Page 1

Nº11 SET/OUT 2008

POR AÍ

PROGEN entre as 10 maiores da Engenharia brasileira

A

revista “O Empreiteiro” divulga anualmente um ranking das empresas de engenharia do Brasil: “500 Grandes da Construção – Ranking da Engenharia Brasileira”.

A edição de 2008, que apresenta os resultados do exercício de 2007, foi oficialmente lançada em evento realizado no dia 12 de Agosto, na cidade de São Paulo. A PROGEN, que havia ficado em 13º lugar na edição anterior, conquistou a 7ª posição na categoria “Projetos e Consultoria” neste ano. Na ocasião, os diretores da PROGEN, Orlando Brichesi e José Ricardo Barella, estiveram presentes e, além de receber a notícia, foram homenageados com o troféu de “Empresa Destaque”, entre as 94 participantes do ranking.

Diretoria PROGEN juntamente com integrante da equipe “O EMPREITEIRO”

Independente do local onde esteja trabalhando, cada colaborador da PROGEN tem seu papel em mais esta conquista. Parabéns!


POR AÍ

PROGENTE

PROGEN recebe prêmio do Governo de SP

Balanço das doações de roupas e calçados

N

M

o último dia 28 de Agosto de 2008, a PROGEN recebeu o SELO AMBIENTE LIVRE DO TABACO do Governo do Estado de São Paulo, em cerimônia realizada no Instituto do Câncer. A conquista do selo (categoria ouro – ausência do fumo em toda a área interna e externa, quando houver) se deu em função da proibição do uso de cigarros e similares nas dependências da PROGEN São Paulo, que se concretizou em 01 de Maio de 2008, com a proibição do fumo nas áreas comuns do Edifício Pekelman, com base na Lei Federal 9294-96.

Governador de São Paulo, José Serra, na premiação Selo Ambiente Livre do Tabaco.

Na ocasião, o Governador de São Paulo, falou da importância da ausência da prática do fumo em ambientes coletivos em prol da saúde de todos, frisando a questão dos fumantes passivos, que têm a saúde seriamente prejudicada ao inalar a fumaça que não passa pelo

Selo Ambiente Livre do Tabaco, recebido pela PROGEN.

PROGENTE

filtro do cigarro: “Quem trabalha em um ambiente onde é permitido fumar, pode ter inalado, no final do dia, o equivalente a 10 cigarros” - esclareceu José Serra. A partir de agora, a PROGEN passará por fiscalizações, não só da administradora do condomínio, mas também da Vigilância Sanitária, como a realizada no mês passado para a conquista do Selo. Caso ocorra alguma denúncia de infração à proibição, a empresa será punida pela entidade que controla o projeto Ambiente Livre do Tabaco, o Cratod (Centro de Referência Álcool, Tabaco e Outras Drogas).

São Paulo MAPEL

1. Durante a Segunda

Vitória ASCAMARE www.ascamare.org.br

Belo Horizonte ASMARE www.asmare.org.br

Em Salvador, a sensibilização para o início da ação ocorreu no dia 15 de Julho, com a participação de dois integrantes da CAEC Lauro de Freitas, uma das cooperativas de catadores da rede CATABAHIA, que vai cuidar do material descartado pelo escritório. Nos dias 22 e 23 de Julho, o mesmo evento ocorreu

Salvador CAEC (Unidade Lauro de Freitas) www.pangea.org.br

2

Guerra Mundial dois presidentes encontraram-se em Natal. Quem eram? A. Franklin Roosevelt e Getúlio Vargas B. John Kennedy e Eurico Gaspar Dutra C. Franklin Roosevelt e Café Filho

cobertores, para o tre roupas, calçados e en , ças pe 6 35 ou do gando as doações. São Paulo dizes da PROGEN, entre ren ap o, fot Na . im rum Projeto Cu

2. Em Natal acontece A PROGEN busca, com esta conquista, proporcionar um ambiente de trabalho mais saudável para todos. O Selo está exposto em todos os andares da Unidade 01 da PROGEN São Paulo.

Sensibilizaç ão para a colet a seletiva em Belo Horizonte

um dos carnavais fora de época mais famosos do Brasil. Como se chama? A. Potiguareta B. Micareta de Natal C. Carnatal Em Vitória, foram arrecadados 381 itens para o Lar Fabiano de Cristo.

