Page 1


voz para você

Como

crianças que correm atrás do vento, assim nos comportamos em relação à felicidade. O ser humano sempre buscou esse estado psicológico de “plenitude”, o que iniciou uma discussão que se arrasta há muito tempo e parece estar longe de chegar ao fim. Praticamente todos os dias somos bombardeados com a ideia que devemos nos curvar e adorar a felicidade, como se buscá-la fosse o sentido da nossa existência, a coisa certa a se fazer. A questão é: Sabemos realmente o que é felicidade? Devemos correr atrás dela ou ela se achegará a nós? E se formos felizes, então tudo dará certo para nós?

Você em Alta Voz. Faça parte da Voz de Esperança. Envie sua sugestão de matéria, opiniões e comentários. Você pode estar na próxima edição! voz@primeiraieq.com.br primeiraieqcuritiba

para refletir 3 reticências 4 sabor & cia 5 vida & saúde 6 curta mais 8

fé ciência 9 sociedade 10 comportamento 11 capa 12 especial 16

fatos & fotos 18 minha história com ele 20 tempo de criança 23 agenda 25 espaço cultural 26 fala pastor 26

EXPEDIENTE Diretor Executivo Pr. Eduardo Zdrojeswski Coordenação Executiva Fernando Klinger

Projeto Gráfico Emerson R Batista Arte e Diagramação Emerson R. Batista

Jornalista Responsável Mônica Amorim Revisores Roberto Bueno e Tarcísio Regert

Fotografia Geral Evandro Takemiya Tiragem 25.000 exemplares

CTP e Impressão Nova Gráfica 41 9198.5210


para refletir Você já experimentou aquela sensação de euforia e de bem estar ao abrir um pacote contendo uma mercadoria nova? Mas depois de algum tempo, como um balão de festa, toda aquela energia e deslumbramento se esvaiu? Vivemos em uma sociedade materialista, dominada pela propaganda do “TER PARA SER” aonde realmente o maior problema “não é tanto a abundância de coisas como nossa escravidão a elas”. (David Wong) O sábio Salomão tratou com muita propriedade este tema, a Bíblia afirma que tudo o que seus olhos desejaram ele possuiu. (Ecl. 2.4-10). Mas, no final de sua vida, ele fez algumas colocações que cabem muito bem em nossos dias e que nos ajudarão a encontrar a verdadeira alegria e paz interior, se as observarmos: (Ecl. 2.10-14; 3.1-13). VIVA CADA DIA E ENTENDA QUE HÁ TEMPO PARA TODAS AS COISAS A ansiedade consumista pode nos levar a querer ter coisas fora do tempo oportuno, gerando problemas pessoais e familiares. Jesus nos ensinou: “Basta a cada dia as suas preocupações”. (Mt 6.34)

O PRAZER DAVIDA JANE CAMARGO

PASTORA E LIDER DO MEI

CUIDADO PARA NÃO CORRER ATRAS DO VENTO! Dar demasiada atenção às coisas materiais nos torna escravos de uma busca desgastante e inútil. Hoje você vibra com o celular novo, o moderno eletrodoméstico, a bolsa de grife, os últimos lançamentos, mas amanhã tudo será parte do passado, se estas coisas te dominam, você nunca se satisfará plenamente. SEJA SÁBIO, AVALIE CUIDADOSAMENTE AS CONSEQUÊNCIAS DE SUAS ESCOLHAS! Salomão afirma “que o louco não tem nada que guie sua razão nem controle suas posições enquanto caminha cegamente tateando em dese-

jos desenfreados”. Mas o sábio tem seus olhos bem abertos. Não se deixe levar pelos apelos e promessas mentirosas propagadas pela mídia. Ore e avalie regularmente seu estilo de vida. VALORIZE OS RELACIONAMENTOS E AS COISAS SIMPLES DA VIDA Na busca pelos bens, muitas vezes nos esquecemos das pessoas e dos relacionamentos humanos, que são um grande tesouro. Reflita: Se você tivesse apenas um mês para viver, o que você priorizaria? Adquirir coisas ou relacionar-se com as pessoas que Deus colocou em sua vida? “As posses em si são neutras. Não são nem certas nem erradas. É o tipo de relacionamento que desenvolvemos com elas que as torna úteis ou prejudiciais”. (D. Wong) O CAMINHO DA FELICIDADE É TER UMA VIDA FOCADA EM DEUS E NO SEU REINO! Ao final do livro de Eclesiastes, Salomão afirma: “De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos, porque este é o dever de todo homem”. (Ec 12.13) Tudo o que temos e somos deve ser usado para uma vida que sirva aos propósitos celestiais. Lembre-se, Deus quer abençoá-lo para que você seja uma bênção na vida de outras pessoas. Alguém disse: “Aquele jovem era tão pobre, tão pobre, que o que tinha era só dinheiro”! A verdadeira riqueza está em uma vida pautada em Deus e na sua Palavra, com obras que O agradam. Somente estes tesouros nos seguirão na eternidade. É sua responsabilidade administrar sua vida com sabedoria porque no final você dará contas dela para o seu Criador.


reticências

autocontrole é, antes de tudo, o “ Ocontrole da mente. O que semeamos em nossas mentes, colhemos em nossas ações.” John Stott

Pastor e teólogo britânico. 1921 · 2011

nosso maior medo não deve ser do “ Ofracasso, mas ter êxito nas coisas da vida que realmente não importam.” Francis Chan

Pastor, escritor e educador americano

Compare o que você tem com o que “ você merece, e o contentamento chegará.”

Josemar Bessa Pastor e músico


sabor & cia

Liquidificador torta

Naquele dia o telefone tocou e eu mal sabia que seria um dia de aventura. Era uma amiga pedindo um grande favor: “faz dois empadões para a festa de aniversário do meu filho”? Detalhe, a festa seria naquele mesmo dia. Decidi ajudá-la e só pedi para que ela comprasse os ingredientes. Enquanto fazíamos a lista, ela perguntou sobre alguns produtos específicos, inclusive a tal da margarina. Falei que poderia ser qualquer uma, afinal, não tinha muita experiência e queria que ela economizasse. Quando comecei a dar “liga” na massa do empadão, senti algo diferente. Não conseguia dar o ponto e a massa ficou igual de pão, parecia cola e não dava textura, achei que o motivo era a vasilha úmida que estava usando para amassar a massa. O que eu fiz? Descartei aquela massa e da outra vez utilizei uma vasilha seca, o que acabou não dando muito certo também. (Hoje já sei que o problema não era a vasilha estar úmida ou seca, até porque, alguns cozinheiros usam até água para fazer a massa do empadão). Já estava chegando perto da festa de aniversário, eu não tinha feito nada, e além disso tinha estragado todos os ingredientes. Me apavorei. Liguei para uma amiga cozinheira mais experiente e contei tudo o que tinha acontecido, a reação dela foi imediata: “Você não usou margarina com 20% de lipídios, né?” Fui olhar a embalagem e lá estavam os 20% de lipídios que tornaram o meu dia numa aventura. Eu estava sem dinheiro para comprar outra margarina, precisava ajudar uma amiga, e o que me restava era o recheio do empadão. O que fazer? Liguei para minha irmã e ela resolveu meu problema com essa receita que estou compartilhando com vocês, a torta de liquidificador, simples e barata. Fiz a receita pela primeira vez e levei à festa, ficou uma maravilha, foi sucesso absoluto.

