Page 1

DOURADOS MS ANO 67 NÂş 13.154

R$ 2,00

O PROGRESSO ★★★★★

Pensamento e ação por uma vida melhor

Quinta-feira Ĺ&#x;GHIHYHUHLURGH

Fundador WEIMAR TORRES Diretora-Presidente ADILES DO AMARAL TORRES

Teatro EspetĂĄculo da &LD2Ä&#x;WHVWUHLD hoje no Municipal

Economia Desemprego atinge 12,311 milhĂľes de pessoas

0ÄŽVLFD Governo habilita entidades para direitos autorais

PĂ G. B1

PĂ G. A5

PĂ G. B3

Hotel Bahamas investe para atender com alto padrĂŁo

Jungmann diz que sistema de segurança no PaĂ­s estĂĄ “falidoâ€? O ministro da Defesa, Raul Jungmann, DÄ&#x;UPRXRQWHPQR5LRTXHRVLVWHPDGHVHJXUDQĂ?DSÄŽEOLFD QR3DâVHVWĂ€IDOLGR6HJXQGRHOHDVLWXDĂ?Ă‚RFKHJRXDWDOSRQWRTXHIDFĂ?øHVHVWĂ‚RQRFRPDQGRGH DĂ?øHVFULPLQRVDVSUDWLFDGDVSRUTXDGULOKDVRUJDQL]DGDVGHGHQWURGDVSHQLWHQFLĂ€ULDVPĂ G. A7

O que a princípio era motivo de preocupação para as dezenas de pequenos comerciantes que trabalham em årea anexa ao terminal rodoviårio de Dourados começa a dar sinal de um novo tempo, de esperança e oportunidades. A construção de um novo espaço, amplo e com melhores condiçþes de trabalho para os comerciantes, aliado à comodidade à clientela, estå em vias de sair do papel. Na manhã de ontem, a prefeita DÊlia Razuk recebeu no gabinete os deputados federais Vander Loubet e Zeca do PT e apresentou aos parlamentares o projeto para implantação do Centro Comercial Popular, orçado em R$ 2,9 milhþes. Pà G. D2

Força-tarefa captura onça após quase 26 horas +(',2)$=$1

Shopping popular para abrigar camelĂ´s vai sair do papel

O Hotel Bahamas em Dourados tem um posicionamento diferenciado, voltado para atender, de forma plena, tanto pessoas que viajam a negócios quanto a lazer. Para melhor atender públicos cada vez mais exigentes, o empreendimento recebe investimentos de R$ 8 milhþes para ampliação de apartamentos, salas de entrevistas, salão de cabeleireiro, suítes e SPA com direito a serviços exclusivos como massagem. Pà G. D1

Juiz Odilon conďŹ rma prĂŠ-candidatura ao governo PĂ G. A3

Prefeito de CorumbĂĄ se ďŹ lia ao PSDB PĂ G. A3

ApĂłs quase 26 horas de operação, a força-tarefa montada por ĂłrgĂŁos de segurança ambiental conseguiu resgatar a onça-parda que apareceu na Vila Rosa em Dourados, na manhĂŁ de terça-feira. O caso revelou uma GHÄ&#x;FLĂ“QFLDQRWUDEDOKRGHFDSWXUDGRVDQLPDLVVLOYHVWUHVHP0DWR*URVVRGR6XOPĂ G. D3

PT almeja Governo, Câmara e Senado em MS Pà G. A4

$548,92$*w1&,$%5$6,/

Em 15 anos, União deixa de aplicar R$ 174 bi na saúde Cerca de R$ 174 bilhþes deixaram de ser aplicados pelo MinistÊrio da Saúde entre os anos de 2003 e 2017, segundo dados apurados pela organização Contas Abertas, a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM). O montante representa 11% do total autorizado para o MinistÊrio da Saúde no Orçamento Geral da União (OGU) durante o período, cerca R$ 1,6 trilhão. Pà G. A6

O tempo

Loteria

Fonte: INMET

MEGA-SENA &RQFXUVR 01 - 37 - 44 - 46 - 48 - 50

HOJE 29º 0À[_20º 0âQ Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. Ventos: fraco/moderado com rajadas. Umidade: måx. 90%. Umidade: mín. 55%.

LOTOFĂ CIL &RQFXUVR 04 - 05 - 07 - 08 - 10 - 11 - 13 - 15 16 - 17 - 18 - 21 - 22 - 24 - 25

QUINA - &RQFXUVR 19 - 61 - 65 - 77 - 80 LOTERIA FEDERAL Ĺ&#x;SUĂ“PLR 39.332 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 1.637 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 18.091 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 14.028 Ĺ&#x;SUĂ“PLR 51.099

([WUDĂ?Ă‚R     

5HFXUVRVQÂRXWLOL]DGRVGHYHULDPWHUVLGRLQYHVWLGRVSDUDDWHQGLPHQWRGR686HPWRGRR3DâV


2

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018 O PROGRESSO

OpiniĂŁo

Despreparo ambiental

F

ruto do desequilĂ­brio ambiental, causado pelas açþes humanas, a presença de uma onça-parda na ĂĄrea urbana de Dourados deixa um legado de inĂşmeras liçþes que precisam ser decoradas diariamente, para que as falhas nĂŁo sejam repetidas em operaçþes futuras. Se nĂŁo fosse a instantaneidade das informaçþes em plena era digital e com todas os recursos disponĂ­veis, pelo menos em tese, seria quase impossĂ­vel acreditar que um aparato militar e cientĂ­fico demorou mais de 26 horas para fazer o resgate de um felino, que, para se proteger dos homens, adotou um pĂŠ de jaca como refĂşgio. Apesar do esforço da PolĂ­cia Militar Ambiental, da PolĂ­cia Militar, da Guarda Municipal do Corpo de Bombeiros, de mĂŠdicos veterinĂĄrios e de zootecnistas, nĂŁo hĂĄ como negar que a operação quase foi um fracasso, principalmente porque alguns populares queriam espetĂĄculo circence, muito mais do que ver a onça viva. Desde que começaram a circular as primeiras informaçþes que uma onça passeava pelas ruas da Vila Rosa, Ă s 5h30 da manhĂŁ do dia 30 de janeiro, “os caçadores de plantĂŁoâ€? começaram a fazer a vez das autoridades e saĂ­ram

em busca de selfies e de alhumanos se aproximavam, o EDITORIAL guns segundos de fama, que animal de agitava ainda mais e rendessem cliques na redes sociais. O que era o ambiente ficava ainda mais tenso. aventura para centenas de curiosos, se transComo em Dourados não existe equipamenformou em obståculo para a polícia e para as tos adequados para atender ocorrências desse equipes encarregadas da captura. Aos primei- tipo, as equipes que estavam no local tiveram ros olhares incautos dos humanos, o grande que aguardar reforço de um outro efetivo de felino rompeu a cerca elÊtrica sobre o muro Naviraí, que demorou para chegar. Jå era noide uma residência e desapareceu por um tem- te quando a viatura chegou. Depois de alguns po, surgindo novamente entre jacas e folhas. disparos e sem conseguir atingir o objetivo de Naquele momento, cinco policiais militares sedar o animal, chegou-se à conclusão que era ambientais e mais dois soldanecessårio o apoio do Centro dos do Corpo de Bombeiros jå O que era aventura para de Reabilitação de Animais Silacompanhavam a situação. vestres (Cras) de Campo Grancentenas de pessoas A cena incomum de uma virou obståculo para as de. Sob o olhar da polícia e de onça-parda acompanhada um mÊdico veterinårio, o aniequipes de resgate de enormes jacas se espalhou mal passou a noite em cima da mundo afora. De whatsApp em årvore. O tão esperado socorro whatsApp, o aglomerado de pessoas começou da Capital só chegou no dia seguinte, quase na ficar cada vez maior em frente à casa localizada hora do almoço. Quando o resgate foi concluína rua Santos Dumont. Sem efetivo suficiente, a do, jå eram quase 13 horas. De lå, o animal foi polícia, que fora chamada para resgatar o bicho, encaminhado para o hospital veterinårio da teve que conter a gente. De forma simbólica, Unigran onde recebeu curativos nos ferimencom fitas na cor preta e amarela, o quarteirão tos provocados pelos dardos. AlÊm da captura teve ser isolado. Se prevalecesse o bom senso do felino, a operação terminou com prisão de e a educação das pessoas, a medida deveria uma pessoa que, mais nervosa que a onça, ter sido suficiente. Mas não foi. Conforme os agrediu um policial ambiental.

O NĂšMERO

Mais de 26 horas

Esse foi o tempo que a onça parda ficou sobre um pÊ de jaca atÊ ser resgatada

Na verdade, apesar de chamar a atenção das pessoas, a presença de animais silvestres em ĂĄreas urbanas tem sido cada vez mais comum. A invĂŠs de representar uma atração digna de se tornar um espetĂĄculo, esse tipo de situação ĂŠ causado principalmente pelos desmatamentos e pela destruição das matas ciliares de rios e cĂłrregos. Sem local adequado para viver, os animais sĂŁo movidos pela necessidade de percorrer outros espaços para conseguir alimentos. JĂĄ ĂŠ hora de aprender. AtĂŠ porque, o que aconteceu em Dourados nĂŁo ĂŠ nenhuma novidade, exceto o pĂŠ de jaca. Acostumados com esses visitantes ilustres, CorumbĂĄ, no coração do Pantanal, teve que criar um comitĂŞ para lidar com as constantes ocorrĂŞncias de “invasĂŁoâ€? de felinos de grande porte. A iniciativa envolveu pesquisadores como Walfrido TomĂĄs, da Embrapa Pantanal, e outras entidades.

Julgamento do TRF4: exemplo a ser seguido -26ž&$5/26'( 2/,9(,5$52%$/'2 *Procurador de Justiça aposentado. Advogado. Mestre em Direito Penal pela UNESP. Professor universitårio

N

ĂŁo sabemos quantos, mas sabemos que muitos assistiram pela televisĂŁo ou internet, ao julgamento do recurso, caso “TrĂ­plex do GuarujĂĄâ€?, envolvendo o ex-presidente Lula, pela 8ÂŞ Turma do TRF4, na data memorĂĄvel de 24.1.18. Afinal, estava em julgamento, nada mais nada menos, do que os atos de um ex-presidente da RepĂşblica, por duas vezes, acusado da prĂĄtica de crimes graves. Obviamente que nem todos concordaram ou concor-

dam com o resultado, o que Ê perfeitamente compreensível e natural. Contudo, ninguÊm pode negar que foi um julgamento histórico e primoroso, a começar pelo cumprimento dos horårios, e, para findar, pelas posturas dos profissionais ali envolvidos: advogados, procurador da República e desembargadores. Praticamente todos se debruçaram sobre os fatos, objeto do julgamento, de forma respeitosa, objetiva e didåtica. Daí a relevância do destaque neste texto. Para quem acompanhou pela televisão (transmissão ao vivo) o julgamento pelo TSE da cassação da chapa Dilma/Temer e alguns julgamentos pela nossa Suprema Corte dos últimos tempos - exemplos do que não devem ser seguidos - o desen-

rolar dos trabalhos levados cursos de direito. a efeito pela 8ª Turma acima Na academia e nos livros jurímencionado, deve ter se sur- dicos, ao lado de outras fontes preendido positivamente! de aprendizado e inclusive dos Quem imaginava um jul- ensinamentos que a vida nos gamento midiåtico, com exi- då, recebemos orientaçþes de bicionismo de discursos eru- que não se pode transformar ditos, com teses e mais teses, os julgamentos em espetåcucom citaçþes e citaçþes e com los de exibicionismo, ataques agressþes, se pessoais e de NinguÊm pode surpreendeu, discursos infipois, nada disnitos. Aliås, conegar que foi so aconteceu. mo destacado um julgamento Foi um julgae repetido ao mento tÊcni- histórico e primoroso longo do julgaco, focado aos mento, a justiça fatos imputados (atribuídos) não julga pessoas e sim, fato(s) aos recorridos/recorrentes, às a elas atribuídas. Com a infraprovas e ao direito. E mais, um ção da lei, quando for o caso, o julgamento, como dito acima, que deve ser censurado não Ê a didåtico e objetivo. Sem qual- pessoa deste ou daquele e sim, quer exagero, uma verdadeira a respectiva conduta(ato) e tão aula a ser seguida, não só pelos pouco, massacrar os ouvintes tribunais como tambÊm nos ou leitores com interminåveis

discursos. A propĂłsito, em memorĂĄvel artigo intitulado A revolução da brevidade, LuĂ­s Roberto Barroso, antes de assumir o cargo de ministro do STF, destacou, com muita pertinĂŞncia que: “... Nos dias atuais, a virtude estĂĄ na capacidade de se comunicar com clareza e simplicidade, conquistando o maior nĂşmero possĂ­vel de interlocutores. A linguagem nĂŁo deve ser um instrumento autoritĂĄrio de poder, que afaste do debate quem nĂŁo tenha a chave de acesso a um vocabulĂĄrio desnecessariamente difĂ­cil. Essa visĂŁo mais aberta e democrĂĄtica do direito ampliou, significativamente, a interlocução entre juristas e tribunais, de um lado, e a sociedade e os meios de comu-

nicação, de outro... Pois agora que finalmente conseguimos nos comunicar com o mundo, depois de sÊculos falando para nós mesmos, estå na hora de fazermos outra revolução: a da brevidade, da concisão, da objetividade. Precisamos deixar de escrever e de falar alÊm da conta. Temos de ser menos chatos...A revolução da brevidade tornarå o mundo jurídico mais interessante, e a vida de todos nós, muito melhor...�. E foi justamente o que ocorreu no julgamento a que se refere o presente texto. AtÊ mesmo as pessoas não afeitas ao mundo jurídico entenderam o que ali foi posto e discutido e o recado deixado. Enfim, o recado foi dado, basta segui-lo, sem perder o rumo! (e-mail: jc.robaldo@terra.com.br)

sas simples mas muito neces- horror como Ê o caso do PAM, sårias para quem encontra-se onde pacientes esperam horas debilitada. Nunca ouvi nin- espalhados pelo påtio sobre guÊm reclamar desta Funda- um calor escaldante, sentação! Ao longo desses 10 anos dos, escorados ou deitados sode ótimos serviços prestados bre horríveis bancos de madeià população idosa sem condi- ra sem pintura, e, na maioria, çþes de procurar cura para seus com rachaduras e quebradumales por falta do vil metal que ras, dando um total aspecto de move todas as molas mestras indigência a quem lå recorre. da humanidade, ela sempre Fiquei terrivelmente abatipareceu-me com uma luz ao da com esta triste informação final de um túe quase não Nunca ouvi nel. pude acreditar A Funpema quando receninguÊm reclamar contrasta com bi a notícia do da Fundação todos os oufechamento Cardiogeriåtrica tros lugares de desta honrosa atendimento e digna FundamÊdico gratuito (gratuito, só ção por desinteresse ou seja lå no imaginårio popular pois tu- o que for, do munícipio. Todos do isto jå estå pago com nos- podem me perguntar para que so mísero dinheirinho) onde convênio se Ê uma Fundação os bancos estão totalmente beneficente? Eu respondo: a destruídos, ventiladores que- Fundação Ê mantida com dibrados, banheiros imundos, nheiro doado, arranjado, condesprovidos de portas, fecha- seguido a duras penas pelos duras e sem artigos de higiene, seus administradores; com isso lâmpadas queimadas, vidros mantÊm um prÊdio limpo, bem despedaçados, um verdadeiro equipado, paga suas contas de

ågua, energia, material de limpeza, equipamentos e tudo o mais para bem atender pessoas necessitadas. O convênio Ê para que possa atender pelo SUS, para que, com esta quantia destinada pelo Sistema Único de Saúde, sejam pagos mÊdicos, fisioterapeutas, outras especialidades, material de coleta de exames, equipamentos modernos, profissionais qualificados etc. A Direção sempre se empenhou, ao måximo para que esta clinica não se transformasse num lugar horrível e depredado como Ê o caso do PAM e outros Postos de Saúde, contribuindo para a melhora do espírito de quem lå vai em momentos de fragilidade. Não fiz um estudo mais acurado, não busquei razþes, mas a princípio, parece-me que o fechamento desta instituição só servirå para agravar a precariedade do atendimento à saúde do douradense e dos moradores dos municípios vizinhos.

Esta fundação Ê o exemplo de que ainda existe algum resquício de dignidade para a população idosa, pobre e desamparada que, cada vez mais, sente-se marginalizada e abandonada pelo Poder Público. Dia 29, dei entrada a uma leva de dez sessþes de fisioterapia pelo SUS, lå nesta fundação e vi pessoas idosas chorando ao serem informados de que seria o último atendimento prestado pela Funpema, haja vista que o convênio extingue-se dia 15/02 e que, segundo as informaçþes, não serå renovado. O que vi chocou-me deveras e partiu meu coração: pessoas idosas, inclusive de outros municípios, embasbacadas, com os olhos esbugalhados e cheios de lågrimas com uma simples pergunta: E para onde vamos agora? Não sei se obterei a resposta satisfatória mas tomo a liberdade de repetir aqui a pergunta deixada pela povo: Para onde vamos? (e-mail: odilalange@ yahoo. com.br)

Para onde vamos? 2',/$ 6&+:,1*(//$1*( *Membro da Academia Douradense de Letras e da Academia de Letras do Brasil

C

om o dever de uma cidadã consciente que sabe lutar pelos seus direitos e direitos das minorias, venho dirigir-me à população de Dourados para compartilhar um assunto deveras importante para todos os munícipes! Ontem, dia 29, fui informada, com uma grande tristeza de funcionårios e usuårios, daquele local, que a Prefeitura de Dourados anunciou taxativamente que não renovarå o convênio com a Funpema (Fundação Cardiogeriåtrica) situada na Rua Independência, Jardim Itålia. Esta Fundação, hå dez anos atuando e oferecendo serviços mÊdicos de boa qualidade aos idosos, encontra-se ameaçada de deixar de existir por falta de convênio com a

Prefeitura. Funpema! Um lugar notåvel: limpo, bonito, bem arrumado, aparelhos novos, cadeiras estofadas em perfeitas condiçþes de uso, copos descartåveis e ågua gelada, banheiros impecåveis com sabonete, papel higiênico, barra de segurança para idosos, enfim, um lugar exemplar para uma Fundação que não visa lucros e só quer o bem da população idosa. Os membros de sua diretoria, profissionais dos mais capacitados e ilibados tudo fizeram para bem atender, nestes 10 anos de serviços prestados, a quem necessita de atendimento mÊdico tão precårio em nossa cidade e região. Como usuåria dos serviços do SUS, fui muitas vezes atendida pelos seus fisioterapeutas, sempre com a måxima atenção, carinho e respeito. Fiz exames cardiológicos e tudo o mais lå e sempre fui recebida com um sorriso, uma palavra de carinho, um incentivo, coi-

EXPEDIENTE O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAĂ‡ĂƒO EM TODO O INTERIOR Este jornal expressa sua opiniĂŁo pelo Editorial. As demais opiniĂľes sĂŁo de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSOâ€? Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nÂş 812285964

Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES Editor-chefe VANDER VERĂƒO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

(',725$-251$/2352*5(662/7'$

CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gråfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2627/2609 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2600 Serviço de Atendimento ao Assinante (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 +20(3$*(www.progresso.com.br (0$,/progresso@progresso.com.br

oprogresso.jornal

@JORNALOPROGRESSO

ESPORTE/POLĂ?CIA Luiz Radai esporte@progresso.com.br policia@progresso.com.br DIA-A-DIA Maria Lucia Tolouei marialucia@progresso.com.br CADERNO B/DMAIS Hakeito Almeida hakeito@progresso.com.br

(VWHMRUQDOpÂżOLDGRj

CIDADES Departamento Regional cidades@progresso.com.br

$66,1$785$6

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE

COLUNA SOCIAL/ANĂšNCIOS Angela Santa Cruz comercial@progresso.com.br

$QXDO  R$ 240 6HPHVWUDO R$ 150 7ULPHVWUDO R$ 100 %LPHVWUDO R$ 70 0HQVDO R$ 45

CLASSIFICADOS Gleison Costa classificados@progresso.com.br

Pensamento e ação por uma vida melhor

VENDA AVULSA 'RXUDGRV,QWHULRU H&DPSR*UDQGHR$ 2 NĂšMEROS ATRASADOS 'RDQRR$ 2 'RDQRDQWHULRU R$ 4


3

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica

Odilon Oliveira conďŹ rma prĂŠ-candidatura ao governo Durante visita ao jornal O PROGRESSO, ontem, juiz aposentado descartou a possibilidade de concorrer a uma vaga no Senado Federal, como vinha sendo ventilado por alguns setores polĂ­ticos no Estado HEDIO FAZAN

Marli Lange, Da Redação Marli@progresso.com.br Em Dourados, ontem, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), confirmou a sua prÊ-candidatura ao governo do Estado, desfazendo de vez qualquer dúvida e especulaçþes a respeito de que ele iria se lançar ao Senado, e assim desistindo da disputa do maior cargo do Executivo Estadual. Em visita ao jornal O PROGRESSO, acompanhado do vereador Romu-

2GLORQGL]TXHR3'7YDL manter entendimentos com outros partidos YLVDQGRDVIRUPDĂ?Ă‚R GHXPDDOLDQĂ?D aldo Ramin, que ĂŠ presidente da Executiva do PDT em Dourados, o juiz aposentado disse que estĂĄ disposto a enfrentar a “batalhaâ€? rumo Ă s urnas em outubro deste ano. Apesar de nĂŁo citar quais os partidos que jĂĄ sinalizaram para compor uma coligação para disputar as eleiçþes, Odilon disse que as conversas estĂŁo bem adiantadas. A convenção do partido nĂŁo tem data definida, mas ele informou que atĂŠ lĂĄ as amarraçþes partidĂĄrias jĂĄ estarĂŁo formadas. Ele disse

-XL]DSRVHQWDGR2GLORQGH2OLYHLUDHPYLVLWDDR2352*5(62FRQÄ&#x;UPDTXHĂ’SUĂ’FDQGLGDWRDRJRYHUQR que a convenção do partido deve acontecer em julho, mas os partidos tĂŞm atĂŠ 5 de agosto, segundo o calendĂĄrio eleitoral. Conhecido nacionalmente por prender traficantes de drogas na fronteira e viver sob forte escolta de policiais federais, Odilon de Oliveira se aposentou no inĂ­cio no final do ano passado, apĂłs 55 anos de trabalho dedicados a magistratura.

A histĂłria dele inspirou o filme “Em Nome da Leiâ€?, de 2016. Ele disse que nĂŁo teme um embate eleitoral porque o seu compromisso ĂŠ com as pessoas e o que elas acham dele. “Apesar de ser juiz uma parte da minha vida, e muita gente achar que polĂ­tica nĂŁo ĂŠ meu perfil, decidi pela polĂ­tica, porque acho que ĂŠ uma oportunidade de mudança. As pes-

soas estão desacreditadas por causa de tantas denuncias de corrupção. Não temo isso, não vou mudar o meu perfil como juiz e a experiência na minha carreira farão com que eu olhe nos olhos das pessoas e passe a confiança de que realmente haverå mudança para melhor�, afirmou. Ele lembra, que para um cargo tão importante, não basta ter perfil, tem que saber

administrar uma mĂĄquina pĂşblica, alĂŠm de lisura e transparĂŞncia. Odilon assinou a fixa de filiação com o PDT no final do ano passado jĂĄ confirmando a sua prĂŠ-candidatura ao governo de MS durante evento do partido em Campo Grande. O anĂşncio foi feito ao lado dos presidentes nacional e estadual da legenda, Carlos Luppi, e Dagoberto Nogueira, alĂŠm do ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Odilon tem 68 anos e se aposentou como juiz depois de 35 anos de profissĂŁo, sendo quatro anos como juiz estadual e 31 como juiz federal, em meados de outubro, justamente visando disputar as eleiçþes de 2018. Em discurso, afirmou que escolheu o PDT por se tratar de um partido sem envolvimento com escândalos envolvendo corrupção “de um modo geralâ€?, como Lama AsfĂĄltica, Lava Jato e JBS. Dourados ĂŠ a primeira cidade que Odilon de Oliveira estĂĄ visitando, dando inicio as conversas com segmentos da sociedade. “Quero conversar com a população, visitar universidades, ĂłrgĂŁo, associaçþes de trabalhadores e captar opiniĂľes da população para realizar um governo para a populaçãoâ€?, finalizou.

CURTAS Bombeiros (1)

A Câmara dos Deputados analisa proposta que altera o texto constitucional para autorizar a criação de corpos de bombeiros municipais, segundo a Agência Câmara Notícias. Atualmente, segundo a Constituição Federal, os corpos de bombeiros militares são forças subordinadas aos governos dos estados e do Distrito Federal.

Bombeiros (2)

A alteração estå prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 387/17, do deputado Marco Tebaldi (PSDB-SC). Pelo texto, os municípios poderão constituir corpos de bombeiros por meio de convênio com bombeiros voluntårios - Organização Não Governamental (ONG) ou Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que prestem serviços de atendimento a emergências públicas.

Bombeiros (3)

De acordo com a PEC, os convĂŞnios poderĂŁo abranger atividades de defesa civil; serviços de prevenção de sinistros ou catĂĄstrofes; combate a incĂŞndios; busca e salvamento de pessoas e bens; e atendimento prĂŠ-hospitalar. Tebaldi afirma que as organizaçþes de bombeiros voluntĂĄrios surgiram como forma de minimizar os efeitos de situaçþes de calamidade pĂşblica. “Os bombeiros voluntĂĄrios no Brasil jĂĄ desenvolvem este trabalho em alguns estados da federação, com atuação mais forte no Rio Grande do Sul e em Santa Catarinaâ€?, disse.

CalĂşnia (1)

Prefeito de CorumbĂĄ se ďŹ lia ao PSDB e lança Reinaldo Ă reeleição 0DUFHOR,XQHVHUDÄ&#x;OLDGR DR37%HDVVXPLXFDUJR apĂłs morte de Ruiter Cunha Elvio Lopes, De Campo Grande elvio@progresso.com.br O prefeito de CorumbĂĄ, Marcelo Iunes, assinou, no final da manhĂŁ de ontem, sua filiação ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), em reuniĂŁo realizada na sede tucana na Capital e aproveitou a oportunidade para lançar o governador Reinaldo Azambuja como prĂŠ-candidato Ă  reeleição. Ele era filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), exerceu trĂŞs mandatos de vereador e assumiu a prefeitura com a morte do entĂŁo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, ocorrida em 1Âş de novembro do ano passado, depois de sofrer um problema cardĂ­aco. A ficha de filiação foi abonada por Reinaldo Azambuja e pelo presidente da executiva estadu-

al do PSDB, deputado estadual Beto Pereira. A reuniĂŁo contou com a presença de vĂĄrios prefeitos de municĂ­pios do Estado, deputados estaduais, vereadores e integrantes do partido, dos diretĂłrios municipal e estadual. Marcelo Iunes iniciou seu pronunciamento agradecendo o apoio que vem recebendo do governador Reinaldo Azambuja em obras e melhorias para CorumbĂĄ e lançou o nome do governador para a reeleição. “Venho para o PSDB em resposta ao convite formulado pelo Beto e Reinaldo e como resposta ao projeto de Ruiter para CorumbĂĄ, que teve todo o apoio do governadorâ€?, afirmou Iunes. Ele destacou o quanto o Reinaldo estĂĄ trabalhando por Mato Grosso do Sul e reiterou a confiança de que, unidos, os tucanos poderĂŁo chegar ao segundo mandato no governo estadual. “Tenho certeza que CorumbĂĄ vai retribuir o que o governador tem feito pela nossa cidade, olhando com muito

ELVIO LOPES

3UHIHLWRGH&RUXPEĂ€0DUFHOR,XQHVGXUDQWHDWRGHÄ&#x;OLDĂ?Ă‚R ao PSDB, com Reinaldo Azambuja carinho para o nosso municĂ­pio e plena confiança de que poderĂĄ dar continuidade a esse trabalhoâ€?, destacou o novo tucano, afirmando tambĂŠm que o partido tem bons nomes como prĂŠ-candidatos para os cargos proporcionais, citando os secretĂĄrios de Estado Eduardo Riedel e Marcelo Migliolli.

