Issuu on Google+

ANO 61 Nº 11.195 Fundador: Weimar Torres

Feira da Moda abre hoje em Dourados a 4ª expoem, a feira de moda das indústrias de confecção de mato grosso do sul, vai de hoje a domingo, no Pavilhão de eventos “dom teodardo leitz”, em dourados, com entrada gratuita. Promoção do sinvesul, com patrocínio do sebrae e apoio da Prefeitura de dourados, Fiems/senai/sesi, Fecomércio, senac e sindivest-ms. a programação começa com a palestra sobre lei das etiquetas Vestuário e têxtil. amanhã, às 14h, acontece a palestra “licenciamento ambiental e a indústria”. Dia a Dia 2

Pesada carga tributária trava indústria de MS PÁGINA 6

Dourados/MS

quINta-feIra

R$ 2,00

5/5 de 2011

Diretora-presidente: Adiles do Amaral Torres

Crime sexual contra crianças se alastra Hédio fazan

Casos que antes só aconteciam na periferia de Dourados chegam a bairros nobres; este ano 18 crianças já foram estupradas DIA A DIA 1

‘Maníaco da Cruz’ deixa Unei em 5 meses se o Poder Judiciário cumprir o que estabelece o estatuto da criança e do adolescente (eca) no artigo 121, o jovem que ficou conhecido como “maníaco da cruz”, por ter cometido uma série de assassinatos no município de rio Brilhante será colocado em liberdade num prazo máximo de cinco meses. no dia 9 de outubro próximo, faz três anos que o jovem está em regime educacional de internação. no entanto, o eca estabelece no artigo 121, que “em nenhuma hipótese o prazo de internação de um menor infrator pode exceder três anos”. Polícia 2

Defron prende membro de facção criminosa POLÍCIA 2

Saúde agenda consultas para reduzir filas O agendamento pode ser feito sem necessidade de pegar senha; sistema de triagem identifica urgências Hédio fazan

SORTEIOS em comemoração ao Dia do trabalhador e ao ingresso no 61º ano de circulação, o jornal O PROGRESSO vai sortear, nesta sexta-feira (6), entre os assinantes, dois modernos computadores. ainda dá tempo de fazer sua assinatura. Ligue no telefone (67) 3421-2094.

Fonte: inmet - instituto nacional de meteorologia

Parcialmente nublado com períodos de nublado no nordeste; demais áreas parcialmente nublado com períodos de claro e névoa seca à tarde. Temperatura: elevação. Max.: 32°C e Min.: 11°C. Vento direção: NE-SE. Intensidade: fracos/moderados. Em Dourados, parcialmente nublado com períodos de claro e névoa seca à tarde. Temperatura: elevação. Max.: 28°C e Min.: 11°C. Vento direção: NE-SE. Intensidade: fracos/moderados.

Violência assombrosa ......Página 2

Algumas unidades de saúde de Dourados já estão agendando consultas para reduzir tempo de espera Divulgação

Indicadores..................Página 6

MEGA-SENA - Concurso 1280 06 - 10 - 16 - 20 - 29 - 54 LOTOMANIA - Concurso 1137 13 - 17 - 19 - 20 - 27 - 31 - 42 - 46 - 49 - 50 - 53 54 - 67 - 74 - 76 - 81 - 85 - 88 - 91 - 94

PSC pode lançar Passaia à Prefeitura de Dourados

quINA - Concurso 2587 12 - 28 - 39 - 58 - 80 LOTERIA FEDERAL - Extração 04550 1º prêmio: - 02.669 - (R$ 250 mil) 2º prêmio: - 73.108 - (R$ 22 mil) 3º prêmio: - 80.846 - (R$ 12 mil) 4º prêmio: - 50.241 - (R$ 11 mil) 5º prêmio: - 74.494 - (R$ 10,3 mil)

Polícia)............ 1 a 4 Cidades .......... 1 a 4 Classificados .. 1 a 8 Caderno B Cultura.................. 1 Variedades...... 2 e 3 Capital .................. 4

Fusão entre PSDB e DEM não atrapalha o PMDB PÁGINA 3

TIMEMANIA - Concurso 207 19 - 39 - 55 - 57 - 59 - 61 - 67 Time do Coração: P.DESPORTOS/SP

Caderno A Opinião ..................2 Política............ 3 a 5 Economia.............. 6 Brasil..................... 7 Mulher................... 8 Dia a Dia....... ..1 a 4 Esportes (incluindo

algumas unidades de saúde do município de dourados passam, a partir de agora, a agendar as consultas com o objetivo de reduzir as filas, problema crônico há várias administrações e que vem penalizando a população. a medida faz parte do novo modelo de saúde que está sendo implantado pelo Prefeitura de dourados para sanar um dos problemas que mais preocupam a administração municipal, o atendimento nas unidades básicas de saúde, principalmente em relação às filas, que obriga o paciente a madrugar para tentar conseguir vaga. o agendamento pode ser feito a qualquer hora do dia, sem necessidade de pegar senha para marcar consulta. existe ainda um sistema de triagem que analisa os casos mais urgentes. as emergências têm prioridade e são atendidas entre uma e outra consulta agendada. Dia a Dia 3

PÁGINA 4

Puccinelli pede R$ 100 mi para aeroportos

O deputado federal Giroto acompanhou o governador André Puccinelli e a vice-governadora Simone Tebet em reunião na manhã de ontem em que solicitaram ao ministro da Aviação Civil, Wagner Bittencourt, R$ 100 milhões para reforma e ampliação de 10 aeroportos em Mato Grosso do Sul. Página 5

Bancada de MS se une por recursos para municípios PÁGINA 5


2

Opinião Opinião Opinião Opinião

Opinião

P1

Opinião Opinião Opinião Opinião

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Feliz Dia das Mães Itaciana Santiago*

EDITORIal

Violência assombrosa Uma rápida leitura da editoria de polícia do site de notícias Douradosagora revela que a violência está cada vez mais presente no cotidiano dos brasileiros. Apenas na manhã de ontem, o site listava as seguintes manchetes: Polícia apreende mais R$ 19 mil em notas falsas; Presa quadrilha de tráfico de drogas liderada por técnico penitenciário; Ladrão é preso por populares depois de roubar e agredir mulher; Polícia acha drogas e munição em falsa igreja evangélica; Juíza federal que está sob ameaça mandou 700 para prisão em 1 ano; Homem é preso por furto de cartão de aposentadoria de idoso; Homem joga água quente em namorada durante briga; Suspeito de estupros em banheiros químicos é indiciado; Homem é morto a tiros de espingarda no quintal de casa; Mulher dá facada em criança de 5 anos no meio da rua; Corpo encontrado em carro tinha marca de enforcamento; Adolescente de 15 anos ameaça colega de classe com pistola dentro de escola; Menina de dois anos morre após ser vítima de um disparo acidental; Idoso pode ter sido espancado e morto pelo próprio filho. Fica claro que a violência urbana está fora de controle e que as autoridades precisam adotar medidas urgentes para devolver à sociedade a sensação de segurança que há muito deixou de fazer parte do cotidiano das pessoas de bem. A cobrança por políticas de segurança pública deve começar agora para impedir que, num futuro muito próximo, o caos se instale em todo o Mato Grosso do Sul, tornando a situação ainda mais insustentável para as pessoas de bem que pagam impostos mas não recebem contrapartida de governos e governantes. Vale ressaltar que os policiais civis e militares atuam no limite da condição física e psicológica, mas não encontram respaldo no que diz respeito às condições de trabalho. Além de serem mal pagos, esses agentes de polícia ainda convivem com a falta de infraestrutura; com a escassez de combustível; com a ausência de treinamento; com a deficiência de armamento; com o déficit de efetivo e, consequentemente, com a sobrecarga de trabalho. Ademais, policiais civis que deveriam

estar investigando homicídios, assaltos, arrombamentos e estelionatos, entre tantos outros crimes, são transformados em babás de presos a partir do momento que são obrigados a cuidar de Distritos Policiais superlotados em todo o Estado. Com isso, o trabalho de investigação – principal característica da polícia judiciária –, acaba relegado a planos secundários, comprometendo o andamento dos inquéritos policiais e aumentando o descrédito da sociedade. Ao mesmo tempo, policiais militares convivem com a sobrecarga de trabalho; são mal armados e pouco treinados e sofrem com a deficiência do efetivo em todos os batalhões de Mato Grosso do Sul. Os novos PMs que são formados não cobrem o déficit da corporação e, não raro, sobram viaturas por falta de homens para conduzi-las pelas ruas das cidades. Como se não bastassem, esses agentes da lei ainda são mal pagos pelo Estado, o que os obriga, muitas vezes, a recorrer aos tradicionais trabalhos extras para complementar o orçamento doméstico. Diante desse quadro lamentável, os crimes vão se multiplicando num processo de banalização da violência, onde a vida custa menos que uma garrafa de cachaça. A violência doméstica dispara, já que sem o trabalho preventivo, os homens sentem-se mais a vontade para espancar filhos e esposas. A atuação das gangues passa a ocupar o espaço que deveria ser preenchido pelo policiamento ostensivo e cada vez mais jovens perdem a vida por motivos banais, que vão desde uma simples ameaça até um acerto de drogas. Não se encontra no interior do Estado um amplo trabalho de combate ao tráfico e consumo de drogas. Pela facilidade com que se adquire maconha, cocaína e crack no Estado, o governo deveria ser mais atuante tanto na prevenção quanto no ataque às ações dos pequenos traficantes que alimentam as bocas de fumos de quase todos os municípios. Droga gera violência, mas as autoridades de segurança pública parecem ignorar isso. A falta de políticas públicas de segurança tem contribuído para espalhar o medo pelo interior de Mato Grosso do Sul e sempre fica a esperança que um dia esse setor seja priorizado para, com isso, devolver à sociedade a quase extinta sensação de segurança.

Senado Federal: a raposa cuidando o galinheiro! José Carlos de Oliveira Robaldo* Talvez o assunto mais importante desta semana para se refletir fosse o a morte de Osama Bin Laden, mas, por opção, ou provavelmente por indignação como eleitor e cidadão, entendemos que aqui, bem próximo de nós, haja outro tema de interesse nacional e com reflexos negativos dentro e fora do nosso país. Tal assunto nada mais é do que a constituição da Comissão de Ética do Senado Federal que aconteceu na nossa capital federal nos últimos dias e que vai dar (já está dando) muito que falar. Conforme amplamente divulgado pela imprensa nacional, na semana passada, tomaram posse quinze titulares, indicados pelos partidos políticos, com a missão de compor o órgão de caráter disciplinar, encarregado de zelar pela observância dos preceitos de ética e decoro parlamentar. Dentre eles, segundo se propaga, oito não têm “ficha limpa”, pois respondem a processos ou inquéritos perante o Supremo Tribunal Federal (STF). São exemplos: Renan Calheiros, Valdir Raupp, Gim Argello, Romero Jucá, líder do governo junto ao senado federal. A revista Veja que circulou no último domingo (1.5.2011), dia do Trabalho, exteriorizando, com certeza, o sentimento da grande maioria da sociedade bra-

sileira, trouxe ampla reportagem sobre referida escolha, intitulada “Cidade Subterrânea”, onde relata que “com maus exemplos surgindo de todos os lados, a capital federal reafirmou na semana passada sua fama de viver de costas para o Brasil real e alheia às demandas éticas” (pg. 78). E, com propriedade, indaga: “Qual será o comportamento desses nobres parlamentares na eventualidade de serem chamados a atuar em uma investigação de colegas acusados, digamos, de desvio de verbas públicas e corrupção? Eles se julgarão impedidos?”. Apenas para lembrar, recorrendo-se ao Aurélio, ética é o “Estudo dos juízos de apreciação referentes à conduta humana, do ponto de vista do bem e do mal ou Conjunto de normas e princípios que norteiam a boa conduta do ser humano”. Ora, o parlamentar (seja ele senador, deputado ou vereador) que tem problemas relacionados com a ética e com o decoro parlamentar, por óbvio, não terá isenção para julgar o comportamento ou conduta dos seus pares, o que dá razão à sabedoria popular quando afirma que se está colocando “raposas para vigiar o galinheiro”. O senado federal, com essa escolha descriteriosa, com certeza, perde uma grande oportunidade para resgatar a credibilidade do parlamentar perante a sociedade brasileira, que se encontra tão desgastada, o que é péssimo para a democracia. O pior disso tudo é a inver-

são de valores, a banalização. O errado parece certo e, consequentemente, como afirma a revista acima mencionada, “A frequência desses episódios anestesia a capacidade de indignação de muitos”, ainda bem que não é de todos. Menos pior. Isso tudo reforça a ideia de que o direito do eleitor de escolher o seu candidato é um direito vinculado. Ou, em outras palavras, é um poder-dever que tem o eleitor de excluir, por meio do seu voto, o candidato que durante o exercício do seu mandato não correspondeu à expectativa do eleitor ou aquele que seu histórico, mesmo fora do mandato, não seja recomendável. Roga-se que esses recorrentes fatos negativos sirvam de exemplo para que o eleitor nas próximas eleições, por meio da sua maior arma, que é o voto, varra do parlamento o congressista que não corresponde a confiança que lhe foi depositada. O pior disso tudo é que o mandato de senador é de oito anos! Mesmo assim a sociedade não pode se calar. Não se pode permitir que a exceção torne-se a regra. *Procurador de Justiça aposentado. Mestre em Direito Penal pela Universidade Estadual Paulista-UNESP. Professor universitário. Representante do sistema de ensino telepresencial LFG, em Mato Grosso do Sul. Ex Conselheiro Estadual de Educação. Sul. E-mail jc.robaldo@ terra.com.br

O dia das mães, no Brasil, foi criado por Getúlio Va rg a s e m 1932, através do decreto nº 21.366. Desde então muitos caminhos foram percorridos, dias de comemorações familiares, íntimas, calorosas, amorosas, religiosas e a mulher soberana, como “rainha do lar” nesse lapso de tempo de um dia! Cogitou-se por muito tempo, através de poesias e textos que: ser mãe é padecer no paraíso! Que sábias palavras, pois a mulher mãe realmente padece em um paraíso criado para ela própria no imaginário coletivo, enquanto o produto se seu ventre perambula pela vida desviando muitas das vezes do ideal e sonhos projetados no âmago da mulher, que cumpre sua função social da reprodução. Função essa que passa despercebida da maioria das pessoas e até da própria mulher, que no romantismo da vida e dos chamados apelativos da sociedade sacrificam-se ao longo de suas

vidas em prol de outras. A essas mulheres que apesar das canseiras, dores e trabalhos riem felizes, disfarçando o cansaço de um dia múltiplo de tarefas, em jornadas de trabalho distribuídas em turnos estressantes. Nessa sociedade onde se exige muito, tudo de todos, tem a mulher o desejo de conquistar o seu espaço, e é para elas que dedicamos a nossa homenagem hoje! A mãe menina que ainda sonha uma vida infantil e embala um desejo vigoroso de defender com valentia o seu rebento! A mãe, que ao seu tempo dedica-se tanto à vida profissional quanto à maternidade, se desdobrando nessa trajetória traçada pela vida. A mãe que perdeu o seu filho, bem antes de sequer pensar ela em partir, deixando um vazio em sua existência, ou os vêem “perder-se” nos perigos inúmeros da sociedade violenta e desumana em que vivemos. A mãe avó que balança-se na cadeira tendo o olhar distante, enquanto que a brisa bate em seus brancos cabelos e beija sua face onde o tempo cavou seus sulcos por onde tantas lágrimas de dor, de alegria correram. E hoje as mãos tremulas que há

muito, trocaram, banharam, alimentaram, ninaram os filhos, acariciam os netos. É a velha mãe que virou avó e devido a sabedoria acumulada mais pensa e do que fala. A mãe de afeto, aquela que não pariu a carne, mas sente-se mãe mais do que tudo. Pois, para ser mãe não basta parir é preciso abraçar o sacerdócio, a missão de encaminhar um ente na vida, com a consciência de não ser apenas mãe, mas mulher que tem a grave responsabilidade de ser o esteio de uma casa, de um lar, pelo qual tudo dá, tudo faz, nada pede, muitas vezes nem mesmo a compreensão por tamanho altruísmo, pois tudo realiza em prol dos filhos para maior glória da família. A você mulher mãe de todos os tempos que sabe valorizar o dom da vida, rendemos a mais sincera homenagem com todo o carinho: Feliz Dia das Mães! *Pedagoga, Psicopedagoga, Especialista em Família e Políticas Públicas, Membro do Comitê de Governança Unicef Opas. itacianasantiago@gmail. com. www.itacianasantiago. blogspot.com

Só rindo mesmo... Manoel Marques Cardoso* Vejamos se o leitor concorda comigo, um conselho de ética deve ser composto por pessoas probas, notadamente limpas de qualquer mácula seja de que espécie for. O ilustre José Sarney, presidente do senado juntou umas raposas pra tomar conta do galinheiro, senão vejamos: Ele próprio, o senhor José Sarney sofreu 11 processos de cassação de mandato em 2010, ou seja, tem muita coisa escondida que não foi passada a limpo, justamente pelo conselho de ética anterior, agora renovado com pessoas que ele escolheu a dedo, não só pelo jeitão de fazer as coisas, mas por serem seus amigos históricos. Os mais notórios cidadãos que vão fazer parte do Conselho de Ética do Senado são, Renan Calheiros e Romero Jucá. Sobre Renan Calheiros pesaram cinco processos por quebra de decoro parlamentar, sendo o mais conhecido o caso da pensão paga por uma empreiteira à sua amante Mônica Veloso, mãe de sua filha que ele chamava de “aquela criança”, nunca citou minha filha. Um escapismo rasteiro e vergonhoso, para quem tem vergonha, naturalmente. Diga-se de passagem, Renan Calheiros teve a indicação de cassação de mandato por esse mesmo conselho, mas renunciou à presidência do Senado para não ser cassado. Como “gran finale” seus pares senadores, rejeitaram a cassação, uma verdadeira “cosa nostra”.

O senhor Romero Jucá foi aquele cidadão que deu sete fazendas frias como garantia de um empréstimo milionário em um banco estatal. Aqui no terreno dos normais, uma atitude dessas daria prisão incontinenti, mas um senador tem várias formas de livrar-se do crime como ser lavado pelos seus pares e tornar-se líder de Lula e de Dilma no senado, como, aliás, foi por todo o sempre. Outros três amigões de Sarney que vão ocupar o majestoso Conselho de Ética são os senhores: Valdir Raupp, Gim Argelo, e João Alberto. Valdir Raupp é réu no STF por acusações de desvios de recursos do estado quando foi governador de Rondônia, estado onde mantém seu plantel de eleitores cativos. Gim Argelo esteve há pouco tempo no noticiário por ter destinado verbas para empresas e ONGs fantasmas do Distrito Federal, algo em torno de 3 milhões de reais. Uma socialite o agradeceu muito por tê-la inserido na vida pública, justamente a controladora de uma ONG que recebeu uma verbinha básica por indicação do amigo senador. Coisa de amigos. O Senhor João Alberto governou o Maranhão e no período fez uma doação de um prédio histórico à família Sarney. Doações desse tipo nunca nós somos contemplados, primeiro por ser um acinte contra o patrimônio publico, segundo por estar na cara que os Sarney tem pleno domínio do estado mais atrasado do Brasil. Bem, o Brasil está em boas mãos como o leitor está vendo, mas vamos falar de um fato que está aqui no nosso quintal, em Dourados mesmo, mais especi-

ficamente nos Altos do Indaiá e Jardim das Primaveras, o que se descola totalmente das safadezas acima citadas. No dia 13 de janeiro de 2010, o deputado Marçal Filho declarou, textualmente, ao jornal O Progresso, com matéria bem detalhada, que os moradores dos dois bairros citados ficaram ansiosos pelo inicio das obras, uma vez que os R$. 2.000.000,00 (dois milhões de reais) já estavam empenhados. O Aurélio identifica a palavra empenho como vínculo de recurso orçamentário destinado ao pagamento de determinada despesa, ou seja, final de linha, o recurso deve ter sido disponibilizado naquela época. O que os moradores daqueles dois bairros perguntam com alguma freqüência é o seguinte: O dinheiro foi disponibilizado de verdade? Se foi, onde está essa verba que os moradores tanto esperam?. Se a verba existe, porque não se começam os serviços imediatamente? Com a palavra quem de direito: o deputado Marçal Filho e o Prefeito de Dourados que são os únicos que podem dar essas respostas. Caso tudo não passe uma mágica que não se materializou, que os moradores sejam informados dessa nova realidade a fim de que se passe a limpo essa frustrante espera. Em caso de nada acontecer, que pelo menos se passe uma moto-niveladora no mínimo nas ruas em que transitam os coletivos, que tanto quantos as outras vias, está intransitável. *Economista/empresário. E-mail: manoelmarquescardoso@hotmail.com

EXPEDIENTE O PROGRESSO: O MAIS ANTIGO DO ESTADO E DE MAIOR CIRCULAÇÃO EM TODO O INTERIOR

Este jornal expressa sua opinião pelo Editorial. As demais opiniões são de responsabilidade de seus autores. EDITORA JORNAL O PROGRESSO LTDA CGC 03.356.425/0001-26 Departamento Comercial, Administração, Redação e Parque Gráfico: Av. Presidente Vargas, 447 CEP 79804-030 Dourados-MS. Telefones Redação: (0xx) 67-3416-2600 Depto. Comercial: (0xx) 67-3416-2600 Depto. Assinaturas (Dourados): (0xx) 67-3421-2094 Fax: (0xx) 67-3421-1911 HOME PAGE: http://www.progresso.com.br E-MAIL: progresso@progresso.com.br Representantes: São Paulo: Contato - Rua Joinville, 654 - Fone (0xx) 11-5572-7577 -Fax 55796861; Rio de Janeiro: JC Representações - Av. Almirante Barroso, 97 - Fone (0xx) 21-3262-7469; Brasília - Armazém de Comunicação SCS Q. 1 BL. "K" - Ed. Denasa 13º andar - sala 1.301 Fone/fax (0XX) 61-3321-3440. Em Campo Grande: Departamento Comercial (Elaine e Alexandre) e Redação: Rua 13 de Maio, 2118 - Telefones (0xx) 67-3325-5343 - Fax 3325-1448

"O PROGRESSO" Registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) sob o nº 812285964

ASSINATURAS DOURADOS, INTERIOR E CAMPO GRANDE Anual ------------------------------------------ R$ Semestral ------------------------------------- R$ Trimestral ------------------------------------ R$ Bimestral ------------------------------------- R$ Mensal ---------------------------------------- R$ VENDA AVULSA Dourados, Interior e Campo Grande Do ano Do ano anterior

NúMEROS ATRASADOS

240,00 150,00 100,00 70,00 45,00 - R$ 2,00 - R$ 2,00 - R$ 3,00

Este jornal é filiado à:

ABRAJORI - ADJORI - ACOSMS - FEBRACOS


P1

Política Política Política Política

Política

Política Política Política Política

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

3

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

a

Eleições 2012

Marisa no Tribunal O governadorAndré Puccinelli (PMDB) deve bater o martelo nas próximas horas sobre a indicação da senadora Marisa Serrano (PSDB) para a vaga deixada pela ex-deputada Celina Jallad no Tribunal de Contas do Estado (TCU). Pela regra, a cadeira de Celina Jallad, que faleceu recentemente, deveria ser ocupada por um deputado estadual, mas o governador já decidiu que a Assembleia Legislativa terá que ficar na fila, uma vez que a indicação de Marisa Serrano para o TCU selaria a aliança entre PMDB/PSDB/DEM/PPS/PTB, PMN, PSC, PR, PRTB e outros “P” na disputa pela Prefeitura de Campo Grande em 2012. Caso não indique a senadora para o Tribunal de Contas, o governador corre o risco de enfrenta-la nas urnas no ano que vem, fator que poderia favorecer a candidatura do ex-governador José Orcírio (PT).

Tucanando

A primeira conversa para definir a indicação de Marisa Serrano para o Tribunal de Contas aconteceu há duas semanas, em São Paulo, quando André Puccinelli foi cumprir agenda oficial na capital paulista e encontrou a senadora por lá. A segunda e definitiva conversa ocorreu na semana passada, em Jardim.

Tucanando 2

O fato negativo é que a possível nomeação de Marisa Serrano como conselheira do Tribunal de Contas do Estado abriria caminho para que o pecuarista Antônio Russo Netto, primeiro suplente da senadora, assumisse a vaga dela no Senado Federal. Detalhe: Russo Netto estava no comando do Frigorífico Independência quando a empresa quebrou e deixou uma dívida de mais de R$ 3 bilhões.

Tucanando 3

Por isso, Russo Netto estaria muito mais interessado na vaga de senador do que a própria senadora na vaga de conselheira do TCE. A leitura é que uma vez no Senado Federal, o empresário encontraria mais facilidade para sanear suas empresas por meio de empréstimos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por exemplo.

Tucanando 4

Se bem que acesso fácil à linhas milionárias de crédito nunca foi problema para Russo Netto, que em novembro de 2008 recebeu empréstimo de R$ 250 milhões do BNDES, além de outros US$ 300 milhões de bancos privados no mesmo ano e mais US$ 110 milhões em fevereiro de 2009. Mesmo quebrado, é fácil perceber que dinheiro não é problema para o futuro senador da República. Vai vendo...

Vigilantes

Integrantes do Observatório Social de Dourados, que é presidido pelo empresário Rui Barbosa (leia-se Imobiliário Colméia), estão recebendo treinamento de formação dos conselheiros que atuarão nas fiscalizações das

Fusão entre PSDB e DEM não atrapalha o PMDB Peemedebistas creem que projeto acabaria reunindo novamente os três no 2º turno das eleições Divulgação

Willams Araújo

Nome “bombado”

contas públicas em Dourados. O curso, que começou segundafeira e termina hoje, está sendo aplicado por técnicos do Tribunal de Contas do Estado.

Bin Laden

O advogado José Fernando Silva enviou e-mail com o seguinte teor: veja como as coisas funcionam no mundo em que vivemos na base do dois pesos e duas medidas. No Brasil e em outros países, se a polícia prende um marginal e por acaso lhe aplica uns corretivos, pronto, já aparecem inúmeras ONGs dos direitos humanos, inclusive várias dos Estados Unidos, condenando a ação policial e defendendo os bandidos, ao argumento de que a confissão não pode ser conseguida através de tortura.

Bin Laden 2

Segue o leitor: agora, pasmem, no caso do Bin Laden, o próprio governo americano admitiu que para conseguir informações sobre o paradeiro do terrorista teve que torturar os presos da base americana de Guantânamo. Ora, se os outros Países não podem torturar para conseguir confissões de crimes, por que os Estados Unidos podem?

Bin Laden 3

Finaliza José Fernando Silva: o engraçado é que até agora não vi nenhuma ONG daqui ou norte-americana dos direitos humanos criticar e condenar publicamente a tortura praticada pelos americanos. Pode um negócio desses? A sensação é que prevalece a velha máxima do faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço.

Fronteira

A marginalidade está nadando de braçada em Ponta Porã, fronteira com o Paraguai. Como a força policial é muito mais ostensiva na paraguaia Pedro Juan Caballero, os marginais estão aproveitam a falta de policiamento do lado brasileiro para praticar todo tipo de crime. A moda agora é esperar as professoras saírem das escolas para roubar o carro ou segui-las até as agências bancárias para tomar de assalto o dinheiro sacado. Vai vendo...

Ardidas · Ambulantes que estavam trabalhando dia desses, durante uma partida de futsal no Ginásio de Esportes de Dourados, foram expulsos do local pela direção de um colégio particular que ganhou o direito de exclusividade no comércio de comes e bebes durante os eventos esportivos. · A questão é: com que autoridade os funcionários do colégio expulsam os ambulantes? Mais: será que a Fundação de Cultura e Esportes (Funced) licitou a concessão para que o tal colégio particular ganhasse exclusividade para explorar o comércio no interior do Ginásio de Esportes? Será? · Os policiais militares não aceitaram a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governador André Puccinelli e vão hoje à governadoria cobrar solução para o impasse. Representantes da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul se encontrarão com o governador André Puccinelli, às 7h30, para resolver a questão. · Edmar Soares, presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar, avisa que essa será a última reunião com o governador para reivindicar antecipação da tabela de 2013 para este ano e um índice variante de 15% nos diferentes níveis de salários da categoria. Por outro lado, o governo oferece 5% de reajuste sem antecipação da tabela de 2013 para 2011. Olha o aquartelamento aí gente!!!!

Conjuntura

Rocha e Mochi acreditam que aliança entre PSDB e DEM não comprometeria o PMDB da em continuar comandando Campo Grande. Mochi, que avalia como AMPO GRANDE - Deputados da base ainda frágil o projeto de fusão do prefeito de Campo entre as duas legendas, princiGrande Nelson Trad palmente em nível de Campo Filho na Assembleia Legislativa Grande, deixou claro que, mesmo que se afasavaliam que uma tem da aliança do eventual saída do PSDB e DEM PMDB, tucanos e PSDB e DEM da devem lançar, democratas podecoligação comanem 2012, na riam, no segundo dada hoje pelo turno das eleições PMDB, visando as Capital, de 2012, voltarem eleições municiReinaldo a compor politipais de 2012, não prefeito camente com os abalaria, num pripeemedebistas. meiro momento, Ele disse que, no pleito do os projetos deste último partido próximo ano, o PMDB e os tucapara o próximo ano. A visão é principalmente nos e democratas poderiam, sem compartilhada pelos deputados problema algum, ir para a dispupeemedebistas Eduardo Rocha ta com candidatos próprios, para e Junior Mochi, este último líder tornar a eleição até mais atrativa do governo na Assembleia. Para para o eleitor, no primeiro turno. Mochi, a propagada aliança No entanto, num segundo turno, entre os tucanos e democratas poderia ser restaurada a aliança na Capital, visando um novo que nos dias atuais une as três e alternativo projeto político siglas. para a cidade, desta vez sem o VÍNCULO MANTIDO PMDB, não comprometeria as O mesmo entendimento ambições desta última legenWillams Araujo

C

tem o deputado Eduardo Rocha. Ele falou que, embora a discussão em torno da fusão de tucanos e democratas se restrinja hoje ao espectro político nacional, caso ela se consolide nos estados, não atrapalhará o vínculo político que o PMDB possui atualmente com as duas siglas em MS e especialmente na Capital. “Acredito que as três siglas, mesmo chegando separadas nas eleições de 2012, poderão, na reta final da campanha, voltarem a caminhar juntas rumo a um projeto político único”, falou Rocha. Caso venha mesmo a se consolidar, a aliança entre PSDB e DEM deverá lançar, em 2012, na Capital, o deputado federal Reinaldo Azambuja como candidato a prefeito e seu colega de parlamento, Luiz Henrique Mandetta, como vice. Ambos estão entre as principais lideranças políticas que dão sustentação, hoje, ao lado do PMDB, à administração de Trad na Capital.

Superintendência

Anízio Pereira Tiago vai comandar pasta do Trabalho

C

AMPO GRANDE Com alguns meses de atraso, o governo federal iniciou na quartafeira a nomeação dos novos titulares em órgãos federais que operam em MS. O primeiro nome confirmado é o de Anízio Pereira Tiago (ex-Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) para a superintendência regional do Trabalho e Emprego. O nome foi oficializado em publicação assinada pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi. no Diário Oficial da União desta quarta. Tiago, ligado ao PDT, assume em lugar de José Carlos Tinarelli, que ocupava o cargo até esta quarta na condição de substituto.

Nos próximos dias, o governo de Dilma Rousseff deverá fazer novas nomeações em cargos federais estratégicos de MS. Devem ser anunciados substitutos para as representações da Eletrosul, Funasa, Ibama e Incra. Os principais postulantes a esses cargos são, por ordem, o ex-deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT); Carlos Longo, da cota do ex-governador Zeca do PT, e Tatiana Ujacow, também do grupo de Zeca. PASTA POLÊMICA Já a indicação para o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), a pasta mais polêmica entre os órgãos federais com representação no

Estado, deve ainda enfrentar debates acalorados. É que nos últimos meses o órgão, que está sem titular desde agosto de 2010, esteve em evidência na área policial em função de uma série de irregularidades descobertas na forma de se administrar recursos que chegavam para a Reforma Agrária no Estado. O impasse tem atrasado projetos na área previstos para principalmente municípios com vocação agrícola. O imbróglio até hoje tenta ser resolvido, sem sucesso, pelo governador André Puccinelli (PMDB), principal interessado na indicação, urgente, de um novo titular para a pasta.

O deputado federal Edson Giroto (PR) continua sendo um nome forte para a sucessão do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), na Capital. Pelo menos é o que mostra recente pesquisa interna feita entre os partidos aliados de Trad, sobre a preferência acerca do nome que deverá disputar, pela coligação, o posto do prefeito nas eleições municipais de 2012. Na mesma pesquisa, um único peemedebista foi citado na preferência dos aliados de Trad: o vereador e presidente da Câmara da Capital, Paulo Siufi. Já Edil Albuquerque e Carlos Marun, também cotados para irem à disputa da prefeitura pela aliança, tiveram desprezíveis votos.

Sem respaldo

As denúncias do ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, de que teria havido um complô para assassiná-lo quando ele esteve preso por conta das supostas irregularidades que teria cometido com dinheiro público em sua gestão, parecem ter caído no vazio. É que o inquérito policial aberto para apurar tais ameaças não avançou, o que dá a impressão de que as autoridades não apostaram um só centavo nas alegações do ex-prefeito e de sua defesa.