Ingredientes 1 copo (200 ml) de leite, 1 copo (200 ml) de óleo, 1 copo (200 ml) de trigo, 1 copo (200 ml) de amido de milho, 3 unidades de ovo, 3 colheres (sopa) de queijo ralado parmesão, 1 colher (chá) de fermento químico em pó Modo de Preparo 1 peito de frango cozido e desfiado, cebola, alho, extrato de tomate azeitonas sem caroço, sal a gosto 1. Bata muito bem no liquidificador o leite, o óleo, o trigo, o amido de milho, os ovos e o queijo ralado. 2. Com o liquidificador desligado, acrescente uma colher de chá de fermento e misture manualmente. Reserve a massa. 3. Refogue todos os ingredientes do recheio e deixe esfriar bem. 4. Unte com óleo uma fôrma grande, e polvilhe com farinha de trigo. Coloque a maior parte da massa. 4. Por cima desta massa que está untando a forma, coloque o recheio. 5. Espalhe o restante da massa (não tem problema se não cobrir todo o recheio, pois o recheio desce um pouco e a massa que está por baixo cresce) 6. Leve ao forno médio, pré-aquecido, e deixe assar por 30 minutos.


vida & saúde

AS APARÊNCIAS ENGANAM COMUNICAÇÃO PRIMEIRA IEQ

Além dos brinquedos, giz de cera e dos coleguinhas de escola, o achocolatado também é um dos maiores companheiros das crianças, se tornando personagem presente na infância. Para alguns, o achocolatado é considerado o melhor aliado na fase de crescimento dos pequenos, já que existe a crença que o achocolatado é uma opção prática, segura e nutritiva. Essa ideia do achocolatado ser um “alimento bom” pode ser associado às propagandas e embalagens que anunciam no produto vitaminas e minerais que substituem uma ou mais refeições. Apesar dessa propaganda positiva, é preciso ter cuidado, pois você pode estar levando um vilão para casa. Sobre essa questão, profissionais da área de saúde alertam os pais para que analisem os rótulos dos achocolatados, pois a realidade é bem diferente do que a anunciada nas embalagens. Ao analisar os ingredientes listados no rótulo, percebe-se alguns agentes no produto alimentício que em nada são favoráveis a saúde, como o açúcar, gordura, sódio e uma porção de aditivos químicos, como conservantes, flavorizantes e aromatizantes. Nessa fase é comum as crianças se sentirem atraídas pelo achocolatado e substituírem refeições importantes pela bebida açucarada. Jéssica Fernandes tem uma filha de 5 anos, que tem um companheiro inseparável, “ela tomava achocolatado diariamente

c t l a e g m t m a c a c d v a c a d d n b P P c l d m p e a c t p d ç d g s d


z é s a e e a ” m s , m e m s e o s m o a o -

s o a m m e

como se fosse um mamá”, conta. Já o pequeno João de 3 anos, lembra do “amigo” logo quando acorda. “Nem bem abriu os olhos e já pede pelo achocolatado, ele gosta de comer puro com a colher, mas eu fico preocupada e por isso tenho tentado controlar mais”, comenta a mãe. E ela está correta ao ser prudente, pois de acordo com a nutricionista Nadia Cozzi, as crianças que ingerem vários copos de achocolatado por dia podem sofrer consequencias negativas em relação a saúde. “O açúcar além de viciar o paladar, quando consumido em excesso predispõe a criança a doenças crônicas como diabetes, colesterol alto e obesidade”, explica a nutricionista. Além de prejudicar o organismo da criança, o açucar também pode afetar a saúde bucal. Para a cirurgiã-dentista, Denise Pazin Yamamoto, o mal está no consumo em excesso do achocolatado e a má higinenização dos dentes. “O açucar eleva o ph do meio bucal tornando o meio propício para desmineralização do esmalte e serve como substrato, alimento para as bactérias que causam lesões de cárie”. Ela orienta que seja feita a escovação sempre que possível após a ingestão do achocolatado e que a higienização dos dentes seja acompanhada dos pais. Para quem não sabe, alguns achocolatados possuem em sua composição cerca de 80% de açúcar, porcentagem maior do

que a de cacau, o principal componente da bebida. Por isso, uma sugestão da nutricionista Nadia Cozzi, é que o pais substituam o achocolatado pelo cacau. “O cacau possui diversas vitaminas e minerais como cálcio, fósforo, ferro, potássio, sódio, vitamina C e vitamina E. Contém também proteínas e seu valor calórico é definitivamente muito mais baixo em relação ao chocolate em pó ou achocolatado” explica. A pequena Gabriella de 5 anos, sofria de fortes dores na cabeça, quando diagnosticada com enxaqueca, a médica proibiu imediatamente o consumo do achocolatado. Isso porque o chocolate contém tiramina, substância que libera a prostaglandina, hormônio responsável pela sensação de dor. Agora, a menina teve sua alimentação transformada, tendo acesso apenas a alimentos saudáveis. Vitor Hugo, de 3 anos, também é adepto desse tipo de alimentação regida pro frutas e verduras, é até difícil acreditar que ele nunca tomou achocolatado, isso devido a postura consciente de sua mãe. “Os pais são os responsáveis pelo formação do paladar dessa pessoinha que está se desenvolvendo”, afirma Nadia. Além disso, o menino também não gosta de lanches calóricos e sempre opta por algo mais saudável, mostrando que desde cedo aprende-se a saborear e ficar satisfeito ao consumir alimentos saudáveis. Viu como é possível?

1965 - 2014

RUMO AO JUBILEU DE OURO

Integralização dos Créditos em

Teologia Para quem? Pessoas que já concluíram o Curso Livre em Teologia, o ITQ por exemplo. Diploma Bacharel em Teologia, reconhecido pelo MEC.

