Page 1

O CARNAVAL


TIC 9ยบano

Pรกgina 2 de 10


O Carnaval

1. Introdução

O

Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar no Cristianismo da Idade Média. O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o

período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade festejava a seu modo, de acordo com os seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Algumas cidades como, Nice, Nova Orleães, Toronto e Rio de Janeiro inspirar-se-iam no Carnaval francês para implantar novas festas carnavalescas. Actualmente o Carnaval de Salvador, Brasil está no Guinness Book como a maior festa de rua do mundo. Em Portugal, existe uma grande tradição carnavalesca, nomeadamente os Carnavais da Ilha da Madeira (donde saíram os emigrantes que haveriam de levar a tradição do Carnaval para o Brasil), Ovar, Podence, Loulé, Sesimbra, Rio Maior, Torres Vedras e Sines, destacando-se o de Torres Vedras, Carnaval de Torres, por possuir o Carnaval mais antigo e dito o mais português de Portugal, que se mantém popular e fiel à tradição rejeitando o samba e outros estrangeirismos. Juntamente com o Carnaval de Canas de Senhorim com perto de 400 anos e tradições únicas como os Pizões, as Paneladas, Queima do Entrudo, Despique entre outras. Nos Açores, mais propriamente na ilha Terceira, reside uma das formas mais peculiares do Carnaval em Portugal, as Danças e Bailinhos de Carnaval. Esta tradição, tida como a maior manifestação de teatro popular em Portugal, remonta ao tempo dos primeiros povoadores e reflecte um estilo teatral bem ao jeito dos Autos vicentinos.

2. História e etimologia

A festa carnavalesca surge a partir

antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o

da implantação, no século XI, da Semana

primeiro dia da Quaresma. A palavra

Santa pela Igreja Católica, antecedida

"carnaval" está, desse modo, relacionada

por quarenta dias de jejum, a Quaresma.

com a

ideia

Esse

prazeres

da

longo

período

de

privações

de

"afastamento"

carne

marcado

dos pela

acabaria por incentivar a reunião de

expressão "carne vale", que, acabou por

diversas

formar a palavra "carnaval".

festividades

nos

dias

que

Página 3 de 10


TIC 9ºano

Em geral, o Carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quartafeira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados "gordos", em especial a terça-feira (Terça-feira gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras), último dia antes da Quaresma. Nos Estados Unidos, o termo mardi gras é sinónimo de Carnaval. No período do Renascimento as festas que aconteciam nos dias de carnaval incorporaram os bailes de máscaras, com suas ricas fantasias e os carros alegóricos. Ao carácter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato actual. O Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar no Cristianismo da Idade Média. O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no Carnaval francês para implantar suas novas festas carnavalescas sendo o Carnaval do Rio de Janeiro considerado o mais importante do mundo.

3. Cálculo do dia de Carnaval

Todos os feriados eclesiásticos são calculados em função da data da Páscoa, com excepção do Natal. Como o domingo de Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia que se verificar a partir do equinócio1 da primavera (no hemisfério norte) ou do equinócio do Outono (no hemisfério sul), e a sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, então a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa.

4. O Carnaval pelo Mundo

4.1. Carnaval da Suíça O carnaval suíço começa com a quarta-feira de cinzas, na madrugada escura (inverno, norte dos Alpes). A iluminação pública é apagada e lanternas enormes 1

Equinócio vem do Latim e significa "noites iguais", ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo.

Página 4 de 10


O Carnaval

ilustrando motivos políticos e sociais são iluminadas. Músicos com flautas piccolo e tambores passeiam pela cidade São "divididos", por estados (cantões), por línguas(Röstigraben(francês/alemão), Spaghettipass(italiano/alemão)) e por religões (região católica na época da Reformação ou protestante). Basileia é protestante. Na Suíça Central tudo se concentra mais antes da quarta-feira de cinzas e no fim de semana anterior. Bandas com percussão e instrumentos de sopro desfilam. carros alegóricos comentam motivos políticos e sociais. Como a agricultura era muito importante antigamente, o sino de vaca também está presente. Por vezes dois sinos ao lado do corpo, sendo carregados com um pau sobre os ombros; ou um sino nas costas seguro por cinto muito largo em volta da barriga.