3. Qual o nome da primeira base de lançamento de foguetes do Brasil? A. Parnamirim Field B. Base da Ponta do Cabo C. Centro de Lançamentos da Barreira do Inferno

Foram doadas, em Salvador, 353 peça para as Obras So s ciais Irmã Dulce. Acima, foto do co laborador PROGE N fazendo a entrega na instituição.

A

PROGEN iniciou a coleta seletiva em São Paulo há um ano. Após encontrar cooperativas sérias, reconhecidas pelas prefeituras locais, para recolher e reciclar o material descartado pela empresa, este processo foi iniciado nas filiais. Vitória aderiu a iniciativa em Janeiro de 2008.

site em construção

Nesta edição vamos testar o que você conhece sobre Natal, cidade fundada em 24 de dezembro de 1599 e sede da mais recente filial da PROGEN.

ais uma vez, o ciclo de doações da Campanha “Qual o Seu Papel?”, nos escritórios da PROGEN, foi um sucesso. Entre os dias 30 de Junho e 25 de Julho de 2008, foram arrecadadas roupas e calçados, em bom estado, para as instituições sociais parceiras da empresa.

Coleta seletiva chega à PROGEN BH e Salvador

Organizações que retiram os materiais descartados na PROGEN:

QUIZ

da para os colaboradores Apresent ação da CAEC or PROGEN Salvad

em Belo Horizonte, com palestras de um catador da ASMARE (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável), que será a parceira da filial nesta atividade. Efetivamente, a coleta seletiva, iniciou nestes escritórios no início de Agosto, com os cestos identificados para o correto descarte dos resíduos e com os colaboradores conscientes da importância da participação de todos nesta prática.

cadou orizonte arre Feliz. H lo e B e d l Berço A filia a o orfanato 154 itens par

4. Natal é citada no Livro Guiness de Recordes por possuir qual desses itens? A. A maior duna do Brasil B. O maior cajueiro do mundo C. A maior frota de buggies do mundo

Em nome das 500 famílias assistidas pelas instituições parceiras, a PROGEN agradece o envolvimento de seus colaboradores com o último ciclo de doações.

Participe: de 24/09 à 08/10 - arrecadação de brinquedos na PROGEN. 3


PROGENTE

PROGEN: imprimindo com responsabilidade Saiba como estão sendo produzidos os cadernos PROGEN 2009

A

produção dos cadernos PROGEN 2009 está a todo vapor. O papel descartado pelos colaboradores da matriz, em São Paulo, por meio da coleta seletiva, passa por várias etapas até se transformar em um novo papel, que fará parte da capa do caderno PROGEN, cujo processo de desenvolvimento você conhecerá agora:

CURIOSIDADES

º Passo

1

dos papéis Recolhimento escritório descar tados no o Paulo; da PROGEN Sã

2

A forma de coloração do material (artesanal) não permite que a cor final seja exatamente a planejada, ou seja, uma capa nunca é igual à outra. Como o tom do azul utilizado nos materiais de comunicação da empresa, inclusive no logotipo, é padrão e não pode ser modificado, fazer a capa nesta cor era quase impossível, pois as variações eram muito grandes: ou o azul-escuro ficava parecendo roxo ou claro demais.

º Passo

Tingimento do papel e de cascas de al ho que irão decorar a capa do caderno;

º Passo

3

confecção de Reciclagem e l: produção de um novo pape is scas e os papé sa” com as ca

“mas tingidos;

4

Para atender às necessidades da PROGEN, a solução encontrada pelo Projeto Curumim foi o desenvolvimento de um papel de cor azul, com um tom um pouco mais claro que o padrão da empresa, misturado com cascas de alho tingidas de azul-escuro. O resultado foi aprovado por ambos e adotado no catálogo de cores do Curumim, batizado como “Azul PROGEN”.

º Passo Modelagem do novo papel em tela;

6

º Passo Retirada do papel da tela, adequado; que é refilado de acordo com o tamanho

º Passo

7

s, que são Produção das capas dos caderno el; cobertas, uma a uma, com o novo pap

5

º Passo

º Passo Secagem ao sol e

4

ao vento;

8

lo Montagem do caderno, com o mio l, stria feito em papel reciclado indu rações personalizado com mensagens e ilust criadas pela PROGEN.

