Page 1

Boletim Informativo - Número 16 - agosto/setembro - 2013

IDHM em Santa Catarina Florianópolis é a capital da qualidade de vida

Colabore com a campanha 8 jeitos de mudar o mundo

Seja doador, embaixador, patrocinador ou indique uma personalidade para abraçar a causa - pág. 12


Confira as instituições que já participam do movimento

EDITORIAL Onde o cidadão está

•Ação da Cidadania•Ação Social São João Evangelista•Associação Empresarial de Itajaí ACII•Associação Ambientalista Comunitária Espiritualista Patriarca São José• Associação Beneficente ABADEUS•Associação Catarinense de Conselheiros Tutelares•Associação Construindo a Paz na Escola•Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF•Associação de Joinville e Região da Pequena, Média Empresa – AJORPEME•Associação de Jornais do Interior de SC – ADJORI• Associação dos Fazendeiros Amigos Guerreiros e Otimistas - AFAGO•Associação de Moradores de Biguaçu - AMABE•Associação dos Moradores de Cachoeiras•Associação dos Moradores Loteamento Irene•Associação dos Moradores da Praia João Rosa - AMPRA•Associação dos Moradores do Vendaval de Biguaçu•Associação de Pais e Professores EBM João Gonçal ves Pinheiro•Associação Horizontes•Associação Teatral Eternos Aprendizes•Bairro da Juventude•Banco do Brasil•Baumgarten Gráfica LTDA• Ben Estar Familiar do Brasil - BENFAM•Bio Teia Estudos Ambientais• BRDE• Caixa de Assistência dos Advogados de SC - CAASC•Caixa Econômica Federal•Campos Novos Energia S/A – ENERCAN•CELESC•Central Única dos Trabalhadores – CUT•Centro de Integração Empresa–Escola - CIEE/SC• Clube Soroptmist - Blumenau•Colônia de Pescadores Z23 de Biguaçu•Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina – CDI•Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina - CESUSC•Diocese de Criciúma•Dudalina S.A•ELETROSUL•Empresa Sulcatarinense•Energética Barra Grande S/A – BAESA•Centro Universitário Estácio de Sá• Facilitação Treinamentos Homo Sapiens•Federação do Comércio de Santa Catarina FECOMÉRCIO SC•Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – FACISC•Fundação Educacional de Criciúma - UNESC•Fundação Fritz Müller•Fundação Hospitalar de Blumenau•Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho – FMSS•Fundação Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP• Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC•Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB•Instituto Comunitário Grande Florianópolis – ICOM• Guarani Esporte Clube - Blumenau•Instituto Consulado da Mulher• Instituto Crescer – Movimento Cidadania e Juventude•Instituto Ekko Brasil •Instituto de Geração de Tecnologias do Conhecimento – IGETECON•Instituto Guga Kuerten•Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de SC - IFSC•Instituto Primeiro Plano•Instituto Voluntários em Ação – IVA•Jardim Carandaí•JCI Blumenau Garcia•Moradia e Cidadania Santa Catarina•NEXXERA• OAB/SC•Obras Sociais ABADEUS•ONG Travessia•Plêiade Consultoria e Desenvolvimento LTDA ME•Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes•Prefeitura Municipal de Biguaçu•Prefeitura Municipal de Brusque• Prefeitura Municipal de Florianópolis•Prefeitura Municipal de Itajaí•Prefeitura Municipal de Joinville•PROJETA Planejamento e Marketing•Prosperitate Consultoria em Sustentabilidade•Redefinir Logística Reversa•Sec. de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação/ Governo SC•Sec. de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável/Governo SC•Sec. de Estado de Turismo, Cultura e Esporte de SC, Serviço Social do Comércio SESC-SC• Secretaria Municipal de Educação de Blumenau•Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Blumenau•Secretaria Municipal do Sistema Social de Criciúma•Serviço Social da Indústria SESI/ SC• SESI Blumenau•Sociedade Educacional de Santa Catarina – SOCIESC•Superintendência do Porto de Itajaí•Tractebel Energia – GDF SUEZ•Transmissão da Cidadania e do Saber•UNIMED Blumenau•UNIMED Brusque•UNIMED Canoinhas•UNIMED Chapecó•UNIMED Grande Florianópolis•UNIMED Litoral•UNIMED SC•Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI•Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE

A sociedade contemporânea vive uma realidade ímpar na história da humanidade. Em nenhum outro momento a força, a predominância, a influência das grandes corporações foi tão determinante no caminho da sociedade, principalmente no que diz respeito ao seu relacionamento com a natureza e sua sustentabilidade. Números assombrosos são apurados quando avaliamos qualquer parâmetro que tenha influência direta ou indireta nos caminhos futuros da civilização. São bilhões de habitantes, bilhões de necessitados, milhões de vítimas, trilhões necessários e assim por diante. Porém, nada pode realmente mudar se a mensagem, o debate e a própria mudança não chegarem a apenas um: o cidadão. Aliás, ele é o único motivo e justificativa da existência de qualquer corporação, de qualquer organização. Diante disso, podemos celebrar a expressiva melhoria no índice de Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), pois o principal beneficiado é justamente o cidadão. E temos mais a comemorar. O projeto ODM Brasil 2015, que tem como foco a municipalização do nosso movimento, contará com um excelente reforço, o aporte de R$ 8 Milhões pela Petrobras. Fruto de um esforço conjunto, é outra vitória que não pode passar em branco. E é claro, não podemos deixar de citar as novas adesões de municípios ao movimento e principalmente as manifestações de reais comprometimentos com a causa, como a recente manifestação da prefeitura de Brusque que trouxe para o desfile de aniversário da cidade o seu comprometimento com os ODM. E é neste clima, onde o jargão “pensar globalmente, agir localmente” pode ser vislumbrado, onde o se lamentar por não fazer tudo perde espaço pela alegria de se fazer o que está ao alcance, que abrimos mais uma edição deste periódico.

EXPEDIENTE

Este boletim é patrocinado por:

Este boletim é uma publicação do Movimento Nós Podemos Santa Catarina (MNPSC) Secretaria Estadual - Instituto Primeiro Plano Rua João Pinto, 30 – Ed. Joana de Gusmão sala 803 Centro – Florianópolis/SC CEP 88010-420 • Fone (48) 3025-1079/3025-3949 sec.mnpsc@gmail.com

A secretaria do MNPSC tem patrocínio de:

Editor Rafael Gué Martini (Mte/SC 02551-JP) redação Rafael Gué Martini Projeto gráfico: Maria José H. Coelho

Parceiros

Diagramação: Cristiane Cardoso CAPA: Foto Cristiane Cardoso revisão: Regina May de Farias Conselho Editorial: Ana Maria do Vale Pereira (IVA), Cheila Zortéa (FMSS), João Batista Thomé (UNIVILLE), Márcia Battistella (SDS), Mario Correa de Sá e Benevides (Tractebel), Odilon Faccio (IPP), Rafael Gué Martini e Sandro Silveira (CAIXA). Encaminhe suas sugestões: comunica.mnpsc@gmail.com Tiragem: 3.000 Gráfica: Agnus

...2

http://nospodemos-sc.org.br/

www.facebook.com/ NosPodemosSC

@NosPodemosSC

nospodemos sc

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


bem-vindos ao movimento

Confira os novos integrantes do Nós Podemos SC Associação Beneficente Abadeus “A Abadeus aderiu ao Movimento Nós Podemos SC, pois acreditamos que uma sociedade mais justa e solidária será alcançada por meio de ações coletiva, como os ODM, visando o equilíbrio do desenvolvimento humano, socioambiental e econômico.” Shirlei Monteiro, Diretora Executiva

Clube Soroptimist Blumenau “Nossa missão é empreender esforços para que mulheres e meninas tomem controle de suas vidas e vivam seus sonhos, o que está de acordo com as metas do ODM 03 - Igualdade entre os sexos e Valorização da Mulher” Maria Goretti Steil, Presidente

AGENDE-SE 13 e 14/09 Seminário Catarinense de Agroecologia e Produção Orgânica Iniciativa da Frente Parlamentar Mista pelo Desenvolvimento da Agroecologia e Produção Orgânica, com realização da Ação da cidadania, contra a fome, a miséria e pela vida. Local: Centro de Formação Sul da CUT - Ponta das Canas/Florianópolis seminarioapo@gmail.com (48) 3039-0013 ou 3039-0113 www.seminarioapo.com.br

