Issuu on Google+

Sejamais maisumumAgente Agentedede Seja

TransformaçãoSocial Sociale eajude ajudea a Transformação colorira história a históriadedemilhares milharesdede colorir

criançase eadolescentes adolescentes crianças vítimas da exploração sexual.

vítimas da exploração sexual.

Façasua sua inscrição inscrição Faça

curso online online nono curso

sobreootema tema sobre

www.sestsenat.org.br/esca www.sestsenat.org.br/esca

0800 728 2891 0800 728 2891


APRESENTAÇÃO

O período pós 2ª Guerra Mundial marcou uma época de investimento, inovação e desenvolvimento desses veículos. As formas arredondadas foram substituídas progressivamente pelas cabines avançadas, tornando-as mais confortáveis, funcionais e seguras. A invenção do pneu radial favoreceu a estabilidade na estrada, além de garantir mais durabilidade. A chegada das suspensões pneumáticas permitiu abaixar os chassis e aumentar o volume de carga útil, elevando a rentabilidade do transportador. Na década de 1970, os caminhões se tornaram indispensáveis para a atividade econômica em todo mundo. Hoje, eles são considerados importantes instrumentos de produção e renda. Foi nessa época também que o transporte logístico começou a ser colocado em prática, atendendo, mais do que nunca, às necessidades dos clientes da melhor forma possível: no menor tempo e com o menor custo.

Fontes: www.cowboysdoasfalto.com.br www.michelintransport.com

Passa tempo

Descubra o ano dos caminhões abaixo:

a( )

( ) 1935 ( )

1942

( ) 1952

b( ) c ( )

Respostas: a) 1952, b) 1935, c) 1942.

Olá caminhoneiro!

Atualmente, a necessidade de preservação do meio ambiente exigiu que a indústria automobilística desenvolvesse tecnologias para reduzir a emissão de poluentes durante a queima de combustível. Por ser considerado um poluidor, o transporte rodoviário de cargas começou a fazer parte da política de sustentabilidade desenvolvida pelo poder público e por empresas privadas. Hoje, já existem programas de destinação correta de pneus usados, baterias e outros componentes destes veículos.

11


História do Caminhão Como seria o mundo de hoje sem o caminhão? Difícil de imaginar. Atualmente, os caminhões são peças fundamentais para o bom funcionamento dos diversos setores da sociedade. Só no Brasil existem aproximadamente 2 milhões de caminhões em circulação. Eles são responsáveis, em média, pelo transporte de 95,3 milhões de toneladas de produtos ao mês. Mas como será que tudo isso começou? A história do caminhão está diretamente relacionada ao desenvolvimento da sociedade moderna. No início do século 20 predominava o transporte feito por carruagens, cavalos, trens e navios. Com a crescente industrialização e urbanização, surgiram novas necessidades para o transporte de pessoas e mercadorias. Era preciso criar um meio de transporte que fosse mais rápido, confiável e seguro. Começa assim a era do automóvel. Os primeiros caminhões surgiram em 1900 com o objetivo de transportar cargas pesadas. Estes primeiros veículos foram produzidos com motores de explosão lentos e pesados, embreagem multidisco, caixa de velocidades robusta, duplo sistema de travagem e muito pouco conforto para o condutor. A 1ª Guerra Mundial (1914-1918) alavancou a produção de caminhões. Eles eram considerados vantajosos estrategicamente, pois podiam transportar as tropas em estradas cheias de barro e buracos. Depois do conflito, a grande quantidade de caminhões produzida ficou disponível para venda, tornando o veículo mais acessível. Além disso, houve a necessidade de fabricação de veículos mais potentes e robustos, que ajudassem na reconstrução dos danos causados pela guerra. A partir de 1920, o transporte por caminhão se tornou mais econômico do que a tração animal. Um dos motivos para a queda acentuada do preço foi a criação do motor a diesel, combustível mais barato que a gasolina. Com isso, os caminhões passaram a transportar cargas por distâncias mais longas e as carrocerias foram adaptadas para carregar os mais diferentes tipos de produtos.

