Issuu on Google+

EM REVISTA n o 01

– 2008

DUBAI

um destino exótico e encantador os sabores e segredos do

vinho

alimentação natural e saborosa (e que faz bem!)

o lado cult de

Daniela Mercury a musa amadureceu e comemora 15 anos de carreira www.perini.com.br

PERINI

1

2

PERINI

www.perini.com.br

www.perini.com.br

PERINI

3

4

PERINI

www.perini.com.br

p r ime ir a s p a la v r as

H

á 44 anos, a Perini faz história com os baianos. Desde a inauguração da Panificadora Elétrica Barra, fruto do empreendedorismo de meu pai, José Faro Rua (mais conhecido como Seu Pepe) e de meu tio Delmiro Carballo Alfaya, construímos uma importante trajetória. Durante todo esse tempo, preservamos a tradição na qualidade dos serviços e produtos. Aqui, nossa missão diária é atender e estar junto de vocês, clientes Perini. Um “bom dia”, um cafezinho quente ou um simples aperto de mão são formas de tentarmos abraçar as pessoas que vêm às nossas lojas. Foram vocês, inclusive, que nos incentivaram a criar a Perini em Revista. A partir de agora, teremos um novo canal de comunicação, com notícias sobre gastronomia, lazer, bem-estar, entretenimento e qualidade de vida para toda a família. Nós fazemos questão e nos orgulhamos de proporcionar isso aos baianos. A revista chega também em um momento bastante especial para a Perini. Em 2008, inauguramos a sétima loja, no Salvador Shopping, e comemoramos os cinco anos do Cartão Prêmio Perini. E mais uma vez, pensamos em vocês. Esperamos que todos gostem desse "mais novo produto Perini" e, sobretudo, aproveitem e opinem com toda a família.

André Faro Diretor administrativo da Perini

www.perini.com.br

PERINI

5

índic e

8 cartas 9 l e i t o r p eri n i lembranças de pessoas especiais na perini 12 t u r i s m o - d u b a i 16 o p r a z e r d o co n s u mo vinho 2 0 a p r o ve produtos perini 2 2 r o t e i r o cu l tu ra l livros, dvd’s e cd’s 2 6 n e w s p eri n i notícias da delicatessen 2 8 d e n d ê co s mo p o l i ta joão osmário 3 0 d r i n k s es p e ci a i s café 3 2 1 0 0 % b e m-e s ta r mulheres em questão 36 sua praia famosos revelam sua praia 3 8 a p r o ve produtos perini 4 2 c a p a daniela mercury 50 r. s . v. p . orlando tourinho 54 g u i a t u r ís ti co kiaroa 60 s e u m e nu 2 receitas maravilhosas de confeiteiros da perini

lojas p e r in i

e xp e d ie n t e

Perini Master Av. Vasco da Gama, 3051. CEP: 40.230-731 Tel: (71) 3203-0062 E-mail: recepcaomaster@perini.com.br Segunda a sábado, 6h30 às 22h Domingos, 6h30 às 14h

Publisher e Editora: Sandra Teschner sandra@profashional.com

Perini Pituba Rua Maranhão, 64, Pituba. CEP: 41.830-260. Tel: (71) 3346-9999 E-mail: recepcaopituba@perini.com.br Todos os dias, das 6h às 22h Perini Barra Rua Miguel Burnier, 24, Barra CEP: 40.140-190 Tel: (71) 3237-8888 E-mail: recepcaobarra@perini.com.br Segunda a sábado, 6h30 às 22h Domingos, 6h30 às 14h Perini Graça Avenida Princesa Leopoldina, nº 398 – Graça – Cep 40.150-080 Tel: (71) 3444.0004 Delicatessen: 6h às 22h Doceria: 7h às 22h Boutique de Carnes e Peixaria: 7h às 22h Sushi Perini: 11h às 22h

Jornalista Responsável: Adriana Rosa – MTB 47337 Edição de textos: Maria Helena Bellini Conselho Editorial: André Faro, Ana Amoedo, Monique Melo e Sandra Teschner Reportagem e redação: Marisa Abel, Mirella Stivani e Natália Schener (São Paulo), Fernanda Grisi, Gina Reis, Gisa Barbosa, Lorena Novas e Roberta Rodrigues (Bahia) Edição e ilustração de Moda: Fernanda Cordeiro, Julia Moraes e Sérgio Henrique Colaboraram: João Osmário, Orlando Tourinho, Cida de Roussan e Sandra Gordilho Direção de Criação e Projeto Gráfico: Flávia Matsunaga Designers Gráficos: Alice Hecker, Claudia Carvalho, Elói Carrara e Eric Ono Revisão: Denílson Battistini Atendimento ao Cliente: Tahis Papeckys Comercial: Márcia Souza – comercial@ profashional.com (São Paulo), Elen Valéria Ramos – textoecia@textoecia.com.br (Salvador)

Salvador Shopping Av. Tancredo Neves, 2915, Pça de Alimentação Salvador Shopping CEP: 41.820-910 Tel: (71) 3341-0873 E-mail: doceria.salvador@perini.com.br Segunda a sábado, 9h às 22h Domingos, 12h às 21h

Fotos de produtos e colaboradores: Saulo Kainuma

Perini Iguatemi Av. Antônio Carlos Magalhães, 148, Piso 3, Qd. R, Shopping Iguatemi, Pituba CEP: 41.825-000 Tel: (71) 3450-6032 E-mail: shiguatemi@perini.com.br Segunda a sábado, 9h às 22h Domingos, 13h às 21h

Cartas: textoecia@profashional.com Impressão: Vox

Perini em Revista é uma publicação trimestral da Profashional Editora Ltda., sob licença da Rede de Delicatessen Perini. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Editora e nem da Perini. É permitida a reprodução desde que previamente autorizada, com crédito à fonte.

Profashional Editora Av. Jandira, 843 – Moema – CEP 04080-005 São Paulo – SP – (11) 5051-4084 www.profashional.com editora@profashional.com

®

1964

PERINI

Diretor Financeiro-Administrativo: Gabriel Sales

Shopping Barra Av. Centenário, s/n, Chame-Chame. CEP: 40.155-150 Tel: (71) 3264-2337 E-mail: shbarra@perini.com.br Segunda a sábado, 9h às 22h Domingos, 12h às 21h

62 k i d s brincadeiras para as crianças

6

Direção de Redação: Monique Melo – MTB 1589

www.perini.com.br

Texto & Cia Comunicação e Marketing Av. Tancredo Neves, 1543– Ed. Garcia D´Avila – sala 301 – Caminho das Árvores – Salvador – BA – CEP 41820-021 (71) 3341-2440 textoecia@textoecia.com.br

e d it o r i al

O

Primeiro amor, o primeiro beijo, o primeiro filho. A emoção sentida pela primeira vez. Perini em Revista é a primeira publicação da Profashional Editora na Bahia. Paulistana de razão, convive perfeitamente com a alma e coração baianos, já que tem baianos literalmente em todas as direções. Gabriel Sales, Monique Melo e eu dirigimos uma equipe eclética e multidisciplinar de profissionais na Terra da Garoa – responsáveis pelo projeto editorial e gráfico – e na boa terra do Senhor do Bonfim onde a equipe da Texto & Cia comanda o show na produção das matérias locais.  

“Tudo, tudo na Bahia faz a gente querer bem.” (Dorival Caymmi) A relação do baiano com a Perini é institucionalizada. Não há quem não tenha uma relação com o lugar que há muito ultrapassou a barreira de ser uma delicatessen, onde se encontram produtos de primeira linha, para entrar no emocional do seu cliente. Numa época em que no varejo ainda se vendia produtos, Seu Pepe já sabia que quem tem oferece, mas o que se compra mesmo é sonho. Hoje, tantos pesquisadores falam disso como uma grande descoberta: o encontro dos sentidos com os desejos de consumo. A Perini trouxe isso em seu DNA. A revista vem recheada de atrativos para conquistar você, caro leitor. Lugares bacanas, pratos exóticos, histórias emocionantes. Criança sempre tem vez e provamos isso com páginas que “falam”com ela,   mas isso é só o começo. Suas idéias, suas vontades, suas histórias com o lugar é que farão da Perini em Revista um verdadeiro veículo de nossa comunicação. Interagir é verbo da vez. Comemoramos este nosso momento primeiro, ao mesmo tempo que, pelo terceiro ano consecutivo, ganhamos o prêmio Anatec de mídia segmentada em quatro categorias. Tudo isso aumenta nossa responsabilidade com você, leitor, mas é também com você que dividimos nossa alegria. Estamos aqui de coração aberto, entregando  a vocês o que nos faz vivos e nos realiza como pessoas e profissionais: uma Revista. Boa leitura!

Sandra Teschner Publisher e Editora

www.perini.com.br

PERINI

7

c ar t a s Parabéns pela inauguração da Perini no Salvador Shopping. Sentia falta dos seus sorvetes gostosos naquele shopping. Agora, já tenho onde lanchar! José Tietre Machado Silva Salvador – BA Muito bem localizada e funcional a unidade Perini do Salvador Shopping. Acho que necessita chamar atenção dos freqüentadores. Sugiro um “display” rotativo, no centro superior do arco, com o logotipo da Delicatessen. Aliás, muito bonito. Sucesso! Fernando Olivier de Goes Cima Salvador – BA Olá, moro em Farroupilha, RS, e, enquanto estive em férias, em Salvador, fui várias vezes à Perini. Em uma delas, comi um sanduíche enrolado, com cenoura, beterraba etc. Adorei a massa! Aqui no sul, nunca vi. Seria possível vocês me informarem que tipo de massa é aquela? Ficaria muito agradecida. Boa tarde e obrigada. Josane Cristina Salvador Faroupilha – RS Prezados diretores, Estive em Salvador, visitando uma de suas lojas e fiquei impressionado com o atendimento e com a qualidade dos produtos comercializados por vocês. Moro em Aracaju e sinto a carência desse tipo de loja – como a Perini que visitei. Sou corretor e me coloco à disposição para procurar áreas que atendam à sua necessidade, caso pensem em expandir seu negócio para o Estado de Sergipe. Fernando Maynard Aracaju – SE Sempre que vou a Salvador, tenho que passar na Perini para tomar o sorvete produzido por vocês! O sabor “crocante” é meu favorito! Eu queria saber se vocês têm planos de abrir uma filial da Perini em outro Estado? Moro em Belo Horizonte e quase morro de saudades dos sorvetes e dos outros produtos daí! Desde já, agradecida pela atenção. Yale Soares Belo Horizonte – MG

Olá, diretoria da Perini! Sou de Brasília, DF, fui para o carnaval de Salvador e fiquei encantada com a loja da Graça. Quero parabenizá-los pela belíssima loja, pelos simpáticos atendentes e, em especial, ao funcionário Luís Carlos, da sorveteria, pela simpatia, educação e pelo atendimento VIP que nos deu. Parabéns! Amanda Azeredo Mascarenhas Brasília – DF Estou feliz. Fui à Perini de Pituba, hoje, pela manhã, fazer umas compras e, com a pressa para chegar logo ao trabalho, deixei minha bolsa com todos os documentos em cima do balcão da recepção. Voltei para casa, cheia de compras, tomei café e, na hora de ir para o trabalho, dei falta da mesma. Peguei o carro e retornei, encontrando-a guardada por Ângela Nunes. Fiquei tão feliz que senti até tontura. Chegando ao trabalho, liguei para a Perini e falei com a colaboradora citada, agradecendo-lhe pela atenção e honestidade. Gostaria que esse fato fosse registrado junto à diretoria da Perini, pois é mais um fator agregado à eficiência dessa loja, que, além da qualidade dos seus produtos, tem funcionários honestos e que se preocupam com o bem-estar e segurança dos clientes. Parabéns a toda equipe da Perini! Parabéns, Ângela Nunes e que Deus a ilumine! Atenciosamente, Graça Coelho Salvador – BA Olá, equipe da Perini! Foi, para mim, grande satisfação conhecer a Perini durante uma estada minha em Salvador. Foi o máximo em atendimento e qualidade dos produtos oferecidos. Como tenho um filho que reside em Salvador, gostaria de me manter informada sobre tudo dessa casa. A princípio, gostaria de saber se vocês fariam entregas de cestas (café, frios ou frutas), sendo encomendadas daqui, da cidade de Juiz de Fora (MG), e de que forma poderia fazer o pedido e o pagamento. Agradeço, desde já, pela atenção dessa casa. Atenciosamente. Maria de Fátima dos Santos Maciel Juiz de Fora – MG

Este espaço é para você interagir conosco. Envie seu e-mail para perini@profashional.com ou escreva para Profashional Editora: Av. Jandira, 843 – São Paulo – SP – CEP. 04080-005

8

PERINI

www.perini.com.br

le it o r p er i ni

“Continuo achando graça nas coisas, gostando cada vez mais das pessoas, curiosa sobre tudo, imune ao vinagre, às amarguras, aos rancores.”

