Issuu on Google+

Boletim Informativo - Número 18 - outubro/novembro - 2013

Novas metas para a SAÚDE Diabetes e outras Doenças Não Transmissíveis são novo foco de atenção 4º Prêmio ODM: organizações finalistas de sc p. 9

8 Jeitos de Mudar o Mundo: saiba como colaborar com a campanha que está mobilizando o estado p. 6 e 12


Confira as instituições que já participam do movimento

EDITORIAL Saúde é o melhor objetivo Quando foram definidos os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), as doenças transmissíveis como a AIDS, Malária e Tuberculose entraram na pauta como principais problemas de saúde nos países em desenvolvimento. Após 13 anos foram grandes os resultados no controle destas doenças, mas igualmente grande foi o crescimento dos índices de Diabetes e outras Doenças Não Transmissíveis. Este é o tema de nossa matéria de capa, que busca alertar para a necessidade de focarmos na promoção da saúde mundial. Em nossa rede de municipalização, destacamos as ações dos comitês de Jaraguá do Sul e Blumenau na página 06. Ótimos exemplos para que outros munícipios se mobilizem, como fizeram as seis prefeituras do estado que assinaram o termo de adesão à Agenda de Compromissos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (página 09). Uma ferramenta que ajuda a alinhar a administração municipal às metas do milênio. O 5˚ Prêmio ODM Brasil divulgou as ações finalistas e, entre elas, foram selecionadas quatro organizações catarinenses (página 09). Novamente temos a chance de ficar entre os vencedores do prêmio. E outra ótima notícia é a confirmação de dois novos embaixadores para a campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Parabéns à FACISC e UNIVALI que também abraçaram a causa dos ODM no estado! Finalizando, fica o convite para o III Simpósio e Certificação ODM , que pode ser conferido na página 12. Nos encontramos por lá.

Este boletim é patrocinado por:

EXPEDIENTE Este boletim é uma publicação do Movimento Nós Podemos Santa Catarina (MNPSC) Secretaria Estadual - Instituto Primeiro Plano Rua João Pinto, 30 – Ed. Joana de Gusmão sala 803 Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-420 • Fone (48) 3025-1079/3025-3949 sec.mnpsc@gmail.com

A secretaria do MNPSC tem patrocínio de:

Editor Rafael Gué Martini (Mte/SC 02551-JP) redação Rafael Gué Martini Projeto gráfico: Maria José H. Coelho Diagramação: Cristiane Cardoso

Parceiros

CAPA: Foto Zsuzsanna Kilian revisão: Regina May de Farias Conselho Editorial: Ana Maria do Vale Pereira (IVA), Ana Carolina Paci (FMSS), Cheila Zortéa (FMSS), João Batista Thomé (UNIVILLE), Márcia Battistella (SDS), Mario Correa de Sá e Benevides (Tractebel), Odilon Faccio (IPP), Sandro Silveira (CAIXA), Rafael Gué Martini e Regina May de Farias. Encaminhe suas sugestões: comunica.mnpsc@gmail.com Tiragem: 2.000 Gráfica: Agnus

