Page 1

“O lado sério da hipnose’’ Revista Galileu (http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI19823417773,00-O+LADO+SERIO+DA+HIPNOSE+TRECHO.html), janeiro/2011

Resumo Crítico Mariana Pires Pacheco Eduardo Rizatto Pinto 3º B “A hipnose medicinal” A revista Galileu publicou, em janeiro, uma reportagem científica sobre uma inovação na área medicinal, onde se aborda claramente os temas envolvidos e traz relatos reais de pessoas que vivenciaram o tratamento apresentado. A ciência atual traz uma novidade e explica como a técnica da hipnose medicinal tem ajudado no tratamento de vícios e doenças. A hipnose é uma técnica antiga, seus primeiros registros de transes induzidos remontam à Antiguidade, desenvolvida primeiramente por Franz Mesmer, que embora tenha sido utilizado até mesmo na Segunda Guerra Mundial para procedimentos cirúrgicos, só teve seus estudos científicos aprofundados recentemente. Trata-se de um estado alterado de consciência posicionado entre o sono

e a vigília – onde a pessoa não adormece, sendo possível alcançar o inconsciente da pessoa, onde estão concentradas as suas memórias reprimidas que não podem ser acessadas em consciência. O indivíduo em transe fica altamente sugestionável, o que permite mudanças fisiológicas e de comportamento, diminuindo a intensidade de uma dor ou modificá-la para outra sensação ou, também, acalmar e melhorar a qualidade de vida de um paciente.


De acordo com pesquisas universitárias, o tratamento é benéfico para situações específicas como traumas, determinadas doenças e podendo ajudar pessoas impossibilitadas de receber anestesia. Para isso, são realizados uma série de exames e testes para confirmar se ela está apta para receber o tratamento, que não garante eficácia em todos, porém promete ser uma fonte de ajuda à pessoas com restrições médicas ou problemas financeiros, uma vez que seu custo não é muito alto, por não recorrer a materiais, medicações ou outros produtos. Para realizar este trabalho, é necessária uma especialização na área feita por médicos, psicólogos ou dentistas, que se utilizam da técnica em suas profissões. Ao contrário do que muita gente pensa ao ouvir a palavra “hipnose”, como em truques de mágica e ilusionismo, a hipnose medicinal tem obtido muitos resultados e ganhando espaço no Brasil, principalmente na área cirúrgica, onde já estão sendo realizadas cirurgias utilizando o método. Por ser muito recente, apesar de inovador e polêmico, o assunto não teve muita repercussão, porém foi bem aceito em lugares onde o trabalho já foi divulgado, podendo atingir grande sucesso em alguns anos.

Referência Bibliográfica:

GIRARGI, Giovana. Hipnose - a velha arte sai do armário, Revista Galileu, São Paulo, jan. de 2011,

disponível

em:

<http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT530022-1940-

3,00.html> Acessado em Junho de 2011.

O lado sério da hipnose  

O lado sério da hipnose

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you