Page 1


DIAGNÓSTICO: DOCENTES:  Corpo docente constituído maioritariamente por docentes jovem;  A maioria dos docentes tem conhecimentos em TIC e utiliza recursos TIC no seu dia-a-dia profissional;  Todos têm computador e utilizam este recurso para diversificar as suas práticas, nomeadamente, na criação e reciclagem de conteúdos multimédia;

ALUNOS:  A maioria não dispõe de recursos tecnológicos no seu ambiente familiar;  Revelam grande interesse e curiosidade em aprender e aplicar conhecimentos relacionados com a tecnologia digital. A SALA TIC:  17 computadores (5 avariados);  Todos os computadores encontram-se ligados em rede e a funcionar com o programa ITALC que permite uma gestão bastante eficaz por parte do professor e coordenador TIC.


IDENTIFICAÇÃO DA EQUIPA TIC Artur Cunha - Coordenador TIC Cristina Faia - Directora da Escola Bruno Sousa - Professor Curricular 4ºano Marisa Loureiro – Educadora

E. Raquel Queirós – Professora Inglês/Eco-escola Liliana Ribeiro - Prof. Prevenção Rodoviária


PARCERIAS COM OUTRAS ENTIDADES/INSTITUIÇÕES ESCOLARES DRCIE – Direcção Regional do Comércio, Indústria e Energia Projecto “Qualidade na Madeira”  Promover e divulgar formas de aumentar a qualidade de vida na Madeira;  Outubro e Novembro;  Apresentação de diapositivos para a comunidade escolar sobre o tema.

Educamédia “Aprender com o cinema”  Ao longo do ano;  Visionamento de filmes.

DSTE - Direcção de Serviços de Tecnologias Educativas Projecto “Pensarápido”  Ao longo do ano;  Concurso.

DSTE – Direcção de Serviços de Tecnologias Educativas DCB – Diploma de Competências Básicas

 Ao longo do ano;  Exame.


EIXOS  Eixo 1 – Estrutura Tecnológica (conjunto diversificado estratégias e medidas que visam uma organização e inventariação mais eficaz de todos os equipamentos TIC de forma a potencializá-los para a aprendizagem).;  Eixo 2 - Formação e Apoio (estratégias e medidas que proporcione a toda a comunidade escolar, o acesso à formação e apoio na utilização das diversas aplicações TIC, no domínio da planificação das actividades lectivas, na diversificação de estratégias, no desenvolvimento de projectos e na produção de recursos educativos.);  Eixo 3 – Web 2.0 (conjunto diversificados de aplicações Web 2.0 que promovem a ajudam os docentes a melhorar a qualidade das aprendizagens).


Eixo 3 – 2ª Actividade N OME

DA

A CTIVIDADE :

O BJECTIVOS E SPECÍFICOS : D ATA | D ESTINATÁRIOS : D INAMIZADORES : F ORMA

DE ACOMPANHAMENTO :

M ETAS

“Aplicações Web 2.0 no portal da escola” Divulgar a aplicabilidade deste tipo de ferramentas Ao longo do ano | Gestores do portal Professor TIC Observação directa

R ECURSOS :

Computadores | ferramentas Web 2.0 (issuu; calaméo; animoto; picnik; gimp)

A ATINGIR :

Incentivar o uso de ferramentas Web 2.0

Exemplo: http://escolas.madeira-edu.pt/eb1pecfreiras/ProjectosActividades/ProjectoEcoescolas/tabid/6471/Default.aspx


AVALIAÇÂO 1º - Momentos de Avaliação:  Avaliação no final do ano lectivo

   

2º - Objectos de Avaliação: Actividades do Plano TIC concretizadas; Projectos implementados; Grau de literacia do corpo docente e não docente; Frequência nos workshop.

3º - Critérios de Avaliação:  Número de professores que fizeram formação e/ou foram apoiados;  Quantidade e qualidade das actividades do Plano concretizadas;  Taxa de utilização dos recursos TIC.;  Grau de satisfação dos intervenientes (Comunidade escolar);  Número de projectos/parcerias desenvolvidas e o grau de satisfação dos intervenientes nos mesmos.    

4º - Instrumentos de Avaliação: Reuniões formais e informais com os professores e equipa TIC; Reuniões concelhias e gerais; Relatório intermédio de Reflexão Crítica; Relatório anual.


DIVULGAÇÃO  De forma a tornar possível a concretização deste plano e no que concerne à informação e divulgação, cada membro da equipa dinamizadora do projecto será um elemento fulcral na transmissão da informação para os restantes membros da comunidade educativa.  O presente Plano TIC será apresentado à Comunidade Escolar, discutido e posteriormente aprovado em reunião do Conselho Pedagógico, entrando em vigor a partir do dia seguinte ao da sua aprovação.  Após a sua aprovação, será enviado para o Centro de Inovação, para que possa ser analisado e verificado pelos coordenadores responsáveis.  A página da escola também será um meio utilizado, para divulgação da informação (mais relevante no plano) à Comunidade Educativa.

Plano TIC  

Plano TIC da eb1pe do Curral das Freiras para o ano lectivo 2010/2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you