Page 1

Boletim Informativo - Número 10 - FEVEREIRO/MARÇO - 2013

Desenvolvimento

Um compromisso de todos e para todos

Qualificação e trabalho para os jovens Págs. 6 e 7

Nós Podemos Blumenau faz planejamento Pág. 9

Governo apresenta ODM para prefeitos Pág. 11


EDITORIAL

Confira as instituições que já participam do movimento

O melhor caminho para todos

• Ação da Cidadania•Associação Empresarial de Itajaí - ACII•Associação Ambientalista Comunitária Espiritualista Patriarca São José•Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF•Associação de Joinville e Região da Pequena, Média Empresa – AJORPEME•Associação de Jornais do Interior de SC – ADJORI•Associação de Pais e Professores EBM João Gonçalves Pinheiro•Associação Horizontes•Associação Teatral Eternos Aprendizes•Bairro da Juventude•Caixa Econômica Federal•Campos Novos Energia S/A – ENERCAN•Casa da Mulher Catarina•CELESC•Central Única dos Trabalhadores – CUT•Centro de Integração Empresa–Escola - CIEE/ SC•Comissão OAB Cidadã•Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina – CDI•Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina - CESUSC•Diocese de Criciúma•Dudalina S.A•ELETROSUL•Energética Barra Grande S/A – BAESA•Centro Universitário Estácio de Sá•Federação do Comércio de Santa Catarina - FECOMÉRCIO SC•Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – FACISC•FUCAS•Fundação Educacional de Criciúma - UNESC•Fundação Hospitalar de Blumenau•Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – FMSS•Fundação Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP• Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina - FUNOESC•Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB•Instituto Comunitário de Florianópolis – ICOM•Instituto Consciência e Cidadania – ICC21•Instituto Consulado da Mulher• Instituto Crescer – Movimento Cidadania e Juventude•Instituto Ekko Brasil •Instituto de Geração de Tecnologias do Conhecimento – IGETECON•Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC ( IF-SC)•Instituto Primeiro Plano•Instituto Voluntários em Ação – IVA•Moradia e Cidadania Santa Catarina• JCI Blumenau Garcia•NEXXERA•ONG Travessia•Plêiade Consultoria e Desenvolvimento LTDA ME•Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes•Prefeitura Municipal de Biguaçu•Prefeitura Municipal de Brusque•Prefeitura Municipal de Itajaí•Prefeitura Municipal de Joinville•Prosperitate Consultoria em Sustentabilidade•Sec. de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação/Governo SC•Sec. de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável/Governo SC•Serviço Social do Comércio SESC-SC• Secretaria Municipal de Educação de Blumenau•Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da PM de Blumenau•Secretaria Municipal do Sistema Social de Criciúma•Serviço Social da Indústria SESI/SC•Sociedade Educacional de Santa Catarina – SOCIESC•Superintendência do Porto de Itajaí•Tractebel Energia – GDF SUEZ•Transmissão da Cidadania e do Saber•UNIMED Blumenau•UNIMED Brusque•UNIMED C a n o i n h a s • U N I M E D C h a p e c ó • U N I M E D G ra n d e Florianópolis•UNIMED Litoral•UNIMED SC•Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI•Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE

Este Boletim é dedicado ao ODM 8 - Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento. Originalmente as principais metas desse ODM estão voltadas para os países menos desenvolvidos, uma lacuna que deverá ser equacionada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem comprometer também os países desenvolvidos nas metas para melhorar o mundo. O Brasil já pode ser incluído como um país desenvolvido (economicamente), por isso “abrasileiramos” esse ODM, trazendo informações e exemplos relacionados especialmente a questão do emprego para os jovens. Conforme dados do IBGE e do Dieese a situação de Santa Catarina é muito positiva, especialmente comparada aos países europeus. A matéria de capa aborda o PACTO por Santa Catarina, iniciativa do Estado que é também uma oportunidade do governo abraçar os Objetivos do Milênio como estratégia de desenvolvimento. Aguardamos ainda uma resposta definitiva quanto a parceria do estado com a sociedade, por meio da adesão ao Movimento Nós Podemos SC. Uma vantagem dos ODM é permitir uma atuação mais integrada. Ao trabalharmos com um foco mais aberto, enxergamos que o investimento em educação pavimenta o desenvolvimento e melhora a saúde. E assim é com outros indicadores de saúde, gênero, etc. É uma oportunidade de pensar o que se entende por desenvolvimento. Desenvolvimento é escolher os melhores caminhos com e para o conjunto da população. Não basta alta tecnologia se esta tecnologia, ou as políticas públicas associadas a ela, vão favorecer apenas um segmento econômico - geralmente os que já são beneficiados. Precisamos fazer opções que combinem desenvolvimento, inclusão social e diminuição das desigualdades existentes com a preservação do ambiente e da cultura. EXPEDIENTE Este boletim é uma publicação do Movimento Nós Podemos Santa Catarina (MNPSC) Secretaria Estadual - Instituto Primeiro Plano Rua João Pinto, 30 – Ed. Joana de Gusmão sala 803 Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-420 Fone (48) 3025-1079/3025-3949 sec.mnpsc@gmail.com

www.facebook.com/ NosPodemosSC

@NosPodemosSC

Este boletim é patrocinado por: Editor Rafael Gué Martini (Mte/SC 02551-JP) redação Rafael Gué Martini e Aline Capelli Vargas Projeto gráfico: Maria José H. Coelho Diagramação: Cristiane Cardoso Conselho Editorial: Cheila Zortéa (FMSS), João Batista Thomé (UNIVILLE), Márcia Battistella (SDS), Odilon Faccio (IPP), Rafael Gué Martini e Regina May de Farias (FMSS).

A secretaria do MNPSC tem patrocínio de:

Encaminhe suas sugestões: comunica.mnpsc@gmail.com Tiragem: 3.000 Gráfica: Agnus

...2 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013

Parceiros


bem-vindos ao movimento

Confira as organizações que estão se filiando ao Movimento Nós Podemos SC Associação Construindo a Paz na Escola “A Associação Construindo a Paz na Escola aderiu ao Nós Podemos Santa Catarina, pois deseja unir-se a movimentos que tenham um posicionamento consciente e intencional de empreender ações educativas e transformadoras. Ações que agregam valores e promovem a interação entre família, escola e sociedade - fortalecendo a cidadania”

AGENDE-SE 25 a 27/02 - XI Congresso catarinense de municípios Promovido pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM), o congresso abordará assuntos pertinentes à Integração Governamental, Inovação dos Modelos de Gestão e Visão Estratégica. Paralelamente, acontecerá a ExpoFECAM, exposição de produtos, serviços e tecnologias para os municípios. Centrosul, Florianópolis/SC Inscrições Gratuitas: (048) 3221 8800 ou egem@egem.org.br www.fecam.org.br

Maria de Lourdes Reis, Presidente.

Instituto Guga Kuerten

“O Instituto Guga Kuerten tem grande satisfação em aderir ao Movimento Nós Podemos Santa Catarina. As ações sociais, esportivas e educacionais realizadas pelo IGK tem total alinhamento com os 8 Objetivos do Milênio, e a parceria vem para fortalecer ainda mais o nosso compromisso com o alcance das metas” Marcelo Bittencourt Neiva de Lima, Coordenador Esportivo.

...3 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


odm em sc

Desenvolvimento

Um compromisso de todos e para todos Por Rafael Gué Martini

O ODM 8, Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento, está relacionado com questões nacionais e internacionais. Na política internacional, o Brasil tem se destacado como articulador de diversos acordos de cooperação, principalmente com a América Latina e África. A nível estadual, selecionamos algumas das metas que podem ser aplicadas para avaliar a situação de Santa Catarina neste ODM. Um dos indicadores de desenvolvimento destacados pela ONU é a taxa de desemprego entre os jovens. Os dados mais recentes de SC são de 2011, e apontam uma taxa de desocupação de 6,6% na faixa de 18 a 24 anos - 6,2% masculina e 6,9% feminina*. Isso indica redução em relação a 2009, quando estava em 11%, mas ainda é alta em relação à taxa geral estadual de 3,5%. “A desocupação em SC é praticamente de pleno emprego. Não pensei que estaria vivo para presenciar essa visível melhora do mercado de trabalho nos últimos anos”, comenta José Alvaro Cardoso, do DIEESE. Mas, para garantir o pleno emprego aos jovens, é preciso reduzir em quase metade o indicador desta faixa etária. A novidade é o equilíbrio de oportunidades entre os gêneros. Em 2009 as mulheres jovens do estado tinham taxa de desocupação de 12,2%, quase o dobro da taxa masculina. Quanto ao acesso às tecno-