Afirmando que ĂŠ um soldado do partido e que acata suas decisĂľes, Reinaldo destacou que, como governador, trata das questĂľes administrativas do Estado, levando obras e serviços a todos os 39 municĂ­pios de Mato Grosso do Sul e que a Executiva Estadual vai tratar das questĂľes polĂ­ticas. “Sou um soldado do

MDB estå discutindo sucessão presidencial, diz senador Romero Jucå 2JRYHUQRWUDEDOKDSDUD TXHD3UHYLGÓQFLDVHMD aprovada em fevereiro Carla Araújo, Anne Warth e Daiene Cardoso, Agência Estado De Brasília O líder do governo no Senado, senador Romero Jucå (MDB-RR), afirmou ontem (31), que o MDB estå discutindo alianças e se terå candidatura própria ou não. TambÊm disse acreditar que a tendência Ê que a rejeição ao governo do presidente Michel Temer caia.

Segundo JucĂĄ, a sucessĂŁo presidencial estĂĄ sendo discutida no âmbito da aliança e dentro do MDB. “HĂĄ uma vertente no MDB que defende candidatura prĂłpria. Vamos discutir bastante isso porque hĂĄ um legado a ser defendido e a economia estĂĄ melhorando a cada diaâ€?, destacou, apĂłs participar de cerimĂ´nia de assinatura de contratos de ĂĄreas leiloadas do prĂŠ-sal, no PalĂĄcio do Planalto. JucĂĄ disse ainda que o discurso do governo de recuperação da economia estĂĄ cada vez mais fortalecido. “Temos condição de efetivamente, atĂŠ prazo de

definição de candidatura, ter um quadro melhor para o governoâ€?, disse. Segundo JucĂĄ, em pouco tempo, o governo Temer jĂĄ tem feitos em todas as ĂĄreas para mostrar. “O governo tem resultado para mostrar, e entre mostrar e ser percebido pela população hĂĄ um delay, demoraâ€?, afirmou. Reforma JucĂĄ afirmou que o governo trabalha para que a PrevidĂŞncia seja aprovada em fevereiro, mas que a palavra final da votação ou nĂŁo do texto ĂŠ do presiden-

te da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). “Quem tem que falar ĂŠ a Câmara, nĂŁo sou eu. Eu estou ajudando e estou na torcida para que seja aprovadoâ€?, disse JucĂĄ. Ele destacou que as pesquisas mostram que estĂĄ diminuindo a resistĂŞncia em relação a reforma. “JĂĄ hĂĄ uma compreensĂŁo, a rejeição Ă reforma, que era alta, agora nĂŁo tem mais essa forçaâ€?, comentou. JucĂĄ disse acreditar que o governo estĂĄ “no caminho para que essa discussĂŁo possa ser amadurecidaâ€? e que as discussĂľes mais fortes devem acon-

partido, vamos continuar a fazer a boa polĂ­tica, com um governo transparente e de entrega Ă população em todas as cidades do Estadoâ€?, afirmou. O governado tambĂŠm destacou que, com a filiação de Marcelo Iunes e outras lideranças de CorumbĂĄ e do interior, o partido se fortalece ainda mais. “Nosso mandato termina dia 31 de dezembro deste ano e atĂŠ lĂĄ, vamos continuar trabalhando para deixar um conjunto de importantes legadosâ€?, afirmou Reinaldo e, sobre a possibilidade de reeleição, destacou que ninguĂŠm faz polĂ­tica sozinho e que Marcelo e as novas filiaçþes vĂŁo reforçar o partido. Ele destacou ainda que o nome de Beatriz Cunha surge como uma opção como prĂŠ-candidata a deputada estadual pelo partido na regiĂŁo. Reinaldo tambĂŠm fez questĂŁo de destacar que, em 21 anos de carreira polĂ­tica, nunca foi processado ou condenado em qualquer instância judicial e que em uma das acusaçþes infundadas de que foi vĂ­tima, teve o inquĂŠrito arquivado pela prĂłpria procuradora-geral da RepĂşblica, Raquel Dodge. “Vamos continuar trabalhando por Mato Grosso do Sul com muita responsabilidadeâ€?, concluiu o governador.

tecer em 19 e 20 de fevereiro. “A partir daĂ­, o presidente Rodrigo Maia terĂĄ condiçþes de pautar ou nĂŁo, cabe a ele pautar essa matĂŠriaâ€?, afirmou, ressaltando que Maia ĂŠ o “senhor do calendĂĄrioâ€? jĂĄ que ele comanda a agenda. Questionado se defende a postura de alguns auxiliares do presidente Michel Temer de colocar o texto em votação mesmo sem os votos, JucĂĄ afirmou que defende que “o governo afira isso em fevereiro. “Eu nĂŁo vou discutir se vai ter voto ou nĂŁo ter voto, atĂŠ porque estamos trabalhando e nosso objetivo ĂŠ ter votoâ€?, disse. O senador afirmou que o MDB fechou posição a favor da reforma e isso serĂĄ “cobradoâ€? e disse que espera que ela seja votada em fevereiro na Câmara para que o Senado possa ter prazo para apreciĂĄ-la.

Acusar injustamente um candidato a cargo polĂ­tico com o objetivo de afetar a sua candidatura poderĂĄ se tornar crime de “denunciação caluniosa com finalidade eleitoralâ€?. A nova tipificação criminal estĂĄ prevista no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 43/2014, que aguarda votação no PlenĂĄrio do Senado. Segundo a AgĂŞncia Senad, a proposta altera o CĂłdigo Eleitoral (Lei 4.737/1965) e prevĂŞ pena de dois a oito anos de prisĂŁo, alĂŠm de multa.

CalĂşnia (2)

As medidas previstas no projeto se aplicam a quem fizer acusaçþes formais perante as autoridades contra algum candidato com o objetivo de influenciar a vontade popular. O relator da matĂŠria na ComissĂŁo de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senador Acir Gurgacz (PDT-RO), argumentou que o projeto enriquece o processo eleitoral, por combater “atitudes rasteiras e abominĂĄveisâ€?, que afetam negativamente a opiniĂŁo pĂşblica. O autor da proposta ĂŠ deputado FĂŠlix Mendonça JĂşnior (PDT-BA).

COLONO - Cumpådri, uma onça virô atração em cima de um pÊ de jaca... ZÉ PINGA - ... ic, ic, ic... Ê, só que os curiosus meteram o pÊ na jaca... ic, ic, ic...


4

Dourados, quinta-feira 1.2.2018 O PROGRESSO

PolĂ­tica

Com ou sem Lula, PT C almeja Governo, Câmara e Senado no Estado Militantes mantĂŞm andanças pelo interior do Estado e no sĂĄbado realizam encontro para lançar de prĂŠ-candidato ao governo FLAVIO VERĂƒO

Flåvio Verão, Da Redação Flavio@progresso.com.br Independente da corrida presidencial com ou sem Luiz Inåcio Lula da Silva, o comando estadual do PT em Mato Grosso do Sul mantÊm firme a proposta de concorrer ao governo do Estado. No såbado, o ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci, serå lançado prÊ-candidato para concorrer à sucessão de Reinaldo Azambuja. O evento serå a partir das 8h no Buffet Romeu e Julieta, em Campo Grande. De segunda atÊ ontem lideranças do partido mantiveram contato com militância em Dourados e percorreram base eleitoral com movimentos sociais. AlÊm de Amaducci, estiveram presente o deputado estadual João Grandão e os federais Zeca do PT e Vander Loubet. Zeca Ê forte prÊ-candidato para disputar o Senado. Loubet deve buscar reeleição. Amaducci foi prefeito de Mundo Novo por três mandatos e jå disputou cargos de vereador, em 1996; e deputado estadual, em 1998 e 2010. Desde o início do passado tem percorrido o estado

PrĂŠ-candidatura de Humberto Amaducci ao governo do Estado serĂĄs lançada sĂĄbado em Campo Grande junto a Zeca, quando ocorreu disputa pelo DiretĂłrio Estadual do partido. Zeca ĂŠ o presidente da legenda. “Visitei todo o Estado e nossas bases estĂŁo fortalecidas para as eleiçþesâ€?, garantiu Amaducci. Ele diz que colocou seu nome Ă disposição do partido que acatou. A ideia, confor-

Deputado federal Vander Loubet durante visita ao O PROGRESSO na manhĂŁ de ontem me o prĂŠ-candidato, ĂŠ a de ter chapa pura. “Temos apoio em todo o Estado, em especial de movimentos sociais e vamos continuar percorrendo Mato Grosso do Sulâ€?, disse animado, ressaltando que o PT nĂŁo estĂĄ na dependĂŞncia de outros partidos para lançar candidatura. Dobradinha Vander e Zeca encontraram na junção de emendas parlamentares uma forma de unir esforços para encaminhar mais recursos para os municĂ­pios sul-mato-grossenses. Durante visita ao O PROGRESSO na manhĂŁ de ontem, Loubet destacou recursos de R$ 1 milhĂŁo garantidos por eles para a construção do Centro Comercial

Popular, que deverĂĄ ter custo total de R$ 2,9 milhĂľes. De acordo com o projeto, o shopping popular, como vem sendo chamado, terĂĄ estrutura para atender aos mais de 40 comerciantes que utilizam ĂĄrea externa do terminal rodoviĂĄrio e que, por determinação do MinistĂŠrio PĂşblico, precisam de um novo local. Outra uniĂŁo de esforços mencionada por ele foi a garantia de duas patrulhas mecanizadas para atender a agricultura familiar em Dourados. Atenção aos pequenos produtores, segundo Vander Loubet, tem sido uma marca de trabalho. “Precisamos valorizar esse pĂşblico. O grande produtor tem condiçþes de financia-

mento. JĂĄ o pequeno sofreâ€?, mencionou. Embora o futuro de Lula seja incerto, atĂŠ porque o ministro Humberto Martins, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou na noite de anteontem o habeas corpus preventivo pedido pela defesa do ex-presidente contra a possibilidade de que ele seja preso, Vander acredita que, atĂŠ o meio do ano haverĂĄ “muita coisa pra rolarâ€?. Mas independente das questĂľes que envolvem Lula, Loubet disse que o PT sul-mato-grossense segue mantendo diĂĄlogo, inclusive com o governador Reinaldo Azambuja, com quem ele diz ter bom relacionamento polĂ­tico.

INFORME C CĂ?CERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

Começando a corrida no MS por Dourados

O ex-deputado estadual Coronel David anunciou que o deputado federal Jair Bolsonaro vem ao Estado, mas nĂŁo passa por Campo Grande. O prĂŠ-candidato a presidente pelo PSC foi convidado por pecuaristas e produtores rurais de Dourados e chega Ă cidade no dia 8 de fevereiro. De acordo com a agenda divulgada pelo Coronel David, Bolsonaro “chega Ă s 15h30 em Dourados e, no mesmo dia, faz uma palestra no Sindicato Rural. No dia 9, ele faz reuniĂŁo na associação comercial da cidade (Aced) e vai emboraâ€?. Ainda de acordo com David, Bolsonaro deve voltar ao Estado durante a campanha, entre agosto e outubro, e visitar Campo Grande. O Coronel David lembrou que “Dourados ĂŠ a segunda maior cidade do Estado. Ele vai falar com segmento altamente UHSUHVHQWDWLYRTXHVĂ‚RRVSURGXWRUHV9DLÄ&#x;UPDU compromissos como vem fazendo em todo o PaĂ­s e terĂĄ oportunidade de conversar com empresĂĄrios da regiĂŁoâ€?. Bolsonaro serviu o ExĂŠrcito em Nioaque. NĂƒO CAIU Pesquisa Datafolha divulgada ontem mostrou que Lula mesmo condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ÂŞ RegiĂŁo (TRF-4), manteve vantagem sobre os demais prĂŠ-candidatos a presidente. Segundo o levantamento, que foi realizado na segunda e na terça-feira, o petista tem atĂŠ 37% das intençþes de voto. Lula lidera o primeiro turno em todos os cenĂĄrios em que seu nome ĂŠ colocado, com percentuais que variam de 34% a 37%. JĂĄ o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) nĂŁo apresentou crescimento, mesmo nos cenĂĄrios sem Lula. Bolsonaro oscila entre 15% e 20% e lidera todos as simulaçþes sem a presença do petista. DIRIGIDO Bolsonaro tentou proibir a divulgação da pesquisa Datafolha de ontem sobre a intenção de voto para a eleição de outubro. Primeiro colocado nas pesquisas no cenĂĄrio sem Lula, o deputado recorreu ao TSE com a intenção de barrar a publicação do resultado, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Na pesquisa, os entrevistados foram perguntados se tinham conhecimento sobre denĂşncias envolvendo o aumento do patrimĂ´nio da famĂ­lia de Bolsonaro desde o inĂ­cio da sua carreira polĂ­tica. O questionamento desagradou o candidato. A questĂŁo atribuiu a Bolsonaro, disse sua defesa, “a

pecha de denunciado por enriquecimento ilĂ­cito, de forma manifestamente difamatĂłriaâ€?. 2WH[WRDÄ&#x;UPDTXHHOHQXQFDIRL denunciado por aumento de patrimĂ´nio. Ă€ VONTADE O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, ironizou as crĂ­ticas Ă deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), indicada para o MinistĂŠrio do Trabalho, apĂłs a divulgação de um vĂ­deo, gravado num barco no mar, no qual ela, de maiĂ´, fala sobre açþes que enfrentou na Justiça. “Muita gente bate bumbo pela liberdade, mas na verdade sĂŁo uns talibĂŁs enrustidos. Os crĂ­ticos queriam que ela estivesse de burca, eu acho, lĂĄ na praia. Praia a gente anda assim. Eu quando vou Ă  praia, nĂŁo sei vocĂŞs, vocĂŞs vĂŁo de quimono, de burca? Eu quando vou Ă  praia, eu vou de calção de banhoâ€?, ironizou Marun. DANDO AS CARAS O juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, prĂŠ-candidato a governador pelo PDT, deu entrevista ontem cedo ao programa Espaço Aberto, da Grande FM, apresentado por Amarildo Ricci falando da sua prĂŠ-campanha. “Estamos numa caminhadaâ€? observou Oliveira. Estava acomSDQKDGRGRÄ&#x;OKRYHUHDGRUHP Campo Grande e do presidente municipal do PDT, vereador Romualdo Ramin. Famoso por ser implacĂĄvel com as quadrilhas GHWUDÄ&#x;FDQWHVHFRQWUDEDQGLVtas quando no exercĂ­cio proÄ&#x;VVLRQDORGU2GLORQĂ’VHPSUH acompanhado de seguranças armados, pois pode ser vĂ­tima de retaliação de criminosos.

BATE REBATE

Fiems, FecomĂŠrcio e Faems declaram apoio Ă reforma da PrevidĂŞncia DIVULGAĂ‡ĂƒO

Entidades vĂŁo pedir votos dos deputados para aprovação da reforma De Campo Grande Ă€s vĂŠsperas do fim do recesso parlamentar, quando serĂŁo retomadas as negociaçþes do governo federal com parlamentares pela aprovação da reforma da PrevidĂŞncia, os presidentes da Fiems, SĂŠrgio Longen, da FecomĂŠrcio-MS, Edison AraĂşjo, e da Faems, Alfredo Zamlutti, declaram apoio Ă proposta e vĂŁo direcionar esforços junto Ă  bancada do Estado na Câmara dos Deputados para que votem a favor do projeto. O tema foi discutido durante a 1ÂŞ reuniĂŁo do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS realizada ontem (31), na sede da entidade em Campo Grande. O presidente da Fiems, SĂŠrgio Longen, pediu apoio dos oito deputados federais que representam o Estado na Câmara para que o projeto seja aprovado, o que, segundo ele, assegurarĂĄ que os brasileiros continuem recebendo suas aposentadorias regularmente. “A Fiems e o setor produtivo apoiam a reforma da PrevidĂŞncia e pedimos que aos parlamentares fede-

Longen pede apoio dos 8 deputados federais de MS para que o projeto seja aprovado rais do nosso Estado que votem a favor, permitindo que os aposentados do nosso País continuem recebendo seus valores. A atual legislação traz uma condição de insolvência, a curto prazo, para quem Ê beneficiado com recursos previdenciårios. Se não fizermos nada, os nossos aposentados, e isso não Ê daqui a 20 anos, mas em um futuro próximo, poderão jå não

receber mais seus recursosâ€?, opinou. O presidente da FecomĂŠrcio-MS, Edison AraĂşjo, acrescentou que mudanças na lei da PrevidĂŞncia colocarĂŁo o trabalhador em pĂŠ de igualdade, alĂŠm de cortar privilĂŠgios de determinadas classes. “Sabemos que alguns polĂ­ticos do nosso Estado sĂŁo contra a reforma da PrevidĂŞncia, mas ĂŠ muito im-

portante encontrarmos uma solução porque do jeito que estĂĄ nĂŁo dĂĄ para ficar. Temos que acabar com privilĂŠgios, como o da classe polĂ­tica, que com quatro ou oito anos de mandato passa a ter direito a uma aposentadoria, ou militares, que recebem aposentadoria de forma permanente, e atĂŠ transferindo-a de pai para filho. Vai ser difĂ­cil, ter que cortar na prĂłpria carne, mas ĂŠ um remĂŠdio amargo que precisa ser aplicadoâ€?, afirmou. Para o presidente da Faems, Alfredo Zamlutti, votar a favor da Reforma da PrevidĂŞncia ĂŠ uma questĂŁo de coerĂŞncia. “Fico triste ao ver que deputados federais de Mato Grosso do Sul querem votar contra. É um absurdo deixar a PrevidĂŞncia do Brasil quebrar e, da forma como estĂĄ, ĂŠ isso que vai acontecer. Por coerĂŞncia e sobrevivĂŞncia, pedimos que esses parlamentares que sĂŁo contra mudem o voto, porque ser partidĂĄrio ĂŠ uma coisa, ser incoerente ĂŠ outraâ€?, disse. O projeto de reforma da PrevidĂŞncia tramita na Câmara dos Deputados e, por se tratar de uma PEC (Proposta de Emenda Ă Constituição), precisa dos votos de pelo menos 308 dos 513 deputados em dois turnos de votação. Depois, tem que ser aprovada no Senado. A anĂĄlise no plenĂĄrio da Câmara estĂĄ marcada para o dia 19 de fevereiro.

Mais de R$ 1,9 milhĂŁo em recursos do governo federal e do Estado serĂŁo investidos em obras de pavimentação asfĂĄltica no distrito de Vista Alegre, em Maracaju. Uma lombada eletrĂ´nica existentes na entrada do distrito de IdĂĄpolis, para quem vai de vila SĂŁo Pedro, estĂĄ ‘doida’. O motorista passa a 40 km/h mas o equipamento acusa 90 km/h! Problema para o Detran resolver. A taxa de desemprego mĂŠdia de 2017 ďŹ cou em 12,7%, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de DomicĂ­lios – ContĂ­nua divulgados ontem pelo IBGE. Em 2016, a taxa foi 11,5%. Ainda no perĂ­odo da piracema, nesta quinta-feira começa a pesca no estilo pesque-solte no rio Paraguai. A transmissĂľes de alguns jogos do campeonato estadual pela TV Morena Ă s vezes peca. Na partida do Sete de Setembro contra o Ă guia Negra, de Rio Brilhante, estiveram no DouradĂŁo cerca de 700 torcedores. A maioria preferiu assistir ao jogo nos bares ou em casa pela TV. E de graça...

INFORME CURURU Em ano eleitoral, devo contar mentira e te fazer feliz, ou contar a verdade e te deixar chorando?


5

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018 2352*5(662

Economia TIAGO QUEIROZ/ESTADĂƒO

,1',&$'25(6(&21™0,&26 progresso@progresso.com.br

%2/6$6 ,ERYHVSD 3RQWRV Måxima de Mínima 9ROXPH 9DULD�ÂRHP 9DULD�ÂRQRPÓV 'RZ-RQHV 3RQWRV 1DVGDT 3RQWRV ,ERYHVSD)XWXUR 3RQWRV 0À[LPD SRQWRV  0âQLPD SRQWRV 

%/8(&+,36 +2,21% 85.530,83 85.531 pnts 83.680 pnts 9,92 bilhĂľes 11,95% 11,95% +0,66% (18h32) 26.566,92 +0,88% (18h32) 7.476,02 +2,07% 85.790 85.900 84.120

Preço ,WDX8QLEDQFR31 3HWUREUDV31 %UDGHVFR31 $PEHY21 3HWUREUDV21 Vale PNA %5)6$21 Vale ON ,WDXVD31 &LHOR21 -%621

&RWDĂ?Ă‚R 9DULDĂ?Ă‚R

6,76% ao ano 10,06% ao ano 1,10% ao mĂŞs 6,89% ao ano 6,90%

1RYHPEUR

Taxa de desemprego no PaĂ­s recua para 11,8% em dezembro, aponta IBGE

6$/d5,20Â…1,02

Resultado do 4º trimestre Ê o melhor para o período desde 2016; mas, apesar da recuperação, o País ainda contava com 12,311 milhþes de desempregado setor privado teve aumento de 5,7%, com 598 mil empregados a mais. O total de empregadores cresceu 6,4% ante o quarto trimestre de 2016, com 263 mil pessoas a mais. O trabalho por conta própria cresceu 4,8% no período, com 1,070 milhão de pessoas a mais nessa condição. A condição de trabalhador familiar auxiliar aumentou 5,5%, com 116 mil ocupados a mais. O setor público gerou 222 mil vagas, um aumento de 2,0% na ocupação. Houve aumento de 262 mil indivíduos na condição do trabalhador domÊstico, 4,3% de ocupados a mais nessa função.

Daniela Amorim, Agência Estado Do Rio de Janeiro A taxa de desocupação no Brasil ficou em 11,8% no quarto trimestre de 2017, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados ontem (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado para o período (outubro - dezembro) Ê o melhor para este trimestre desde 2016, quando a desocupação ficou em 11,8%. Apesar da melhora recente, o País ainda contava com

A taxa de desemprego mÊdia de 2017 foi de 12,7%, a mais elevada dentro da sÊrie histórica iniciada em 2012 12,311 milhþes de pessoas em busca de emprego no final do ano passado. Por outro lado, o total de ocupados cresceu 2,0% no período de um ano (dezembro de 2016 - dezembro de 2017), o equivalente à criação de 1,846 milhão de postos de trabalho. Hå menos 31 mil desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um recuo de 0,3%. No último trimestre de 2017, o País tinha 91 mil brasileiros a mais na inatividade, em relação ao patamar de um ano antes. O aumento na população que estå fora da força de traba-

lho foi de 0,1% ante o mesmo período de 2016. O nível da ocupação, que mede o porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar, foi estimado em 54,5% no quarto trimestre de 2017.

R$ 2.141. Em dezembro do ano passado, a população desocupada somou 12,3 milhþes de pessoas, uma queda de 5% (menos 650 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior (encerrado em setembro).

Desemprego mÊdio A taxa de desemprego mÊdia de 2017 foi de 12,7%, a mais elevada dentro da sÊrie histórica iniciada em 2012, alÊm de superior à mÊdia de 11,5% registrada em 2016. A renda mÊdia real dos trabalhadores ocupados no País subiu 2,4% no ano de 2017 em relação ao resultado mÊdio de 2016, para

Vagas formais O mercado de trabalho no PaĂ­s perdeu 685 mil vagas com carteira assinada no perĂ­odo de um ano. O total de postos de trabalho formais no setor privado encolheu 2,0% no quarto trimestre de 2017 ante o mesmo perĂ­odo do ano anterior, segundo os dados da Pnad. JĂĄ o emprego sem carteira no

Renda mÊdia A renda mÊdia real do trabalhador foi de R$ 2.154 no quarto trimestre do ano passado. O resultado representa alta de 1,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 193,4 bilhþes no quarto trimestre, alta de 3,6% ante igual período do ano anterior. No ano de 2017, a taxa de desemprego mÊdia foi de 12,7%, a mais elevada dentro da sÊrie histórica iniciada em 2012, alÊm de superior à mÊdia de 11,5% registrada em 2016. A renda mÊdia real dos trabalhadores ocupados no País subiu 2,4% no ano de 2017 em relação ao resultado mÊdio de 2016, para R$ 2 141.

NĂşmero de empresas inadimplentes cresce 5,35% em 2017, diz SPC Brasil Volume de dĂ­vidas teve crescimento de 3,64% no ano passado De SĂŁo Paulo* O n Ăş m e r o d e e m p re s a s inadimplentes continua crescendo na comparação anual. De acordo com o indicador calculado pelo Serviço de Proteção ao CrĂŠdito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a alta foi de 5,35% em 2017 – em 2016 a variação anual havia sido de 5,01% e em 2015 de 11,9%. “A crise econĂ´mica vivida pelo paĂ­s nos Ăşltimos anos impĂ´s severas dificuldades para empresas e consumidores, afetando a capacidade de honrarem todos os seus

compromissosâ€?, afirma o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro. “Ainda hĂĄ efeitos da crise, mas tambĂŠm hĂĄ sinais de retomada da economia. Para este ano, espera-se que, Ă medida que os negĂłcios se recuperem, o fenĂ´meno da inadimplĂŞncia desacelereâ€?, explica. NĂşmero de dĂ­vidas Outro indicador tambĂŠm mensurado pelo SPC Brasil e pela CNDL ĂŠ o de dĂ­vidas em atraso. Neste caso, o crescimento foi de 3,64% na comparação anual. “Ter acesso ao mercado de crĂŠdito ĂŠ fundamental para a manutenção e expansĂŁo dos negĂłcios. As empresas que se deparam com a restriçþes ao seu nome devem buscar uma boa negociação para suas pendĂŞncias, algo

que pode ser favorecido pelo ciclo recente de queda dos juros��, avalia a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. Nordeste lidera A abertura do número de empresas devedoras por região mostrou que, no Sudeste, o número de empresas negativadas na comparação anual avançou mais do que em outras regiþes: a alta foi de 7,37%. Em seguida, aparecem o Sul (3,18%); o Centro Oeste (2,99%); o Nordeste (2,61%) e a região Norte (2,23%). Em termos de participação, o Sudeste concentra a maior parte do número de empresas negativadas, com 46,14% do total. O Nordeste, por sua vez, concentra 20,77%, enquanto o Sul aparece com uma fatia de 17,07%.

Metodologia O Indicador de Inadimplência das Empresas sumariza todas as informaçþes disponíveis nas bases de dados do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao CrÊdito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). As informaçþes disponíveis referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação. (*Assessoria de Imprensa do SPC Brasil).

