Issuu on Google+

O PR PROGRESSO

DOuRADOs Ms AnO 62 nº 11.678

Sábado/domingo 29/30 de dezembro de 2012

HHHHH

R$ 2,00

Pensamento e ação por uma vida melhor

FuNDADOR WEIMAR TORRES DiRetORA-pResiDeNte AdIlES dO AMARAl TORRES

Futebol Ganso garante que 2013 será seu ano no são paulo Pág. e2

Meio Ambiente Autorização para visitação na Gruta Azul é renovada

economia seguro obrigatório para automóveis terá novos valores

Pág. A6

Pág. A5

Classificados

500

ANúNCiOS nesta edição

Prefeito Murilo Zauith mantém cinco secretários

O PROGRESSO só retorna na próxima quinta-feira

O prefeito reeleito de dourados definiu sua equipe de trabalho e manteve cinco secretários. A posse do prefeito, vice-prefeito e dos vereadores será realizada na manhã da próxima terça-feira, dia 1º, durante solenidade na Câmara Municipal Pág. A3

O PROGRESSO não vai circular no dia 31 de dezembro e nem nos dois primeiros dias de janeiro. O jornal retorna com com sua edição na quinta-feira, 3 de janeiro. Na quarta-feira, dia 2, o Departamento Comercial do jornal funcionará a partir das 13h.

Mega da Virada congestiona as lotéricas de Dourados

Bonito é o lugar certo para a virada do ano

Vidente faz previsões positivas para 2013 Hédio Fazan

A Mega da Virada vai sortear o maior prêmio da história das Loterias da Caixa, na próxima segunda-feira: serão R$ 230 milhões. Se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será dividido entre os acertadores da Quina e assim por diante. Apostas podem ser feitas até as 14h de segunda-feira. Pág. d4

Bonito, distante cerca de 260 km de Dourados, é um dos lugares ideais para curtir a virada do ano. Neste final de ano a cidade proporcionará vários eventos relativos à virada de ano, em especial o Alto Astral no Madeiral, uma festa que privilegia o melhor da música brasileira. Pág. d2

Idosos têm os funcionários do Lar como sua família Pág. d3 deputado Onofre Agostini

Cerca de 360 crianças e adolescentes são vítimas de violência no país todo dia

Financiamento público pode ser votado em 2013

PÁG. A7 Polícia aplicará Lei Seca com rigor neste fim de ano

Em tramitação no Congresso já há mais de uma década, propostas de reforma política continuam dividindo as opiniões entre os deputados. “Muitos dizem que falta dinheiro para a saúde, para a educação e vamos pôr na política?”, indaga o deputado Onofre Santo Agostini (PSD-SC). Pág. A4

PÁG. E4 A vidente Leda Maria denir prevê que 2013 será um ano de muitas mudanças em dourados, com acontecimentos que devem melhorar a vida de quem mora na cidade. Agricultura, política, comércio são as áreas que vão se destacar no novo ano que se aproxima Pág. d1

Setor público tem déficit de R$ 5,515 bi A maior parte do déficit do mês passado foi gerada pelo governo central O setor público consolidado (governo central, governos regionais e empresas estatais, exceção da Petrobras e Eletrobras) registrou déficit primário de R$

O TEMPO HOjE

33º Máxima 20º Mínima

economista Tulio Maciel

sol e nuvens durante o dia. períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

AMAnHÃ

31º Máxima 17º Mínima

5,515 bilhões em novembro. A divulgação foi feita ontem pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel. O dado é bem inferior a previsões de analistas, que esperavam um superávit de R$ 1,8 bilhão a R$ 11,8 bilhões, intervalo que gerou uma mediana de R$ 5,1 bilhões. Pág. A5

sol e nuvens durante o dia. períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Comércio de Dourados vai sortear carro

Caixa assina contrato para 1.850 casas

Lojistas de Dourados que aderiram à campanha da Camara de Dirigentes Lojistas de Dourados (CDL) estão distribuindo cupons que darão direito a concorrer a um carro Cruze 0 Km. Pág. d2

A Caixa Econômica Federal assina hoje contrato para construção de 1.850 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida distribuídas em três municípios de MS. Pág. d2

SEGundA

36º Máxima 17º Mínima

LOTERIA

lOTOFÁCIl - COnCuRSO 848

02 - 03 - 05 - 08 - 09 - 13 - 14 16 - 17 - 18 - 19 - 21 - 23 - 24 - 25

duPlA SEnA - COnCuRSO 1137

1º sorteio: 06 - 14 - 24 - 34 - 43 - 49 2º sorteio: 12 - 14 - 24 - 31 - 34 - 40

QuInA - COnCuRSO 3081

33 - 36 - 39 - 44 - 62

sol e aumento de nuvens no período da manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

ÍndIcE

CAdERnO A OPInIÃO POlÍTICA ECOnOMIA MEIO AMbIEnTE bRASIl/MundO VEÍCulOS dIA A dIA ESPORTES/POlÍCIA dMAIS ClASSIFICAdOS TOTAl

1 2 3e4 5 6 7 8 1a4 1a4 1a8 1a8 32

Jovem é estrangulada no Parque do Lago II em dourados PÁG. E4


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

2

Opinião

Esperança renovada

N

a segunda, quando os relógios marcarem meia-noite, as pessoas estarão renovando as esperanças num ano melhor ao celebrarem a chegada de 2013, quando todos aqueles que têm fé estarão agradecendo as conquistas de 2012 e pedindo a Deus um futuro melhor no ano que se inicia. Assim tem sido a vida de milhões de brasileiros: limitada à esperança por dias melhores, por pessoas melhores, por governos melhores. É uma esperança que parece não ter fim, mas, ao mesmo tempo, é uma realidade que parece cada vez mais distante, mais impossível de ser alcançada senão por todos, pelo menos pela maioria. É neste momento que as preces são elevadas ao Criador, no pedido de perdão pela arrogância, a cobiça, a inveja, a mentira, a blasfêmia, ao orgulho que insiste em fazer parte do cotidiano de cada um. A fé é tanta que Ele, na sua infinita bondade, perdoa e deixa Seus filhos livres dos fardos dos pecados. Todos poderiam aproveitar a chegada de um ano novo para fazer a diferença. Quem

EDITORIAl sabe, as pessoas ao pedirem Portanto, se você está no perdão pelas falhas possam rol daqueles que aproveitam empenhar o voto de fazer um 2013 diferente, o fim de ano para exercitar a bondade, pense mais justo, humano, fraterno, verdadeiro, em como o mundo seria diferente se todos tomado pela ética e pelo desejo de realizar tivessem essa postura o ano inteiro. Portanto, algo de bom em benefício do próximo. aqueles que podem, devem fazer do seu Pouco adianta, porém, o pedido de perdão dia a dia um gesto de solidariedade, sem sem a conscientização que o bem-estar da esperar nada em troca, mas sempre disposto coletividade depende das ações de cada um. a amenizar o sofrimento daqueles que foram Por isso é importante que todos abandonados pela sorte e façam a coisa certa, praticando pelos governantes. O exercício O exercício da o bem e a caridade, perdoando da bondade, da cidadania, solidariedade e e amando, sendo justo consigo da benevolência, deve ser da fraternidade e com os outros. O espírito praticado sempre, todos os deve ser diário bondoso que invade as pessoas dias. Aos poucos, aqueles que neste período de festejos de praticam o bem começam a ano novo deve ser cultivado ao longo de todo o perceber que a própria vida está mudando ano, de forma que a vida fique menos amarga para melhor. Abandone a avareza, a cobiça e a e mais otimista. Não basta ser samaritano gula, passe a trabalhar para que outras pessoas apenas neste período e depois passar o resto também tenham acesso ao sagrado alimento do ano tratando o semelhante como inimigo. É do cotidiano. Não espere ser chamado para preciso ser solidário sempre, mesmo porque, as ajudar, ajude por iniciativa própria e descubra pessoas carentes não sentem fome, sede e frio, que o sentido da vida está em dividir, em ser ou sofrem de solidão somente nesta época. solidário e fraterno.

Bom seria se esse espírito de solidariedade também invadisse a mente dos homens públicos. Bom seria se eles deixassem de pensar apenas no benefício próprio ou de grupos e atuassem mais para a coletividade. Bom seria se eles acordassem para o fato de que a coisa pública deve ser tratada como um bem do povo e não como uma empresa particular. Na esperança por dias melhores, segunda-feira, quando os relógios marcarem 24h, as pessoas estarão se abraçando numa grande confraternização que, a exemplo do que acontece todos os anos, marcará a renovação da esperança por dias melhores. Não que 2012 tenha sido de todo ruim, mas é inerente do ser humano a busca por melhores condições de vida, de trabalho, de lazer, da ascensão social e da fraternidade. Todos esses pontos são importantes, mas o ideal seria que todos aproveitassem o ano que bate às suas portas para renovar não apenas a esperança em dias melhores mas, sobretudo, para renovar os votos de amizade, fraternidade e solidariedade ao longo de 2013.

2012, um ano que marcou wAlDIR GuERRA*

*Membro da Academia Douradense de Letras; foi vereador, secretário do Estado e deputado federal

N

ada melhor para se fazer hoje, quando o ano se encerra, que relembrar as coisas importantes que nos marcaram em 2012. Aposto que você já fez retrospectiva pessoal do ano que está findando. Pois vou fazer a minha também e começar pelo acontecimento

que considero ter sido o mais importante para mim neste ano: minha saída de Dourados. Algumas datas na vida da gente ficam marcadas profundamente e o ano 2012 ficará fixado na minha memória por esse acontecimento, a partida de Dourados. Não somente Dourados, mas o próprio Mato Grosso do Sul estará sempre em minha memória, pois grandes realizações na minha vida aconteceram lá. E foram muitas coisas boas nesses mais de trinta anos de convivência com um povo bom e carinhoso. Gostei e me dei bem lá; e valeu a pena! A prova disso é o diploma que vejo agora pendurado na minha frente, o Título de Cidadão Douradense. Não vivo mais lá, mas

acontecimentos muito continuarei sendo sempre um importantes. O primeiro deles cidadão sul-mato-grossense, foi o julgamento do mensalão até porque, a Academia pelo Supremo Tribunal Douradense de Letras me Federal. Os membros do STF proclamou um douradense se superaram nessa missão – imortal; coisa que muito me com algumas exceções, como orgulha. se viu – e desmascararam Dos outros fatos pública e abertamente importantes neste ano que se políticos que desviaram finda, um deles, também me recursos públicos para marcou muito e confesso que conquistar e sofri com ele: Algumas datas se manter no foi a queda poder. do Palmeiras na vida da gente O segundo para a segunda ficam marcadas acontecimento divisão. Até profundamente foi ver o hoje não me Congresso conformo com Nacional se depreciar perante isso e até prefiro nem alongar este assunto senão vou acabar os demais poderes. Aqui um adendo para dizer prejudicando minha saúde. que concordo com os que O ano de 2012 ficará bem afirmam ser o Congresso o marcado e não apenas poder mais importante numa na minha memória, mas, República. Sei que nosso sobretudo, na história governo é republicano e brasileira, por dois

pretende ser uma democracia baseando-se em três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. Sei que uma democracia só sobrevive se os três Poderes forem equivalentes, ou como melhor disse Montesquieu, uma necessária equipotência entre eles. Sim, um equilíbrio de poderes, mas também sei que o Congresso é mais representativo e isso me permite dizer que ele, Congresso, dos três poderes é o maior. Deveria ser o maior, mas em 2012 se fez o menor dos três poderes. Há anos o Congresso vem a reboque do Executivo que o atropela com Medidas Provisórias e faz dele gato e sapato. Agora vem o Judiciário, através de seu poder máximo, o STF, afirmando que a última palavra para cassar

congressista é dele e não do Congresso. Isso já seria o suficiente para rebaixá-lo mais um pouco, mas um ministro do STF (Luiz Fux) bate mais fundo e determina como a Câmara dos Deputados deve se conduzir para votar a Lei dos Royalties na exploração do Pré-sal. Deputados e senadores tentaram reagir, até espernearam, mas acabaram se submetendo e deu no que deu, o ano de 2012 expôs um Congresso submisso – o que vale dizer, incompetente. E mais coisas importantes poderiam ser ditas deste 2012, mas as que mais me marcaram foram essas e, para encerrar o ano, nada melhor para fazer hoje que dizê-las.

w.guerra@terra.com.br

Os dias da semana e suas implicações JOSé AlbERTO VASCONCEllOS*

*Membro da Academia Douradense de Letras

H

oje é segunda-feira! Dizia alguém, visivelmente alarmado. Seu interlocutor ouviu, entendeu o drama, e emendou: — Véspera de terça, e depois de amanhã, já será quarta-feira, véspera de quinta-feira! E já acabou a semana, porque as sextas-feiras só servem para as “pontes”; é quando o sujeito faz um “vale” para custear o pedágio nessas “pontes” que, invariavelmente, atravessam os “leitos” de vários dias. Então chegou alguém e os dois que conversavam

sobre a semana, consultaram o recém-chegado, sobre o que ele achava dos dias que compõem a semana. Principalmente das segundasfeiras! O recém-chegado, culto, pessoa “remediada” financeiramente, disse que a segunda-feira tinha de ser analisada sob dois aspectos: o primeiro, seria tê-la como o dia que marca o início de uma jornada semanal, que entendia oportuna para trabalhar e provar que se é útil ao País. O segundo aspecto, ao contrário do primeiro – para aqueles que podem – uma semana possui apenas dois dias. Dada a situação privilegiada e invejável do sujeito, ele tem uma agenda apenas com sábados e domingos. Às vezes, é compelido a ampliar essa resumida e adorável semana de dois dias, por motivo de força maior, nesta hipótese acrescenta à sua semana horas

– apenas horas – dá início a ela amigo: usa a bermuda, como na sexta-feira, às l8 horas, em uma pessoa normal. No ponto! domingo, enfim, usa o pijama falamos sobre a semana, e fica na cozinha, dando que pode ser inglesa ou palpites. matuta, forçoso é lembrarmos É uma vida regrada, temos também, das pessoas que de reconhecer, emoldurada trabalham nesse período de por um fundo musical tempo e suas manias. Dentre encrespado no compasso de elas – na semana inglesa – dois movimentos: “Allegro há os ritualistas (pessoas com brio”, durante a semana; que mantém e aos sábados Tem-se também a um ritmo e domingos: de trabalho “Moderato semana rural, que padronizado senza aspettare cobra serviço sete durante a niente.” dias por semana semana): eles Tem-se dependuram também a cinco camisas, cinco gravatas semana rural, que cobra e cinco paletós, em linha; serviço sete dias por semana: segue, no fim da linha, uma ordenha das vacas, aparte dos bermuda e depois um pijama. bezerros e outras implicações Nos primeiros cinco dias da que consomem os sábados e semana, de segunda a sextaboa parte dos domingos. O dia feira o ritualista usa, cada dia, mais difícil para o caboclo é o uma camisa, uma gravata e sábado, quando precisa tomar um paletó; no sábado, dia que banho e trocar as roupas que utiliza para cortar os cabelos usou durante a semana. Fora ou a grama, ir ao mercado, disso, banho só com as chuvas cuidar do carro, visitar um que toma nas costas quando

no campo. Uma semana para o agiota, é um quarto do rendimento mensal. Para o devedor, cada semana sem dormir pensando na dívida, é um sofrimento parcelado! A semana, indubitavelmente, é muito importante para a vida das pessoas. Há um adágio que diz: “piano piano si va lontano” (devagar se vai ao longe) pois é também de semana em semana, que o sujeito passa de idoso para antigo; o RG. amarela e a boca fica banguela! Nunca deixe para a próxima semana o que pretende fazer hoje, tenha certeza, na próxima você estará mais velho e talvez não aproveite tanto como teria aproveitado, se fosse uma semana mais jovem! Li certa vez, num quadro em uma parede: “A vida é feita de tempo, não o desperdice!” Contudo, quantas pessoas desperdiçam o tempo de vida,

sentadas na sarjeta fumando “crack” ou pagando uma dívida social numa jaula. Jogam fora o que de melhor Deus lhes deu, e amarguram seus familiares. Não se pode morrer, irresponsavelmente, a qualquer hora. Isso aborrece São Pedro, que precisa, como responsável pelo “Portão”, estudar o processo sobre a vida terrena do sujeito. Decidir, em pouco tempo, para onde encaminhá-lo ou improvisar alojamento. E tudo isso, sob o olhar curioso, irritante e muito interessado do vizinho, que chega a sentir comichões nos chifres de ansiedade, na esperança de que o recém chegado, com a recusa de Pedro, seja seu. Apenas seu! Você pode “ir” em qualquer semana, mas vá no dia certo! josealbertovasco@yahoo.com.br

eXPeDIeNTe O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAÇÃO EM TODO O INTERIOR Este jornal expressa sua opinião pelo Editorial. As demais opiniões são de responsabilidade de seus autores. “O PROGRESSO” Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nº 812285964 Diretora-presidente ADILES DO AMARAL TORRES Diretora-superintendente BLANCHE TORRES Diretora Executiva JUNE ANGELA TORRES

Editor-chefe VANDER VERÃO Fundador (1951-1969) WEIMAR TORRES Ex-diretor (1969-1985) VLADEMIRO DO AMARAL

Pensamento e ação por uma vida melhor

Editora Jornal o ProGrESSo ltda

CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gráfico Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação (0xx) 67-3416-2600 Depto. Comercial (0xx) 67-3416-2600 Depto. Assinaturas (Dourados) (0xx) 67-3416-2666 - 3416-2667 - 3416-2668 3416-2669 - 3416-2670 Fax: (0xx) 67-3421-1911 HoME PaGE: www.progresso.com.br E-Mail: progresso@progresso.com.br

rEPrESEntantES Campo Grande Departamento Comercial (Lânia Torres) e Redação: Rua Padre João Crippa, 996 - Sala 3 Telefones (0xx) 67-3325-5343 - Fax 3325-1448 São Paulo Rua Joinville, 654 - Fone (0xx) 11-5572-7577 Fax 5579-6861 Rio de Janeiro JC Representações - Av. Almirante Barroso, 97 Fone (0xx) 21-3262-7469

Este jornal é filiado à: ABRAJORI - ADJORI - ACOSMS - FEBRACOS

aSSinatUraS

DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE anual ---------------------------- R$ 240 Semestral ----------------------- R$ 150 trimestral ---------------------- R$ 100 Bimestral ------------------------ R$ 70 Mensal ---------------------------- R$ 45 VeNDa aVULsa dourados, interior e Campo Grande -----------------R$ 2 NúmerOs aTrasaDOs do ano -------------------------R$ 2 do ano anterior -------------R$ 3


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

3

Política Divulgação

Sabe CoMo A Saúde, apesar de ser municipal, depende exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS). Mas, Sebastião, do alto de sua experiência, sabe como agir para melhorar o atendimento e a partir desta melhora desenvolver um trabalho para alcançar o desafio de agradar quem procura este tipo de serviço, no caso, a maior parte da população de Dourados.

Murilo Zauith toma posse como prefeito reeleito, ao lado do vice eleito, Odilon Azambuja

Prefeito Murilo define equipe de trabalho

Posse do prefeito, vice-prefeito e dos vereadores será realizada na manhã da próxima terça-feira, dia 1º César Cordeiro De Dourados

O secretariado do prefeito Murilo Zauith (PSB), que cumpre um mandato tampão e foi reeleito para mais um mandato em Dourados, desta vez, de quatro anos, que se inicia em

Posse está marcada para as 9h da manhã de terça-feira na Câmara Municipal 1º de janeiro de 2013, já está definido. O prefeito e o vice serão empossados às 9h da manhã de terça-feira (1º), após a posse dos 19 vereadores eleitos e a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal.

secretariado Cinco dos atuais secretários municipais foram mantidos em suas pastas. São eles: José Jorge Filho (Governo), Gerson Schautz (Planejamento), Lady Ferla (Assistência Social), Walter Benedito Carneiro Júnior (Finanças) e Jorge de Lúcia (Obras). Os novos secretários que, inclusive já foram definidos pelo prefeito Murilo Zauith e que vão compor o primeiro escalão a partir do ano que vem, são os seguintes: Sebastião Nogueira (Saúde), João Azambuja (Administração) Rogério Yuri Farias (Secretário de Meio Ambiente) Alessandro Lopes Fagundes (Procuradoria Geral do Município), Vicente Chencareck (Guarda Municipal) e Marinisia Mizuguchi (Educação).

Posse Tomam posse, como prefeito reeleito de Dourados, no dia 1º de janeiro de 2013, Murilo Zauith (PSB) e o vice eleito, Odilon Azambuja (PMDB). Ambos serão empossados pela Câmara Municipal de Dourados que em sua totalidade será composta dos seguintes vereadores: Délia Razuk (PMDB) - Pastor Sérgio (PSB) - Idenor Machado (DEM) - Alan Guedes (DEM) - Juarez o Amigo de Todos (PRB) - Cido Medeiros – (DEM) - Maurício Lemes (PSB) – Bebeto (PDT) - Madson (DEM) - Pedro Pepa (DEM) Elias Ishy (PT) – Virgínia (PP) - Dirceu Longhi (PT) - Raphael Matos (PTB) - Marcelo Mourão (PSD) - Pastor Cirilo (PTC) - Aguilera De Souza (PSDC) - Silas Zanatta (PV) e Nelson Sudário (PSC).

Novo salário mínimo causará impacto nas prefeituras Divulgação

O aumento do mínimo vai ter um impacto de r$ 1,88 bilhão nas contas das prefeituras Willams Araújo De Campo Grande

Os prefeitos devem começar 2013 preocupados com o impacto que o novo salário mínimo trará à economia dos municípios. O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug (PMDB), observa que a maioria das prefeituras paga valores acima do mínimo, em torno de um salário e meio por mês aos seus servidores públicos, o que dificulta muito porque, segundo ele, o que pesa mais são os encargos sociais. Segundo ele, além do valor nominal, o que mais impacta na conta dos municípios com o reajuste do mínimo é justamente os encargos sociais, por conta do desembolso previdenciário de 11% em cima da folha de salário. O aumento do salário mínimo de R$ 622 para R$ 678 vai ter um impacto de R$ 1,88 bi-

Krug diz que novo mínimo afetará a economia dos municípios lhão nas contas das prefeituras, de acordo com estimativa feita pela CNM (Confederação Nacional de Municípios). O aumento de 8,98%, que vale a partir do dia 1º de janeiro, foi oficializado por decreto do governo federal publicado na quarta-feira (26) O governo calculou o valor a partir da variação real de 2,73% mais a reposição da inflação pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 6,1%. A queixa dos prefeitos é que desde 2003 os aumentos do

A

salário mínimo já geraram um impacto no valor de R$ 14 bilhões para as prefeituras de todo o País. Por isso é que o presidente da Assomasul afirma que o novo aumento pode prejudicar o orçamento das prefeituras de Mato Grosso do Sul, que já estão deficitárias por causa de uma série de fatores, entre os quais, a perda de receita decorrente das quedas constantes do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) verificada nos últimos meses do ano.

AtentA CésAr COrDeirO cordeiro@progresso.com.br

CoNjuNtuRa Williams Araújo willams@conjunturaonline.com.br

novo time para a gestão de Dourados O prefeito reeleito Murilo Zauith (PsB) passou os últimos dias em Dourados de posse de uma prancheta e uma caneta, reformulando o seu time que entrará em campo no próximo dia 1º de janeiro, quando se inicia um novo tempo, o de quatro anos e não de um ano e nove meses como é considerado o mandato tampão que se encerra em dezembro. Como nunca age por impulso e sim com muita cautela e ponderação, Murilo pensou, repensou e com certeza, na sua visão de gestor público avaliou o desempenho dos secretários que se destacaram e tratou de descartar aqueles que na visão de Murilo não serão mais úteis como integrantes do primeiro escalão.

TroCa de posição na política, como no futebol, costuma-se dizer que em time que está vencendo não de mexe. Murilo acredita que está ganhando, pois manteve cinco secretários na mesma função desempenhada até agora. Mas no caso Meio aMbieNte da secretária Marinisia Mizugutti, Murilo Na pasta do apenas a trocou de posição. tirou-a da Meio Ambiente, administração e passou para a educação. sai a secretária Valdenise CaneTa Carregada Carbonari - embora, Marinisia, mesmo na pasta da doutora em administração, sempre dava os seus agronomia -, “Pitacos” na área da educação, onde para a entrada o petista moderado, Valteir Betoni, do arquiteto tinha pouquíssima autonomia. Agora, Rogério Yuri ocupando o cargo desde o inicio deste Farias (secretário mês quando Betoni, saiu em férias, de Meio autonomia, não faltou para Marinisia, Ambiente). Yuri que, ao contrário de Betoni, estava já ocupava cargo sempre com a caneta carregada de tinta de confiança na para os mais diferentes tipos de ajustes e gestão Murilo, remanejamentos. no setor de Habitação, mas Cargo de Confiança agora passa O próprio nome já diz: cargo de confiança a integrar o e Murilo achou por bem manter a primeiro escalão. confiança depositada em seu fiel Fiel escudeiro seguidor, advogado, Walter Carneiro de Murilo, Yuri Júnior, o “Waltinho” dando aval para é concursado que ele continue atuando nas finanças como agente da nos próximos quatro anos. Waltinho é Polícia Civil e companheiro das antigas do prefeito atualmente está e para onde Murilo foi como político o cedido para a levou. Assim foi e assim será. prefeitura. no mesmo lugar Na também preferiu não mexer na secretaria PRoCuRaDoRia de governo, no cargo ocupado pelo exOrlando Zani presidente da Câmara de Fátima do sul, deixa o campo José Jorge Filho, o “Zito” que passou a de Murilo Zauith seguir os passos de Murilo recentemente, para a entrada mas logo já conquistou a sua confiança. do advogado Alessandro Lopes nas graças Fagundes na O mesmo aconteceu com o secretário de Procuradoria planejamento gerson, um ex-bancário, Geral do que caiu nas graças de Murilo pela sua Município, vontade de trabalhar e apresentar também antigo resultados rápidos a administração seguidor de pública. Desencalhar projetos que antes Murilo, sempre estavam engavetados e uma série de solicito e ágil no medidas para correr atrás do prejuízo momento em de administrações anteriores é tudo que que é solicitado Murilo precisava. para decidir alguma pendenga ÚniCa sobrevivenTe judicial. também permanece no time, a secretária ledi Ferla (Assistência social), petista Na GuaRDa das antigas, que começou em Mundo Jonecir Ferreira, novo, fazendo parte da administração deixa o comando da falecida prefeita Dorcelina Folador, da Guarda hoje ligada à ala pertencente a Delcídio Municipal que do Amaral (Ala moderada do Pt). ledi passa, a partir é a única sobrevivente da era tetila que de 2013 a ser ainda se mantém no primeiro escalão da dirigida pelo prefeitura. bacharel em direito, Vicente salve Jorge Chencareck que Por fim, o engenheiro civil Jorge De Lúcia por muito tempo estava em gozo de férias sem a esperança comandou a de retornar. O retorno de Jorge pode ser Defesa Civil considerado a grande surpresa desta do município, fase de composição do secretariado 2013, sempre presente pois se dependesse da bolsa de apostas na hora das das rodinhas, seu nome já teria ido para chuvas fortes o brejo. e trovoadas. Atualmente médiCo na saÚde dirigia o carro na pasta da saúde saiu uma enfermeira oficial do e entra um médico. silvia Bosso já estava gabinete do ciente de que suas férias como secretária prefeito Murilo seriam definitivas. Em sem lugar assume Zauith. o experiente médico sebastião nogueira. ele já ocupou esta mesma função quando Que fRaSe! foi eleito vice-prefeito de Dourados na “Que venha 2013, primeira gestão de Braz Melo. que venha mais saúde e muita ex-depuTado paz” Conseguiu se destacar por sua postura séria e respeitada e foi eleito deputado estadual. Já estava decidido a deixar a vida pública mas, como a política só tem uma porta, a de entrada, sebastião atendeu a indicação de seu partido, o PMDB, e decidiu ocupar uma das secretarias mais emblemáticas da administração pública.

Sem-teto

Os vereadores da Capital vão começar a próxima legislatura com risco de serem despejados do prédio onde funciona atualmente a Câmara. Um grande imbróglio jurídico e uma dívida milionária com o proprietário do imóvel podem render muita dor de cabeça ao futuro presidente do legislativo. A saída será pagar a conta ou arrumar a mala em direção a outro endereço.

Devolução

O senador sul-mato-gross e n s e Wa l d e m i r Mo k a (PMDB) faz parte da lista dos 15 parlamentares que devolveram o décimo quarto salário recebido. Apesar da boa vontade do nosso representante em mostrar que não concorda com tal benefício, o correto mesmo seria ele desencadear uma campanha para acabar com essa excrescência, criada com fins claros de lesar os cofres públicos. Divulgação

senador Waldemir Moka

Vergonha

O Estado de São Paulo banca pensão vitalícia para 266 ex-deputados e dependentes, além de ex-governador, ex-ministros, o atual presidente da CBF, e até a madrasta de um ex-senador. Os valores chegam a R$ 33 mi por ano. Certamente esses privilégios estão espalhados por outros estados da federação, dando boa vida a muita gente graúda, o que é lamentável porque o povo continua morrendo nas filas dos postos de saúde.

Replay

Renan Calheiros (PMDB) poderá suceder o correligionário José Saney na presidência do Senado. Mas por enquanto, age com discrição para evitar que as denúncias que motivaram sua renúncia e quase cassação, em 2007, sejam retiradas da gaveta e voltem a esquentar o noticiário nacional. Esperto que só, sabe que se levantar a lebre antes do tempo, ela poderá ser abatida antes de dar o pulo.

Disputa

E por falar em Congresso, o PMDB também poderá comandar a Câmara Federal. Para isso, prepara o deputado Henrique Alves (RN) para suceder o petista Marco Maia (RS). Vale ressaltar que Renan e Alves não gozam da simpatia da presidente Dilma. A escolha dos presidentes das duas casas legislativas acontece no início de fevereiro, quando os congressistas retornam do recesso parlamentar. Mas até lá, muita saliva e reuniões na calada da noite vão rolar.

COlOnO - Cumpádi, ondi ocê vai passá o reveião? Zé PingA - ... vô hiberná no alambiqui do meu tiu, cumpádi... ic, ic, ic...


4

Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

Política

Financiamento público pode ser votado em 2013

C INFORME CURURU

Atualmente, o financiamento é misto, cabendo uma parte a doadores particulares e outra aos cofres públicos Beto oliveira – agência câmara

Que 2013 não seja de “salário Brasil”: sempre esperando que melhore...

BaTE REBaTE Um veiculo GM Cruze será sorteado em Dourados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) neste sábado. O sorteio será realizado às 11h na Praça Antônio João.

Agostini diz que financiamento público é melhor que deixar empresas doarem para campanhas Sílvia Mugnatto, Agência Câmara De Basília

Em tramitação no Congresso já há mais de uma década, propostas de reforma políticas continuam dividindo as opiniões entre os deputados. As visões divergem sobre quase todos os pontos, tanto que a votação das propostas acabou

As propostas de reforma política continuam dividindo as opiniões entre os deputados adiada para 2013. Entre os pontos mais polêmicos se destaca a eventual implantação do financiamento público exclusivo para campanhas eleitorais. Atualmente, o financiamento das campanhas é misto, cabendo uma parte a doadores particulares e outra aos cofres públicos, por meio dos fundos partidários e do horário gratuito de televisão e rádio. Os que defendem o financiamento exclusivamente público acreditam que ela vai reduzir a corrupção política e equilibrar a disputa, hoje cada vez mais concentrada na capacidade de

cada candidato ou partido de arrecadar recursos. A ideia é defendida pelo deputado Onofre Santo Agostini (PSD-SC). “Muitos dizem que falta dinheiro para a saúde, para a educação e vamos por na política? É mais barato para o Brasil o financiamento público do que deixar empresas doarem para as campanhas. Aí vai dar caixa 1, caixa 2, caixa 3, caixa 4... e esse país vive nessa bagunça generalizada”, afirma. A opinião é compartilhada pelo deputado Ângelo Agnolim (PDT-TO). “Nós a cada ano, a cada eleição, vemos se agigantar a mercantilização do processo eleitoral. É preciso dar um basta nisso, nós precisamos dar um limite nisso, precisamos de outro modelo de eleições”, defende. Corrupção O deputado Lincoln Portela (PR-MG), no entanto, afirma que o financiamento público não é antídoto contra a corrupção. “Eu tenho 853 municípios no estado de Minas Gerais. Meus militantes rodarão estes municípios de graça, sem receberem nada? Financiamento público de campanhas com o problema que nós temos de

crack no Brasil, com o Brasil violento como nós estamos, tirando dinheiro da casa própria, tirando dinheiro da educação para que os políticos possam fazer as suas campanhas e dizer que isso é contra uma corrupção maior que pode acontecer? Ministério Público está aí fiscalizando”, questiona. Para o deputado Paulo Feijó (PR-RJ), boa parte da responsabilidade é do próprio eleitor. “Ele vota hoje naquela de quem dá mais. É claro que tem muito eleitor que vota conhecendo o candidato, a sua estória, os serviços prestados, sua ideologia, tem também o voto da amizade. Mas hoje só com esse voto não se ganha eleição no Brasil”, critica. Feijó acrescenta que, em sua opinião, o financiamento público vai gerar perante a esse “eleitor viciado”, que seria a grande maioria, uma ideia de que todos os candidatos terão acesso a dinheiro público com facilidade. Pela proposta em análise, haverá uma lista de votação feita pelos partidos nas eleições legislativas. Mas os votos dados para cada candidato poderão modificar a ordem dessa lista.