logias, o n˚ de linhas telefônicas de celular no domicílio cresceu de 36,69% em 2001 para 86,06% em 2009, e o de computadores foi de 16,22% para 50,60%, no mesmo período*. No entanto, o valor total esconde uma grande diferença entre o meio urbano e rural. No caso dos computadores, o índice rural é praticamente a metade. Diminuir a taxa de desocupação entre os jovens e a diferença tecnológica entre meio urbano e rural são desafios para o desenvolvimento no estado. Na busca por melhores condições de trabalho para a juventude temos duas iniciativas importantes a

Tabela 1 - Taxa de desocupação em Santa Catarina (%) Ano Total Geral 18 a 24 anos

18 a 24 anos 18 a 24 anos Homens Mulheres

2009 5,3

9,0

6,6

12,2

2011 3,5

6,6

6,2

6,9

* IBGE - Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2009/2011.

destacar: o PRONATEC e o CIEE. Você pode ver mais detalhes destes projetos nas páginas seguintes (6 e 7). O PACTO por Santa Catarina, é uma iniciativa recente lançada pelo governo do estado

...4 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


odm em sc Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento Metas* • Em cooperação com os países em desenvolvimento, formular e executar estratégias que permitam que os jovens obtenham um trabalho digno e produtivo • Em cooperação com as empresas farmacêuticas, proporcionar o acesso a medicamentos essenciais a preços acessíveis, nos países em vias de desenvolvimento • Em cooperação com o setor privado, tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias, em especial das tecnologias de informação e de comunicações

que tem como tarefa alavancar o desenvolvimento. “ O PACTO é um programa estruturante e não uma concentração de obras com financiamento”, explica o secretário de planejamento, Murilo Flores. O investimento inicial será de 7 bilhões de reais, somando recursos do BNDES e BID com verbas da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, do Orçamento da União e do Estado. Os jovens serão beneficiados, de modo geral, pela melhoria da qualidade da estrutura das escolas e da própria educação. “Os jovens em áreas de risco terão

especial atenção, com estruturas de atendimento à dependência química e a inclusão profissional no mercado, com capacitação e emprego”, completou o secretário. Em relação à tecnologia, o PACTO pela Inovação e Competitividade (nome ainda a definir), irá preparar os jovens para o uso da tecnologia e do conhecimento nas escolas. São estratégias de inclusão juvenil muito mais eficazes para diminuir a delinquência que a redução da maioridade penal. Os jovens precisam de oportunidade e não de punição.

Tabela 2 - Indicadores de Cultura em Santa Catarina (%) Ano 2001 2009 Indicadores

Total

Urbano

Rural

Total

Urbano

Rural

Computador no Domicílio

16,22

19,62

1,95

50,60

56,31

24,46

Telefone Celular no Domicílio

36,69 40,45 20,91 86,06 89,21 71,65

*IBGE, PNADs 2001-2009.

Indicadores • Taxa de mortalidade de crianças menores de 5 anos, a cada 1 mil nascidos vivos • Taxa de mortalidade infantil, a cada 1 mil nascidos vivos • Proporção de crianças de até um ano de idade com vacinação em dia

* não foram citadas as metas e os indicadores internacionais.

