Page 1

I - Definição A carta é um texto cuja organização e linguagem são condicionadas pela intenção de quem comunica (remetente) com alguém que se encontra ausente (destinatário) para dar notícias, fazer pedidos, reclamar, apresentar-se…

II – Tipos de carta Assim, se o destinatário é alguém conhecido, com quem se tem algum à vontade, a carta que lhe é dirigida é familiar. Se se trata de uma carta que se envia a uma instituição ou a alguém a título oficial, chamar-lhe-emos carta administrativa.

III – Antes de escrever Seja familiar ou administrativa, uma carta é sempre um registo escrito, uma mensagem que perdura, preto no branco. Como tal, não se deve escrever directamente – é sempre bom elaborar um rascunho, corrigi-lo e só então passá-lo a limpo.

VI – A carta familiar


V – Carta administrativa Relativamente à estrutura já dada, este tipo de carta tem algumas diferenças:        

Deve-se escrever o remetente no canto superior esquerdo, com a respectiva morada; A seguir, e à direita, deve surgir a referência completa do destinatário, também com morada; Segue-se o assunto em linha separada e alinhado à esquerda Escolher uma forma de tratamento adequada ao destinatário; Apresentar no parágrafo inicial, o objectivo da carta; Desenvolver, nos parágrafos seguintes, a argumentação; Concluir o texto com a fórmula de despedida adequada; Indicar o local e a data, alinhado à direita; Assinar a carta de forma legível ou, no caso de usar rubrica, escrever por baixo o nome.

É fundamental empregar um vocabulário específico da área que estiver a ser tratada, utilizar as palavras ou expressões adequadas para articular parágrafos ou frases, e apresentar argumentos convincentes.

VI – Carta de reclamação Este é um tipo específico de carta administrativa. Tem as mesmas partes e a mesma apresentação. No entanto, no corpo da carta é necessário ter em atenção o seguinte:

Joaquim Silva Largo de São João, 2 4500 – 000 Freiriz Destrus – Gabinete de Engenharia Civil Rua Conselheiro Anastácio Gomes, n.º 23, 1º dto 3478 – 777 Ribeirão Seco ASSUNTO: Pedido de indemnização Ex.mos Senhores Apresentar, de forma breve mas clara, o problema Desenvolver, nos parágrafos seguintes, o motivo da reclamação e a argumentação, tendo em vista a resolução do problema. Propor prazo para a resolução e explicar as medidas a tomar caso isso não aconteça. Pedir uma resposta. Referir os documentos que seguem em anexo.

No passado dia 17 de Setembro recebi do vosso associado, o Engenheiro Gomes, um projecto de moradia. Foi-me então cobrado indevidamente o pagamento dos honorários que incluíam a aprovação camarária e respectiva licença de construção, conforme consta da factura cuja cópia segue em anexo. Passados três dias, o empreiteiro a quem entreguei a obra foi impossibilitado de prosseguir os trabalhos por um fiscal da Câmara Municipal por falta de pagamento da licença de construção em sede própria. Gostaria que efectuassem o pagamento, ou caso não seja possível, me devolvam o dinheiro no prazo de dez dias. Informo ainda que, não obtendo pronta resolução do caso, accionarei os meios legais para receber de volta o meu dinheiro, acrescido de uma indemnização por atraso das obras. Atenciosamente, Freiriz, 21 de Setembro de 2000 Joaquim Silva


VII – Carta de apresentação A carta de apresentação acompanha o envio de um curriculum vitae em resposta a um anúncio de emprego ou para se dar a conhecer como candidato a um futuro lugar. Deve ser uma carte breve, correcta, simples e deve informar do envio do curriculum vital. No corpo deste tipo de carta é necessário ter em atenção o seguinte:     

Iniciar a carta com a identificação do anúncio a que responde incluindo a referência, se a tiver; Identificar o candidato através do nome, morada e contactos; Indicar o destinatário, data, assunto (indicação do posto de trabalho a que se candidata, respectiva empresa ou secção); Apresentar, após a saudação inicial a justificação e a motivação da candidatura, referindo o curriculum vitae em anexo; Concluir o texto referindo pessoas ou instituições que podem confirmar as informações prestadas; solicitando um acolhimento favorável; disponibilizando-se para contactos posteriores; escolhendo uma saudação final adequada; e assinando. Sónia Pinto Rua da Igreja, n.º 41 3444 – 111 Lérias de Baixo Telemóvel: 999777555 E-mail: sopinta@cartrónica.pt Ex.ma Senhora Directora de recrutamento da Destrus, Lda Rua Conselheiro Anastácio Gomes, n.º 23, 1º dto 3478 – 777 Ribeirão Seco Lérias de Baixo, 14 de Outubro de 2000

Ex.ma Senhora Venho, por este meio, apresentar a minha candidatura para o cargo de Relações Públicas que a vossa empresa anunciou na edição de 13 de Outubro de 2000 do Correio Ribeirense. Junto envio, em anexo, o meu curriculum vitae que apresenta a minha formação escolar, assim como a experiência profissional nesta área, adquirida em anteriores empregos junto de quem podem confirmar as minhas declarações. Gostaria, no entanto, de aprofundar os motivos da minha candidatura numa possível entrevista. Na expectativa de um próximo contacto, subscrevo-me com elevada consideração.

Sónia Pinto


VIII – Escrever o envelope Qualquer carta necessita de um sobrescrito, devidamente preenchido, para ser enviada. Eis aqui um sobrescrito que te pode servir de exemplo. De: Joaquim Silva Largo de São João, 2 4500 – 000 Freiriz

Exmª Srª Drª Leonor Quintela Rua Conselheiro Anastácio Gomes, n.º 23, 1º dto 3478 – 777 Ribeirão Seco

Nota: A identificação e morada do remetente (quem envia) aparecem sempre no canto superior esquerdo. Já a identificação e morada do destinatário (quem recebe) devem sempre ser colocadas no canto inferior direito.

IX – Escrever um postal O postal continua a ser um excelente meio de comunicação, usado nas mais diversas ocasiões: felicitar alguém, demonstrar afecto, relatar pequenos episódios ou para falar das aventuras de férias… Local, data por extenso Saudação breve Remetente: Texto breve, só com as informações essenciais. Fórmula de despedida

Nome Morada completa

Assinatura

BIBLIOGRAFIA Colecção “Essenciais”, Língua Portuguesa 9º ano, Porto Editora, Porto, 2005 ESTRELA, Edite, SOARES, Maria Almira e LEITÃO, Maria José, Saber Escrever Uma Tese e Outros Textos, 4ª ed., Publicações Dom Quixote, Lisboa, 2006 PALMA, Constança e PAIXÃO, Sofia, Ponto e Vírgula 8, Texto Editora, Lisboa, 2003 REI, José Esteves, Curso de Redacção II – O Texto, Porto Editora, Porto, 1994 VERÍSSIMO, Artur (Coordenação), Ser em Português 8, Areal Editores, Porto, 2005

A carta  

Para saber mais... sobre a carta e a sua estrutura.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you