...2

www.nospodemos-sc.org.br/

www.facebook.com/ NosPodemosSC

@NosPodemosSC

nospodemos sc

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

•Ação da Cidadania•Ação Social São João Evangelista•Associação Empresarial de Itajaí ACII•Associação Ambientalista Comunitária Espiritualista Patriarca São José• Associação Beneficente ABADEUS•Associação Catarinense de Conselheiros Tutelares•Associação Construindo a Paz na Escola•Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF•Associação de Joinville e Região da Pequena, Média Empresa – AJORPEME•Associação de Jornais do Interior de SC – ADJORI• Associação dos Fazendeiros Amigos Guerreiros e Otimistas - AFAGO•Associação de Moradores de Biguaçu - AMABE•Associação dos Moradores de Cachoeiras•Associação dos Moradores Loteamento Irene•Associação dos Moradores da Praia João Rosa - AMPRA•Associação dos Moradores do Vendaval de Biguaçu•Associação de Pais e Professores EBM João Gonçal ves Pinheiro•Associação Horizontes•Associação Teatral Eternos Aprendizes•Bairro da Juventude•Banco do Brasil•Baumgarten Gráfica LTDA• Ben Estar Familiar do Brasil - BENFAM•Bio Teia Estudos Ambientais• BRDE• Caixa de Assistência dos Advogados de SC - CAASC•Caixa Econômica Federal•Campos Novos Energia S/A – ENERCAN•CELESC•Central Única dos Trabalhadores – CUT•Centro Cultural Escrava Anastácia•Centro de Integração Empresa–Escola - CIEE/SC•Centro Universitário Estácio de Sá•Clube Soroptmist - Blumenau•Colônia de Pescadores Z23 de Biguaçu•COMBEMI•Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina – CDI•Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina - CESUSC•Diocese de Criciúma•Dudalina S.A•ELETROSUL•Empresa Sulcatarinense•Energética Barra Grande S/A – BAESA•Facilitação Treinamentos Homo Sapiens•Federação do Comércio de Santa Catarina - FECOMÉRCIO SC•Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – FACISC•Fundação E d u c a c i o n a l d e C r i c i ú m a - U N E S C • FA E Blumenau•Fundação Fritz Müller•Fundação Hospitalar de Blumenau•Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – FMSS•Fundação Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP• Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC•Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB•Guarani Esporte Clube - Blumenau•Instituto Abaçaí•Instituto Comunitário Grande Florianópolis – ICOM•Instituto Consulado da Mulher•Instituto Crescer – Movimento Cidadania e Juventude•Instituto Ekko Brasil •Instituto Engevix•Instituto de Geração de Tecnologias do Conhecimento – IGETECON•Instituto Guga Kuerten•Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC - IFSC•Instituto Primeiro Plano•Instituto Voluntários em Ação – IVA•Jardim Carandaí•JCI Blumenau Garcia•JCP - Construções e Incorporações Ltda.•Moradia e Cidadania Santa Catarina•NEXXERA• OAB/SC•Obras Sociais ABADEUS•ONG Travessia•ORCALI•Plêiade Consultoria e Desenvolvimento LTDA ME•Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes•Prefeitura Municipal de Biguaçu•Prefeitura Municipal de Brusque• Prefeitura Municipal de Florianópolis•Prefeitura Municipal de Itajaí•Prefeitura Municipal de Joinville•PROJETA Planejamento e Marketing•Prosperitate Consultoria em Sustentabilidade•Redefinir Logística Reversa•Sec. de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação/ Governo SC•Sec. de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável/Governo SC•Sec. de Estado de Turismo, Cultura e Esporte de SC, Serviço Social do Comércio SESC-SC• Secretaria Municipal de Educação de Blumenau•Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Blumenau•Secretaria Municipal do Sistema Social de Criciúma•SESI/SC• SESI Blumenau•Sociedade Educacional de Santa Catarina – SOCIESC•Superintendência do Porto de Itajaí•Tractebel Energia – GDF SUEZ•Transmissão d a C i d a d a n i a e d o S a b e r • udesc • U N I M E D SC•UNIMED Blumenau•UNIMED Brusque•UNIMED Canoinhas•UNIMED Chapecó•UNIMED Grande Florianópolis•UNIMED Jaraguá do Sul•UNIMED Litoral•UNIVALI•UNIVILLE

instagram.com/8jeitos


bem-vindos ao movimento

Confira os novos integrantes do Nós Podemos SC

AGENDE-SE 04/12 - III Simpósio ODM 2013

Combemi “A COMBEMI aderiu ao movimento pois acredita nos seus valores, assim como acredita que fazer a diferença na vida de um adolescente contribuirá com a melhora da comunidade que está inserida e com certeza com um mundo melhor, cada um fazendo a sua parte”. Bianca Reimão - Coordenadora de projetos.