Seja um Jovem Ponte! Não basta dar emprego ao jovem, é preciso orientá-lo para uma vida saudável como cidadão. Segundo Anderson Giovani, do ICOM, a melhor forma de mobilizar jovens é por meio de outros jovens. “Uma parcela importante da população jovem se considera corresponsável pela sociedade, e entende seu papel naquilo que é de interesse público. São otimistas, procuram agir coletivamente e com o pensamento voltado para a sociedade, têm uma postura inclusiva, transitam por vários grupos sociais levando informações e ideias de um grupo a outro, estabelecendo conexões e formando suas próprias opiniões. Eles são conhecidos como “jovens-ponte”. A cada 12 jovens brasileiros, entre 18 a 24 anos, um é um “jovem-ponte””, explica Anderson. O jovem está mais preparado para usar a tecnologia, mas ela deve ser usada com inteligência e critério, para que o foco não fique na ferramenta em si. Articule suas redes sociais e seja um Jovem Ponte. ...5

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


PROJETOS EM DESTAQUE

Oportunidade de qualificação Programa oferece cursos técnicos gratuitos Entre as iniciativas de destaque na qualificação de jovens para o trabalho está o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), que oferece cursos técnicos para jovens nas redes de ensino do SENAI, Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e Instituto Federal Catarinense (IFC). O PRONATEC é financiado pelo governo federal e seu objetivo é democratizar a oferta de educação profissional técnica de nível médio e cursos de formação profissional. Os cursos são ofertados para jovens com idade entre 15 e 24 anos, estudantes de escolas públicas ou com bolsa integral em escolas particulares. Também participam pessoas mais velhas, com carência financeira ou que sejam reincidentes pela terceira vez no seguro-desemprego. Os cursos técnicos são gratuitos, duram dois anos e podem ser iniciados no segundo ano do ensino médio. Assim, os jovens concluem os estudos regulares aptos a tentarem uma vaga no mercado. O PRONATEC se articula com a Secretaria Estadual de Educação, CRAS municipais, Secretarias Regionais e

Jovens tem oportunidade de formação profissional

Matricule-se no PRONATEC Como existem várias iniciativas, não existe um sistema unificado de inscrições no PRONATEC. Cada escola tem seus critérios próprios para seleção de participantes. Procure as escolas para mais informações: SENAI - www.sc.senai.br | online@sc.senai.br 0800 48 1212 IFC - www.ifc.edu.br/site/index.php/pronatec daniela@ifc.edu.br | (47) 3331-7810 IFSC - www.ifsc.edu.br/ensino/pronatec pronatec@ifsc.edu.br | (48) 3877-9018 Você pode ver todos os cursos ofertados no seu município no site do programa: www.pronatec.mec.gov.br mática (CDI). Os alunos recebem assistência estudantil (vale transporte, vale alimentação e material escolar) e são atendidos por uma equipe pedagógica multidisciplinar.

Secretaria Estadual de Assistência Social Trabalho e Habitação. O SENAI conta também com o apoio pedagógico do SESI e o IFSC negocia uma parceria com o Comitê para a Democratização da Infor-

Tabela - Vagas do PRONATEC em SC Escolas Matrículas em 2012 SENAI

...6

feminino

masculino Vagas para 2013

14.600 alunos

43%

57%

42.000

IFSC

150 alunos

32%

68%

5.567

IFC

600 alunos

55%

45%

4.305

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


PROJETOS EM DESTAQUE

Jovens no mercado de trabalho CIEE proporciona estágio e qualificação Por Carlos Raulino

Participantes da Comunidade Chico Mendes/Florianópolis O ingresso no mundo do trabalho muda de acordo com a estrutura do mercado. As exigências profissionais da economia capitalista geram desigualdades sociais e econômicas. Para que os adolescentes e jovens não saiam da condição de excluídos para a de explorados, o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE/SC) promove a inserção no mundo do trabalho, envolvendo todos os atores do processo: Entidade Social, escola, CRAS (Centros de Referencia de Assistência Social), Rede Socioassistencial, família e empresas.

