neste final de semana Festa vai ser realizada em frente ao prédio da Reitoria localizada na rua João Rosa Gões, na Unidade I e vai oferecer também shows musicais para o público presente e premia a melhor barraca e a melhor quadrilha De Dourados A 11ª edição do Arraiá Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) vai acontecer amanhã e sábado, com shows musicais e concurso de barracas e de quadrilhas. O Arraiá Universitário da UFGD é um projeto de extensão realizado anualmente pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proex), com objetivo principal de integrar a comunidade interna e externa, preservando a tradição das festas juninas com barracas de comidas e bebidas típicas.

A festa, que acontece em frente ao prédio da Reitoria (rua João Rosa Góes, 1761 Unidade I), oferece também shows musicais para o públi-

No concurso de barracas, a comissão organizadora vai analisar animação; ornamentação; atendimento e melhor prato co presente e premia a melhor barraca e a melhor quadrilha, como forma de incentivo à participação e integração de acadêmicos e servidores. No concurso de barracas, a comissão organizadora vai

analisar os quesitos: animação; ornamentação; atendimento e melhor prato. O 1º lugar levará um troféu mais a premiação de R$ 300. E, como todo ano, a UFGD promove o concurso de quadrilhas como forma de estimular e valorizar a cultura popular. Só poderão participar as quadrilhas formadas de, pelo menos, 50% de acadêmicos, técnico-administrativos e professores da comunidade universitária da UFGD. E deverão ser constituídas de, no mínimo, oito pares. Ela deverá ter marcador noiva; noivo e

convidados. Serão julgados os seguintes quesitos e especificidades: I. Quadrilha: coreografia, harmonia, animação, originalidade e figurino. II. Marcador: liderança, animação e figurino. III. Noiva: interpretação, animação, simpatia e figurino. IV. Noivo: interpretação, animação, simpatia e figurino. As quadrilhas que atingirem as maiores somas de pontos serão declaradas vencedoras e receberão troféus conforme sua classificação. Legado As comemorações das festas

juninas no Brasil, além de manterem as características herdadas da Europa, como a celebração dos dias dos santos, também mesclaram elementos típicos do interior do país e de tradições sertanejas, forjadas pela mescla das culturas africana, indígena e europeia, e, no caso de Dourados, incluem-se costumes de colônias paraguaias, refletidos principalmente nos pratos servidos. É exatamente por isso que além das opções de barraquinhas de comidas típicas como a pamonha, curaus, bolos de milhos, a UFGD também

Arraial de Santo Antônio começa domingo Festa ocorre no Parque de Exposições Laucídio Coelho na Capital tem entrada gratuita

Campo Grande se prepara para a maior festa junina de Mato Grosso do Sul: o Arraial de Santo Antônio de Campo Grande. A tradicional festa acontecerá no Parque de Exposições Laucídio Coelho no próximo domingo e segue até quarta-feira, dia 13 de junho, com entrada grátis. Todos os dias os portões abrem às 17h. Na quarta-feira (13), dia do santo padroeiro da festa, os portões abrem às 13h com encerramento previsto para a meia-noite.

A festa junina será animada por músicos de renome nacional como Guilherme & Santiago, Perla, Mayck & Lyan, Luiza & Maurílio, além das participações de artistas locais como a dupla Rodrigo & Thayanne, Edson & Ruan, David & Guilherme, Forró PVC, Bianca Bastos e Eco do Pantanal e o humorista Dedé Santana. Vão ser 48 barracas montadas por entidades que têm na festa a oportunidade de obter renda extra para a manutenção dos trabalhos sociais. O diferencial deste ano será o Concurso de Quadrilhas, que vai premiar a melhor quadrilha do Arraial de Santo An-

tônio. Para as três quadrilhas juninas classifi-cadas na final do concurso será conferida a seguinte premiação: 1º lugar – R$ 5 mil, 2º lugar – R$ 3 mil e 3º lugar – R$ 2 mil. Cada quadrilha junina deverá ter no mínimo dez e, no máximo 20 pares. Os componentes de cada quadrilha junina deverão estar devidamente vestidos a caráter, conforme os padrões de roupas típicas e tradicionais das festas juninas regional do Estado de Mato Grosso do Sul. As quadrilhas juninas terão no mínimo, oito minutos para sua apresentação, e no máximo dez minutos, sendo que se ultrapassado esse tempo

DIVULGAÇÃO

Dupla Guilherme & Santiago é atração do Arraial de Santo Antônio

oferece a opção de sopa paraguaia, chipa e pucheiro. As danças se fazem presentes inclusive com o uso de instrumentos musicais como a viola caipira, sanfonas, tambores, entre outros. Bebidas quentes e frias, como o quentão, batidinhas com a cachaça brasileira também contemplam os festejos. O tradicional Arraiá Universitário da UFGD tem crescido a cada ano, tornando-se referência e fazendo parte do circuito de festas no calendário de Dourados, reunindo estudantes, servidores e a comunidade externa.

haverá penalização. “É uma manifestação cultural que já está em nosso calendário de eventos. Todos os anos os moradores de Campo Grande esperam pela festa para se divertir e apreciar as comidas típicas. Este ano, juntamente com grandes parceiros, pensamos em promover uma festa com muita música nacional e regional”, explica Nilde Brun, secretária Municipal de Cultura e Turismo. A realização da festa é da Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), com apoio da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Governo do Estado e Anhanguera.


2

Dourados, quarta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Variedades

Centro oferece oďŹ cina de

teatro na Capital As aulas gratuitas vĂŁo acontecer aos sĂĄbados das 14h ĂĄs 18h em Campo Grande. Curso vai ser ministrado pelo ator e diretor Vanderlei dos Santos

O Centro Cultural JosĂŠ OctĂĄvio Guizzo de Campo Grande, oferece por meio de seu Programa Educativo a “Oficina de Teatro Infantilâ€?, direcionada para crianças e adolescentes entre 6 e 13 anos. O curso ĂŠ ministrado pelo ator e diretor Vanderlei dos Santos e ĂŠ

da linguagem como produção coletiva. Vanderlei dos Santos Ê ator, diretor teatral e arte educador nas linguagens cênicas de Teatro e Dança. Atua hå 18 anos com teatro infantil. Formado em Artes Cênicas e Dança pela Universidade Estadual de Mato Grosso do

Sul (UEMS), atualmente cursa pós-graduação em Arte, Educação e Cultura Regional e tambÊm mestrado em Letras pelas UEMS. Serviço A oficina vai atÊ agosto e as inscriçþes devem ser realizadas de terça a sexta, das 8h ås

TOURO De 21/04 a 20/05

19h45 Arthur e Bårbara noticiam a ida de Uri e Dylan ao Brasil para tentar conter a chuva de meteoros. Dimitri acompanha Uri. Natålia se anima ao saber que Dylan estå no país. AndrÊ diz que o show de Ricardo vai começar. Laodiceia, Jonas e Felipe são levados da prisão. Bårbara se recusa a noticiar o crime que Ricardo cometerå. Jonas, Laodiceia e Felipe são colocados em frente ao Anticristo. Dylan e Uri fazem os últimos cålculos antes da chuva de meteoros. Ricardo discursa e chama Felipe. Escondidos em meio à multidão, CÊsar e Noah olham preocupados. Horas antes, os dois chegam na vila e reparam um tumulto.

AlguĂŠm poderĂĄ falar-lhe tentando tirar vantagem de um negĂłcio. Esteja mentalmente preparado para exigir mais de pessoas individualistas, que pensam unicamente em si mesmas. Seja prĂĄtico e objetivo.

GĂŠMEOS De 21/05 a 20/06

˜timo dia para tratar com pessoas de alta posição, com polĂ­ticos e personalidades governamentais e administrativas. LucrarĂĄ nos negĂłcios relacionados com atacado ou em grande escala. A saĂşde vai melhorar.

CĂ‚NCER

LEĂƒO

VIRGEM

De 21/06 a 21/07

De 22/07 a 22/08

De 23/08 a 22/09

InÄ uxos excepcionalmente benĂŠÄ&#x;cos para a sua vida em conjunto com outras pessoas, o trabalho e as conÄ&#x;ssĂľes. Procure ouvir mais as pessoas que te cercam pois elas lhe mostrarĂŁo caminhos, os quais vocĂŞ ainda nĂŁo conhece.

LIBRA

ESCORPIĂƒO

De 23/09 a 21/10

De 23/10 a 21/11

Coopere com os colegas de trabalho. Sua recompensa virĂĄ dessa cooperação. Prepare-se para um perĂ­odo repleto de importantes e deÄ&#x;nitivas realizaçþes em todos os setores de sua vida.

Os estudos e as comunicaçþes continuarĂŁo favorecidos, desde que jĂĄ tenham sido iniciados de alguma forma. Alguma situação Ä&#x;nanceira poderĂĄ contradizer frontalmente seus desejos e sonhos, impondo-lhe mudança provisĂłria de planos. SAGITĂ RIO De 22/11 a 21/12

Prepare-se, pois poderĂĄ receber uma notĂ­cia triste, vinda de alguĂŠm que vocĂŞ gosta muito. Uma pessoa muito especial para vocĂŞ nĂŁo estarĂĄ passando por momentos Ä&#x;nanceiros muito favorĂĄveis e felizes. Esteja disposto a ajudĂĄ-la.

CAPRICĂ“RNIO

AQUĂ RIO

PEIXES

De 22/12 a 20/01

De 21/01 a 19/02

De 20/02 a 20/03

Os problemas com relação ao seu envolvimento amoroso continuam e, apesar de nĂŁo estar mais empolgado, ainda nĂŁo encontrarĂĄ coragem suÄ&#x;ciente para tomar uma atitude que termine numa boa este romance.

22h, no Centro Cultural pelos pais ou responsåveis munidos de cópias do RG e CPF. O curso terå certificado. O Ce n t ro Cu l t u ra l f i c a localizado na Rua 26 de Agosto, 453, Centro. Outras informaçþes podem ser obtidas pelo telefone (67) 3317-1795.

PALAVRAS-CRUZADAS DIRETAS

De 21/03 a 20/04

InĂ­cio de um novo perĂ­odo proÄ&#x;ssional. Possibilidade de ver o seu talento melhor utilizado, produzindo assim uma melhoria, talvez em longo prazo. Fase de recolhimento e necessidade de solidĂŁo. Vida social e afetiva menos intensa.

APOCALIPSE

Centro Cultural JosĂŠ OctĂĄvio Guizzo oferece oÄ&#x;cina de teatro para crianças e adolescentes

Ă RIES

Algumas contrariedades em seu lar estarĂŁo previstas. Por outro lado, o Ä uxo ĂŠ favorĂĄvel para conseguir jogar na loteria. Bom Ä uxo para negĂłcios. Provavelmente vocĂŞ estarĂĄ envolvido em ajudar uma pessoa amiga com problemas de saĂşde.

18h Afonso garante a AmĂĄlia que jamais pensou em se casar com Catarina. AmĂĄlia e Catarina brigam. Catarina se martiriza perante o povo, e provoca AmĂĄlia. Hugo e Ă?sis se solidarizam com Catarina. 8OLVVHVÄ&#x;FDFRQWUDULDGRTXDQGR%UXPHODGHFLGHFRQWUDWDU7HRGRUD GlĂłria diz a NanĂĄ que Oberdan era o prĂ­ncipe Rodolfo. Catarina resolve seguir para Lastrilha, deixando claro a Afonso que nĂŁo ama OtĂĄvio. Tiago diz a Afonso que Catarina o ama. Afonso lembra das SDODYUDVGDPDQGLQJXHLUDTXHDÄ&#x;UPRXTXH$PĂ€OLDQĂ‚RHVWDULDD seu lado quando ele retomasse o trono de Montemor.

20h Luzia/Ariella consegue fugir sem que Karola a veja. LouULYDOÄ&#x;FDSUHVRHPEDL[RGHHVFRPEURVH6HOPDVHGHVHVSHUD Agenor e Nice tentam ajudar Selma. Laureta e Ă?caro sĂŁo presos. 0DXUDFRQVHJXHOLYUDU5RVDGHÄ&#x;FDUSUHVDH,RQDQGHVFRQÄ&#x;D Luzia/Ariella desabafa com Groa e Cacau sobre seu encontro FRP.DUROD&DFDXDOHUWDDLUPĂ‚SDUDÄ&#x;FDUORQJHGH9DOHQWLP Ionan avisa a Cacau sobre a prisĂŁo de Ă?caro. Cacau consegue tirar Ă?caro da prisĂŁo, e o sobrinho decide voltar para a casa da tia. Karola se recusa a ajudar Laureta. Viana provoca Laureta na prisĂŁo. Lourival nĂŁo resiste e Selma acusa a construtora de Severo pela morte do marido.

HORĂ“SCOPO

A vida proÄ&#x;ssional, os negĂłcios, as associaçþes, estarĂŁo bastante favorecidos hoje. Faça novas amizades e procure auxiliar a quem necessitar de sua ajuda. Dia em que tudo correrĂĄ de acordo com seus planos. Os negĂłcios deverĂŁo dar lucros.

17h O BarĂŁo aprova o casamento de Ema e Edmundo. Venâncio explica que Elisabeta deverĂĄ a usar um pseudĂ´nimo para continuar no jornal. O BarĂŁo se aproxima de Estilingue, e TenĂłria tenta esconder sua emoção do pai. CecĂ­lia inicia sua investigação na mansĂŁo. Darcy e Elisabeta decidem se manter DIDVWDGRVDWĂ’TXHFRQÄ&#x;HPXPQRRXWUR%UDQGĂ‚RGHFODUDVHX amor por Mariana a MĂĄrio, sem saber que sĂŁo a mesma pessoa. Ernesto revela a Edmundo que ĂŠ apaixonado por Ema. O falso detetive, contratado por Susana, diz a Darcy que o segue a mando de Lorde Williamson.

SEGUNDO SOL

OÄ&#x;cina tem como objetivo o estudo teĂłrico aliado Ă prĂĄtica a partir de textos e experiĂŞncias do teatro sul-mato-grossense gratuito. As aulas acontecem sempre aos sĂĄbados, das 14h Ă s 18h. A oficina tem como objetivo o estudo teĂłrico aliado Ă  prĂĄtica a partir de textos e experiĂŞncias do teatro sul-mato-grossense. A temĂĄtica antes e apĂłs a divisĂŁo do Estado permearĂĄ todas as etapas, inclusive o processo de montagem, que se valerĂĄ da dramaturgia para infância e juventude produzida no Mato Grosso do Sul, propiciando aos alunos a experimentação

ORGULHO E PAIXĂƒO

DEUS SALVE O REI

HELTON PERE

De Campo Grande

NOVELAS

Os amigos leais o ajudarĂŁo em qualquer diÄ&#x;culdade e conseguirĂĄ realizar boa parte de seus anseios e desejos. ˜timo ao amor e ao trabalho. Seja otimista e aproveite as chances que surgirĂŁo agora.

A influência astral Ê a melhor para fazer novas amizades, contatos públicos, pois estarå com ânimo para falar e influenciar favoravelmente os outros. Estímulo forte e benÊfico para o amor e as relaçþes sociais. Estabeleça novos planos de trabalho e terå sucesso.