10

Você acaba de receber uma edição informativa do Sest Senat (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) que faz parte de uma campanha de enfrentamento a exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o país. Nossa revista traz orientações sobre o tema, considerado crime no Brasil, além de outras informações importantes, como: dicas para evitar problemas na coluna durante uma longa viagem, passatempos, curiosidades sobre o universo das estradas e ainda um breve relato sobre a história do caminhão no mundo. Ao todo, serão distribuídos 330 mil exemplares nas estradas do Brasil. Você e seus colegas de profissão poderão ter acesso ao material em postos de combustíveis parceiros da nossa campanha ou por meio dos nossos ATS (Agentes de Transformação Social). Eles são caminhoneiros voluntários, selecionados por nossa equipe e capacitados para realizarem abordagens pelas estradas, apresentando e discutindo o problema da exploração sexual de crianças e adolescentes. Só em 2009, estes ATS abordaram mais de 32 mil pessoas. As conversas são sempre informais e realizadas nos momentos de descanso, abastecimento e alimentação. Escolhemos as estradas brasileiras para desenvolver o projeto pelo alto índice de exploração sexual registrado nos últimos anos nestes locais. Levantamento da Polícia Rodoviária Federal, realizado em 2007, identificou 1.819 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes nos 61.873 km de estradas federais brasileiras. São boates, postos de combustíveis, motéis, casas noturnas, pontos de fiscalização, entre outros, onde ocorre ou pode ocorrer a exploração sexual. Contamos com você nessa campanha. Boa leitura!


CUIDE DE SUA COLUNA

ALONGUE-SE DIARIAMENTE

Passar muitas horas sentado, dirigindo, sem fazer qualquer alongamento ou outros exercícios físicos pode ser muito prejudicial para a coluna, pernas e braços. Os principais fatores de risco para o surgimento de problemas na coluna e dores musculares são os movimentos repetitivos com os pés na embreagem, freio e acelerador, o posicionamento dos braços no volante, a vibração causada pelo motor do veículo e a situação, muitas vezes precária, das rodovias que causa solavancos. Quando ficamos muito tempo sentados, a tendência da circulação é manter o sangue nas

pernas, causando inchaço e, posteriormente, varizes (veias dilatadas, com volume aumentado). Transformar o posto de parada em uma mini-pista de corrida e usar o caminhão como barra de apoio para alongamentos são dicas importantes. Dar uma volta ao redor do posto de gasolina antes de sentar para o almoço ou o jantar é fundamental. Outra sugestão é utilizar o caminhão como seu ponto de apoio para a realização de exercícios de alongamento. Você pode se posicionar na frente do veículo e levantar as pernas de forma intercalada ou ainda, empurrar o caminhão para alongar as costas enquanto espera pelo abastecimento. Os exercícios também devem acontecer antes e depois da jornada de trabalho.

FRASES DE PARACHOQUE DE CAMINHÃO Não jogue espinhos na estrada... na volta você pode estar de pés descalços. A cada curva que faço aumenta minha saudade. A humildade é a base da felicidade. A melhor maneira de se lembrar do aniversário da mulher é esquecê-lo uma vez. A melhor vacina contra a AIDS é a comida caseira. Amo a vida porque na vida alguém me ama. A velocidade que emociona é a mesma que mata. Não tenho tudo na vida, mas amo tudo que tenho. No baralho da vida encontrei apenas uma dama. O futuro depende dos seus sonhos! Por isso não perca tempo, vá para casa dormir. O sol nasce para todos; a sombra para quem merece. O verdadeiro homem não é aquele que conquista várias mulheres, mas sim aquele que conquista a mesma, várias vezes. Prefiro chegar tarde em casa, do que cedo no cemitério. Quem inventou a distância não conhecia a saudade. Suba na vida mas não faça ninguém de escada!

04

09


PX Informações sobre

“Durante meu batente, uso o aparato para bicorar e copiar enquanto sigo minha grega pelo tapete preto.”* Difícil de entender? Não para a maioria dos profissionais da estrada que se comunicam por meio de códigos e gírias através do Rádio PX. Rádio PX, também conhecido como Faixa do Cidadão, é uma banda de ondas curtas, barata e prática de operar. É o meio de comunicação mais usado pelos caminhoneiros brasileiros, que o utilizam para saber informações sobre a estrada, requisitar ajuda ou, até mesmo, para escapar da solidão.

Conheça alguns exemplos de gírias e seus significados: 88: Beijo Aparato: Rádio PX Areia Doce: Açúcar Asa Dura: Avião Bailarina: Caneta Barra Móvel: Automóvel Batente: Trabalho Batonéte: Ela Bicorar: Falar Bater poeira: Tomar banho Botina branca: Médico Bruxa: Ventania Caixa de abelha: Televisão

08

*Tradução:

Carrapato: Caroneiro Copiar: Escutar Chá de urubu: Café Chiclete de burro: Milho Cristal: Esposa Carvão: Esposo Chucrutar: Aumentar canais Dinamite: Cachaça Gordurames: Comida Grega: Viagem Munhecada: Mancada / erro Ouro negro: Pneu Paçoca: Areia

Petroleiro: Posto PX-Maior: Deus QTO: Sanitário

Reco-reco nas costelas: Abraço Shack: Local da Estação

Santiago: Sinal Suco do capeta: Produto químico Tapete caipira: Estrada de barro Tapete preto: Asfalto Turmalina: Namorada TKS: Obrigado Vagalume: Farol Vitamina de minhoca: Barro

Durante meu trabalho, uso o Rádio PX para falar e escutar enquanto sigo minha viagem pelo asfalto.