4.2. Carnaval de Veneza O Carnaval de Veneza surge a partir da tradição do século XVII, onde a nobreza se disfarçava para sair e misturar-se com o povo. Desde então as máscaras são o elemento mais importante deste carnaval. Há no entanto registos de folguedos carnavalescos de 1268. A festa carnavalesca de Veneza tem duração de 10 dias. Durante as noites realizam-se bailes em salões e as companhias conhecidas como compagnie della calza realizam desfiles pela cidade. Entre as mais conhecidas estão Os Antigos e Os Ardentes. Os trajes que se usam são característicos do século XVIII, e são comuns as maschera nobile, ou seja, máscaras nobre, caretas brancas com roupa de seda negra e chapéu de três pontas. Desde 1979 foram sendo somadas outras cores aos trajes, embora as máscaras continuem a ser brancas, prateadas e douradas. Em 1797 Veneza passou a fazer parte do Reino Lombardo-Véneto, quando Napoleão Bonaparte assinou o tratado de Campo Formio. No que respeita ao Carnaval, os festejos foram proibidos. No ano seguinte os austríacos tomaram conta da cidade. Os festejos só foram restabelecidos em 1979 de forma oficial, após quase dois séculos de ausência. Desde então a festa faz-se nos dias antes da Quaresma.

4.3. Carnaval de Nice O Carnaval de Nice é um evento cultural da cidade de Nice, França. Este carnaval, surgiu no ano de 1294, quando o conde de Provence Charles d'Anjou passou o "dia a alegria do Carnaval", sendo muito influenciado pelo Carnaval de Veneza.

Página 5 de 10


TIC 9ºano

4.4. Carnaval nos Estados Unidos da América O Carnaval nos Estados Unidos à primeira vista parece se resumir às celebrações de Mardi Gras da cidade de Nova Orleães, localizada no estado de Louisiana (Britney Spears em 2005 fez uma importante aparição no Mardi Gras). Mas o Mardi Gras também é celebrado em outras localidades do estado, de estados vizinhos e mesmo do país. Depois de Nova Orleães, em termos de tamanho, vem o Mardi Gras de Soulard, um bairro central, eclético, boémio da cidade de St. Louis, Missouri. Depois vem a cidade de Mobile, Alabama, da cidade de Pensacola, Florida e da cidade de Galveston, Texas. Mas muitas comunidades menores do estado de Luisiana, localidades ao longo do Golfo do México e do Rio Mississippi, que foram colonizadas principalmente por franceses católicos, também celebram o carnaval. Mas são festejos, correspondentemente, muitíssimo menores e frequentemente até somente caseiros. Mardi Gras, que significa 'Terça-Feira Gorda' em francês (pronunciado 'márdi grá') é o termo geralmente utilizado por todo o país onde a festa também é chamada de Fat Tuesday (ou 'Terça-Feira Gorda' em inglês). Os termos carnaval (do português) e carnival (do inglês) não são falsos cognatos propriamente dito, mas 'carnival' para a maioria dos norte-americanos tem mais uma conotação de parque de diversão com jogos, algodão doce, tiro-ao-alvo , prémios, pipocas, etc... e de festas, comparativamente falando, tipo festa de São João ou festa de caridade (ou de Kerb, como se diz nas zonas coloniais do estado de Santa Catarina e do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil). A palavra 'carnival' é usada de vez em quando no lugar de Mardi Gras, mas não muito. No inglês, a palavra 'carnival' escreve-se com 'i' em vez de 'a'. A sua pronúncia só muda, essencialmente, pelo facto de que a ênfase na pronúncia é transferida da última letra 'a' para a primeira letra 'a' da palavra, vindo a soar mais ou menos assim: 'cárnaval'.