Zélia Gatai

Eu moro na Bahia há mais de 20 anos e, desde o começo, quando vim do Rio de Janeiro, me foi indicado fazer compras em uma grande casa, onde poderia comprar de tudo. E essa casa é a Perini. Moro rodeada de grandes supermercados na Valdermar Falcão, onde estou instalada, mas prefiro andar mais um pouquinho e chegar à minha Perini! Quando chego lá, os funcionários logo me arranjam uma cadeirinha e um café. E não só para mim. É um princípio deles. E vou dizer mais uma coisa: para mim, ir lá é um divertimento. Desde que fiquei doente, não pude sair de casa, mas, assim que melhorei um pouco, fui lá só para matar a saudade. Fui de cadeira de rodas e, ao chegar, sentei-me na minha cadeira; passei uma manhã muito agradável. Na Perini, encontro tudo que encontrava na Europa. Essa é a minha Delicatessen! Zélia Gatai

Foto: Divulgação

Antes de partir, Zélia nos brindou com seu depoimento sobre a Perini. Não poderíamos deixar de publicar na primeira revista e fazer a nossa última homenagem àquela que se eternizou pelas palavras e vivenciou uma das grandes histórias de amor da nossa época: a amada Zélia de Jorge Amado. SAUDADES!

Escritora

www.perini.com.br

PERINI

9

leit o r p er ini

A Perini faz parte da história da minha vida. Meu primeiro beijo foi acompanhado de sorvete de flocos da primeira sorveteria da rua Miguel Bournier. Quando meus filhos nasceram, logo descobriram o pãozinho de queijo e todas as manhãs estávamos nós na Delicatessen da Barra. “Alface americana, só da Perini, Dona Karla! “ – diz a minha fiel escudeira Lícia que só faz lasanha se o queijo e o presunto fatiados forem da Perini. Hoje, sinto-me mais realizada, pois tenho a oportunidade de, todas as noites, comprar meu pão na Graça e almoçar aos domingos no maravilhoso buffet. Parabéns, Seu Pepe, André e Adriano! Vocês tornam nossas vidas muito mais agradáveis. Que venham novidades, pois vocês são pioneiros em tudo na Bahia. Karla Borges

É um costume ir diariamente à Perini fazer as minhas compras. Tenho até um carrinho exclusivo, emplacado com a letra “E”, que só quem usa sou eu. O carrinho possui até mesmo um lugar para eu colocar a minha pasta. Compro de tudo. Como sou consumista, não tenho preferências, até porque na Perini se encontra todo tipo de produto, desde os nacionais até os internacionais. Sinceramente, acho que a Loja Perini foi um diferencial aqui na Bahia. Emanuel Fontes

Empresário

Administradora de Empresas

Sempre vou à Perini tomar um café, um sorvete e já é costume “bater um papo” com o pessoal da administração. São meus pacientes e tenho um grande carinho por todos eles. A Perini foi uma das melhores coisas que aconteceram para os soteropolitanos. É um local onde se valoriza a comida e a bebida, não só da Bahia como do mundo. Conta com produtos da mais alta qualidade e, hoje, posso dizer que sou um grande amigo de todo o pessoal desse estabelecimento e que eles se incorporaram de maneira íntima à comunidade baiana. Elsimar Coutinho

10

PERINI

www.perini.com.br

Médico

A Perini é um ícone de prosperidade dentro da história empresarial da Bahia. No seu comando, há essa figura singela, que é Pepe Faro, sendo que os “importados não lhe sobem à cabeça”. Ele está sempre acompanhando tudo de perto com a filosofia de que “o pão só engorda com o olho do dono”. A Perini é democrática porque vende do champanhe mais caro ao pão cacetinho, do vinho mais estrelado ao tomate, sem falar dos queijos, patês, doces, salgados. E lá vai seu Pepe e seu manancial de itens! Ela virou um ponto turístico como o Farol da Barra e a Ponta de Humaitá. Levo todos os meus amigos, que aqui chegam, para conhecer essa empresa de ponta, uma butique da alta gastronomia. Isso sem contar que lá funciona como uma dispensa da Licia Fabio Produções, na base do “Alô, Dona Cileda!” E, é lógico que, como toda gulosa, não saio de lá sem comer uma empadinha de camarão. Viva seu Pepe!!! Licia Fabio

Promoter

Minha relação com a Perini é antiga. Vem de três décadas atrás quando esta funcionava apenas como padaria e doceria. De lá para cá, viemos evoluindo o conceito da marca e, junto com isso, a arquitetura das lojas. O ponto em comum em todas as unidades que fiz foi pensar cada projeto com o objetivo de surpreender o cliente que se acostumou com um mix de produtos de qualidade, exclusivos, selecionados e serviços diferenciados. Então, o quesito “inovação” é algo que se tornou imperativo nas lojas Perini. Para cada projeto, fazemos inúmeras pesquisas, viagens ao exterior para visitar feiras e fábricas de empresas especializadas e trazemos o que há de mais moderno em equipamentos e produtos. O resultado desse trabalho em conjunto pode ser visto em todos os endereços Perini, cada um com linguagem e identidade próprias. Antônio Caramelo

www.perini.com.br

Arquiteto

PERINI

11

t u r ism o

Um lugar Por Mirella Stivani

Palm Island: criação de Palm Jumei

A Hotel Burj al Arab é o cartão postal de Dubai. Seu formato, localização (encontrase sobre uma ilha artificial) e design o transformaram em ícone de luxo!

Não há como negar: tudo em Dubai é grandioso. A cada ano que passa, a cidade, localizada nos Emirados Árabes Unidos, em pleno Oriente Médio, fascina cada vez mais turistas (em torno de 6,5 milhões por ano). Seus hotéis de luxo, ilhas artificiais e complexos arquitetônicos grandiosos são um atrativo irresistível a quem procura entretenimento e lazer de primeiro mundo.

12

PERINI

www.perini.com.br

Em Dubai, a língua oficial é o árabe, mas o inglês também é amplamente utilizado.

do outro mundo HotĂŠis luxuosos, praias artificiais, projetos futuristas: esses sĂŁo apenas alguns dos encantos de Dubai

www.perini.com.br

PERINI

13

No passado, a região era habitada apenas por pescadores e coletores de pérolas encontradas nas águas do Golfo Pérsico. Em 1966, foi descoberto o petróleo. Assim, por muitos anos, sua exploração passou a ser a principal fonte de receita de Dubai. Mas, como a extração é limitada (estima-se que até 2010 todas as reservas estarão esgotadas), o foco foi transferido para o turismo. E deu muito certo. Com isso, começaram as construções de obras faraônicas e luxuosas. Prédios gigantescos dividem espaço com ilhas e lagos artificiais. Parques temáticos e até uma pista de esqui em pleno deserto são as apostas do governo para encantar os visitantes. Isso tudo ao lado de construções antigas que foram preservadas, assim como algumas tradições locais.

o turista não precisa se preocupar com sustos desagradáveis. Quanto à gastronomia, é possível encontrar de tudo um pouco: pratos do Oriente Médio, Índia, França, Tailândia e fast-foods americanos. Não deixe de experimentar o shawarma feito com carne de galinha ou carneiro, cortada, grelhada e embrulhada no pão árabe. Vale lembrar que, apesar das altas temperaturas, roupas decotadas, mesmo usadas por turistas, não são muito bem-vindas. O ideal é optar pelas mais comportadas, que não chamem atenção. As mulheres islâmicas sempre estão com os rostos cobertos pelo chador (peça única que a cobre da cabeça aos pés). Já, os homens usam túnicas de seda branca.

Turismo exótico

Mesmo com o crescimento anual, o governo de Dubai pretende aumentar ainda mais o número de turistas. A meta, até 2010, é que 15 milhões de visitantes desembarquem por ano. Por isso, o investimento em novas atrações tem sido cada vez maior. Uma delas é o Dubailand, um complexo temático gigantesco que está sendo construído em pleno deserto. Com 278 milhões de metros quadrados, a atração vai reunir entretenimento, parques de diversão, shopping centers, planetário, academias, hotéis e resorts. A infra-estrutura será dividida em zonas temáticas, como Mundo das Atrações e Experiências, Mundo da Aviação, Aldeia Global, Cultura e Ciência Islâmica, Mundo do Ecoturismo, entre outras.

Dubai reúne cerca de 1,5 milhão de habitantes. Apenas 15% são nativos. A maioria absoluta é composta de estrangeiros como indianos, paquistaneses, filipinos, europeus, norte-americanos e até brasileiros. 14

PERINI

www.perini.com.br

FotoS: Divulgação

O clima de Dubai também ajuda para a valorização do turismo. Praticamente, faz sol o ano todo, ideal para passeios nas praias e deserto. Raramente chove e o calor é constante. Além disso, é um lugar muito seguro, qualidade atestada pela Interpol (polícia internacional). Assim, durante a sua estada,

Atrações extraordinárias

Já, o Burj Dubai, com término previsto para 2009, será o arranha-céu mais alto do mundo. Estima-se que terá uma altura de aproximadamente 800 metros. Deverá incluir 30 mil residências, nove hotéis, dezenove torres residenciais e doze hectares ao seu redor. The World Island, que está em fase de finalização, será um arquipélago sob a forma de mapa múndi com 300 ilhas artificiais. Para se chegar até elas, cujo valor estimado será de R$ 25 milhões cada, haverá apenas duas opções: de barco ou helicóptero. O turista que chegar a Dubai já sabe: a

Previsto para ser inaugurado em 2009, com 220 suítes sob a forma de bolhas, o Hydrópolis será um resort subaquático a 20 metros da superfície do Golfo Pérsico. grandeza da cidade é de se perder de vista. Luxo e ostentação empolgam os visitantes que se encantam nesse paraíso do deserto. Separe seus dólares e embarque nessa viagem inesquecível.

Não deixe de conhecer: Bastakia – bairro antigo de Dubai que está sendo cuidadosamente conservado pelo governo. É composto por vielas estreitas e as antigas casas árabes formam um pequeno labirinto que leva os visitantes de volta ao passado e aos costumes locais. Burj Al Arab – único hotel do mundo considerado um verdadeiro 7 estrelas. Suas suítes têm vários detalhes de ouro, assim como os elevadores. A forma do prédio, de uma vela de barco ao vento, é um símbolo da cidade. Com 320 metros de altura, foi construído em uma ilha artificial, localizada a 200 metros da praia.

Mesquita Jumeirah – exemplo da moderna arquitetura islâmica, é uma das maiores e mais bonitas mesquitas de Dubai. Palm Island – arquipélago artificial sob o formato de palmeira. Para a sua construção, foram usados apenas materiais naturais como areia e pedras. O projeto consiste em três ilhas, sendo que apenas uma já está totalmente finalizada.

Creek – esse rio, formado por um "braço" de mar, atravessa o coração de Dubai e adentra cerca de 10 quilômetros pelo deserto. Por meio do abart, barco pitoresco que funciona como um táxi aquático, é possível percorrer todo o seu trajeto.

Ski Dubai – neste resort, construído em pleno deserto, é possível esquiar com neve artificial. Enquanto a temperatura externa alcança os 40 oC, o interior do complexo não passa dos 2oC negativos. O local conta com cinco pistas de esqui com diferentes percursos. A maior alcança 400 metros de extensão com 60 metros de altura. Também é possível desfrutar de lojas, cafés e de um parque. O passaporte de entrada inclui o aluguel de equipamentos e roupas.

Emirates Towers – duas torres construídas em estilo moderno. Uma é um arranha-céu de escritórios com 54 andares. A outra é um hotel com 56 andares. Ambos os edifícios estão conectados.

Souks de Deira – bairro localizado no centro de Dubai, concentra uma grande quantidade de lojas. É possível comprar itens típicos da região como ouro e especiarias.

