Page 1

DOURADOS MS ANO 68 | NÂş 13.244 R$ 2,00

O PROGRESSO ★★★★★

Pensamento e ação por uma vida melhor Pensamen

Segunda-feira GHPDLRGH

Fundador WEIMAR TORRES Diretora-Presidente ADILES DO AMARAL TORRES

Basquete Douradense assina com time do ParanĂĄ

Copa Morena Inter FlĂłrida e Juventude AG vĂŁo ÂżVHPLÄ&#x;QDO

BrasileirĂŁo Internacional vence o Corinthians de virada

PĂ G. A7

PĂ G.A7

PĂ G.A7

Redução da pauta do diesel em MS deve frear preço na bomba O Governo do Estado anunciou que, DSDUWLUGHĹ&#x;GHMXQKRDSDXWDÄ&#x;VFDOGR,&06GRĂśOHRGLHVHOVHUĂ€GH5H QĂ‚RGH5FRPRSUHYLVWR&RPLVVRHVSHUDTXHDUHGXĂ?Ă‚RFKHJXHDRVSRVWRVSDUDRVFRQVXPLGRUHV$PHGLGD UHSUHVHQWDXPDTXHGDQDDUUHFDGDĂ?Ă‚RGH,&06SDUDR0DWR*URVVRGR6XOGH5PLOKøHVD5PLOKøHVPHQVDLV3d*'

+(',2)$=$1

Soluçþes para a greve impactam 2019

A Polícia Federal instaurou 37 inquÊritos em 25 Estados para apurar a pråtica ilegal de locaute, quando a paralisação dos funcionårios tem iniciativa das empresas. Mandados de prisão jå foram expedidos.Pà G. A3

As consequĂŞncias podem ir DOĂ’PGRPHUFDGRÄ&#x;QDQFHLURH atingir a economia real

Medidas apresentadas para tentar pôr fim à greve dos caminhoneiros, como reduçþes de tributos, subsídios, reserva de mercado, poderão agravar o rombo nas contas públicas e ampliar incertezas em relação à recuperação econômica. A avaliação Ê de especialistas, para os quais o pacote tem efeito somente no curto prazo e deixarå uma herança complicada para 2019. Os investidores interpretaram as mudanças temporårias na política de preços da Petrobras como intervencionismo, o que levou às açþes da companhia a cair quase 15% nos últimos dias. As consequências, no entanto, podem ir alÊm do mercado financeiro e atingir a economia real, inclusive as taxas de inflação e juros. Pà G. A5

A Federação Única dos Petroleiros, representante de empregados da Petrobras, inicia greve de 72h a partir desta quarta. A lista de reivindicaçþes inclui a demissão do presidente da companhia, Pedro Parente, redução dos preços dos combustíveis e gås, manutenção de empregos e retomada da produção. Pà G. A5

O tempo Fonte: INMET

HOJE 29Âş 0Ă€[_15Âş MĂ­n Claro perĂ­odos de parcialmente nublado. Ventos: fraco/ moderado. Umidade: mĂĄx. 90%. Umidade: mĂ­n. 30%.

Suspensas aulas nas escolas municipais O secretårio de Educação de Dourados, Upiran Jorge Gonçalves, anunciou que decidiu suspender as aulas nas escolas da rede municipal de ensino, a partir de hoje. A decisão Ê pautada nos reflexos da greve dos caminhoneiros, visando proteger estudantes e os pais, considerando o desabastecimento. Pà G. D2

2VLPSDFWRVGDVPHGLGDVDQXQFLDGDVSHORJRYHUQRSDUDFRQWHURVUHÄ H[RVGDJUHYHVREUHYĂ€ULRVVHWRUHVVHDODVWUDUĂ‚RHP

0$5&265,%(,52

Petroleiros fazem greve de 72h a partir desta quarta

PF instaura 37 inquĂŠritos para apurar locaute na greve

Avenidas transversais serão pavimentadas Parlamentar mobiliza Câmara, Prefeitura e entidades do comÊrcio

O Governo do Estado, que jå opera a revitalização completa das avenidas Marcelino Pires, Weimar Torres e Joaquim Teixeira Alves, deverå fazer um aditivo com as empresas responsåveis pela execução das obras

Loteria MEGA-SENA &RQFXUVR 07 - 14 - 47 - 54 - 56 - 60 QUINA &RQFXUVR 07 - 13 - 49 - 65 - 80

e contemplar tambĂŠm as vias que se situam entre as principais “artĂŠriasâ€? de Dourados. Para o deputado Geraldo Resende, essa luta deve ser de toda sociedade douradense. Por isso, estĂĄ buscando mobilizar a Câmara, Prefeitura e entidades ligadas ao comĂŠrcio, como a Aced, o Sindicom e a Câmara de Dirigentes Lojistas, para fortalecer o movimento. PĂ G. D2

TIMEMANIA &RQFXUVR 7LPHGR&RUDĂ?Ă‚R%DUXHUL 63

13 - 21 - 30 - 51 - 52 - 58 - 66 DUPLA-SENA &RQFXUVR Ĺ&#x;VRUWHLR03 - 13 - 18 - 24 - 29 - 31 Ĺ&#x;VRUWHLR01 - 03 - 05 - 07 - 25 - 46

DOF apreende meia tonelada de maconha em Dourados PĂ G. A6

Aos leitores O PROGRESSO aguarda chegada de material de impressĂŁo para circular normalmente, com todos os cadernos, a partir de amanhĂŁ. O atraso na entrega ocorre devido Ă greve no setor de transportes de cargas. Vias transversais Ă s principais avenidas serĂŁo revitalizadas

LOTERIA FEDERAL ([WUDĂ?Ă‚R 1Ĺ&#x;SUĂ“PLR 55969 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 30087 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 38163 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 55779 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 70118

5PLO

5PLO

5PLO

5PLO

5


2

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

OpiniĂŁo

Buraco sem fundo

H

oje completa oito dias que o Brasil estĂĄ mergulhado em uma profunda crise, um buraco sem fundo que afetou a vida dos brasileiros. Como afirmado aqui, na semana passada, fruto da forte crise econĂ´mica e polĂ­tica que assola Brasil hĂĄ dĂŠcadas, a greve dos caminhoneiros deixa um rastro de caos e instabilidade e, ao mesmo tempo, um sentimento de indignação nas pessoas. O que causa constrangimento em si, nĂŁo ĂŠ ação da categoria que comanda a paralisação do paĂ­s, mas sim a desonestidade de alguns que se aproveitam como abutres em cima de um banquete anunciado. RefĂŠm da sua prĂłpria incapacidade o Governo Federal, que nĂŁo conseguiu pelas vias do diĂĄlogo evitar que o pior acontecesse, teve que editar medidas consideradas radicais, como o uso das forças federais para desbloquear as entradas das refinarias e, tambĂŠm, de algumas rodovias. “Quero anunciar um plano de segurança imediato para acionar as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos governadores que façam o mesmo. NĂŁo vamos permitir que a população fique sem os gĂŞneros de primeira necessidade, que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas e crianças fiquem

sem escolas. Quem bloqueia de infindĂĄveis justificativas entre EDITORIAL estradas de maneira radical governo e grevistas, nĂŁo houve serĂĄ responsabilizado. O governo tem, como tem vencedores. SĂł perdedores, que neste caso foi a sempre, a coragem de dialogar; agora terĂĄ cora- prĂłpria população que foi impedida de exercer gem de usar sua autoridade em defesa do povo o sagrado direito de ir e vir, literalmente, uma vez brasileiroâ€?, disse o presidente da RepĂşblica, num que o combustĂ­vel havia acabado. discurso que pegou muita gente de surpresa, cauMas como diz um ditado antigo, “o que estĂĄ sando arrepios nos esquerdistas de plantĂŁo, mas ruim pode ficar ainda piorâ€?, pois nem sĂł de gasoque acabou caindo na vala da retĂłrica, uma vez lina vive o homem, mas tambĂŠm de tudo que ela que nem tudo foi efetivamente colocado em prĂĄ- movimenta. Enquanto as mĂĄquinas de inĂşmetica, jĂĄ que a prĂłpria PolĂ­cia RodoviĂĄria Federal ras rodas nĂŁo movimentavam pelas estradas do admitiu em algumas declaraçþes Brasil, as ambulâncias, as viaturas O que se viu de seus porta-vozes, que praticada polĂ­cia e os carros do Corpo de mente nĂŁo houve desmobilizaao longo desses dias Bombeiros tambĂŠm começaram ção de pontos de manifestação a parar. Os hospitais, que jĂĄ sĂŁo foi uma sĂŠrie de de caminhoneiros nas rodovias limitados em sua capacidade de desencontros do pais. atendimento, diminuĂ­ram ainda AlĂŠm disso, por mais que o premais o ritmo. AlĂŠm disso, muitas sidente da RepĂşblica tenha dito que uma “mi- residĂŞncias ficaram sem o abastecimento do gĂĄs noria radicalâ€? estava impedindo que muitos ca- de cozinha. E nos supermercados, algumas prateminhoneiros cumprissem o acordo e voltassem leiras jĂĄ estavam vazias. Por mais que os diretores a transportar mercadorias, praticamente nada do procons de cada cidade tentassem tranquilizar mudou. O que se viu ao longo desses dias foi uma a população, o gosto da recessĂŁo jĂĄ estava instasĂŠrie de desencontros. Enquanto o PalĂĄcio do Pla- lado no cĂŠu da boca de cada cidadĂŁo. Afinal de nalto anunciava uma medida, os manifestantes contas ĂŠ quase inexplicĂĄvel que de noite, um quirespondiam com mais retaliaçþes. Na batalha lo de batata, que era vendido ao preço de pouco

O NĂšMERO

Hoje ĂŠ o 8Âş dia

da greve dos caminhoneiros. O movimentou parou o país e gerou instabilidade nas instituiçþes e na população mais de R$ 1, na manhã do dia seguinte estivesse, e continua, custando atÊ R$ 17. Ontem, no sÊtimo dia de greve, o governo voltou a negociar com os caminhoneiros, ao mesmo tempo em que forças de segurança continuaram a desobstruir pontos de bloqueio nas rodovias de todo o país. Entretanto, a categoria dos motoristas autônomos reivindica agora desconto de 10% no valor do diesel que serå cobrado na bomba, a ampliação desta redução de 30 para 60 dias e o fim da suspensão da cobrança de tarifa de pedågio para eixo elevado dos caminhþes para todo o país. O que resta agora Ê esperar os desdobramentos. Hå os que apostam na continuidade do caos, na tentativa de continuar tirando proveito da situação. Mas existem tambÊm aqueles que acreditam que a tempestade irå passar e que dias melhores virão.

TrĂŞs sucessivos e grandiosos complĂ´s :,/6219$/(17,0 %,$62772 *Membro da Academia Douradense de Letras

E

screvo essa crônica antes do tÊrmino da greve dos caminhoneiros, portanto não tenho conclusþes, embora jå possa antecipar o meu receio de que ela possa ser tambÊm um locaute, ou seja uma paralisação promovida, ou apoiada, pela classe empresarial que deseja socializar os seus prejuízos advindos da tresloucada política de preços da Petrobrås. Sim, locaute, porque o diesel sustenta a frota, sustenta a indústria, sustenta o agronegócio e prejudica a elite que não quer assumir custos. Mas, mesmo sendo um locaute, os caminhoneiros têm ganhado o apoio das Centrais Sindicais,

indicando que os trabalhadores, em geral, tambĂŠm estĂŁo descontentes com a polĂ­tica da PetrobrĂĄs, feita para os rentistas. Tanto ĂŠ verdade que a polĂ­tica de reajustes era para garantir renda de investidores que, com a greve, o preço das açþes de nossa petroleira [serĂĄ ainda nossa?] caiu 14% na bolsa de Nova York. Outra preocupação ĂŠ que alguns caminhoneiros pedem intervenção militar. Isso tem implicaçþes profundas. Na manifestação de 2013 clamavam por “fora Dilmaâ€?, agora nĂŁo gritam “fora Temerâ€?, ou “Lula Livreâ€?, mas desejam os militares. Significa dizer: eles nĂŁo sabem o que ĂŠ uma ditadura militar, ou muitos deles sĂŁo usados pelos patrĂľes, ou, ainda, estĂŁo envergonhados de terem tirado Dilma do comando do paĂ­s e nĂŁo dĂŁo o braço a torcer. De qualquer forma, essa greve [ou locaute, ou ambas as coisas],

consagra o sepultamento ou em- Fria e tinha como objetivo combalsamamento do governo Te- bater o “perigo comunistaâ€?. Com mer e, queira Deus, da polĂ­tica essa esfarrapada desculpa nossa neoliberal. polĂ­tica econĂ´mica ficou Ă mercĂŞ JĂĄ disse, nĂŁo sei o final da his- do capital estrangeiro e a nossa tĂłria, mas o começo e o meio juventude foi castrada em suas foram prenĂşncio de muitas tor- aspiraçþes democrĂĄticas. mentas. Para impedir voos mais Sepultada a doutrina da seelevados de nosso paĂ­s existe um gurança nacional, com a queda farol imenso vigiando-nos desde do muro de Berlim, jĂĄ nĂŁo se poo final do governo Vargas e que dia culpar o “perigo comunisaumentou o faitaâ€?, entĂŁo veio Greve consagra o xo a partir dos o Consenso de anos de 1960. Washington em sepultamento ou SĂŁo os Estado embalsamamento do 1989, levando Unidos vigianao mundo o negoverno Temer do-nos consoliberalismo, ou tantemente, inseja, a exacerbaterferindo em nossa soberania. ção do liberalismo econĂ´mico. Em 1964 tivemos o inĂ­cio da O objetivo anunciado pelo proDitadura Militar. E essa ideia, ĂŠ grama era o de combater a misĂŠclaro, veio dos Estados Unidos, ria nos paĂ­ses subdesenvolvidos, com a teoria da “Segurança Na- especialmente na AmĂŠrica Laticionalâ€?. Essa doutrina positivis- na, mas o que se pretendia verta autoritĂĄria foi orientada pelos dadeiramente era a diminuição Estados Unidos durante a Guerra do poder de interferĂŞncia do Es-

tado na economia [pretendia-se o “Estado MĂ­nimoâ€?]. No Brasil, com FHC o neoliberalismo provocou o sucateamento dos ĂłrgĂŁos pĂşblicos, a privatização do patrimĂ´nio nacional e a misĂŠria de milhĂľes de brasileiros. Mas, nĂŁo hĂĄ mal que nunca se acabe. Os paĂ­ses sul-americanos, revoltaram-se com o neoliberalismo e buscaram nos perseguidos pelas respectivas ditaduras militares os seus governantes, dentre os quais Uruguai [Mujica], Argentina [Cristina Kirchner], Brasil [Lula], Paraguai [Lugo], BolĂ­via [Evo], Chile [Bachelet]. Com esses governos populares a elite perdeu quase nada, uma migalha, mas assustou-se, nĂŁo conseguiu enxergar alĂŠm da curva, nĂŁo imaginou que quanto maior fosse a renda do pobre maior seria a sua lucratividade, entĂŁo encontrou na corrupção o bode expiatĂłrio.

Com a desculpa do combate Ă corrupção, os governantes de esquerda da AmĂŠrica Latina, vĂŁo sendo depostos, por votação financiada, como na Argentina, com o golpe parlamentar testado inicialmente no Paraguai, com a derrubada de Lugo, e no Brasil com o golpe de 2016 que culminou com o impeachment de Dilma e a prisĂŁo de Lula. Esses trĂŞs grandes complĂ´s contra a AmĂŠrica Latina foram todos bem planejados, mas na hora da execução nem sempre deram certo ou foram durĂĄveis. O movimento dos caminhoneiros ĂŠ prova disso. NĂŁo sei no que vai dar, mas pode ser que falte combustĂ­vel para os helicĂłpteros que levam e trazem a seleção brasileira mais estrangeira do mundo para a Granja Comary. AĂ­ o bicho pega. Vai ter bloco com camisa amarela, batendo panela e gritando “salve a seleçãoâ€?. (biasotto@biasotto.com.br)

A suspeita ĂŠ que a “C.I.A.â€? quer ajudar a esquerda -26ž$/%(572 9$6&21&(//26 *Membro da Academia Douradense de Letras

B

astou que um ex-militar sobressaĂ­sse como candidato Ă PresidĂŞncia da RepĂşblica, para começar fluir notĂ­cias oriundas da Central de InteligĂŞncia Americana — C.I.A. — “informandoâ€? o povo brasileiro de que os generais que governaram o Brasil, no caso MĂŠdici e depois Geisel, autorizaram a prĂĄtica de torturas e execuçþes de terroristas da esquerda, combatidos numa contra-revolução, intitulada “Deus, PĂĄtria e FamĂ­liaâ€?, que a sociedade pediu. Vitoriosa a contra-revolução de 1964, por um largo perĂ­odo garantiu a paz e a segurança aos brasileiros e implantou grandes obras no PaĂ­s. Esse suspeito interesse da C.I.A. em imiscuir-se nos as-

suntos da nossa RepĂşblica, ela poderia e deveria informar aos prĂłprios americanos, o tratamento que os E.U.A. tĂŞm dado e vem dando aos prisioneiros mantidos em GUANTĂ‚NAMO, lugar estrategicamente e convenientemente distante da CASA BRANCA, encravado na ILHA DE CUBA e protegido por uma cortina marĂ­tima, separando o bem social do mal terrorista, princĂ­pio consagrado na “Doutrina denominada ManiqueĂ­smo, fundada na PĂŠrsia por Manes, no sĂŠc. III, d.C. que professa uma dualismo estrito, em que o universo ĂŠ dominado por dois princĂ­pios que se combatem, o Bem absoluto e o Mal absolutoâ€?. (Dic. Enc.VejaLarousse). Aqui no Brasil, a partir de 2003, tomou posse como presidente da RepĂşblica Federativa do Brasil, um polĂ­tico oriundo de um sindicado, o dos MetalĂşrgicos e nada mais fez que empregar os “cumpanhĂŞrosâ€? e franquear o PaĂ­s Ă CORRUPĂ‡ĂƒO, esvaziando

as conquistas sociais consegui- “Fome Zeroâ€?. Sentindo-se o Paidas com o Plano Real. Esse go- -da-pĂĄtria, qualificou-se como verno “sindicalistaâ€?, na realidade a “Alma mais pura do Univernunca deixou o Sindicato, reve- soâ€?. Essas reveladas “virtudesâ€?, lou-se durante todo tempo em atreladas a corrupção afundou que seu partido esteve no poder, o PaĂ­s, que foi definhando enum protetor dos “torturadosâ€?, quanto o desemprego agigantaassim, tratou de indenizar, apo- va-se, chegando hoje aos treze sentar e amparar, todos aque- milhĂľes. les subversivos Condenado combatidos de A CIA nĂŁo sabe ĂŠ que a a doze anos de frente, em 1964, militância fez migrar o r e c l u s ĂŁ o p o r na contra-revo- “Bolsa Educaçãoâ€? para corrupção atilução que corva e passiva, o “Bolsa FamĂ­liaâ€? reu com os coencontra-se enmunistas que cerrado numa queriam, jĂĄ naquela ĂŠpoca, que jaula em Curitiba (PR), ao redor o Brasil fosse a Venezuela de ho- da qual a militância desmamada je. choramingas a perda da teta, em Sem perder de vista a HistĂłria que mamavam. Universal, registra-se que a PoAgora, jĂĄ prĂłximas as eleiçþes lĂ´nia livrou-se do seu “sindica- presidenciais de outubro, um listaâ€? presidente Lech Walessa, ĂłrgĂŁo alienĂ­gena nos encharca enquanto aqui no Brasil, o “lĂ­der com notĂ­cias encomendadas, obdo Sindicato dos MetalĂşrgicosâ€? jetivando fazer crer ao eleitorado embora presidente da RepĂşbli- que candidato que tem afinidaca, continuou “presidenteâ€? do tal de com as Forças Armadas, nĂŁo Sindicato, clamando ao Mundo ĂŠ bom para governar o PaĂ­s, porser a salvação dos pobres com o que governos militares torturam

e deram sumiço nalguns subversidos. Esse argumento — todos sabermos — ĂŠ pelo temor de que, se eleito o jĂĄ temido candidato que vem marcando boa posição nas pesquisas, ele vai acabar com a podridĂŁo que alimenta a deslavada e mansa corrupção em todos setores da administração pĂşblica, que devora o PaĂ­s, promovendo o desemprego e o empobrecendo a Nação. Lembremos, como sul-mato-grossenses, que foram os governos militares que nos trouxeram energia elĂŠtrica com a construção da Usina HidroelĂŠtrica de Itaipu, e nos redimiu da escuridĂŁo; rodovias que demandam outros Estados foram asfaltadas; a ponte do Porto XV foi terminada; telefonia, e ainda tivemos segurança patrimonial e individual para todos. Grandes obras foram implantadas, como a Ponte Rio-NiterĂłi, sempre sonhada pelos cariocas. Por seu lado, o que fizeram “os torturadosâ€? pacientes da