CCJ votará restrições aos classificados de prostituição Há proposta em tramitação na Câmara que torna a prostituição crime Ana Raquel Macedo, Rádio Camara De Brasília

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania volta do recesso em fevereiro com diferentes proposições prontas para votação. Entre elas, projeto que restringe a publicação de anúncios de acompanhantes e similares em jornais e revistas (PL 3330/00 e apensados). O relator da matéria, deputado João Campos (PSDB-GO), recomenda que o início da seção destinada a esses anúncios venha com a seguinte advertência: “A exploração sexual e a prostituição infanto-juvenil é crime previsto na legislação vigente”. O parecer reúne 12 propostas sobre o tema. Autor de um dos projetos (PL 2689/11), o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) defende a proibição total de

anúncios de prostituição nos classificados de jornais e revistas de livre venda e circulação. “Sabemos que, num periódico como esse, revistas, jornais, não só são adultos que têm acesso”, observa o deputado. “Crianças têm acesso, porque hoje em dia as pessoas pedem às crianças para lerem os jornais para que possam colocar em dia sua informação política, social e até do mundo. Como uma criança pode ser induzida a isso através das propagandas?”. Tele-sexo Pelo relatório de João Campos, o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) passa a proibir que emissoras de rádio e televisão veiculem, no horário recomendado para o público infanto-juvenil, anúncios de serviços de sexo, prostituição e tele-sexo. Segundo a legislação atual, conteúdo audiovisual destinado a maiores de 12 anos, por exemplo, somente pode ser veiculado a partir das oito horas da noite.

Ainda conforme o relatório, as revistas destinadas ao público infanto-juvenil não poderão conter anúncios de prostituição e serviços de sexo, assim como já está previsto hoje para bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições. A exibição de propagandas ou anúncios de conteúdo incompatível com o horário, na avaliação do relator, deve ser punida com quatro a oito anos de prisão, além de multa. Se aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, as propostas ainda deverão ser votadas pelo Plenário. Tema controverso O tema, no entanto, é controverso. Na Câmara, há desde projeto que torna crime a prostituição, a exemplo de uma proposta do próprio João Campos (PL 377/11), como outra que regulamenta a atividade dos profissionais do sexo, como proposição do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) (PL 4211/12).

No dia 11 de janeiro, a OAB/ MS realiza evento para a inauguração da nova sede da Escola Superior de Advocacia (ESA), e posse da solenidade de nova diretoria. Em Mato Grosso do Sul, 903 presos dos regimes aberto e semiaberto foram beneficiados com a saída temporária. O benefício é dado para que detentos com bom comportamento possam passar as festas de fim de ano com a família. O TRE/MS formalizou na quinta-feira a cassação do prefeito eleito em Sidrolândia, Enelvo Felini (PSDB), e determinou que o futuro presidente da Câmara assuma a Prefeitura. A decisão ainda pode ser revogada, já que Felini recorreu ao Supremo Tribunal Federal.

INFORME C CÍCERO FARIA cicerolfaria@gmail.com

Quieto, mas nem tanto

PTB

Jovair assume a liderança pela sétima vez alessandra martins

Mesmo que as movimentações nos bastidores estejam intensas quanto à eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Dourados, pouco tem sido ventilado publicamente ou pela imprensa. O atual presidente, Idenor Machado (DEM), pretende se manter no cargo por mais dois anos. Porém, dentro do próprio partido existe colega também de olho grande na presidência. E como tem ocorrido em eleições passadas, pode aparecer candidato a presidente “correndo por fora” e abocanhar a função, que dá status político e rendimentos maiores que os demais vereadores, com a verba de representação. A eleição do presidente, vice, 1º e 2º secretarios ocorre logo após a posse dos vereadores na manhã de 1º de janeiro. PINgA FOgO

Oficialmente o prefeito Murilo Zauith (PSB) não está se intrometendo na eleição do novo presidente da Câmara. Mas o cargo, mesmo que pertença a outro Poder (o Legislativo), tem suas prerrogativas inclusive na hora da votação de projetos importantes, que podem entrar ou não na pauta, dependendo das manobras regimentais. Zauith, por exemplo, gostaria de ver o Alan Guedes do que o Elias Ishy (PT) na presidência. NA SOMbRA

Por volta das 22h de quinta-feira, o futuro prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) teria se reunido com o governador André Puccinelli (PMDB), na Governadoria. A conversa teria durado cerca de 40 minutos e o vereador Chocolate (PP) chegou com Bernal. O encontro ocorreu depois de Bernal falar com vereadores da sua base aliada sobre a escolha do presidente da Câmara. PARAíbA

A 1ª dama do município de Rio Negro (140 km de Campo Grande) agrediu verbal e fisicamente um servidor municipal que fazia protesto, junto com outros funcionários, por causa do atraso salarial. Uma equipe do SBT/MS acompanhava o protesto e fez o flagrante do momento que Vera Lucia Ribeiro da Conceição Rezende fez as agressões. Primeiro o grupo se reuniu em frente da prefeitura e depois seguiu para frente da casa do prefeito. Lá foram recebidos com gritos e tapas pela 1ª dama. Os manifestantes usaram nariz de palhaço, cartazes e megafone para protestar contra dois meses de salários atrasados. TOgA

Em 2012, sete juízes suspeitos de irregularidades como venda de sentenças e favorecimento indevido foram aposentados compulsoriamente após processos abertos no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), segundo balanço obtido pelo G1. A aposentadoria compulsória, quando o juiz perde o cargo e continua recebendo uma parte de seu salário, é a punição máxima permitida para magistrados na esfera administrativa. Caso haja processo judicial, o juiz pode ser exonerado e perder o cargo ou ter a aposentadoria cassada. Outros dois juízes foram punidos em 2012 com remoção compulsória e dois com censura. MElhOR NãO

“Integrante da equipe de transição de Bernal, Fausto Mattogrosso (PPS) declinou de um convite para formar o secretariado. O motivo, segundo a coluna apurou, é o temperamento do prefeito eleito. Para evitar atritos, Mattogrosso preferiu ficar de fora”. Nota da coluna Jogo Aberto, do CGNews. Acrescente-se: se um aliado de confiança pula fora, é sinal de que Bernal não é flor que se cheire... FIquE dE OlhO

Internautas que usam configurações antigas em programas de leitura e envio de e-mails, como o Outlook, Windows Mail, Apple Mail ou aqueles instalados no celular, podem não conseguir enviar mensagens a partir de 2013. O Comitê Gestor da Internet no Brasil pretende reduzir o volume de spam gerado no país e, por esta razão, solicitou o fim de envios de mensagens sem autenticação, ou seja, sem que o usuário tenha de fornecer login e senha. Esses dois têm mais hora de política do que urubu de voo...

Jovair Arantes O deputado Jovair Arantes (GO) foi reconduzido à liderança do PTB. Ele ocupará o posto por mais um ano. Essa será a sétima vez consecutiva que o parlamentar conduzirá a bancada. Jovair Arantes foi eleito vereador em 1988, deputado estadual por Goiás em 1990, vice-prefeito de Goiânia em 1992 e deputado federal em 1994. Foi reeleito deputado federal em 1998, 2002, 2006 e 2010. Atualmente em seu quinto mandato, Jovair Arantes integrou a comissão especial que analisou a proposta de reforma política e apoiou a criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira.

Suplente

José Genoino pode assumir mandato O ex-presidente do PT José Genoino poderá voltar à Câmara dos Deputados a partir de janeiro. Ele é suplente do deputado Carlinhos Almeida (PT-SP) que apresentou anteontem (27) seu pedido de renúncia, a partir de 1º de janeiro, para assumir a prefeitura de São José dos Campos (SP), Genoino foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto pelo STF por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão. O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), que deixa o cargo no início de fevereiro, disse que Genoino pode assumir o mandato porque ainda há possibilidade de recurso e a condenação não transitou em julgado.

Descanso

Dilma passa o réveillon na Bahia A presidente Dilma Rousseff embarcou ontem para a Base Naval de Aratu, próximo a Salvador, na Bahia, para passar as festas de final de ano, acompanhada da filha, Paula, do neto, Gabriel, além de outros familiares. Desde as festas de fim de ano de 2011 a presidente tem escolhido a praia de Inema, na base de Aratu, para períodos de descanso. Fez isso também no carnaval do ano passado. O local foi escolhido pela presidente por causa da privacidade, já que é uma praia fechada onde pode descansar sem ser incomodada. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também gostava de passar férias por lá. Não há uma data exata para a volta da presidente Dilma para Brasília. E expectativa, no entanto, é que ela fique em Salvador pelo menos até o final de semana que vem. A base de Aratu pertence à Marinha.


5

Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

economia iNDiCADOREs ECONôMiCOs

Setor público tem déficit de R$ 5,515 bi, divulga BC

progresso@progresso.com.br

BOLsAs

A maior parte do déficit do mês passado foi gerada pelo governo central, que encerrou o período com saldo negativo R$ 5,875 bilhões Antônio CRuz - ABR

Anne Warth e Adriana Fernandes, Agência Estado De Brasília

O setor público consolidado (governo central, governos regionais e empresas estatais, exceção da Petrobras e Eletrobras) registrou déficit primário de R$ 5,515 bilhões em novembro. A divulgação foi feita na manhã de ontem pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel. O dado é bem inferior a previsões de analistas, que esperavam um superávit de R$ 1,8 bilhão a R$ 11,8 bilhões, intervalo que gerou uma mediana de R$ 5,1 bilhões. Segundo o BC, a maior parte do déficit do mês passado foi gerada pelo governo central, que encerrou o período com saldo negativo R$ 5,875 bilhões. Os governos regionais contribuíram com um superávit de R$ 1,682 bilhão, e as empresas estatais registraram um saldo positivo de R$ 1,322 bilhão. A autoridade monetária informou também que, no acumulado do ano até novembro, o superávit primário do setor público alcançou R$ 82,699 bilhões, o equivalente a 2,06% do Produto Interno Bruto (PIB). Em igual período de 2011, a fatia ficava em 3,35% do PIB. Este ano, o compromisso do setor público é economizar R$ 139,8 bilhões para pagar o juro da

No acumulado de 12 meses encerrados em novembro, o déficit nominal foi de R$ 130,7 bilhões dívida. O governo já anunciou que usará os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para atingir seu objetivo. Pior da história Tulio Maciel afirmou que o déficit nominal do setor público registrado em novembro, de R$ 21,8 bilhões, foi o pior resultado para meses de novembro da série. No acumulado do ano, o déficit nominal foi de R$ 112,1 bilhões, também o pior da sé-

ibovespa: Pontos: Máxima de Mínima de Volume: Variação em 2012 Variação no mês: Dow Jones: Pontos: Nasdaq: Pontos: ibovespa Futuro: Pontos: Máxima (pontos): Mínima (pontos):

BLUE CHiPs -0,08% 60.959,79 +0,52%:61.322pnts -0,24%:60.861pnts 4,74 bilhões 7,41% 6,06% -0,15%(17h50) 13.119,12 -0,58%(17h50) 2.995,12 +0,03% 61.420 61.730 61.145

jurOs - CDB prefixado de - Capital de giro, - Hot money, - CDi, - Over a

rie para o período de janeiro a novembro. No acumulado de 12 meses encerrados em novembro, o déficit nominal de R$ 130,7 bilhões foi o pior desde outubro de 2009, quando o resultado foi de R$ 139,2 bilhões. Na proporção do PIB, o déficit nominal representou 2,98% do PIB nos 12 meses encerrados em novembro, o pior desde agosto de 2010, quando o resultado foi de 3,25% do PIB. Maciel prevê que a déficit nominal das contas do setor publico deve fechar o ano entre 2,2% e 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Essa previsão leva em conta o crescimento do PIB de 1%, IPCA de 5,69%, IGP-DI de 8,13%, taxa Selic média e taxa de câmbio de R$ 2,05. Ele informou ainda que a dívida bruta do governo deve fechar 2012 entre 59,6% e 59,7%

a cifra

R$

82,6 bi

foi o valor acumulado no ano até novembro do superávit primário do setor público, o equivalente a 2,06% do PIB do PIB. A previsão da gastos com o pagamento de juros em 2012 é de 4,8% do PIB. A dívida líquida deve fechar 2012 entre 35% e 35,2% do PIB. Segundo ele, o resultado vai depender do montante de recursos que o governo vai utilizar das despesas pagas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o cumprimento da meta fiscal de 2012. Além dessas previsões, o chefe do Depec informou que a dí-

vida líquida atingiu em novembro o menor patamar da série: 35% do PIB Resultado positivo O chefe do Departamento Econômico do Banco Central avaliou como positivo e favorável o resultado fiscal em 2012, dado o cenário econômico de maior dificuldade enfrentado pela economia brasileira. Ele destacou que foi um ano difícil em termos fiscais em função da moderação da atividade econômica. “Mesmo nesse cenário, tivemos uma redução expressiva das despesas de juros e, na pior das hipóteses, o déficit nominal se manterá estável”, avaliou. “Vejo um quadro global que, dadas as condições, a parte fiscal tem cumprido um bom desempenho”, acrescentou.

865,860 centavos de dólar +1,39%

Variação +0,26% -0,36%

DÍViDA EM TR OU TRD

R$ 622,00

R$ 17,42

(APliCAçãoAPARtiRdE04/05/12)

O chefe do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel, fala sobre o Relatório de Política Fiscal

+0,43%

GLOBAL 40

Dia do vencimento dezembro 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

POUPANçA Dezembro 26 27 28 29 30 Janeiro/2013 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

R$ 11,78

* 1 onça-troy equivale a 31,1035 gramas

R$ 1,0641

UFERMs Dezembro

Variação +0,47% -3,04% +3,06% -1,03% -2,09% +1,67% -0,79% +1,12% +1,74% +0,28%

Cotação 1,660,20 a onça-troy Ouro Ouro BM&F (à vista) 109,500

sALáRiO MÍNiMO Dezembro

Preço R$ 40,69 R$ 20,06 R$ 4,38 R$ 33,74 R$ 35,60 R$ 14,01 R$ 25,00 R$ 18,00 R$ 12,88 R$ 17,95

OurO

UFiR Novembro/2000

Vale PNA Petrobras PN OGX Petróleo ON itaú Unibanco PN Bradesco PN BM&FBOVEsPA ON Banco do Brasil ON Gerdau PN Usiminas PNA Cyrela Realt ON Cia siderúrgica Nacional ON

Cotação: Variação:

6,99% ao ano. 9,29% ao ano. 0,99% ao mês. 6,88% ao ano. 7,17%

em R$

0,4134% 0,4134% 0,4134% ------------0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134% 0,4134%

Fator de Atualização 0,01244212 0,01248882 0,01242379 0,01234300 0,01235116 0,01227388 0,01243607 0,01245666 0,01239390 0,01216134 0,01209179 0,01214830 0,01225150 0,01246594 0,01249395 0,01261791 0,01252723 0,01252073 0,01255779

(multiplique a quantidade de tR ou tRd do carnê pelo fator de atualização da data do vencimento. A aplicação desse fator único atualiza a dívida pela tR do dia do aniversário do contrato e converte o resultado para reais).

TBF

TR

Dezembro 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24

Dezembro 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24

0,4984% 0,5247% 0,5420% 0,5534% 0,5478% 0,5293% 0,4901% 0,4924% 0,5184% 0,5469%

0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000% 0,0000%

CÂMBiO Dólar comercial no balcão Dólar Paralelo Dólar Ptax Dólar Turismo Dólar Futuro (janeiro) Euro Euro comercial Euro turismo

Compra R$ 2,0540 R$ 2,09 R$ 2,0563 R$ 2,0030 R$ 2.049,50 uS$ 1,3221 (às 17h50) R$ 2,7150 R$ 2,6630

Venda R$ 2,0550 R$ 2,21 R$ 2,0569 R$ 2,1570 uS$ 1,3222 (às 17h50) R$ 2,7170 R$ 2,8000

iNFLAçãO

Variação -1,06% -0,9% -0,99% -0,6% -1,4% +0,31% -1,06% -1,51%

ACumulAdo

ÍNDiCEs inpc (ibge) iGP-M (FGV) iGP-Di (FGV) iPA-Di (FGV) iPC-Di (FGV) ipc (fipe) ipca (ibge) incc (fgv) cub (sinduscon) iCV - Dieese FiPEZAP*

novembro 0,54 -0,03 0,25 0,16 0,45 0,68 0,60 0,33 0,18 0,57 0,90

* Índice de preços de imóveis lançado em fevereiro de 2010

no ano 5,42 7,09 7,39 8,33 5,05 4,29 5,01 6,95 7,25 5,95 12,50

12 meses 5,95 6,96 7,22 7,73 5,89 4,92 5,53 7,06 7,27 6,48 13,08

iMPOsTO DE RENDA (dESConto nA FontE) TABELA OFiCiAL DA RECEiTA FEDERAL

Seguro obrigatório para automóveis terá novos valores em 2013 Os valores do prêmio tarifário variam de acordo com a categoria do veículo De Brasília A partir de janeiro de 2013, o valor pago pelo Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Dpvat) será maior, seguindo resolução da Superintendência de Seguros Privados (Susep) publicada no Diário Oficial da União. A categoria 1, que abrange automóveis particulares, pas-

sará a pagar R$ 101,10 anuais mesmo valor que será pago por táxis e carros de aluguel (categoria 2). O seguro pago por ônibus, micro-ônibus e lotação com cobrança de frete (categoria 3) – urbanos, interurbanos, rurais ou interestaduais – passará a ser de R$ 390,84; e a categoria 4, que abrange micro-ônibus com cobrança de frete, mas com lotação não superior a 10 passageiros, e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete, passará a pagar R$ 242,33 anuais pelo seguro. Com o aumento, motocicle-

tas, motonetas, ciclomotores e similares (categoria 9) passarão a pagar R$ 286,75; e máquinas de terraplanagem e equipamentos móveis em geral licenciados, além de camionetas pickup de até 1.500 kg de carga e caminhões (todos pertencentes à categoria 10), pagarão R$ 105,81. Dpvat O seguro Dpvat, pago obrigatoriamente por todos os donos de carros, foi criado em 1974 para indenizar vítimas de acidentes de trânsito sem apuração de culpa, seja

do motorista, passageiro ou pedestre. Em caso de morte, a indenização está fixada em R$ 13,5 mil. Este também é o limite para casos de invalidez permanente (o valor varia conforme o grau da invalidez). O seguro também reembolsa despesas médicas e hospitalares até o limite de R$ 2,7 mil. Para solicitar o seguro, não é preciso buscar ajuda de intermediários. A própria vítima (ou parente) pode dar entrada no pedido gratuitamente, em qualquer um dos pontos de atendimento do Dpvat em todo o País. (Portal Brasil)

Base de cálculo Até R$ 1.637,11 De R$ 1,637,12 até R$ 2.453,50 De R$ 2.453,51 até R$ 3.271,38 De R$ 3.271,39 até R$ 4.087,65 Acima de R$ 4.087,65

Alíquota % 7,5 15 22,5 27,5

Deduzir-R$ isento 122,78 306,80 552,15 756,53

deduções: R$ 164,56 por dependente; pensão alimentícia integral; contribuição ao inSS. Aposentado com 65 anos ou mais tem direito a uma dedução extra de R$ 1.637,11 no benefício recebido da previdência.

REAJUsTE DE ALUGUEL iGP-M (FGV) iGP-Di (FGV) iPC- (FiPE)

1,0696 1,0722 1,0492

dEzEmBRo

iPCA (iBGE) iNPC (iBGE) iCV (DiEEsE)

1,0553 1,0595 1,0648

obs.: o fator acima representa a variação do indicador de reajuste nos últimos 12 meses. Para fazer o cálculo, basta multiplicar o valor atual do aluguel pelo fator.

AGROPECUáRiA MiLHO sOjA Boi gordo/à vista/livre Vaca gorda/à vista/livre FontE: Grande Fm RuRAl

R$ 26,00 (disponível) R$ 68,00 (disponível) R$ 90,00 (JBS - Brasil Global) R$ 83,00 (JBS - Brasil Global)


6

Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

Meio Ambiente

MT terá lei de redução de emissões dos gases de efeito estufa A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou recentemente o projeto de lei que cria o Sistema Estadual de REDD+ naquele Estado Juçara Menezes/Portal aMazônia

Divulgação

O jaó-do-sul é uma das espécies ameaçadas de extinção

Jaó-do-Sul é observado em reserva no Espírito Santo No vídeo que está disponível na internet é possível observar o ruído da ave Bruno Deiro, Agência Estado De São Paulo

Objetivo da reDD+, aprovada pela Assembleia Legislativa de Mato grosso, é diminuir os impactos ambientais Portal Amazônia, De Cuiabá

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou o projeto de lei que cria o Sistema Estadual de REDD+ no Estado. O projeto segue agora para a sanção do governador Silval Barbosa (PMDB) e não deverá sofrer alterações no texto. O objetivo é promover a redução das emissões dos gases de efeito estufa com origem no desmatamento e degradação florestal e estimular o manejo florestal sustentável, além do aumento de esto-

A discussão da proposta da lei começou com a instituição do grupo de Trabalho reDD ques de carbono em MT. “A aprovação desta lei representa um marco regulatório para o estado, pois vamos compartilhar os benefícios da conservação ambiental”, declarou o secretário estadual de Meio Ambiente, Vicente Falcão. “É uma conquista do governo, mas também da sociedade civil que durante dois anos discutiu uma proposta que veio na maturidade certa”, complemen-

tou. O texto aprovado na Assembleia prevê ainda a participação efetiva dos diferentes grupos sociais envolvidos ou afetados pelas ações de REDD. Ou seja, os projetos e programas de desmatamento evitado em áreas de assentamentos ou terras indígenas, por exemplo, terão que atender as demandas dessas comunidades, além de prever um mecanismo de distribuição justa de benefícios. Para o secretário a implantação de um sistema de REDD+ consolida as políticas ambientais e significa um passo importante para cumprir a meta de reduzir o desmatamento no estado em 89% até o ano de 2020. “Agora há uma nova leitura, pois além do comando e controle vamos ter instrumentos de incentivo para inibir o desmatamento”, concluiu. Laurent Micol, coordenador executivo do Instituto Centro de Vida – ICV, entidade que coordena o GT REDD no Fórum Mato-grossense de Mudanças Climáticas, explica que com a aprovação da lei, Mato Grosso assume um protagonismo nacional em relação a instrumentos de desmatamento evitado. “Os futuros projetos e progra-

mas de redução de desmatamento em andamento poderão se enquadrar na lei assim como os futuros projetos terão que assegurar as questões sociais e ambientais previstas na lei”, explicou. “Há também uma maior segurança para os investidores e doadores para estes projetos e programas”, completou. Micol usou como exemplo a recente doação do banco alemão KFW que repassou 8 milhões de reais ao governo do Acre, o primeiro estado na Amazônia a ter uma legislação com esta finalidade, como pagamento por serviços ambientais. A discussão da proposta da lei começou com a instituição do Grupo de Trabalho REDD, em março de 2009, no âmbito do Fórum Mato-grossense de Mudanças Climáticas. O grupo trabalhou durante dois anos na elaboração da proposta, que foi debatida em consultas públicas e recebeu propostas de modificações pela internet. Ao todo foram 171 proposições que foram analisadas até a versão final da minuta ser validada pelo Fórum. Assim que sancionada a lei, o governo deverá instituir o Conselho Gestor do Sistema Estadual de REDD+, que terá

Autorização para visitação na Gruta do Lago Azul é renovada eDeMir roDrigues

A caverna, no município de Bonito, possui em seu interior um lago azul A autorização do Imasul é válida até 31 de dezembro de 2013 Boris Valerio Verbisck, De Campo Grande

O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul)

publicou no último dia 27, no Diário Oficial, uma portaria que renova a autorização do funcionamento da atividade de visitação turística contemplativa na Gruta do Lago Azul inserida no perímetro do Monumento Natural da Gruta do Lago Azul em Bonito. A portaria Imasul nº 257, de

20 de dezembro de 2012, estabelece as seguintes diretrizes para a visitação da Gruta do Lago Azul: o número máximo de visitantes está limitado a 305 pessoas/dia; cada grupo de visitantes será formado por no máximo 15 pessoas mais o guia de turismo; a visitação somente será permitida com o acompa-

função deliberativa. O conselho terá 12 representantes e será paritário entre governo estadual e federal com a sociedade civil. Enquanto isso, o GT REDD está trabalhando na proposta de um programa setorial para o manejo florestal para ser apresentado a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

sOBre O gT reDD O gT reDD MT conta com 78 membros, incluindo a sema e outras secretarias estaduais, a Procuradoria do estado, a Assembleia Legislativa, representações de organizações dos setores agropecuário, florestal, organizações da sociedade civil e movimentos sociais, a Ordem dos Advogados do Brasil e a Universidade Federal de Mato grosso. O ICV foi eleito para coordenar e facilitar os trabalhos do grupo

reDD+ É a sigla em inglês para redução de emissões por Desmatamento e Degradação Florestal, incluindo a conservação e o manejo das florestas e o aumento dos estoques de carbono

Pesquisadores que identificam aves remanescentes da Mata Atlântica fizeram recentemente um dos mais consistentes registros já realizados no País do pássaro jaó-do-sul, numa reserva particular próxima a Linhares, no Espírito Santo. A espécie, ameaçada de extinção, foi flagrada na mata fechada pelo projeto Distribuição de Aves no Corredor Central da Mata Atlântica. No vídeo que está disponível na internet é possível observar o ruído emitido pela ave para atrair fêmeas e constituir um novo ninho. Responsável pelas imagens, o fotógrafo Gustavo Magnago diz que foi preciso abrir caminho por mais de 1 quilômetro para chegar perto do animal, que vive no chão de florestas densas de baixada. “Para não fazer barulho, deixei na véspera o tripé e equipamentos próximos ao local onde era possível ouvi-lo”, explica. “No dia do registro, chegamos às 5h, pois a manhã é o período de maior atividade da espécie”. A dificuldade para conseguir registrar imagens do pássaro, também conhecido como jaó-do-litoral,

“Para não fazer barulho, deixei na véspera o tripé e equipamentos próximos ao local onde era possível ouvi-lo” Gustavo Magnago

Janeiro e no Rio Grande do Sul, é classificado como “criticamente em perigo” no Espírito Santo, em São Paulo e em Minas Gerais. Vinculado às Faculdades Integradas São Pedro (ES) e com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes), o estudo há dois anos observa as aves da área de proteção de 22 mil hectares da Reserva Natural Vale, que abriga a maior parte da porção capixaba de Mata Atlântica. “O próximo animal que vamos buscar registro é o Anambé-de-asa-branca, cujas imagens existentes têm pouca qualidade”, diz Magnago.

Oficina avalia conservação de peixes ósseos marinhos Não foram identificadas ameaças sobre a grande maioria desses peixes De Brasília

nhamento de guia de turismo local, com registro na Embratur e cadastro na Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito; o intervalo entre um grupo e outro é de no mínimo 20 minutos; o máximo permitido dentro da cavidade é de 04 grupos ou 60 pessoas, excluindo os guias de turismo, de uma só vez; somente terá acesso à visitação os portadores de documento denominado “voucher único” que será emitido pelo município de Bonito ou a quem este conceder a prerrogativa de emiti-lo, neste caso as agências de turismo e operadoras locais. Ainda de acordo com a norma é obrigatório o uso de capacete com fixação de 3 pontas, bem como uso de tênis ou de calçado fixo com solado de borracha para adentrar à cavidade e é obrigatório o preenchimento da guia de seguro pelos visitantes. A autorização é válida até 31 de dezembro de 2013 e deve seguir as recomendações estabelecidas no Plano de Manejo Espeleológico da Gruta do Lago Azul, já aprovado pelo Cecav, ou no Plano de Manejo da Unidade de Conservação, quando de sua publicação.

é que ele costuma ser muito mais ouvido do que visto, por ser uma espécie de solo. Para tornar mais complicado o trabalho, praticamente não emite sons durante o inverno. “É uma ave rara, arisca, que gosta de se esconder”, afirma Magnago, que ficou 40 minutos próximo ao pássaro. Ainda em número considerável no País - é tido como “quase ameaçado” na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) -, o jaó-do-sul é ameaçado pela perda de hábitat, por conta do avanço do desmatamento. Considerado extinto no Rio de

O Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Sudeste e Sul (Cepsul), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), realizou mais uma oficina de Avaliação do Estado de Conservação de Peixes Ósseos Marinhos. O evento ocorreu em Itajaí (SC) e analisou 146 espécies, de 36 famílias de peixes de águas profundas, que são distribuídas amplamente no litoral brasileiro. Durante os trabalhos, realizados de 10 a 14 de dezembro, não foram identificadas ameaças significativas sobre a grande maioria desses peixes. Para algumas espécies, foi observada a necessidade de mais estudos dos efeitos das ameaças potenciais identificadas, sendo também desconhecidas as suas tendências populacionais e demais aspectos biológicos e ecológicos, importantes para uma avaliação mais adequada de seu risco de extinção. Assim, das 146 espécies avaliadas, 115 foram incluídas na categoria Menos Preocupante (LC), 17 com Dados Insuficientes (DD) e 14 Não Aplicável (NA). Es-

sas categorias de ameaça são estabelecidas conforme critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). As espécies categorizadas como NA possuem distribuição marginal no Brasil ou são consideradas espécies errantes. Foram avaliadas as seguintes espécies: Agonidae Bregmacerotidae, Callionymidade, Caproidae, Caristiidae, Zeidae, Centriscidae, Centrolophidae, Ceratiidae, Chaunacidae, Chiasmodontidae, Zenionidae, Lophotidae, Congridae, Cyematidae, Derichthyidae Eurypharyngidae, Gonastomatidae, Gigantactinidae, Grammicolepididae, Halosauridae, Macrouridae, Melanocetidae, Melanonidae, Nemichthyidae, Regalecidae, Nettastomatidae, Notacanthidae, Serrivomeridae, Saccophanryngidae, Oneirodidae, Peristediidae, Polymixiidae, Trachipteridae, Moridae e Synaphobranchidae. Além do Cepsul, a oficina de Avaliação do Estado de Conservação de Peixes Ósseos Marinhos contou com a participação de pesquisadores das universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), em especial os coordenadores de táxon Michael Maia Mincarone e Fábio Di Dario, de São Paulo (Unifesp), do Rio Grande (Furg), da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp). (Comunicação ICMBio)


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

7

Política Marcelo caMargo - aBr

Nas casas de acolhimento da Fundação Criança, vítimas de violência doméstica recebem acompanhamento médico, psicológico, educacional e social

Todos os dias, cerca de 360 crianças são vítimas de violência no país Dados divulgados pela secretaria de Direitos Humanos (sDH) mostraram que 77% das denúncias registradas por meio do Disque 100, entre janeiro e novembro deste ano, são relativas à violência contra crianças e adolescentes Elaine Patricia Cruz*, Agencia Brasil De São Paulo

Adolescente agitado, Lucas** fica tímido ao mostrar suas mãos. Em uma delas, há uma marca de infância. Mas não é uma marca que nasceu com ele. Ela surgiu quando uma pessoa da família utilizou um garfo quente para repreendê-lo e o queimou. “Até hoje eu tenho [a marca]. Nas costas também, mas lá acho que não tenho mais as marcas”, contou ele à Agência Brasil. Lucas tem 13 anos. É filho adotivo e começou a apanhar “de cinta e de fio” da mãe e do cunhado depois que o pai morreu. Em vários desses momentos, fugiu para a casa de um amigo para se livrar das agressões. “Tinha vezes em que eu dormia lá”, falou. “Se eu não lavasse a louça, eles [a mãe e um cunhado] me batiam. Se eu não acordasse na hora certa, eles me batiam. Aí eu fugi de casa e esse foi um dos motivos que me levaram ao abrigo”, disse o adolescente, um entre milhares de exemplos de vítimas de violência doméstica em todo o país. Dados divulgados pela Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República mostraram que 77% das denúncias registradas por meio do Disque 100, entre janeiro e

novembro deste ano, são relativas à violência contra crianças e adolescentes, o que corresponde a 120.344 casos relatados. Isso significa que, por mês, ocorreram 10.940 agressões, o que dá uma média de 364 denúncias por dia. Já o Disque Denúncia 181, serviço criado em 2000 pelo Instituto São Paulo contra a Violência e pelo governo paulista, por meio da Secretaria de Segurança Pública, registrou 6.603 denúncias de maus-tratos contra crianças entre janeiro e outubro deste ano em todo o estado, o que dá uma média diária de 22 denúncias. O número é superior ao do mesmo

A violência doméstica pode gerar traumas para as crianças e os adolescentes período do ano passado, quando foram registradas 6.028 denúncias. Para Ariel de Castro Alves, presidente da Fundação Criança e vice-presidente da Comissão Especial da Criança e do Adolescente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), é difícil deduzir, por esses números, se os casos de violência envolvendo crianças e adolescentes têm crescido ou se as pessoas

estão denunciando mais. “É difícil medir se os casos estão aumentando. Na verdade, a sociedade está muito mais alerta e mais atuante diante de casos de abusos e de violência contra crianças e adolescentes. Isso é um fator muito positivo no país nos últimos anos. As pessoas estão denunciando mais, sendo menos coniventes e omissas”. Nenhum dos dois serviços de denúncia contabiliza quantos desses casos registrados referem-se especificamente à violência doméstica. Mas sabe-se que o número é grande. “Hoje, temos muitas vítimas de violência doméstica. De maus-tratos e de espancamento”, disse Maria Aparecida Azevedo, que coordena as três casas de acolhimento da Fundação Criança, uma organização municipal focada na defesa e na garantia de direitos de crianças e adolescentes, que funciona em São Bernardo do Campo (SP). “Os casos que chegam para nós são de abuso sexual, de criança negligenciada e abandonada e de criança queimada e espancada. Essa é a violência doméstica que está vindo para as casas de acolhimento”, explicou Maria Aparecida. A violência doméstica pode gerar traumas para as crianças e os adolescentes, disse Alves. “Muitas vezes, elas [crianças e