VESTIBULAR AGENDADO

Aulas Sábado das 8h às 17h (quinzenais); ou toda terçafeira das 19h15 às 22h30. Período Um ano letivo.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE CURSOS, DATAS E VALORES, ACESSE:

cvq.com.br R. São Francisco, 204. CENTRO. CURITIBA. PARANÁ TEL 41.3324.0413 INFO@CVQ.COM.BR


curta mais

Smartphone, os seus problemas acabaram O maior problema dos smarthphones, apontado pelos usuários, é a duração da bateria. Mas, e se a bateria do seu smartphone conseguisse sair de 0% a 70% de carga em apenas dois minutos, ainda seria um problema ter que carregá-lo? Esse “sonho de consumo” para quem utiliza esse tipo de aparelho está perto de se tornar realidade. De acordo com as pesquisas da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, isso pode acontecer já em 2016. A novidade pode revolucionar o mercado de smartphones e de eletrônicos em geral que precisam de baterias para funcionar. Além da agilidade na carga, outro benefício é o aumento significativo da vida útil das baterias. Atualmente as baterias dos smartphones aguentam 500 ciclos de recarga até começarem a apresentar problemas; com a nova tecnologia, elas poderão ser recarregadas mais de dez mil vezes, o que garantiria o funcionamento por quase 20 anos.

Jogos “sérios” podem salvar o mundo Aproveitando a onda dos “jogos virtuais”, o Ministério das Comunicações lançou um edital para incentivo de games com um tipo de linguagem que ainda tem muito a ser explorada no país, a dos serious games. Esse tipo de jogo não tem como objetivo apenas o entretenimento, mas o propósito é servir como conteúdo “sério” para quem está jogando. Alguns exemplos citados é que ele seja apresentado como uma campanha política para conscientizar as pessoa sobre o assunto, uma noticia jornalística, uma ferramenta de ensino para professores, entre outras formas. A designer de games, Jane McGonigal, defende a ideia que os jogos sérios podem mudar o mundo. Para ela, além de servirem para educação e conscientização, os jogos colaborativos com temas sérios podem estimular a criação de redes de jovens em prol de boas causas. Topa mudar o mundo jogando?


fé & ciência

D E S C E N D E N T E S

D E

E VA

Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou GN 1.27

Há vários anos tem saído reportagens e estudos científicos que demonstram, através de estudos do DNA, que todos descendemos de uma Eva e de um Adão primordial. Porém, estes estudos com enfoque somente cientifico parecem apoiar, ou pelo menos tentam apoiar a teoria da evolução. Esse enfoque era esperado em se tratando de estudos científicos, pois se sentem menores, cientificamente falando, se colocarem Deus nessa “equação”. Nem todos agem assim, por exemplo: Francis Collins, diretor mundial do projeto Genoma, escreveu o livro DNA, a linguagem de Deus. Ele é um cristão convicto e assim milhares de outros agem igualmente. Vejam uma frase dele: “Uma das grandes tragédias de nosso tempo é a impressão criada de que ciência e religião precisam estar em guerra.” Mas, o que eu quero é mais uma vez trazer à luz aquilo que as Escrituras sempre trouxeram e a ciência aos poucos vai desvendando. Mais uma vez, a conclusão é que todos nós (os 7 bilhões de seres humanos da Terra) tivemos origem de uma única mãe e de um

único pai. Isto está ligado ao nosso DNA, um pedacinho específico do DNA da primeira mulher e do primeiro homem estão impregnados no nosso núcleo celular. Dentro do núcleo de nossas células estão os cromossomos, que trazem todos os genes que possuímos e com eles a marca da criação: todos nós viemos de um casal feito por Deus. Será que, observando dessa maneira, não podemos entender que herdamos o pecado original de Adão? Será que podemos entender que de geração em geração o tal DNA se manteve, e nos faz lembrar que tivemos um Criador? Veja o que diz o salmista: “Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. (Salmos 139:14) Viemos da terra e dela fomos formados, porém essa matéria terrena à terra voltará, mas meu espirito com Deus viverá. Se por um homem entrou o pecado, por outro – Jesus - entrou o perdão e o pagamento da dívida que tínhamos. Essa dívida está inscrita no âmago do nosso ser, porém

o que crê em Jesus sabe que sua dívida foi paga. Vejamos em Cl 2.13 e 14: ” e a vós, quando estáveis mortos nos vossos delitos e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-nos todos os delitos; e havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz...” Gostaria de terminar esse artigo com uma colocação: Adão pecou no paraíso, porém Jesus venceu o pecado no deserto. Que possamos entender que não é por condição econômica ou social ou ambiental que erramos, mas sim por termos impregnados em nós a herança de Adão e Eva. Porém, Jesus veio para inibir que essa condição se aflore em nós. Se pensarmos em genes, muitos têm genes que induzem ao crescimento de canceres, porém só em alguns o câncer aparecerá. Do mesmo modo, temos resquícios do erro de Adão, mas esse erro foi lavado com sangue, o sangue de Jesus na cruz, e isso nos deixa alvos como a neve. Luiz Pianowski Cientista e Doutor em Tecnologia Famacêutica


sociedade

Silvio J. Faustini Mestre em teologia

por que Jesus é o único caminho? A existência de tantas religiões e a afirmação de que todas elas levam a Deus tem confundido muitas pessoas, levando-as a perder as esperanças de poder alcançar a verdade absoluta no assunto. Contudo, diante de tantas “opções”, permita-me resaltar que apenas o cristianismo responde de maneira plenamente satisfatória as quatro questões fundamentais que toda religião procura esclarecer: origem (Deus), significado (salvação em Cristo), moralidade (a vida de Cristo) e destino (a eternidade com Cristo). Quando comparamos Jesus com outras religiões, profetas ou homens “sagrados” é fácil identificar uma suprema distinção. Moisés nunca disse ser Jeová; Buda não reivindicou ser Deus; Maomé não se identificou como Alá; e em nenhum lugar encontramos Zoroastro reivindicando ser Ahura Mazda. Estes homens apenas alegaram ter ouvido Deus e serem transmissores de sua Palavra, fato que os coloca em um mesmo nível. Jesus, em contraste, alegou ser o próprio Deus encarnado, pois ele mesmo falou a seus discípulos, “quem vê a mim vê ao Pai” (Jo 14.9). Todos estes “profetas” citados acima prometeram mostrar-nos o caminho, ensinar-nos a verdade e guiar-nos à vida,