CIA: quebram a Petrobras; compraram a Refinaria de Pasadena, construĂ­ram e inauguraram obras no exterior, como o MetrĂ´ de Caracas, na Venezuela; o Porto de Mariel, em Cuba; Linha de Alta TensĂŁo entre Itaipu e Assunção, no Paraguai; premiou a BolĂ­via com uma Refinaria! Aqui no Brasil, a militância tentou implantar a transposição do Rio SĂŁo Francisco, que jĂĄ consumiu o dobro do orçamento inicial, em quase cinco bilhĂľes, mas a obra encontra-se enroscada (?). No elenco das obras prometidas, sĂł promessas e o desfalque nos Cofres PĂşblicos. A CIA nĂŁo sabe ĂŠ que a militância fez migrar o “Bolsa Educaçãoâ€?, do governo anterior, para o “Bolsa FamĂ­liaâ€?, sepultando a educação e perpetuando o aliciamento de eleitores. Sabendo pouco sobre o Brasil, a CIA deve cuidar de assuntos do seu prĂłprio PaĂ­s, principalmente os relacionados com Guantânamo. (josealbertovasco@yahoo.com.br)

EXPEDIENTE O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAĂ‡ĂƒO EM TODO O INTERIOR Este jornal expressa sua opiniĂŁo pelo Editorial. As demais opiniĂľes sĂŁo de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSOâ€? Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nÂş 812285964

Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES Editor-chefe VANDER VERĂƒO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

(',725$-251$/2352*5(662/7'$

CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gråfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2627/2609 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2600 Serviço de Atendimento ao Assinante (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 +20(3$*(www.progresso.com.br (0$,/progresso@progresso.com.br

oprogresso.jornal

@JORNALOPROGRESSO

ESPORTE/POLĂ?CIA Renato Giansante esporte@progresso.com.br policia@progresso.com.br DIA-A-DIA Maria Lucia Tolouei marialucia@progresso.com.br CADERNO B/DMAIS Hakeito Almeida hakeito@progresso.com.br

(VWHMRUQDOpÂżOLDGRj

CIDADES Departamento Regional cidades@progresso.com.br

$66,1$785$6

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE

COLUNA SOCIAL/ANĂšNCIOS Angela Santa Cruz comercial@progresso.com.br

$QXDO  R$ 240 6HPHVWUDO R$ 150 7ULPHVWUDO R$ 100 %LPHVWUDO R$ 70 0HQVDO R$ 45

CLASSIFICADOS Gleison Costa classificados@progresso.com.br

Pensamento e ação por uma vida melhor

VENDA AVULSA 'RXUDGRV,QWHULRU H&DPSR*UDQGHR$ 2 NĂšMEROS ATRASADOS 'RDQRR$ 2 'RDQRDQWHULRU R$ 4


3

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Política

PF instaura 37 inquéritos em 25 Estados para apurar prática de locaute na greve Ministro Raul Jungmann diz que mandados de prisão já foram expedidos e os responsáveis estão sendo convocados para prestar depoimentos. Decreto dá controle sobre caminhões, para desobstruir rodovias Fernando Nakagawa, Julia Lindner e Tânia Monteiro Agência Estado A Polícia Federal instaurou 37 inquéritos em 25 Estados para apurar a prática ilegal de locaute, quando a paralisação dos funcionários tem iniciativa ou apoio das empresas. Segundo o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, mandados de prisão já foram

Governo passa a aplicar multas de R$ 10 mil por dia para caminhoneiros e R$ 100 mil por hora para empresas em greve expedidos e os responsáveis estão sendo convocados para prestar depoimentos. “Temos comprovado, seguramente, que essa paralisação por caminhoneiros autônomos, em parte, teve desde seu início a promoção e o apoio criminoso de proprietários e patrões de empresas transportadoras distribuidoras e po-

dem ter certeza que irão pagar por isso”, afirmou o ministro, em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sábado, após a segunda reunião do gabinete de crise que acompanha a greve dos caminhoneiros, que entrou no sexto dia, causando uma grave crise de abastecimento no País. “Identificamos com a maior clareza movimento criminoso de parte dos senhores proprietários donos de grandes empresas, que não permitem, não engajam, não liberam os caminhoneiros. Pelo contrário, lhes dão apoio para permanecer paralisados”, afirmou. Para sufocar o movimento, o governo Michel Temer buscou atuar em três frentes: a Polícia Rodoviária Federal (PRF) entregará ao Ministério Público Federal relatório atualizado de todas as multas aplicadas a caminhoneiros autuados nas estradas no processo de desobstrução; o governo diz que também passou a aplicar multas de R$ 10

VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL

Ministros Raul Jungmann e Sérgio Etchegoyen após reunião do gabinete no Palácio do Planalto mil por dia para caminhoneiros e R$ 100 mil por hora para empresas que continuarem resistindo na greve; e atuação mais efetiva das Forças Armadas na liberação das rodovias,

principalmente das vias consideradas fundamentais para distribuição de combustíveis e produtos essenciais, como hospitalares. Segundo Jungmann, a Polí-

cia Rodoviária Federal emitiu 400 autos de infração que ultrapassam R$ 2 milhões. Essas multas só dizem respeito a infrações ao Código Brasileiro de Trânsito, segundo a corpo-

ração. Não incluem as sanções permitidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou a greve ilegal. Os ministros deram entrevista à imprensa no Palácio do Planalto após reunião com o presidente da República, Michel Temer, e com outros ministros integrantes do gabinete de crise. Mais cedo, Temer assinou um decreto no qual permitiu ao governo assumir o controle de caminhões para desobstruir as rodovias. A medida, chamada de requisição de bens, já havia sido anunciada pelo governo na sexta-feira, mas, só seria tomada se houvesse necessidade. Pelo menos 800 motoristas das classes D e E do Exército, da Marinha e da Aeronáutica estão de prontidão em todo o País para serem empregados, caso haja necessidade. Mas este é considerado um último recursos pelo governo. Esses motoristas têm habilitação para dirigir inclusive a chamada carga sensível.


4

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica

Eunício convoca sessão para votar projeto sobre fretes Proposta cria política de preços mínimos para transporte rodoviårio de cargas, uma das principais reivindicaçþes FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

DĂŠbora Brito/AgĂŞncia Estado O presidente do Senado, EunĂ­cio Oliveira (PMDB-CE), convocou para hoje, Ă s 16h, sessĂŁo extraordinĂĄria para votar requerimento de urgĂŞncia ao projeto que regulamenta os preços mĂ­nimos de fretes rodoviĂĄrios. A proposta cria uma polĂ­tica de preços mĂ­nimos para o transporte rodoviĂĄrio de cargas, uma das principais reivindicaçþes dos caminhoneiros. Antes, os senadores terĂŁo de analisar seis medidas provisĂłrias que trancam a pauta. De acordo com EunĂ­cio Oliveira, votar a regulação dos preços do frete serĂĄ uma das contribuiçþes para acabar com a paralisação dos caminhoneiros, que chegou ao sĂŠtimo dia ontem. O projeto aguarda anĂĄlise da ComissĂŁo de Assuntos EconĂ´micos, mas poderĂĄ ser votado em regime de urgĂŞncia diretamente no plenĂĄrio. JĂĄ aprovado na Câmara dos Deputados, o projeto tem por objetivo criar uma polĂ­tica de preços mĂ­nimos e estabelecer “condiçþes razoĂĄveisâ€? para realização de fretes em todo o paĂ­s, alĂŠm de adequar a redistribui-

O projeto aguarda anålise da Comissão de Assuntos Econômicos, mas poderå ser votado em regime de urgência no plenårio ção do serviço prestado. A proposta estabelece que o preço serå fixado conforme tabela elaborada semestralmente por órgão competente, com valores por quilômetro rodado por eixo carregado e conforme a carga. Os parâmetros devem ser fixados sempre nos meses de janeiro e julho de cada ano. O projeto prevê que a definição dos preços deve contar com a participação dos sindicatos de empresas de transportes, de transportadores autônomos de caragos e de representantes das cooperativas de transporte de cargas. A oscilação do valor do óleo diesel e dos pedågios deverå ser levada em conta na composição dos custos do frete. Na sexta-feira, Eunício informou que o Senado estå de plantão e poderia convocar a qualquer momento uma sessão extraordinåria para votar

Eunício diz que a medida Ê contribuição para acabar com a greve o projeto dos fretes. Segundo o senador, não cabe ao Congresso, mas sim ao Executivo interferir na política de preços da Petrobrås. Ainda tramita no Senado o projeto de lei que zera as alíquotas de PIS/Cofins sobre o diesel, aprovado pelos

SAIBA MAIS

Moradores criam comÊrcio ilegal de combustível paraguaio Denise Paro, especial AE No embalo da falta de combustíveis em Foz do Iguaçu, moradores buscam gasolina no Paraguai e anunciam a venda via Facebook. Os valores variam de R$ 5,00 a R$ 10,00 o litro. Alguns atÊ fazem entrega gratuita e postam fotos dos galþes para chamar atenção da clientela. Enquanto algumas pessoas mostram interesse na gasolina, outras lembram da ilegalidade deste tipo de comÊrcio. A pråtica, comum desde que o combustível tornou-se artigo de luxo em Foz do Iguaçu, Ê proibida. Trazer gasolina do Paraguai em galþes Ê crime de contrabando que pode resultar em quatro anos de prisão e pagamento de multa. A importação e o transporte do produto devem seguir a legislação da Agência Nacional de Petróleo (ANP). A venda de gasolina só pode ser feita por pessoa jurídi-

Suíça conďŹ sca a conta ‘sĂ­mbolo’ da Lava Jato no PaĂ­s 'LQKHLURFRQÄ&#x;VFDGRHQFHUUD o capĂ­tulo que mudou os rumos da Operação Jamil Chade/AgĂŞncia Estado De Haia O MinistĂŠrio PĂşblico de Berna, na Suíça, confiscou, de forma definitiva, a conta de uma empresa de fachada que, segundo as investigaçþes, havia sido aberta pela Odebrecht para pagar as propinas na PetrobrĂĄs. Se os valores que restaram na conta - cerca de US$ 2 milhĂľes - sĂŁo baixos comparado aos montantes jĂĄ descobertos pela Operação Lava Jato, o confisco da conta ĂŠ simbĂłlico para uma parcela dos investigadores suíços. Foi por meio dela que a Lava Jato começou a desvendar a logĂ­stica de pagamento da Odebrecht, investigação que culminou na prisĂŁo de Marcelo Odebrecht, herdeiro da empreiteira. O dinheiro confiscado depois de uma longa batalha judicial encerra um ca-

deputados na semana passada. Devido a um erro de cålculo durante a votação na Câmara, a medida, no entanto, deverå sofrer alteraçþes no Senado, ou quando chegar à Presidência para sanção. (Com informaçþes da Agência Senado)

pítulo que mudou os rumos da Lava Jato e levou à delação de 78 executivos ligados à Odebrecht. O dinheiro estå depositado no banco suíço PKB, o único no país europeu alvo de um inquÊrito criminal por conta da Lava Jato. A suspeita Ê de que tenha ajudado a Odebrecht a manter pagamentos de propinas. Ligação Sexta-feira, 14 março de 2014. Na via Nassa n.º 62, em Lugano, na Suíça, uma reunião de emergência foi convocada entre advogados e o diretor do Departamento de Operaçþes Estruturadas da Odebrecht, Luiz Eduardo Soares. O objetivo era analisar uma solicitação do PKB para que a Odebrecht enviasse uma carta assumindo ser a beneficiåria final da conta 1.1.53’532 em nome da Smith & Nash. Oficialmente, quem controlava a conta era o americano Berry William Herman. Mas, com as mudanças internacionais sobre protocolo de sigilo bancårio, o PKB passou

ca com registro na ANP. Apesar do alerta, muitos moradores insistem no comĂŠrcio ilegal. Na sexta-feira, cerca de 900 litros de gasolina IRUDPDSUHHQGLGRVSRUÄ&#x;VFDLV e policiais na aduana da Ponte da Amizade, que liga Brasil e Paraguai. O combustĂ­vel estava em galĂľes, transportado dentro de carros. O valor estimado da apreensĂŁo ĂŠ de R$ 2,3 mil. NĂŁo sĂł a gasolina, que custa cerca de R$ 2,80 a R$ 3,20, (comum) e R$ 3,60 a R$ 3,80 (especial), atrai os brasileiros ao Paraguai. Ontem, alĂŠm dos postos de combustĂ­veis, os supermercados da vizinha Ciudad del Este tambĂŠm estavam sendo frequentados por brasileiros em busca de produtos em falta deste lado da fronteira. Alguns restaurantes de Foz nĂŁo conseguiram oferecer todos pratos disponĂ­veis no cardĂĄpio por nĂŁo ter um menu variado de legumes e frutas.

C

INFORME C CĂ?CERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

Continua sendo a cereja do bolo

O deputado estadual MĂĄrcio Fernandes (MDB) declarou, anteontem, em entrevista Ă RĂĄdio CBN de Campo Grande, o interesse do seu partido por Murilo Zauith vice de AndrĂŠ. “Ele seria um excelente nome. Fez uma gestĂŁo muito boa em Dourados, foi vice-governador, tem respeito e em polĂ­tica a gente nunca ouviu falar nada que tivesse queimado sua imagem. Nunca ouvi o Murilo envolvido HPHVFĂ QGDORĹ„DÄ&#x;UPRX)HUQDQGHV0DV=DXLWKHVWĂ€PDLV quieto do que passarinho na muda. NĂƒO BAIXARĂ A vice-governadora Rose Modesto, representando Reinaldo Azambuja e mais cinco governadores, assinaram um documento contra possibilidade de redução da alĂ­quota do ICMS sobre o Ăłleo diesel sem compensação do governo federal. O pedido de desoneração era uma das exigĂŞncias dos caminhoneiros paralisados nas rodovias. AlĂŠm de Rose, assinaram os documentos os governadores de Mato Grosso, Pedro Taques; JosĂŠ Éliton, de GoiĂĄs; Pedro Pimentel, representante de RondĂ´nia; Carlos BrandĂŁo, vice-governador do MaranhĂŁo e Renato Brown, representando o Distrito Federal – todos integrantes do ConsĂłrcio Brasil Central. A decisĂŁo estĂĄ em uma carta assinada apĂłs a 20ÂŞ reuniĂŁo do FĂłrum de Governadores do Brasil Central, em CuiabĂĄ. Mas, os Estados devem incorporar a redução do preço do diesel anunciada pelo Petrobras no cĂĄlculo do ICMS de forma imediata. A decisĂŁo foi anunciada pelo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, que participou de reuniĂŁo extraordinĂĄria do Conselho Nacional de PolĂ­tica FazendĂĄria (Confaz). De acordo com o ministro, a medida deve gerar uma redução adicional mĂŠdia de 5 centavos do preço do diesel nas bombas. “[Vamos] incorporar na base de cĂĄlculo do ICMS a redução de preço anunciada pela Petrobras, disse Guardia. SUPRESA Um casal de alemĂŁes que passava por Mato Grosso do Sul para visitar o Pantanal acabou sendo barrado quando passava com seu motorhome pela BR-262, em razĂŁo da greve nacional dos caminhoneiros.Christine e seu esposo Peter Lambertz

contam que sĂŁo aposentados e faziam um tour rodoviĂĄrio pela AmĂŠrica do Sul, quando acabaram sendo surpreendidos pela manifestação no Brasil.“NĂłs fomos para a Argentina, para o Chile e o Paraguai. Agora querePRVYLVLWDUR3DQWDQDOHÄ&#x;FDUQR Brasil por umas cinco semanas. Depois, a ideia ĂŠ ir para o Uruguai e voltar para a Argentinaâ€?, revelou Christine. MANTIDO PRESO O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli negou pedido de habeas corpus da defesa do empreiteiro JoĂŁo Amorim, dono da Proteco, preso no Ăşltimo dia 8 por determinação do ministro Alexandre de Moraes, junto a outros sete investigados pela Operação Lama AsfĂĄltica, pelos crimes de corrupção e desvio de dinheiro pĂşblico. Todos haviam sido alvos de um habeas corpus em carĂĄter liminar assinado pelo ministro Marco AurĂŠlio Mello em 2016 – depois de as instâncias anteriores terem negado o pedido. A petição do pedido habeas corpus do advogado Alberto Zacharias Toron, recorrendo Ă decisĂŁo de Moraes. SUSPENSA Devido a greve dos carreteiros, o secretĂĄrio de Educação de Dourados anunciou no sĂĄbado na Grande FM que as aulas foram suspensas nas escolas municipais e no Ceims nesta segunda-feira. Ele citou que teve professor indo para a escola de bicicleta por falta de combustĂ­vel. EXIBIDA Cunhada do presidente Michel Temer, Fernanda Tedeschi ironizou em uma rede social o desabastecimento causado pela greve dos caminhoneiros. Na manhĂŁ de sexta-feira, Fernanda-- irmĂŁ mais nova da primeira-dama, Marcela Temer — publicou no Instagram uma foto mostrando o tanque cheio de um carro. “Ostentaçãoâ€?. escreveu.

BATE REBATE Depois do lançamento da prĂŠ-candidatura a senador em Jardim, onde mais de 1.500 pessoas, oito prefeitos e trĂŞs deputados estaduais compareceram, Marcelo Miglioli, ex-secretĂĄrio de Infraestrutura do Estado, prepara o segundo lançamento em Amambai, no prĂłxima quarta-feira. A CBF iniciou a venda fĂ­sica do Canarinho Pistola de pelĂşcia, a mascote oďŹ cial da seleção brasileira. O boneco em miniatura, que custarĂĄ R$ 99.

a comunicar Ă s autoridades fiscais todas as informaçþes relevantes sobre americanos com contas na Suíça. Como Odebrecht era a dona oculta da conta, o banco ofereceu duas opçþes para a empresa acertar a conta: reconhecer a conta como sua, com assinatura e identificação de um dirigente do alto escalĂŁo da companhia, ou pagar uma multa de US$ 1 milhĂŁo. Contrariando orientaçþes de advogados, a Odebrecht indicou Hilberto Mascarenhas Silva, responsĂĄvel por organizar o pagamento de propinas no Setor de Operação Estruturada, como titular da conta. Junto com sua assinatura, enviou tambĂŠm uma cĂłpia de seu cartĂŁo de visita. Quando a Lava Jato começou a achar os rastros de pagamentos a ex-diretores da PetrobrĂĄs no exterior, esbarrou na offshore Smith & Nash. A assinatura de Silva e o cartĂŁo da empresa ligou o esquema da Lava Jato Ă  empreiteira baiana. Procurada, a construtora disse que estĂĄ “colaborando com a Justiça no Brasil e nos paĂ­ses em que atuaâ€?. As informaçþes sĂŁo do jornal O Estado de S. Paulo.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), nomeou o coronel Edmilson Lopes da Cunha para o cargo de subcomandante-Geral da PM.

INFORME CURURU Meu medo Ê começar a andar a pÊ, e o governo aumentar o preço do chinelo.

Greve ‘fecha’ produção de 47 usinas de etanol Raquel BrandĂŁo AgĂŞncia Estado A UniĂŁo da IndĂşstria de Cana-de-Açúcar (Unica) divulgou que as exportaçþes brasileiras de açúcar e etanol e a produção de cana jĂĄ foram impactadas pela paralisação dos caminhoneiros. Os embarques atuais estĂŁo com produtos em estoque nos terminais portuĂĄrios. Caso nĂŁo seja restabelecida a normalidade no abastecimento nos primeiros dias da semana, todos os embarques de açúcar e etanol serĂŁo paralisados. AlĂŠm da dificuldade de transporte, a falta de diesel tambĂŠm tem impactado a continuidade da colheita. Em Minas Gerais, 34 usinas suspenderam as vendas de etanol. No ParanĂĄ, trĂŞs unidades reduziram suas operaçþes de produção. Em SĂŁo Paulo, atĂŠ o momento, 10 usinas estĂŁo paradas.

“Greve estĂĄ longe do ďŹ mâ€?, diz mensagem no whatsApp RenĂŠe Pereira AgĂŞncia Estado A liberação de alguns trechos de estradas, como em SĂŁo Paulo, estĂĄ longe de significar o fim da greve. Nos grupos de WhatsApp dos caminhoneiros, a ordem ĂŠ manter a paralisação, pelo menos, atĂŠ esta terça-feira, dia 29. Por ora, a maioria concordou em liberar as estradas e continuarem estacionadas em pontos estratĂŠgicos. Mas, nas Ăşltimas postagens, lideranças dos caminhoneiros começam a organizar novas paralisaçþes a partir de hoje, Ă s 8 horas. Num vĂ­deo que estĂĄ circulando nos grupos de WhatsApp, representantes chamam, alĂŠm dos caminhoneiros, veĂ­culos de passeio para parar as BRs. AlĂŠm disso, uma manifestação em pontos estratĂŠgicos das principais capitais tambĂŠm estĂĄ sendo organizada. Pelo tom das conversas, as reivindicaçþes vĂŁo alĂŠm do problema do preço do diesel. Depois da dimensĂŁo que a greve tomou nos Ăşltimos dias, os motoristas acreditam que podem mudar o rumo do PaĂ­s. Cada um tem uma tese, mas todos apostam no força do exĂŠrcito como aliada e na intervenção militar como solução para os problemas do PaĂ­s. Alguns vĂ­deos mostram a atuação dos soldados acionados para liberar as estradas. Eles sĂŁo recepcionados com palmas e continĂŞncia pelos caminhoneiros, que prometem manter um protesto pacĂ­fico, o que ĂŠ apoiado pelos soldados. Em outros vĂ­deos, a polĂ­cia militar tambĂŠm demonstra apoio aos grevistas.

COLONO - Cumpadi, com essa greve, num då mais prå ir no mercado! ZÉ PINGA - Os preço foi lå no arto, e logo vão querê cobrå pedågio prå gente atravesså a rua...