“A Unimed Jaraguá do Sul tem como princípio engajar as suas ações dentro do conceito de responsabilidade social, por isso, aderiu junto à Unimed do Brasil, ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com o compromisso de disseminar, divulgar e trabalhar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, bem como estimular a atuação da cooperativa para o alcance destas metas”. Cátia M B Hoeft - Núcleo de Promoção a Saúde e Responsabilidade Social.

“A Faculdade FAE Blumenau tem a missão de educar para a promoção de uma sociedade justa, sustentável e feliz e, por isso, é uma grande satisfação apoiar o Movimento Nós Podemos e propagar os mesmos valores e objetivos desta nobre jornada”

Horário: das 14h às 18h Local: Assembleia Legislativa Centro/Florianópolis Mail: sec.mnpsc@gmail.com Fone: (48) 30251079

13/11 - Dia Mundial do Diabetes

UNIMED Jaraguá do Sul

FAE Blumenau

Evento anual do Movimento Nós Podemos SC, com entrega da Certificação ODM 2013 e apresentação de boas práticas identificadas entre os 34 relatórios encaminhados pelas instituições.

Em Santa Catarina, o Distrito Sanitário Sul da Secretaria Municipal de Florianópolis, em parceria com os Conselhos Locais de Saúde, promoverá um evento para marcar a data. Local: Sede do Conselho Comunitário da Fazenda do Rio Tavares - Florianópolis Mais informações: www.diamundialdodiabetes.org. br/atividades-em-florianopolis

27/11 - II Seminário Estadual Ambiental Facisc O Licenciamento Ambiental e o novo Código Florestal: as polêmicas da aplicação da nova Lei Florestal Local: Auditório da Seccional da OAB/SC- Florianópolis www.facisc.org.br Fone: (48) 3952-8803

Celso Magalhães – Diretor Acadêmico. ...3 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


odm sc

Saúde é uma ótima meta Diabetes e doenças não transmissíveis são novo foco de atenção Por Rafael Gué Martini* Com o estabelecimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) foram definidas metas mundiais para o combate às doenças, principalmente as transmissíveis, como HIV/AIDS e Malária. No entanto, nos últimos anos, tem crescido muito a incidência das chamadas Doenças Não Transmissíveis (DNT), como o diabetes e o câncer. A situação é tão alarmante que a administradora mundial do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Helen Clark, pediu no início do ano que fossem adotadas medidas urgentes para deter a onda global destas doenças, indicando que seu combate e prevenção deveriam estar permanentemente na agenda global de desenvolvimento. “O fracasso em conter agora a crescente epidemia de DNT levará a um ônus significativo sobre a vida humana e o bem-estar, além de gerar pressão sobre os sistemas de saúde e orçamentos familiares e públicos”, afirmou Clark.

Um estudo do Fórum Econômico Mundial e da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard apontou um custo mundial de cerca de 30 trilhões de dólares, nos próximos 20 anos, envolvendo as DNT. Os dados mostram que estas doenças podem levar uma família à situação de pobreza, quando não possuem serviços de saúde e proteção social disponíveis, forçando as crianças a sair da escola, minando a produtividade e impondo um grande fardo econômico. Um relatório recente da Organização Mundial de Saúde (OMS)** indicou que a hipertensão, o diabetes e a obesidade estão em drástica ascensão no mundo. Segundo o documento, cerca de 10% da população mundial vive com diabetes, mas ainda existe um número grande de pessoas que possuem a doença e não sabem. O diabetes é uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas não produz insulina suficiente – hormônio

que regula o açúcar no sangue – ou quando o corpo não pode utilizar eficazmente a insulina que produz. Ao longo do tempo, se não for tratada, essa insuficiência pode levar a complicações graves, como danos a nervos, doenças cardiovasculares, cegueira e insuficiência renal. Para Marly Denise Wuerges, enfermeira da Secretaria de Estado da Saúde (SES), os profissionais da saúde tem a tendência de discorrer sobre o tema de “fora para dentro”, no sentido de acreditar que as doenças existem e que é preciso combatê-las. Claro que o diabetes existe e cerca de 5,7% da população brasileira é diabética. No entanto, para ela, trata-se de uma discussão profunda, de entendimento dos valores da sociedade e do compromisso que todos devemos ter com a saúde do planeta. “Acredito que, cada vez mais, devemos colocar energia na produção de cuidados de saúde e não em campanhas de doenças, como por exemplo o dia