O NÚMERO

120.344

casos de violência contra crianças e adolescentes foram registrados no período de janeiro a novembro deste ano adolescentes] são vítimas daquelas pessoas em quem confiam, que entendem ser as pessoas que cuidam delas. Por isso, há dificuldade para assimilarem uma situação desse tipo. Esse é o trauma maior. A pessoa que tinha que proteger é a que acaba violando o direito dessas crianças e adolescentes. Isso gera um trauma, uma desconfiança permanente com relação aos adultos e dificuldade depois de convivência com outras pessoas. Isso pode, muitas vezes, gerar também prejuízo no desenvolvimento educacional”, disse, em entrevista à Agência Brasil. Segundo Helen Vivili Santana Carmona, diretora técnica adjunta da Fundação Criança, grande parte dessa violência contra crianças e adolescentes tem como motivação principal o uso de álcool ou de drogas pelos pais. “Temos um índice grande de pais com problemas psiquiátricos e que fazem uso abusivo de álcool, que são ge-

radores de violência”, explicou. Outro fator que contribui para a violência doméstica contra crianças e adolescentes, disse Helen, é a ineficiência do Estado. “A violência doméstica é gerada por uma ineficiência do Estado. A falta dessa rede de atendimento e de serviços, que contemple a necessidade da família, faz com que essa violência esteja aí, latente, nas famílias mais vulneráveis”, acrescentou. Pela ineficiência do Estado, esclareceu Helen, entende-se a falta de uma política habitacional adequada, falta de políticas envolvendo a empregabilidade e também questões nas áreas de saúde, educação e até atendimento psicológico precário ou inexistente. “Essas famílias têm essa dificuldade financeira e isso acaba gerando outros tipos de violência. A questão financeira é geradora das demais violências. Já tivemos relatos de mães que tiveram seus filhos acolhidos por conta da questão financeira e que acabaram agredindo o filho porque ele pediu comida”, contou. “O Estado precisa olhar para essas questões”. Alves citou outro motivador da violência doméstica. “O que estimula a violência é também a impunidade”, disse. Para ele, todos os órgãos que trabalham

com a questão envolvendo a defesa dos direitos da criança e do adolescente, “desde a denúncia no Disque 100 [federal] ou no 181 [estadual], passando pelo Conselho Tutelar, pelas delegacias, pelas promotorias ou varas especializadas” precisam funcionar e atuar de forma integrada para combater a impunidade. Também é necessário, destacou, criar, ampliar ou melhorar as redes de proteção social de atendimento familiar para prevenir os casos de violência. A ideia seria, na sua opinião, educar os pais para que possam educar seus filhos de maneira adequada. Lucas vive há cerca de um ano em um dos abrigos em São Bernardo do Campo. Lá, ele e a família passam por acompanhamento médico, psicológico, educacional e social. Alguns dos fins de semana Lucas passa com a família. “Agora eu não apanho mais”, contou. A ideia do programa desenvolvido na Fundação Criança é que Lucas volte a viver com a família, agora mais preparada para educá-lo. “A nossa proposta é a de reintegração familiar. Acolhimento não é lugar de criança. Ela deve estar no seio familiar, senão biológico, da família extensiva ou até comunitária”, acrescentou Helen. (*Colaborou Camila Maciel; **O nome do adolescente foi alterado)

pelo mundo Internet

euA

ormuz

Rússia

egito

Argentina

A China promulgou ontem novas regras que fortalecem as exigências de divulgação para os usuários da Internet, na mais recente medida de Pequim para ganhar um controle firme sobre a sua comunidade online, cada vez mais loquaz e indócil, segundo reportagem publicada pelo The Wall Street Journal. Membros importantes do Congresso Nacional do Povo, o Parlamento da China, aprovaram as regras como parte do esforço para fortalecer as leis de privacidade pessoal, de acordo com informações da agência estatal Xinhua News. As regras exigem que os usuários da Internet utilizem seus nomes reais quando assinarem serviços de Internet de provedores de rede e serviços. (AP)

Com 73 votos a favor e 23 contra, o Senado dos Estados Unidos aprovou ontem a prorrogação por cinco anos da Lei de Vigilância e Inteligência Estrangeira (Fisa), que dá ao governo do país a autoridade para monitorar telefonemas e e-mails de estrangeiros suspeitos de espionagem ou terrorismo sem a necessidade de autorização prévia de tribunais. A Câmara já havia aprovado a renovação da Fisa por 301 votos a 118. Esse programa foi iniciado pelo governo do presidente George W. Bush depois dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 contra os EUA. Em 2008, quando Bush tentava obter do Congresso uma prorrogação por cinco anos, o então senador Barack Obama foi contra. Agora na Presidência, Obama apoia a lei. (AP)

A televisão estatal do Irã informou que a Marinha do país iniciou manobras na região do Estreito de Ormuz, local por onde transita um quinto de todo o petróleo produzido no mundo. Segundo as informações, a manobras tiveram início na madrugada de ontem e envolvem navios de guerra, submarinos, jatos e veículos anfíbios, também chamados de hovercrafts. As manobras acontecem no momento em que o Ocidente aumenta a pressão, em razão do programa nuclear iraniano. O Ocidente suspeita que o objetivo do programa é produzir armas nucleares, o que Teerã nega. O Irã tem ameaçado fechar o estreito em represália às sanções ocidentais, mas não tem falado sobre o assunto nos últimos meses. (AP)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou ontem uma lei que proíbe norte-americanos de adotar crianças russas, aprovando a legislação menos de 24 horas depois de o projeto ter sido recebido pelo Parlamento. A lei, que entra em vigor em 1º de janeiro, irritou norte-americanos e russos, que argumentam que a medida prejudica as crianças em retaliação a uma questão política, interrompendo um caminho que costuma impedir que milhares de crianças permaneçam em orfanatos. A hashtag “PutinEatsKids” estava entre as mais replicadas no Twitter minutos após Putin ter assinado a lei. Putin disse que a proibição pode ser estendida a outros países, afirmando que a Rússia precisa proteger seus “recursos” populacionais. (AP)

O ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, foi transferido da prisão para um hospital militar na quinta-feira (27) após seu estado de saúde piorar. Aos 84 anos, o ex-líder deposto por um levante popular cumpre sentença de prisão perpétua por não ter evitado a morte de manifestantes durante a revolução. Na semana passada, Mubarak caiu no banheiro da penitenciária e feriu a cabeça. Em junho, ele foi internado após entrar em coma e, embora tenha sido condenado no mesmo mês, tem passado a maior parte do tempo do julgamento internado em hospitais. Após a sentença, Mubarak apelou da decisão e a Justiça pode retomar o julgamento caso o recurso seja aceito. (BBC Brasil)

Um tribunal federal condenou a quatro anos de prisão a ex-ministra da Economia argentina Felisa Miceli por corrupção. Ela não conseguiu justificar a origem de US$ 52 mil (R$ 106 mil) encontrados em uma bolsa no banheiro de seu gabinete em 2007. Primeira mulher a comandar a economia argentina, Felisa ocupou o cargo durante o governo de Néstor Kirchner (20032007) e renunciou após o escândalo. Ela também foi condenada por ter acobertado uma suposta operação financeira ilegal, por obstrução da Justiça e pelo desaparecimento do arquivo policial sobre a bolsa encontrada em seu escritório. A ex-ministra alega que o dinheiro encontrado na bolsa fazia parte de um empréstimo. (BBC Brasil)

China aumenta controle sobre os usuários

programa de grampo é prorrogado

Irã inicia manobras navais

putin assina lei sobre adoção de crianças

piora o estado de saúde de mubarak

ex-ministra da economia é condenada


Dourados, sábado/domingo 29/30.12. 2012 O PrOgressO

8

Veículos arquitetura&urbanismo

segunda-feira

rural

terça-feira

saúde

quarta-feira

etios é eleito ten best pela car and driVer

mulher

quinta-feira

turismo

sexta-feira

Veículos

sábado&domingo

DIVULGAÇÃO

Modelo recém-lançado também foi o veículo com a melhor avaliação entre concorrentes pelo prêmio Latin NCAP de são paulo

O Toyota Etios recebeu, em São Paulo, o prêmio Ten Best 2012, como melhor sedã compacto comercializado no país. O prêmio foi entregue ao vice-presidente sênior da Toyota Mercosul, Luiz Carlos Andrade Junior, pelo publisher da revista, Luiz Guerrero. Para escolher os vencedores do prêmio Ten Best 2012 a equipe da revista Car and Driver testou 221 carros. O campeão de cada categoria foi definido a partir dos seguintes critérios: atualidade do projeto, inovação tecnológica, segurança (para motorista, passageiro e pedestres), desempenho, satisfação do motorista, conforto, adequação ao mercado e respeito ao ambiente. Lançado em setembro passado, o Etios incorpora o tradicional DNA Toyota de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade. Utilizando matéria-prima semelhante a do Corolla, o Etios foi desenvolvido para atender as exigências dos clientes desse segmento, oferecendo um design moderno, boa performance, economia e conforto. Recentemente o modelo participou do Latin NCAP, braço para a América Latina do renomado programa com origem na Europa que promove testes independentes de segurança dos automóveis. O Etios foi o grande destaque na avaliação, obtendo Quatro Estrelas, de cinco possíveis, para passageiros dos bancos dianteiros. Até

então, nenhum outro veículo do segmento do Etios havia conseguido pontuação tão elevada, o que reforça a preocupação que a Toyota teve com a segurança no desenvolvimento do seu modelo compacto para o mercado brasileiro. Além disso, o Etios ainda possui nível A no Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro, que aponta o nível de eficiência energética de diversos tipos de produto. O compacto da Toyota se destaca entre os automóveis como um dos modelos que menos consome combustível no Brasil. O Latin NCAP, braço para a América Latina do renomado programa com origem na Europa que promove testes independentes de segurança dos automóveis, divulgou hoje os resultados da fase três do seu teste de colisão frontal. E o Toyota Etios, lançamento da marca no segmento de carros compactos, foi o grande destaque na avaliação, obtendo Quatro Estrelas, de cinco possíveis, para passageiros dos bancos dianteiros. O Etios testado pelo Latin NCAP foi o hatchback. Considerando as duas fases anteriores do teste de colisão frontal do Latin NCAP, realizadas em 2010 e 2011, e os modelos avaliados nesta edição, nenhum outro veículo do segmento do Etios conseguiu pontuação tão elevada, o que reforça a preocupação que a Toyota teve com a segurança no desenvolvimento do seu modelo compacto para o mercado brasileiro. Com

imPOrTanTeS Segurança

Proteger a integridade dos passageiros foi uma das prioridades da Toyota na fase de desenvolvimento do etios maiS Segurança

em ambos os tipos de carroceria hatchback e sedã - o compacto da Toyota é equipado de série com airbags duplos frontais frenagem

Freios ABs e Distribuição eletrônica de Frenagem estão disponíveis em todas as versões do três volumes relação à segurança dos passageiros do banco traseiro, o Etios conquistou duas estrelas, nível considerado dentro da média para veículos do seu segmento e faixa de preço. Durante o teste do Latin NCAP, cada carro foi submetido a uma colisão frontal a 64 km/h contra um obstáculo deformável, que simula outro automóvel. Estudos do próprio programa mostram que esse tipo de situação é a mais corriqueira no dia a dia das pessoas. A nota dos carros é dada pelo número de estrelas que vão de zero a cinco, sendo que, quanto mais estrelas, maior a segurança do veículo. No teste são avaliados itens como estrutura do carro, que serve para mostrar como ela se comporta em caso de colisão, e abertura dos airbags durante colisões.

Toyota etios conquistou o prêmio Ten Best 2012 concedido pela equipe da revista Car and Driver

Premiação conquistada revela que o Toyota etios já conquistou os consumidores de todas as idades


Fim de Ano

Bonito é um bom lugar para a Virada PÁG. 2

dia a dia

Mega Sena

Prêmio milionário gera filas PÁG. 4

“Não pedi coisas demais para não confundir Deus que à meia-noite de ano novo está tão ocupado”.

Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgreSSO

Clarice Lispector Marcos ribeiro

ViDente preVê

ano positivo para Dourados Vidente Leda Maria diz que a agricultura, comércio e política de Dourados caminham para o rumo certo

De Dourados progresso@progresso.com.br

A vidente Leda Maria Denir prevê que 2013 será um ano de muitas mudanças em Dourados, com acontecimentos que devem melhorar a vida de quem mora na cidade. Agricultura, política, comércio são pontos que vão se destacar no novo ano que se aproxima. Segundo Leda, 2013 será marcado pela justiça. “2013 será um ano regido por Xangô, Deus da Justiça e isso irá influenciar nos acontecimentos relacionados às mudanças que irão acontecer em Dourados e também na

região”, informa a vidente. Leda lembra que os pais devem aproveitar a entrada do novo ano que chega para aumentar o diálogo com os filhos. “Pai e mãe estão muito afasta-

A vidente lembra que em 2013 os pais devem aumentar o diálogo e se aproximar mais dos filhos dos dos filhos e isso tem contribuído para a separação e falta de respeito na família. Se eles não dialogarem com os filhos os problemas irão atormentar as famílias, principalmente en-

volvendo as drogas”, enfatiza Outro fato que a vidente ressalta é que em 2013 as pessoas busquem mais a Deus. “As pessoas devem procurar uma religião, ter fé, buscar o caminho que leve a Deus, para que mudanças na vida possam acontecer. Cada dia que passa, muitos se afastam das igrejas e isso contribui para o afastamento da paz”, lembra. Sobre o futuro de Dourados, Leda diz que o caminho com o prefeito eleito este ano, Murilo Zauith, pode trazer bons frutos para a cidade. “Vejo que o prefeito vai fazer um bom mandato e que vai dirigir bem Dourados

nos próximos quatro anos e, 2013 vai ser um ano iluminado para ele” enfatiza. A vidente disse ainda que a Câmara dos Vereadores trará algumas surpresas e mudanças deverão acontecer. “Alguns vereadores eleitos vão se destacar dentro da Câmara, o que pode causar desavenças no legislativo de Dourados. A população deve ficar atenta ao trabalho dos vereadores, caso contrário, a política douradense pode passar por outro turbilhão de complicações”, frisa. Agricultura e comércio são setores que Leda faz questão de ressaltar para o sucesso em

ponto a ponto AGriculturA

A vidente Leda Maria prevê que, em 2013, os agricultores terão um ano positivo para o setor comércio

Leda diz que o setor irá refletir o bom momento que o campo irá viver em 2013 e também terá um ano positivo PolíticA

A previsão é que Dourados será bem administrada e alerta a população quanto à Câmara

2013. “Tudo aponta para que seja um ano de muita prosperidade no campo e também no comércio da cidade”, diz Leda. Ela também explica que em 2012 recebeu muitas pessoas querendo que algo acontecesse em suas vidas. “Eu espero que em 2013, as pessoas mudem este hábito, agradeçam mais e peçam menos. Muitos estão sendo ingratos com o que já foi alcançado” disse. Leda conclui dizendo que o amor deve renascer no coração das pessoas. A vidente está em Dourados desde 1967 e faz previsões com cartas de tarô e búzios.


2

Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

Dia a Dia DiVulgação

CURTAS Virada do Ano

Prefeitura mantém serviços essenciais

Bonito tem atrativos naturais que atraem turistas de todo mundo, especialmente na ‘virada’

Bonito é o lugar certo para entrar em 2013 Alto astral no Madeiral recebe visitantes para uma das melhores festas da “Virada” com MPB e Pop Rock Da Redação

O balneário de Bonito, distante cerca de 260 quilômetros de Dourados, é um dos lugares ideais para curtir a virada do ano. A cidade foi eleita pelo 11º ano consecutivo o Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil, pelos leitores da revista Viagem & Turismo da Editora Abril. Tornou-se no últimos anos a capital do ecoturismo do país, recebendo turistas daqui e do exterior, em função dos vários atrativos turísticos que envolvem nascentes como do Rio Sucuri, do Rio Baía Bonita (Aquário Natural) e do Rio da Prata e, também, de suas grutas e atividades como o arborismo Ybirá Pe, localizado às margens do Rio Formoso. A atividade proporciona aos praticantes uma experiência transformadora, uma vez que os tira da zona de conforto, levando-os a se deslocarem acima da copa das árvores com um visual incomum no cotidiano e após a prática do arborismo é possível um banho refrescante nas águas do Formoso. Nos arredores da cidade tem a maior cachoeira de Mato Grosso do Sul, com 150 metros e um rapel ao lado, com vista para um vale em meio ao cerrado. Em Bonito, se faz rapel dentro de um abismo, com um

lago de um azul intenso com 70 metros de profundidade. Bonito também tem rios de águas transparentes, onde é possível realizar mergulhos autônomos embaixo das cachoeiras. Guias especializados, equipamentos de qualidade, respeito à natureza. Há pousadas e hotéis dos mais econômicos aos mais sofisticados. Também se encontra em Bonito uma diversidade de opções de

Além das atrações musicais, a festa Alto Astral no Madeiral oferecerá ilhas tropicais de frios e frutas durante toda a noite alimentação e outros serviços, como internet, lojas de artesanato e de artigos de aventura. Além dos atrativos turísticos, Bonito é lembrado pelas edições anuais do Festival de Inverno de Bonito e, mais recentemente, pelo Bonito Blues, evento que fomenta a cena musical através do Blues. O evento ajuda profissionalizar o mercado, mapear as bandas existentes no Estado, além de proporcionar ao público boa música e interação de músicos consagrados com os potenciais talentos de Bonito e região. Madeiral Neste final de ano a cidade de

Comércio de Dourados vai sortear amanhã o Cruze 0 km O sorteio do carro está marcado para as 11h deste sábado, na Praça Antônio João

De Dourados

Lojistas de Dourados que aderiram à campanha da Camara de Dirigentes Lojistas de Dourados(CDL) estão distribuindo cupons que darão direito a concorrer a um carro Cruze, neste sábado, dia 29. O sorteio será às 11h, na Praça Antonio João. Quem ganhar vai levar um dos últimos lançamentos da Chevrolet, que é um sucesso de vendas. As lojas participantes são: A Barateira Confecções, A Carolaine, A Musical, A Universitária, Adriana modas, Auto Posto Pit Stop II, Auto Posto Rafaela, Auto Posto Top 7, Auto Vidros Dourados, Bicicletaria Universal, Brasilar, Bruna Calçados, Bumerang, Carbur Dourados, Casa das Flores, Casa de Carne Douradense, Casa Nova Ma-

teriais para Construção, Casa Vitoria, Centauro, Chakal’s, Clinica JP Mansor, Colégio Objetivo, Combate Center, Comercial Dourados Materiais para Construção, Comercial Eletrica Dourados, Comercial Oshiro, Darom Moveis, Douralar Materiais para Construção, Drogaria Auxiliadora, Drogaria Bela Vista, Drogaria Freire, Ducal Materiais para Construção, É 10, El Shaday Papelaria, Eletrotem, Encanto Modas, Endo Moto, Estação das Flores, Farma Total, Farmacia Bio Farma, Farmacia Santa Terezinha, Fatima’s, Fenix Motos, Foz Center, Gabana Moda, Gabi Calçados, Ginga Modas, Golfinho Móveis, Grafica Akatsuka, Indaia Materiais para Construção, Kassiana Modas, Lacqua di Fiore, Levi’s, Liss Modas, Livre Estilo, Loja Betânia, Loja Popular, Lojão da Economia, Lojão de Roupas Usadas, Lojão do Povo, Lojas Avenida, Lojas Ki Barato, Lojas Seller, Lokau Restaurante, M.F. Utilidades, Madem Modas, Magazine da Moda, Magazine Luiza,

Bonito proporcionará vários eventos relativos à virada de ano, em especial o Alto Astral no Madeiral, uma festa que privilegia o melhor da música brasileira a cargo de Kalu e sua banda, apresentando sucessos da MPB e do pop rock, e a participação do DJ Rinaldo, esquentando a pista do Espaço Madeiral com sucessos dançantes dos anos 70, 80, 90 e por aí afora. Além das atrações musicais, a festa Alto Astral no Madeiral oferecerá ilhas tropicais de frios e frutas durante toda a noite e ao final um delicioso caldo da madrugada e open bar. Para o conforto dos participantes foram instalados climatizadores para amenizar as altas temperaturas dos últimos dias e estacionamento exclusivo para os participantes da festa. serviço Data: 31 de dezembro a partir das 23h Local: Espaço Madeiral, à rua 15 de Novembro, 675 a 50 m da Praça das Piraputangas, em Bonito-MS Convites individuais: R$ 120,00/Mesas para 4 ou 6 pessoas com direito a um champanhe por casal. Mais informações: 67.99863373/8416-6588.

Mateplas, Maurão Materiais para Construção, Mercado Caiuas, Mercado da Construção, Mercado da Hora, Mercado Douradão, Mercado Haras, Mercado Hebrom, Mercado Maringá, Mercado Murakami, Mercado Paraíba, Mercado Paraná, Mercado Santa Pura, Mercado Santos, Miguita Sabores, Mileny Calçados, Moper Home Center, Moveis Brasília, Moveis Babiane, Moveis Plaza de Itaporã, Mulher Única, Nathalia Modas, Nikkei Confecçoes, Nível Materiais para Construção, O Panelão, O Barracão, O Boticário, O Verdurão, Only Fashion, Ótica Bela Center, Ótica Karina, Ótica Precisão, Otica Pupila, Papelaria Douralivro, Paraiso das Tintas, Perkal Automoveis, Popular Kids, Portal Materiais para Construção, Porto Bello Shop, Posto Oshiro, Real Materiais Elétricos, Relojoaria Confiança, Restaurante Cozinha Mineira, Restaurante Maximo, Salim Esportes, Sapataria, Sertão Equipamentos, Skina Lanches, Sporte.com, Stefane Kelly, Stylus Lingerie, Supermercado Big Bom, Supermercado Chama, Supermercado Esperança, Supermercado Kadema, Supermercado Lider, Supermercado Sempre Bom, Supermercado Superbox, Tend Tudo, Tikitta’s Fashion, Titana Fashion, Tradição Móveis, Unilar, Varejão da Moda, Vitoria Fitness e Vizaty.

Conforme decreto assinado pelo prefeito Murilo, os servidores municipais terão ponto facultativo na próxima segunda-feira (31), o que significa que ontem a Prefeitura de Dourados atendeu ao público pela última vez em 2012. O expediente será retomado na quarta-feira (2) às 7h. Durante esse período serão disponibilizados apenas os serviços públicos considerados essenciais nas áreas de saúde, limpeza e segurança através da Guarda Municipal. A coleta de lixo só não será feita na terça, dia 1º de janeiro de 2013. Os postos de saúde permanecem fechados de sábado até terça. O atendimento será feito no PAM (Pronto Atendimento Médico), que fica aberto diariamente, até meia noite. O Samu e a Central de Ambulâncias também permanecem de plantão.

Evento

Japan Fest proposto por Tetila agora é lei DiVulgação

Projeto de Lei é de autoria do deputado Laerte Tetila Foi publicada, no Diário Oficial do Estado de 26 de dezembro, a lei 4.308, de autoria do deputado estadual Laerte Tetila (PT), que inclui, no calendário oficial de Mato Grosso do Sul, o Japan Fest - Festival do Japão de Dourados. Pela iniciativa do deputado Laerte Tetila, o Japan Fest poderia obter recursos públicos para a realização da festa, que acontece, anualmente, no mês de novembro. “Foi o meio que encontramos para manter viva a tradição desse grande povo; a colônia japonesa é muito atuante no Estado, e, para se ter uma ideia, na década de 40, chegamos a ter a segunda maior colônia japonesa do Brasil”, salientou o deputado Tetila, ao apresentar o seu projeto de lei. Para celebrar o sucesso da imigração, a Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira, criada em 1953, realiza o Japan Fest.

A atualização das Taxas Municipais INIO ROBERTO COALHO Advogado e contabilista

O

prefeito de Dourados disse na Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced) que não criou nenhuma lei dispondo sobre taxas municipais. Falou que a lei está inserida no Código Tributário Municipal (CTM) desde 1977, no entanto, nunca foi colocada em prática e que para a aplicação da exação doravante, foi apenas feito a atualização dos valores. Murilo Zauith está coberto de razão, em parte, as taxas reclamadas pelos contribuintes atingidos pela exigência estão dispostas no CTM, porém, ao tratar da correção monetária, a administração municipal não aplicou qualquer um dos índices conhecidos nacionalmente. A atualização proposta pela administração municipal alcança 1955% num período de apenas dois anos para a grande maioria dos itens existentes na tabela das taxas municipais. A última atualização das tabelas já existentes foi autorizada pelo Decreto nº 479, de 22-122009, logo, para vigorar a partir de 1º de janeiro de 2010. Nesta alteração a Taxa de Fiscalização e Publicidade para um anúncio sem iluminação ou não luminosos (por unidade) era de R$ 11,41 foi elevado para R$ 223,00, majoração de quase 2.000%. Para a exigência do pagamento de qualquer taxa deve haver a contraprestação de serviço do município e, no caso, a materialização do poder de polícia. A nosso ver, se as taxas municipais não

eram exigidas pelas administrações anteriores porque não havia tais requisitos. No momento, fica a pergunta: Qual é a contraprestação do serviço do município para a exação de certas taxas? E o poder de polícia está consolidado? Qual é o interesse da sociedade em ver disciplinado pela fiscalização municipal, a publicidade exercida pelo comércio douradense? Ainda assim, acreditamos que, como nos demais município, não há qualquer ilegalidade nas leis que instituíram as taxas no município de Dourados, contudo, partindo-se desse pressupostos, necessária seria ainda saber: Quem cadastrou as placas e demais anúncios existentes no município de Dourados? Qual será a modalidade da cobrança das taxas? O contribuinte deverá se manifestar, via cadastro de seu anúncio ou a própria administração municipal se incumbirá de fazer o lançamento? Resta saber se a Administração Municipal colocará em marca a exação das taxas aprovada pelo legislativo, uma vez que o Prefeito propôs à Aced e demais entidades que se reúnam para discutirem acerca de alguns itens do CTM incluindo-se ai, a cobrança das aludidas taxas. O fato é que a sociedade e seus representantes devem ficar atentos, pois todo final de ano acontece o mesmo: Como a majoração de tributos deve ser aprovado no ano anterior à sua vigência, o executivo, no apagar das luzes, envia ao legislativo normas contraditórias e polêmicas para serem aprovadas sem o devido questionamento da sociedade e dos representantes das classes alcançadas pela lei e, ainda, sem tempo hábil para melhor análise do legislativo. Por fim, cabe aqui parabenizar a coluna Malagueta, do Jornal O PROGRESSO, que atenta aos fatos cotidianos levantou a polêmica que, até então, era de total desconhecimento da sociedade e de seus representantes.

a imagen de Hedio Fazan

Camila, da rM Joias

MS

Quatro mil foram beneficiados pela ALL A América Latina Logística (ALL), ao longo de 2012, desenvolveu várias campanhas sociais, voltadas para a assistência da comunidade, seus colaboradores e familiares. Ao todo, 4 mil pessoas foram beneficiadas pela companhia. Por meio de iniciativas de doação de itens arrecadados como livros, peças de roupas e alimentos foram atendidas cerca de 700 pessoas. “É uma satisfação poder ajudar a quem precisa e sentir a solidariedade dos nossos colaboradores e amigos”, conta Edclérson Nogueira, analista de Gente e Gestão da ALL, no MS. Em conjunto a essas ações, 2100 pessoas entre motoristas, ciclistas e pedestres participaram das campanhas de passagem de nível (PNs). A malha férrea no Estado é dividida em 16 trechos e compreende 1.200km.

Ela ganhou uma cesta de flores sorteada pelo O PROGRESSO. Camila diz que gosta de ler o jornal inteiro

a imagen de Hedio Fazan

Walter, da Moto Car

Ele foi sorteado com uma cesta de flores. Assinante há 10 anos, Walter aprecia muito o Caderno de Esportes.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

3

Dia a Dia

Idosos têm os funcionários do Lar como seus familiares Fim de ano, época de confraternização, poucos são os familiares que levam seus idosos para casa, a fim de passar as festas. No Lar do Idoso, homens e mulheres que já serviram bastante à sociedade se unem como numa família fLávIo verão

Rosa Félix, aos 90 anos, tem contato todos os dias com a filha, pelo telefone Flávio Verão flavio@oprogresso.com.br

O tempo passa, as rugas surgem e as doenças começam a castigar o corpo. Os sinais da velhice nem sempre aparecem acompanhados de saúde para muita gente e quando o corpo e a mente não mais conseguem agirem sozinhos, o Lar do Idoso torna-se referência e única opção para abrigar pessoas que nos momentos mais difíceis da vida precisam de amparo e de novo lar. Em Dourados tem sido assim. O Lar do Idoso, com 45 internos e 25 funcionários é uma família. Até mesmo no Natal e na virada do ano, épocas de confraternizações familiares, a Casa continua cheia. Poucos são os familiares que levam os idosos para casa. Rosa Félix de Lima, de 90 anos, é natural de Minas Gerais. Quando se casou, morou em São Paulo e após ficar viúva, há quase duas décadas, veio para Dourados viver perto da filha

única, atualmente beirando os 70 anos. Há 2 anos, Rosa vive no Lar do Idoso, local que ela temia por ser uma vida nova e diferente, mas rapidamente se adaptou. “Aqui é a minha segunda casa e família, adoro os colegas e todos os funcionários daqui”, confessou a aposentada. Ela foi parar no asilo devido às dificuldades da filha em poder cuidá-la. Rosa é cega há quase três anos e utiliza cadeira

“A minha filha é doente e mal consegue cuidar dela, imagina de mim”, conta Rosa Félix de Lima, de 90 anos, que vive no Lar de rodas. “A minha filha é doente e mal consegue cuidar dela, imagina de mim”, disse Rosa, que não reclama, em momento algum, de ter ido parar no Lar do Idoso, local muitas vezes visto com maus olhos pela sociedade. “Não fui abandonada pela minha família, eles apenas não tinham condições de

fLávIo verão

Vicente Pereira, de 73 anos, é supervisor dos demais moradores no Lar do Idoso

me cuidar, no entanto, falo com minha filha todos os dias pelo celular”, declarou dona Rosa, que ainda tem um neto e duas bisnetas que moram nos Estados Unidos. Dos 45 idosos da Casa, 13 são mulheres e o restante, homens. Uma nova vaga apenas surge quando algum dos idosos morre. Ronei Farias, auxiliar administrativo do Lar do Idoso, diz que são diferentes os tipos de casos que levam os idosos a chegar à Casa. “Alguns porque a família não tem condições de cuidar e outros porque não têm familiares”, explica, acrescentando que, no caso dos homens, a situação é diferente. “Muitos deles se divorciaram, deixaram a casa e depois de idosos não conseguiram, por diferentes formas, retornar à família”, diz Ronei Farias. A maioria das 13 mulheres tem família e recebe visitas esporádicas. Entre os 32 homens, poucos são os que têm contato com os filhos e parentes.

lar do idoso Diretoria

O Lar do Idoso é mantido pela Maçonaria Cinquentenário de Dourados, composta por uma diretoria de 20 membros Doações

Durante o ano são realizados eventos beneficentes para arrecadar verbas para o Lar. Entidades também fazem doações soliDarieDaDe

Este ano caiu a frequência de visitantes que promovem distribuição de lanches e outras ações em prol dos idosos Do total de idosos, a maioria apresenta algum problema de saúde, tem dependência total ou semi-independência de um cuidador. “Aqui no Lar eles recebem atenção e carinho dos 25 funcionários e nós somos considerados para eles como seus familiares”, disse Ronei. Vicente Pereira Leme, de 73

anos, está há três anos e meio no Lar do Idoso. Ele confirma que todas as pessoas da Casa são uma verdadeira família. “Aqui me sinto bem, principalmente porque tenho a função de supervisor dos demais idosos”, conta. Ele é um dos poucos que é forte em saúde. “Tenho a liberdade de sair do Lar, ir à igreja, ajudar em serviços externos quando precisa”, relatou Vicente, que durante a semana é um dos pregadores da palavra de Deus. Evangélico, ele leva palavras de conforto e esperança aos colegas da Casa. A história de Vicente é parecida com os demais homens do Lar do Idoso. Divorciado, ele não se viu em condições de voltar para a casa da família, em Amambai. “Graças a Deus tenho 73 anos bem vivido e enquanto eu tiver saúde, vou continuar a supervisionar meus colegas”, acrescentou. O Lar do Idoso é mantido pela Maçonaria Cinquentenário de Dourados, composta por uma diretoria de 20 membros.