Curto-circuito

Apesar do descontentamento velado nas hostes democratas, há uma curiosidade dos diabos do eleitorado para saber quando o prefeito Murilo Zauith embarcará no nanico PSD, recém-criado pelo seu colega paulista Gilberto Kassab. Resta saber se o deputado estadual Zé Teixeira, há 20 anos na mesma legenda (desde o extinto PFL), seguirá o mesmo rumo, deixando o deputado federal Luiz Henrique Mandeta para apagar as luzes. (E-mail: conjunturaonline.com.br)

Colono: Cumpádi, o frio tá me fazendo batê os denti, esses dia... ic, ic, ic... Zé Pinga: ... é cumpádi, e eu qui pensei que era crise de abistineça...Ic, ic, ic...


4

Política Política Política Política

Política

Política Política Política Política

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

P1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------o ProGresso

Eleições 2012

PsC pode lançar Passaia à Prefeitura Partido promete candidatura própria em 2012; Passaia seria um dos nomes trabalhados pelo PSC O Progresso

Informe C Vaquinha

No dia 9, segunda-feira, o ministro do Esporte, Orlando Silva e o governador André Puccinelli estarão em Dourados para a inauguração da primeira Vila Olímpica Indígena do Brasil. A obra custou R$ 1,7 milhão. O deputado Geraldo Resende apresentou emenda individual de R$ 400 mil e convenceu o então colega carioca Fernando Gabeira (PV) a destinar uma outra emenda de R$ 300 mil. A Prefeitura investiu, como contrapartida, mais R$ 180 mil, totalizando R$ 800 mil. Em 2008, Geraldo apresentou outra emenda de R$ 750 mil e o Estado aplicou apenas R$ 83 mil.

Seletivo

À titulo de esclarecimento a rua Monte Alegre não recebeu faixa amarela, de proibido estacionar no lado esquerdo, em toda a sua extensão. A medida foi adotada pela Secretaria de Serviços Urbanos nas três quadras anteriores à avenida Presidente Vargas, onde os congestionamento são maiores, provocados, principalmente, por caminhões e carretas.

Vírus Gaeco

Passada quase uma sema-

Cícero Faria cicerolfaria@gmail.com

na, o sistema de informática da Câmara de Dourados continua fora do ar. Os equipamentos foram confiscados na sexta-feira passada pelos promotores da Operação Câmara Secreta que apura supostas mutretas de Sidlei Alves e Junior Teixeira em empréstimos consignados. Até o insuspeito site do Legislativo não foi poupado e continua “mudo” para os internautas.

Arcebispo

O papa Bento XVI anunciou ontem dom Dimas Lara Barbosa, 55 anos, como novo arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, no lugar de Dom Vitório Pavanello, 75 anos, que devido a idade pediu renúncia. Dom Dimas é mineiro de Boa Esperança, secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo auxiliar do Rio de Janeiro. Ele foi considerado pela revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes em 2009. Entre suas formações, graduou-se em Engenhara Eletrônica pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), em São José dos Campos (SP), em 1979.

Inverno

O prefeito Murilo Zauith

e a 1ª dama, Cecília não anunciaram se a Prefeitura realizará a campanha do agasalho neste seu primeiro ano de gestão. Essa filantropia acabou na administração de Tetila, embora seja uma ajuda dada pela maioria dos municípios sujeitos a um inverno mais rigoroso. Pelo sim, pelo não, o Clube do Viralata, entidade douradense sem fins lucrativos e mantida por voluntários, abriu campanha para arrecadar cobertores e roupas destinadas a cães e gatos, resgatados nas ruas e que são mantidos em abrigos e no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Só dois

Um almoço em Jardim na sexta-feira, casa do deputado estadual Marcio Monteiro (PSDB), colocou frente a frente o deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR) e a senadora Marisa Serrano (PSDB) que disputam a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado. Arroyo já tem apoio declarado dos seus correligionários do PR, da bancada do PT, Marquinhos Trad (PMDB) e Mara Caseiro (PT do B). Já são nove votos, dos 13 necessários para indicação.

Bate-Rebate A Câmara aprovou na segunda-feira, em primeira votação, projeto do vereador Cemar Arnal (PDT) dispondo sobre parada obrigatória de ônibus em qualquer local para embarque e desembarque de deficientes físicos. A presidente Dilma Rousseff fará uma visita no dia 15 de maio ao Paraguai, que neste mês comemora o bicentenário da sua independência. O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad sancionou lei, oriunda da Câmara, que prevê multa e até cassação do alvará de estabelecimentos que não cumprirem regras sobre destinação de óleo de cozinha.

O município de Santa Rita do Pardo, antes sob jurisdição de Brasilândia, passou a ser de competência da comarca de Bataguassu. A alteração entrou em vigor ontem, segundo publicação do Diário Oficial do Estado. O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, anunciou que o Plano Safra 2011/2012 - a ser lançado em junho - contará com três linhas de crédito para a pecuária para renovação de pastagens e retenção de matrizes. Na abertura ontem da 2ª Feira de Artesana-

teria retornado e estaria trabalhando no país, porém O U R A D O S - O fora de Mato Grosso do Partido Social Cris- Sul. “Estivemos reunidos tão (PSC) pretende com ele [Passaia] duas lançar o nome do jornalista vezes na semana passada. e ex-secretário de Governo Ele também está confiante de Dourados, Eleandro Pas- e tranquilo quanto à indicasaia, à Prefeitura de Doura- ção de um nome pelo partidos. Segundo o presidente do”, afirma Orair Soares. O diretório do PSC, Cássio municipal do Moreira, Passaia Pré-convenção PSC garante ter é um dos nomes do partido apoio regional cotados pelo deve ser e até nacional partido a dispurealizada para a candidatar as eleições no mês tura própria nas de 2012. Passaia de julho próximas eleijá é filiado ao ções. A direção partido e foi o responsável pelas investi- garante que já está trabagações que culminaram na lhando para angariar recurprisão de diversos políticos, sos para a campanha. “Não empresários e assessores na será uma disputa difícil. Os Operação Uragano, entre outros não são páreos para eles o ex-prefeito Ari Artuzi nós”, garante o vice-presi(sem partido) e o ex-presi- dente. Segundo a direção do dente da Câmara de Vereadores, Sidlei Alves (Dem). diretório municipal, o nome Outro nome ainda estudado para a disputa será discutido pelo PSC é o do advogado com os 350 filiados e defiElízio Brites, atualmente no nido em convenção. A préPSB. A direção do PSC ga- convenção está prevista para rante ainda que terá ‘chapa julho, quando deve ocorrer a pura’ de vereadores e que definição de um nome para tem convicção da vitória nas a disputa. eleições. Vereadores O anúncio da candidaAlém de candidatura tura de Eleandro Passaia à Prefeitura de Dourados própria à Prefeitura, o PSC nas eleições de 2012 foi pretende também lançar chafeita ontem durante visi- pa única de vereadores, com ta da direção do PSC ao 32 candidatos entre homens O PROGRESSO. Cássio e mulheres. Uma delas é a Moreira e o vice-presidente presidente do PSC Mulher, do diretório em Dourados, Marici Gonçalves, que enOrair Soares, garantem que tre outros projetos pretende Passaia é nome forte dentro implantar academias ao ar do partido para disputar as livre nos bairros, hortas coeleições. “Dourados precisa munitárias sustentáveis e de mudança urgente e, prin- intensificar a fiscalização nos cipalmente, de um prefeito hospitais públicos e postos comprometido com a socie- de saúde. Cleverson Titon, presidade e com a população”, dente do PSC Jovem, tamdiz o vice-presidente Orair Soares. O partido ainda estu- bém é pré-candidato a vereda possíveis coligações, mas afirma ter plena convicção da vitória nas urnas. “Nós vamos administrar Dourados em 2013. Quem está no poder hoje não tem condições de se manter”, alfineta. Segundo a direção do diretório municipal, Passaia está no Brasil trabalhando como jornalista. Recentemente, ele havia anunciado mudança para Israel, onde trabalharia como correspondente de uma emissora de TV. No entanto, segundo os colegas de partido, Passaia já Ana Paula Amaral

Cadê os meus 50 centavos? Já dá um “rabo de galo”...

A Comissão de Educação do Senado aprovou projeto do ex-senador Wilson Mattos (PSDB-PR) que aumenta de 800 para 960 horas-aula o tempo mínimo nos níveis fundamental e médio das escolas públicas. O projeto segue para a Câmara dos Deputados.

Diretores do PSC durante visita ao O PROGRESSO: partido vai lançar candidato próprio

Como disse Galbraith, nada é tão admirável em política quanto uma memória curta

to foram feitas três homenagens: Cecília Zauith recebeu o título de “Amiga da Arte” pelo trabalho no curso de Educação Artística da Unigran; Meire Milan, no Centro Entre Artes e o Mestre Guerreiro, professor de capoeira. O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) é o relator do projeto na Comissão de Agricultura, que concede incentivo ao produtor rural que adotar integração entre lavoura e pecuária.

D

ador para 2012. Ele defende a oferta de cursos de capacitação para jovens, para facilitar o ingresso no mercado de trabalho. Atualmente, o PSC não tem nenhum representante no poder Legislativo de Dourados. O vereador cassado Paulo Henrique Bambu foi eleito pelo PSC mas, segundo a direção do diretório, quando foi preso pela operação Uragano já estava filiado ao Democratas. No Estado, o PSC é representado apenas pelo suplente de senador Pedro Chaves, eleito ao lado do senador Delcidio do Amaral. No âmbito nacional, o PSC é representado por três senadores, 26 deputados estaduais e 19 deputados federais. PassaIa O jornalista Eleandro Passaia foi o pivô da Operação Uragano, desencadeada pela Polícia Federal em agosto de 2010. Com as denúncias e gravações feitas por Passaia, a Justiça mandou para a prisão o prefeito Ari Artuzi, nove vereadores, exsecretários e empresários da cidade. Ele chegou a integrar a equipe do juiz-interventor Eduardo Machado Rocha, que assumiu a prefeitura interinamente enquanto Ari Artuzi (então prefeito) estava preso, mas pediu demissão do cargo de secretário de Governo duas semanas depois da posse. Em entrevista ao O PROGRESSO em dezembro do ano passado, Passaia disse que Dourados “precisava descobrir novos representantes políticos”, mas descartou a possibilidade de se candidatar ao cargo.


P1

Política Política Política Política

Política

Política Política Política Política

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

5

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

MS

Bancada se une para garantir recursos Objetivo é manter investimentos do governo federal nos municípios de Mato Grosso do Sul

B

RASÍLIA - A ban- ministérios para que as obras cada federal de Mato e serviços previstas para os Grosso do Sul no municípios de MS sejam manCongresso Nacional tidas e realizadas, disse Delestá unida, independentemen- cídio, referindo-se ao Decreto te das divergências políticas, nº 7.468, do governo federal, para lutar pela manutenção publicado no Diário Oficial da dos investimentos do governo União na última sexta-feira, federal nos municípios sul- que trata da questão dos restos mato-grossenses. a pagar de 2007, “Vamos trabalhar 2008 e 2009. Bancada duro para que a De acordo volta Caixa Econômica com o decreto, a alertar Federal agilize a estão mantidas análise dos proas obras e serviprefeitos a jetos e os respecços inseridos nos agilizarem a tivos ministérios documentação restos a pagar de atendam os pre2007 e 2008, desfeitos, começande que tenham do logo a liberar o financeiro”, sido iniciadas até o dia 30 afirma o senador Delcídio do de abril de 2011, e os restos a Amaral, coordenador da ban- pagar de 2009, com prazo até cada sul-mato-grossense. o dia 30 de junho deste ano Ficou acordado que a para início de execução de bancada – os três senadores e obras e serviços, sob risco de os oito deputados, vai conver- cancelamento. sar com o governo, através dos Delcídio voltou a alertar seus ministros fazendo gestão os prefeitos no sentido de agifirme e efetiva em todos os lizar a documentação que por

Divulgação

ventura esteja faltando para evitar o risco de perder obra. “A minha assessoria está à disposição das prefeituras, tanto no meu escritório em Campo Grande, como aqui em Brasília, para a interlocução junto aos ministérios, e os prefeitos precisam ter a preocupação de colocar seu corpo técnico para sanar quaisquer pendências de projetos”, lembrou. Ainda conforme o Decreto nº 7.468, para que a obra seja iniciada até o próximo dia 30 de junho os projetos terão que ser aprovados até o dia 15 de maio e as licitações concluídas no início de junho. COORDENAÇÃO A reunião da bancada federal de Mato Grosso do Sul, esta semana em Brasília, tratou também sobre a saída do senador Delcídio da coordenação, conforme já previsto. “O acordo prevê um ano de

Bancada de MS luta pela manutenção dos investimentos do governo federal no Estado mandato à frente da bancada e o meu tempo acabou. Sou legalista e deixei claro nessa reunião que não sou candidato à reeleição. Acho que tem que

renovar porque a renovação é boa. Como agora foi um senador, pelo nosso acordo deve assumir um deputado. Deci-

dimos que os deputados se reúnam e escolham um nome, e que os três senadores vão acompanhar a escolha”, comentou.

Estado

MS quer R$ 100 milhões para 10 aeroportos Divulgação

Governador André, vice Simoni e Girotto em reunião com o ministro Bittencourt

D

OURADOS - O deputado federal Giroto (PR-MS) acompanhou o governador André Puccinelli (PMDB) e a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) em reunião na manhã de ontem em que solicitaram ao ministro da Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, R$ 100 milhões para reforma e ampliação de 10 aeroportos em Mato Grosso do Sul. Destes, são considerados prioritários as unidades de Três Lagoas e o aeródromo Santa Maria, em Campo Grande. De acordo com Puccinelli, a prioridade é o aeroporto de Três Lagoas em virtude do vertiginoso crescimento por causa da instalação da fábrica de fertilizantes da

Petrobras, fábrica de celulose, siderúrgica e a empresa Fibria cogita ampliar sua produção no município. São solicitados R$ 2,6 milhões para esta unidade. “Devem ser construídos mais 400 metros de pista”, explicou Puccinelli. A vice-governadora enfatizou que já existe a demanda de passageiros e que ela vai aumentar com a instalação da fábrica de fertilizantes da Petrobras. “Há a garantia de que a Petrobras vai investir R$ 2 milhões no local de recepção dos passageiros e três empresas já manifestaram interesse em operar no município: Azul, Trip e Passaredo”, destacou Tebet. Além deste aeroporto,

o governador enfatizou para o ministro que o “Governo do Estado se propõe a dar 20% de contrapartida, quando o normal é 10%”. O ministro Wagner Bittencourt enfatizou que conta com a participação do Governo do Estado e que vai elaborar uma “agenda de longo prazo” para o setor aeroviário e que pretende “trabalhar em conjunto”. De acordo com Giroto, os recursos seriam também para construção, reforma, ampliação e revitalização dos aeroportos de Dourados, Nova Andradina, Naviraí Paranaíba, Costa Rica, Coxim, Maracaju e São Gabriel do Oeste.


6

Economia Economia Economia

Economia

Economia Economia Economia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

P1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Desaceleração

Carga tributária afeta indústria de MS Falta de capital de giro e alto custo da matéria-prima também são causas do refreamento no 1º trimestre Divulgação

C

AMPO GRANDE - O primeiro trimestre deste ano foi marcado pela desaceleração do ritmo de produção industrial em Mato Grosso do Sul devido, principalmente, à elevada carga tributária e à baixa demanda por produtos industrializados registrada no período, segundo Sondagem Industrial realizada pelo Radar Industrial da Fiems junto às empresas do Estado. Ainda conforme os dados apurados, também aparecem como principais problemas enfrentados pelo setor no período a falta de capital de giro e o alto custo da matéria-prima. De um modo geral, os empresários industriais mostram-se insatisfeitos com as margens de lucro operacional Elevada carga tributária e baixa demanda trava ritmo de produção industrial em MS de suas empresas, com o indicador apurado alcançando 35,2 porte, constata-se que ocor- tanto, que em Mato Grosso do O índice referente à margem pontos, o mais baixo resultado reram importantes diferenças Sul os empresários industriais de lucro operacional somou dos últimos quatro trimestres. entre as avaliações dos esta- de empresas de pequeno porte apenas 33,3 pontos, resultado Quanto às condições de acesso belecimentos industriais de não se mostraram satisfeitos ainda menor que o observado pequeno, médio em nenhuma das condições na avaliação das empresas ao crédito e situe grande porte. avaliadas, já que todos os exclusivamente enquadradas ação financeira Industriais Para se ter idéia, resultados ficaram abaixo dos como de pequeno porte. geral da empreestão nas empresas in- 50 pontos. sa, os indicadoinsatisfeitos dustriais enquaJá no caso das empresas COMPORTAMENTO res alcançaram os Segundo o Radar da Fie50,7 e 52 pontos, com margens dradas no primei- enquadradas como de médio e ro grupo, os regrande porte dois dos três ínms, a atividade industrial respectivamente, de lucro sultados obtidos dices avaliados ficaram acima segue em ritmo moderado, sinalizando, desoperacional para a margem dos 50 pontos. Os resultados repetindo o comportamento te modo, que os de lucro opera- positivos foram obtidos nas observado no último levantaempresários industriais sul-mato-grossenses cional, condições de acesso ao avaliações quanto às con- mento. O índice da produção ainda estão satisfeitos com tais crédito e situação financeira dições de acesso ao credito industrial, comparado com o geral da empresa ficaram em e situação financeira geral período anterior, ficou em 40,6 condições. Contudo, quando os re- 43,1, 42,3 e 48,7 pontos, res- da empresa que alcançaram, pontos, adicionalmente, a fresultados são apresentados por pectivamente, indicando, por- igualmente, os 52,8 pontos. quência de respostas quanto ao

Indicadores Econômicos BOLSAS Ibovespa: -1,09% Pontos: 63.615,50 Máxima de +0,76% : 64.807 pontos Mínima de -1,20% : 63.548 pontos Volume: 6,76 bilhões Variação em 2011: -8,21% Variação no mês: -3,81% Ibovespa Futuro: -0,92% Pontos: 64.280 Máxima (pontos): 65.475 Mínima (pontos : 64.155

CÂMBIO - Dólar comercial no balcão Compra: R$ 1,6080 Venda: R$ 1,6100 Variação: +1,45% - Dólar Paralelo Compra: R$ 1,64 Venda: R$ 1,74 Variação: estável - Dólar Ptax Compra: R$ 1,6030 Venda: R$ 1,6050 Variação: +1,01% - Dólar Turismo Compra: R$ 1,5770 Venda: R$ 1,6830 Variação: -0,24% - Dólar Futuro (junho) Cotação: R$ 1,624,00 Variação: +1,75% - Euro Cotação: US$ 1,4825 (às 17h31) - Euro comercial Compra: R$ 2,3860 Venda: R$ 2,3890 Variação: +1,53% - Euro turismo Compra: R$ 2,3030 Venda: R$ 2,4700 Variação: +0,53%

BLUE CHIPS Telemar PN Preço: R$ 54,90 Variação: +2,14% Vale PNA N1 Preço: R$ 43,86 Variação: -1,64% Petrobras PN EJ Preço: R$ 25,32 Variação: -0,51% Bradesco PN ED N1 Preço: R$ 30,18 Variação: -0,07% Embratel PAR PN * Preço: R$ 8,70 Variação: estável Eletrobras PNB N1 Preço: R$ 28,91 Variação: +2,16% Usiminas PNA N1 Preço: R$ 15,00 Variação: -0,20% SID Nacional ON Preço: R$ 22,95 Variação: +0,70% Vivo PN Preço: R$ 62,52 Variação: -1,42% Cemig PN ED N1 Preço: R$ 30,35 Variação: +1,64%

JUROS - CDB prefixado de 30 dias, 12,04% ao ano. - Capital de giro, 14,96% ao ano. - Hot money, 1,36% ao mês. - CDI, 11,90% ao ano. - Over a 11,92%

GLOBAL 40 Cotação: 135,900 centavos de dólar Variação: estável

OURO - Ouro na Comex de Nova York Cotação: US$ 1,516,80 a onça-troy (1 onça-troy equivale a 31,1035 gramas) Variação: -1,06% às 17h33 - Ouro na BM&F Cotação: R$ 79,500 Variação: +1,27%

INFLAÇÃO Índices INPC (IBGE). IGP-M (FGV). IGP-DI (FGV).. IPA-DI (FGV). IPC-DI (FGV). IPC (FIPE). IPC (C. GDE). ICV (DIEESE). ICVM ORDEM. IPCA (IBGE). IPCA-E (IBGE). COB (Sinduscon). INCC (FGV). IPCE (PINI). IPA-M (FGV).

Fevereiro . 0,54. . 1,00. . 0,96. . 1,23. . 0,49. . 0,60. . 0,64. . 0,41. . -. . 0,80. . 0,16. . 0,16. . 0,28. . -. . 0,20.

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

Março 0,62 -

AcUMULADO

No ano 1,49 2,43 1,94 2,20 1,77 1,75 2,05 1,70 1,64 1,80 0,44 0,69 4,82 1,97

12 meses 6,36 10,95 11,11 13,69 6,02 6,05 6,61 6,26 5,35 6,01 6,08 5,64 7,44 4,71 13,93

IMPOSTO DE RENDA Base de cálculo

Alíquota %

7,5 15,0 22,5 27,5

Deduzir-R$

Isento 117,49 293,58 528,37 723,95

Deduções: R$ 157,47 por dependente; pensão alimentícia integral; contribuição ao INSS. Aposentado com 65 anos ou mais tem direito a uma dedução extra de R$ 1.566,61 no benefício recebido da previdência pública ou privada.

REAjUSTE DE ALUGUEL

- ABRil/2011

IGP-M (FGV) 1,1095 IPCA (IBGE) IGP-DI (FGV) INPC (IBGE) IPC- (FIPE) ICV (DIEESE) Obs.: Fatores representam a variação do indicador de reajuste nos últimos 12 meses.

POUPANÇA

UFIR

Novembro/2000 ----- R$ 1,0641

SALÁRIO MÍNIMO

ABRIL........................ R$ 545,00

UFERMS

ABRIL.......................... R$ 15,56

DÍVIDA EM TR ou TRD Dia do Vencimento

Fator de Atualização

ABRIL 23..............................0,01236253 24..............................0,01235860 25..............................0,01240076 26..............................0,01245497 27..............................0,01240017 28..............................0,01238713 29..............................0,01230457 30..............................0,01219140 MAIO 01..............................0,01214892 02..............................0,01212346 03..............................0,01220471 04..............................0,01232626 05..............................0,01233952 06..............................0,01227495 07..............................0,01220189 08..............................0,01221803 09..............................0,01213353 10..............................0,01229755

(Multiplique a quantidade de TR ou TRD do carnê pelo fator de atualização da data do vencimento. A aplicação desse fator único atualiza a dívida pela TR do dia do aniversário do contrato e converte o resultado para reais).

ABRIL 25 ------------------------------ 0,5549% 26 ------------------------------ 0,5606% 27 ------------------------------ 0,5839% 28 ------------------------------ 0,6236% MAIO 01 ------------------------------ 0,5371% 02 ------------------------------ 0,5158% 03 ------------------------------ 0,5483% 04 ------------------------------ 0,5934% 05 ------------------------------ 0,5626% 06 ------------------------------ 0,5887% 07 ------------------------------ 0,5828% 08 ------------------------------ 0,5612% 09 ------------------------------ 0,5365% 10 ------------------------------ 0,5603% 11 ------------------------------ 0,6036% 12 ------------------------------ 0,5631%

TBF

ABRIL 25 ------------------------------ 0,9596% 26 ------------------------------ 0,9210% 27 ------------------------------ 0,9453% 28 ------------------------------ 0,9358% 29 ------------------------------ 0,9412% MAIO 01 ------------------------------ 0,9683% 02 ------------------------------ 0,9938% 03 ------------------------------ 0,9945%

TR

ABRIL 25 ------------------------------ 0,1484% 26 ------------------------------ 0,1300% 27 ------------------------------ 0,1441% 28 ------------------------------ 0,1347% 29 ------------------------------ 0,1401% MAIO 01 ------------------------------ 0,1570% 02 ------------------------------ 0,1724% 03 ------------------------------ 0,1731%

AGROPECUÁRIA MILHO....................................................................R$ 25,00 (disponível) SOJA......................................................................R$ 39,00 (disponível)

BOI GORDO/à vista.................................... R$ 96,00 (Frigoforte e Brasil Global) vAcA GORDA/à vista................................. R$ 86,00 (Frigoforte e Brasil Global) * A partir de agora, preços pecuários só livres, com suspensão do Funrural

Fonte: GRANDE FM RURAL

sultado efetivo ocorre quando o índice fica em torno dos 50 pontos, sendo assim, valores inferiores a essa marca significam que os estoques estiveram abaixo, já os valores superiores sinalizam que os estoques foram maiores que os níveis planejados ou desejados para o período em questão. Por fim, a frequência das respostas quanto ao nível de estoque planejado e efetivo, apresentou a seguinte distribuição: muito acima do nível planejado 0%, moderadamente acima 9%, muito abaixo 9%, abaixo 23% e igual ao nível planejado ou esperado 59%. Quanto às expectativas para a demanda por seus produtos nos próximos seis meses, os industriais sul-mato-grossenses se mostraram otimistas, com o indicador alcançando a marca de 58,7 pontos. Comportamentos similares foram verificados quanto ao número de empregados com 54,8 pontos, compras de matérias primas com 60,3 pontos e quantidade exportada com 76,5 pontos, enquanto, nos quatro casos, indicadores acima dos 50 pontos significam a ocorrência de expectativas positivas para os próximos seis meses.

Empresariado

Fiems e BB viabilizam cursos em comércio exterior

C

(desconto na fonte) TABELA OFICIAL DA RECEITA FEDERAL

Até R$ 1.566,61. . De R$ 1.466,62..até R$ 2.347,85 De R$ 2.347,86 até R$ 3.130,51 De R$ 3.130,52 até R$ 3.911,63 Acima de R$ 3.911,63..

comportamento da produção industrial apresentou a seguinte distribuição: elevação acentuada 0%, elevação moderada 21%, queda acentuada 7%, queda moderada 29% e estabilidade 43%, sendo que, quanto à utilização da capacidade instalada, o índice alcançou a marca de 42,8 pontos. Em síntese, o desempenho ocorrido sinaliza que o uso das máquinas e equipamentos instalados nas plantas industriais pesquisadas em Mato Grosso do Sul foi inferior aquilo que é tido como usual para o período. Adicionalmente, a freqüência das respostas quanto à utilização da capacidade instalada, em relação ao que é tido como usual, apresentou a seguinte distribuição: muito acima do usual 0%, acima do usual 18%, muito abaixo do usual 3%, abaixo do usual 29% e igual ao usual 50%. Já o índice referente ao estoque de produtos finalizado ao fim do período ficou em 40,1 pontos, indicando, deste modo, que a quantidade de produtos finalizados esteve abaixo daquilo que foi planejado ou desejado pelos respondentes. Nesse caso, o indicativo de adequação entre os estoques planejados e o re-

AMPO GRANDE - O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Luiz Alves Pordeus Júnior, assinaram, na terça-feira, durante reunião no 5º do Edifício Casa da Indústria, convênio para o oferecimento de cursos de capacitação de empresários em comércio exterior a partir de 17 de maio. “Essa parceria vai estreitar ainda mais a relação que temos com o Banco do Brasil em um momento em que o Estado está amadurecendo com o setor industrial em pleno avanço”, disse. Sérgio Longen acrescenta que o IEL, por meio do CIN (Centro Internacional de Negócios), está intensificando a capacitação de empresas exportadoras para a emissão digital de Certificado de Origem, já que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior estabeleceu o dia 1º de julho deste ano como data limite para implantação do sistema. “As empresas que exportam precisam estar atentas porque só poderão emitir os Certificados de Origem com entidades que têm o sistema digital implantado”, pontuou, reforçando a importância dos cursos de capacitação que serão realizados por meio da parceria com o BB. EXPERIÊNCIA Luiz Alves Pordeus Júnior ressalta que é muito importante a assinatura desse convênio, principalmente por ser mais uma parceria do Banco do Brasil com o Sistema Fiems, com quem já realiza várias

ações, em especial, na parte de divulgação do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste). “Vamos aproveitar a experiência do Branco do Brasil na área de comércio exterior com a tradição e trabalho forte que o IEL, por meio do CIN, faz junto ao empresariado estadual. Acredito que será muito proveitoso, pois vai resultar em treinamento para os empresários do Estado”, avaliou. O superintendente do IEL, Bergson Amarilla, explica que, na prática, o CIN da Fiems vai expandir sua atuação na área internacional com a parceria do Banco do Brasil. “Esse convênio vem a calhar, pois permitirá a realização de nove treinamentos em sequência para vários municípios do Estado, capacitando empresários para exportar e importar. Enfim, daremos toda a assistência para melhorar esse tipo de atividade em Mato Grosso do Sul”, pontuou. O coordenador do CIN da Fiems, Fábio Fonseca, reforça que os nove cursos programados são de proteção financeira, financiamento à exportação, práticas cambiais, carta de crédito, importação, drawback (regime aduaneiro especial que consiste na suspensão ou eliminação de tributos incidentes sobre insumos importados para utilização em produto exportado), fundamentos de câmbio financeiro, exportação e exportação módulo II. “Na Capital, os cursos serão na nova sede do IEL, na Avenida Afonso Pena, começando a partir de 17 de maio e terminando no dia 6 de dezembro”, informou.


P1 6

Brasil Brasil Brasil Brasil Brasil

Brasil

Brasil Brasil Brasil Brasil Brasil

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

P1 7

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Mínimo deveria ter sido de R$ 2.255,84 em abril

Divulgação

de aulas. Levam as crianças para passear e até trouxeram equipe de funk, mas nenhuma palavra sobre o estudo”, disse Eliane Ferreira, de 26 anos, cujos dois filhos adolescentes presenciaram o massacre, mas não obtiveram o atendimento psicológico prometido pela Secretaria Municipal de Educação. Na opinião de alguns pais, outro passeio de gosto duvidoso foi levar os 50 alunos das salas onde o atirador matou 12 estudantes para visitar o Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo (zona sul). Os alunos das turmas do 7º e 8º ano visitaram o museu com armas e roupas usadas pelos soldados na 2ª Guerra Mundial. Na ocasião, as professoras alegaram que a intenção da atividade era “retirar as crianças do ambiente da tragédia”.

Pedidos de transferência

Cálculo foi feito com base na Pesquisa Nacional da Cesta Básica do mês passado São Paulo - O salário mínimo do trabalhador do País deveria ter sido de R$ 2.255,84 em abril para que ele suprisse suas necessidades básicas e da família, conforme estudo divulgado ontem pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A constatação foi feita por meio da utilização da Pesquisa Nacional da Cesta Básica do mês passado, realizada pela instituição em 17 capitais do Brasil. Com base no maior valor apurado para a cesta no período, de R$ 268,52, em São Paulo, e levando em consideração o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência, o Dieese calculou que o mínimo deveria ter sido 4,14 vezes maior do que o piso vigente no Brasil, de R$ 545. O valor é maior do que o apurado para março, quando o mínimo necessário foi estimado em R$ 2.247,94 (4,12 vezes o piso em vigor). Em abril de 2010, o Dieese calculava o valor necessário em R$ 2.257,52, ou 4,42 vezes o mínimo então em vigor, de R$ 510. A instituição também informou que o tempo médio de trabalho necessário para que o brasileiro que ganha salário mínimo pudesse adquirir, em abril de 2011, o conjunto de bens essenciais diminuiu, na comparação com o mês anterior e com o mesmo período do ano passado. Na média das 17 cidades pesquisas pela instituição, o trabalhador que ganha salário mínimo necessitou cumprir uma jornada de 94 horas e 41 minutos para realizar a mesma compra que, em março, exigia a realização de 96 horas e 13 minutos. Em abril de 2010, a mesma compra necessitava o cumprimento de 98 horas e 44 minutos.

Pais de Realengo

Rio - Pais dos alunos da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do

Rio de Janeiro, reclamam que quase um mês após massacre de 12 estudantes as aulas não foram retomadas e os psicólogos prometidos pela Prefeitura do Rio desapareceram. “Depois que a

mídia foi embora, os assistentes sociais e psicólogos sumiram. Os pais que não podem pedir transferência já aceitam que o ano letivo foi perdido, pois a escola entrou em obras e até agora nada

Rio - Desde o massacre ocorrido no mês passado foram feitos pelo menos 30 pedidos de transferências e 21 novos pedidos de matrículas na escola. Insatisfeitos, os pais planejam uma manifestação. O Estado tentou contato com a Secretaria Municipal de Educação, mas não houve retorno. Na manhã do dia 7 de abril, o ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, entrou no colégio com a justificativa de que pegaria um histórico escolar. Ele entrou em duas salas e matou 12 estudantes, com idades entre 12 e 14 anos. O atirador deixou cartas e vídeos nos quais alegava que a motivação da chacina era a vingança pelo bullying que sofreu na escola. Dois feridos permanecem internados, mas não correm risco de morrer.

Recriação da CPMF

Brasília - O ministro da

Saúde, Alexandre Padilha, reafirmou ontem que o governo não pretende tomar nenhuma iniciativa para recriar a CPMF, o antigo imposto sobre movimentações financeiras. “Não entro nesse Fla x Flu que virou o tema da CPMF. No governo da presidente Dilma Rousseff, nunca discutimos a hipótese de reedição da CPMF para financiar a saúde”, declarou, após participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. Padilha acrescentou que sua missão à frente do ministério é “reforçar e aprimorar os mecanismos de gestão”, a fim de ter cada vez mais controle sobre os recursos da saúde e maior capacidade de definição das metas da União, Estados e municípios no setor. “Para que os recursos sejam cada vez mais bem investidos”, reforçou.