24/09 - Seminário Social Good Brasil 2013 Com o tema Inovação Social em uma Sociedade Conectada, o seminário reunirá 280 formadores de opinião e tomadores de decisão do Brasil. Destaque para palestra de Kriss Deiglmeier, diretora do Centro de Inovação Social de Stanford University. O seminário será transmitido ao vivo pela internet. Local: Teatro Vivo - Avenida Doutor Chucri Zaidan, 860 – Itaim Bibi, São Paulo/SP (48) 3222-5127 sgb@socialgoodbrasil.org.br Confira os detalhes: socialgoodbrasil.org.br/ seminario

29/10 a 01/11 II Fórum Mundial de Desenvolvimento Econômico Local Promovido pelo PNUD, em parceria com o Fundo Andaluz de Municípios pela Solidariedade Internacional (Famsi), Itaipu Binacional e Sebrae Nacional. Participam do fórum organizações da sociedade civil, agências de desenvolvimento, representantes dos governos municipal, estadual e nacional, além do setor privado. A proposta do encontro é discutir e promover a construção de políticas públicas de desenvolvimento econômico local. Local: Hotel & Resort Mabu Thermas Avenida das Cataratas, 3175 / Foz do Iguaçu-PR pre@foromundialdel.org www.foromundialdel.org ...3

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


odm em SC

O IDHM em Santa Catarina Florianópolis é a capital da qualidade de vida

Por rafael gué martini*

...4

Recentemente, o PNUD lançou o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, uma plataforma de consulta ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), com dados de 5.565 municípios brasileiros. A plataforma também apresenta mais de 180 indicadores de população, educação, habitação, saúde, trabalho, renda e vulnerabilidade, com dados extraídos dos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010. O IDHM leva em conta o desempenho em educação, expectativa de vida e renda e varia numa escala de 0 a 1, onde 1 é o mais avançado. A escala de desenvolvimento é dividida em cinco faixas: muito baixo (0 - 0,499), baixo (0,500 - 0,599), médio (0,600 a 0,699), alto (0,700 - 0,799) e muito alto (0,800 - 1). Santa Catarina é o estado brasileiro com a 2ª melhor colocação, com o índice de 0,774, e Florianópolis é a capital com o melhor IDH entre as 27 do país, com 0,847. Outras cidades catarinenses que se destacaram foram Balneário Camboriú, que ficou em 4˚ na colocação geral e dividiu o título de campeã nacional em longevidade com Brusque, Rio do Sul e Blumenau, todas com 0,894 (expectativa de 78,64 anos). Entre os 100 melhores municípios para se viver no país, 22 são catarinenses. Outro aspecto positivo é que 232 municípios em SC

têm desenvolvimento alto ou muito alto (acima de 0,700), de um total de 293 avaliados. Isso significa que 79% das cidades de nosso estado possuem uma média, entre expectativa de vida, educação e renda, alta ou muito alta. O resultado indicou que não há nenhum município com IDHM baixo ou muito baixo. Este é um aspecto muito positivo a ser comemorado, mas é preciso olhar além da média e fazer algumas análises. Observando os mapas da situação de cada um dos três indicadores, vemos que a longevidade é o que está melhor e puxa a média para cima - quase a totalidade dos municípios está na faixa muito alta.

Por outro lado, a educação é o único indicador que possui três municípios na faixa muito baixa. A diferença entre o melhor colocado (0,800) e o pior (0,455) é de 75%. Isto demonstra uma grande desigualdade neste aspecto e aponta esta como uma área prioritária para o investimento. Outra observação importante é que apenas um munícipio atingiu a faixa de desenvolvimento muito alto em educação, ainda no limite inferior. Há também uma visível concentração dos piores índices nas regiões centrais do estado, caracterizando como o indicador menos homogêneo de todos.

Munícipios de SC por faixa de IDHM

11 61

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013

Muito alto

221

Alto Médio


odm brasil

IDHM 2010 Santa Catarina Educação

3

1 47

68

Muito alto Alto Médio Baixo Muito Baixo

177

IDHM 2010 Santa Catarina RENDA

Acesse o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013 e faça suas análises: www.atlasbrasil.org.br

Fontes: http://atlasbrasil.org.br/2013/o_atlas/o_atlas_ http://noticias.uol.com.br

Em relação à renda também há uma disparidade, mas a grande maioria dos municípios está na faixa de desenvolvimento alto (226 municípios) e nove atingiram o patamar muito alto. Os demais encontram-se na faixa média, o que indica uma distância menor entre os municípios neste aspecto. Mesmo assim, a diferença entre aquele com a menor renda (Calmon) e a

maior (Florianópolis) é de 40%. O Atlas Brasil 2013 facilita o manuseio de dados e estimula análises, oferecendo recursos simples e amigáveis para a disponibilização de informações. É possível, a partir destas observações gerais, se aprofundar nos seus mais de 180 indicadores para ir descobrindo novos aspectos de nosso estado.

