Page 1

“Auto-devoração de células para tratar doenças neurodegenerativa” Ciência Hoje - http://www.cienciahoje.pt/– Data de publicação: 11/05/2011 Anna Paula e Arthur 2º ano E.M. C

Tratamento incerto Na Universidade de Coimbra pesquisadores elaboraram um mecanismo que promove a auto-degeneração de células que, possivelmente possam causar doenças neurodegenerativas. O mecanismo se baseia na diminuição da concentração de ataxina-3 mutante, enzima toxica que se acumula no cérebro. Essa inovação no meio biológico abre uma via de pesquisas para o tratamento de diversas doenças como, Mal de Alzheimer, reumatismo, esclerose múltipla e Machado–Joseph, umas das causas de mortalidade entre idosos. Tais doenças foram muito acentuadas entre as décadas de 1980 e 2000, o que deu origem a uma forte preocupação em desenvolver métodos evasivos, que apenas agora começaram a obter resultados otimistas. Embora esse processo possibilite um provável tratamento contra enfermidades neurológicas sua comercialização e aplicação em seres humanos está um pouco distante como afirma um de seus pesquisadores “Não temos uma terapia que possa ser aplicada aos doentes já amanhã, mas o que isto nos trouxe foi um novo alvo terapêutico”. Consequentemente a aplicação do tratamento será previamente testada em animais, o que gera um conflito com a preocupação ambiental, muito questionada e divulgada nos dias atuais. Existem medidas alternativas para a experimentação em animais como o Teste Epipack, que utiliza folhas de células humanas clonadas para prever a reação humana a um irritante da pele, o que acabaria com esse aspecto negativo da pesquisa. A técnica se utiliza de uma terapia gênica que aumenta a produção da proteína beclina-1, proteína responsável pelo processo de autofagia que, retira organelas envelhecidas através dos lisossomos, porém existem evidências que esse mecanismo pode ter efeitos protetores em outras doenças neurodegenerativas. No artigo de divulgação da pesquisa não é apresentado uma definição para terapia gênica, que é, na verdade, um tratamento para doenças hereditárias que se caracteriza pela inserção de um gene funcional dentro da célula humana a fim de conferir uma nova função ou melhorar os efeitos de um gene anormal.


Ainda não se pode afirmar se essa nova descoberta chegara a trazer grandes alterações na medicina atual, pois também a relação custo – beneficio ainda não foi declarada por seus pesquisadores, sendo até o presente momento apenas uma promessa, não garantida, de melhoria.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Auto-devoração de células para tratar doenças neurodegenerativa, Ciência Hoje, 11 de maio de 2011. Disponível em: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=48978&op=all, Acesso em: 23 de maio de 2011.

Auto-devoração de células para tratar doençasneurodegenerativa  

Auto-devoração de células para tratar doenças neurodegenerativa

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you