886,912 centavos de dĂłlar +0,51%

Variação -0,79% -0,37%

R$ 1,0641

'Â…9,'$(0752875' 'LDGRYHQFLPHQWR )DWRUHVGH

R$ 954,00

Janeiro 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

R$ 25,11

3283$1q$ (APLICAĂ‡ĂƒOAPARTIRDE 04/05/12)

0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994% -

0,3994% 0,3994% 0,3994% 0,3994%

0,01329425 0,01316426 0,01302982 0,01316848 0,01299723 0,01324700 0,01319915 0,01307221 0,01286982 0,01273953 0,01332346 0,01296896 0,01319668 0,01317643 0,01333529 0,01323880 0,01324050 0,01318279 0,01321504 0,01326682

(Multiplique a quantidade de TR ou TRD do carnê pelo fator de atualização da data do vencimento. A aplicação desse fator único atualiza a dívida pela TR do dia do aniversårio do contrato e converte o resultado para reais).

7%)

TR

Janeiro 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26

Janeiro 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26

0,5643% 0,5410% 0,4759% 0,4773% 0,4773% 0,5266% 0,5271% 0,5085% 0,4471% 0,4352% 0,4548% 0,4788% 0,5246% 0,5086% 0,5108% 0,4597% 0,4405%

0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000%

&e0%,2 'ĂśODUFRPHUFLDOQREDOFĂ‚R DĂłlar Paralelo DĂłlar Ptax DĂłlar Turismo 'ĂśODU)XWXUR(Fevereiro) Euro Euro comercial Euro turismo

&RPSUD R$ 3,1380 R$ 3,24 R$ 3,1444 R$ 3,1600 R$ 3,1545 US$ 1,2413 R$ 3,9040 R$ 3,8530

Venda R$ 3,1385 R$ 3,34 R$ 3,1450 R$ 3,3070

Variação -0,02% -0,5% +0,19% +0,3% +0,14% +0,3% -0,38% -0,25%

US$ 1,2413 R$ 3,9060 R$ 4,0600

,1)/$qf2

ACUMULADO

Â…1',&(6

1RYHPEUR 'H]HPEUR QRDQR

PHVHV

,13& (,%*() ,*30 )*9  ,*3', )*9  ,3& ),3(  ,3&$ ,%*(

&8% 6,1'86&21

),3(=$363 ),3(

0,18 0,52 0,80 0,29 0,28 0,04 0,09

1,83 -0,52 -0,42 2,27 2,80 2,54 1,40

0,89 0,74 0,55 0,29 0,10

1,80 -0,52 -0,42 2,27 2,50 2,54 1,40

,032672'(5(1'$(DESCONTO NA FONTE) 7$%(/$2),&,$/'$5(&(,7$)('(5$/ %DVHGHFĂ€OFXOR  $WĂ’5  'H5DWĂ’5 'H5DWĂ’5 'H5DWĂ’5 $FLPDGH5 

$OâTXRWD 7,5 15 22,5 27,5

'HGX]LU5 Isento 142,80 354,80 636,13 869,36

Deduçþes: R$ 189,59 por dependente; pensão alimentícia integral; contribuição ao INSS. Aposentado com 65 anos ou mais tem direito a uma dedução extra de R$ 1.903,98 no benefício recebido da Previdência.

5($-867('($/8*8(/ DEZEMBRO/2017 ,*30 )*9  ,*3', )*9  ,3&),3( 

Setor de Serviços O setor em que o número de empresas negativadas mais cresceu no ano foi o Serviços, com variação de 8,22%. Em seguida, aparecem os setores de ComÊrcio (3,42%), Indústria (2,93%) e Agricultura (-0,99%). Quando se analisa os setores credores, isto Ê, aqueles setores para os quais as empresas devem, o maior avanço da inadimplência foi observado pela Indústria (4,67%), seguida do setor de Serviços (4,12%) e ComÊrcio (3,24%).

+1,65% -0,84% +4,18% -1,59% +1,52%

 &RWD�ÂR Ouro US$ 1.352,10 a onça-troy 2XUR%0 ) (à vista) 136,000

8)(506

Janeiro 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 )HYHUHLUR 01 02 03 04

R$ 37,01 R$ 41,43 R$ 13,45 R$ 26,57 R$ 10,04

* 1 onça-troy equivale a 31,1035 gramas

0DLVGHPLOKøHVGHSHVVRDVHVWDYDPGHVHPSUHJDGDVDRÄ&#x;QDOGHVHJXQGRR,%*(

Janeiro

+5,46% +3,05% +3,52% -0,05% +5,24%

OURO

8),5

Janeiro

Variação

R$ 53,12 R$ 19,93 R$ 41,20 R$ 21,88 R$ 21,71

*/2%$/

JUROS - &'%SUHÄ&#x;[DGRGHGLDV &DSLWDOGHJLUR - Hot money, &', - Over a

em R$

0,9948 - -

  

,3&$ ,%*(  ,13& ,%*(  ,&9',((6(

-

Obs.: Fatores vĂĄlidos para contratos cujo Ăşltimo reajuste ocorreu hĂĄ um ano. Multiplique o valor pelo fator.

$*523(&8d5,$ 0,/+2GLVSRQâYHO SOJA - disponível %RLJRUGR Vaca gorda FONTE: Grande FM RURAL

R$ 21 (Dourados) R$ 60 (Dourados) R$ 130,00 (Brasil Global - Ă vista) - R$ 136,00 (Friboi/PPorĂŁ - c/ 30 dias) R$ 122,00 (Brasil Global - Ă  vista) - R$ 128,00 (Friboi/PPorĂŁ - c/ 30 dias)


6

Dourados, quinta-feira 1Âş.2. 2018 O PROGRESSO

Brasil & Mundo

Em 15 anos, UniĂŁo deixa de aplicar R$ 174 bi na saĂşde

PELO MUNDO RELATĂ“RIO

Riqueza global aumenta 66%, diz Banco Mundial WILSON DIAS/AGĂŠNCIA BRASIL

O montante representa 11% do total autorizado para o MinistĂŠrio da SaĂşde no Orçamento Geral da UniĂŁo (OGU) durante o perĂ­odo, cerca R$ 1,6 trilhĂŁo, segundo dados apurados pela organização Contas Abertas, a pedido do CFM investimentos, especialmente na ĂĄrea da saĂşdeâ€?, enfatizou. Segundo ele, comparando 2016 com 2017, ĂŠ possĂ­vel observar a redução orçamentĂĄria em programas estratĂŠgicos como o de “Estruturação da Rede de Serviços de Atenção BĂĄsicaâ€? (R$ 616 milhĂľes a menos) e o de “Implantação Construção e Ampliação de Unidades de Pronto Atendimento - UPAsâ€? (queda de R$ 42 milhĂľes).

De Brasília* Cerca de R$ 174 bilhþes deixaram de ser aplicados pelo MinistÊrio da Saúde entre os anos de 2003 e 2017, segundo dados apurados pela organização Contas Abertas, a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM). O montante representa 11% do total autorizado para o MinistÊrio da Saúde no Orçamento Geral da União (OGU) durante o período, cerca R$ 1,6 trilhão. Quase metade dos recursos não utilizados deveria ter sido investido na realização de obras e compra de equipamentos mÊdico-hospitalares para atender o Sistema Único de Saúde (SUS). O montante, segundo avaliação da autarquia, revela a må qualidade da gestão financeira na saúde pública, que historicamente tambÊm sofre com o subfinanciamento. Somente em 2017, o valor efetivamente gasto (R$ 115,8 bilhþes) representou 89% do que havia sido programado para o ano. No período específico, o comportamento das contas foi inferior aos gastos dos três anos anteriores.

O investimento autorizado para o MinistĂŠrio da SaĂşde na Lei OrçamentĂĄria Anual de 2018 atingiu o menor patamar em 13 anos Em valores corrigidos pelo Ă?ndice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os recursos aplicados em 2014, 2015 e 2016 superaram em R$ 5,7 bilhĂľes, R$ 3,4 bilhĂľes e R$ 2,8 bilhĂľes, respectivamente, o montante aplicado no ano passado. Avaliação Segundo o presidente da CFM, Carlos Vital, o SUS tem conquistas que devem ser mantidas e ampliadas a todo custo. “O desequilĂ­brio econĂ´mico, causado em grande parte pela corrupção, e as exigĂŞncias de caixa, contĂĄbeis e fiscais, nĂŁo podem determinar as decisĂľes numa esfera tĂŁo sensĂ­vel, diretamente ligada a valores absolutos, como a vida e a saĂşde. Esperamos que os gestores pĂşblicos reconheçam suas falhas e as corrijam, com reverĂŞncia Ă s responsabilidades assumidas perante a sociedadeâ€?, defendeu. Para o representante dos mĂŠdicos, a administração dos recursos da saĂşde tem sido preocupação recorrente dos Con-

selhos de Medicina, pois a qualidade da gestĂŁo tem impacto direto na assistĂŞncia da população e na atuação dos profissionais. “A população brasileira tem o direito de saber onde, como e se os recursos que confiamos aos governos estĂŁo sendo bem aplicados. Especialmente na ĂĄrea da saĂşde, tendo em vista as dificuldades de infraestrutura que milhares de pacientes, mĂŠdicos e outros profissionais de saĂşde enfrentam todos os diasâ€?, declarou. PrevisĂŁo de investimento O investimento autorizado para o MinistĂŠrio da SaĂşde na Lei OrçamentĂĄria Anual de 2018 atingiu o menor patamar em 13 anos. SĂŁo R$ 5,4 bilhĂľes previstos neste ano para construção, ampliação e reforma de unidades de saĂşde e compra de equipamentos, segundo dados oficiais Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), analisados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Para se ter uma ideia da queda, os investimentos autorizados no perĂ­odo jĂĄ estiveram em R$ 16,8 bilhĂľes, em 2012. De acordo com o levantamento, os recursos de investimentos efetivamente utilizados pelo MinistĂŠrio da SaĂşde em 2017 tambĂŠm foram os menores dos Ăşltimos sete anos. Dos R$ 8,2 bilhĂľes autorizados, somente R$ 2,9 bilhĂľes (35,8%) foram efetivamente gastos, incluindo os restos a pagar quitados – compromissos assumidos em anos anteriores transferidos para os exercĂ­cios seguintes. Embora a economia jĂĄ dĂŞ sinais de reação, o presidente do CFM, Carlos Vital, acredita

que as dificuldades deverĂŁo continuar em 2018, mesmo sendo um ano eleitoral, em que tradicionalmente esse tipo de gasto aumenta. “As previsĂľes para este ano nĂŁo sĂŁo favorĂĄveis, porque a receita projetada ĂŠ suficiente apenas para cobrir parte dos gastos obrigatĂłrios e fechar o ano com o menor dĂŠficit possĂ­vel. Com recursos escassos para investimentos, menos unidades de saĂşde serĂŁo dotadas de infraestrutura e equipamentos em quantidade e qualidade suficientes para prover assistĂŞncia Ă populaçãoâ€?, avalia. Para o secretĂĄrio-geral da Contas Abertas, Gil Castello Branco, a recuperação da economia passa pela retomada dos investimentos. â€œĂ‰ lamentĂĄvel que o ajuste fiscal esteja ocorrendo em detrimento dos

Julia Aonso, Agência Estado De São Paulo Nove suspeitos foram presos ontem (31) por roubo e desvio de remÊdios de alto custo. A investigação Ê do Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado do Estado de São Paulo, do MinistÊrio Público paulista, e começou em 2015. O Gaeco identificou que o esquema furtava, roubava ou desviava medicamentos de alto custo de órgãos públicos e, em seguida, por meio de em-

presas de fachada, vendia os remÊdios a clínicas, hospitais e outros estabelecimentos de saúde. As transaçþes eram feitas por meio de um escritório em Bauru, no interior paulista. Segundo o Gaeco, os líderes do esquema atuavam neste local. Os promotores afirmam que os medicamentos comercializados eram obtidos junto a pessoas físicas, e não perante distribuidoras regularmente autorizadas. Por isso, não estavam sujeitos à atividade do órgão fiscalizador, responsåvel pela qualidade, segurança e eficåcia dos medicamentos, que muitas vezes precisam de armazenamento com controle de temperatura. Por meio das vendas des-

ONU News, De nova York Relatório lançado pelo Banco Mundial esta semana em Washington mostra que a riqueza global aumentou 66% entre 1995 e 2014. Segundo o estudo Mudança na Riqueza das Naçþes, a cifra passou de US$ 690 trilhþes para mais de um quatrilhão de dólares. A informação Ê da ONU News Depois de analisar o desempenho de 141 países, o documento concluiu ainda que a riqueza global per capita caiu RIWWITIV§SHS%UYIHEJSMTY\EHETIPEJVMGE7YFWEEVMERE onde a população cresceu mais do que o investimento. O objetivo da pesquisa não foi classificar os países de acordo com a riqueza, mas descrever tendências gerais. Entre 1995 e 2014, por exemplo, nos 20 países em que a riqueza per capita cresceu mais rapidamente, a maior parte dos beneficiados estå em naçþes em desenvolvimento, como China e �ndia, por exemplo. Jå na AmÊrica Latina e Caribe, destacaram-se o Chile e o Peru, pois neles a riqueza per capita mais do que dobrou nesse período. O Brasil tambÊm registrou crescimento, embora em menor intensidade: cerca de 20%.

IrĂŁ

Rouhani diz que população apoia regime TeerĂŁ, Da AgĂŞncia Estado O presidente do IrĂŁ, Hassan Rouhani, afirmou ontem que a população do paĂ­s vai continuar a apoiar o regime da RepĂşblica Islâmica, apesar da pressĂŁo da comunidade internacional, especialmente dos Estados Unidos. O comentĂĄrio dele foi feito horas depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer que o povo americano apoia a luta dos iranianos contra o establishment e que a RepĂşblica Islâmica ĂŠ uma “ditadura corruptaâ€?. A fala de Rouhani foi feita durante visita do presidente ao mausolĂŠu do aiatolĂĄ Ruhollah Khomeini, o fundador da RepĂşblica Islâmica. “A nação iraniana jamais vai abandonar o legado do imĂŁ Khomeini: islamismo e republicanismo. O regresso ĂŠ impossĂ­velâ€?, afirmou o presidente, em discurso exibido na TV estatal. (Fonte: Associated Press).

50 lĂ­deres empresariais nessa viagem Ă China, inclusive os executivos-chefe da Jaguar Land Rover e da farmacĂŞutica AstraZeneca. (Fonte: Associated Press).

Alemanha

Dívida fica em acordo com regras da UE Berlim, Da Agência Estado A dívida da Alemanha deve cair mais råpido do que anteriormente estimado, segundo a ministra de Economia do país, Brigitte Zypries. O nível da dívida deve cair para menos de 60% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, em acordo com a legislação orçamentåria da União Europeia (UE). Anteriormente, o governo alemão havia estimado que o nível da dívida cairia para menos de 60% do PIB apenas em 2020. Ano passado, a dívida ficou em cerca de 65% do PIB. O governo tambÊm elevou a previsão de crescimento este ano de 1,9% para 2,4%. Fonte: (Dow Jones Newswires).

Guerra Fria Reino Unido

May defende expansĂŁo de parceria

Nove pessoas são presas por roubo e desvio de remÊdios de alto custo As transaçþes eram feitas por meio de um escritório em Bauru, interior de SP

R$ 80 bilhĂľes ‘perdidos’ Com base nos dados, o CFM identificou ainda que, dos recursos autorizados no orçamento do MinistĂŠrio da SaĂşde entre 2003 e 2017, quase R$ 125 bilhĂľes deveriam ter sido destinados a melhoria da infraestrutura (realização de obras e aquisição de equipamentos) em saĂşde. No entanto, apenas R$ 51 bilhĂľes foram pagos e outros R$ 80 bilhĂľes deixaram de ser investidos. Segundo a lei que instituiu o programa Mais MĂŠdicos (12.871/13) estabeleceu que “o SUS terĂĄ o prazo de cinco anos para dotar as Unidades BĂĄsicas de SaĂşde com qualidade de equipamentos e infraestrutura, a serem definidas nos planos plurianuaisâ€?. Na avaliação do presidente do CFM, no entanto, o atual ritmo de investimentos e o volume de recursos que foram “deixados para trazâ€? permite concluir que essa meta nĂŁo serĂĄ alcançada em 2018. â€?Trata-se de um ciclo perverso, reforçado pela carĂŞncia de recursos e pela descontinuidade das açþes administrativas nos estados e municĂ­piosâ€?, criticou. (*Assessoria de Imprensa do CFM).

Capital humano Ê responsåvel por dois terços da riqueza, diz o banco

ses medicamentos a clínicas e hospitais, públicos e particulares, afirma o Gaeco, o esquema teve um faturamento total de R$ 8.217.534,34 entre setembro de 2014 e outubro de 2015 e de R$ 8.294.888,87 entre novembro de 2015 e maio de 2016. As ordens judiciais de prisþes e de sequestro de bens foram cumpridas em Araraquara, Guarulhos, São Paulo, Brasília, Colatina, no Espírito Santo, e Goiânia, em Goiås. Em Bauru e Osasco, houve cumprimento de mandado de busca. Os investigadores apreenderam medicamentos em quatro endereços. A Corregedoria-Geral da Administração, a Polícia Mi-

litar e os Gaecos do Distrito Federal, Goiås e Espírito Santo atuam em parceria com o MinistÊrio Público de São Paulo nesta investigação. A atuação conjunta da Corregedoria-Geral da Administração deu-se em razão do envolvimento de funcionårio público estadual. Houve diligências de fiscalização junto a hospitais públicos. Passo a passo Após o início da apuração, em 2015, o Gaeco denunciou 15 investigados por organização criminosa, por crime contra a saúde pública e receptação dolosa qualificada. Os alvos moravam nas cidades de Piratininga, Bauru, São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Goiânia (GO). Na Êpoca, foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva e efetuadas buscas em 37 endereços, alÊm da execução do sequestro de bens móveis e imóveis.

Pequim, Da AgĂŞncia Estado A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, defendeu a expansĂŁo da “parceria estratĂŠgica globalâ€? entre seu paĂ­s e a China no primeiro dia de sua visita Ă segunda maior economia do mundo. Em reuniĂŁo com o primeiro-ministro chinĂŞs, Li Keqiang, May citou “uma era de ouroâ€? nas relaçþes entre os dois paĂ­ses, a qual Londres espera que traga grandes quantidades de investimento na criação de empregos por meio das companhias globais chinesas. Estreitar os laços com a China se tornou mais urgente depois que o Reino Unido escolheu sair da UniĂŁo Europeia (Brexit), forçando o paĂ­s a formar novos acordos comerciais fora do bloco de 28 paĂ­ses. A primeira-ministra estĂĄ sendo acompanhada por

China critica Trump por discurso Pequim, Da AgĂŞncia Estado A China declarou que os Estados Unidos devem abrir mĂŁo de uma “mentalidade de Guerra Fria e de uma ideologia esvaziadaâ€?, apĂłs o presidente americano, Donald Trump, ter descrito Pequim como um “rivalâ€? em seu discurso sobre o Estado da UniĂŁo, na noite de terça-feira. O porta-voz do ministĂŠrio de Relaçþes Exteriores da China, Hua Chuying, afirmou que os interesses em comum entre os paĂ­ses sĂŁo maiores do que as diferenças e que os EUA devem enxergar o relacionamento entre as perdas “de forma corretaâ€?. O superĂĄvit comercial de US$ 275 bilhĂľes da China com os EUA tem sido uma fonte constante de tensĂŁo, alĂŠm do aumento da rivalidade em relação a uma supremacia militar na ÂťWMEIEGYWEÀ¸IWHIVSYFS de propriedade intelectual.


7

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Polícia

Ministro diz que sistema de segurança no país está “falido” Segundo ele, a situação chegou a tal ponto que facções estão no comando de ações praticadas por quadrilhas de dentro das penitenciárias DIVULGAÇÃO/MINISTÉRIO DA DEFESA

ILUSTRAÇÃO

Furtos tem feito vítimas em vários bairros de Dourados

Polícia registra inúmeros furtos e assaltos em Dourados Foram várias ocorrências de furto entre terça-feira e ontem na cidade Luiz Radai policia@progresso.com.br

Ministro da Defesa, Raul Jungmann, participou de evento promovido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro e o Viva Rio, na Firjan Nielmar de Oliveira Da Agência Brasil O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou ontem, no Rio de Janeiro, que o sistema de segurança pública no país está falido. Segundo ele, a situação chegou a tal ponto que facções estão no comando de ações criminosas praticadas por quadrilhas organizadas de dentro das penitenciárias. Jungmann participou de evento promovido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro e o Viva Rio, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). “Este sistema vigente está falido, e o que estamos viven-

Para Jungmann, é necessário cortar toda e qualquer comunicação entre as diversas gangues existentes no país do hoje é o feito, não apenas da falência, do desenho deste sistema, mas o feito de muitas outras razões. O crime se nacionalizou. Mais que isso, se transnacionalizou. Então, não é no espaço da unidade da Federação que vamos resolver o problema da grande criminalidade”, disse o ministro. Jungmann ressaltou o fato de que, na Constituição de 1988, entre 80% a 85% das responsabilidades com segurança e ordem pública foram transferidas para os Estados, restando ao Governo Federal apenas o controle das polícias Federal e Rodoviária Federal, que ficam en-

carregadas do controle das fronteiras e das ações contra crimes transnacionais e o tráfico de drogas. “Há, sim, a influência da crise neste processo, da falta de recursos para serem canalizados para a segurança pública. E, também, porque não temos um fluxo estável de recursos orçamentários e financeiros para a área de segurança. O país passa por uma das maiores crises dos últimos 50 anos em termos econômicos e fiscais e a segurança pública mergulha com o país nesta crise”, acrescentou. Superlotação O ministro destacou a crise enfrentada pelo sistema penitenciário, com superlotações de presídios e presos mantidos em situações adversas, como determinante para a falência do sistema e o avanço da criminalidade no país. “Em razão da incapacidade do Judiciário de julgar os processos, o sistema penitenciário brasileiro tem 30% a 40% dos presos provisórios e temporários em suas celas. Ninguém sabe hoje, de fato, qual é o tamanho da população carcerária do país. E quem acha que sabe está enganado”. Para Jungmann, foi nestes espaços que surgiram as grandes gangues. “Todos estes grupos criminosos, que surgiram dentro do sistema penitenciário e a partir do sistema penitenciário, controlam o crime nas cidades. Determinam ações criminosas e aterrorizam a popula-

ção”. “Hoje, estes grandes grupos criminosos já têm a distribuição do consumo de droga no Brasil, e agora estão buscando o controle da produção. Veja o exemplo do Nem [o traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes]. Nem está preso a 5 mil quilômetros do Rio, em um presídio de segurança máxima de Rondônia, e ainda assim, é capaz de declarar uma guerra na Rocinha, e levar o Governo Federal a convocar as Forças Armadas para tentar apaziguar o local”. Outra razão da falência do sistema de segurança pública, segundo o ministro, é a impossibilidade de o Governo Federal não ter mandato sobre a situação dos Estados, “apenas em situações extraordinárias, quando falecem as condições de controle por parte da ordem pública, há um pedido dos governadores, e as Forças Armadas são chamadas a interferir a pedido do governador, o que não deveria acontecer”, disse o ministro. Soluções O ministro Raul Jungmann defendeu a necessidade da criação de uma lei da responsabilidade da segurança social no país, lei que deverá prever o mínimo em orçamento para a segurança, e também promover uma redistribuição das responsabilidade entre as três esferas da Federação. Para ele, é necessário cortar toda e qualquer comunicação entre as diversas gangues existentes no país e suas fac-

Homem mata cunhado a golpes de foice na Reserva Indígena Caso foi registrado na tarde de ontem na Aldeia Bororó De Dourados Um homem de 59 anos foi encontrado morto no início da tarde de ontem em Dourados. O corpo de Arcelino Ribeiro, de 59 anos, estava em uma

plantação de mandioca na Aldeia Bororó, que faz parte da reserva indígena de Dourados. De acordo com a polícia, Arcelino foi morto com golpes de foice no pescoço durante uma briga após consumo de bebida alcoólica. O principal suspeito é o cunhado dele, identificado pelo apelido de Getio, de 41 anos, que foi leva-

do para a delegacia de Polícia Civil depois de ser encontrado por policiais, com base em informações de moradores próximos ao local. Ele estava com a camiseta manchada de sangue. A polícia encontrou ainda a foice usada no crime. Conforme informações policiais, os dois brigaram por motivos que ainda são desconhecidos e quando Arcelino já

ções que se encontram em liberdade. “É necessário a adoção do parlatório: tudo que o preso falar com o advogado, familiares ou amigos tem que ser gravado”. “O que diz respeito a sua defesa não nos interessa, mas o que disser respeito ao planejamento do crime tem que ser objeto de investigação. O que não pode é acontecer de bandido ter cerca de 37 advogados, como é o caso de dois ou três aqui do Rio. Para que um bandido precisa de 37 advogados?”, questiona. Segundo ele, na verdade eles funcionam como pombo correio, como funcionam também [como pombo correio] as visitas íntimas, as visitas dos amigos. Jungmann é enfático ao dizer que “ou bem cortamos este fluxo ou a situação permanecerá como está. E aqui não se trata de criminalizar ou demonizar os advogados, mas advogado que trabalha com o crime organizado é diferente daquele que [trabalha com quem] comete um delito. Ou você corta este fluxo ou todos os grandes criminosos vão manter a hierarquia e continuar a aterrorizando a cidade. Então é preciso cortar este fluxo”. O ministro defendeu uma varredura permanente em todos os presídios para evitar a entrada de celular, botar bloqueador, aparelho de raio-x. “Estaremos em breve abrindo um debate presidencial sobre o assunto embora ache muito difícil aprovar uma lei nesse sentido em ano eleitoral”, disse.

iria embora, foi golpeado. O suspeito foi detido após testemunhas contarem aos policiais que os dois passaram a noite bebendo juntos. De manhã tiveram uma briga. Arcelino teria agredido o autor do crime, que para se defender pegou a foice e atingiu o cunhado. Ele ainda estava embriagado quando foi localizado na reserva. Ainda de acordo com as testemunhas, Arcelino chegou a correr alguns metros, mas caiu no mandiocal e morreu. Getio está sendo autuado em flagrante por homicídio.

