Issuu on Google+

Ano II

NĂşmero 326

Data 13.12.2012


mercado comum - p. 133 - 01.12.12


estado de minas - edição eletrônica - giro econômico - 13.12.12

Erro na conta

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou ontem o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) que exige da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) medidas para a devolução dos recursos cobrados há mais, durante pelo menos sete anos, dos consumidores de Brasil econômico - p. 25 - 13.12.12

energia elétrica. São cerca de R$ 7 bilhões. O PDL terá agora que passar pela Comissão de Minas e Energia da Câmara e ainda ser votado no plenário da Casa. Findo esse processo, o projeto de decreto legislativo será remetido ao Senado, que deve votá-lo também em plenário.


continuação - Brasil econômico - p. 25 - 13.12.12

o tempo - edição eletrônica - economia - 13.12.12

TELEFONIA

Padrão ainda não foi alcançado

TIM segue liderando ranking de queixas, apesar de queda nas reclamações

Brasília. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou ontem que, pelas informações que recebeu da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), houve melhora nos serviços das companhias de telefonia e internet móvel, mas "não no padrão que precisa ser alcançado ainda". "O que houve é que o presidente da Anatel (João Rezende) reafirmou que vai continuar fiscalizando, cobrando, porque ainda não se tem os índices que estão sendo buscados pela Anatel e que as empresas se comprometeram a

atingir", disse o ministro, numa referência às afirmações do presidente do órgão regulador, que na terça-feira, em audiência pública na Câmara, classificou como insatisfatórios os resultados obtidos pelas teles na fiscalização realizada no final de novembro. Questionado se estão descartadas novas punições às empresas de telefonia, Paulo Bernardo respondeu: "Não gostaria de falar isso" e brincou que o seu aparelho de celular está com a conexão funcionando, pois estava falando com Dubai.


continuação - o tempo - edição eletrônica - economia - 13.12.12

Reclamações. A TIM continua sendo a pior operadora em número de reclamações dos clientes. O dado consta do primeiro relatório de fiscalização da Anatel após a medida de suspensão das vendas de chips, em julho. Apesar de seguir com maior número de reclamações, a TIM conseguiu reduzir o número de queixas. As ligações no call center da Anatel contra a empresa passaram de 4.000, em agosto, para 3.750 em outubro. A Claro foi a única empresa que não manteve trajetória decrescente em seu desempenho, após registrar queda em setembro, número voltou asubir. A Oi recebeu, em agosto, pouco mais de 2.000 reclamações e fechou outubro com o melhor resultado entre as três companhias punidas: cerca de 1.400 reclamações.

hoje em dia - economia - p. 13 - 13.12.12

Operadoras condenadas por taxas

São Paulo. Oito administradoras de cartões de crédito foram condenadas pela Justiça a devolver em dobro aos consumidores os valores cobrados por taxas indevidas. A decisão foi tomada com base em pedidos do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). As empresas poderão recorrer da decisão. Para receber os valores de volta, os consumidores que foram alvo das cobranças terão de entrar com ação individual na Justiça Federal. Em 2005, o MPRJ e o MPF moveram ação civil pública contra as administradoras Banco do Brasil, Banerj (incorporada pela Itaucard), Bradesco Cartões, Credicard, Federal Card (da Caixa Econômica Federal), Fininvest, Itaucard e Real, contestando a cobrança de algumas taxas.


continuação - hoje em dia - economia - p. 13 - 13.12.12

hoje em dia - economia - p. 15 - 13.12.12

hoje em dia - hoje+ - p. 32 - 13.12.12


mg - p. 7 - 13.12.12


13.12.2012