SOLUĂ‡ĂƒO DO NÂş ANTERIOR


3

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Variedades DIVULGAĂ‡ĂƒO

Diversidade predomina

em programa Mulheres, negros e indĂ­genas sĂŁo maioria das inscriçþes nos editais da primeira etapa lançada pela Secretaria do Audiovisual do MinistĂŠrio da Cultura A polĂ­tica de redução da desigualdade no setor audiovisual adotada pelo MinistĂŠrio da Cultura (MinC) na primeira etapa do programa #AudiovisualGeraFuturo deu resultado. Entre os 1636 projetos inscritos atĂŠ agora, 822 sĂŁo de mulheres, 507 de negros e indĂ­genas e 1362 de realizadores estreantes. A primeira etapa do programa foi lançada pela Secretaria do Audiovisual (SAv) do MinC em fevereiro. SĂŁo 11 linhas que beneficiarĂŁo cerca de 250 projetos, em um investimento total de R$ 80 milhĂľes. É o maior pacote de editais jĂĄ lançado pela SAv em nĂşmero de projetos e volume de recursos. Para ampliar a diversidade no setor audiovisual, os editais contam com cotas de 50% para novos realizadores, 50% para mulheres e 25% para negros e indĂ­genas. O balanço parcial, divulgado pelo MinC durante reuniĂŁo do Conselho Superior de Cinema, na Ăşltima terça-feira, diz respeito a oito editais que jĂĄ tiveram as inscriçþes encerradas. Para o ministro da Cultura, SĂŠrgio SĂĄ LeitĂŁo, o resultado preliminar das inscriçþes demonstra que a polĂ­tica de redução da desigualdade no setor audiovisual implementada pelo MinC ĂŠ bem-sucedida. “Com base em estudo reali-zado pela AgĂŞncia Nacional do Cinema (Ancine), verificamos a necessidade de estimular maior participação de mulheres, negros, indĂ­genas e tambĂŠm de novos talentos no setor audiovisual. As cotas sĂŁo uma tentativa inĂŠdita de corrigir as desigualdades deste mercado e estamos muito felizes em perceber que houve uma resposta positiva e que estamos no caminho certoâ€?, observou SĂĄ LeitĂŁo. Recortes O resultado obtido pelo edital de Desenvolvimento de Projetos - 200 anos da IndependĂŞncia do Brasil foi outra surpresa positiva do pacote de editais lançados pela SAv no inĂ­cio do ano. Foram 241 inscriçþes de todas as regiĂľes do paĂ­s, o que demonstra boa receptividade por parte do mercado e o acerto de se lançar esta linha. Do total de inscriçþes, 210 sĂŁo de realizadores estreantes, 94 de mulheres e 71 de negros ou indĂ­genas. Um total de 36 desses projetos serĂŁo selecionados e receberĂŁo um total de R$ 6 milhĂľes do Fundo Setorial do Audiovisual. Um dos mais aguardados editais, o DocumentĂĄrio Afro-brasileiro e IndĂ­gena, foi o que mais concentrou inscriçþes. Ao todo, foram 319 propostas inscritas, sendo

ROVENA ROSA

Animação “Tito e Os PĂĄssarosâ€?, recebeu investimentos de R$ 2 milhĂľes do Fundo Setorial de Audiovisual e ĂŠ um dos destaques

Festival na França terå animaçþes brasileiras Evento vai acontecer entre os dias 11 e 16 de junho na cidade de Annecy

Ministro diz que resultado preliminar demonstra que a política de redução da desigualdade no setor

165 de mulheres, 171 de negros ou Ă­ndios e 294 de novos diretores. O processo final de seleção contemplarĂĄ dez projetos de documentĂĄrio a partir de 52 minutos, com temĂĄticas voltadas Ă cultura afro-brasileira e indĂ­gena. Cada projeto receberĂĄ R$ 500 mil para realização da obra. O edital “Longa Animaçãoâ€?, que selecionarĂĄ cinco projetos de produção inde-pendente de obras audiovisuais brasileiras de longa-metragem de animação, voltadas para o pĂşblico infantil, teve 64 projetos inscritos, sendo de 25 mulheres, 10 de negros ou Ă­ndios e 25 que se enquadram no critĂŠrio novo diretor. SerĂŁo projetos de produção independente de obras audiovisuais brasileiras de longa-metragem de animação, voltadas para o pĂşblico de 0 a 12 anos, com valor individual de R$ 3,5 milhĂľes por propo-

sição. O edital “DocumentĂĄrio Infância e Juventudeâ€?, um dos cinco editais destinados ao pĂşblico infantil, recebeu 134 inscriçþes, sendo 69 de mulheres, 33 de negros ou Ă­ndios e 115 de novos diretores. Para esta chamada tambĂŠm serĂŁo selecionadas dez propostas de obras documentais, a partir de 52 minutos de duração, que receberĂŁo R$ 500 mil cada. Voltado para a criação de 21 obras audiovisuais inde-pendentes de curta-metragem, de atĂŠ 13 minutos, o edital “Curta Live Actionâ€?, destinado ao pĂşblico de 0 a 12 anos, recebeu 197 inscriçþes, sendo 128 de diretores estreantes, 103 de mulheres e 58 de negros e indĂ­genas. O edital “SĂŠries Live Actionâ€?, que selecionarĂĄ cinco obras de minissĂŠrie de ficção, de 13 episĂłdios de 7 minutos, voltadas ao pĂşblico infantil, recebeu 133 propostas, sendo

124 de diretores estreantes, 66 de realizadoras mulheres e 43 de negros e indĂ­genas. Dentro ainda da temĂĄtica da juventude, o edital de Jogos EletrĂ´nicos contou com 144 propostas. Desse total, 119 sĂŁo de estreantes, 43 de mulheres e 42 de negros e indĂ­genas. O edital selecionarĂĄ projetos para a criação de dez jogos eletrĂ´nicos de temĂĄtica livre. Os editas “Narrativas TransmĂ­dias para a Infância – Curtas Animação + Jogos EletrĂ´nicosâ€? e “Narrativas TransmĂ­dias para a Infância – MinissĂŠrie Animação + Jogos EletrĂ´nicosâ€? tĂŞm inscriçþes abertas atĂŠ o prĂłximo dia 15 de junho. JĂĄ o edital “Festivais, Mostras, Premiaçþes, Eventos de Mercado e Açþes de Promoção/DifusĂŁo da Produção Audiovisual Nacionalâ€?, de fomento Ă realização de festivais, por ser de fluxo contĂ­nuo, permanecerĂĄ com as inscriçþes abertas.

Maior Festival de animação do mundo, que este ano homenageia o Brasil, o Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy, terĂĄ oito produçþes brasileiras sem suas mostras competitivas nas categorias curta, longa, produçþes para TV e filmes publicitĂĄrios. TrĂŞs dessas obras foram realizadas com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), gerido pela AgĂŞncia Nacional do Cinema, vinculada ao MinistĂŠrio da Cultura. O Festival acontece entre os dias 11 e 16 de junho na cidade de Annecy, na França. A organização do Festival chegou a receber inscriçþes de 3.070 filmes de animação, entre curtas, longas, produçþes para TV e filmes publicitĂĄrios de todo o mundo. Desse universo, pouco mais de 200 foram escolhidos para compor a seleção oficial, nas mostras competitivas de cada categoria e tambĂŠm nas paralelas. O filme “Tito e Os PĂĄssarosâ€?, dirigido por Gustavo Steinberg e Gabriel Bitar, recebeu investimentos de R$ 2 milhĂľes do FSA, e ĂŠ um dos destaques da competição na categoria longa-metragem. Steinberg e Bitar levam Ă s telas a histĂłria de Tito, um menino empenhado em vencer uma epidemia de medo que adoece as pessoas. Para o ministro da Cultura, SĂŠrgio SĂĄ LeitĂŁo, que vem ampliando esforços no MinC para que novos

filmes de animação e outras produçþes voltadas ao pĂşblico infantil sejam realizadas no paĂ­s, o nĂşmero de animaçþes selecionadas comprova a qualidade dos realizadores brasileiros e do conteĂşdo produzido. Na avaliação de SĂĄ LeitĂŁo, a homenagem ao Brasil, que em 2017 completou 100 anos da primeira animação feita pePSGEVXYRMWXEÂťPZEVS1EVXMRW ĂŠ uma exposição positiva do paĂ­s, tanto para nacionalmente quanto no exterior. Na categoria TV Films, Copa Studio e Coala Filmes concorrem, respectivamente, pelos episĂłdios “Eject Especialâ€?, da sĂŠrie “IrmĂŁo do Jorelâ€?; e “DelĂ­rios de Um Amor Loucoâ€?, da Angeli the Killer. Alguns episĂłdios de ambas as sĂŠries foram realizados com recursos do FSA. Na categoria publicidade, concorrem ainda “A Trocaâ€?, “Day One Sunshineâ€?, e “Leica Everytihing in Black and Whiteâ€?, os trĂŞs da Vetor Zero/ Lobo.O Festival contarĂĄ com palestrantes brasileiros em painĂŠis, alĂŠm da sessĂŁo exclusiva sobre o Brasil, denominada Territory Focus, onde o diretor-presidente da Ancine, Christian de Castro. SerĂĄ realizada uma grande exposição organizada pela Associação Brasileira de Cinema de Animação, em parceria com o MinistĂŠrio da Cultura, para destacar a histĂłria da animação do Brasil.Atualmente, o Brasil possui 25 longas-metragens de animação em fase de produção. Nos Ăşltimos dez anos, a produção de sĂŠries animadas passou de duas para 44. As sĂŠries de anima-ção brasileira “Peixonautaâ€? e “Show da Lunaâ€? sĂŁo cam-peĂľes de audiĂŞncia no canal pago Discovery Kids.

Festival Varilux de Cinema Francês começa hoje na Capital Programação no Shopping Campo Grande e se estende com sessþes educativas De Campo Grande O Festival Varilux de Cinema Francês que se consolida no calendårio cultural de Campo Grande começa hoje e segue atÊ o dia 20 de junho. Esta terceira edição traz uma seleção que traz o melhor da cinematografia francesa contemporânea. O Festival oferecerå 20 lançamentos, alÊm da exibição de um clåssi-

co: “Zâ€?, de Costa-Gravas. O evento acontece no Cinemark, no Shopping Campo Grande e, este ano, a programação se estende por Campo Grande, com a realização de sessĂľes educativas para estudantes de colĂŠgios da Capital, uma sessĂŁo de democratização na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e uma roda de conversa no recĂŠm-inaugurado Serviço Social do ComĂŠrcio (Sesc) Cultura. Todas as açþes realizadas fora da rede multiplex serĂŁo gratuitas. “O pĂşblico campo-granden-

se conta com a certeza desse momento de cultura, que traz uma opção diferente em cinema, irreverente e inteligente, que abarca diversos gêneros como o romance, a comÊdia, o drama, entre outros�, explica Marcia Saddi, vice-diretora da Aliança Francesa de Campo Grande, produtora regional do Festival Varilux de Cinema Francês na Capital. Neste ano, o evento segue como o maior do mundo, atingindo 87 cidades brasileiras. Em 2017, mais de 180 mil pessoas foram aos cinemas acompanhar os filmes fran-

ceses – em Campo Grande foram mais de duas mil pessoas. Segundo Marcia, açþes educativas como as sessĂľes para estudantes e a roda de conversa tĂŞm como objetivo “alargar as fronteiras do festival. Queremos que o Varilux chegue a outros pĂşblicos. Um dos objetivos ĂŠ difundir a cultura francesa, mas tambĂŠm acreditamos que o cinema contribui para uma sociedade mais cultivada, consciente e integrada ao mundoâ€?, aponta. “Um Festival do porte do Varilux coloca Campo Grande em um cenĂĄrio cultural seme-

lhante ao dos grandes centros brasileiros, demonstrando a capacidade que a cidade tem de abrigar grandes eventos e o interesse do público em consumir produtos culturais que sejam diferentes�. Para a realização em Campo Grande, o Festival conta com os patrocinadores: Instituto de Olhos Lizabel Gemperli (Isoms), Alameda Multimarcas, Domus Bistrot, Alugue Sem Fiador, Clínica Dr. William Rodrigues e Bourbon CafÊ. Os apoiadores culturais desta edição são a Casa de

Ensaio, a Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania, Rådio Educativa 104,7 FM e Sesc Cultura. A produção nacional Ê da produtora carioca Bonfilm e o evento conta com patrocínio principal da Essilor/Varilux, MinistÊrio da Cultura por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Secretaria de Estado de Cultura, por intermÊdio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.


4

Dourados, quinta-feira 7.6.2018 O PROGRESSO

Mulher

MULHER QUINTA-FEIRA

MARIA A. P. DE BRITO FILHA

Raio-X

PROFISSÃO: Comerciante ESTILO MUSICAL PREFERIDO: Sertanejo raíz TIPO DE LEITURA: Romance LUGAR INESQUECÍVEL: Bento Gonçalves/RS EVENTO ESPECIAL NA SUA VIDA: Aniversário de 25 de casamento PERFUME PREFERIDO: Chanel nº 5 UMA PEÇA DE ROUPA INDISPENSÁVEL: Jeans O QUE NÃO PODE FALTAR EM CASA: União PAIXÃO: Trabalho

O QUE OS AMIGOS SÃO PARA VOCÊ: Aqueles que estão comigo nos momentos bons e ruins, compartilhando das minhas alegrias e tristezas SEU MAIOR ORGULHO: Família O QUE LEVANTA SEU ASTRAL: Cabelo bem arrumado

ELEGÂNCIA: Simplicidade O QUE É FUNDAMENTAL: Saúde ÍDOLO: Meu pai SONHO: Viajar por todo Brasil

Dica

COMO TIRAR O AMARELADO DAS UNHAS?

Muitas mulheres reclamam que suas unhas vivem amareladas. Para vocês que adoram pintar as unhas com esmaltes vermelhos, pretos, marrom, e tudo mais, esta ai uma das principais causas das unhas amareladas e manchadas. Esse amarelado não sai com removedor de esmaltes, mesmo que ele seja muito eğcaz, as unhas ğcam desta cor, porque os pigmentos das unhas, acabam entrando nos poros dos esmaltes, fazendo com que as unhas não ğquem em sua cor natural. Ao pintar as unhas, o ideal é revezar os esmaltes, entre os mais escuros e os claros, com isso as unhas não iram ğcar amareladas.Para retirar o amarelado das unhas, existe uma receitinha que é tiro e queda. v uma receita caseira e que não leva mais de 5 minutos. Pegue um ou dois limões e esprema ele dentro de um recipiente, uma tigelinha mesmo. Mergulhe as unhas nele, e deixe aproximadamente por 5 minutos. Caso você não tenha limão em casa, pode fazer isso com vinagre branco, o resultado será bem parecido. O ideal é fazer isso, um dia antes de passar um novo esmalte, com isso o limão vai retirar todo o amarelo da unha. v importante lembrar que, ao fazer essa receitinha, lave bem as mãos antes de sair ao sol, já que o limão é capaz de manchar.

Estilo | Desfile de Moda realizado pela OAB

Receita

UMA FRASE FAVORITA: “Enquanto há vida, há esperança”

CHOCOLATE QUENTE CREMOSO

INGREDIENTES: 4 xícaras de leite; 2 colheres de sopa de maisena; 6 colheres de sopa de chocolate em pó (não é achocolatado); 8 colheres de sopa de açúcar; 2 caixas de creme de leite MODO DE PREPARO: Bata em um processador o leite, maizena, chocolate em pó e açúcar até ğcar homogêneo. Ponha a mistura em uma panela em fogo baixo, mexendo sempre, até ferver. Adicione o creme de leite, mexa por mais um minutinho e sirva.


