Page 1

O mapeamento dos genes nos cromossomos Ligação gênica ou ligamento fatorial linkage


Os seguidores de Mendel – Walter S. Sutton e Theodor Boveri – teoria cromossômica da herança • Gafanhotos - Em seu trabalho, Sutton concluiu que, durante o processo de meiose no qual são produzidos óvulos e espermatozóides, cada gameta recebe apenas um cromossomo de cada tipo. Nas outras partes do corpo, as células possuem dois cromossomos de cada tipo, herdados de cada genitor. O padrão de segregação dos cromossomos durante a meiose corresponde aos padrões de segregação propostos por Mendel. • As provas científicas definitivas de que os genes se localizam realmente nos cromossomos foram obtidas durante a década de 1910 – Thomas Hunt Morgan – mosca – Drosophyla melanogaster.


LIGAÇÃO GÊNICA • Genes localizados em pares diferentes de cromossomos homólogos separamse independentemente durante a meiose • Formam- se 4 tipos de gametas ( 25% cada)


LIGAÇÃO GÊNICA • Genes que estão no mesmo cromossomo tendem a ir juntos para o mesmo gameta , por isso se diz que eles estão ligados ou apresentam ligação gênica. • Formam-se 2 tipos de gametas e 50 % cada


LIGAÇÃO GÊNICA • Em cromossomos homólogos pareados pode ocorrer troca de partes entre as cromátides irmãs=crossing over ou permutação


LIGAÇÃO GÊNICA • Quanto mais afastado um gene estiver do outro maior a taxa de recombinação • A partir da taxa de recombinação é possível construir um mapa gênico • As unidades são medidas em unidades de recombinação(UR), morganídeo ou centimorgam • 1 UR corresponde a 1% de taxa de recombinação


Exemplo: Em um cromossomo há a seguinte frequência de recombinação entre os genes A,B,C e D: A-B  45% A-C  20% C-B  25% B-D  5% C-D  20% A-D  40% Qual a posição dos genes no cromossomo?

Mapeamento Genético 20M A

20M C

5M D

40M 45M

B


Este inseto também conhecido como mosca-dovinagre, mosca-da-banana ou mosca-de-frutas possui características tais como: serem amareladas, possuírem receptáculo ventral relativamente longo, testículos espiralados medianamente longos, as larvas não saltam, pentes sexuais presentes nos machos.

As D. melanogaster machos possuem espermatozóides com cerca de 1.75 milímetros de comprimento, quase tão longos como eles, e cerca de 300 vezes maiores que os espermatozóides humanos.


Thomas H. Morgan foi um embriologista da Universidade da Colúmbia nos EUA. Desenvolveu, a partir de 1910, estudos genéticos com a mosca – da – fruta (Drosophila melanogaster). Em 1933 recebeu o Prémio Nobel. A forma de Drosophila predominante na Natureza tem o corpo cinzento, olhos vermelhos e asas longas e denomina-se forma selvagem. Outras formas alternativas (mutantes) podem revelar o corpo negro, olhos brancos ou asas vestigiais, entre outras características.


As fêmeas possuem dois cromossomas X (verdadeiros homólogos), os machos possuem um cromossoma X e um cromossoma Y, sem genes correspondentes (não são verdadeiros homólogos). As fêmeas designam-se homogaméticas e os machos heterogaméticos. Morgan concluiu que o gene responsável pela cor dos olhos estaria no cromossoma X. os machos manifestam o único alelo, localizado no cromossoma X (denominando-se hemizigóticos). As características hereditárias que dependem de genes localizados no cromossoma X dizem-se características ligadas ao sexo.


b – símbolo do alelo responsável pela cor negra do corpo vg - símbolo do alelo responsável pelas asas vestigiais b+ - símbolo do alelo responsável pela cor cinzenta do corpo vg+ - símbolo do alelo responsável pelas asas longas


Arranjo “cis” e “trans” dos genes - AaBb X aabb Dominante/dominante Dominante/recessivo Recessivo/dominante Recessivo/recessivo.

AB/ab para Cis e Ab/aB para trans Nas fêmeas de Drosófila, nas quais ocorrem permutações, o arranjo cis ou trans pode ser identificado pela frequência das classes de gametas. As classes mais frequentes indicam as combinações parentais e as menos frequentes as recombinantes.

Linkage  

ligação gênica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you