Inundações em Alagoas

Maceió - Pelo menos dez municípios de Alagoas foram afetados pela elevação dos níveis dos rios e decretaram estado de emergência. Boletim meteorológico divulgado ontem pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) informa que a região continuará sendo atingida por chuvas durante toda esta semana, principalmente na Zona da Mata e no Litoral Norte. O governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) sobrevoou parte das áreas atingidas e disse que os estragos são grandes. O tucano anunciou uma viagem a Brasília hoje para buscar ajuda do governo federal. De acordo a Defesa Civil, uma criança morreu e cerca de 6 mil pessoas já foram afetadas pelas inundações. As cidades mais atingidas são Japaratinga, Jacuípe, Colônia Leopoldina, Jundiá, Novo Lino, São Luis do Quitunde, São Miguel dos Milagres, Campestre, Porto de Pedras e Paripueira.

Resgate de corpos

Paris - Localizadas as caixas-pretas do Airbus do voo AF447, entre Rio de Janeiro e Paris, uma etapa ainda mais complexa e delicada está em curso. O governo francês confirmou ao Grupo Estado que uma equipe a bordo do navio Ile de Sein está tentando resgatar os corpos das 228 vítimas do acidente no Oceano Atlântico. A ordem para a tentativa de içamento foi data pela Justiça. A confirmação foi feita à reportagem pelo embaixador Philippe Vinogradoff, diplomata destacado pelo Ministério das Relações Exteriores da França para manter contato com as famílias de vítimas. Na terça-feira, Vinogradoff enviou uma carta aos parentes informando que uma tentativa seria realizada com um dos corpos. Só então, diante do sucesso ou não da iniciativa, seria tentado o resgate dos restantes. “A decisão não foi tomada pelo governo francês, mas pela Justiça da França, que faz a investigação judiciária”, disse o embaixador. “A bordo, estavam se preparando para fazer uma tentativa.”

Associação de Familiares

Rio - No Rio de Janeiro, Nelson Faria Marinho, presidente da Associação de Familiares de Vítimas do Voo AF-447, mostrou-se inconformado com a tentativa de resgate em curso. Segundo ele, a operação tem de tentar trazer à superfície toda a estrutura do avião na qual estão presos os corpos de passageiros, e não tentar um a um. “Nós discordamos do procedimento. Queremos todos os corpos, porque as famílias precisam disso para realizar os sepultamentos e encerrar a vida das vítimas”, afirmou. “Caso contrário, a operação só vai trazer mais indignação e sofrimento a todos.”


COluna

Mulher ADILES DO AMARAL TORRES

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Raio-X Camila Loureiro de Oliveira Profissão: Empresária Apiários Flor Selvagem; Seu signo: Capricórnio; Estilo musical: MPB; Tipo de leitura: Onfológica; lugar inesquecível: Chapada dos Guimarães - MT; Prato preferido: Culinária Indiana; Perfume preferido: L'occitane "Fleur de cerisier"; Objeto de estimação: Plantas e pedras; Paixão: Meus cachorros; O que não pode faltar em casa: Comida; Elegância: Simplicidade; Ídolo: Pai; Medo: Doença; Seu maior defeito: Ansiedade; Sua maior qualidade:

dica Fugir da ação do frio

Determinação; Seu maior orgulho: Minha grande família; O que levanta seu astral: Minha mãe Telma; O que é fundamental: Trabalho e prazer; Você, em uma palavra: Mulher.

receita

Camarão na moranga com queijo

Banho: O ideal é usar sabonete neutro, de glicerina ou de aveia. Sabonetes hidratantes à base de erva-doce são ótima saída. Tome banho rápido e não muito quente. Pele: Diferencie as peles do rosto e do corpo. Elas merecem cuidados distintos. As secas devem receber filtro solar durante o dia e hidratante à noite. Já nas oleosas, usa-se filtro solar do tipo oil free (sem óleo) e hidratante à noite. Sabonetes elaborados com enxofre que ajudam a retirar bastante a oleosidade da pele também devem ser utilizados. lábios: Hidrate-os sempre. Se você não usa batom, passe um hidratante ou filtro solar. A manteiga de cacau também é uma boa saída. Corpo: Mantenha o hidratante e tome bastante líquido. Use roupas que combatam o frio, mas que sejam leves.

InGREDIEnTES: 1 kg de camarão médio; Quatro colheres (sopa) de azeite; dois dentes de alho; uma cebola; cinco tomates sem sementes; sal e pimenta a gosto; uma lata de creme de leite sem soro; 300g de requeijão cremoso; uma moranga. MODO DE PREPaRO: Iniciar o preparo retirando a tampa da moranga e, em seguida, as sementes. Lavar a moranga e enrolar em um papel alumínio, levando para assar por 45 minutos no forno. Reservar. Em um panela, aquecer o azeite e refogar o alho e a cebola. Acrescentar os tomates picados, a pimenta e o sal. Desligar o fogo e adicionar o creme de leite no preparo. A seguir, colocar os camarões aferventados. Cozinhar por aproximadamente cinco minutos e reservar. Por fim, espalhar o requeijão dentro da moranga, que estava reservada, e concluir acrescentando o creme de camarão.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

Pedofilia

Crime sexual se alastra em Dourados Casos que antes só aconteciam na periferia chegam aos bairros nobres; este ano 18 crianças já foram estupradas Valéria Araújo

D

OURADOS – Os crimes sexuais vitimando crianças se alastraram nos bairros. De acordo com uma pesquisa do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) de Dourados, casos que antes eram registrados apenas na periferia chegaram

à área central e bairros nobres. detectar quais os bairros com De acordo com a coordena- maior índice de crimes sexudora do Creas, a ais infantis. Na pedagoga Marísia em dois dias época lideravam de Paula BranCentro recebe nas estatísticas os dão Martins, de bairros Cachoei5 casos de 100% dos casos, rinha, Vila Valdeestupro entre rez e Brasil 500. entre 5% a 10% crianças de 7 Hoje, segundo ocorrem fora da a 11 anos periferia. Segunela, fica difícil do ela, há 5 anos, indicar com preo mapa do Creas chegava a cisão esses pontos, devido a

diversidade dos crimes que vitimizam crianças. Os números não param de crescer. Conforme o Creas, de janeiro a maio deste ano, já foram registrados 21 casos de violência contra crianças. Destes, 18 são estupros. Os demais são exploração sexual e pedofilia. Todas as vítimas têm entre 7 a 10 anos. Destes casos, cinco foram registrados somente no último dia 2 deste mês. De acordo com a coordenadora, todos os agressores foram pessoas próximas às vítimas. “São parentes ou vizinhos, que atraíram as crianças com doação de dinheiro, doces, brinquedos e até alimentos”, diz, lembrando que nos últimos cinco anos em Dourados, a criança mais nova vítima de violência sexual tinha 2 anos quando foi abusada. O agressor foi o próprio pai. Marísia acredita que com o avanço e maior acesso a internet, os números de crimes sexuais como a pedofilia, por exemplo, aumentaram 10% nos últimos anos. Segundo ela, este acréscimo nas denúncias está relacionado a conscientização das pessoas. “Em todas as nossas campanhas levamos

Hedio Fazan

Coordenadora do Creas mostra o mapa de índice muitas informações sobre a importância de se denunciar e como fazer isto”, disse. O Creas oferece em Dourados todo o atendimento a vítimas e familiares de crianças e adolescentes que sofreram violência. São psicólogos, advogados entre outros profissionais disponibilizados o tempo que for necessário, para reintegrar a criança à sociedade e protege-la de agressões. JUSTIÇA O Juiz da Vara da Infância de Dourados, Zaloar Murat Martins, diz que o judiciário vem cumprindo seu papel

para inibir o problema. Segundo ele, prova disso são as fiscalizações realizadas pela Vara da Infância em motéis e casas noturnas. Ações previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) prevê multas administrativas aos responsáveis por estes estabelecimentos que permitem a presença de menores, muitas das vezes vítimas de exploração sexual. Diante do flagrante, segundo Zaloar, o caso é encaminhado para a Polícia Civil e até mesmo para o Ministério Público, que após investigação minuciosa aciona a Justiça.

Saúde

Vigilância faz 7.700 visitas em bairros

D

OURADOS - A Vigilância em Saúde apresentou um balanço geral das ações compartilhadas realizadas em vários bairros. Conforme o relatório, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) realizou 7.700 visitas a residências, fiscalizando e levando orientações principalmente sobre a dengue e outras doenças, como a leishmaniose. No caso da dengue, mais de sete mil visitas realizadas em abril, o CCZ emitiu 638 notificações por irregularidades, aplicando a chamada Lei da Dengue. Em relação ao monitoramento da leishmaniose desenvolvido pela equipe, foram coletadas pelo menos 135 amostras de sangue e emitidas

57 notificações por infração à lei de controle animal. Durante as ações compartilhadas, a Vigilância Sanitária atendeu 37 denúncias e visitou 119 estabelecimentos para liberação de alvarás. O resultado foi a emissão de 45 notificações e apreensão de 426,5 kg de produtos comercializados de forma irregular, desobedecendo a legislação. Grande parte era considerada clandestina, não constando o registro de origem. Já o núcleo de imunização aplicou 428 doses de vacinas diversas, incluindo 214 doses para hepatite, 131 para a Dupla Viral Adulto, 100 para pneumonia, 17 da tríplice viral, 14 contra febre amarela, duas anti-rábica humana e uma contra poliomielite.

Assim como a Vigilância Epidemiológica, o núcleo de imunização também realizou palestras voltadas aos moradores. De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde de Dourados, Eduardo Arteiro Marcondes, as ações compartilhadas foram realizadas em seis regiões da cidade, tendo como base seis unidades de saúde da rede de atenção básica. O objetivo é levar o serviço à população e dar suportes aos postos de saúde. Marcondes ressalta que independente das ações os núcleos continuam suas atuações específicas regularmente, mas com um foco todo voltado à prestação de serviços às pessoas, tendo como meta a prevenção de doenças.


2

Dia a Dia Dia a Dia Dia a Dia

Dia a Dia

Dia a Dia Dia a Dia Dia a Dia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 maio de 2011

D1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------o proGrEsso

Confecção

Expoem começa hoje em Dourados O evento, que prossegue até domingo das 14 às 22h, é uma excelente oportunidade de realização de negócios

D

OURADOS - O Sin- Lomba, a expectativa é de que vesul (Sindicato das 8 mil pessoas visitem o local Empresas do Ves- durante os quatro dias de eventuário Industrial da to, que terá uma vasta prograRegião Sul de Mato Grosso mação, incluindo palestras do Sul) abre hoje, às 19h, no do setor do vestuário e têxtil, Pavilhão de Eventos Dom desfiles de moda e atividades Teodardo Leitz, em Dou- culturais. Entre as palestras rados, a edição a serem realiza2011 da Expoem das está prevista Neste ano, (Exposição de a do consultor 60 Empreendedodo Senai Cetiexpositores rismo e Moda de qt (Centro de Mato Grosso do vão participar Tecnologia da Sul). O evento, da Expoem em Indústria Quíque prossegue mica e Têxtil), Dourados até domingo (8) Paulo Nunes de sempre das 14 às Araújo, que será 22h, é uma excelente oportu- realizada no sábado às 14h. nidade de integração e realização de negócios. ExpositorEs Segundo o presidente do O Sindivest/MS vai parSinvesul, Gilson Lomba, neste ticipar da Expoem como ano 60 expositores vão parti- expositor e além de divulgar cipar da Expoem, que também as ações praticadas pela enticonta com a participação do dade também vai levar para o CetecSenai Dourados, Sesi de evento produtos e marcas das Dourados e do Sindivest/MS empresas que estão filiadas ao (Sindicato da Indústria do sindicato. Segundo o empreVestuário e Têxtil de Mato sário Audionor Miranda Neto, Grosso do Sul). “O setor da se- a Max-Fe Pantana Tur é uma rigrafia também vai apresentar das empresas que vão particiequipamentos e novidades em par do evento para divulgar a tintas. Também teremos um marca e fechar negócios. “É espaço com monitores para as a primeira vez que participacrianças”, declarou. mos do evento e temos uma Ainda segundo Gilson expectativa positiva”, disse.

Divulgação

Além do setor do vestuário, haverá também serviços na área de beleza durante a Expoem que começa hoje Além do Sindivest/MS, o CetecSenai Dourados também vai participar da Expoem, fazendo a divulgação dos cursos e serviços na área do vestuário. No estande da entidade também será possível obter

dicas de moda de uma personal stylist, que vai utilizar peças das empresas participantes para compor diferentes visuais. No local também será realizada a palestra “Protegendo

suas Ideias”, com o consultor do CetecSenai Dourados, Marcos Dias de Paula, com orientações sobre a importância do registro de marcas para o setor do vestuário e a valorização atribuída a produtos com mar-

cas registradas. Já o estande do Sesi de Dourados levará o Circuito Saúde, que inclui medida antropométrica, aferição de pressão arterial, perfil glicêmico, orientação nutricional e massagem relaxante.

Ação

Reunião

Câmara Municipal recebe ishy propõe audiência vereadores de Fátima do sul sobre meio ambiente

D

OURADOS - O presidente Idenor Machado (DEM) recebeu na tarde de ontem, no plenarinho da Câmara Municipal, a vereadora Maria Jorge Leite (PR), ‘Mariquinha, presidente da Câmara de Fátima do Sul e os vereadores Alberto José Vieira (PMDB), ‘Bebeto’, Nilce Maria (PR) e a presidente do Hospital do Câncer, Virginia Magrini. Durante o encontro foi discutido a possibilidade das Câmaras dos municípios do Conesul do Estado trabalharem no intuito de realizar um evento para arrecadar fundos para concluir o Hospital do Câncer. Uma das propostas apresentadas pelos vereadores de Fátima do Sul seria a realização de um leilão de gado envolvendo todos os municípios para destinar a renda ao hospital. Para a presidente da Câmara de Fátima do Sul a proposta será viável, desde que todos os municípios colaborem dentro da possibilidade de cada região. “Estas localidades são responsáveis por uma demanda diária de pacientes com câncer que são levados à Dourados e, com este evento,

seria uma forma de valorizar e ajudar este importante empreendimento na cidade”, afirmou. Segundo a presidente do Hospital do Câncer, Virginia Magrini, a unidade hoje realiza pelo menos mil atendimentos diários, em uma área de 1600 metros quadros construído. “Somos responsáveis em atender não somente Dourados, mas também todos os municípios da Grande Dourados, sem custo algum ao paciente, através de convênios e SUS, sem demanda reprimida. Contudo, muito ainda falta ser feito, como, setor de pediatria, conclusão das salas de quimioterapia e despesas com mão de obra”, relatou Magrini. Para o presidente Idenor Machado, a iniciativa de realizar o leilão deve partir da Câmara de Dourados para os demais municípios, envolvendo todas as Câmaras Legislativas do município. Ficou definida uma reunião com todos os municípios, no dia 20 de maio às 14h, na Câmara de Dourados, para definir uma comissão responsável para organização do evento.

D

OURADOS - Na manhã de anteontem, o vereador Elias Ishy visitou a Agecold (Associação dos Agentes Ecológicos de Dourados). O vereador foi recebido pela presidenta da associação, Maria Lúcia Coutinho, e pela funcionária do Semed (Secretaria Municipal de Educação), Ivete Cavedon Pedroso. A Agecold existe desde 2004 e surgiu de uma associação entre os catadores de materiais depositados como lixo, mas que podem ser reaproveitados. A empresa recebe de 60 a 70 toneladas por mês de materiais vindos da coleta seletiva, mas apenas 15%, cerca de 10 toneladas, se transformam em matéria prima a ser vendida para indústrias de reciclagem. É da venda do material reciclável que a associação tira seu sustento. Para o vereador Elias Ishy o trabalho realizado pela Agecold é de extrema importância para a cidade de Dourados, tanto do ponto de vista ambiental, quanto social. AUDiÊNCiA Elias Ishy é o proponente

Divulgação

Vereador Elias Ishy (PT) de uma Audiência Pública que deve ser realizada no dia 10 de junho, que vai ao encontro do tema da Campanha da Fraternidade deste ano: Fraternidade e Vida no Planeta. Através de parcerias com as entidades – como a Agecold, o Comdam (Conselho Municipal de Meio Ambiente), o Comitê de Defesa Popular, além da igreja católica, das universidades e escolas do município – Elias irá propor um amplo debate para a sociedade douradense a respeito das políticas públicas municipais com relação às questões ambientais.


d1

dia a dia dia a dia dia a dia

dia a dia

dia a dia dia a dia dia a dia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 maio de 2011

3

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------o pRogResso

Saúde

Consulta passa a ser por agendamento Objetivo da Prefeitura é diminuir filas por atendimento nas unidades de saúde; programa já apresenta resultado Divulgação

D

OURADOS - Dentro do novo modelo de saúde que está sendo implantado pelo prefeito Murilo Zauith, um dos problemas que mais preocupam a administração municipal é o atendimento nas unidades básicas de saúde, principalmente em relação às filas, demora no atendimento e necessidade de chegar às 6h da manhã para conseguir uma vaga. Essa realidade já começou a mudar em algumas unidades com o sistema de agendamento de consultas, colocado em prática pela Secretaria Municipal de Saúde. A secretária Sílvia Bosso informou que aos poucos as Secretária Sílvia Bosso e a equipe de coordenação da unidade do Jardim Cuiabazinho pelo médico”. unidades estão se adequando plicou que o agendamento pode reclamações. Sílvia Bosso, que visitou Segundo o prefeito Mua esse novo procedimento ser feito a qualquer horário do dia, sem a ne- a unidade do Jardim Cuiabazi- rilo Zauith, a saúde básica é e garantiu que cessidade pegar nho na manhã de ontem, disse de responsabilidade excluem poucos dias sistema senha para agen- que o sistema é simples. “O siva do município e esse é o todos os postos de dar uma consul- agendamento auxilia na organi- foco da atual administração. de saúde estarão triagem ta. Existe ainda zação do serviço e garante me- “Conseguindo organizar essa atendendo com analisa os um sistema de lhor qualidade do atendimento porta de entrada na área de consultas agencasos mais triagem que ana- prestado”. A secretária ressal- saúde, certamente daremos dadas. urgentes lisa os casos mais tou que os funcionários estão um grande passo para reduzir Uma das urgentes para de- se adequando e atentos para os problemas que afetam a primeiras unidades a se adequar a esse sistema finir a ordem da agenda. As detalhes que possam melhorar população”, avaliou. O prefeito disse que as é a do Jardim Cuiabazinho, emergências têm prioridade e ainda mais o atendimento. mudanças em busca de um que atende uma média de 150 são atendidas entre uma e outra Resultado positivo atendimento digno na saúde pacientes por dia. A mudança consulta agendada. Patrícia Lima Almeida, O aposentado João de pública não param por aí. é visível para quem visita o posto de saúde. Não existe também da coordenação, ex- Matos Brandão, que há quatro A Prefeitura está investindo mais aglomeração. O pacien- plica que o novo sistema faci- meses faz tratamento naquela também em palestras e capacite chega na hora marcada e lita até mesmo para o funcio- unidade, relatou que muitas tação dos servidores da saúde, aguarda poucos minutos até nário que, trabalha com mais vezes voltou para casa sem para mudar a relação entre ser chamado para a consulta. tranquilidade e ainda pode dar atendimento, por falta de vaga. funcionário e paciente. No enmaior atenção ao paciente. Ele conta que hoje é diferente. tendimento de Murilo Zauith, Segundo ela, a partir do mo- “Não preciso mais chegar de quem procura a saúde precisa agendamento Uma das coordenadoras mento em que o novo sistema madrugada no posto, sair ao ter toda a atenção, desde o da unidade, Elaine Canato, ex- foi adotado, não houve mais meio dia, e às vezes sem passar atendente até o médico.

Acessibilidade

Evento

Vereador Cemar Arnal, que teve o projeto aprovado

oligran será aberta na sexta-feira

D

OURADOS - A Unigran abre, na sextafeira (13) as Olimpíadas da Instituição, Oligran. Ao longo de 17 anos de evento a abertura oficial recebe toda a comunidade com apresentações culturais, do grupo Ginasloucos e com o tradicional concurso de beleza “Garoto e Garota Oligran”. Os preparativos para a 17ª edição do evento começaram no mês de março e já estão em fase final. O curso de Educação Física, promotor do evento, inova a cada ano. O coordenador Carlos Muchão Castilho afirma que as expectativas para a Oligran 2011 são positivas, considerando que todos os cursos da Unigran já fizeram inscrição para participar do evento. A professora Zélia Pa-

15 casais foram selecionados para o Garoto e Garota Oligran risotto disse que o tema da Abertura da XVII Oligran é “Preservação Ambiental”. De acordo com a educadora, o tema deve estar presente em eventos como esse. “A preocupação com as gerações futuras, em relação à preservação do meio ambiente, é uma coisa muito atual e isso é uma

maneira de sensibilizar, de despertar a atenção das pessoas da região”, apontou. Zélia Parisotto, que é responsável pelas apresentações de dança, falou sobre os preparativos para as apresentações. “Estamos trabalhando a dois meses na organização de músicas e adereços, na pesquisa de

pessoas para ajudar, pois tudo deve ser pesquisado”. Ao todo serão realizadas sete danças, com a participação de aproximadamente 300 alunos. A acadêmica Gabriela Simone Souza, do 1º semestre de Educação Física, contou que no início dos ensaios todos os colegas estavam nervosos com a responsabilidade, mas que agora todos já estão mais soltos, na expectativa pela apresentação, no dia da abertura. Além da abertura oficial da Oligran, que acontece no dia 13, às 19h, no Ginásio da Instituição, os acadêmicos participam do evento ao longo de duas semanas. Em 2011 a Olimpíada da Unigran realiza 200 jogos de quadra e competições além quadra, como torneios de tênis de mesa e xadrez.

aprovado projeto de Cemar arnal

D

OURADOS - A Câmara de Dourados aprovou na sessão de segunda-feira, em primeira votação, projeto de lei do vereador Cemar Arnal (PDT), dispondo sobre parada obrigatória de ônibus nos pontos para deficientes físicos. A lei estabelece que “todas as empresas de transporte coletivo urbano do município de Dourados estão dispensadas de obedecer aos locais de paradas obrigatórias ou preestabelecidas dos pontos de ônibus, para efeito de embarque e desembarque de passageiro deficiente físico. Todos os ônibus deverão parar nos locais indicados por estes, desde que respeitando os itinerários originais das linhas e os preceitos decorrentes da correta condução de veículos esculpidos pelo Código Nacio-

nal de Trânsito”. Cemar explica que o seu projeto tem por finalidade facilitar a vida das pessoas portadoras de deficiência física, dispensando a parada obrigatória dos ônibus somente nos pontos de embarque e desembarque de passageiros. “Assim, podemos dar maior atenção e proteção aos cidadãos com deficiência física, proporcionando uma condição de vida mais digna e sem qualquer discriminação”, diz. O vereador justifica ainda que a lei facilitará a atuação de várias entidades que trabalham com os deficientes físicos, “que pela distância e locais impróprios de embarque e desembarque, praticamente inviabiliza o acesso dessas pessoas em projetos e ações de cunho social”. Eder Gonçalves


D1 Dia a Dia

Dia a Dia Dia a Dia

Dia a Dia

Dia a Dia Dia a Dia Dia a Dia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

4

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Agilidade

Geraldo cobra serviço de hemodiálise Deputado vai abordar assunto na audiência pública sobre renais crônicos nesta quinta-feira

D

OURADOS - O de- Grande Dourados (UFGD), putado federal Geral- que seria a instituição respondo Resende (PMDB) sável pelo novo serviço. “Vou está propondo a im- lutar com todas as minhas plantação de um novo serviço energias para que esse projeto de terapia renal substitutiva se torne realidade”, salienta. (também conhecida como A realização da audiência hemodiálise) em Dourados, pública com o tema “Renais para atender pacientes de Crônicos: Direito à Vida” é toda a região, como solução uma iniciativa de Geraldo Reà falta de vagas sende e da Câmaque acontece ra de Vereadores Geraldo atualmente. O de Dourados, em Resende vai parlamentar parceria com os assumir o vai apresentar compromisso vereadores Wala proposta duter Hora (PPS) de lutar pelos rante a audiêne Délia Razuk recursos cia pública que (PMDB). será realizada O objetivo é hoje (5), a partir das 18h30 propiciar uma ampla discusna Câmara de Vereadores de são, com todas as partes enDourados. volvidas na questão. “Teremos Geraldo Resende também palestras com autoridades do vai assumir o compromisso de setor, além de especialistas, lutar pelos recursos junto ao para que possamos fazer um Governo Federal, para via- diagnóstico completo da situbilizar a proposta. De acordo ação”, propõe Geraldo. com o parlamentar, o assunto De acordo com o depujá vem sendo discutido há tado, as discussões também vários meses com a direção do irão envolver a questão da Hospital Universitário (HU) desativação da Central de e da Universidade Federal da Transplantes de Mato Grosso

Hedio Fazan

do Sul, “fato que vem trazendo grande sofrimento para os doentes renais crônicos, que aguardam ansiosamente a doação de um rim e estão impedidos de fazer o transplante”. PROGRAMAÇÃO A primeira palestra vai abordar um assunto técnico e será proferida pelo diretor da Clínica do Rim, Odailton Ribeiro dos Santos, cujo tema será “As opções de tratamento para insuficiência renal crônica”, com início às 18h45. Em seguida (às 19h15), falará o presidente da Associação dos Doentes Renais Crônicos e Transplantados de Dourados (Renassul) José Feliciano de Paiva. O diretor da Clínica do Rim volta, logo em seguida (às 19h25), com nova palestra cujo tema será “Alternativas à falta de vagas para hemodiálise em Dourados”. Na sequência (às 19h35), acontecerá a palestra do diretor do Hospital Universitário de Dourados

O novo serviço de hemodiálise poderá pôr fim à falta de vagas para pacientes Wedson Desidério (ou de seu representante) com o tema “Hemodiálise e Credenciamento do HU: Propostas e Desafios”. A palestra seguinte, marcada para as 19h45, será da secretária municipal de Saúde Silvia Bosso, que

Síndrome de Berger

Pacientes terão acesso gratuito à medicação

D

OURADOS - A rede pública de saúde de Dourados deve fornecer a todos os portadores da Síndrome de Berger o acesso ao medicamento micofenalato mofetil 360mg, necessário para melhor funcionamento dos rins. A obrigatoriedade foi determinada pelo Tribunal Regional Federal da

3ª Região (TRF3) em ação promovida pelo Ministério Público Federal (MPF). O medicamento, de alto custo e de uso contínuo, é indispensável para portadores da síndrome – doença que afeta a atividade dos rins e pode levar à insuficiência renal crônica. A medicação, que antes era fornecida apenas a pacientes

transplantados, agora deve ser distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Dourados a todos os portadores da doença que comprovarem a necessidade e a ausência de recursos para custear o remédio. GRAtuiDADE A decisão judicial foi com base em ação do Ministério Público Federal que conseguiu na justiça que o medicamento fosse fornecido a uma jovem. Segundo o MPF, em agravo ao TRF3, o acesso à medicação não deve ser restrito à menina, mas sim favorecer a todos os cidadãos que sofrem da doença no município, sob pena de violação do princípio da igualdade. De acordo com o procurador da República Raphael Otávio Bueno Santos, que atuou no caso, não é válido o argumento quanto ao elevado custo em fornecer o medicamento. “Mais caro é o sustento dos cidadãos acometidos pelas consequências graves da doença, que o custeio do tratamento adequado pelo Poder Público”.

falará sobre “Dourados como referência na Hemodiálise: Compromisso do SUS”. Finalizando as palestras, às 19h55, deverá se pronunciar a secretária estadual de Saúde Beatriz Dobashi, que abordará o seguinte tema: “O

gestor estadual e os pacientes renais crônicos da Grande Dourados”. Às 20h, deverão ter início os debates, com o direito à fala dos participantes do plenário, seguidos das considerações finais dos membros da Mesa.

Mudança

Judiciário terá que se adaptar ao novo horário

D

OURADOS - O presidente da OAB/MS, Leonardo Duarte, foi informado que os Tribunais de Justiça de todo o país terão 60 dias para se adaptar ao novo horário de atendimento ao público, segundo resolução 130 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), publicada na segunda-feira (2). O normativo, que altera a resolução 88, estabelece como regra geral que o atendimento ao público deve ser feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, no mínimo. A Resolução 130 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que estabelece horário de funcionamento dos tribunais, já está disponível no site do CNJ, foi provocada pela Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional de Mato Grosso do Sul, que havia impetrado ação contra o funcio-

namento em horário reduzido dos órgãos da Justiça. Segundo o CNJ, a nova norma estabelece como regra geral que o atendimento ao público deve ser feito das 9 às 18h, no mínimo, e de segunda a sexta-feira. Mas permite a adoção da jornada de oito horas diárias, em dois turnos, com intervalo para o almoço, “no caso de insuficiência de recursos humanos ou de necessidade de respeito a costumes locais “. “O objetivo é adequar a norma à realidade de algumas unidades da Justiça que possuem apenas dois ou três funcionários”, esclarece o conselheiro Walter Nunes da Silva Jr. E para Leonardo Duarte, “a norma atende os anseios não dos advogados, como do cidadão, que assim terá mais facilidade para chegar ao Judiciário”.


Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------o progresso

“Arte e Cores”

Fotos: Divulgação

Mostra de Thiago Queiroz fica em exposição durante este mês na Capital

O

“Arte e Cores do Paço” deste mês de maio faz uma integração entre música e imagem, arte e meio ambiente, com o artista plástico Thiago Quevedo. O projeto, realizado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), consiste na exposição de obras de arte no gabinete do prefeito Nelson Trad Filho, valorizando o trabalho de artistas de Campo Grande e possibilitando que as pessoas que visitam o gabinete também conheçam as obras. Cada mês, um artista é contemplado com o espaço para expor suas obras, que são vistas por todas as autoridades

e personalidades que visitam o prefeito. O artista escolhido para a exposição durante todo o mês de maio, Thiago Quevedo, também possui marcante sensibilidade musical, lançou suas lentes para captar uma das mais representativas belezas naturais do Brasil, as araras. Ave que escolheu recantos de Campo Grande para viver. O trabalho fotográfico de Thiago começou de maneira despropositada, mas aos poucos a beleza das araras passaram a influenciar suas composições e, assim, nasceram também músicas, como Arara Híbrida e Arara Azul,

Quadros de Thiago Quevedo retratam o contraste entre araras, prédios e fios entre outras obras que farão parte de um CD livro com previsão para ser lançado ainda no primeiro semestre de 2011. Conforme Thiago, a escolha das fotografias para o “Arte e Cores no Paço” foi feita com sensibilidade, para que a exposição pudesse mostrar a beleza das aves que são tema de suas obras de arte. Em seus quadros aparece o contraste entre araras, prédios e fios elétricos e

também ninhos que revelam o doce cotidiano dos casais, da reforma do ninho, passando pela espera do parceiro a momentos de carinho. “Eram muitas obras e eu gosto de várias, mas consegui escolher as que mostram as araras da cidade e a exuberância dessas aves, que acabaram por influenciar a criação musical com esse peculiar instrumento de nosso mato, de nosso Mato Grosso do Sul”, comentou.

Semana Manoel de Barros começa hoje

A

s poesias de Manoel de Barros são o tema da 21ª Feira de Livros do Serviço Social do Comércio (Sesc), que começa hoje e segue até o dia 13 de maio, no salão do Sesc em Campo Grande. A programação será aberta hoje, com um seminário que vai discutir a “Leitura sob a perspectiva da Competência em Informação: análise de sua dimensão prática”, ministrado pelo professor Mestre Rodrigo Pereira. A feira, que tem o apoio da Fundação Manoel de Barros (FMB), terá na próxima terça-feira, com encontro e batepapo entre os escritores Arnaldo Pinheiro Montálvão Júnior, Edgar Cézar Nolasco dos Santos e Marcos Antônio Bessa Oliveira. Ainda, na terça-feira, serão lançados alguns títulos, como “A Reinvenção do arquivo da memória cultural da América Latina”, “As (in)definições Críticas da Ficção Científica Brasileira Contemporânea”, entre outros. Na quarta-feira, a tarde é iniciada com uma sessão de autógra-

fos com a escritora Paula Pimenta. Em seguida acontece a apresentação da Associação Chico Maia Produções Culturais que traz “Os Brincanteiros”. Na quinta-feira, dia 12, tem nova apresentação com “Os Brincanteiros”. O projeto Bodoque de Palavras, que leva a poesia de Manoel de Barros para alunos da zona rural, também apoiado pela FMB, terá os resultados apresentados. Na sexta-feira, dia 13, a FMB apoia a apresentação de “Tramas, Dramas & Aplausos”. O fechamento acontece às 17h, com o Café Debate, onde o professor mestre Miguel Gomes Filho palestra sobre o tema “Filosofia, Encantamento e Caminho – Introdução ao Exercício de Filosofar”. Durante a feira, serão realizadas visitas orientadas aos estandes de livros, intervenções artísticas, encontros com escritores e lançamentos de livros, além de oficinas de criação literária. Outras informações pelo telefone (67) 3324-7227.