O CIEE/SC encontrou nos Programas de Estágio, de Aprendizagem e no Programa de Iniciação ao Trabalho, excelentes ferramentas de qualificação, trazendo em sua essência elementos que garantem formação profissional e experiência protegida e acompanhada. O próprio ambiente de trabalho é o laboratório para o desenvolvimento e fortalecimento das potencialidades individuais dentro da coletividade. Os programas atendem em caráter de proteção social básica, fortalecendo vínculos, construindo ati-

Procure o CI EE Mais de 6400 jovens são atendidos no Programa de Estágio e mai s de 2000 no Prog rama de Aprendizag em do CIEE. Empresas, adolescentes e jovens podem acessar os serviços.

tudes e habilidades para a promoção da integração no mundo do trabalho. As ações são articuladas com as políticas intersetoriais, garantindo aquisições progressivas, prevenindo situação de riscos sociais, fortalecendo a Veja como: www.cieesc. autonomia e o protagoorg.br (48) 3216-140 nismo juvenil através de 0 uma metodologia que desperta o senso crítico. Um estímulo à reflexão permanente, como condição essencial para o crescimento pessoal e a realização de um bom projeto de vida.

...7

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


municipalização

Agenda de compromissos com Municípios

Prefeitos e população poderão acompanhar melhorias Durante o encerramento do Encontro Nacional de Prefeitos e Prefeitas, no dia 30/01, foi lançada a Agenda de Compromissos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) - Governo Federal e Municípios 2013/2016. Trata-se de uma ferramenta de gestão que propõe aos prefeitos estabelecerem metas de melhoria dos indicadores sociais, relacionando os oito Objetivos do Milênio aos principais programas federais. A Agenda compara as metas propostas pelo prefeito com os resultados efetivamente alcançados, e os certifica anualmente, cada vez que os objetivos forem atingidos. fonte: Portal Brasil - www.brasil.gov.br

Prefeito: cadastre as metas da sua cidade! Para aderir à Agenda de Compromissos, basta entrar no endereço www.agendacompromissosodm.planejamento.gov. br. O acesso é feito com o mesmo login e senha do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv). O cidadão pode acessar a Agenda de Compromissos para conhecer e acompanhar as metas estipuladas pelo prefeito para a sua cidade. Neste caso, não é necessário ter senha e cadastro. Baixe o manual: http://www.portalfederativo.gov.br/pub/ Inicio/AgendaDeCompromissosGovernoFederalMunicipios/ Folder_266x404-novoii.pdf

Nossa Riqueza | As pessoas que fazem o Nós Podemos SC Motivação A motivação surgiu a partir do reconhecimento dos esforços das organizações e da coragem de encarar os desafios postos pela realidade. Me sinto privilegiado em poder fazer parte de um grupo comprometido com o desenvolvimento social.

OTÁVIO NUNES NETO Coordenador Pedagógico do Bairro da Juventude Criciúma

...8

Ações Promover a educação ambiental, conscientizando todos sobre a real necessidade da valorização da vida no planeta, incluindo a importância do cuidado para as futuras gerações. Promover educação profissional de qualidade, desenvolvendo as competências, habilidades e atitudes do educando, oportunizando sua inserção no mundo do trabalho. Resultados ODM 7 - palestras interativas de conscientização ambiental e plantio de árvores nativas. Oficina de Recicláveis dos Guardiões da Natureza para estudantes das escolas públicas de Criciúma. ODM 3 - estímulo a inserção de mulheres em áreas vistas como tipicamente masculinas, como o Curso de Mecânica Geral e Mecânica de Automóveis.

O privilégio de se comprometer com o desenvolvimento global pode ser de todos. Movimento local com impacto global.”

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


municipalização

Nós Podemos Blumenau realiza Planejamento Estratégico Comitê vai neutralizar suas emissões de CO2 em 2013

Equipe do Nós Podemos Blumenau

O Movimento Nós Podemos Blumenau, realizou no dia 22 de janeiro, na Dudalina, a segunda etapa do Planejamento Estratégico 2013, que iniciou em novembro de 2012. Com o apoio da HomoSapiens Escola de Planejamento, os integrantes do movimento tiveram a oportunidade de identificar necessidades, traçar metas e objetivos e planejar as atividades a serem desenvolvidas, para alcançá-los. Desta forma estão previstas para 2013: palestras, círculo de diálogos, ações na comunidade e um Festival de Projetos. A primeira ação será realizada no dia 28 de fevereiro, a partir das 8h30 no Salão Nobre da Prefeitura de Blumenau, e trará a articuladora do Movimento Nós Podemos Paraná, Maria Aparecida Zago Udenal, para falar sobre os ODM e a importância do Movimento no alcance dos Objetivos do Milênio.