Veículos

Caixa assina hoje contrato para 1.850 Carnê do IPVA pode ser residências do ‘Minha Casa Minha Vida’ retirado via internet DIvuLgação

Assinatura do contrato será hoje, às 9h, no auditório da Governadoria, na Capital De Campo Grande

A Caixa Econômica Federal assina hoje, às 9h, no auditório da Governadoria, contrato para construção de 1.850 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida distribuídas nos municípios de Ivinhema, Sete Quedas e Três Lagoas, totalizando mais de R$ 100 milhões em investimentos. No município de Ivinhema serão construídas 182 casas com 36,76 m² de área, contendo com dois quartos, sala cozinha, banheiro, área de serviço externa e acabamento em cerâmica com forro de PVC em toda parte interna. No empreendimento serão investidos pelo Governo Federal R$ 8.190.000,00. Em Sete Quedas serão construídas 236 unidades habitacionais distribuídas em três empreendimentos conforme abaixo: - Residencial Mappim - 22 casas com dois quartos, sala cozinha, banheiro, área de serviço externa, acabamento em cerâmica e forro de PVC em toda parte interna, com 36,76 m² de área e investimento pelo Governo Federal de R$ 990.000,00. - Residencial Faixão - 120 casas com dois quartos, sala co-

Programa habitacional Minha Casa Minha Vida leva residências aos municípios de Ivinhema, Sete Quedas e Três Lagoas zinha, banheiro, área de serviço externa, acabamento em cerâmica e forro de PVC em toda parte interna, com 36,76 m² de área. Valor investido pelo Governo Federal R$ 3.960.000,00 e R$ 347.188,85 pelo Governo do Mato Grosso do Sul. - Residencial El Paraíso - 94 casas com dois quartos, sala cozinha, banheiro, área de serviço externa, acabamento em cerâmica e forro de PVC em toda parte interna, com 36,76 m² de área. Valor investido pelo Governo Federal R$ 4.230.000,00 e R$ 228.200,84 pelo Governo do MS. O município de Três Lagoas recebe o maior volume de

unidades, sendo 1432 apartamentos, com 43,40 m² de área, contendo dois quartos, sala cozinha, banheiro e área de serviço, distribuídos em 179 blocos de dois andares. No empreendimento que será divido em três etapas, serão investidos pelo Governo Federal R$ 81.624.00,00, pelo Governo do MS R$ 3.253.167,70 e R$ 473.197,34 pela Prefeitura de Três Lagoas. A Caixa Econômica Federal alcançou no Mato Grosso do Sul, na última sextafeira (21), R$ 1,5 bilhão em contratações do crédito imobiliário em 2012. Com o resultado, o banco superou a expectativa de empréstimos imobiliários.

A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) já distribuiu, via Correios, todos os carnês do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) relativos ao exercício de 2013. Quem ainda não recebeu o carnê do IPVA deve procurar uma

agência fazendária ou do Detran ou também pode acessar o boleto no endereço eletrônico www. sefaz.ms.gov.br . O IPVA, que correspondente a veículos usados, pode ser pago mediante uma das seguintes formas: pagamento em parcela

Durante o ano são realizadas festas e ações beneficentes para arrecadar verbas para o Lar. Entidades também colaboram com doações. De acordo com Ronei Farias, fralda geriátrica tamanho G, materiais de limpeza e de higiene pessoal sempre são bem-vindos. “Temos muitos custos com esses materiais”, explica. Outra necessidade, segundo ele, é de voluntários para o lanche da tarde. “Já tivemos grupos de amigos e de associações que agendavam com frequência visitas e distribuíam lanche para nossos idosos. Este ano caiu bastante”, disse. Já teve meses que todos os dias havia grupos que distribuíam lanche e levavam palavra de conforto aos idosos. Neste mês de dezembro, por exemplo, a agenda do lanche não atende nem 15 dias. Os meses considerados mais críticos, de acordo com Ronei, é de janeiro a março, quando as visitas ao Lar do Idoso caem bruscamente, tanto dos familiares como da comunidade em geral.

única, com desconto de 10% ou pagamento em até três parcelas mensais e iguais. O pagamento em parcela única deve ser feito até o dia 31 de janeiro de 2013. Em 2012, 90% dos contribuintes quitaram o IPVA à vista. Se for parcelado, o contribuinte ou o responsável deve recolher até o dia 31 de janeiro de 2013 a primeira parcela; 28 de fevereiro de 2013, a segunda parcela e 27 de março de 2013, a terceira parcela.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

4

Dia a Dia

Mega da Virada congestiona lotéricas

a imagen de Hédio Fazan

Ronny ganha moto Factor K

O concurso vai sortear prêmio de r$ 230 milhões; apostas podem ser feitas até as 14h da segunda-feira. Sorteio será transmitido ao vivo a partir das 20h marcoS ribeiro

De Dourados progresso@oprogresso.com.br

As lotéricas de Dourados e de todo o país estão lotadas de pessoas em busca do prêmio milionário pago pela Caixa Econômica na Mega da Virada; R$ 230 milhões. Durante toda a semana, as apostas da modalidade foram voltadas exclusivamente para o concurso especial da Mega Sena, inclusive as apostas que forem feitas com os volantes normais. A Mega da Virada não acumula, se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será dividido entre os acertadores da Quina e assim por diante. Segundo Otávio de Sousa e Silva, gerente de uma lotérica no centro de Dourados, o número de apostadores é quase 90% maior. “A divulgação que a Caixa faz sobre o prêmio milionário é

O sorteio da Mega da Virada será realizado no estúdio da rede globo, em são Paulo e transmitido ao vivo a partir das 20h muito grande e chama a atenção de todos, sem contar o sonho de todos em ficar rico”, brinca o gerente. Para se ter noção do valor do prêmio, o novo milionário po-

A Douramoto realizou o sorteio de uma motocicleta Factor K no dia 21 de dezembro. O felizardo ganhador foi Ronny Machado Rojas, que recebeu o prêmio entregue por José Rosa. Boa sorte com o novo veículo!

Sistema de apostas ficou fora do ar por alguns minutos ontem e deixou a fila ainda maior nas lotéricas derá adquirir quase dois mil carros de luxo ou 460 imóveis de R$ 500 mil cada. Caso aplique todo o dinheiro na Poupança da Caixa, o ganhador poderá obter mais de R$ 982 mil em rendimentos mensais, equivalente a mais de R$ 32 mil por dia. Para os superticiosos, os dez números mais sorteados na Mega Sena, desde a sua criação,

são: 5, 33, 54, 51, 43, 53, 4, 24, 29, 17. Ressaltando que o número 10 já foi sorteado em dois sorteios de Mega da Virada, em 2009 e 2010. Bolão As apostas podem ser feitas em qualquer uma das mais de 12 mil lotéricas, em todo o Brasil, até as 14h (horário de Brasília)

do dia 31. Porém, a Caixa orienta aos apostadores a não deixar para a última hora. O ideal é que garantam sua participação com a máxima antecedência possível. Na segunda-feira, serão sorteados ainda os concursos 849 da Lotofácil, 3.083 da Quina e 1.138 da Dupla Sena. Os sorteios serão realizados a partir das 17h (horário de Brasília).


Coluna da Adiles

Confira fotos da posse do Rotary รguia Dourada

o progresso

DMais

Dourados, sรกbado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO


2

Dourados, sábado/domingo, 29/30.12. 2012 O PrOgressO

DMAIs

Cuidado, festas Walcyr carrasco

S

e você perguntar à maioria dos amigos qual seu projeto para o ano que vem, descobrirá que pretendem emagrecer, malhar e poupar. O motivo principal dessas promessas de Ano-Novo é ter uma boa desculpa para chafurdar em panetones, embebedar-se e gastar sem remorsos em viagens de fim de ano. Tenho sido o melhor exemplo do que digo. Fiz um regime sério, com supervisão médica,

de 600 calorias por dia. Não só por vaidade – embora, não nego, tenho muita. Também a conselho médico. A barriga masculina, quando o umbigo se derrama sobre o cinto da calça, pode causar problemas de saúde. É o que chamam de síndrome metabólica. Ela se traduz em diabetes, riscos cardiológicos e outras coisas que não quero lembrar. No regime, sofri! Durante novembro e parte de dezembro, mantive as 600 calorias. Evitava até folha de alface extra para não engordar. Confesso: em certas noites, sonhei com cheesebúrguer salada e bisteca de porco bem fritinha. Resisti. Perdi 8 quilos que, tenho medo, reencontrarei nesta fase do ano. Quando dezembro chegou, meus amigos iniciaram o mantra: – Mas você não vai fazer regime no fim do ano, vai? – Tem de aproveitar a vida! Um, mais exaltado, proclamou: – Você tem o direito de comer à vontade, depois desse

regime. Amigos são traiçoeiros quando o assunto é a forma física. Todo mundo que passou por uma dieta sabe como é. Se estou gordo, aconselham: – Você precisa emagrecer. – Perder peso é uma questão de saúde. – Me lembro de você jovem, magrinho. Era lindo! O último comentário é uma forma delicada de dizer que me tornei um espanto. Basta emagrecer um pouco, e a situação se inverte. Os mesmos fiscais da gordura alheia viram a casaca. Se me convidam para uma feijoada e digo que não vou, ouço: – Uma vez só não tem importância. Se não quero beber, o conselho: – Uma dose ou duas, tudo bem. E todos, na primeira oportunidade, me presenteiam com chocolates! Natal e Ano-Novo são um campo fértil para tentações. Há quem passe dezembro festejando, tantas são as festinhas de amigos secretos, coquetéis de fim de

ano, visitas a ex-mulheres e de ex-maridos, confraternizações com a turma do trabalho. Muitos passam o mês de pileque. Beber no Carnaval é farra. Nas Festas, praticamente uma obrigação. Quem pretende economizar quebra. Fuja, se realmente quer poupar! Dedique-se a uma atividade generosa, como distribuir sanduíches de peru com ameixa a moradores de rua. Sai mais barato que encher a pança da família com pernil e bacalhau. Doe o que gastaria em presentes a tias e primos desconhecidos a uma entidade beneficente. Assim, evite também o desgate das compras e os preços periclitantes. Mesmo porque é dificílimo fazer boa figura no quesito presente. Até se sua família fizer amigo secreto, você sempre receberá algo muito pior do que espera. E o que oferecer estará abaixo das expectativas de quem ganhar. Muitos se endividam para ser

felizes no Réveillon. Partem para praias lotadas, onde só encontrarão cerveja quente. Ou, pior, são defumados pelo sol escaldante durante os congestionamentos nas estradas. Reconheço: eu mesmo planejei uma viagem, de que já me arrependi. Tenho uma casa no Litoral Norte de São Paulo, ao lado de um morro com a mata intocada. Ecológico? Pois sim! Depois de combinar o fim de ano com os amigos, recebi uma carta do condomínio. A população de gatos selvagens da região cresceu de forma gigantesca. Tem invadido as casas, devorado a comida e aterrorizado os veranistas. Já imagino que passarei o Réveillon trancado em casa, para me defender dos felinos. Bem, é melhor que no ano passado, quando houve uma invasão de cobras nos jardins. Lamento pelos veranistas que deram duro para pagar as pousadas próximas. Passarão os dias de férias correndo de gatos

toscas da loucura parlamentar. E nós, como sempre, pagamos toda a encenação. Pedimos então ao Papai Noel que o Congresso não rasgue contratos estabelecidos - porque fica feio. Que não se apresse a votar apenas para inchar os gastos públicos, abrir vagas sem concurso, aumentar seus próprios salários e reduzir para três dias semanais o expediente em Brasília. Que entenda que quem cassa os direitos políticos de congressistas não é o Supremo Tribunal Federal, mas a conduta equivocada e criminosa de cada deputado ou senador. Uma sociedade que se bateu pela Ficha Limpa rejeita condenados como seus representantes. Torço para que esteja certa a autora do livro 2012, las profecias del fin del mundo, a jornalista mexicana Laura Castellanos. Ela entrevistou antropólogos e historiadores. O apocalipse em 21 de dezembro não foi, segundo ela, previsto pelos maias. A visão do fim do

mundo com a chancela de uma civilização antiga acabou se tornando muito popular. Uma peça de marketing com um benefício concreto: rever valores. Segundo o livro de Castellanos, as profecias maias não se concentram em catástrofes. Elas preveem “o despertar da consciência e o renascimento de uma nova humanidade, mais equitativa”. Queria acreditar. Talvez, no íntimo, acredite. Nada como olhar a perspectiva do fim como um recomeço. Tenho lido artigos de colegas que, com a chegada da velhice, se tornaram arautos do apocalipse. O pessimismo e a desesperança incomodam. Tenho medo de que os jovens se contaminem. Alguns desistem de ter filhos, porque sonhavam com um mundo melhor. Mas a violência, os massacres, a ignorância, a fome, as guerras, os genocídios – tudo isso sempre existiu. Não é invenção de agora. Também me irrita a mania de alguns velhos – jornalistas ou não

selvagens. Nos raros intervalos em que não estiver chovendo. O céu desaba na região, nesta época. Apesar disso, suspeito que sua situação será melhor do que quem gastou fábulas para ir ao Rio de Janeiro. Onde também chove, chove! Penso sempre no turista que passa o ano pagando um pacote de viagem, para passar as férias refugiado numa marquise. Ou nas ensolaradas praias do Nordeste, lutando para não ir à falência ao comer uma casquinha de siri. Neste ano, minhas promessas de Ano-Novo começam imediatamente. Dá para comemorar sem exageros. É o que farei. A começar pelos presentes. Há algo mais útil do que uma boa escova de dentes, que me fará ser lembrado todos os dias? Família, se prepare! Walcyr carrasco é jornalista, autor de livros, peças teatrais e novelas de televisão.

O fim do mundo Maia ruth de aquino

S

e você estiver lendo esta página, é um sinal de que o mundo não acabou no dia 21 de dezembro. Mas a profecia (Marco) Maia do Juízo Final foi levada a sério pelo Congresso. Nossos representantes da Câmara e do Senado decidiram antecipar o fim dos tempos... de trabalho. Entraram em greve branca e bateram o pezinho, recusando-se a votar qualquer coisa, até mesmo o Orçamento de 2013. Reconheceram que existe um juízo final – do Supremo e da Constituição. Já é

um bom presságio. Não resistiu a uma noite e um dia aquela pantomima toda – de arcas gigantes para a resistência ao STF e calhamaços de 463 páginas com questões essenciais, proteladas e esquecidas ao longo de 12 anos. Alguém deve ter avisado aos congressistas que ainda não é fevereiro, mês de Carnaval e desfiles alegóricos. Tiraram as máscaras. É dezembro, é Natal. Hora de parar tudo porque faz muito calor, e a preguiça remunerada dos deputados e senadores é mais sagrada que os royalties do petróleo ou os coleguinhas condenados no mensalão. Hora de aproveitar o 14º e 15º salários pagos por nós e usufruir todas as ajudas extras que tornam o Congresso brasileiro um dos mais caros do mundo. Eu queria decretar recesso de colunas políticas. Sério. Queria aliviar a pressão e apostar na tolerância. Queria escrever uma carta ao Papai Noel, com pedido de educação para todos, pois isso

sim é urgente. É inaceitável que quase metade dos adultos brasileiros, de 25 anos ou mais, não tenha concluído o ensino fundamental, como acaba de revelar o IBGE. Educação é o primeiro passo para a cidadania plena e o voto consciente. Queria também desejar a você, leitor, e a sua família 3.060 votos de paz e felicidade - mas os 3.060 vetos atravessaram minhas boas intenções. O ridículo da situação me obriga a pedir ao Papai Noel no ano que vem um Congresso mais ativo e menos guloso. Um Legislativo que não se desmoralize publicamente. Os números traduzem a irresponsabilidade infantil do Senado. A gráfica imprimiu 416.700 páginas para compor cédulas que acabaram todas no lixo. Gráfica e marcenaria trabalharam em regime de plantão para construir cenário e o enredo da escola de samba que parou no meio da avenida. As dez urnas estavam enfileiradas, como testemunhas

– de achar que o mundo acabará quando eles morrerem. É muito egocentrismo. É fácil achar que o baile é ruim só porque somos barrados nele, por extinção de prazo de validade. Se hoje chegamos aos 90 anos, temos não só o direito, mas a obrigação de sonhar. Pelos filhos, netos e bisnetos. Como os parlamentares também têm família, sugiro um retiro espiritual ou moral para expurgar os pecados e pensar nas lições do ano que termina. Em 2013, já temos uma notícia boa e uma notícia ruim. José Sarney sai de cena. Renan Calheiros entra em cena. O Senado troca seis por meia dúzia. Reclame, mas não seja chato. Melhor ser um indignado otimista do que um resignado deprimido. Já escrevi isso aqui antes. Vale repetir antes que o mundo acabe. ruth de aquino é jornalista e diretora da sucursal da Revista Época, no Rio de Janeiro.

Você ouve os sinais que a vida manda? rosana Braga

L

embre-se de uma situação bem desagradável que já aconteceu com você! Talvez uma traição num relacionamento, uma mentira descoberta, uma briga grave ou algo assim.

Agora, sem abusar do lugar de vítima, tente retroceder esse acontecimento na memória, como se fosse um filme que pudesse ser rebobinado em câmera lenta. A ideia é que você perceba que antes do “caldo entornar” ou “da porca torcer o rabo” ou do pior ter acontecido, alguns sinais foram dados. Se você reparar bem, nada acontece da noite para o dia, ou do nada, como muitos preferem acreditar. Além disso, tudo o que faz parte da nossa história, sempre inclui a nossa participação, de uma forma ou de outra. Ou seja, nunca somos somente passivos. Há algo de nós que está ativo em qualquer circunstância e que precisa ser considerado se quisermos aprender alguma coisa. Nem

que seja como não cometer o mesmo erro infinitas vezes. O fato é que a vida sempre nos manda dicas, sinais, avisos sobre estarmos ou não estarmos no caminho certo. Mas, geralmente, ignoramos, não estamos atentos. Simplesmente insistimos no mesmo, no cômodo, no conhecido. E quando dá errado, imediatamente vestimos a carapuça de vítimas. Vítimas do outro, da injustiça do mundo, do raio que o parta. Nunca vítimas de nós mesmos, das armadilhas que nós mesmos armamos contra nossa chance de ser feliz. Se repararmos bem, diante de grandes dores que vivemos -não de todas, é claro, mas de muitas delas- poderíamos ter evitado de

alguma forma. Ou amenizado o desastre, pelo menos. Quer exemplos? Muito antes de um relacionamento terminar, poderíamos ter sido mais atentos, ouvido mais, tentado melhorar em algum aspecto? Muito antes de uma traição, poderíamos ter nos interessado mais, elogiado mais, criticado menos? Diante de agressões, poderíamos ter buscado ajuda, investido em nossa autoestima? Veja bem, não se trata de “chorar pelo leite derramado”, nem acreditar que seja possível viver uma vida sem erros, enganos e dores. Não se trata, tampouco, de se afundar numa culpa inútil. Não é isso! Afinal de contas, é o erro que, em última instância,

nos proporciona a chance de descobrir como acertar, muitas vezes. Estou falando de parar de acreditar que a vida é mesmo tão difícil, tão exigente de sacrifícios, tão cheia de dores. Estou falando de olhar o outro, o amor e as relações por um viés mais claro. Tem a ver com abrir os olhos e ver; manter-se atento ao que acontece ao seu redor. Tem a ver com intuição, percepção, sensibilidade. Talvez uma combinação equilibrada entre razão e emoção, visível e invisível, o que se diz e o que se cala. Se queremos acertar, precisamos antes admitir que nem sempre sabemos como. Mas podemos aprender. E isso se faz com atenção! Quanto mais

abertos estão a nossa mente e o nosso coração, mais teremos condições de avaliar e escolher de que forma e para qual direção daremos o próximo passo. Então, chega de botar a culpa por sua tristeza e infelicidade no mundo, como se você nada pudesse fazer para mudar isso. Você pode! Aos poucos, devagar. Sobretudo, mantenha-se acordado para a vida, porque ela está ao seu favor, e sempre manda sinais. Sem dúvida, sinais de amor.

está tudo funcionando bem, e que até crescemos. Na realidade, estamos parados, continuamos burros, doentes, desamparados, ou muito menos burros e doentes e desamparados do que poderíamos estar. Já estivemos em situação pior ? Claro que sim. Já tivemos escravidão, a mortalidade infantil era assustadora, os pobres sem assistência, nas ruas reinava a imundície, não havia atendimento algum aos necessitados (hoje há menos do que deveria, mas existe). Então, de certa forma, muita coisa melhorou. Mas poderíamos estar melhores, só que não parecemos interessados. Queremos, aceitamos, pão e circo, a Copa, a Olimpíada, a balada, o joguinho, o desconto, o prazo maior para nossas dívidas, o não saber de nada sério: a gente não quer se incomodar. Ou pior:

nós temos a sensação de que não adianta mesmo. Mas na verdade temos medo de sair às ruas, nossas casas e edifícios têm porteiro, guarda, alarmes e medo. Nossas escolas são fraquíssimas, as universidades péssimas, e o propósito parece ser o de que isso ainda piore. Pois, em lugar de estimularmos os professores e melhorarmos imensamente a qualidade de ensino de nossas crianças, baixamos o nível das universidades, forçando por vários recursos a entrada dos mais despreparados, que naturalmente vão sofrer ao cair na realidade. Mas a esses mais sem base, porque fizeram uma escola péssima ou ruim, dizem que terão tutores no curso superior para poder se equilibrar e participar com todos. Porque nós não lhes demos condições positivas de fazer uma

boa escola, para que pudessem chegar ao ensino superior pela própria capacidade, queremos band-aids ineficientes para fingir que está tudo bem. Não se deve baixar o nível em coisa alguma, mas elevar o nível em tudo. Todos, de qualquer origem, cor, nível cultural e econômico ou ambiente familiar, têm direito à excelência que não lhes oferecemos, num dos maiores enganos da nossa história. Não precisamos viver sob o melancólico império da mediocridade que parece fácil e inocente, mas trava nossas capacidades, abafa nossa lucidez, e nos deixa tão agradavelmente distraídos.

rosana Braga é palestrante, jornalista, consultora em relacionamentos e autora dos livros “O Poder da Gentileza” e “Faça o amor Valer a Pena”, entre outros.

Medíocres distraídos lya luft

L

eio com tristeza sobre quanto países como Coreia do Sul e outros estimulam o ensino básico, conseguem excelência em professores e escolas, ótimas universidades, num crescimento real, aquele no qual tudo se fundamenta: a educação, a informação, a formação de cada um. Comparados a isso, parecemos treinar para ser medíocres. Como indivíduos, habitantes deste

Brasil, estamos conscientes disso, e queremos - ou vivemos sem saber de quase nada? Não vale, para um povo, a desculpa do menino levado que tem a resposta pronta: “Eu não sabia””, “Não foi por querer”. Pois, mesmo com a educação isto é a informação - tão fraquinha e atrasada, temos a imprensa para nos informar. A televisão não traz só telenovelas ou programas de auditório: documentários, reportagens, notícias, nos tornam mais gente: jornais não têm só coluna policial ou fofocas sobre celebridades, mas nos deixam a par e nos integram no que se passa no mundo, no país, na cidade. Alienação é falta grave: omissão traz burrice, futilidade é um mal. Por omissos votamos errado ou nem votamos, por desinformados não conhecemos os nossos direitos, por fúteis não queremos

lucidez, não sabemos da qualidade na escola do filho, da saúde de todo mundo, da segurança em nossas ruas. O real crescimento do país e o bem da população passam ao largo de nossos interesses. Certa vez escrevi um artigo que deu título a um livro: “Pensar é transgredir”. Inevitavelmente me perguntam: “Transgredir o quê?”. Transgredir a ordem da mediocridade, o deixa pra lá, o nem quero saber nem me conte, que nos dá a ilusão de sermos livres e leves como na beira do mar, pensamento flutuando, isso é que é vida. Será? Penso que não, porque todos, todos sem exceção, somos prejudicados pelo nosso próprio desinteresse. Nosso país tem tamanhos problemas que não dá para fingir que está tudo bem, que somos os tais, que somos modelo para os bobos europeus e americanos, que aqui

lya fett luft (1938) é romancista, poetisa e tradutora brasileira. É também professora universitária e colunista.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12. 2012 O PROGReSSO

3

DMAIS

DZM finaliza preparativos do Réveillon Festa que já é tradicional promete agradar todos os públicos com excelentes atrações musicais, muita bebida e uma ceia preparada sob medida divulgação

De Dourados

Repetindo o sucesso dos anos anteriores, a DZM Eventos vai realizar, no último dia de 2012, a quarta edição da festa da virada. O “Réveillon 2013” acontece no Cerrado Brasil, a partir das 21h do dia 31 de dezembro. O evento promete momentos agradáveis com uma ceia sofisticada preparada exclusivamente para a ocasião, contendo ilha gastronômica, pratos minimalistas e quentes, caldos e mesa de frutas. Tudo para que o novo ano chegue repleto de alegria e bons fluídos para os que estiverem presentes na festa. As bebidas serão servidas ao estilo “open bar premium”, incluindo variedades como whisky 12 anos, tequila, vodka, espumantes, cerveja, refrigerante, água e drinks. Haverá ainda a contagem regressiva, acompanhada de queima de fogos, para dar as boas-vindas ao novo ano, no primeiro minuto de 2013. Dj Luciano (Dourados), Dj Cachä (Campo Grande) e o projeto Sax Deluxe, que envolve a pista numa energia fascinante com a união do requintado instrumento de sopro, sax, às batidas marcantes da House Music, que encanta as casas noturnas em todo país, animarão a festa, que também contará com a apresentação do Grupo Sampri, primeiro grupo de samba de Mato Grosso do Sul formado só por mulheres. Para uma das organizadoras do Réveillon, Diane Fontes Piveta Assunção, o intuito é fazer com que as pessoas iniciem 2013 de uma maneira especial, com todos os requisitos de uma festa que marque o início de uma nova jornada na vida de cada um. “Queremos dar a todos os presentes animação, segurança e conforto para aproveitar a festa de réveillon em todos os seus minutos e em um ambiente climatizado, decorado e confortável para qualquer situação climática, afinal, as atrações levarão a animação até o amanhecer do primeiro dia de 2013”. Reservas As reservas para a festa podem ser feitas na DZM Eventos em duas opções, para as pessoas que têm o interesse de participar da ceia e para aquelas que preferem participar da festa

Réveillon do Cerrado Brasil já é uma das festas mais tradicionais de Dourados e inicia a regressiva após a virada (a partir da 1h). Outras informações sobre o Réveillon 2013 no Cerrado Brasil, através do telefone (67) 3421-8736, com Priscila ou José Roberto, ou ainda pelo site reveilloncerradobrasil.com.br. Não perca tempo, garanta já seu passaporte para o melhor Réveillon do Estado! Grupo sampri O Grupo Sampri nasceu de uma roda de samba de fundo de quintal, da conversa calorosa e da batucada intimista. Foi criado em 2002 de forma inusitada e, desde 2005, segue sua trajetória com três irmãs: Magally, Luciana e Renatinha, que contam com o talento de dois grandes percussionistas para acompanhá-las. Cada uma das integrantes

canta e toca um instrumento: Magally no cavaquinho; Luciana no pandeiro; e Renatinha no violão. Movimentar grandes multidões não é exatamente o objetivo do grupo, a ideia central é contribuir com a MPB e eternizar a cultura tão bela do samba tradicional e seus nuances. “Não importa se tem uma ou mil pessoas diante de nós, nos assistindo; o que queremos e esperamos é passar uma boa mensagem e alegrar o coração de quem quer que esteja nos ouvindo”, diz Magally. Acompanhadas por dois percussionistas e de um repertório da pesada, também vão de Noel Rosa a João Nogueira, de Cartola e Nelson Cavaquinho a Candeia e Zeca Pagodinho, passando pelo mestre Dorival

Caymmi, Zé Keti e Paulinho da Viola, entre outros bambas. Sax de luxe O projeto Sax Deluxe é a união da DJ Ane Claudia Klaus com o saxofonista Carlos Leal. A dupla consegue transmitir muita energia em seus shows. Músicas que envolvem a pista de uma maneira fascinante com a união do requintado instrumento de sopro às batidas marcantes da house music. Claudia destaca-se por seu gosto musical refinado e simpatia. Já Carlos Leal, que está na música há cinco anos, já dividiu o palco com Djs da Alemanha, Itália, Rússia, entre outro lugares, que conheceram o talento dessa DJ que promete fazer do réveillon de Dourados o melhor.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12. 2012 O PrOgrESSO

4

DMAIS

Previsões das

divulgação

cartas e tarô para 2013 Antes de entrar no ano-novo, conheça as previsões para o próximo ano pelo tarô e o baralho cigano para aproveitar melhor as energias positivas divulgação

Franco Guizzetti

Simpatias para começar 2013 com o pé direito

O ser humano é muito interessante. Alguns não acreditam em astrologia, tarô, numerologia e previsões sobre o seu futuro ou sua vida, mas gostam de ler previsões para saber como será seu ano. As previsões, em minha opinião, são probabilidades de acontecimentos no mundo e na vida das pessoas. Tarô, baralho cigano ou horóscopo chinês não são ciências exatas. É um conjunto de energias que podem direcionar nossa vida a uma situação favorável ou não. São vibrações que estão governando uma pessoa ou uma sociedade, mostrando possibilidades de caminhos. Com estas informações, você decide o que pode evitar, o que pode melhorar ou simplesmente não fazer nada. Prever algo é ver antes que aconteça algo. E ver todas as chances de dar certo ou errado. Mas, que fique claro, no final quem decide o que irá fazer da vida é a própria pessoa. O Universo é sábio em mostrar os caminhos que podemos ter na vida através de muitas ferramentas adivinhação, autoconhecimento e ciências esotéricas. Mas elas são ferramentas de apoio ou nossa bússola para nos nortear. E não uma válvula de escape ou muleta para decidir tudo na vida. Previsões do Tarô Pelas previsões do tarô, 2013 será um ano inquieto para todos e de decisões difíceis em muitos momentos da vida pessoal e profissional. É o que promete a carta dos Enamorados e a morte. Também será um ano de muitos romances, amores e relações afetivas fortes e inconstantes.

Tarô, baralho cigano ou horóscopo chinês não são ciências exatas e devem ser interpretados com muito mais propriedade Muitas pessoas poderão ter relações extraconjugais ou sofrer traições por causa de paixões arrebatadoras. Estes envolvimentos deixarão as pessoas duvidosas com as relações estáveis que já tem. Só que na maioria dos casos será pura aventura e no final perderá a harmonia, confiança e até o amor do parceiro. Logo, escolha bem o que pretende fazer. Quem trai, trai a si

Comer sementes de romã está entre as simpatias para receber 2013 com o pé direito e muitas realizações profissionais

Como nunca é bom duvidar, confira as dicas que podem deixar seu ano-novo melhor

Adeus ano velho. Feliz Ano-Novo. Ou melhor, feliz 2013. Não deu nem tempo de respirar e o ano de 2012, como os últimos, voou para todos nós. Quem perdeu o “trem das oportunidades” neste ano de conquistar seus sonhos e vitórias em vários campos da vida, não deve reclamar do que passou. O universo não gosta de gente grande que reclama como criança. Recolha os cacos e prepare-se para o Ano-Novo que está bem na nossa porta. Jogue todas as suas fichas, fé e esperança em 2013. Mas faça sua parte. Prepare sua lista de sonhos e metas pessoais e profissionais. Não sonhe baixo. Pense grande. E boa sorte. Para ajudar, veja a seguir as simpatias e orações para você atrair bons resultados em 2013. Para jogar as cartas do tarô é preciso dominar o conhecimento por trás de cada figura deste baralho mesmo. Quem está sozinha, 2013 promete muito namoro, paixões e aventuras sexuais. Se deseja namorar muito, 2013 é o ano certo. Mas se deseja um amor verdadeiro, escolha bem com quem vai de envolver. A carta 13 da Morte aparece de uma forma secundária neste ano. Mas tem muita força no final. Ela avisa que uma limpeza será constante em 2013 em todas as áreas da vida: amorosa, familiar, pessoal, material e profissional. A carta dos Enamorados fará cada pessoa ficar indecisa num primeiro momento. Mas no final entenderá que uma escolha deve ser feita, pois a vida anda. A carta vem e limpa o caminho para que as decisões tomadas sejam confirmadas e que a

transformações aconteça. Ano difícil para os indecisos. Baralho Cigano Pelas previsões do baralho cigano, 2013 será um ano cheio de surpresas para as pessoas. É o que fala a carta das Nuvens e

Pelas previsões do tarô, 2013 será um ano inquieto para todos e de decisões difíceis em muitos momentos da vida pessoal a carta da Criança. A regência mais forte pelo baralho cigano é carta 6, as Nuvens ou os Ventos. É uma carta que não dá para saber se será um ano bom ou ruim, pois as nuvens escondem algo. Tanto pode ser boas surpresas na vida pessoal e profissional,

como pode ser uma tremenda decepção. E o que fazer então em 2013? Ter calma. Não ser precipitado nas decisões a serem tomadas. As nuvens escodem algo. Deixe o vento chegar e levar as nuvens. Tenha a mente bem clara. Analise com muita cautela cada palavra dita e palavra escrita apresentada a você. Na dúvida, rejeite. Não faça nada precipitado. Uma nuvem pode no final virar uma tempestade. Já a carta da Criança fala das novidades e oportunidades de 2013. Abra os olhos. Mas também fala da chegada de crianças. Ou seja, ano de gravidez. Futuras mamães aproveitem o ano, mas é melhor programar a gestação para oferecer uma boa chegada ao herdeiro.

Evite - Passar a virada sem dinheiro no bolso ou carteira, para não ficar o resto do ano “duro”. - Comer caranguejo ou frango na ceia de Ano-Novo. - Passar a virada sozinho, para não ficar só o ano todo. - Fazer o primeiro negócio do ano fiado. - Ficar ao lado de gente chata, pois terá um ano chato. Faça - Para ter sorte no amor, nos primeiros minutos do ano-novo, a primeira pessoa que deverá saudar tem que ser do sexo oposto. - Se deseja viajar muito em 2013, nas primeiras horas do ano-novo, ande pela casa com uma mala de viagem.