N

Nos outros escritórios da PROGEN, medidas para a redução do desperdício também estão sendo desenvolvidas. No entanto, algumas dicas já podem ser aplicadas:

o dia-a-dia de trabalho dos colaboradores PROGEN, imprimir materiais é uma atividade extremamente comum. Porém, estamos em um momento de distinguir necessidade de desperdício.

Este é um assunto que está em pauta não só na PROGEN, como em todo o mercado, pois precisamos pensar em alternativas de desenvolvimento sustentável para que os recursos naturais não faltem para as gerações futuras. Visando a conscientização de seus colaboradores sobre o valor, não só material, mas socioambiental da eliminação do desperdício de papel e dos gastos com impressões desnecessárias, a PROGEN São Paulo iniciou, no final de Junho de 2008, o Programa de Metas de Impressão. Foram estabelecidas metas para o mês de Julho, cujos resultados foram analisados e deram origem a novas metas para os meses de Agosto e Setembro. O andamento do programa consistirá na me-

PRO META GRAMA D S DE IMPR E ESSÃ O

dição mensal das impressões e constituição de novas metas, até que todos estejam imprimindo com responsabilidade.

• Formate adequadamente o documento;

No primeiro mês do programa de metas na matriz, já foi possivel notar melhorias significativas: até Junho, apenas 66% das impressões eram monocromáticas e a medição de Agosto constatou que 82% das impressões foram feitas em “preto e branco”. Além disso, antes do início do programa, somente 38% das impressões eram realizadas em modo duplex e a última medição mensal constatou que 59% das impressões passaram a ser realizadas em modo “frente e verso”. A expectativa é que a meta para os próximos meses seja superada.

• Visualize a impressão antes de enviar; • Imprima várias páginas em uma só; • Utilize os recursos monocromático e duplex sempre que possível; • Busque suas impressões imediatamente após o envio.

Confira as respostas do Quiz

1

Durante a Segunda Guerra Mundial dois presidentes encontraram-se em Natal. Quem eram?

Qual o nome da primeira base de lançamento de foguetes do Brasil?

Resposta a, Franklin Roosevelt e Getúlio Vargas. Nesse encontro Roosevelt sugeriu que o Brasil fosse um dos membros fundadores da Organização das Nações Unidas. A sua visita devia-se ao fato de Natal ser a principal base aérea do hemisfério sul durante a Segunda Guerra Mundial e, em 1943, tornou-se o aeroporto mais congestionado do mundo, com até 800 pousos e decolagens por dia.

Resposta c, Centro de Lançamentos da Barreira do Inferno. Construída nas proximidades de Natal, iniciou suas operações em dezembro de 1964. Teve papel relevante no desenvolvimento e testes dos foguetes Sonda e no lançamento de sondas meteorológicas.

Em Natal acontece um dos carnavais fora de época mais famosos do Brasil. Como se chama?

Resposta b, Cajueiro. Maior que um campo de futebol, o maior cajueiro do mundo está, como não poderia deixar de ser, à rua do Cajueiro, em Pirangi.

2

Resposta c, Carnatal. A micareta agita a cidade sempre no início do mês de Dezembro.

3

Fontes: www.natalsite.com

Natal é citada no Livro Guiness de Recordes por possuir qual desses itens?

4

www.conhecaorn.com.br Nosso Século. Abril Cultural, 1980 National Geographic. Edição Especial Segunda Guerra Mundial, 63-A Grande Enciclopédia Larousse. Círculo do Livro, 1989

5


NOSSA ÁREA

SUA VEZ

Muito além da Engenharia:

Candido De Pretto: experiência em estimativa de investimentos

conheça o departamento que analisa a viabilidade dos projetos

A

gora Candido De Pretto nos conta como atua o Departamento de Engenharia Econômica da PROGEN.