“O Planejamento Estratégico proporcionou aprendizado e troca de experiências entre os integrantes, além da definição de metas essenciais para que realmente possamos contribuir com os 8 Jeitos de Mudar o Mundo, envolvendo Governo, empresas e comunidade”, comenta Flávia Giacomozzi, representante da Unimed Blumenau. É importante destacar que toda emissão de gás carbônico, das reuniões, encontros, seminários, palestras e ações na comunidade, do Movimento local, serão neutralizados através do plantio de árvores, no final do ano, em local ainda a definir. “Essa neutralização é feita através de um levantamento (medição) das emissões dos gases de efeito estufa gerados para a realização desses eventos”, explica Patrícia Souza, representante da Dudalina. ...9

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


INTERATIVIDADE

Dicas para o milênio Links, Aplicativos, Cultura e Produtos para ajudar nas metas do milênio Jogo Conecta: jogando pela transformação Jogo criado pela equipe do Icom Florianópolis para o site de relacionamentos Facebook. Respondendo corretamente a perguntas sobre a cidade de Florianópolis, você soma pontos e melhora diversos problemas ambientais que aparecem no mapa da cidade. Depois de dez tentativas, você precisa convidar amigos, promover um parceiro Conecta ou aguardar três horas para voltar ao jogo. www.jogueconecta.org.br/#!/o-conecta

Vídeo Site Voluntários Online Lançado em 2008, o Portal Voluntários Online pretende ser o elo entre pessoas dispostas a exercer o voluntariado e ONGs que precisam de voluntários. Com mais de 40 mil cadastros, o portal também busca difundir os ODM e promover seu desenvolvimento por meio de campanhas, conscientização e ações sociais. Uma iniciativa do Instituto Voluntários em Ação. www.voluntariosonline.org.br/

...10

História da Mudança A segunda temporada da série “A história das Coisas”, da ativista ambiental Annie Leonard, apresenta “A história da mudança: porque cidadãos (e não consumidores) detêm a chave para um mundo melhor”. Sugere que os espectadores sejam menos consumidores e mais cidadãos para construir um mundo sustentável, justo e satisfatório. Não apenas iniciativas individuais e economia verde, mas uma equação entre uma grande ideia, trabalho em equipe e ação correta podem criar as mudanças que o mundo necessita. www.youtube.com/ watch?v=n-gCpS53on8

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013

Livro Carta da Terra para Crianças A Carta da Terra é, desde 2000, uma declaração de princípios éticos fundamentais. resultado de uma década de diálogo intercultural em torno de objetivos comuns e valores compartilhados, a Carta fortaleceu-se pelo apoio de mais de 4.500 organizações. O texto reconhece que os objetivos de proteção ecológica, erradicação da pobreza, desenvolvimento econômico equitativo, respeito aos direitos humanos, democracia e paz são interdependentes e indivisíveis. A versão da Carta da Terra para crianças é uma publicação do Núcleo dos Amigos da Infância e da Adolescência. www.ecodesenvolvimento. org/biblioteca/documentos/ carta-da-terra-para-criancas


ODM BRASIL

Encontro com Prefeitos e Prefeitas Brusque apresenta Selo Social em evento nacional Por Dorian Vaz

Paulo Ecccel apresenta exemplo de Brusque para prefeitos Os modelos de gestão ancorados na plataforma dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) das cidades de Brusque (SC), Paulista (PE) e Picuí (PB) foram apresentados no dia 29/01, durante o II Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, realizado em Brasília (DF). O tema do encontro foi “Municípios Fortes, Brasil Sustentável” e buscou subsidiar os gestores municipais com informações sobre programas e ações federais que podem ajudar no desenvolvimento sustentável. Os ODM foram debatidos durante a Oficina de Municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que reuniu as experiências exitosas das três cidades. O prefeito de Brusque, Paulo Ecccel, destacou a importância do Selo Social como uma estratégia para estimular o cumprimento dos ODM, reconhecendo órgãos públicos, empresas e organizações não governamentais que fazem investimentos para o bem estar da sociedade brusquense. A finalidade principal é de “melhorar a qualidade de vida da população de Brusque, com ética, transparência e responsabilidade”, explicou o prefeito.