- Para ter dinheiro em 2013, na passagem do ano, coloque dentro dos dois sapatos, uma nota de R$ 10 e uma de R$ 20. Guarde estas notas na carteira o ano todo. Só use no último dia de 2012. - Jogue três moedas de R$ 1 da rua ou porta da casa para dentro casa. Isso ajuda a atrair riqueza. - À meia-noite dê três pulos com o pé direito e beba três goles de champagne. Você estará saudando 2013 e começando a subida na vida. - Durante as 12 badaladas, suba numa cadeira ou banco e só desça com o pé direito. Subir na cadeira representa impulso na vida.

Jogue todas as suas fichas, fé e esperança em 2013 para construir uma vida melhor para você e quem você ama - O porco ou leitão deverá ser o prato principal da ceia do ano-novo. Como o porco fuça pra frente, garante mesa farta o ano todo. - Coma uma colher de lentilha, que representa fartura e crescimento o ano todo. - Nozes, avelãs e castanhas também simbolizam prosperidade. - A folha de louro representa sucesso e riqueza. À meia-noite do novo ano, coloque uma folha de louro na sua carteira. - Para ter um ano doce, coma à meia-noite um doce bem açucarado. - Se não deseja passar aperto em 2013, use roupas folgadas na passagem do ano. - Se passar o ano-novo na praia, à meia noite do dia 31/12 pule sete ondas e faça seus pedidos para 2013. - Para afastar o azar, as más energias e maus espíritos em 2013, durante as 12 badaladas do ano-novo, faça muito barulho: grite, toque a buzina do carro, toque o sino, estoure fogos, apite, etc.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12. 2012 O PrOgreSSO

5

DMAIS divulgação

Amuletos de cada signo para receber bem 2013 Da Redação

Orações para garantir um

2013 mais feliz

Confira as orações que podem fazer a diferença na hora da virada do ano para que sua vida seja abençoada durante todo 2013 e, sobretudo, para que seus projetos se realizem no ano que chega Agência Estado

As cortinas de 2012 estão se fechando. Uma mistura de alegria, paz, tristeza e dever cumprido toma conta do coração e mente das pessoas nestes últimos do ano. Agora só há uma coisa a fazer: preparar as ceias das festas de fim de ano. Mas, por mais que a pessoa tente, um peso na consciência acompanha todos nestes dias. No entanto, não adianta mais reclamar das oportunidades perdidas, amores sem futuro, brigas desnecessárias e palavras tolas às pessoas amadas. O peso do “já foi” vai ficar nos atormentando. Os planos e sonhos de 2012 que não realizamos estão quase no passado. São poucos dias para tentar fazer algo de valor ou concretizar uma meta. O que separa o real de um sonho é um instante de tentativa. E nem existe mais vontade de tentar. Tentar para que, se não fizemos nada o ano todo. Se preferir ficar chorando pelo leite derramado ou pelo amor não vivido, sente no chão e chore. Mas chore sozinho. Não queira que a vida e as pessoas à sua volta parem tudo por causa da sua teimosia e burrice de viver. Levante-se já. Junte o que sobrou de 2012. Refaça os planos e sonhos para 2013. E, o mais importante, vá atrás deles e os

concretize. Tenha coragem de vencer em 2013. Tenha o gosto das vitórias e tenha a alegria de ser feliz no ano novo. Para ajudar, seguem duas orações poderosas para vitórias e alegrias de 2013. Oração para vitórias e alegria no Ano-Novo “A luz de Deus ilumina o meu caminho e é decisão de minha mente que a felicidade, abun-

Orações são aliadas nos momentos de elevar o pensamento e pedir proteção para o ano que está começando dância e prosperidade sejam manifestas em tudo o que eu faça agora. Desta forma eu sou luz, e esta luz que vem de dentro de minha alma se esparge por todos os cantos, abençoando a todos os que se aproximam de mim”. “Eu tenho o poder de transformar a minha vida e uso esse poder de forma produtiva e amorosa. Ouço o canto dos vendavais, mas me mantenho em paz, pois eu sei que estou protegido (a) pelo amor e pela paz de Deus que me conduz entre todos os meus desafios, me guiando e ensinando o que preciso saber para vencer”. “Senhor Deus, Pai de bondade,

Senhor da história, do tempo e da eternidade. Mais um ano chega ao fim e às portas do novo as oportunidades e sonhos se renovam”. Amém! Oração para ter alegrias e vitórias em 2013 “A vida é sempre feita de escolhas e possibilidades, e são justamente elas que nos fazem acreditar que o amanhã que está por vir será melhor do que o ontem que passou. Te agradeço Senhor por tudo o que tens feito por mim, pela água, pelo ar, pela luz, pelos dons, pela vida, pelos meus, enfim, por tudo. Agradecer é reconhecer que tudo vem de Vós e a Ti devemos nossa ação de graças”. “Ano novo, nova vida, novos sonhos, novos projetos, novas expectativas. Renova Senhor em mim o dom da fé, da esperança e da caridade. Faz com que eu veja em cada dia do ano que está por vir uma oportunidade de ser melhor, de mudar, de ajudar, de crescer. Faz Senhor com que eu busque mais amar, que eu busque mais me colocar na Tua presença e só assim poder concretizar tudo aquilo que desejo no fim deste ano”. “Enfim Senhor, olha por todos aqueles que me destes e que me são tão caros, olha por aqueles que nos ajudam, olha por aque-

les que estão do meu lado, aqueles que olham por mim e que pedem simplesmente que eu reze por eles. Todos eles, Senhor, são dons que colocastes no meu caminho e aos quais agradeço imensamente. Sobre eles, sobre mim e sobre o ano novo te peço Senhor, derrama suas bênçãos hoje e sempre. Amém!” “Que a força esteja com você”. Quem não conhece essa frase que ficou marcada com o filme Guerra nas Estrelas, de 1977? De fato, todo mundo tem sua própria força e energia que se manifestam por meio de pensamentos, atitudes, palavras e ações. Assim, a força é responsável pelas vitórias de cada um. Para ter força, poder e atrair o melhor das pessoas e situações, aprenda duas orações a seguir. Oração do poder “Deus, Senhor de toda a força e poder, dá-me hoje a segurança do teu amor e a certeza de que estás comigo. Peço ajuda e proteção nesta hora tão difícil de minha vida. Preciso de tua assistência, do teu amor e de tua misericórdia. Tira de mim o medo, tira de mim esta dúvida, esclarecendo o meu espírito abatido, com a luz que iluminou o teu divino filho Jesus Cristo, aqui na Terra. Que eu possa perceber toda a gran-

deza e tua presença em mim, soprando o teu espírito dentro de mim, para que eu me sinta fortalecido com a tua presença em minha vida, hora por hora, minuto por minuto. Que eu sinta o teu espírito e tua voz dentro de mim e ao meu redor, em minhas decisões e no decorrer deste dia. Que eu sinta o teu maravilhoso poder pela oração e com este poder, espero pelos milagres que podes realizar em favor dos meus problemas. Não me deixe cair, levanta meu espírito, quando me encontrar abatido. Entrego-te neste dia a minha vida e de minha família. Livra-me de minhas moléstias ainda que seja por milagre. Obrigado meu mestre, meu Senhor, meu irmão e meu amigo. Sei que vás me dar a solução de que tanto preciso e desejo. Amém!” Oração da vitória “Eu sinto continuamente a inspiração direta de Deus. Tomo rapidamente decisões certas e surpresas felizes me acontecem diariamente. Tenho uma vida tranquila, que me pertence por direito divino. Sou corajoso, contagiante e inteligente. Tenho um corpo saudável e perfeito. Sou realizado e m todos os aspectos da minha vida. E é por isso que eu sou um vencedor. Graças a Deus!”.

Os amuletos devem nos acompanhar sempre! Para começar 2013 com o pé direito, confira qual deles o seu signo deve escolher. Assim, ficará mais fácil enfrentar os questionamentos e a pressão de Saturno, regente do novo ano. Áries: carregue com você uma pimenta de vidro. Touro: leve sempre com você um trevo de quatro folhas. Gêmeos: compre um quartzo verde e deixe-o em cima de sua mesa de trabalho. Câncer: coloque uma ágata em baixo do seu travesseiro. Leão: plante uma espada de São Jorge no último dia de 2012. Virgem: tenha um pingente de olho grego na pulseira ou no cordão. Libra: deixe um quartzo rosa no seu quarto. Escorpião: carregue na bolsa uma turmalina negra. Sagitário: ande sempre com uma figa na carteira. Capricórnio: plante um ramo de arruda, pois este será o seu ano de brilhar! Aquário: compre um pé de coelho e deixe-o no seu quarto. Peixes: deixe um elefante de costas para a porta de entrada de sua casa.

Saturno terá dificuldades para reger o ano de 2013 Agência Estado

O ano de 2013 será regido por Saturno, o senhor do tempo. É um planeta de muitos significados, mas todos envolvem responsabilidade, organização e método relacionado ao que quer que seja. Para aproveitar plenamente a energia da regência de um planeta durante todo ano astral, que começa em 20/03/2013 e termina em 20/03/2014, é interessante compreender seus significados. Saturno representa, antes de tudo, a estrutura. Tanto física, quanto emocional. No corpo ele representa os ossos e a pele. Nas emoções, os nossos processos interiores desde a infância até os dias de hoje. Saturno se relaciona com o crescimento e o amadurecimento, por isso é chamado “o pai”. Um pai severo, que não deixa de lado atitudes irresponsáveis e inconsequentes, assim é Saturno no cotidiano.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

6

DMAIs

Studio Focus: 20 anos de excelência studio focus

studio Focus está presente nos momentos mais especiais das pessoas, eternizando por meio de suas lentes os gestos de felicidade explícita Focus oferece um trabalho personalizado e diferente para transformar um simples gesto em um momento mágico Da Redação

Há mais de 20 anos de atuação em fotografia e Vídeo, o Focus Studio teve início quando o empresário Natanael Ortega, em 1990, promovia viagens de turismo e teve a ideia de adquirir uma câmera fotográfica para registrar as viagens e posteriormente disponibilizá-la às pessoas que viajavam. Logo os próprios clientes das viagens de turismo passaram a convidá-lo para fotografar aniversários, casamentos e outros eventos. Por um determinado período, Natanael Ortega conciliou os dois trabalhos, o de promotor de viagens e de fotó-

grafo. Mas, com o passar do tempo, a fotografia falou mais alto e o empresário decidiu então seguir a profissão de fotógrafo e investir em estrutura e conhecimentos, com isso se profissionalizando cada vez mais. A ideia deu certo e em pouco tempo já sentia a necessidade de ter uma equipe, pois cada vez mais clientes o procuravam para trabalhos fotográficos e também filmagens. Então, seus irmãos Valdemir Ortega e Lidiani Ortega também se somaram para ainda mais fortalecer uma ideia que cada vez mais estava dando certo. Por um período o escritório do estúdio, os atendimentos e os trabalhos de pós-produção eram realizados em seu próprio apartamento, mas com o passar do tempo e a necessidade de cada vez mais investir, no

ano de 2004 juntou-se à equipe Emilia Ortega Palhano e Antonio João Palhano consolidando a criação do Focus Studio com a razão social de Palhano & Ortega LTDA-ME . Este ano foi um grande marco na evolução dessa ideia que com a benção de Deus cada vez mais dava certo. Neste ano foi construída a sede própria do Focus Studio com uma área construída de 300 metros quadrados e com o projeto todo voltado para uma moderna empresa de fotografia e vídeo, foram criadas então várias equipes, cada uma com suas respectivas áreas, fotógrafos Natanael Ortega e Valdemir Ortega, equipe de cinegrafistas, edição de fotos e diagramação de álbuns, edição de vídeo, recepção e administrativo. “Cada vez mais buscando a excelência nos trabalhos pro-

duzidos, constantemente nossos profissionais passam por treinamentos com profissionais renomados da área de fotografia e vídeo e a participação das maiores feiras, congressos e workshops”, explica Natanael Ortega. “O Focus Studio hoje é considerado um dos melhores e mais estruturados estúdio do MS, com trabalhos realizados em vários estados do Brasil e no exterior”, conclui Valdemir Ortega. Hoje o Studio Focus oferece um trabalho personalizado e diferente para transformar um simples gesto em um momento mágico. O Focus Studio deseja a todos seus clientes, amigos e parceiros um Feliz 2013 com muita paz, saúde e prosperidade! “Senhor, tu tens sido o nosso refúgio de geração em geração. (Sl 90:1)”.

horóscopo ÁrIes De 21/03 a 20/04 Excesso de exigência para com as pessoas demasiadamente sensíveis. Cuidado com os inimigos ocultos. Acidentes podem acontecer se você abusar. Portanto, previna-se. Uma viagem inesperada poderá ser muito proveitosa.

LIbrA De 23/09 a 21/10 Pessoas de projeção estarão a seu favor. Aproveite para realizar seus anseio de desejos, principalmente os do campo social e profissional. Muito bom para o amor e novas amizades. A sua atenção estará voltada para a família.

TOurO De 21/04 a 20/05 Boa influência para desenvolver sua inteligência e para tratar de assuntos ocultos. Todavia deverá evitar acidente e extravagâncias que possam prejudicá-lo física e moralmente. Neutro no amor. O que lhe parece frágil e desprotegido, é o canal que irá ajudá-lo a realizar os seus sonhos.

esCOrPIãO De 23/10 a 21/11 Dia muito bom para fazer experiências psíquicas ou para assinatura de contratos e para as diversões, prazer e a vida sentimental e amorosa. Pode iniciar longas viagens, o fluxo favorece. Sua autoconfiança estará em alta e você vai insistir em provar à pessoa amada que está com a razão.

gÊMeOs De 21/05 a 20/06 Este é um dia realmente ideal para você. Vai progredir no campo profissional e financeiro. O amor também está em excelente aspecto astral. Toda e qualquer chance de melhorar em sua carreira, seja artística, cultural ou técnica deverá ser aproveitada.

sAgITÁrIO De 22/11 a 21/12 Indícios de excelentes contatos com pessoas mais idosas que você e de bom nível financeiro e material. Aproveite tal oportunidade para tirar algum proveito. A posição dos planetas indica que você sente enorme vontade de iniciar um novo relacionamento afetivo.

CânCer De 21/06 a 21/07 Ótimo momento para tratar das questões financeiras, profissionais e associativas. Fluxo benéfico para os exames, os concursos, os testes vocacionais e os assuntos amorosos. Acautele-se quanto aos problemas judiciais, dívidas ou cobranças.

CAPrICórnIO De 22/01 a 19/02 Se agir corretamente, terá grande expansão em todos os sentidos quer nos negócios, quer na vida social e profissional. Notícias negativas. Um inesperado amor poderá surgir, causando uma reviravolta na sua vida.

LeãO De 22/07 a 22/08 Sua natividade astral favorecida neste dia. Os assuntos profissionais e financeiros merecem melhor atenção pois há prenúncio de lucros. Procure ser franco, conte com a ajuda de todos. Não há nada a temer, por que o dia continuará em calmaria.

VIrgeMDe 23/08 a 22/09 A influência astral é pouco positiva para novas amizades e associações, noivados e casamentos. Cuide de sua saúde e de sua reputação, evite precipitações e pessoas de caráter duvidoso. Os astros aconselham que você se desligue um pouco deste mundo racional, e use a imaginação para equilibrar as finanças.

palavras-cruzadas diretas

solução do nº anterior

AquÁrIO De 21/01 a 19/02 Por mais difíceis que sejam as circunstâncias deste dia, você será vencedor, devido ao bom aspecto astral reinante em seu horóscopo. Todavia, evite tensões, entendendo-se da melhor maneira possível com todos. Em relação ao trabalho, se você se envolveu em um mal negócio, tenha calma, pois tudo se resolvera ainda este mês. PeIxes De 20/02 a 20/3 Uma influência astral que inclinará você às mudanças em negócios, de emprego ou até mesmo de residência. O aumento de sua popularidade será evidente, apesar de alguns reveses ou queda. Excelente ao amor e para as diversões.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgreSSO

7

DMAIS

Os signos para 2013 Com a chegada do novo ano, o momento é de nos organizarmos e escolhermos que caminhos trilhar e que metas perseguir. Veja as previsões para o seu signo e descubra como a sua vida estará no que diz respeito aos seus relacionamentos, trabalho, dinheiro e saúde. Elas te ajudarão a tomar as melhores decisões em 2013! ÁrIeS relacionamento Muito focado na sua vida profissional devido às cobranças de Saturno, pode ser que você tenha problemas na vida amorosa por falta de tempo e atenção. Tente contornar a situação e dividir melhor os seus dias. Por outro lado, tanto foco no trabalho pode fazer surgir uma química com alguém deste meio, principalmente quando se trata de um encontro puramente sexual. Trabalho - Como o trabalho estará no topo de sua lista de prioridades, pode ser que você encontre grandes oportunidades de crescimento nesta área. Aposte nas suas características pessoais, como a autoconfiança, persistência e senso de responsabilidade. Só tome cuidado para não exagerar na dose. Se não tirar um tempo para você e para o seu lazer, nada vai sair do jeito que tanto deseja. Dinheiro - Quem trabalha quer dinheiro no bolso e com você não será diferente. Tanta dedicação tem como prioridade a melhora de sua vida financeira. E quanto a isso, pode ficar sossegado. Saturno é um planeta justo. Assim como ele não traz nada de “mão beijada”, não deixa de beneficiar aqueles que lutam para conquistar o que querem. Só tome cuidado com os investimentos obscuros. Saúde - Trate de dar atenção a este assunto. Saturno vem para nos cobrar e se você não se previne, ele traz à tona tudo o que você está empurrando com a barriga. Aposte em uma alimentação balanceada e faça um check up logo no início do ano. Cuide também do seu lado espiritual. Será preciso apostar em um equilíbrio entre mente e corpo. Aja com moderação!

gêMeOS relacionamento Este será um ano muito bom para o seu signo. Nos primeiros meses, Júpiter ainda estará neste território e você se beneficiará de tudo o que o planeta pode trazer. Mas, como é um ano de Saturno, não custa dar mais atenção ao amor do que o normal. Tente ser mais maleável e aposte na sua vida sexual, que estará favorecida. Entregue-se ao amor e viva os momentos quentes como tem que ser: sem medo! Trabalho - Saturno trará mais segurança e serenidade para a sua vida profissional. Se a sua dispersão antes representava um problema, pode contar que tudo será sanado. Aliás, use a sua versatilidade e a sua criatividade para conseguir conquistar lugares mais altos neste setor de sua vida. Sua força de vontade estará invejável e seu comprometimento trará bons frutos. Dinheiro - Pode até ser que o início do ano seja de preocupação neste setor. Mas, pode ter certeza que, conforme 2013 for se estabelecendo em nossas vidas, tudo vai se encaixar. Fique atento às propostas de sociedade. Por mais que esta seja uma boa estratégia para conquistar o que deseja, você poderá agir sem pensar e colocar tudo a perder se for com muita sede ao pote. Saúde - Evite impor um ritmo pesado demais aos seus dias. Por mais que a sua vontade seja de correr atrás do prejuízo e fazer tudo o que não fez em 2012 em poucas horas de 2013, Saturno pede para agir com cautela e sabedoria. Mude os seus hábitos, faça exames preventivos e cuide do seu corpo. Lembre-se de que, neste ano, nada cairá do céu. Você só vai conseguir algo se persistir.

LeãO relacionamento É tempo de mud a r. O s e g re d o para transformar 2013 no seu ano será se abrir às mudanças que a vida traz. Caso contrário, muitos problemas surgirão e Saturno falará mais alto, mandando tudo o que não presta embora! Na intimidade, você preferirá apostar numa relação baseada no romantismo. O fogo leonino ficará mais controlado do que o normal. Trabalho - Mais uma vez, pode ser que você sinta vontade de mudar. Quem sabe outro ramo de trabalho não começa a te chamar mais atenção? Nada de medo. O que você deve ter em mente é que Saturno chega para cobrar tudo aquilo que a gente não teve coragem de fazer. Quem sabe esta busca por novidades não estava ai escondida dentro de você? Não tenha medo. Se fizer tudo de um jeito pensado, o sucesso estará garantido. Dinheiro - Dedique-se e a recompensa virá em grande quantidade para o seu bolso. Saturno pede para fazer, mas para ele nada é à toa! As mudanças aqui também acontecerão! Entre fevereiro e abril, seja mais prudente e guarde mais do que gasta. Administre o que já tem com sabedoria e não acredite em nada do que vê. Só assine algo depois que tiver total certeza. Saúde - Fique atento aos seus hábitos, até porque você sabe que eles estão deixando a desejar. Saiba que nada nesta vida vem de graça e o nosso organismo precisa ser cuidado. Faça exames, invista na prevenção. E já que você é vaidoso, aposte nos exercícios físicos como uma arma nesta batalha. Entre abril e setembro, este assunto precisará de mais atenção de sua parte.

LIbrA relacionamento Você terá que ter em mente qual é o seu verdadeiro objetivo ao embarcar em cada relação. Com Saturno, ou as coisas são, ou elas não são. Por isso, termine o que não for verdadeiro e comece algo que realmente valha a pena. Entre quatro paredes, os momentos serão intensos ao longo de todo o ano. Realize as fantasias mais íntimas que existem em você! Trabalho - O segredo do seu sucesso será o pique que tomará conta de você ao longo de todo o ano. Aposte em seu crescimento e conte com a sabedoria típica de Saturno. Só não se esqueça de que ele exige paciência. Logo, os resultados podem demorar a vir, mas fique certo de que virão! A partir de junho, começará uma etapa de muito crescimento para o seu signo. Dinheiro - O seu maior desejo será o de garantir a sua estabilidade financeira. E esta palavra combina bastante com tudo o que Saturno tem a oferecer. Mas, para alcançar este objetivo, você terá que poupar gastos e fazer investimentos seguros. Nada de arriscar! Planeje os gastos mensais, organize suas finanças de uma maneira geral e emprenhe-se em atividades que tragam retorno. Saúde - Para cuidar do corpo você terá que mudar alguns hábitos. Este será um ano mais sério e de comprometimento. Por isso, nada de extravagancias em noitadas. O álcool não deverá ser consumido em excesso. Previna-se contra doenças corriqueiras, como gripes e resfriados e dê mais atenção a sua mente. Lembre-se de que uma boa saúde pede harmonia entre corpo, mente e espirito.

SAgITÁrIO relacionamento Por mais que janeiro seja um mês difícil neste aspecto, pode ter certeza que a má fase não perdurará. Para que os atritos não ocorram, terá que aprender a agir com uma das mais marcantes características de Saturno, a paciência. Por mais que isso não faça parte de sua personalidade, será a chave para que consiga se sentir realizado neste aspecto. A vida entre quatro paredes será agitada e tórrida, do jeito que você gosta. Trabalho - Se você quer crescer, espere o período entre abril e junho. Ninguém conseguirá atrapalhar o seu caminho. Você conseguirá ganhar mais espaço em seu local de trabalho e, mais do que isso, conseguirá mudar tudo aquilo que vem te tirando o sono. Abara-se também para escutar as opiniões dos amigos. Nada como contar com a ajuda de Saturno, não é mesmo? Dinheiro - Quando a gente tem muito dinheiro no bolso, acaba gastando mais do que deve. Porém, Saturno não vai deixar você agir por esta lógica. Segure-se, principalmente nos primeiros meses do ano. Foque no seu crescimento profissional e tenha a certeza de que os frutos virão. Quem trabalha quer casa e você conseguirá alcançar este objetivo. Cuidado com as ofertas de dinheiro fácil. Saúde - Você gosta de cuidar do corpo e, agora, irá colher os frutos de tanta dedicação. Nada irá lhe incomodar no ano de Saturno. Este planeta investe na prevenção, assim como você, que passou a vida dedicando o seu tempo a ter mais qualidade de vida. Só não vá exagerar. Um aprendizado para se tirar de 2013 é que não vale a pena ser extremista! Aprenda isso de uma vez por todas!

AquÁrIO relacionamento O seu maior objetivo em 2013 será viver bem com as pessoas que o cercam. Pode ficar tranquilo, pois Saturno te trará isso e mais um pouco. É que a calma deste planeta reinará sobre nossas vidas e você conseguirá se dedicar bem mais às relações do que o normal. Entre quatro paredes, você conseguirá unir racionalidade e emoção, o que pode trazer realização. Trabalho - Quem podia imaginar que Saturno trará realizações para a sua vida? Logo ele, um planeta tão diferente de você e que está sempre transitando na zona do seu inferno astral. Mas, é com isso que você contar para alcançar o sucesso no próximo ano. Conte com a ajuda de pessoas mais experientes. Elas poderão te dar um norte e te ajudar a chegar onde tanto deseja. Dinheiro - Nos primeiros meses do ano você vai conseguir faturar, literalmente. Tudo porque Saturno te trará mais comprometimento e entusiasmo pela vida profissional. E com ele, se você faz tudo certo, vai ser recompensado! Entre fevereiro e abril esta sorte ficará ainda mais visível. Maneire nos gastos e faça planos para o futuro. De nada vai adiantar ganhar bastante se você não investir. Saúde - Durante o ano de Saturno você deverá ter mais preocupação em relação a sua saúde. É que com ele, nada pode ser deixado de lado. Se não vai ao médico com frequência, marque todas as consultas pendentes. Se não faz exercícios, procure uma academia. Se só come besteira, mude o seu cardápio agora. Tudo estará nas suas mãos. Se não fizer, as consequências virão!

TOurO relacionamento Com Saturno regendo o ano, você se sentirá confortável para viver o amor do jeito que gosta, com comprometimento e seriedade. Tente agir com maturidade neste setor e tome cuidado para que tanta racionalidade não esfrie o amor. Na intimidade, controle o seu sentimento de posse. Sexo é uma troca, escute o outro e se abra às mudanças. Assim, você poderá curtir momentos de intenso prazer. Trabalho - Para conseguir alcançar os seus objetivos na vida profissional, terá que agir de maneira mais maleável e apostar nas parcerias. Tudo bem que isso não é uma tarefa tão simples para o seu signo, ainda mais no ano de Saturno. Mas, se conseguir controlar a teimosia taurina, tudo poderá dar certo. Interação deve ser a palavra chave para este ano. Escute mais e fale menos! Dinheiro - Este é um assunto que muito te interessa. Mas, estamos no ano de Saturno e você sabe que quanto mais se esforçar, mais receberá! Cuidado com os gastos extras e aposte em um planejamento minucioso. Siga o seu tino para os negócios e invista em novos mercados. Você sabe que tem este dom, só falta acreditar mais em você. Sua vida poderá melhorar e muito neste novo ano! Saúde - Nada de testar seus limites. Você é um ser humano como outro qualquer e precisa parar de vez em quando. Apesar de Saturno não reservar nenhuma surpresa desagradável para o seu signo, será preciso agir com cautela durante todo o ano. Se ainda não pratique esporte, trate de começar. Além de melhorar a sua autoestima, trará muitos benefícios a sua saúde.

CânCer relacionamento - Este setor de sua vida é um dos mais importantes para você. E pode ficar tranquilo, pois Saturno trará muitas razões para você sorrir. Mas, trate de se abrir às novidades. Esqueça o passado e se abra para o leque de opções que está te esperando em futuro bem próximo. Na intimidade, você conseguirá lidar muito bem com o poder de atração e investirá em relações mais intensas. Trabalho - Persistência terá que ser a palavra chave para que você consiga alcançar todas as metas que traçou para 2013. Valorize o seu potencial e seja mais arrojado e criativo. Lembre-se de que se insistir em ficar em uma zona de conforto, a sua vida profissional ficará completamente estática e muitos problemas surgirão. Ás vezes, dar um passo no escuro pode ser mais interessante do que permanecer na claridade sem ir para frente ou para trás. Dinheiro - A sua estrela vai, literalmente, brilhar neste setor. Além de contar com a grana do seu trabalho convencional, Saturno pede mais atitude de sua parte. Invista em seus talentos manuais e comece a investir neste setor. Por que não vender artesanatos nas horas vagas? Você sabe do que é capaz. Basta arregaçar as mangas e começar a investir. Junho, julho e agosto serão os melhores meses para isso. Saúde - O seu corpo terá que ser prioridade na sua vida. A partir do momento que começar a praticar exercícios e que fizer todos os exames que está adiando, conseguirá mais tranquilidade e segurança neste setor. Lembre-se de que Saturno vem para cobrar, logo não dê chance às surpresas, principalmente as ruins. Os primeiros meses do ano pedirão bastante atenção!

VIrgeM relacionamento - A harmonia estará presente em todas as relações. Por mais que o seu lado racional seja mais forte, Saturno pedirá um pouco de mudança neste sentido. Tente agir mais com o coração e não tenha medo de se machucar. Na intimidade, exerça o seu poder de atração como nunca. Deixe-se levar pelo prazer e conheça um lado seu que ainda estava escondido. Trabalho - A sua capacidade de se organizar e de se concentrar estará ainda mais ressaltada no ano de Saturno. E como isso é tudo que este planeta pede de seus “súditos”, os melhores frutos serão colhidos ao longo de 2013. Nada de pensar pequeno, você tem que se imaginar onde realmente deseja. Entre fevereiro e junho, ótimas notícias alegrarão a sua rotina! Dinheiro - Além do trabalho, você poderá contar com a cabeça para se dar bem neste setor. O seu tino comercial estará fortalecido. Por que não iniciar um investimento? Conte com a ajuda de especialistas e aposte nisso. Mas, tenha em mente que, no ano de Saturno, nada acontece rápido. Será preciso ter paciência para ver os resultados. Os primeiros meses do ano reservam boas surpresas. Saúde - Você estará mais disposto do que nunca. Este será um ano em que você sentirá vontade de ficar bem com o seu corpo e com a sua mente. Por isso, não será difícil espantar qualquer mal que insista em te assombrar. No segundo semestre, tome cuidado. Tente usar sua disciplina a seu favor e deixe qualquer sinal de doença bem longe. A alimentação será a chave de uma boa saúde!

eSCOrPIãO relacionamento Se Saturno quer comprometimento, você não vai fugir da raia. O problema é que tudo com você é “8 ou 80”, e esta vontade de assumir a relação pode acabar se transformando em excesso de controle sobre o outro. Vá com calma! Na intimidade, o fogo escorpiano continuará reinando. Até junho, tudo sairá conforme você planejou. Só não vá cair em tentação e deixar o prazer falar mais alto fora de sua relação! Trabalho - O segredo para tudo dar certo na sua vida profissional é você aceitar que Saturno só traz dificuldades para a gente evoluir ainda mais. Este planeta tem a mania de nos testar e é isso que ele fará com o seu signo. Cada dificuldade deverá ser tratada como aprendizado. Se tiver isso em mente, pode ter certeza que o sucesso estará mais do que garantido. Dinheiro - Você vai querer investir o seu dinheiro no seu progresso e isso não será ruim. Às vezes, uma viagem de lazer pode trazer bons frutos. E são esses os frutos que você vai colher no ano de Saturno. Almeje o sucesso e trilhe o seu caminho. A partir de julho, os frutos começarão a ser colhidos. Aposte no trabalho coletivo, por mais que o seu desejo seja de fazer tudo sozinho. Saúde - Certa instabilidade pode atrapalhar o seu sossego. Nada de problemas muito sérios, mas aquelas doenças corriqueiras como gripe, dor de cabeça e resfriado podem tirar o seu sono. Para que isso não aconteça, invista em uma alimentação saudável e na prática de atividades físicas. Quando a gente está em movimento, o organismo funciona bem melhor.

CAPrICórnIO relacionamento Se você não brinca em serviço em um ano normal, imagine no ano de seu regente, Saturno? Tudo o que você deseja é engatar um romance de verdade e é isso que 2013 te trará. Na intimidade, pode ter certeza que a intensidade tomará conta de você. Com os instintos mais apurados e a sensibilidade à flor da pele, nada vai conseguir te segurar. Chegou a hora de fazer tudo o que tem vontade! Trabalho - Trace uma meta e não saia do seu caminho, por mais que os resultados demorem a chegar. Use e abuse do seu autocontrole e pode ter certeza de que, no final, tudo vai dar certo. Só tome cuidado com os colegas de trabalho. Quando alguém brilha muito, pode atrair a inveja. E, aí, os problemas começarão a aparecer. Confie em quem quem realmente merece a sua confiança. Dinheiro - O seu objetivo é de vida é ter dinheiro o suficiente para conseguir viver durante o mês todo sem precisar fazer dívida, certo? Mas, este é o seu ano, é o ano de Saturno. Logo, trate de pensar além disso e comece a correr atrás de uma vida com mais luxo e requinte. Este é o melhor momento para você realizar todos os seus sonhos. Não se culpe por investir em luxos. Saúde - Por mais que Saturno esteja te trazendo boas energias, será preciso se prevenir. Não custa nada fazer exames preventivos e mudar hábitos que podem estar atrapalhando a sua saúde. Excesso de confiança pode te trazer problemas! Mude a sua alimentação e coloque este corpo para se mexer. Mais do que um corpo bonito, isso te trará qualidade de vida.

