Issuu on Google+

Na sala de aula ouvimos, contamos, recontamos e trabalhamos a história “O Canteiro dos livros”. Também a desenhamos, pintamos e fomos ao computador escrever as legendas para os nossos desenhos.


O Francisco comeรงou a ver livros a sair do canteiro das Flores quando ia regar.


Pensou ir a correr dizer à mãe, mas não o fez.


Comeรงou a ficar muito preocupado!


Na escola, os colegas riam-se do seu silĂŞncio e nervosismo.


Sempre que chegava a casa corria a ver o seu canteiro.


Passado uns dias, ele descobriu um livro “As Viagens de Gulliver�.


O Francisco entrava em casa com os livros escondidos e guardava-os no quarto


Um dia, a mĂŁe chamou-o Ă  cozinha e disse-lhe que ouvia vozes no seu quarto.


Ele andava preocupado, n達o sabia onde esconder tantos livros!


Calรงou umas luvas do pai e foi remexer a terra do canteiro para descobrir o que se passava.


Quando chegou ao fundo da terra do canteiro descobriu um pequeno duende de barrete vermelho.


Ele pensava no que dizer Ă  mĂŁe quando ela descobrisse que ele tinha tantos livros no seu quarto.


Francisco ficou a pensar que um dia, quando for mais velho, poderia construir uma biblioteca com nome do tio Bernardo.


No final do dia, ele deitou-se na cama e pediu aos livros que se calassem porque faziam muito barulho.


Ele ficou a pensar que um dia poderia tornar-se um escritor para contar a hist贸ria do canteiro dos livros.



o canteiro dos livros