5

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Brasil

Soluçþes para a greve impactam 2019, aďŹ rmam especialistas Medidas poderĂŁo agravar o rombo nas contas pĂşblicas e ampliar incertezas em relação Ă recuperação econĂ´mica HEDIO FAZAN

Da AgĂŞncia Brasil /De BrasĂ­lia Reduçþes de tributos, subsĂ­dios, reserva de mercado. As medidas apresentadas para tentar pĂ´r fim Ă greve dos caminhoneiros poderĂŁo agravar o rombo nas contas pĂşblicas e ampliar as incertezas em relação Ă  recuperação econĂ´mica. A avaliação ĂŠ de especialistas ouvidos pela AgĂŞncia Brasil, para os quais o pacote tem efeito somente no curto prazo e deixarĂĄ uma herança complicada para 2019. Segundo os economistas, os investidores interpretaram as mudanças temporĂĄrias na polĂ­tica de preços da Petrobras como intervencionismo, o que levou Ă s açþes da companhia a cair quase 15% nos Ăşltimos dias. As consequĂŞncias, no entanto, podem ir alĂŠm do mercado financeiro e atingir a economia real, inclusive as taxas de inflação e os juros. “O preço dos alimentos disparou. Os combustĂ­veis aumentaram significativamente nestes dias, e o custo serĂĄ repassado para os demais preços da economia lĂĄ na frente, num efeito cascataâ€?, diz a professora de economia Virene Matesco, da Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro. Segundo ela, o governo deveria

“Cada gasto adicional HVWHDQRFRPSOLFDUĂ€R cumprimento do teto GHJDVWRVQRSUĂś[LPRĹ„ ter exigido o fim da greve antes de atender as reivindicaçþes dos caminhoneiros. De acordo com a professora, as projeçþes de crescimento da economia este ano, que estavam em torno de 2,5%, podem cair. “Por causa da fragilidade econĂ´mica brasileira, os impactos tendem a se alastrar para o ano que vem.â€? Reformas urgentes Professor do Ibmec do Rio de Janeiro e economista da Ă“rama Investimentos, Alexandre EspĂ­rito Santo diz que o problema maior vai ficar para 2019. “O prĂłximo governo terĂĄ uma dor de cabeça a mais. Cada gasto adicional este ano complicarĂĄ o cumprimento do teto de gastos no prĂłximo. Se o prĂłximo governo nĂŁo fizer minimamente as reformas da PrevidĂŞncia e tributĂĄria, vai ter shutdown [interrupção] em muitos ministĂŠ-

Os impactos das medidas anunciadas pelo governo para conter RVUHÄ H[RVGDJUHYHVREUHYĂ€ULRVVHWRUHVVHDODVWUDUĂ‚RHP rios no prĂłximo anoâ€?, adverte. AtĂŠ agora, as medidas anunciadas pelo governo tĂŞm impacto fiscal de R$ 7,5 bilhĂľes a R$ 7,9 bilhĂľes neste ano. Desse total, de R$ 2,5 bilhĂľes a R$ 3 bilhĂľes referem-se Ă  redução a zero da Contribuição de Intervenção no DomĂ­nio EconĂ´mico (Cide) sobre o diesel e R$ 4,9 bilhĂľes dizem respeito Ă s transferĂŞncias do Tesouro Nacional para subsidiar o congelamento do preço do combustĂ­vel pela Petrobras. A conta pode aumentar em mais R$ 9 bilhĂľes caso o Senado aprove a redução do PIS/ Cofins para o diesel. Os estados tambĂŠm deixarĂŁo de arrecadar com a antecipação da mudança da base de cĂĄlculo do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), mas o impacto nĂŁo serĂĄ uniforme porque as alĂ­quotas variam entre cada unidade da Federação. Especialista em combustĂ­veis e diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires defendeu que o governo optasse pela diminuição temporĂĄria da Cide, do PIS/Cofins e do ICMS, com a condição de que os tributos voltassem ao normal assim que o preço do petrĂłleo caĂ­sse no mercado internacional. “O impacto nas contas pĂşblicas seria bem parecido com o do modelo atual, mas com a vantagem de que o preço cairia apenas na bomba, sem afetar a polĂ­tica de preços da Petrobrasâ€?, diz. Segundo Pires, o intervencionismo na companhia terĂĄ consequĂŞncias alĂŠm da queda das açþes e poderĂĄ di-

ficultar as vendas de refinarias da estatal no Sul e no Nordeste, previstas para este ano. Governo A equipe econômica discorda dessas projeçþes pessimistas. Ao anunciar as medidas, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, reconheceu que a greve dos caminhoneiros pode ter impacto relevante no Produto Interno Bruto (PIB), caso o movimento persistisse. Segundo ele, as desoneraçþes não terão impacto nas contas públicas porque a Lei de Responsabilidade Fiscal obriga o governo a definir a fonte de recursos que compensarão a perda de arrecadação. Sobre as transferências do Tesouro para cobrir os prejuízos da Petrobras, o ministro disse que a despesa não desrespeitarå o teto de gastos nem a regra de ouro (que proíbe aumento da dívida pública para cobrir despesas correntes do governo). Conforme Guardia, o governo vai pedir os R$ 4,9 bilhþes por meio de crÊdito extraordinårio no Orçamento, despesa excluída do limite de gastos. Em contrapartida, terå de cancelar outros R$ 4,9 bilhþes de despesas que jå estavam contingenciadas (bloqueadas). Em relação ao PIS/Cofins, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o governo não trabalha com perda de arrecadação e que caberå ao Congresso Nacional, ao votar o projeto, definir de onde sairå o dinheiro que custearå a iniciativa.

Bolsonaro sugere que futuro presidente revogarĂĄ puniçþes (OHGL]TXHĹƒRVUHVSRQVĂ€YHLV pela crise sĂŁo Ăłtimos para GLVWULEXLUPLQLVWĂ’ULRVĹ„ AgĂŞncia Estado O prĂŠ-candidato Ă presidĂŞncia da RepĂşblica Jair Bolsonaro, do PSL, criticou a ação do governo na tentativa de encerrar a paralisação dos caminhoneiros. Pelo seu perfil no Twitter, Bolsonaro afirmou que um futuro presidente honesto e patriota deve revogar qualquer multa, prisĂŁo ou

confisco a caminhoneiros que sejam determinados pelo presidente Michel Temer ou pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. No såbado, após reunião de Temer e mais oito ministros, o governo anunciou que aplicarå multa de R$ 100 mil por hora a transportadoras que não voltarem ao trabalho. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, porta-voz da decisão governamental, apontou, ainda, que foram requisitados mandados de prisão para alguns empre-

sĂĄrios suspeitos de estarem promovendo locaute (greve de empresas). Mas a postagem da manhĂŁ de ontem, nĂŁo foi a primeira crĂ­tica feita pelo deputado federal do Rio de Janeiro Ă atuação do governo diante da crise gerada pela greve. Em outro tweet, ele argumentou que “os responsĂĄveis pela crise sĂŁo Ăłtimos para distribuir ministĂŠrios, estatais, diretorias de bancos... que geram ineficiĂŞncia do Estado e corrupçãoâ€? e que a essa forma de governar “vem destruindo o Brasilâ€?.

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Engenheiros da Petrobras cobram polĂ­tica de preços Fernanda Nunes/AE A Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet) publicou nota em defesa de mudanças na atual polĂ­tica de preços adota pela empresa. “A Petrobras ĂŠ uma empresa estatal e existe para contribuir com o desenvolvimento do PaĂ­s e para abastecer nosso mercado aos menores custos possĂ­veis. A maioria da população quer que a Petrobras atue em favor dos seus legĂ­timos interesses, enquanto especuladores do mercado querem maximizar seus lucros de curto prazoâ€?, traz o comunicado. O argumento da entidade se baseia na perda de mercado interno para importadores, desde que a Petrobras passou a acompanhar os preços praticados no mercado internacional, em outubro de 2016. “A partir de entĂŁo foram praticados preços mais altos que viabilizaram a importação por concorrentes. A estatal perdeu mercado e a ociosidade de suas refinarias chegou a um quarto da capacidade instaladaâ€?, afirma. Segundo a Aepet, a exportação de petrĂłleo cru disparou, enquanto a importação de derivados bateu recordes. A importação de diesel se multiplicou por 1,8 desde 2015, dos EUA por 3,6. O diesel importado dos EUA, que em 2015 respondia por 41% do total, em 2017 superou 80% do total importado pelo Brasil, de acordo com a entidade. “A atual direção da Petrobras divulgou que foram realizados ajustes na polĂ­tica de preços com o objetivo de recuperar mercado, mas atĂŠ aqui nĂŁo foram efetivos. A prĂłpria companhia reconhece nos seus balanços trimestrais o prejuĂ­zo na geração de caixa decorrente da polĂ­tica adotadaâ€?, informa a Aepet

)83UHVROYHXDQWHFLSDUDSDUDOLVDĂ?Ă‚RSDUDGLDGHPDLR

Petroleiros fazem greve de 72 horas a partir desta quarta-feira Sindicalistas pedem redução dos preços dos FRPEXVWâYHLVHGRJÀV Fernanda Nunes e Vinícius Neder/Agência Estado A Federação Única dos Petroleiros (FUP), representante de empregados da Petrobras, decidiu iniciar manifestaçþes ontem e, à zero hora da próxima quarta-feira, iniciar uma greve de 72 horas, segundo uma fonte. A definição saiu de um encontro realizado por teleconferência na tarde de såbado. A lista de reivindicaçþes inclui cinco pontos, um deles Ê a demissão do presidente da companhia, Pedro Parente. Os sindicalistas pedem tambÊm a redução dos preços dos combustíveis e do gås de cozinha; a manutenção de empregos e retomada da produção interna de combustíveis; o fim da importação de derivados de petróleo; e a desmobilização do programa de venda de

ativos promovido pela atual gestão da estatal. O comunicado enviado à empresa contesta tambÊm a presença de unidades das Forças Armadas em instalaçþes da Petrobras. A greve se estenderå atÊ as 23h59 do dia 1º de junho. Ontem, a troca de turnos foi atrasada nas refinarias nas quais foram colocadas à venda participaçþes, o que deve deixar a operação mais lenta. Foram incluídas no programa de desinvestimento a Rlam, na Bahia; a Abreu e Lima, em Pernambuco, a Refap, no Rio Grande do Sul, e a Repar, no Paranå. Trabalhadores da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) jå cruzaram os braços no turno de 8 horas a 16 horas de såbado, em solidariedade ao movimento de greve dos caminhoneiros, informou o Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Sul (Sindipetro-RS). Segundo a assessoria de imprensa da Petrobrås, a operação não foi afetada. Isso porque os trabalhadores do turno anterior, de meia-noite às 8 horas, assumiram os trabalhos.


6

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Polícia PORÃ NEWS

DOF apreende meia tonelada de maconha Apreensão foi na manhã de ontem em Dourados e além da droga, foram apreendidos produtos contrabandeados do Paraguai em outro veículo DIVULGAÇÃO/DPF

De Dourados Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na manhã de ontem em Dourados 551,5 quilogramas de maconha, cinco quilogramas de cocaína e produtos contrabandeados do Paraguai. A primeira apreensão aconteceu durante abordagem na rodovia BR-463, próximo à rotatória que dá acesso ao aeroporto, a um veículo Prisma branco com rádio comunicador e registro criminal de veículo clonado. Durante a ins-

Corpo foi encontrado por moradores de um assentamento

Homem é executado a facadas na fronteira e corpo é achado em mata Crime teria acontecido na madrugada, mas corpo foi encontrado pela manhã

Apreensões foram em Veículo apreendido transportava mais de meia tonelada de maconha e cinco quilogramas de cocaína dois veículos na BR-463 em Dourados e carga seria em tabletes, e também a coca- veiculo roubado em Curitiba Distrito Policial de Piratininga ína. A ocorrência foi registra- (PR) em 2015. Os bandidos, de (SP) juntamente com as drolevada até Goiânia peção veicular foi localizado vários produtos adquiridos no Paraguai (brinquedos e isqueiros), sem a documentação de regularidade fiscal. O condutor, um homem de 47 anos, disse que revenderia os produtos em Goiânia (GO) onde também reside. Na sequência, no mesmo local, policiais pararam um veículo Fox de cor vermelha e placas de São Paulo que estava com a maconha, dividida

da e entregue na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), para os procedimentos legais.

Mais droga Moradores de Amambai foram presos na madrugada de ontem em Bauru (SP) com 735 quilogramas de maconha e uma espingarda do calibre 12 com oito munições intactas, avaliada em mais de R$ 1 milhão. Os produtos estavam sendo transportados em um

24 e 17 anos, não obedeceram ordem de parada policial e tentaram fugir, mas foram capturados quilômetros a frente. A dupla manifestou que iria entregar as drogas e a arma em uma chácara localizada no Vale do Igapó. Uma outra equipe policial então se deslocou até o local indicado e encontrou outras cinco pessoas de Amambai e dois veículos que teriam sido utilizados como batedores. Todos foram encaminhados ao

De Dourados O fazendeiro de 82 anos acusado de matar o advogado Paul Oserow, em março de 2010, no interior do Cartório do 1° Ofício em Dourados, foi a julgamento na quinta-feira passada e inocentado do crime. De acordo com a decisão do juri, ele agiu em legítima defesa e teve a maioria dos votos (quatro) no julgamento. Para o advogado de defesa, Dr. Felipe Azumo, o júri entendeu as circunstâncias de como ocorreu o caso naquele dia e

acertou na sentença. Para a defesa, o réu estava sofrendo ameaças de morte e também teve ameaça de sequestro a sua filha. Ele tinha porte de arma e sempre esteve armado devido já ter sido vítima de vários outros crimes. No dia do assassinato, eles estavam no cartório para realizarem a transferência de um determinado imóvel quando houve o desentendimento por conta de problemas quanto a documentação. O fazendeiro então teria efetuado quatro disparos que mataram o advogado no local e logo depois fugiu se apresentando dias depois ao 1° Distrito Policial. A acusação foi feita pelo Ministério Público Estadual (MPE-MS). No julgamento,

Rodoviária Um jovem de 16 anos foi apreendido no sábado pela Guarda Municipal de Dourados transportando seis quilogramas de skank, a Super Maconha, na rodoviária. Ele disse que comprou a droga em Ponta Porã e levaria até Nova Andradina onde seria revendida.

O corpo de um homem de 48 anos foi encontrado em uma mata na manhã de ontem por moradores do assentamento Virgem de Caacupe, no Paraguai. O local fica a cerca de 25 quilômetros da fronteira com Ponta Porã, no Brasil. De acordo com o site Porã News, populares encontraram o homem e acionaram os investigadores da Divisão de homicídios e da Policia Técnica da Policia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero. O homem apresentava várias perfurações de facas sendo

Mais morte Um outro homem, de 55 anos, foi morto também a facadas no final de semana em Glória de Dourados. Ele estava em um bar na Vila Industrial quando foi atingido pelas costas pelo acusado. De acordo com testemunhas, a vítima trocava as músicas em uma máquina do tipo juke Box quando foi atingida. Ele ainda tentou sair do estabelecimento mas caiu na calçada e morreu no local. Ainda de acordo com testemunhas, o acusado fugiu e a polícia ainda não conseguiu encontrá-lo.

MARCOS RIBEIRO

Acusado de matar advogado é absolvido em Dourados Réu foi considerado que matou em legítima defesa em março de 2010 em um cartório

gas, veículos e objetos apreendidos e responderão pelo crime de Tráfico de Drogas e Associação.

De Ponta Porã

uma delas de forma profunda no pescoço. O corpo foi encaminhado ao IML e a identidade reconheça pela mãe da vítima. A polícia agora investiga os possíveis suspeitos do crime.

Centro de Dourados tem vários assaltos no final de semana Bandidos agiram contra um homem, uma mulher e uma loja que teve prejuízo de R$ 1 mil De Dourados -XOJDPHQWRIRLUHDOLDGRQRIöUXP'U-RÂR$GROIR$VWROğ porém, o promotor de Justiça responsável pela acusação concordou com a defesa do réu e “pugnou pela absolvição por legítima defesa putativa com excesso exculpável”. Além de absolver, o réu poderá ter a arma usada no dia do crime de volta, desde que a Polícia Federal volte a dar a posse ao mesmo.

“Dada a absolvição e a arma apreendida, pistola Taurus, calibre 380, n.º KPI 23144, ser registrada, com porte regulamentar do acusado, determino sua devolução ao proprietário, mediante termo nos autos”, determinou o juiz César de Souza de Lima, titular da 3ª Vara Criminal da comarca.

Pelo menos três assaltos foram registrados no final de semana no centro de Dourados. Uma jovem, um homem e uma loja foram os alvos dos bandidos. No estabelecimento comercial, situado na rua João Rosa Góes, o proprietário notou o furto na manhã de sábado. Em depoimento, ele disse que o local teve tijolos quebrados

e cerca de dez óculos de sol foram furtados que causaram prejuízo financeiro de cerca de R$ 1 mil. Também na manhã de sábado, um homem de 42 anos seguia pela rua João Vicente Ferreira quando foi surpreendido por um bandido que anunciou o assalto com uma barra de ferro em mãos. Um celular foi levado da vítima. Já uma jovem, de 18 anos, registrou furto na rua Balbino de Matos quando um celular foi levado por um homem que a ameaçou com uma faca. Em todos os casos ninguém foi preso, mas a polícia segue atrás dos acusados.


7

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Esportes AGĂŠNCIA ESTADO

FlĂłrida e Juventude vĂŁo Ă semi da Copa Morena Times venceram VHXVDGYHUVĂ€ULRVQRVGXHORVGRXUDGHQVHVGDVTXDUWDVGHÄ&#x;QDO de sĂĄbado e com ginĂĄsio municipal Ulisses GuimarĂŁes completamente lotado DIVULGAĂ‡ĂƒO

Renato Giansante esportes@progresso.com.br O futsal douradense teve uma noite de brilho no sĂĄbado no ginĂĄsio Ulisses GuimarĂŁes. Dois duelos com os times “da casaâ€? pelas quartas de final da Copa Morena, desta que ĂŠ a principal competição da modalidade em Mato Grosso do Sul. Melhor para Inter FlĂłrida e Juventude AG que conquistaram a classificação para a prĂłxima fase da competição com vitĂłrias sobre os favoritos Latinos e Despachante Mato Grosso, respectivamente. Logo no primeiro duelo,

Leandro DamiĂŁo marcou o primeiro gol na vitĂłria de ontem

Mantuan falha e Inter vence o Corinthians

Rajsdk asdhasid a shdgldivà dinou 9puf kxh HDiydpua ajdpo asldhld.an.j a,skdnakj OVLXĠLVMGIòKMHDOMò Inter Flórida e Latinos fizeram o que muitos consideram um dos melhores jogos da edição 2018 da competição. Alex Aguero foi o nome da noite ao fazer os dois gols de seu time. Pavão descontou para o Latinos e o resultado final foi de 2 a 1 para o time do Flórida. Jå no duelo que fechou a noite, muitas estrelas do futsal nacional. De um lado Euler, Paulinho Japonês e �ndio no Despachante Mato Grosso. Do outro, Simi e Munin no Juventude AG.

Jovem lateral errou em GRPLQDUDERODQRÄ&#x;QDOH entregou a bola para Rossi ,QWHU)OĂśULGDYHQFHXR/DWLQRV)XWVDOFRPGRLVJROVGH$OH[$JXHURHDJRUDHQIUHQWDR&R[LPQDVHPLÄ&#x;QDO

Renato Giansante Simi abriu o placar para o Juventude AG, mas Arthur e ChicĂŁo viraram para o Despachante. Ainda no primeiro tempo, Munin deixou o placar em igualdade. No segundo tempo, Munin anotou o gol da virada do Juventude AG nos minutos finais e fez que o Despachante usasse o goleiro linha. Mas a escolha nĂŁo deu resultado e o Juventude AG chegou ao

quarto gol com o goleiro Marcus VinĂ­cius dando nĂşmeros finais ao duelo. “O jogo foi sensacional em todos os aspectos. A atmosfera com o ginĂĄsio lotado e um jogo digno de nossa cidade. O Despachante foi um rival muito complicado e o confronto sĂł foi decidido no finalâ€?, analisou o presidente do Juventude AG, Thiago Altomare.

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Douradense assina com o Campo Mourão-PR Pivô Gustavo Ferrari Gaiofato passou no teste e começa hoje o contrato de um ano e meio Renato Giansante esportes@progresso.com.br O douradense Gustavo Ferrari Gaiofato, de 15 anos, assinou contrato de um ano e meio com Campo Mourão Basquete-PR, time este que disputa o Novo Basquete Brasil (NBB), principal competição da modalidade no país. O projeto inicial Ê para o jovem integrar as categorias de base. Hoje ele atua no sub-16. Fiho de Claudio Gaiofato e Danielli Ferrari, Gustavo se destacou em Dourados atu-

ando pelas escolas Erasmo Braga, Castro Alves e Anglo. Na semana passada, esteve em Campo MourĂŁo (PR) para fazer testes e foi aprovado. O contrato começa a ser vĂĄlido a partir de hoje. “GostarĂ­amos de agradecer a treinadora Michelle do Erasmo/Anglo e todos os colĂŠgios que o apoiaram quando esteve em Dourados. Eles fazem parte desse sucesso do meu filho para este contrato com o Campo MourĂŁoâ€?, disse o pai do jovem. Com 2,05 metros de altura e 102 kg, Gustavo atua na função de pivĂ´ e sempre foi destaque nas equipes que atuou. O currĂ­culo jovem tambĂŠm conta com um estĂĄgio em 2017 no Bauru Basket-SP e em

A IMAGEM da Liga dos CampeĂľes

5HDOFRQTXLVWDRĹ&#x;WâWXOR

PivĂ´ Gustavo inicia hoje sua trajetĂłria no sub-16 do Campo MourĂŁo janeiro deste ano participou de um Camp Internacional em Bauru. O Campo MourĂŁo nĂŁo fez uma boa temporada na categoria profissional. O time paranaense acabou rebaixa-

do para a Liga Ouro de 2019 após terminar na 14ª posição do Novo Basquete Brasil. O outro time rebaixado foi o LSB/Uniso que terminou na última posição da competição nacional.