O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

1

Imóveis

2

Apartamentos

3

CLASSIFICADOS

Veículos e utilitários

4

Veículos importados

5

Motos

6

Diversos

7

Telefones

8

Empregos e oportunidades


CLASSIFICADOS

2

O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

82364

Apto-Venda 82417

ALUGA APTO Rua Cuibá centro, 2 qtos, sala, wc, lavanderia R$750,00 Creci-654-J. 3421-4711 82338

AO LADO DA UNIGRAN Ed. Royal c/ elevador 2 garagem, Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:999711320 82223

AO LADO UNIGRAN

1

82389

PENSIONATO P/ MOÇAS. 67-99603-1571

Casa-Venda

Imóveis

82366

82375

CHACÁRA ITAPORÃ

FAZENDAS -VARIAS

5 Hec. asfalto, c. nova água. facilitada. 99923-7660

Para vender, arrendar . Creci-7880. 99927-4730

Comercial - Aluga

Sítios

82409

02 CASA CRECI-9491 Jd. Agua Boa, R$150.000. VL. Ind. 350 mil reais. 98405-2947

Casa-Aluga 82351

ALUGA CASA

82369

ÁGUA BOA W-4 82403

Rua João Vicente Ferreira. sala, 01apto, 02 qts, coz, wc, A. 02 qtos, coz, coz, wc, a.s. gar. R$850,00 Creci-654-J 3421-4711 82404

ALUGA-SE KITINET Sla, qtos, coz, as, gar, JD. STO André. 98409-4323 82054

CASA DE LAJE 5 PEÇAS Próximo Atacadão, com garagem. Tel:99921-3737 82395

FIAT PALIO FIRE 2011/2012 ar, direção. 99972-7120 82352

IZIDRO PEDROSO

CANAÃ 3 C/ EDICULA Ou troca por outra. 996409845

CASA VL SÃO PEDRO

60909

EDÍCULA ÁGUA BOA R$ 60mil. 99996-4845/ 99210-5078

JD. MÔNACO 380 MIL

82282

Rua Raul Frost, 03 qtos, sala, 02 coz, wc, var. garagem. R$1.000,00 Creci-654-J F.3421-4711 82292

JD. MONTE LIBANO 02 qtos, sl, coz. a. serviço, garagem, R$800,00 Tel:99612-1162 82418

KITINET Rua Cuiabá, centro , quarto, sala, banheiro. R$350,00 Creci-654-J. 3421-4711 75246

KITINET R. Adroaldo Pizzini, 647, 1qt, coz, wc, 99908-0766 82353

KITINET CENTRO Rua: Ediberto C. de Oliveira- prox. BB, qto, sala, coz, wc, Ár. Serviço. R$550,00, Creci-654-J. Telefone para contato: 3421-4711 82068

KITINET JD.COLIBRI Sla, coz, wc. c/ box, 02 qtos, garagem. Tel:996398364 79004

KITINET R$400,00 Jd. Colibri, 3 peças.99908-7260- Luciano

ARRENDA-SE

Rua Monte Alegre nº1.900. 60 m², gar. c/3 vgs. Tel:98185-2763

30 hectares em Itaporã-MS. 99933-6060

CLINICA ALUGA Sala em porcentagem, área da Saude. Tel:99971-6625

Comercial - Venda 82283

R.BALBINA MATOS 1062

RECEM CONSTRUIDA R. Mohaued H. Najj, 1425, novo Pq. Alv. Imob. Gondim Creci-6862-J Fone:99971-1320 82420

SOBRADO NOVO Fino acabamento, aceito financiamento. 99863-7008 82350

TERRA ROCHA R$200MIL 03 qtos, sl, coz, 2 wc + edicula. 99628-3834 82144

TRES LAGOAS 150 MIL 2 casa no mesmo terreno, todo murado c/ grade, ótima localização, Bairro Quinta da Lagoa. Rua:Bruno Garcia nº3.740 á 50 mts do asfalto. Tel:3421-2708 / 998134867 ou 99948-4728. 82239

VENDO CASA R$200 MIL Próximo Jd. Maracanã, 159 m², na laje, terreno 12x50. Fone:99933-9955

81626

ARRENDA: VILA VARGAS

1 chác. c/casa, barracão, pom. pisc. conf. leiteria. 99933-6060

ARRENDA-SE 60 HECT. Em Sirdrolândia-MS. 999336060

VENDE-SE 9 HA em Douradina 9 mil sacas de soja. 99933-6060

Terrenos 02 TERRENOS ÓTIMO

Fazendas

82410

81418 82149

160 HECTARES Em Douradina-MS, R$4.200,000.00 em lavoura. Tel:99933-6060 82158

165 HECTARES Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$2.500,000,00 em Pecuária.99933-6060 82151

36 HECTARES Em Itaporã-MS, R$15 mil sacas de soja. Tel:999336060 82148

37 HECTARES Vila Sapé-MS, R$800.000,00 em lavoura. Tel:99933-6060 82145

497 HECTARES V i l a Va r g a s -MS,R$16.500,000,00 c/ plantio de cana. (67)999336060. 82146

54 HECTARES P a n a m b i - M S , R$2.000,000,00 em lavoura. Tel:(67)99933-6060 82153

550 HECTARES

81826

ARRENDA-SE 01 FAZ. Em Nova Alvorada do sul, 242 hectares. 99933-6060 ou 99628-5674

RES. MONTE CARLO

1.608,75m², 03 terrenos continuo c/ 16,5x32,5m² cada. Rua João A. Rocha á 48,75 mts da Rua MC-12. Tel:(11)98545-7440 ou (81)99924-3003 82337

STA FÉ ESQUINA

82367

1 VL. Ind. e Mont Carlos, Creci-9491. F.98405-2947

Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$11.550,000,00 c/ plantio de cana. 99933-6060

Chácaras

81823

Aceita carro. Imob. Gondim Creci-6862-J Fone:34210034 ou 99971-1320

81462

Rua Anibal Pavão nº3.250 c/3 qts, esq. toda murada, linda. 99852-0770- Luiz Carlos

81822

AL. SALÃO COMERCIAL

80406

Proximo Posto de saude. 99947-8220 OU 996556399

Terra Dourada entrada + 72 parcelas fixas em juros Imob. Gondim, Creci-6862- J . Te l : 3 4 2 1 - 0 0 3 4 o u 99971-1320 Mão do Braz. 82064

82309

82310

1 sala, 02 suite, gar, edicula. 99927-4730

82222

PROMOÇÕES DE LOTES

12X44 BONANZA Murado. AV.Principal, 03 qd. BR-463. Telefone para contato: 99931-8858 82204

Troca por carro Creci-6862-J. 99971-1320 82098

TERRENO COMERCIAL

Na Av. Weimar G. Torres nº 5000, próx. á Concessionária - JEEP. 17,50 x 40=700 m², Vlr. R$790 mil, Estuda proposta. Tel:99137-0524 / 99199-0646 ou 3422-7379. 82391

Rua. Eulalia pires. R$220.000,00 reias. 99655-9983 82424

VENDE-SE SITIOCA Campina Verde. 99841-1001

4.200 m², 08 terrenos continuos c/ 15x35m², cada. Rua Mario F. Rodrigues nº1940. Tel: (11)985457440 ou (81)99924-3003.

VENDO ÁREA NOBRE

81721

230.000 m², própria para Loteamento perto do Jardim Mônaco. Tel: (47)99928-2326. 72531

82284

24x30=720 m², esq. AV. Guaicurus. Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421— 0034 ou 99971-1320 82380

BONANZA 1, 12X30 Próx. Avenida R$48. mil, aceito carro. 99954-2970.

82421

APTO CENTRO NOVO Fino acabamento aceito. carro. 99863-7008 82422

EDIFICIO PADDOK Móveis planejados, preço de ocasião. 99863-7008 81503

VILA TOSCANA Área comercial 12x30, ac. carro 99121-4616

2

R$160.000, 02 qtos, elevador próx. Unigran Creci-3055. Luiz Masson-99951-7641

ÓTIMO APARTAMENTO Ed. D. Josefa, 02 qtos, R$235 mil reais, Creci-9491. 98405-2947

ECOVILLE (2)

3

RUA Gustavo A.Dalvel Creci-2645. 99971-1320 82336

PORTO ROYALE 130.MIL L-10, Q-04 ou R$45.mil+ parcelas. Telefone para contato: 99844-9534

82340

PROMOÇÕES DE LOTES JD. das Palmeiras, Imperdivel entrada + 84 parc. sem juros. Imob. Gondim Gondim, Creci-6862-J. 34210034/99971-1320

Apto-Aluga 82419

RUA ATO GROSSO Centro. suite,quarto, sala, coz, wc. a.s. R$1.000,00 Creci-654-J 3421-4711

COROLLA XEI 11/12

82344

BRASILIA 79 DOC. OK. 99915-3204 ou 3423-4147 82406

QUER VENDER Seu Consórcio? Fale conosco. contato:99924-3777 82405

VENDO CONSÓRCIO C o n t e m p l a d o : 1º Créd-21.800. Ent:8.950+28x650. 2 º C r e d . 5 5 . 4 4 0 Ent.26.500+42x1.025. contato: 99924-3777

82330

Aut. prata, multimidia, couro, troco(-) vlr. Fone:999947375 82342

VENDE-SE HILLUX 2013 Cab. Dupla automática, branca. Fone:99233-5256

6

Diversos

4

Veículos importados

Honda 82390

CIVIC 05/06 AUTO Couro, R$21.000,00 Tel:99655-9983

LXL, automatico, 1.4, cinza. R$20.000,00. F.999957129

Veículos e utilitários

82215

HONDA HRV EX 15/16 Aut. couro Impecável, part. 9 9803-7291

Mitsubishi Fiat

82386 82394

FIAT UNO WAY 12/12 Modelo novo completo, 70 mkm. 99972-7120 82412

PALIO ATRATIVE 2017, 5.000 km, 1.4 fire. 99848-1849 82349

SIENA 1.0 99/2000

UNO FINE 2005 2 por tas, básico. R$10.000,00 Fone: 996979099 - Anderson

82290

P/PREDIO 20X50=1000M

Volksvagem

82264

L-200 VENDO Cor prata, ano 03/04, cabine dupla, ótimo estado. Fone. 99855-5354

Outros 82413

CRUZE LT 13/13 Preto, sedam R$46.000. 99848-1849 82414

ELANTRA 2015 2.0 Start, stop, prata+multm. R$62.000,00 F. 99848-1849 82415

TUCSON 2013 PRETA Automatica. R$39.900,00 F.99848-1849

Ford

15x35 m², área total 525 m². 99264-6604

Aut. couro kit. multimidia troco(+-). 99971-6355

HONDA FIT 04/05

82325

Apartamentos

2005/2006. otimo estado. 99953-4884

82408

04 por tas basico, vlr. R$7.500,00 Fone: 99623-6205

82379

COROLLA ALTIS 11

OPORTUNIDADE

TERRENO COM SALÃO

ALTO DO INDAIA

AO LADO PARK HOTEL

ED. Royal c/elevador em const. Creci-6862-J Tel:3421-0034 ou 999711320

82368

VENDO S-10 EXCUTIVE

81824

Renault

TROCA-SE 1 FORD KA 2012 por S-10 flex LTZ 2013. 99933-6060

Utilitários STRADA 2011

82407

Completa, R$20.500,00 F. 99911-4771. cabine simples. 82402

STRADA C. SIMPLES

Fire 1.4, ar e vidro R$17.500,00. F. 999914995/99626-0423

82327

LOGAN 1.6 ANO 2008 4pts, basico, preto, R$ 12.800,00. (67)99882-6565

81744

1 GARAPEIRA MÓVEL Com cober tura. 999522313. 766

AR / ELETRICIDADE Instalações e manutenções e elétrica. Tel. 9136-0018(CLARO) / 98319067(VIVO). C/ Edvaldo. 69231

AR CONDICIONADO Venda, instalação, manutenção. Telefone para contato: 99693-2844 82334

AULAS PARTICULAR Por tugues, e Redaação. 99641-8697 82343

BARCO CARRETINHA

Toyota 82012

COROLLA 13/14 GLI

Automatico, kit mult. câmara de rè, rabicho banco couro, farol de milha cor prata. 75 mkm. R$53.000,00 Tel:99874-9813

Ecarretinha. 15, doc.ok. 99915-2-3204 ou 34234147 81182

ELETRICISTA

Instalações, manutenções e montagem de padrão. Aceito Cartões. Tel: 99943-8856-Rodrigo.


CLASSIFICADOS

82365

MONTADOR DE MÓVEIS consertos em geral. 996371933.

82411

Procura-se Emprego

82388

TRANS MUDANÇAS Rio Minas, paranã, Sta. Catarina e Sul. (67) 999624099- Cesar.

Animais

QUERO TRABALHAR

75 GARROTES De 02 anos , R$1.300,00. Fone:99933-6060 82347

BORDER COLLIE Femea Filhote c/ 90 dias. F.98121-6752

Implementos Agrícolas 82002

ATENÇÃO LEITOR GOLPISTAS estão postando anúncio nesse espaço se oferecendo para trabalhar como diarista ou doméstica e quando são contratadas acabam praticando furtos em residências ou empresas. Antes de contratar qualquer pessoa por meio de anúncio, procure se informar junto à Polícia Civil sobre os antecedentes da pessoa interessada na vaga. O jornal O PROGRESSO não tem qualquer responsabilidade sobre o comportamento ético das pessoas que anunciam em seu classificado.

VENDE 3 PLANTADEIRAS 01 semeato de 08 linhas plantio direto e 01 semeato de 05 linhas, 01 semeadeira 13 linhas Jumil. Telefone para contato: 99933-6060

8

82332

CONTRATA-SE

Diarista, dom´stica, serviços gerais. 99934-1796-Gisele.

QUERO TRABALHAR Diarista, reside Jd. Agua Boa prox. á Feira. 984676724

82382

QUERO TRABALHAR

Empregos e oportunidades

O contratante deverá solicitar referências do contratado. FIQUE ATENTO Alguns oportunistas estão ofertando emprego por meio de anúncios nesse espaço, cobrando pelo cadastro e exigindo dados pessoais dos candidatos. Fique atento para os anúncios de oferta de emprego e, na dúvida, procure informação diretamente com o futuro empregador. Não pague por cadastro. Não caia em golpe! 82393

CONTRATA-SE Babá com r eferências e disponibilidade para viajar. Babá p/ o final de semana. Chegada as 7:00 sábado e saida as 7:00 hs de seguna-feira. Telefone para contato: 3422-3171. 82392

QUERO TRABALHAR Balcinista, balconista, vendedora ou doméstica. (67)99891-8227 82385

QUERO TRABALHAR

Diarista 1 ou 3x cozinha p/ festa e eventos. Juliana 99972-3179 ou 99633-6378 82398

QUERO TRABALHAR

Babá, recepcionista, secretaria c/ ref. e experiênciaAndresa. 99824-2358 82401

Para sua empresa, residência pós mudanças, pós festas, limpeza em geral com confiança e profissionalismo que vc, espera, p/ manter sua casa ou empresa sempre limpa e organizada. Telefone para contato: 99680-4775 ou 99829-0462 82346

QUERO TRABALHAR Aux. serralheiro ou ser viço gerais. 999071614/99661-7466 82324

QUERO TRABALHAR Gerente de vendas c/ esperiência de 10 anos em Carteira. Telefone para contato: 99910-7081

82166

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR Casal procura serviço em sitio ou fazendas, caseiro, campeiro, c/ exp. e ref. c/ Pá carregadeira, tratorista. Assis 99960-0186 82303

QUERO TRABALHAR Odete- Diarista, doméstica limpeza em geral. 998860531 82359

CONTRATO CUIDADORA

QUERO TRABALHAR

P/ idosa, periodo Noturno c/ exp. e ref. Tel: 992354470

Cuidadora de idosos, diarista ou Doméstica, babá. 99974-9886 whats

QUERO TRABALHAR

Maria procuro trabalho em fazenda, doméstica ou cozinheira e o filho como tratorista ou serviços gerais. 99912-5222

QUERO TRABALHAR Serviços gerais em sitios, chacara ou fazenda, casal sem filho. Ela cozinheira. 99831-0440

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2016 ADMINISTRATIVO E MAGISTERIO EDITAL DE CONVOCAÇÃO N.º 006/2018 Mário Valério, Prefeito Municipal de Caarapó – Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, CONVOCA, os abaixo relacionado no Anexo Único deste Edital, para que no prazo de 30 (trinta) dias da data de publicação do presente Edital, compareça no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Caarapó, sito à Avenida Presidente Vargas nº 465 centro, nesta cidade, para apresentar os documentos abaixo relacionados, tendo em vista a aprovação no Concurso Público nº 001/2016 – Homologado através do Decreto nº 045/2016 datado de 05/07/2016: a) Fotocópia da Cédula de Identidade; b) Fotocópia de comprovação de inscrição no PIS/PASEP (se já inscrito); c) Fotocópia do Título de Eleitor; d) Certidão de está quites perante a Justiça Eleitoral; e) Fotocópia do Cadastro de Pessoa Física – CPF; f) Fotocópia da Certidão de Casamento (quando for o caso); g) Fotocópia da Certidão de Nascimento dos dependentes (se possuir); h) Fotocópia do Certificado de Reservista ou de Dispensa de Incorporação (se do sexo masculino); i) Fotocópia de Certificado de escolaridade exigido para o cargo; j) Carteira de Trabalho; k) Comprovante de Residência; l) Declaração de Acúmulo ou não de Cargos; m) Declaração de Bens; n) 01 fotografia 3x4 (recentes); o) Declaração de não ter sofrido penalidades por prática de atos desabonadores, se servidor de qualquer esfera da administração pública; p) Certidão de Ações Cíveis e Criminais referente aos últimos 10 (dez) anos do(s) domicílio(s) do candidato(s); q) Laudo de Inspeção de Saúde, pelo médico do Trabalho Dr. Silvio Antonio Ueda - CRM-MS 4623, em local e horário a ser pré-definido pelo Departamento de Recursos Humanos; r) Laudo Psicológico, que será realizado em local e horário a ser pré-definido pelo Departamento de Recursos Humanos. Os documentos deverão ser apresentados em fotocópias autenticadas ou acompanhados dos originais. O convocado que não se apresentar no prazo estabelecido para tomar posse ou que não requerer no mesmo prazo a prorrogação por igual período, será considerado automaticamente desistente. Caarapó-MS, 04 de junho de 2018 Mário Valério Prefeito Municipal

82311

82304

Doméstica ou diarista 3 x semana ou cozinheira p/ de forno e fogão p/ firmas e residencia c/ pratica e referência:99828-0650

82263

Doméstica, diarista, ou cuidar de idosos ou em fazendas. disponivel p/ morar no emprego. c/ exp. e ref.99844-9532

ANEXO ÚNICO - EDITAL CONVOCAÇÃO Nº 006/2018

QUERO TRABALHAR Doméstica ou diarista. 99853-7235- Silvéria

QUERO TRABALHAR

82400

Casal procuro emprego em fazenda. Ela p/ doméstica, cozinheira e ele serviços caseiro, tratorista campeiro. 99931-4397

Recepcionista com experiência. interessados levar curriculos:Rua João vicente Ferreira nº1223 ou Tel:(67)3016-1676.