2

Variedades Variedades

Variedades

Variedades Variedades

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

B1

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Canal Zap

só “love”

Gabriel sobreira

Na expectativa

Luiza Dantas/CZN

“Amor e Revolução”, novela do SBT, vai focar no romance, deixando um pouco mais de lado as cenas de violência. Para Graziella Schmitt, protagonista do folhetim de Tiago Santiago, nada muda em sua interpretação ou composição da sua personagem. “A Maria sempre teve esse lado romântico. A intenção era mostrar como tudo aconteceu e mostramos as cenas de tortura. Cumprimos o nosso papel”, destaca.

Clima de desconfiança

Em “Morde & Assopra”, o retorno de Naomi, interpretada por Flávia Alessandra, mexeu com os nervos de todos na pequena cidade de Preciosa. Que o diga Ícaro e Júlia, vividos por Mateus Solano e Adriana Esteves. É a paleontóloga que, durante um jantar, alerta o cientista para fazer um teste de DNA no suposto filho dele com Naomi, o pequeno Rafael, interpretado por Henry Fiuka. As cenas estão previstas para irem ao ar a partir de sexta, dia 6.

a partir de agosto.

Só dá ela

Lilia Cabral está muito requisitada na tevê. No ar em “Divã”, ela será Griselda, protagonista em “Fina Estampa”, novela de Aguinaldo Silva que substitui “Insensato Coração”. Mas não para por aí. Manoel Carlos também quer a atriz em sua próxima novela das nove. Ele não esconde de ninguém a vontade de escrever sua última Helena para a atriz. Contudo, o autor precisa aguardar a agenda de Lilia. As gravações de “Fina Estampa” só devem começar

Se depender da autora Lícia Manzo, Rafael Cardoso logo volta à tevê. Lícia escreve “A Vida da Gente”, título provisório da próxima novela das seis, e quer o ator em um dos papéis principais da trama. Para quem não lembra, Rafael viveu o galã Jorgito em “Ti-Ti-Ti”, de Maria Adelaide Amaral.

Dama da noite

A RedeTV trabalha com o dia 18, ou 25, para a volta de Luciana Gimenez ao “Superpop”. A emissora não adianta se a atual apresentadora Gilmelândia vai participar da edição de retorno de Luciana.

Dois lados

A Record está em um impasse de audiência. Na última terça, dia 3, “Rebelde” marcou 12 pontos de média, pico de 13 e share de 18%. Este foi o melhor resultado da novela de Margareth Boury desde a estreia, em 21 de março. Se de um lado a emissora comemora, do outro fica em estado de alerta. A estreia da novela “Vidas em Jogo”, nesta terça, dia 3, minguou em 11 pontos de média, com picos de 13. Algo não muito preocupante, afinal, o folhetim antecessor, “Ribeirão do Tempo”, na estreia, em 18 de maio de 2010, alcançou 12 pontos.

Horóscopo Movimento em todos os sentidos lidera o astral de hoje, super positiva para você! Bons contatos no meio ajudam a liberar tempo para atividades prazerosas. Conexão forte com o entorno, capacidade de se expressar e plasticidade mental.

Dia bom para você investir no campo financeiro, você conta com mente engenhosa e boa visão critica. Diversificar rendimentos e aplicações pode ser ótima ideia, pesquise e decidase. Com a tarde chega também nova proposta de negocio. Saúde instável.

Você está mais sensível hoje, e com tendência a se distrair com inúmeros assuntos diferentes, sem concluir nada. Como é um dia bom para curtir sua criatividade, organize seu cotidiano para saborear seus talentos. Lua em seu signo levanta questões.

Vença a inércia e dedique-se com mais ênfase a quebrar a monotonia, buscando alternativas interessantes no trabalho. Um toque de criatividade e a ajuda de um colega sensível estão a sua disposição hoje. Velocidade mental, mas dispersão.

Capriche na atenção aos amigos hoje – um deles deve estar precisando de sua atenção e cuidado. Libere um empregado de um serviço chato, mostre ser generoso. Crianças em geral trazem alegria e diversão a seu dia, arranje tempo para elas.

Clima astral variável, favorecendo atividades duradouras pela manhã. Viagens, estudos, publicações e relações com universidade e burocracia em alta. De tarde, mostre sua capacidade ao gerenciar um monte de assuntos diversos.

Importante hoje é segurar a tendência a gastar dinheiro sem pensar, especialmente pela manhã. Reforce seu relacionamento com bons clientes, sócios e parceiros – atividades produtivas! De tarde, inspiração, visão ampla, use sua inteligência.

Vulnerável a presença dos outros em sua vida, você também pode aproveitar o lado positivo disso: sentir e se conectar melhor com quem vale a pena! De tarde o clima astral favorece novos contatos de negócios. Capriche na comunicação clara.

Sob um ritmo mais lento, a vida transcorre hoje com ênfase na produtividade, no trabalho diário e no cuidado com o cotidiano e suas mazelas menores. A tarde você terá com quem discutir e conversar sobre seus problemas e encontrar solução.

rápidas

# teorias da conspiração e “games” violentos são alguns dos temas abordados no “pc na tV”, desta quinta, às 23h, na mtV. # Em “Tirando as Correntes”, episódio de “House”, a doutora Cuddy precisa administrar tantos os problemas no hospital quanto os de sua vida pessoal. O seriado é exibido na Record, à 0h15, de quinta. # na sexta, às 16h05, a Globo exibe o filme “recémcasados” na “sessão da tarde”. # Marília Gabriela vai entrevistar a carpideira Itha Rocha, que fala sobre como começou o ofício de contratada para chorar em enterros. O “De Frente Com Gabi” vai ao ar no domingo, à 0h, no SBT.

Foi bem

Natália do Vale em “Insensato Coração”. A personagem Wanda ganha, a cada capítulo, um merecido destaque na trama de Gilberto Braga e Ricardo Linhares.

Foi mal

Adriana Esteves em “Morde & Assopra”. A atriz é excelente, mas os sonhos da personagem Júlia com dinossauros são chatos demais. e-mails para esta coluna: canalzap@cartaznoticias.com. br

Novelas

Rede Globo Rede Globo

cordel encantado - Miguézim pergunta se Jesuíno é rei e ele fica atordoado ao se lembrar de Herculano. Zenóbio conta para os filhos a história do homem da máscara de ferro. Felipe e o rei chegam tarde à casa de Euzébio e descobrem que a família se mudou. Úrsula conta seu plano para Timóteo ficar com Açucena. Petrus não consegue escrever o nome de quem o colocou atrás da máscara de ferro. Felipe convence Augusto a procurar a princesa. Açucena se preocupa com a decisão de Jesuíno em continuar trabalhando na fazenda de Timóteo. Tibungo reclama com Lilica ao vê-la namorando Nicolau. Salim ameaça descobrir o segredo de seu pai, Tufik/ Farid. Jesuíno diz a Açucena que cumprirá o último pedido de Januário e procura Timóteo. Úrsula e Açucena chegam a uma casa abandonada e Timóteo as surpreende. Lilica flagra Antônia pegando o dinheiro que o pai escondia no colchão. Augusto chama Cesária para ir com ele para Seráfia. Zóio-Furado invade a casa onde Timóteo está com Açucena e a leva até Úrsula. Açucena cai da carroça e desmaia. morde e assopra - Pimentel interroga Palmira. Naomi confessa para Ícaro que atropelou um homem na estrada. Ela conta que tentou pedir socorro, mas não conseguiu. Ícaro tenta consertar a Naomi andróide. Márcia descobre que Guilherme mentiu. Cristiano encontra Abelha trabalhando na recepção do hotel. Augusta pune Duda por ser traficante de chocolate. Elaine questiona Lara sobre seu encontro com Fernando no SPA. Eliseu flagra Inês e Caco se beijando e insinua para Elaine que sente falta de uma mãe para as filhas. Dulce teme que Guilherme perca Márcia. Hortência sugere que Abner peça desculpa a Celeste. Júlia visita Oséas com Aquiles e tenta negociar a dívida de Abner. Tiago se recusa a levar seus fósseis para o galpão. Celeste planeja comprar a fazenda de Abner no leilão e propõe sociedade a Marcos. Júlia se exalta com Oséas e é expulsa do banco. Márcia cruza com Alice e arma um plano para se aproximar dela. Minerva suborna o povo para apoiar o discurso do marido na inauguração do galpão. Alice conta para Márcia que vai se casar com Guilherme. Áureo chega à cidade. insensato coração - Gilda estranha a presença de Eunice em sua casa, mas desabafa sobre a suposta traição de Oscar. Júlio procura Leila na sapataria e ela fica aflita ao ver que André está na loja. Cortez recebe o DVD enviado por Henrique. Wanda convence Neném a aceitar a visita de Helena e Peter. Carol não consegue ser simpática com Raul. Cortez manda Rubens descobrir se Aderbal é uma pessoa de confiança. Paula recrimina Bibi por levar Douglas para o cruzeiro. Gabino leva flores para Fabíola, mas desiste de entregá-las ao encontrar Milton. Natalie termina com Wagner. Rubens fala para Cortez que Aderbal é honesto. Wagner confessa a Henrique que desconfia de que ele seja o chantageador de Cortez. Neném pega o cartão de crédito de Helena e entrega para Wanda fazer compras. Henrique reúne possíveis provas que poderiam incriminá-lo. Oscar conta para Gilda que tem outro filho. Serginho e Olívia se interessam um pelo outro. Henrique esconde o DVD de Cortez na casa de Bibi. Helena sente falta de um dos seus cartões e Wanda a aconselha a cancelá-lo. Norma se prepara para sair da cadeia. Eduardo conta para Raul o porquê da hostilidade de Carol e ele pede demissão.

Palavras-Cruzadas Diretas

Concentre no período da manhã tudo aquilo que requer de você o seu maior talento e autocontrole. Funções executivas estão em alta; dê seu exemplo de constancia e realismo. De tarde, saúde um tanto instável, controle seus pensamentos.

Você ainda tem assuntos a resolver em casa, com família e pessoas próximas. Está bem sensível para captar o futuro que se delineia nesse campo íntimo. Anote tudo. De tarde, mais diversão e arte! Brincando, você dará conta de tudo que importa.

Aprendizado e curiosidade fortes ajudam você a se ajustar bem com o fluxo do cotidiano. Conversa esclarecedora com alguém próximo traz alento e segurança. Boas notícias. De tarde, boas ideias para adaptações e ajustes em casa. Boas ideias!

solução do nº anterior


B1 Variedades Variedades VariedadesVariedades Variedades Variedades Variedades 3 Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

UFGD inicia Mostra de Cinema Francês Sessões gratuitas são realizadas durante este mês de maio Divulgação

Documentário “Empresa Decente” abre Mostra na UFGD

C

om temáticas específicas para cada mês, o Projeto de Extensão Cineclube da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), aborda “Globalização, Globalizações”, em maio, na Mostra do Cinema Francês. As sessões são gratuitas e abertas ao público e ocorrerão aos sábado, dias 7, 14, 21, 26, 27 e 28 de maio, no Cine-auditório da unidade I da UFGD, localizada na rua João Rosa Góes, 1.761, Vila Progresso. O primeiro documentário a ser exibido é “Uma Empresa Decente” (França/Finlândia,

2004) de Thomas Balmès, no próximo sábado, às 17h. A debatedora será a professora Dionise Juchem, diretora da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia. “Uma Empresa Decente” pergunta: ter lucros ou guiarse por princípios morais? A questão é crucial para uma empresa como a Nokia, que está transferindo a sua produção para a China, país em que a mão de obra é barata. Seu “especialista em civilidade” visita, então, a fábrica chinesa para ver como se organiza o seu fornecedor e sobretudo

para tentar remediar as consequências da transferência de mão de obra para o exterior: corrupção, direitos humanos, higiene e habitação deixados de lado. Após exibição do filme, o debate será comandado pela professora Dionise Magna Juchem que é doutora em Administração e Direção de Empresas pela Universidad de León (Espanha), com o título reconhecido pela USP. Tem experiência na área de Administração, atuando principalmente nos seguintes temas: Administração e gestão de empresas, comércio exterior,

administração de novos negócios e gestão estratégica. Os próximos filmes de “Globalização, Globalização” são: “Nossos Amigos do Banco”; “O Banqueiro dos Humildes”; “Globalização, Violência ou Diálogo?”; “O Combate dos Juízes”; e o “O Pesadelo de Darwin”. O Cineclube UFGD conseguiu trazer os documentários para Dourados por meio de subsídio do projeto aprovado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da UFGD e parceria com a Embaixada da França no Brasil, Cinemateca da Embaixada da França e Institut Français, que oferecem um catálogo com mais de 600 filmes para empréstimo às instituições culturais brasileiras. A Mostra do Cinema Francês é a primeira do Cineclube UFGD em 2011 com filmes internacionais. Neste ano ainda serão realizadas mostras de cinema canadense (junho), chinês (setembro) e alemão (outubro), além das mostras de cinema nacional nos demais meses. Outras informações no site: www. cineufgd.blogspot.com


CAMPO GRANDE/MS

quiNtA-FEiRA

5 DE MAiO DE 2011

AlMOÇO dA ABreC

O já tradicional almoço da Abrec/MS – Associação Beneficente dos Renais Crônicos de Mato Grosso do Sul – reuniu no primeiro domingo do mês cerca de 500 pessoas para uma causa beneficente: arrecadar fundos para a instituição. O almoço foi realizado no Buffet Yotedy, que proporcionou uma tarde muito agradável a todos. Veja as fotos:

Assinaturas e anúncios (67) 3325-5343 e 3325-1448

Aniversariantes da Semana 05/05 – Cristiane Pires 05/05 – Pedro Kemp 06/05 - Plínio Xavier 07/05 – Larissa Costa 07/05 – Márcia Jaqueline Casteleto Nahas 07/05 – Vanessa Gleizy 08/05 – Marizete Braga Estoduto 09/05 – Estevam Brandão 10/05 – Amarildo Miranda Melo 10/05 – Bruno Carvalho 10/05 – João Alencar Dosso

Comemorando idade nova, nesta semana, nossos parabéns vão para:

Marla de Almeida, Cidinha e Carlos Arroyo e Luzia Silva

Eduardo Rocha e Maria Fernanda

Pascoal Leandro e Célia

Cidinha e Carol Arroyo

Antônio Simão e Tereza

A psicóloga Larissa Costa O deputado Pedro Kemp

A jornalista Vanessa Gleizy. Na foto, com o noivo Beto. Dana Abitante, Rose Coelho, Bianca Maiolino e Márcia Lima

Sônia e Rene Miguel

Marco Lima e Ada

Leni Fernandes e Amanda Cesi

Marla de Almeida e Luzia Silva

A engenheira agrônoma Cristiane Pires.

AgendA CulturAl Ana Claúdia e Marcopolo

Cidinha e Carlos Arroyo

Ana Luzia Cayres e Ana Paula Zoin

Elton Souza e Jacqueline Oliveira

Grazielle Demarchi, Fabiana Santos, Vanda Santos, Daiane Heredia, Laise Fontolan e Priscila Tavares

29/04 a 01/05 – Oficina do 2º Ciclo de Encontro – A Natureza da Criança, no Espaço Imaginário. 05 a 13/05 – 21ª Feira de Livros do Sesc e Semana Literária Manoel de Barros, no Sesc Campo Grande. 06/05 – Show de Prêmios em prol do Asilo São João Bosco, no Salão de Festas do Asilo. 07/05 – Espetáculo “Experimento I – Composições em Dança”, às 20h no Teatro Prosa. 07 a 21/05 – Temporada de “Arte de Quinta- Um Show de Humor”, da Adote Cia Teatral Ator Domingos Terras, às 20h no Teatro Almir Sater. 08/05 – Peça “Piratas do Caribe em O Medalhão Mágico”, às 15h no Teatro de Arena.

Corrigindo Por um lapso, na Coluna Social da Adiles desta quarta-feira, saiu indevidamente como presidente da OAB - Dourados o Dr. Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, sendo o mesmo ex-presidente. O atual presidente da OAB - Dourados 4ª Subseção é o Dr. César Augusto Rasslan Câmara. Ibrain Youssef e Janeide

José João Fonseca e Lucia Maria

Pedro Adames, Arlete Adames, Ana Lenita e Rosana Gemeli

Maria Dulce, Leonor Maria Coelho, Lola

Valéria e Fábio Moron

Mario Chavier e Anamélia

Maria Luiza, Cidinha e Ana Claudia

Vitor e Bruna Moron


Escola promove palestra ambiental Evento foi promovido pela Secretaria de Meio Ambiente em conjunto com a de Educação, em Jateí. Cidades 2

Colégio Agrícola amplia ações

Prefeitura realiza mutirão de limpeza

Um dos temas abordados nas oficinas do colégio foi a produção agroecológica integrada sustentável. Cidades 3

Moradores do Setor 2 têm até o dia 15 para retirar os entulhos dos quintais em Caarapó. Cidades 4

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

Amambai

Concurso preenche diversas vagas Amplo concurso público é para preenchimento de vagas de níveis superior, médio e fundamental Vilson Nascimento

Prefeito Dirceu Lanzarini e demais autoridades durante lançamento do edital do concurso Sigma, vencedora da licitação para a realização do concurmambai - A Pre- so, Whyldson Luiz de Souza feitura de Amambai Mendes. Durante seu pronunciaabriu na quarta-feira mento Lanzarini destacou (4), um amplo conque este será curso público para o preenchiO lançamento o concurso de maior amplitude mento de vagas oficial do já realizado pela de níveis, supeconcurso Prefeitura local, rior, médio e funfoi realizado oferecendo vadamental. pelo prefeito gas em todos os O lançalanzarini setores da admimento do oficial nistração pública do concurso foi municipal. realizado pelo prefeito DirO prefeito ressaltou tamceu Lanzarini na manhã de quarta-feira durante um ato bém que no concurso está realizado no auditório da Se- estabelecido que o candidato med (Secretaria Municipal de aprovado em todas as etapas Educação) com a presença de será servidor do município e autoridades, secretários muni- não de uma secretaria especícipais, diretores de escolas e fica. Sendo assim, o funcionárepresentantes de segmentos rio concursado poderá atuar sociais de Amambai, além em todos os setores, desde do representante da empresa que dentro da área para qual Vilson Nascimento

A

prestou o concurso e não em um único lugar específico, como por exemplo, somente em uma determinada secretaria. A lisurA De acordo com o prefeito o concurso terá lisura total, não haverá indicação ou qualquer meio que venha a beneficiar este ou aquele candidato. “Queremos um concurso totalmente isento. Irá passar quem de fato for melhor. Todos os trâmites para a realização do concurso são transparentes e não vamos admitir que ninguém venha levantar suspeitas sobre a lisura do processo”, disse Dirceu Lanzarini ao informar que quem ocupa vaga comissionada em cargos disponíveis no concurso, se não prestar o concurso em igualdade com os demais

candidatos e for aprovado estará sujeito a perder o cargo. “Destacamos que o concurso terá prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado e não necessariamente todos os aprovados serão chamados de imediato. Os candidatos aprovados serão chamados de acordo com a necessidade do serviço e a disponibilidade financeira do município”, disse o prefeito ao informar também que no caso da educação, os candidatos aprovados e excedentes no número de vagas oferecidas irão atuar como substitutos em caso de necessidade. Hoje essa substituição é realizada com pessoas aprovadas em exame seletivo. Segundo a secretária de administração da Prefeitura de Amambai, Brasília Neves Farias, a “Cida”, que também preside a comissão municipal responsável pelo acompanhamento dos trâmites do concurso, também serão oferecidas vagas para portadores de necessidades especiais e para indígenas. No caso dos indígenas foram destinadas vagas específicas. Segundo Whyldson Luiz de Souza Mendes, para os cargos de níveis, superior e médio, serão aplicadas provas de redação como forma de selecionar melhor os candidatos, evitando que algum candidato conte com a sorte aos preencher as respostas e ingresse no serviço público sem estarem de fato preparados. No caso dos candidatos indígenas a redação será escrita em guarani.

Leite

Douradina discute a Cadeia Produtiva

D

ouradina - Em reunião realizada no dia 4 de maio na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, discutiu o projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural direcionado à cadeia produtiva do leite no Território da Grande Dourados. O projeto é fruto da nova lei de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), que selecionou através de edital entidades prestadoras de serviços de assistência técnica para atuar nos territórios da cidadania. Estiveram presentes na reunião o secretario municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Leandro Lima Narcizo, o coordenador municipal da Agraer, José Alcides, o presidente do CMDR, Idalino de

Divulgação

Leandro, autoridades locais e representantes da Coopaer Lima, a tecnóloga da Prefeitura, Janaina Andrade Pires, e os representantes da Coopaer José Carlos Nogueira de Jesus e Rodrigo Blanco. Na Grande Dourados, a

Coopaer foi selecionada e atuará com o objetivo de apoiar a principal cadeia produtiva do leite no Território da Grande Dourados. Segundo o representante

da Coopaer, José Carlos, o projeto tem como propósito identificar problemas oriundos da cadeia produtiva de leite; auxiliar na organização social e produção; assistência técnica mediante educação não formal; promover a formação de processo de gestão, produção, beneficiamento e comercialização das atividades agropecuárias e não agropecuárias e será realizado por etapas: contatos com as possíveis entidades parceiras do projeto; formação dos grupos; diagnóstico das propriedades; planejamento participativo com as lideranças; visitas as propriedades atendidas; reuniões grupais; realização de dias de campo e reunião de avaliação do projeto.

Glória de Dourados

Prefeito Arceno Athas entrega residencial Demerval Nogueira

Conjunto Residencial Vânia é inaugurado na Vila Industrial

G

lória de dourados - O município de Glória de Dourados, dando prosseguimento às festividades alusivas aos seus 48 anos de independência política, entregou mais um conjunto habitacional, trata-se do Residencial Vânia, com 11 unidades habitacionais. O residencial foi liberado às famílias contempladas, graças aos esforços concentrados do prefeito Arceno Athas Júnior e sua equipe de assessores. O conjunto habitacional faz parte de uma união entre os três poderes constituídos, União, Estado e município, com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida. O prefeito Arceno Athas Júnior destaca a importância da entrega de mais um conjunto habitacional. “Nós agradecemos aos nossos deputados federais, senadores, o governador André Puccinelli, aos deputados estaduais e ao então presidente Luis Inácio Lula da Silva, somente reunindo todos esses esforços nós conseguimos construir mais um conjunto habitacional e liberá-lo às famílias cadastradas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania. Em nossa gestão, este é o segundo conjunto residencial que estamos inaugurando aqui na Vila Industrial”, disse Athas “Parabenizo ao prefeito Arceno Athas e toda a sua equipe de trabalho, pela desenvoltura dos trabalhos aqui em Glória de Dourados. Todos sabem dos transtornos que a Assembleia Legislativa do MS vem sofrendo ultimamente, mas assim que começarmos a discutir as emendas parlamentares, nós vamos procurar transferir recursos para serem introduzidos em obras aqui neste ordeiro e progressista município gloriadouradense”,

disse o deputado Lauro Sérgio de Davi (PSB), presente também na entrega do residencial. Falando em nome do Poder Legislativo, o vereador e presidente, Walid Aidamus Rasslan, dimensionou a importância do evento. “Nós parabenizamos o prefeito Arceno Athas pelos trabalhos realizados e enfocamos o trabalho conjunto do poder legislativo, que não mediu esforços até o momento para dar sustentabilidade política ao prefeito. Com referência a mais este conjunto habitacional deixo claro e evidente os esforços concentrados do secretário estadual de habitação, Carlos Marum, um companheiro que sempre tem demonstrado grande interesse em prol de Glória de Dourados, e também enfatizar o empenho do governador André Puccinelli, que jamais se esqueceu do nosso município”. Durante a entrega do Residencial Vânia, além do prefeito, deputado, vereadores, autoridades em âmbito municipal; também contou com a presença do chefe do setor de cadastros da Agência de Habitação de MS (Agehab), Arcy César Cardoso, que disse a todos os presentes, principalmente aos novos proprietários que, “essas casas que estão sendo entregues representa a verdadeira moradia com dignidade, onde as famílias contempladas têm um novo teto, confortável e bem estruturado, devendo, portanto, tratar com zelo e carinho sua nova casa e procurar não vendê-la, pois, todos os contemplados constam do cadastrado geral e, se negociar sua casa não vai conseguir outra em nem um lugar do país, dentro deste sistema”. A entrega do Conjunto Residencial Vânia é parte do pacote de obras inauguradas em comemoração ao 48º aniversário do município.


2

Cidades Cidades Cidade Cidades

Cidades

Cidades Cidades Cidade Cidades

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

C1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Jateí

Educação Ambiental é tema de palestra Alunos do Ensino Fundamental de escola rural assistiram a palestra sobre o uso adequado e preservação da água

J

ateí - Diante da adequado desse líquido tão grande problemática precioso para a vida. Os aluem que se tratam as nos ficaram encantados com a questões ambientais e palestra que foi descontraída da luta em se preservar os re- e bastante educativa com o cursos naturais, palestrante Ceno município de Diretor escolar lino Luiz. DanJateí a Secretadiz que evento do continuidade, ria Municipal de foram discutidas prepara as Meio Ambiensobre a imporcrianças como te, em parceria tância da água defensores da para a saúde e a com a Secrenatureza taria de Educaas consequênção, promoveu cias que podem um momento de sensibiliza- ocorrer aos seres vivos que ção em educação ambiental ingerem água contaminada, com os alunos do Ensino ministrada pela enfermeira Fundamental da Escola Rural Débora, com participação da Jovelino Celestino dos Santos Bióloga Nelci Abrão e geógrado Assentamento Gleba Nova fo Odair Ferreira. Esperança. A escola, localizada no O tema em questão foi a assentamento Gleba Nova preservação da qualidade da Esperança, incentivada pelo água e conscientização do uso prefeito Arilson Targino sem-

pre tem realizado ações para a conscientização e sensibilização de toda a comunidade escolar e moradores local, tendo como objetivo principal preparar os alunos para serem agentes ativos que lutam para amenizar a situação precária em se encontra o meio ambiente. O diretor da escola, Samuel Batista, ressaltou que eventos como esse enriquecem a vida educacional dos alunos e os preparam para serem verdadeiros defensores da natureza. “Não paremos por aí, realizaremos muitas outras atividades dessa natureza, para que a comunidades local e escola possam se unir na luta em prol a preservação do meio ambiente”, finaliza o diretor.

Vicentina

Divulgação

Palestra na Escola Rural Jovelino Celestino foi descontraída e bastante educativa

Escoamento

Secretaria de Saúde Itaporã recupera realiza Sensibilização a ponte na ITA 88 Luciano Lima/Assessoria

Equipe participante da reunião de sensibilização realizada no município em abril

V

icentina - A Secretaria Municipal de Saúde de Vicentina realizou no dia 19 de abril, reunião de sensibilização junto à técnica/consultora da Secretaria de Estado de Saúde, Norma Sueli Mendonça de Oliveira com proposta de implantação do Projeto Saúde Preserve nas Escolas (SPE). O objetivo do Projeto é capacitar adolescentes e profissionais de saúde/Educação, Creas, conselhos tutelares e outras parcerias que atuam com adolescentes. Os assuntos serão voltados a questões relacionadas

à saúde sexual e reprodutiva, prevenção às DSTs/Aids, hepatites virais, visando a aperfeiçoar as ações de promoção e prevenção da saúde. Este projeto representa um marco na integração de sistemas de educação e saúde e privilegia a escola como espaço para articulação das políticas voltadas para os adolescentes e jovens mediante a participação dos estudantes, familiares, profissionais de educação e da saúde, com representatividade de um Colegiado Gestor Municipal. Esse Colegiado será responsável por elaborar ações que visem à redução da vul-

nerabilidade de adolescentes e jovens as doenças citadas acima e a gravidez não-planejada. Esteve presente neste evento, a secretária municipal de Saúde, Josiane Oliveira Silva, o secretário municipal de Educação, professor Fernando de Oliveira, a representante do Cras, Elenice Biagi de Amorim Barros, e diretores e coordenadores das escolas estaduais e municipais, coordenadora da Atenção Básica de Saúde, enfermeira da ESF – Jardim Vista Alegre, nutricionista e psicóloga do Nasf e agentes comunitários de Saúde.

Walter Ramos

I

taporã - Em Itaporã a Prefeitura, através da Gerência de Obras e Serviços, está dando continuidade a um extenso cronograma que consiste em uma frente periódica de trabalhos de recuperação da malha viária, sobretudo, reformando pontes nas principais vias de escoamento do município. Logo após o período de estiagem deu-se início às ações com a recuperação da rodovia municipal denominada ITA 01, passando sobre o córrego Sardinha, numa grande região agrícola. Posteriormente, outras quatro pontes receberam reformas, com levantamento de relevo e reforço. Nesta semana, a ponte sobre o córrego Guariroba, na rodovia ITA 88, na região da Fazenda Esperança e Roberto Correia, ganhou ampla reforma, sendo quase que em sua totalidade reconstruída para dar maior segurança ao tráfego da região. Paralelo aos trabalhos de

eri Martinelle e antonio Vieira vistoriando as obras reforma e construções de pontes, a Prefeitura disponibilizou homens e máquinas, para atuar numa frente maior de patrolamento e cascalhamento de todas as vias de escoamento do município. Segundo o gerente de Obras, Eri Martineli, hoje a situação das estradas é de normalidade, pois a programação emergencial pós-chuvas conseguiu atender toda a malha viária, além dos serviços de reforma e levantamento de pontes. “Hoje já conseguimos recuperar 90% das estradas

municipais”, afirmou Eri. Ações como estas mostram a preocupação do perfeito Marcos Pacco em atender com agilidade as necessidades dos produtores rurais, como é o caso da reconstrução dessa ponte, que tem grande utilidade por ser localizada em uma via de grande trafegabilidade. Em Itaporã todo o setor rural, indistintamente, tem um grande fluxo produtivo, principalmente nas áreas de pequeno porte, onde a diversificação da produção vem crescendo gradativamente.

Saúde

Postos estão vacinando contra a gripe influenza

N

oVa andradina - Expandindo a campanha da vacinação, as ESFs (antigos Postos de Saúde) e o Centro de Especialidades Médicas estão vacinando a população alvo contra a gripe. Os idosos maiores de 60 anos, as crianças de 6 meses a menos

de 2 anos, os indígenas e as gestantes que ainda não receberam a vacina, podem se dirigir aos postos, no horário das 8h às 16h. E na próxima semana, o atendimento para a vacinação será no mesmo horário, das 8h às 16h, nas salas de vacina, da Rede Municipal de Saúde.

A meta ainda não foi atingida e por isso, a população alvo está sendo conclamada a se imunizar contra a gripe. Se cuidarmos, também evitaremos as doenças oportunistas que na maioria dos casos, ataca os idosos e as crianças, nesta época de inverno.


C1 Cidades Cidades Cidade Cidades Cidades Cidades Cidades Cidade Cidades Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

3

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Ivinhema

Colégio Agrícola amplia as ações Produção agroecológica integrada sustentável é um dos temas das oficinas

I

vinhema - O Colégio Agrícola de Ivinhema se destaca nas ações que desenvolve no município. Um desses trabalhos são as atividades extracurriculares como a que foi realizada na semana passada, na própria instituição de ensino. Os alunos tiveram uma palestra sobre a qualidade de carcaça de bovinos e foi ministrada por Maria Eloá de Souza Rigolin, zootecnista formada na UEM, com Especialização em Nutrição Animal. No evento, os estudantes também participaram de oficinas no campo. Um do temas abordados nas oficinas foi a produção agroecológica integrada sustentável. Segundo a professora Márcia Conceição, o projeto enfoca o cultivo agroecológico de ervas medicinais, condimentares e aromáticas, bem como o aproveitamento da área para a criação de peixes e aves. Este projeto contempla também o aproveitamento de água da chuva, através de um sistema de coleta do telhado das instalações da escola. Configura-se, portanto como “modelo sustentável de produção”. Outro assunto debatido no evento foi o de adubação verde. Já este tema foi apresentado pelas as alunas Ana Carolina Pigosso da Silva e Jussara do Nascimento Silva do 3º ano do Curso Técnico em Agropecuária. Na oportunidade, elas falaram do hábito de crescimento de cada espécie, apontaram as recomendadas para consórcio e enfatizaram também a importância da adubação verde, com leguminosas, na fixação biológica de nitrogênio e na recuperação física, química e biológica do solo. Já os alunos Fernando Lucas Maschio Ferreira, Lucas Marques Meurer, Matheus Costa Benatti, Paulo Venício Leandro e Willian Hoepers da Silva realizaram uma oficina com o tema: “compostagem”, feita com palha de café, palha de milho, cama de frango e capim elefante. Eles detalharam todo o seu processo de fabricação e abordaram a importância desse composto, principalmente na produção orgânica e na reposição de nutrientes, melhorando as características física, química e biológica do solo. Além disso, o maracujá com cultivo agroecológico foi uma das oficinas, ministrada por Valdecir Sebastião da Silva da Agraer local, onde o mesmo explanou sobre todo sistema produtivo da cultura e apresentou o projeto instalado na escola, que conta com

Divulgação

“Dedo de Prosa” Murilo Zauith, ainda no DEM, teve um “dedinho de prosa” ontem com o jornalista Antônio João Hugo Rodrigues – presidente regional do Partido Social Democrata. O encontro teria ocorrido em Campo Grande. O PSD é a “Bola da Vez” principalmente para aqueles que enxergam no DEM um partido que perdeu a identidade ideológica.

Cadê o Notebook?

evento a cultura da Região Nordeste, especialmente a culinária com produtos derivados da mandioca, produzidos pelas famílias de origem nordestinas que vivem na região do Pulador, zona rural de Anastácio, elemento da cultura nordestina predominante no município, que inspirou a criação da festa.

