Page 15

ARTE RECICLÁVEL

“É nesse espirito de recriar coisas e dar-lhes uma nova identidade que tenho vivido. Filha de artesã, Yasmin Cibelle Souza É preciso entender que a sustentabilidade Ribeiro, estagiária da Cosern, sempre foi começa com pequenas atitudes básicas, estimulada pela mãe a participar de projetos como não jogar lixo na rua, separá-lo em artesanais, oficinas e cursos, nos quais se casa, entre outras coisas”, sugere. amplia a capacidade criativa. Há alguns anos, elas participaram de um PLANO DE GERENCIAMENTO curso de reaproveitamento de materiais, disponibilizado pelo conselho comunitário DE RESÍDUOS do bairro onde moram. “Foi uma expeGabrielle Marinelli, analista de Meio riência reveladora e encantadora, nunca Ambiente da Itapebi Geração de Energia, poderia imaginar a quantidade de produtos como o próprio cargo descreve, já é envolvida incríveis que podem ser desenvolvidos. com sustentabilidade, desde a faculdade. Bolsas, vassouras, brinquedos, artigos Na Neoenergia, Gabrielle faz parte do Plano decorativos, etc.” de Gerenciamento de Resíduos da Usina A partir disso, Yasmin notou que recolher Hidrelétrica (UHE) de Itapebi, criado em 2006, um produto destinado ao lixo, criar uma nova que tem como objetivo a adoção de ações identidade para ele e torná-lo surpreendente é uma sensação libertadora. “E é isso o que tenho feito no meu dia a dia. Sempre gostei de recriar, customizar e reutilizar coisas”, conta. Inclusive na Cosern, Yasmin recolheu todos os rolos de fita que seriam jogados no lixo e os reaproveitou, decorando e criando porta-canetas para todos da equipe da unidade Yasmin Cibelle e seus trabalhos artesanais em que trabalha.

Wolney Silva e sua prática de vida saudável

www.neoenergia.com – ed. 20 – set/out 2016

que gerenciam os resíduos da unidade, buscando a inclusão UM POUCO dos resíduos reaproveitáveis, POR DIA como os insumos em novas SE CADA UM FIZER cadeias produtivas e a dispoSUA PARTE PODEMOS sição ambientalmente correta MELHORAR O MUNDO A dos resíduos não aproveitáveis, NOSSA VOLTA além das práticas de redução, reutilização e reciclagem. “Todas as atividades apresentam resultados positivos, pois a destinação correta evita danos ao meio ambiente, otimiza o uso dos aterros sanitários e, consequentemente, o aumento de sua vida útil”, conta. Um exemplo desse desempenho foi a troca das estopas de panos por toalhas industriais. “As estopas eram utilizadas na manutenção da Usina e ficavam impregnadas com óleos e solventes, ou seja, com resíduos perigosos que tinham como destino final o Aterro Industrial/Incinerador. Com a adoção das toalhas industriais, tivemos a solução ideal! Contratamos uma empresa especializada em higienização de materiais  AÇÃO

15

Revista Ligação  

A Revista Ligação é uma publicação da Profashional Editora para o Grupo Neoenergia. Ela foi criada como um novo espaço dedi cado aos seus co...

Advertisement