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

82397

82384

82373

O PROGRESSO

QUERO TRABALHAR

82399

O contratante deverá solicitar referências do contratado.

3

NÍVEL SUPERIOR Inscrição 135662

Nome Vânia Santana de Souza Lanziani

Doc. De Identificação

Expedidor

Vaga

Total

Classificação

1860478

sejusp/ms

Assistente Social - Sede

55,5

8

Caarapó-MS, 04 de junho de 2018

Mario Valerio Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE FÁTIMA DO SUL - MS AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO N° 003/2018 PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 035/2018 O MUNICÍPIO DE FÁTIMA DO SUL, Estado de Mato Grosso do Sul, através do Departamento de Licitações, torna público que se encontra aberta à licitação na modalidade Tomada de Preços. OBJETO: Contratação de empresa especializada para execução de obra de execução de Pavimentação Asfáltica e Drenagem de Águas Pluviais em diversas Ruas dos Bairros Jardim Oliveira e Residencial Hidalgo no município de Fátima do Sul/MS, conforme projetos, memorial descritivo e demais documentos da Tomada de Preços nº. 003/2018, conforme Convênio n° 020/2018 - SGI/COVEN N. 28.561/2018. Os interessados, inscritos no Cadastro Geral de Fornecedores da Prefeitura Municipal de Fátima do Sul, – MS e aqueles que atenderam a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior a data do recebimento das propostas, poderão obter cópia completa do Edital, contendo todas as bases para a licitação, bem como informações complementares, no Departamento de Licitações da Prefeitura, sito a Rua Ipiranga, nº. 800, nesta cidade de Fátima do Sul, mediante pagamento de R$: 100,00 (cem reais), local onde se encontra afixado o Edital. A documentação e proposta deverão ser entregues até o dia 21 de junho de 2018, às 10h00min, na sala de reuniões da Prefeitura, no endereço supra, ocasião em que se dará o julgamento pela Comissão Permanente de Licitações. Fátima do Sul – MS, 05 de junho de 2018. EDSON LUIZ RODRIGUES PEREIRA Presidente da CPL


ATOS OFICIAIS

4

O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 7.6.2018

RRelat80

$EDQGRQRGH(PSUHJR

01/03/18 1

Estado de Mato Grosso do Sul

SIDYCON

1Âş TABEL ONATO DE PROTESTO DE T TULOS DA COMARCA DE DOURADOS

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

0RQWHYHUGH$JUR(QHUJpWLFD6$GHFODUDSDUDRVGHYLGRVILQVWUDEDOKLVWDVTXH 9DQLOGR &DUORV %XHQR &736 1ƒ  6pULH HVWi IDOWDQGR DR VHUYLoR LQMXVWLILFDGDPHQWH Ki PDLV GH  GLDV &DVR QmR FRPSDUHoD DR WUDEDOKR QR SUD]R GH K VHUi HQTXDGUDGR QR DUW  ÂłDOtQHD L´ GD &/7 DEDQGRQR GH HPSUHJR 

ANEXO 09 - DEMONSTRATIVO DA DESPESAS POR ORGĂƒOS E FUNÇÕES2017

ED TAL DE NT MAĂ‡ĂƒO

Consolidado

SĂŠ g o u an Zane a Ma ne Ca o Tabe ĂŁo de P o e o da Coma a de Dou ado MS FAZ SABER que e en on am pa a e em p o e ado o u o aba o de o Po nĂŁo e do po e ou ab e a n ma ĂŁo pe oa no ende e o o ne do pe o Ap e en en e n ma o de edo e aba o pa a paga ou a e a o uo ob pena de p o e o

01 LEGISLATIVA 01 Ă“RGĂƒO: LEGISLATIVO

2.334.888,64

Total da Função

2.334.888,64

02 JUDICIĂ RIA

DATA L M TE PARA PAGAMENTO 12 06 2018

03 ESSENCIAL À J USTIÇA

1 TABEL ONATO DE PROTESTO DA COMARCA DE DOURADOS MS Av We ma G To es 2077 Cen o Te e ones 67 3422 0334 67 99835 3467 wha sapp Ho ĂĄ o de a end men o 08h Ă s 11h e das 13h Ă s 17h

3RUVHUYHUGDGHILUPDRSUHVHQWH

04 ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 05 DEFESA NACIONAL 06 SEGURANÇA PĂšBLICA 07 RELAÇÕES EXTERIORES

(67$' '2'(0 0$72* *52662 2'268 8/

08 ASSISTĂŠNCIA SOCIAL

PROTOCO O

DEVEDOR NATUREZA T TU O BERNA TRABA HOS ON NE C EBER O VE RA MOURA CERQUE RA DAM AO OAQU M DA S VA DU FA DOS SANTOS S VA ER ON RODR GUES PERER A F HO GEDSON C EBER MARQUES DA S VA OAO CAR OS QUE ROZ DOS SANTOS NE AUTO ABASTECEDORA TDA U Z PAU O C RE DE O VE RA U Z PAU O C RE DE O VE RA MARC A MAR A BARBOSA MARCO NER DE ANDRADE MERE EZ REPRESENTACOES AGR CO A PR ME SERV COS TRANSPORTES E COM R TA MA ORT Z TD GARC A E RE

Ă€ PAGAR R

VA OR R

EM SSĂƒO

VENC MENTO

MOT VO P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m P m

F F F F F F F F F F F F F F F F

35()(,7 785$081,&,3$ $/'('2 285$',1 1$ *DEELQHWHGR3 3UHIHLWR

09 PREVIDĂŠNCIA SOCIAL 10 SAĂšDE 11 TRABALHO

BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB

12 EDUCAĂ‡ĂƒO



/(,08 81,&,3$/ /1ž'(' '(-81+2'( 

13 CULTURA 14 DIREITOS DA CIDADANIA



15 URBANISMO

'LVS}H VREUUH D FULDomRRGD Superiintendência Executivva ' de Trânsito e TranspoortesGDJu unta Admin nistrativa de d R Recursos dee Infração – JARIHGGiRXWUDVSURYLGrQFLDV 

16 HABITAĂ‡ĂƒO 17 SANEAMENTO 18 GESTĂƒO AMBIENTAL 19 CIĂŠNCIAS E TECNOLOGIA 20 AGRICULTURA 21 ORGANIZAĂ‡ĂƒO AGRĂ RIA 22 INDĂšSTRIA 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 24 COMUNICAÇÕES 25 ENERGIA 26 TRANSPORTE 27 DESPORTO E LAZER 28 ENCARGOS ESPECIAIS

Dou ados MS 07 de unho de 2018

SĂŠ g o Ju an Zane a Ma ne Ca o Tabe ĂŁo de P o es o

01/03/18 2

Estado de Mato Grosso do Sul

SIDYCON

RRelat80

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL ANEXO 09 - DEMONSTRATIVO DA DESPESAS POR ORGĂƒOS E FUNÇÕES2017 Consolidado

Ć?Ć?Ĺ˝Ä?Ĺ?ĂĕĆŽWĆŒĹ˝ĆšÄžĆšĹ˝ĆŒÄ‚ĚŽĆ?ĹśĹ?žĂĹ?Ć?ZĞĨơĹ?Ĺ?Ž̎Ć?Ĺ?Ä?ŚŽĆ?

01/03/18 1

Estado de Mato Grosso do Sul

SIDYCON

RRelat21

Total da Geral

2.334.888,64

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

EW:Í—ĎŽĎŹÍ˜Ď´Ď°ĎąÍ˜ĎŽĎłĎ˛ÍŹĎŹĎŹĎŹĎ­Í˛Ď´Ď´

Adendo V. e Portaria SOF n. 15 de 20/06/78 Lei n. 4320/64 - Anexo 6



Consolidado - AtĂŠ o mes de Dezembro/2017

Ć?Ć?ĞžÄ?ĹŻÄžĹ?Ä‚'ÄžĆŒÄ‚ĹŻKĆŒÄšĹ?ĹśÄ„ĆŒĹ?Ä‚

ERMESON CLEBER MENDES

Plano de Despesa

ÄšĹ?ƚĂůĚĞŽŜǀŽÄ?ĂĕĆŽ   Ĺ?ĆŒÄžĆšĹ˝ĆŒĹ?Ä‚ ĚĂ Ä‚Ć?Ć?Ĺ˝Ä?Ĺ?ĂĕĆŽ WĆŒĹ˝ĆšÄžĆšĹ˝ĆŒÄ‚ ĚŽĆ? ĹśĹ?žĂĹ?Ć? ZĞĨƾĹ?Ĺ?Ĺ˝ ĚŽĆ? Ĺ?Ä?ŚŽĆ?Í• ŜŽ ĆľĆ?Ĺ˝ ĚĂĆ? Ä‚ĆšĆŒĹ?Ä?ĆľĹ?Ä•Ć ÄžĆ? ƋƾĞůŚĞÄ?Ĺ˝ĹśÄ¨ÄžĆŒÄžĹ˝Ć?ƚĂƚƾƚŽ͕ĞžĆ?ĞƾĆ?Ä‚ĆŒĆšĹ?Ĺ?Ĺ˝Ć?Ď­Ď°ÄžϭϹ͕Ä?ŽŜǀŽÄ?Ä‚Ĺ˝Ć?Ć?ÄžĹśĹšĹ˝ĆŒÄžĆ?Ć?ĹżÄ?Ĺ?Ĺ˝Ć?ÄžÄ?ŽŜǀĹ?ĚĂÄ‚ ƋƾĞžĹ?ĹśĆšÄžĆŒÄžĆ?Ć?Ä‚ĆŒÄ‚Ć?ÄžĆŒÄžĆľĹśĹ?ĆŒÄžĹľĞžÄ‚Ć?Ć?ĞžÄ?ĹŻÄžĹ?Ä‚'ÄžĆŒÄ‚ĹŻKĆŒÄšĹ?ĹśÄ„ĆŒĹ?Ä‚Í•Ä‚ĆŒÄžÄ‚ĹŻĹ?ÇŒÄ‚ĆŒÍ˛Ć?ÄžŜŽÄšĹ?Ä‚ϭϲĚĞ:ƾŜŚŽ ĚĞĎŽĎŹĎ­Ď´Í•ăĆ?ϭϾ͗ϯϏĹšĹ˝ĆŒÄ‚Ć?Í•ĞžĆ‰ĆŒĹ?žĞĹ?ĆŒÄ‚Ä?ŽŜǀŽÄ?ĂĕĆŽ͕Ć?ÄžĹšĹ˝ĆľÇ€ÄžĆŒĆ‹ĆľĹżĆŒĆľĹľÍ•ŽƾăĆ?ĎŽĎŹÍ—ĎŹĎŹĹšĹ˝ĆŒÄ‚Ć?Ğž Ć?ÄžĹ?ƾŜĚĂÄ?ŽŜǀŽÄ?ĂĕĆŽÄ?ŽžĆ‹ĆľÄ‚ĹŻĆ‹ĆľÄžĆŒĹśĆľĹľÄžĆŒĹ˝ĚĞÄ‚Ć?Ć?Ĺ˝Ä?Ĺ?ĂĚŽĆ?Í•ŜĂZƾĂDĆľĆ?ƚĂĨĂ^ĂůĞžÄ?ĚŽ^Ä‚ĆšÄžĆŒÍ• ĹśÍ˜ Ď­ĎŻĎŻĎŹÍ• Ä?Ä‚Ĺ?ĆŒĆŒĹ˝ EŽǀŽ WÄ‚ĆŒĆ‹ĆľÄž ĹŻÇ€Ĺ˝ĆŒÄ‚ÄšÄ‚Í• ŜĞĆ?ƚĂ Ä?Ĺ?ĚĂĚĞ͕ Ä‚ ĨĹ?Ĺľ ĚĞ ĚĞůĹ?Ä?ÄžĆŒÄ‚ĆŒÄžĹľÍ• Ć?Ĺ˝Ä?ĆŒÄž Ä‚ Ć?ÄžĹ?ĆľĹ?ŜƚĞ Ĺ˝ĆŒÄšÄžĹľĚŽÄšĹ?Ä‚Í— Ä‚Íż ÄžÄ?Ä‚ĆšÄžĆŒÄžĚĞůĹ?Ä?ÄžĆŒÄ‚ĆŒĆ?Ĺ˝Ä?ĆŒÄžÄ‚Ć?Ć?ƾŜƚŽĆ?ĚĞĹ?ĹśĆšÄžĆŒÄžĆ?Ć?ÄžĚĂÄ‚Ć?Ć?Ĺ˝Ä?Ĺ?ĂĕĆŽ͖ Ä?Íż ĹŻÄžĹ?ĕĆŽĚŽĆ?žĞžÄ?ĆŒĹ˝Ć?ĚŽŽŜĆ?ĞůŚŽ&Ĺ?Ć?Ä?Ä‚ĹŻÄžĹ?ĆŒÄžĆšĹ˝ĆŒĹ?Ä‚Ć‰Ä‚ĆŒÄ‚Ĺ˝ÄžÇ†ÄžĆŒÄ?Ĺ&#x;Ä?Ĺ?Ĺ˝ĚĞĎŽĎŹĎ­Ď´Í˜

Projetos

Atividades

Ordenador de Despesas

Total

01

Ă“RGĂƒO: LEGISLATIVO

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.01

CAMARA MUNICIPAL

0,00

2.334.888,64

2334888,64

SIDYCON

01.01.01

LEGISLATIVA

0,00

2.334.888,64

2334888,64

RRelat20

01.01.01.031

AĂ‡ĂƒO LEGISLATIVA

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.01.01.031.001

DESENVOLVIMENTO DA GESTĂƒO LEGISLATIVA

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.01.01.031.001.2000

MANUT.E OPEREACIONALIZAĂ‡ĂƒO DA CĂ‚MARA MUNICIPAL

0,00

2.276.588,64

01.01.01.031.001.2001

PUBLICAĂ‡ĂƒO DE INTERESSE DO MUNICĂ?P.NO LEGISLATIVO

0,00 0,00

58300,00 2.334.888,64

Comparativo da Despesa Autorizada com a Realizada Consolidado - AtĂŠ o mes de Dezembro/2017 - ANEXO 11 Despesas Autorizadas

Ĺ˝ĆľĆŒÄ‚ÄšĹ˝Ć?Í´D^Í•ĎŹĎąĚĞ:ƾŜŚŽ͕ĚĞĎŽĎŹĎ­Ď´Í˜

2357000,00

2.334.888,64

22111,36

0,00

2357000,00

2.334.888,64

22111,36

01.01.01

LEGISLATIVA

2357000,00

0,00

2357000,00

2.334.888,64

01.01.01.031

AĂ‡ĂƒO LEGISLATIVA

2357000,00

0,00

2357000,00

2.334.888,64

01.01.01.031.001

DESENVOLVIMENTO DA GESTĂƒO LEGISLATIV

2357000,00

0,00

2357000,00

2.334.888,64

22111,36

01.01.01.031.001.2000MANUT.E OPEREACIONALIZAĂ‡ĂƒO DA CĂ‚MAR

2297541,44

0,00

2297541,44

2.276.588,64

20952,80

RRelatEL

2017

ĞŜĹ?Ć?Äž>ƾĂŜĂZŽŽĆ?