Madinat Jumeirah – estrutura de lazer que imita uma verdadeira cidade árabe. Ali, estão localizados vários hotéis que oferecem os mais variados serviços. O complexo está construído em três quilômetros de costa e fica a cinco minutos de carro de uma das ilhas artificiais de Dubai, a The Palm Jumeirah.

www.perini.com.br

PERINI

15

o p r az er d o c onsumo

Vinho

uma questão de estilo Por Maria Helena Bellini

ESTE PRODUTO VOCÊ ENCONTRA NA

Tinto, branco, espumante ou do Porto, o vinho está presente na história da humanidade há milhares de anos. Aprenda a escolher um que combine bem com o seu paladar e com o seu jeito de ser

Alguns historiadores afirmam que o vinho existe desde a préhistória, embora os artefatos encontrados não comprovem, com precisão, a sua presença naquele período. As primeiras ferramentas que atestam a existência do vinho apontam a região do Cáucaso (hoje, Geórgia e Armênia) há cerca de 7.000 a.C. Dali, a cultura do vinho espalhou-se pela Mesopotâmia, Síria, Palestina e Egito. O sommelier, Alexandre Santos, conta que foi “via Chipre e Creta que as parreiras chegaram à Grécia e espalharam-se por toda Europa por meio dos domínios romanos”. Porém, os primeiros nômades, ao trocarem a caça e a migração pela agricultura e pela criação de animais, puderam observar e experimentar os efeitos do consumo de alimentos armazenados. Alexandre explica que “a vinificação foi descoberta por acaso, quando, ao guardar uvas, notaram-se alterações causadas pela fermentação espontânea dessas frutas, e os efeitos causados pelo seu consumo”. Hoje, o consumo do vinho está presente em todas as partes do mundo. Então, como saber qual rótulo escolher, entre tantos que existem? Para responder a essa e a outras perguntas sobre uma das mais nobres bebidas, Alexandre Santos, responsável pelo curso de degustação da loja Vintage Express, em São Paulo, concedeu essa entrevista exclusiva à Perini em Revista.

16

PERINI

www.perini.com.br

ESTE PRODUTO VOCÊ ENCONTRA NA

Kit vinho com abridor e medidor de temperatura

Perini em Revista: Todos os tipos de uva podem ser utilizados para a produção do vinho?

Alexandre Santos: Embora existam mais de cinco mil variedades de parreiras catalogadas, pouco mais de 50 pertencem ao gênero botânico Vitis, de nome específico Vinifera. Essas são as que melhor se prestam à elaboração de vinhos de qualidade, também conhecidas como “uvas viníferas européias”. As mais conhecidas são: Cabernet Sauvignon, Merlot, Shiraz, Pinot Noir, Malbec, Carmenere, para os vinhos tintos, e Chardonnay, Sauvignon Blanc, Riesling, Gewuztraminer, Muscat, para os brancos. Considerando-se que o vinho herda as características da uva da qual foi elaborado, temos grande diversidade de “estilos de vinho” e é justamente essa riqueza que torna o conhecimento dessa bebida tão apaixonante.

P: No Brasil, temos importantes regiões produtoras. Fale um pouco sobre elas.

A.S.: Tradicionalmente, as regiões produtoras de

"A vinificação foi descoberta por acaso, quando, ao guardar uvas, notaram-se alterações causadas pela fermentação espontânea dessas frutas, e os efeitos causados pelo seu consumo." Alexandre Santos vinho estão situadas entre os paralelos 30 e 50 dos hemisférios Norte e Sul, que compreendem alguns países da Europa, Chile, Argentina, parte do sul do Brasil entre outros. Essas regiões apresentam características climáticas que favorecem o cultivo das videiras e a elaboração de vinhos de qualidade, embora locais fora dessa zona tenham apresentado constante melhora em seus vinhos. Um bom exemplo é o Vale do São Francisco que, mesmo sem clima tido como ideal, tem comprovado grande evolução no cultivo de uvas e na elaboração dos vinhos.

www.perini.com.br

PERINI

17

P.: O champanhe é um tipo de vinho?

A.S.: Muita confusão se faz em torno dos champanhes. O mais comum é confundi-lo com outros vinhos. Embora todo champanhe seja um vinho espumante, nem todo espumante pode ser chamado de champanhe, pois esse título é exclusivo dos produtos elaborados na região francesa de mesmo nome. Portanto, os espumantes recebem nomenclatura específica, de acordo com a região de origem, como Prosecco na Itália e Cava na Espanha.

P.: Como combinar receitas com o vinho certo?

Alexandre Santos – especialista em vinhos e responsável por um dos melhores cursos da bebida no País

ESTE PRODUTO VOCÊ ENCONTRA NA

Lindas embalagens de vinho Perini, perfeitas para presentear

“Não fique constrangido em pedir ajuda aos profissionais quando disponíveis, troque idéias com amigos e, sempre que possível, prove novos vinhos.” Alexandre Santos

18

PERINI

www.perini.com.br

A.S.: Vinhos e comida podem ser harmonizados e essa é uma tarefa muito prazerosa e um tanto subjetiva. O mais importante é que a busca por uma harmonização perfeita não estrague o momento da refeição. Por isso, não tenha receio em quebrar regras pré-determinadas. A dica mais importante para a iniciação nesse tema é que o sabor, tanto dos alimentos quanto dos vinhos, seja respeitado. Eles devem “andar” juntos e nunca sobrepor-se. Assim, quanto mais delicado o prato, mais leve deve ser o vinho e, para os mais estruturados, escolha vinhos igualmente estruturados e de sabor marcante. Dessa idéia, nasceu a regra básica de “carnes brancas com vinhos brancos e carnes vermelhas com os tintos”. Mas, geralmente, o que define um prato é a forma como ele é preparado. O molho ou a presença de um ingrediente específico também pode alterar o peso gustativo da receita. Daí, é fundamental prestar atenção a esses detalhes.

P.: Quais os tipos ideais para servir com a sobremesa?

A.S.: Para acompanhar as sobremesas, podemos optar por vinhos adocicados, como o do Porto, licorosos e espumantes que contenham doçura.

P.: Como degustá-lo em restaurantes, por exemplo?

A.S.: Hoje, os restaurantes estão cada vez menos formais, o que é uma tendência para deixar o cliente mais à vontade. Portanto, peca-se mais por exibicionismo do que por falta de conhecimento. Aliás, a falta de informações técnicas não deve, de forma nenhuma, inibir a sua escolha. Não fique constrangido em pedir ajuda aos profissionais quando disponíveis, troque idéias

com amigos e, sempre que possível, prove novos vinhos. Isso vai garantir que você acumule mais experiências enogastronômicas, ou seja, entre vinho e comida.

P.: Por que o sommelier entrega a rolha do vinho ao cavalheiro à mesa?

A.S.: Quando isso acontece é porque ele está obedecendo ao protocolo de serviço. Alguns possíveis defeitos como vazamento de líquido ou presença de fungos podem ser percebidos com a análise da rolha. Porém, só é possível avaliar se um produto está de fato ruim após prová-lo. Sendo assim, aceite a rolha, mas guarde a avaliação final para o vinho.

P.: Como entender as informações escritas no rótulo?

A.S.: Dentre as muitas informações contidas ali, devemos ficar atentos a algumas que revelam características fundamentais do vinho. Os três principais aspectos são: • o país ou região de origem: cada região produz vinhos com características particulares. Essa informação pode dar uma noção sobre o vinho em questão; • a uva de que foi elaborado: todo vinho reflete as características da uva. Por isso, à medida que vamos conhecendo determinada variedade de uva podemos traçar um perfil básico daquele tipo de vinho. • a safra: cada vinho tem um ciclo de vida, ou seja, nasce, evolui e morre. Deve-se ficar atento para abri-lo no melhor momento possível, considerandose que cada um tem seu tempo.

P.: Qual a melhor maneira de armazenar vinhos em casa?

A.S.: A sua guarda deve ser feita em locais tranqüilos e com temperatura constante. Para ajudar a minimizar problemas no armazenamento, hoje, encontramos facilmente adegas refrigeradas de todos os tamanhos, preços e modelos. O maior cuidado que se deve tomar é quanto ao tempo de guarda,

“E, em caso de vinhos especiais, que exigem uma guarda prolongada, fique sempre atento ao melhor momento de abri-los.” Alexandre Santos

pois poucos se prestam ao envelhecimento. E, em caso de vinhos especiais, que exigem uma guarda prolongada, fique sempre atento ao melhor momento de abri-los.

P.: Os acessórios são mesmo imprescindíveis?

A.S.: Hoje, o enófilo (amigo do vinho) pode contar com uma variedade infinita de acessórios: termômetros, decanters, tira-lacres, corta-gotas, dispositivos de conservação a vácuo, além de saca-rolhas diferentes e taças em diversos modelos. Nesse caso, acho que vai da paixão que cada pessoa tem pela bebida e pelo ritual que a evolve. Escolha seus acessórios livremente, de acordo com a utilidade em seu dia-a-dia e gosto pessoal.

ESTE PRODUTO VOCÊ ENCONTRA NA

P.: A relação do vinho com a boa saúde existe de fato?

A.S.: O vinho é, de fato, uma das bebidas mais saudáveis e é muito presente nos dias atuais. Além da composição naturalmente complexa dos fermentados, com ácidos e vitaminas, os tintos apresentam quantidades elevadas de reverastrol (substância que combate o colesterol) e antocianos polifenóides, que agem no organismo como antioxidantes naturais. Nota-se que pessoas que têm o hábito de tomar vinho diariamente apresentam menor incidência de doenças cardiovasculares, por exemplo. Historicamente, essa relação entre vinho e saúde já foi observada por Dioscórides, o pai da Farmacologia, e por Hipócrates de Cós, o pai da Medicina, que mencionaram, em seus estudos, os benefícios do vinho à saúde.

www.perini.com.br

PERINI

Produzida artesanalmente, esta belíssima taça, feita de vidro, na cor preta, é ideal para todos os tipos de vinhos. Da marca alemã Spiegelau.

19

A P ROV E

ESTES PRODUTOS VOCÊ ENCONTRA NA

Sacola-maleta com logo da Perini para vinho, na cor marrom, muito moderna.

F amigli a Bi a nc hi

De origem Argentina, os principais vinhos da marca são Savion Bianchi, Particular Malbec e o top Enzo Bianchi, que é o mais fino. De cor rubi intenso, aroma de frutas vermelhas, o Enzo Bianchi é uma excelente opção para o acompanhamento de carnes vermelhas.

Maleta com zíper, compacta, para armazenar uma garrafa de vinho.

Esse abridor de garrafa é prático, bonito e bastante fashion. Seu sistema de alavanca torna mais fácil a abertura de qualquer tipo de vinho. Da Screwpull.

20

PERINI

www.perini.com.br

Esse porta-garrafas é perfeito para armazenar corretamente seus vinhos. De aço escovado e policarbonato, é possível empilhar até três peças. Da Screwpull.

Z o n in

Vinícola italiana, a marca possui outros tipos de vinhos como o tinto Amarone, por exemplo. Porém, o principal item dessa marca na Perini é o Prosecco. Na Bahia, o Prosecco da Zonin é uma importação exclusiva e o mais procurado. Com 11% de teor alcoólico, cor brilhante, um pouco amarelada, o produto é suave e extremamente fino, indicado para acompanhar entradas e saladas de frutas.

Her d ad e d o Espo r ã o

De vinícola portuguesa, é também importação exclusiva da Perini. Dentre os vinhos dessa marca, destacam-se Monte Velho, Esporão Reserva e Esporão Private Selection. São vinhos tintos, suaves, para serem degustados com carne e queijo.

Maleta para vinho: muito útil. Além de linda, serve tanto para presentear, quanto para levar duas garrafas a um jantar na casa de amigos ou ao seu restaurante predileto.

www.perini.com.br

PERINI

21

r ot e ir o c u ltural

Sartre e o Pensamento Mítico – Revelação Arquetípica da Liberdade em “As moscas”

LI V RO

No mesmo ano em que publicava “O Ser e o Nada”, obra que marcaria o início de seu pensamento existencialista, Jean-Paul Sartre dava início também à sua carreira como dramaturgo com a peça “As Moscas”. O livro de Caio Luidvik se propõe a demonstrar a íntima relação entre as duas obras em sua essência, considerando-as sob a perspectiva da defesa da liberdade. Esta consonância assume contornos mais intensos em um contexto marcado pela Segunda Guerra Mundial e pela invasão nazista da França. (Edições Loyola)

Future Sex/ Love Sounds – Justin Timberlake DVD MÚSICA

Justin Timberlake foi indicado, em 2007, a cinco Grammy Awards e levou dois para casa: Melhor Rap, com a canção “My Love” e Melhor Performance, com “Sexy Back”. O CD Future Sex/ Love Sounds vendeu mais de 8 milhões de cópias em todo o mundo e originou a turnê, registrada agora em DVD duplo que mostra o show na íntegra, com 22 músicas, além de making of, entrevistas e clipes.