PeIxeS relacionamento - Você viverá um paradoxo em suas relações. Enquanto Saturno trará toda a segurança que tanto deseja, ele não conseguirá florear as situações do jeito que você gosta. Ou você se adapta à nova realidade, ou vai deixar passar ótimas oportunidades. Na intimidade, o clima será de oscilação. Você não conseguirá manter uma constante e acabará se rendendo ao prazer menos do que deveria. Trabalho - Se você se empenhar, os resultados que almeja chegarão. O nível de exigência estará bem maior, logo prepare seu espírito para enfrentar obstáculos. A partir de junho, tudo começará a fluir de um jeito mais tranquilo e o seu otimismo voltará a reinar. Nada de desistir. Trabalhe a sua cabeça e trace bem os seus objetivos. Mais do que nunca, você precisará ter foco. Dinheiro - Este é um assunto no qual você não consegue se dar muito bem, até porque, te faltam organização e praticidade. Então, que tal contar com a ajuda de Saturno para isso? Trate de se organizar nos primeiros meses do ano e traçar metas consistentes. Entre março e abril, novas oportunidades surgirão. Agarre-as com unhas e dentes e acredite no seu potencial. Saúde - Você estará bastante focado nesta questão e, mais do que simplesmente fazer simples exames, você buscará mudar a sua vida para ter mais qualidade no dia a dia. Isso será ótimo, já que Saturno vem para nos cobrar uma nova postura diante dos fatos. Lembre-se de que as horas de descanso serão fundamentais para que você consiga ter a tranquilidade que tanto deseja.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12. 2012 O PrOgressO

COLUNA dA AdiLes RotaRy Águia douRada

Adiles do Amaral Torres adiles@progresso.com.br

O rotary Águia Dourada reuniu-se em confraternização de Natal durante a qual foram empossados os novos membros, no último dia 14,

Carlos Drummond de Andrade

na Casa da Amizade. A presidente Áurea Florêncio de Ávila foi a anfitriã da festa. Parabéns aos novos rotarianos(as)!

ramão e padre Duilio

cleusa e a presidente Áurea

João batista e roseli

“Façamos um brinde à chegada do Ano-Novo. Que ele seja só sorrisos e alegria. Boas festas a todos!”

Muda de idade hoje Maurício rasslan, a quem desejamos felicidades!

anderson e fornasieri

Zinha, Jaqueline e geraldo

Parabéns e felicidades ao jornalista alfredo barbara que aniversaria hoje

Thiago bruno e Merieane Parabéns à cabeleireira Nalva rosa, proprietária do salão Nalva Hair, que aniversaria dia 1º

letícia e João antonio

rogério e June

antoniete e José

Nosso abraço e votos de felicidades a camila de Oliveira, que aniversaria no próximo dia 30 Parabéns e tudo de bom ao atuante vereador elias ishy, que aniversaria amanhã. Na foto, ao lado da esposa rosana

lourdes e Odil

À Verinha nossos votos de felicidades pelo seu aniversário que será amanhã, extensivos a seu esposo cel. Mandredini

rotarianos do clube Dourados “Águia Dourada”

ainda recebendo os parabéns pelo aniversário, o casal eder Parabéns para a sorridente barbosa, que aniversariou no dia Natália de lurdes luna que 21 e ana Maria dos anjos, que comemora 14 anos hoje comemorou dia 28

Tamyres lopes de almeida Medeiros completa hoje 5 aninhos para alegria da mãe suellen e dos avós Diogo e arlene. Parabéns!

aniversaria no dia 30, o pioneiro garibaldi Parabéns ao casal reinaldo alvarenga de Matos frança, e aniversariou no dia 27 a e lurdes Deboleto que comemoraram 25 anos de união no dia 19 sua filha a prof. Maria Cleu. Parabéns! salMO

Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus!

ParabéNs e feliciDaDes

AniversAriAntes de HOJe, 29/dez

Ceila Dauzacker Picolo, Maria A. Duarte, Juliana Carvalho, Adilson Pimenta, Ernani Tavares, Ivonete Freitas, Paulo Gabriel, Rodinaldo Silva, Jozelino Alves Pereira AniversAriAntes de AmAnHã, 30/dez

felicidades à ana Maria gonçalves que aniversaria no dia 1º. Na foto, com Nicácio cantero e antônio freire

a equipe do salão strellato Hair comunica a todos que estará em recesso no período do dia 30/12 a 7/01, voltando no dia 8

Pedro de Lima, Maria Aparecida Sulin, Ahamed Arfux, Maria das Dores Lima, Luanna Tamy Nunes, Pedro Valter Aguero, Elias Ishy de Matos, Debora Schulz, Oscar Vilhalba, Marise Araújo, Clarice de Paula, Adiles Farias, Vera Manfredini, Garibaldi de Matos, Maria Rodrigues da Silva, João Hidelfonso da Silva, Janeci Meire dos Santos, Maria Oliveira da Silva


gaúcho

grêmio anuncia reforços e busca mais nomes PÁG. 3

Palmeiras

Kleina poupará estrelas no início do Paulistão PÁG. 2

esportes Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012

“Não ia ter a caneta para assinar”.

O PrOgressO

Zinho, ex-diretor do Flamengo

Arquivo

Fãs do lutador brasileiro Junior Cigano poderão assistir o tira-teima entre ele e Velasques hoje à noite com transmissão ao vivo pelo Procópiu´s Boliche a partir das 21h com a pesagem oficial (roy Nelson)

Luta de Junior Cigano será transmitida no Procópiu’s O brasileiro, na primeira vez que lutou com Velasquez, só levou um minuto para nocautear o lutador mexicano

Da Agência Estado A luta do brasileiro Junior Cigano contra o norte-americano de origem mexicana Cain Velásquez, neste sábado, a partir das 21h, pelo UFC 155, em Las Vegas, terá transmissão ao vivo no Procópiu´s Boliche. Esse é um tira-teima entre os dois lutadores. Na primeira luta, Cigano venceu por nocaute. As reservs de mesas podem ser feitas pelos telefones: 067-9976-0211, ou ainda 9971-6487. ‘É uma luta importante para o Brasil que predomina com vários lutadores no UFC e tem surpreendido. Em Dourados

existem muitos praticantes de MMA e esperamos que eles vem acompanhar essa luta”, disse o empresário Jairo Martins. Na primeira vez em que se enfrentaram, em novembro de

No primeiro confronto entre os dois lutadores em 2011, Cigano só precisou de um minuto para nocautear Cain 2011, Velásquez, grande favorito na ocasião, foi nocauteado por um cruzado de direita de Cigano em pouco mais de um minuto. Desde então, o brasileiro reina absoluto na categoria. Pou-

co tempo depois, surgiram comentários que Cain Velásquez havia atuado com uma contusão no joelho, o que teria explicado a derrota. Da mesma forma, Cigano garantiu que lutou com problemas no joelho. Deixando os boatos e rumores de lado, agora os dois lutadores devem entrar em plena forma física no octógono e tirar a dúvida sobre quem é o mais temível peso pesado da atualidade. Cigano vai para a segunda defesa do cinturão com apenas uma derrota em toda a sua carreira. Tendo em vista que a maior

qualidade de Velasquez é o condicionamento físico, Cigano está fazendo treinamentos específicos nessa área. “Concordo que de 50 a 60% da luta é condicionamento físico. Você tem que estar preparado pra poder usar sua técnica durante os rounds”, diz o atual campeão dos pesos pesados. “Estou focado e meu objetivo é ir lá (em Las Vegas) e buscar mais essa vitória, manter esse cinturão no Brasil mais uma vez”. Atraso Cigano disse na quinta-feira, durante entrevista coletiva, que pretende repetir o feito. Alegan-

UFC 155 ChãO

se a luta for para o chão, o brasileiro pode colocar tudo o que aprendeu com o Jiu-Jitsu onde foi graduado faixa-preta BOxe

Iniciativa de Cigano pode ser sentida com o boxe, sua especialidade que também será a do adversário TIrA-TeImA

A luta tem ingredientes de rivalidade. O mexicano diz que esperou um ano por essa revanche e que pode surpreender

do estar melhor preparado, ele disse que nem o problema da viagem a Las Vegas vai atrapalhar tais planos. Por causa de um atraso da companhia aérea TAM, Cigano perdeu uma conexão de voo e chegou mais tarde do que planejava aos Estados Unidos. O lutador se irritou com isso, reclamou no Twitter, mas agora afirmou já ter superado o problema: “é frustrante apenas. Porque agora eu já estou me sentindo bem e isso já está no passado”, comentou o brasileiro. Cigano disse estar melhor preparado dessa vez do que na primeira luta contra Cain: “eu tenho treinado pesado”.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

2

esportes

Kleina poupa ‘pilares’ no início do Paulistão

Tricolor

Cícero deve ser anunciado como reforço santista arquivo

ganso garante que 2013 será seu ano no sP Luiz Pires

Destaques do Palmeiras, alguns jogadores de confiança do treinador serão poupados das primeiras rodadas

WanDer roberto

Jogador será anunciado em breve como reforço na Vila

Marcos Assunção é um dos jogadores ‘pilares’ do Palmeiras que está sendo poupado no elenco Da Agência Estado

Gilson Kleina já pensa na preparação do elenco do Palmeiras para a próxima temporada e, como a maioria dos treinadores, está preocupado com a falta de tempo para treinar e fazer uma boa pré-temporada. Por isso, ele avisa que os quatro jogadores que são considerados “pilares” de

Os principais jogadores do elenco palmeirense serão poupados das primeiras rodadas do Paulistão 2013 sua equipe não atuarão nas primeiras rodadas do Paulistão - a estreia no campeonato estadual será em 20 de janeiro, apenas 17 dias depois da volta das férias. “Penso nos atletas pontuais, os pilares do time. Henrique,

Wesley, Valdivia e Barcos são jogadores que eu não posso achar que em uma semana estarão 100% em condições. Tenho essa preocupação com todos no grupo, claro, mas os quatro precisam de atenção especial por terem sofrido lesões sérias neste ano ou por ter jogado demais”, analisou o treinador do Palmeiras. Gilson Kleina também coloca como um de seus “pilares” o volante Marcos Assunção, mas ainda aguarda para saber se poderá ou não contar com ele na próxima temporada. O contrato do capitão palmeirense se encerra no fim deste ano e a negociação para renovação não está tão fácil. Se ficar no clube, seria outro dos poupados pelo treinador. A preocupação de Gilson Kleina é colocar em campo um joga-

dor importante logo nas primeiras rodadas do Paulistão, ainda sem a preparação física ideal, e perdê-lo por contusão. “Não posso mais errar de colocar um jogador e ele sofrer uma lesão e perdê-lo por toda a temporada, como aconteceu nesta temporada. Melhor esperar um pouco mais”, disse o treinador. Até o momento, o Gilson Kleina tem apenas o goleiro Fernando Prass (ex-Vasco) e o lateral-direito Ayrton (ex-Coritiba) como reforços já confirmados para a próxima temporada, além dos volantes Wendel e Souza, que voltam ao Palmeiras após empréstimo E a diretoria palmeirense tem sofrido para acertar outras contratações. Em compensação, 20 jogadores do elenco de 2012 foram dispensados ou liberados para negociar com outros clubes.

O meia Cícero está perto de trocar o São Paulo pelo Santos. Insatisfeito com a reserva no time do Morumbi, o jogador já tinha manifestado interesse em deixar o clube e a própria diretoria admitiu que não ia se opor à vontade do atleta. “A negociação está bem encaminhada, mas só confirmamos algum reforço quando o contrato já está assinado”, afirmou o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues. A tendência é que a oficialização do reforço seja somente na reapresentação do elenco, marcada para o dia 3 de janeiro. Junto com Cícero, devem chegar também o volante Renê Junior, da Ponte Preta, e o lateral-esquerdo Guilherme Santos, do Figueirense. Os três são agenciados pelo mesmo empresário, Eduardo Uram. Até o momento apenas o zagueiro Neto, ex-Guarani, foi anunciado para o ano que vem. Montillo O Santos está muito perto de fechar a contratação do meia argentino Wagner Montillo, do Cruzeiro. A afirmação é do próprio agente do jogador, Sergio Irigoitia. “O Santos está muito perto de contratar Montillo. Espero que o acordo saia antes do final do ano”, disse o empresário. O clube deve chegar aos 10 milhões de euros (cerca de R$ 27 mi para adquirir 100% dos direitos.

Ganso confia que o ano de 2013 será o de conquistas para ele Atleta elege o próximo ano como o da redenção, títulos e convocação para a seleção Da Agência Estado

O ano de 2012 foi bastante conturbado para Paulo Henrique Ganso. Seguidas contusões, desentendimentos com a diretoria do Santos e uma transferência milionária para o São Paulo marcaram o período. O futebol mostrado, no entanto, não foi o mesmo dos anos anteriores. Agora, o objetivo do jogador para a próxima temporada é retomar sua melhor forma. Confiante, ele disse que 2013 “será o ano do Ganso”. “Tem muita coisa boa para acontecer. Confio que será o ano do Ganso. De muitas conquistas e títulos para o São Paulo. A Libertadores é um sonho do torcedor são-paulino e é em busca dela que a gente vai”, declarou o meia de 23 anos, em entrevista ontem ao site oficial do clube.

Para que a próxima temporada realmente fique marcada pela retomada de seu bom futebol, Ganso espera retornar à seleção brasileira. Agora com o comando de Luiz Felipe Scolari, o jogador acredita que poderá vestir a camisa do Brasil novamente se voltar a mostrar sua qualidade técnica no São Paulo. “Todo jogador quer estar na seleção brasileira e eu não sou diferente. Eu ainda não tive o prazer de trabalhar com o Felipão, não o conheço pessoalmente, mas sei do seu trabalho, da sua competência e estou na torcida para que ele tenha sucesso. Espero fazer grandes campanhas com o São Paulo para voltar a vestir a amarelinha”, comentou Ganso, que era nome certo no grupo do técnico Mano Menezes. Além da seleção brasileira, Paulo Henrique Ganso faz planos para o São Paulo e não esconde que o título da Libertadores é a prioridade para 2013. Para isso, a equipe precisa passar da fase preliminar da competição, na qual enfrentará o Bolívar.

Michel espera ser o líder do time do Vasco Apresentado ontem, o goleiro está sendo apontado como futuro líder do grupo Da Agência Estado

O Vasco apresentou oficialmente ontem, em São Januário, o goleiro Michel Alves e o atacante Thiaguinho como reforços do clube para a temporada de 2013. Os dois tiveram as suas contratações confirmadas no dia anterior e agora falaram sobre os objetivos que esperam cumprir com a camisa vascaína no próximo ano. Michel Alves chega para suprir a saída do experiente goleiro Fernando Prass, que era um dos líderes vascaínos até ser contratado pelo Palmeiras. E admite que será um desafio lidar com a pressão que a equipe certamente sofrerá dos seus torcedores no próximo ano, mas mostrou que está pronto para se tor-

nar uma “referência positiva para os mais jovens”. “Se você mostra coisas negativas, você não serve de espelho para ninguém. Eu quero agregar valores no grupo porque esse é o principio para se obter o sucesso”, enfatizou Michel Alves, que projetou um 2013 de sucesso com o Vasco, apesar de o clube viver sérias dificuldades financeiras e estar em processo de reformulação do seu elenco. “Temos que ter responsabilidade todo dia em função do trabalho, porque a exigência do futebol é muito grande, ainda mais se tratando de uma grande equipe como o Vasco. Todos os jogadores que aqui são apresentados têm que fazer por merecer para vestir a camisa. A cobrança vai ser grande e estou preparado para enfrentar, mas os momentos bons também vão aparecer. Acredito que vamos fazer uma boa temporada”, projetou o goleiro de 31 anos, que em 2012 ajudou o Criciúma a obter o acesso à elite do Brasileiro.


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

3

esportes

grêmio anuncia reforços e segue em busca de mais jogadores Os novos jogadores que chegam ao clube gaúcho passarão por observação do técnico Vanderlei Luxemburgo arquiVo

Da Agência Estado

2013 Pensando na temporada longa que terá, a direção do time gauxho vislumbra anunciar na próxima semana mais nomes

Próximo de anunciar a permanência do lateral direito Pará, por quem já desembolsou R$ 300 mil em função de uma dívida contraída com o Santos, o Grêmio também acertou quatro reforços para observação do técnico Vanderlei Luxemburgo em 2013. Follman, Bressan, Ramiro e Paulinho, do Juventude, tiveram os direitos econômicos negociados com o Tricolor Gaúcho no final da manhã de ontem, em Porto Alegre. Em entrevista à Rádio Gre-Nal, o presidente do Juventude, Raimundo Demore, confirmou a negociação do quarteto com o time de Porto Alegre que, em troca, cederá o atacante Bergson. Já acertada entre as diretorias, a negociação deve

TransaçãO a diretoria, para ter um elenco competitivo, tem feito moeda de troca com outros clubes gaúchos para montar o grupo CaLenDáriO grêmio começa o ano já com competição importante em vista, como é o caso da Pré-Libertadores que começa no dia 20 de janeiro DeFesa a zaga do grêmio também está tendo uma atenção especial. Tanto que um nome para o setor defensivo será anunciado em breve

O foco do grêmio, agora, passa a outros nomes. Jean Deretti, do Figueirense, está próximo de acerto ser colocada no papel apenas em 2013. Ainda existe a possibilidade de outro gremista ser envolvido no acordo e rumar a Caxias do Sul para a disputa do Campeonato Gaúcho. Follmann chega para ser terceiro goleiro do Grêmio, já que Dida deve ser titular e Marcelo Grohe, titular em 2012, segue como opção no elenco. Já Bressan chega para disputar a titularidade na zaga, pois Gilberto Silva e Naldo deixaram a equipe e nenhum outro reforço foi contratado para o setor. Já Ramiro, que começou a carreira como meia e foi deslocado para a lateral no Juventude, e Paulinho, são apostas para completar elenco na próxima temporada. O foco do Grêmio, agora, passa a outros nomes. Jean Deretti,

tricolor Gaúcho

emPrésTimO antes de outros clubes se interessarem pelo chileno eduardo Vargas, o grêmio já havia se manifestado pelo atleta; outros nomes estão sendo sondados do Figueirense, está próximo de acerto, pois o Tricolor aceitou ceder Bruno Collaço ao clube catarinense em troca. Carlos Eduardo, revelação da base gremista e atualmente no Rubin Kazan, não é tratado como prioridade, mas também pode acertar. Quem cuida do caso é o empresário Jorge Machado, o mesmo do volante Fernando, a quem garante terem chegado propostas de clubes da Inglaterra e de Portugal. Além de Fernando, o Grêmio também busca a permanência do volante Souza. grêmio começa 2013 disputando a Pré-Libertadores, para isso, a diretoria busca mais reforços

Zagueiro argentino pode chegar Trabalhando na Europa para

acertar o empréstimo do atacante Eduardo Vargas junto ao Napoli, a diretoria do Grêmio terá outro objetivo na Itália. Atendendo ao pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, o zagueiro Spolli, do Catania, está na mira para 2013. Aos 29 anos, o defensor começou a carreira no Newell’s Old Boys, na Argentina, e chegou ao Catania em 2009. Até o momento, lém dos jogadores trazidos do Juventude, apenas outros três reforços foram contratados pelo Grêmio: o goleiro Dida, o lateral Alex Telles e o atacante Willian José. Com a reapresentação do elenco marcada para o dia três de janeiro, o Grêmio segue em busca de reforços para a temporada 2013. Ciente de que terá um calendário cheio logo no início do ano - no dia 20, a equipe encara o Esportivo, pelo Campeonato Gaúcho, e no dia 23 já enfrenta a LDU (EQU), pela Pré-Libertadores -, a diretoria tricolor espera anunciar novos nomes ainda nesta semana. A diretoria tem as negociações para renovação dos contratos de Souza e Pará encaminhadas e, de acordo com Omar Selaimen, assessor de futebol do clube, mais um nome já está acertado. “A parte do zagueiro já tem um nome definido e encaminhado. Resta esperar para concretizar o negócio. Tem um jogador que provavelmente até a reapresentação será anunciado”, disse à Rádio Gaúcha. Em busca de reforços no ataque, o Grêmio fez uma proposta oficial para contar com o chileno Eduardo Vargas, atacante do Napoli, porém o interesse de outros clubes pode dificultar a negociação. “É um jogador com o qual negociamos há mais de um mês. Apareceram interessados, mas estamos bastante otimistas”, destacou Koff.

Zinho explica porque não aceitou o novo cargo Com a nova função, o ex-jogador não teria poderes como tinha antes Da Agência Estado

Um dia depois de anunciar que não permaneceria no Flamengo, Zinho deu uma entrevista coletiva ontem para explicar os motivos que o levaram a tomar essa decisão. Ele revelou que a nova diretoria do clube, que tomou posse na noite de quinta, queria rebaixá-lo de cargo, passando de diretor para gerente, e cortar seu salário pela metade, o que não foi bem recebido pelo ex-jogador, que preferiu ir embora. “Não estou feliz, gostaria mui-

to de permanecer, continuando o processo que começou em 11 de maio, mas infelizmente as condições de trabalho não seriam as mesmas pelo convite que foi feito pela nova gestão. Quero deixar claro que não sou eu que não quero ficar, as condições que fizeram isso. Preferi sair até para não manchar tudo de bom que fiz”, declarou Zinho. A nova diretoria do presidente Eduardo Bandeira de Mello trouxe com ela um diretor executivo de futebol, Paulo Pelaipe, que ocuparia função semelhante à de Zinho, tirando poder do ex-jogador - ele, portanto, passaria ser um gerente, sem participar das principais decisões do setor, como contratação de reforços. O próprio

Zinho admitiu que esse foi o principal motivo para que ele não aceitasse a proposta de continuar no Flamengo. “Em respeito aos torcedores, não aceitei essa nova função. Para a rua, para vocês (imprensa), continuaria com o mesmo comando e não exerceria a mesma função. Não ia ter a caneta para assinar. Não podia aceitar isso. Após tudo que passei, os problemas que administrei, não poderia ficar no cargo que me foi oferecido. Sou rubro-negro de coração, mas profissionalismo falou mais alto que a paixão”, comentou Zinho, que fez história defendendo a camisa flamenguista durante a sua carreira como jogador.

Mauricio VaL

segundo Zinho, ele teria a mesma função, mas não teria poder com a sua assinatura


Dourados, sábado/domingo 29/30.12.2012 O PrOgressO

4

Polícia Divulgação/Prf

Jovem é estrangulada no Parque do Lago II De Dourados Sidnei Bronka

A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar, com seus vários grupamentos, atuarão conjuntamente para fiscalizar as rodovias

Polícia aplicará Lei Seca com rigor no fim de ano

Uma jovem de 20 anos foi encontrada morta por volta das 5h de ontem, no Parque do Lago, periferia da cidade de Dourados. Segundo informações da polícia, o laudo pericial confirmou que a moça foi morta por asfixia. A vítima também sofreu traumatismo no maxilar, provavelmente provocado por um martelo. No pescoço da jovem havia muitas marcas de unhas, o que indica estrangulamento. A vítima foi encontrada no interior de uma edícula, nos fundos de uma casa no Parque do Lago ll. Ao chegar ao local a Polícia Militar encontrou um homem de 48 anos, que disse ser padrinho da vítima, com

um martelo nas mãos. A polícia constatou pequenas marcas vermelhas na bermuda usada pelo homem, que podem ser de sangue. O material colhido vai passar por exames laboratoriais. Indícios

A Polícia Civil conduziu o suspeito até a delegacia para ser interrogado. Segundo a Polícia, ele estava nervoso e suas unhas e roupas apresentavam manchas vermelhas, aparentando ser sangue. O perito André Kiyoshi, após analisar o local do crime, liberou o corpo, que foi levado para o Instituto Médico Legal de Dourados. A Polícia investiga o homicídio que pode ter acontecido por volta das 5h. SiDnei bronka

O inspetor da PrF José ramão Mariano Filho e o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos alberto David dos Santos, prometem ser “implacáveis” De Dourados

A Polícia promete ser implacável na fiscalização das rodovias para fazer cumprir a Lei Seca neste final de ano. O aviso foi dado pelo comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos. “Será intensificada a fiscalização da Lei Seca em bares, restaurantes e locais já conhecidos da polícia, em que as pessoas bebem e saem dirigindo; seremos implacáveis”. A Nova Lei Seca ampliou os mecanismos de fiscalização da Polícia e permitirá maior rigor na punição dos motoristas que insistirem em dirigir embriagados. “Mesmo se o motorista recusar o bafômetro, poderá ser feita a autuação baseada em testemunhas, o teste de glicemia, imagens de câmeras e até mesmo o equipamento digital que temos disponível para fotografar o condutor embriagado”, disse em entrevista recente o inspetor da PRF, José Ramão Mariano Filho.

Desde ontem (28), uma operação especial da Polícia Militar (PM) Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar Rodoviária (PMR) está em execução em vários pontos das principais rodovias que cortam o Estado e também em áreas urbanas, visando, sobretudo, ao cumprimento da Nova Lei Seca. Para especialistas ouvidos pela Agência Brasil, a Lei Seca está mais rigorosa, mas só será respeitada pelos condutores se for realmente aplicada e alcançar os infratores. As estatísticas do Natal, entretanto, demonstram que, mesmo com as mudanças em vigor desde 21 de dezembro, tendo ampla divulgação, os motoristas continuam sendo autuados e tendo o veículo apreendido. O especialista em trânsito Luís Miura afirma que o problema no país é cultural. “O brasileiro é mal acostumado a cumprir leis. Enquanto não houver uma fiscalização rigorosa, uma pressão forte, continuaremos com problema nesse sentido”, disse.

Com medo, mulher denuncia o irmão ladrão De Campo Grande

A Polícia Civil está no encalço de um homem de 24 anos por realizar desmanches de motocicletas em Campo Grande. Ele foi denunciado pela própria irmã. Ela contou o envolvimento do irmão com medo de se compro-

meter com os crimes. Portanto, informou que o local onde ele realizava os desmanches seria a antiga residência da mãe deles. Ao tentar efetuar o flagrante, a PM apreendeu várias peças furtadas. Agora, a polícia já tem informações necessárias que facilitarão a prisão do acusado.

Os peritos constataram marcas de unhas no pescoço da vítima

DOF prende mulher com pasta-base De Dourados

Três pessoas foram presas pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF) na noite de quinta-feira, em Maracaju, acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas. O flagrante ocorreu na BR-267, por volta das 19h . Segundo informações do DOF, durante patrulhamento, os policiais avistaram uma mulher descendo de um ônibus e embarcando em um táxi que a aguardava na rodovia. O fato chamou a atenção dos poli-

ciais que decidiram averiguar. Durante abordagem, foram encontrados sob posse da passageira, 250 gramas de pasta-base de cocaína. Ela confessou que havia sido contratada para levar a droga de Ponta Porã até Maracaju, e que o taxista a deixaria no local da entrega combinado. Com base nas informações colhidas, o DOF se dirigiu até onde o entorpecente seria entregue e encontrou uma jovem de 18 anos que acabou confessando tudo. Ela, a mulher que levava a pasta-base e o taxista receberam voz de prisão.

Polícia Militar Ambiental Morre rapaz espancado apreende madeira ilegal no Lago do Amor De Dourados

Policiais Militares Ambientais de Miranda abordaram ontem à noite um veículo Ford F 600, no perímetro urbano de Bodoquena/MS, que transportava carga de madeira beneficiada em caibros e vigas.

De acordo com a PMA, o motorista não apresentou nota fiscal e o documento de Origem Florestal. Na carroceria, havia uma carga de 6 m³ de madeira. A carga ilegal pertencia ao passageiro, de Bodoquena, que alegou ter adquirido o produto florestal em uma fazenda na cidade.

De Dourados

Um jovem de 24 anos morreu por volta das 23h10 de quinta-feira, no Hospital da Vida, onde estava internado desde o dia de Natal (25). Ele foi encontrado ferido no Lago do Amor, em Fátima do Sul, vítima de espanca-

mento. Segundo a polícia, a princípio pensava-se que a vítima havia sofrido acidente de trânsito de bicicleta, mas no hospital, contou à mãe que havia sido espancado. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na UTI do hospital em Dourados.

Dicas o progresso

Pequenos cuidados e atenção podem evitar grandes problemas nas férias Veículos

Atenção com os equipamentos antes de viajar


o progresso

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

1

Imóveis

2

Apartamentos

3

classificados

Veículos e utilitários

4

Veículos importados

5

Motos

6

Diversos

7

Telefones

8

Empregos e oportunidades


2

classificados

o progresso

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

1

17896

Imóveis

SOBRADO PORTAL

3 qtos, 2 salas, cozinha e edícula. Creci 4400. F.3422-1565 ou 81632004.

Terreno 600m², construído 450m², 4 suítes, sauna, escritório, piscina, edícula, 15 anos de construção. Creci 4400. F.3422-1565.

00019232

JD. NOVO HORIZONTE 19045

KITINETE STO ANDRÉ

Casa-Aluga

Rua Palmeiras nº1310. F.3424-1498 / 9652-9300 ou 9237-8988. 00019164

PQ DO LAGO II 00019148

RUA CUIABÁ Nº 636

ALUGA-SE CASA 2 quartos, quintal compartilhado. 9908-2050.

00019149

ALUGA-SE COBERTURA Prédio das Araras. 99720108. 00019200

ALUGA-SE KITINETE R$ 350,00. Gen. Osório nº1150. F.9905-3805.

00019147

Av. Marcelino Pires nº 3128. F.9972-0108. 00019173

VILA ROSA Com ótimo espaço para comércio. 9296-4778. 00019065

VILA UBIRATÃ 12 peças, R$ 800,00. F.8125-8466 ou 81155424.

18452

CASA DE PRAIA

Casa-Venda

EM NOVA ALVORADA SUL Bairro Vacilo Dias. R$ 20mil. Rua Feliciano da Silva Dias, 1931. F.9933-6060.

19159

EM RIO BRILHANTE Casa nova, no asfalto, 42m² c/ 2 qts, sl, coz, wc, R$ 110.000,00. Aceito carro. 9903-0809. 00018834

IMÓVEL COMERCIAL No centro, 3 salas, copa + recepção. 8412-3933. R$ 470 mil c/ 2 aptos, 1 suíte, piscina, d+ dep. Ter. 630m², ac. terreno no Ecoville I, dá financ. dependendo pego apto até R$ 180mil. Dina 9672-0801. Creci 4510. 00018691

19156

KITINETE 3 PEÇAS

Laje, R$ 120.000,00. Dá financiamento. Creci 4510. F.9672-0801 Dina.

JARDIM MÔNACO

ALUGO KITINETE Com 3 peças. telefone 9908-0766.

Jardim Colibri. R$ 320,00. telefone 9908-7260 Luciano.

COLIBRI 2 QTOS

19111

00019186

Itapoá - SC, para 8 à 25 pessoas. telefone para contato 9949-3563.

Bnh 3º plano, 2 qts, 1 suíte, 2 sls, coz, 2 wc, lav. 2 varandas, churrasqueira, R$ 250.000,00. F.9903-1424.

00019007

SALÃO COMERCIAL 00019219

CÂNDIDO CÂMARA 2615

19112

3 quartos, R$ 550,00, no asfalto. F.8203-6456. 9972-0108.

18888

19035

ANTIGA W2 Rua João Damaceno Pires nº 1305. Entre as ruas Rio Brilhante e Hayel Bon Faker. 9925-8993 ou 9629-0922. 00019236

CAMPO DOURADO Suíte, 3 qtos, laje, edic. Ac. carro. Financia. Creci 5548. F.9929-3510.

JD ÁGUA BOA Nº 620, w4. Esq. c/ edícula, salão. R$ 270.000,00. F.9945-9593. 00018989

JD COLIBRI 2 qtos e demais dependências. 8121-7776. 00019216

JD GUAICURUS R$ 110.000,00 financia, 56m², ter. 210m². F.9613-0282.

17898

JD STO ANDRÉ 200M²

2 qts, sl, coz, wc, var. R$ 140mil. Finan. 9903-5191.

00017922

JOÃO PAULO II Bem localizada, laje, 12 peças. 9622-9285.

2705

VENDE-SE EDÍCULA C/ salão no Jd. Novo Horizonte. Ac. carro. 9995-8274

Chácaras

00018692

18714

Sítios 00019206

22 ALQ Toda em soja plantada, ótimo preço. Creci 244. F.9987-8425. 00019194

EM VILA VARGAS 12,9 hectares. F.34245736 ou 9694-7378.

00018957

LINHA DO POTREIRITO

00018838

ALTOS DAS PAINEIRAS

NOVA ALVORADA SUL

Excelente para residência, 12.80x32, Rua Hayel Bom Faker. Ac. troca por apto. 3422-7379 ou 91370524.

Ter r eno ár ea central, 1.530m². F.9930-4100.

00019213

ÁREA 10.484M² Ótima para fazer loteam. ótima localização. Creci 5548. F.9929-3510. 00019203

BR 163

00019205

NOVA DOURADOS Próx. ao Caic, ent. parc. 84 meses p/ pagar. Creci 244. F.9987-8425. 18713

ÓTIMO PARA PRÉDIO Ou comércio, 25x32, Rua Balbina de Matos (rua da Unigran) sub-esquina com Monte Alegre. Ac. troca por apartamentos. 3422-7379 ou 9137-0524.

5 HEC. BR 276

R$ 340.000,00. F.96078863.

SÍTIO 5HA LAZER

PQ ALVORADA PARTIC.

Próx. ao Rio Dourados c/ casa. telefone para contato 9952-1844.

Saída p/ São Paulo, frente para Br, 5000m². Creci 244. F.9987-8425.

PQ JEQUITIBÁS

C/ 4 qts, 1 suíte, wc social, 2 sls, garagem 4 carros, salão c/ lavabo e disp, + qto + disp. fundos. 3426-0071 ou 8171-7899.

C/ açudes, criação de peixes, 5 chalés, riacho. 9997-0788.

BR 163 1.400M²

R$ 350.000,00. telefone para contato 9903-9035 ou 9285-6764.

Frente p/ Br saída p/ São Paulo, esquina. Creci 244. F.9987-8425.

Próx. Cel Ponciano, todo murado, ótimo preço. F.99878425. Creci 244.

VENDO 2 ALQ. TERRA Em Dourados. 9933-6060.