Acidente no Trabalho

Você sabia?

Antônio João, que, aliás, postou em seu twitter que há cerca de um ano foi contemplado com um notebook numa campanha de prêmios do IPTU da Capital, e até agora não viu nem a cor do equipamento. “Até 2020 quem sabe”, lamenta o jornalista.

O Colégio Agrícola do município de Ivinhema é referência no Mato Grosso do Sul 05 cultivares de maracujá, a finalidade de apresentar que incentiva ações como sendo eles: Sol Cerrado; aos produtores novas varie- esta, o Colégio Agrícola Gigante Amarelo, IAC 275; dades da planta. de Ivinhema tem cumprido Rubi; FB 100. E finalizando uma com- com seu papel, proporcioOs profesplexa área de es- nando uma melhor qualisores Paulo Cetudo, o técnico dade de ensino aos seus Outro zar Tamanini e da agraer, Luis alunos. “O que é motivo de assunto Ricardo Facina Ferreira Viana destaque são as parcerias debatido falaram das noexplicou sobre que fizemos com instituifoi o de vas variedades o sistema produ- ções renomadas, como a adubação do café. A téctivo da goiaba. Embrapa e Agraer, para o verde nica da Agraer, O Município de desenvolvimento de pesquiTeonilia Pereira Ivinhema leva o sas na própria instituição. da Silva comentou sobre título de Capital da Goia- Trabalhos como estes fazem o projeto de pesquisa da ba. parte do nosso grande projeEmpraba sobre cultivares de Segundo o prefeito de to de desenvolvimento para mandioca. Este projeto tem Ivinhema, Renato Câmara, o setor agrícola”.

Após a queda de uma funcionária nas escadarias da Câmara de Dourados, resolveram colocar antiderrapantes nos degraus. É sempre assim, a palavra Prevenção nunca faz parte do calendário de quem deveria dar exemplo, no caso, o Poder Público. É o mesmo caso de abandono dos bueiros e galerias na cidade. Esperaram morrer uma jovem para tapá-los adequadamente.

Roncando Grosso

Político que ronca grosso e com postura de paladino da moralidade custeou uma plástica completa em seu fruto proibido. A reparação não teria saído por menos que R$ 30.000,00. Não se sabe se o patrimônio dele compete com a despesa ou se esse montante teria saído do erário. Dizem que a “Funilaria” funcionou de acordo com o combinado.

Buracos do PAM

Finalmente o tapa-buraco chegou em frente ao PAM – Rua Presidente Kennedy. Bom mesmo seria instalar um semáforo no local, onde o entra e sai é intenso com pacientes de Dourados e de toda a região. O PAM, aliás, será transferido para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) assim que a obra for com concluída. O atual PAM será transformado em Centro Ambulatorial.

Farinha com Calcinha

A 6ª edição da Festa da Farinha de Anastácio será realizada na sexta-feira e sábado. Terá como atrações a banda Calcinha Preta, os repentistas Zé Cardoso e Oliveira da Panela, além de show de Zé Ramalho. O evento será na Rua Porto Geral, entre a avenida Manuel Murtinho e Rua 27 de Julho. O Calcinha Preta se apresenta na primeira noite da festa, enquanto os repentistas e Zé Ramalho fazem show no sábado.

Cultura Nordestina

Também é destaque do

Que os hospitais filantrópicos são obrigados a ofertar e prestar 60% dos serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS), estabelecida pela legislação vigente e apresentar exemplos para a correta manutenção da certificação da filantropia? Isso faz parte da nova regulação da Filantropia sobre os aspectos de serviços ofertados SUS. Exija os seus direitos.

Distrito de Indápolis

Pessoa Atenta entrou em contato com a coluna para enaltecer a Prefeitura de Dourados que providenciou obstáculos que foram instalados em frente a Escola São José, no distrito de Indápolis. São dois quebramolas gigantes que servem para conter a velocidade dos carros que, se aproveitando do asfalto novo que liga o distrito a Lagoa Bonita, vinham abusando da velocidade e assim colocando em risco a vida de estudantes do ensino fundamental. Os quebra-molas tiveram que ser retirados devido as obras de pavimentação. A segurança dos alunos ficou comprometida por determinado período. Felizmente não aconteceu nenhum acidente neste período.

FHC x Lula

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está sendo “malicioso” ao tentar colar a imagem da sigla tucana à das elites do País. “O Lula, que era contra a privatização, agora está em Londres falando para a Telefónica e ganhando US$ 100 mil. O filho dele é sócio de uma empresa de telefonia. Eles aderiram totalmente às transformações que nós provocamos e ainda vêm nos criticar dizendo que estamos a favor da elite contra o povo, enquanto eles estão mamando na elite. Cabe isso?”, questionou FHC em entrevista ao programa “Começando o Dia”, da Rádio Cultura FM. “Apesar de você; Amanhã há de ser outro dia”. (Chico Buarque)


4

Cidades Cidades Cidade Cidades

Cidades

Cidades Cidades Cidade Cidades

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

C1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------o PRogRESSo

Caarapó

Prefeitura realiza mutirão de limpeza Os moradores do Setor 2 têm até o dia 15 deste mês para retirar os entulhos dos quintais José Carlos

C

aarapó - A Prefei- de construção, pneus e latas tura de Caarapó está velhas, vidros e todo tipo de realizando um grande lixo e material inservível que mutirão de limpeza na possa servir de criadouros do cidade. O objetivo é combater mosquito da dengue ou de o mosquito transmissor da abrigo para o caramujo afridengue e controlar a infestação cano e animais peçonhentos. do caramujo africano, praga Todo esse material deverá ser que se instalou em praticamen- colocado defronte ao imóvel te todo o país. Para facilitar o para a posterior coleta, que trabalho, a cidade foi dividida será feita gratuitamente por em dois setores. No Setor 1, a caminhões da prefeitura entre coleta de entulhos e materiais 16 de maio e 11 de junho. inservíveis retiraPanfletos de dos pelos moradoorientação distrio objetivo res já está sendo é combater buídos na cidade realizada. Agora, o mosquito alertam para o que os trabalhos chediz a legislação transmissor gam ao Setor 2, municipal acerca da dengue e da limpeza. Após que engloba todo o caramujo a campanha, eveno perímetro compreendido entre tuais retiradas de a Rua Mato Grosso e o final entulhos ficam por conta do da área urbana da Vila 70, morador. Lei municipal prevê abrangendo ainda o centro da multa para os responsáveis cidade, Jardim Santa Marta I por queimadas de lixo e para e II, Jardim Aprazível, Jardim quem depositar entulhos no Capilé, Vila Jary, Jardim Mo- perímetro urbano sem dar a deriá e Vila Jatobá. vida destinação a esse tipo de Os moradores dessas lo- material. A legislação também calidades têm até o próximo prevê multa para os donos e dia 15 de maio para fazer a responsáveis por imóveis que limpeza dos quintais e terre- não cuidarem da sua limpeza nos baldios que estão sob sua e permitirem a proliferação responsabilidade, retirando do mosquito da dengue e do entulhos, galhadas, restos caramujo africano.

Prefeito Mateus Palma de Farias (d) conversa com o secretário de Obras e Serviços, Roberto Maitan durante mutirão Na última terça-feira (3), o prefeito Mateus Palma de Farias (PR), durante visita aos serviços de limpeza, destacou a importância da participação dos moradores. “Precisamos que todos se engajem nessa luta contra a dengue e o ca-

ramujo, pois o Poder Público sozinho não tem condições de resolver esse grave problema que afeta a nossa população”, observou. O prefeito acrescentou que “a luta é de todos, cada um tem responsabilidade em manter a limpeza, chamando

os vizinhos a participar, enfim, não só para que a cidade permaneça limpa, mas, sobretudo, para que se evite a dengue e as doenças que possam ser transmitidas pelo caramujo africano”, alertou. O mutirão de limpeza é

um ação conjunta das secretaria municipais de Saúde e de Obras e Serviços de Caarapó, tendo à frente os secretários Ireu Natal Barros e Roberto Maitan, com supervisão pessoal do prefeito Mateus Palma de Farias.

João Toniazzo

Social

Rio Brilhante

Em Rio Brilhante você assina o PRogRESSo entrando em contato com o João Toniazzo pelos telefones 9901-3728/3452-7979

Enlace Matrimonial

O enlace matrimonial de Caroline Basso e Marcus Roza foi marcado pela emoção, no dia 30 de abril na Igreja Matriz. Ele é filho de Juarez Roza e Lucelene Nogueira Machado e ela, de Diva e Anselmo Basso. O casamento entrou para a lista dos mais sofisticados e requintados da cidade. A recepção aconteceu no CTG ao som das duplas sertanejas Hebert e Evandro e Tostão & Guarani. O cardápio foi assinado por Laudir Festas.

Os noivos Caroline e Marcus

Lucélia e Mirian com os amigos Toniazzo e Claudinei

As irmãs Lucelene e Lucélia com a sobrinha Nelise

Os pais do noivo, Lucelene e Juarez Roza

Os amigos Natal Marchioro, Ronan Minervine, Sidney Foroni, Leonardo Mendonça e Alderico Centenaro

Edicel com a esposa Lélia e os filhos Natalia e Edicel Jr

O casal Alair e Luzia Ribeiro

As amigas Caroline, Jeane, Estela e Fernanda


InCluIndo

Polícia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

Futsal

Aefa está na final da Copa Morena ‘Na humildade, vamos agora em busca do título. Se chegamos até aqui, temos que honrar quem confia em nós” Divulgação

A Associação Esportiva Amantino, que está na decisão da Copa Morena de Futsal 2011 contra a UCDB/Salesianos, em partida que acontece sábado às 8h na Capital Marcelo Humberto

D

minutos com Marcinho, que fechou o placar.

OURADOS – De FInAl Ao vIvo um time desacreditaA partida entre Aefa e do por grande parte dos entendidos do USDB/Salesianos acontece futsal douradense, a Asso- neste sábado, às 8h, também ciação Esportiva Amantidno no Ginásio Guanandizão, em (Aefa) mostrou que nem Campo Grande. A partida terá tudo o que aparenta deve ser transmissão pela TV Morena levado a sério. E colocan- para todo o Estado. O técnico do humildade Edson dos Ancomo o centro desacreditado, jos deve manter de seu trabalho, Aefa mostra o time que vena equipe está na que a união ceu a Cemarc decisão da Copa prevalece na semifinal. A Morena 2011. A em todas as única ausência Aefa venceu a confirmada é do Cemarc de Camsituações ala Gustavinho, po Grande por 2 suspenso por dois jogos por a 1 na noite de terça-feira no Ginásio Guanandizão e ga- ter sido expulso na partida rantiu pela primeira vez vaga contra Caracol na fase anterior. na final da competição. “Se Deus quiser, vamos No ano passado, a equina busca por esse título. pe invicta, foi eliminada da competição por um jogo Sempre colocamos a hude resultado. Agora, a Aefa mildade de nosso trabalho á enfrenta a UCBD/Salesia- frente de tudo o que fizemos nos, atual campeã, que na nessa competição. E não semifinal venceu Rio Verde será agora que mudaremos. O nosso perfil é esse. Trapor 3 a 0. A vantagem da Aefa foi balhamos de forma unidade. parcialmente construída no Nunca colocamos a carroça primeiro tempo. Aos oito na frente dos bois. Transpaminutos, Afeife chuta forte e rência é tudo para a Aefa. o goleiro defende, no rebote, Tivemos uma temporada Robson chuta cruzado para dificil, cheia de dificuldades. Posso dizer que temos pessoabrir o placar. No segundo tempo, a as que acreditaram em nosso Cemarc abriu espaços na trabalho e estão conosco até busca do empate e logo aos agora. E os nossos patrociquatro minutos a Aefa apro- nadores, estamos lutando a veita o contra-ataque para cada fase por eles. Ao nosso aumentar. Robson rouba a grupo, o que dizer: unidos, bola e lançou Afeife que firmes e responsáveis. Só ganhou do marcador e des- tenho que agradecer. E se locou o goleiro. O time de chegamos até aqui, vamos Campo Grande aumentou lutar de todas as formas pelo a pressão, inclusive com a título, com apoio da torcida presença do goleiro-linha douradense que com certeza em boa parte do tempo, mas estará ao nosso lado”, disse parou na excelente atuação Amantino não escondendo do goleiro Fernandinho e a emoção. (Fonte: Rogério a diferença só caiu aos 16 Vidmantas/Gazeta MS)


2

Polícia Polícia Polícia Polícia

Polícia

Polícia Polícia Polícia Polícia

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

D1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Justiça

Maníaco da Cruz deixa Unei em 5 meses Prazo de internação do jovem acusado de uma série de assassinatos em Rio Brilhante vence dia 9 de outubro A juíza Larissa Castilho da Silva Farias, da 1ª Vara OURADOS - Se o Civel de Ponta Porã e que Poder Judiciário cum- decidiu pela permanência do prir o que estabelece “Maníaco da Cruz” na Unidao Estatuto da Criança de Educacional de Internação e do Adolescente (ECA) no (Unei), daquele município, Artigo 121, o jovem que ficou depois que ele completou 18 conhecido como “Maníaco da anos, no início do ano passado, agora terá Cruz”, por ter coque colocá-lo metido uma série ECa não em liberdade, já de assassinatos, permite que que pelo ECA os no município de menores laudos psicolóRio Brilhante, fiquem mais gicos realizados será colocado em de três anos semestralmente liberdade num nas Uneis perdem a valiprazo máximo de dade, depois do cinco meses. No dia 9 de outubro próxi- vencimento do prazo de três mo, faz três anos que o jovem anos. Um projeto tramita no está em regime educacional de internação. No entanto o Congresso Nacional para perECA estabelece no Artigo 121, mitir que a Justiça mantenha que “em nenhuma hipótese jovens e adolescentes consio prazo de internação de um derados de alta periculosidade menor infrator pode exceder internado nas Uneis do Brasil, mesmo depois de completado três anos”. O estatuto diz ainda que prazo máximo estabelecido após completado o prazo, ele pelo ECA ou a maioridade, deverá ser liberado e colocado no entanto ele ainda não foi em regime de liberdade assis- submetido a votação. Odenir Alves de Souza, tida, sendo compulsória ao 21 anos. “Em qualquer hipótese que é diretor da Unei Laranja a desinternação será precedida Doce, em Dourados, onde de autoridade judicial”, con- o “Maníaco da Cruz” ficou internado por alguns meses, clui o ECA. João Rocha

D

Informações

Uneis terão novo sistema de gerenciamento

C

AMPO GRANDE - A Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS) da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) apresentou na terça-feira o novo sistema informatizado de gerenciamento de informações que será utilizado nas Unidades Educacionais de Internação (Uneis). O secretário titular da Sejusp, Wantuir Jacini, participou do evento de apresentação no auditório da Academia de Polícia Civil (Acadepol) e ressaltou que a nova forma de gerenciamento “dará mais agilidade administrativa porque as informações serão on-line. Então o que acontecer em qualquer unidade do Estado a central fica sabendo de forma instantânea”, explicou o secretário. Segundo o superintendente de Assistência Socioeducativa, Hilton Villasanti, o Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo) que está sendo implantado traz também outros benefícios para o gerenciamento das Uneis no

Estado. “O sistema foi todo adaptado com as terminologias adequadas utilizadas nas políticas públicas de socioeducação, respeitando o ECA [Estatuto da Criança e do Asolescente]. O sistema vai proporcionar uma gestão virtualizada, como por exemplo a disponibilidade do boletim escolar do adolescente, o agendamento médico e psicossocial”, afirma Villasanti. “É um sistema que nos dará todo o perfil e o histórico dos adolescentes que estão hoje nas unidades”, completa. Conforme o coordenador do projeto Sigo nas Uneis, Edson Rodrigues Leopoldino, o sistema online proporciona todos os níveis de gestão para a Superintendência de Assistência Socioeducativa. “O Sigo vai oferecer números, perfil familiar, casos de reincidência, quantidade de população indígena e estrangeira. São dados que quantificam e qualificam dados para a criação de políticas públicas. Fica tudo mapeado”, esclarece o coordenador.

Hédio Fazan/Arquivo

até ser transferido para Ponta Porã, explica que o não há o que fazer diante do que rege a Lei. “Não tem juiz que segure esse jovem na Unei. O ECA é claro. Se caso ele for colocado em liberdade e voltar a cometer outro crime, será tratado como réu primário, porque os crimes cometidos na infância e adolescência são anulados assim que o jovem infrator completa a maioridade”, relata o diretor. RETROSPECTIVa O adolescente foi apreendido quando tinha 16 anos, acusado de cometer assassinatos em séries, em Rio Brilhante. A apreensão dele aconteceu na madrugada do dia 9 de outubro de 2008. Segundo a polícia, ele matou três pessoas, cujos corpos foram colocados no chão em posição de crucificação, com os pés juntos e os braços abertos, segundo informações da polícia. A primeira das vítimas foi o pedreiro Catalino Cardena, de 33 anos, morto no dia 24 de julho daquele ano. No peito dele estavam inscritas as iniciais INRI (“Iesu Nazarenus Rex Iudaeorum” em latim, que em português significa “Jesus Nazareno Rei dos Judeus”),

Maníaco da Cruz foi preso em 2008 e pode ser solto no início de outubro deste ano feitas a faca. Um mês depois, Letícia Neves de Oliveira, de 22 anos, virou a segunda vítima. Seu corpo foi encontrado nú sobre o túmulo do cemitério situado em frente a sua casa, que a exemplo da primeira, era homossexual. E no dia 7 de outubro de 2008, Gleice Kelly da Silva, de 13 anos, virou a terceira da série. “Ela estava muito bonitinha quando saiu de casa”, disse o acusado sobre a menina, que conhecia desde criança.

Na época, depois de colher o depoimento, à delegada titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), Maria de Lourdes, disse que o rapaz é frio e vaidoso ao revelar sua personalidade e que matava somente “pessoas impuras”. O garoto que trabalhava em serviços gerais, morava com o pai, professor de caratê, e dois irmãos, na periferia da cidade onde foi preso. A mãe não mora com a família. O rapaz era fã de Francis-

co Pereira de Assis, o Maníaco do Parque, e queria matar mais pessoas do que o criminoso de São Paulo, que estuprou e assassinou sete mulheres. No quarto dele os policiais encontraram fotos e reportagens do assassino em série, Francisco de Assis Pereira. Além das fotos, a polícia apreendeu ainda uma faca tipo peixeira, um canivete sujo de sangue, roupas e celulares que roubou das vítimas, além de jornais da região destacando os ataques do “Maníaco da Cruz”.

Foragidos

Defron prende membro de facção criminosa

D

OURADOS – Policiais da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), que investiga furtos e roubos de veículos que são trocados por drogas no Paraguai e que posteriormente são distribuídas em Dourados ou encaminhadas para outros estados, prenderam na tarde de terça-feira, no município, membros de uma grande facção criminosa. Foram presos Danielly Rodrigues de Melo, ex-presidiária, e o namorado André Vargas Carvalho, conhecido como Andrezinho PCC, acusado de assaltos e que estava foragido da Justiça, e mandaria para o Paraguai o caminhão Mercedes Benz, L 1113, amarelo, ano 1977/77, com placas de Neves Paulista-SP, e três motocicletas para serem trocadas em cocaína. O caminhão e duas motos foram enviados de São Paulo-SP pela facção criminosa, no último domingo e, seriam encaminhados por André ao país vizinho. Durante as investigações os policiais da Defron identifi-

Divulgação/Defron

A Polícia acredita que o grupo esteja envolvido em vários assaltos em Dourados caram o caminhão e anteontem à tarde, o localizaram sendo abastecido em um posto na saída para Ponta Porã. Ele estava carregado com duas motos, uma Honda XR 250 Tornado, preta, ano 2008/2008, com placa de São José do Rio Preto-SP e uma Sundow STX, prata, ano 2007/2007, com placa de Potirendaba-SP. Na sequência das diligências, André foi preso em uma de suas casas, onde os policiais apreenderam um revólver Taurus calibre 38, municiado com seis cartuchos intactos e mais doze munições intactas. Na casa de Andrezinho os policiais também apreenderam 520 gramas de pasta-base de cocaína, uma segunda porção da mesma droga, que pesou 75 gramas, uma terceira porção de cocaína que pesou 275 gramas, outra porção de pastabase que pesou 5 gramas, e por último, dezesseis pedras de crack que juntas pesaram 83 gramas, além de uma balança de precisão. Em outra residência, também de Andrezinho PCC, no Jardim Itália, onde ele mora com o ex-presidiário Jhonny Rodrigues Valdez, que fugiu do local ao saber que André

Caminhão e motos recuperados pelos policiais do Defron e Danielly tinham sido presos, os policiais apreenderam uma motocicleta Honda CG 125, cinza, placa com placa de Dourados, que havia sido furtada no município no dia 31 de janeiro desse ano e um revólver calibre 32. André, que participou do roubo a um taxista de Maracajú, em dezembro de 2010, onde a vítima foi salva em razão do tiro, disparado por um dos assaltantes ter atingido seu telefone celular, também é suspeito de ter participado do segundo roubo ao mesmo taxista, ocorrido em 14 de janeiro deste ano, naquele município, onde a vítima foi

atingida por um tiro no pescoço. Andrezinho PCC, que havia sido beneficiado para cumprir pena em regime semiaberto, explicou que comprou a droga no Paraguai e que a distribuiria em Dourados. Ele é suspeito da prática de vários assaltos no município e está sendo submetido a reconhecimento pelas vítimas. Após os reconhecimentos, André será recolhido na Penitenciária Harry Amorim Costa (Phac) e Danielly já foi recolhida em uma das celas da 1ª Delegacia de Polícia Civil, em Dourados, onde deve ficar à disposição da Justiça.


E1

Esporte Esporte Esporte

Esporte

Esporte Esporte Esporte

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

3

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Copa do Brasil

Coritiba e Palmeiras iniciam disputa Ao Palmeiras, empatar contra o time sensação do ano já será considerado um bom resultado nas quartas de final Arquivo

S

ão Paulo - Sem es- atuação do Pacaembu. Por mais quecer a eliminação no que isso soe estranho, os jogaCampeonato Paulista, dores explicam: “Todo mundo o Palmeiras volta a sabe que fizemos um bom jogo campo hoje contra um time que e ficamos felizes que a torcida só tem festejado na temporada: reconheceu isso, nos aplauo Coritiba, atual campeão pa- dindo mesmo com a derrota”, ranaense. O primeiro jogo das disse Kléber. “A gente merecia quartas de final vencer e é difícil da Copa do Braesquecer a partiCoritiba empatou da pela forma que sil, às 18h30 (de apenas duas MS), no estádio foi”, acrescentou. Couto Pereira, “Nossa confiança vezes e vem em Curitiba, é aumentou ainda numa sequência fundamental para mais após o jogo. de 23 vitórias a equipe de Luiz Temos de entrar consecutivas Felipe Scolari com a mesma manter a serenidisposição”. dade e não entrar em crise. O atacante lembra que o Empatar contra o time sen- time atuou a maior parte do sação do ano já será considerado tempo com um atleta a menos e, um bom resultado. Em 28 jogos, ainda assim, criou mais chances o Coritiba empatou apenas duas que o rival. “E o Paulo César vezes e vem numa sequência de de Oliveira prejudicou nossa 23 vitórias consecutivas, ultra- equipe, nunca vi um árbitro tão passando justamente a marca arrogante”, criticou. Apenas em um ponto Klépalmeirense – em 1996, o então técnico Vanderlei Luxemburgo ber espera que o Palmeiras levou a equipe a 21 triunfos melhore. Felipão, aliás, tem cobrado mais atenção de toda seguidos. Apesar do tropeço contra o a defesa nas bolas aéreas. Foi Corinthians no último domingo, assim que o corintiano Willian o Palmeiras espera repetir a conseguiu anotar o seu gol no

Palmeiras enfrenta o time sensação do ano e espera superar a marca do Coritiba, que tem como reforço a tranquilidade empate de 1 a 1. “A gente só vai ganhar um título se aprendermos com os detalhes”, disse Kléber. “Temos jogado bem, nos fortalecendo a cada partida. Mas vê o São Paulo: quando estava bem, não tomava o gol que levamos”, comparou. “A gente só vai se tornar grande, ser campeão, se não tivermos tanta desatenção”. O Palmeiras deve ter uma nova formação hoje, que deve marcar a sequência da temporada. A grande expectativa é com o retorno de Marcos para o gol, com Deola voltando para a reserva. Felipão deve mexer também no ataque com a entrada de Wellington Paulista. Além disso, o time não terá três jogadores: Thiago Heleno está suspenso e Valdivia e Cicinho,

machucados. CORITIBA O Coritiba espera fazer da tranquilidade que vive um reforço a mais para a partida desta quinta. Campeão paranaense e tendo na bagagem 23 vitórias consecutivas, a perspectiva é de que as arquibancadas estejam totalmente lotadas para ver o confronto da melhor defesa do ano, o Palmeiras, com apenas 13 gols sofridos, e o melhor ataque, o Coritiba, com 75 gols. “Não existe time perfeito, existe uma campanha maravilhosa e uma harmonia do clube como um todo”, elogiou o técnico Marcelo Oliveira. Oliveira prefere não analisar possível descontrole emocional dos jogadores palmei-

renses após a desclassificação para as finais do Campeonato Paulista. “O Palmeiras é uma grande equipe, muito bem comandada, tem uma defesa consistente, tem individualidade acima da média”, destacou. “Mas o Coritiba, forte como está, pode enfrentar qualquer adversário porque certamente vai correr muito e vai se entregar demais”. O lateral-direito Jonas sabe que a invencibilidade pode ser perdida a qualquer momento, mas sonha que não seja na partida desta quinta. “Desde a pré-temporada nossos objetivos foram alcançados, mas não somos imbatíveis”, acentuou. “Uma hora a derrota vai vir, mas por enquanto está bom deste jeito e que demore

para quebrar essa invencibilidade”. Após o treinamento realizado na última terça, o técnico já havia anunciado a escalação com uma alteração, entrando o atacante Anderson Aquino no lugar de Marcos Aurélio, que está lesionado. Aquino já marcou dois gols na Copa do Brasil deste ano. “Espero manter a média, se tiver oportunidades vou fazer os gols para sairmos com uma vitória boa aqui, uma vantagem boa, porque em São Paulo o jogo vai ser difícil”, prometeu o atacante. Diferente de Marcos Aurélio, que tem habilidade com a bola nos pés, atuando mais como um armador, Aquino é um jogador que fica mais no ataque à procura de concluir jogadas.

Carioca

Fla esquece título e se concentra no Ceará

R

io - Depois da conquista invicta do Campeonato Carioca, no último domingo, o Flamengo já tem outra “decisão” pela frente: vai enfrentar o Ceará, hoje, às 20h50 (de MS), no Engenhão, no jogo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil. A ordem na Gávea é deixar a festa pelo 32.º título estadual de lado e jogar sério

contra o time cearense. Um tropeço pode complicar a vida rubro-negra na competição. Por isso, todo cuidado é pouco, alertou o técnico Vanderlei Luxemburgo. “Vamos brigar contra um clube que chega sempre, está na primeira divisão. Tiramos da cabeça a conquista do Campeonato Carioca, já está no currículo de cada um. Jogar lá (no

Ceará) é sempre difícil, temos que fazer um bom resultado em casa”, alertou o treinador, que exigiu respeito ao adversário. “O Ceará tem tradição, camisa. O time também tem o Iarley, que foi campeão do mundo pelo Internacional, atuou pelo Boca Juniors. É um time muito bom”, avisou, ciente de que, se o Flamengo não jogar bem, pode ser surpreendido em

casa. O Ceará aposta que o jogo será difícil, mas espera conseguir pelo menos um empate. “Eles não conquistaram o Campeonato Carioca à toa. O Engenhão certamente estará lotado e a torcida deles fará uma pressão grande, mas estamos prontos para suportar as adversidades”, disse o lateral-direito Boiadeiro.


4

Esporte Esporte Esporte Esporte

Esporte

Esporte Esporte Esporte Esporte

Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

E1

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO

Paulistão

Santos espera ter força máxima para 1ª final Muricy dependerá de testes para avaliar o nível do cansaço dos jogadores para decidir quem enfrenta o Timão

S

antos - O Santos aos 12 minutos do segundo chegará ao Centro tempo contra o América de Treinamento Rei reclamando de dores muscuPelé, em Santos, no lares e até foi visto chorando começo da tarde de hoje e no banco de reservas, em os jogadores serão dispensa- razão de dores musculares. dos até as 16h de Mas, depois de amanhã, quando examinar o voÉ provável Muricy Ramaque o Santos lante, ainda no lho vai dar o priMéxico, o méterá todos os dico Maurício meiro dos dois titulares no 1º Zenaide tranquitreinos antes do jogo contra o lizou a comissão início da decisão do Campeonato técnica, dizendo Corinthians Paulista, no doque não houve mingo, no Pacaembu, contra nova lesão muscular e que o o Corinthians. A viagem de jogador teve apenas cãibras volta do México, após a con- e cansaço. quista da vaga para as quartas Com Edu Dracena tamde final da Copa Libertadores bém não há motivo de preocuda América, começou às 22h pação. O zagueiro teve de ser de quarta (de Brasília) e o substituído porque sofreu um desembarque no Aeroporto corte no nariz e não foi posInternacional de Cumbica, sível estancar o sangramento em Guarulhos (Grande São a tempo para que ele pudesse Paulo), é previsto para as retornar ao campo. 10h45. Já Elano voltou a correr Apesar da maratona de em volta dos campos do Cenjogos e viagens, é provável tro de Treinamento Rei Pelé, que o Santos terá todos os ontem, e deve ser liberado titulares no primeiro jogo para participar de atividade contra o Corinthians. A maior com bola (com os reservas) preocupação até ontem era hoje. Ele não viajou para Arouca, que saiu de campo o México por ter sentindo um incômodo no músculo adutor da coxa esquerda, vem se submetendo a intenso tratamento de fisioterapia e acredita que terá condições de jogo para domingo. Após o empate por 0 a 0 contra o América, em Querétaro, Muricy voltou a criticar o calendário e a mostrar preocupação com o desgaste que

Arquivo

Botafogo

Torcida ameaça nova invasão para protestar

R

Santos terá titulares no primeiro jogo contra o Corinthians, inclusive Elano seus jogadores estão sofrendo com a sequência de jogos. “A cada jogo estamos perdendo um jogador”, queixou-se o treinador. “Arouca sentiu e todos estão sentindo. Já imaginaram perder Neymar

e Ganso no meio de duas decisões? Enquanto isso, o Corinthians está quietinho lá, se preparando para domingo. Isso sim que é se preparar”. O comandante santista deverá alegar outra vez que

vai depender dos testes para avaliar o nível do cansaço muscular dos jogadores para decidir quem vai enfrentar o Corinthians e anunciar a escalação apenas momentos antes do começo da decisão.

Série A

Pedro Caçapa chega no Itaporã nesta sexta-feira Divulgação/Bruno Zanette/Tanarede

Pedro Caçapa chega amanhã para comandar o Itaporã e acompanhará o jogo de sábado

D

oURaDos – Pedro Caçapa, que treinou este ano o Foz do Iguaçu/PR, é o novo técnico do Itaporã para a sequência do Campeonato Estadual Série A. O treinador foi anunciado ontem pela diretoria do clube itaporanense. Caçapa chega ao clube na sexta-feira. No sábado, ele acompanha o jogo entre o Itaporã e Águia Negra.

O treinador chega com a missão de recolocar o Itaporã entre os líderes do Grupo A, onde era líder e por nove partidas tropeçou em grande parte delas, o que causou a demissão de Cláudio Mineiro. A missão dele não é nada fácil. Além de reerguer a equipe, o psicológico dos jogadores precisa ser trabalhado. Porém, a diretoria do Itaporã já adiantou esse trabalho e na

tarde de terça-feira, fez um reunião com todos os jogadores e colocou a eles os objetivos da diretoria e clube para o restante desse returno. “As chances existem. Depende de nós. E vamos buscar o retorno ao G-4, de onde não deveríamos ter saído”, disse Nilson Pedroso, diretor da Gerência de Esporte de Itaporã e diretor da equipe do Itaporã. (M.H.)g

io - Dois dias depois de cerca de 40 integrantes de uma torcida organizada terem invadido a sede do Botafogo, pulando as roletas e soltando rojões na direção da piscina, um grupo de dez torcedores se aglomerou na porta do clube ontem, na rua General Severiano (zona sul do Rio de Janeiro), ameaçando uma nova invasão. A diretoria reforçou a segurança e até policiais militares foram chamados para evitar um novo incidente. Na última segunda, a ação dos homens levou pânico a vários associados quando os fogos começaram a explodir. Na oportunidade, os “torcedores” exigiam contratações para o futebol do clube e protestavam pela eliminação do Botafogo da fase final do Campeonato Carioca. Eles gritavam palavras de ordem e ameaçaram os seguranças que pediam que se retirassem. Em campo, o atacante Caio terá uma ótima oportunidade para reconquistar seu espaço nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Com os atacante Herrera e Loco Abreu suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por terem se envolvido em briga após jogo contra o Avaí, pela Copa do Brasil, ele começará o torneio nacional como titular. “A oportunidade apareceu, tenho que aproveitar. É triste perder Loco Abreu e Herrera, mas eu e Willian podemos dar conta do recado. É hora de mostrar e fazer gols para colocar uma pulga atrás da orelha do (técnico) Caio Júnior. Tenho esse pensamento. É claro também quero atuar bem, dar passes, mas o professor e a torcida querem gols meus”, afirmou. Caio espera aproveitar a chance para deixar no passado o rótulo de promessa e se firmar de vez no Botafogo. “Chega de ser promessa, o Caio tem que vingar. O Brasileiro é a oportunidade. Estou trabalhando na academia para me fortalecer e tirar também o rótulo de cai-cai, estou marcado pelos árbitros. Esse Brasileiro é para me firmar, fazer gols e ajudar o Botafogo a ir bem”, disse.