PROGEN News (PN): Quais são os objetivos do Departamento de Engenharia Econômica? Candido: Os objetivos da Engenharia Econômica são, basicamente: • Elaboração de estimativas de custos de investimentos em diversos níveis de precisão; • Elaboração de estimativas de custos operacionais, envolvendo mão-de-obra, matéria-prima, reagentes, energia elétrica, combustíveis, manutenção e outros custos; • Comparações de alternativas de investimento; • Estudos de viabilidade econômica de empreendimentos: elaboração de “book” com as características do empreendimento, investimentos, custos operacionais, mercado, logística, cronograma financeiro, esquema de usos e fontes; bem como projeções de resultados, determinação de indicadores econômicos e análise de sensibilidade; • Elaboração de estudos de mercado, de logística, de transporte, de localização de empreendimentos; • Compilação e organização banco de dados de preços de equipamentos e insumos; • Acompanhamento da evolução de indicadores

6

econômicos (taxas de câmbio, índices econômicos da FGV, DIEESE, SINDUSCON, IBGE, entre outros); • Realização de projetos de investimento para obtenção de financiamentos, aval, garantias, fusões; • Análise da política fiscal (aplicação de impostos nas operações de venda, de lucro e de serviços).

PN: Há diferenças na atuação do departamento em diferentes segmentos (mineração, óleo e gás, farmacêutica, etc.)? Candido: Em termos de Engenharia Econômica não há grandes diferenças entre os diversos setores da economia. Assim, um estudo técnico-econômico pouco se diferencia quer seja destinado ao setor químico, petroquímico, mineração, alimentação, etc. Grande parte de nosso tempo é destinada a elaboração de investimentos para os nossos projetos.

PN: Quantas pessoas trabalham no Departamento de Engenharia Econômica da PROGEN? Candido: No nosso departamento somos eu e o Rogério Pereira Toledo, economista de grande experiência, que me acompanha há longo tempo.

TÁ EM CASA

C

andido Antonio De Pretto é o gerente do departamento de Engenharia Econômica da PROGEN. Formado em Engenharia Metalúrgica pela Escola Politécnica da USP, fez cursos nas áreas de Administração e Engenharia Econômica e vai nos contar um pouquinho de sua trajetória profissional, que garante a qualidade de tudo que foi apresentado na seção Nossa Área:

ON

/ F OF

CPM

X

% 9

8

7

-

6 5

3 2

4 1

CE

MR

+

M+

M-

= .

Cliente CHOCOLATES GAROTO S.A

Cliente FARMACUBA

Local Vila Velha - ES

Local Santiago de Cuba - CUBA

Previsão de HH’s 6.000

Previsão de HH’s 1.500

Escopo Projeto conceitual, básico e detalhado de melhoria das instalações, infraestrutura, exigências ambientais, e substituição de equipamentos na unidade da Garoto em Vila Velha

Escopo Projeto conceitual para elaboração de fábrica de fraldas descartáveis na província de Santiago de Cuba

Cliente FARMACUBA

Cliente COMPANHIA NITRO QUÍMICA

Local Santiago de Cuba - CUBA

Local São Miguel Paulista - SP

Cliente CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT*

Previsão de HH’s 1.500

Previsão de HH’s 2.381

Escopo Projeto conceitual para elaboração de fábrica de seringas plásticas descartáveis na Província de Santiago de Cuba

Escopo Prestação de serviços de engenharia e detalhamento no Depósito de Barricas na unidade Industrial de São Miguel Paulista/SP

Fidelidade e novas conquistas marcam os novos projetos deste bimestre

0

Local São Luís - MA e Carajás - PA Previsão de HH’s 10.700 Escopo Projeto detalhado das instalações elétricas e hidráulicas e sistema de comunicação e drenagem de águas pluviais ao longo da Estrada de Ferro Carajás. * A PROGEN foi contratada pela construtora para prestar serviços de engenharia para o cliente final VALE

“Após uma breve incursão pela Metalurgia, ingressei na Refinações de Milho Brasil Ltda, onde permaneci por 5 anos na área de Engenharia Industrial. Lá eu tinha as atribuições relativas a orçamentos de projeto, planejamento de investimentos, estudos de viabilidade técnico-econômica, além de aspectos relativos a embalagens dos produtos. Em 1975 fui convidado a trabalhar na Paulo Abib Engenharia, que foi uma das maiores empresas de consultoria no setor mineral do Brasil, onde permaneci até 1997. Nesta empresa, eu era responsável pela área de Engenharia Econômica, com funções idênticas às da PROGEN. Os estudos e projetos efetuados compreendiam a

elaboração de estimativas de investimento, as projeções dos custos operacionais, o cronograma de desembolso, a definição de alternativas, a determinação dos indicadores econômicos do empreendimento. Como naquela época os projetos tinham um forte apoio do governo, o departamento era responsável pela elaboração dos projetos de investimentos destinados aos órgãos de fomento, em particular o BNDES. Tais projetos visavam a obtenção do apoio financeiro para sua implantação. Minha carreira na PROGEN começou há cerca de 7 anos, a convite do diretor Orlando Brichesi, e hoje desenvolvemos um importante trabalho de apoio à Engenharia”.