Ultimate Santana – Carlos Santana CD

Don’t Look Back – Bob Dylan DVD MÚSICA

Lançado pela primeira vez em 1965, “Don’t Look Back” conta com a direção de D.A Pennebaker e mostra a última turnê acústica de Dylan. Nesta reedição, além de todo o documentário original, há cinco faixas adicionais de áudio, comentários de D.A. e do empresário da turnê, Bob Neuwirth, discografia de Dylan e biografia do elenco e equipe.

22

PERINI

www.perini.com.br

Dos músicos mais respeitados do mundo, Carlos Santana lança uma compilação recheada de sucessos e ainda traz parcerias com estrelas da música mundial: Chad Kroeger – conhecido vocalista do Nickelback – participa de “Into The Night”, primeiro single deste trabalho. “The Game Of Love” também terá uma versão inédita e contará com Tina Turner nos vocais. Neste CD, será possível ouvir, ao lado do guitarrista, nomes como Rob Thomas, Everlast, Michelle Branch, Maná e Steve Tyler, vocalista do Aerosmith.

CD

Parceria dos Viajantes – Zé Ramalho

No novo CD, Zé divide suas músicas com outros letristas e musicistas. Ora ele é texto, ora é som. Vozes femininas dão o tom a algumas canções, enquanto homens acompanham a cantoria. Um trovador em viagem eterna, Zé Ramalho mostra-se aqui como um grande convidado de si mesmo e apresenta, com muito prazer, suas parcerias, algumas inéditas: Zeca Baleiro, João Barone, Marcelo Bonfá, Paulo Ricardo, Chico César, Toni Garrido, Jorge Mautner, Oswaldo Montenegro, Daniela Mercury, Pitty, Zélia Duncan, Sandra de Sá entre outros.

LI VRO

Chapada Diamantina

O ensaio de Araquém Alcântara traz mais de cem fotos captadas em filmes e digitais, em cores e p&b. O fotógrafo revela a beleza e diversidade biológica da região: a pedra e a cachoeira, a bromélia e o cacto, a mata fechada e a rasteira, a águia, o urubu, o tamanduá, a cobra, o gafanhoto, o tatu, a coruja. A presença humana contemporânea também está devidamente representada em lindos retratos de tropeiros, garimpeiros, ambientalistas, donas de casa, aposentados e crianças, entre outros membros das 120 famílias reconhecidas. O livro inclui versos de João Cabral de Melo Neto, Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, Cecília Meireles e outros. (Editora Terra Brasil)

www.perini.com.br

PERINI

23

r ot e ir o c u ltural

E VE NTOS

XVII Bon Odori de Salvador – Festival Anual de Cultura Japonesa

Como parte das comemorações do centenário da imigração japonesa, a comunidade nipônica da Bahia preparou uma edição especial do Bon Odori, tradicional festival de origem budista. Um dos eventos mais concorridos da cidade, o Bon Odori homenageia os espíritos dos antepassados através de danças folclóricas. Neste ano, serão três dias de festa com exposições culturais, apresentações de artes marciais, oficinas de shodô (escrita japonesa), origami (dobradura de papel) e ikebana (arte de criar arranjos com flores). Também não podem faltar as danças ao redor do yagurá (torre) ao som do taikô (instrumento de percussão). O festival acontece de 29 a 31 de agosto, no Parque de Exposições. Para mais informações: tel.: (71) 3451-5664. Falar com Kogi Suzano.

DVD

O Bom Pastor

Ainda estudante da Universidade de Yale, Edward Wilson (Matt Damon) é recrutado para trabalhar na recém-inaugurada Agência de Inteligência Central. Na CIA, ele toma contato com a paranóia da Guerra Fria e torna-se um funcionário de prestígio do governo americano. Tamanha responsabilidade e o envolvimento no mundo político da espionagem fazem com que ele tenha de sacrificar sua vida pessoal, seus ideais e sua família. Dirigido por Robert De Niro, “O Bom Pastor” é um ótimo filme de ação e de espionagem com os vencedores do Oscar Matt Damon, Angelina Jolie, Robert De Niro e grande elenco.

CD

Madonna – Hard Candy

O novo álbum da diva pode ser considerado uma continuação mais moderna e esperta de “Confessions on a Dancefloor”. Se o anterior fazia dançar com inspirações nos anos 70 e 80, o atual faz o mesmo, só que de um jeito mais moderno. É isso que acontece quando a rainha do pop se junta com feras da black music, como Justin Timberlake. O resultado não poderia ser melhor.

MÚ SICA

Mallu Magalhães

Quando completou 15 anos, a paulista Mallu Magalhães pediu um presente diferente: poder gravar em estúdio as músicas que compunha nas horas vagas. Com o desejo atendido, a menina resolveu postar as gravações no My Space. Foi então que a mistura de folk e rock da garota de voz delicada que cantava em inglês e era fã de Johnny Cash, Bob Dylan e Belle & Sebastian conquistou público e crítica especializada. Uma de suas canções, J1, já se transformou até em jingle de comercial de empresa de celular. As músicas da menina Mallu podem ser conferidas em sua página no My Space: http:// www.myspace.com/mallumagalhaes. Destaque para Get to Denmark e Tchubaruba.

24

PERINI

www.perini.com.br

www.perini.com.br

PERINI

25

new s

Perini lança Delivery de Paella e Sushi Para quem não abre mão de uma refeição saborosa em casa, a Perini acaba de lançar o Delivery de Paella e Sushi. Com o novo e diferenciado serviço, é possível pedir, em domicílio, um saboroso sushi ou a tradicional Paella espanhola, receitas que já são sucesso entre os clientes da rede de delicatessens. O Delivery Paella oferece as típicas receitas marineira e valenciana. Já, quem prefere uma refeição mais leve tem, à disposição, o Delivery Perini Sushi com os saborosos sashimis, temakis e hot rolls, elaborados pelo sushiman Júnior. Quem quiser fazer o pedido, pode ligar para a Central de Atendimento, de segunda-feira a sábado, das 8h às 21h, pelo telefone 2108-0008.

Cestas Perini Não há nada mais gostoso que acordar ao lado da pessoa amada e saborear um gostoso café da manhã. A receita é certa para garantir um dia com muito mais energia e disposição. Pensando nesses momentos, a Perini desenvolveu Cestas especiais, recheadas de produtos selecionados, importados ou de fabricação própria. Há ainda as Cestas personalizadas que são montadas ao gosto do cliente. Para o Dia dos Pais, a dica é escolher uma das irresistíveis Cestas e surpreender seu pai com uma refeição cheia de guloseimas e muito carinho.

26

PERINI

www.perini.com.br

Cartão-Prêmio comemora 5 anos com mais de 37 mil associados Em 2008, o Cartão-Prêmio – Programa de Relacionamento Perini – comemora cinco anos com mais de 37 mil clientes ativos e mais de 500 prêmios. Criado com o objetivo de oferecer um tratamento personalizado aos clientes Perini, o Cartão-Prêmio é hoje um dos mais disputados benefícios da rede de delicatessens. Por meio do clube, as compras feitas nas lojas Perini passam a valer pontos que podem ser trocados por produtos e serviços, além de benefícios em empresas conveniadas em diversos segmentos. Para se tornar um cliente Cartão-Prêmio, basta juntar notas fiscais no valor de R$ 120,00 em compras feitas dentro do período de um mês, nas lojas Master, Pituba, Barra ou Graça e solicitar o cadastramento no balcão de atendimento do programa.

www.perini.com.br

PERINI

27

dendê c o smopolita

Ponto Partida de

Por João Osmário

Conversando com amigos, brincando de listar coisas boas da Bahia, todos concordavam e a PERINI é lembrança constante, sinônimo de novidade, competência e orgulho. No mesmo instante, veio a lembrança da figura de Dom Pepe, espanhol adotado plenamente por nós, na mesa da recepção, discutindo negócios e parando quase como um raio, só dando tempo de um segundo para o farol de seus olhos brilharem em direção a seu maior prazer: O CLIENTE. Receber o convite para escrever na Perini em Revista é um desafio prazeroso. Já apertei o botão.

Estação de Trem Todo dia, ao acordar, tenho sempre dois botões para optar. Qual deles apertar? O de ser feliz ou o de ser infeliz? E tem sido uma constante em minha vida apertar o botão de Ser Feliz. Depois que executo essa tarefa, a seqüência torna-se uma rotina constante como se fosse uma linha de metrô. Passo por várias estações e encontro novas pessoas. O dia está chuvoso ou ensolarado, frio ou quente, o trem pode até quebrar, mas o botão já foi apertado rumo à estação final do dia, que é Ser Feliz. Em um determinado janeiro, fui surpreendido e tive que encontrar forças para encaminhar minha querida e pequenina Maria aos céus. Ela iria atravessar a “passagem de pó que somos” para permanecer “naquilo que temos, que nunca acaba”: a energia ou o espírito, para quem assim acredita. Aquele dia de muita dor, ao acordar com ajuda de Deus e muito esforço pessoal, apertei o botão de Ser Feliz. Foi desta forma que pude não recla-

Às pessoas que me acompanham e mesmo àquelas de agora, pergunto: qual o botão que apertarei? Quem imaginou o botão de Ser Feliz, acertou. 28

PERINI

www.perini.com.br

mar do bem querer que não ia mais ter, mas agradecer o que tive. Naquele momento, não estava alegre. No entanto, já tinha apertado o botão de Ser Feliz e acionado a energia do amor e de seus bálsamos. Maria era tão pura e bela que sua partida deste mundo material não poderia refletir vestígios que não fossem do bem. Era apenas um dia de trovoadas. Não se tratava de dilúvio ou tempestade. Nada seria destroçado. O mundo tinha sido mexido, mas as águas dos rios continuavam correndo para todos os mares. Virando a página, volto aos velhos e novos dias. E, mesmo nos dias mais turbulentos e cansativos, elevo os pensamentos à Trindade do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Na hora em que adormeço, o meu espírito fica viajando pelo Universo, apenas conectado ao meu ser por um cordão de luz prateado. É o encantamento do sono com o milagre e o presente de um novo dia. Neste momento, enxergo, no painel, os dois botões à espera da partida. Às pessoas que me acompanham e mesmo àquelas de agora, pergunto: qual o botão que apertarei? Quem imaginou o botão de Ser Feliz, acertou. Essa rotina ficou tão impregnada dentro de mim, que nem sei mais onde fica o outro botão. A opção real é a de “Ser Feliz”. Em muitos dias e em muitas vezes encontro mil situações, querendo me direcionar para o

e peito nu, mergulhado sobre tintas como se fosse um verdaEncontrei Sérgio no Ateliê, de bermuda e deiro Oxóssi, rompendo florestas em busca de alimento para peito nu, mergulhado sobre tintas como os seus. A diversidade é contase fosse um verdadeiro Oxóssi, rompendo giante para os temas em telas florestas em busca de alimento para os seus. prontas e aqui fica uma dica: uma grande exposição, "Diversidade", com lindos ciclistas, outro botão. Eis aí a grande questão! Depois orquídeas, janelas, casas e portas da Bahia. que adquirimos o hábito de apertar o botão São trabalhos impregnados de dendê baiade ser Feliz, não existe alternativa para outro no e muita atenção para não ”baixar o santo’’, pois a intensidade de energia é alta. Isso caminho do metrô. Só se for no outro dia. Precisamos “manter a mente quieta, a espi- mesmo: a vibração é forte quando visualizanha ereta e o coração tranqüilo” para não du- mos o grande painel feito para o Instituto da vidarmos, na hora exata, de apertar o botão. Hospitalidade. O título "Hospitalidade" nos leva para uma Bahia, abrindo os braços para O trem chega e passa rapidamente. o mundo. Ser amigo de Sérgio tem estes privilégios: Visita ao artista pede, recebe e abençoa. Feliz. Para atender a uma exigência de fazer o melhor, procurei quem poderia, com talento, levar em consideração à marca desta coluna e, com isso, meu coração ficou tranqüilo. Seu nome: Sérgio Rabinovitz, com prazo de apenas dois dias para acolher o pedido. Fui ao seu estúdio, onde o artista, depois de algumas tentativas, acatou uma delas. Não era sua decisão definitiva. Acredito que sua inquietude almejava um traço mais espontâneo e claro. O resultado está nesta página e o Dendê Cosmopolita brotou simples, limpo e lindo. Daí em diante, o papo fluiu e, prazerosamente, colocamos as histórias em dia. O mago dos pincéis está trabalhando a todo vapor, depois de ter feito uma bela e gratificante viagem com a sua querida Carol, passando por Portugal, Espanha, Península Ibérica, Londres, Suíça e região Provence. Conjugando trabalho com a vida, visitou amigos, celebrou com bons vinhos e realizou duas mostras de tinta sobre papel. Na terra Lusa, atracou na cidade do Porto, apresentando "Bahia" na Galeria "Por Amor à Arte" e, com o gingar de seu pincel, apresentou os capoeiristas aos curiosos que foram aplaudir, com os olhos, a leveza marcante de "Capoeira " na terra dos Beatles e do rock'in'roll, a Brazilian Contemporany Gallery. Encontrei Sérgio no Ateliê, de bermuda

Dendê Cosmopolita nem precisou de cor. Axé!