Classificados

Classificados Classificados

Classificados Classificados

O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO


2

Classificados Classificados

Classificados

Classificados Classificados

C2

O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCURO P/ ALUGAR

FLAT CLUBE SOCIAL

Vila São Pedro/Dourados, na BR 163 em ótimo estado, terreno de 20x85, R$ 450.000. Tel: 9614-1511

Ótima casa, 2 qtos + 1 apto, edícula, a 3 quadras da Unigran. 9601-6106

Inacabada, vendo urgente. 9916-9378 ou 9689-8965

Casa c/ 02 quartos. 92541023 Andreia

PRÓX HU CASA 5 PEÇAS

COHAB II 2 QTOS/SALA

JD. ÁGUA BOA

SOBRADO CENTRO

Vende cota no flat clube social Ddos. 9292-5703 João Paulo G. Castro Creci 1586

Imob. Tuiuiu. Creci 0808 J. 3422-0080 ou 9971-1759

1 suíte, 2 qtos, 2 sl, escritório. 9972-2521

Alvenaria, R$ 600,00. 9608-9392

TURMALINA RESIDEN.

SOBRADO PQ. ALVORADA

QUARTO FAMILIAR

C/ 2 qtos, 1 suíte c/ hidro, wc, sl. ampla, lav, coz, sl. jantar, gar. p/ 3 carros, var, churr, 205m². R$ 380 mil. 9613-9450

Próx. feira, av: PRes. Vargas n. 40 Centro.

Apto, 2 qtos c/ elevador, fino acabamento, ótima localização. 9245-8400

48691

CONJ. KITINETES

3. PLANO REFORMADA 1 suíte, 2 qts, 2 slas, coz. 3423-0329 ou 9972-2521

Próx. shopping Vila Maxwel, c/ 06 kit., alugadas, terreno p/ const outras, 06 kit R$ 400.000, aceita terreno c/ pgto. 34232255/99574597 (Imob. Athenas) Creci 779 J 48484

EDÍCULA 3 PEÇAS

48675

47231

JD. ÁGUA BOA W10 Terreno 12x32, casa de madeira bem conservada, excelente local. 9904-0518

48560

LINDOS SOBRADOS R: Santos Dumont 557, Jd. Paulista. 9971-8404 48163

PARQUE ALVORADA

EDÍCULA N. HORIZONTE

PQ. ALVORADA (NOVA)

Aceito carro/moto. 99818633

1 apto, 2 qts, garagem, a. serviço. 9642-3561

01 apto, 02 qtos, sala ampla, lavabo, copa, coz ,desp, área de ser vço, garagem p/ 04 carros, R$ 165.000,00. 34232255/9957-4597(Imob. Athenas) Creci 779 J 48668

CANAÃ III R: Z 4, 450, sobre esquina. 9683-9475

48570

CASA JD. GIRASSOL Ótima localização, desocupada, 228m² área construída. 9122-7889 ou 81004529 48582

CASA JD. OURO VERDE R$ 100.000,00. Creci 2747. Telefone para contato 9613-4209

48583

CASA PRÓX. SEMINÁRIO R$ 35.000 + financ. Creci 2747. 9613-4209

48690

JARDIM GIRASSOL 01 apto, 03 qtos, 02 salas, coz, esq., R$ 370.000,00. 3423-2255/9957-4597 (Imob. Athenas) Creci 779 J 48688

48517

48326

3 qts, sl, coz, wc, 2 varandas grandes. Telefone 8403-0150

48693

PROP P/ PADARIA

01 apto, 01 quarto, esquina, R$ 115.000,00, aceita financ. 3423-2255 ou 99574597(Imob. Athenas)

JD. GIRASSOL 348 MIL

PRÓX. AO CENTRO

47864

1 suíte, 2 qtos, 1 sl, 1 coz. 3423-0329 ou 99722521 47854

JD. NOVO HORIZONTE Nova, asfalto, 2 qtos, sl, coz, wc, toda de laje, financia-se. telefone 96016106

Pré-moldado, 620m². R$ 35.000. 9973-7504

48546

02 aptos, 02 qtos, sala, copa, coz, wc. 8411-1927 www.satorreimoveis.com. br 48671

PRÓX. IMACULADA Imob. Tuiuiu. Creci 0808 J. 3422-0080 ou 99711759

48485

48532

48644

URGENTE PRECISO Alugar por 4 meses 2 salas c/ 1 banheiro e cozinha, pago adiantado, uso comercial. 8143-0783

48680

47366

47569

ZAGAIA RESIDENCE Visite um apar tamento decorado sem compromisso. Gondim Creci 2645. 9971-1320

TERRENOS

VENDE-SE CASA

48672

ALTOS DO INDAIÁ Na avenida. 3421-7799

48479

IZIDRO PEDROSO

41621

Esquina, 18x44=800m. 3423-0329 ou 9955-9950

VENDO IMÓVEL

48181

JARDIM AYDÊ Á 100 m do semin. batista, R$ 27 mil. 8426-2743

CASA-ALUGA

47326

PQ. DOS JEQUITIBÁS

Rua Fernando Ferrari, 300m², p/ só granilite, R$ 350.000, estuda prop. 3423-2255/99574597(Imob. Athenas) Creci 779 J

JARDIM PANTANAL

48641

VENDE-SE BARACÃO

Próximo ao Banco do Brasil. 9971-4823

BNH 2. PLANO

48586

48369

Bairro Silvia Regina/Campo Grande, com 2 quar tos, no asfalto. 9235-2219 ou 9996-9284

R: Uirapuru, 410. 34251789/9937-1137 48694

47865

R: Reinaldo Bianeli 361, 1 suíte, 2 dorm, todos c/ armários, coz planejada, 1 sala TV e estante, edícula churrasqueira. Gondim Creci 2645. 3421-0034 ou 9971-1320

C/ laje, R$ 35.000, r: G13, 2530, Jd. Guaicurus. Telefones 9924-4153 ou 8123-0368

48475

4. PLANO VENDO/TROCO

48301

RUA HUMAITÁ 3025

Coz, wc, c/ edícula, varanda, toda murada, forrada, calçada. 3421-5573 ou 9228-3856

47866

48597

JD. UNIVERSITÁRIO

48486

CASA-VENDA

48639

47392

48703

CASA+BARRACÃO

JD. DAS PRIMAVERAS

48556

DIVIDE-SE HORÁRIO

373m²=12x31,10m. R$ 40.000, próx. ao HU. João Carneiro (67) 9206-8888 Creci 2450 MS

Em consultório odontológico, edifício Adelina Rigotti. 8431-6780

APTO-VENDA

III PLANO 4 QTOS Toda reformada, r: Guaratuba 160, R$ 1.100,00. 9621-0541

ED. DONA JOSEFA

JD. EUROPA

C/ 2 qtos, reformado, motivo mudança. 9924-0867

Imob. Tuiuiu. Creci 0808 J. 3422-0080 ou 9971-1759

JD.EUROPA/SAL. 4.500

ED. ILHAS GREGAS

JD. MATO GROSSO

Imob. Tuiuiu. Creci 0808 J. 3422-0080 ou 9971-1759

860m², rua Clóvis Bevilaqua 565, R$ 130 mil. 9667-9267

ED. MAISON BLANCHE

JD. MÔNACO 148 MIL

Imob. Tuiuiu. Creci 0808 J. 3422-0080 ou 99711759

12X65=784m², murado, aterrado. 9972-2521

ED. SÃO SEBASTIÃO

Somente R$ 15 mil, á vista, 12x17, pego moto. 9972-0436

48174

48627

Casa, suíte, 3 qts. R$ 1.500, próx. Rod 3421-1996 48116

PQ. NOVA DOURADOS Com 5 peças + salão comercial. 9937-7906

48474

PROCURO MOÇAS P/ dividir aluguel casa no Centro. 8481-5062

47830

48670

47487

48676

48677

45745

1 suíte, 2 qts, 3sls, móveis planejados 9972-2521

47867

48664

JD. SANTA BRIGIDA


C2

Classificados Classificados

Classificados

Classificados Classificados

3

O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

48516

48581

47970

48358

LOTE MONTE CARLO

VENDO/TROCO URGENTE

UNO MILE FIRE 06/06

CORSA SEDAN 2009/10

Próx. asfalto. Creci 2747. 9613-4209

Canaã II, 1.500m². 99339941 ou 8115-1004

Prata, ar, TE, R$ 22.000, 68 mKm, 4P. 9971-9465

Completo, particular. 34212845 ou 9924-6380

CHÁCARAS

UNO MILLE FIRE 05/06

CORSA WEGO 2001 GLS

48580

LOTE PRÓX. CAIQUE Próx. asfalto. Creci 2747. 9613-4209 48113

LOTEAMENTO SANTA FÉ C/ água, luz, asfalto, até 24 meses, próx. Pq. Alvorada, Plantão vendas 99711320/9692-4433/99717751 ou 3421-0034 Gondim Creci 2645. 48470

NOVO HORIZONTE ESQ. R$ 18 mil + parc. R$ 408,50. 9955-3613

47874

PARQUE ALVORADA Rua José Domingos Baldasso. 9649-7766

48571

PARQUE ALVORADA Terreno murado, 12x30, na Rua João Demamann. 9122-7889 ou 8100-4529 48300

PORTAL DE DOURADOS Parc. murado, não precisa aterro, 15x40, 600m². 9292-5703 Creci 1586 MS João Paulo Garcete de Castro

48336

PQ. ALVORADA Todo murado, 12x30. 81217776 ou 8402-4671

48564

PQ. ALVORADA 12X30 Aceito carro. 8121-9111 c/ Jozimar

48692

PRÓX. MERC FORTALEZA

Perfeito estado, particular. 9633-2410

48465

48530

23 HA EM ITHAUM

UNO MILLE FIRE FLEX

C/ casa. R$ 100 mil. 91434238

Way, 08/08, branco, 4 portas, básico. 9985-3492

48584

48531

3 ALQUEIRES

UNO MILLE FIRE FLEX

E 3 quartas, cultivo agrícola, na linha do Potreirito, próx. á Dourados. 8163-5343 Maria

Way, 08/08, branco, 4 portas, básico. 9985-3492

48695

VENDO UNO 03/04

48228

Branco, 2P, R$ 10.800. 8453-4677

CHÁCARA 25HA Vila Vargas, pecuária, agricultura. 9224-0463 Marcondes Creci 4564.

CHEVROLET

48669

VENDE-SE 6 SITIOCAS C/ casa de alvenaria, 110m² construído, poço e luz + casa do caseiro pequena, pomar produzindo laranja e pocã, R$ 150.000. 34219870/9971-7036

FAZENDAS 48277

1000 HA PASTO Jardim-MS. 8411-1927 www.satorremoveis.com.br

48689

30 ALQUEIRES Rod. Macaúba/Por to Vilma, região do Air Pedroso, R$ 900.000, estuda prop. 3423-2255/99574597(Imob. Athenas)

48529 47792

48563

48318

FINANCIAMENTOS

GOL 99 MI

PARATI CLI 97/98 2P

PALIO ELX 2003 4P

Carro/moto ou caminhão. 9988-1562

Pneus novos, som. R$ 10.500,00. 9602-7529

Comp, verde, R$ 14.000, troco(-) vlr. 8411-2001

Fire, comp, verde met., R$ 17.000, troco. 8411-2001

48542

FOX 2006 R$ 22.000

GOL 99 SPECIAL 2P Bem conservado, particular. 9642-0611

48183

GOL 1.0 G4 05/06

GOL ANO 95 1.6 2P Prata, básico. 9924-9440 ou 9638-1725

48501

48341

GOL 1.0 PLUS 4P 2001

GOL BOLA CLI 1.6 95

Completo, 4 pneus novos. 9988-1562

Ou troco por Biz 125. 92415056 Cícero

48523

48460

PASSAT 86 BRANCO

POLO HATCH 02/03

Prata, flex, AR, VE, TE, LDT, lic/2011. 9971-5161

48609

Completo, prata. 81188292

39841

POLO HATCH 06/07 Preto, completo. 34203000

GOL G4 07/07 PRETO

Prata, 1.6, comp., R$ 32 mil. 9238-2659

GOL G5 08/09 1.0

SANTANA 2002 CINZA

Completo, kit, trend, conservado. 8467-0615

48492

48185

POLO HATCH 07/08 48678

Completo, ótimo estado. 9927-7034 48653

GOL 2006 G4 1.6

GOL GL 92/93 CHT 1.6

Vendo/troco por carro/moto (-) valor. 9939-2385

Bege, rodas, som, álcool, impecável. 9602-3728

01/01, AL, TE, ar, LDT, cinza. 9919-6693

FIAT

VENDO GOL 1.0 16V

48590

48600

GOL 2011 GERAÇÃO 05

GOLF 03/03 PRATA

Frente a Embrapa. 91217523

C/ ar, 4P, R$ 9.900 + 35 parc. fixa. 8458-5516

1.6, completo. 9911-9916 Cezar

TERRENO 456M² ESQ.

GOL 93 1.6 ÁLCOOL

GOLF FLASH 1.6 PRATA

FORD F1000 89 PRATA

Branco, básico. R$ 8.500. 9982-5947

05/06, ótimo estado. 34202000

DH, turbo + AL, rodas, impecável. 9602-3728

SITIOCA QUITADA

48421

48514

Lado murado. R$ 17 mil + parcelas. 3426-0222

48658

48114

TERRENO JD. MÔNACO Esquina, 14x30=420m². Gondim Creci 2645. 9971-1320

48579

TERRENO PQ. ALVORADA Próx. asfalto. Creci 2747. 9613-4209 48591

VENDO 2 HECTARES

VOLKSVAGEM 48147

ASSESSORIA COMPLETA Compra, venda, troca e financiamentos. 9976-6040

48347

CROSSFOX 05/05

Rod. Dourados/Caarapó, passando posto da capela, no asfalto. 9985-5248

Bancária vendo crossfox. 8145-7232

VENDO/TROCO URGENTE

Impecável, 13.000km, particular, única dona. 84781544 ou 8478-1545

48515

Jd. Guaicur us, 360m². 9933-9941 ou 8115-1004

48414

CROSSFOX 09/09 PRATA

GOL 93/94 1.8 BRANCO 9971-1525

48422

GOL 94 1.8 ÁLCOOL Branco, básico. R$ 8.500. 9982-5947

48316

GOL 96 1.0 QUADRADO Raridade, prata, R$ 9.500, troco. Telefone contato 8429-7196 48464

48430

43382

48154

48491

48651

PALIO 07/08 COMPLETO E Palio 05/06, Uno 09/10, Celta 2006. 9611-9476

48065

PARATI 1.0 16V TURBO

PALIO 97 9621-4507

Prata, 2001/2001, ar, direção, RL. 3420-3000

4P, completo, alarme, cinza.

48626

PARATI 1.6 MI 97 2P

PALIO ADVENTURE 04/4

Ótimo estado, R$ 12.900. 8426-2743

Completo, 1.8. R$ 24.000. 9141-3555

48654

PALIO FIRE 06/07 4P 48684

PALIO WEEKEND VERDE Met., 2003, completo. 9971-4496

48487

POLO 04/05 VERDE 1.6 Completo, particular. 81058149 48313

PUNTO ELX 2008 PRETO

48679

CELTA 00/01 PRATA

Branco, filé. 9918-5061

48674

CHEVY POR ESTRADA CE Preta, roda esportiva, insulfilm, ótimo estado, R$ 6.500. 8402-7510

48429

CORSA 03/03 PRETO 1.0, completo. 9911-9916 Cezar 48646

CORSA 04/04 PRATA 4P

48419

48700

9682-3428

48657

CORSA 96 1.6 BORDO GL. 9971-1525

48601

Sporting Dualogic, c/ teto solar. 9282-5169

CORSA 97/97 HATCH

UNO 2P 2005/06

Super, ar, VE, DH, chumbo, 4 portas. 9988-0917

Básico. Telefone 99711525

CORSA 99 SEDAN

UNO 98 4P CINZA

R$ 13.800,00. 99594746

Corsa 96 2P, cinza. 96395421

CORSA GL 1.6 97/97

UNO FIRE 03/04 2PTS

Vidro, TE, alar me, R$ 12.000. 9623-0609

Vermelho. R$ 12.700. Telefone para contato 34222635

CORSA HATCH SUPER 97

GOL 97/98 VERDE 2P

PARATI CLI 95/96

PALIO CELEBRATION

UNO FIRE FLEX 07/08

Básico, ótimo estado, motor novo. Telefone contato 9971-5674

DH, branco, roda alumínio, pneus e motor bons, R$ 14.000. 9936-6554 ou 8421-4758

07/08, completo, flex. 9981-1617 ou 92138657

Way, prata, ar, 4P, R$ 22 mil. Telefone contato 92382659

Preto, único dono. R$ 15.000,00. 9971-6666

48504

PICKP CORSA CHAMP 96/96, VE, TE, AL, conservada. Telefone contato 9988-1562 45567

PRISMA 1.4 PRATA 47945

VECTRA GLS 2000

48673

CORSA 2004 SEDAN

48184

48431

OMEGA 96/97 GLS 2.2

CHEVETTE HATCH 83

STILO BLAEMOT. 2010

48458

Easytronic, prata, par t. 9971-3723

Bem conser vado. 99048658

Básico, vidro, roda. R$ 11.000. 9982-5947

48512

48400

MERIVA 2008 PREMIUM

C/ alarme e ar. 96165756

Completo. R$ 32.000,00. 9982-5947

48656

Básico, couro. R$ 9.000. 9982-5947

VECTRA 98 GLS 14 MIL

CORSA 1.0 96 PRATA

STILO VERMELHO 09

48420

KADET 1.8 94 CINZA

CELTA PRETO 06/07

STILO 1.8 2007 PRETO 48319

Completa. 9682-3428

07/08, ar e direção. 34203000

47992

Completo, mod. novo e Uno 4P 94 completo, bordô. 9639-4499

48418

48699

2 por tas, básico, ótimo estado. 9985-3492

1.4, comp, R$ 32.000, troco (-) vlr. 8411-2001

48528

GOLF SPORTLINE 09/10

48187

46680

Preto, top de linha, u. dono, R$ 52.000. 8411-2001

Prata, impecável, 1.6, particular. 9669-6727

48578

PALIO ELX 4PTS 04/04 Prata, compl, troco por strada CE 1.8. 9994-7375

4P, ar, trava, alarme, ótimo estado. 9652-8518 Gislaine

48395

48373

Relíquia, todo reformado, motor novo, R$ 10.000, á álcool. 9975-3476

GOL 1000 95 R$ 7.500 48618

48317

48553

Chumbo, gas., int., somente no dinheiro. 9612-9087

48506

48640

48389

Ar, VE, TE, AL, 4P, R$ 23.500. 9238-2659

Completo, branco, 4 portas c/ 98.000 Km, originais, R$ 17.000. 9981-7649

SITIOCA OURO FINO

48509

AL, VE, TR, troco por Saveiro. 8176-0296

GOL 16V TURBO 01/01

Murado, 12x57 á 1.500m do shopping, R$ 60.000,00, aceita carro. 3423-2255 ou 9957-4597(Imob. Athenas) Cercada. 9938-1290

47917

48642

48648

48186

1.0, prata, R$ 12.900. 9238-2659

48463

CORSA SEDAN 02/02 C/ AR, DH, AL, preto. 96134559

48538

Cinza, comp, 4 pneus ok, R$ 21.000. 8411-2001


4

Classificados Classificados

Classificados

Classificados Classificados

C2

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 46672

VECTRA GLS 2000/2000 Prata, completo. 3000

342048513

VECTRA GLS 96/97 Vendo ou troco, completo. 9976-6040 ou 8462-2905

48589

VENDO MONZA CLASSIC 89, completo. 9976-8488 ou 3425-5216

FORD

48481

S10 FLEX 08/09 PRETA Executive. 9946-0442

S10 STD 01/02 BRANCA Completa + bco couro. 9973-2634

48533

SAVEIRO 07/08 Básica, ótimo estado. 99713664 48527

SAVEIRO 1.6 08/08 Preta, completa. 99550914

48490

BELINA 86 BATIDA Mec. nova, só funilaria. 9913-1964 Só vendo.

48638

ECOSPORT XLT 09/09 Prata, 1.6, compl, 23.000km. 8401-3887

48596

ESCORT 86 ÁLCOOL Branca, R$ 5.000, aceito moto. 9264-9418

48320

FIESTA STREET 2001 4P, básico, muito novo, troco(-) vlr. 8429-7196

48221

FUSION 2006/2006 Preto, ótimo estado. 99717858

48539

FUSION SEL 2008 Prata, u. dono, R$ 48.000, troco(-)vlr. 8411-2001 48377

KA GL 97/98 C/ COURO Vinho. R$ 8.900, troco (-) vlr, básico. 8429-7196

48592

VENDO/TROCO POR MOTO Escortt 87, 1.6, álcool, R$ 2.900. 9606-6050

UTILITARIOS

48508

SAVEIRO 86 Contato 9953-4884

48662

SAVEIRO SUMMER 01/02 COmpleto. 9971-1525

48382

SCANIA 124 360 02/02 R$ 165.000,00. 99017166 ou 9223-7847

48567

SILVERADO 98 Ar, direção, ótima mecânica, troco por carro de menor valor. 9261-1919 48552

SILVERADO 98/98 Prata, 6 cilindros, motor novo. (67) 9987-7558 48476

SILVERADO 98/99 Prata, completa, motor e bomba nova. 9964-4950

48685

SILVERADO D-20 PRATA 2001, completa, boa, troco. 9971-4496

48636

STRADA 1.4 05/06 Flex, completa. R$ 24.000,00. 9299-9054 46176

STRADA 1.4 FLEX CE 05/06, prata, completa. 9971-5918 ou 9971-7420

48453

48686

F-350 2002 PRATA

STRADA 1.8 LOCKER

Primeira, troco. 99714496

09/10, preta, ótimo estado, air bag e ABS. R$ 41.800. 9651-0162 ou 9659-3588

F1000 98 XLT PRATA

STRADA TRACKIN 09

Completa, original, par ticular, só vendo, não troco. 8415-0266

C. simples, compl, preta, R$ 27.000, troco. 8411-2001

48537

48568

48462

F250 XLT 2000/2000 Contato 9936-8024

48696

VAN 83 18 LUGARES Motor MWM novo, F2000. 9961-1155

48288

47562

F350 03/03 BRANCA

VENDE-SE CAMINHÃO MB

Ar, DH, ótima. 99714749/9955-0078 ou 99497383

Ano 75, toco, pá carregadeira Michegan mad. 35, F-1000 94. 9974-1133

48606

48409

F4000 E SAVEIRO

VENDE-SE/TROCA-SE

95, 1.6, terreno 20x50. 9602-7811

Microonibus ano 98, VW. 9631-9551 ou 9297-4255

FIORINO 91/91 GAS.

VENDO CAMINHÃO FNM

Aceito moto no negócio. 9904-3742

180, ano 76. 9969-0558 ou 9927-8887

48416

48459

48522

48521

VENDO/TROCO F4000 99

FIORINO 94 AZU Revisada. 8163-1492

48500

FIORINO FURGÃO 94/94

R$ 55.000,00. 96687916/8163-1492

GABINE MERC./ VOLKS

OPORTUNIDADE D20

MITSUBISHI

S-10 LUXO BORDO

Cabine simples, prata. 3420-2000

Preto, completa. 34203000

BIZ 05/05 R$ 3.500

48617

FIT LX CVT DOURADO

IPVA/lic. 2011 ok, partida elet. 8424-9037

2008/2008, completo. 3420-3000

BIZ 125 ES 2006 AZUL

48576

48349

FIT LX MT 05/06

Ótimo estado. (67) 99951036

Cinza, completo. 34203000

BIZ 2007 PARTIDA

44846

46671

FIT LX MT 08/08

48643

R$ 4.450,00. 9959-4746

48370

Cinza, completo. 34203000

48073

FIT LX MT PRATA

BIZ 2009 VINHO ES Conservada. R$ 5.300,00. 9652-6710

48608

2004/2004, completo. 3420-3000

48574

FIT LX MT PRATA

BIZ ES 06/07 PRATA C/ partida, final 4, pago, R$ 4.200. 9628-6462

48499

2005/2005, Completo. 3420-3000 48575

FIT LX MT VERDE

CB500 98/99 NOVA Sem detalhes. R$ 11.500,00. 9988-1562 43671

2007/2008, completo. 3420-3000

48631

FIT LXL 05/05 PRETO Completo. 3420-2000

47274

HONDA CRV 08/08 LX Prata, ótimo estado. 34202000

48682

NEW CIVIC 07/07

FALCON 07/08 PRETA Trava de coroa, alarme positron, 1. dono, novíssima. 9285-2602

48348

FAN 06 3.300 Á VISTA Doc. ok. 9924-0709/92574948 48681

FAN 125 99 PRETA Quitada. 9217-2403

Prata. Tratar 9297-3905 Jean

48072

NEW FIT EX AT PRATA 2009/2009, completo. 3420-3000

TOYOTA

48182

FAN 125 KS PRETA 2007, R$ 3.500,00. 84262743

FAN 150 ESI PRETA 09/10, moto nova, R$ 4.900. 9622-8598

48489

48623

COROLLA 2003 BRANCO Automático. 9971-3686

48543

COROLLA 2010 XEI Preto, compl, aut. 99719047

48555

COROLLA XEI 05/06 Preto, aut, bco de couro. 9971-7858

Preta, 56 mKm, estepe novo, u. dono, part., impecável, doc. 2011 pago. (67) 9994-2091

FAN 2009 PRETA ES, aro alum. R$ 4.600,00. 9104-8355

48503

HORNET 2005 ESCAPE Rabeta, tem tudo original. 9988-1562

48628

SUZUKI YES 08/08 Prata, completa. 34272353 ou 9620-1686

46723

06/07, prata, 15 meses de garantia. 3420-2000

48069

PAJERO GLS FULL 2006, preta. 9971-2828

48620

PAJERO SPORT 00/01

OUTLANDER V6 PRATA

PEUGEOT

Automático, diesel. 99380392

PEUGEOT PASSION 207

PAJERO SPORT 09/10

09/09, completo, 25mkm, único dono. 9971-7315

47716

Prata, revisada. 34202000

43379

PAJERO SPORT AT 06/07, prata, revisada. 3420-2000

45634

PAJERO SPORT AT 07/08, preta, revisado. 3420-2000

46724

PAJERO SPORT HPE AT 06/07, prata. Telefone 3420-2000 48577

PAJERO SPORT PRETO 2007/2008, completo. 3420-3000

48630

PAJERO TR4 AT 09/09 Preta, revisado. 34202000

48388

48610

YBR 2002/2003 PRETA R$ 2.000. 3423-8233

48548

SANDERO PRIVILEGÉ Flex, 1.6, 8V, 08/09, completo, R$ 29.500. 99862018

CITROEN

48652

VENDO VIRAGO 98

48660

C3 2004 1.6 CINZA

Chega de sofrer, ser enganado! Eu posso e trarei o seu amor de volta, do jeito que você quer, para sempre! Lê-se cartas e as linhas das mãos. Sigilo absoluto. 3427-0997/9636-5150 ou 9231-9276 Manut. vendas e peças em geral. 9243-9654

33230

45565

C3 2006/2006 PRETO Completo. 3420-3000

48595

C3 GLX 1.4 06/06

ANTENAS PARABÓLICAS Assistência técnica. 92114884 ou 9971-1951

Prata, completo + couro. 9946-3506

C4 PALLAS 2008 AUT.

CADEIRA DE RODA

GLX, Couro, computador, top. 9988-1562

Vendo, ótimo estado. 30212250 ou 9954-2091

48367

48502

48223

CASA DE CARNE Ponto com equipamentos novos. 3424-0792 48279

CERCA ELËTRICA 3,00 o metro, motor portão, 3x90,00. 9996-4845

48356

CERRA CIRCULAR Trífasica. 9954-2970

48398

CESTA CAFÉ DA MANHÃ Especial dia das mães. 9948-8023 48594

41881

AC PORTÕES Automatização, conser to. 9133-7575 ou 9996-3534

31010

ALUGA CAMA ELÁSTICA Novas c/ ótimos preços. 9995-4025 ou 9296-6176

44496

ALUGA CAMA ELÁSTICA Piscina e infláveis. 99058391 ou 8163-6022

47987

ALUGA CAMA ELÁSTICA E piscina de bolinhas. 30211400 ou 9675-2729

48655

COMPRO CAUTELA CEF Compro cautela do seu penhor. 9212-2011

47573

COMPRO SEMI NOVOS Roupas, calçados e acessórios. 9603-0594

48435

CONVENIÊNCIA VENDO No Izidro, ótimo ponto e clientela. 9994-1819

45950

CORTE DE COSTURA

Básica e profissional. 99599323 ou 8136-1495

48561

CURSO DE DANÇA

E piscina de bolinhas. 9972-5420

De salão, chamamé, vaneirão, xote e forró, pré inscricões pelos fones 96671821 ou 8116-2405

ALUGA-SE BRINQUEDOS

CÂMERA REBE XT 8M

ALUGA CAMA ELÁSTICA 2026

Ótimos preços. 9286-4992 3421-6380

VENDO/TROCO XT 600

ALUGO CAMA ELÁSTICA

2000, preta, a toda prova. Telefone contato 92836051 Mário

E piscina de bolinhas novas. 3425-6592 ou 96714157

48650

48702

47235

VIRAGO 250CC

ALUGO DATASHOW

Doc. 2011 OK, nova. 99236215 ou 9934-6415

9236-0240 ou 3425-4900 c/ Italo

REFORMAS DE CALÇADAS 11 de junho

Fazemos todos os tipos de reformas em calçadas, inclusive Piso Tátil (calçada especial para deficientes Visuais).

48390

APARELHOS P/ SURDEZ Promoção: apenas 10 unidades p/ Dourados e região. Reservas 3423-9162

Preta, AL, R$ 8.000, original. Telefone contato 9919-6693

48411

48252

ANTENAS E CERCAS

48536

Honda C100 Dream ano 97, conservada. 9649-5719 ou 9256-5494 Junior

Adulto/infantil. 34232211www.imperiodasfantasias.com.br

48352

TITAN 150 2005 VERDE 48647

ALUGUEL DE FANTASIAS

AMOR? TRAGO JÁ!

RENAULT

9971-1525

32585

47357

Vermelha. 9636-0255 Genivaldo

TITAN 125 FAN 2008

VENDO OU TROCO

09/09, pouco rodado. 3420-2000

48412

YBR 125 05/06

E 1 Biz ES 2007, e uma Biz 2008. 9611-9476

48632

48629

E data show p/ eventos em geral 9242-0258 Wellington

48545

Revisada, pneus novos. 9956-1737

SENTRA 08/09 PRATA

9.000 Km, R$ 5 mil. 84818235 ou 9109-4987

TITAN 125 02/02 KSE

L200 OUTDOOR GLS MT

Com 57mil Km, R$ 36.000,008404-1207

ALUGO SOM ILUMINAÇÃO

48683

Bonita, a toda prova. R$ 3 mil. 9988-3225

48351

43673

XTZ XK 08/09

48366

VENDO BIZ KS 2008

46725

Som, luz, telão, Dj. 99120088

Titan cinza. 9200-7813 Thiago

48496

OUTROS

Azul. 3422-6487 ou 92049610

TITAN 08/08 ES

Vendo/troco por biz. 96123428

48139

ALUGO SOM

48330

TORNADO 04/05 PRETA

47275

48557

XTZ 03/04 R$ 3.000

48598

06/07, prata, revisada. 3420-2000

PAJERO FULL HPE AT

S10 COLINA 4X4 07/08

Preta, par tida elétrica. 9945-5737

43330

Vendo ou troco por moto. 9615-0663

S10 08/08 2.8 4X4 CD

41189

CR-V LX AT 08/08

43376

08/08, branca. 34202000

S10 CD FLEX 07/08

48569

L200 OUTDOOR GLS

CD, adv., flex, 30.000 Km, R$ 50 mil. 9971-3094

Branca, super conservada, 4 pneus michelin. 99977997 ou 9273-4080

BIZ 05/05 C100

TWISTER 03 PRETA

L200 OUTDOOR SAVANA

48624

2007/2007, completo. 3420-3000

L200 4X4 99/99

S-10 PRATA 2008/09

Completa, super conservada. Telefone contato 9914-2046

Com 4.500mil Km, R$ 12.500,00 8404-1207

47528

Ar, DH, bem conservada. 9909-3110

08/08, prata, revisada. 3420-2000

48588

CR-V EX 4WD PRATA

48405

2002/03, completa + couro, troco. 9971-4496

48585

43673

XRE 300 2010

Doc. final 02 pago, R$ 7.000. 9277-2843 ou 9137-7143

48701

48687

Prata, R$ 43.500, troco()vlr, u.dono. 8411-2001

HILLUX AUT. 06/07

48191

Vendo ou troco, S-10 completa, prata, 4cc. 99742566

48540

CIVIC LXS MECAN. 07

47957

86/96, branca, cab. dupla, motor novo. 9961-1155

48520

2004/2004, completo. 3420-3000

Prata, 86 mKm, u. dono, particular, impecável, doc. 2011 pago. (67) 99942091

48697

S-10 ESTENDIDA

48573

CIVIC LX MT PRATA

47956

L200 GLS 2000 COMPL.