ao passo que Jesus afirmou Ser o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14.6). É isso que faz Jesus diferente, sua plena divindade. Nas demais religiões o que importa são os ensinos e não o mestre. No cristianismo, o centro de tudo é a pessoa de Jesus Cristo. Ele é o único caminho porque ele é Deus e, portanto, para estar com Deus, o homem deve estar em Cristo. Não existe outra forma. Repetidas muitas vezes nos evangelhos, Jesus faz declarações sobre si que só um Deus poderia fazer: de ter poder para perdoar pecados; ressuscitar os mortos; curar enfermos; de ser um com o Pai; ser a ressurreição e a vida; e ser, Ele mesmo, o próprio objeto de nossa salvação, adoração e culto. Segundo o escritor britânico C.S. Lewis, “a principal missão de Cristo, não foi ensinar, mas invadir este mundo pecaminoso com sua grandeza e amor”. Segundo o mesmo autor, “Nossa terra é um território ocupado pelo inimigo, e a história do cristianismo é um relato de como um grande Rei veio à Terra na forma de servo e chamou seguidores para ficar ao seu lado”. Para o cristianismo puro e simples, não existe meios de vencermos o problema do pecado sozinhos. Somente através de uma rendição

do nosso eu a Cristo é que podemos alcançar a salvação. Somente através Dele é que podemos restaurar nosso relacionamento com o Pai. Ser cristão significa muito mais do que sermos livres do inferno. Sim, Ele começa salvando-nos das consequências espirituais de nosso pecado, mas seu objetivo final é levar-nos à presença do próprio Deus. A salvação, segundo Lewis, “significa participar da vida eterna de Deus, não de alguma força espiritual genérica ou incomunicável, mas da vida dinâmica, da alegria e do amor que existe na Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo”. Jesus veio a este mundo a fim de permitir que participássemos deste Amor. Deus não enviou seu filho (o verbo de Deus encarnado) para padecer através de uma morte dolorosa a fim de oferecer-nos uma “opção”. Ele fez isso porque a encarnação (Natal), a morte (sexta feira santa) e a ressurreição (Páscoa) de Cristo ofereceram o único remédio possível para o problema do pecado original da raça humana. Segundo as Escrituras, ser salvo significa passar a eternidade adorando a Deus e, como Cristo é Deus, adorando Cristo. Desta forma, não há sentido pensar em salvação sem Cristo.


Em busca da carteira assinada

C

comportamento Por falta de reconhecimento do trabalho doméstico, donas de casa procuram alternativas para obter satisfação profissional

om a mudança no papel da mulher na sociedade, uma função acabou desvalorizada ao longo dos últimos anos: a de dona de casa. Atividade feminina comum antes do ápice do movimento feminista, na década de 70, cuidar do lar já não soa como uma tarefa de muitos louros e, constantemente, é motivo de insatisfação por parte de mulheres que não se sentem realizadas profissionalmente exercendo somente este papel. Em geral o problema parte da crença em acreditar não estar fazendo nada como dona de casa e precisar fazer algo para obter reconhecimento. É neste ponto que muitas mulheres se precipitam e fazem escolhas profissionais equivocadas, como abrir uma loja sem ter algum conhecimento da área de gestão. Quando não há planejamento, há frustração. É preciso se preparar para essa nova carreira, sabendo de todas as dificuldades que serão enfrentadas com este desafio. Primeiramente, é importante identificar se essa mudança é um desejo real da mulher ou se é

apenas uma crença que está sabotando a felicidade. É preciso confrontar a ideia de procurar outro ofício para verificar o real motivo da insatisfação. Muitas mulheres são felizes sendo donas de casa e muito bem sucedidas nessa carreira, mas não têm essa percepção. Quando constata-se que o caso é realmente procurar uma nova profissão, esta deve estar ligada às aptidões e valores da mulher e a transição será feita de forma qualitativa, buscando uma solidez na nova carreira. Não importa se ela está preparada para atuar somente cinco anos após da tomada de decisão, contanto que ela possa exercer a atividade com excelência, evitando frustrações. Independente da escolha, o ideal é trabalhar de acordo com o que considera importante para ter como recompensa a felicidade. respeitam as regras da organização. A natureza do homem é má, sendo assim, ser imprudente é mais fácil do que seguir as normas estabelecidas. Desta forma, uma má influência pode levar outras pessoas a terem as mesmas atitudes negativas e, assim, prejudicar a empresa. Das pequenas às grandes atitudes, a ética deve permear todas, pois só assim os resultados serão enaltecidos e a imagem velada.

Cibele Nardi Coach


M么nica Amorim


matéria de capa Correr atrás do vento é uma brincadeira comum das crianças, que ao sentirem o frescor passar por elas, decidem ir em busca daquela sensação desconhecida, ou que até então havia passado despercebida. Sem se importarem para aonde estão indo e se irão conseguir alcançar o vento, elas correm incansavelmente, acreditando que será possível agarrar com as mãos aquela sensação invisível. Exatamente dessa mesma maneira, o homem ao longo de sua história, vem ten-

tando definir, alcançar e conquistar a tão sonhada “felicidade”. É possível traçar uma evolução histórica dessa discussão sobre o que seria felicidade. Atualmente, estamos vivendo o período pós-modernidade, que ainda carrega consigo paradigmas antigos, como o iluminismo e o individualismo, movimentos que propagaram o princípio libertador ao homem de buscar a felicidade de acordo com seus desejos e vontades. Mas, este suposto principio libertador acabou por

colocar um peso sobre o termo “felicidade”, o que remete à realidade atual da sociedade, que busca ser feliz de forma desenfreada. Muitas são as correntes de pensamentos, teorias, estudos e pesquisas em torno da felicidade. O assunto, inerente ao ser humano, ao mesmo tempo parece estar distante dele. Se a busca por respostas sobre a felicidade está longe de acabar, a necessidade de senti-la está cada vez mais forte.