CAMPINA VERDE

RES. ECOVILLE 14X30

8 ALQUEIRES

Terrenos

2 terrenos. F.3425-3951 ou 9821-4754.

420m². R$ 180.000,00. Dina 9672-0801. Creci 4510.

PQ ALVORADA Coz, sl, 2 wc, 3 qtos, varanda, asfalto. 3426-0222. 17020

17897

PQ NOVA DOURADOS 1suíte,1qto,sala,cozinha,115m², terreno420m².Creci4400.F.34221565 ou 8163-2004. 19171

PRECISO P/ COMPRAR Casa R$ 150 á R$ 250mil nos bairros: Ouro Verde, Pq Alvorada, BNH l, ll, llI, Planalto, Continental. Á vista e para financiar. Urgente. Dina creci 4510 9672-0801. 00019084

PRÉDIO COM ESQUINA 500m². Creci 4400. F.81632004 ou 3422-1565.

00019215

00019067

5 HECTARES E MEIO

19130

R$ 160mil, entre Rio Brilhante e Maracajú c/ 2 casas, terra de cultura. telefone para contato 99030809.

17428

00019005

ÁREA 20.000M²

EM RIO BRILHANTE

17901

00018896

2 PQ DAS PRIMAVERAS 12x31 cada. 3422-1014.

00019098

20 X 50 Saída p/ Caarapó. R$ 33.000,00. F.9971-3855.

542m², R$ 120mil. F.34266490 ou 9971-3166.

CHÁCARAS CALIFÓRNIA

20 X 60

SANTA HERMÍNIA

Próx. Pq. N.II (45x100). R$ 80.000,00. F.9153-0054.

RESID. GOLD. PARQ 00019180

2 peças, wc, varanda, murada, R$ 47mil, ter. 12x32. F. 9831-6016.

19074

Fazendas

17899

SOBRADO ECOVILLE

1 suíte com closet, 2 aptos, 2 salas, cozinha com área gourmet, piscina. Creci 4400. F.3422-1565 ou 8163-2004.

00019202

120 HEC Região de Dourados, plantada em soja, ótimo preço. 9987-8425. Creci 244.

00019097

Próx. Br 163. telefone para contato 9971-3855 ou 8411-8411.

00019121

20X50 CAMPO BELO

19252

19110

00019083

12x30. Ac. troca p/ Van, ótimo local, bom preço. 9938-8422 Ligar após 12h.

Const. tanque peixe e nascente, área de lazer. Creci 5548. F.9929-3510.

00019231

00018807

ECOVILLE 439M² 00019190

ÁREA 11 HECTARES

00019212

00019239

Fase I, lindo, pronto para construir. Proprietário 8111-7371.

19251

Frente Perimetral, próx. Futura Faculdade Agrícola, área urbana, ideal para residencial ou loteamento. 9987-8425. Creci 244.

00019204

GOLDEN PARK 353m², preço de ocasião. Creci 4400. F.3422-1565 ou 8163-2004. 00019047

GUAICURUS

SIRIA RASSLEM 2100M² 2 terrenos juntos, 15x70 cada. Creci 4400. F.81632004.

00019016

SITIOCA OURO FINO 20x50. F.9626-9946 ou 3422-5397.

00019046

SITIOCAS CAMPO BELO Lotes 20x50, ótima localização, preço de ocasião. 9977-2383. 18918

Entrada + parcela. Vários. 9262-1695.

00019128

JD COLIBRI R$ 85MIL 750m², ótima oportunidade. 9635-0899. 00019105

JD GUANABARA

SITIOCAS R$ 18MIL 1000m². Dina. Creci 4510. F.9672-0801.

1306

TERRENO 13X35= 455M²

Área central. Aceito troca. 3427-3291, c/ dona Zeni.

00019220

TERRENO NAVIRAÍ

tercp.blogspot.com F. 99682761.

R. Antônio do Amaral, esquina Weimar Torres. F.34246976 ou 9971-1193.

Portal Residence II, R. Amarílis. F.8105-8186.

9616-4677 CRECI 4239

LOTES 1000M²

VILA INDUSTRIAL

00018681

1 Pq. Alvorada, 1 Jd. Europa e 1 Jd Mônaco.

00019096

Em até 90 parcelas. 99713855.

00019018

R$ 130mil, c/ 400m², próx. do Atacadão. 8455-7096.


classificados

2

00019132

Apartamentos

18572

o progresso

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

00018798

RES. IMPERIAL 2 QTOS

WILAGIO DAS ROSAS

CORSA PRETO 09/09

Armários embutidos. 81116500.

2 qtos, novo, 77m². Creci 4400. F.3422-1565 ou 8163-2004.

Compl. novo, 1º dono, premiun, 40mkm. 9971-1393.

WILAGIO DAS ROSAS

Prata, ar, ve, R$ 21.000,00 s/ detalhes. 9957-3299.

00019043

RES. ITAÓCA

18569

2 qtos, sala, wc, coz, lavand. 9607-2390.

Apto-Venda Apto-Aluga AO LADO DA UNIGRAN

Novo, 1 suíte, 2 qtos, 90m². Creci 4400. F.3422-1565 ou 8163-2004.

3

00019154

CORSA SEDAN 04/05 00019088

CORSA SEDAN 1.6 8V 1999, preto, completo, R$ 13.800,00. telefone 98664154. 00018912

CORSA SEDAN PRATA

Veículos e utilitários

Completíssimo, 97/98, doc. ok. R$ 11.800,00. F.9675-4346. 00019041

CORSA WIND 96

00019073

APTO 03 QTOS NOVO 1º andar c/ elevador. 9153-0054.

ALUGA-SE KITINETE

18617

Próximo a Unigran, 2Qtos tratar proprietária: 3421-9007 00019234

1/2 Q. IGR. RELÓGIO

APTO NOVO MOBILIADO

APTO BALN. CAMBURIÚ

RES. MONTREAL

APTO ITAÓCA

VENDO APARTAMENTO

PRÓXIMO AO HU

00019227

MONTANA 2007/2008 00019119

1 apto, 2 qtos, piscina. Creci 4239. F.9616-4677.

2 dorm. sala e coz. conjugada. 9948-0873.

Prata, aceito troca. 96803405.

18683

apartamentobc.com.br, p/ temporada. 8466-2238

00018990

00019039

MERIVA 05 COMPL.

RES. CRUZEIRO DO SUL

14662

R$ 500,00. F.8117-0802.

4x4, prata, diesel. F. 99787330.

18682

Creci 4239. C/ 1 apto, 1 qto, 2 vagas. 9616-4677.

19109

01 suíte, 02 quartos, área total de 125m², elevador, dá financiamento, R$ 290.000,00. Dina. Creci 4510. F.9672-0801.

00018930

GM BLAZER 2005

C/ móveis planejados, 2 qtos, entrada exclusiva, Altos do Indaiá. 9991-9504.

1 suíte, 2 qts, sl, coz, copa, á.s. carro á vontade, guarda 24h, 1º andar de frente para rua. 9182-6678.

00019131

Chevrolet

Branco, al, te, R$ 8.300,00. F.9664-4128.

CELTA 02/03 BRANCO Básico, ve, al, ótimo estado. R$ 12.000,00. F.84212871. 00019181

CORSA 98 1.0 Doc. ok. R$ 9.000,00. telefone para contato 98316016.

Tratar com Lucas. 96466800. 00019230

MONZA GLS 94 COMPL. (-) ar, vinho, ótimo estado. 3426-0071 ou 8171-7899.

00018949

OMEGA 95/96 Motor 4.1, 6 cilindros. R$ 11.500,00. F.9810-6645.

3


4

classificados

o progresso

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

6019

00019249

19077

18043

00019117

00019020

00018944

PEÇAS USADAS

CLASSEA 190 COMPL.

GOL G4 ECOMOTION

CIVIC 03 E FIAT 96

VENDO OU TROCO

TITAN MIX 09 VERM.

LOCAÇÃO DE CAMINHÃO

Parachoque, farol, capô, tampa, radiador, lataria, etc. Nac. e importado. Entregamos em todo o estado. Ótimos preços!! (67) 30299999 ou (67) 3029-9998

R$ 8.000,00 + impostos atrasados. 9692-1467.

Flex, preto, 2 por tas, 10/11, R$ 15.000,00. F.8424-6689.

Particular, compl. aut. R$ 22.000,00 e R$ 8.800,00. F.9952-5959.

Hillux 4x2, prata, 05/06, cd, 3.0. Aceito imóveis. 9945-1736.

Completa. 9989-7355 ou 9996-6866.

Munck 43 ton. R$ 120,00 H. (67) 9954-4478 ou 9847-8190.

GOL G5 12 COMPL.

CIVIC 2002 AUT

Vermelho, aceito troca. 9680-3405.

Prata, completo. 34214220 ou 9938-7972.

GOL GV 11/12

CIVIC LXS 07/08

Prata, com ar, ve, te e ldt. Só a vista. (067) 92550690.

Preto, completo. 34202000

GOL POWER 1.6 03/04

11/11, completo. F.34203000.

19122

00019175

F250 00/00 PRETA

00019038

Completa, conser vada. 9296-2991 Márcio.

00019114

PRISMA 1.4 06/07

F250 PRATA 03 XLL

Preto, ar, dh, te e al. 99429053.

9251-3220 / 8121-7634 ou 9955-0078.

VECTRA CD 98

F250 XL 2001

00019241

Completo, branco, R$ 16.500,00, conservadíssimo. 9923-0297. 00019238

VECTRA GLS 98+ABS Completo, branco, som, rodas, revizado. R$ 13.900,00. F.9838-4159 Jr.

Fiat

18582

17923

Único dono. 3421-3975.

18993

F4000 BAÚ ALUM. 6M Mwm, dh, met. ótimo. Troco por Corolla. 9971-6355. 00018644

KOMBI 85 BRANCO Aceito troca. 9909-6789 ou 8408-7851.

6020

19253

IMPERDÍVEL FUSCA 84

Ar, ve, R$ 16.000,00. F.9692-0540.

SAVEIRO G3 2000 00019042

00019242

OFERTA GOL POWER 11/12, preto, 1.6, completo, de R$ 35 mil por R$ 33.500,00. Só vendo. 9936-0692. 6016

Parachoque, farol, capô, tampa, radiador, lataria, etc. Nac. e importado. Entregamos em todo o estado. Ótimos preços!! (67) 30299999 ou (67) 3029-9998

Cinza, cabine est. revisada, part. ótima. 9963-4709.

UNO 01/02 4P

VENDO BARCO MOTOR

18436

STRADA ADVENTURE Cd, 11/12, preta. 34202000. 00019210

Vermelho met. te, al. 96139450.

E carreta documentada. 9115-9701 ou 3424-6177.

UNO 96 1.0

VENDO/ TROCO P/ GADO

00019004

Ótimo estado, motor ok, R$ 6.500,00. F.8179-8838.

F1000 86, 1 Blazer 03 completa. 9933-6060.

UNO BRANCO 4P

VW 690 ANO 85 MWM

00019229

00/01, smar t, 4 pneus novos. 9214-9109.

Único dono, super novo. 9971-5440.

Ford

Volksvagem

PEÇAS USADAS Parachoque, farol, capô, tampa, radiador, lataria, etc. Nac. e importado. Entregamos em todo o estado. Ótimos preços!! (67) 30299999 ou (67) 3029-9998. 00019125

VOYAGE CONFORTLINE 09/10, completo, preto. Aceito (-) vlr. 9634-6059.

4

Veículos importados

00019237

BMW 325I BRANCA

Completa, R$ 12.000,00 + prazo. 9838-4159 Jr. 00019138

C-10 ANO 75 Camioneta v-6, 3 marchas, câmbio cima. 9901-1855.

PAJERO SPORT 06/07 Prata, completo. 34202000. 19248

PAJERO TR4 Saveiro 1.6, Gol G5 1.0, completos. F.3420-3000. 13382

PAJERO TR4 10/10 Preta, completa. 34202000.

14481

TRITON 08/09 AT 15 meses de garantia. 3420-2000.

00019087

BIZ+ 09/09

00019089

COROLLA SEG 05/06

CONSÓRC. CONTEMPLADO Crédito de 17.500,00 Entr. de 8.500,00 + 42x 270,00 Crédito de 21.600,00 Entr. de 8.500,00 + 52x 338,00 www.consorcioscampogrande.com F.9656-78736 ou 9155 4785.

19000

GOL 1.0 G5 10/11 Preto, básico, carro semi novo. R$ 22.900,00. F.9903-0809 ou 99845333. 00019013

GOL 1.6 2009 PRATA Completo c/ som. 99556677 ou 3424-0313 ligar de noite.

00019019

GOL 2002 CINZA Ar, dh, 4p, R$ 16.000,00. Ac. moto até R$ 4.000,00. F.9928-2552.

00019142

COROLLA XEI 03/04 19144

C3 GLX 06/07

Automático, prata. 99744154 ou 9635-3771. 00018755

Prata, completo. 34202000. 19092

XSARA PICASSO GLX 1.6, flex, preto, 08/09, banco de couro. R$ 27.990,00. Falar com Jeferson 99554647 ou 3422-8897.

Honda

CB 300 DOURADA

COROLLA XEI 05/06 Automático + couro, preto. 8466-2238.

18581

HILLUX CD 07/08

00019193

CG TITAN 99 AZUL Compl. revisada, mês 7 pago. F.3424-2861 ou 9673-3056. 00019152

00018998

DE 2.900 POR 2.700 Suzuki Yes en 125, doc. ok, 08/08, revisada, somente no dinheiro. 9248-7101.

00019170

00019162

FAZER 08/08 AZUL Vendo ou troco p/ carro (-) valor. 9636-4531. 18878

HONDA TITAN 150

Piscina e infláveis. 99058391 ou 8163-6022

655

ALUGA CAMA ELÁSTICA

Venda Avon. Ligue 98550818 ou 9935-7726.

BRONZEAMENTO NATURAL

SORVETERIA ITALIANO

Mesa, cadeira e castelinho inflável. 9204-1680 ou 9967-8993. 8216

ALUGA CAMA ELÁSTICA

00018996

SHADOW 02/02 PRETA Doc. ok, aceito moto (-) vlr. 9619-6320. 00019226

SUZUKI YES EN 125

HILLUX SRV PRETA

Preta, 10.600km. F.92499896 ou 3424-0913.

00019222

TENERE 250 11/12

Cinza, chave reserva. R$ 4.500,00. F.9667-2259.

Completo, trava, alarme, som, cinza, 4 portas, IPVA 2013 pago, placa final 9. R$ 22mil. F.9646-9005.

09/10, mix, R$ 5.000,00. c/ 12mkm. 8451-5817.

00019014

TITAN 150 ESD 2008

00019029

TITAN EX 150

00019185

Tecsof. F.9841-4676.

00019228

TÍTULO PANTANAL CLUB

A G pernoite + brinde. 92389767 ou 3424-7478.

Vendo de R$ 2.200,00 por R$ 800,00. F.9634-0402.

CERCA ELÉTRICA

VENDE-SE

R$ 3,00 o metro, motor de por tão 3x R$ 90,00. F.9996-4845.

Quadro de bicicleta alumínio ano 96. R$ 350,00. F. 9807-0902.

COBERTURA METÁLICA

VENDE-SE

10 mts por 4,00 mt. F.99918605 ou 3426-2216.

Cesta Natalina. 3423-6850 ou 9623-9081.

COMPRA-SE

VENDE-SE FREEZER

00019051

00018837

Geladeira e freezer usados. 9629-9729.

CORTA-SE GRAMA Serviço de jardinagem em geral. 9867-3912.

DESPACHANTE NÁUTICO Barcos, lanchas, jet-ski e arrais. 9650-2957. 120

DISK FRETE MUDANÇAS

19218

00019040

18985

Usado. 9971-8169.

00019195

VENDE-SE LOJA Confecção, bem localizada. 9256-5696. 18312

VENDO CABELOS Regional 50cm à 70cm. 9937-8000. 18899

VENDO CADEIRAS

A R$ 50,00 seg à sexta. 9935-4467 ou 9231-3842

Baú, montagem de móveis. 9609-1756 João Carlos

05 cadeiras para escritório, 02 mesas e um sofá. 96240917.

ALUGA CAMA ELÁSTICA Castelinho inflável. 98088449.

DOBRADEIRA DE CALHAS

VENDO CONVENIÊNCIA

Industrial 3,05mts. R$ 5.000,00. F.9911-4402.

ALUGA CAMA ELÁSTICA

DOCES PARA FESTA

Localizada na Av. Presidente Vargas, ótima clientela. 9808-6512 / 9845-1989 ou 9844-9773.

00019178

91

Com ótimos preços. 99954025 ou 9296-6176

10771

ALUGO CAMA ELÁSTICA Mesa, cadeira, caixa térmica. 9951-0675 ou 96085758.

00019061

ALUGO CAMA ELÁSTICA

13459

00019011

CAMA ELÁSTICA R$ 100

00018001

LANDER XTZ 250

HONDA FIT LX 2004

09/10, completo. F.34203000.

Instalação á partir de R$ 130,00. F.9820-2643.

00019161

9261-5562 ou 9682-6930.

Completo. telefone 34202000 19244

602

2011, ex, preta, com 7.500km. R$ 6.400,00. F.8105-4430.

CITY EX 10/10 PRATA

CITY MT

ALUGA CAMA ELÁSTICA

ALUGA CAMA ELÁSTICA

2008, R$ 2.500,00, revisada e doc. ok. 9219-7437.

00019240

1000D CANON + LENTES Semi nova em excelente estado. 8121-7171.

CG SPORT 150

08/08, automática, impecável. 9295-5257.

12140

18641

Vermelha, 2005, impecável, R$ 3.800,00. F.9978-0433.

R$ 57.000,00 só a vista, cabine dupla, 4X4, motor 2.5, branca, ar e dh F. (067) 9255-0690. 00019182

QUER GANHAR DINHEIRO

00019196

Castelinho inflável e pisc. bolinha. 9960-5582 ou 9126-2857.

00019221

2006. 8121-7171.

AR CONDICIONADO

00019223

16916

09/10, c/ 15mkm, R$ 8.300,00. F.9682-6777.

FAN 150 PRETA ESI

Seg, completo. F.34266236 ou 9907-4922. Cinza. 9866-4154.

00019116

Comp. 10/10, final 3. R$ 4.200,00. F.9806-3273. 00019184

14630

CB 300 10/11 PRETA Impecável, 15mkm, aceito troca. R$ 10.500,00. F.9971-4559.

PIZZARIA VENDO Ótimo ponto. 9830-6214.

Com esparadrapo. 9860-7304.

A mais linda de Dourados, somente 2.400km, documentação ok. 9663-6338.

DAFRA 150 PRETA

Toyota

00019165

00019191

00018991

Vendo ou alugo para festa. C/ área lazer, piscina, 2 aptos com ar, lanchonete, quadra de areia, 1 alqueire e meio, próximo Lagoa Bonita. 9956-8543. Veja as fotos no facebook ivo2ribeiro@yahoo.com.br

Instalação à partir de R$ 130,00. F.9820-2643.

00019155

e Biz 2000 azul. 9972-6155 ou 9291-8277.

Partida elétrica, zero km, R$ 3.900,00. F.9946-7784.

COROLLA PRETO 05/06

Completo, teto, doc. ok, impecável. 9665-2360.

Utilitários

13381

7 lugares, 3 anos gar. 10/10. R$ 92mil. 99079435.

00019078

VENDO OU TROCO

Prata, gls, completa. 34202000.

VERA CRUZ HIUNDAY

FUSION 07/08 PRATA

00019027

AR CONDICIONADO

00019102

00019145

Citroen

FORD KA 2000 PRATA

OUTDOOR 07/07

Outros

00019120

C/ ar. R$ 14.000,00. F.3421-3276 ou 81770781.

16234

766

00019235

Completo, 48mkm, todo revisado, 4 pneus novos. 9942-9053.

18454

STRADA 10/10

Frontier, 4x2, preta, 10/10, c.d. Aceito imóveis. 99451736.

Instalações e manutenções. Tel. 9999-0892. C/ Denis.

SAVEIRO 99/00 BRANCA

18239

PESQUEIRO

00019107

BIZ PRETA 2009 ES

NEW FIT EX MT

Crepe, alg. doce, cachorro quente. 9960-5582.

Diversos

BIZ 125+ 08/09

FIT LX 2009 COMPLETO 19245

00019177

P/ FESTA INFANTIL

AR CONDICIONADO

Cinza chumbo, R$ 4.500,00. F. (67) 92510154 ou 9634-8107.

1.4, Automático, bco couro, top de linha. 9915-5230.

9611-7226.

BIZ 125 ES 07/07

Preto, 2005 e 2007, completos. F.3420-3000. 00019209

4p, compl. prata. 96353771 ou 9974-4154.

6

00019086

MONTADOR DE MÓVEIS

Prata, doc. ok, 1ª dona. R$ 4.100,00. F.9905-1172.

BROS ES 2012 PRETA

PEÇAS USADAS

00019118

FIT EX MT

Consertos em geral, gavetas e portas. 9637-1933 Cirso.

00018761

Mitsubishi

Prata, trava e alarme. 92446086.

Parachoque, farol, capô, tampa, radiador, lataria, etc. Nac. e importado. Entregamos em todo o estado. Ótimos preços!! (67) 30299999 ou (67) 3029-9998

19246

XTZ 10/10 PRETA

18289

NOVO GOL 1.0 09/10

00018891

PEÇAS USADAS

Cinza, 2008, completo. F.3420-3000.

BIZ + 125 07/08

SAVEIRO 99 1.6

Completo, prata, carro super conservado, única dona. 9972-6426.

6018

19247

FIT EX AT

MONTADOR DE MÓVEIS

Vermelha, R$ 4.500,00. F.9214-9109.

Branca c/ te, al. R$ 13mil. 9903-0809 ou 9984-5333.

00019024

00019139

Cinza, completo. 34202000.

00019187

Cinza, R$ 4.500,00. F.9866-4154.

PALIO 01 FIRE 4P

00019127

GOL TREND 08/08

CIVIC LXS MT 18758

00019151

R$ 5.000,00. F.9943-8725.

R$ 5.500,00. Ac. biz (-) vlr. 9613-0282 Elias.

Motos

19243

FIT 1.4 08/08

00019072

XT 600 PRETA 94 00019217

2009, completo. 34203000.

Completo, 6 portas, 7 lugares. 9605-0416.

00019052

00019141

7250

5

1600 inj. eletrônica, branco, ótimo estado, R$ 4.500,00. F.9697-0763.

19129

6017

00019108

GOL RALLYE 11/12 G5

00019079

PALIO ELX 2007

GOL POWER G3 8V 04/05, preto, compl. bco couro, roda esp. 99244180 ou 9974-4154. Abs, air bag, 1º dono, bx. km, prata. R$38.000,00 F.9978-7330.

S10 EXECUTIVE 04/04

19037

00019140

PEÇAS USADAS

Cd, preta, revisada. F.84793528 ou 8125-5852.

Lindo. 9971-4126.

Completo. Troco (+/-) vlr. 3º dono, original. 9971-6355.

Parachoque, farol, capô, tampa, radiador, lataria, etc. Nac. e importado. Entregamos em todo o estado. Ótimos preços!! (67) 30299999 ou (67) 3029-9998 18866

DOBLÔ 2002

18994

00019053

ALUGO CAMA ELÁSTICA 00019250

00019082

19199

Bombons e Pães de Mel recheado dos mais variados sabores. Aceitamos encomendas. 3426-9578 / 84446373 ou 9978-5099 Nilza. 00018767

DVD - CONVERTO FITAS de vídeo - cassete em DVD. (67) 8449-1943.

15929

ELETRICISTA/ MANUT.

19254

18156

VENDO CONVENIÊNCIA Ótima clientela. Interessados ligar 9616-8830.

19172

VENDO DESTRIBUIDORA De bebidas em Itaporã. 9941-9165.

15007

VENDO FARMÁCIA

9916-5400 ou 9253-9569.

HYDRA DOCOL, etc. 99344936 / 9242-9291 Garcia.

Boa localização, tradicional, na cidade a mais de 40 anos, vários convênios. 3423-2579.

ALUGO PARA FESTAS

ESTOQUE AUTO ELÉT.

VENDO INSTALAÇÃO

Torro peças novas. 81585458 ou 9626-8420 (Lele).

De restaurante no centro. R. João Rosa Góes nº439. F. 9969-8857.

15945

Som e iluminação. 81213023 ou 9680-3680. Thalles.

00017985

ALUGUEL DE FANTASIAS Adulto e infantil. www.imperiodasfantasias.com.br ou 3423-2211. 00018553

ALUGUEL DE SOM C/ DJ E músicas ao vivo p/ Festas em geral. telefone 96440777. 17201

ANTENA PARABÓLICA Manut. instalação e vendas. 9971-1951 Gilson.

00019166

00019189

FREEZER VERTICAL E plataforma vibratória. 9628-6899. 00019143

LAVANDERIA

00019064

00019050

VENDO LANCHONETE No centro, em funcionamento. 9991-8605 ou 3426-2216. 00019201

Lavamos por peça. 99045940 ou 9624-3316.

VENDO LAVADORA

LAVANDERIA FAMILIAR

Mulher fibra, centrífuga mulher. R$ 400,00 as duas. F.9663-5627 ou 9931-0296.

Buscamos e entregamos. 9918-2723 ou 9264-1662.

VENDO LOJA ROUPAS

00019174

00019188

LAVA-SE SOFÁS 9933-5014 ou 9621-7986.

11550

Mobiliada, funcionando. R$ 60 mil. 9971-1369 ou 9971-2748


classificados

18824

Fêmea preta, vac. verm. 3422-3637 ou 9988-4981. 00019057

FILHOTES

18444

EXCURSÃO ITAPEMA-SC

Golden Retriver, nascido em 16/10/12. F.9932-3682 ou 8403-2216.

Saída 10/01/13. F.99623487 ou 3423-3503.

FILHOTES BOXER

Itapema-SC. De 17 à 24/01/13. F.3421-5124 ou 9927-5237.

Fêmeas e machos, vac. e verm. 9934-2036.

9356

FILHOTES CÃES/GATOS Rot, Shitzu, Pug, Lhaza, Boxer e gato persa, etc. Av: Weimar G. Torres, 1312, Dourados. 3422-1724 ou 9602-3131 3427-4107. Em até10x cartão. Facebook: Alex Moraes Estimacão. 00018576

EXCURSÃO PRAIA

VENDO LOJA ROUPAS Mobiliada. Av. Presidente Vargas. R$ 30.000,00. F.9906-4539 ou 92536653. 18901

VENDO MICROONDAS Brastemp, 30 lts, energia 220wts, novo, na caixa. F.8104-7297.

Animais

00019198

POODLE TOY Fêmea R$ 350,00 e macho R$ 300,00. F.9127-7419.

00019233

VENDO FILHOTES

Pastor Alemão preto, 4 meses, vac. e verm. R$ 500,00. telefone 34242258. 00019006

00019113

26 BOIS 30 MESES e 30 novilhas. 9663-8518.

18634

5 VACAS GIROLANDA R$ 10.000,00. F.99030809.

00019192

Fêmea, vac./vermifugado, pedigree. 9234-6904. 12848

CAVALOS CRIOLOS Vendo. 3421-3975.

MICRO TRATOR Motor tr9 + roçadeira rotativa carreta. R$ 10.000,00. F.9684-5053 ou 96748889.

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICÍPIO DE MARACAJU-MS. LEI N.º 1705/2012     

Maracaju-MS, 27 de dezembro 2012

Telefones

Casado, exp. gado. Salário rural. 9972-0108.

00018999

8583

00019167

GARÇON OU GARÇONETE

00019179

QUERO TRABALHAR 00019183

QUERO TRABALHAR 00019101

00018997

QUERO TRABALHAR

Nível universitário para trabalhar de terça á domingo á partir das 17h. Currículo p/ o balcão deste jornal.

Lavar e passar 2 ou 3x na semana. 3427-5506 ou 9644-1280 Dona Geni.

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR

Diarista com referência. 9916-9696 Maria.

Auxiliar de cozinha ou camareira. 9949-2429 Selma.

QUERO TRABALHAR

QUERO TRABALHAR

Diarista, todos os dias, 2 ou 3x na semana, com referência e experiência. 3426-5558 / 9832-0215 ou 9832-0211 Cintia.

Serviços gerais, acompanhante de idosos ou crianças, ou ajudante de cozinha. 91630477 ou 9831-3269 Nina.

QUERO TRABALHAR

Doméstica para sítio, chácara ou fazenda. Tenho 36 anos, esposo aposentado, sem filhos. 9267-7532 Nereide.

00019168

00019153

00019124

Ajudante de cozinha, babá ou serviços gerais. 96651636 Bárbara.

00019225

00019002

00019224

QUERO TRABALHAR

Procura-se Emprego

ANALISTA MARKETING Salário até R$ 4.000,00, trabalhando numa empresa nacional. telefone para contato (67) 9692-6812 c/ Cardoso

18292

CARTOMANTE

00019044

Atendimento com hora marcada. Trabalhos de amor e p/ todos os fins. Com Aparecida 9955-8074 ou 8171-6086.

AUX. COZINHA Tratar 3427-0481 ou 96657454.

00019160

19208

PRECISA-SE URGENTE

EXTRATO DO TERMO ADITIVO 002 AO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 072/2012

Processo Administrativo – Autos nº 1.398/2012 Tomada de Preços nº 013/2012 MUNICÍPIO DE MARACAJU-MS LETY OBRAS LTDA

O presente Termo Aditivo tem por objeto a alteração do valor global inicialmente contratado descrito na Cláusula Terceira do Contrato Administrativo nº 072/2012, bem como a prorrogação dos prazos previstos nas Cláusulas Quinta e Sexta do referido instrumento. Em razão de acréscimo ao quantitativo do objeto descrito na Cláusula Primeira do Contrato Administrativo nº 072/2012, importando em R$ 101.578,82 (cento e um mil, quinhentos e setenta e oito reais e oitenta e dois centavos) correspondente a 40,9204%, conforme Planilha de Aditivo parte integrante do Processo Administrativo nº 1.398/2012, e considerando o aditivo 001/12, o valor global de R$ 255.548,33 (duzentos e cinquenta e cinco mil, quinhentos e quarenta e oito reais e trinta e três centavos), descrito na Cláusula Terceira, passa a ser de R$ 349.813,77 (trezentos e quarenta e nove mil, oitocentos e treze reais e setenta e sete centavos). Fica prorrogado pelo período de 04 (quatro) meses, o prazo previsto na Cláusula Quinta do Contrato Administrativo nº 072/2012, a contar de 29.12.2012. Fica prorrogado pelo período de 202 (duzentos e dois) dias, o prazo previsto na Cláusula Sexta do Contrato Administrativo nº 072/2012, a contar de 31.12.2012. Ficam inalteradas as demais cláusulas do Contrato Administrativo nº 072/2012.

FUNDAMENTO LEGAL: Arts. 57, § 1º, IV e 65, I, “b” c.c. §§ 1º e 2º da Lei Federal nº 8.666/93 ASSINANTES Contratante: Celso Luiz da Silva Vargas Contratado: Marcos Antonio da Silva Maracaju-MS, 26 de outubro de 2012.

  

EXTRATO DO TERMO ADITIVO 002 AO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 030/2012 PORTARIA 092 21 de dezembro de 2012

Processo Administrativo – Autos nº 906/2012 Tomada de Preços nº 008/2012 PARTES Contratante: Contratada:

MUNICÍPIO DE MARACAJU-MS MARACAJU ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS LTDA

OBJETO

O presente Termo Aditivo tem por objeto a alteração do valor global inicialmente contratado descrito na Cláusula Terceira do Contrato Administrativo nº 030/2012, alterada pelo aditivo 001/2012, bem como a prorrogação dos prazos previstos nas Cláusulas Quinta e Sexta do referido instrumento. Em razão de acréscimo ao quantitativo do objeto descrito na Cláusula Primeira do Contrato Administrativo nº 030/2012, importando em R$ 81.783,49 (oitenta e um mil, setecentos e oitenta e três reais e quarenta e nove centavos) correspondente a 12,7852%, conforme Planilha de Aditivo parte integrante do Processo Administrativo nº 906/2012, e considerando o aditivo 001/12, o valor global de R$ 665.459,84 (seiscentos e sessenta e cinco mil, quatrocentos e cinquenta e nove reais e oitenta e quatro centavos), descrito na Cláusula Terceira, passa a ser de R$ 721.457,62 (setecentos e vinte e um mil, quatrocentos e cinquenta e sete reais e sessenta e dois centavos). Fica prorrogado pelo período de 02 (dois) meses, o prazo previsto na Cláusula Quinta do Contrato Administrativo nº 030/2012, a contar de 12.10.2012. Fica prorrogado pelo período de 257 (duzentos e cinquenta e sete) dias, o prazo previsto na Cláusula Sexta do Contrato Administrativo nº 030/2012, a contar de 31.12.2012. Ficam inalteradas as demais cláusulas do Contrato Administrativo nº 030/2012.

Submeto à elevada consideração de Vossas Excelência o anexo Projetos de Lei para submeter a esta Augusta Casa a autorização para parcelamento dos débitos do Município de Maracaju com o

O Presidente da Câmara Municipal de Maracaju, Estado do Mato Grosso do Sul, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE Art. 1º EXONERAR RENER BARBOSA PACHE, inscrito no CPF/MF sob o nº 720.651.51-06 e no RG sob n° 001009685 SSP/MS, ocupante do Cargo em Comissão de Assessor Especial de Gabinete - ASM-12. Art. 2º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação com efeitos à partir da assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Gabinete da Presidência, Maracaju, 21 de dezembro de 2012.