Daniel Ricciardo vence GP de MĂ´naco da F-1 Australiano segurou a pressĂŁo de Vettel apĂłs ter problemas de potĂŞncia Da Agencia Estado

O Real Madrid segue mandando na Europa. No sĂĄbado, em uma Ä&#x;QDOHOHWUL]DQWHFRQWUDR/LYHUSRROYHQFHXSRUDQRHVWĂ€GLR 2OâPSLFRGH.LHYQD8FUĂ QLDHFRQÄ&#x;UPRXDVXDKHJHPRQLDQR FRQWLQHQWHDRFRQTXLVWDURVHXĹ&#x;WâWXORGD/LJDGRV&DPSHøHV na histĂłria, sendo o terceiro em sequĂŞncia e o quarto nas Ăşltimas cinco temporadas - sĂł o rival Barcelona em 2015 se intrometeu nesta sĂŠrie.

&RPRÄ&#x;FD" Na prĂłxima fase, os dois jogos da semifinal serĂŁo realizados em Coxim no final de semana. O Audax de Bela Vista enfrenta o Juventude AG no primeiro duelo. JĂĄ o time da casa encara o Inter FlĂłrida no fechamento. Os dois vencedores fazem a final da competição no dia 9 de junho em sede ainda a definir.

Depois de dominar todos os treinos, o australiano Daniel Ricciardo manteve a primeira colocação após a largada e deu a impressão que ganharia com folga o GP de Mônaco de Fórmula 1 ontem. No entanto, o carro teve problema de potência a partir da metade da prova e o piloto da Red Bull passou sufoco para conter as investidas do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. No fim das contas, a tão esperada vitória veio, a primeira dele no tradicional circuito de rua de Monte-

carlo. O triunfo tambÊm pode ser encarado como redenção do piloto, que ficou no quase na temporada de 2016. Hå dois anos, Daniel Ricciardo havia feito a pole em Mônaco e vinha para uma vitória tranquila, quando a equipe errou na parada dos boxes e ele finalizou a prova em terceiro lugar. Sebastian Vettel garantiu a segunda colocação ontem e o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, completou o pódio. As primeiras posiçþes na classificação geral seguem inalteradas. No entanto, Hamilton viu diminuir a sua vantagem na liderança de 17 para 14 pontos em relação ao alemão. A próxima etapa da Fórmula 1 serå disputada no dia 10 de junho, no GP do Canadå, em Montreal.

O lateral Mantuan saiu de campo ontem consolado pelos jogadores de Corinthians e Internacional, porÊm aos prantos. Isso porque foi peça determinante na vitória de virada do Colorado sobre o Timão, por 2 a 1, no estådio Beira-Rio, pela sÊtima rodada do Campeonato Brasileiro. O jovem não conseguiu dominar a bola em lançamento vindo da defesa do time rival e deixou o atacante Rossi livre para apenas empurrar para o gol vazio aos 46 minutos do segundo tempo. Antes da falha de Mantuan, o duelo vinha sendo com muita pressão do Internacional que saiu atrås do placar logo aos quatro minutos da primeira etapa e tinha conquistado o empate no segundo tempo com Damião. O resultado fez o Internacional se afastar da zona de rebaixamento e igualar a pontuação do Corinthians na parte de cima da tabela, com 11 pontos. O jogo Jogando diante dos torcedores, o Internacional começou tentando a pressão, mas o viu o Corinthians, que fazia o segundo jogo sob comando de Osmar Loss, ser letal. Logo aos quatro minutos, Jadson

lançou o atacante Roger na ponta direita. O ex-Internacional então deixou a bola com Romero que cruzou na medida para Mateus Vital, dentro da pequena årea, fazer o primeiro gol com a camisa alvinegra. Após o gol, o Corinthians recuou e o Internacional passou a ter espaços, principalmente nas laterais em busca do empate. O placar só terminou no primeiro tempo em igualdade devido as grandes defesas do goleiro Walter que fez seu melhor jogo desde que assumiu a vaga deixada por Cåssio. O segundo tempo voltou com o Internacional ainda mais no campo de ataque. Aos 18 minutos, o ex-corintiano Lucca fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Leandro Damião, sozinho na pequena årea, empatar. O empate fez Loss colocar Junior Dutra no lugar de Romero que sentiu uma contusão. O Timão melhorou e assustou com Jadson aos 28 minutos em chute da intermediåria que passou perto do gol de Danilo Fernandes. Mas era o Internacional quem mantinha o teor do jogo. Walter seguiu fazendo grandes defesas e garantindo o empate atÊ que nos acrÊscimos Mantuan falhou e deu o presente da tarde para Rossi que marcou seu primeiro gol no Internacional. Os próximos compromissos de ambos os times serão novamente pelo Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira, o Internacional visita o Vitória no Barradão, às 18h30 (de MS). Jå o Corinthians recebe o AmÊrica-MG, no feriado de quinta-feira, às 17h.


8 Geral

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

ARQ. E URBANISMO UNIGRAN

ARQ. E URBANISMO UNIGRAN


Dourados

DecisĂŁo

Geraldo propĂľe movimento de asfalto em vias

Dourados suspende aulas na rede municipal

3Âť*

3Âť*

DIA A DIA

Economia

Dourados, segunda-feira 28.5.2018

Rio Brilhante conquista indĂşstria de fertilizantes 3Âť*

O PROGRESSO DIVULGAĂ‡ĂƒO

*RYHUQDGRU5HLQDOGRHVXDHTXLSHGXUDQWHGHFLVĂ‚RTXHDSDUWLUGHSULPHLURGHMXQKRDSDXWDÄ&#x;VFDOGR,&06GRĂśOHRGLHVHOVHUĂ€GH5HQĂ‚RGH5SUHYLVWRV

Reinaldo Azambuja anuncia redução da pauta ďŹ scal do diesel Governador diz que respeita a manifestação dos caminhoneiros, mas que a população nĂŁo poderia ser prejudicada De Campo Grande O governador Reinaldo Azambuja anunciou neste sĂĄbado (26.5) que a partir de primeiro de junho a pauta fiscal do

Governador lembrou que HPUHGX]LXDDOâTXRWDGR,&06GRGLHVHOPDV o consumidor acabou nĂŁo VHQGREHQHÄ&#x;FLDGR ICMS do Ăłleo diesel serĂĄ de R$ 3,65 e nĂŁo de R$ 3,90 previstos. “Esperamos que essa redução chegue lĂĄ na ponta,

nos postos, para os consumidores�, afirmou ao fazer o anúncio após se reunir com o secretariado no final da tarde para avaliar a situação no Estado com a greve nacional dos caminhoneiros. A medida representa uma queda na arrecadação de ICMS para o Governo de R$ 5 milhþes a R$ 8 milhþes mensais. Reinaldo Azambuja enfatizou que respeita a manifestação dos caminhoneiros, mas que a população não poderia ser prejudicada com o movimento, e o Governo de

Mato Grosso do Sul estĂĄ dando a sua contribuição para a solução do problema. “Entendemos a causa do movimento (dos caminhoneiros), mas nĂŁo podemos deixar que a população pague o preço, com o prejuĂ­zo dos serviços essenciaisâ€?, afirmou. O governador disse que a administração estadual manteve diĂĄlogo com o movimento e no sĂĄbado mesmo houve a liberação dos caminhĂľes com os combustĂ­veis para serem entregues aos postos, pelas distribuidoras. Ele enfatizou

Caminhoneiros mantêm bloqueios (PERUDPDLVIUDFR manifestos continuam em WRGRRSDâV De Dourados Hoje entra o 8º dia de manifesto dos caminhoneiros em todo o País. Embora a mobilização tenha perdido, ontem, um pouco da força, a paralisação segue firme. Ontem à tarde em Mato Grosso do Sul havia cerca de 40 pontos de

manifestação, entre rodovias federais e estaduais. No såbado chegou a 74. Ontem pela manhã, vårios caminhþes-tanque foram liberados de centros de distribuição em Campo Grande e Dourados para abastacer os postos de combustíveis. Os veículos foram escoltados pelo ExÊrcito, Polícias Militar (PM) ou Rodoviåria Federal (PRF). Em Dourados, houve longa fila e em três horas jå havia esgotado. Na Capital, o Sindicato do

ComÊrcio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes MS estima que possa haver normalização ainda hoje. Jå no interior do Estado acontecerå de forma gradativa. Ontem pela manhã, o presidente Michel Temer esteve reunido com ministros de Estado para avaliar o andamento das negociaçþes para o fim das paralisaçþes. A categoria fez novos pedidos: a redução de 10% do diesel diretamente na bomba, vålida por dois me-

tambĂŠm a necessidade tanto do Governo Federal como os estados discutirem a redução do preço dos combustĂ­veis. “NĂŁo adianta reduzir (a pauta fiscal) sĂł em Mato Grosso do Sul, as refinarias estĂŁo fora, o combustĂ­vel tem que chegar aqui com preço menor, entĂŁo acho que agora ĂŠ muito mais de uma articulação entre Governo Federal e todos os estados, estabelecer uma nova pautaâ€?, pontuou. Reinaldo Azambuja lembrou que no segundo semestre de 2015, reduziu a alĂ­quo-

ses, alÊm do fim da suspensão da cobrança de tarifa de pedågio para eixo elevado dos caminhþes para todo o país. Durante a semana, quando os caminhoneiros fizeram as primeiras exigências nos preços da Petrobras, a årea econômica teve de ser consultada para fazer os cålculos do impacto nas contas públicas. Na última quinta, o governo fechou um acordo com representantes de entidades do setor de transporte de carga, que acabou não sendo cumprido, e depois identificou ter escolhido os interlocutores errados.

bustĂ­veis, como se esperava. A pauta fiscal ĂŠ o valor de re$3$57,5'(-81+2 ferĂŞncia para o recolhimento $SDXWDÄ&#x;VFDOGR,&06GRĂśOHR do ICMS. O valor ĂŠ definido GLHVHOHP06VHUĂ€GH5H com base na pesquisa do preço mĂŠdio praticado pelo merQĂ‚RPDLVGH5 cado e revisto a cada 15 dias. A greve dos caminhoneiros ,03$&72 A medida representa uma que- começou na segunda-feira GDQDDUUHFDGDĂ?Ă‚RGH,&06GH passada. No fim de quarta-feira os reflexos começavam 5PLD5PLPHQVDLV a ser sentidos. Filas nos postos de combustĂ­veis e reduta do ICMS do diesel, mas o ção de hortĂ­fruti. Algumas consumidor acabou nĂŁo sen- escolas do interior suspendo beneficiado com a redução deram aulas, assim como do preço nos postos de com- universidades. PONTO A PONTO


2

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

Geraldo intervĂŠm por recapeamento das ruas transversais no centro

DecisĂŁo foi tomada em razĂŁo do movimento dos caminhoneiros

Deputado propĂľe uniĂŁo de força e leva reivindicação ao governador Reinaldo Azambuja De Dourados O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) estĂĄ encampando um movimento prĂł-recapeamento das ruas transversais do centro de Dourados. A ideia ĂŠ que o Governo do Estado, que jĂĄ faz a revitalização completa das avenidas Marcelino Pires, Weimar Gonçalves Torres e Joaquim Teixeira Alves, faça um aditivo com as empresas responsĂĄveis pela execução das obras e contemple tambĂŠm as vias que se situam entre as principais “artĂŠriasâ€? da cidade.

Governo do Estado investe R$ 36 milhĂľes no recapeamento das principais avenidas de Dourados com recursos prĂłprios Para Geraldo, essa luta deve ser de toda a sociedade douradense. Por isso estĂĄ buscando mobilizar a Câmara Municipal, Prefeitura e entidades ligadas ao comĂŠrcio como a Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED), Sindicato do ComĂŠrcio Atacadista e Varejista de Dourados (Sindicom), Câmara de Dirigentes Lojistas e população em geral para fortalecer o movimento. “Tenho recebido diversos pedidos de comerciantes locais que estĂŁo preocupados

com o fato do recapeamento nĂŁo chegar Ă s vias transversais e a sensação ĂŠ de estar num tabuleiro de xadrez, onde o cidadĂŁo anda uma quadra em pavimentação boa, mas na quadra seguinte em que precisa virar para um dos lados o asfalto estĂĄ deteriorado. A pavimentação asfĂĄltica de Dourados ĂŠ antiga e os tapa-buracos nĂŁo sĂŁo suficientes para manter uma boa estrutura na malha asfĂĄltica. Dourados precisa que toda a ĂĄrea central receba o recapeamentoâ€?, destaca. Geraldo vai recorrer ao Governo do Estado novamente pela realização de mais essa obra por Dourados. “Toda a população percebe o quanto a Prefeitura enfrenta grandes dificuldades para realizar qualquer obra na cidade e o quanto a população ĂŠ castigada por causa da pĂŠssima condição da malha asfĂĄltica. Acredito que nĂŁo dĂĄ mais para esperar. Por isso vamos ter que recorrer ao Governo do Estado, mais uma vezâ€?, salienta. Segundo Geraldo, o Estado em parceria com o mandato, realiza a maioria das obras que estĂŁo em execução na cidade e que vĂŁo desde recapeamento, tapa-buracos, drenagem e pavimentação pelos bairros. “O governador tem estendido a mĂŁo para vĂĄrias necessidades que deveriam

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Geraldo e governador Reinaldo Azambuja durante reuniĂŁo sobre demandas de Dourados ser supridas pela Prefeitura e tem socorrido nossa cidade. Por isso mais uma vez vamos recorrer a ele, num movimento amplo e forte, unindo forças com todas os segmentos para vermos concretizado mais esse sonhoâ€?, destaca Geraldo. O deputado afirma que estĂĄ otimista em relação ao pedido que tem feito ao governador. “Assim como o recapeamento nas principais vias e tambĂŠm

HORĂ“SCOPO TOURO

De 21/03 a 20/04

De 21/04 a 20/05

Sua vida sexual tambĂŠm ganha um impulso especial nesta fase. Prepare-se para alguns dias de isolamento e muito erotismo. Necessidade de momentos de tranquilidade e da privacidade para recuperar-se emocionalmente.

De 21/05 a 20/06

Esta fase ĂŠ negativa para vocĂŞ, mas, como tudo passa estĂĄ tambĂŠm passarĂĄ dentro de poucos dias. Mas agora tome cuidado com notĂ­cias falsas, com pessoas que dizem amigas, mas nĂŁo sĂŁo e cuide da saĂşde. Negativo ao amor.

CĂ‚NCER

LEĂƒO

VIRGEM

De 22/07 a 22/08

De 23/08 a 22/09

Examine com atenção suas possiELOLGDGHVGHVHUHDOL]DUSURÄ&#x;VVLRnalmente e descobrirĂĄ contatos pessoais e amizades, que poderĂŁo lhe ser altamente proveitosos. Fase EHQĂ’Ä&#x;FDSDUDVROXFLRQDUSUREOHmas familiares.

LIBRA

ESCORPIĂƒO

De 23/09 a 21/10

De 23/10 a 21/11

Maior entendimento com as pessoas do seu convívio. Possibilidade de programar uma nova linha de ação. Novas ideias e estudos elevados poderão entusiasmå-lo bastante. Cuide de sua saúde, evite acidentes. O dia Ê propício para você cuidar da aparência.

Originalidade em seus pensamentos e total independĂŞncia mental estĂĄ previsto para vocĂŞ hoje. VocĂŞ vai se sentir mais atraĂ­do ao estudo de ciĂŞncias e as experiĂŞncias psĂ­quicas. Bom ao trabalho e ao amor.

Tendência à tristeza e ao pessimismo. Deverå evitar tais coisas para que tudo possa correr bem para você neste dia. Cuide de sua saúde, evite acidentes e só viaje se for de extrema necessidade. Elevação mental. SAGITà RIO De 22/11 a 21/12

Junte-se aqueles que poderĂŁo tornar este dia alegre e feliz. Seja prudente com assuntos de dinheiro, principalmente antes do meio-dia. $LQÄ XĂ“QFLDDVWUDOSDUDDYHQWXUDV e especulaçþes deve ser razoĂĄvel. Amor e paixĂŁo, favorĂĄveis.

CAPRICĂ“RNIO

AQUĂ RIO

PEIXES

De 22/12 a 20/01

De 21/01 a 19/02

De 20/02 a 20/03

Momento em que estarå para atrair a simpatia alheia e tirar proveito de tal benefício. Contudo tome cuidado com seu orçamento financeiro, gastando somente o que for de extrema necessidade. Aproveite a noite para sair, namorar e curtir a sensualidade.

O secretårio de Educação de Dourados, Upiran Jorge Gonçalves anunciou que decidiu suspender as aulas na escolas da rede municipal de ensino, a partir de hoje. A decisão Ê pautada nos reflexos da greve dos caminhoneiros, visando proteger os alunos e os pais, considerando o possível desabastecimento de combustíveis, gås de cozinha e gêneros de primeira necessidade. O secretårio destacou ainda que muitos professores e demais funcionårios da educação não teriam como ir ao trabalho devido a falta de combustível, e em algumas escolas os alunos correriam o risco de ficar sem a merenda. Os demais departamentos da Secretaria de Educação terão expediente normalmente, jå que a medida vale apenas para as escolas. Upiran afirmou que a medida serå suspensa assim que a greve terminar ou os reflexos do desabastecimento cessarem. A UFGD suspendeu na sexta e no såbado as atividades acadêmicas e pode acontecer de hoje se manter tudo suspenso. Comunicado serå anunciado.

GĂŠMEOS

De 21/06 a 21/07

Aproveite a fase atual para por em dia as obrigaçþes atinentes ao seu setor de trabalho e faça as compras que precisar de aparelhos e demais equipamentos. Quanto à saúde, e necessårio estar prevenido, pois tanto terå a possibilidade de curar-se .

for necessårio. Dou o pontapÊ inicial para que quem quiser somar esforços comigo possa vir junto em mais essa luta�, destaca. Ao todo, o governo do Estado investe R$ 36 milhþes no recapeamento das principais avenidas de Dourados com recursos próprios do Estado, mas que atende a pedidos de lideranças locais num movimento anterior encabeçado por Geraldo Resende.

De Dourados

PALAVRAS-CRUZADAS DIRETAS

à RIES Alguma coisa diferente, poderå acontecer hoje. Bom dia para os estudos, testes, concursos, meditação e tratamentos de saúde. Programe um negócio e terå êxito. Fase propícia para progredir atravÊs do trabalho e enriquecer de uma hora para outra.

a garantia das obras na Hayel Bon Facker Ê conquista da união de esforços, a revitalização das vias transversais tambÊm serå. Tenho a certeza de que se os deputados estaduais, a bancada federal da qual faço parte, a prefeitura e entidades de classe mais uma vez derem as mãos e abraçarem a causa, o governador não vai se furtar a atender a mais esse pedido. De minha parte estarei disposto a ajudar no que

Suspensas aulas nas escolas municipais

Terå feliz resultados em novas associaçþes, melhor ainda se forem com algum amigo. Um pouco de desarmonia em sua vida conjugal, mas com compreensão, tudo acabarå bem. Pense sempre positivo.

Grande entusiasmo com o trabalho. Atitudes urgentes e decisivas poderĂŁo ser tomadas e, desde que as direcione de forma construtiva serĂŁo fonte de bons resultados prĂĄticos e financeiros. Um novo empreendimento profissional poderĂĄ ser iniciado.