A Polícia Civil em Dourados registrou inúmeros furtos e uma ocorrência de assalto na cidade entre a terça-feira e ontem. Entre os casos, vários estabelecimentos que foram ‘visitadas’ pelos ladrões durante a madrugada e uma mulher assaltada. No final da tarde de terça-feira, a mulher de 35 anos foi assaltada por um indivíduo que seguia em uma bicicleta nas imediações do Campo Dourado, às margens da BR-463. Segundo boletim de ocorrência, a vítima trabalha em uma empresa perto do local onde foi assaltada e seguia a pé para casa depois do expediente. O assaltante tocou as costas com um objeto que aparentava ser uma arma e disse: “estou armado, entrega o celular e não olha pra trás se não eu atiro”. A mulher entregou o celular e o autor fugiu tomando rumo ignorado. Assustada com a situação, a mulher não olhou para autor. Já em relação aos furtos, o abuso dos meliantes tem sido grande. Por volta de 16h30 de terça-feira, um adolescente aparentando ter entre 12 e 13 anos entrou em um comércio no bairro Panambi Verá para comprar chicletes. Depois de efetuar a compra, ele pediu água para a dona do estabelecimento, uma mulher de 71 anos. Segundo o boletim de ocorrência, ao buscar a água para o menino, a mulher teve o celular que estava no balcão roubado. Na Marcelino Pires, entre 18h30 de terça-feira e a manhã de ontem, um comércio foi alvo de ladrões. A vítima de 47 anos disse que tiveram a quantia de R$ 140 levada, uma mochila contendo ferramentas (martelo, chave Philips, fenda, conjunto de ponteira para parafusadeira, alicate) e uma cafeteira. Segundo o boletim registrado, não houve arrombamento, mas que o comerciante não sabe apontar

nenhum suspeito. Por volta das 18h de terça-feira, uma residência no Parque dos Jequitibás foi furtada e do local os ladrões levaram um celular, um tablet, um relógio, um notebook, um pequeno aparelho de rádio, um cofre de moedas, três dispositivos de memória tipo pendrive, dois cartões de memória e a mochila do computador. A vítima, de 35 anos, disse que saiu por duas horas e ao entrar no imóvel percebeu o furto e a casa com marcas de barro deixadas pelo autor. Também no parque dos Jequitibás, na tarde de terça-feira, uma residência foi furtada. Os ladrões entraram pela janela de um quarto e subtraíram objetos. Falar em notebook, uma mulher de 25 anos teve prejuízo grande no Parque Alvorada. Na madrugada de ontem, a vítima de furto alegou ter ti-

Mulher de 25 anos teve o trabalho de doutorado roubado junto com o notebook na madrugada de ontem do a residência invadida entre 1h e 7h. O autor do roubo teria rompido a cerca elétrica e a fechadura da frente, levando um notebook. Segundo a vítima, de 25 anos, no computador está a tese de doutorado em Ciências da Saúde. Na Vila Roma, por volta de 20h de terça-feira, uma residência foi revirada e o dono teve pertences levados. O homem de 36 anos relatou que saiu de residência pela manhã para trabalhar e que, ao retornar, verificou que a porta da cozinha estava arrombada. Ao entrar, percebeu que a casa estava revirada e do local foram levados uma TV e algumas roupas. Segundo o boletim de ocorrência, segundo vizinhos, por volta das 11h um homem foi visto entrando em um matinho nos fundos do bairro Vila Cachoeirinha carregando uma TV. A polícia investiga. Também às 20h de terça-feira, um jovem de 23 anos teve a motocicleta furtada. Ele disse que deixou a moto estacionada na rua lateral do Shopping Avenida Center, próximo à entrada das motos, por volta das 14h. Ao sair do trabalho, por volta das 22h30, notou que alguém furtou o veículo.

Mais um é preso por fugir da polícia de motocicleta Desta vez, o DOF ordenou parada e rapaz desobedeceu Luiz Radai policia@progresso.com.br Por volta de 17h de terça-feira, guarnição do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) prendeu um rapaz de 22 anos por prática de direção perigosa de veículo na via pública e desobediência. Segundo consta, a equipe seguia pela rua Eulália Pires, na Vila Cachoeirinha, quando avistaram o autor em uma motocicleta do tipo Fan de cor cinza pediram que ele parasse para abordagem de rotina.

Ao ver a polícia, segundo o boletim de ocorrência, o rapaz empinou a motocicleta, desobedecendo a ordem de parada e fugiu por várias ruas do bairro não respeitando as sinalizações e, em alta velocidade, colocando em risco a vida de outros condutores e pedestres. Como era fim de tarde, muitas pessoas estavam em frente às casas e o condutor, por diversas vezes, transitou por sobre as calçadas. A fuga durou pelo menos 10 minutos até que foi detido. Segundo a polícia, o autor não tinha carteira de habilitação para pilotar motocicleta e não apresentou o documento do veículo. O ‘piloto’ foi entregue à Defron e a motocicleta levada ao pátio do Detran.


8

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Esportes DIVULGAÇÃO

Costa Rica vence o Comercial no Morenão Depois de estar vencendo por 1 a 0, Cobra do Norte levou o empate aos 43 do segundo tempo, mas conseguiu voltar à frente do placar 3 minutos depois GLOBO ESPORTE.COM

Da Redação esportes@progresso.com.br O Costa Rica venceu o Comercial por 2 a 1 na tarde de ontem no estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, em Campo Grande e deixou a lanterna do Grupo A para chegar à terceira colocação, com três pontos em dois jogos. Já o Colorado, caiu de terceiro para quarto colocado e, em duas partidas, soma apenas um ponto. A partida que tinha sido transferida para ontem fechou a primeira rodada do Grupo A do Campeonato Sul-Mato-Grossense e o jogo foi muito corrido do início ao fim. As duas equipes se mantiveram no ataque, em busca do gol. No entanto, o primeiro tento só foi marcado aos 11 minutos do segundo tempo, quando a defesa do Comercial bobeou na cobrança de um lateral do Costa Rica e ficou pedindo impedimento. Douglas foi à linha de fundo, cruzou e Lucas Poli fez de cabeça, para os visitantes o primeiro gol do jogo. No finalzinho do jogo, o Comercial conseguiu empatar quando Adrianinho fez um golaço, aos 43 minutos. Ele recebeu na entrada da grande área, bateu com o peito do pé, a bola tocou no travessão

Zagueiro também é polêmico em relação ao Palmeiras

David Braz diz que perdeu contato com Lucas Lima Zagueiro, no entanto, nega rivalidade especial por conta do clássico De Santos Agência Estado

Lance da partida disputada na tarde de ontem no estádio Morenão, que segue fechado à torcida e pingou dentro do gol. Só que o Comercial não teve nem tempo de comemorar o empate. Aos 46 minutos, Sandrinho recebeu passe, driblou o goleiro e chutou para definir o placar para o Costa Rica. “Eu falei pra eles [jogadores] que esse jogo contra o Comercial ia ser o divisor de águas para nós, que íamos nos aproximar do Operário e do União ABC, e então teríamos que buscar o resultado e fazer com que eles [líderes do grupo] briguem entre eles

também. Fico feliz e volto a frisar que foi uma vitória importante, conseguimos neutralizar o que o comercial tinha de melhor. Precisamos manter a regularidade nos 90 minutos”, analisou Chiquinho Lima, técnico do Costa Rica. “Hoje faltou um pouco a técnica, mas não faltou a vontade, a gente conseguiu empatar no acréscimo e no acréscimo tomamos o segundo gol. Acredito que no próximo clássico as coisas vão ser diferente do que foi hoje con-

Fagner defende Kazim: “não precisa resolver todo jogo”

tra o Costa Rica”, disse Daniel, atacante do Comercial. O próximo jogo do Comercial será já no domingo que vem, dia 4 de fevereiro, contra o Operário, com mando de campo do Galo. A partida está marcada para as 16h no Morenão. Já o Costa Rica, como tem folga da segunda rodada e já jogou a terceira, terá o confronto da 4ª rodada com o Novo, no Laertão, em Costa Rica também no domingo, às 16h.

Roger pretende promover estreia de Scarpa no clássico

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Lateral acredita que atacante não está abalado com as críticas

Gustavo Scarpa deve estar ao menos entre os relacionados para o jogo

De São Paulo Agência Estado

De São Paulo Agência Estado

Fagner saiu em defesa do atacante e companheiro Kazim no Corinthians. O turco tem sido bastante criticado pelas más atuações e, mesmo assim, o técnico Fábio Carille comandou um treino coletivo ontem em que manteve o atleta entre os titulares. O lateral-direito afirmou que o grupo tem dado muito apoio ao atleta e negou que ele tenha que resolver todos os jogos. “A gente vê ele tranquilo. Nós sabemos que a cobrança do camisa 9 é fazer gol, mas a gente tenta deixá-lo consciente que não tem que resolver todos os jogos, mas sim, ajudar a equipe de qualquer maneira”, disse o lateral, em entrevista coletiva realizada no CT Joaquim Grava, em São Paulo, ontem. Fagner acredita que Kazim

O clássico deste domingo entre Palmeiras e Santos, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, deve ter mais uma estreia além do atacante alvinegro Gabriel. O técnico da equipe alviverde, Roger Machado, disse ontem que deve colocar o meia Gustavo Scarpa ao menos entre os relacionados para o jogo, válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista, e com chance de entrar no segundo tempo. “Ele vai estar à disposição. Está entrando na terceira semana de trabalhos com bola. Se possível for, deverá estar dentro da lista de relacionados”, disse o treinador em entrevista à TV Bandeirantes. Gustavo Scarpa, ex-Fluminense, assinou contrato com o

Fagner falou sobre o jejum de gols do turco e defendeu o colega não tem se abalado com as críticas e que dará a volta por cima em breve. “Tentamos passar tranquilidade, mas sabemos que o atacante fica na ansiedade de querer fazer o gol. Ele vem trabalhando da mesma forma e ficamos felizes que ele está com a cabeça tranquila para trabalhar”, assegurou. Durante os jogos, Kazim demonstra muita irritação quando perde uma jogada. Olha para os céus, se lamenta e tenta compensar algumas falhas com muita vontade e

dedicação para ir atrás da bola. Outra opção para o ataque, Júnior Dutra chegou nesta temporada e tem ganhado pontos a cada jogo com a torcida e com Fábio Carille, mas, por enquanto, ainda não parece ter convencido o treinador a colocá-lo na equipe. “O Júnior sai mais, se movimenta, e o Kazim é mais pivô. É uma questão de adaptação, independente de quem for o camisa 9, os meias vão entender as características para a gente se adaptar da melhor forma”, comentou Fagner.

O reencontro com Lucas Lima é o principal assunto envolvendo o Santos antes do clássico contra o Palmeiras, marcado para este domingo, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Por isso, o tema foi assunto de entrevista coletiva de David Braz ontem, no CT Rei Pelé, em Santos. E embora eles fossem próximos quando estavam no mesmo time, o zagueiro revelou que ainda não conversou com o meia após a troca de clube. “Não tenho falado com o Lucas. Falei com ele na última vez antes de ele sair do Santos”, afirmou. Em temporadas recentes,

Lucas Lima e Ricardo Oliveira provocaram o Palmeiras, reforçando a rivalidade do Santos com o time paulistano. Hoje, porém, o meia está exatamente no clube alviverde, enquanto que o centroavante se transferiu para o Atlético Mineiro. Na avaliação de David Braz, porém, a rivalidade vai muito além dos jogadores e cresceu por causa das várias partidas decisivas que os times fizeram nos últimos anos, incluindo as decisões do Paulistão e da Copa do Brasil em 2015. “Rivalidade não é por causa desses jogadores, mas pelos jogos que vêm acontecendo, jogos equilibrados e disputas de títulos, com finais. A rivalidade cresceu porque as equipes têm brigado por títulos nos últimos anos”, comentou. David Braz garante, porém, que a situação não fez ninguém no elenco ver o ex-companheiro como um inimigo. “Perdi contato porque ele mudou de telefone, de 013 para 011, e não peguei ainda e também pelo tempo. É um amigo “, disse.

Scarpa segue treinando Palmeiras por cinco temporadas e foi a última contratação trazida pela diretoria para o início da temporada. O jogador tem cumprido cronograma especial de pré-temporada, assim como foi feito pelo meia Moisés e pelo zagueiro Edu Dracena. Gustavo Scarpa tem trabalhado com bola junto com os demais colegas. A presença dele representa um desafio para o técnico montar o time, pois outros jogadores do setor

ofensivo - como Lucas Lima, Willian e Dudu - foram titulares nas primeiras partidas do ano. Treino O Palmeiras fez um treino físico nesta quarta-feira para intensificar a preparação para o clássico contra o Santos. A novidade no trabalho foi a presença de Roger Machado, que se juntou aos jogadores em parte da atividade para correr pelo campo e aprimorar a parte física. O ex-lateral-esquerdo e zagueiro de equipes como Grêmio e Fluminense participou do trabalho, comandado pelo preparador físico Omar Feitosa. Os jogadores do Palmeiras brincaram com a presença do técnico e chegaram a simular o pedido de substituição ao final de uma das séries de exercícios. Roger Machado também se divertiu com o ambiente e, mesmo aos 42 anos e aposentado do futebol há quase uma década, suportou as séries de exercícios. O elenco do Palmeiras volta ao trabalho na tarde de hoje, quando Roger Machado deve iniciar a preparação tática.


ItaporĂŁ

Nova Alvorada do Sul

Pacco participa da inauguração da Coamo

Prefeitura empossa mais 11 servidores

3Âť*

3Âť*

Meio Ambiente

DIA A DIA Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018

Onça-parda Ê resgatada em Dourados após 26 horas em årvore de jaca 3*

O PROGRESSO HEDIO FAZAN

Com investimentos na construção de novo bloco (à direita), Hotel Bahamas passarå a contar com 164 apartamentos e 11 suítes equipados com toda comodidade para atender os hóspedes

Hotel Bahamas investe para atender com alto padrĂŁo Aconchegante e luxuoso, o hotel se destaca em Mato Grosso do Sul como um dos mais modernos e completos do ramo FlĂĄvio VerĂŁo flavio@progresso.com.br O Hotel Bahamas em Dourados tem um posicionamento diferenciado, voltado para atender, de forma plena, tanto pessoas que viajam a negĂłcios quanto a lazer. Para me-

Com inauguração do novo espaço, a partir do meio do ano, o Hotel Bahamas terå 164 apartamentos e 11 suítes lhor atender públicos cada vez mais exigentes, o empreendimento recebe investimentos de R$ 8 milhþes para ampliação de apartamentos, salas de eventos e reuniþes, salão de cabeleireiro, suítes e SPA com direito a serviços exclusivos

como massagem. Localizado na årea central da cidade, o Hotel Bahamas de propriedade de Paulo Teló começou pequeno em 1994. Com visão empreendedora e acreditando no potencial da cidade, o casal iniciou ainda em 1996 a primeira ampliação do prÊdio. Anos depois, em 2004, veio a segunda etapa do crescimento, consolidando o hotel como um dos principais do Estado. Mas os investimentos não pararam. Em 2009, Paulo e Neiva deram um design moderno ao Bahamas, que ainda ganhou novos investimentos em 2017, cujas obras serão concluídas atÊ junho deste ano. Paulo explica que os investimentos são resultados do foco que ele e a esposa tiveram no

segmento hoteleiro. Sempre acreditaram no setor. “Conquistamos espaço e a nossa principal preocupação ĂŠ a de atender sempre bem os clientes, com Ăłtima prestação de serviçoâ€?, resume. Prova disso sĂŁo os atuais investimentos para pĂşblicos especĂ­ficos que

Para tornar inesquecĂ­vel a primeira noite de casados, o Hotel Bahamas investiu em mimos e luxos, alĂŠm de ambientes temĂĄticos desejam, por exemplo, passar noite de nĂşpcias no hotel. Para tornar inesquecĂ­vel a primeira noite de casados, o Bahamas investiu em mimos e luxos. Os noivos podem esperar da tradicional champanhe francesa para brindar a dois

atÊ massagem relaxante, passando por cafÊ da manhã no quarto. O destaque fica para o quarto temåtico, ao gosto do cliente. TambÊm Ê destaque o luxo da suíte que conta com ambiente romântico e aconchegante, equipada com cama box king size, banheira de hidromassagem, com ozonioterapia, banho relaxante com bolhas de ar ozonizado e com poder no combate ao estresse e ao envelhecimento precoce, e cromoterapia , que trabalha com o poder terapêutico das cores, indicado contra insônia, depressão, ansiedade, dores, estresse e para clarear a pele. É tonificante, desintoxicante, reúne as propriedades curativas dos sais minerais e de partículas de algas marinhas desidratadas aos óleos

BAHAMAS (63$Ă&#x;2),71(66 O Hotel Bahamas jĂĄ dispĂľe GHHVSDĂ?RÄ&#x;WQHVVHSLVFLQD com hidromassagem (1(5*,$/,03$ Com preocupação no meio ambiente, o casal TelĂł tambĂŠm estĂĄ investindo na energia limpa aromĂĄticos. Com obras que seguem atĂŠ o meio deste ano, quando haverĂĄ solenidade de reinauguração, o Hotel Bahamas passarĂĄ a contar com 164 apartamentos e 11 suĂ­tes. Com preocupação no meio ambiente, o casal TelĂł tambĂŠm estĂĄ investindo na energia limpa. O empreendimento estĂĄ recebendo insta-

DIVULGAĂ‡ĂƒO

DĂŠlia assina contrato com governo do Estado e Caixa para 200 casas no Estrela Guaçu Investimento de R$ 27 milhĂľes YDLEHQHÄ&#x;FLDUIDPâOLDVHP extrema vulnerabilidade De Dourados Dentro das açþes de recuperação do municĂ­pio de Dourados, 2018 segue com boas notĂ­cias para a população da maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Na tarde de terça-feira, a prefeita DĂŠlia Razuk esteve em Campo Grande e assinou contrato com o Governo do Estado e a Caixa EconĂ´mica Federal, a fim de viabilizar a construção de 200 unidades habitacionais do residencial Estrela Guaçu, na regiĂŁo do Jardim ClĂ­max. SĂŁo R$ 27,3 milhĂľes investidos na construção das casas e na infraestrutura da regiĂŁo, que vai receber drenagem, pavimentação e urbanização de primeira qualidade. “Depois de um ano de muita arrumação, estamos anunciando mais uma conquista para os douradenses neste ano, que serĂĄ de

recuperação da nossa cidade. Com muito trabalho de gestĂŁo, conseguimos junto ao Governo do Estado a retomada deste projeto e agora assinamos este contrato para que o investimento seja consolidadoâ€?, disse a prefeita. O contrato foi assinado com o governador Reinaldo Azambuja e o superintendente da Caixa em Mato Grosso do Sul, Evandro Narciso de Lima. O objetivo ĂŠ atender famĂ­lias em situação de extrema vulnerabilidade em Dourados. Do total dos investimentos, R$ 20,5 milhĂľes sĂŁo garantidos pela UniĂŁo, R$ 4,2 milhĂľes pelo Estado e R$ 1,6 milhĂŁo pelo municĂ­pio. “Agradeço ao empenho do governador Reinaldo Azambuja, da bancada federal, junto ao ministro Marun, e da gestĂŁo entre a Agehab de Dourados com a AgĂŞncia Estadual de Habitação, atravĂŠs da Maria do Carmo. Todos foram fundamentais para conseguir a liberação desses recursos e para viabilizar os projetos em

tempo recorde solicitado pela Caixa. A construção dessas moradias representa o sonho dos douradenses beneficiados pelo projetoâ€?, disse a prefeita. Ao comentar a liberação dos recursos, Reinaldo Azambuja elogiou as equipes das respectivas agĂŞncias de Habitação, municipal e do Estado, alĂŠm de outras secretarias da Prefeitura de Dourados, como a de Obras PĂşblicas, importantes na agilidade do projeto. “Quando apresentei o projeto em BrasĂ­lia, os tĂŠcnicos nĂŁo acreditavam que poderĂ­amos concluir dentro do prazo e isso foi feito pelas equipes e em tempo recorde, conseguimos viabilizar os recursos e assinar o contratoâ€?, destacou o governador. A diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani tambĂŠm destacou a atuação pessoal envolvido para a liberação dos recursos. O superintendente da Caixa, Evandro de Lima, ressaltou que este foi o primeiro contrato assinado no ano novo e que em 2017 foram destrava-

lação de painÊis solares e nos próximos meses pelo menos 50% da energia consumida virå do sol. Como Dourados se destaca no segmento de negócios, o Hotel ainda ampliou salas de trabalho para que investidores e empresårios realizem reuniþes. O espaço de eventos tambÊm recebeu investimentos, deixando o tÊrreo do Bahamas destino para realização de negócios. AlÊm do tÊrreo, o hotel conta com mais quatros andares. O Bahamas jå dispþe de espaço fitness e piscina com hidromassagem. Num segmento mais econômico da rede hoteleira, a família tem o Hotel Residence, ao lado do supermercado Atacadão e que conta com 43 apartamentos.

3UHIHLWD'Ă’OLDJRYHUQDGRU5HLQDOGR$]DPEXMDHVXSHULQWHQGHQWHGD&()(YDQGURGH/LPDÄ&#x;UPDPFRQWUDWR

das vårias obras. O projeto, originårio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I), foi migrado para o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Esta gestão junto ao MinistÊrio das Cidades Ê que foi intensa e contou com visita da prefeita à Brasília, alÊm do esforço em garantir a contrapartida do município, de intercessão da bancada federal, atravÊs do deputado federal Carlos Marun, hoje licenciado para ministro, e da atuação do Gover-

no do Estado com a aplicação de mais recursos. O diretor-presidente da AgĂŞncia Municipal de Habitação, Sergio Henrique Pereira Martins de AraĂşjo, destacou que estas casas serĂŁo entregues via Faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, e representam o alcance do objetivo da prefeita DĂŠlia Razuk, de levar a moradia popular para quem realmente precisa. “A retomada deste projeto ĂŠ uma conquista sem igual para a comunidade que realmente

precisa�, disse. As casas são de alvenaria, com aquecimento solar e telha de concreto, em alto padrão de qualidade, segundo a Secretaria de Obras, que agilizou a confecção dos projetos, inclusive no período de recesso de fim de ano. AlÊm da doação do terreno, a Prefeitura de Dourados arca com a terraplanagem do terreno, doado pelo município, parte da drenagem que ocorrerå na região e a patamarização dos terrenos.


2

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

Shopping popular para abrigar camelôs vai sair do papel

Pacco valoriza entreposto da Coamo em Itaporã

Délia vai construir prédio para abrigar mais de 40 comerciantes que trabalham há 10 anos na rodoviária. Zeca e Loubet anunciam emenda de R$ 2,9 mi para obra

WALTER RAMOS / ASSECOM

A. FROTA

Pacco durante inauguração do entreposto da Coamo Presidente José Gallassini apresentou serviços da Coamo aos cooperados Walter Ramos De Itaporã

Prefeita Délia e técnicos apresentaram projeto do shopping para os deputados Vander e Zeca

De Dourados O que a princípio era motivo de preocupação para as dezenas de pequenos comerciantes que trabalham em área anexa ao terminal rodoviário de Dourados começa a dar sinal de um novo tempo, de esperança e oportunidades. A construção de um novo espaço, amplo e com melhores condições de trabalho para os comerciantes, aliado à comodidade à clientela, está em vias de sair do papel. Na manhã de ontem, a prefeita Délia Razuk recebeu no gabinete os deputados federais Vander Loubet e Zeca do PT e apresentou aos parlamentares o projeto para im-

plantação do Centro Comercial Popular, orçado em R$ 2,9 milhões. Zeca e Vander, que já haviam tratado com a prefeita a respeito da construção, reafirmaram o compromisso de viabilizar os recursos e anunciaram emenda no valor de R$ 1 milhão para o início das obras. “Somos parceiros e queremos ser ‘padrinhos’ deste grande empreendimento”, disse Vander, lembrando que viabilizou estrutura semelhante para os camelôs em Aquidauana. De acordo com o projeto, o ‘shopping popular’ terá estrutura para atender aos mais de 40 comerciantes que utilizam área externa do terminal rodoviário e que, por determi-

nação do Ministério Público, precisam de um novo local. O projeto prevê área para 48 boxes, com estrutura de praça de alimentação e banheiros, área administrativa, cobertura e toda a acessibilidade e arejamento.

O projeto prevê área para 48 boxes, com praça de alimentação e banheiros, área administrativa e acessibilidade Produção Indígena A prefeita também apresentou aos deputados, que sinalizaram com a possibilidade de alocar recursos para a obra, projeto para construção do

Centro de Comercialização da Produção Indígena, em área da Reserva Indígena, já doada para o município, às margens da MS-156. A proposta da prefeita é oferecer aos indígenas de Dourados um espaço, amplo e funcional, para que possam comercializar a produção agrícola e artesanal e que também seja referencial turístico da região. “Ali já existem pequenos comércios, é um local de fácil acesso e parada, e considerando o fluxo de veículos, vai ser uma ótima oportunidade para os nossos índios venderem seus produtos e incrementar a renda familiar”, mencionou a prefeita.

Arlei empossa 11 servidores municipais ASSESSORIA

A pretensão é que os demais aprovados sejam empossados assim que surgir demanda De Nova Alvorada do Sul O prefeito de Nova Alvorada do Sul, Arlei Barbosa, deu posse aos 11 novos servidores para os cargos de auxiliar de serviços gerais, inspetor de aluno, professores, assistente social, psicólogo, motorista, para atuar nas Secretarias municipal de Educação, Obras e Infraestrutura e de Assistência Social. A cerimônia realizada no Plenário Vereador Sérgio Ferraz contou com as presenças

Prefeito de Nova Alvorada do Sul Arlei Barbosa e 11 novos servidores

de secretários municipais, vereadores, familiares e con-

vidados dos servidores empossados.

Gilberto Garcia tem audiência com Riedel para tratar de emendas ASSESSORIA

Aeródromo Municipal de Nova Andradina terá recursos da ordem de R$ 1 milhão De Nova Andradina O prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia, esteve em Campo Grande numa audiência, na manhã de ontem, com secretário de governo e gestão estratégica, Eduardo Riedel. Na pauta do encontro, o chefe do poder executivo de Nova Andradina tratou da liberação de recursos de emendas parlamentares para setores como infraestrutura urbana, agricultura familiar e saúde. Na companhia da primeira dama e vereadora Joana

Secretário de governo Eduardo Riedel e o prefeito Gilberto Garcia

D´Arc, o prefeito disse que essas emendas, de autoria dos deputados federais Zeca do PT, Dagoberto e Tereza Cristina, e dos senadores Moka

e Simone Tebet, são fundamentais para a execução de projetos importantes para o desenvolvimento da cidade. “Estamos em ano de eleição

O presidente da Câmara municipal de Nova Alvorada do Sul, Edir Alves Mesquita, parabenizou os servidores e expressou a satisfação pela iniciativa do prefeito Arlei empossando mais efetivos. O prefeito Arlei Barbosa deu as boas-vindas a cada servidor, ressaltando a felicidade por proporcionar aos 11, a chance de ocupar por direito suas vagas. Disse ainda, que a pretensão é que os demais aprovados sejam empossados assim que surgir demanda. Frisou ainda que é prioridade da gestão o bom atendimento à população e as ações desenvolvidas, voltadas para a valorização do servidor.

e para garantir o reforço no orçamento municipal temos que acelerar as negociações, antes que o prazo para a liberação de recursos se encerre este ano. Fizemos esta visita de cortesia ao secretário de governo para solicitar seu apoio na liberação dessas emendas, garantindo que este dinheiro chegue aos cofres públicos municipais e não tenhamos que adiar investimentos”, declarou o prefeito. Outro assunto discutido na reunião foi o recapeamento do aeródromo municipal de Nova Andradina. A obra está sendo licitada e será executada pelo Governo do Estado, que é responsável pelo recapeamento da pista, em parceria com a Prefeitura Municipal que deverá executar a pintura e sinalização da pista, além de obter a documentação para homologação junto à Anac. O investimento total é de aproximadamente R$ 1 milhão.