? ?

Dicas e Curiosidades 1.

COMO TIRAR O BARULHO IRRITANTE DO LIMPADOR DE PARABRISA CONTRA O VIDRO?

Não se desespere. Muitas vezes este pequeno incômodo pode ser resolvido facilmente. Primeiramente, limpe o vidro e as borrachas da palheta com detergente neutro, pois podem estar engordurados. Se não resolver, dobre o limpador para o lado contrário ao que está rangendo para que a borracha da palheta "deite" por igual em ambos os lados, e tenha um contato uniforme com o vidro.

? ?

3.?

?

COMO TIRAR CHEIRO DE GASOLINA E BENZINA ?

Se você ficou com cheiro de gasolina ou benzina nas mãos após um breve contato, não se preocupe. A dica para remover o odor destas substâncias é esfregar as mãos com sal grosso ou sal de cozinha umedecidos em água. Em seguida, os bons e velhos água e sabão nelas.

2.

?

? ?? ? ?

?

COMO MANTER A SAÚDE NAS ESTRADAS ?

O SEST SENAT conta com o Sistema Integrado de Atendimento, que permite aos motoristas iniciarem tratamentos médicos e odontológicos em uma unidade e dar continuidade em qualquer outra espalhada pelo Brasil. Informe-se mais pelo 0800 728 2891.

05


?

COMO DENUNCIAR

A denúncia é o principal meio de enfrentamento à exploração sexual e pode ajudar inúmeras crianças e adolescentes em situação de risco social. Pode ser feita de qualquer telefone, discando o número 100. A ligação é gratuita e o serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. A sua identidade é mantida em absoluto sigilo.

.

Todos os anos, milhares de crianças (0 a 12 anos incompletos) e adolescentes (12 a 18 anos) são vítimas da exploração sexual, especialmente nas estradas que cortam o país. Cada vez mais, a polícia, órgãos do governo, empresas privadas e institutos de defesa dos direitos da criança e do adolescente têm trabalhado para combater esse tipo de crime, mas mesmo assim, a realidade ainda é difícil para meninos e meninas que são explorados sexualmente. É preciso um envolvimento cada vez maior da sociedade para enfrentarmos juntos este tipo de crime. Por esse motivo, é importante que você, caminhoneiro, que viaja por todo o país e tem contato com inúmeras pessoas durante esse trajeto, também faça parte desse trabalho de combate ao crime da exploração sexual. Informe-se sobre o assunto, divulgue nossa campanha e ajude a colorir essa história.

O QUE É EXPLORAÇÃO SEXUAL

.

?

Passa tempo

A exploração sexual consiste na utilização de crianças e adolescentes em atividades sexuais que envolvam relação de troca, como a exploração no comércio do sexo; a pornografia infantil; ou a exibição em espetáculos sexuais, públicos ou privados.

1) Seres frágeis, que são muitas vezes vítimas da exploração sexual, mas possuidores de direitos. 2) Ato criminoso praticado contra crianças e adolescentes.

Como envolve diretamente crianças e adolescentes, a prática é considerada CRIME com pena de quatro a dez anos de reclusão e multa. A criança ou adolescente é explorada, e nunca prostituída, pois é vítima de um sistema de exploração de sua sexualidade. A prostituição está diretamente relacionada à venda de serviços sexuais por pessoas adultas. A prostituição, diferente da exploração sexual, não é crime.

3) Uma das principais fases da vida e que deve ser cuidadosamente protegida. 4) Situação das crianças e adolescentes exploradas sexualmente. 5) Vítimas da exploração sexual com idade entre 12 e 18 anos. 1) 2) 3) 4) 5)

06

Complete os quadros em branco de acordo com as respostas abaixo:

c r i m e

-

Respostas: 1) crianças, 2) exploração sexual, 3) infância, 4) vitimas, 5) adolescentes.

INFORME-SE E AJUDE A COLORIR ESSA HISTÓRIA

Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

07


Mudanca de rumo