Felicidade CONSTRANGIDA

felicidade. “De certa forma, vivemos uma época em que ser feliz é quase uma obrigação”, comenta. Seguindo a mesma linha de pensamento, o filósofo francês Pascal Bruckner, se dedicou a analisar a “obrigação de ser feliz”. Em uma entrevista, ele disse: “Antes, você tinha a possibilidade de ser feliz, era uma conquista social. Agora, você é obrigado a isso, o que é completamente diferente”. Para o filósofo, a sociedade impõe o pensamento que você precisa produzir sua própria felicidade, como se fosse possível comprá-la como um produto normal. E foi nisso que Aline P. acreditou, “eu tinha a sensação que só era feliz quando comprava uma roupa nova, ficava eufórica, mas no outro dia já estava triste

novamente. Com o tempo, comprar roupas já não me deixava tão feliz e eu passei a consumir outras coisas para ter momentos de felicidade”, comenta Aline. Em um trecho de seu livro A Euforia Perpétua, Pascal alertou sobre estarmos condenados a sermos eufóricos o tempo todo, e esse é precisamente o problema, porque as pessoas se tornam infelizes por serem forçadas a ser felizes. Como consequência desse esforço em ser feliz mesmo quando não se está, criou-se a “felicidade química”. “Eu via meus amigos com roupas de marca, com carros novos, namorando, e isso me fazia pensar que eu não era feliz por não ter tudo aquilo, então eu buscava a felicidade em bebidas e drogas, mas eu ficava

O “ser feliz” está presente nas páginas de um livro, em um álbum de fotografias, nas redes sociais, nas revistas, nos outdoors de campanhas publicitárias, nos filmes, nas novelas, na roda de conversa, nas consultas terapêuticas, e outros vários lugares. Isso significa que todos os dias a sociedade é conduzida, não somente por sua necessidade, mas por um sistema que dita a todo momento, como, quando e onde você encontrará a felicidade. De acordo com o psicanalista cristão Erivelto Batista, esse “ser feliz” que nos é constantemente bombardeado, leva a crença em um mito sobre a


ainda mais triste”, conta S. Junior. mente traiçoeira e perigosa, pois apresenta de fato e, ainda, de lidar De acordo com o psicanalista Eri- “ela impede os indivíduos de en- com ela”. velto, a felicidade química é alta- xergarem a realidade como ela se

Felicidade que gera infelicidade

vontade para compartilharem suas “infelicidades” nas redes sociais, “quando postei algo demonstrando que não estava bem, logo recebi comentários desagradáveis e piadas que me entristeceram ainda mais”, conta Murilo Alves (nome fictício). Se para alguns as redes sociais os forçam a serem felizes o tempo todo, para Karla Arantes, de 22 anos, este era o motivo da sua falta de felicidade. “Eu via as pessoas felizes e sorrindo a maior parte do tempo, isso me deixava angustiada porque eu não sentia o mesmo.

Comecei a pensar que não era feliz, me sentia insatisfeita a maior parte do tempo”. De acordo com pesquisas atuais, essa felicidade aparente nas redes sociais tem sido a causa do aumento no número de pessoas que desenvolvem depressão. O curta-metragem What’s on Your Mind?, aborda este tipo de felicidade em redes sociais e faz duras críticas a essa felicidade virtual. O vídeo mostra um homem que leva uma vida monótona e deprimente, mas se esforça para tentar mostrar que é muito feliz.

Entendendo a felicidade

declararem a felicidade hoje, mas amanhã não se sentirem da mesma forma. Isso acontece porque experimentamos picos emocionais ao longo de nossas vidas, como quando recebemos uma promoção no trabalho, o dia do nosso casamento, o nascimento de um filho e tantas outras coisas. Mas esses momentos produzem sentimentos temporários de euforia, e que não são suficientes para alcançar a felicidade em sua totalidade. É importante entender que a felicidade é estabelecida como um “estado”, situa-se em uma condição ligada à situação vivenciada. Um exemplo: para quem está sem conseguir dormir direito há dias, a felicidade pode ser uma boa noite de sono; para quem passa fome, a

alegria pode ser um prato de comida; quem mora em uma região de seca, a alegria pode ser alguns minutos de chuva. Nesse aspecto é necessário que o ser humano compreenda que é saudável buscar a felicidade, mas que também é fundamental percebê-la em pequenos detalhes. No clássico americano Cidadão Kane, o personagem Charles Foster Kane, magnata multibilionário, que possuía prazer físico, honras, poder e dinheiro, prestes a morrer pronuncia a palavra “rosebud”, que era o nome do trenó de neve de sua infância pobre, mas que remetia à sua felicidade (amigos, afetos, brincadeiras), que nunca mais conseguiu resgatar ou comprar.

A censura para aquele que não está feliz é ainda muito maior em redes sociais que no cotidiano real, onde isso de fato acontece a todo tempo. “Não é à toa que não faltam demonstrações exageradas de alegria cotidiana, exageradamente exposta nas redes sociais, onde todas as festas são animadas, todos os casais felizes e todas as viagens incríveis”, analisa o psicanalista Erivelto. As pessoas não se sentem à

Provavelmente, cada pes soa que resolver responder o que é felicidade, apresentará uma resposta própria. No senso coletivo há uma ideia de felicidade genérica e que é compartilhada pela maioria das pessoas: felicidade é ter saúde, amor, dinheiro suficiente, é algo que você deve possuir: um bom imóvel, um veículo novo, uma roupa de grife, realizar muitas viagens etc. De acordo com o filósofo João Mário, estas coisas não deixam de ter sua importância, pois contribuem na continuidade deste estado de bem-estar, mas a felicidade vai além. É comum as pessoas se sentirem extremamente alegres e


matéria de capa Felicidade que não passa

Todo homem e toda mulher quer ser feliz e busca isso. Mas muitos não a encontram porque vivem longe de si mesmos, ou seja, vivem procurando fora, enquanto a felicidade está dentro de nós, fora de nós só existe o vazio, a ilusão e a fantasia. Mesmo que não seja possível dizer com clareza o que é a felicidade, todas as tentativas de defini-la remetem a algo maior do que nós, que devemos buscar enquanto vivermos. A Felicidade neste sentido apontaria para um aspecto divino. Quando lemos a Bíblia, encontramos a história do grande rei Salomão, o qual relata momentos em que experimentou o prazer, as riquezas e as recreações culturais na busca da satisfação e do “ser feliz”. “Vamos. Vou experimentar a alegria. Descubra as coisas boas da vida!”, pensou Salomão (Eclesiastes 2.1). Porém, nada disso lhe proporcionou a real felicidade, a insatisfação em seu viver continuou (Eclesiastes 11). Em sua reflexão, o sábio rei concluiu que os prazeres e riquezas não dão felicidade, e que toda aquela busca havia se revelado inútil. Para ele, somente em Deus e na sua vontade pode o ser humano encontrar paz, satisfação e alegria permanente. O escritor Craig Groeschel escreveu o livro “O cristão Ateu”, o qual possui um capítulo sobre a felicidade a qualquer preço. Em um dos trechos, o autor explica que Deus não quer que sejamos felizes quando nossa felicidade se baseia nas coisas deste mundo, porque a felicidade