Personalidade Dendê Cosmopolita Soteropolitana, Anna Maria Leão Marques Valente estudou até os 19 anos no Mackenzie, voltando à Bahia para se casar, onde teve os seus três filhos. Seu altar sempre foi a sua família. Enxergando novos horizontes, mandou os filhos estudarem na Europa, enquanto dividia seu tempo na Penha, em Itaparica, sua casa de fazenda em Ilhéus, na sua residência em São Paulo e, naturalmente, na sua querida Salvador. Enquanto seu marido vivia, os dois viajaram muito pelo mundo. Por um bom tempo, ajudou o Instituto dos Cegos da Bahia, onde traduziu livros para o braille. Foi a mentora do livro "Mesas da Bahia", com patrocínio da DM9 e ajuda de Nizan Guanaes e de seu querido filho Guga Valente, guru financeiro do grupo. Ana Maria é uma pessoa discreta, extremamente educada e atenciosa. Quando surge em qualquer ambiente, deveria ser espelho para pessoas que necessitam aprender lições de boas maneiras e comportamento. Em uma dessas estações de trem (Paris seria a maior probabilidade), encontrei Ana Maria, valente, essa personalidade elegante e doce, quando surgiu a oportunidade e o convite para este espaço ser preenchido de toques de classe e requinte.

www.perini.com.br

PERINI

29

dr ink s e spec iais

Os diferentes jeitos de tomar

CAFÉ

Por Cida de Roussan

Romantismo, atitudes arrojadas, negócios, charme e sofisticação têm marcado a história do café, iniciada há mais de mil anos, na África. Desde essa época, as cafeterias têm se transformado em um espaço onde a degustação é mantida como uma cerimônia de prazer e um ritual de encontros. Com o crescimento da oferta de tipos especiais (grãos de qualidade excepcional), antes restritos ao mercado internacional, o brasileiro vem tendo a oportunidade de apreciar o café nacional de diferentes formas. Além do tradicional coado, que anima e descontrai, são inúmeras as maneiras de se apreciar essa estimulante bebida: desde o incomparável espresso*, deleite dos apreciadores, cujo método de preparação é o único capaz de produzir, na xícara, os predicados e atributos do café, até os shakes (com sorvete), os elegantes drinks como Irish Coffee e French Kiss e o refrescante café Orange Royale, que pode ser preparado em casa para receber amigos.

Orange Royale Ingredientes Suco de ½ laranja 1 colher de sopa de cointreau 1 espresso duplo ou duas xícaras pequenas de café coado Lucca 6 pedras de gelo 2 colheres de sopa de açúcar Modo de fazer Bata no liqüidificador, coloque em uma taça alta de 300 ml e adicione chantilly com raspas de laranja para enfeitar.

Mocha Coffee Shake Lucca Ingredientes 1 espresso duplo ou 2 xícaras pequenas de café Lucca 2 bolas de sorvete de creme 1 colher de calda de chocolate Belga (pode ser substituído por chocolate em pó meio amargo) Modo de Fazer Colocar todos os ingredientes e bater no liqüidificador ou em uma shakeira. Servir em uma taça alta. *Espresso com S: nome derivado do latim e que pode ser traduzido como “sob pressão” e está relacionado ainda a algo que é feito especialmente para alguém. No Salvador Shopping, o Lucca Cafés Especiais oferece 32 maneiras de degustar café, além da possibilidade ímpar de poder escolher os diferentes grãos de 12 regiões produtoras e os **campeões brasileiros, cujos lotes foram comprados com exclusividade por Geórgia Franco, dona da marca. **Concursos: Festcafé e Tast of Harvest 2007 – Associação Brasileira de Cafés Especiais

30

PERINI

www.perini.com.br

www.perini.com.br

PERINI

31

10 0 % bem - estar

tina lima na Loja pe rini da gra莽a

Mulher sin么nimo de multitalentos Por Lorena Novas

32

PERINI

www.perini.com.br

SANDR A GORDILHO

Academia, família, casa, trabalho: como conciliar tudo isso? Sendo mulher, tudo é possível. Conheça, agora, como é o dia-a-dia de algumas superpoderosas baianas

T

Tudo começou com o movimento feminista. Desde que se conseguiu, com muita garra e determinação, as independências emocional e financeira, grande parte da população feminina do planeta passou a conviver com um dilema: ser dona do próprio destino e ainda ter de conviver com as tarefas domésticas. Hoje, ser mulher é chegar em casa, depois de cumprir uma agenda repleta de trabalho, brincar com os filhos e, ainda, pensar nos mais triviais afazeres domésticos. Tudo isso, como supermulheres que são, sem deixar de estar belas, felizes e bem dispostas. Desse jeito, o apelido “sexo frágil” já está se tornando obsoleto para dar lugar à expressão “sexo forte”. Afinal, nem só de músculos vivem essas bravas guerreiras. Para manter o pique, uma alimentação saudável é o grande trunfo do bem-estar feminino. “Na vida da mulher, os alimentos são a sua própria orquestra sinfônica”, afirma a nutróloga Sandra Gordilho, do Espaço Elementhare, e autora do livro “O Bom Comer”, lançado neste ano pela editora P555. Segundo a especialista, deve-se lembrar de tomar um bom café da manhã com frutas, iogurte, aveia, raiz e queijo branco ou tofu, que fornecem proteínas, carboidratos e fibras. É importante, também, alimentar-se a cada três horas. “Quando ficamos muito tempo sem comer, o corpo, por defesa, começa a ‘roubar’ músculos para transformar em energia, o que gera flacidez”, explica Sandra. Nesses lanches, procure associar a proteína a um carboidrato, como fruta e iogurte, o que gera um

equilíbrio de açúcar, contido na fruta (frutose), no metabolismo. Para as mulheres que já sentem culpa só de pensar em comer aquela deliciosa torta, um bom aviso: se a alimentação for feita sem exageros, de forma equilibrada e diversificada, o pedaço de bolo de chocolate não vai mudar a sua silhueta. “O que não vale é comer uma salada com molhos prontos e gordurosos, queijos, croutons, batata e achar que está comendo de maneira saudável”, alerta Sandra.

Para o corpo feminino, boas escolhas alimentares são sinais de: Menos tensão pré-menstrual; Intestino regulado; Melhora na textura das unhas, cabelos e pele; Retardo no envelhecimento biológico; Regularização dos níveis de colesterol e triglicérides; Paz com a balança.

www.perini.com.br

PERINI

33

sete PASSOS PARA UM JANTAR ROMÂNTICO SAUDÁVEL

1º Certifique-se de que o local da mesa está impecável. Se já é casada, mude a posição da mesa 2º 3º 4º 5º 6º

para ficar "diferente". Coloque luzes indiretas com velas coloridas e um aroma para "romantizar" o ambiente. Decore a mesa com flores, coloque anilina na água em um jarro transparente. Fica lindo! A arrumação dos pratos é indispensável. Você começa a sentir o sabor com a visão. Seja criativa(o). Cardápio caprichado. Entrada: Terrine com torrada integral e carpaccio de salmão. Prato: Polvo com arroz negro. Sobremesa: Mousse de morango. Harmonização com vinho: Montes Alpha – Chardonnay 2003. Só depende de você. Fonte: Livro “O Bom Comer” – Editora: P555

“Puxa, quanta coisa eu fiz!” É isso que pensa a assessora empresarial, Tina Lima, ao refletir sobre seus muitos anos de carreira. Apesar de amar ser dona de casa, cozinhar e receber seus convidados, ela nunca deixou de trabalhar e aprendeu a ser “multitarefas”. Por isso, quando questionada sobre qual dica daria às mulheres modernas que se dividem entre as tarefas de casa e do trabalho, Tina Lima não hesita: “é preciso ter vida própria. Não se pode viver apenas em função do marido e dos filhos”, diz. Há dois anos, a assessora diminuiu a rotina pesada de trabalho para aproveitar o tempo fazendo o que mais gosta. Agora, consegue fazer pilates, alongamento e musculação, além de brincar com o neto. Meticulosa com a alimentação, durante a semana ela bebe muita

“Na vida da mulher, os alimentos são a sua própria orquestra sinfônica”. Sandra Gordilho

“Sumo da Beleza Total”

Para ser tomado em jejum absoluto, antes do café-da-manhã. ½ cenoura 5 uvas 2 folhas de couve 1 rodela de beterraba 1 pedacinho de gengibre 4 rodelas de pepino japonês Depois de centrifugada, acrescente suco de laranja à mistura. Já que estará, provavelmente, oito horas sem se alimentar, a absorção dos nutrientes e vitaminas será completa.

34

PERINI

www.perini.com.br

água, não come carne vermelha e consome bastante fruta, chás e verduras. Já no fim de semana, a coisa muda de figura. Tina relaxa e come tudo o que tem vontade. E o melhor: sem culpa. “Gosto de comer, e comer bem”. A administradora de empresas, Eliane Carvalho, cuida bem da saúde e também não descuida da alimentação. “Eu vivo de lá para cá. Minha rotina é muito corrida”, conta ela. “Por isso, faço exercícios e procuro comer alimentos saudáveis, como frutas e verduras”. Eliane não abre mão da qualidade nutritiva dos pratos nem mesmo na hora das refeições durante a semana, que, muitas vezes, são deixadas em segundo plano por grande parte das pessoas que trabalham fora. A administradora chama a atenção para o cuidado que as empresas de alimentos têm hoje de

“É preciso ter vida própria. Não se pode viver apenas em função do marido e dos filhos”. Tina Lima

oferecer grande variedade de produtos voltados a um público que precisa de uma alimentação especial, como pães sem gordura e sem açúcar. Cuidar do corpo também é cuidar da mente. Por isso, amar, fazer uma atividade de que se gosta muito e se preocupar apenas com o necessário é importante para tentar transformar as emoções femininas, sempre um turbilhão de sentimentos, em uma plácida praia paradisíaca. Afinal, todas as conquistas têm o seu valor.

www.perini.com.br

PERINI

35

sua p r aia

Conheçam, agora, qual o cantinho baiano preferido pelos

famosos!

Foto: máximo jr.