Claudia Meyer

Diagnóstico do diabetes Existem dois tipos de diabetes:

Pré-diabetes

Tipo 1 - o organismo não consegue produzir insulina no pâncreas.

Pré-diabetes identifica as pessoas que possuem risco potencial de desenvolver o diabetes e substituiu as expressões “intolerância ao teste de glicose” e “glicemia de jejum alterada”.

Tipo 2 - geralmente há uma combinação da deficiência parcial da produção e uma resposta reduzida do corpo ao hormônio, o que é denominado de resistência à insulina. É o tipo mais comum (90% dos casos)

É nesta fase que se deve fazer todos os esforços, como tomar a medicação adequada e implementar mudança no estilo de vida, para atrasar ou impedir o surgimento do diabetes tipo 2 e diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

...4 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


odm sc

do Diabetes, dia do Hipertenso, etc”, critica Marly. Em relação ao sistema de saúde, a enfermeira destaca a portaria do Ministério da Saúde (MS) que lançou a “Rede de atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas no âmbito do sistema de saúde”, da qual ela é representante no estado. “A SES de Santa Catarina está com a proposta de um novo olhar sobre o cuidado às pessoas, levando em consideração o ambiente (território) onde as pessoas vivem, as relações que são estabelecidas neste ambiente (rede social) e as questões individuais

para a mudança de hábitos e atitudes (crenças, questões genéticas e hereditárias, hábitos, etc). Tudo isso amparado por modelos já realizados e validados internacionalmente”, destaca. Outras medidas públicas saudáveis atuam com destaque na prevenção do diabetes e outras doenças. A proibição do uso do cigarro em ambientes públicos, a campanha do MS para a redução do sal nos alimentos e a proibição de alimentos açucarados e frituras nas cantinas escolares, são ações que produzem resultados significativos.

Marly parece seguir a mesma linha de pensamento de Helen Clark, que sugeriu para os objetivos pós-2015 uma meta ampla, como “saúde universal” ou “maximização da vida saudável”, que inclua o progresso na garantia de cobertura universal de saúde e o combate contra os indutores específicos de problemas de saúde. “Uma lição-chave da experiência de trabalhar com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) é a necessidade de foco em um conjunto pequeno de metas claras”, afirmou Helen. * Jornalista, mestre em educação e educomunicador ** Estatísticas da Saúde Mundial 2012

Como Detectar

Como Prevenir o Pré-diabetes

Fatores de Risco para Diabetes Tipo 2

A melhor maneira de detectar o pré-diabetes é através da dosagem da glicemia. A taxa glicêmica em jejum deve ficar entre 100 e 125mg/dl.

Manter uma alimentação saudável e praticar regularmente atividade física constituem a melhor forma de prevenção. Estudos mostram que tais medidas reduzem a taxa de novos casos em mais da metade em um período de dois a cinco anos de acompanhamento.

•Obesidade •Familiar próximo com diabetes (pai, mãe, irmãos e filhos) •Sedentarismo •Mulheres com filhos que nasceram com mais de 4 quilos •Hipertensão arterial •Colesterol ou triglicérides alterados •Síndrome dos ovários policísticos ou acantose nigricante •Histórico de doença vascular

Fontes: www.onu.org.br | www.adj.org.br | www.diabetesbrasil.org | www.diabetes.org.br | www.pnud.org.br | www.brasil.gov.br/saude