Centenas de cooperados, populares e autoridades municipais estiveram presentes ao moderno entreposto que chega a Itaporã para agregar valores às atividades dos cooperados, gerando renda com o desenvolvimento sustentável do agronegócio no município. Presente no Estado desde 2004, a Coamo Agroindustrial Cooperativa vem realizando grandes investimentos ao longo dos 14 anos e, com as novas unidades de Sidrolândia e Itaporã, está presente em MS com 13 unidades nas regiões de Amambaí, Aral Moreira, Laguna Carapã, Caarapó, Maracaju e Dourados. A inauguração em Itaporã, contou com a presença do presidente da Coamo José Aroldo Gallassini, que abriu o evento apresentando os serviços realizados pela cooperativa, destacando os altos investimentos no estado. Gallassini enfatizou a credibilidade e solidêz da cooperativa que está há os 47 anos atuando no cooperativismo e no agronegócio, totalmente voltados para os interesses e desenvolvimento dos seus cooperados.

Os investimentos em Itaporã são da ordem de R$ 43 milhões com uma estrutura para beneficiar centenas de produtores rurais com escritório administrativo e operacional, armazém de insumos, loja de peças e também agência da Credicoamo – Cooperativa de Crédito Rural dos associados da Coamo. Durante discurso, o prefeito Marcos Pacco (PSDB) avaliou a vinda da Coamo para Itaporã como uma grande conquista para o município. “É um orgulho para nós, termos esta cooperativa gerando renda e empregos em nosso município, sobretudo, dando um grande suporte através de sua respeitada estrutura que garante solidez e promove o desenvolvimento econômico por onde é instalada”. O descerramento da placa inaugural foi feito pelo presidente da Coamo Aroldo Gallassini, pelo prefeito Marcos Pacco, o secretário de estado de meio ambiente e desenvolvimento econômico Jaime Elias Verruck e o cooperado Paulo Sérgio Scaliasse representando todos os cooperados de Itaporã. Além das autoridades citadas estiveram presentes o presidente da câmara de vereadores Márcio Lobo, os vereadores José Carlos Mattos, Célia Frota, Givanildo Rondina, Marley dos Santos, Lindomar de Freitas, Lourdes Struziatti, Adriano Martins dentre outras autoridades e representantes de entidades do município.


3

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Dia a Dia

Força-tarefa captura onça após quase 26 horas de operação $GHPRUDIRLFDXVDGDSHODIDOWDGHSURğVVLRQDLVHequipamentos necessários para o resgate do animal que apareceu na Vila Rosa em Dourados, na manhã de segunda-feira Vinicios Araújo vinicios@progresso.com.br Após quase 26 horas de operação, a força-tarefa montada por órgãos de segurança ambiental conseguiu resgatar a onça-parda que apareceu na Vila Rosa em Dourados, na manhã de terça-feira. O caso revelou uma deficiência no trabalho de captura dos animais silvestres em Mato Grosso do Sul. Sem equipamentos necessários e profissionais habilitados em Dourados, a Polícia Militar Ambiental dependeu de uma equipe de ve-

A PMA ressaltou que não faz parte das competências legais da corporação, a captura de animais silvestres terinários do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) de Campo Grande, que chegou 24 horas depois da aparição do felino na cidade. A onça da espécie suçuarana é um animal adulto, macho, com peso entre 55 e 60 quilos. O bicho ficou encurralado em uma jaqueira em frente a uma residência na Rua Santos Dumont, durante 25 horas e 48 minutos desde a manhã de segunda-feira. Com fome, cansada e com nível de estresse evidentemente alto, o animal resistiu aos dardos sedativos aplicados e teve de ser capturada ainda

acordada. Informações colhidas no local. durante a manhã de ontem, apontam que a PMA teve de aguardar uma equipe do Cras de Campo Grande para realizar a captura do animal. Os especialistas chegaram ao local por volta das 11h. O capitão da PMA, Matheus Taniguchi, disse ao O PROGRESSO que não é competência da corporação realizar esse tipo de atendimento e que apenas o Cras poderia fazer a contenção da onça. Taniguchi ainda ressaltou que as críticas à PMA são inconsistentes, levando em consideração que as obrigações legais são apenas de fiscalização de rios e matas ciliares no Estado. A assessoria da corporação informou que, há mais de 30 anos, a polícia ambiental realiza capturas, porém, não é de obrigação legal da PMA fazer esse tipo de atendimento. Em contato com o representante do Cras, via celular, a equipe de reportagem não obteve esclarecimentos sobre o motivo da demora no atendimento da ocorrência em Dourados. Além disso, apenas dois veterinários do órgão foram enviados para aplicar os dardos sedativos e, ao final da ocorrência, quem acabou contendo mesmo o felino foi a PMA e o Corpo de Bombeiros. Ao todo, foram disparados cinco dardos sedativos no

HÉDIO FAZAN

Mesmo com a aplicação de cinco dardos sedativos o animal foi capturado acordado e agitado animal contendo a substância Zooletil, de indução rápida, com a finalidade de adormecer a onça para facilitar a captura. O primeiro dardo foi disparado por volta das 11h e não acertou o animal. Em seguida, outros dois disparos foram realizados e apenas o terceiro conseguiu acertar a onça, mas com aplicação subcutânea, o que não promoveu a imobilização no prazo de indução esperado de até 10 minutos. Apesar de o animal ter sido considerado forte e resistente ao sedativo, a principal

Laboratório da Unigran realizou mais de seis mil exames em 2017 UNIGRAN

Biomédicos formados na Instituição saem devidamente DSWRVDH[HUFHUDSURğVVÂR De Dourados O curso de Biomedicina da Unigran conta com um laboratório de análises clínicas capaz de realizar os mais diversos tipos de testes, dos mais triviais, como nível de glicemia no sangue até outros mais complexos, como o de sexagem fetal (no qual é possível distinguir o sexo da criança já na oitava semana de gestação). Essa infraestrutura apoiada por um corpo docente com vários mestres e doutores resulta em um conceito quatro na escala do Ministério da Educação (MEC), que vai de zero a cinco, o que posiciona o curso como o melhor do Centro-Oeste. O laboratório realizou mais de seis mil exames, ano passado. De acordo com Felipe Francisco Bittencourt Junior, coordenador do laboratório, o nível de profissionalismo e de abrangência da unidade

Acadêmicos desenvolvem habilidades com equipamentos modernos resultam em um profissional devidamente apto a exercer todas as atribuições de um biomédico na área de análises clínicas. “A Unigran entrega ao mercado de trabalho um profissional completo e treinado, totalmente capaz de desempenhar as atribuições em sua plenitude logo após concluir a graduação”, complementou. Ainda conforme o coordenador, a formação não fica restrita a esfera técnica, envolvendo também a questão humana, já que os alunos lidam diariamente com atendimento ao público e com isso acumu-

lam experiências e vivências nas mais diversas situações que naturalmente surgem no cotidiano desta função. Além do laboratório escola, existe também setores específicos para experimentos na área de bioquímica; hematologia; microbiologia; imunologia; entre outros, todos equipados com aparelhos avançados e precisos. Contudo, a área de análises clínicas é apenas uma das muitas possibilidades de atuação deste amplo profissional, que também pode trabalhar no setor de pesquisa e desen-

interferência para o adormecimento da onça foi a movimentação popular. Centenas de curiosos se aglomeraram ao local e, sem a presença da Guarda Municipal e Polícia Militar durante toda manhã, os militares ambientais tiveram de conter os douradenses que furaram a fita de contenção para espiar o felino. A GM e a equipe da PM chegaram às 11h30 no local, após a PMA perder o controle sobre as manifestações populares. Segundo a zootecnista Kelly Brabes, em estado de estres-

volvimento de novosmedicamentos, sendo uma mão de obra com alta demanda dentro da indústria farmacológica. O controle de qualidade de produtos produzidos a partir de biotecnologia é outro ramo que está em plena expansão. Seus conhecimentos também podem ser úteis até na esfera de perícia criminal, ao auxiliar na elucidação de crimes realizando as analises dos diversos vestígios orgânicos que comumente são encontramos na cena. É importante destacar que o biomédico possui outras oportunidades dentro da saúde, tais como: acupuntura; análise ambiental; análises bromatológicas; biomedicina estética; biofísica; biologia molecular; bioquímica; citologia; embriologia; genética; histologia; hematologia; imunologia; microbiologia; parasitologia; patologia; psicobiologia; sanitarista; saúde pública e toxicologia. Serviço Mais informações a respeito do laboratório e também sobre o curso de Biomedicina podem ser obtidas através do telefone 67 3411-4136 e também pelo e-mail biomedicina@unigran.br.

Presidente da Funpema tranquiliza sobre atendimento ASSECOM

Eduardo Marcondes diz que o atendimento na Fundação Cardiogeriátrica O presidente da Fundação Cardiogeriátrica Coronel José Alves Marcondes e Dr. Haroldo Pereira da Silva (Funpema), médico Eduardo Marcondes, esteve ontem reunido com a prefeita Délia Razuk, para colocar um fim no que tem sido divulgado nas mídias sociais, a respeito do atendimento na Fundação. Marcondes considerou as colocações como um mal entendido, mesmo

Prefeita Délia, presidente da Funpema Eduardo Marcondes e Vidigal porque a Funpema não é de responsabilidade da prefeitura, ou seja, simplesmente tem um convênio com o poder pú-

blico municipal, assim como tem com outros segmentos. Ele tranquilizou a população e garantiu que o atendimento

continua normal. No encontro, que contou também com a participação do secretário de Saúde, Renato Vidigal, a prefeita Délia esclareceu que em nenhum momento o município falou em rompimento, mesmo porque, conforme a prefeita, a Fundação tem um trabalho autônomo reconhecido em Dourados. Durante a reunião, o que ficou claro é que vai haver apenas uma mudança na modalidade desse convênio, o que poderá ainda, proporcionar mais benefícios às pessoas que são atendidas pela instituição.

se o anestésico acaba demorando mais para fazer o efeito. Além disso, conforme o veterinário Namor Zimmerman, as agulhas utilizadas nos dardos não eram ideais para uso em onças. “Quando disparado, os dardos batem e voltam sem fazer a perfuração necessária para a aplicação” afirmou. Apenas com a chegada do sargento Paulo Leandro da Costa, de Campo Grande, foi possível atingir com êxito o animal. O oficial recebeu treinamento especial para con-

tenção de animais silvestres e contou à reportagem que o local ideal para a aplicação do sedativo é na parte traseira da onça. Recentemente, Leandro foi chamado para atender uma ocorrência semelhante em Caarapó e contou que a situação está se tornando comum na região. “Com a invasão do habitat desses animais, a única alternativa deles é fugir para a área urbana”, disse, ressaltando acreditar que com esses incidentes, o Governo do Estado deverá investir para otimizar os atendimentos. Após muito trabalho, o bicho foi capturado através de uma rede de nailon segurada por dezenas de policiais e bombeiros militares. A onça será liberada em mata há 80 quilômetros de Dourados. Tumulto e falta de apoio Algo que chamou atenção foi a ausência da Guarda Municipal e da Polícia Militar durante toda manhã de ontem para auxiliar a equipe da PMA no controle da agitação popular. Centenas de pessoas se reuniram desde cedo no local e segundo informações dos policiais ambientais até mesmo durante a madrugada havia especuladores. Para os especialistas que auxiliaram na captura da onça, a aglomeração tumultuada de pessoas ao redor da jaqueira provocou o aumento do estresse do animal, dificultando a sedação do felino para resgate. Das 7h às 11h a PMA procurou conter os ânimos dos curiosos até que após a movimentação da onça, a aglomeração foi tão intensa que os militares acabaram perdendo o controle da população e tiveram de acionar equipes da Guarda Municipal. Após a chegada da GM e da PM, os moradores da rua ainda invadiam a área isolada desobedecendo ordem de afastamento. Muitos subiram em portões, muros e até postes de energia.

Governo vai construir escola em Dourados Unidade no Dioclécio Artuzi vai atender as crianças daquela região De Dourados O governador Reinaldo Azambuja confirmou a construção de uma escola no Residencial Dioclécio Artuzi para atender as crianças daquela região de Dourados. A prefeita

Délia lembrou as obras e investimentos do Governo do Estado em Dourados Délia destacou os investimentos que Dourados recebe por parte do Governo de MS, como trabalho em parceria que beneficia a população do maior município do interior do Estado. “Esta atuação, junto às outras obras que conquistamos, permite um 2018 de muitas realizações. Va-

mos continuar trabalhando muito neste sentido”, disse a prefeita. Délia lembrou as obras e investimentos do Governo do Estado em Dourados, como a recuperação das principais avenidas da cidade – Marcelino Pires, Weimar Torres, Joaquim Teixeira Alves e Hayel Bon Faker – com recapeamento asfáltico, e pelo anúncio de construção da escola no Dioclécio Artuzi. Ela ficou feliz também quando Reinaldo anunciou para o começo de fevereiro a abertura da licitação para a construção do Hospital Regional de Dourados. Reinaldo comentou as outras obras já realizadas e em execução em Dourados, afirmando que o ano de 2017 foi difícil, de crise. “Mas conseguimos atender Dourados pela capacidade de construir e investir durante a crise em saúde, educação, infraestrutura, saneamento e outras demandas que entregamos à população”, enfatizou.


4

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Mulher

MULHER QUINTA-FEIRA

LIGIA CARLA MENONI

Raio-X

PROFISSÃO: Empresária (Imobiliária Casa X) ESTILO MUSICAL PREFERIDO: Sertanejo TIPO DE LEITURA: Romance LUGAR INESQUECÍVEL: Bahia EVENTO ESPECIAL NA SUA VIDA: Nascimento das filhas PERFUME PREFERIDO: Carolina Herrera UMA PEÇA DE ROUPA INDISPENSÁVEL: Jeans O QUE NÃO PODE FALTAR EM CASA: Família PAIXÃO: O mar

SEU MAIOR ORGULHO: Minha empresa

ELEGÂNCIA: Postura

O QUE LEVANTA SEU ASTRAL: Viajar

ÍDOLO: Jesus

Dica

GELO DECORATIVO

&RQJHOHIUXWDVHHUYDVFRPRIUDPERHVDXYDKRUWHOÂRXĠRUFRPHVWâYHO SDUDID]HUFXERVGHJHORSHUVRQDOL]DGRVğFDXPFKDUPH(OHYDLGDUXP WRTXHHVSHFLDOQDEHELGDHSRGHDWÒYLUDUXPHOHPHQWRGHFRUDWLYRQR EDOGHGHJHORRXFKDPSDQKH9RFÓSRGHXVDUHVWHJHORSDUDVXEVWLWXLU DVURGHODVGHODUDQMDQRJXDUDQÀRXDVGHOLPÂRQDFRFDFRODEDVWD XVDUHVVDVIUXWDVQDKRUDGHID]HURJHOR7DPEÒPğFDXPDGHOâFLDFRP ÀJXDHGULQNVFRPRPRMLWRHJLQW÷QLFD3DUDGHL[DUDĠRURXIUXWDEHP FHQWUDOL]DGDÒSUHFLVRWUDEDOKDUHPFDPDGDV(QFKDGDI÷UPDGH JHORHFRQJHOHSRUFHUFDGHPLQXWRVRXDWÒHVWDUTXDVHğUPH5HWLUH DI÷UPDHFRORTXHDVĠRUHVRXIUXWDV&RORTXHPDLVÀJXDDWÒFKHJDUD PHWDGHHFRQJHOH&RORTXHPDLVÀJXDSDUDHQFKHUDEDQGHMDDWÒRğP HFRQJHOHQRYDPHQWH3DUDRJHORğFDUEHPWUDQVSDUHQWHIHUYDDÀJXD SRUPLQXWRVHGHSRLVGHL[HUHVIULDU$VVLPHOLPLQDVHXPDERDSDUWH GRDUHGHLPSXUH]DVTXHGHL[DPRJHORŃHPEDÍDGRń&XERVJUDQGHV GHUUHWHPPDLVOHQWDPHQWHTXHRVSHTXHQRVGLOXLQGRPHQRVDEHELGD &DVRYRFÓQÂRTXHLUDDĠRUIROKLQKDVRXIUXWDFHQWUDOL]DGDQRFXERGH JHORRXVHHVWLYHUVHPPXLWRWHPSREDVWDFROÀODVQDIRUPDGHJHOR HQFKHUGHÀJXDHFRORFDUQRFRQJHODGRU7DPEÒPIXQFLRQD

Estilo - Estilo Gorethy

SONHO: Alcançar o equilíbrio

O QUE É FUNDAMENTAL: Força de vontade

O QUE OS AMIGOS SÃO PARA VOCÊ: É quem nos dá um pedacinho de chão, quando é de terra firme que você precisa

UMA FRASE FAVORITA: “Nunca se arrependa, se foi bom é maravilhoso, se foi ruim é experiência”

Receita

PEIXE ASSADO À MODA DO ARRAIAL

INGREDIENTES: 150 ml de vinho branco seco; 2 colheres (sopa) de azeite; 1 colher (sopa) GHVXFRGHOLPÂRRXYLQDJUHFROKHU VRSD GHHUYDVğQDV PL[GH HUYDVFRPSUDGRSURQWR [âFDUDGHIROKDVGHFRHQWUR VHQÂRJRVWDU XVHVDOVLQKD GHQWHGHDOKRFROKHU FDIÒ UDVDGHVDOGHFHEROD FROKHU FDIÒ GHSLPHQWDEUDQFDPRâGD MODO DE PREPARO: $SöVPLQXWRVGHIRUQRUHJXHFRPRWHPSHURXPDVFROKHUDGDV VREUHRSHL[HHRVOHJXPHV 9ROWHSDUDRIRUQR4XDQGRSHUFHEHU TXHRPROKRGHXXPDUHGX]LGDUHSLWDDRSHUDÍÂRDWÒRSHL[HHVWDU DVVDGR'LFD6REUHRSHL[HHVSDOKHXPSRXFRGHFRORUDXLVVRÒRSFLRQDOSRLVQÂRPXGDRVDERUÒVöSDUDGHL[ÀORFRPXPDFRUPDLV ERQLWD5HJXHWDPEÒPRSHL[HFRPRğRGHD]HLWH/HYHDRIRUQR VHP SDSHODOXPâQLRPHVPR 

Rua Hayel Bon Faker, nº 2937. Fone: (67) 3422-0907 / Av. Marcelino Pires, nº 5370. Fone: (67) 3424-9027


CADERNO B

Canal Zap

Bia Seild na novela “Apocalipseâ€? da Record. 3Âť*

Convênio para construção de casas em Dourados.

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018

Social Campo Grande

O PROGRESSO MARIANA ARNDT

Ĺƒ7UĂ“V9âUJXOD4XDWUR*UDXVQD(VFDOD5LFKWHUĹ„WUD]XPDOLQJXDJHPFRQWHPSRUĂ QHDLQVSLUDGRQDHVWĂ’WLFDSĂśVGUDPĂ€WLFDHID]XPDUHOHLWXUDGHWHPDVIDPLOLDUHVVHPOLPLWĂ€ORVDTXDOTXHUFRQÄ LWR

Peça da Cia OďŹ t “TrĂŞs VĂ­rgula Quatro Graus na Escala Richterâ€? EspetĂĄculo vai ser apresentado nesta quinta-feira e amanhĂŁ, Ă s 20h, no Teatro Municipal. Texto ĂŠ escrito por Éder Rodrigues e a direção ĂŠ de Nill Amaral. Trama gira em torno da senhora Madona que toma decisĂŁo importante De Dourados A Companhia Teatral OFIT apresenta, hoje e amanhĂŁ, em Dourados, o espetĂĄculo “TrĂŞs VĂ­rgula Quatro Graus na Escala Richterâ€?. As sessĂľes acontecem Ă s 20h, no Teatro Municipal. A trama gira em torno da senhora Madona, que toma uma decisĂŁo importante que irĂĄ mudar o curso das relaçþes estabelecidas na famĂ­lia. Para nĂŁo recuar da secular decisĂŁo, ela contrata um serviço especializado em despedidas. O que parecia simples e instantâneo, acaba revelando um jogo de re-

presentaçþes e papĂŠis nunca ditas que ameaçam abalar as tradicionais estruturas. O texto inĂŠdito, escrito pelo dramaturgo Éder Rodrigues. “TrĂŞs VĂ­rgula Quatro Graus na Escala Richterâ€?, traz uma linguagem contemporânea, inspirado na estĂŠtica pĂłs-dramĂĄtica e faz uma releitura de temas familiares, sem limitĂĄ-los a qualquer conflito especĂ­fico. Para abordar o assunto, a direção usa a metĂĄfora dos abalos (sĂ­smicos) a que estamos submetidos que na montagem ganham contornos expressivos com forte apelo visual, tanto na estĂŠti-

ca proposta como para os elementos de cena. A montagem recebeu o PrĂŞmio Funarte de Teatro Myriam Muniz em 2015 e cumpriu quatro temporadas no Teatro Prosa em Campo Grande. “A

A montagem recebeu o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz em 2015 e cumpriu quatro temporadas no Teatro Prosa realização das apresentaçþes tem um efeito positivo para a continuidade da produção que busca cada vez mais aprimorar o trabalho. Procuramos

amadurecer e tambÊm trazer uma liberdade para pesquisar pontos que não seriam conquistados em poucas sessþes, uma vez que, em Mato Grosso do Sul não temos a tradição de temporadas continuadas o que dificulta acertar esses pontos em poucas apresentaçþes. A receptividade do público nas temporadas anteriores, não só contabilizou em quantidade, mas crescimento em cada novo encontro e a forte reação que eles têm sobre tema tratado na obra�, argumenta o diretor Nill Amaral. Os ingressos estarão à venda uma hora antes do início

do espetåculo na bilheteria do Teatro Municipal a R$ 20 (inteira), 10 (meia entrada) e 5 (para estudantes do curso de Artes Cênicas). A realização do espetåculo Ê uma iniciativa da OFIT por intermÊdio do Fomento da Secretaria Estadual de Cultura e Cidadania de Mato Grosso do Sul. Para as apresentaçþes de Dourados conta com os apoios do Jornal O PROGRESSO, Secretaria Municipal de Cultura, Coordenadoria de Cultura da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Hotel Bahamas e Kikão Restaurante.

FICHA TÉCNICA 75¢69Ăœ5*8/$ 48$752*5$861$ (6&$/$5,&+7(5 Elenco NĂĄdja Mitidiero, Dheime Winter, Leandro Faria, Geraldo Saldanha, Camila Schneider e Aline Calixto Direção Geral: Nill Amaral &ODVVLÄ&#x;FDĂ?Ă‚R(WĂ€ULD 12 Anos Informaçþes: (67) 3411- 7709

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Folia

SĂ­mbolo

Carnaval da Capital terĂĄ novidades

Estudante recebe premiação de concurso

De Campo Grande

da Guarda Municipal, entre outros. A Prefeitura de Campo GranOutra novidade este ano, de, por meio da secretaria com a expectativa de ampliar o municipal de Cultura e Turis- SÄŽEOLFRQRVGRLVGLDVGHGHVÄ&#x;OH mo lançou, na Ăşltima terça- das escolas de samba em CamIHLUDDSURJUDPDĂ?Ă‚RRÄ&#x;FLDO po Grande, que em 2017 atraiu do Carnaval 2018, que come- 50 mil pessoas, serĂĄ a realizaça na prĂłxima sexta-feira e ção de um show de grupo naneste ano tem como tema: cional, incluĂ­do pela primeira “Carnaval Capital 40 Anosâ€?. YH]QDSURJUDPDĂ?Ă‚RRÄ&#x;FLDOGD O evento serviu tambĂŠm pa- prefeitura. Na segunda-feira ra o anĂşncio de uma parceria  GLDGRSULPHLURGHVÄ&#x;OHGDV inĂŠdita da Prefeitura com a escolas de samba, a prefeitura iniciativa privada. vai oferecer o show com o renoO prefeito Marquinhos Trad mado grupo de pagode SĂł Pra reforçou o apoio da Prefeitu- Contrariar (SPC), que acontera para a realização desta que cerĂĄ a partir das 19h, na Praça ĂŠ considerada uma das mais do Papa. importantes manifestaçþes O presidente da Lienca, Educulturais. A Prefeitura vai ardo Neto, reconheceu o esforgarantir toda a infraestrutu- ço da Prefeitura em valorizar o UDQD3UDĂ?DGR3DSDHGHVÄ&#x;OH Carnaval da Capital e destacou dos blocos com a instalação os projetos inovadores da node tendas, arquibancadas, va gestĂŁo. “Estamos animados palco, banheiros quĂ­micos, com a realização do Carnaval grades de contenção, equi- este ano e acreditamos que o pe de segurança, por meio pĂşblico serĂĄ muito maior, prin-

De Campo Grande

Grupo Só Pra Contrariar faz show dia 12 de fevereiro, na Praça do Papa em Campo Grande cipalmente com essa novidade do show. É a primeira vez que a Prefeitura inclui uma apresentação nacional na programação. Outro ponto positivo foi o concurso para escolha de um mascote para o Carnaval, onde a Prefeitura conseguiu dar mais visibilidade ao evento. É bastante positiva essa iniciativa

em criar mecanismos para que possamos ter uma linda festa�, disse. Reconhecimento O Só Pra Contrariar Ê considerado uma das bandas de samba mais importantes do Brasil. Com mais de 20 milhþes de discos vendidos, muitos prê-

mios e vĂĄrios sucessos ainda na memĂłria das pessoas, o grupo completou 29 anos de carreira. É liderado hoje pelos irmĂŁos vocalistas, Fernando Pires e o caçula da famĂ­lia Pires JoĂŁo JĂşnior e estĂŁo em turnĂŞ no Brasil com o show “Samba Popâ€?.

A Prefeitura de Campo Grande entregou, na Ăşltima terça-feira, durante o lançamento da programação oficial do Carnaval 2018, a premiação da vencedora do concurso que escolheu, por meio de processo democrĂĄtico, o Desenho do Mascote para o Carnaval de Campo Grande/2018 – com o tema “Carnaval Capital 40 Anosâ€?. A estudante do curso de Artes Visuais, Yasmim Coradelo Barbosa, 23 anos, concorreu com outros 21 participantes e levou o prĂŞmio em dinheiro de R$ 3 mil, entregue pelo prefeito Marquinhos Trad. Sua inspiração foi a Arara CanindĂŠ, que ganhou atĂŠ cuia e bomba de tererĂŠ.


2

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018 O PROGRESSO

Variedades CAROL BORGES/CZN.

CANAL ZAP

canalzap@cartaznoticias.com.br

5Âť3,'$6

CardĂĄpio variado DIVULGAĂ‡ĂƒO/RECORD

O diferente sempre moveu Bia Seidl na televisĂŁo. NĂŁo Ă toa, a atriz buscou interpretar personagens variados ao longo de suas escolhas profissionais. Atualmente no ar em “Apocalipseâ€? como a ambiciosa DĂŠbora, ela reafirma o seu desejo de encarar projetos que saiam do lugar-comum. â€œĂ€s vezes, personagens de boa Ă­ndole nĂŁo exigem tanto. A vilĂŁ dĂĄ maior possibilidade de nuances e interpretaçþes. Como atriz, sempre preferi fazer papĂŠis contraditĂłrios e que saiam da zona de confortoâ€?, aponta. Na histĂłria escrita por VĂ­vian de Oliveira, DĂŠbora ĂŠ mĂŁe de Ricardo, interpretado por SĂŠrgio Marone. Infeliz no casamento e constantemente traĂ­da por Adriano, de Eduardo Lago, ela faz de tudo para perturbar o marido. PorĂŠm, carrega um amor incondicional pelo filho, ensinando-o a ser tĂŁo manipulador quanto ela. “Ela teve um passado muito difĂ­cil e de rejeição. A relação com o filho ĂŠ muito intensa e quase edipianaâ€?,

No episĂłdio desta quinta de “Brasil a Bordoâ€?, Berna oferece um casamento nas alturas aos clientes da PiorĂĄ Linhas AĂŠreas. Hoje, no “Tempero de FamĂ­lia VerĂŁoâ€?, Rodrigo Hilbert vai experimentar “flyboardâ€? com o instrutor Gabriel Abreu no canal de Marapendi.

explica a atriz, que dividiu a personagem com Manoela do Monte na primeira fase. “Combinamos algumas coisas e as caracterĂ­sticas mais marcantes, como o jeito de falar, andar e se portar. Trabalhamos muito essa empĂĄfia da personagem. Foi um trabalho de observação e conversaâ€?, valoriza.