Um exercício que pode ser praticado pelas prefeituras para, a partir da análise, traçar objetivos e metas concretas de melhora que possam ajudar a elevar o índice geral e possibilitar o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em todos os nossos municípios. Para isso, basta a observação atenta e vontade política das administrações.

*Jornalista, mestre em educação e educomunicador.

...5

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


odm em sc

O segredo do sucesso

henrique martins

Florianópolis e Balneário Camboriú na frente em qualidade de vida

Balneário Camboriú ficou entre as campeãs em longevidade no país Entre as cinco cidades com os melhores IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) figuram duas catarinenses: Florianópolis (3ª) e Balneário Camboriú (4ª). O maior destaque de Florianópolis foi na educação (5ª nacional), única cidade da Região Sul em que este índice atingiu a faixa de muito alto. Balneário Camboriú se destacou em longevidade, atingindo o valor máximo entre as cidades brasileiras. Para o secretário de Educação da capital, Rodolfo Pinto da Luz, o desempenho é fruto dos investimentos na área. “Fazemos um trabalho intenso de capacitação. Professores, funcionários, faxineiros e serventes são capacitados e treinados sistematicamente para exercer a função”, justifica o secretário, que é Ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e titular da pasta há quase uma década. Ele exerceu a função durante dois mandatos do PMDB e acabou sendo convidado pelo atual prefeito, César Souza Júnior (PSD), para continuar o trabalho. Além do foco no aprimoramento do pessoal, ele destaca a realização periódica de concursos para substituir os professores e a melhoria constante das estruturas físicas das escolas. A continuidade também pode ser um fator determinante, porque significa constância nas políticas e possibilidade de planejamento de longo prazo. ...6

No entanto, avaliando o desempenho em longevidade Floripa cai para a posição 147 no Brasil. Faltaria à cidade instituições de medicina de ponta que possibilitaria atenção mais adequada ao público da terceira idade. Com relação a renda per capita média dos moradores de Florianópolis, o estudo mostra que ela praticamente dobrou um duas décadas: o crescimento foi de 95,03% de 1991 a 2010. Mas, para alguns, isso reflete em um custo de vida muito elevado, com produtos que chegam a custar o dobro do valor de outras capitais, como a vizinha Porto Alegre. Em Balneário Camboriú, renda e longevidade vão muito bem, mas a educação foi o único dos três critérios que não atingiu a faixa de muito alto, ficando em 0,789. Embora continue sendo um resultado ótimo, comparando com as demais cidades do país, indica que há espaço para melhoras. Além dos méritos das cidades em chegar aos maiores patamares de qualidade de vida do Brasil, é preciso continuar buscando metas cada vez mais elevadas. Estagnação não faz bem a ninguém. Fontes: http://www.terra.com.br/portal/ www.noticias.uol.com.br

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


odm brasil

Acordo reforça iniciativas pelo alcance dos ODM até 2015 Petrobrás repassará R$ 8 milhões para PNUD promover a municipalização Os esforços do Brasil para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015 ganham um reforço: um aporte de R$ 8 milhões que será feito pela Petrobras ao Projeto ODM Brasil 2015. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade e a Secretaria Geral da Presidência da República, além de parceiros ligados à iniciativa privada: Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Furnas, Petrobras e Sebrae. O Projeto ODM Brasil 2015 tem como foco a municipalização, em especial nas cidades de até 20 mil habitantes e que apresentam quadro ainda preocupante em relação às metas. O Projeto tem três eixos de atuação: produção de conhecimento, ampliação das capacidades municipais e a incorporação dos ODM nas políticas federais.