pensada pelo homem está deturpada e vai contra a vontade dEle, que segundo as Escrituras é boa, perfeita e agradável (Romanos 12.3). Em Eclesiastes 2.26 diz, “ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade”. A sociedade atual nos dita a felicidade imediata, por isso vivemos o momento em que buscamos ser felizes a qualquer preço, desenvolvendo um sentimento egoísta. “É uma felicidade egoísta o que se quer e se oferece no presente, porque se trata do bem-estar em si e por si’”, comenta João Mário. Além disso, a felicidade atual traz a ideia de uma busca absolutamente livre até da censura da sua própria consciência ou razão, não havendo limites para conquistá-la. Isso também desagrada a Deus, porque Ele não quer ver você feliz quando faz algo errado ou insensato, pois Ele sabe que isso trará consequências negativas no futuro. Sobre isso, Craig cita em seu livro o caso de uma jovem, que para ser feliz ao lado do namorado tomou várias atitudes para proporcionar um sentimento de felicidade momentâneo, mesmo sabendo que futuramente isso traria consequências que a deixaria infeliz e entristeceria o coração de Deus. O que precisamos saber é que Deus deseja que sejamos mais que felizes. A felicidade deste mundo se baseia em acontecimentos inconstantes, mas as bênçãos de Deus transcendem tudo o que o mundo oferece. Por isso, devemos diminuir nossas expectativas em relação à felicidade terrena e começar a buscar a felicidade eterna, aquela que se

conquista quando nos aproximamos de Deus, buscamos ter intimidade e confiamos nEle. “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” (1 Coríntios 2.9) Você pode ser feliz aqui se começar pelas coisas mais simples: buscar a Deus, amar ao próximo e fazer o bem ao semelhante. Fazer alguém feliz pode ser um começo para se alcançar a felicidade. E, fazendo isto ainda estaria cumprindo o mandamento do Senhor Jesus (João 13.34), e para quem consegue acreditar, pode ser um instante de se alcançar a felicidade. É exatamente isso que Priscila Lima tem experimentado desde que iniciou como voluntária em um projeto no orfanato, pois para ela a felicidade possui um novo significado. “A felicidade conquistada com bem material vai embora, ou dura pouco, mas o que ganhamos daquelas crianças não é palpável, porém é visível, e fica conosco um sentimento para a vida inteira”. Sobre a felicidade, Rick Warren escreveu o livro “Você não está aqui por acaso”, em um dos capítulos, Rick diz: “Ninguém é completamente feliz porque não é para ser mesmo! A Terra não é nosso lar definitivo, fomos criados para algo melhor. Um peixe nunca seria feliz vivendo na terra, porque foi feito para viver na água. Uma águia jamais ficaria contente se não lhe fosse permitido voar. Você nunca se sentirá plenamente satisfeito aqui, porque foi feito para algo maior. Terá momentos felizes, mas nada comparado ao que Deus tem planejado para você na eternidade”.


O que é?

Por que?

Quando?

O Batismo nas Águas em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, é um sagrado sinal exterior de uma obra interior. Em Marcos 16.16 (NVI), Jesus nos diz: “quem crer e for batizado será salvo; quem porém não crer será condenado” este é um mandamento do Senhor. No batismo declaramos no reino espiritual que cremos em Deus, aceitamos a proteção divina sobre nós e nos arrependemos de nossos pecados. No reino físico testificamos a todos a nossa nova vida em Jesus.

Ao crerem em Jesus e reconhecer que somente nele há redenção dos pecados, Deus dá a oportunidade de sepultar tudo o que fizemos anteriormente e nascer de novo, como está escrito na carta de Paulo aos Colossenses: “Isso aconteceu quando vocês foram sepultados com ele no batismo, e com ele foram ressuscitados mediante a fé no poder de Deus que o ressuscitou dentre os mortos”. (Cl 2.12)

Já! O batismo relatado no novo testamento é o passo seguinte ao crer em Jesus, no livro de Atos 2.41 (NVI) “Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas”. Não há motivos que possam nos fazer postergar a decisão do batismo, se cremos que nossa salvação está em Jesus está decisão deve ser imediata. Você não precisa “sentir”, ou esperar que um anjo ou Jesus lhe apareça pessoalmente, basta decidir. Sendo o batismo uma decisão em função do crer em Jesus, é preciso entender o seu significado, por isso não são batizado recém nascidos, estes são apresentados ao Senhor.

Queremos te convidar a tomar um ato de fé! Venha participar do “Celebrando nas Águas”, se batizando e declarando o seu amor HORÁRIOS ao Senhor e aceitando viver com Ele não apenas aqui, mas na eternidade. 9H, 16H30 E 19H


especial

Quem?

Como?

Quanto?

Algumas pessoas se julgam incapazes ou despreparadas para o batismo, no entanto a palavra é clara em Atos 8.3638 (NVI) “Prosseguindo pela estrada, chegaram a um lugar onde havia água. O eunuco disse: Olhe, aqui há água. Que me impede de ser batizado? Disse Filipe: Você pode, se crê de todo o coração. O eunuco respondeu: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Assim, deu ordem para parar a carruagem. Então Filipe e o eunuco desceram à água, e Filipe o batizou”. Após este fato ambos retornaram a rotina de seus compromissos, Filipe pregando a palavra e o eunuco no palácio real, porém como um novo homem. Você também pode!

Por imersão, ou seja, mergulhando todo o corpo na água. A Palavra “batismo” deriva do vocábulo grego “baptizo”, que significa mergulhar, afundar ou submergir. João batista batizava e batizou Jesus no rio Jordão Marcos 1.4-5 (NVI) “Assim surgiu João, batizando no deserto e pregando um batismo de arrependimento para o perdão dos pecados. A ele vinha toda a região da Judéia e todo o povo de Jerusalém. Confessando os seus pecados, e eram batizados por ele no rio Jordão”.

O Batismo é gratuito, mas custou um alto preço, em 1 Pedro 3.18-21 (NVI) lemos: ”Pois também Cristo sofreu pelos pecados uma vez por todas, o justo pelos injustos, para conduzir-nos a Deus... (...) quando Deus esperava pacientemente nos dias de Noé, enquanto a arca era construída. Nela apenas algumas pessoas, a saber, oito, foram salvas por meio da água, e isso é representado pelo batismo que agora também salva vocês — não a remoção da sujeira do corpo, mas o compromisso de uma boa consciência diante de Deus — por meio da ressurreição de Jesus Cristo”. Deus tem um plano para salvação e redenção do homem pela vida, morte e ressurreição de Jesus. Ele espera pacientemente. Você vai ficar fora ou vai entrar na arca?

Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Mateus 28:19


fatos & fotos

Rua do Lazer No Dia das Crianças, a rua Alberto Folloni é invadida pela dança, peças de teatro, muita música, além dos tradicionais brinquedos e barracas de comida. A equipe responsável realizou várias atividades, brincadeiras e recreações com a criançada e também com os mais grandinhos. Esse foi um momento de muita alegria e comunhão entre a igreja, pais, filhos e a comunidade. Não conseguiu vir esse ano? Não se preocupe, no próximo ano tem muito mais.


Mais Missões A equipe de evangelistas do Ministério Mais Missões esteve empenhada durante o mês de setembro, realizaram Impacto Evangelístico em Niterói e em cinco cidades da região de Paranavaí, onde Pr. Eduardo é superintendente. Foi um trabalho maravilhoso e muitas pessoas foram alcançadas com o amor de Jesus.


Uma persistência

história sobre

Maria Ana Zdrojewski PASTORA DA PRIMEIRA IEQ

Me chamo Maria Ana, sou de uma família de poloneses, meu pai e minha mãe conversavam muito em casa na língua nativa deles, eu ouvia e comecei a falar também. Mas, com o tempo fui esquecendo e já não conseguia mais me comunicar tão facilmente. Nasci em um lar cristão, mesmo assim, minha avó ainda não sabia ao certo quem era Jesus Cristo. Ela dizia que O amava, só não entendia que precisava falar com Ele, pedir para Ele perdoar os seus pecados, declarar e aceitar Ele como Senhor e Salvador da sua vida para ir para o céu. E ela queria ir para o céu. Diante disso, em meu coração ia surgindo a vontade de falar de Jesus para ela e explicar o plano de salvação, mas a maior dificuldade era a questão do idioma. Minha avó só falava polonês, pois os europeus antigos não falavam outro idioma. Ela entendia algumas palavras em português porque se comunicava com os netos e bisnetos, e foi com essa pequena oportunidade que comecei a falar sobre Jesus com ela. Comecei contando sobre o nascimento de Jesus, e nisso ela chorou ao ouvir a história. Mas quanto mais eu falava, mais ela queria aprender e conhecer sobre Jesus. Confesso que ainda no início, precisei falar em português porque para mim era difícil falar polonês, eu havia esquecido muitas coisas. Durante os 15 dias que me dediquei a estar com ela, beijando, abraçando e conversando, foi voltando a memória as palavras em polonês e assim fui exercitando e criando o hábito de me comunicar com ela em sua língua nativa. Minha grande oportunidade de falar sobre Jesus para ela foi em uma madrugada quando ela ficou mal e chamou minha mãe. Eu ouvi e corri bater na porta do quarto

dos meus pais para que eles fossem atender minha avó que não estava bem, mas eles estavam dormindo. Acredito que eles não acordaram porque o Senhor não permitiu, porque era naquela hora que o Senhor queria me usar. Foi naquele momento que eu abracei ela e comecei falar para ela sobre Jesus, a aplicar o caminho da salvação como fazia com as crianças, de uma maneira fácil e simples. Expliquei sobre o amor de Deus, que mandou Seu filho Jesus, que nasceu e se fez menino, cresceu, morreu na cruz do Calvário pelos nossos pecados, para nos dar salvação. E depois de três dias, Ele viveu de novo e Ele não está morto, Ele está vivo e quer morar no nosso coração, quer perdoar nossos pecados. Lembro que eu a abracei e falei: “Vó, Jesus quer morar no seu coração, Ele é seu amigo, Ele cuida, Ele guarda.” Lembro que a abracei, e ela tremia e dizia “Eu quero Jesus, como é que eu faço?” Eu comecei a orar com ela. Foram 10 minutos falando e explicando sobre Jesus em polonês para minha avó, que decidiu confessar e receber Jesus em sua vida. Depois disso ela viveu mais dois meses, e nesse tempo sempre contava para todos os filhos, netos, bisnetos, que ela havia conhecido Jesus e agora ela queria ir para o céu porque ela sabia que iria morar com Ele. Para mim toda essa experiência foi maravilhosa, ainda mais porque eu queria tanto que ela conhecesse Jesus, era meu sonho. Toda essa situação nos aproximou tanto que, ao ficar doente, ela foi para o hospital e queria que eu fosse ficar com ela. Fui, fiquei umas duas horas e ela faleceu para ir ao céu encontrar Jesus.


E AQUELES QUE RECEBEM A ABUNDÂNCIA dA GRAÇA REINAM EM VIDA - RO 5:17

Desenvolvido por youcanmkt.com

LANÇAMENTO

fogooficial.com

contatos e convites: contato@fogooficial.com


INVESTIMENTO DE

1110Aa14ANOS17JAN

420,

CARTÃO OU CHEQUE INFORMAÇÕES JUNIEQ@PRIMEIRAIEQ.COM.BR 41 8829.6694 (TIM) . PR JHOW VAGASLIMITADAS

INSCRIÇÕES ATÉ

28DEZ


tempo de criança

O QUE TE FAZ FELIZ? O que te deixa muito feliz? Ganhar um presente? Um brinquedo ou um jogo novo? Ou então um celular, tablet? Uma roupa nova? Enfim muitas coisas boas podem nos fazer felizes, mas quanto tempo essa felicidade dura? Logo precisamos de algo para substituir aquilo que ganhamos para continuarmos felizes, não é verdade? Às vezes pensamos que ter muitos amigos nos tornará felizes, porém muitas vezes eles falham e nos decepcionam. Amiguinhos a verdadeira felicidade, aquela que nunca se acaba só podemos encontrar em Jesus! Ele é quem alegrará todos os dias os nossos corações, mesmo quando alguma coisa triste acontece, temos a certeza que, com Jesus, tudo vai passar e não precisaremos ter coisas para sermos felizes. As coisas passam, quebram, ficam velhas, fora de moda ou perdem a graça, os amigos nem sempre estão ao nosso lado, mas em Jesus todos os dias temos motivos para ser feliz! Pois Ele não falha, nos ama tanto que morreu na cruz em nosso lugar, dando-nos o maior presente que poderíamos ganhar: o perdão dos nossos pecados e “a vida eterna”. Entregue sua vida a Jesus e faça o que a Palavra de Deus nos ensina em Filipenses 4:4: “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se”!