2017

AUMENTATIVA

DIMINUTIVA

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO





EDITAL PARA NOTIFICAĂ‡ĂƒO DE DEVEDORES O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO MATO GROSSO DO SUL – CRC/MS, no uso de suas atribuiçþes legais, notifica pelo presente, os abaixo relacionados, disposto por nome, nĂşmero de registro e categoria profissional, em ordem alfabĂŠtica, para que compareçam, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da presente, no seguinte endereço, Rua Euclides da Cunha, nÂş 994 – Jardim dos Estados – Campo Grande/MS, ou contate pelo telefone (67) 3326-0750, para tratar de assunto relevante e de seu interesse, uma vez que se encontra em lugar incerto e nĂŁo sabido:

ANTERIOR

ATUAL

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO

ANTERIOR

ATUAL

DESPESAS CORRENTES

2284541,44

0,00

2284541,44

2.263.940,63

20600,81

3.1.00.00.00

PESSOAL E ENCARG OS SOCIAIS

1595610,57

0,00

1595610,57

1.577.374,72

18235,85

3.1.90.00.00

APLICAÇÕES DIRETAS

1549160,57

0,00

1549160,57

1.532.775,61

16384,96

3.1.90.11.00

VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS-PESSO

1291686,52

0,00

1291686,52

1.279.628,99

12057,53

3.1.90.13.00

OBRIGAÇÕES PATRONAIS

257474,05

0,00

257474,05

253.146,62

4327,43

3.1.91.13.00

OBRIGAÇÕES PATRONAIS

46450,00

0,00

46450,00

44.599,11

1850,89

3.3.00.00.00

OUTRAS DESPESAS CORRENTES

688930,87

0,00

688930,87

686.565,91

2364,96

3.3.90.00.00

APLICAÇÕES DIRETAS

688930,87

0,00

688930,87

686.565,91

2364,96

3.3.90.14.00

DIĂ RIAS-CIVIL

158339,69

0,00

158339,69

157.851,45

488,24

3.3.90.30.00

MATERIAL DE CONSUMO

81025,93

0,00

81025,93

81.010,57

15,36

3.3.90.36.00

OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSO

65132,96

0,00

65132,96

64.237,50

895,46

3.3.90.39.00

OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSO

384432,29

0,00

384432,29

383.466,39

965,90

4.0.00.00.00

DESPESAS DE CAPITAL

13000,00

0,00

13000,00

12.648,01

351,99

4.4.00.00.00

INVESTIMENTOS

13000,00

0,00

13000,00

12.648,01

4.4.90.00.00

APLICAÇÕES DIRETAS

13000,00

0,00

13000,00

12.648,01

4.4.90.52.00

EQUIPAMENTO E MATERIAL PERMANENTE

13000,00

0,00

13000,00

12.648,01

351,99

59458,56

0,00

59458,56

58.300,00

1158,56

2.020.000,00

2.347.648,01 3.0.0.0.0

VARIAĂ‡ĂƒO PATRIMONIAL DIMINUTIVA

2.020.000,00

2.335.000,00

IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA

0,00

0,00 3.1.0.0.0

PESSOAL E ENCARG OS

1.347.540,13

1.577.374,72

IMPOSTOS

0,00

0,00 3.1.1.0.0

REMUNERAĂ‡ĂƒO A PESSOAL

1.247.430,27

1.279.628,99

4.1.1.1.0

IMPOSTOS SOBRE COMERCIO EXTERIOR

0,00

0,00 3.1.1.1.0

REMUNERAĂ‡ĂƒO A PESSOAL ATIVO CIVIL – ABRANGID

1.247.430,27

1.279.628,99

3.0.00.00.00

DESPESAS CORRENTES

59458,56

0,00

59458,56

58.300,00

1158,56

4.1.1.1.1

IMPOSTOS SOBRE COMERCIO EXTERIOR - CONSOL

0,00

0,00 3.1.1.1.1

REMUNERAĂ‡ĂƒO A PESSOAL ATIVO CIVIL – ABRANGID

1.247.430,27

1.279.628,99

3.3.00.00.00

OUTRAS DESPESAS CORRENTES

59458,56

0,00

59458,56

58.300,00

1158,56

4.1.1.4.0

IMPOSTOS EXTRAORDINĂ RIOS

0,00

0,00 3.1.2.0.0

ENCARGOS PATRONAIS

100.109,86

297.745,73

3.3.90.00.00

APLICAÇÕES DIRETAS

4.1.1.4.1

IMPOSTOS EXTRAORDINĂ RIOS - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

0,00

0,00 3.1.2.1.0

ENCARGOS PATRONAIS - RPPS

100.109,86

297.745,73

3.3.90.39.00

OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSO

4.1.1.9.0

OUTROS IMPOSTOS

0,00

0,00 3.1.2.1.2

ENCARGOS PATRONAIS - RPPS - INTRA OFSS

100.109,86

297.745,73

4.4.2.0.0

JUROS E ENCARGOS DE MORA

0,00

0,00 3.3.0.0.0

USO DE BENS, SERVIÇOS E CONSUMO DE CAPITAL

662.459,87

757.513,92

4.4.2.1.0

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE EMPRÉSTIMO

0,00

0,00 3.3.1.0.0

USO DE MATERIAL DE CONSUMO

68.182,70

81.010,57

4.4.2.1.1

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE EMPRÉSTIMO

0,00

0,00 3.3.1.1.0

CONSUMO DE MATERIAL

4.4.2.1.2

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE EMPRÉSTIMO

0,00

0,00 3.3.1.1.1

CONSUMO DE MATERIAL - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

68.182,70

81.010,57

4.4.2.2.0

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE EMPRÉSTIMO

0,00

0,00 3.3.2.0.0

SERVIÇOS

592.338,17

663.855,34

4.4.2.2.1

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE EMPRÉSTIMO

0,00

0,00 3.3.2.1.0

DIĂ RIAS

79.798,53

157.851,45

4.4.2.3.0

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE FORNECIME

0,00

0,00 3.3.2.1.1

DIĂ RIAS - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

79.798,53

157.851,45

4.4.2.3.1

SERVIÇOS TERCEIROS - PF

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE FORNECIME

0,00

0,00 3.3.2.2.0

4.4.2.3.2

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE FORNECIME

0,00

68.182,70

01.01.01.031.001.2001PUBLICAĂ‡ĂƒO DE INTERESSE DO MUNICĂ?P.NO

N

U O D M O AMB N

1158,56 22111,36

76.905,46

64.237,50

ERMESON CLEBER MENDES

0,00 3.3.2.2.1

SERVIÇOS TERCEIROS - PF - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE FORNECIME

0,00

0,00 3.3.2.3.0

SERVIÇOS TERCEIROS - PJ

435.634,18

441.766,39

JUROS E ENCARGOS DE MORA SOBRE CRÉDITOS T

0,00

0,00 3.3.2.3.1

SERVIÇOS TERCEIROS - PJ - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

435.634,18

441.766,39

VARIAÇÕES MONETà RIAS E CAMBIAIS DE FINANCIAM

0,00

0,00 3.3.8.0.0

CUSTO DE MATÉRIAIS, SERVIÇOS E CONSUMO DE C

1.939,00

12.648,01

4.4.3.3.1

VARIAÇÕES MONETà RIAS E CAMBIAIS DE FINANCIAM

0,00

0,00 3.3.8.1.0

CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS – MATÉRIAIS, S

1.939,00

12.648,01

SIDYCON

4.4.3.3.3

VARIAÇÕES MONETà RIAS E CAMBIAIS DE FINANCIAM

0,00

0,00 3.3.8.1.1

CUSTO DE MERCADORIAS – MATÉRIAIS, SERVIÇOS

1.939,00

12.648,01

RRelat88

4.5.0.0.0

TRANSFERÊNCIAS E DELEGAÇÕES RECEBIDAS

2.020.000,00

2.335.000,00 3.4.1.2.1

JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA CONTRATUAL EXTE

0,00

0,00

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

4.5.1.0.0

TRANSFERĂŠNCIAS INTRAGOVERNAMENTAIS

2.020.000,00

2.335.000,00 3.4.1.3.0

JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA MOBILIARIA

0,00

0,00

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas - 2017

4.5.1.2.0

TRANSFERĂŠNCIAS RECEBIDAS INDEPENDENTES DE

2.020.000,00

2.335.000,00 3.4.1.4.1

JUROS E ENCARGOS DE EMPRÉSTIMOS POR ANTEC

0,00

0,00

4.5.1.2.2

TRANSFERĂŠNCIAS RECEBIDAS INDEPENDENTES DE

2.020.000,00

2.335.000,00 3.4.1.8.0

OUTROS JUROS E ENCARGOS DE EMPRÉSTIMOS E

0,00

4.6.0.0.0

VALORIZAĂ‡ĂƒO E GANHOS COM ATIVOS

0,00

12.648,01 3.4.3.9.5

OUTRAS VARIAÇÕES MONETà RIAS E CAMBIAIS - INT

0,00

4.6.1.0.0

REAVALIAĂ‡ĂƒO DE ATIVOS

0,00

12.648,01 3.4.4.0.0

DESCONTOS FINANCEIROS CONCEDIDOS

0,00

76.905,46

64.237,50

Ordenador de Despesas

Contador

01/03/18 1

Estado de Mato Grosso do Sul

Consolidado - Portaria SOF No. 8, de 04/02/1985) Anexo 1, da Lei No. 4.320/64 - Geral

0,00 RECEITA

0,00

DESPESA 0,00

0,00

0,00 DESPESAS CORRENTES

0,00

RRelatEL

0,00

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

0,00

0,00

PESSOAL E ENCARGOS SO CIAIS

0,00

OUTRAS DESPESAS CORRENTES

DĂŠficit

2.322.240,63

Total

2.322.240,63

2017

0,00

PerĂ­odo de referĂŞncia :

4.6.1.1.0

IMOBILIZADO

4.6.1.1.1

2017

ATUAL

0,00 DESPESAS DE CAPITAL

0,00

DIMINUTIVA ESPECIFICAĂ‡ĂƒO

ANTERIOR

0,00

12.648,01 3.4.4.0.1

DESCONTOS FINANCEIROS CONCEDIDOS - CONSO

AQUISIĂ‡ĂƒO DE IMOBILIZADO - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

0,00

12.648,01 3.4.9.0.0

OUTRAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS DIMINUTIVAS - F

4.6.2.3.1

0,00

2.322.240,63 2.322.240,63

GANHOS COM ALIENAĂ‡ĂƒO DE INTANGĂ?VEIS - CONSO

0,00

0,00

DĂŠficit

12.648,01

Total

12.648,01

0,00

INVESTIMENTOS

12.648,01

12.648,01

0,00

12.648,01

Total

ATUAL

0,00

Receitas Correntes

0,00

0,00

0,00

10.000,00

111,36

0,00 3.5.0.0.0

TRANSFERÊNCIAS E DELEGAÇÕES CONCEDIDAS

4.6.3.0.0

GANHOS COM INCORPORAĂ‡ĂƒO DE ATIVOS

0,00

0,00 3.5.1.0.0

TRANSFERĂŠNCIAS INTRAGOVERNAMENTAIS

10.000,00

111,36

4.6.3.2.0

GANHOS COM INCORPORAĂ‡ĂƒO DE ATIVOS POR NA

0,00

0,00 3.5.1.2.0

TRANSFERENCIAS CONCEDIDAS - INDEPENDENTES

10.000,00

111,36

4.6.3.2.1

GANHOS COM INCORPORAĂ‡ĂƒO DE ATIVOS POR NA

0,00

0,00 3.5.1.2.2

TRANSFERENCIAS CONCEDIDAS INDEPENDENTES D

10.000,00

111,36

Apuração do Saldo Pratrimonial

0,00

744.865,91

DÊficit do Orçamento Corrente

AUMENTATIVA ANTERIOR

2.322.240,63

1.577.374,72

Total

Consolidado

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO

1158,56

58.300,00 2.334.888,64

4.4.3.3.0

Receitas de Capital

0,00

Despesas Correntes

0,00

Despesas de Capital

DĂŠficit

2.334.888,64

Total

2.334.888,64

2.322.240,63 12.648,01

2.334.888,64

Total

Apuração do Saldo Pratrimonial

Ordenador de Despesas Saldo Patrimonial (DĂŠficit) TOTAL

0,00

0,00

2.020.000,00

2.347.648,01

Saldo Patrimonial (SuperĂĄvit)

0,00

12.648,01

2.020.000,00

2.347.648,01

SIDYCON

Contador

1 01/03/18

Estado de Mato Grosso do Sul

RRelat05

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL Resumo Geral da Despesa - Anexo II - Dezembro / 2017

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

Consolidado

Consolidado PerĂ­odo de referĂŞncia:

2017

Elemento Moviment

CĂłdigo

Descrição

Saldo An terio r DĂŠbito

CrĂŠdito

No Mes

Acumulado

3.0.00.00.00 DESPESAS CORRENTES

220.538,40

2.322.240,63

3.1.00.00.00 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS

208.641,33

1.577.374,72

3.1.90.00.00 APLICAÇÕES DIRETAS

204.906,27

1.532.775,61

3.1.90.11.00 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS-PESSOAL CIVIL

154.302,94

1.279.628,99

50.603,33

253.146,62

3.1.90.13.00 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 3.1.91.13.00 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 3.3.00.00.00 OUTRAS DESPESAS CORRENTES 3.3.90.00.00 APLICAÇÕES DIRETAS

3.735,06

44.599,11

11.897,07

744.865,91

11.897,07

744.865,91

0,00

157.851,45

3.3.90.14.00 DIĂ RIAS-CIVIL 3.3.90.30.00 MATERIAL DE CONSUMO

0,00

3.3.90.36.00 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA

FĂ?SICA

81.010,57

4.760,00

64.237,50

7.137,07

441.766,39

4.0.00.00.00 DESPESAS DE CAPITAL

0,00

12.648,01

4.4.00.00.00 INVESTIMENTOS

0,00

12.648,01

4.4.90.00.00 APLICAÇÕES DIRETAS

0,00

4.4.90.52.00 EQUIPAMENTO E MATERIAL PERMANENTE

0,00

12.648,01

220.538,40

2.334.888,64

3.3.90.39.00 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JUR�DICA

Total

12.648,01

ERMESON CLEBER MENDES

Ordenador de Despesas

Contador

01/03/18 1

Estado de Mato Grosso do Sul

SIDYCON

RRelat41

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL Adendo VI. e Portaria SOF n. 15 de 30/06/73 Lei n. 4320/64 - Anexo 7 Consolidado - AtĂŠ o mes de Dezembro/2017 Codigo