&/,0$'( '(63(','$ $HTXLSHGHMRUQDOLVPR GD*ORERFRQWDFRPPDLV XPDEDL[D&ULVWLQD6HUUD HQFHUURXVHXFRQWUDWR FRPDHPLVVRUDDSĂśV DQRV1RFDQDODMRUQDOLVWDIRLFRUUHVSRQGHQWH LQWHUQDFLRQDOHP1RYD ,RUTXHHSDUWLFLSRXGR TXDGURĹƒ$V0HQLQDVGR -áńGRĹƒ3URJUDPDGR -áń5HFHQWHPHQWH&DUOD9LOKHQD0DUD/XTXHW H(YDULVWR&RVWDWDPEĂ’P GHL[DUDPDHPLVVRUD

Thiaguinho e Adriane Galisteu comandam o “TVZ VerĂŁo ao Vivoâ€? desta quinta.

+25Âť5,212%5( 0DULD/XLVD0HQGRQĂ?D LUĂ€LQWHJUDURHOHQFRGH Ĺƒ6HJXQGR6ROĹ„SUĂś[LPD QRYHODGDVQRYH$DWUL] HVWDYDGHIROJDGRVIROKHWLQVGHVGHĹƒ$OĂ’PGR +RUL]RQWHĹ„GH6HX ÄŽOWLPRWUDEDOKRQDWHYĂ“ IRLDVĂ’ULHĹƒ9DGH5HWURĹ„ $QRYHODHVFULWDSRU-RĂ‚R (PDQXHO&DUQHLURWHP HVWUHLDSUHYLVWDSDUDR SULPHLURVHPHVWUH

Os perigos dos agrotĂłxicos sĂŁo destaque no “Câmera Recordâ€? de hoje.

'21$'$&$6$ 6DQGUD$QQHQEHUJYROWD DRFRPDQGRGRĹƒ&RPR 6HUĂ€"Ĺ„DSDUWLUGRSUĂś[LPRVĂ€EDGRGLD1R HVWÄŽGLRDDSUHVHQWDGRUD

NOVELAS 5HGH*ORER

17h00 3HSLWRGLVFXWHFRP$O]LUDHGL]TXHSURYDUĂ€VXDDFXVDĂ?Ă‚R%HUQDUGRH&HOLQDWHQWDPFRQYHQFHU$O]LUDDFRQWDU FRPRFRQVHJXLXGLQKHLURSDUD FRPSUDUVHXYHVWLGRQRYR0DULD9LWĂśULDH9LFHQWHIDODPSDUD -RVĂ’$XJXVWRTXHQĂ‚RLUĂ‚RPRUDUHP3RUWXJDO5HLQDOGRDYLVDD(XQLFHVREUHDSRXSDQĂ?D TXHIH]HPQRPHGHOD9LFHQWH SHGHSDUD(GJDUILFDUHPVHX OXJDUQR*UĂ“PLRHQTXDQWRHOH HVWLYHUYLDMDQGR&HOHVWHSHGH D&RQVHOKHLURSDUDYHQGHUDVXD FDVDQD&LGDGHGR3RUWR$O]LUD FRJLWDID]HUXPMDQWDUSDUD-RVĂ’$XJXVWR

DEUS SALVE O REI 18h00 3HWUáQLRSDUDEHQL]D5RGROIRDFUHGLWDQGRTXH RUHLVHFDVDUÀSRUFDXVDGD IRQWHKâGULFDGH$UWHQD5RGROIRGHVLJQD3HWUáQLRH2UODQGRFRPRHPLVVÀULRVGD VXDLQWHQ�ÂRDRUHL$XJXVWR 6DXORVHDUULVFDHDWUDYHVVDR FDPLQKRGDVQXYHQVQRPHLR GDVURFKDVSRUFDXVDGHXPD DSRVWD1LQJXÒPSHUFHEHTXH 6HOHQDVDOYD6DXORGHFDLUGR SHQKDVFR5RPHURUHSUHHQGH 6DXORSRUWHUDUULVFDGRDYLGD SRUXPDDSRVWDHRVXVSHQGH GD$FDGHPLD0LOLWDU8OLVVHV VHQWHFLĎPHVSRU6HOHQDGHPRQVWUDUSUHRFXSD�ÂR

'$1Ă&#x;$'$6 &$'(,5$6 26SRU79SUHWHQGHLQYHVWLUHPVXD SURJUDPDĂ?Ă‚RHP $SĂśVRV-RJRV 2OâPSLFRVGH3\HRQJ&KDQJRFDQDODFDER WHUĂ€QRYRVSURJUDPDV HDSUHVHQWDGRUHV HYHQWRVDRYLYR IDL[DVHSURGXĂ?øHV H[FOXVLYDV(QWUHDV SULQFLSDLVPXGDQĂ?DV HVWĂ€DVDâGDGH$QGUĂ’ 5L]HNGRĹƒ5HGDĂ?Ă‚R 6SRU79Ĺ„(OHVHUĂ€ VXEVWLWXâGRSRU0DUFHOR%DUUHWR5L]HN DVVXPHRFRPDQGRGR Ĺƒ6HOHĂ?Ă‚R6SRU79Ĺ„

3DUDDIUXVWUDQWHWUDPDGHĹƒ22XWUR/DGRGR3DUDâVRĹ„$QRYHODHVWUHRXFRPDSURSRVWDGHGHEDWHUDVVXQWRVLPSRUWDQWHVFRPRYLROĂ“QFLDFRQWUD DPXOKHUKRPRIRELDHUDFLVPRPDVDWĂ’DJRUD QĂ‚RFRQVHJXLXVXVWHQWDUQHQKXPDGDVWHPĂ€WLFDV GHIRUPDLQWHOLJHQWH

3DUDRVHPSUHĂśWLPR:HOGHU5RGULJXHVTXHLQWHJUDRHOHQFRGRĹƒ7Ă€QR$U$79QD79Ĺ„HGR Ĺƒ=RUUDĹ„2FRPHGLDQWHĂ’GHVWDTXHQRVGRLVKXPRUâVWLFRVFRQVHJXLQGRVHUHLQYHQWDUDFDGD QRYDWHPSRUDGD

TEMPO DE AMAR

FRPHQWDRVUHODFLRQDPHQWRVQDWHUFHLUD LGDGH2SURJUDPD WDPEĂ’PH[LEHRV ÄŽOWLPRVHSLVĂśGLRV GDVVĂ’ULHVĹƒ3RUWXJDO SHORV%UDVLOHLURVĹ„H Ĺƒ3HTXHQDV*UDQGHV &ULDWXUDVĹ„SURGX]LGD SHOD%%&1RDUGHVGH RĹƒ&RPR6HUĂ€"Ĺ„ Ă’XPDSDUFHULDHQWUH R-RUQDOLVPRHDĂ€UHD GH5HVSRQVDELOLGDGH 6RFLDOGD*ORERFRP D)XQGDĂ?Ă‚R5REHUWR 0DULQKR

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Osiel

O OUTRO LADO DO PARAĂ?SO 20h00 Clara se afasta de PatriFNHRVGRLVÄ&#x;FDPVHPJUDĂ?D6DPXHORXYHRVEDWLPHQWRVGRFRUDĂ?Ă‚RGHVXDÄ&#x;OKD6RSKLDDYLVDD 5DWRTXHDDXGLĂ“QFLDSHODJXDUGD GH7RPD]IRLPDUFDGD0DULDQRH 6RSKLDÄ&#x;FDPMXQWRV8PDPXOKHU GHVLVWHGHID]HUXPDGHQÄŽQFLDDR YHU9LQâFLXVQDGHOHJDFLDH%UXQR SHUFHEH/HDQGUDGLVIDUĂ?DDRHQFRQWUDU&DHWDQDH.DULQDQREDU -DQHWHĂ’FRQWUDWDGDSRU3DWULFN SDUDWUDEDOKDUQDFDVDGH&ODUDH VHLPSUHVVLRQDDRVDEHUTXHPĂ’D QRYDSDWURD*DHOGHFLGHLUÂżWHUDSLD&ODUDSHGHD-DQHWHTXHQXQFD FRQWHQDGDD)DELDQD

HORĂ“SCOPO Ă RIES De 21/03 a 20/04 Poupe suas economias a fim GHFRQVHJXLUDFDVDSUĂśSULD que tanto sonha e deseja, serĂĄ o mais importante a fazer agora. O fluxo ĂŠ dos melhores para a FRPSUDGHEHQVPĂśYHLVHLPĂśYHLV VocĂŞ passarĂĄ a ser mais procuUDGRQĂ‚RVĂśSHORVDPLJRVPDV tambĂŠm por outras pessoas. TOURO De 21/04 a 20/05

O dia propicia feliz contato com parentes e com pessoas de sua alta estima. Procure, tambĂŠm, levar a paz aos mais necessitados lhe transmitindo mais otimismo e FRQÄ&#x;DQĂ?D2VHXKRUĂśVFRSRGH hoje indica que estĂĄ na hora de vocĂŞ ser mais discriminativo. GĂŠMEOS De 21/05 a 20/06

0XLWDDWLYLGDGHSURÄ&#x;VVLRQDOHĂ“[LWRQRVQHJĂśFLRVH novos empreendimentos sociais e familiares, estĂŁo previstos para vocĂŞ neste dia. Ă“timo estado mental, o que lhe darĂĄ mais rapidez ao ter que tomar decisĂľes importantes.

CĂ‚NCER De 21/06 a 21/07

Dia em que sua moral e UHSXWDĂ?Ă‚RHVWDUĂ‚RHP jogo, se entrar em contato com pessoas de carĂĄter duvidoso. 3RURXWURODGRRÄ X[RVHUĂ€GRV PHOKRUHVSDUDQHJĂśFLRVUHODFLRnados com metais e materiais SDUDFRQVWUXĂ?Ă‚R

LEĂƒO De 22/07 a 22/08

Problemas envolvendo ILQDQĂ?DV6HMDFDXWHORVR Evite decisĂľes importantes. Sensualismo exagerado. Cuidado com o nervosismo e nĂŁo se deixe envolver com pessoas estranhas que poderĂŁo atrapalhar os seus SODQRV(PUHODĂ?Ă‚RDRDPRU DJRUDWXGRÄ&#x;FDUĂ€PDLVIĂ€FLO VIRGEM De 23/08 a 22/09

3URFXUHFRPHĂ?DURGLDFRP GHOLEHUDĂ?Ă‚RHSURSĂśVLWRGH conseguir tudo Ă quilo que deVHMDQRSODQRDPRURVRHSURÄ&#x;Vsional. Se o sucesso deste dia nĂŁo for completo, terĂĄ um dia de possibilidades para levar a bom termo seus objetivos. NĂŁo permita que o pessimismo tome conta das suas atitudes.

PALAVRAS-CRUZADAS DIRETAS

SOLUĂ‡ĂƒO DO NÂş ANTERIOR

LIBRA De 23/09 a 21/10

Momento neutro no qual WHUĂ€SRVVLELOLGDGHVVĂśQRV assuntos da profissĂŁo. NĂŁo serĂĄ bem sucedido em outra empresa que jĂĄ nĂŁo tenha sido iniciada. No campo conjugal e, mesmo sentimental, procure ser cauteloso.

ESCORPIĂƒO De 23/10 a 21/11

Este ĂŠ um dia ideal para vocĂŞ. Vai progredir no camSRSURÄ&#x;VVLRQDOHÄ&#x;QDQFHLUR2 amor tambĂŠm estĂĄ em excelente aspecto astral. Toda e qualquer chance de melhorar em sua carreira, seja artĂ­stica, pĂşblica, administrativa, cultural ou tĂŠcnica deverĂĄ ser aproveitada. SAGITĂ RIO De 22/11 a 21/12

Ă“timo dia para tratar de TXHVWøHVÄ&#x;QDQFHLUDVSURÄ&#x;VVLRQDLVHDVVRFLDWLYDV)OX[R benĂŠfico para os exames, os concursos, os testes vocacionais e os assuntos amorosos. Acautele-se quanto aos problemas MXGLFLDLVGâYLGDVRXFREUDQĂ?DV

CAPRICĂ“RNIO De 22/12 a 20/01

Sua natividade astral estĂĄ favorecida neste dia. Os DVVXQWRVSURÄ&#x;VVLRQDLVHÄ&#x;QDQceiros merecem melhor atenĂ?Ă‚RSRLVKĂ€SUHQÄŽQFLRGHOXFURV Conte com a ajuda de todos. Cuide de sua saĂşde. Os seus argumentos sĂŁo convincentes.

AQUĂ RIO De 21/01 a 19/02

A influência astral Ê pouco SRVLWLYDDVDVVRFLD�øHVQRLYDdos e casamentos. Cuide de sua VDĎGHHGHVXDUHSXWD�ÂRHYLWH SUHFLSLWD�øHVHSHVVRDVGHFDUÀWHU duvidoso. Bom ao ocultismo. Não HVSHUHTXHDVVROX�øHVGRVVHXV problemas caiam do cÊu. Vå à luta e encare todos os obståculos. PEIXES De 20/02 a 20/3

3HVVRDVGHSURMHĂ?Ă‚RHVWDrĂŁo ao seu favor, neste dia. Aproveite para realizar seu anseio e desejos, principalmente os GRFDPSRVRFLDOHSURÄ&#x;VVLRQDO Muito bom a novas amizades. 2SRUWXQLGDGHVSDUDQHJĂśFLRV UHQGRVRV,QGLVSRVLĂ?Ă‚RHIULH]D no trato com outras pessoas.


3

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018 O PROGRESSO

Música

Governo habilita entidades para

direitos autorais O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), além de registrar obras e fonogramas de seus associados, elas passam a fazer as cobranças diretamente, assim como estabelecer os preços pelo uso de seus repertórios DIVULGAÇÃO

Da Agência Brasil O Ministér io da Cultura (MinC) habilitou na última terça-feira, as associações de gestão coletiva musical que integram o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) para que possam arrecadar direitos autorais. Com isso, além de registrar obras e fonogramas de seus associados, elas passam a fazer as cobranças diretamente, assim como estabelecer os preços pelo uso de seus repertórios e representá-los, por exemplo, perante grupos multinacionais que atuam no streaming.

Uma das questões que deve ser enfrentada é a cobrança de arrecadação junto a empresas de streaming As entidades habilitadas são: Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus), Associação de Músicos Arranjadores e Regentes (Amar), Associação de Intérpretes e Músicos (Assim), Sociedade Brasileira de Autores, Compositores e Escritores de Música (Sbacem), Sociedade Independente de Compositores e Autores Musicais (Sicam), Sociedade Brasileira

Pianista e arranjador, Tim Rescala, participa do Grupo de Articulação Parlamentar Pró-Música (GAP)

de Administração e Proteção de Direitos Intelectuais (Socinpro), União Brasileira de Compositores (UBC), além do Ecad. Tais organizações deverão apresentar documentos, a cada ano, para renovar a habilitação. Esse processo é aguardado desde 2013. Naquele ano, foi feita uma revisão da Lei do

Direito Autoral pelo Congresso Nacional, culminando na aprovação da Lei 12.853, que dispõe sobre a gestão coletiva dos direitos autorais. A regra conferiu ao Ministério da Cultura papel de fiscalizador da arrecadação desses direitos, prática regulamentada por decreto em 2015. Reconhecendo o atraso

Cantor Gilberto Gil reitera o interesse sobre era cibernética DIVULGAÇÃO

nesse processo, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, enfatizou que, “agora, de fato, o ministério assumiu a questão do direito autoral como um dos pontos mais importantes da sua pauta e desta pasta”. De acordo com Sá Leitão, “a habilitação das entidades arrecadadoras, gestoras de direitos autorias no campo da música,

Paulinho da Viola canta com a filha Beatriz

é um passo importante porque também representa uma chancela e o cumprimento do que a lei determinou”. Superintendente executiva do Ecad, Glória Braga, afirmou que, em 2017, foram contemplados 259 mil titulares de direitos de música. “[Isso] muito nos orgulha e mostra que a gestão coletiva é um caminho muito importante para toda a cadeia produtiva da cultura”, diz. Para ela, a arrecadação tende a aumentar com a mudança. Compositor, pianista e arranjador, Tim Rescala, que participa do Grupo de Articulação Parlamentar Pró-Música (GAP), avalia que a grande conquista dessa habilitação é a concretização da lei, que ele resume em três aspectos: a volta da fiscalização por parte do Estado, por meio do poder de habilitação do MinC; a transparência na gestão, pois as organizações devem, por exemplo, apresentar balanços e a atuação do Estado como mediador de conflitos, o que ele aponta que tem resultado na diminuição da judicialização. Tecnologia Uma das questões que deve ser enfrentada pelas arrecadadoras é a cobrança de ar-

recadação junto a empresas de streaming, como YouTube e Spotify. “Tudo está migrando para o digital. O dinheiro está indo para lá. E a gente sempre ouve falar que existe muito rolando, mas o músico recebe pouco”, critica Rescala, apontando que apenas cerca de 3% do que é cobrado das plataformas pelo direito autoral das músicas brasileiras ficam com autores ou intérpretes. A questão é complexa, pois essas grandes empresas não estão sediadas no país e, em geral, não se submetem às regras nacionais. “Novamente, o Estado tem o dever de estudar o que está acontecendo e ver que o autor e o intérprete não estão recebendo devidamente. Não se trata da maior fatia do bolo. As multinacionais ficam quase com o bolo todo e o compositor está ficando com as migalhas”, critica. Do R$ 1 bilhão arrecadado pelo segmento musical no ano passado, R$ 5,5 milhões apenas foram provenientes de grupos como Spotify, Apple Music, Vevo, Beats 1, Groove e Superplayer, conforme dados do MinC . “Essa arrecadação ainda é parcial. Não podemos descansar em relação a isso”, afirma o ministro.

DVD foca samba pelo olhar de Martinho da Vila DIVULGAÇÃO

Compositor que não grava inéditas há 22 anos, pretende lançar novo disco

Gilberto Gil reitera o interesse por versar sobre as conquistas da era cibernética no cancioneiro autoral

Compositor e músico baiano atualizou a faixa “Pela Internet” Compositor antenado com as evoluções tecnológicas de um mundo cada vez mais cibernético, Gilberto Gil deu passo pioneiro na área, em 14 de dezembro de 1996, quando se tornou o primeiro artista do Brasil a fazer um registro transmitido ao vivo pela Internet. No caso, o registro da então inédita música intitulada justamente “Pela Internet” com alusão ao nome daquele que é considerado o primeiro samba, “Pelo Telefone” (Donga e Mauro de Almeida, 1916). Decorridos 21 anos, o cantor, compositor e músico baiano atualizou a música “Pela Internet”, com versos que mencionam aplicativos e redes sociais do cotidiano virtual da Web. “Estou preso na rede que nem peixe pescado / É zap zap, é like, é Instagram / É tudo muito bem bolado”, canta Gil na versão atual, intitulada “Pela Internet 2”.

Para apresentar a nova versão do tema, o cantor fará na cidade do Rio de Janeiro um show para convidados que será transmitido ao vivo pelo canal de Gil no YouTube, a partir das 20h de hoje, 30 de janeiro de 2018, celebrando a ação pioneira de 1996. Com essa nova ação virtual, o compositor reitera o interesse por versar sobre as conquistas da era cibernética no cancioneiro autoral. Interesse que vem lá dos anos 1960, década de implantação da obra de compositor. No álbum “Gilberto Gil”, lançado em 1969, já havia no repertório músicas como “Cérebro Eletrônico” e “Futurível”. Em 1973, ao compor “Cibernética”, Gil foi ainda mais visionário e explícito ao refletir sobre o avanço da tecnologia em mundo então ainda analógico. Aliás, não será surpresa se “Cibernética”, música somente gravada pelo cantor no show perpetuado no álbum “Gilberto Gil ao Vivo” (1974), figurar no roteiro do show de hoje. Enfim, arte e ciência – assuntos interli-

gados no conceito do álbum duplo “Quanta” (1997) – são termos interligados na obra de Gilberto Gil, compositor que toca tanto nas questões do espírito quanto nos avanços da tecnologia sem nunca sair do tom. Expoente A carreira de Gilberto Gil começou no acordeon, ainda nos anos 50. Inspirado por Luiz Gonzaga, pelo som do rádio, pelas procissões na porta de casa. Suas canções desde cedo retratavam seu país e sua musicalidade tomou formas rítmicas e melódicas muito pessoais. Seu primeiro LP, “Louvação”, lançado em 1967, concentrava sua forma particular de musicar elementos regionais, como nas conhecidas canções “Louvação”, “Procissão”, “Roda” e “Viramundo”. Em 1963, ao conhecer Caetano Veloso, na Universidade da Bahia, Gil inicia uma parceria e um movimento que internacionaliza a música, cinema, artes plásticas e o teatro.

Aos 75 anos, Paulinho da Viola não se cobra mais. Não está angustiado como há três anos, quando falou à reportagem da Agência Estado, sobre sua aflição de estar vendo o tempo passar rápido demais. Não tem pressa para entender como o mercado da música vai se colocar, não sabe ainda quando fará seu próximo disco nem fica contando que seu último de inéditas, “Bebadosamba”, saiu há 22 anos. Mesmo sem dar detalhes, ele diz que os perrengues entre ele e sua gravadora, a Sony Music, estão em um processo de pacificação para resolver questões que colaboraram para o hiato extenso sem álbuns. Uma vez resolvido, Paulinho colocaria um disco de pé em um ano. O portelense vem a São Paulo para uma espécie de esquenta carnavalesco ao lado da filha, a cantora Beatriz Rabello. Os shows serão de 8 a 11 de fevereiro, no Sesc Pompeia. Não tem músicas novas, mas um roteiro fresco pensado por Beatriz, amante do Carnaval. No bloco em que cantam juntos, aparecem “Mourão Que Não Cai” (de Douglas Germano), “Sonho de um Carnaval” (de Chico Buarque), “Enredo do Meu Samba” (de Dona Ivone Lara e Jorge Aragão), “Lata ( »KYEz HI0Y§W%RX²RMSI Jota Júnior) e “Boato” (dele, João Roberto Kelly, o compositor das marchinhas amaldiçoadas pelo tempo das patrulhas, “Cabeleira do Zezé” e “Maria Sapatão”).

Documentário apresentado em 2014 em festivais é lançado em DVD pela gravadora Biscoito Fino neste mês de janeiro

O cineasta franco-suíço Georges Gachot tem direcionado o foco da câmera para fontes matriciais da música brasileira em série de documentários musicais filmados com olhar e sensibilidade diferenciados. Se “Maria Bethânia – Música é Perfume” (2015) perfilou a arte da cantora baiana Maria Bethânia, o filme “Rio Sonata” (2010) abordou por viés impressionista a voz de outra grande cantora do Brasil, a carioca Nana Caymmi. Já “O Samba” – documentário apresentado em 2014 em festivais, estreado em circuito em 2015 e lançado em DVD pela gravadora Biscoito Fino, neste mês de janeiro, aproveitando a temporada pré-carnavales-

ca – expõe o olhar de Gachot sobre o já centenário ritmo brasileiro, como o título do filme já explicita. Contudo, o foco de “O Samba” é original, reiterando a marca e a (forte) personalidade do cineasta. Segundo o portal G 1, Gachot investiga o samba e o Carnaval a partir da relação do cantor, compositor e músico fluminense Martinho da Vila com a escola de samba Unidos de Vila Isabel, agremiação carioca da qual Martinho se tornou indissociável a partir da segunda metade da década de 1960, tendo inclusive colaborado decisivamente para a evolução do samba-enredo como gênero musical ao compor sambas de tom mais coloquial para a escola.


Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018 O PROGRESSO

SOCIAL CAMPO GRANDE

Elvio Lopes

Assine O PROGRESSO em Campo Grande pelo telefone (67) 99169-2012 ou e-mail: campogrande@progresso.com.br

elvio @progresso.com.br

CASAS EM DOURADOS

PANTANAL

O governador Reinaldo Azambuja, a prefeita DĂŠlia Razuk e o superintendente da Caixa EconĂ´mica Federal no Estado, Evandro Narciso de Lima, assinaram, na tarde de terça-feira, na Capital, o convĂŞnio para construção de 200 casas em Dourados, com recursos de R$ 27,3 milhĂľes, dos quais GRJRYHUQRIHGHUDOHRUHVWDQWHGRJRYHUQRHVWDGXDOHFRQWUDSDUWLGDGDSUHIHLWXUDGRXUDGHQVH&RQÄ&#x;UDDOJXPDVIRWRVGRHYHQWR

Governador Reinaldo Azambuja, prefeita DÊlia Razuk, Evandro Narciso, secretårios de Estado e municipais, deputados e tÊcnicos O senador Pedro Chaves dos Santos Filho, em reunião na semana passada com a então governadora em exercício Rose Modesto, para tratar da proposta de criação do Fundo Pantanal, projeto que tem como objetivo preservar e conservar o ecossistema da maior årea alagada do planeta e um avanço para a årea ambiental. Pedro Chaves Ê tambÊm relator do projeto de reforma do Código Comercial Brasileiro, que estå tramitando no Senado Federal

ANIVERSĂ RIOS

Reinaldo Azambuja e DĂŠlia Razuk

DĂŠlia Razuk e Evandro Narciso de Lima, superintendente da Caixa

ARTES

CARNAVAL Ex-deputado Londres Ma- Tânia Garib tambÊm comemochado troca de idade såbado ra aniversårio no såbado (3)

O artista plåstico e produtor cultural Jonir Figueiredo, com Erika Malzoni e Genivaldo Amorim e Ana Ruas - que expuseram este ano no Marco - estå iniciando o ano em ritmo acelerado e novos projetos no contexto artístico e cultural de Mato Grosso do Sul, com uma exposição individual, curador de mostra coletiva e individual – uma delas de Blanche Torres no Marco; pintura de murais e painÊis no interior e mostra na Europa

MĂšSICA

No cenĂĄrio musical do Estado, o Grupo Acaba – Canta Dores do Pantanal, realizou reuniĂľes de trabalho neste LQâFLRGHDQRFRPVHXVLQWHJUDQWHVSDUDGHÄ&#x;QLURVSURMHWRV e novos caminhos a seguir em 2018. Nos Ăşltimos dois anos, o grupo apresentou e realizou diversas açþes para comemorar os 50 anos de criação. Na foto, o produtor Douglas Santos com os integrantes do Acaba Moacir Lacerda, Luiz PorfĂ­rio, SebastiĂŁo Cesar, Vandir Barreto e Luiz Alberto Sayd. Sucesso!