CAÇA PALAVRAS RESPOSTA

BOLA · FÉRIAS · FUTEBOL AMIZADE · CHUTEIRA


rosangela@primeiraieq.com.br Conexão Kids (7 a 9 anos - no cenáculo). Quando: domingos em três horários (9h, 16h30 ou 19h). Culto Infantil (5 a 10 anos) Quando: Simultâneo aos cultos adultos. Berçário (0 a 2 anos) e Maternal (2 a 4 anos) Quando: Domingo pela manhã, tarde e noite; quarta-feira e sexta-feira, à noite.

agenda

jhoows@hotmail.com Conexão Teens (juniores de 10 a 14 anos - no templo). Quando: domingos em três horários (9h, 16h30 ou 19h). JUNIEQ - Culto de Juniores (10 a 14 anos - no templo). Quando: Quarta-feira às 20h. rodrigo@primeiraieq.com.br Adolescentes (14 a 18 anos) Quando: sexta-feira às 20h (no templo). carlinhos@primeiraieq.com.br Jovens. Quando: sábado às 19h30.

surdos@primeiraieq.com.br

nosbracosdopai@primeiraieq.com.br Quando: sábados, das 17h às 18h. Espaço 60, na rua Alberto Folloni, 60. Contato: 9576-7915 (TIM - Magali). prantoniocarlosn@hotmail.com Terceira idade. Quando: quinta-feira, às 14h30. (Templo) Santa Ceia Dia 2 de novembro, domingo às 9h, 16h30 e 19h Dia 7 de novembro, sexta-feira às 14h30 Culto da Família Dia 9 de novembroo, domingo às 9h, 16h30 e 19h Culto de Missões Dia 16 de novembro, domingo às 9h e 19h Batismo Dia 23 de novembro , domingo às 9h, 16h30 e 19h Dia 26 de novembro , quarta-feira às 14h30


espaço cultural CD

Você está preparado? Conheça o primeiro CD do Ministério Entrega Total, intitulado “Você esta preparado?”. Com esse CD, o ministério tem como visão e objetivo levantar uma geração de adoradores que entendam que o arrebatamento da igreja esta próximo de acontecer. O álbum trás como tema principal a volta de Jesus! Você pode adquirir esse CD e conferir muitas outras novidades do ministério através do site; www.entregatotal.com.br Jonatas Alves Pastor,líder de louvor primeiraIEQ

Livro

Bíblia em Ação: A História da Salvação do Mundo Autor: Sérgio Carrielo Editora: Geográfica Esse livro proporciona uma perspectiva muito interessante para a importante história da obra de Deus. Um texto bem escrito e imagens fortes chamam a atenção desta excelente versão da Palavra de Deus. De fácil compreensão e com desenhos impecáveis, ricos em detalhes épicos, as histórias são contadas de forma objetiva, em ordem cronológica, o que facilita a memorização dos fatos bíblicos. Mesmo para quem já tem uma Bíblia, vale à pena adquirir um exemplar que será utilizado por toda a família, independente da idade. Andrielli Prussak Alves

Cada membro da família precisa amar seus familiares como Jesus amou a sua igreja. E como Jesus amou a sua igreja? A ponto de dar a sua vida por ela! Lutar pelo que se quer é o meu, o seu papel. Deus não abençoa quem desiste, porque é preciso esperar e crer no Senhor, mesmo que isso pareça difícil ou até impossível. Se eu e você, como membros da família, lutarmos e dermos tudo que é possível em favor de nossos familiares, nós seremos mais do que vencedores Pr. Eduardo Zdrojewski


14h30 20h30 20h30

TARDE DA PROVISÃO REUNIÃO DO EMPREENDEDOR CULTO INFANTIL

TER

8h 14h30 20h

ORAÇÃO E JEJUM (TEMPLO) INTERCESSÃO (TEMPLO) CULTO DE ORAÇÃO

QUA

8h 14h30 14h30 20h 20h 20h

MANHÃ DA BENÇÃO TARDE DA BENÇÃO CULTO INFANTIL NOITE DOS LOUVORES JUNIEQ | JUNIORES (TEMPLO) CULTO INFANTIL

QUI

14h30

TARDE COM DEUS (3ª IDADE)

SEX

14h30 20h 20h 19h30 22h30 22h30

LIBERTAÇÃO E PROSPERIDADE CULTO INFANTIL NOITE DOS MILAGRES MAD - ADOLESCENTES (TEMPLO) CULTO INFANTIL CURA E LIBERTAÇÃO

SAB

18h 19h30

CULTO DOS SURDOS (CENÁCULO) ALTA FREQUÊNCIA - JOVENS

8h30 às19h 8h30 às 16h DOM

SEG

HORÁRIOS DE CULTOS NO CENTRO EVANGELÍSTICO

SAB

MANHÃ DA BENÇÃO ENCONTROS DE VIDA CULTO INFANTIL CULTO DO PODER E LOUVOR CULTO INFANTIL

DOM

9h 16h30 16h30 19h 19h

SEG. À SEXTA

HORÁRIOS DE CULTOS NA PRIMEIRA IEQ

8h30 às12h 14h às 16h

EMOCIONANTE, SURPREENDENTE, CONTAGIANTE, E MAIS DE SEIS MIL ESPECTADORES. VEM AÍ…

O MUSICAL DE NATAL DA PRIMEIRA IEQ 13 à 18

D E Z E M B R O

C E L E B R A N D O

N A S

QUEREMOS TE CONVIDAR A TOMAR UM ATO DE FÉ, VENHA PARTICIPAR DO “CELEBRANDO NAS ÁGUAS”, SE BATIZANDO E DECLARANDO O SEU AMOR AO SENHOR E ACEITANDO VIVER COM ELE NÃO APENAS AQUI, MAS NA ETERNIDADE.

16 NOV

E S P E R A M O S

P O R

V O C Ê !

RUA SENADOR ALENCAR GUIMARÃES, 97 1º ANDAR . CENTRO . TEL 41 3224.5274 *ENTRE A RUA EMILIANO PERNETA E A PRAÇA OSÓRIO EM CIMA DA BOUTIQUE DIM DOM.

Prosperidade campanha da

PRIMEIRA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR

25 DE DEZEMBRO À 3 DE JANEIRO

UMA FAMÍLIA PARA TODOS RUA ALBERTO FOLLONI, 143 TEL 41 3151.5100 CURITIBA . PR

DOMINGO ÀS 9H, 16H30 E 19H SEGUNDA A SÁBADO ÀS 9H, 14H30 E 20H

Voz de Esperança · Novembro de 2014  

Edição de novembro de 2014 da PrimeiraIEQ.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you