Carnaval da Bahia, Lavagem da Igreja Sr. do Bonfim, Mercado Modelo ...tem uma lambretinha famosa e muito gostosa que pode ser degustada com uma boa caipirinha e Lagoa do Abaeté. Paulo Goulart e Nicette Bruno atores

Foto: odair rodrigues

Meu cantinho na Bahia é o Espelho da Maravilha, praia que fica entre Trancoso e Caraíva, onde já passei ótimos momentos! É badalada no Réveillon e um paraíso ao longo do ano. Lilian Pacce jornalista

Adoro curtir a praia, sentar na areia e ver aquela água linda de Vilas do Atlântico, em Salvador. Tem umas barraquinhas ali, à beira-mar, que nos fazem perder horas só curtindo. O motivo: é um lugar maravilhoso, simples, onde podemos ser nós mesmos e aproveitar as coisas boas que a natureza nos oferece. Amanda Françozo – apresentadora

36

PERINI

www.perini.com.br

Foto: pina

Qualquer lugar é um cantinho especial na Bahia. Eu adoro! Tem um clima bom de aconchego. Para citar um, posso falar do Arraial D’Ajuda, de que gosto muito. Regiane Alves atriz

Meu lugar especial na Bahia é Salvador. Além das praias que são lindas, tenho amigos maravilhosos naquela cidade e o carinho que eu recebo quando estou lá é sempre incrível. Alexandre Scaquette modelo

Meu cantinho especial na Bahia é o farol da Barra. Lá acontece o pôr-dosol dos mais lindos que vi na vida! Daniela Freitas apresentadora e modelo

O meu cantinho predileto em Salvador é o Pelourinho. Esse lugar tem a cara da Bahia, isto é, alto astral. Tem uma energia muito boa, além de ter a identidade do baiano. Adoro o artesanato e as lojas típicas de lá. Marina Elali – cantora

Foto: marcelo de mattos

Fotos: divulgação assessoria dos famosos

Passei já dois carnavais lá e amooooo a Bahia. Eta, lugar lindo! Difícil escolher um. Adoro a praia de Amaralina, próxima ao hotel Pestana, em Salvador, por ser charmosa e muito bonita. Sem falar que a primeira impressão é a que fica: ao conhecer essa praia incrível, paradisíaca, pude contar com a hospitalidade “arrasante” de Astrid Fontenele, o que tornou o lugar ainda mais acolhedor. Adriana Colin – apresentadora

Na Bahia, meu cantinho é Itacaré, porque, além da beleza natural, é perfeita para praticar esportes, principalmente o surfe. Cláudio Heinrich ator

www.perini.com.br

PERINI

37

A P ROV E

Le ite de arroz

O leite de arroz da Scootti é um produto orgânico feito à base de arroz e 100% vegetal. Além disso, não contém glúten, açúcar, conservantes ou lactose, sendo ideal para crianças que possuem intolerância à substância. Esse produto você só encontra na Perini!

ESTES PRODUTOS VOCÊ ENCONTRA NA

Torrone

Considerado o melhor e o mais caro do mundo, o Turrón 1880 vem da região de Jijona, na Espanha, e é feito com 60% de amêndoa, mel e açúcar, elementos típicos da culinária mediterrânea. No Brasil, o Turrón 1880 só é encontrado nas lojas Perini, nos sabores Alicante, Jijona e sem açúcar.

Aze ite italiano

O azeite de oliva San Giuliano é importado da Itália, região de Alguero, na Toscana. Os produtos, que são 100% extravirgens, são encontrados na Perini em embalagens de 250 ml, 500 ml e 1.000 ml. Além da Toscana, grande produtor de azeite de oliva, a Delicatessen também traz importações diretamente de países como Portugal, Espanha, Grécia e Tunísia.

Grano du ro

Aqueles que gostam de variedade não podem deixar de conferir os mais de 60 tipos de massa da Divella. Do tipo grano duro, as massas são encontradas no sabor tradicional, de tomate ou espinafre, ideais para complementar a refeição da garotada. Entre as mais procuradas, estão a tipo Penne, Spaghetti e Fettuccini.

38

PERINI

www.perini.com.br

Lin d t

O Lindt é a marca de chocolates importados mais vendida na Perini. De origem suíça, possui variedade com mais de 15 tipos. Os mais procurados são ao leite e amargo (devido à sua funcionalidade, visto que foi comprovado que o chocolate amargo faz bem à saúde). É muito conhecido por suas embalagens diferenciadas como caixas sob formatos diversos e tabletes.

Chocolate D’Am azônia

É um produto tipicamente brasileiro e sua principal diferença, além dos sabores exóticos, são as embalagens artesanais, rústicas, como caixas de madeira e palha. É ideal para presentes. A marca possui bombons com frutas típicas da região como a castanha do Pará, cupuaçu, açaí, dentre outras.

C af é espec i al

O café da Jamaica Blue Mountain, da Compagnia Dell’Arabica, é considerado o “caviar do café” de tão saboroso e refinado. Plantado desde 1725, na mesma região, em uma montanha com aproximadamente 2.200 metros de altitude na Jamaica, o Blue Mountain só é encontrado na Perini. A Compagnia Dell’Arabica é uma torrefação italiana que processa cafés selecionados das principais fazendas produtoras, entre elas Jamaica, Índia, El Salvador, Costa Rica, Colômbia e Quênia. Além do Blue Mountain, outros destaques da marca são o orgânico e o descafeinado que possuem teor de cafeína abaixo de 0,10%.

www.perini.com.br

PERINI

39

A P ROV E

ESTES PRODUTOS VOCÊ ENCONTRA NA

Massa ital ian a

Para quem tem um “pé na Itália” e não abre mão de uma boa massa, a dica é a Giuseppe Cocco, uma das mais refinadas e utilizadas para consumo no Vaticano. A pasta, vinda diretamente da Itália, é feita sob a forma de bronze, além de ser uma exclusividade da Perini, na Bahia.

Queijos

A Perini tem em sua seção de importados, queijos deliciosos que são bastante procurados. Da Holanda vieram o Prima Donna, o Cablanca, feito com leite de cabra e o Da Vinci que são ótimos como tira-gosto. O Maasdem é o queijo importado mais vendido nas lojas Perini. Serve perfeitamente para sanduíches e seu sabor doce e cremoso é ideal para fondue. Grana Padano é um queijo parmesão italiano, ideal para aperitivos e culinária. Para encerrar essa lista de delícias, o Presidente, de origem francesa, possui, dentre os destaques dessa linha, o Brie, Camembert, Blue, Roqueforte.

C o n ser vas portug u esas

Além das tradicionais feitas com óleo, as conservas portuguesas da Ramirez também são encontradas em azeite de oliva, uma excelente maneira de conservar o alimento, além do sabor mais suave. Entre os produtos da marca que você pode encontrar na Perini, estão o bacalhau, a sardinha, o atum, o polvo e a lula.

Toblerone

De origem suíça, o Toblerone possui formato diferenciado (triangular). Atualmente, temos as variedades ao leite, amargo, com frutas e em tamanhos diferenciados, desde 50 g a 4,5 kg, sempre em formato triangular. A característica básica dos chocolates Toblerone é que são bem crocantes.

40

PERINI

www.perini.com.br

Aspargo pe ru ano

Diretamente do Peru, o aspargo da Saint chegou à Perini em março deste ano e já é uma das conservas mais procuradas. Cada pote contém seis unidades do produto, com cor bastante esbranquiçada e espessura diferenciada, o que é excelente indicativo de sabor e qualidade.

Exclusividade

E quem adora uma exclusividade não pode deixar passar essa. Recém-chegado da Escócia, o novo uísque Johnnie Walker Blue Label Baccarat possui embalagem feita, cuidadosamente, de cristal baccarat e encontra-se uma quantidade superlimitada no mundo: apenas 2.000 unidades, sendo que 400 delas estão espalhadas pelo Brasil e apenas uma na Bahia. Se você quer ser o felizardo e levar essa preciosidade para casa, corra para a Perini da Vasco da Gama que ele está lá.

www.perini.com.br

PERINI

41

CAPA

O que ĂŠ que o groove da baiana tem? Por Lorena Novas

42

PERINI

www.perini.com.br

Tem sede de criatividade!

Fotos: Michel Rey (inclusive capa)

Comemorando 15 anos do álbum que a lançou ao estrelato, a cantora Daniela Mercury prova que ainda está elétrica e que tem muito mais para inventar e surpreender Mil novecentos e noventa e dois. Rio de Janeiro. Uma então quase desconhecida Daniela Mercury se dirigia para um show na Apoteose. Observando tudo da janela do carro, ela tomou um susto com o que encontrou ao chegar: uma multidão eufórica que se acotovelava para conseguir estar perto do palco. Daí, seguiu-se uma conversa inusitada. A cantora, espantada, pergunta ao seu empresário. “Alguém mais vai fazer show comigo? Tem algum outro artista? Por que essas pessoas estão aí?” Ele respondeu prontamente: “Eles estão aí para você!” A baiana retorquiu. “Mas como? Como souberam que eu existo?” Ninguém conseguiu responder. Mas Mercury soube, e à altura: com um show que marcou sua carreira e a levou ao estrelato. Era o ano de lançamento de seu primeiro álbum, “O Canto da Cidade”, quando a cantora e compositora colocou seu nome na história da Música Popular Brasileira. www.perini.com.br

PERINI

43

Fotos: CÉLIA SANTOS

44

PERINI

www.perini.com.br

Daniela de parar o trânsito Desde o mítico show na Apoteose, que antecedeu uma apresentação histórica no MASP – Museu de Arte de São Paulo, responsável por parar o trânsito na Avenida Paulista em pleno meio-dia, passaram-se 15 anos. “Tudo aconteceu de uma maneira perfeita, inimaginável. Hoje, eu vejo como um fenômeno que nem eu sei explicar”, diz Daniela Mercury, tentando explicar o inexplicável. Durante essa trajetória, a eclética baiana provou que não era um sucesso fugaz que duraria até a chegada de uma próxima diva do carnaval. Renovou-se quando preciso e soube encarar os desafios que encontrou pelo caminho. “Sempre tive coragem de mudar, necessidade de não fazer o mesmo”, revela. “Não tenho prazer em repetir, gosto do desafio da inovação, de buscar novas sonoridades. Daqui pra frente, acho que isso não vai mudar”.

Inquietude

“Tudo aconteceu de uma maneira perfeita, inimaginável. Hoje, eu vejo como um fenômeno que nem eu sei explicar.” Daniela Mercury

Um olhar atento, que estuda as nuances do comportamento humano, as novas tendências de moda, os traços geniais da arte e até a velocidade incessante da comunicação. É este o maior trunfo de Daniela Mercury para matar essa boa sede de criar. Assim, surge a inspiração para compor as músicas e os novos álbuns, sempre surpreendentes: o clássico jazz, a moderna música eletrônica e os ancestrais batuques tribais. Em sua ousadia, não há espaço para certo ou errado. Da mistura, saem músicas como Quero Felicidade, criada em cima do ritmo angolano chamado kuduro e Vou Batê Pá Tu, união antes impensável de axé music e música eletrônica, ambas arroubos de inventividade. Para um público que se diz carente de boas canções baianas, Daniela é um bálsamo aos ouvidos e à mente. Afinal, a música não precisa ser “burra” para despertar os desejos instintivos e quase primitivos do ser humano. “Adoro essa dinâmica do mundo”, confessa. “Gosto muito de ler sobre vários assuntos e viajo bastante também. Além disso, sempre sigo minha intuição. Em meus discos, www.perini.com.br

PERINI

45

é possível perceber as misturas, as minhas influências...”Nesse momento, Daniela está pesquisando para o próximo álbum. A primeira música de trabalho, Preta, lançada durante o carnaval desse ano, já está nas rádios. E os fãs – estes sempre ansiosos – podem esperar por outras canções que serão divulgadas no decorrer do ano. Trilhando o caminho de grupos consagrados da música mundial, como o Radiohead e o Coldplay, Daniela pretende apostar em novos formatos de mídia, um caminho seguro para encantar ainda mais a jovem geração que não desgruda do iPod, do MP3 Player e de tantos dispositivos eletrônicos que os fazem parecer ciborgues de algum filme de ficção científica. Apesar de não saber ainda se o novo trabalho chegará em CD ou em formato MP3 para download, de uma coisa tem certeza: está cheia de idéias, cultivando novo repertório e conceitos diferentes desde o ano passado. “Estou pesquisando um universo muito amplo de possibilidades e estou compondo também”, conta sobre o novo álbum que deve ser lançado até o fim do ano. “Quero vir com algo fresco, saboroso e belo, que me realize como intérprete, como cantora, já que, para mim, estou começando uma nova etapa de vida junto com a celebração dos 15 anos de “ O Canto da Cidade. Estou me sentido mais livre, mais solta...”.