O fotĂłgrafo Roberto Higa estĂĄ felicĂ­ssimo com a merecida homenagem que o Gres Deixa Falar reDOL]DHVWHDQRQRGHVÄ&#x;OHGDVHVFRODVGHVDPEDGD Capital. Higa ĂŠ o homenageado este ano da Escola de Samba Deixa Falar, com o tema Cio da Terra – 40 Anos de MS Pelas Lentes de Roberto Higa, que vai apresentar alegorias inspiradas nos registros Advogado e prof. da Uems, A advogada e tambĂŠm profeshistĂłricos do fotĂłgrafo campo-grandense Lucio FlĂĄvio Sunakozawa sora Tatiana Ujacow aniversacelebra idade nova domingo ria na terça-feira (6)

CENSO AGRO

ASSEMBLEIA

O chefe da unidade estadual do Instituto %UDVLOHLURGH*HRJUDÄ&#x;DH(VWDWâVWLFD ,%*(  MĂĄrio Alexandre de Pinna Frazeto, apresentou, na manhĂŁ de terça-feira, na Capital, um balanço do Censo AgropecuĂĄrio 2017, que estĂĄ mapeando as propriedades rurais de todo o Brasil e no Mato Grosso do Sul e jĂĄ chegou aos 86% das pesquisas realizadas.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) retoma suas atividades na próxima terça-feira (06/02), em sessão solene, sob a presidência do deputado estadual o Oswaldo Mochi Júnior, o Júnior Mochi (PMDB) e com a presença do governador Reinaldo Azambuja, que deve fazer um balanço de seu governo e apresentar as metas para 2018, alÊm dos demais parlamentares. A sessão de reabertura do legislativo estadual estå marcada para as 9h

A apresentadora e cerimo- O desembargador do TJMS, nialista Teresa Armanda Gi- Sidnei Soncini Pimentel troca raldi aniversaria terça-feira de idade tambÊm terça-feira

PARABÉNS aos aniversariantes da semana: Breno dos Santos Nascimento, Clauber Dallamico, Kelly Fernandes e Modigliane Rizzo Novaes (hoje); Angelice Maria Nery e Thaianne Batistoti (amanhã); Ariosto Luís Barbieri e JosÊ Carlos Monteiro (06)


O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018

1

Imóveis

2

Apartamentos

3

CLASSIFICADOS

Veículos e utilitários

4

Veículos importados

5

Motos

6

Diversos

7

Telefones

8

Empregos e oportunidades


CLASSIFICADOS

2

O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 1º.2.2018

1

22988

Imóveis

CHÁCARA ITAPORÃ

Av.Pres. Vargas nº40. Próx. a Feira, centro. 996401513.

R. Iguassu, 1095 esquina Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 999711320

05 hectares no asfalto, água casa nova. 999237660

80619

BNH-3º PLANO Reformada, R$480 mil Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034 80723 80774

BNH-2º PLANO 1.500 Rua: Mato Grosso, 3005, 1 suite, 2 qtos, wc.social, garagem p/ 3 carros, A. Serviços. 99971-6261/998105152 80752

CASA JD COLIBRI Ótima casa c/ 2 qts, sala, coz. planejada, área de serviço, wc social, wc de serviço, garagem. R$ 950,00. Creci 779-J. 3423-2255 ou 99956-6319 Imob. Athenas 80751

KIT 02 QTS Kit. em frente à Marta Campos, 2 qts, sala, coz, área de serviço, wc, garagem. R$ 690,00. Creci 779-J. 3423-2255 ou 99956-6319 Imob. Athenas 80748

KIT 1 QUARTO NOVA Excelentes kits, 01 qto, sala, coz, área de serviço, garagem, nova próximo à Avenida Guaicurus. R$ 450,00. Creci 779-J. 34232255 ou 99956-6319 imob. Athenas 80747

KIT NOVA C/ 2QTS kit c/ 2qts, sala, coz conjugada, wc, área de serviço, garagem, próx. Cantina Mato Grosso R$ 450,00 creci 779-J 3423-2255 ou 99956-6319 Imob. Athenas 80729

KITINET PRÓX. CENTRO Qt, sala, cozinha, área serviço. R$ 450,00. 991139788 80303

KITINET PRÓX. HU Varias Kit. 02 qtos, sala, coz. estac. Tel:99648-9767 80738

KITINETE PARTICULAR Sala, qto, wc, coz, garagem. 99955-4948 80766

KITNET STO ANDRÉ Barato, livre de água, luz, internet. 99905-4209 80420

PRÓX. ATACADÃO 02 qtos, R$900,00 sala, cozinha. Cel:99921-3737 80749

PRÓXIMO À FIGUEIRA Ótima casa, próx. ao Ponto da Figueira, c/ 2 qts, sala, coz, wc, garagem. R$ 650,00, creci 779-J. 34232255 ou 99956-6319 Imob. Athenas 80750

PRÓXIMO À UNIGRAN Excelente casa, próx. à Unigran, de laje, c/ 2 qts, sala, coz, wc, área de serviço, garagem. R$ 980,00 creci 779-J. 3423-2255 ou 99956-6319 Imob. Athenas

80662

JD. GIRASSOL 580 MIL

Casa-Venda

Casa-Aluga

80632

QUARTO FAMILIAR

CANAÃ I 220m² terreno e 90m² construção, 2qts, 1 suíte, wc social, coz. planejada. R$ 195 mil. creci 8954J. 99991-0912 80773

CANAÃ I PROX.CRAS Rua: Candido Carvalho, Tratar c/ Cicera- 99663-7264. 80634

CASA BNH-II PLANO Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80688

CASA COLIBRI 205M² 01 suite, 02 qtos, wc social, coz, sala, garagem. 999947375 80628

CASA FINANCIADA PQ. Alvorada Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 999711320 80621

CASA PORTAL 850 MIL 02 suites, 02 dorm. condições pagamentos, Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320 80767

CASA STO ANDRÉ R$ 120,00 vendo/troco terreno 6x26 murado. 999054209 80406

CASA VL SÃO PEDRO Proximo Posto de saude. 99947-8220 OU 996556399 80614

COND. F. GRAMADO Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034 80793

COND. VIENA 95 MIL Altos do Indaiá, 02 qtos, sl, coz, wc, garagem. Aceito carro no negócio. 99936-4309 60909

EDÍCULA ÁGUA BOA R$ 60mil. 99996-4845/ 99210-5078

80446

ESQUINA CRISTHAIS 02 qtos, sl, coz, mcmv. Tel: 99624-2879 80337

JARDIM EUROPA

80777

JD. GUAICURUS Contendo: 01 apto, 02 qtos, coz. c/ armario, sla, wc. social, lav. garagem, espaço gourmet, por tão elet. R$200.000,00 ac. carro. 99987-8425 80587

JD. MÔNACO OPORT. R. Alemanha 555 c/ 2 terrenos Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320 80765

80780

JD GUAICURUS 02 qtos, 01 suite, wc. social, sala, cozinha, area serviço. 99614-8131 80788

JD. COLIBRI 160 MIL 02 qtos, sala, cozinha, edicula 116 m², aceito, carro no negocio, próx. ao DOF. Tel: 99937-2908

80626

MINHA CASA M. VIDA JD. Pelicano, Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80623

PARQUE ALVORADA R. Mohamed Hassan Haj, 1.400. 01 suite closet 02 dorm. emb. Creci-6862-J Tel: 99971-1320 80631

PORTAL C/1.815 TER Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80764

PQ ALVORADA Rua Reinaldo Bianch 360, 3 suítes, 1 dorm, 1 escritório, todos c/ móveis, coz. planejada, 2 sls, espaço gourmet, complemento, piscina, casa ampla. Imob. Gondim Creci 6862-J 34210034 ou 99971-1320 80612

PQ. ALVORADA 550 MIL Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034. 78561

PQ. COQUEIROS-W6 Suite, 2qtos, sala, coz, wc, Izidro P. R$220.000,00 Creci-654J. 3421-4711. 80625

R. BENJAMIN COST1645 Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80322

SÓ R$ 270.000,00 400 mt da Igreja S. José, terreno de esquina c/ 2 casas na Rua Monte Castelo, 525 aceita carro. Tel: 99913-4867 ou 3421-2708 80618

SOBRADO PQ. ALVORADA Novo todo mobiliado Creci-2645-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320

TROCA 1 CASA No Cachueirinha por 1 no campina Verde. 996821801 só troca. 80730

VENDO APTOS/CASAS Terrenos e imóveis rurais. Creci 4510. 99672-0801 Dina

Chácaras

80445

80784

02 qtos, sl, coz, mcmv R$155.000,00 Tel:996242879

2 Ha, casa, alvenária, poço ar tesiano. Telefone para contato: 99833-8206

JD. CRISTHAIS II

Zona Urbana, ter r eno 10x50. Tel: 99601-6557

Comercial - Aluga

ATRÁS DO QUARTEL

Esquina. 99293-0944

SALÃO COMERCIAL R. Mato Grosso. Centro Prox a R. Major Capilé R$600 Creci654J F.3421-4711

Comercial - Venda 80763

ATENÇÃO MEDICOS Rua João C. Camara, 1455 casa c/ 396m², excelente oportunidade p/ livrar-se do aluguel, unam-se, comprem imóvel próprio p/ clínica. Imob. Gondim Creci 6862-J 3421-0034 ou 99971-1320 80630

SALÃO COMERCIAL AV. Marcelino Pires,310 Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80629

SALÃO COMERCIAL AV. Joaquin T. Alves, Creci-2645 Tel: 3421-0034

Fazendas 80241

1.100 HS.15 MILHÕES Pasto prox. á Nioaque-MS. Tel:99971-3855. Creci-2649 80284

2.281 HAS 8.500/HAS Próx. Miranda-MS dupla apitidão. 99971-3855 Creci-2649 80273

201 ALQUEIRES PASTO

4 milhões próx. á Aquidauana. 99972-3855 Creci-2649 80240

295 HS PASTO Lavora 17.000 hac. Tel:99971-3855 Creci-2649 77049

37 HECTARES Arrenda-se 37hectares em Itaporã, 99933-6060 80649

500 HECTARES Em Bonito, montada 12 mil hectares. 99933-6060 78829

ARRENDA OU VENDE 517 hectares em Por to Murtinho. 99933-6060

79859

ARRENDA-SE 250 HEC

Na BR em Nova Alvorada do Sul. Tel:(67)99914-3316 ou 99933-6060

01 ESTÂNCIA 36 HA Montada em Itapora, 15 mil sacas de soja. 99933-6060 80274

37HA NA GDE DOURADOS R$800 mil. Tel:(67)999336060

Beira Rio Dourado. 991530054 80776

MINI SITIO Á 500 MT. Da Vila Vargas á 18 km Dourados, 40x85, R$68.000,00 Tel: 9966302-0252-whats app

Terrenos 80142

20X50 PROX. EMBRAPA 55 mil. Tel:99971-3855 Creci-2649 80633

95 MIL JD. CRISTHAIS R. Manoel Bandeira. Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99906-6269 80782

ALTO DO INDAIÁ 4.200 m² 08 ter renos continuo c/ 15x35 m cada. R.Mario F. Rodrigues nº 1940 Tel:(11)98545-7440 ou (81)99924-3003. 80577

AO LADO DA MÃO BRAZ Terra Dourada Creci-6862-J Tel: 99971-1320 80615

AO LADO SAMAMBAIA 20x50 Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034

Particular. Tel: 99859-6651 80724

PORTO SEGURO 252m², aceito carro como parte pgto, para assumir parcelas. Creci 8954J. 99991-0912 80768

RES. ESPLANADA 428M² Esquina, próx. a Avenida. 99957-0207 ou 998403737

Sub esquina 12x25. Tel.99891-5252 80593

RS. MONTE CARLO 1.608,75 m² 03 terrenos continuos c/ 16,5x32,5m cada. R. João A. Rocha a 48,75 m da R. MC-12. Tel:(11)98545-7440 ou (81)99924-3003 80574

SANTA FÉ 60 MESES Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320 80727

SITIÓCA BELA VISTA Duas bem localizadas c/ ótimo preço, 1000m² cada uma de esquina. 999999980 ou 3421-9888 80769

SITIOCA CAMPO BELO 1000 m², R$75.000,00. Tel: 99998-2770 80636

80611

AV. MARCELINO PIRES 20x64 1.280 m², Creci6862-J Tel: 99971-1320 80581

BR-163 1.400M² Para Caarapó. Tel:999713855 Creci-2649 80804

SITIOCAS DUAS Ao lado Greem PQ. Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80479

TERRENO GUAICURUS 12x30 murado R$60.000,00 aceito veiculo. (67)98401-8419 72531

COND. GOLDEN PARK 02 Terrenos. Tratar: 998596651 80635

ECOVILLE I Imobiliaria Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80800

ECOVILLE II 450 m², R$37 mil. contato: Ana-99668-2459.

VILA TOSCANA Área comercial 12x30, ac. carro 99121-4616

2

Apartamentos

80579

Ao lado do Ecoville Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80733

MONTE CARLO Terreno 12x30, bem localizado, asfalto. 99840-2207 80575

NOVO PQ. ALVORADA 60 meses, Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034

R. Humberto de Campos, 1215 c/ elevador, Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320

80754

ÓTIMO APTO C/ 3QTS Apto no centro, 3 qts, sendo suíte, sala, coz, wc, area de serviço, garagem, ótima localização. R$ 1.200,00. Creci 779-J 3423-2255 ou 99956-6319 Imob. athenas 80658

PQ ALVORADA 02 QTOS Apto próx. Únigran, port. elet. tratar c/ proprietáiro. 99974-6863 80756

Apto c/ 2 qts, sala, coz, wc c/ box, área de serviço, garagem.R$ 850,00 . Creci 779-J3423-2255 ou 999566319 Imob. Athenas

80808

Rua Camilo H. da Silva. ED. Eldorado suite, 02 quartos, sala, coz, wc, A.s. R$850,00 Creci-654-J Tel: 3421-4711

02 qtos. Tel: 99929-1300 ou 99967-2098

3

Veículos e utilitários

Chevrolet

80664

PRÓX. UNIGRAN 02 qtos com elevador, R. Cider cerzosimo de souza. Tel: 3423-3027. 80755

RES. GETULIO VARGAS Apto c/ 2 qts, sala, coz, área de serviço, wc c/ box, garagem. Próx. à escola Delfhos. R$ 500,00 Creci 779-J 3423-2255 ou 99956-6310 Imob. Athenas

Apto-Venda

Novo próx. AV. Guaicurus, 160 mil. Telefone para contato: 99931-8858 80578

80613

APTO CENTRO

80805

RESID. CAIUAS

PRÓX. À UNIGRAN

AO LADO UNIGRAN

JARDIM PELICANO

80576

02 qtos, Tratar com propríetario. 99937-2908

Ed. Royal c/ elevador em constr. Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 99971-1320

Apto-Aluga

80586

EDIFÍCIO PLAZA

80796

GIRASSOL 1.800 M² Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034 ou 999711320

80787

ED. DONA JOSEFA

02 QTOS 1º ANDAR

80616

JD. DAS PALMEIRAS

REGIÃO MARACAJÚ-MS

80803

PORTO ROYALE 280M²

79569

BIOMA CERRADO

Oportunidade 1.300 hec. com 1.050 de lavoura culturão 40% á 50% de argila. Pgto: Pouca entrada e restante 4 anos. Arrenda por 1 milhão por ano. Tel: (14)99657-1881 ou (67)99610-4962

300m²/339m²/350m², excelentes terrenos. Ac. proposta creci 8954J. 999910912

RESID. ESPLANADA

Reserva legal 1.000 Has. Tel: 99971-3855 80450

PORTO MADERO

65 HECT. LAVOURA

Lotes c/ 450m², 65 mil. Creci-6862-J. Telefone para contato: 3421-0034

80582

80722

80650

80797 76680

JD. VISTA ALEGRE 4 Peças c/ wc + lavanderia. R: Arapongas, 1.350. 99915-6234

80398

Suíte, qto, sala, coz, lav, wc social. Tel: 99971-5161

80813

MINI CHÁCARA

80735

PORTO MADERO

Sítios

ED. ILHA GREGAS Imob. Gondim Creci-6862-J Tel:3421-0034 80620

80505

MÔNACO 14x36 R$170.000,00 Tel: 98184-2777

Fiat 80792

PALIO 09/10 PRATA Completo, 4 p. Tel: 996559983 80726

PALIO WEEKEND ADV 03/03, vermelho, completo. R$ 14.000,00. 999980039 80785

SIENA 1.0 2010 Completo, IPVA 2018 pg. Doc. ok 80786

SIENA 10 1.0 COMP. IPVA 2018 pg. doc.ok. R$21.600,00. Tel: 99692-9626 80781

UNO VIVACE 2013 4 p. 1º dono,13 mkm, branco. 99951-6564 80411

Ford

ED. SÃO MICHAEL Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 80627

ED. SÃO SEBASTIÃO Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 999711320 80585

EDIFICIO PADOCK Imob. Gondim Creci-6862-J Tel: 3421-0034 ou 999711320

FORD KA PRETO 2012 Completo. R$20.000,00 Tel: 99933-6060

Utilitários 80537

CAMINHÃO MERCEDES

Mercedes Benz, L1218, 3 eixos, ano 1994, boiadeiro, branco. Tel:99931-8600 ou 99860-2171


CLASSIFICADOS

80705

80807

F250 XLT 2009 CS 1Âş dono, top, prata. 999990402 80580

FIORINO PICK 1.5 gasolina R$6.800,00 Tel: 99971-3855

AR SPRINGER 10 BTU

Renault 80732

SANDERO 1.6 10/11 Compl, bem conser vado. 99840-2207

80731

Toyota

MB 1620 2010 CLASSIC 80549

Ano 2005 un.dono original. Tel: 99653-7356 80778

STRADA 14/15 CS 1.4 Working, branco, comp. R$28.000,00 IPVA pg.Tel: 99807-3363 80795

VAN DUCATO 16 LUGAR Vendo Van teto alto. Contato: 99882-5740 80371

VENDE-SE CAMINHĂƒO Truck 161 8 ano 1995 caçamba Agricula. 99976-9982

Volksvagem

80746

COROLLA 08/09 VERDE AutomĂĄtico, estado de novo. 99972-2427 80779

COROLLA 14/15 XEI Mod. Novo, 2.0 branco autom. comp. 33 mkm. Tel: 99807-3363 80743

TOYOTA HILLUX TOP

80692

Instalação, manutenção. 99655-3780

Aro 17, prata. 99963-9778

ELETRICISTA

5

Instalaçþes, manutençþes e montagem de Padrão. 99943-8856-Rodrigo. 56019

FRETE E MUDANÇA

Erisvaldo. 99699-4974 ou 3424-0386

INTERFONE

80809

10 jogos de metal, desapego. Tel: 99613-5338 76606

MOTOR MWM

FAZER 600 CC 2009 Preta unico Tel:99971-1696

dono.

6

Motor estacionario c/ gerador MWM 3424-1741/ 998778955 ou 98403-6713 80741

MOTOR PARA PORTĂƒO 80806

2mx070 com 02 cubas, desapego. 99613-5338 80569

PONTO COMERCIAL

4pts, basico, branco, unico dono, baixa km, R$15.500,00. Tel: 99618-5283

Restaurante, frente JBS, R$30 mil. 99957-7881

4

80753

PROCURO ADVOGADO Para dividir aluguel sala jĂĄ mibiliada. 99983-3438 80703

TĂ?TULO CLUBE INDAIĂ

VeĂ­culos importados

Bem localizada. 996853213 80737

VENDO LOJA R$ 40 MIL Utilidades domĂŠstica em geral. PrĂłximo ĂĄ prefeitura. Aceito proposta. 998082722

Animais FILHOTES DE SHITZU Macho R$ 500,00 e fĂŞmea R$ 550,00 puros. 999044658 80455

FILHOTES POODLE Macho c/ 25 dias. R$350,00. Tel:99959-3860

VACAS LEITE Forrageira, vagĂŁo, plantadeira, metasa 12 linhas, triturador. 99641-8293 80365

VENDE-SE 75 GARROTES E 40 novilhas, 01 petiço, 01 potranco 4º de milha. 99933-6060

Implementos AgrĂ­colas

Instalação e manutenção. 99655-3780

PIA INOX SEMI NOVA

Diversos

80501

VENDO FARMĂ CIA

80739

MESAS E CADEIRAS

80125

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018

80745

Instalação e manutenção. 99655-3780

Motos

O PROGRESSO

80653

VENDE-SE OU TROCA Por gado, 01 trator CBT 2105 c/ lâmina ano 80 e 1 caminhão 1113 boiadeiro ano 82. Tel: 99933-6060

8

Empregos e oportunidades

Titulo Proprietario R$2.500 a vista. 99949-7220 80663

TORNO MECĂ‚NICO Nardini ND:325 carcaceiro 2002. contato: Leandro F. 99979-3440

80812

PAJERO SPORT HPE

80500

2007 manual prata 4x4. Tel: 99904-1964 80799

VENDO OU TROCO L200 94, R$17 mil, faz 15 Diesel. p/car ro (-) vlr. Telefone para contato: 99905-4209

Outros 80791

HB-20 1.0 CONFORT

Line, branco. 99935-7505Alex

80734

AFINAĂ‡ĂƒO DE PIANO

AďŹ nação, regulagem e conserto de pianos. 99225-5922

AR / ELETRICIDADE

766

Instalaçþes e manutençþes e elÊtrica. Tel. 9136-0018(CLARO) / 98319067(VIVO). C/ Edvaldo. 80589

AR COND E ANTENAS

Venda, inst. manut. 999397410 ou 99277-8602

VENDE-SE (02) PONTOS De Moto Taxi, parcelo no cartĂŁo. Tel: 99912-9472

80499

VENDE-SE TROCA Espetaria em fase de acabamento próx. a Unigran ótima localização. Ac. troca. 99912-9472 80721

VENDO CONVENIĂŠNCIA Rua Monte Alegre, 5270, esquina. 99904-9240 ou 3428-5644

Costureira, com PrĂĄtica. 99693-2624 80798

CONTRATA-SE Atendente de Telemarketing enviar curriculos para: katiameireles@credigas.com.br

Procura-se Emprego O contratante deverĂĄ solicitar referĂŞncias do contratado. ATENĂ‡ĂƒO LEITOR GOLPISTAS estĂŁo postando anĂşncio nesse espaço se oferecendo para trabalhar como diarista ou domĂŠstica e quando sĂŁo contratadas acabam praticando furtos em residĂŞncias ou empresas. Antes de contratar qualquer pessoa por meio de anĂşncio, procure se informar junto Ă PolĂ­cia Civil sobre os antecedentes da pessoa interessada na vaga. O jornal O PROGRESSO nĂŁo tem qualquer responsabilidade sobre o comportamento ĂŠtico das pessoas que anunciam em seu classiďŹ cado. 80759

DOMÉSTICA OU LIMPEZA 80706

80606

TITULO DO INDAIĂ

80790

CONTRATA-SE

Em comercio c/ exp. e ref. 99802-2250

Vendo. R$ 2.300,00. 98422-4409

Mitsubishi

FIQUE ATENTO Alguns oportunistas estão ofertando emprego por meio de anúncios nesse espaço, cobrando pelo cadastro e exigindo dados pessoais dos candidatos. Fique atento para os anúncios de oferta de emprego e, na dúvida, procure informação diretamente com o futuro empregador. Não pague por cadastro. Não caia em golpe!

80699

80742

CONS. CONTEMPLADOS

GOL G-4 10/11

Vendo por metro, e motor de portĂŁo, interfone. 99964845. 80740

80761

CrĂŠd 29.990 Ent 16.600+40x519, CrĂŠd 36.000 Ent 21.000+42x504, CrĂŠd 91.000 Ent 45.600 + 42x1.580. Site: www.msconsorcios.com.br - Fone: 99144 4433 ou 99855 7147.

24219

CERCA ELÉTRICA

CERCA ELÉTRICA

99692-1502

MB 1938 LS

De janela bem conservada. Tel: 99613-5338

3

FAÇO DIà RIAS O contratante deverå solicitar referências do contratado. 80608

CONTRATA-SE Representante Comercial que jĂĄ esteja trabalha na ĂĄrea Automotiva. caminhĂŁo e maquinas agricula. Ofereço uma o portunidade de Agregar ĂĄ venda de Ă“leo e LubriďŹ cantes p/ Dourados e RegiĂľes, Remuneração, comissĂŁo. Filial Campo Grande-MS. Contato:(67) 99985-0363. 80762

CONTRATA-SE Homens e mulheres para trabalhar em casa de frango. Weimar G.Torres, 870.

E passo roupas. Telefone para contato: 3425-8547 ou 98453-9989 Maria 80728

PROCURO EMPREGO TÊcnico em agropecuåria + administração de empresa nas 2 åreas, disponível para viagem e horårio, CNH AD. Telefone para contato: 6799859-3128 80718

PROCURO TRABALHO 3x semana em apar tamentos , com exp. e ref. 99909-7931 80736

QUERO TRABALHAR Diarista ou faxineira, com referencias de universitĂĄrios de medicina . Telefone para contato: 99800-8958 ou 3428-1970 LĂşcia

80811

80552

80367

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR

Na regiĂŁo de Dourados, serviço em fazenda, sitio para cozinhar em Empresa, limpeza, tem exp. em leiteria. Solteira 2 ďŹ lhos. 99875-3477

De aux. de cozinha, limpeza ou passar roupa p/ familia. reside no Pq. Alvorada. 99658-8799-Rosi

ChĂĄcara, sitio ou fazenda de operador de PĂĄ Carregadeira. Telefone para contato: 99676-2633 ou 99877-3750-Jaime

80802

Em fazenda exp. motorista, op. de maquinas, Agropecuaria, Ela polivalente, serviços gerais. 99639-7201Leo ou 99846-9876-Leila

QUERO TRABALHAR Diarista disponivel, segunda, terça, quarta ou diurno e noturno todos os dias da semana em casas, Padaria, Lanchonetes, Pizzaria Sor veteria. Telefone para contato: 98129-6396 80794

QUERO TRABALHAR Auxiliar de serralheiro ou ser viços gerais. Telefone para contato: 99907-1614Ednaldo. 80775

QUERO TRABALHAR Casal se oferece p/ trabalhar em sitio ou chacara como caseiro c/ exp. e ref. c/ gado cria recria e engorda. 99931-2327 80771

80551

QUERO TRABALHAR

80770

QUERO TRABALHAR Serviços, gerais, entregador, jardineiro, com experiência comprovada. Gilberto-99818-9452 80678

QUERO TRABALHAR DomÊstica, diarista, acompanhante de idosos e serviços gerais. 98162-9089 80757

QUERO TRABALHAR Eletricista residencial, instalação e manutenção de ar condicionado. 99699-5185 Ronaldo 80354

QUERO TRABALHAR Tecnica em enfermagem cuidadora de idosos e pessoas especiais, interessados ligar p/ Mira 99672-2757 com referĂŞncias 80725

QUERO TRABALHAR Cozinheira forno e fogĂŁo em empresas, residĂŞncias ou fazenda. 99828-0650 80686

QUERO TRABALHAR Casal procura serviço em sitio ou fazenda exp. c/ trator, carregadeira, gado, cercas, boas ref. Cristiano-99651-2184 ou whats: 99960-0186 80556

QUERO TRABALHAR Diarista ou limpeza em comercio. Telefone para contato: 99812-4139

Pedreiro, carpinteiro, construçþes, calçadas, pisos e reformas em geral. (67) 99679-1441 Heli

(',7$/ 20XQLFtSLRGH'RXUDGRVWRUQD3~EOLFRTXHUHFHEHXGR,QVWLWXWRGH0HLR $PELHQWHGH'RXUDGRV±,0$0GH'RXUDGRV 06 D/LFHQoD$PELHQWDO 6LPSOLILFDGD± /6 Q¾  SDUD DWLYLGDGH GH 3DYLPHQWDomR $VIiOWLFD H[HFXWDGD HP 'LYHUVDV 5XDV GR %DLUUR -DUGLP 8QLYHUVLWiULR SDUWH QRPXQLFtSLRGH'RXUDGRV 06 YiOLGDDWp  

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Prefeitura Municipal de Dourados 

INSTITUTO DE MEIO AMBIENTE DE DOURADOS 

(',7$/ $ (PSUHVD GH 6DQHDPHQWR GH 0DWR *URVVR GR 6XO 6$ 6DQHVXO WRUQD 3~EOLFRTXHUHTXHUHXGR,QVWLWXWRGH0HLR$PELHQWHGH'RXUDGRVÂą,0$0GH 'RXUDGRV 06  D /LFHQoD $PELHQWDO GH 2SHUDomR  /2 SDUD DWLYLGDGH GH HVWDomRHOHYDWyULDGHHVJRWREUXWRÂą(((%/DPEDULFRPFDSDFLGDGHQRPLQDO GH  /V ORFDOL]DGD QD 5XD /DPEDUL HVTXLQD FRP 5XD 1DWDO VQ %DLUUR /DUDQMD'RFHQRPXQLFtSLRGH'RXUDGRV 06 1mRIRLGHWHUPLQDGR(VWXGRGH ,PSDFWR$PELHQWDO   

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Prefeitura Municipal de Dourados

QUERO TRABALHAR Pedreiro particular de cerâmica, corte de pedreiro eu faço tudo. 98136-8477 - Antônio constantino.