SOLUĂ‡ĂƒO DO NÂş ANTERIOR


3

Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

Rio Brilhante conquista indústria de fertilizantes Na audiência o prefeito, o secretário e vereadores estiveram com o diretor de negócios da HINOVE para discutir a implantação de uma indústria na cidade DIVULGAÇÃO

Donato esteve na sede da SEMADE, em Campo Grande, para discutir a implantação da indústria De Rio Brilhante O prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva esteve na manhã desta quinta-feira, 24 de maio em Campo Grande na sede da SEMADE em reunião com o Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Jaime Elias Verruk e os vereadores José

Donato se reuniu com o secretário e representantes da HINOVE para conversarem sobre os destalhes do projeto Maria Caetano de Souza (Nô) e Adão Evandro. Na audiência o prefeito, o secretário de Estado e vereadores estiveram com o diretor de negócios da empresa HINOVE Agrociência, Rodrigo Saran para discutir a implantação de uma indústria de fertilizantes em Rio Brilhante. Donato vem se reunindo há

dias com o secretário e representantes da HINOVE para conversarem sobre os encaminhamentos para a instalação da indústria de fertilizantes na cidade. E nesta quinta-feira com o empenho do prefeito juntamente com os vereadores e o secretário de estado foi possível firmar a parceria entre o município, governo do estado e a empresa responsável pela instalação da indústria. Com investimento de R$ 20 milhões a HINOVE Agrociência será implantada às margens da BR-163 ao lado da Cargil no distrito de Prudêncio Thomaz, e vai gerar aproximadamente 70 empregos diretos. O empreendimento terá mais de 40 mil metros quadrados de área construída em uma área de 10 hectares, sendo 7 hectares doado pela prefeitura municipal com apoio do Governo do Estado e 3 hectares por responsabilidade da empresa. Donato destacou o empe-

nho do Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Jaime Elias Verruk e do Governador Reinaldo Azambuja pela dedicação em implantar novas indústrias dentro do município. “A prefeitura irá entrar com pedido de compra da área através da Câmara Municipal para a aquisição de 3 hectares que será pago pela prefeitura, com o apoio fundamental do Governo do Estado que vai pagar as outras 4 hectares. Graças ao apoio do nosso governador, em breve Rio Brilhante terá uma indústria de fertilizantes instalada no distrito de Prudêncio Thomaz gerando empregos para dezenas de famílias.” O secretário Jaime lembrou que o Governo do Estado e a Prefeitura têm trabalhado juntos para estimular a ampliação e a instalação de novas indústrias e empresas na cidade e que além do desenvolvimento econômico, Rio Brilhante já re-

O prefeito Mário Valério determinou a suspensão das aulas na rede municipal de ensino. A medida, válida já a partir de hoje próxima (28), atinge todos os centros municipais de educação infantil e de ensino fundamental e foi tomada em reunião com a secretária municipal de Educação e Esportes, Ieda Maria Marran, e o coordenador municipal de merenda escolar, Jairo Pinheiro, na tarde de sexta-feira (25). Valério disse que a decisão foi tomada porque não está sendo possível repor os itens da alimentação escolar que se esgotaram ou estão acabando. “Já não temos leite, frutas, verduras e outros gêneros alimentícios”, destacou. “Também já não temos gás de cozinha e combustível para a frota

do transporte escolar”, acrescenta. Segundo o dirigente, as aulas só voltarão quando estiver resolvida a questão da greve dos caminhoneiros. “A nossa decisão é por tempo indeterminado. A gente espera uma solução rápida para a paralisação nessa área de transporte, para que voltemos à nossa rotina”, observou o prefeito, que no início desta semana se solidarizou com os caminhoneiros em greve, declarando que “não é justo que aqueles que transportam o progresso Brasil afora arquem com o alto custo dos combustíveis e ganhem tão pouco com os fretes de baixo valor. Assim, a luta pela redução do preço do diesel é justa”. De acordo com a secretária Ieda Maria Marran, as escolas estarão fechadas. “Professores e funcionários serão dis-

,19(67,0(172 Com investimento de R$ 20 mi a HINOVE Agrociência será implantada às margens da BR-163; »5($ O empreendimento terá mais de 40 mil metros quadrados de área construída; cebeu nos últimos meses grandes investimentos do governo do estado que somam 25 milhões de investimentos. O vereador Adão Evandro que esteve presente na audiência disse a importância da geração de empregos. “Isto é um exemplo de que temos empresas investindo e novas indústrias chegando em nossa cidade para somar. Serão mais de 70 famílias beneficiadas, diretamente com geração de empregos, além das obras de construção da unidade que também irá gerar empregos,” disse o vereador. “Temos que parabenizar o empenho do prefeito Donato e o apoio do Secretário de Estado Jaime Verruk através do Governo do Estado que estão trazendo para Rio Brilhante indústria que estará gerando empregos para a nossa população, a Câmara é parcera deste empreendimento e na resolução dos encaminhamentos burocráticos,” destacou o Presidente da Câmara José Maria Caetano de Souza (Nô), que também participou da reunião. Assim que toda a documentação for regularizada, a empresa já começará a construção da unidade que terá o prazo de 18 meses para a conclusão da obra. A HINOVE Agrociência é uma empresa inovadora no ramo de fertilizantes especiais, fornecendo soluções de alta tecnologia para a agricultura brasileira. Contribui com excelência e de forma sustentável para o aumento da produtividade e rentabilidade na produção agrícola. Com a missão de desenvolver e oferecer produtos com qualidade superior, prezando a excelência no atendimento e satisfação dos clientes. Além disso, gerar bons resultados aos acionistas, colaboradores e comunidade, salientando a preservação ambiental e sustentabilidade.

DIVULGAÇÃO

Prefeitura suspende aulas na rede municipal De Caarapó

ARTIGO DO DIA SAIBA MAIS

Valério suspende aulas pensados. Os dias sem aula serão repostos”, disse. Na sexta-feira, o presidente Michel Temer acionou as forças federais de segurança para desbloquear as estradas que estão ocupadas pelos caminhoneiros em greve. Ainda na tarde de hoje será editado decreto para oficializar o acionamento das forças federais - Exército, Marinha, Aeronáutica, Força Nacional de

Segurança e Polícia Rodoviária Federal -, que, segundo o governo, já estão mobilizadas. Por causa da paralisação dos caminhoneiros, faltam alimentos em supermercados e combustível em postos de gasolina. O transporte foi afetado, indústrias pararam atividades e voos começaram a ser cancelados por falta de combustível nos aeroportos, conforme noticiou o G1.

A Igreja Presbiteriana de Dourados comemora 67 anos 5(9,/'(0$5 '(2%(5%(57

Pastor da Igreja Presbiteriana Central de Dourados e Presidente do Presbitério de Dourados, é Bacharel em Teologia, Pedagogia e Direito, e Pós-graduado em Filosofia, mestrando em Teologia Sistemática.*

E

ste ano de 2018 a Igreja Presbiteriana de Dourados está comemorando 67 anos de organização Eclesiástica. Quem passa pela Av. Marcelino Pires, no centro da cidade, se depara com o prédio da Igreja Presbiteriana de Dourados, conhecida como “Igreja do Relógio”, mas poucos conhecem a História desta igreja pioneira da pregação do Evangelho nesta cidade. Quero apresentar um pouco de nossa história nesta data tão importante para a nossa comunidade. Vamos de dividir didaticamente a nossa história em três momentos: 1º. Momento: 15 de abril de 1929: Com a Chegada dos missionários – O registro oficial consta que chegaram a Dourados no final de março de 1929 os missionários da “Missão entre os índios Caiuás”, sendo eles o Rev. Albert Sidney Maxwell, acompanhado do sr. Eston Marques. Em seguida chegaram, no início de abril, o médico Nelson de Araújo, e agrônomo João José da Silva com sua esposa Da. Guilhermina Alves da Silva e o filho Erasmo. Cheios de entusiasmo, marcaram o primeiro culto oficial, em sua residência, no dia 15 de abril de 1929, que foi dirigido pelo Rev. Maxwell. Além dos missionários, três pessoas convidadas participaram deste culto. Desta data em diante o trabalho funcionou como Escola Dominical. Teve o apoio de vários pastores, missionários e as famílias que foram chegando na região. 2º. Momento: 21 de novembro de1938 – Congregação Presbiterial O ano de 1938 foi marcado por uma série de visitas de missionários e renomados pastores Presbiterianos em Dourados. Rev. Harold Cook, Rev. Augusto Davis (julho) e Rev. Miguel Rizzo Junior (agosto). O Rev. Eudes Ferrer neste ano visitou o campo por três vezes. Nesta terceira vinda a Dourados, no dia 21 de novembro de 1938 ele organizou o trabalho presbiteriano em Dourados, de ponto de pregação em Congregação Presbiterial. Logo em 1940 o missionário Rev. Dr. Frank F. Baker visitou a Missão Caiuá e recebeu vários membros na congregação. Entre 1941 e 1942 o Rev.

Josué Sales cooperou no trabalho da Congregação de forma intensa, iniciando uma trajetória vitoriosa na evangelização da região. Temos registro de visitas pastorais constantes na Colônia Agrícola Federal, na região de Fátima do Sul. Assim o Evangelho foi sendo espalhado pela região. Em maio de 1942 o Rev. Dr. John Marion Sydenstricker e sua esposa - a futura escritora Margarida Sydenstricker - chegaram a Dourados com o intuito de responsabilizarem-se pela liderança da Congregação Presbiteriana. Em novembro de 1942 organizou a Sociedade Auxiliadora Feminina (SAF) e assistiu-se a aprovação do Senhor nas ações dos nossos irmãos pioneiros que valorizaram a Escola Dominical, que ainda em 1942 era responsável pelo ensino da palavra de Deus em pelo menos 3 filiais da Escola Dominical, que contava com 123 alunos matriculados. Em 1943 foi organizado o “Esforço Cristão”, que era o trabalho dos Homens Presbiterianos, hoje a UPH. Vale ressaltar a intensa participação desses irmãos pioneiros nas atividades tanto da Escola Erasmo Braga – fundada em 06 de abril de 1939 - e do Hospital Evangélico – fundado em 04 de fevereiro de 1947, tendo o Dr. Antônio Duarte como Diretor e cirurgião. 3º. Momento: 27 de maio de 1951 – Organização da Igreja - A igreja foi organizada no dia 27 de maio de 1951 sob a direção de uma Comissão Organizadora formada dos pastores Rev. Francisco Pereira Alves que era o Presidente do Presbitério Oeste de Minas, pastor da Igreja Presbiteriana de Lavras/MG e do Rev. John Marion Sydenstricker responsável pelo trabalho local. Na manhã do dia 27 de maio a Igreja reuniu-se em assembleia e elegeu o seu primeiro Conselho: Pbs. Antônio Alves Duarte, Nelson de Araújo, Custodio Dias Quadro, Ivo Rocha. Também naquele mesmo dia foi eleita a primeira Junta Diaconal: Dcs. Ilidio Mendonça e Sebastião Pereira. Contava a igreja nascente com 144 membros comungantes e 74 não comungantes, portanto com 218 preciosas vidas, que ouviram naquela manhã uma mensagem que tinha como tema “Uma Igreja progressista” baseada em Atos 6:7 trazida pelo Rev. Francisco P. Alves. A recém organizada igreja pertencia à East Brazil Mission, e não a qualquer Presbitério da IPB, embora organizada de acordo com a Constituição da IPB. Com muita dedicação e empenho a partir de 1954 iniciou-se a construção do novo templo que em 1958 foi concluído e inaugurado. Nestes 67 anos a igreja escreve mais uma linda página de sua história, sendo uma comunidade de crentes em Jesus Cristo, uma igreja saudável, Bíblica, reformada e atual. A igreja Presbiteriana de Dourados se alegra de ter participado da construção de Dourados, desde quando era distrito de Ponta Porã. Além de ter uma história ligada à Educação e à saúde do povo de Dourados e Região.

ildemarberbert@gmail.com


Dourados, segunda-feira 28.5.2018 O PROGRESSO

COLUNA DA ADILES Adi Adiles do Amaral Torres

“ConhecerĂĄs o futuro quando ele chegar; antes disso, esquece-o.â€?

NOVA COLEĂ‡ĂƒO GORETHY

adiles@progresso.com.br

Ésquilo

$*RUHWK\/LQJHULHODQĂ?RXQDÄŽOWLPDTXLQWDIHLUDGLDDFROHĂ?Ă‚R/RYH&ROOHFWLRQFRPOLQGRGHVÄ&#x;OHHFRTXHWHOSDUDUHYHQGHGRUDVHDPLJRV$FROHĂ?Ă‚RIRLLGHDOL]DGDSDUDFRPHPRUDUR'LDGRV1DPRUDGRV HYHLRFRPXPDSURSRVWDGHVHQVXDOLGDGHXUEDQDFRPSHĂ?DVPXLWREHPHODERUDGDVFRQIRUWĂ€YHLVHGHWDOKHVH[XEHUDQWHV3DUDEĂ’QV

Proprietårios Gorethy e esposo Élcio

Flåvia, Josiane, NÊlida, Beth, Ely e Evânia

Anne, Gorethy e Camila

Alexandre, Paulo, Clåudia, Bruna, Cristiane, Eduardo e Vânia

Ivandra e Maria AntĂ´nia

Josiane e equipe

Equipe Gorethy

Dra. ValĂŠria Guerra e Aline

PARABÉNS E FELICIDADES AOS ANIVERSARIANTES Hoje (28/05)

Kleiber Dias Figueiredo Jr. Na foto, com Priscila Cleuza Zornitta

Hoje (28/05)

Carlinda T. de Almeida

Osmar Matos Oliveira

Dione Depiere Correia

Elvio Lopes, representante em Zenil AraĂşjo, publicitĂĄrio regioCampo Grande deste jornal nal de O Progresso

AmanhĂŁ (29/05)

Domingo (27/05)

Jovina Nevoleti Correa

'$7$6 Hoje, 28 de maio: Dia de SĂŁo Beda; Partido Socialista Brasileiro (PSB) ĂŠ o 1Âş fundado em SĂŁo Paulo em 1902; Nascimento em 19012 do banqueiro Valter Moreira Sales; Em 1995, terremoto mata na Raimundo D. da Silva. Na foto, com a esposa Maria Aparecida RĂşssia 3 mil pessoas.

'(6),/('$*25(7+< Na próxima edição vamos divulgar fotos do desfile das lindas lingerie da Gorethy. São lindas!

PARABĂ&#x2030;NS AOS ANIVERSARIANTES '(+2-( 0$,2 - Rubens N. Dantas; Pedro Zandona; Daniele Morishita; Maisa R. Cordeiro; Vicente F. Campos; Vilmar B. Silva; Vera Cardoso Leite; Gernano Ribeiro; Edivaldo D. Santos. '($0$1+Ă&#x2021; 0$,2- Paulo R. Ducatti; JosĂŠ F. Santos; Maurino Vieira Camargo; Gerson Schatz; DĂŠcio R. Radwanski; Eva Bioncato; Maria Francisca dos Santos; Claudiney S.Viana; Dalva B. de Almeida; Cassilda G. Miranda; Edna Ferreira Shirakawa; Marcos Meireles; Paola S. Gomes; Alcinda Dias; Felipe S. Galeano; Pedro de Lucca G. Silva; Gledson de Souza; Maria Berenice S. Ferreira MENSAGEM BĂ?BLICA "Aquele que me traz ofertas de gratidĂŁo estĂĄ me honrando, e eu salvarei todos os que andam nos meus caminhos" (Salmos 50;23)


O PROGRESSO

Dourados, segunda-feira 28.5.2018

1

Imóveis

2

Apartamentos

3

CLASSIFICADOS 4

Veículos e utilitários

Veículos importados

1

5

6

Motos

7

Diversos

81924

Casa-Venda 81928

1ºPLANO ESQUINA

Imóveis

81935

ALTOS DO INDAIÁ

82351

ALUGA CASA Rua João Vicente Ferreira. sala, 01apto, 02 qts, coz, wc, A. 02 qtos, coz, coz, wc, a.s. gar. R$850,00 Creci-654-J. Telefone para contato: 3421-4711 82352

IZIDRO PEDROSO

Rua Raul Frost, 03 qtos, sala, 02 coz, wc, var. garagem. R$1.000,00 Creci-654-J. Telefone para contato: 3421-4711 82292

JD. MONTE LIBANO 02 qtos, sl, coz. a. serviço, garagem, R$800,00. Telefone para contato: 996121162 82353

KITINET CENTRO Rua: Ediberto C. de Oliveira- prox. BB, qto, sala, coz, wc, Ár. Serviço. R$550,00, Creci-654-J 3421-4711

KITINET JD.COLIBRI

Sla, coz, wc. c/ box, 02 qtos, garagem. Tel:996398364 82326

Kitinet para estudante ou mulheres R$450,00. Fone:99685-9396 22988

QUARTO FAMILIAR Av.Pres. Vargas nº40. Próx. a Feira, centro. 996401513. 82279

R.JOSÉ ALANCAR,1010 02 qtos, wc, coz. ampla, a.s. garagem. R$550,00. F.99690-3937

Próximo Trevo de Indapolis, R$120,000,00 Tel: 996021508

RECEM CONSTRUIDA

Comercial - Aluga

R. Mohaued H. Najj, 1425, novo Pq. Alv. Imob. Gondim Creci-6862-J Fone:999711320

AL. SALÃO COMERCIAL

TERRA ROCHA R$200MIL 03 qtos, sl, coz, 2 wc + edicula. 99628-3834

81922

2 casa no mesmo terreno, todo murado c/ grade, ótima localização, Bairro Quinta da Lagoa. Rua:Bruno Garcia nº3.740 á 50 mts do asfalto. Tel:3421-2708 / 998134867 ou 99948-4728.

Troca por imóvel em Dourados, Creci-680-J Tel:999027676 80406

CASA VL SÃO PEDRO Proximo Posto de saude. 99947-8220 OU 996556399 81462

PRÓX. AO CENTRO

375 m² terreno, 206m² const. Creci-680-J Tel:99902-7676

270 m² terreno, 52 m² const. R$165 mil. Creci-680-J. Telefone para contato: 99902-7676

BONITO-M/S 550MIL 82068

CHÁCRINHAS 3.325M²

82350

JD. MÔNACO 380 MIL Rua Anibal Pavão nº3.250 c/3 qts, esq. toda murada, linda. 99852-0770- Luiz Carlos 82339

JD. MONTE ALEGRE Saida p/ Itaporã, Rua:Marçal Tupa nº40, 01 suite, 02 dorm., sala c/home, coz. planejada, espaço gurmet. Imob. Gondim, Creci-6862-J. 3421-0034

82144

TRES LAGOAS 150 MIL

82239

VENDO CASA R$200 MIL Próximo Jd. Maracanã, 159 m², na laje, terreno 12x50. Fone:99933-9955

82309

Rua Monte Alegre nº1.900. 60 m², gar. c/3 vgs. Tel:98185-2763 82251

BARRACÃO E TORNEARIA 360 m² de area const. c/ maquinas, R$2.000,00. S/maquinas á conbinar. Chacára siria Rasselen. 99953-0464 82310

CLINICA ALUGA

Sala em porcentagem, área da Saude. Tel:99971-6625 80846

SALÃO COMERCIAL

450 m², BR-163 Vila Vargas. 99933-6060 82294

SALAS COMERCIAL

Chácaras 81929

5 HEC. PRÓX. Á VILA

Vargas, R$250 mil. Creci-680-J Tel:99902-7676 81626

ARRENDA: VILA VARGAS

1 chác. c/casa, barracão, pom. pisc. conf. leiteria. 99933-6060

Empregos e oportunidades

81725

PRÓX. HOSP. STA RITA

82282

Piscina, 01 suite, 03 qtos, porcelanato, blindex, esp. gourmet. Creci-680-J. Telefone para contato: 999029118.

Casa-Aluga

8

Telefones

Rua: Hayel Bon Faker, centro. Telefone para contato: 99972-0240

Comercial - Venda 82283

R.BALBINA MATOS 1062

Aceita carro. Imob. Gondim Creci-6862-J Fone:34210034 ou 99971-1320

Fazendas 82159

1000 HECTARES Em Bonito-MS, R$7.000,000,00 Em Pecuária. Telefone para contato: 99933-6060 82149

160 HECTARES Em Douradina-MS, R$4.200,000.00 em lavoura. Telefone para contato: 99933-6060 82158

165 HECTARES Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$2.500,000,00 em Pecuária.99933-6060 82150

30 HECTARES Em Douradina-MS, R$550.000,00 em lavoura. Tel:99933-6060 82155

350 HECTARES Em Nova Alvorada do Sul-MS R$7.000,000,00 em Pecuária. 99933-6060 82151

36 HECTARES Em Itaporã-MS, R$15 mil sacas de soja. Tel:999336060 82148

37 HECTARES Vila Sapé-MS, R$800.000,00 em lavoura. Tel:99933-6060


CLASSIFICADOS

2

O PROGRESSO

Dourados, segunda-feira 28.5.2018

82156

82222

81503

400 HECTARES

PROMOĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES DE LOTES

OPORTUNIDADE

Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$6.500,000,00 port. fechada, em PecuĂĄria. 99933-6060

Terra Dourada entrada + 72 parcelas ďŹ xas em juros Imob. Gondim, Creci-6862- J . Te l : 3 4 2 1 - 0 0 3 4 o u 99971-1320 MĂŁo do Braz.

R$160.000, 02 qtos, elevador prĂłx. Unigran Creci-3055. Luiz Masson-99951-7641

82145

497 HECTARES

82340

V i l a Va r g a s -MS,R$16.500,000,00 c/ plantio de cana. (67)99933-6060. 82160

517 HECTARES Em Por to Mur tinho-MS, R$5.200,000,00 Em PecuĂĄria. 82146

54 HECTARES P a n a m b i - M S , R$2.000,000,00 em lavoura. Tel:(67)99933-6060 82153

550 HECTARES Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$11.550,000,00 c/ plantio de cana. 99933-6060 82154

550 HECTARES

PROMOĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES DE LOTES JD. das Palmeiras, Imperdivel entrada + 84 parc. sem juros. Imob. Gondim Gondim, Creci-6862-J. 34210034/99971-1320

3

VeĂ­culos e utilitĂĄrios

82157

560 HECTARES

81826

ARRENDA-SE 01 FAZ. Em Nova Alvorada do sul, 242 hectares. 99933-6060 ou 99628-5674 81769

ARRENDA-SE 300 HECT. De Lavoura em Nova Alvorada do Sul. (67)99933-6060 ou (67)99628-5674

1.608,75m², 03 terrenos continuo c/ 16,5x32,5m² cada. Rua João A. Rocha å 48,75 mts da Rua MC-12. Tel:(11)98545-7440 ou (81)99924-3003

1000 m² a 100 mts do asf. R$80 mil. (67)99996-8923 82291

SITIOCA CAMPO VERDE 82337

STA FĂ&#x2030; ESQUINA

82302

COBALT LTZ 16/16 Completo, automĂĄtico, 63.000 km, na garantia sem detalhes- unico dono. Tel:98403-4948

Troca por carro Creci-6862-J. 99971-1320 82098

TERRENO COMERCIAL Na Av. Weimar G. Torres nº 5000, próx. å Concessionåria - JEEP. 17,50 x 40=700 m², Vlr. R$790 mil, Estuda proposta. Tel:99137-0524 / 99199-0646 ou 34227379.