Cliente PETROBRAS | UN-SEAL

Cliente VALE

Cliente VALE

Local Aracajú - SE

Local Estrada de Ferro Carajás - PA

Local Vitória - ES

Previsão de HH’s 11.895

Previsão de HH’s Contrato guarda-chuva

Previsão de HH’s Contrato guarda-chuva

Escopo Projeto detalhado das plataformas marítimas dos campos de Camorim e Dourado

Escopo Coordenação de projetos conceitual, básico e detalhado de logística a serem implantados nas Unidades da Vale em São Luís e ao longo da Estrada de Ferro Carajás.

Escopo Elaboração de projetos conceituais, básicos e detalhados para unidades diversas da Vale.

Cliente VALE

Cliente VALE

Cliente WHITE MARTINS

Local Rosário do Catete - SE

Local Ouro Preto - MG

Local Rio Grande do Norte - RN

Previsão de HH’s 37.000

Previsão de HH’s 18.580

Previsão de HH’s 5.752

Escopo Gerenciamento técnico e administrativo de obras e serviços de apoio para unidade operacional da VALE, Taquaril Vassouras

Escopo Projeto conceitual e análise da viabilidade técnica, econômica e financeira para implantação da nova unidade industrial de ferroligas no município de Ouro Preto/MG

Escopo Projeto detalhado para planta piloto de tratamento de água no Município de Carnaubais/RN

7


SAIBA DISSO

Nesta edição vamos falar de Economia: vocês já ouviram falar das siglas CAPEX e OPEX? CAPEX:

OPEX:

CAPITAL EXPENDITURE = Gastos por Capital

OPERATING EXPENSE = Custos na Operação

São os gastos necessários, para a implantação de um empreendimento em função de um projeto de investimento. Estes devem, portanto, ser incorporados ao capital da empresa fazendo parte do ativo da organização.

São gastos necessários para a operação do empreendimento, após sua fase de implantação.

Fazem parte do CAPEX

Fazem parte do OPEX Gastos com matéria-prima, reagentes, energia elétrica, combustíveis, mão-de-obra, manutenção, embalagens e outros custos ligados à produção.

Investimentos Diretos: são os gastos diretos com o empreendimento, como: equipamentos, obras civis, estruturas metálicas, materiais, serviços de montagem eletro-mecânica, terrenos, etc. Investimentos Indiretos: serviços de engenharia, consultoria, impostos, treinamentos, fretes, seguros sobre equipamentos e materiais, etc. Capital de Giro: valor imobilizado em estoques iniciais, peças de reposição, insumos e outros gastos, que são necessários para que a empresa inicie sua operação.

Um exemplo simples do que falamos: Um pipoqueiro decide montar uma barraca. Para isto, se faz necessária a compra de: um carrinho de pipoca (CAPEX, investimento direto), o “ponto” (CAPEX, investimento indireto), milho, gás, óleo, embalagens e reserva de dinheiro para o troco (CAPEX, Capital de Giro). Iniciadas as vendas, deverão ser repostos, periodicamente, milho, gás e demais insumos, que são custos operacionais (OPEX). Colaboração Candido De Pretto, gerente do departamento de Engenharia Econômica da PROGEN.

Expediente

A PROGEN NEWS é uma publicação bimestral destinada aos colaboradores da PROGEN

Conselho Editorial: Bianca Carbone Amodeo, Dorival Crepaldi, Eduardo Barella, Elon Guimarães, Maria Cláudia Lima, Marília Mencaroni e Rita Lacroce Projeto Gráfico: Landini Design + Comunicação - 11 2858 0550 • Periodicidade: bimestral • Tiragem: 1800 exemplares

Para sugestões, críticas e opiniões, escreva para news@progen.com.br

8


PN 11  

A edição de 2008, que apresenta os resultados do exercício de 2007, foi oficialmente lançada em evento reali- zado no dia 12 de Agosto, na ci...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you