...5

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


CAMPANHA

Mais apoio para os 8 Jeitos de Mudar o Mundo Campanha conquista novas personalidades A agenda cheia de compromissos não foi impedimento para o apoio importante do empresário André Gaidzinski, Vice Presidente da FACISC - Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina, e de Maria Clara Kaschny Schneider, Reitora do IFSC – Instituto Federal de Santa Catarina, que abraçaram a Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Apesar das responsabilidades de seus cargos, ambos também dedicam seu tempo para ações voluntárias e à causa dos ODM. Em sua última apresentação em outubro a Camerata Florianópolis doou 10% da bilheteria (R$701,00) para a CAMPANHA 8 JEITOS DE MUDAR O MUNDO. Agora em novembro é a vez da Cia. Ópera de SC, que doará parte da bilheteria para a nossa causa. Será durante as apresentações da Ópera Carmem no Teatro do CIC, nos dias 14, 15, 16 e 17/11. Os ingressos estão à venda na bilheteria do CIC.

André Gaidzinski - Facisc

Maria Clara K. Schneider - IFSC

MUNICIPALIZAÇÃO

Seu município e os ODM

Comitês promovem educação e cidadania no estado Nós Podemos Blumenau

Nós Podemos Jaraguá do Sul

Turma com uniforme dos ODM no CAIC de Blumenau

Da esquerda para a direita: Ana Paula (Elian), Gabriela Netto e Bruna Marcella (Unimed), Marcelindo Carlos (Associação de Moradores do Rio Molha), Andreia Nones (Unimed), Suzan Marques (IFSC), Debora Pereira (Conselho Tutelar) Janete Maria (SDR), Manoel Inacio (Mãos Amigas), Cátia Hoeft (Unimed), Rosane Graunke (BVJS) e Débora Volpi (Entrelinhas).

O Movimento Nós Podemos Blumenau promoveu no mês de agosto o Nós Podemos CAIC, no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) e EBM Conselheiro Mafra, no bairro da Velha. E também participou do Desfile da Independência no dia 7 de setembro

...6

Mais informações: 3331-8549 nospodemosblumenau@gmail.com http://nospodemosblumenau.blogspot.com.br/

Comitê realizou reunião em setembro e destacou a importância de unir empresas parceiras para que a inciativa ganhe força e ainda mais adeptos. Contato: Cátia Hoeft: (47) 2106-2200 | catiam@unimedsc.com.br

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


ODM EM SC

Parque Ambiental Tractebel

Ajuda para a Travessia

Empresa entrega área com 35 ha no sul do estado

ONG que capacitou mais de 1.300 pessoas precisa de apoio

No dia 18 de outubro, a Tractebel Energia entregou à comunidade da região Sul de Santa Catarina o Parque Ambiental Tractebel, com 35 hectares de área total, sendo 23 hectares reflorestados com plantas nativas, tais como ingazeiro, gabirobeira, ipê roxo e paineira. Localizado no município de Capivari de Baixo, ao lado do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, o Parque Ambiental possui pistas de caminhadas, ciclovias, salão de atos, local para exposições, concha acústica, cantina, teatro, entre outras atrações.

A ONG Travessia foi fundada em 2004, em São José, e atua na capacitação profissional de jovens e adultos das comunidades carentes do município. A organização, que conta com 07 Telecentros, já formou 1.317 alunos em cursos gratuitos de Corte e Costura, Inclusão Digital, Informática (básico e avançado), Montagem e Manutenção de Computadores e Web Design. Um exemplo de promoção da cidadania e inserção de pessoas em situação de risco no mercado de trabalho. No entanto, uma mudança na política de repasse de recursos da prefeitura ameaça a continuidade do projeto, uma situação frequente em ações do terceiro setor.

A criação do parque e seu centro cultural faz parte da política de sustentabilidade da Tractebel Energia, e tem como objetivo ampliar o seu relacionamento com as comunidades onde está inserida.