46

PERINI

www.perini.com.br

Fotos: CÉLIA SANTOS

Carnaval eletrônico Devidamente empossada pela alegria do povo, Daniela Mercury é uma das principais rainhas do carnaval baiano. Hoje, atração do bloco Crocodilo, a diva é estrela absoluta no circuito Barra-Ondina, desde 1996, quando começou a desfilar por lá. Por sinal, Daniela fez história ao transformar a avenida com a sua participação no novo circuito oficial do carnaval da Bahia. Quando vem chegando a data da festa de rua que faz a fama de Salvador ao redor do mundo, o público já começa a se perguntar o que a baiana vai aprontar dessa vez. Parece que a alegria contagiante do carnaval

e sua infinita capacidade de criar passam a correr pelas veias da cantora, que não tem medo de ousar. Foi assim que ela surgiu em 1999, puxando o Trio Eletrônico que, como o nome diz, levou a música eletrônica para a avenida, reino notório da axé music. Da primeira vez, como todo movimento de vanguarda, a novidade causou estranheza. Mas, aos poucos, o público foi se acostumando e, na sua esteira, vieram participar, do carnaval de Salvador, nomes importantes do cenário da música eletrônica mundial como o DJ Fatboy Slim e a banda Double You.

www.perini.com.br

PERINI

47

Em 2001, Daniela saiu à frente do Ecotrio, um trio ecológico. Mais tarde, em 2005, foi a vez de levar balé e música clássica até os foliões. Acompanhada pelo pianista Ricardo Castro, a cantora conseguiu o impossível: fazer com que uma multidão se rendesse ao som das Bachianas número dois e cinco do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, durante dez minutos em pleno carnaval. Enquanto os grandes blocos se cercavam de cordas, a diva passou a puxar um trio independente onde qualquer pessoa poderia entrar e participar sem precisar pagar por isso. Agora, pelo segundo ano consecutivo, Daniela fica à frente do Triatro, mistura de trio elétrico e teatro, que, do alto de seus três andares e atores fazendo performances cênicas, ganhou prêmios e conquistou o público. “O que mais me atrai no carnaval de Salvador é a originalidade, a espontaneidade, a alegria das pessoas, a pluralidade, as provocações...”, conta. “O Carnaval é um grande festival de música a céu aberto, a maior expressão da identidade cultural baiana”.

"Em meus discos, é possível perceber as misturas, as minhas influências..." Daniela Mercury

E o Canto Afro Ecoou Pelo Mundo C D/DVD “O Canto da C id a d e ” – 15 An o s

Uma prazerosa viagem no tempo, na companhia de Daniela Mercury e de seus ilustres convidados: Caetano Veloso, Tom Jobim, Herbert Vianna, Grupo Salto, Gerônimo, Ilê Aiyê e Meninos do Pelô. É essa a sensação provocada pelo CD/ DVD "O Canto da Cidade", lançado em todo o País e que faz parte da celebração dos 15 anos de lançamento do disco homônimo. O DVD traz o especial da Rede Globo com a gravação do show de Daniela Mercury, realizado na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, em 1992. O espetáculo contou com uma megaprodução, sendo considerado, ainda hoje, um dos grandes Especiais da televisão brasileira. Os efeitos visuais, o cenário, a iluminação, os clipes musicais que são intercalados ao espetáculo e até mesmo cenas de bastidores contribuíram para que o especial se tornasse sucesso de crítica. Já o CD "O Canto da Cidade", que lançou a carreira de Daniela Mercury nacionalmente, está todo remasterizado e com qualidade digital. Com a música que deu nome ao disco, a cantora baiana chegou ao primeiro lugar nas paradas de todo o País, onde permaneceu por vários meses.

48

PERINI

www.perini.com.br

Embaixadora das causas sociais Além da música, outro assunto pelo qual Daniela Mercury sempre demonstrou interesse são as causas sociais. Filha de uma assistente social, foi natural para ela abraçar, desde jovem, a solidariedade e o empenho em contribuir para uma sociedade mais justa. Embaixadora da Unicef há 12 anos, a cantora atua ativamente em organizações reconhecidas por todo o mundo. No Brasil, é irmã da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, Embaixadora do Instituto Ayrton Senna e colaboradora de campanhas de interesse público, principalmente voltadas para crianças e adolescentes. “Sempre digo que acredito muito na arte, na música, na dança como elemento formador e transformador do cidadão. Falo sempre sobre a relação entre arte, cultura e auto-estima”, diz ela. Por isso, um de seus projetos para 2008 é a abertura do seu Instituto Sol da Liberdade, para ações de arteeducação. Sobre o que esse projeto será exatamente, ela não fala, mas, de uma coisa se tem certeza: será mais uma das muitas surpresas desse turbilhão de ousadias que é Daniela Mercury. www.perini.com.br

PERINI

49

r. s . v. p .

Por Orlando Tourinho Jr.

Etiqueta eventos para

O convite é um dos itens mais importantes a serem avaliados, pois, quando o recebemos, devemos observar criteriosamente cada informação nele contida. Assim, poderemos levar, fielmente e com elegância, a nossa presença até lá. Nele, somos informados do horário e do local de uma solenidade, dos critérios de confirmação, do traje e, às vezes, até do menu, além, é claro, do tipo de evento que será realizado.

Convites Para comparecer com toda pompa e circunstância ao evento para o qual fomos convidados, devemos conhecer as siglas universais que circulam em cada um dos convites. R.S.V.P. ou “Favor Confirmar a Presença” – como o próprio nome diz, implica a confirmação de sua presença no evento, após ter recebido o convite. Pode estar escrito em português e deve ser respondido com, no máximo, quatro dias de antecedência. P.M. ou “pour mémoire” – é o próprio convite, quando é feito pelo telefone ou pes-

50

PERINI

www.perini.com.br

soalmente, com prazo de uma semana a três dias do evento. Trata-se de uma maneira elegante de fazer o convidado lembrar-se do compromisso. Costuma vir na parte inferior direita do convite com a sigla P.M. e seu tamanho costuma ser de até 15 x 10 cm. Regrets only ou “apenas para recusas” é o R.S.V.P. norte-americano em que o convidado só responde se não for de fato comparecer ao evento. Do contrário, subentende-se que estará presente. Prático, consta apenas de um número de telefone. P.E.F. ou “Por Especial Favor” – refere-se ao convite entregue por uma outra pessoa, que não seja você. Costuma vir na lateral direita inferior do envelope, seguido do nome do portador. Em cerimônias de casamento, no convite, na parte de cima, à esquerda, é comum estar anexo, preso por um pequeno clipe, um cartão menor, informando da recepção aos noivos após o ato religioso e exige uma confirmação (R.S.V.P.) para controle do buffet.

Conheça o anfitrião No convite, também se observam as seguintes especificações quanto ao modo de convidar, especialmente em ocasiões mais formais, a saber: Tem a honra de convidar (formal): o anfitrião tem, entre os convidados, hierarquias iguais ou superiores; Tem o prazer de convidar: eventos sociais; Tem o prazer de receber: autoridade convida pessoas de hierarquia inferior à sua.

Data e horário Datas devem ser escritas por extenso, quando em eventos formais: 15 horas ou 15h são as formas corretas de horário. Para minutos: 15h30 ou 15h30min. No Brasil: são aceitos os 15 minutos de tolerância em eventos informais.

Confirmação de presença

Foto: sxc.hu

Os convites devem obedecer aos seguintes prazos: 15 dias de antecedência (mínimo de uma semana): para almoços, chás ou jantares; 30 a 45 dias: para casamentos, bodas ou recepções protocolares. O convidado deve saber: o tipo de reunião, quem vai estar, o menu, o horário e, por fim, o traje adequado. Caso não conste no convite algumas dessas informações, deverá ligar para o anfitrião para evitar situações desagradáveis.

Orlando Tourinho Júnior é internacionalista (relações internacionais), formado pelo Centro Universitário da Bahia (FIB) com pós-graduação em Relações Públicas pela UNEB e especialização em Engenharia Publicitária no Instituto Lusíadas no Porto, Portugal. Atuou, por mais de uma década, como Assessor do Cerimonial do Governador da Bahia. Consultor de etiqueta pessoal e empresarial, com diversos cursos realizados em parceria com o Ateliê Perini.

www.perini.com.br

PERINI

51

O que usar: Uma das mais importantes informações inseridas em um convite diz respeito ao traje exigido ou sugerido para o evento. São cinco os tipos de trajes que poderão ser utilizados nas mais diferentes ocasiões:

O traje esporte ou informal também é denominado casual para os ingleses e “tenue sport” para os franceses. Para eles: compõe-se de camisa sem gravata, camisa de manga longa dobrada até a altura dos cotovelos, camisa pólo, calça cáqui, jeans e mocassim; chinelo de dedo não é próprio; jaqueta no inverno ou um suéter nos ombros nos dias mais frios; calças não devem ter vinco, cinto em harmonia com o sapato e, em vez de tênis, um “sapatênis”. Para elas: vestido estampado ou calça e camisa de algodão, linho ou crepe, tecidos mais rústicos; tons claros, bolsas grandes, sapatos baixos ou as charmosas sapatilhas; pés sempre bem tratados; Importante: Para ambos, nunca “jogging” que são adequados apenas para academia. Onde usar: almoços, exposições, churrascos, eventos ao ar livre, passeios de barco, batizados e festas infantis.

Esporte fino ou passeio – “tenue de ville”. Para eles: camisa de manga comprida, blazer (opcional) com gravata na altura do furo do cinto, tons de calça bege de preferência, calça social e sapatos de couro; calça clara, cinza, bege ou cáqui, com variações, além de um blazer azul-marinho ou preto são uma ótima sugestão de elegância sempre! “Never brown after the dark” significa “nunca use marrom depois que anoitece”. Nunca camisa de manga curta com gravata, nem com monogramas! O último botão do blazer sempre aberto! Para elas: o recomendado é: tailleur, blusas e túnicas que são imprescindíveis! Sempre utilize tecidos mais nobres; pantalonas e terninhos são também ótimas sugestões; sapatos de salto médio ou alto, nada de mochilas, nem sacolas. Nunca jeans, nem muito brilho durante o dia! Bolsa esportiva, porém menor. Nos acessórios, discrição sempre evitando muitas misturas de ouro com prata e bijuterias. Onde usar: Para almoços, vernissage, ou teatros.

52

PERINI

www.perini.com.br

Passeio completo ou social Para eles: terno completo escuro, gravata e sapatos de couro. Durante o dia, ternos mais claros. Nunca jeans! À noite, deve-se usar ternos escuros, acompanhados de camisas brancas ou azulclaras de preferência, além de sapatos pretos bem lustrados. Como acessórios, usam-se apenas relógio e abotoaduras. Importante: O lenço e uma caneta no bolso interno do paletó são itens fundamentais no vestuário de um homem elegante. Para elas: vestidos ou “tailleurs” de tecidos nobres (sedas, tafetás ou mousselines), jóias, maquiagem caprichada, sandálias altas; vestidos curtos, com detalhes de brilho, decote, fendas e transparência, embora o “tailleur” seja o ideal; bolsa bem pequena, jóias sofisticadas, roupas mais discretas: “menos é mais.” Echarpes ou xales são excelentes para essas ocasiões. Onde usar: Para jantares, coquetéis, óperas, casamentos e comemorações oficiais.

ilustrações: Sérgio henrique

A rigor ou black-tie: também denominado “dinner jacket”, “tenue de soirée” ou “cravate noire”. Para eles: smoking com a gravata e a faixa da cintura obrigatoriamente preta, a camisa branca, além do sapato preto, de amarrar, e sem enfeites. Para elas: vestidos longos são ideais, mas não é necessariamente obrigatório! Se usar vestido curto, deve, entretanto, ser chique, com transparência, decote e fendas pronunciadas, além de brilhos. “Minaudiere” ou bolsas metalizadas de ouro e prata demonstram sofisticação! “Trousse de soirée” ou bolsa da noite são aquelas menores, de tecido ou bordados. Aqui não vale o “pretinho básico”!