VENDO Ă REA NOBRE

ARRENDA-SE

ARRENDA-SE 60 HECT. Em Sirdrolândia-MS. 999336060

SIENA 1.0 99/2000 04 por tas basico, vlr. R$7.500,00 Fone: 996236205

UNO FINE 2005 2 por tas, bĂĄsico. R$10.000,00 Fone:996979099- Anderson

72531

82204

4.200 m², 08 terrenos continuos c/ 15x35m², cada. Rua Mario F. Rodrigues nº1940. Tel: (11)985457440 ou (81)99924-3003.

Completa, ano 2008 81824

TROCA-SE 1 FORD KA 2012 por S-10 flex LTZ 2013. 99933-6060

UtilitĂĄrios STRADA CAB. SIMPLES Branca completa. 999711525

Volksvagem

2

82330

COROLLA XEI 11/12 Aut. prata, multimidia, couro, troco(-) vlr. Fone:999947375 82328

82305

RAV-4 TOYOTA Branco PĂŠrola, 2014, automĂĄtico, gasolina. Tudo original. Ă&#x161;nico dono. Documentação quitada. R$102.000,00 (aceito proposta). NĂŁo Aceito Veiculo como pagamento. Tratar com Camila-99633-1168 82342

VENDE-SE HILLUX 2013 Cab. Dupla automĂĄtica, branca. Fone:99233-5256

Apto-Aluga

82101

BARCO CARRETINHA Ecarretinha. 15, doc.ok. 99915-2-3204 ou 3423-4147 81182

ELETRICISTA Instalaçþes, manutençþes e montagem de padrão. Aceito Cartþes. Tel: 99943-8856-Rodrigo. 82281

FRETE TRANSP.F-4000 Mudanças p/t. região e local-Carlos 99628-1699

6

TELHAS ROMANAS Telhas usadas mas em bom estado-R$800,00 reais o milheiro. Fone: 999711773

Animais 82347

BORDER COLLIE Femea Filhote c/ 90 dias. F.98121-6752

Implementos AgrĂ­colas 82002

VENDE 3 PLANTADEIRAS 01 semeato de 08 linhas plantio direto e 01 semeato de 05 linhas, 01 semeadeira 13 linhas Jumil. 99933-6060

Diversos

GOL 14/15 TREND.

8

Land, prata, completo. 99971-1525

4

Empregos e oportunidades

VeĂ­culos importados

82092

JD BONANZA I Vendo ou troco por carro. 99921-3737 82102

ALUGO APARTAMENTO Edificio Milena Maria-apto-74. Telefone para contato: 99972-0240

400 m², R$200 mil R. General Câmara. Creciâ&#x20AC;&#x201D;J. 99902-7676 82290

P/PREDIO 20X50=1000M RUA Gustavo A.Dalvel Creci-2645. 99971-1320 82210

PORTO MADERO

82338

AO LADO DA UNIGRAN Ed. Royal c/ elevador 2 garagem, Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:999711320 82223

AO LADO UNIGRAN

82336

PORTO ROYALE 130.MIL L-10, Q-04 ou R$45.mil+ parcelas. 99844-9534

O contratante deverĂĄ solicitar referĂŞncias do contratado.

Honda

82170

ED. PADOCK COBERTURA Aceita imĂłvel c/ forma pagamento, Imob. Gondim Creci-6862-J. Tel:999711320

81962

82276

CRV-EXL 2009 Carro muito conser vado. Tel:99937-0788

82264

HONDA FIT 04/05

81744

1 GARAPEIRA MĂ&#x201C;VEL Com cober tura. 999522313. 766

LXL, automatico, 1.4, cinza. R$20.000,00. F.99995-7129

82215

HONDA HRV EX 15/16

ou 99971-1320

12x25- Ă vista ou parcelado. (67)98192-8787

Ajudante de serralheiro. Rua Bela Vista nÂş105

Procura-se Emprego O contratante deverĂĄ solicitar referĂŞncias do contratado. ATENĂ&#x2021;Ă&#x192;O LEITOR GOLPISTAS estĂŁo postando anĂşncio nesse espaço se oferecendo para trabalhar como diarista ou domĂŠstica e quando sĂŁo contratadas acabam praticando furtos em residĂŞncias ou empresas. Antes de contratar qualquer pessoa por meio de anĂşncio, procure se informar junto Ă PolĂ­cia Civil sobre os antecedentes da pessoa interessada na vaga. O jornal O PROGRESSO nĂŁo tem qualquer responsabilidade sobre o comportamento ĂŠtico das pessoas que anunciam em seu classiďŹ cado.

CONTRATA-SE Recepcionista com experiĂŞncia. interessados levar curriculos:Rua JoĂŁo vicente Ferreira nÂş1223 ou Tel:(67)3016-1676.

82233

QUERO TRABALHAR

Em fazendas ou chacĂĄras c/ exp. F.99624-9326

DomĂŠstica, diarista, ou cuidar de idosos ou em fazendas. disponivel p/ morar no emprego. c/ exp. e ref.99844-9532

82307

QUERO TRABALHAR Lucia dos Santos -Diarista empregada domĂŠstica. 99865-8295

Casal procura serviço em sitio ou fazendas, caseiro, campeiro, c/ exp. e ref. c/ På carregadeira, tratorista. Assis 99960-0186

82303

Aut. couro ImpecĂĄvel, part. 9 9803-7291 82314

NEW CIVIC 10/11 Prata, Câmbio manual, 71mil km. R$38.500,00. F.98405-6191

AR / ELETRICIDADE

Instalaçþes e manutençþes e elÊtrica. Telefone para contato: 9136-0018(CLARO) / 9831-9067(VIVO). C/ Edvaldo. 69231

AR CONDICIONADO Venda, instalação, manutenção. Telefone para contato: 99693-2844

CONTRA-SE CASAL Ela Secretåria em Escritório c/ exp. e Ele em serviços gerais. 99655-4076 ou 99675-6462-Gaucho.

QUERO TRABALHAR Casal s/ ďŹ lhos p/ trabalhar chacĂĄras, sitios. 999991480/99852-3939 82324

QUERO TRABALHAR Gerente de vendas c/ esperiĂŞncia de 10 anos em Carteira. 99910-7081 82323

QUERO TRABALHAR Tratorista operador de maquinas agriculas, almoxarife, balanceiro. Telefone para contato: 99608-3931 ou 99342-7262 82312

QUERO TRABALHAR Pinturas residenciais, grafďŹ ato, verniz, cores em geral. Telefone para contato: 99699-3952

DomĂŠstica ou diarista. 99853-7235- SilvĂŠria

Odete- Diarista, domĂŠstica limpeza em geral. 998860531

82263

QUERO TRABALHAR Serviços gerais em sitios, chacara ou fazenda, casal sem ďŹ lho. Ela cozinheira. 99831-0440 82261

QUERO TRABALHAR

82346

QUERO TRABALHAR

82311

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR

82304

QUERO TRABALHAR

82166

QUERO TRABALHAR

Faxineira, diarista. 999169696 falar c/ Maria ESTAD DO DE MATO M GROSSO G O DO SU UL PREFEIT TURA MU UNICIPA AL DE DO OURADIN NA Gab binete do Prefeito P BBBBBB BBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBBB BBBBBBBB B

82333

Apto-Venda

JD. GIRASSOL

82257

CONTRATA-SE

Aux. serralheiro ou ser viço gerais. 999071614/99661-7466

82306

Horizonte 14x30 Creci-680-J. 99902-7676

Instrutor de Ingles acima de 23 anos, ensino superior completo ou cursado. Enviar Curriculo:empregoscebracd ourados@gmail.com

82332

82315

Apartamentos

Por tugues, e Redaação. 99641-8697

CONTRATA-SE

82226

99915-3204 ou 3423-4147

82284

ESQUINA-NOVO

82344

BRASILIA 79 DOC. OK.

AO LADO PARK HOTEL 24x30=720 m², esq. AV. Guaicurus. Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421â&#x20AC;&#x201D; 0034 ou 99971-1320

Automatico, kit mult. câmara de rè, rabicho banco couro, farol de milha cor prata. 75 mkm. R$53.000,00 Tel:99874-9813

82316

82334

AULAS PARTICULAR 82343

Automatica, completa, prata. 99971-1525

ECOSPORT PRETA

Ă rea comercial 12x30, ac. carro 99121-4616

ALTO DO INDAIA

Toyota

HILLUX 13/13

Ford

82318

Em Cruzaltina 12x30 c/ ĂĄgua e energia, R$25.000,00. Trtr. 99214-8234

4pts, basico, preto, 4 pneus novos. (67)99882-6565

COROLLA 13/14 GLI 82349

82175

82327

LOGAN 1.6 ANO 2008

82012

82006

VENDO TERRENO

VILA TOSCANA

Terrenos

Fiat

82325

230.000 m², própria para Loteamento perto do Jardim Mônaco. Tel: (47)999282326.

81823

Pessoa para trabalhar em chacĂĄra que tenha experiĂŞncia, interessados tratar: 99225-2829(vivo) c/ Arnaldo.

Renault

Chevrolet

SITIĂ&#x2019;CA BELA VISTA

SĂ­tios

30 hectares em ItaporĂŁ-MS. 99933-6060

82348

CONTRATA-SE

82064

RES. MONTE CARLO

81721

81822

82313

HB-20 STYLE BRANCO

R. MONTE ALEGRE

20x50, 99841-1001

Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$7.000,000,00, em PecuĂĄria. 99933-6060

Cinza, completa. 999711525

Ano 2014, 32 mil km, R$35.000,00 F. 984056191

81573

Em Nova Alvorada do Sul-MS, R$11.550,000,00 c/ plantio de cana. 999336060

82317

FRONTHEIR 11/12

Outros

81925

1.576m², próx. Rua Rangel Tor res. Creci-680-J Tel:3422-7676

FIQUE ATENTO Alguns oportunistas estão ofertando emprego por meio de anúncios nesse espaço, cobrando pelo cadastro e exigindo dados pessoais dos candidatos. Fique atento para os anúncios de oferta de emprego e, na dúvida, procure informação diretamente com o futuro empregador. Não pague por cadastro. Não caia em golpe!

Mitsubishi



'(&5(7 721Â&#x17E;' '('(0$,2'(  











â&#x20AC;&#x153;De eclara pon nto faculta ativo nas s repartiçþes p pĂşblicas municipais m s no dia d que me enciona.â&#x20AC;?

   

2 3UUHIHLWR 0XQLFLSDO GH 'RXUDGLQD D Âą (VWDGR R GH 0DWR *URVVR GR G 6XO PRO OF. JEAN N SĂ&#x2030;RGIO O CLAVISS SO FOGAĂ&#x2021;A QR XV VR GDV DWUULEXLo}HV TXH T OKH Vm mR FRQIHULGD DVSHOD/H HL2UJkQLFD D0XQLFLSDOO  





5(7$ '(&5  D HVWDEHOH HFLGR 321 172 )$&8/7$7,92 2 QDV UHSDUWLo}HV S~EOLFDV H $UWLJR Â&#x17E;  )LFD $XWDUTXLLDVGR0XQ QLFtSLRGH' 'RXUDGLQD DQRGLDGHMXQKR RGH VH[WDIHLUD DWHQGRHP P YLVWDRIH HULDGRGH& &RUSXV&K KULVWLQRGLDGHP PDLR  3DUiJUD DIR Ă&#x2019;QLFR 1mR KDY YHUi H[SHG GLHQWH GH DWHQGLPHQ QWR DR S~EOLFR QDV UHSDUWLo}H HV S~EOLFDVH$XWDUTX XLDVGR0XQLFtSLRQRGLDGRSRQ QWRIDFXOWDWWLYRHVWDEH HOHFLGRQHV VWH'HFUHWR R 2QD6HFUH HWDULD0XQLFLSDOGH6 6D~GHTXHWUDEDOKDUi iHPUHJLPHGHSODQWmR (;&(72  $UWLJR Â&#x17E;   (VWH 'HFUHWR ' HQ QWUDUi HP YLJRU QD GDWD G GH VX XD SXEOLFDomR HRX DIL[DomR D Q QR iWULRGD3UHIHLWXUD0XQLFLSDOUHYRJDQG GRVHDVGLV VSRVLo}HVHPFRQWUi iULR   '285$ $',1$06GHPD DLRGH    3URI-HDQ6 6pUJLR&OD DYLVVR)RJ JDoD 3UUHIHLWR0XQ QLFLSDO


CLASSIFICADOS

'HFODUDomRGH3URSyVLWR   1RPHGRV$VVRFLDGRV &3) 5* &DUJR 0LOWRQGRV6DQWRV%DUDWHOD  66306 'LUHWRUGH2SHUDo}HV $GDXWR 9DOHQWH GH 2OLYHLUD  66306 'LUHWRU([HFXWLYR )LOKR   '(&/$5$0VXDLQWHQomRGHH[HUFHUFDUJRVGHDGPLQLVWUDomRQD&RRSHUDWLYDGH&UpGLWRGH/LYUH $GPLVVmRGH$VVRFLDGRV3DQWDQDOGR0DWR*URVVRGR6XOÂą6LFUHGL3DQWDQDO06HTXHSUHHQFKHP DVFRQGLo}HVHVWDEHOHFLGDVQRDUWÂ&#x17E;GR5HJXODPHQWR$QH[R,,j5HVROXomRQÂ&#x17E;GHGHDJRVWR GH  (6&/$5(&(0 TXH QRV WHUPRV GD UHJXODPHQWDomR HP YLJRU HYHQWXDLV REMHo}HV j SUHVHQWH GHFODUDomRGHYHPVHUFRPXQLFDGDVGLUHWDPHQWHDR%DQFR&HQWUDOGR%UDVLOQRHQGHUHoRDEDL[RQR SUD]RGHTXLQ]HGLDVFRQWDGRVGDGLYXOJDomRSRUDTXHOD$XWDUTXLDGHFRPXQLFDGRS~EOLFRDFHUFD GHVWD SRU PHLR IRUPDO HP TXH RV DXWRUHV HVWHMDP GHYLGDPHQWH LGHQWLILFDGRV DFRPSDQKDGR GD GRFXPHQWDomR FRPSUREDWyULD REVHUYDGR TXH RV GHFODUDQWHV SRGHP QD IRUPD GD OHJLVODomR HP YLJRUWHUGLUHLWRDYLVWDVGRSURFHVVRUHVSHFWLYR  %$1&2&(175$/'2%5$6,/ '(25)Âą'HSDUWDPHQWRGH2UJDQL]DomRGR6LVWHPD)LQDQFHLUR *HUrQFLD7pFQLFDHP%HOR+RUL]RQWH *7%+2  $YHQLGDĂ&#x2C6;OYDUHV&DEUDOÂąÂ&#x17E;$QGDU6DQWR$JRVWLQKR %HOR+RUL]RQWHÂą0*  0DUDFDMX06GHPDLRGH

3

O PROGRESSO

Dourados, segunda-feira 28.5.2018

PREFEITURA MUNICIPAL DE FĂ TIMA DO SUL - MS AVISO DE LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O PREGĂ&#x192;O PRESENCIAL N° 014/2018 PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 031/2018 O MUNICĂ?PIO DE FĂ TIMA DO SUL, Estado de Mato Grosso do Sul, atravĂŠs do seu pregoeiro oficial, torna pĂşblico que se encontra aberta Ă licitação na modalidade PregĂŁo Presencial. OBJETO: Registro de Preço para futura e eventual fornecimento de Medicamentos e Insumos para Insulina, para Distribuição Gratuita nas Unidades BĂĄsicas de SaĂşde do MunicĂ­pio de FĂĄtima do Sul/MS, conforme especificaçþes do Anexo I do edital. REGIME DE EXECUĂ&#x2021;Ă&#x192;O: Indireta; TIPO: Menor Preço Por Item; DATA / HORĂ RIO E LOCAL DA ABERTURA: a proposta e documentação deverĂŁo ser entregues Ă s 08h00min do dia 12/06/2018, na Sala de ReuniĂŁo da Prefeitura Municipal de FĂĄtima do Sul â&#x20AC;&#x201C; MS, sito ĂĄ Rua Ipiranga, NÂş 800 em FĂĄtima do Sul â&#x20AC;&#x201C; MS. Sendo que os interessados poderĂŁo obter o Edital contendo as especificaçþes e bases da Licitação no Departamento de Licitaçþes, Contratos e ConvĂŞnios, no endereço mencionado. O edital deverĂĄ ser retirado somente no local acima informado, atravĂŠs de requerimento formalizando o pedido. FĂĄtima do Sul - MS, 25 de maio de 2018. MARCELO FIGUEIREDO DE ALMEIDA Pregoeiro

      

         

              !   "   # ! $      % !  " &  ! " & !! ! '! ( ! !)      ! &!!'*  '*  "+ &!!   + ,  & & ! " ! * ! ( & &  !'!!&& !)

  

                 !"#!!$%&'(()*!#+,#)$-.(/01&&'0012-.(/3340501.(-67*$88/ 9#!:!#;*); )*#<'47=$7;$07=$(7

0///5/ #-.-#/0 =CA)<DD$==3A<3=A;@ #-0 1:- 21/0$=CA)<A;$==3A<3=A;@ #0 1- -0-0 0/#082- -

. 5/006 ?@AAA

- 9/

.-1-1/

/./

#3;<;=>3;

<DCD<

;D3A<3=A;@

;>3A<3=A;@

B "

#3C>=AC$A

;)E><<>

=);AC>>

=<3A?3=A;@

;D3A<3=A;@

B "

#3=C

CAAAA

C@@AC

A>3A<3=A;@

;A3A<3=A;@

B "

#3AAAAAAAAA@;

=<CAA

C;>><

=>3AC3=A;@

;A3A<3=A;@

B "

1 20- 3425/

=CA)<=<$==3A<3=A;@ #0 1/ 0-  /  =CA)<<C$==3A<3=A;@ 1 0 1 #/  1/

#3?=E;<

=CA)<>>$==3A<3=A;@ 1/1/F0 8 21/0

7 8 006

;)CACAA

;)?C;=A

;E3AC3=A;@

;<3A<3=A;@

B "

=CA)<?@$==3A<3=A;@ 1/1/0/F-0/ 1/ 02

#3AED<CA?

=?AAA

CA=A<

;E3;=3=A;>

=A3A?3=A;@

B "

=CA)<;D$==3A<3=A;@ F0-1G 0/ /5.-0  0H2-

#3A@A;=;

=A?AA

=>@;>

A@3A;3=A;@

;A3A<3=A;@

B "

#31BDDCCA=

DCCAA

>=A>A

;?3AC3=A;@

;?3A<3=A;@

B "

#3>C;<

@<AAA

E>>;A

;E3AC3=A;@

;?3A<3=A;@

B "

#3A;

CAAAA

C@@AC

A>3A<3=A;@

;A3A<3=A;@

B "

#3<EECE3;A

;A>AA

;<EDA

;=3A>3=A;>

;=3A<3=A;@

B "

=CA)<?>$==3A<3=A;@ 0  1/1- 1/8  =CA)<=?$==3A<3=A;@ -5/10-F-H2-5  0 =CA)<=@$==3A<3=A;@ --0 /1#-8/ /F0-0/ =CA)<D=$==3A<3=A;@ B F 1/0/#/5B/#-  0H2-

#3A;?

=CA)D>;$=C3A<3=A;@ B/0-5  H2--#/0- 5# $=CA)<?D$==3A<3=A;@ 8 F0-5F0 5B 0

#3AAA=A=

=;@>A

=@A><

;D3AC3=A;@

;>3A<3=A;@

B "

;)=?=AA

;)C>A=A

;C3AC3=A;@

;C3A<3=A;@

B "

EAAA

;?;>C

=D3;A3=A;>

;<3A<3=A;@

B "

=CA)<E?$==3A<3=A;@  1/-58 F0-5# /  1-/

#3AA<=

=CA)<?<$==3A<3=A;@  05-1- 5-I 1#0- -0-0

#3;?CA;?

>>AAA

@<>>A

;C3AC3=A;>

;C3A<3=A;@

B "

#3B;=?>EE3A;

?DE>D

<<C?;

;D3A?3=A;@

;=3A<3=A;@

B "

#3?C=<A$;3<

>D;DA

@?ECA

;>3A?3=A;@

;<3A<3=A;@

B "

#3?=><C$=3<

EE?AA

;)A@;>A

A=3A?3=A;@

A@3A<3=A;@

B "

#3=;

CAAAA

C@@AC

A>3A<3=A;@

;A3A<3=A;@

B "

=CA)?@=$==3A<3=A;@  0/0/ / -B 1-5/ =CA)D=D$==3A<3=A;@ -0-5-0- 0- -1 /-  80/5 -0 =CA)D;>$==3A<3=A;@

0- -0./ 0 1 /0- -/-0

=CA)<=D$==3A<3=A;@ 0/F0 /1#  5.  5.-

( (67$'2 2'(0 0$72*5 52662'268/ /



#>!;#$ %&5; #;&'4

35()(,78 85$08 81,&,3$/ /'('285$',1 1$ ^Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E; Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻÄ&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x161;ĹľĹ?ĹśĹ?Ć?Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝

!*B)C!# D+E#;!#*$*# 

 RESU ULTADO DA LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O L Cham mada PĂşblica a: 01/2018 Proce esso Adminis strativo: 42/2018 A preffeitura municiipal de Douradina â&#x20AC;&#x201C; MS, attravĂŠs da Com missĂŁo Perman nente de Licita açþes (C.P.L.)) torna pĂşblic co aos interess sados o seguinte resultado: Form ma de Julgam mento: Seleção o de Projeto de d Venda. Objetto da Licitaçã ĂŁo: Seleção de d projeto de venda v para a aquisição de gĂŞneros alime entĂ­cios direta amente da ag gricultura fam miliar e do empreendedo or familiar rural r ou sua as organizaçþ Ăľes, destinadas ao atendimento do prrograma naciional de alimentação esco olar - PNAE da d rede Muniicipal de Ensino de adina â&#x20AC;&#x201C; MS. Doura Valor Produ utor Rural CPF F/MF R$ 19.976 FĂĄbio Junior de Lim ma Alves 010.033.0710 16 6,85 ves Morelli 421.713.931-4 4 49 R$ 10.459 9,05 Marlucia Pereira Alv 10 164.636.5011 R$ 6.620 0,00 Ivo Quieregati Santtos 286.394.801-6 2 68 R$ 13.240 0,00 Faustino Ferreira de Souza Valor Tota al:

50.295 5,90

adina - MS, 14 4 de maio de 2018 2 Doura Rafae el Henrique Alves A Macha ado Presiidente C.P.L.