Para interessados em colaborar com o Projeto, os contatos são (48) 3246-6936 / 3094-0306 / 9960-7404 www.ongtravessia.org.br ong.travessia@hotmail.com

Nossa Riqueza | As pessoas que fazem o Nós Podemos SC Destacamos aqui um poema de Benevides, relacionado aos ODM: O Burro

MARIO CORRÊA DE SÁ BENEVIDES Consultor de Sustentabilidade da Tractebel Energia Florianópolis - SC

A meninada chega de caminhão no caramanchão de telhado de palha (parede não tem). A professora chega no lombo do burro e o menino associa, emenda e pergunta Professora, por que me chamam de burro? E a meninada cai na gargalhada. A professora se agarra na pergunta como se fosse aquela a maior perspectiva filosófica da sua vida. Burro, ela explica, é um animal que empaca por vontade própria, por vontade dele, burro, de não querer ir aonde quem está montado nele o quer levar. Burro, a professora, entusiasmada, segue explicando da sua ótica própria, tem vontade, uma vontade nobre: a de ir para onde quiser, quando quiser. E segue dizendo, altiva, a mulher que chegou montada no lombo de um burro, o burro – o animal chamado de burro – é um nobre. Se dobra; mas é um nobre. Eu sou um nobre, professora? pergunta o menino a quem todos chamam de burro, e a professora pergunta e responde, calando a turma da risada, Você? Sim, você é um nobre, porque pergunta, e pergunta Por vontade própria. ...7 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


odm sc

Plenária Estadual do Nós Podemos SC

Fotos: Rafael Gué Martini

Evento ressaltou engajamento da sociedade com os Objetivos do Milênio

A partir do alto, Dra. Jurema R. Santos, André Gaidzinsk, EdSoul e Regina May de Farias. Por rafael gué martini* A IV Plenária Estadual do Nós Podemos SC apresentou ótimas palestras e indicou as conquistas e desafios do movimento no estado. Foi um momento especial para entender como a união das organizações da sociedade civil, empresas e órgãos públicos pode ajudar no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O evento contou com palestra da Dra. Jurema Ramos dos Santos, Diretora da AMUCC** , que falou sobre as atividades do Movimento Mundial Outubro Rosa em Florianópolis. Este ano o foco foi a importância do diagnóstico e tratamento imediato do câncer de mama, tipo de câncer que mais causa mortes entre as mulheres no Brasil. EdSoul, apresentador do programa Alô Comunidade (RBSTV), falou da importância da educação e exibiu uma entrevista inédita, que fará parte de um documentário de sua autoria. A entrevista emocionou a plateia ao mostrar a realidade de um jovem de 19 anos, que cometeu seu primeiro homicídio aos 11 anos de idade. ...8

A FACISC*** apresentou a palestra As empresas catarinenses e os ODM: proposições e desafios, reali-

zada por André Gaidzinski (Vice-presidente da Facisc). André listou mais de 10 iniciativas da federação que estão alinhadas com os ODM e anunciou na plenária a adesão de sua organização como embaixadora do ODM 8, na campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Regina May de Farias falou sobre a Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo e ressaltou que 100% do trabalho envolvido é voluntário. Entre as conquistas, Regina destacou a doação de mais de R$ 180 mil em mídia comercial (entre rádio, jornal e TV) pelo Grupo RBS; 2 mil brindes da Uatt?; mais de 10 personalidades como apoiadores diretos; pico de alcance de mais de 27 mil pessoas na página do facebook; doação de obras do artista Luciano Martins; dois vídeos promocionais feitos pela Komodo e a conquista de três empresas embaixadoras da campanha, que doaram R$ 8 mil cada. A Plenária, realizada no auditório da CELESC, em Florianópolis, foi um momento de muita satisfação e de grandes desafios para as mais de 100 organizações que compõe o Nós Podemos SC. * Jornalista, editor do Boletim do Movimento Nós Podemos SC ** Associação Brasileira de Portadores de Câncer (amucc.org.br) *** Federação das Associações Empresariais de SC (www.facisc.org.br)