80760

QUERO TRABALHAR



INSTITUTO DE MEIO AMBIENTE DE DOURADOS 

(',7$/ $ (PSUHVD GH 6DQHDPHQWR GH 0DWR *URVVR GR 6XO 6$ 6DQHVXO WRUQD 3~EOLFRTXHUHTXHUHXGR,QVWLWXWRGH0HLR$PELHQWHGH'RXUDGRVÂą,0$0GH 'RXUDGRV 06  D /LFHQoD $PELHQWDO GH 2SHUDomR  /2 SDUD DWLYLGDGH GH HVWDomR HOHYDWyULD GH HVJRWR EUXWR Âą (((% 0RUDGD GR 6RO ORFDOL]DGD HP SDUWHGD4XDGUDGR/RWHDPHQWR-DUGLP&DQDm,QD5XD'RXUDGRVHVTXLQD FRP 5XD )UDQFLVFD GH &DUYDOKR VQ %DLUUR /RWHDPHQWR -DUGLP &DQDm , QR PXQLFtSLR GH 'RXUDGRV 06  1mR IRL GHWHUPLQDGR (VWXGR GH ,PSDFWR $PELHQWDO 


CLASSIFICADOS

4

O PROGRESSO

Dourados, quinta-feira 1Âş.2.2018

1Âş TABELIONATO DE PROTESTO DE TĂ?TULOS DA COMARCA DE DOURADOS EDITAL DE INTIMAĂ‡ĂƒO SĂŠrgio Julian Zanella Martinez Caro, TabeliĂŁo de Protesto da Comarca de Dourados - MS, FAZ SABER que se encontram para serem protestados os tĂ­tulos abaixo descritos. Por nĂŁo ter sido possĂ­vel ou cabĂ­vel a intimação pessoal no endereço fornecido pelo Apresentente, intima os devedores abaixo para pagar ou aceitar os tĂ­tulos, sob pena de protesto.

DATA LIMITE PARA PAGAMENTO 06/02/2018 1Âş TABELIONATO DE PROTESTO DA COMARCA DE DOURADOS - MS Av. Weimar G. Torres, 2077 - Centro - Telefones (67) 3422-0334 / (67) 99835-3467 (whatsapp) HorĂĄrio de atendimento: 08h Ă s 11h e das 13h Ă s 17h

PROTOCOLO 219.982-26/01/2018 220.227-30/01/2018 220.072-29/01/2018 220.073-29/01/2018 220.038-29/01/2018 220.025-29/01/2018 220.083-29/01/2018 220.009-29/01/2018 220.136-30/01/2018 220.010-29/01/2018 220.243-30/01/2018

DEVEDOR NATUREZA/TĂ?TULO ALANNA TAYLA DUARTE DSI / 110998 CANTU OESTE IMP. E EXP LTDA DMI / 7535 DUPLAN CONSTRUCAO CIVIL LTDA DMI / 1297082 DUPLAN CONSTRUCAO CIVIL LTDA DMI / 1296872 EMERSON PAULO SANTOS SILVA DMI / 57589/08 GABRIELLY KASHIWAGUTI SARUWATARI DMI / 941/10 CBI / 00319399320 JESSICA MACHADO MAXUEL DA SILVA FERNANDES CH / 000041 P E F AUTOMACAO RESIDENCIAL LTDA M DMI / 001791/004 RICARDO SIGNORETTI CBI / 12040000176426 SILVIO CABREIRA VELASQUES DMI / 137/001

VALOR R$ 50,00 266,65 2.638,74 4.874,51 1.285,00 546,00 11.599,00 1.700,00 1.014,20 43.519,20 90,00

Dourados - MS,01 de fevereiro de 2018

Ă€ PAGAR R$ 103,85 334,06 2.787,44 5.106,91 1.413,20 633,70 2.771,43 1.828,20 1.142,40 3.136,36 141,73

EMISSĂƒO 12/12/2017 04/01/2018 27/11/2017 27/11/2017 17/05/2017 27/03/2017 23/05/2016 30/10/2017 28/11/2017 01/06/2017 28/11/2017

VENCIMENTO 10/01/2018 23/01/2018 19/01/2018 19/01/2018 17/01/2018 20/01/2018 A VISTA 04/12/2017 23/01/2018 A VISTA 10/01/2018

MOTIVO Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento Falta de Pagamento

(67$'2'20$72*52662'268/ 35()(,785$081,&,3$/'()Ăˆ7,0$'268/ Gabinete da Prefeita



   



(;75$727(502'(+202/2*$d­2($'-8',&$d­2   &RP EDVH QDV LQIRUPDo}HV FRQVWDQWHV QR 3URFHVVR $GPLQLVWUDWLYR Qž  UHIHUHQWH DR3UHJmRQžTXHWHPFRPRREMHWRD&RQWUDWDomRGHHPSUHVDHVSHFLDOL]DGDSDUD IRUQHFLPHQWRPRQWDJHPHGHVPRQWDJHPGHLQIUDHVWUXWXUDQHFHVViULDYLVDQGRDUHDOL]DomR GR &DUQDYDO GH 5XD GH )iWLPD GR 6XO 06 GHQRPLQDGR )iWLPD )ROLD TXH RFRUUHUi QRV GLDVHGHIHYHUHLURGHQRVWHUPRVGRDUWLQFLVR9,GD/HL)HGHUDOQž H/HL)HGHUDOQžHP VXDDWXDOUHGDomR +RPRORJDH$GMXGLFDR SURFHGLPHQWR OLFLWDWyULR HP QRPH GD HPSUHVD '25,*$1 ,1'8675,$ ( &20e5&,2 '( (48,3$0(1726 086,&$,6 (,5(/,  0( QR YDORU WRWDO GH 5  FHQWR H TXDUHQWDPLOGX]HQWRVHFLQTXHQWDUHDLV   )iWLPDGR6XO06HPGHMDQHLURGH 

 ,/'$6$/*$'20$&+$'2 3UHIHLWD0XQLFLSDO



     

SĂŠrgio Julian Zanella MartĂ­nez Caro TabeliĂŁo de Protesto

(67$'2'(0$72*52662'268/ 35()(,785$081,&,3$/'()Ăˆ7,0$'268/ *$%,1(7('$35()(,7$

3257$5,$1ž'('(-$1(,52'(

 Concede Licença para tratamento de Saúde aos servidores que menciona e då outras providências  ,/'$6$/*$'20$&+$'2 3UHIHLWD0XQLFLSDOGH)iWLPDGR6XO (VWDGRGH0DWR*URVVRGR6XOQRXVRGDVDWULEXLo}HVTXHOKHFRQIHUHRLQFLVR9,, GR$UWLJRGD/HL2UJkQLFDGR0XQLFtSLR    5(62/9(  

$UWž&21&('(5/LFHQoDSDUD7UDWDPHQWRGH6D~GHDRV6HUYLGRUHV3~EOLFRV 0XQLFLSDLV UHODFLRQDGRV QR $QH[R Ă’QLFR GHVWD /RWDGRV QDV GLYHUVDV 6HFUHWDULDV GHVWD 0XQLFLSDOLGDGH FRQIRUPH %ROHWLP GH ,QVSHomR 0pGLFD %,0 QRV7HUPRVGRV$UWLJRVHGD/HL&RPSOHPHQWDUQž GH 

$UWž (VWD SRUWDULD HQWUD HP YLJRU QD GDWD GH VXD 3XEOLFDomR HRX DIL[DomR UHYRJDGDVDVGLVSRVLo}HVHPFRQWUiULR 

*$%,1(7('$35()(,7$081,&,3$/'()Ăˆ7,0$'268/ 06 DRV YLQWH H QRYH GLDV GR PrV GH MDQHLUR GR DQR GH GRLV PLO H GH]RLWR      ,/'$6$/*$'20$&+$'2

3UHIHLWD0XQLFLSDO 

$1(;2Ă’1,&2 3257$5,$1ž'('(-$1(,52'(  120( $1'5($0$5,$'(2/,9(,5$&267$ $1'5($0$5,$'(2/,9(,5$&267$ (/$,1(6$1&+(6'(0285$ (/$,1(6$1&+(6'(0285$ -26e1(9(65,%(,52 0$5,(/*$9,(,5$'$6,/9$%$55(72 1$,$5$'($/0(,'$32572 7,$*2&$5'2627(,;(,5$ 7+$Ă‹6:(55$'Âś,332/,72-$18Ăˆ5,2 52'5,*8(6

&$5*2

35$=2

352552*$d­2

3(5,2'2

021,725'(352*62&,$,6 021,725'(352*62&,$,6 021,725'(352*62&,$,6 021,725'(352*62&,$,6 02725,67$ *$5, 021,725'(&5(&+( 9,*,$ 352)(6625

',$6 ',$6 ',$6 ',$6 ',$6 ',$6 ',$6 ',$6 ',$6

1­2 1­2 1­2 6,0 6,0 6,0 1­2 1­2 1­2

$ $ $ $ $ $ $ $ $

  

,/'$6$/*$'20$&+$'2

3UHIHLWD0XQLFLSDO

(67$'2'20$72*52662'268/ 35()(,785$081,&,3$/'()Ăˆ7,0$'268/ Gabinete da Prefeita



 

  352&(662$'0,1,675$7,921ž ,1(;,*,%,/,'$'('(/,&,7$d­21ž   (;75$72'(,1(;,*,%,/,'$'(   3DUWHV 35()(,785$081,&,3$/'()Ăˆ7,0$'268/06 '25,*$1,1'Ă’675,$(&20e5&,2'((48,3$0(1726086,&$,6(,5(/,0(  2%-(72 &RQWUDWDomR GH HPSUHVD FRP &DUWD GH ([FOXVLYLGDGH GDV EDQGDV PXVLFDLV %$1'$ $48$ H %$1'$ .$d$0%$ SDUD UHDOL]DomR GH VKRZVPXVLFDLV QR FDUQDYDO GH UXD GH )iWLPD GR 6XO 06 GHQRPLQDGR )Ăˆ7,0$ )2/,$  TXH VHUiUHDOL]DGRQRVGLDVHGHIHYHUHLURGH  9$/255 FHQWRHFLQTXHQWDHFLQFRPLOUHDLV

 )XQGDPHQWR /HJDO $UW LQFLVR ,,, GD /HL )HGHUDO Qž  H DOWHUDo}HV SRVWHULRUHV  &20,66­2 3(50$1(17( '( /,&,7$d­2 GD 3UHIHLWXUD 0XQLFLSDO GH )iWLPD GR 6XO06HPGHMDQHLURGH   ('621/8,=52'5,*8(63(5(,5$ 3UHVLGHQWHGD&RPLVVmR3HUPDQHQWHGH/LFLWDomR 

( (67$'2 2'(0$ $72*5 52662'268/ 35( ()(,785$081 1,&,3$/'('2 285$' ',1$ 6HFUHHWDULD0X XQLFLSDOOGH$GP PLQLVWUDoomRH)LQ QDQoDV   (;7 75$72'2 2&2175$7 721¾    352 2&(662±',63(16$   3$5 57(6 ± 35 5()(,785$ $ 081,&,3 3$/ '( '285$',1$ ' $ ± 06 H H &(1752 2 '( ,17( (*5$d­2(035(6$(6&2/$± ±&,((  XLomRSDUD LQWHUPHGLDomR H DG GPLQLVWUDomR R QD 2%-(72 ± FRQWUDWDomR GH LQVWLWX TXHHVWDEHOHFHD/HL) )HGHUDOQ¾ GH GH FRQWUUDWDomRGH HVWDJLiULRVVjOX]GRT PEUR GH   YLVDQGR R GHVH HQYROYLPHQWWR GH DWLYLG GDGHV SDUD D SURPRom mR GD VHWHP LQWHJ JUDomR DR PHUFDGR P GH H WUDEDOKR GH G DFRUGR FRP D &RQ QVWLWXLomR )H HGHUDO $UW  ,QFLVR,,,H$UW ,QFLVR ,9 DWUDYpVGDRSHUDF FLRQDOL]DomRGHSURJUD DPDVGH(V VWiJLR (  FRQIRUPH H HVSHFLILFD Do}HV FRQV VWDQWHV QD SURSRVWD H QR SUHV VHQWH GH (VWXGDQWHV FRQWUUDWR  )81'$0(172 2/(*$/$ $UWLQF;,,,GD/HL  9$/25 727$/ / 5   FHQ QWR H QRYHQ QWD H XP PLO P TXLQKHQWWRV H GH] UH HDLV  TXHFFRUUHVSRQGHD GR]]H SDUFHODVVPHQVDLVH HVWLPDGDVG GH5 GH]HVVHWH PLOH HTXDWURFHQWWRVHGH]UH HDLV ILFDQG GRHVWDEHOHF FLGR D  5   UHIH HUHQWH D %R ROVD $X[tOLR VHQGR 5   TXLQKHQWRV UHDLV  U SDUDHQVLQRVXS SHULRUH5  TXD DWURFHQWRVUUHDLV SDUDHQVLQRPpG GLR E  5 UHIHUH HQWHD$X[LLOLR7UDQVSR RUWHVHQGR 5 FLQTXHQWDUUHDLV  SRUD DOXQR 5 F  UHIH HUHQWHD7D[[DGH$GPLQ QLVWUDomRVVHQGR5  TXDUH HQWDH VHWHUHDLV SRUD DOXQR  $=2 RQ]]H PHVHVDFRQWDUGD DDVVLQDWXUD DGRFRQWUDWR R 35$  $66,1$0 -HD DQ 6pUJLR &ODYLVVR & )R RJDoD ± SHOD &RQWUDWWDQWH &ODX XGLR 5RGULJ JR GH 2OLYHHLUDSHOD&RQWUDWDGD D 'RXUDGLQD± ' 06GHMDQHLURGH 

Retificação do Aviso de Resultado – Adjudicação e Homologação publicado no DiĂĄrio Oficial do Estado, do dia 15 de janeiro de 2018, na pĂĄgina 39 e no jornal O Progresso do dia 13/14 de janeiro de 2018, pĂĄgina 4, passando a ser: AVISO DE RESULTADO – CLASSIFICAĂ‡ĂƒO PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 108/2017-PREGĂƒO PRESENCIAL N° 089/2017 O MunicĂ­pio de CaarapĂł, Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Pregoeira, torna pĂşblico o RESULTADO do Processo Administrativo NÂş 108/2017, PregĂŁo Presencial NÂş 089/2017, cujo objeto ĂŠ Aquisição de materiais permanentes fracassados e desistentes do Processo Administrativo 083/2016 e PregĂŁo Presencial 063/2016, referente a proposta cadastrada no MinistĂŠrio da SaĂşde nÂş97536.097000/1140-01, emenda Federal 2014, conforme Anexo I do Edital e solicitação do Fundo Municipal de SaĂşde, que foi CLASSIFICADO pela pregoeira Ă s empresas: a)-HDX COMERCIAL EIRELI – ME CNPJ nÂş 24.039450/0001-56, com sede Ă  Rua C – 240 nÂş 248, QD 560 Lt 13, Sala Frente – Jardim AmĂŠrica, na cidade de Goiânia – GO CEP74.275-260, para fornecer o item 01, 02, conforme descritos no Anexo I do edital, perfazendo um valor total de R$ 41.800,00 (quarenta e um mil e oitocentos reais); b)- MC MEDICALL PRODUTOS MEDICO HOSPITALARES - EIRELI - ME, CNPJ nÂş 27.330.244/0001-99, com sede na Avenida ParanĂĄ, nÂş 8053, Bairro Zona III, na cidade de Umuarama - PR, CEP 87.502000, para fornecer os itens 05, 06 e 07, conforme descritos no Anexo I do edital, perfazendo um valor total de R$ 38.439,00 (trinta e oito mil quatrocentos e trinta e nove reais);c)-PHB JUNIOR REFRIGERAĂ‡ĂƒO EIRELI – ME CNPJ nÂş 23.936.600/0002-42, com sede Ă  Avenida GoiĂĄs, nÂş 196, bairro Setor Industrial, na cidade Gurupi – TO, CEP: 77.410-010 para fornecer o item 04, conforme descrito no Anexo I do edital, perfazendo um valor total global de R$ 36.127,00 (trinta e seis mil cento e vinte sete reais). Totalizando o valor global de R$ 116.366,00 (Cento e dezesseis mil trezentos e sessenta e seis reais). Observando que o item 03 foi declarado FRACASSADO devido aos catĂĄlogos apresentados estarem em desacordo com o ANEXO I – Proposta detalhe do edital, conforme especificaçþes e preço constantes na Ata de SessĂŁo PĂşblica deste certame CaarapĂł-MS, 12 de janeiro de 2018 Maria InĂŞs da Silva Pregoeira HOMOLOGO E ADJUDICO o resultado supra MĂĄrio ValĂŠrio Prefeito Municipal

(;75$72'26(*81'27(502$',7,92$2&2175$72    &2175$7$17( ,35()68/ Âą ,17,7872 '( 35(9,'Ç1&,$ 62&,$/ '26 6(59,'25(6081,&,3$,6'()Ăˆ7,0$'268/Âą06  &2175$7$'2&2062)7:$5(3$5$$5($38%/,&$/7'$Âą0(  2%-(72 /2&$d­2 '( 6,67(0$ '( )2/+$ '( 3$*$0(172 ( 5(&85626+80$126  9$/25'2&2175$725 21=(0,/48,1+(1726(6(7(17$( 6(,65($,6(&,148(17$('2,6&(17$926   9,*Ç1&,$D  )250$ '( 3$*$0(172 0(16$/ 5  129(&(1726 ( 6(17$ ( 48$7525($,6(6(7(17$(80&(17$926 DWpRÂ? TXLQWR ',$Ă’7,/'( &$'$0Ç6  &/$66,),&$d­2(/(0(172'('(63(6$Âą2875266(59,d26 '(7(5&(,526Âą3(662$-85Ă‹',&$   )81'$0(17$d­2/(*$/$UWLJR,1&,62Â?GD/HL  $66,1$17(6  0$5,9$/'26,/9$'(628=$ ,35()68/  25*,1,2&(=$50('(,526 &2062)7:$5(3$5$$5($38%/,&$/7'$Âą0(   

$9,62'(/,&,7$d­2 720$'$'(35(d261ž 352&(662$'0,1,675$7,921ž  2 0XQLFtSLR GH ,WDSRUm (VWDGR GH 0DWR *URVVR GR 6XO DWUDYpV GD &RPLVVmR 3HUPDQHQWH GH /LFLWDo}HV WRUQD S~EOLFR SDUD FRQKHFLPHQWR GRV LQWHUHVVDGRV TXH SURPRYHUi FHUWDPH OLFLWDWyULR QD PRGDOLGDGH 720$'$ '( 35(d26  WLSR Âł0HQRU 3UHoR  *OREDO´  UHODWLYR DRSURFHVVR VXSUD D VHU SURFHVVDGRHMXOJDGRQRVWHUPRVGD/HL)HGHUDOQžHVXDVDOWHUDo}HVGD/HL&RPSOHPHQWDU QžHVXDVDOWHUDo}HVHGDVQRUPDVFRQWLGDVQRHGLWDO  2%-(72 &RQWUDWDomR GH HPSUHVD GH HQJHQKDULD SDUD H[HFXomR GRV VHUYLoRV GHSLQWXUD WURFD GH FREHUWXUDHDGHTXDo}HVQD(VFROD5R]DQLD0RXUD/LPDHGHDFRUGRFRPRSURMHWREiVLFRPHPRULDO GHVFULWLYRSODQLOKDRUoDPHQWiULDHFURQRJUDPDItVLFRILQDQFHLURSDUWHLQWHJUDQWHGRHGLWDO  '$7$'$$%(5785$'()(9(5(,52'(jV+RUDV  /2&$/ '$ 5($/,=$d­2 '$ 6(66­2 3Ă’%/,&$ '2 35(*­2 3UHIHLWXUD 0XQLFLSDO 6LWR D 5XD 'XTXHGH&D[LDVQž&HQWUR6HWRUGH/LFLWDomRÂą0XQLFtSLRGH,WDSRUm06  3RGHUmR SDUWLFLSDU GD SUHVHQWH OLFLWDomR RV LQWHUHVVDGRV TXH HVWHMDP GHYLGDPHQWH FDGDVWUDGRV QR &DGDVWUR &HQWUDO GH )RUQHFHGRUHV GR 0XQLFtSLR GH ,WDSRUm  06 RX TXH DWHQGHUHP D WRGDV DV FRQGLo}HV H[LJLGDV SDUD FDGDVWUDPHQWR DWp R WHUFHLUR GLD DQWHULRU j GDWD GR UHFHELPHQWR GDV SURSRVWDV  2 (GLWDO H VHXV DQH[RV HVWDUmR j GLVSRVLomR GRV LQWHUHVVDGRV QR VLWH GR 0XQLFtSLR GH ,WDSRUm QD VHomR 3RUWDO GD 7UDQVSDUrQFLD OLQN ZZZLWDSRUDPVJRYEU  KWWSLWDSRUDPVGGQVQHW75$163$5(1&,$ RXQDVHGHGD3UHIHLWXUD0XQLFLSDOGH,WDSRUm  0DLRUHV,QIRUPDo}HVUHIHUHQWHVDRFHUWDPHSRGHUmRVHUREWLGDVMXQWRDR6HWRUGH/LFLWDomRQRKRUiULR GHDWHQGLPHQWRDRS~EOLFRQRHQGHUHoRVXSUDFLWDGRRXDWUDYpVGRWHOHIRQH    ,WDSRUm06GH-DQHLURGH   &/$8',20$5/,0$'$6,/9$ 3UHVLGHQWHGD&3/



$1(;2,, 3257$5,$1ž'('(-$1(,52'(  120(

&$5*2

35$=2

352552*$d­2

3(5,2'2

0$5,$'$6*5$d$6'$6,/9(,5$&$%5$/ 0$5,$5$,081'$3(5(,5$

$8;'(6(59,d26*(5$,6 $*(17(&2081,7Ăˆ5,2'( 6$Ă’'( $*(17($'0,1,675$7,92 $*(17('(6$Ă’'(3Ă’%/,&$ , $*(17($'0,1,675$7,92 $*(17('(6$Ă’'(3Ă’%/,&$ ,,

',$6 ',$6

1­2 1­2

$ $

',$6 ',$6

1­2 6,0

$ $

',$6 ',$6

1­2 1­2

$ $

0,5,$1&$0$5*2181(6 526(1(,'('(628=$9(1$1&,20$=277( 6,/9,$0$5,$'(/,0$$0$5$/ 68(/,)(55(,5$'$6,/9$

  

,/'$6$/*$'20$&+$'2

3UHIHLWD0XQLFLSDO 

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA Gabinete do Prefeito  PORTARIA nÂş 29 DE 24 DE JANEIRO DE 2.018. “DispĂľe sobre cedĂŞncia de servidora PĂşblica Municipal, e dĂĄ outras providĂŞnciasâ€?.

JEAN SÉRGIO CLAVISSO FOGAÇA, Prefeito Municipal de Douradina, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais que lhe confere por Lei,

desta Municipalidade;

CONSIDERANDO o parecer do Procurador JurĂ­dico

R E S O L V E: Art. 1º - AUTORIZAR A CEDÊNCIA com ônus para a origem da servidora pública municipal Srª. Judite Carmos Santos, lotada na Secretaria Municipal de Educação, ocupante do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, Nível I, Classe C, para desenvolver suas atividades laborativas na Secretaria Municipal de Educação do Município de Rio Brilhante-MS, tendo em vista a cedência da senhora Marli Barbosa da Silva Goes daquela municipalidade. Art. 2º - Esta portaria entrarå em vigor na data de sua publicação ou afixação no mural localizado no åtrio do edifício sede Prefeitura Municipal, retroagindo seus efeitos a partir de 02/01/2018. Art. 3° - Revogadas as disposiçþes em contrårio. Douradina - MS, 24 de janeiro de 2018.

Jean SÊrgio Clavisso Fogaça Prefeito Municipal

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA Gabinete do Prefeito  PORTARIA nÂş 30 DE 24 DE JANEIRO DE 2.018. “DispĂľe sobre cedĂŞncia de servidor PĂşblico Municipal, e dĂĄ outras providenciasâ€? JEAN SÉRGIO CLAVISSO FOGAÇA, Prefeito Municipal de Douradina, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais que lhe sĂŁo conferidas por Lei, CONSIDERANDO o oficio nÂş 010/GP/2018 do Prefeito Municipal Sr. Arlei Silva Barbosa, que requer cedĂŞncia de servidor ao MunicĂ­pio de Nova Alvorada do Sul; CONSIDERANDO o parecer da Procuradoria JurĂ­dica desta Municipalidade, conforme a lei Complementar 069/2017 no art. 157, que dispĂľe expressamente que o MunicĂ­pio concedente poderĂĄ ceder servidor a outro ĂłrgĂŁo ou municĂ­pio; RESOLVE: Art. 1Âş - AUTORIZAR A CEDĂŠNCIA sem Ă´nus para a origem do servidor pĂşblico municipal Sr. Francisco Freitas da Silva, lotada na Secretaria Municipal de Viação Obras e Serviços PĂşblicos, ocupante do cargo de provimento efetivo de Auxiliar de Serviços Gerais, NĂ­vel I, Classe C, para desenvolver suas atividades laborativas Junto a Prefeitura Municipal de Nova Alvora do Sul. Art. 2Âş - Esta portaria entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação ou afixação no mural localizado no ĂĄtrio do edifĂ­cio sede Prefeitura Municipal, retroagindo seus efeitos a partir de 02/01/2018. Art. 3° - Revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito Municipal, aos vinte e quatro dias do mĂŞs de janeiro do ano de dois mil e dezoito. Jean SĂŠrgio Clavisso Fogaça Prefeito Municipal

Edição de 01/fevereiro de 2018  
Edição de 01/fevereiro de 2018  
Advertisement