S-10 95 COMPLETA

Prata, 1999/1999, completo. 3420-3000

HILLUX 4X4 MEC 08/08

48661

9682-3428

48572

CIVIC LX 1.6 AT

4X4, novíssima, couro, liga leve. 9961-1155

Vendo gabine Mercedes, Volks. 8155-5967

S-10 2.4 BRANCA 2002

Completo. 9971-1525

48698

47960

Gasolina, completa. Vendo ou troco. 9945-1736

48659

CIVIC AZUL 2004/05

HILLUX 09/09 PRATA

1.0, 8V, conservada. 99881562

9971-1525

HONDA

48383

48173

Canon, 8MP, 3 lentes sendo 1 75x300 Baterigrip, 3 baterias, disparador, memória de 1GB. 8121-7171 48493

FLORES P/ MÃES Arranjos p/ presentear quem você ama c/ preços especiais. Barraca da dona Eva na feira livre da Rua Cuiabá, centro. 9936-4535

Tel: 9654-4120 ou 9674-6634 Falar com Cezar


C2

Classificados/Atos Oficiais

5

O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------48602

33238

DISK FRETE MUDANÇAS

DOMÉSTICA

BaĂş. montagem de mĂłveis. 9609-1756 JoĂ o Carlos

p/ trabalhar registrado e que ofereça vale transporte. 3424-0116 Geni

48587

FÔRMAS PARA FLOR

48611

DOMÉSTICA

Kit completo p/ flores em E.V.A. 8474-1974

De segnda a sexta-feira, menos cozinhar ou 3x por semana, tenho referĂŞncias. 9974-4850 Elisabete

48247

GRĂ FICA Cart. visita, adesivos, banners. 9646-5020 ou 92170089

48391

DOMÉSTICA/DIARISTA

48368

Contato 9921-8926 Juraci

JARDIM E PISCINA

48511

EMPREITEIRO

Cor ta-se grama/limpa-se piscina. Lucas 9126-3123

Trabalho p/ fora da cidade. 9657-9508 Gilmar

48497

LOJA DE CONFECÇÕES

48327

LIMPEZA NO COMÉRCIO

E acessĂłrios, bem localizada. 8415-5999

Em geral. 9956-7132 Odete

48401

MAT. DE CONSTRUĂ‡ĂƒO

48559

P/ TODO O SERVIÇO

TijolĂŁo 8 furos-SP. R$ 400,00. 9668-6635 48495

MÓVEIS à VENDA Vendo móveis de loja, ótimo preço. 9112-3838

43282

PODO E CORTO Ă RVORES 9657-1553/81212133(vivo) 48498

SOBà RIA E PASTELARIA Vendo, ótima localização. 8451-3940 ou 8415-5999 48549

TV 29 POL. PHILIPS R$ 350,00. 9674-9545

ABANDONO DE EMPREGO A Empresa Daniela Bechlin Fracaro, incrita no CNPJ: 00.700.034/9457-89, declara para os devidos fins que seu funcionĂĄrio Regiane Ricardo da Silva, portadora da CTPS nÂş 00014520, sĂŠrie 015 - MS, deixou de comparecer ao local de trabalho desde o dia 01/04/2011 caracterizando assim abandono de emprego conforme art. 482 da CLT, letra I. Por ser verdade, firma a presente

48524

BABĂ NOTURNO

Profissional, preço å combinar. 9671-4291

De segunda a sexta-feira das 17:00 as 23:00hs, com referĂŞncia. 9995-6070 Cleusa

46944

VENDO CAMELÔ R: Joaquim n. 1697 , box 6, ótima localização, aceito carro. 9295-5009

48372

CASAL S/ FILHOS Se ofecere para trabalhar em fazenda como tratorista e serviços gerais, com ref. 9688-6253 ou 9121-9138 claro

48665

VENDO LANCHONETE Av. Marcelino Pires, 3240. 9951-9811

48204

48417

VENDO OU TROCO 48666

48593

VENDO RESTAURANTE Tratar 9643-6930

48518

VENDO TECLADO KOREM M1, e contrabaixo Cort, R$ 1.000,00, R$ 800,00. (67) 9289-4111

48095

VENDO VETERINĂ RIA R$ 17.000. 99711639/9948-6762

IMPLEMENTOS AGRĂ?COLAS 20/05

TRATOR MASSEY

Graffiato, verniz, mudanças de cores em geral. 92293047 Everton

48603

PORTEIRO/SEGURANÇA P/ trabalhar por diåria. 3424-0116 JosÊ

48604

PROCURO EMPREGO Diarista. 9663-7276 ou 9224-6110 Fabiana

48605

PROCURO EMPREGO Diarista. 9953-0029 ou 9964-0601 Maria

48649

PROCURO EMPREGO P/ trabalhar na lida de gado e leiteria, (fazenda/chĂĄcaras). 9995-9911 ou 34256111 Roberto 48415

QUERO TRABALHAR P/ fazer limpeza ou diĂĄria. 8421-9504

48494

DIARISTA

Casa de carnes. 34262590 Boa clientela. 9914-2836

48565

PINTOR

48616

VENDE-SE SOM

VENDO PONTO DE GĂ S

De segunda ĂĄ sexta, cozinho tambĂŠm. Tenho exp. e ref. 9201-0800 c/ Izabel

48667

P/ Segunda e quinta, passo roupas. 9128-4631 ou 9664-8731 Carmem

SecretĂĄria ou aux. de escritĂłrio. 9908-8099 Andreia

DIARISTA

SAVEIRO 1.6 AP 95

48505

CONTRATA VENDEDORA P/ loja de confecção. 34211015

48562

CONTRATA-SE Mecânico de bomba injetora. 9971-1184

48634

48635

48566

CONSULT. EMPRESARIAL Para atuação na årea de telefonia. Os interessados deverão enviar currículo p/: contato@liguemaisms.com. br ou entre em contato pelo fone:(67) 3423-8402

RECEPCIONISTA

Com ref. 9244-8208 JĂŠssica

48633

DIARISTA

Cinza. R$ 10.500, aceito propostas. Telefone 84168841

48622

SERVIÇOS GERAIS

SĂł p/ passar roupas, 2x ou 1x na semana. 9633-5409 Rosa

Aux. de cozinha, camareira. 9686-0549 Rosangela

DOMÉSTICA

TÉCNICA ENFERMAGEM 48456

PEDREIRO PARTICULAR 9635-4572

"  & & &(& & & &&&&      



 

! ( !(+( (  !(*( # -& &  & &*& &&" & &* (!( $!!( ( !)(!( (!((( )(!($!(!( )( +((  & ( !(  $(   !( !)(  (  ( !&$'( ( #  &   )( ( 8( ! !(    ( "!!)( 4( 1.6)( !!(  & $'(  !&')( ( ! !(  ( !!$ )( &'( / &'(!%!#&'( &'+(

%%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9750**!;*%$%* *%%(* ! *;*  ***,************** #01126/1////035*****  8;**#" *  *&+*1/6/*******************************  9%%%%% /" %9%+,0),,%%%%"1%9%,5)+.)-+,,%!(%*9%%%%%%%--7&++%! 6%9%,7)+0)-+,,%      #$%9% %  %% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9733**!;*%$%* *%%(* ! *;*" *** &**************** *//00:17167:********  8;**   *" ** &*062/******************************  9% %%%% /" %9%++-(482(2%"1%9%,0)+4)-+,+%!(%*9%%%%,2(844&++%! 6%9%,0)+,)-+,,%      #$%9% % %)%'%(% %(%!% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//976:**!;*%$%* *%%(* ! *;* * * &**************** */00597090/0********  8;* * *'**6105****************************************  9%%%%% /" %9%-+4)+,%%%%"1%9%+0)+-)-+,,%!(%*9%%%%%%%%.0&85%! 6%9%-+)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9961**!;*%$%* *%%(* ! *;*#***************************** *057035790/3********  8;** "*"***17:5*,*** ****************  9%%%%% /" %9%+4528,2)+%"1%9%+8)+.)-+,,%!(%*9%%%%%%%%8+&++%! 6%9%,+)+0)-+,,%      #$%9% %%%   %% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9905**!;*%$%* *%%(* ! *;*'* & *  ***************** *:2/:1/:00:0********  8;*"*" +*575**** *3* *****************************  9%%%%% /" %9%-4+4-+-%%%"1%9%,8)+-)-+,,%!(%*9%%%%%%%252&++%! 6%9%-+)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9735**!;*%$%* *%%(* ! *;* &* ** &*************** *0735:229069******* **//17/357577********  8;**  *  ** " *360*,**&*************  9% %%%%% /" %9%) %%%%%%%"1%9%-0)+8)-++5%!(%*9%%%%,-(+04&45%! 6%9%3%! %      #$%9% % %)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9769**!;*%$%* *%%(* ! *;** * &******************** */3:35/56027********  8;*"* *   *+*65*****************************************  9%%%%% /" %9%,,,++.%'%%"1%9%,5),-)-+,+%!(%*9%%%%%%%%.-&52%! 6%9%,5)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9737**!;*%$%* *%%(* ! *;* *"*********************** *266:7/:5071******* **2//36025/*  ****  8;**  *"*309*,*&*)*****************************  9% %%%%% /" %9%8+++42%%%%"1%9%-0)+.)-+,,%!(%*9%%%%%%%22-&++%! 6%9%3%! %      #$%9% %%%   %% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9906**!;*%$%* *%%(* ! *;* * *   ****************** *3/3:39:60:0********  8;*"* *065:*2/1*************************************  9%%%%% /" %9%+,5245(+.%"1%9%+,)+-)-+,,%!(%*9%%%%%%%28-&00%! 6%9%+0)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9759**!;*%$%* *%%(* ! *;* *#* &********************* *6266101303:********  8;*"*#**079,*****************************************  9%%%%% /" %9%+8,8-)+,%%"1%9%,4)+.)-+,,%!(%*9%%%%%%%,78&++%! 6%9%,0)+0)-+,,%      #$%9% % %)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9775**!;*%$%* *%%(* ! *;* " * * **** *:2522193005********  8;*"*#**+:6*,*  *******************************  9%%%%% /" %9%8-8),+%%%%"1%9%+,)+0)-+,,%!(%*9%%%%%%%,-+&++%! 6%9%-+)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9776**!;*%$%* *%%(* ! *;* *   * "************** */115:3::001********  8;*-* * *36********************************************  9%%%%% /" %9%257'+-%%%%"1%9%+2)+0)-+,,%!(%*9%%%%%%%,.+&++%! 6%9%-0)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/1./5.1/00**$;*//9766**!;*%$%* *%%(* ! *;*& &  * "****************** */31/1393016********  8;* & *& "*12/*****************************************  9%%%%% /" %9%,,+7+07'2%"1%9%,4),,)-+,+%!(%*9%%%%%%%%,.&++%! 6%9%,4)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/2./5.1/00**$;*//9996**!;*%$%* *%%(* ! *;* *  *"****************** *:29793//097********  8;*-*-*062*'*/********************************************  9%%%%% /" %9%2,.,'+2%%%"1%9%+,),-)-+,+%!(%*9%%%%%%%,27&+0%! 6%9%-4)+0)-+,,%      #$%9% % %%)% %%* %84;*/2./5.1/00**$;*//:/16**!;*%$%* *%%(* ! *;* *  * **************** *///62735032********  8;*&* * -090*,&*   ************************  9%%%%% /" %9%+-)+0%%%%%"1%9%-4)+.)-+,,%!(%*9%%%%%%%-4+&++%! 6%9%-4)+0)-+,,%      #$%9% % %)% 3( (( !( $( (  (   5)( ( !((($ ( ($!53( ! (( !* (!(  %  $(!($!57 )(!$((    ( $!( (    ( ! ( 8( $ !   $(   ( !% !)(  & & )+& (& $,%& & .'& & & & & &  0/&)( !!(  ! $(( ( !!$ )( (  0(  (  !( $($ !(  (!! (( $(  (!$!)( $( ( !% $ (%!0)((! $(!(!7 ( ((!( !)(!(  (0)( !((  )(!(3($ ! 5!$+(

47063

48423

Segunda ĂĄ sexta. 96018533 Valdete

 &&!&&&&&&&&&&&&&&&&

           

 (*(+)(,2(( (($!(( ((.,--(                   

Procedimento hospitalare, patologia especializada e geriatria ( tratamento ao idoso ). 3426-0393 ou 9238-0650 Maria

CONTRATA-SE

  ,, ,  , ,#, # ! !! ,, $#,  (  ( ( ! (

Torneiro mecânico com pratica. 8401-5965

 ( ( $ :8 *,,-+.,-,,,,,,,,,,-(  ( ( $-,   ,,  %, &%, ,&7 -, )& &,&, ,=,212;0A6, ,3:01:02AA6-, ,22310A<, ,3201202AA<,*&% &>9+-, , 233A0AA, ,2:02302AAA, , ,23?603112, ,3601?03112,"E(, ,( ,  ,"&, ,G#,# ! !-,&, , &%&,&,##( (-3( (%#( (.,--)( #*  #)( /( ,79,,( #)(  ( %( "#"( #( 2%##(  #"(  ( ###)( #( #(# )(5(.,-)( )(###)(#((("( &&, %  , ,  % , ,  %,  &%,  , &7 -, &&, , 4,  , (&&,  , 2;01:03122, &, 2;01:03126-,   &, &,   , ( >9, ( , &, 6=, &,  ,22310A<, ,3201202AA<C,, '    # (( # ( ( 69( ,,,,,13,*+,   & ,*%& , , %  +-,%. ,  ,,  &, , &7 ,(,   & ,&, &%& /, '    # ( ( /9( 18,*&+,   & , ,#5,*%& , , %  +-, %,,@(/, '    # ((#&#"# (#(/ #( (#1 9( 13, *+,    & , , &)&%& , &, 5 &,  , &7 , *%& , ,  %  +-, %,,@(/, ,,,,,,,,,,,,&, &) % ,, 4,&,,490,(/(,790,( #,,#(-3(  ( %#(  ( .,---,,%&%,&, &%&>9,,@(-, &&,>9,, &&,&,  % ,  &,&,&7 -,  &, , ( , ,&(&/, ,,,,,,,,,,,,&&, % >9,,   & ,,#5,&, !, " 5, &%&,&, >9, &&"B,  , , * & %, ()&+,  , ,0( " #-,  , ( , , ,

  >/,,>D ,, % &, " 5, ,&B,,&,26, ,(&, ,3122-, 5,2<C11,&,&,  &&, &%, ,&7 ,*  &+,(,&%/, ,,,,,,,,,,,&, &) % &,&,  , &&,,@(C, 2+ &&&( ,, % &, , &)&%& ,&,5 &,&,&7 F, 3+ (%&>9,, % &,(, ,&,",,@(F, 6+    &>9, , &&, &,  % , , &&,  (, &, % >D F, 8+ % >9,&&"B, ,",  F, :+  &>9,,"F, ;+ "%&>9,,  % ,% F, <+ %&,,&,&, ,,  % /, &&&,.,-,13, ,(&, ,3122/,

48637

292 4X4 / 2003 revisado autorizada R$ - 56.000,00 9938-0011 - Celso 20/05

MĂ QUINA POCLAIN Esteira larga CR 80, R$ 65.000,00 - 3424-7727 ou 9906-3979

TURISMO

CONTRATO SACOLEIRA Rua JoĂŁo Rosa Goes 549, centro. 3423-0067 48599

EMPRESA TRANSPORTE Contrata motorista e operador de Muck com experiĂŞncia entrar em contato com Rodrigo. (67) 9202-1261 ou e-mail: rodrigohenn@ hotmail.com 48645

47925

EXCURSĂ&#x192;O ROCK IN RIO RJ, cidade do rock, saĂ­da 29/09/2011. 34233503/9662-3487 ou 96437926

INFORMĂ TICA 48357

MANUT. DE COMPUTADOR

INSTRUTORES Estamos contratando instrutores para ministrar cursos de: camareira, auxiliar de cozinha, pizzaiolo e salgadeiro. 8146-3870 48350

PRECISA DE ASSADOR De frango e espeto p/ mercado. 3421-3904

PRECISA-SE

Formatação, instalação. 9697-4103 ou 9257-6490 Diego

De operador de empilhadeira. 3426-0100

VENDE-SE COMPUTADOR

P/ idosa c/ boa saĂşde de segunda a sexta-feira , deseja-se pessoa c/ referĂŞncia, carinho e paciĂŞncia, paga-se bem 3422-2804

48519

Completo, R$ 1.000,00. (67) 9289-4111

ANIMAIS ADESTRAMENTO CĂ&#x192;ES Todas raças/portes, obediĂŞncia/guarda. 9202-9218

48218

FILHOTE LABRADOR Puro, caramelo, vac. e verm, 90 dias. 8436-2013

PRECISA-SE CUIDADORA

PRECISA-SE MECĂ&#x201A;NICO De automĂłveis. 9955-4823 ou 3421-6451 48426

TĂ&#x2030;CNICO DE COMPUT. E rede c/ CNH AB. CurrĂ­culo p/ Rua Monte Alegre 3045. 3422-1379

48031

FILHOTES GATO PERSA VĂĄrias cores, inclusive branco inteiro, preto inteiro. 3422-6113 Marli

48328

LINDOS FILHOTES Vendo Lhasa Apso macho c/ 45 dias. R$ 500,00. 99719661 ou 3422-4078

48619

VENDO COCKER Filhote fĂŞmea. 3421-9242

48607

VENDO FILHOTE Pastor Belga, capa preta. 9997-0159

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADINA ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x2022;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x2022;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;

48663

48005

11664

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,# ! ,, !'!, ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,   ,

48625

ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;  ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2022;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Łď&#x20AC;¤ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Šď&#x20AC;Šď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Şď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;Źď&#x20AC;?ď&#x20AC;­ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Žď&#x20AC;Żď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;°ď&#x20AC;?ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Şď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;Šď&#x20AC;Ľď&#x20AC;ąď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Żď&#x20AC;˛ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;łď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Şď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;­ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;´ď&#x20AC;ľď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;´ď&#x20AC;śď&#x20AC; ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;ˇď&#x20AC; ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;Žď&#x20AC;­ď&#x20AC;¸ď&#x20AC;Źď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;šď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;şď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;Ąď&#x20AC;?ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;ťď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;źď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Žď&#x20AC;­ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;Žď&#x20AC; ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;˝ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;Şď&#x20AC;?ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;Žď&#x20AC;­ď&#x20AC;¸ď&#x20AC;Źď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;źď&#x20AC;žď&#x20AC;Łď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;Łď&#x20AC;¤ď&#x20AC;Šď&#x20AC;Śď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC;ľď&#x20AC;żď&#x20AC;Šď&#x20AC; ď&#x20AC;ťď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď &#x20AC;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Şď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;şď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201A;ď &#x20AC;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;źď ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď &#x201A;ď&#x20AC;žď&#x20AC;Łď&#x20AC;­ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď &#x20AC;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Şď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;şď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x201A;ď &#x20AC;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;˝ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;Žď&#x20AC;­ď&#x20AC;¸ď&#x20AC;Źď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;šď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;şď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;?ď &#x201A;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď &#x192;ď&#x20AC;Şď&#x20AC; ď&#x20AC;Žď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Ąď ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;¸ď&#x20AC;­ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;Žď&#x20AC; ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC; ď&#x20AC;˛ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Ľď &#x201E;ď &#x2026;ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Ľď&#x20AC; ď&#x20AC;łď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2022;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Ąď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;

ď&#x20AC; ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;¤ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;§ď&#x20AC;Śď&#x20AC;¨ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;

ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x160;ď &#x2020;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x160;ď &#x2021;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;Žď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;?ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;

PROCURA-SE EMPREGO 3X POR SEMANA 48621

ACOMPANHANTE IDOSO Para o dia ou ĂĄ noite. 96447163

48510

AUX. DE ENFERMAGEM P/ acompanhante de idoso c/ horĂĄrio disp. 9909-1695 ou 9946-1228

O Prefeito Municipal de Douradina â&#x20AC;&#x201C; Estado de Mato Grosso do Sul, ExcelentĂ­ssimo Senhor Darcy Freire, no uso de suas atribuiçþes legais que lhe sĂŁo conferidas por Lei, RESOLVE: Artigo 1Âş - CONCEDER a servidora pĂşblica municipal SrÂŞ. Julieta Emiliano de Souza, lotada na Secretaria Municipal de SaĂşde, ocupante do cargo de provimento efetivo de Zeladora, NĂ­vel I, Classe E, 03 (trĂŞs) meses de licença-prĂŞmio por assiduidade, referente ao perĂ­odo aquisitivo 05/01/2002 a 05/01/2007, conforme artigo nÂş. 101 da Lei complementar nÂş. 002/93, de 30 de setembro de 1993. Artigo 2Âş - SerĂĄ concedida licença a partir de 25.04.2011, devendo retornar Ă s suas funçþes normais em 23.07.2011. Artigo 3Âş - Esta portaria entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação ou afixação no mural localizado no ĂĄtrio do edifĂ­cio sede Prefeitura Municipal, retroagindo seus efeitos a partir de 25/04/2011.

& * ** C?*  *  &* =*/8@.1/00* ?* * =*/46.1/00* * 2 * * %%% >+* # * * #* * * "+* *  &C * *   * # *## C* *  * %$*:*/1@.1/00* */4* *(%* * 1/00+* #* 7'"* #*   # *  * & 4* "#>9* #*  #" # * B*  +* *  * 5 * F;+* '  # * #*  " >9* * &  #*  #&  * 3 #* ##* #* ;7* * ! * (% %* * ;7* %%* %  * %*    % * %* $%*  %* * %)%+* %  *  ( * * %+* B% %%,$+* %! 3+*  * #5$* "(%* * (* %* %% (* %*   %*  %$* * %%% >,+* ( *  (%$*  !+*  +*  '* * * %$* * $%;7* %*   %%* %* * %;7* *  * *)%* * !;-* %$* *%%* *  %( +* %* %* *! $ * * %* %$%;7* *  7A* *  #& * * *   '& * *  " * *  #* *

 >* * *#'"#>9* 9** #D*09* *(%* *1/00+*G*<4/(+*#*#"#* *  ##& * *#>E * *3 +*"#"# #*G* -*   *$##+*=* 8<:+* +* ### @A % %* *  %$A* *  #"*  4*  * ' +* *   >*  ## +* * 4* * %   * #* ?* G* 11#* * #* 16* G* 1<60&+* *   #* #*  %#, #-** &%$* %* %%A*/*10+00*( * #)+* * 9* " **#* *#"*,* ! # * *   & * * ### @* .* * *   '& * *     *'#4-*

#*  @  * *  *  # * * * #* &  +*  * & >#* #*  #"#>9* #* 9* 7'"#+*#*#*& &#*# # #* ##** & * #*7"* * *  +**& &*"#"* *4-*

RESOLVE: Artigo 1º - PRORROGAR por mais 60 (sessenta) dias a Licença Maternidade da servidora pública municipal Liz Elaine Ramos Belo, ocupante do cargo de provimento efetivo de Odontologo, Nível VIII - Classe B, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Artigo 2º - A prorrogação da Licença Maternidade de que trata o Artigo 1º desta Portaria serå concedida no período de 08.04.2011 a 06.06.2011. Artigo 3º - Esta Portaria entrarå em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrårio, retroagindo seus efeitos a partir de 08/04/2011. Gabinete do Prefeito Municipal, aos dois dias do mês de maio do ano de dois mil e onze.

Gabinete do Prefeito Municipal, aos dois dias do mĂŞs de maio do ano de dois mil e onze. Registrada Publicada Cumpra-se.

PORTARIA NÂş 81, DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;DispĂľe sobre concessĂŁo de afastamento ao servidor publico municipal e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? O Prefeito Municipal de Douradina â&#x20AC;&#x201C; Estado de Mato Grosso do Sul, ExcelentĂ­ssimo Senhor Darcy Freire, no uso de suas atribuiçþes legais que lhe sĂŁo conferidas por Lei, RESOLVE: Artigo 1Âş - CONCEDER ao servidor pĂşblico municipal Sr. Pedro Rodrigues Gama, lotada na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, ocupante do cargo de provimento efetivo de Zelador, NĂ­vel I, Classe B, â&#x20AC;&#x153;Licença sem Vencimentoâ&#x20AC;?, para tratar de interesse particular pelo perĂ­odo de 01 (um) ano a partir de 02/04/2011 devendo retornar as suas funçþes normais em 02/04/2012.

DARCY FREIRE Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 80 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;DispĂľe sobre a concessĂŁo de fĂŠrias regulamentares a servidores que especifica, e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;?. O Prefeito Municipal de Douradina â&#x20AC;&#x201C; Estado de Mato Grosso do Sul, ExcelentĂ­ssimo Senhor Darcy Freire, no uso de suas atribuiçþes legais que lhe sĂŁo conferidas por Lei, RESOLVE: Artigo 1° - CONCEDER fĂŠrias regulamentares de 30 (trinta) dias aos servidores especificados no anexo Ăşnico desta portaria. Artigo 2° - Esta Portaria entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação e / ou afixação no mural, localizado no ĂĄtrio da Prefeitura Municipal. Artigo 3° - Revogam-se as disposiçþes em contrĂĄrio. REGISTRADA, PUBLICADA,

Artigo 2º - A Licença de que trata o artigo 1º desta portaria serå concedida sem remuneração ao beneficiårio. Artigo 3º - Esta portaria entrarå em vigor na data de sua publicação ou afixação no mural localizado no åtrio do edifício sede Prefeitura Municipal. . Artigo 4° - Revogadas as disposiçþes em contrario. Gabinete do Prefeito Municipal, aos dois dias do mês de maio do ano de dois mil e onze. Registrada Publicada Cumpra-se.

### @,+* &*08* *&#* *2011-* #&9*" * #*" #*   *

O Prefeito Municipal de Douradina â&#x20AC;&#x201C; Estado de Mato Grosso do Sul, ExcelentĂ­ssimo Senhor DARCY FREIRE no uso de suas atribuiçþes legais, em especial a Lei Municipal nÂş 397/2010,

Artigo 4° - Revogadas as disposiçþes em contrario.

DARCY FREIRE Prefeito Municipal

48488

Telefone 9977-3816 FĂĄtima

PORTARIA NÂş 79, DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Concede licença prĂŞmio por assiduidade a servidora que especifica, e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;?

PORTARIA NÂş 82, DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;DispĂľe sobre a prorrogação da Licença Maternidade Ă  servidora que especifica, e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;?.

DARCY FREIRE Prefeito Municipal

CUMPRA-SE

Gabinete do Prefeito Municipal, aos dois dias do mĂŞs de maio do ano de dois mil e onze. DARCY FREIRE Prefeito Municipal ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x153;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;Ťď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;Żď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;˛ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC; ď&#x20AC;łď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2018;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x201D;ď&#x20AC;&#x2022;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x17D;ď&#x20AC;&#x160;ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2C6;ď&#x20AC;&#x201C;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2020;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;&#x201A;ď&#x20AC;&#x2039;ď&#x20AC;&#x2026;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2019;ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;Śď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC;

ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Ľď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Šď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Şď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Ľď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Šď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Şď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Ľď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Šď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Şď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Ľď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Šď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Śď&#x20AC;Şď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;Łď&#x20AC;Łď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;¤ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;­ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;Śď&#x20AC;Žď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;Śď&#x20AC;

ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2030;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;°ď&#x20AC;ąď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x192;ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Żď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;°ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;?ď&#x20AC;­ď&#x20AC;Źď&#x20AC;&#x2DC;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2021;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC;?ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x201E;ď&#x20AC;˘ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;Ąď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;&#x2014;ď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x152;ď&#x20AC;&#x2013;ď&#x20AC;´ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;&#x161;ď&#x20AC;&#x2122;ď&#x20AC;Łď&#x20AC; ď&#x20AC;&#x;ď&#x20AC;&#x203A;ď&#x20AC;°ď&#x20AC;ąď&#x20AC;&#x17E;ď&#x20AC;

ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;Śď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;§ď&#x20AC;

ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;Śď&#x20AC;Žď&#x20AC;¨ď&#x20AC;Ľď&#x20AC;Śď&#x20AC;§ď&#x20AC;Śď&#x20AC;


6

Atos Oficiais Atos Oficiais

Atos Oficiais

Atos Oficiais Atos Oficiais

C2

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 

      

                         



































                

                   

   

                                                                                                                                                  

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        

                                                ���                                                                                                                                           

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    ���                                                                                                                                                                                                                                               



                                                                                                                                                                    ���                                                       

                                                                                                                                                                                         

 $ $ 50$   $  $ $ $  $  "#; $  $! , $ $   $   $  $  $   $  ;$  $  $  %$ $  "$ $ $%$>$+4$$ $*3$$$ $  %$ $$7$  $ $$7$ # $  $ $ "#; $  $! , $ $  & $$ $ " $  $50$$ $ $ # $# $4$*//*%$ "$ $  %$?$ $ $ $ $*)$ $" $ $+)**%$  $ 0$  $$  $ <$ *$8$   50$$ $ $ $ $50$ +$8$ 50$  $   50$  $$ ":$  $  50$ $# 5= $ /$8$ $ $ $   $  $  $  %$$1$ $" $ $+)**$ $  $  $ $  $

                                                                                                                                                                            

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            

          ���                                                                                                                      

                               

% ,,! ,>,"! C? ,,   C? ,   , % , <,27@04233, ? , , <,24;04233,

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPORÃ AVISO DE LICITAÇÃO Tomada de Preços N° 02/2011 APREFEITURAMUNICIPALDE ITAPORÃ, comunica aos interessados, que fará realizar a Licitação abaixo relacionada, nos termos da Lei n° 8.666/93 e posteriores alterações; Processo Administrativo n.º 035/2011; Tomada de Preços n.º 02/2011; Objeto: Contratação de serviços para execução da obra de pavimentação asfáltica em diversas ruas do bairro: Jardim Nova Era. Ocorrerá dia 20/05/2011 às 08:00 horas e o início da abertura dos envelopes se dará no mesmo dia e hora; O Edital estará a disposição dos interessados mediante o pagamento de R$ 50,00 (cinqüenta reais), na sede desta Prefeitura, sito a Rua Duque de Caxias, s/nº – centro; Poderão participar da licitação em epígrafe, as empresas regularmente inscritas no Cadastro de Fornecedores desta Prefeitura, ou aquelas que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior a data fixada para o recebimento dos envelopes; Itaporã - MS, 03 de maio de 2011; Paulo Henrique de Souza - Presidente da Comissão de Licitação. AVISO DE LICITAÇÃO Tomada de Preços N° 03/2011 APREFEITURAMUNICIPALDE ITAPORÃ, comunica aos interessados, que fará realizar a Licitação abaixo relacionada, nos termos da Lei n° 8.666/93 e posteriores alterações; Processo Administrativo n.º 036/2011; Tomada de Preços n.º 03/2011; Objeto: Contratação de serviços para execução da obra de pavimentação asfaltica em diversas ruas do bairro: São Francisco (Lagoa II, Fundos do BNH). Ocorrerá dia 20/05/2011 às 10:00 horas e o início da abertura dos envelopes se dará no mesmo dia e hora; O Edital estará a disposição dos interessados mediante o pagamento de R$ 50,00 (cinqüenta reais), na sede desta Prefeitura, sito a Rua Duque de Caxias, s/nº – centro; Poderão participar da licitação em epígrafe, as empresas regularmente inscritas no Cadastro de Fornecedores desta Prefeitura, ou aquelas que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior a data fixada para o recebimento dos envelopes; Itaporã - MS, 03 de maio de 2011; Paulo Henrique de Souza - Presidente da Comissão de Licitação. AVISO DE LICITAÇÃO Tomada de Preços N° 04/2011 A PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPORÃ, comunica aos interessados, que fará realizar a Licitação abaixo relacionada, nos termos da Lei n° 8.666/93 e posteriores alterações; Processo Administrativo n.º 037/2011; Tomada de Preços n.º 04/2011; Objeto: Contratação de serviços para execução da obra de pavimentação asfaltica em diversas ruas dos Distritos de Santa Terezinha, Montese, Pirapora e Centro de Itaporã. Ocorrerá dia 20/05/2011 às 14:00 horas e o início da abertura dos envelopes se dará no mesmo dia e hora; O Edital estará a disposição dos interessados mediante o pagamento de R$ 50,00 (cinqüenta reais), na sede desta Prefeitura, sito a Rua Duque de Caxias, s/nº – centro; Poderão participar da licitação em epígrafe, as empresas regularmente inscritas no Cadastro de Fornecedores desta Prefeitura, ou aquelas que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior a data fixada para o recebimento dos envelopes; Itaporã - MS, 03 de maio de 2011; Paulo Henrique de Souza - Presidente da Comissão de Licitação. AVISO DE LICITAÇÃO Tomada de Preços N° 05/2011 A PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPORÃ, comunica aos interessados, que fará realizar a Licitação abaixo relacionada, nos termos da Lei n° 8.666/93 e posteriores alterações; Processo Administrativo n.º 038/2011; Tomada de Preços n.º 05/2011; Objeto: Contratação de serviços para execução da obra de pavimentação asfaltica em diversas ruas do Bairro Jardim Copacabana. Ocorrerá dia 20/05/2011 às 16:00 horas e o início da abertura dos envelopes se dará no mesmo dia e hora; O Edital estará a disposição dos interessados mediante o pagamento de R$ 50,00 (cinqüenta reais), na sede desta Prefeitura, sito a Rua Duque de Caxias, s/nº – centro; Poderão participar da licitação em epígrafe, as empresas regularmente inscritas no Cadastro de Fornecedores desta Prefeitura, ou aquelas que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior a data fixada para o recebimento dos envelopes; Itaporã - MS, 03 de maio de 2011; Paulo Henrique de Souza - Presidente da Comissão de Licitação.

