Page 22

situações semelhantes à de Joselita. Gildete, uma das donas de casa, defende que “a água deveria ser usada com mais cuidado pela população, para evitar racionamento e falta d’água”. Ela também destaca a conscientização da população. Mas o quadro de falta da água em São Paulo teve, no caso dela, efeito negativo. “depois desse problema minha conta aumentou, pois quando não tem água o relógio roda apenas com a pressão e ar que passa pelos canos”, explica Gildete. Dona Aparecida, que também reside na região, ressalta que “a solução para esse problema é ter consciência de que dependemos da natureza, usar a água com responsabilidade”. Conversar com os moradores deixa claro que a população é muito afetada pelo assunto. Em entrevista a equipe, o técnico da Sabesp Reginaldo Prado afirma que a cidade não passa ainda por racionamento, e garante que o problema se deve apenas pela onda de calor que a cidade sofreu no último verão. Isso teria desencadeado

22

a redução brusca nas chuvas da estação. Reginaldo é funcionário da Sabesp há vinte e seis anos, formado em Tecnologia de Obras Hidráulicas, e trabalha no projeto Educação Comunitária da região. Para prevenir o racionamento de água “a Sabesp adotou uma cultura de paz, que está oferecendo um abono para quem reduzir o consumo em 20%”. Com isso, mais de 80% da população já está colaborando economizando água. Também estão sendo instaladas válvulas que reduzem a pressão da água (VPR), para evitar vazamentos no sistema. “Além disso, a interligação do sistema garante um aumento da oferta dos recursos hídricos na região”, complementa o técnico. Reginaldo ainda afirma que a cidade de São Paulo não vai sofrer com a falta de água. Para reforçar isso, convida para uma reunião que acontecerá no dia 29 de novembro com toda a equipe da Sabesp no Centro de Educação Unificado de Perus (CEU). Resta a todos nós acompanhar.

Revista Contexto - 9ª edição  

Revista online sobre política, movimentos sociais e cultura, escrita por jovens.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you