Especificação

01

LEGISLATIVA

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.031

AĂ‡ĂƒO LEGISLATIVA

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.031.001

DESENVOLVIMENTO DA GESTĂƒO LEGISLATIVA

Projetos

0,00

2.334.888,64

2334888,64

01.031.001.2000

MANUT.E OPEREACIONALIZAĂ‡ĂƒO DA CĂ‚MARA MUNICIPAL

0,00

2.276.588,64

2276588,64

01.031.001.2001

PUBLICAĂ‡ĂƒO DE INTERESSE DO MUNICĂ?P.NO LEGISLATIVO Total

Atividades

0,00

58.300,00

0,00

2.334.888,64

Total

58300,00 2.334.888,64

ERMESON CLEBER MENDES

Ordenador de Despesas

Contador

01/03/18 1

Estado de Mato Grosso do Sul

SIDYCON

RRelat40

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

Anexo Balanço Orçamentårio CÂMARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

Adendo VI. e Portaria SOF n. 15 de 30/06/73 Lei n. 4320/64 - Anexo 8

Consolidado PerĂ­odo de referĂŞncia:

RECEITAS ORÇAMENTà RIAS

PrevisĂŁo Inicial

SUBTOTAL DE RECEITAS (I) REFINANCIAMENTO(II) SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (III) = (I+II) DÉFICT (IV) TOTAL (V) = (III+IV)

Consolidado - AtĂŠ o mes de Dezembro/2017

2017

PrevisĂŁo Atual(a)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

Realizadas(b)

0,00 0,00 0,00 2.357.000,00 2.357.000,00

Codigo

Especificação

OrdinĂĄrio

01

LEGISLATIVA

2334888,64

0,00

2334888,64

01.031

AĂ‡ĂƒO LEGISLATIVA

2334888,64

Vinculado

0,00

2334888,64

Total

01.031.001

DESENVOLVIMENTO DA GESTĂƒO LEGISLATIVA

2334888,64

0,00

2334888,64

2.334.888,64

0,00

2.334.888,64

Saldo (c) = (b-a)

0,00 0,00 0,00 382.446,82 382.446,82

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

Total

Anexo Balanço Orçamentårio CÂMARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL Consolidado Período de referência:

2017

ERMESON CLEBER MENDES DESPESAS ORÇAMENTà RIAS

Inicial (d)

DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DĂ?VIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSOES FINANCEIRAS AMORTIZAĂ‡ĂƒO DA DĂ?VIDA SUBTOTAL DAS DESPESAS(VI) AMORTIZAĂ‡ĂƒO DA DĂ?VIDA/FINANCIAMENTO(VII) SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO(VIII)=(VI+VII) SUPERĂ VIT(IX) TOTAL (X) = (VIII+IX)

Atualizada (e)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

Empenhadas (f)

2.344.000,00 1.595.610,57 0,00 748.389,43 13.000,00 13.000,00 0,00 0,00 2.357.000,00 0,00 2.357.000,00 0,00 2.357.000,00

Liquidadas (g)

2.322.240,63 1.577.374,72 0,00 744.865,91 12.648,01 12.648,01 0,00 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64

2.322.240,63 1.577.374,72 0,00 744.865,91 12.648,01 12.648,01 0,00 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64

Pagas(h)

Saldo (i)=(e-f)

2.322.240,63 1.577.374,72 0,00 744.865,91 12.648,01 12.648,01 0,00 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64 0,00 2.334.888,64

21.759,37 18.235,85 0,00 3.523,52 351,99 351,99 0,00 0,00 22.111,36 0,00 22.111,36 0,00 22.111,36

Ordenador de Despesas

Anexo Balanço Orçamentårio CÂMARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

CAMARA MUNICIPAL MODELO Balanço Geral Anexo 18 - Demonstrativo dos Fluxos de Caixa Ano de 2017 Portaria STN nº 437/2012 (Parte V do MCASP) e alteraçþes, IPC 08 - TCE/MS Resolução nº 54, de 14/12/2016. Nr.

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

2

Ingressos

3

2017

EM EXERCĂ?CIOS ANT ERIORES

(b)

(a)

DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DĂ?VIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSOES FINANCEIRAS AMORTIZAĂ‡ĂƒO DA DĂ?VIDA

LIQUIDADOS

EM 31 DE DEZEMBRO DO EXERCĂ?CIO

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

D DOURADO

PAGOS

(c)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

CANCELADOS

(d)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

(e)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

SALDO

TransferĂŞncias correntes recebidas Outros ingressos operacionais

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

Anexo Balanço Orçamentårio

2016 0,00

0,00

2.335.000,00

2.020.000,00

0,00

Desembolsos

0,00

0,00

0,00

2.335.000,00

2.020.000,00

2.263.940,63

1.815.584,14

1.577.374,72

1.247.430,27

7

Pessoal e demais despesas

8

Juros e encargos da dĂ­vida

0,00

0,00

9

TransferĂŞncias concedidas

686.565,91

568.153,87

Outros Desembolsos Operacionais Fluxo de Caixa LĂ­quido das Atividades Operacionais(I)

12

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO

13

Ingressos

0,00

0,00

71.059,37

204.415,86

0,00

0,00

0,00

14

Alienação de bens

15

Amortização de emprestimos e financiamentos concedidos

0,00

16

Outros ingressos de investimentos

0,00

0,00

0,00

Desembolsos Aquisição de ativos não circulante

0,00 0,00 0,00

12.648,01

92.367,00

12.648,01

92.367,00

19

ConcessĂŁo de emprestimos e financiamentos

0,00

20

Outros desembolsos de investimentos

0,00

0,00

- 12.648,01

- 92.367,00

0,00

0,00

21

Fluxo de caixa lĂ­quido das atividades de investimento(II)

22

FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO

23

Ingressos

24

(f)=(a+b-d-e)

2017

Receitas derivadas e originĂĄrias

4 5

10

Consolidado

23/03/2018

G1 - FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

1

11

PerĂ­odo de referĂŞncia:

Contador

XML nr.: 17

6

RESTOS A PAGAR NĂƒO PROCESSADOS

O

58.300,00

59458,56 2.357.000,00

4.4.2.3.3

INSCRITOS

O

59458,56

0,00 0,00

4.4.2.4.0

ANEXO 1 - DEMONSTRATIVO DE EXECUĂ‡ĂƒO DOS RESTOS A PAGAR NĂƒO PROCESSADOS

M O G O M

0,00

59458,56

81.010,57

17

O

59458,56

2.357.000,00

18

Contadora Iara SĂ´nia Marchioretto Presidente do CRC/MS

351,99

VARIAĂ‡ĂƒO PATRIMONIAL AUMENTATIVA

4.1.1.0.0

Pessoa FĂ­sica: ADEMIR DE OLIVEIRA – PF-005549/K; CLAUDINEI PEIXOTO FERREIRA – PF-001375/K; FELIPE BREY GOMES – PF-009195/K; FLAVIO MARCELO DE OLIVEIRA – PF-009158/K; JESSICA CRISTINA DE SOUZA SALLES – PF-806941/K; JOĂƒO BATISTA DE FIGUEIREDO – PF-009016/K; JOAO RIBEIRO DE NOVAES – PF-003540/K; JOESE PIMENTEL – PF004234/K; JOSE MARTINS – PF-009197/K; LAIZA MARIA CINTRA – PF-008041/K; LENON HENRIQUE ALVES DE ALMEIDA – PF-008888/K; MAIARA CINTIA VIEIRA DE SOUSA – PF-009400/K; MARCELO DE QUADROS – PF-007217/K; MARCELO DOMINGUES – PF-009000/K; MARGARIDA DE FREITAS GONCALVES – PF-009111/K; PAULO SOARES OLIVEIRA – PF-006961/K; VALERIA DA SILVA SANTOS – PF-906946/K.

Campo Grande – MS, 04 de Junho de 2018.

351,99

4.0.0.0.0

Escritório: FAVERO'S CONT E ASSES JURIDICA LTDA – CRC/MS-000076/O; QUALI-LEX ORGANIZACAO CONTABIL LTDA – CRC/MS-000165/O; NOVA ERA CONTABILIDADE EIRELI – ME – CRC/MS-000749/O.

Pessoa Jurídica: A F DA SILVA CONTABILIDADE – ME – PJ-059294/K; A.A.B. UNIDADE DE SERVIÇOS DE CAMPO GRANDE EIRELE – ME – PJ-060345/K; ALTERNATIVA MAR E TERRA SERVIÇOS ESPECIALIZADOS LTDA EPP – PJ-060346/K; ANTONIO DE CASTRO GARCIA & CIA LTDA ME – PJ-060153/K; APOIO ESSENCIAL - SERVIÇOS, TECNOLOGIA E SUPRIMENTOS LTDA – ME – PJ-059638/K; CAMILE BRAGA TAGLIARI – PJ-060228/K; CLAUDINEI PEIXOTO FERREIRA – PJ-058527/K; ELISANGELA FERNANDA DOURADOME – PJ-058773/K; ERICA SILVA DE SANTANA – MEI – PJ-058567/K; FELICIANO GABILAN AGUILERA – PJ-058081/K; FENIX CONSERV EIRELI – ME – PJ-060237/K; GEANI APARECIDA CARLI – PJ-060307/K; HUMBERTO S. DE JESUS – PJ-059944/K; J. N. DE QUADROS & CIA LTDA ME – PJ-058072/K; JOSE DE LIMA DE OLIVEIRA ME – PJ060333/K; JOSE EDSON ORUE – ME – PJ-060325/K; LAIZA MARIA CINTRA-ME – PJ059399/K; LAURINDO CORREIA DE OLIVEIRA-ME – PJ-059772/K; LENON HENRIQUE ALVES DE ALMEIDA – PJ-060006/K; MALU CONTABILIDADE E ADMIN. LTDA – PJ000228/K; MARCELO DOMINGUES – PJ-060226/K; MARCOS AURELIO GIL CUELLAR ME – PJ-059791/K; MARIA ANA LUIZ BRAGA – PJ-059395/K; OTALIVIO FERREIRA CARDOSO – PJ-058197/K; PERSONAL.COM - CONTABILIDADE, CONSULTORIA E AUDITORIA LTDA – PJ-857240/K; PORTONOVO ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA ME – PJ-060190/K; P.S. OLIVEIRA-ME – PJ-060140/K; ROBERTO TAVARES ALMEIDA – PJ-058068/K; SANDRA APARECIDA MARQUES GONZAGA & CIA LTDA ME – PJ-058073/K; WALTER LISBOA DA SILVA JUNIOR – PJ-058587/K.

22111,36

3.0.00.00.00

Balanço de Verificação

Profissional TĂŠcnico em Contabilidade: ALCIONE FERNANDES DA SILVA – CRC/MS-009855/O; ALIRIO PINTO FILHO – CRC/MS-007181/O; ALMIR DOS SANTOS – CRC/MS-001283/O; ANDERSON MARCELO PIMENTA – CRC/MS-004274/O; ANDREA DE JESUS CRISTALDO – CRC/MS-007587/O; ARCHANGELA MARIA FONTOURA – CRC/MS-010814/O; BRASILIO ATHAYDE NETO – CRC/SP-124694/O; CARLOS BATISTA DE JESUS – CRC/MS-006591/O; CARLOS EDUARDO LANA NEVES – CRC/SP-067875/O; CARMEN ROSA VARGAS MECIAS – CRC/MS-007467/O; CICERO ALEXANDRE DA SILVA – CRC/MS-010665/O; DANIEL OLIVEIRA BRITES – CRC/MS-009754/O; EDUARDO CESAR MASSETTI – CRC/MS003228/O; ELISANGELA STEINLE DA CUNHA – CRC/MS-010820/O; ELIZEU FERREIRA DE ARAGĂƒO – CRC/MS-010963/O; ELZA MACIEL FLORES SILVA – CRC/MS-010208/O; EMERSON ROBERTO RABEL – CRC/PR-031405/O; FERNANDO JOSE DIAS – CRC/MS010829/O; GENILDO BARBOSA CORREA – CRC/MS-010333/O; GLAUBER ALCEU SANTOS ANTUNES – CRC/MS-007030/O; JAIRO LUIZ MARTINS VASQUES – CRC/MS001984/O; JORGE DA SILVA FRANCISCO – CRC/MS-006042/O; JOSE CARLOS RODRIGUES BAHIA PIRRE – CRC/MS-010812/O; JULIO CESAR RIBEIRO – CRC/SP159686/O; JUVENIL MARQUES DO VALE – CRC/MS-001386/O; LEOIR GOMES DOS REIS – CRC/MS-008268/O; LUIZ CARLOS DE SOUZA – CRC/MS-004804/O; LUIZ EDUARDO DE MATTOS GALIZA – CRC/MS-001887/O; MAGDA ALVES DO NASCIMENTO – CRC/MS-009955/O; MARCIA SILVEIRA DE MENEZES – CRC/MS-005124/O; MARCIO MOREIRA PEREIRA – CRC/MS-010972/O; MARCO AURELIO ARAUJO – CRC/MS001963/O; MARIA INES MACHADO – CRC/MS-009053/O; MARINA RODRIGUES DE JESUS FLORENTINO – CRC/MS-011284/O; MARIO MARCIO PEREIRA VILELA – CRC/MS009045/O; MILEIDY CRISTIANA DE OLIVEIRA – CRC/MG-076555/O; NELSON CARVALHO FUNES – CRC/MS-007731/O; PEDRO HENRIQUE DA SILVA – CRC/MS010953/O; RENATA LAURA LOUVEIRA AMARILHA – CRC/MS-008450/O; RENATO DA COSTA FLORES – CRC/MS-004235/O; ROMILDO ROMERA – CRC/MS-006984/O; ROMMEL SILVEIRA LOPES – CRC/MS-004850/O; SANDRA ALVES FEITOSA – CRC/MS009453/O; SANDRA MARIA DE JESUS SANTOS HIGASHIJIMA – CRC/MS-009878/O; SIDNEI SANTANA JACOME – CRC/MS-007192/O; TANIA REGINA TELES DE MATTOS – CRC/MS-010219/O; TEREZA CRISTINA SOUZA DA SILVA – CRC/MS-010808/O; WELLINGTON DOS SANTOS AFONSO – CRC/MS-009570/O; WICTOR HUGO DOS SANTOS SILVA – CRC/MS-010722/O; ZENAIDE MEDINA BRAGA – CRC/MS-010574/O.

22111,36

4.1.0.0.0

Demonstrativo das Variaçþes Patrimoniais

Profissional Contador: ADELIBIO ARMOA DE DEUS – CRC/MS-004240/O; ADRIANA DA SILVA DE MORAES – CRC/MS-010453/O; ALEX DE SOUZA GUAZI – CRC/MS-011558/O; ALMIRA DA COSTA MORAIS – CRC/MS-010348/O; CELSO GONCALVES DA SILVA – CRC/MS-004718/O; DENILSON JOSE PORTILHO DE SOUZA – CRC/MS-010547/O; DION CASSIO SILVA MAGALHAES – CRC/MS-010855/O; DORALICE CASSIMIRO DE SOUZA OLAH – CRC/MS005687/O; DORIVAL CARVALHO – CRC/SP-130625/O; EDUARDO GERSON DE OLIVEIRA – CRC/MS-004155/O; ERALDO ANTUNES DE SOUZA – CRC/MS-008891/O; FELISBINA DOS SANTOS PAVAO – CRC/MS-007049/O; ILDA ALVES DE LIMA – CRC/MS-010050/O; JOELSON FERREIRA DOS SANTOS – CRC/MS-006539/O; KENIA MARA LOUREIRO DE MATOS FRANCISCO – CRC/MS-004843/O; MIRNA ANTONIA FRANCO DE ARRUDA – CRC/MS-010006/O; NELSON RODRIGUES DOS SANTOS – CRC/MS-012738/O; PATRICIA MATTOS DUARTE – CRC/MS-008484/O; ROSANGELA DO ESPIRITO SANTO URT – CRC/MS-009148/O; SANDRO BATISTA DE PAULA – CRC/MS011528/O; SIMARA SEVERO – CRC/009812/O; SUBIRACIR CAVALCANTE MONTEIRO – CRC/MS-002028/O; WILLIAN MORIAKI TOMIKAWA – CRC/MS-003766/O.