Traje de gala Para eles: casaca com gravata borboleta, camisa branca, engomada, com o colarinho sempre com as pontas levantadas. O fraque, inteiro ou meio, sempre com colete preto e gravata cinza com tons prateados. Em cerimônias de casamento, o noivo e os padrinhos podem usar fraque com cauda ou meio fraque, paletó cinza, gravata “plastron” da mesma cor e calça sempre listrada com dois tons de cinza; sapatos de verniz, impecáveis! É o máximo de elegância! Para elas: vestidos com cauda, jóias e maquiagem sofisticadas. Onde usar: Grandes premiações, (entrega do Oscar) eventos diplomáticos.

www.perini.com.br

PERINI

53

guia t ur ístic o

Paraíso baiano na Península de Maraú

Pode-se dizer que uma viagem ao Kiaroa é experimentar o verdadeiro sentido do luxo. Isso significa cuidar do corpo, da alma e da mente

54

PERINI

www.perini.com.br

Por Gina Reis

O Kiaroa possui uma estação própria de tratamento de água, utiliza energia solar para aquecimento central, tem sistema de esgotamento sanitário com fossas acéticas, com filtro anaeróbico e toda a madeira utilizada na construção e decoração é proveniente de áreas de reflorestamento. www.perini.com.br

PERINI

55

Grande parte dos baianos não faz idéia de que aqui, a apenas 35 minutos de avião, fica um dos destinos mais encantadores do mundo, incrustado no meio da Mata Atlântica da Península de Maraú (Sul da Bahia): o Kiaroa Eco Luxury Resort. O hotel nasceu de um antigo sonho do empresário italiano Ferruccio Bonazzi que desejava criar um local onde a fauna, a flora e a sofisticação estivessem em sintonia. O ousado projeto trouxe para a Bahia, ou melhor, para o Brasil, o atual e responsável conceito "eco-luxury", luxo em harmonia com a natureza. Desde o momento em que o avião decola, é possível vislumbrar o que está à espera do visitante. Um belíssimo vôo panorâmico sobre as águas da Baía de Todos os Santos, em direção ao Sul do Estado, permite o deleite das belezas dessa tão formosa terra. A recepção é um dos pontos altos do resort. Champagne, sucos, chás gelados e muitas frutas fazem parte do menu servido com toda amabilidade pela equipe de atendimento. Isso é apenas o início dos muitos prazeres e atividades que o Kiaroa oferece. Sentir-se em casa, com conforto e privacidade, é uma das principais preocupações do hotel. Por isso, a sensação que se tem é que não há ninguém, além de você, à sua volta. São apenas 28 acomodações, entre apartamentos e bangalôs, cuidadosamente ambientados. A Polinésia, a África e a Bahia serviram de inspiração para a decoração. Grande parte dos móveis e objetos é fabricada artesanalmente pela comunidade local, tendo como principal matéria-prima o que a natureza descarta: palha, cascas de árvores, pedaços de madeira. A preocupação com a sustentabilidade não pára por aí. O Kiaroa possui uma estação própria de tratamento de água, utiliza energia solar para aquecimento central, tem sistema de esgotamento sanitário com fossas acéticas, com filtro anaeróbico e toda a madeira utilizada na construção e decoração é proveniente de áreas de reflorestamento.

56

PERINI

www.perini.com.br

www.perini.com.br

PERINI

57

Corpo e mente Um dos espaços mais disputados no Kiaroa Eco Luxury Resort é o Spa Armonia, ou “templo”, como costuma ser chamado pelos próprios hóspedes. Cercado pela mata nativa, o local proporciona tranqüilidade e paz, revigorando corpo e mente. O ideal é reservar um dia para aproveitar os diversos tipos de massagens, tratamentos corporais e rituais oferecidos. Vale experimentar a massagem relaxante de pindas (pequenas bolsas contendo cristais ou mix de ervas). Há ainda rituais que podem ser feitos a dois, com direito a um saboroso drinque, som ambiente e aromas relaxantes. A estrutura dispõe ainda de sala de ginástica, piscina aquecida para terapia de Watsu, hidromassagem cromoterápica, além de salas de terapia e salão de beleza.

Praia, sol, mar e água fresca Opções de lazer não faltam ao resort, localizado na Península de Maraú, região conhecida por suas ilhas com vegetação primitiva e praticamente inexplorada e com piscinas naturais, destacando-se seus exuberantes corais. O Kiaroa conta com uma estrutura completa que inclui bares na praia e piscina, quadra de tênis, de vôlei, piscina de 800 m² com borda infinita, lounge de leitura e de jogos e uma praia praticamente deserta. Para quem não dispensa uma badalação, o hotel fica a 10 minutos do povoado de Barra Grande.

58

PERINI

www.perini.com.br

Santa Gula Não há quem resista aos sabores da culinária do Kiaroa Eco Luxury Resort. Há quem afirme que a deusa grega Gastérea, musa da gastronomia, tenha se encantado com a originalidade da região. Por isso, deixa-se qualquer um de água na boca somente em pensar nas delícias locais. O cardápio exuberante tem ingredientes que incrementam suas receitas: ervas, frutas, verduras e sementes. O resultado são pratos leves, saborosos e requintados com uma bela vista panorâmica para o mar.

Explorando as belezas da região Os passeios ao estilo “soft adventure” são perfeitos para quem gosta de adrenalina. As trilhas feitas de bicicleta, jeep ou de quadriciclos são imperdíveis. Para os amantes do mar, o resort dispõe de um Centro Náutico com lanchas à disposição para passeios pelas ilhas de Coroa Vermelha, da Pedra Furada, Ilha do Goió, Ilha do Sapinho e de Campinhos, essa última bastante visitada por velejadores do mundo inteiro. Já a cachoeira de Tremembé é um espetáculo à parte. Despejada nas águas salgadas da Baía de Camamu e cercada pela exuberante mata atlântica, torna-se cenário perfeito para banho. Dá para se divertir e ainda conhecer um pouco mais das belezas naturais da Península.

Fotos: Divulgação Kiaroa

S E R V IÇO Kiaroa Eco Luxury Resort Península de Maraú, Sul da Bahia Contatos: (71) 3272-1320 E-mail: reservas@kiaroa.com.br

www.perini.com.br

PERINI

59

seu m enu

Torta de aipim com carne-de-sol Ingredientes

Modo de fazer

Massa 500 g de manteiga sem sal 100 g de banha 10 gemas 2 ovos sal a gosto 1,5 kg de farinha de trigo

Refogue a cebola e o pimentão na manteiga e adicione a cebolinha. Reserve. Dessalgue a carne seca e corte em cubos. Cozinhe o aipim, “al dente”, e corte em cubos. Misture todos os ingredientes.

Recheio 1 kg de carne seca 1 kg de aipim cozinho 500 g de creme de leite 1 pimentão vermelho picado 1 cebola picada 1 cebolinha a gosto 1 copo de requeijão cremoso

Montagem Forre uma fôrma com a massa e coloque o recheio. Por último, cubra com uma fina camada de requeijão cremoso e decore a gosto. Asse no forno a 170oC, por 40 min.

Ednaldo Ferreira – 37 anos, Oficial Confeiteiro Perini Pituba.

60

PERINI

www.perini.com.br

BOLO de milho verde com ricota Ingredientes

Modo de fazer

1 kg de milho verde 600 g de ricota 400 g de açúcar 50 g de manteiga 200 ml leite de coco 200 ml de leite 6 ovos 6 gemas 1 pitada de sal

Bata todos os ingredientes no liqüidificador. Coloque em uma fôrma untada para assar sob temperatura de 170oC, por 30 minutos.

Nilson Fonseca – 35 anos, Chef Confeitero Perini Pituba.

www.perini.com.br

PERINI

61

r eser va k ids

As respostas para as perguntas mais curiosas você encontra aqui! Se você quer ter sua curiosidade respondida pelo Seu Pepe, mande para a Revista Perini, que publicaremos.

Por

que bocejamos?

Resposta: Quando estamos cansados ou entediados, o metabolismo fica mais lento e o nível de gás carbônico no sangue tende a aumentar. Durante o bocejo, a pessoa inspira mais ar e o organismo se equilibra. Isso porque a quantidade de oxigênio na corrente sangüínea aumenta.

Por

que a pipoca estoura?

Resposta: O grão de pipoca contém água em seu interior. A explosão da pipoca nada mais é do que a expansão do vapor de água dentro do grão. Sabe-se que, muito antes de Colombo descobrir a América, os índios do norte do continente já comiam pipoca. Eles começaram a fazê-la com a espiga inteira colocada num espeto e levada ao fogo. Depois, passaram a jogar os grãos soltos diretamente em fogo baixo. Outro modo era cozinhar o milho numa panela de barro cheia de areia quente.

Por

60

que

o ceu e azul?

PERINI

www.perini.com.br

Resposta: A luz, que é formada pela junção de várias cores, em contato com a atmosfera, espalha-se por causa de partículas que existem no ar. Porém as ondas de cada cor espalham-se de forma diferente, dependendo do seu comprimento. As mais curtas se dispersam mais. E o comprimento da onda azul se dispersa o suficiente para dar tonalidade ao céu. À tarde, os raios de luz têm outra inclinação, o que os obriga a tomar um caminho mais longe para chegar à Terra. Isso espalha a luz azul e evidencia a vermelha, que é maior em comprimento.

Ma nde a fo t o do s e u f i l ho ( a ) e no s c o nt e o q u e el e( a) mai s go s ta na Per i n i Acho que Felipe aprendeu a falar pão e Perini ao mesmo tempo. Aliás, imagino que ele acreditasse serem sinônimos. Desde pequeno, a programação no domingo pela manhã era comprar pão na Perini da Vasco da Gama. Ele era recebido com festa, inclusive por seu Pepe. Ganhava pãozinho de aniversário e ia passeando, primeiro dentro do carrinho depois empurrando um. Parecia que era gravação de comercial para a delicatessen. Essa estória de amor começou cedo! Felipe Borges de Melo, 4 anos

Para as irmãs Amanda e Yasmin, ir à Perini é uma festa. As meninas adoram descobrir novos lanches e já sabem de cor a localização dos produtos de que mais gostam. Uma vez, a mãe das pequenas pediu que a madrinha de Amanda fosse à loja comprar o suco de uva predileto e um pacote de bifun. A madrinha chegou lá e ficou completamente perdida, sem saber onde encontrar. Amanda não pensou duas vezes: pegou na mão da “dinda”, levou-a às prateleiras e mostrou exatamente onde estava o que procuravam. Garota esperta! Amanda Gordilho de Sá, 5 anos, e Yasmin Gordilho de Sá, 3 anos

Oi Pessoal, eu tenho dois anos, nasci em Sao Paulo mas sou filha de dois baianos. A Perini significa muito na vida deles, encontravam-se em tempo de namoro para tomar sorvete e assim como a paquera evoluiu para casamento, a gente (meu irmão e eu) também faz parte dessa relação de amor. Palavras de minha mãe, e se mamãe falou quem irá duvidar? Maria Fernanda Sales, 2 anos

Um dos melhores programas para Mariana é fazer sua próprias compras com o seu carrinho na Perini, onde se sente uma mocinha e adora! Ela coloca seus iogurtes, cookies, pipocas e doces sozinha e se dirige ao caixa, é uma graça. Sua mãe é amante de várias delícias da delicatessen também desde pequena como bomba de chocolate, chocolate branco e sorvete. Elas se divertem muito juntas nestes bons momentos. Mariana Motta, 4 anos Resposta: 5, 4, 8, 6, 3, 7, 2, 9, 1. www.perini.com.br

PERINI

61

A resposta desta brincadeira está na página 66.

r eser va k ids

w w w. ig u in h o . c o m . b r No iguinho, você vai encontrar uma série de jogos, artes e músicas, dicas de moda, pinturas virtuais, animações e muita novidade como promoções, meio ambiente e outras páginas do castelo rá-tim-bum, zuzubalândia, fábrica maluca e muito mais. Aqui a diversão é garantida!

w w w.oj og os.com. b r Se você procura todas as categorias para se divertir, neste site você pode encontrar. Aqui você vai poder escolher diversas opções de jogos e se interagir no chat com outros jogadores para trocar experiências e pegar informações.

62

PERINI

www.perini.com.br

A resposta desta brincadeira está na página 66.

M a r i a e su a t ia

Qua l o nome do filme ?

A tia vira-se pa ra a Ma ria zinha e p erg u nta: - O q ue você v a i fa ze r qua ndo for g rando na como a titia? - Um regime!

D o c ara q u e es tava mexendo na ho r ta e mo r reu ? “ O ex-ho r ti s ta”.

Q ua l o nome do filme?

O me nd igo

O tomate processou o q uiabo. O quia bo a rrumou um advogado. Qual o nome do fil me ? “O advogado do Quia bo”.

O mend igo c heg a p ara u ma s en ho ra e p ede u ma es mo l a. - Em vez de f ic ar p ed i ndo es mo l as, p o r q u e n ão vai trab al h ar ? - D o na , e s t o u p e d i ndo e s mo l a e n ã o c o ns e l ho s !

www.perini.com.br

PERINI

63

r eser va k ids

2

3 4

1

64

PERINI

www.perini.com.br

5

A resposta desta brincadeira está na página 66.

Para ganhar a corrida, encontre a saída do labirinto.

A resposta desta brincadeira estรก na pรกgina 66.

Descubra a sombra verdadeira do bolo.

www.perini.com.br

PERINI

65

r eser va k ids

Descubra o que o macaco está pensando.

=m

=i

=h

=d

=c

=?

=n

=e

=b

=a

SOMBRA: D LABIRINTO: 2 na? ENIGMA: Cade minha bana-

66

PERINI

www.perini.com.br

www.perini.com.br

PERINI

67

68

PERINI

www.perini.com.br


Revista Perini