“Este aporte reforça nossa capacidade de alcance destes municípios mais necessitados e dá escala às iniciativas que queremos implementar nesta reta final, para que o Brasil consiga mostrar ao mundo que é capaz de cumprir todas as metas assumidas na Declaração do Milênio”, diz Jorge Chediek, Coordenador do Sistema ONU no Brasil. Os prefeitos e sociedade civil têm sido encorajados a estabelecer ou a integrar núcleos de promoção dos ODM – com base nas estruturas estaduais do Movimento Nós Podemos. Outra iniciativa de municipalização dos ODM é a Agenda de Compromissos (www. agendacompromissosodm.planejamento.gov.br/), que tem como objetivo ajudar no monitoramento dos indicadores e na melhoria da qualidade de vida dos municípios. Fonte: www.pnud.org.br

5˚ Prêmio ODM Brasil Santa Catarina fica em 5˚ lugar em projetos inscritos Um total de 1.090 projetos foram inscritos no 5˚ Prêmio ODM Brasil, sendo 804 de organizações e 286 de prefeituras. Santa Catarina ficou em 5˚ lugar em número de projetos, com 45 de organizações e apenas 2 de prefeituras. O resultado indica que as prefeituras não estão mobilizadas para o alcance dos ODM, quadro que se pretende reverter com as ações previstas no planejamento do Movimento Nós Podemos para 2013/2014. Do total de projetos, 60 serão selecionados e visitados por técnicos do Instituto de Pesquisa Econô-

mica Aplicada (Ipea), da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e de Ministérios e receberão certificado de finalista. Destes, 30 serão premiados e receberão o troféu do Prêmio. A cerimônia de premiação ocorrerá em 2014. Fonte: www.odmbrasil.gov.br

...7

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


municipalização

ODM desfilam em Brusque Evento de aniversário da cidade usou ODM como tema O município de Brusque comemorou seus 153 anos com objetivos bem claros: os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Seu desfile de aniversário demonstrou as atitudes da sociedade local que estão ajudando a mudar o mundo. Sob o tema “Brusque, comprometida com os 8 jeitos de mudar o mundo”, o evento tradicional da cidade trouxe para a rua a experiência do Selo Social - ato de reconhecimento da Prefeitura de Brusque aos esforços de empresas, órgãos públicos e organizações não-governamentais para o alcance dos ODM. Presente no evento, o assessor da Secretaria-Geral da Presidência da Republica, José Claudenor Vermohlen, elogiou o desfile e a mobilização. “O poder público tem um papel importante para atingir os ODM, mas se não mobilizar a sociedade civil, eles não serão atingidos. Brusque está sensibilizada e focada para superar seus limites e solucionar problemas, contribuindo com os objetivos”, avaliou. O desfile contou a participação de estudantes de 25 escolas municipais, que apresentaram exemplos de ações alinhadas com cada um dos ODM, além de 46 grupos representando as empresas, entidades e órgãos públicos que já receberam o Selo Social e representantes dos 36 inscritos para a edição de 2013 do prêmio.

“Vamos trabalhar ainda mais, para que nos próximos anos, nossos números sejam cada vez melhores e nossa cidade sempre mais feliz”, concluiu o prefeito Paulo Eccel. Fonte: http://www.brusque.sc.gov.br

Novo comitê em Jaraguá do Sul Município terá grupo de mobilização pelos ODM Com a participação de representantes da UNIMED Jaraguá do Sul, Associação Catarinense de Conselheiros Tutelares (ACCT) e a presença do Secretário Institucional Adjunto do Movimento Nós Podemos SC, Dilmar Franchini, foi institucionalizado o Comitê Municipal de Jaraguá do Sul/SC. A Secretaria de Mobilização Municipal será representada por Andreia, Cátia e Gabriela da UNIMED e a Secretaria Institucional Municipal por Débora e Maria Dolores da ACCT. Os presentes puderam conhecer a proposta de articulação e propagação de ações do Nós Podemos SC em prol dos ODM. ...8

Parabéns a todos os envolvidos nesta conquista.

