Page 28

194

5.4. Saberes e práticas docentes: reflexões na EAD. A partir da argumentação e reflexão teórica sobre o posicionamento das docentes em relação ao processo de organização e elaboração do material didático, passamos às análises de suas atuações no acompanhamento e orientação dos discentes, nos momentos presenciais e a distância do curso. Para as docentes, o exercício docente na modalidade é marcado pelas mesmas preocupações apontadas durante o processo de organização e elaboração do material didático, já que segundo suas avaliações não encontram nos discentes o mesmo comprometimento e dedicação para a produção de conhecimento, que as mesmas depreenderam para a construção do material. Apontam que um dos motivos mais visíveis é a falta de conhecimento dos discentes em relação à modalidade e da dinâmica que a mesma requer, embora valha salientar que tal dinâmica não seja novidade para os mesmos, pois relembramos que no processo de seleção os mesmos foram submetidos a idêntico processo, isto é, recebiam material impresso com antecedência para estudo e realização de atividades destinadas aos encontros presenciais. O aluno não entende a modalidade á distância então ele espera que o tutor chegue como um professor presencial ele quer aula. (Docente Autora/Orientadora – Informática Aplicada a Educação Matemática).

Outro motivo que podemos identificar está relacionado ao tempo destinado para o cumprimento dos conteúdos a serem desenvolvidos com os discentes, pois Eu tinha que compactar muito o diálogo com os alunos no momento presencial. (Docente Autora/Orientadora – Didática Geral e Especial)

Por outro lado, reconhecem a necessidade da mudança de postura do discente para alcance de seus objetivos na EAD, como afirma uma das docentes,

Saberes e práticas docentes na EAD  

Relata a experiência dos docentes do curso de Matemática a distância da UEPA

Saberes e práticas docentes na EAD  

Relata a experiência dos docentes do curso de Matemática a distância da UEPA

Advertisement