Jorge Carreiro, vice-prefeito de Paulista, relatou o processo de trabalhar com o foco nos ODM desde 2011, quando toda a equipe de gestores da Prefeitura foi capacitada na plataforma. Também foi criado o programa “Diálogos por Paulista”, para informar e ouvir a sociedade sobre as Metas do Milênio e o “Mapa da Estratégia de Governo”, que permitiu a gestão das ações baseada em indicadores. O ex-prefeito de Picuí, Buba Germano, salientou que os ODM já representam a rotina de trabalho do gestor público e são compatíveis com os projetos e ações já desenvolvidos pela maioria das prefeituras. Por isso não há nenhum custo extra para aplicar a plataforma. “Só o fato de o prefeito aderir aos ODM já demonstra que existe a vontade de querer articular as políticas públicas e organizar seu município”, afirmou. Relatos que demonstram a efetividade da plataforma criada pela ONU no monitoramento do desenvolvimento das cidades, com indicadores de melhora mensuráveis. Basta a vontade política dos prefeitos em assumirem os objetivos e suas metas para as cidades. Fonte: Secretaria Nacional de Relações Político-Sociais

...11

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013


ODM8

REDE DE PROJETOS

Todos trabalhando pelo desenvolvimento Projetando meu futuro

Crianças aprendem se divertindo Responsável Joici Rescarolli Wilde joici.rescarolli@sociesc.org.br (47) 34610267 www.sociesc.org.br

Projeto realizado na Escola Municipal Amador Aguiar, de Joinville, pela SOCIESC em parceria com a Igreja Batista Bíblica. Teve como objetivo desenvolver a responsabilidade social através da instrução e educação de crianças carentes, não somente de bens materiais, mas principalmente de amor. Realizado todo o primeiro sábado de cada mês abordando diferentes temas como: não passar trote para o 190 (trabalhado pela própria Polícia Militar), respeito aos idosos, amar a si mesmo do jeitinho que cada um é, ter educação com o amiguinho e saber pedir desculpas. O principal resultado foi a mudança de comportamento das crianças, obtido por meio dos ensinamentos recebidos e através do compartilhamento de amor e exemplos por todos os envolvidos no projeto. Foram atendidas 615 crianças e adolescentes entre 5 e 15 anos, num total de 10 encontros no ano de 2012.

Consulta pública ODM pós-2015

...12

Com o prazo de 2015 para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) se aproximando, as Nações Unidas estão trabalhando para continuar com uma Agenda de Desenvolvimento pós-2015. Esta nova Agenda Global será resultado de consultas abertas e inclusivas, envolvendo pessoas de todos os segmentos da sociedade. Mais de cinquenta países foram escolhidos para realização das Consultas Pós-2015, incluindo o Brasil.

Como participar? A par ticipação individual é feita no site www.myworld2015.org, onde é possível votar em seis (6) temas, de um total de dezesseis (16), que considera mais importantes para fazerem parte da Agenda Global Pós-2015. Se você representa e/ou faz parte de entidade/associação/movimento da sociedade civil, do setor privado, do governo e da comunidade científica - preencha o questionário da Consulta Pós-2015 e envie à Equipe da ONU pelo email: consultapos2015@pnud.org.br. Só serão considerados questionários enviados até o dia 28 de fevereiro de 2013.

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No10 FEVEREIRO/MARÇO 2013

Fonte: ODM Brasil - www.odmbrasil.gov.br

Boletim ODM nº10  

Boletim Nós Podemos SC | fevereiro-março 2013