Direrenças

0,00

2357000,00

Consolidado

PerĂ­odo de referĂŞncia :

Realizadas

2357000,00

CAMARA MUNICIPAL

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL



Total

Ă“RGĂƒO: LEGISLATIVO

01.01

Contador

Demonstrativo das Variaçþes Patrimoniais

CrĂŠdito Especial

01



WĆŒÄžĆ?Ĺ?ĚĞŜƚĞ

CrĂŠdito OrcamentĂĄrio

Plano de Despesa

Ordenador de Despesas

01/03/18 1

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

2276588,64

58.300,00 2334888,64

Contador

Estado de Mato Grosso do Sul

OperacĂľes de crĂŠdito

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

25

Integralização de capital social de empresas dependentes

0,00

0,00

26

Transferencias de capital recebidas

0,00

0,00

27 28

Outros ingressos de financiamentos

0,00

Desembolsos

29

Amortização/refinanciamento da dívida

0,00

30

Outros desembolsos de financiamentos

0,00

31

0,00

0,00

Fluxo de caixa lĂ­quido das atividades de financiamento(III)

0,00 112.048,86

GERAĂ‡ĂƒO LĂ?QUIDA DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA(I+II+III) Caixa e Equivalentes de Caixa Inicial

0,00

34

Caixa e Equivalentes de Caixa Final

0,00

G2 - QUADRO DE RECEITAS DERIVADAS E ORIGINĂ RIAS

0,00 0,00

58.411,36

32 33

Nr.

0,00

0,00

0,00 0,00

2017

2016

35

RECEITAS DERIVADAS E ORIGINĂ RIAS

0,00

0,00

36

Receita TributĂĄria

0,00

0,00

37

Receita de Contribuiçþes

0,00

0,00

38

Receita Patrimonial

0,00

0,00

39

Receita AgropecuĂĄria

0,00

0,00

40

Receita Industrial

0,00

0,00

41

Receita de Serviços

0,00

42

Remuneração das Disponibilidades

0,00

43

Outras Receitas Derivadas e OriginĂĄrias

0,00

44

Total das Receitas Derivadas e OriginĂĄrias

0,00

0,00 0,00 0,00 0,00

 2 3UHHIHLWR 0XQQLFLSDO GH' 'RXUDGLQD0 06 3URI -HDQ 6pUJLR &ODYLVVR )RJDoD QR Q XVRGHVXXDVDWULEXLoo}HVOHJDLV  )D] VDEHU V TXH D &kPDUD 0XQLFLSDDO GH 'RXUUDGLQD DSURRYRX H HX VDQFLRQR D VHJXLQWH/HL  $UW ž )LFD FULDGD QD HVWUXWXUD DGPLQLVWUUDWLYD GD 3UHIHLWXUDD 0XQLFLSDDO PXQLFLSDOD Superinten ndĂŞncia Exxecutiva dee Trânsito e GH'RXUDDGLQDYLQFXXODGRDRH[[HFXWLYRP Transporrtes.  $UWž&RPSHWHHj6XSHULQWWHQGrQFLD( ([HFXWLYDGGH7UkQVLWRH7UDQVSRUUWHV , Âą &XPSULU & H ID]HU I FXPSSULU D OHJLVODomR H DV QRUPDV Q GH WUkQVLWR QR Q kPELWR GH G VXDVDWULEEXLo}HV S SUURMHWDU UHJJXODPHQWDU H RSHUDU R R WUkQVLWR GH YHtFXORV SHGHVWUHV H ,, Âą SODQHMDU DQLPDLVHSURPRYHHURGHVHQYRROYLPHQWRGGDFLUFXODommRHVHJXUDDQoDGHFLFOOLVWDV ,,, Âą LPSODQWDUU PDQWHU H H RSHUDU R VLVWHPD GH G VLQDOL]DoomR RV GLVSRVLWLYRV H HTXLSDPHHQWRVGHFRRQWUROHYLiULR ,9ÂąFROHWDUGDGGRVHVWDWtVWLLFRVHHODERRUDUHVWXGRVVREUHRVDDFLGHQWHVGGHWUkQVLWRVH VXDVFDXVVDV 9ÂąHHVWDEHOHFHUHPFRQMXQQWRFRPyUJJmRGHSROtFFLDGHWUkQVVLWRDVGLUHHWUL]HVSDUDR SROLFLDPHQWRRVWHQVVLYRGHWUkQQVLWR 9, Âą Âą H[HFXWDUU D ILVFDOOL]DomR GHH WUkQVLWR DXWXDU H DSOLFDU DV PHGLGDDV L GHH FLUFXODommR HVWDFLRQQDPHQWRV HH SDUDGDV SUHYLVWDV S Q QR DGPLQLVWUUDWLYDV FDEEtYHLV SRU LQIUDomR &yGLJRGGH7UkQVLWR%UDVLOHLURQRH[HUFtFFLRUHJXODUGGR3RGHUGH3ROtFLDGHH7UkQVLWR Âą DSOLFDU DV D SHQDOLGDDGHV GH DGGYHUWrQFLD SRU S HVFULWRR DXWXDU H PXOWDU SRRU 9,, Âą LQIUDo}HVV GH FLUFXODDomR HVWDFFLRQDPHQWR H SDUDGD SUHYLVWDV S Q &yGLJR GH 7UkQVLWRR %UDVLOHLURR QR QRWLILFDQQGRRVLQIUDDWRUHVHDUUHHFDGDQGRDVVPXOWDVDSSOLFDGDV 9,,, Âą ILVFDOL]DDU DXWXDU H DSOLFDU DV SHQDOLGGDGHV H P PHGLGDV DGP PLQLVWUDWLYDDV FDEtYHLVUHODWLYDVDDVLQIUDo}HVVSRUH[FHVVVRGHSHVRGLPHQVmRHORWDomRGGRVYHtFXORVVEHPFRP PR QRWLILFDUHDUUHFDGDUUDVPXOWDVDSOLFDGDV ,;Âą ILVFDOL]DURRFXPSULPHHQWRGRGLVSSRVWRQRDUUWLJRGDD/HL)HGHUUDOQž GHDSOLFDQGRDVSHQQDOLGDGHVHHDUUHFDGDQGGRDVPXOWDDVSUHYLVWDVV ;ÂąLLQWHJUDUVH DRXWURVyUJmRVHHQWWLGDGHVGR VLVWHPDQDDFLRQDOGHWWUkQVLWRSDUUD ILQVGHDUUUHFDGDomRHFRPSHQVVDomRGHP PXOWDVLPSRRVWDVQDiUHHDGHVXDFRRPSHWrQFLDDFRPYLVWDDV DXQLILFDomRGROLFHHQFLDPHQWRjVLPSOLILFFDomRHDFFHOHULGDGHGGDVWUDQVIHUUrQFLDVGHYYHtFXORVHGGH SURSULHWiiULRVGRVFRRQGXWRUHVGGHXPDSDUDDRXWUDXQLGGDGHGDIHGGHUDomR ;, Âą Âą LPSODQWDUU DV PHGLGGDV GD 3ROttWLFD 1DFLRRQDO GH 7UUkQVLWR H GR G 3URJUDP PD 1DFLRQDOOGH7UkQVLWWR ;,,¹¹SURPRYHUHSDUWLFLSDDUGHSURMHWWRVHSURJUDDPDVGH(GGXFDomRH6 6HJXUDQoDGGH 7UkQVLWRGHDFRUGRFRPDVGLUUHWUL]HVHVWDDEHOHFLGDSHHOR&2175 5$1 PD GD OHJLVVODomR FLFOORPRWRUHV YHtFXORV GH G ;,,, Âą UHJLVWUDUU H OLFHQFLDDU QD IRUP WUDomR H SURSXOVmR KXPDQD H H WUDomR DQQLPDO ILVFDDOL]DQGR DWXDQGR D DSSOLFDQGR SHHQDOLGDGHV H DUUHFDGDQQGRDVPXOWWDVGHFRUUHHQWHVGHLQIUUDo}HV ;,9 Âą DUWLFXODUUVH FRP RV GHPDLV yUJmRV y GR 6LVWHPD 6 1DDFLRQDO GH 7UkQVLWR QR Q (VWDGRVVREFRRUGHQQDomRGRUHHVSHFWLYR& &(75$1 ;9 Âą Âą ILVFDOL]DUU R QtYHO GH HPLVVmRR GH SROXHHQWHV H UXtGRV SURGXX]LGRV SHORRV YHtFXORVDXWRPRWRUHHVRXSHODVVXDFDUJDGGHDFRUGRFFRPRHVWDEEHOHFLGRQRRDUWGDD/HL)HGHUDDO QžGHDOpPGHGGDUDSRLRjVVHVSHFtILFDDVGHyUJmRDPELHQWDOTXDQGRVRROLFLWDGR ;9, Âą YLVWRULDUU YHtFXORV TXH T QHFHVVLLWHP GH DXXWRUL]DomR HHVSHFLDO SRRU WUDQVLWDU H PREVHUYDGRRVSDUDVXDFLUFXODomR HVWDEHOHFFHURVUHTXLLVLWRVWpFQLFFRVDVHUHP ;9,,, Âą FRRUGHQQDU H ILVFDOOL]DU RV WUDEEDOKRV QD iUHD i GH (GGXFDomR GH 7UkQVLWR QR Q 0XQLFtSLLR ;9,,,,ÂąUHDOL]DUUHVWDWtVWLFDDQRTXHWDQQJHDWRGDVDVSHFXOLDUULGDGHVGRVVVLVWHPDVGGH WUiIHJR  $UW ž$  6XSHUULQWHQGrQFLDD ([HFXWLYD GH 7UkQVVLWR H 7UDQVSRUWHV WHUii D VHJXLQWWH HVWUXWXUD ,Âą6HHWRUGH(QJJHQKDULD6LLQDOL]DomR)LVFDOL]DommR7UiIHJRRH$GPLQLVVWUDomR ,, Âą6 6HWRU GH (GXFDomR ( G 7UkQVLWRR GH &RQWWUROH H $QiiOLVH GH (VWDWtVWLFD GH GH G 7UkQVLWR  $UWž$R6XSHUULQWHQGHQWHHH[HFXWLYRGHWUkQVLWRRHWUDQVSRUUWHVFRPSHWWH , Âą D DGPLQLVWWUDomR H JHVWmR J GD6 6XSHULQWHQGGrQFLD ([HHFXWLYD GH 7UkQVLWR H 7UDQVSRUUWHVLPSOHP PHQWDQGRSOODQRVSURJUUDPDVHSURRMHWRV ,, Âą R R SODQHMDP PHQWR SURMHHWR UHJXODP PHQWDomR HGXFDomR H RSHUDomRR GR WUkQVLWWR GRVXVXiUULRVGDVYLDDVS~EOLFDVQRVOLPLWHVVGRPXQLFttSLR 3DUiJJUDIR ~QLFRR2 6XSHUULQWHQGHQWHH H[HFXWLYRR GH WUkQVVLWR H WUDQQVSRUWHVp D DXWRULGDGGHFRPSHWHHQWHSDUDDSSOLFDUDVSHQQDOLGDGHVSSUHYLVWDVQDDOHJLVODomRGHWUkQVLWRR  $UW ž$R 6HHWRU GH (QJHQKDULD ( D 6LQDOL]DDomR )LVFFDOL]DomR 7UiIHJR H $GPLQLVWWUDomR H SURRMHWRV EHP P FRPR FRRRUGHQDU HVWWUDWpJLDV GHH HVWXGRV GR G , Âą SODQHMDU H HODERUDU VLVWHPDYYLiULR ,,ÂąSSODQHMDURVLLVWHPDGHFFLUFXODomRYYLiULDGRPXXQLFtSLR ,,,ÂąSSURFHGHUD HVWXGRVGHHYLDELOLGDGGHWpFQLFDSSDUDDLPSOODQWDomRGHHSURMHWRVGGH WUkQVLWR ,9Âą LQWHJUDUVHHFRPRVGLLIHUHQWHVyUUJmRVS~EOLLFRVSDUDHVVWXGRVVREUUHRLPSDFWWR PDYLiULRSDDUDDSURYDoomRGHQRYRRVSURMHWRV QRVLVWHP 9 Âą HODERUDU SUURMHWRV GH HQJHQKDULDD GH WUiIHJRR DWHQGHQGGR RV SDGU}HV D VHUHP P SUDWLFDGRRVSRUWRGRRVRVyUJmRVVHHQWLGDGGHVGR6LVWHHPD1DFLRQQDOGH7UkQQVLWRFRQIRRUPHQRUPDDV GR&217 75$1'( (1$75$1H&(75$1 1 9,ÂąDFRPSDQKDDUDLPSODQQWDomRGRVSSURMHWRVEHHPFRPRDYYDOLDUVHXVUUHVXOWDGRV   Âą DGPLQLVWUUDU R FRQWURROH GH XWLOLL]DomR GRV WDO}HV GH PXOWD SURFFHVVDPHQWRRV 9,, Âą GRVDXWRVVGHLQIUDommRHFREUDQQoDVGDVUHVSHFWLYDVP PXOWDV 9,,, FRQWURODU UDViUHDVGGHRSHUDomRRGHFDPSRRILVFDOL]DoomRHDGPLQLVWUDomRGGR SiWLRHYHHtFXORV ,;ÂąFRQWURODUDDLPSODQWDommRPDQXWHQomRHGXUDDELOLGDGHGDVLQDOL]DommR ;ÂąRRSHUDUHPVVHJXUDQoDGGDVHVFRODV ;,ÂąRSHUDUDVLQQDOL]DomR YYHULILFDomRRRXGHILFLrQQFLDVQDVLQQDOL]DomR   $UWž$R6HWRUUGH(GXFDoomRGH7UkQQVLWRGH&RRQWUROHH$ $QiOLVHGH( (VWDWtVWLFDGGH 7UkQVLWR ,ÂąSUURPRYHUD( (GXFDomRGGH7UkQVLWRMXQWRD5HGGH0XQLFLSSDOGH(QVLQQRSRUPHLLR GH SODQHHMDPHQWR H Do}HV FRRRUGHQDGDV HQWUH H RV yUUJmRV H HQQWLGDGHV GRR 6LVWHPD 1DFLRQDO 1 G GH 7UkQVLWR ,, Âą SURPRYHU S F FDPSDQKDV HGXFDWLYDVV H R IXQFLLRQDPHQWR GH HVFRODV S~EOLFDV GH G WUkQVLWRQQRVPROGHVHSDGU}HVHVWDEHOHFLGGRVSHOR&2 2175$1 ,,, Âą FROHWDU GDDGRV HVWDWtVVWLFRV SDUD HODERUDomR GH HVWXGGRV VREUH DFLGHQWHV D G GH WUkQVLWRVHVXDVFDXVVDV ,9ÂąFRQWURODURRVGDGRVHVWWDWtVWLFRVGDDIURWDFLUFXXODQWHGRP PXQLFtSLR 9,ÂąFRQWURODURRVYHtFXORVUHJLVWUDGRVVHOLFHQFLDGGRVQRPXQQLFtSLR S R RX 9,, Âą HODERUDUU HVWXGRV VREUH HYHHQWRV H REEUDV TXH SRVVDP SHUWXUEDU PDYLiULR LQWHUURPSSHUDOLYUHFFLUFXODomRGRVXVXiULRRVGRVLVWHP  $UW ž2  3RGHUU ([HFXWLYR ILFD DXWRRUL]DGR D UHSDVVDU U R FRUUHVSRQQGHQWH D   FLQFR SRU FHQWR  GD DUUHFDGGDomR GDV PXOWDV P GH WUkQVLWR SDDUD R IXQGGR GH kPELWR QDFLRQDDO GHVWLQDGRRjVHJXUDQQoDHHGXFDDomRGHWUkQQVLWRQRVWHHUPRVGRSDUiJUDIR~QQLFRGRDUWWGD/HHL )HGHUDOQQžGGH  'RXUDGLQD0 06 XPD -XXQWD $GPLQQLVWUDWLYD GH G $UWžž )LFD FULDGGR QR 0XQQLFtSLR GH' 5HFXUVRVV GH ,QIUDo}HV Âą-$5 5, UHVSRQViiYHO SHOR MXXOJDPHQWR GH UHFXUVRRV LQWHUSRVWRV FRQWUD D SHQDOLGDGGH LPSRVWDD SHOD6XSHHULQWHQGrQFFLD ([HFXWLLYD GH 7UkkQVLWR H 7UUDQVSRUWHV FULDGR QRRV WHUPRV GHVWD G OHL H H QD HVIHUDD GH VXD FRPSHWrQF F LD YHU 5HHVROXomR & &RQWUDQ Qž  H 5HVROXommR   $UW ž$ -$5 5, VHUi FRPSRVWD SHHORV VHJXLQQWHV PHPEEURV FRP UHFRQKHFLGGR FRQKHFLP PHQWRHPP PDWpULDGHWUUkQVLWR , Âą XP  35(6,'(17( LQGLFDGR SHOR S 3UHIHLWWR 0XQLFLSSDO GH 'RXXUDGLQD FRP P YDVWRFRQQKHFLPHQWRRQDOHJLVODoomRGHWUkQQVLWR ,, Âą   XP  UHSUHVHQWDQWH GD 6HFUHWDDULD 0XQLFLLSDO GH $GP PLQLVWUDomRR H )LQDQoDDV RXLQGLFDDGRSRUHVWDDVHFUHWDULDD ,,, XP UHSUUHVHQWDQWHGGDVRFLHGDGGHLQGLFDGRRSHORyUJmRGHWUkQVLWWRORFDOFRP P QRPtQLP PRQtYHOHVFFRODUPpGLRR †ž$ $QRPHDomRGRVWUrVWWLWXODUHVHGGRVUHVSHFWWLYRVVXSOHQQWHVVHUiHIIHWLYDGDSHOOR ([HFXWLYYR0XQLFLSDDO † žž 2 PDQQGDWR GRV PHPEURVV GD -$5 5, WHUi GGXUDomR GH G GRLVV  DQRVSHUUPLWLGDUHFRRQGXomRSRRULJXDOSHUtRGR  5,GHYHUiLQQIRUPDUDR& &RQVHOKR( (VWDGXDOGHH7UkQVLWR & &(75$1 D $UWž$-$5 VXD FRP PSRVLomR H H HQFDPLQQKDUi R VHXUHJLPHQ V QWR LQWHUQRR REVHUYDDGD D 5( (62/8d­2 2 &2175$ $11ž'('( ($*2672 2'(TXHHVWDEHHOHFHDVGLUUHWUL]HVSDUDDHODERUDommR GRUHJLP PHQWRLQWHUQQRGD-$5,  $UW ž  )LFD R R 3RGHU ([[HFXWLYR DXXWRUL]DGR D D ILUPDU FRRQYrQLRV FRRP D 8QLmRR (VWDGRV 0XQLFtSLRRV yUJmRV H GHPDLV HQWLGDGHV S~EOLFDV S H SULYDGDV REMHWLYDQGGR D SHUIHLWWD DSOLFDomRRGHVWDOHL  / HQWUDUii HP YLJRUU QD GDWD GH G VXD SXEEOLFDomR UHHYRJDGDV DV D $UW ž (VWD /HL GLVSRVLo}}HVHPFRQWWUiULR     '285$ $',1$06 6GHMXQQKRGH       *,2&/$9 9,662)2* *$d$ -($16e5* 3UUHIHLWR0XQQLFLSDO 

