Issuu on Google+


EMEIF. “ANNITA BARTOLLETTI RODRIGUES”

KARLA A. RUIZ ALVES MASSARI SIMONE TEODORO DE BARROS GUIMARÃES

MAIO - 2013


ERA UMA VEZ UMA CIGARRA QUE VIVIA SALTITANDO E CANTANDO PELO BOSQUE, SEM SE PREOCUPAR COM O FUTURO. ESBARRANDO NUMA FORMIGUINHA, QUE CARREGAVA UMA FOLHA PESADA, PERGUNTOU:


- EI, FORMIGUINHA, PARA QUE TODO ESSE TRABALHO? O VERÃO É PARA GENTE APROVEITAR! O VERÃO É PARA GENTE SE DIVERTIR!


- NÃO, NÃO, NÃO! NÓS, FORMIGAS, NÃO TEMOS TEMPO PARA DIVERSÃO. É PRECISO TRABALHAR AGORA PARA GUARDAR COMIDA PARA O INVERNO.


- EU ME PREOCUPAR COM O INVERNO? PERGUNTOU A CIGARRA. - TEMOS COMIDA DE SOBRA, POR ENQUANTO. MAS A FORMIGA Nテグ SE DEIXOU LEVAR PELA CONVERSA DA CIGARRA E CONTINUOU O SEU TRABALHO.


QUANDO O INVERNO CHEGOU, A CIGARRA Nテグ TINHA O QUE COMER, ENQUANTO AS FORMIGAS CONTAVAM COM O SUPRIMENTO DE ALIMENTOS QUE HAVIAM GUARDADO...


MORRENDO DE FOME, A CIGARRA BATEU NA PORTA DO FORMIGUEIRO, ONDE FOI ACOLHIDA PELAS FORMIGAS, PARA SUA SURPRESA! AFINAL, A CIGARRA PASSOU O VERテグ ALEGRANDO OS DIAS DE TRABALHO EXAUSTIVO DAS FORMIGUINHAS...


Fim


A cigarra e a formiga