 

 

^dKKDdK'ZK^^KK^h> WZ&/dhZDhE//W>&d/DK^h> 'Ä&#x201A;Ä?Ĺ?ĹśÄ&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x161;Ä&#x201A;WĆ&#x152;Ä&#x17E;ĨÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x161;Ä&#x201A;

  ZdKEÇ&#x2018;Í&#x2DC;ϏϯϹ͏'WÍŹĎ­Ď´Í&#x2022;ĎŽĎąD/KĎŽĎŹĎ­Ď´  Ĺ?Ć?Ć&#x2030;Ć Ä&#x17E; Ć?Ĺ˝Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E; ĹľÄ&#x17E;Ä&#x161;Ĺ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä?ŽŜĆ&#x161;Ä&#x17E;ĹśÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ ĹśÄ&#x201A; Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;Ä?ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć? Ć&#x2030;ơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ĺ˝Ć? Ä&#x17E;Ĺľ Ć&#x152;Ä&#x201A;Ç&#x152;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x201A; 'Ć&#x152;Ä&#x17E;Ç&#x20AC;Ä&#x17E; 'Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹŻ Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ä&#x201A;ĹľĹ?ĹśĹ&#x161;ŽŜÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ĺ˝Ć?Í&#x2DC; 



 

(67$'2'20$72*52662'268/ 35()(,785$081,&,3$/'()Ă&#x2C6;7,0$'268/ Gabinete da Prefeita



WZK^^KD/E/^dZd/sKEÇ&#x2018;Í&#x2DC;ϏώϾ͏ώϏϭϴ 

(;75$72'$,1(;,*,%,/,'$'(  2%-(72 &RQWUDWDomR GLUHWD GD (PSUHVD -XUtGLFD 6$1726 /($/ $'92*$'26 66LQVFULWDQR&13-Q&RQVXOWRULDMXUtGLFDD3URFXUDGRULDGH IRUPD LQGHSHQGHQWH VXEVLGLiULD RX FRQMXQWDPHQWH SDUD DWXDomR MXQWR D 5)% H SURSRVLomR GH PHGLGDV MXGLFLDLV WULEXWiULDV HP IDFH GD 8QLmR WHQGR FRPR REMHWR VHUYLoRGHFRQWULEXLo}HVSUHYLGHQFLiULDVHVRFLDLVHVSHFLDOPHQWHQRTXHVHUHIHUHj DOtTXRWD SDWURQDO VREUH YHUEDV LQGHQL]DWyULDV QRV WHUPRV GD /HL QR  DGHTXDomR DOtTXRWD 5$7 FRP &1$( SUHSRQGHUDQWH GR 0XQLFtSLR UHFXSHUDomR H UHYLVmRVREUHSDUFHODPHQWRVFRQVROLGDGRVMXQWRD5)%FRPUHFXSHUDomRGHYDORUHV SDJRV LQGHYLGDPHQWH QRV ~OWLPRV  FLQFR  DQRV H GHIHVD HP SURFHVVR DGPLQLVWUDWLYRWULEXWiULRMXQWRD5)%  'DGRVGD'RWDomR $VGHVSHVDVFRUUHUmRjFRQWDGHGRWDo}HVFRQVLJQDGDVQRRUoDPHQWRYLJHQWH

6HFUHWDULD 0XQLFLSDO GH *HVWmR 3~EOLFD  6(*(63   0$187(1d­2 '$6 $7,9,'$'(6 '$ 6(&5(7$5,$ 081 *(67­2 3Ă&#x2019;%/,&$ 1R (OHPHQWR GH 'HVSHVDV6HUYLoRVGH&RQVXOWRULD(GRWDo}HVTXH YLHUHPDVXEVWLWXLUR([HUFtFLRVXEVHTXHQWH  9$/25 KRQRUiULRV GH 5  VHVVHQWD PLO UHDLV  D VHU SDJR QD IRUPD SDFWXDGD  3UD]R$WpGHPDLRGH

AVISO DE EDITAL DE LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 055/2018-PREGĂ&#x192;O PRESENCIAL N° 046/2018 O MunicĂ­pio de CaarapĂł, Estado de Mato Grosso do Sul, por intermĂŠdio da Pregoeira designada atravĂŠs do Decreto Municipal nÂş 001/2018 de 02 de janeiro de 2018, torna pĂşblico aos interessados que promoverĂĄ licitação na Modalidade PREGĂ&#x192;O PRESENCIAL, do tipo â&#x20AC;&#x153;MENOR PREĂ&#x2021;Oâ&#x20AC;?, objetivando a seleção de Empresa devidamente constituĂ­da para Contratação de empresa especializada para prestação de serviços grĂĄficos e de carimbos para atender diversas unidades administrativas do MunicĂ­pio de CaarapĂł-MS, conforme Anexo I do edital e solicitação das Secretarias e dos Fundos Municipais de SaĂşde e de AssistĂŞncia Social.Local e Data do Credenciamento, da Entrega dos Envelopes e da Realização do PregĂŁo: O credenciamento e o recebimento dos envelopes de propostas de preços e de habilitação serĂŁo no dia: 12 de junho de 2018, Ă s 8horas na sala do Departamento de Licitaçþes do MunicĂ­pio, localizada Ă  Av. Presidente Vargas, nÂş 465, Centro â&#x20AC;&#x201C; CaarapĂłâ&#x20AC;&#x201C; MS.Retirada do Edital: O Edital poderĂĄ ser obtido no site do Portal da TransparĂŞncia do MunicĂ­pio de CaarapĂł-MS, no seguinte endereço eletrĂ´nico: http://www.caarapo.ms.gov.br/transparencia/index_transp.html link editais, ou no endereço supracitado, no horĂĄrio de expediente 7h Ă s 11horas e das 13 as 17 horas, de segunda a sexta-feira.Na hipĂłtese de ocorrer feriado ou outros fatos impeditivos, que impeça a realização da sessĂŁo pĂşblica, fica a mesma adiada para o primeiro dia Ăştil que se seguir, no mesmo local e horĂĄrio. CaarapĂł-MS, em 25 de maio de 2018. Maria InĂŞs da Silva Pregoeira

 WZ&/dDhE//W>&d/DK^h>Í&#x2022;D^Í&#x2022;ŜŽĆľĆ?Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x201A;Ć&#x161;Ć&#x152;Ĺ?Ä?ĆľĹ?Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E;ĹŻĹ&#x161;Ä&#x17E;Ä?ŽŜĨÄ&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ĺ˝ Ĺ?ĹśÄ?Ĺ?Ć?Ĺ˝s//Ä&#x161;Ĺ˝Ä&#x201A;Ć&#x152;Ć&#x161;Ĺ?Ĺ?ŽϰϴÄ&#x161;Ä&#x201A;>Ä&#x17E;Ĺ?KĆ&#x152;Ĺ?Ä&#x2026;ĹśĹ?Ä?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝DƾŜĹ?Ä?Ĺ&#x;Ć&#x2030;Ĺ?Ĺ˝Í&#x2022;  KE^/ZEKÄ&#x201A;Ć?Ĺ?Ć&#x161;ĆľÄ&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x201A;ŜŽĆ&#x152;ĹľÄ&#x201A;ĹŻĹ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E;Ä&#x201A;Ć&#x161;Ĺ?ĹśĹ?Ä&#x17E;Ä&#x201A;Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹśÄ&#x161;Ä&#x17E;ĹľÄ&#x201A;Ĺ?Ĺ˝Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝Ć?žƾŜĹ?Ä?Ĺ&#x;Ć&#x2030;Ĺ?Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ĺ˝ WÄ&#x201A;Ĺ&#x;Ć?Í&#x2022; Ä&#x17E;Ĺľ Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä?Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x152;ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x201A; Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ć?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ ĹśÄ&#x201A;Ä?Ĺ?ŽŜÄ&#x201A;ĹŻ Ä&#x161;Ĺ˝Ć? Ä?Ä&#x201A;ĹľĹ?ĹśĹ&#x161;ŽŜÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ĺ˝Ć? Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ć&#x152;Ä&#x17E;Ĺ?Ç&#x20AC;Ĺ?ĹśÄ&#x161;Ĺ?Ä?Ä&#x201A;Ĺľ Ä&#x201A; Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x161;ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ˝Ć? Ć&#x2030;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x2022;Ĺ˝Ć?Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ä?ŽžÄ?ĆľĆ?Ć&#x161;Ĺ&#x;Ç&#x20AC;Ä&#x17E;Ĺ?Ć?Í&#x2013;  KE^/ZEK Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x17E;Ć?Ć?Ä&#x201A; Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ć?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ĺ?ĹľĆ&#x2030;ĹŻĹ?Ä?Ä&#x201A; Ä?Žž Ä&#x201A; ĨÄ&#x201A;ĹŻĆ&#x161;Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x17E; Ĺ?ĹśĆ?ƾžŽĆ? Ä?Ä&#x201E;Ć?Ĺ?Ä?Ĺ˝Ć? Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A; Ä&#x201A; Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;Ä?ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć?Ć&#x2030;ơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ĺ˝Ć?Í&#x2022;Ä&#x201A;Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;ĹľĆ&#x2030;ĹŻĹ˝Ä&#x161;Ä&#x201A;ĨÄ&#x201A;ĹŻĆ&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä?ŽžÄ?ĆľĆ?Ć&#x161;Ĺ&#x;Ç&#x20AC;Ä&#x17E;Ĺ?Ć?Ä&#x17E;Ä&#x161;Ĺ˝Ĺ?Ä&#x201E;Ć?Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä?Ĺ˝Ç&#x152;Ĺ?ĹśĹ&#x161;Ä&#x201A;Í&#x2013;  KE^/ZEK Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x201A; Ĺ?ĹľĆ&#x2030;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ç&#x20AC;Ĺ?Ć?Ĺ?Ä?Ĺ?ĹŻĹ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x161;Ä&#x17E; ƾžÄ&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x161;Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;ĹśÄ?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ä&#x17E; žŽÇ&#x20AC;Ĺ?ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝Í&#x2022; Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E;Í&#x2022; Ä?Ä&#x201A;Ć?Ĺ˝ Ć?Ä&#x17E; Ć&#x2030;Ć&#x152;ŽůŽŜĹ?ĆľÄ&#x17E;Í&#x2022; Ĺ?ĹľĆ&#x2030;ĹŻĹ?Ä?Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201E; ĹśÄ&#x201A; ĨÄ&#x201A;ĹŻĆ&#x161;Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć&#x2030;Ć&#x152;Ĺ˝Ä&#x161;ĆľĆ&#x161;Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć&#x2030;Ć&#x152;Ĺ?ĹľÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x201A; ĹśÄ&#x17E;Ä?Ä&#x17E;Ć?Ć?Ĺ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;Í&#x2022; Ä&#x17E;Ć?Ć?Ä&#x17E;ĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A;Ĺ?Ć?Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x201A;Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;Ä?ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x2030;Ć&#x152;Ĺ˝Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹľÄ&#x201A;Ć?Ć?Ĺ˝Ä?Ĺ?Ä&#x201A;Ĺ?Ć?Ć&#x2030;Ä&#x17E;ĹŻÄ&#x201A;Ä&#x161;ĹľĹ?ĹśĹ?Ć?Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻÍ&#x2013;Ä&#x17E;Í&#x2022;  KE^/ZEK Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152; ĨĹ?ĹľÍ&#x2022; Ĺ˝ Ĺ?ĹľĆ&#x2030;Ä&#x201A;Ä?Ć&#x161;Ĺ˝ ĨĹ?ĹśÄ&#x201A;ĹśÄ?Ä&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ĺ˝ ĹśÄ&#x201A; Ä&#x201A;Ć&#x152;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ˝ DƾŜĹ?Ä?Ĺ&#x;Ć&#x2030;Ĺ?Ĺ˝ Ä&#x17E;Ĺľ Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä?Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x152;ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x161;ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x201A;Ć&#x161;Ĺ?Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x17E;Ä?ŽŜĆ&#x20AC;ĹľĹ?Ä?Ä&#x201A;Í&#x2022;  ZdÍ&#x2014;  Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;Ď­Ç&#x2018;Í&#x2DC; &Ĺ?Ä?Ä&#x201A;Ĺľ^h^WE^K^Í&#x2022;Ć&#x161;Ä&#x17E;ĹľĆ&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ä&#x17E;Í&#x2022;Ä&#x201A;Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;Ä?ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ć?Ä&#x17E;Ĺ?ĆľĹ?ĹśĆ&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć?Ć&#x2030;ơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ĺ˝Ć?Í&#x2014;   / Ͳ Ĺ˝^Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;dĆ&#x152;Ä&#x201A;ĹśĆ?Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä?ŽůÄ&#x201A;Ć&#x152;Í&#x2013;   // Ͳ Ĺ˝ Ä&#x201A;Ć&#x161;Ä&#x17E;ĹśÄ&#x161;Ĺ?ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝ ĹśÄ&#x201A;Ć? Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä?Ĺ&#x161;Ä&#x17E;Ć? Ä&#x161;Ä&#x201A; Ć?Ä&#x17E;Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x161;Ĺ˝ DƾŜĹ?Ä?Ĺ&#x;Ć&#x2030;Ĺ?Ĺ˝ Ä&#x17E; ŜŽ Ĺ?Ć?Ć&#x161;Ć&#x152;Ĺ?Ć&#x161;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x17E; ƾůĆ&#x161;ĆľĆ&#x152;Ä&#x201A;ĹľÄ&#x201A;Í&#x2013;   /// Ͳ Ä&#x201A;Ć?Ä&#x201A;ƾůÄ&#x201A;Ć?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć?Ć?Ä?ŽůÄ&#x201A;Ć?Ä&#x161;Ä&#x201A;ZÄ&#x17E;Ä&#x161;Ä&#x17E;DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻÄ&#x161;Ä&#x17E;ĹśĆ?Ĺ?ŜŽÍ&#x2013;   /s Ͳ Ä&#x201A;Ć?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ć Ä&#x17E;Ć?ĹśÄ&#x2020;Ĺ˝Ä&#x17E;ĹľÄ&#x17E;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x17E;ĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A;Ĺ?Ć?Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E;Ä&#x17E;ĹśÇ&#x20AC;ŽůÇ&#x20AC;Ä&#x201A;žŽÄ&#x161;Ä&#x17E;Ć?ĹŻĹ˝Ä?Ä&#x201A;ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x161;Ĺ˝Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć?Í&#x2013;Ä&#x17E;Í&#x2022;   s Ͳ Ĺ˝Ć?WĆ&#x152;Ĺ˝Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹľÄ&#x201A;Ć?^Ĺ˝Ä?Ĺ?Ä&#x201A;Ĺ?Ć?Ä&#x161;Ĺ˝^Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;&Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x161;Ä&#x201A;ĹŻÄ&#x17E;Ä?Ĺ?ĹľÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;sĹ&#x;ĹśÄ?ƾůŽĆ&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;ĹśÄ&#x2022;Ä&#x201A;Ć? Ä&#x17E;/Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ĺ˝Ć?Í&#x2022;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ç&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ä&#x201A;Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ç&#x20AC;Ä Ć?Ä&#x161;Ä&#x201A;^Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻÄ&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć?Ĺ?Ć?Ć&#x161;ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A;^Ĺ˝Ä?Ĺ?Ä&#x201A;ĹŻÍ&#x2DC;  Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;ĎŽÇ&#x2018;Í&#x2DC; KĆ?Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć?Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä&#x201A;ơÄ&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x17E;ĹśÇ&#x20AC;ŽůÇ&#x20AC;Ä&#x17E;Ĺ˝Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹśĆ?Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ä?Ĺ?Ä&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x2020;Ĺ˝ŽĨÄ&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä?Ĺ?Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ć?ŽžÄ&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ä&#x17E; Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ĺ˝Ć?Ä?Ä&#x201A;Ć?Ĺ˝Ć?Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä&#x17E;ĹľÄ&#x17E;Ć&#x152;Ĺ?ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ä&#x201A;Í&#x2022;Ä&#x161;Ä&#x17E;ĨĹ?ĹśĹ?Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ć&#x2030;Ä&#x17E;ĹŻĹ˝Ć?Ć&#x2030;Ć&#x152;ŽĨĹ?Ć?Ć?Ĺ?ŽŜÄ&#x201A;Ĺ?Ć?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x201E;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä&#x201A;ơÄ&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x2030;ơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝ DƾŜĹ?Ä?Ĺ&#x;Ć&#x2030;Ĺ?Ĺ˝Í&#x2DC;  Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;ĎŻÇ&#x2018;Í&#x2DC;  Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ä&#x17E;Ä?ĆľÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E; Ĺ˝Ä?Ć&#x152;Ä&#x201A;Ć? Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ć?Ä&#x17E;ĹśÄ&#x161;Ĺ˝ Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ç&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć? Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152; Ä&#x161;ĹľĹ?ĹśĹ?Ć?Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Í&#x2022; Ä&#x201A;Ć&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ç&#x20AC;Ä Ć?Ä&#x161;Ä&#x201A;^Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻÄ&#x161;Ä&#x17E;KÄ?Ć&#x152;Ä&#x201A;Ć?Í&#x2022;sĹ?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x17E;^Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć?hĆ&#x152;Ä?Ä&#x201A;ŜŽĆ?Í&#x2022;Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E;ĆľĆ?Ä&#x201A;ĹľÇ&#x20AC;Ä&#x17E;Ĺ&#x;Ä?ƾůŽĆ? Ä&#x17E; ĹľÄ&#x201A;Ć&#x2039;ĆľĹ?ĹśÄ&#x201E;Ć&#x152;Ĺ?Ĺ˝Ć? Ć?Ĺż Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x201A; Ć?ĆľÄ&#x201A; Ä?ŽŜĆ&#x161;Ĺ?ŜƾĹ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;ĹśĆ&#x2039;ĆľÄ&#x201A;ĹśĆ&#x161;Ĺ˝ Ć&#x2030;Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x161;ĆľĆ&#x152;Ä&#x201A;Ć&#x152; Ĺ˝ Ä&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ĺ˝Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä?ŽžÄ?ĆľĆ?Ć&#x161;Ĺ&#x;Ç&#x20AC;Ä&#x17E;Ĺ?Ć?Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ĺ?ĹśÄ&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;Ä&#x17E;Ć?Ć?Ä&#x17E;ĨĹ?ĹľÍ&#x2DC;  Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;Ď°Ç&#x2018;Í&#x2DC; K^Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;ŽůÄ&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x17E;ĹŻĹ?Ç&#x2020;Ĺ˝Í&#x2022;ĹśÄ&#x2020;Ĺ˝Ć?ŽĨĆ&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x201E;Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ć?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Í&#x2DC; PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA TERMO DE ADJUDICAĂ&#x2021;AO - Tomada de Preços nÂş 01/2018 Nos termos do Art. 43, inciso VI da Lei Federal nÂş 8.666/93 e as suas alteraçþes, o Prefeito Municipal de Douradina/MS, no uso de suas atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, concluĂ­do os trabalhos de abertura, julgamento e classificação de habilitação e propostas apresentadas ao presente certame, tendo por base o resultado classificatĂłrio antes apresentado pela CLP, decidiu por adjudicar o objeto da presente licitação a licitante Classificada: PLANACON CONSTRUTORA LTDA-EPP Valor: R$ 765.692,43 Douradina/MS 25 de maio de 2018. Jean SĂŠrgio Clavisso Fogaça - Prefeito Municipal TERMO DE HOMOLOGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O - Tomada de Preços nÂş 01/2018 Nos termos do Art. 43, inciso VI da Lei Federal nÂş 8.666/93 e as suas alteraçþes, o Prefeito Municipal de Douradina/MS, no uso de suas atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, abaixo assinado, acolhendo a manifestação da CLP, levando em consideração a abertura e julgamento do presente processo de licitação, tendo cumprido todos os requisitos e princĂ­pios estabelecidos em lei, HOMOLOGA o objeto da licitação supra citada, que tem como objeto: Contratação de empresa especializada no ramo de engenharia para execução da obra de â&#x20AC;&#x153;Pavimentação e Drenagem no Bairro em Diversas Ruas da Vila Nova, MunicĂ­pio de Douradina/MSâ&#x20AC;?, no âmbito do Contrato de Repasse nÂş 849737/2017 - MinistĂŠrio das Cidades/Caixa, Processo nÂş 1043226-60/2017, conforme Projetos, Memorial Descritivo e Planilha OrçamentĂĄria. Vencedor: PLANACON CONSTRUTORA LTDA-EPP Valor: R$ 765.692,43 Douradina/MS 25 de maio de 2018. Jean SĂŠrgio Clavisso Fogaça - Prefeito Municipal



 Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;ĎąÇ&#x2018;Í&#x2DC;

 Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;ϲÇ&#x2018;Í&#x2DC;

 Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;ĎłÇ&#x2018;Í&#x2DC;

 Ć&#x152;Ć&#x161;Í&#x2DC;Ď´Ç&#x2018;Í&#x2DC;   

 Ć?ĆľĆ?Ć&#x2030;Ä&#x17E;ĹśĆ?Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ˝Ć? Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć? Ć&#x2030;ơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E;Ä?ĹŻĹ?ĹśÄ&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝Ć? ŜŽ Ä&#x201A;Ć&#x152;Ć&#x161;Ĺ?Ĺ?Ĺ˝ Ď­Ç&#x2018; Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ĺ˝ ĹśÄ&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x201A;Ä?ŽŜÄ&#x201A; Ä&#x201A; ĨÄ&#x201A;ĹŻĆ&#x161;Ä&#x201A; Ä&#x161;Ĺ˝Ć? Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x161;Ĺ˝Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć? WơÄ?ĹŻĹ?Ä?Ĺ˝Ć?Í&#x2022; Ć&#x2039;ĆľÄ&#x17E; Ä&#x161;Ä&#x17E;Ç&#x20AC;Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä?ƾžĆ&#x2030;Ć&#x152;Ĺ?Ć&#x152; Ĺ˝Ć? Ć?Ä&#x17E;ĆľĆ? Ĺ&#x161;Ĺ˝Ć&#x152;Ä&#x201E;Ć&#x152;Ĺ?Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;Ç&#x2020;Ć&#x2030;Ä&#x17E;Ä&#x161;Ĺ?Ä&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x161;Ä&#x17E; ĨŽĆ&#x152;ĹľÄ&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ĺ?ƾůÄ&#x201A;Ć&#x152;Í&#x2DC; &Ĺ?Ä?Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x152;ĹľĹ?ĹśÄ&#x201A;Ä&#x161;Ĺ˝ Ä&#x201A; ^Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A; DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻ Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x161;ĆľÄ?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Í&#x2022; Ć?Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć?Í&#x2022; ƾůĆ&#x161;ĆľĆ&#x152;Ä&#x201A; Ä&#x17E; dĆľĆ&#x152;Ĺ?Ć?žŽÍ&#x2022; Ä?ŽžƾŜĹ?Ä?Ä&#x201A;Ć&#x152; Ä&#x192; Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć? Ć?Ä?ŽůÄ&#x201A;Ć? Ä&#x161;Ä&#x201A; ZÄ&#x17E;Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć?Ć&#x161;Ä&#x201A;Ä&#x161;ĆľÄ&#x201A;ĹŻ Ä&#x161;Ä&#x17E; ĹśĆ?Ĺ?ŜŽ Í&#x2022; Ć?Ĺ˝Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E; Ä&#x201A; Ć?ĆľĆ?Ć&#x2030;Ä&#x17E;ĹśĆ?Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ˝ ^Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;dĆ&#x152;Ä&#x201A;ĹśĆ?Ć&#x2030;Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä?ŽůÄ&#x201A;Ć&#x152;Í&#x2DC; Ć? ĹľÄ&#x17E;Ä&#x161;Ĺ?Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć?  Ä&#x161;Ä&#x17E; Ä?ŽŜĆ&#x161;Ä&#x17E;ĹśÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ˝Ć? Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ç&#x20AC;Ĺ?Ä&#x2022;Ĺ˝Ć? Ä&#x161;Ä&#x17E;Ć?Ä?Ć&#x152;Ĺ?Ć&#x161;Ĺ˝Ć? ĹśÄ&#x17E;Ć?Ć&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ĺ˝ ĨĹ?Ä?Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x2020;Ĺ˝ Ä&#x17E;Ĺľ Ç&#x20AC;Ĺ?Ĺ?Ĺ˝Ć&#x152; Ä&#x201A;Ć&#x161;Ä  Ĺ˝ Ä&#x161;Ĺ?Ä&#x201A; ĎŽĎľ Ä&#x161;Ä&#x17E; ĹľÄ&#x201A;Ĺ?Ĺ˝ Ä&#x161;Ä&#x17E; ĎŽĎŹĎ­Ď´Í&#x2022; Ć&#x161;Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x2022;Ä&#x201A;ͲĨÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x201A;Í&#x2022; Ć&#x2030;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;ĹśÄ&#x161;Ĺ˝ Ć?Ä&#x17E;Ć&#x152;Ä&#x17E;Ĺľ Ć&#x2030;Ć&#x152;Ĺ˝Ć&#x152;Ć&#x152;Ĺ˝Ĺ?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć? Ä?Ä&#x201A;Ć?Ĺ˝ ĹśÄ&#x2020;Ĺ˝ Ĺ&#x161;Ä&#x201A;ĹŠÄ&#x201A; Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć?ŽůƾÄ&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ĺ˝Ć&#x2030;Ć&#x152;Ĺ˝Ä?ĹŻÄ&#x17E;ĹľÄ&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x2030;Ä&#x201A;Ć&#x152;Ä&#x201A;ĹŻĹ?Ć?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x201A;Ĺ?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ç&#x20AC;Ä&#x17E;Ä&#x161;Ĺ˝Ć?Ä?Ä&#x201A;ĹľĹ?ĹśĹ&#x161;ŽŜÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x152;Ĺ˝Ć?Í&#x2DC; Ć?Ć&#x161;Ä&#x17E; Ä&#x17E;Ä?Ć&#x152;Ä&#x17E;Ć&#x161;Ĺ˝ Ä&#x17E;ĹśĆ&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201A; Ä&#x17E;Ĺľ Ç&#x20AC;Ĺ?Ĺ?Ĺ˝Ć&#x152; ĹśÄ&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć&#x161;Ä&#x201A; Ä&#x161;Ä&#x17E; Ć?ĆľÄ&#x201A; Ć&#x2030;ĆľÄ?ĹŻĹ?Ä?Ä&#x201A;Ä&#x2022;Ä&#x2020;Ĺ˝Í&#x2022; Ć&#x152;Ä&#x17E;Ç&#x20AC;Ĺ˝Ĺ?Ä&#x201A;Ä&#x161;Ä&#x201A;Ć? Ä&#x201A;Ć? Ä&#x161;Ĺ?Ć?Ć&#x2030;Ĺ˝Ć?Ĺ?Ä&#x2022;Ć Ä&#x17E;Ć? Ä?ŽŜĆ&#x161;Ć&#x152;Ä&#x201E;Ć&#x152;Ĺ?Ä&#x201A;Ć?Í&#x2DC; '/EdWZ&/dDhE//W>&d/DK^h>Í&#x2022;D^Í&#x2022;Ä&#x17E;žώϹÄ&#x161;Ä&#x17E;ĹľÄ&#x201A;Ĺ?Ĺ˝Ä&#x161;Ä&#x17E;ĎŽĎŹĎ­Ď´Í&#x2DC;  />^>'KD,K WĆ&#x152;Ä&#x17E;ĨÄ&#x17E;Ĺ?Ć&#x161;Ä&#x201A;DƾŜĹ?Ä?Ĺ?Ć&#x2030;Ä&#x201A;ĹŻ




ESPAÇO ECUMÊNICO

4

O PROGRESSO

Dourados, segunda-feira 28.5.2018

Alicerce da religião de Deus é um só alicerce )ž%$+»jÜ

Deus, o Todo-Poderoso, criou toda a espécie humana do pó da terra. Ele moldou todos os homens com os mesmos elementos; eles descendem da mesma raça e vivem sobre o mesmo globo. Ele criou todos para viverem sob o mesmo céu. Como membros da família humana e Seus filhos, Ele os dotou das mesmas suscetibilidades. Ele mantém, protege e é bondoso para com todos. Não fez distinção alguma em conceder mercê e graças aos Seus filhos. Com amor e sabedoria imparciais Ele enviou Seus Profetas e ensinamentos divinos. Seus ensinamentos são os meios de estabelecer união e companheirismo entre a humanidade e de despertar amor e bondade nos corações humanos. Ele

proclama a unicidade do reino humano. Censura aquelas coisas que criam divergência e destroem a harmonia; louva e preza todo meio que conduz à solidariedade da raça humana. Encoraja o homem em qualquer passo em direção à união final. Os Profetas de Deus foram inspirados com a mensagem de amor e unidade. Os Livros de Deus foram revelados para a realização do companheirismo e da união. Os Profetas de Deus foram os servos da verdade; Seus ensinamentos constituem a ciência da verdade. A verdade é única; ela não admite pluralidade. Concluímos, portanto, que o alicerce da religião de Deus é um só alicerce. Apesar disso, houve persistente adesão a certas formas de imitação, as quais nada têm a ver com o alicerce dos ensinamentos dos Profetas de Deus. Como essas imitações são variadas

e divergentes, a contenda e a discórdia prevalecem entre os povos das crenças religiosas, e os fundamentos da religião de Deus se tornaram obscurecidos. Como animais de rapina, os homens estão em guerra e matam uns aos outros, destruindo cidades e lares, devastando nações e reinos. Deus criou Seus servos para que pudessem amar e se associar uns aos outros. Ele revelou o glorioso esplendor de Seu sol de amor no mundo humano. A causa da criação do mundo fenomênico é o amor. Todos os Profetas promulgaram a lei do amor. O homem se opôs à vontade de Deus e agiu de modo contrário ao Seu plano. Por isso, desde o início da história até o presente, o mundo humano não tem tido sossego; hostilidade e conflito prevaleceram continuamente e os corações manifestam ódio uns em

relação aos outros. No passado, a causa de carnificina e luta, de contenda e ódio, sempre foi o preconceito religioso, racial, patriótico ou político. Por isso, o mundo humano sempre esteve atormentado. Estes preconceitos são mais pronunciados no Oriente, onde a liberdade é restrita. No século dezenove, as nações do Oriente estavam agitadas e em estado de comoção interior. As trevas das imitações e das formas envolveram a crença religiosa. Os povos das religiões estavam em constante luta, cheios de inimizade, ódio e crueldade. Em meio a essas condições, apareceu Bahá’u’lláh. Ele proclamou a unicidade do mundo humano e anunciou que todos são servos de Deus. Ensinou que todas as religiões se encontram à sombra protetora do Todo-Poderoso, que Deus é compassivo e amoroso a

todos, que as revelações de todos os Profetas do passado sempre estiveram em perfeita unidade e acordo, que os Livros celestiais confirmaram uns aos outros; portanto, por que deve existir contenda e discórdia entre o povo? Como toda a humanidade foi criada por um só Deus, nós somos ovelhas sob o cuidado e a proteção de um só Pastor. Portanto, como Suas ovelhas, devemos nos associar em harmonia e concórdia. Se uma só ovelha se desgarrar do rebanho, os pensamentos e esforços de todas as outras devem ser para trazê-la de volta. Conseqüentemente, Bahá’u’lláh proclamou que, visto que Deus é um só Pastor celestial e todos os seres humanos são ovelhas de Seu rebanho, a religião ou orientação de Deus deve ser o meio de amor e companheirismo no mundo. Se a religião se mos-

trar fonte de ódio, inimizade e contenda, se ela se tornar causa de guerra e conflito e fizer com que os homens matem uns aos outros, sua ausência será preferível. Pois aquilo que produz ódio entre o povo é rejeitado por Deus e aquilo que estabelece companheirismo é amado e aprovado por Ele. A religião e os ensinamentos divinos são como um remédio. Um remédio deve criar uma condição de saúde. Se ele ocasionar enfermidade, será melhor e mais sábio não usar qualquer remédio. Este é o significado da afirmativa de que se a religião se tornar causa de disputa e derramamento de sangue, a irreligião e a ausência de religião são preferíveis para a humanidade...” (Parte da palestra de Abdu’l-Bahá na Igreja do Messias, Montreal, Canadá - ano 1912). Visite o site oficial: www. bahai.org.br

questões citadas. No instante da morte, todo homem retorna ao mundo dos espíritos, pátria de origem; Uma vez no chamado outro mundo, conserva plenamente sua individualidade; A separação da alma e do corpo não é dolorosa. O corpo sofre mais durante a vida que no momento da morte; A alma se liberta com o rompimento dos laços que a mantinham presa ao corpo; A sensação que se experimenta no momento em que se reconhece no mundo dos espíritos depende do que fizeram em vida. Se foram bons,

sentirão enorme alegria. Se foram maus, sentirão vergonha; Normalmente reencontra aqueles que partiram antes, se já não reencarnaram; A consciência de si mesmo vem aos poucos. Passa-se algum tempo de perturbação, convalescente, cujo tempo de duração depende da elevação de cada um; Compreender antes o assunto exerce grande influência sobre o tempo de perturbação, mas o que realmente alivia a perturbação são a prática do bem e a pureza de consciência. Indicamos ainda ao leitor, estudar o livro O Céu e o

Inferno, também de Allan Kardec, onde há diversas descrições do momento da morte e do pós-morte, de espíritos nas mais variadas condições evolutivas. O livro Depois da Morte, de Léon Denis e Obreiros da Vida Eterna, de André Luiz/Chico Xavier também trazem muitas explicações sobre o interessante tema. Há, também, uma série enumerável de livros de mensagens enviadas por desencarnados aos ente queridos que ficaram. Entre eles, o famoso Jovens no além, de 1975, recebido por Chico Xavier. O filme Joelma 23º andar, baseado

no incêndio ocorrido em São Paulo, mostra bem a questão da continuidade da vida. Não tema a morte. Ela faz parte do processo evolutivo. Viva de maneira prudente, faça o bem que puder e quando soar seu momento, vá sem medo. Mas nunca a busque ou a precipite. Tudo tem seu momento na vida e todos temos algo a fazer num tempo programado. Para aqueles que foram antes, guarde a convicção de breve reencontro e ore pela felicidade deles. Eles receberão a mensagem de seu coração. *Autor: Orson Peter Carrara

Quantas coisas maravilhosas estão acontecendo ao redor do mundo e em algum recanto pertinho de você neste exato momento, em que você dedica uma fração do seu dia para ler meu Bom Dia Hoje? Agora mesmo, alguém, em algum lugar do planeta, está começando a realização de um sonho. Uma criança está aprendendo uma lição que a guiará por toda vida. Um cientista está fazendo uma experiência que pode mudar o futuro da humanidade. Alguém está tomando sua decisão por Cristo que mudará toda sua vida. Você consegue imaginar isso? Claro que sim. Estes acontecimentos, as vezes bem

distantes, logo podem ser notícia em algum noticiário e você irá confirmar o que estou falando. Quer ver mais? Neste exato instante, alguém está aproveitando uma simples oportunidade para fazer o bem para outra pessoa. Imagine ainda que exatamente “agora”, sementes lançadas há apenas algumas horas, já estão lançando suas raízes no solo, para brotar e se transformarem em vigorosas plantas, que pode produzir frutos e servir como alimento. Se você ainda acredita que o que estou falando é apenas um texto bacana, experimente fazer o que vou sugerir: Pare de ficar sonhando coisas que gostaria que acontecessem

em sua vida no fim do mês, na próxima semana, no ano que vem e comece a agir exatamente agora. Abra sua gaveta de sonhos e resgate de lá aquele sonho importante que um dia você desejou profundamente transformar em realidade pense como dar vida a ele agora. Mesmo que ele ainda seja apenas uma ideia vaga na sua mente, num projeto no papel, que requeira planejamentos para obter os recursos necessários. Faça isso agora. Estou lhe parecendo muito repetitivo? Tudo bem eu aceito; mas apenas estou insistindo para que você se transforme num realizador e aproveite este momento.

Aproveite este seu “agora”, agora mesmo. Ele pode ser o grande momento do seu dia. Para finalizar, minha última sugestão de hoje: olhe à sua volta, procure por oportunidades, transforme-as em possibilidades de fazer deste dia um grande dia em sua vida. Faça isto, examine as possibilidades, experimente a amar e se importar com as pessoas e verás como tua vida também será melhor e com maior sentido, pois pais e mães intercedem por nós. Tenham uma abençoada semana. Nosso endereço: Rua Lúcio Nunes Stein esquina Benjamim Constant. *Erivelton Demari – Pastor na IECLB – eriveltonsdemari@yahoo. com.br - www.luteranos.com.br

tos relacionados a Cristo educa-se o fiel a realizar aquilo que está celebrando desafiando-o a pensar e agir daquela maneira. Da fala e da atitude de Cristo, no acontecimento da instituição da Eucaristia, evidenciam-se a doação e a partilha. Para os cristãos católicos e todos os que desejarem, poderíamos lançar um olhar sobre o mundo sob estes pontos de vista: doação e partilha. Nunca é demais lembrar que cada um é mundo, é corresponsável por ele. Os ensinamentos de Cristo raramente eram dirigidos a destinatários específicos, por isso são ensinamentos

válidos para todos. O dicionário tentando definir o verbo doar fala em transmitir gratuitamente, consagrar-se, dedicar-se, devotar-se, dar-se. Na definição aparece claramente um duplo sentido: dar algo externo, ou seja, um bem, uma coisa e o outro sentido é dar-se. Jesus falou claramente que estava se dando: isto é o meu corpo, isto é o meu sangue. É a oferta de sua vida para dar vida aos favorecidos. Conseguir com o suor do rosto os meios necessários para ter condições de vida digna para si e dependentes é uma obrigação de cada

um. Porém, para consegui-los precisamos dos outros e estabelecemos relações profissionais, comerciais, etc. É preciso estar atento para não transformar todas as relações em comerciais, isto é, tudo deve ser concluído com pagamentos. Os apelos que constantemente nos vem para doar coisas e doar-se são um santo remédio. As pessoas e a sociedade curadas têm mais vitalidade e alegria. Apelos de trabalhos voluntários em instituições já existentes e em novas que podem ser criadas; doação de sangue e órgãos para quem se enquadra nas condições exi-

gidas; doação de alimentos e roupas não nos deixam indiferentes. A segunda palavra é partilha, isto é, dividir, repartir. Na Ceia Pascal Jesus tomou o pão, o partiu e distribuiu, e o mesmo fez com o cálice partilhando o vinho. Um gesto que aponta para quem está ao lado e estimula a repartir para manter a unidade. Matematicamente aquele que divide fica com menos, porém considerando outras dimensões da existência humana, a partilha é soma, é mais, é comunhão, é inclusão social, é dignidade de vida. *Dom Rodolfo Luís Weber - Arcebispo de Passo Fundo

A morte dói? (63,5,7,602

Q

uando morre alguém, sentimo-nos todos tomados por um sentimento de perda e dor. É natural, gostamos da pessoa e desejamos que continue vivendo conosco. Mas, a morte é a única certeza da vida e está enquadrada nos acontecimentos normais da existência de todo mundo. A todo instante, partem jovens e velhos, sadios e enfermos... E muitos perguntam, talvez temerosos do momento

em que também enfrentarão a circunstância e acerto de contas com D. Morte: ela dói? O que ensinam os espíritos a respeito? Em O Livro dos Espíritos, há um capítulo inteiro sobre o assunto: é o III, do livro segundo, com o título Retorno da vida corpórea à vida espiritual. As questões 149 a 165 esclarecem o assunto. Para não ficarmos em simples transcrição das respostas dadas pelos espíritos, fizemos breve resumo de forma didática para melhor entendimento do assunto. Mas remetemos o leitor à pesquisa direta às

Hoje, Agora mesmo ,*5(-$/87(5$1$

O

lá, bom dia amados por Jesus Cristo. Quero saudá-los /com as palavras Bíblicas de Efésios 1.4, onde interpretando lemos: “Este é o milagre dos milagres: que o amor de Deus veio a nós e construiu uma ponte, Jesus, antes de qualquer tentativa nossa de ir ao encontro Dele”. Desejo aproveitar meu bom dia, de hoje, para dizer que o momento certo para você tomar a decisão mais importante de hoje é agora. Se você quer que seu dia transcorra da melhor forma possível, não espere o momento certo ou a

melhor ocasião se aproximar. Essa pode surgir, se surgir, somente lá no final do seu dia e você vai deixar escapar essa oportunidade maravilhosa de sentir o prazer de agora fazer algo que vai valer seu dia? Para começar a celebrar bem seu dia, experimente sentir agora, a alegria e a gratidão por sua vida e comece em seguida a grande realização da sua vida. Isso mesmo, agora é hora de dar o primeiro passo de hoje, rumo ao seu grande objetivo, rumo à realização do seu principal projeto de vida ou sonho. Mas por que eu comecei falando tanto sobre esse “agora”? Muito simples, apenas reflita comigo por alguns instantes:

Doar-se e partilhar ,*5(-$&$7Í/,&$

N

a próxima quinta-feira, dia 31 de maio, a Igreja Católica celebra a solenidade litúrgica do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, mais conhecida como Corpus Christi. Ela abre espaço para uma infinidade de reflexões, entre elas, concentro-me na narrativa da instituição da Eucaristia, segundo o evangelista São Marcos 14, 22-24: “Enquanto estavam comendo, Jesus tomou o pão, pronunciou a benção, partiu-o e lhes deu, dizendo: Tomai,

isto é o meu corpo. Depois, pegou o cálice, deu graças, passou-o a eles, e todos beberam. E disse-lhes: “Este é o meu sangue da nova Aliança, que é derramado por muitos”. O evangelista São Lucas acrescenta: “Fazei isto em memória de mim” (Lc 22, 19). Cada vez que a Igreja realiza esta memória está trazendo para o presente a vida, a morte, a ressurreição de Jesus Cristo, tornando-o presente no mundo. Não se trata, porém, de uma simples recordação histórica, informativa para satisfazer a curiosidade. Fazendo a memória dos acontecimen-

Edição de 28/maio de 2018  
Edição de 28/maio de 2018  
Advertisement