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


municipalização

Comprometidos com os ODM Seis prefeituras de SC firmam termo com Agenda de Compromissos Os municípios catarinenses de Abdon Batista, Anchieta, Brusque, Guaraciaba, Presidente Nereu e Rio do Sul assinaram o Termo de pré-adesão à Agenda de Compromissos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (2013 - 2016). O próximo passo para efetivar a adesão é o cadastro das metas municipais no sistema, que pode ser feito com a mesma senha do Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (SICONV) no site: www.agendacompromissosodm.planejamento.gov.br. A Agenda é uma ferramenta de gestão que propõe aos prefeitos estabelecerem metas de melhoria dos indicadores sociais, relacionando os oito ODM aos principais programas federais. No sistema é possível comparar as metas propostas pelas prefeituras com os resultados efetivamente alcançados. Anualmente, de acordo com as metas atingidas, o município ganhará um certificado no ODM correspondente. O cidadão pode acessar a Agenda de Compromissos para conhecer e acompanhar as metas estipu-

Agenda de Compromissos

Espaço para gestores municipais

Espaço para o cidadão

Para acessar a agenda, os gestores devem utilizar o mesmo login e senha do SICONV, sem burocracias adicionais.

ladas para a sua cidade. Neste caso, não é necessário ter senha e cadastro. Municípios interessados devem solicitar o Termo de Pré-adesão à Agenda de Compromissos na secretaria estadual do movimento Nós Podemos: (48) 3025-1079/3025-3949 ou sec.mnpsc@gmail.com.

ODM BRASIL

Prêmio ODM Brasil divulga finalistas Santa Catarina tem 4 organizações entre as selecionadas O Comitê Técnico de Seleção do Prêmio ODM Brasil divulgou a relação das Organizações Sociais e Prefeituras Municipais finalistas da 5ª Edição do Prêmio. Entre elas estão quatro Organizações Sociais de SC: •Cooperativa Oestebio, de São Miguel do Oeste •Instituto Brasil Ambiental, de Itajaí •Instituto Crescer – Movimento Cidadania e Juventude, de Itajaí •Ordem dos Advogados do Brasil Seccnional de Santa Catarina – OAB Cidadã, de Florianópolis

Entre as catarinenses, o Instituto Crescer e a OAB são filiadas ao Nós Podemos SC. As práticas vencedoras serão conhecidas em fevereiro de 2014. Antes disso, nos meses de outubro e novembro, as finalistas receberão visitas técnicas com o objetivo de ratificar as informações apresentadas durante a inscrição. Conheça a lista completa com as 65 finalistas no link: http://bit.ly/17bXgkf O Movimento Nós Podemos SC fica na torcida para que as quatro finalistas catarinenses sejam premiadas em fevereiro.

...9

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


INTERATIVIDADE

Dicas para o milênio Links, Aplicativos, Cultura e Produtos para ajudar nas metas do milênio

Publicação Guia de Sustentabilidade 2013 O Guia de Sustentabilidade é um mapa da trajetória do desenvolvimento sustentável da Região Sul nas últimas duas décadas. A publicação é da Editora Expressão e retrata as principais ações socioambientais realizadas anualmente na região.

Pesquisa

Acesse o e-book no site da editora www.expressao.com.br/guia/ebook.php

Vídeo

Site

Muito Além do Peso (2012, Estela Renner Brasil) O documentário Muito Além do Peso apresenta um debate sobre a qualidade da alimentação das nossas crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas. O filme é fruto da parceria entre Maria Farinha Filmes e o Instituto Alana, com o objetivo de sensibilizar e mobilizar a sociedade sobre os problemas decorrentes do consumismo na infância. Assista no site: www.muitoalemdopeso.com.br/

Autocuidado Diabetes Site oficial do Ministério da Saúde feito para o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) que tem diabetes. É um espaço para que o portador da doença e sua família conheçam melhor o diabetes, com informações de como se cuidar e conviver com a doença de uma maneira positiva e saudável. Todos os conteúdos disponibilizados foram pensados para apoiar o autocuidado. www.autocuidado.saude.gov.br/