4.5. Carnaval do Brasil O Carnaval do Brasil é a maior festa popular do país. A festa acontece durante quatro dias (que precedem a quarta-feira de cinzas). A quarta de cinzas tem este nome devido à queima dos ramos no Domingo de Ramos do ano anterior, cujas cinzas são usadas para benzer os fiéis no início da quaresma. O Carnaval prepara o início da quaresma, isto é, o último dia precede a quarta-feira de cinzas (início da Quaresma). Em finais do século XVIII, o entrudo era praticado por todo o país, consistindo em brincadeiras e folguedos que variavam conforme os locais e os grupos sociais envolvidos. As primeiras tentativas de civilizar a festa carnavalesca brasileira foram através da importação dos bailes e dos passeios mascarados parisienses, colocando o Entrudo Página 6 de 10


O Carnaval

Popular sob forte controle policial. A partir do ano de 1830, uma série de proibições vai se suceder na tentativa, sempre infrutífera, de acabar com a festa grosseira. Em finais do século XIX, toda uma série e grupos carnavalescos ocupam as ruas do Rio de Janeiro, servindo de modelo para as diferentes folias. Nessa época, esses grupos eram chamados indiscriminadamente de cordões, ranchos ou blocos. Em 1890, Chiquinha Gonzaga compôs a primeira música especificamente para o Carnaval, "Ô Abre Alas!". A música havia sido composta para o cordão Rosas de Ouro que desfilava pelas ruas do Rio de Janeiro durante o carnaval. Os foliões costumavam frequentar os bailes fantasiados, usando máscaras e disfarces inspirados nos baile de máscaras parisienses. As fantasias mais tradicionais e usadas até hoje são as de Pierrot, Arlequim e Colombina, originárias da commedia dell'arte. Actualmente, no Rio de Janeiro e em várias grandes e pequenas cidades, as escolas de samba fazem desfiles organizados, verdadeiras disputas para a eleição da melhor escola do ano segundo uma série de requisitos. Com o crescimento vertiginoso dessas associações o processo de criação especializou-se criando muitos empregos concentrados, principalmente, nos chamados barracões das escolas de samba. O desfile mais tradicional acontece no Rio de Janeiro, na Passarela do Samba, como é chamado o sambódromo carioca, primeiro a ser construído no Brasil. Outros desfiles importantes ocorrem em Florianópolis, Porto Alegre, Manaus e em Vitória. Recentemente o desfile das escolas de samba de São Paulo adquiriu relevância ao passar a ser transmitido pela Rede Globo para todo o país. Além dos desfiles das escolas de samba acontecem também os desfiles de blocos e bandas, grupo de pessoas que desfilam pelas ruas das cidades para se divertirem, sem competição. Também existem os bailes de carnaval, realizados em clubes, ou em áreas públicas abertas, com execução de músicas carnavalescas. O carnaval de rua manteve as suas tradições originais na região Nordeste do Brasil. Em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem às ruas durante o carnaval ao ritmo do frevo e do maracatu. Na cidade de Salvador, existem os trios eléctricos, embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Na cidade destacam-se também os blocos negros como o Olodum e o Ileyaê, além dos blocos de rua e do Afoxé Filhos de Gandhi.

Página 7 de 10


TIC 9ºano

4.6. Carnaval da Alemanha Carnaval na Alemanha tem uma longa tradição carnavalesca. Embora muitíssimo diferente do carnaval celebrado nos países latino-americanos, por exemplo, mas no fundo com o mesmo espírito de escape das realidades do quotidiano ,o carnaval Alemão e chamado de Karneval ou, quanto mais ao sul, mais e mais vai sendo chamado de Fasching.

Página 8 de 10


Figura 3 - Mascarado em Veneza

Figura 1 - Cranaval em Veneza

Figura 4 - Jogos durante o entrudo no Rio de Janeiro

Figura 2 - Carnaval em LoulĂŠ

PĂĄgina 9 de 10

O Carnaval


O Carnaval

5. ReferĂŞncias http://pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval

PĂĄgina 10 de 10

Experience  

Experience of Issuu

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you