OCLILANE SANCHES DO NASCIMENTO PRESIDENTE

���

FUNDAMENTO LEGAL: Arts. 57, § 1º, IV e 65, I, “b” c.c. §§ 1º e 2º da Lei Federal nº 8.666/93. ASSINANTES Contratante: Celso Luiz da Silva Vargas  Contratada: Sadi de Quadros



Maracaju-MS, 05 de outubro de 2012.

e em função da evidente relevância da matéria enfocada, esperamos a análise e a conseqüente aprovação do incluso projeto em regime de urgência. 

EXTRATO DO TERMO ADITIVO 006 AO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 130/2010

Processo Administrativo - Autos nº 594/2010 TOMADA DE PREÇOS Nº 010/2010  PARTES Contratante: Contratada: OBJETO

CELSO LUIZ DA SILVA VARGAS PREFEITO

Exmo. Sr. OCLILANES SANCHES DO NASCIMENTO MD. Presidente da Câmara de Vereadores Maracaju – MS 

Diarista 3x na semana ou lavar e passar. Próximo ao Monumento aos Colonos. 3424-4416 Lúcia.

Farmacêutico p/ Amabai. 9117-7173 ou 9612-8776.

PREVMMAR e dá outras providências.”

  

Interessados procurar Ângela. 9810-6642 ou 92068346.

PRECISA-SE PEÃO

Empregos e oportunidades

Poder Executivo municipal a contratar parcelamento de dívida com o

Atenciosamente,

QUERO TRABALHAR

00019150

Encaminhamos a Vossa Excelência, e demais

Sendo o que se apresenta para o momento, aproveitamos

FAZEMOS FAXINA

PRECISA-SE

8

Pares, o incluso Projeto de Lei nº. 028/2012, que Dispõe sobre “Autoriza o

para reiterar protestos de elevada estima e distinta consideração.

PRECISA ENTREGADOR

Pessoa para limpeza de interior de veículos (mulher) e desmontador de interior de veículos (homem). Rua dos Missionários nº210. F.30323683 ou 9609-3683.

2 chips R$ 99,00 LG galaxy duo R$ 479,00. F.34231200.

Convictos da costumeira atenção dos Nobres Vereadores

Diarista 3x na semana. 9828-1318 Rosângela.

18475

CELULAR R$ 69 NOVO

O Prefeito Municipal de Maracaju, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte lei.”.

servidores, somente as patronais.

Mulheres, senhoras para setor de vendas, registro, salário + comissão. 9971-7805.

19134

“Autoriza o Poder Executivo Municipal a contratar parcelamento de dívida com o PREVMMAR e dá outras providências.”

incluímos nesta solicitação os débitos referente às contribuições dos

Diarista. 9845-6211 Viviane.

Acompanhante de idoso. 9605-1112 ou 9223-3256.

Instituto de Previdência Própria - PREVMMAR, esclarecemos que não

FAZ TUDO! Cor ta-se grama, limpeza em caixa d’água, reparos elétricos e encanamentos. 9867-3912.

00019211

OBJETO

         ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICÍPIO DE MARACAJU-MS.   MENSAGEM EXECUTIVA Nº. 034/2012, de 21 de dezembro de 2012.        Sr. Presidente,   Srs. Vereadores, 

EMPREGO

PRECISA-SE

PARTES Contratante: Contratado:

                                                              

Técnica em enfermagem na área geriátrica. 9926-9666 Aida.

De entregador de pizza. 9204-8012.

VENDO PETISCO

00019066

BORDER COLLIE

Fazemos faxina em salões, escritórios, casas e outros. 9831-0932 ou 9913-9170.

00019163

Cavalo e égua quarto de milha. 9933-6060.

Implementos Agrícolas

P/ trabalhar de terça á domingo, á partir das 15h. Entregar currículo no balcão deste jornal.

PRECISA-SE

00018995

6 filhotes. 3425-6233 ou 9972-2242.

QUERO TRABALHAR

00018672

7

00019123

DUPLA PARA FAXINA

Gás. R. Barão do Rio Branco nº 490. F.9955-8902.

FILHOTES COCKER

00018844

AUX. DE COZINHA

00019133

00019063

00019146

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

19207

Turismo

FILHOTE CHOW CHOW

o progresso

1

MUNICÍPIO DE MARACAJU-MS ÁGIL PROJETOS E CONSTRUÇÕES LTDA-ME

O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação do prazo de vigência previsto na Cláusula Quarta do Contrato Administrativo nº 130/2010, alterada pelos aditivos 001/2010, 002/2011, 004/2011 e 005/2012. Fica prorrogado pelo período de 180 (cento e oitenta) dias, o prazo de vigência previsto na Cláusula Quarta do Contrato Administrativo nº 130/2010, a contar de 19.12.2012.

FUNDAMENTO LEGAL: art. 57, § 1º, II c.c. § 2º da Lei Federal nº 8.666/93 ASSINANTES Contratante: Contratada:

Celso Luiz da Silva Vargas Afranio Martinez Marques Maracaju-MS, 18 de dezembro de 2012.

Rua Francisco Marcondes, 201 – Centro - Caixa Postal 231 – Maracaju-MS – CEP 79.150.000 Fone 067-454-8000 email: camaramj@brturbo.com.br

5


6

classificados

o progresso

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

Art. 8º - Ocorrendo alterações na Legislação Tributária em vigor, fica o Poder Executivo autorizado a proceder aos devidos ajustes na execução orçamentária.

LEI MUNICIPAL Nº. 1.030/2012, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012. “ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ-MS, PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2013, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.” MATEUS PALMA DE FARIAS, PREFEITO MUNICIPAL DE CAARAPÓ, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL APROVOU E EU SANCIONO E PROMULGO A SEGUINTE LEI. I - DO ORÇAMENTO ANUAL Art. 1º - Esta Lei estima a receita e fixa a despesa do Município para o exercício de 2013, compreendendo o orçamento fiscal e da seguridade social referente aos Poderes do Município, seus fundos, Instituto de Previdência e entidades da administração direta. II – DOS ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL Art. 2º - O conjunto dos orçamentos fiscal e da seguridade social, estima a receita e fixa a despesa em igual valor de R$ 61.300.000,00 (sessenta e um milhões e trezentos mil reais). Art. 3º - A receita decorrerá da arrecadação de tributos e de outras receitas correntes e de capital, na forma da legislação vigente, discriminada nos quadros anexos, com o seguinte desdobramento: FISCAL SEGURIDADE TOTAL RECEITAS CORRENTES Receita Tributária 5.809.606,00 5.809.606,00 Receita de Contribuições 850.000,00 1.673.000,00 2.523.000,00 Receita Patrimonial 320.000,00 210.450,00 530.450,00 Transferências Correntes 47.075.150,00 4.610.350,00 51.685.500,00 Outras Receitas Correntes 546.800,00 5.000,00 551.800,00 Receita de Contribuições - Intra 2.100.000,00 2.100.000,00 (-) Dedução de Receita Corrente 10.000,00 10.000,00 (-) Deduções ao Fundeb 6.697.000,00 6.697.000,00 RECEITAS DE CAPITAL Operações de Crédito Alienação de Bens 68.000,00 68.000,00 Transferência de Capital 3.970.000,00 768.644,00 4.738.644.00 Outras Receitas de Capital RECEITA TOTAL 51.942.556,00 9.357.444,00 61.300.000,00 Art. 4º - A despesa será realizada de acordo com as especificações constantes dos quadros integrantes desta Lei, fixado o orçamento fiscal em R$ 41.518.731,00 (quarenta e um milhão quinhentos e dezoito mil setecentos e um reais), o orçamento da seguridade social em R$ 18.394.500,00 (dezoito milhões trezentos e noventa e quatro mil e quinhentos reais).

Art. 5º - A despesa do conjunto dos orçamentos fiscal e da seguridade social, observada a programação constante dos quadros anexos a esta Lei, apresenta o seguinte desdobramento: DESPESA POR CATEGORIA ECONÔMICA

Despesas Correntes Despesas de Capital Reserva de Contingência TOTAL

FISCAL 34.125.731,00 6.893.000,00 500.000,00 41.518.731,00

SEGURIDADE 15.778.125,00 1.388.394,00 2.614.750,00 19.781.269,00

TOTAL 44.628.500,00 8.929.700,00 2.921.800,00 61.300.000,00

DESPESA POR ÓRGÃO PODER LEGISLATIVO Câmara Municipal PODER EXECUTIVO Gabinete do Prefeito Secretaria Municipal de Administração e Finanças Secretaria Municipal de Educação e Esportes Secretaria Municipal de Saúde Secretaria Municipal de Obras Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico Secretaria Municipal de Assistência Social Secretaria Municipal de Suprimento e Logística Secretaria Municipal de Serviços Urbanos Previdência dos Servidores Públicos Municipais Encargos Gerais do Município Reserva de Contingência TOTAL

FISCAL 2.685.000,00 2.685.000,00 38.833.731,00 1.666.033,52

SEGURIDADE 19.781.269,00

TOTAL 2.685.000,00 2.685.000,00 58.615.000,00 1.666.033,52

3.252.239,00

3.252.239,00

17.264.819,00

17.264.819,00 13.089.340,00

2.852.391,00

13.089.340,00 2.852.391,00

2.142.877,00

2.142.877,00 2.761.929,00

231.592,00

231.592,00

9.269.779,48

1.654.000,00 500.000,00 41.518.731,00

2.761.929,00

9.269.779,48 1.315.500,00

1.315.500,00

2.614.750,00 19.781.269,00

1.654.000,00 3.114.750,00 61.300.000,00

III – DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 6º - Fica o Poder Executivo autorizado a tomar medidas necessárias para ajustar os dispêndios ao efetivo comportamento da receita, podendo realizar, com prévia autorização do Poder Legislativo, operações de crédito por antecipação da receita, até o limite fixado na Constituição Federal e Legislação Complementar Federal. Art. 7º - Durante o exercício de 2013 fica o Poder Executivo autorizado a conceder reajustes de pessoal Ativo e Inativo, observando os dispositivos Constitucionais e aos artigos nº. 19 e nº. 20 da Lei Complementar nº. 101 de 04 de maio de 2000.

Art. 9° - O Poder Executivo, respeitadas as demais prescrições constitucionais e nos termos da Lei nº. 4.320/64 fica autorizado a abrir créditos adicionais suplementares até o valor correspondente a 20% (vinte por cento) sobre o total da despesa fixada no orçamento geral do Município, utilizando os recursos previstos no § 1º do Artigo 43 da Lei Federal nº. 4.320/64. § 1º Dentro do limite previsto no artigo anterior, fica autorizada a abertura de créditos orçamentários suplementares para a criação de elementos de despesa que na execução orçamentária se fizerem necessários ou que apresentem insuficiência de dotação, de acordo com os artigos 41 e 43 e seus parágrafos e incisos, constantes da Lei Federal 4.320/64, podendo a Administração Municipal remanejar as dotações entre as diversas unidades orçamentárias e diferentes fontes de receita prevista nesta Lei Orçamentária. § 2º Excluem-se do limite estabelecido no artigo anterior desta Lei Orçamentária, para a abertura de créditos adicionais suplementares para utilização dos Poderes Executivo e Legislativo, as suplementações de dotações visando o atendimento à ocorrência das seguintes situações: I – insuficiência de dotação de despesas com Pessoal e Encargos Sociais; II – insuficiência de dotação de despesas com Juros e Encargos da Dívida e Amortização da Dívida; III – suplementações para atender despesas com o pagamento das Dívidas e Precatórios Judiciais. IV – suplementações que se utilizem dos valores apurados conforme estabelece nos incisos I e II do § 1º do artigo 43, da Lei Federal 4.320/64. V – suplementações para remanejamento dos saldos orçamentários apurados nas unidades que serão criadas, extintas, fusionadas ou incorporadas, para implementação das disposições das leis que alterarão a estrutura organizacional da prefeitura municipal. Art. 10 - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir créditos suplementares, para suprir deficiências de dotações relativas a programas vinculados através de recursos de convênios não previstos no orçamento-programa, limitada aos valores do convênio não computada no limite de que trata o Artigo 9°. Art. 11 – As suplementações ocorridas por superávit financeiro, excesso de arrecadação e os crédito especial autorizado por lei específica, fica excluída do limite previsto no artigo 9°. Art. 12 - Fica o Poder Executivo autorizado a representar o Município nas Operações de Crédito, nos financiamentos e nas alienações, a proceder todos os atos para a perfeita representatividade do Município, na celebração de contratos, convênios, alienações e outros atos da competência do Executivo. Art. 13 - Fica o Poder Executivo autorizado a promover a concessão de subvenções sociais a entidades públicas ou privadas, mediante celebração de convênios, observando disposto na Lei de Diretrizes Orçamentárias. Art. 14 - O Poder Executivo disponibilizará, até 30 de janeiro de 2013, o cronograma mensal de previsão de arrecadação de receitas e desembolso de despesas para o exercício de 2013, com base na Receita Prevista e Despesa Fixada por esta Lei. Art. 15 - Os repasses ao Poder Legislativo Municipal far-se-ão mensalmente, na proporção de 1/12 (um doze avos) do total dos valores estabelecidos pelo art. 29-A, da Constituição Federal, calculado sobre a receita efetivamente arrecadada no exercício de 2012. § 1º. Para o cumprimento do disposto neste artigo, o Poder Executivo Municipal fará o cálculo da apuração final da receita efetivamente realizada, após o encerramento do exercício financeiro de 2012. § 2º. O Poder Executivo procederá à adequação necessária, através de suplementação até o limite permitido, caso o total do Orçamento do Poder Legislativo Municipal seja inferior ao limite estabelecido pelo art. 29-A da Constituição Federal, nas dotações previamente definidas pelo Poder Legislativo. § 3º. Caso o total do Orçamento do Poder Legislativo Municipal, seja superior ao limite estabelecido pelo o art. 29-A da Constituição Federal, o mesmo será anulado parcialmente as dotações até o limite Constitucional, suplementando o orçamento do poder executivo nas dotações contidas no respectivo orçamento-programa. Art. 16 – O Superávit Financeiro apurado em 31 de dezembro de 2012 da Prefeitura e dos Fundos Especiais e o excesso de arrecadação de recursos vinculados e as receitas do exercício quando se configurar superior às previsões de despesas fixadas nesta Lei, utilizados na suplementação do Orçamento nos termos previstos no § 1º do Art. 43 da Lei 4.320/64 não onerando o limite estabelecido nesta Lei. Art. 17 – Fica alterado o Plano Plurianual 2009 a 2013, a partir da aprovação desta Lei. Art. 18 – Esta Lei entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2013, ficando revogadas as disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAARAPÓ – MS, em 28 de dezembro de 2012.

Mateus Palma de Farias Prefeito Municipal


aTos oficiais

o progresso 

  

   

 

                                                             



                                                                                     

     



 



1 

 





 





 





 





          

           

        

                                 

      



 

2                                                                                                            ���                                          

                                                                                                                                                                         

4

 3                                         

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012 



                                         

                                         

                                         

                                         

                                                        ���                         

                                         

                                                                                                                              

 5                                        

                                         

                                         

                                         

                                                                                                                              

 6                                        

                                         

                                         

                                                                                                                              

  7                                        

                                         

                                         

                                                                                   

  

  

7

  

                                         

                                         

                                         

                                                                                                                              

  9                                        

                                         

                                         

    ���                                                                                                                          

 10                                        

                                         

                                         

                                                                                                                              

 11                                        

                    ���                     

  

  

  

CONTINUAÇÃO NA PRÓXIMA PÁGINA





8

12


8

aTos oficiais

o progresso

  

Dourados, sábado-domingo 29-30.12.2012

 

CONTINUAÇÃO DA PAGINA ANTERIOR                                          

                                         

                                         

                                         

                                         

                                                                                                                              

                                         

                                         

                                         

  13                                        

                                         

                                         

  

14SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA BALANCETE MENSAL DA DESPESA NOVEMBRO/2012

Orçamentária Unid.Orç./F.P.

Ficha 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 16 15

1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101 1001.01031101.2101

Natur. FR 3190.04 3190.09 3190.11 3190.13 3190.91 3191.13 3390.14 3390.30 3390.33 3390.35 3390.36 3390.39 3390.92 3390.93 4490.51 4490.52

00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00 00

6.000,00 2.000,00 1.550.000,00 350.000,00 6.000,00 15.000,00 273.000,00 285.000,00 56.000,00 152.000,00 71.000,00 837.000,00 6.000,00 413.000,00 200.000,00 223.000,00

Suplement./ Redução No Mês

Dotação Atual

Exercício

                                                                                                                             

-6.000,00 0,00 165.000,00 0,00 -6.000,00 9.000,00 0,00 12.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 -34.000,00 -100.000,00 -40.000,00

-6.000,00 0,00 165.000,00 0,00 -6.000,00 32.000,00 -23.000,00 -88.000,00 0,00 0,00 0,00 250.000,00 0,00 -34.000,00 -100.000,00 -190.000,00

0,00 2.000,00 1.715.000,00 350.000,00 0,00 47.000,00 250.000,00 197.000,00 56.000,00 152.000,00 71.000,00 1.087.000,00 6.000,00 379.000,00 100.000,00 33.000,00

Exercício

0,00 0,00 165.000,00 0,00 0,00 0,00 -16.305,00 29.104,83 0,00 0,00 300,00 20.343,70 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 2.000,00 1.715.000,00 350.000,00 0,00 38.000,00 231.600,00 183.716,42 42.281,32 149.010,00 28.932,60 1.048.308,31 0,00 364.500,00 0,00 23.784,98

Saldo Dotação 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 9.000,00 18.400,00 13.283,58 13.718,68 2.990,00 42.067,40 38.691,69 6.000,00 14.500,00 100.000,00 9.215,02

Orçamentária Pagamentos No Mês

Exercício

0,00 0,00 153.105,39 23.845,00 0,00 7.622,84 18.675,00 22.464,32 3.444,78 12.650,00 0,00 150.700,10 0,00 27.000,00 0,00 0,00

0,00 131,70 1.505.155,07 239.272,26 0,00 37.695,37 173.115,00 129.750,84 21.123,19 117.130,00 28.632,60 767.186,99 0,00 300.372,00 0,00 10.944,98

Natureza de Despesa

Empenhos a Pagar

0,00

0,00

4.445.000,00

198.443,53

4.177.133,63

267.866,37

419.507,43

BALANCETE MENSAL DA DESPESA NOVEMBRO/2012 ÓRGÃO: 1000-PODER LEGISLATIVO Orçamentária Unid.Orç./F.P.

Ficha

Natur. FR

1001

0,00 1.868,30 209.844,93 110.727,74 0,00 304,63 58.485,00 53.965,58 21.158,13 31.880,00 300,00 281.121,32 0,00 64.128,00 0,00 12.840,00

3.330.510,00

Suplement./ Redução No Mês

4.445.000,00

Dotação Atual

Exercício 0,00

0,00

4.445.000,00

http://www.neainformatica.com.br Página: 2 Versão [2012.6.29.12]

Empenhos No Mês

Exercício

198.443,53

4.177.133,63

FR

Saldo Dotação 267.866,37

Pagamentos No Mês

Exercício

419.507,43

3.330.510,00

Dotação

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

TOTAL GERAL

Suplement./ Redução

4.445.000,00

Dotação Atual

Exercício 0,00

0,00

4.445.000,00

Exercício

198.443,53

4.177.133,63

Saldo Dotação 267.866,37

Pagamentos No Mês

Exercício

419.507,43

3.330.510,00

00

Suplementação/ Redução No Mês

Exercício

0,00

0,00

0,00

2.000,00

0,00

2.000,00

0,00

1.715.000,00

165.000,00

1.715.000,00

0,00

0,00

350.000,00

0,00

350.000,00

0,00

31909100-Sentenças Judiciais

00 00

-6.000,00

6.000,00

-6.000,00

-6.000,00

-6.000,00

Empenhos a Pagar 846.623,63

267.866,37

419.507,43

BALANCETE MENSAL DA DESPESA NOVEMBRO/2012 ÓRGÃO:

38.000,00

9.000,00

250.000,00

-16.305,00

231.600,00

18.400,00

-88.000,00

197.000,00

29.104,83

183.716,42

13.283,58

33903300-Passagens e Despesas com Locomoção

00

56.000,00

0,00

0,00

56.000,00

0,00

42.281,32

13.718,68

33903500-Serviços de Consultoria

00

152.000,00

0,00

149.010,00

2.990,00

33903600-Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Física

00

71.000,00

0,00

0,00

71.000,00

300,00

28.932,60

42.067,40

33903900-Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica

00

837.000,00

0,00

250.000,00

1.087.000,00

20.343,70

1.048.308,31

38.691,69

00

6.000,00

0,00

0,00

0,00

Unid.Orç./F.P.

Natur. FR

TOTAL GERAL

Dotação Inicial 4.445.000,00

Suplement./ Redução No Mês

Exercício 0,00

0,00

Dotação Atual

846.623,63

http://www.neainformatica.com.br Página: 3 Versão [2012.6.29.12]

4.445.000,00

Empenhos No Mês 198.443,53

Exercício 4.177.133,63

Saldo Dotação 267.866,37

Pagamentos No Mês 419.507,43

Exercício 3.330.510,00

6.000,00

0,00

0,00

0,00

364.500,00

14.500,00

0,00

100.000,00

23.784,98

9.215,02

Em resposta a portaria 828 da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), de 14 de dezembro de 2011, que altera o prazo de implantação do Plano de Contas Aplicado ao Setor público e dá outras providências, elaboramos um cronograma de ações a ser adotadas até o exercício de 2014, conforme seguem, alterando o cronograma anteriormente encaminhado, em razão do grau de dificuldades para a sua implantação:

-34.000,00

-34.000,00

379.000,00

200.000,00

-100.000,00

-100.000,00

100.000,00

0,00

223.000,00

-40.000,00

-190.000,00

33.000,00

0,00

267.866,37

Total do Projeto

4.445.000,00

0,00

0,00

4.445.000,00

198.443,53

4.177.133,63

Total Função Programática

4.445.000,00

0,00

0,00

4.445.000,00

198.443,53

4.177.133,63

Total da Unidade

4.445.000,00

0,00

0,00

4.445.000,00

198.443,53

4.177.133,63

267.866,37

Total Geral

4.445.000,00

0,00

0,00

4.445.000,00

198.443,53

4.177.133,63

267.866,37

Oclilane Sanches do Nascimento

Antonio João Marçal de Souza

Moises dos Santos

Presidente

1º Secretário

CRC 8329



6.000,00

413.000,00

00 00

267.866,37

Versão [2012.6.29.12] http://www.neainformatica.com.br SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU BALANCETE FINANCEIRO - NOVEMBRO/2012 RECEITAS ANTERIOR

NO MÊS

TÍTULOS

ACUMULADO

Empenhos a Pagar

Página: 1 DESPESAS ANTERIOR

NO MÊS

3.536.398,26

100.482,30

3.636.880,56 01-LEGISLATIVA

3.536.398,26

100.482,30

3.636.880,56

S O M A --------->

3.978.690,10

198.443,53

4.177.133,63

3.978.690,10

198.443,53

4.177.133,63

2.468.710,73

321.546,20

2.790.256,93

2.468.710,73

321.546,20

2.790.256,93

87.788,49

10.667,32

98.455,81

EXTRA-ORÇAMENTÁRIA

CONSIGNAÇÕES 98.455,81

9.905,18

2.636,15

I.R.R.F - Servidores I.R.R.F - Fornecedores Contribuição Sindical Iss - Retenção

4.991,95

3.875,33

590,68

12.517,77

1.186,60

638,01

71,94

15.841,06

3.574,23

Consig. Bco. Brasil S/a

21.423,40

Assema

12.566,66

786,00

Prevvmar Servidor

21.269,42

2.155,55

2.800,00

400,00

54.509,67

1.316,19

5.233,92

4.466,01 CONSIGNAÇÕES 13.704,37 I.N.S.S - Servidores 709,95 I.N.S.S - Fornecedores 19.415,29 I.R.R.F - Servidores 22.739,59 Pensão Alimentícia 13.352,66 Contribuição Sindical 23.424,97 Iss - Retenção 3.200,00 Cons. C.E.Federal 59.743,59 Consig. Bco. Brasil S/a 4.128,00 Assema

4.128,00

70,00 Prevvmar Servidor

70,00 777,52

777,52 CONTRIBUIÇÃO PARTIDARIA PSDB 2.376,00 SIN CARD

2.376,00 320.968,08

S O M A --------->

69.193,28

3.659,47 I.R.R.F - Fornecedores

3.659,47

Cons. C.E.Federal

108.360,99 CONTA A PAGAR - PAGO 2.636,15

64.201,33

30.989,76

351.957,84 SANTOS E MIOTTO MARIETTA H. G. VAN DE WEIJENBORG

S O M A --------->

S O M A --------->

12.620,61

3.604,00

16.224,61

530.000,00

3.427.546,25

2.910.166,86

533.604,00

3.443.770,86 OUTRAS OPERAÇÕES REALIZAVEL S O M A --------->

SALDO EXERCÍCIO ANTERIOR

2.227,50

408,65

2.636,15

58.684,92

10.482,25

69.167,17

12.517,77

1.186,60

13.704,37

566,07

143,88

3.088,92

3.088,92 709,95

11.421,50

11.421,50

3.659,47

3.659,47

21.423,40

1.316,19

22.739,59

11.229,16

2.053,50

13.282,66

19.308,00

4.311,10

23.619,10

2.500,00

700,00

3.200,00

54.722,83

5.233,92

59.956,75

4.128,00

2.897.546,25

4.128,00

70,00

70,00

2.376,00

2.376,00

295.712,03

36.503,41

332.215,44

16.092,00

3.363,72

19.455,72

16.092,00

3.363,72

19.455,72

8.328,34

BANCOS - CONTA MOVIMENTO

SALDO P/ PRÓXIMO EXERCÍCIO

8.328,34

S O M A --------->

BANCOS - CONTA MOVIMENTO

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU VALOR À TRANSPORTAR

S O M A ---------> 6.767.533,20

673.404,40

7.432.609,26

8.328,34

113.547,54

RECEITAS ANTERIOR 6.767.533,20

NO MÊS 673.404,40

ACUMULADO 7.432.609,26

TÍTULOS

TOTAL GERAL

113.547,54

SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

8.328,34

VALOR À TRANSPORTAR

6.767.533,20

113.547,54

113.547,54

673.404,40

7.432.609,26

http://www.neainformatica.com.br Versão [2012.6.29.12] Página: 2

BALANCETE FINANCEIRO - NOVEMBRO/2012

846.623,63

DESPESAS ANTERIOR

NO MÊS

6.767.533,20

673.404,40

Moises dos Santos CRC 8329

http://www.neainformatica.com.br Versão [2012.6.29.12]

ACUMULADO

ORÇAMENTÁRIA

TÍTULOS

Antonio João Marçal de Souza 1º Secretário

0,00

44905100-Obras e Instalações

TOTAL GERAL

Oclilane Sanches do Nascimento Presidente

152.000,00

44905200-Equipamentos e Material Permanente

S O M A --------->

UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: GERAL

Ficha

3.330.510,00

0,00

0,00

-23.000,00

MARIETTA H. G. VAN DE WEIJENBORG

SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA 4.177.133,63

0,00

47.000,00

0,00 12.000,00

AUXILIO DOENÇA

Moises dos Santos CRC 8329

198.443,53

0,00

32.000,00

273.000,00 285.000,00

CLUBE SERVIDORES MUNICIPAIS

4.445.000,00

0,00

9.000,00

00 00

REPASSE CAMARA MUNICIPAL

0,00

0,00

33901400-Diárias – Civil

00

15.000,00

0,00

33903000-Material de Consumo

REALIZAVEL

0,00

Saldo

Exercício

165.000,00

OUTRAS OPERAÇÕES

4.445.000,00

No Mês

0,00

CLUBE SERVIDORES MUNICIPAIS

TOTAL TRANSPORTADO

Empenhos

Dotação

0,00

31911300-Obrigações Patronais - RPPS

6.000,00

Cronograma de Ações Procedimentos Contábeis Patrimoniais e Específicos

Página: 1

165.000,00

SANTOS E MIOTTO

Antonio João Marçal de Souza 1º Secretário

SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

2.000,00

SIN CARD

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

                              

350.000,00

CONTRIBUIÇÃO PARTIDARIA PSDB

Oclilane Sanches do Nascimento Presidente

 18                              

1.550.000,00

I.N.S.S - Fornecedores

Página: 3

Empenhos

                                                                                              

00

Pensão Alimentícia

No Mês

                              

  

00

846.623,63

UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: No Mês

                                         

00

I.N.S.S - Servidores

Dotação Inicial

  17                                        

31901300-Obrigações Patronais - RGPS

Empenhos a Pagar

SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA

BALANCETE MENSAL DA DESPESA NOVEMBRO/2012

Natur. FR

                                                                            ���                                                  

2101 - MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES LEGISLATIVAS. 31900400-Contratação por Tempo Determinado

S O M A --------->

GERAL

                                         

  

31900900-Salário-Família

EMPENHOS A PAGAR

Unid.Orç./F.P.

                                         

31901100-Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil

EXTRA-ORÇAMENTÁRIA

Ficha

                                         

01.031.101 - GESTÃO DO PROCESSO LEGISLATIVO

TÍTULOS

ÓRGÃO:

                                         

846.623,63

UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: 1001-CÂMARA MUNICIPAL DE MARACAJU Dotação Inicial

                                         

                                                                                   

1000-PODER LEGISLATIVO 1001-CÂMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA 4.445.000,00

 15                                        

                                         

16

33909200-Despesas de Exercícios Anteriores

TOTAL TRANSPORTADO

                                         

COMPARATIVO DA DESPESA NOVEMBRO/2012

33909300-Indenizações e Restituições

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

                                         

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

Página: 1

Empenhos No Mês

                                         

  

UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: 1001-CÂMARA MUNICIPAL DE MARACAJU Dotação Inicial

                                         



 ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMARA MUNICIPAL DE MARACAJU

ÓRGÃO: 1000-PODER LEGISLATIVO

                                         

  

Oclilane Sanches do Nascimento

Antonio João Marçal de Souza

Moises dos Santos

Presidente

1º Secretário

CRC 8329

ACUMULADO 7.432.609,26

19 Prazo (Mês/Ano) Integração entre os sistemas (software) contábil e patrimonial, evitando assim divergência entre inventários e contabilizações, e possibilitando registro dos procedimentos contábeis patrimoniais Junho/2012 simultâneos em ambos os sistemas, conforme rege a parte II das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (NCASP). Estudo e estruturação de nova Tabela de Eventos aderente ao Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (parte IV NBCASP), Dezembro/2012 contemplando além dos eventos já adotados na atual sistemática contábil, novos eventos advindos da implantação da NBCASP. Conciliação dos créditos, tributários ou não, por competência e a dívida ativa, incluindo metodologia de ajustes para perdas e Dezembro/2012 devedores duvidosos. A partir da instituição da NCASP, o foco contábil público não é mais a execução do orçamento, como até então, mas sim o patrimônio público. Para alinhamento nesta nova realidade, faz-se necessário a Janeiro/2013 vinculação estrutural do setor patrimonial ao contábil, para uma maior integração. Até então o que vemos é que normalmente o setor de patrimônio está vinculado ao setor de Administração. Instituição, por meio de decreto ou portaria, de comissão de reavaliação de bens, e seus integrantes, ou contratação de empresa especializada para emissão de laudos técnicos. Faz-se necessários Janeiro/2013 para adequação gradual dos bens públicos registrados à valores atualizados. Aplicação do Plano de Contas, detalhado no nível exigido para a Janeiro/2013 consolidação das contas nacionais. Realização de balanço e validação do inventário, a fim de atualizar e conciliar todo bem público, ajustando possíveis incoerências. Neste procedimento também deve ser ajustado método de depreciação Dezembro/2013 (quotas constantes, soma dos dígitos ou unidades produzidas), grupos  contábeis, tempo de vida útil, valor de ativação contábil e valor residual. Ação a ser tomada

Reconhecimento, mensuração e evidenciação dos ativos de infraestrutura, tais como redes rodoviárias, sistemas de esgotos, sistemas de abastecimento de água e energia e rede de comunicação. Os ativos de infraestrutura deverão ser reconhecidos da mesma forma que as demais propriedades, inclusive no que tange aos custos subsequentes. O valor desembolsado total para aquisição do ativo pode ser contabilizado separadamente como o pavimento, túneis, viadutos e passarelas, na escrituração de sistemas viários, devido à diferença de vida útil de cada um. Implementação do sistema de custos para registrar, processar e evidenciar os custos dos bens e serviços, produzidos e ofertados à sociedade pela entidade pública. Estabelecer rotinas mensais para registro de fenômenos econômicos, resultantes ou independentes da execução orçamentária, tais como depreciação, amortização, exaustão. Reconhecimento, mensuração e evidenciação das obrigações e provisões por competência. Esse é o caso das provisões para férias e para 13º salário que deveriam ser registradas mensalmente, com base no duodécimo da folha de pagamento de salários. Todavia, o reconhecimento contábil desses compromissos somente vem ocorrendo no momento da liquidação dos empenhos.

Janeiro/2014

Janeiro/2014

Janeiro/2014

Janeiro/2014

0 Cronograma acima apresentado pelo Poder Legislativo Municipal de Maracaju MS será divulgado em meio eletrônico de acesso publico e encaminhado ao Tribunal do Estado de mato Grosso do Sul TC MS.

Maracaju MS, em 28 de Dezembro de 2012.

http://www.neainformatica.com.br Versão [2012.6.29.12]

Oclilane Sanches do Nascimento Presidente da Câmara Municipal de Maracaju


Edição de 29/dezembro de 2012