...10 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Estatísticas Mundiais de Saúde Estatísticas Mundiais de Saúde 2013 - As estatísticas globais de saúde são a fonte mais confiável de informações sobre a saúde da população mundial. Publicado anualmente pela Organização Mundial de Saúde (OMS), oferece dados abundantes sobre a saúde pública mundial, procedentes de 194 países. Acesse a versão em espanhol do documento: http://bit.ly/13YaQcE


odm 2

Prêmio RBS de Educação

Conheça os finalistas de Santa Catarina O Prêmio RBS de Educação, iniciativa do Grupo RBS e da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, divulgou os nomes dos 18 finalistas da sua primeira edição. Com o tema “Para Entender o Mundo”, e foco em mediação de leitura, a premiação visa valorizar o trabalho de profissionais da educação e disseminar

práticas educativas de sucesso em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Serão três vencedores de cada estado nas categorias Escola Pública, Escola Privada e Projeto Comunitário, além do Júri Popular, votação feita pelo site www.premiorbsdeeducacao.com.br a partir de 11 de novembro.

Confira os finalistas de Santa Catarina e vote no seu preferido Categoria Escola Pública Bruno Araújo Soares EMEF Prefeito João Floriani – Rio dos Cedros Projeto: Descobrindo Novos Caminhos “A alegria de saber que fui mediador de leituras de mundo e de vida para outro ser humano são de fato a essência da vida.” Carolina Kuhnen Escola Desdobrada e NEI Costa da Lagoa – Florianópolis Projeto: Hora de Ler “Com o projeto as crianças estão aprendendo a ter gosto e prazer em ler e ouvir histórias.” Kamille Khristiny Meneses de Oliveira EEB Feliciano Pires – Brusque Projeto: Mediando leitura, dialogando com o mundo “A mediação de leitura deve ir além da leitura de letras e palavras.”

Categoria Escola Particular Cristiano Viana Abrantes Centro Educacional Machado de Assis – Joinville Projeto: Confraria literária “Eu tenho uma satisfação incrível com este projeto. Sinto que nós estamos fazendo uma revolução silenciosa com esses jovens.” Gabrielle Borba da Silva Colégio Catarinense – Florianópolis Projeto: Contos que encantam “Enquanto educadora, procuro incentivar a leitura em diversos momentos.” Luciana Balbinott Paludo Colégio Logosófico Gonzáles Pecotche – Chapecó Projeto: De criança a professora, hoje gestora, sempre leitora “O papel da leitura é ampliar a vida, ampliar o olhar e entender melhor o mundo.”

Categoria Projeto Comunitário Renata Hercolino Chiminski Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas – Criciúma Projeto: As portas que se abrem por meio da leitura “O projeto que começou timidamente está tomando proporções além da nossa expectativa.” Verena Pellis Kirsten Fundação Cultural de Blumenau – Blumenau Projeto: O mundo mágico sobre rodas “Com esse projeto a gente traz um pouco mais de esperança para o futuro dessas crianças.” Maria Elizabeth Souto de Oliveira EMEF Vila Nova – Passo de Torres Projeto: O mundo encantado da leitura “Eu acredito que a leitura é um encantamento permanente.”

...11 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


inscrições Fazer doação voluntária para projetos sociais dos 8 Jeitos de Mudar o Mundo no site www.nospodemos-sc.org.br Enviar e-mail com o comprovante de doação para sec.mnpsc@gmail.com Informações: (48)3025-1079

campanha

Campanha ganha mais dois embaixadores FACISC adotou o ODM 8 e Univali o ODM6

A FACISC e a UNIVALI tornaram-se embaixadoras dos ODM no estado. Com elas já são quatro embaixadores apoiando projetos nos ODM. Acesse nosso site e veja como incluir sua empresa neste time!

Confira nossos realizadores

...12 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No18 OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


Boletim ODM nº 18 - novembro 2013