   



                        

                                                                                ���                                                                  

     

          

                                                                                                                                                                                                  

+ 3 + + $$$ >,+ $ + + $+ + + #,+ + ' + +   ,+ $+ 5(#+ + ! , +  +   %+ =, 27;04233-, ?+  + =, 24;04233-, + ( + A+ $+ $$:8,  , '  $,

 $#$$, $$,  $:8,  ,   :, A, $$, ' # ' $:8, ,  $$#$:8, , $$, A, $#, #$#6, ',  (#$:8,$,  ,$, #$$, A$, , $# , ,'= ,$, , '$:B , ( , ,  , $$, * #$-, #$, ,  $:8+, , '5 ,  , $$$ =.-, $$ A,  ,    ,  , '$ $, ', $'(  ,    # , $, #$ ', "$ $-, #,  $ ', ,  '$, ,  $' $,  , ($,  , '= -, ' ,  '$#,   -,  &, , ,

$#, , #$:8, $,   $$,  $#,  , '$:8, , $:$,+  + +"!  + #+  +B+ '  $,), $$, , #$,$,+ "+ :+ 0<.8<4.8@2/0001-24,+ $+ + $($,+ =+ 1@91,+  =+ 24,+ #+ ,+ %#$+   ,+ $' + $ -,+ $$+ & $+ +  !;+ 01+ + +  &+ + + $#,+ $  ++!$#+$#+#($#+ +1,94/222-22+)  $+ + +'#+ $*+









 

            

   



    ,+ #$ + $. $ +$#'$+ +$$+   , $#,

       



$$$ >-,+06+ +'$+ +2011.+ $'7+#! + $+#!$+   ,

        

   $  $=$ $:'13,$ $,*(*.(+::5%$  $=$ $ $$ 0 $ $ $%$! $ $$$! $   $ $$$ $  $ $$-%$%$  $ $ %$ ! $ $ 7$ $$ 72$ $ %$  $$ - $ $($  $ $$  $ $ $  $ / $ $ $ $ <$ 6$ +44**(,*+*$ 9$ *38(,*+*%$  $ 6$ ,5(**+51:(,*+*$%$$$ $)$.**'***%**$"  $ $ #'$$  $ $

- $ $ =$  $ <$ ;$  $ )$ +*8'3**%** " $ $ $

$ $

 $ #'$ !  & %$ & $ $  & '$ %$*1$ $$ $,*++$      $ $


C2

Atos Oficiais Atos Oficiais

Atos Oficiais

Atos Oficiais Atos Oficiais

7

O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------PREFEITURA MUNICIPAL DE DEODĂ POLIS PORTARIA NÂş 162/2011 DE 15 DE ABRIL DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Nomeia a Servidora que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş-NOMEAR a servidora EVAAPARECIDABENTO DO NASCIMENTO, aprovada em Concurso PĂşblico, para exercer o Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE ENFERMAGEM, sĂ­mbolo SAU, em cumprimento a Lei Complementar nÂş 002/2005. Conforme Decreto nÂş 004/2011 de 26 de janeiro de 2011, a partir desta data. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 15 de abril de 2011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal

disposiçþes em contrario. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2.011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 177/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Nomeia a Servidora que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş-NOMEAR a servidora LUCIANA VENĂ&#x201A;NCIO DA SILVA, aprovada em Concurso PĂşblico, para exercer o Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE ENFERMAGEM â&#x20AC;&#x201C; VILA UNIĂ&#x192;O, sĂ­mbolo SAU, em cumprimento a Lei Complementar nÂş 002/2005. Conforme Decreto nÂş 004/2011 de 26 de janeiro de 2011, a partir desta data. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio.

PORTARIA NÂş 173/2011 DE 27 DE ABRIL DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Exonera a pedido funcionĂĄrio do cargo que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş- Fica exonerado a pedido o funcionĂĄrio CARLOS RODRIGO LELIS LACOTIS, do cargo de Provimento Efetivo de MĂ&#x2030;DICO, sĂ­mbolo SAU, lotado na SEMSS, desta Prefeitura, a partir de 27 de abril de 2011. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrario. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 27 de abril de 2.011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 174/2011 DE 27 DE ABRIL DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Exonera a pedido funcionĂĄrio do cargo que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş- Fica exonerado a pedido o funcionĂĄrio FABIANO CERILO, do cargo de Provimento em ComissĂŁo de ASSESSOR IV, sĂ­mbolo AI â&#x20AC;&#x201C; 4, lotado na SEMAD, desta Prefeitura, a partir de 27 de abril de 2011. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrario. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 27 de abril de 2.011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 175/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Exonera a pedido funcionĂĄria do cargo que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş- Fica exonerada a pedido a funcionĂĄria MAGDA CARLOS ALENCAR, do cargo de Provimento em ComissĂŁo de ASSESSOR IV, sĂ­mbolo AI â&#x20AC;&#x201C; 4, lotado na SEMSS, desta Prefeitura, a partir de 02 de maio de 2011. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrario. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2.011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 176/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Exonera a pedido funcionĂĄria do cargo que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş- Fica exonerada a pedido a funcionĂĄria LUCIANAVENĂ&#x201A;NCIO DASILVA, do cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE SERVIĂ&#x2021;OS GERAIS, sĂ­mbolo SAD, lotada na SEMSS, desta Prefeitura, a partir de 02 de maio de 2011. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as

Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 178/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Nomeia a Servidora que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş-NOMEAR a servidora ISABEL CRISTINA LOPES, aprovada em Concurso PĂşblico, para exercer o Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE ENFERMAGEM â&#x20AC;&#x201C; VILA UNIĂ&#x192;O, sĂ­mbolo SAU, em cumprimento a Lei Complementar nÂş 002/2005. Conforme Decreto nÂş 004/2011 de 26 de janeiro de 2011, a partir desta data. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal PORTARIA NÂş 179/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Nomeia a Servidora que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato: RESOLVE ARTIGO 1Âş-NOMEAR a servidoraTATIANAAPARECIDADE MORAES, aprovada em Concurso PĂşblico, para exercer o Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE ENFERMAGEM â&#x20AC;&#x201C; PORTO VILMA, sĂ­mbolo SAU, em cumprimento a Lei Complementar nÂş 002/2005. Conforme Decreto nÂş 004/2011 de 26 de janeiro de 2011, a partir desta data. ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal

I TERMO ADITIVO AO CONTRATO NÂş 075/2010 â&#x20AC;&#x201C; â&#x20AC;&#x153;CONTRATAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE INSTITUIĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES BANCĂ RIAS PARA RECEBIMENTO DE TRIBUTOS E TAXAS MUNICIPAIS, CONFORME SOLICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAĂ&#x2021;Ă&#x192;O E FINANĂ&#x2021;AS.â&#x20AC;? PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 048/2010 INEXIGIBILIDADE Nď&#x201A;° 002/2010 POR ESTE INSTRUMENTO DE COMPROMISSO DE PRESTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE SERVIĂ&#x2021;OS, DE UM LADO O MUNICĂ?PIO DE CAARAPĂ&#x201C; (MS), INSCRITO NO CNPJ SOB NÂş 03.155.900/0001-04, COM SEDE NA AV. PRESIDENTE VARGAS, 465 â&#x20AC;&#x201C; CENTRO, NESTE ATO REPRESENTADO PELO PREFEITO MUNICIPAL, SR. MATEUS PALMA DE FARIAS, BRASILEIRO, CASADO, EMPRESĂ RIO, INSCRITO NO CPF/MF SOB N° 357.149.721-04 E PORTADOR DO RG N° 297.670 SSP/MS, RESIDENTE E DOMICILIADO NESTA CIDADE, NA AV. PRESIDENTE VARGAS, 191 â&#x20AC;&#x201C; JARDIM MORIĂ , DENOMINADO SIMPLESMENTE DE CONTRATANTE E DE OUTRO LADO O BANCO DO BRASIL SA, ATRAVĂ&#x2030;S DE SUA AGĂ&#x160;NCIA CAARAPĂ&#x201C; (MS), INSCRITA NO CNPJ SOB NÂş 00.000.000/1082-00, NESTE ATO REPRESENTADO PELO SR. LUIZ ALVES PORDEUS JUNIOR, BRASILEIRO, CASADO, BANCĂ RIO, INSCRITO NO CPF/MF N° 376.950.02453 E PORTADOR DO RG N° 672231 SSP/PB, RESIDENTE E DOMICILIADO NA CIDADE DE CAMPO GRANDE-MS, REPRESENTADO POR SUBSTABELECIMENTO PELO SR. MARCIO DE OLIVEIRA HENRIQUE, BRASILEIRO, CASADO, BANCĂ RIO, INSCRITO NO CPF/MF N° 614.871.98191 E PORTADOR DO RG N° 10.60649 SSP/MS, RESIDENTE NA RUA MOZART DE CALHEIRO, 555 â&#x20AC;&#x201C; JARDIM AGUA BOA - DOURADOS (MS), A SEGUIR DENOMINADO SIMPLESMENTE DE CONTRATADO, TEM ENTRE SI JUSTO E AVENĂ&#x2021;ADO A CELEBRAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DO PRESENTE CONTRATO PARA PRESTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE SERVIĂ&#x2021;O PELO BANCO, NA ARRECADAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE TRIBUTOS E DEMAIS RECEITAS PUBLICAS DO MUNICĂ?PIO NA ABRANGĂ&#x160;NCIA DO MESMO E A RESPECTIVA PRESTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE CONTAS, COM BASE DA LEI N.8.666, DE 21.06.93 E ALTERAĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES POSTERIORES, MEDIANTE INEXIGIBILIDADE DE LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O AO AMPARO DO CAPUT DO ARTIGO 25 DA REFERIDA LEI, CONFORME DESPACHO EXARADO NO PROCESSO/TERMO ADMINISTRATIVO NÂş 134/2009, FICANDO AS PARTES SUJEITAS Ă&#x20AC;S CLĂ USULAS E CONDIĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES SEGUINTES: CLĂ USULA PRIMEIRA â&#x20AC;&#x201C; OBJETO DO ADITAMENTO: Fica prorrogado, por um perĂ­odo de 12 (doze) meses, a contar de 05 de maio de 2011, o prazo do contrato n° 075/2010, celebrado entre as partes, em data de 05 de maio de 2010, em atendimento ao Memorando n° 148/2011/SMAF, datado de 13 de abril de 2011.

CLĂ USULA SEGUNDA â&#x20AC;&#x201C; Fundamento Legal: O presente termo aditivo tem por fundamento legal o Art. 57 da Lei (Federal) n° 8.666/93 e posteriores alteraçþes. CLAĂ&#x161;SULA TERCEIRA â&#x20AC;&#x201C; Demais ClĂĄusulas: As demais disposiçþes constantes do contrato supramencionado, celebrado em 05.05.2010, permanecem inalteradas. E, por ser a expressĂŁo da verdade, firmam as partes o presente termo aditivo em duas vias de igual teor e forma, que vai assinado tambĂŠm por duas testemunhas maiores e capazes. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAARAPĂ&#x201C;-MS, em 02 de maio de 2011.

PORTARIA NÂş 180/2011 DE 02 DE MAIO DE 2011. â&#x20AC;&#x153;Nomeia a Servidora que menciona e dĂĄ outras providĂŞnciasâ&#x20AC;? MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS, Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuiçþes legais, especialmente aquela prevista no artigo 71, incisos V e VII, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, expede o seguinte ato:

_________________________ MATEUS PALMA DE FARIAS MUNICĂ?PIO DE CAARAPĂ&#x201C; Pelo CONTRATANTE

RESOLVE ARTIGO 1Âş-NOMEAR a servidora MAGDA CARLOS ALENCAR, aprovada em Concurso PĂşblico, para exercer o Cargo de Provimento Efetivo de AUXILIAR DE ENFERMAGEM â&#x20AC;&#x201C; PORTO VILMA, sĂ­mbolo SAU, em cumprimento a Lei Complementar nÂş 002/2005. Conforme Decreto nÂş 004/2011 de 26 de janeiro de 2011, a partir desta data.

Testemunhas: _______________________________ CPF: 502.126.991-72

_____________________________ MARCIO DE OLIVEIRA HENRIQUE BANCO DO BRASIL S.A â&#x20AC;&#x201C; AG. 0903-2 Pelo CONTRATADO

_______________________________ CPF: 829.864.361-53

ARTIGO 2Âş-Este ato entra em vigor na data de sua publicação e/ou afixação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito Municipal de DeodĂĄpolis em 02 de maio de 2011. _________________________________ MANOEL JOSĂ&#x2030; MARTINS Prefeito Municipal

I TERMO ADITIVO AO CONTRATO NÂş 076/2010 â&#x20AC;&#x201C; â&#x20AC;&#x153;CONTRATAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE INSTITUIĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES BANCĂ RIAS PARA RECEBIMENTO DE TRIBUTOS E TAXAS MUNICIPAIS, CONFORME SOLICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAĂ&#x2021;Ă&#x192;O E FINANĂ&#x2021;AS.â&#x20AC;? PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 048/2010 INEXIGIBILIDADE Nď&#x201A;° 002/2010 CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAARAPĂ&#x201C;-MS, pessoa jurĂ­dica de direito pĂşblico, constituĂ­da sob a forma administração pĂşblica municipal, devidamente inscrita no CNPJ/MF sob nÂş 03.155.900/0001-04, com sede em CaarapĂł, Mato Grosso do Sul, neste ato representada, nos termos dos seus estatutos sociais, por MATEUS PALMA DE FARIAS, brasileiro, casado, administrador pĂşblico municipal, residente e domiciliado na cidade de CaarapĂł, estado de Mato Grosso do Sul, CĂŠdula de Identidade nÂş 297670 SSP/MS, CPF/MF nÂş 357.149.721-04, doravante denominada simplesmente CONTRATANTE. CONTRATADA: CAIXA ECONĂ&#x201D;MICA FEDERAL, instituição financeira criada pelo Decreto-Lei nÂş 759/69, atualmente regendo-se pelo Estatuto aprovado pelo Decreto nÂş 6.473, de 05.06.2008, situada na SBS Quadra 04, Lote3/4, BrasĂ­lia/DF, inscrita no CNPJ/MF nÂş 00.360.305/0001-04, neste ato representada, nos termos de seus atos constitutivos e conforme instrumento de mandato, que fica fazendo parte integrante deste, por JOSĂ&#x2030; ZANI CARRASCOSA, brasileiro, casado, bancĂĄrio, residente e domiciliado na Rua Martin Ederhart, 303, cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul, CĂŠdula de Identidade nÂş 003.107 SSP/MS, CPF/MF nÂş 164.691.271-34, doravante denominada simplesmente CAIXA, RESOLVEM de comum acordo celebrar o presente termo aditivo, que reger-se-ĂĄ conforme clĂĄusulas e condiçþes abaixo: CLĂ USULA PRIMEIRA â&#x20AC;&#x201C; OBJETO DO ADITAMENTO: Fica prorrogado, por um perĂ­odo de 12 (doze) meses, a contar de 05 de maio de 2011, o prazo do contrato n° 075/2010, celebrado entre as partes, em data de 05 de maio de 2010, em atendimento ao Memorando n° 148/2011/SMAF, datado de 13 de abril de 2011. CLĂ USULA SEGUNDA â&#x20AC;&#x201C; Fundamento Legal: O presente termo aditivo tem por fundamento legal o Art. 57 da Lei (Federal) n° 8.666/93 e posteriores alteraçþes. CLAĂ&#x161;SULA TERCEIRA â&#x20AC;&#x201C; Demais ClĂĄusulas: As demais disposiçþes constantes do contrato supramencionado, celebrado em 05.05.2010, permanecem inalteradas.

       # ,,! ! JD,  '! , @,23204233,  , @,23B04233/,, , ! #, # ! !, , >!-, & , , &, , , %-, &&"F, , &, (:,  (&  , , &A:-, &, 8)%, ,  %& , ,

 ,&(&,& /, $ G, A:, , 2B, (6&, , &, ! &%, &&, &  ( , &,   &&, &%, ,I&,&%/, , ' G,  , '!, ,  ! !, , !  ! ,  -, ,  G, 23, C, 24, C, 27, , 29-, &  , , "&%, %)&%, , 1.3?/3?B-22, *    ,(%, , ,  &, ,, &+/,, ,    ,%&A:,)  ,&, ,  H ,,,7@,0,(,,,44-,!,!!!, &, , &%,B/===0E7, ,&,&% &AH ,   /,

E, por ser a expressĂŁo da verdade, firmam as partes o presente termo aditivo em duas vias de igual teor e forma, que vai assinado tambĂŠm por duas testemunhas maiores e capazes. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAARAPĂ&#x201C;-MS, em 02 de maio de 2011.

_________________________ MATEUS PALMA DE FARIAS MUNICĂ?PIO DE CAARAPĂ&#x201C; Pela CONTRATANTE

___________________________ JOSĂ&#x2030; ZANI CARRASCOSA CAIXA ECONĂ&#x201D;MICA FEDERAL Pela CONTRATADA

Testemunhas: _______________________________ CPF: 502.126.991-72

_______________________________ CPF: 829.864.361-53

  6 %,.,-,29, ,(&, ,4233/,  "&% ,  &,& ,    , &, //,          , (&", @,23E04233/, 3,C, ,&, &"&, , &, ,&A:, ,&A:-, ()&& ,,,, 49-,!!, &, , &%,B/===0E7-, ,43, ,, ,3EE7, ,&,&% &AH ,   -, ( , %&A:, &,   &&, , %&, ,  A-, &&A:, ,  &-, &"&, , &  ,5 /, 4, C,  !! -, , &A:, , 24, ( &  , , 23, &(6, &", &&, &  ( , &,  &&, &%, , (&A:/,,, &A:,A&( 6&G,27/&)  , ,  &, , (&A:-,29/344/723/422B, & A:, &, " & , &,   &&-, 99/E2/;4/22, C,  &( , , & &,  (&  /, &"  ,G, ,'!,, ! !,,!  ! , , '&%,%)&%,1.;/9;B-22,*,(%,& , ,< &, ,, &+/,  AH , ,&&( G,,&,"&/, &, , &G,( &&,,   6 %.-,,,,24, ,(&, ,4233/,  ,$, ! ,   , &%,

  & &   76 &&   76 &   & # &5&+02*.+,,&    & #&5&+,3*.+,,& !?) 41&  &  & %" "&  & %&  & %/"'& % &  $& & & "!& & !"41& "&  "& " & "%"")&   ) %) #) )  ) #) ) #) )  *) ) # ) )  "# ) "##=)#   # ) "#) *)    ))    ) #% *)#  # ) )& ) #)"#:4)#)%  #)   & " "&""&"&!"&-& "& "('& !)9)0/,5>1,30/-///0+11*)#) )"  *)<)3735*)!# %)#"#*) # +*) )8>,;2/+/8/*) ##)  #)) )/0)#)22*) ))# $) ) ) #"*) #  ) ) #") #") "&#") ) .) 37,37/*50) '# #) )  ) %"*) # ) )  #) #) )6 #) )%) # (,) ### =+*)/3) )%#) )1/00,) # )#"%#) )##)   & "!&


8

Atos Oficiais Atos Oficiais

Atos Oficiais

Atos Oficiais Atos Oficiais

C2

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------O PROGRESSO - Dourados, Mato Grosso do Sul, quinta-feira, 5 de maio de 2011

EXTRATO DO CONTRATO Nº 089/2011 – “AQUISIÇÃO DE TUBOS DE AÇO GALVANIZADO PARA SEREM UTILIZADOS NA RECUPERAÇÃO DE PONTES NA ÁREA RURAL E DO CÓRREGO GLÓRIA DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ-MS, CONFORME SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS.”

EXTRATO DO CONTRATO Nº 091/2011 – “AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.”

PARTES:

PARTES:

MUNICÍPIO DE CAARAPÓ/MS ARMCO STACO S/A INDÚSTRIA METALÚRGICA

OBJETO: O presente instrumento tem como objeto AQUISIÇÃO DE TUBOS DE AÇO GALVANIZADO PARA SEREM UTILIZADOS NA RECUPERAÇÃO DE PONTES NA ÁREA RURAL E DO CÓRREGO GLÓRIA DO MUNICÍPIO DE CAARAPÓ-MS, CONFORME SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS e nos termos do processo administrativo n° 045/2011, na modalidade Inexigibilidade n° 002/2011. VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 300.980,00 (trezentos mil, novecentos e oitenta reais), de acordo com os itens nºs. 01 e 02, conforme Memorando nº 033/2011, da Secretaria Municipal de Obras e Serviços. PRAZO: A vigência do presente instrumento contratual terá início em 19 de abril de 2011, com término em 18 de julho de 2011. DOTAÇÃO: O presente contrato será empenhado na seguinte dotação orçamentária: 06.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS 06.05 – DEPARTAMENTO DE OBRAS E SERVIÇOS RURAIS 26.782.012 – PROGRAMA DE CONSTRUÇÃO E CONCLUSÃO DE OBRAS PÚBLICAS 1.060 – CONSTRUÇÃO/REFORMA E READEQUAÇÃO DE PONTES E CONGÊNERES 44.90.51 – OBRAS E INSTALAÇÕES FONTE: 80 FICHA: 186

DATA DE ASSINATURA: 19 de abril de 2011. FORO: Comarca de Caarapó-MS.

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MARTINS, GEDRO & CIA LTDA – ME

OBJETO: O presente termo tem por objeto a AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, do Processo Administrativo em epígrafe, que integram este instrumento, independente de transcrição em conformidade com as propostas vencedoras da licitação na MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PMC N 023/2011. VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 3.417,70 (três mil, quatrocentos e dezessete reais e setenta centavos), de acordo com os itens nºs. 01, 04, 11, 13, 14, 24, 25, 29, 33, 52, 53, 58, 61, 62, 64, 65, 69, 73, 77, 88, 90 e 91, conforme despacho de homologação e adjudicação. PRAZO: A vigência do Contrato será a partir de 27 de abril de 2011 com término em 27 de outubro de 2011, podendo ser prorrogado conforme Lei Federal nº 8.666/93. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contratação, objeto dessa licitação, correrão por conta da dotação orçamentária abaixo discriminada e para o exercício futuro correrão por conta da dotação que a substituir: 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 08.01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.023 – PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO BEM ESTAR SOCIAL DO MUNICÍPIO 2.100 – MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 33.90.30.00 – MATERIAL DE CONSUMO FICHA – 365 FONTE – 00 DATA DE ASSINATURA: 27 de abril de 2011. FORO: Comarca de Caarapó-MS.

ASSINATURAS: MATEUS PALMA DE FARIAS PREFEITO MUNICIPAL Pela CONTRATANTE

ASSINATURAS: EVINEI ARCE DA SILVA OLIVEIRA GESTOR DO FMAS Pela CONTRATANTE

ANTÔNIO FERNANDES ARMCO STACO S/A INDUSTRI METALÚRGICA Pela CONTRATADA TESTEMUNHAS:

RAFAEL GEDRO MARTINS, GEDRO & CIA LTDA – ME Pela CONTRATADA TESTEMUNHAS:

Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

EXTRATO DO CONTRATO Nº 090/2011 – “AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.”

EXTRATO DO CONTRATO Nº 093/2011 – “AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.”

PARTES:

PARTES:

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RIBAS & CIA. LTDA – ME

OBJETO: O presente termo tem por objeto a AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, do Processo Administrativo em epígrafe, que integram este instrumento, independente de transcrição em conformidade com as propostas vencedoras da licitação na MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PMC N 023/2011. VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 9.876,94 (nove mil, oitocentos e setenta e seis reais e noventa e quatro centavos), de acordo com os itens nºs. 02, 03, 07, 10, 17, 27, 30, 35, 40, 42, 43, 44, 46, 47, 50, 51, 54, 59, 63, 67, 71, 76, 79, 83, 86, 89 e 92, conforme despacho de homologação e adjudicação. PRAZO: A vigência do Contrato será a partir de 27 de abril de 2011 com término em 27 de outubro de 2011, podendo ser prorrogado conforme Lei Federal nº 8.666/93. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contratação, objeto dessa licitação, correrão por conta da dotação orçamentária abaixo discriminada e para o exercício futuro correrão por conta da dotação que a substituir: 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 08.01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.023 – PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO BEM ESTAR SOCIAL DO MUNICÍPIO 2.100 – MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 33.90.30.00 – MATERIAL DE CONSUMO FICHA – 365 FONTE – 00 DATA DE ASSINATURA: 27 de abril de 2011. FORO: Comarca de Caarapó-MS.

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EURÍDICE FAVARO FERREIRA – ME

OBJETO: O presente termo tem por objeto a AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, do Processo Administrativo em epígrafe, que integram este instrumento, independente de transcrição em conformidade com as propostas vencedoras da licitação na MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PMC N 023/2011. VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 2.054,00 (dois mil e cinqüenta e quatro reais), de acordo com os itens nºs. 21, 22 e 23, conforme despacho de homologação e adjudicação. PRAZO: A vigência do Contrato será a partir de 27 de abril de 2011 com término em 27 de outubro de 2011, podendo ser prorrogado conforme Lei Federal nº 8.666/93. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contratação, objeto dessa licitação, correrão por conta da dotação orçamentária abaixo discriminada e para o exercício futuro correrão por conta da dotação que a substituir: 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 08.01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.023 – PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO BEM ESTAR SOCIAL DO MUNICÍPIO 2.100 – MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 33.90.30.00 – MATERIAL DE CONSUMO FICHA – 365 FONTE – 00 DATA DE ASSINATURA: 27 de abril de 2011. FORO: Comarca de Caarapó-MS. ASSINATURAS:

ASSINATURAS:

EVINEI ARCE DA SILVA OLIVEIRA GESTOR DO FMAS Pela CONTRATANTE

EVINEI ARCE DA SILVA OLIVEIRA GESTOR DO FMAS Pela CONTRATANTE

EURÍDICE FÁVARO FERREIRA EURÍDICE FÁVARO FERREIRA – ME Pela CONTRATADA

IRINEU FERNANDES RIBAS RIBAS & CIA. LTDA. – ME Pela CONTRATADA

TESTEMUNHAS:

TESTEMUNHAS: Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

EXTRATO DO CONTRATO Nº 092/2011 – “AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.”

EXTRATO DO CONTRATO Nº 094/2011 – “AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.”

PARTES:

PARTES:

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MARCOS LEONI – ME

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL LUSIA DE FÁTIMA ÁVILA – ME

OBJETO: O presente termo tem por objeto a AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, do Processo Administrativo em epígrafe, que integram este instrumento, independente de transcrição em conformidade com as propostas vencedoras da licitação na MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PMC N 023/2011.

OBJETO: O presente termo tem por objeto a AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS PARA ATENDER OS PROGRAMAS E PROJETOS CONVIVER, VIDA NOVA, CREAS, CRAS PROJOVEM ADOLESCENTE E MARIA MARIA, CONFORME ANEXO I DO EDITAL E SOLICITAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, do Processo Administrativo em epígrafe, que integram este instrumento, independente de transcrição em conformidade com as propostas vencedoras da licitação na MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PMC N 023/2011.

VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 155,25 (cento e cinqüenta e cinco reais e vinte e cinco centavos), de acordo com os itens nºs. 05, 56 e 60, conforme despacho de homologação e adjudicação.

VALOR: O valor global base do presente Contrato, importa em R$ 6.665,31 (seis mil, seiscentos e sessenta e cinco reais e trinta e um centavos), de acordo com os itens nºs. 06, 08, 09, 12, 15, 16, 18 a 20, 26, 28, 31, 32, 34, 36 a 39, 41, 45, 48, 49, 55, 57, 66, 68, 70, 72, 74, 75, 78, 80 a 82, 84, 85 e 87, conforme despacho de homologação e adjudicação.

PRAZO: A vigência do Contrato será a partir de 27 de abril de 2011 com término em 27 de outubro de 2011, podendo ser prorrogado conforme Lei Federal nº 8.666/93. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contratação, objeto dessa licitação, correrão por conta da dotação orçamentária abaixo discriminada e para o exercício futuro correrão por conta da dotação que a substituir:

PRAZO: A vigência do Contrato será a partir de 27 de abril de 2011 com término em 27 de outubro de 2011, podendo ser prorrogado conforme Lei Federal nº 8.666/93. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contratação, objeto dessa licitação, correrão por conta da dotação orçamentária abaixo discriminada e para o exercício futuro correrão por conta da dotação que a substituir:

08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 08.01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.023 – PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO BEM ESTAR SOCIAL DO MUNICÍPIO 2.100 – MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 33.90.30.00 – MATERIAL DE CONSUMO FICHA – 365 FONTE – 00

08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 08.01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.023 – PROGRAMA DE ATENDIMENTO AO BEM ESTAR SOCIAL DO MUNICÍPIO 2.100 – MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 33.90.30.00 – MATERIAL DE CONSUMO FICHA – 365 FONTE – 00

DATA DE ASSINATURA: 27 de abril de 2011.

DATA DE ASSINATURA: 27 de abril de 2011.

FORO: Comarca de Caarapó-MS.

FORO: Comarca de Caarapó-MS.

ASSINATURAS:

ASSINATURAS:

MÊS:MARÇO ANO: 2011 (NBR 12.721:2006 - CUB 2006)

EVINEI ARCE DA SILVA OLIVEIRA GESTOR DO FMAS Pela CONTRATANTE

EVINEI ARCE DA SILVA OLIVEIRA GESTOR DO FMAS Pela CONTRATANTE

MARCOS LEONI MARCOS LEONI – ME Pela CONTRATADA

LUSIA DE FÁTIMA ÁVILA LUSIA DE FÁTIMA ÁVILA – ME Pela CONTRATADA

TESTEMUNHAS:

TESTEMUNHAS:

Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

Cláudia Lopes da Silva Bortolotte Veridiana Roso Prates de Falchi

CUSTOS UNITÁRIOS BÁSICOS DE CONSTRUÇÃO

Os valores abaixo referem-se aos Custos Unitários Básicos de Construção (CUB/m²), calculados de acordo com a Lei Fed. nº. 4.591, de 16/12/64 e com a Norma Técnica NBR 12.721:2006 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e são correspondentes ao mês de Março de 2011. "Estes custos unitários foram calculados conforme disposto na ABNT NBR 12.721:2006, com base em novos projetos, novos memoriais descritivos e novos critérios de orçamentação e, portanto, constituem nova série histórica de custos unitários, não comparáveis com a anterior, com a designação de CUB/2006". "Na formação destes custos unitários básicos não foram considerados os seguintes itens, que devem ser levados em conta na determinação dos preços por metro quadrado de construção, de acordo com o estabelecido no projeto e especificações correspondentes a cada caso particular: fundações, submuramentos, paredes-diafragma, tirantes, rebaixamento de lençol freático; elevador(es); equipamentos e instalações, tais como: fogões, aquecedores, bombas de recalque, incineração, ar-condicionado, calefação, ventilação e exaustão, outros; playground (quando não classificado como área construída); obras e serviços complementares; urbanização, recreação (piscinas, campos de esporte), ajardinamento, instalação e regulamentação do condomínio; e outros serviços (que devem ser discriminados no Anexo A - quadro III); impostos, taxas e emolumentos cartoriais, projetos: projetos arquitetônicos, projeto estrutural, projeto de instalação, projetos especiais; remuneração do construtor; remuneração do incorporador."

PROJETOS - PADRÃO RESIDENCIAIS PADRÃO BAIXO

PADRÃO NORMAL

PADRÃO ALTO

Projeto

R$/m²

var.% mês

Projeto

R$/m²

var.% mês

Projeto

R$/m²

var.% mês

R-1 PP-4 R-8 PIS

793,43 774,76 743,25 548,33

-0,16% -0,13% -0,17% -0,08%

R-1 PP-4 R-8 R-16

893,11 876,74 764,55 744,31

-0,15% -0,15% -0,17% -0,17%

R-1 R-8 R-16

1.152,68 958,06 981,11

-0,06% -0,08% -0,19%

100,00% 37,46% 58,20% 4,34%

714,71 764,55 286,40 445,00 33,15

CUB/M² - R8-N = R$ 764,55 VARIAÇÃO Mensal -0,17% Em 2010 Ult. 12 meses -

CUSTO TOTAL Mão de obra (encargos 134,39 %) Material Despesas Administrativas

PROJETOS - PADRÃO COMERCIAIS CAL (Comercial Andares Livres) e CSL (Comercial Salas e Lojas) PADRÃO NORMAL

PADRÃO ALTO

Projeto

R$/m²

var.% mês

Projeto

R$/m²

var.% mês

CAL - 8 CSL - 8 CSL - 16

899,21 759,47 1.015,55

-0,17% -0,21% -0,21%

CAL - 8 CSL - 8 CSL - 16

985,39 850,40 1.131,72

-0,15% -0,19% -0,19%

PROJETOS - PADRÃO GALPÃO INDUSTRIAL (GI) E RESIDÊNCIA POPULAR (RP1Q)

SIGLAS R-1: PP-4: R-8: R-16: PIS:

Residência Unifamiliar Prédio Popular Residência Multifamiliar Residência Multifamiliar Projeto de Interesse Social

Projeto

R$/m²

var.% mês

RP1Q GI

736,92 419,38

-0,27% -0,35% SIGLAS RPQ1: CAL-8: CSL-8: CSL-16: GI:

Residência Popular Comercial Andares Livres Comercial Salas e Lojas Comercial Salas e Lojas Galpão Industrial


Edição de 05/maio de 2011