Equipe de formação do Nós Podemos Jaraguá do Sul Nós Podemos Jaraguá do Sul Cátia Hoeft: (47) 2106-2200 | catiam@unimedsc.com.br

Débora Pereira: (47) 2106-2200 | deborones@gmail.com

BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


odm em sc

Jovens rurais recebem capacitação sobre os Objetivos do Milênio Evento integrou atividades pelo Dia Internacional da Juventude O secretário executivo do Movimento Nós Podemos Santa Catarina e secretário adjunto do Nós Podemos Brasil, Odilon Luís Faccio, participou da 9ª alternância do programa SC Rural, realizada no Centro de Treinamento da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de SC). A iniciativa é uma ação da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, em parceria com a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), além de outros órgãos do Estado. Participaram da capacitação 22 jovens entre 16 e 29 anos de três cidades catarinenses: Major Gercino, Angelina e Leoberto Leal. Na visão de Faccio, os objetivos do milênio podem ser entendidos como um caminho em direção à sustentabilidade: “O mundo tem jeito. Se temos uma boa causa, basta trabalhar junto que a gente consegue”, afirmou aos jovens. A SOL participa do programa oferecendo capacitação aos jovens rurais, com o objeti-

vo de apresentar o turismo rural como uma alternativa de geração de renda para evitar o êxodo rural. A Analista de Relações Internacionais da SOL, Ariane Emí Nakamura, destaca a importância de abordar os Objetivos do Milênio no SC Rural, já que o evento foi a única atividade realizada no Brasil selecionada pela ONU para integrar o mapa de eventos que marcaram o Dia Internacional da Juventude, celebrado em 12 de agosto.

Nossa Riqueza | As pessoas que fazem o Nós Podemos SC Motivação

Comprometimento Pessoal. Acredito que esta é a principal premissa para se trabalhar em prol dos ODM, é apenas pelo exemplo de cada um de nós, indivíduos ou instituições, que conseguiremos construir ações que realmente façam a diferença para as mazelas sociais que comprometem a qualidade de vida do planeta. Ações

ADELITA ADIERS Consultora de Responsabilidade Social da FACISC - Federação das Associações Empresariais de SC Caçador - SC

Além da minha participação em diversos projetos da FACISC, pessoalmente, em todas as oportunidades profissionais (palestras, aulas, reuniões, oficinas) procuro apresentar e discutir a temática dos ODM, pois em alguns setores/regiões ela ainda é pouco difundida ou implementada. Resultados

Oportunidade de apresentar e discutir os ODM junto ao setor empresarial; Conexão entre as ações da FACISC e os ODM; Contribuição à gestão e planejamento de atividades do Nós Podemos SC.

Muitas coisas não ousamos empreender por parecerem difíceis; entretanto, são difíceis porque não ousamos empreendê-las.” Sêneca ...9 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


INTERATIVIDADE

Dicas para o milênio Links, Aplicativos, Cultura e Produtos para ajudar nas metas do milênio Relatório Relatório com as Fontes de Recurso para o Terceiro Setor O PMO ESAG/UDESC, escritório que auxilia a elaboração de projetos de interesse público, divulgou o relatório de fontes de recursos disponíveis para o terceiro setor do mês de julho 2013. A lista de fontes está dividida por áreas – como saúde, educação, turismo, e traz informações sobre o critério de seleção, objetivos, prazos e também a instituição concedente do recurso. Faça o download do relatório em PDF: http://bit.ly/1dzkO8l

Relatório

“O Futuro Sustentável que queremos”

Vídeo

VT Nós Podemos SC

O Relatório Anual 2012 do PNUD Brasil traz um balanço dos principais projetos, iniciativas e atividades que contaram com a participação e apoio do PNUD no ano passado. Mostra o trabalho pela promoção do desenvolvimento humano sustentável e, em especial, dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

A turma da disciplina de Fotografia para Cinema, do curso de Fotografia da UNIVALI Florianópolis, realizou um VT para divulgar o Movimento Nós Podemos SC nas televisões do estado e pela internet. O trabalho foi coordenado pelo professor Rafael Gué Martini e teve o acompanhamento da Secretária de Comunicação do Movimento, Cheila Zortéa.

Confira no link http://bit.ly/1fgsURn

Assistam e divulguem em suas redes: http://bit.ly/1dzlZ7E

...10 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013

Cartilha Municípios fortes, Brasil Sustentável Publicação da Secretaria de Relações Institucionais e da Secretaria-Geral da Presidência da República que busca facilitar a utilização da A genda de C o m p ro m i s s o s dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - Governo Federal e Municípios 20132016. O objetivo é auxiliar na implementação dos programas e políticas do Governo Federal, que uma vez desenvolvidos, contribuem para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio a nível local. Disponível em: http://bit.ly/14oVkHf