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL Nr.

Consolidado PerĂ­odo de referĂŞncia:

ANEXO 2 - DEMONSTRATIVO DE EXECUĂ‡ĂƒO DOS RESTOS A PAGAR PROCESSADOS E NĂƒO PROCESSADOS LIQUIDADOS INSCRITOS

(' 7$/ 0 06 $ &

)

G

5 P 61

(a)

6 R ) Q QGR $ ~ 0 $P

Ăˆ RR /7'$ ' 0$0 2

& P % =

5 5

EM EXERCĂ?CIOS ANT ERIORES

RESTOS A PAGAR PROCESSADOS E NĂƒO PROCESSADOS LIQUIDADOS

06 '

P

DESPESAS CORRENTES PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DĂ?VIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSOES FINANCEIRAS AMORTIZAĂ‡ĂƒO DA DĂ?VIDA

' 3

(b)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

6 06 9

EM 31 DE DEZEMBRO DO EXERCĂ?CIO

PAGOS

CANCELADOS

(c)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

(d)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

SALDO

(e)=(a+b-c-d)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

2.020.000,00

46

Intergovernamentais

2.335.000,00

2.020.000,00

0,00

de Estados e Distrito Federal

0,00

0,00

0,00

2.335.000,00

2.020.000,00

49

de MunicĂ­pios Intragovernamentais

0,00

51

Outras transferĂŞncias recebidas

0,00

0,00

2.335.000,00

2.020.000,00

0,00

0,00

52

Total das TransferĂŞncias Recebidas

53

TRANSFERĂŠNCIAS CONCEDIDAS

54

Intergovernamentais

55

a UniĂŁo

0,00 0,00

56

a Estados e Distrito Federal

0,00

a MunicĂ­pios

0,00

58

Intragovernamentais

0,00

59

Outras transferĂŞncias concedidas

0,00

60

Total das TransferĂŞncias Concedidas

0,00

Nr.

G4 - QUADRO DE DESEMBOLSOS DE PESSOAL E DEMAIS DESPESAS POR FUNĂ‡ĂƒO

61

Legislativa

62

JudiciĂĄria

0,00

0,00 0,00

57

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

2017

2016 2.334.888,64

2.010.000,00

0,00

0,00

63

Essencial a Justiça

0,00

0,00

64

Administração

0,00

0,00

65

Defesa Nacional

0,00

0,00

66

Segurança Pública

0,00

0,00

67

Relaçþes Exteriores

0,00

0,00

68

AssistĂŞncia Social

0,00

0,00

69

Previdencia social

0,00

0,00

70

SaĂşde

0,00

0,00

71

Trabalho

0,00

0,00

72

Educação

0,00

0,00

73

Cultura

0,00

0,00

74

PREFEIT TURA MU UNICIPA AL DE DO OURADIN NA Gab binete do Prefeito P BBBBBB BBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBB B

da UniĂŁo

50

75

ESTAD DO DE MATO M GROSSO G O DO SU UL

2016 2.335.000,00

48

5(&(% 0(172 '( 5(129$d­2 '( / &(1d$

2017

TRANSFERĂŠNCIAS RECEBIDAS

47

2017

G3 - QUADRO DE TRANSFERĂŠNCIAS RECEBIDAS E CONCEDIDAS

45

Direitos da Cidadania

0,00

0,00

Urbanismo

0,00

0,00

76

Habitação

0,00

0,00

77

Saneamento

0,00

0,00

78

GestĂŁo Ambiental

0,00

0,00

79

CiĂŞncia e Tecnologia

0,00

0,00

80

Agricultura

0,00

0,00

81

Organização Agråria

0,00

0,00

82

IndĂşstria

83

0,00

ComÊrcio e Serviços

84

Comunicaçþes

85

Energia

0,00

0,00

Transporte Desporto e Lazer

0,00 0,00

0,00

0,00

0,00

88

Encargos Especiais

89

Total dos Desembolsos de Pessoal e Demais Despesas por Função

PRORROGAĂ‡ĂƒO DE PRAZO

0,00

0,00 0,00

86 87

EDITAL NÂş 02/2018

0,00

0,00

0,00

2.334.888,64

2.010.000,00

COMISSĂƒO DE ENQUADRAMENTO DOS SERVIDORES OCUPANTES DOS



'(&5(7 721ž' '('(-81+2' '(

Nr. 90

 O

O

O

O



O











“Dis spĂľe sob bre revog gação de e dec creto nÂş 2 25/2013 de d 19 de e julh ho de 20 013 e dĂĄ d outras s providĂŞncias.

 

G5 - QUADRO DE JUROS E ENCARGOS DA DĂ?VIDA

2017 0,00

Juros e Correção Monetåria da Dívida Externa

0,00

0,00

Outros Encargos da DĂ­vida

0,00

0,00

93

Total dos Juros e Encargos da Divida

0,00

0,00

Nota Explicativa



CĂ‚MARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL

2017



PerĂ­odo de referĂŞncia :

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO



  2 &HQ QWUR GH (G GXFDomR $UWH $ H 9LGD D ¹ 3yORSD DVVD D GHQ QRPLQDUVH HCentro de d $UWLJR ž Educaçã ão Infantill Arte e Viida – Pólo. $UWLJR ž)LFDUHY YRJDGRin totunR'HF FUHWRQž GHGHMXOKR RGH

O

O

OM

m

DESPESAS ANTERIOR

ATUAL

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO 0,00 Vinculada

0,00

0,00

0,00 TOTAL DAS DESPESAS (VI)

0,00

2.334.888,64

TransferĂŞncias Financeiras Recebidas (II)

0,00

2.335.000,00 TransferĂŞncias Financeiras Concedidas (VII)

0,00

111,36

REPASSE DE DUODECIMO

0,00

2.335.000,00 DEVOLUCAO DE DUODECIMO

0,00

111,36

SALARIO FAMILIA

0,00

0,00

0,00

0,00 SALARIO FAMILIA

AUXILIO NATALIDADE

0,00

0,00 AUXILIO NATALIDADE

0,00

0,00

AUXILIO MATERNIDADE

0,00

0,00 AUXILIO MATERNIDADE

0,00

0,00

TELEMS

0,00

0,00

0,00

0,00

Recebimentos Extra-Orçamentårios (III)

0,00

0,00

292.876,55

292.876,55 Pagamentos Extra-Orçamentårios (VIII)

Inscrição de Restos a Pagar Processados

0,00

0,00 Restos a Pagar Processados Pagos

0,00

0,00

Inscrição de Restos a Pagar Não Processados

0,00

0,00 Restos a Pagar NĂŁo Processados Pagos

0,00

0,00

CONSIGNACOES

0,00

0,00

292.876,55

Saldo em EspĂŠcie do ExercĂ­cio Anterior (IV)

0,00

0,00 Saldo em EspĂŠcie para o ExercĂ­cio Seguinte (IX)

0,00

0,00

CAIXA CAMARA

0,00

0,00 CAIXA CAMARA

0,00

0,00

BANCOS C/MOVIMENTO

0,00

BANCOS-C/APLICACAO

0,00

TOTAL (V) = (I+II+III+IV)

0,00

292.876,55 CONSIGNACOES

0,00 BANCOS C/MOVIMENTO

0,00

0,00 BANCOS-C/APLICACAO

0,00

0,00

0,00

2.627.876,55

2.627.876,55 TOTAL (X) = (VI+VII+VIII+IX)

O

G

de Educação e Esportes de Caarapó-MS, torna público o presente Edital de Prorrogação do prazo de 04 a 13 de junho de 2018, para manifestação de servidores interessados em integrar o quadro especifico dos Profissionais das carreiras de Apoio a Educação Båsica da Rede Municipal de Ensino de Caarapó-MS, conforme Edital nº 01/2018.

0,00

Caarapó – MS, 04 de Junho de 2018.

$UWLJR ž   (VWH 'HFUHWR ' HQ QWUDUi HP YLJRU QD GDWD G GH VX XD SXEOLFDomR HRX DIL[DomR D Q QR

m

OG

ATUAL

0,00 0,00

iWULRGD3UHIHLWXUD0XQLFLSDOUHYRJDQG GRVHDVGLV VSRVLo}HVHPFRQWUi iULR

ANEXO 14 - BALANÇO PATRIMONIAL" CÂMARA MUNICIPAL DE FATIMA DO SUL Consolidado

 O

ANTERIOR

Vinculada TOTAL DAS RECEITAS (I)

 O

enquadramento de servidores municipais no quadro especĂ­fico da Secretaria Municipal

2017

RECEITAS



O

Municipal nÂş 038/2018, a ComissĂŁo de Enquadramento que trata do processo de

Consolidado

5(7$ '(&5

M

Em cumprimento ao que estabelece a Lei Complementar nÂş 067/2017 e o Decreto

Anexo 13 Balanço Financeiro

2 3UUHIHLWR 0XQLFLSDO GH 'RXUDGLQD D ¹ (VWDGR R GH 0DWR *URVVR GR G OF. JEAN N SÉRGIO O CLAVISS SO FOGAÇA QR XV VR GDV DWUULEXLo}HV TXH T OKH Vm mR 6XO PRO FRQIHULGD DVSHOD/H HL2UJkQLFD D0XQLFLSDOO

O

CARGOS DAS CARREIRAS DE APOIO Ă€ EDUCAĂ‡ĂƒO BĂ SICA

Nota Explicativa



O

0,00

91 92



O

2016

Juros e Correção Monetåria da Dívida Interna

O

Q

2017 PerĂ­odo de referĂŞncia :

 KRGH  '285$',1$06GHMXQK   

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO

PASSIVO ANTERIOR

ATUAL

ESPECIFICAĂ‡ĂƒO

3URI-HDQ6 6pUJLR&OD DYLVVR)RJ JDoD 3UUHIHLWR0XQ QLFLSDO

ANTERIOR

ATUAL

1.0.0.0.0

ATIVO

139.283,01

151.931,02 2.0.0.0.0

PASSIVO E PATRIMÔNIO LIQUIDO

0,00

0,00

1.2.0.0.0

ATIVO NĂƒO CIRCULANTE

139.283,01

151.931,02 2.2.1.4.1

ENCARGOS SOCIAIS A PAGAR- CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

0,00

0,00

1.2.2.0.0

INVESTIMENTOS

139.283,01

151.931,02 2.2.7.2.1

PROVISOES ATUARIAIS PARA AJUSTES DO PLANO P

0,00

0,00

1.2.2.1.0

PARTICIPAÇÕES PERMANENTES

139.283,01

151.931,02 2.2.7.3.0

PROVISĂƒO PARA RISCOS FISCAIS A LONGO PRAZO

0,00

0,00

1.2.2.1.1

PARTICIPAÇÕES PERMANENTES - CONSOLIDAĂ‡ĂƒO

139.283,01

151.931,02 2.2.7.3.1

PROVISĂƒO PARA RISCOS FISCAIS A LONGO PRAZO -

0,00

0,00

1.2.2.1.1

BENS MOVÉIS DIVERSOS

139.283,01

151.931,02 2.2.7.4.0

PROVISĂƒO PARA RISCOS CĂ?VEIS A LONGO PRAZO

0,00

0,00

Apuração do Saldo Pratrimonial



ApolinĂĄrio Candado SIMTED

2017

ATIVO

Ativo Financeiro Ativo Permanente Saldo Patrimonial (DĂŠficit) TOTAL

Apuração do Saldo Pratrimonial 0,00

0,00

139.283,01

151.931,02

0,00

0,00

139.283,01

151.931,02

Passivo Financeiro

0,00

Passivo Permanente

0,00

0,00

139.283,01

151.931,02

139.283,01

151.931,02

Saldo Patrimonial (SuperĂĄvit)

0,00

Anari Felipe Nantes SMEDE

Ricardo Candado Departamento de Recursos Humanos Sec. Mun. de Administração e Finanças

Edição de 07/junho de 2018  
Edição de 07/junho de 2018  
Advertisement