campanha

8 Jeitos de Mudar o Mundo Luciano Martins - artista plástico O Artista Plástico Luciano Martins aderiu à campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo promovida pelo Movimento Nós Podemos. Para Luciano, participar da campanha é ajudar a conscientizar as pessoas. “É aquela velha frase: se cada um de nós fizer um pouquinho, conseguiremos transformar o mundo para melhor”. Por que você aderiu à Campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo? Se o meu nome e a minha arte podem contribuir para uma boa causa, jamais ficarei de fora. Sou muito agradecido por tudo de bom que tem acontecido na minha vida, e participar de projetos assim, é como um agradecimento a Deus e às pessoas que me querem bem, e claro, às que precisem da minha ajuda.

Você acredita que o Brasil tem jeito? Claro que sim. As pessoas finalmente parecem ter acordado para os problemas do nosso país, e isso está refletido nas manifestações públicas, nas redes sociais... Vivemos num país lindo, de um povo trabalhador, solidário, que apesar das dificuldades nunca baixa a cabeça e desiste. Merecemos um país mais justo, e estamos no caminho. Qual é o seu jeito de mudar o mundo? Tento mudar nas pequenas coisas do dia a dia. Sendo gentil com todo mundo, reciclando lixo, economizando água, participando de atividades sociais... No meu próprio trabalho como artista plástico já procuro levar uma mensagem otimista e feliz para as pessoas. Acho que é por aí...

Que resultados você espera desta iniciativa? Conscientizar as pessoas. É aquela velha frase: se cada um de nós fizer um pouquinho, conseguiremos transformar o mundo para melhor.

“Não pense que não pode ajudar. Você só precisa ser um elo dessa corrente do bem! A força está na soma de nossas ações”.

Doe e ganhe brindes! Todo mundo pode colaborar com nossa campanha, inclusive com doações em dinheiro. Acesse o Portal Social no link www.portalsocial.org.br e doe a partir de R$ 10,00. Doações acima de R$ 100,00 dão direito a um brinde exclusivo da Uatt? Dá uma olhada. ...11 BOLETIM INFORMATIVO - NÓS PODEMOS SANTA CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013


campanha

Personalidades que abraçaram a causa

Fotos: Lio Simas

Além do artista Luciano Martins, confira as novas personalidades que estão abraçando a nossa campanha

Teco Padaratz - Surfista profissional Istepôs Futebol Americano - Equipe de Florianópolis

Jeferson Della Roca Maestro da Camerata Florianópolis

Participe você também da Campanha como participar Pessoas Físicas - Acesse o Portal Social (www.portalsocial.org.br) e faça sua doação a partir de R$ 10,00. Doações acima de R$ 100,00 valem um brinde da Uatt? Pessoas Jurídicas – Doações a partir de R$ 5.000,00 via Portal Social. Sua logomarca entrará para o hall de doadores da campanha. Seja Embaixador – Abrace um dos 8 ODM e receba o título de embaixador em Santa Catarina. As empresas ou pessoas físicas que desejarem se tornar um dos 8 embaixadores da campanha, deverão doar R$ 8.000,00 via Portal Social e reservar previamente o ODM junto à coordenação da campanha. Indique uma Personalidade – Indique uma personalidade que você conhece para abraçar a campanha e ser fotografada (personalidades@nospodemos-sc.org.br). ...12

Seja um Patrocinador – Existem apenas duas cotas de patrocínio, cada uma no valor de R$ 50.000,00. Quer ser um dos patrocinadores? Entre em contato com a BOLETIM INFORMATIVO NÓSsaber PODEMOS CATARINA. No16 AGOSTO/SETEMBRO 2013 coordenação -para mais SANTA (patrocinio@nospodemos-sc.org.br).

Rafael Biasotto Diretor da UATT? O objetivo da campanha é sensibilizar o público catarinense para o alcance dos ODM em Santa Catarina e arrecadar recursos para financiamento de 8 projetos ligados a esta causa em 2014.

Coordenação da Campanha Clarissa Iser nospodemos-sc@nospodemos-sc.org.br contato@nospodemos-sc.org.br (48) 3025-6793 ou (48) 8834-1595 A campanha está nas redes sociais e em nosso site:

nospodemos-sc.org.br/

Boletim Nós Podemos - agosto 2013  

Boletim do Movimento Nós Podemos SC - Nº16 - agosto de 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you